Page 5

PUBLICAÇÕES LEGAIS / NACIONAL

5

| 14 a 16 de abril de 2018 |

RENAULT DO BRASIL S.A. e CONTROLADA CNPJ 00.913.443/0001-73 RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO Em cumprimento às disposições legais e estatutárias, submetemos à apreciação de V.Sas. as Demonstrações Financeiras Consolidadas da Renault do Brasil S.A. e Empresa Controlada, relativas ao exercício social encerrado em 31 de dezembro de 2017. Adicionalmente, destacamos alguns fatos e informações importantes ocorridos no período. CONTEXTO GERAL Após quatro anos consecutivos de queda nas vendas, o mercado automobilístico brasileiro reagiu em 2017 e cresceu 9,4% em relação ao ano anterior. A recuperação acompanha a melhora de indicadores da economia brasileira, como o crescimento do Produto Interno Bruto, a redução da taxa de juros e da inflação, além da maior disponibilidade de crédito ao consumidor. Embora ainda distantes do recorde de 2012, quando foram licenciados cerca de 3,6 milhões de veículos no país, as vendas de carros chegaram a 2,2 milhões de unidades em 2017, contra as cerca de 2,0 milhões do ano anterior. Em 2017 a Renault do Brasil manteve a trajetória de crescimento que segue de forma contínua no país desde 2010, alcançando novo recorde de participação de mercado: 7,7%, com ganho de 0.2 ponto percentual em relação a 2016. No total, a empresa emplacou 167,1 mil veículos, contra 149,9 mil unidades emplacadas em 2016, um crescimento de 11,4%. A RENAULT EM 2017 Os resultados da Renault em 2017 são consequência de dois importantes lançamentos realizados pela marca: os SUVs Captur e o Kwid, principal lançamento do mercado automobilístico no ano. Em virtude da produção desses veículos, a Renault contratou 1.300 colaboradores ao longo do ano e reabriu o terceiro turno completo na sua fábrica de veículos de passeio. Apresentado inicialmente nas versões 1.6 Sce mecânica e 2.0 16V automática, o Captur ganhou, em junho, a opção 1.6 SCe com câmbio X-TRONIC CVT, que proporciona ainda mais conforto aliado a economia de combustível. O casamento do moderno câmbio continuamente variável com o novo motor 1.6 SCe chegou também ao Duster, no mesmo mês. Também no primeiro semestre, os apaixonados pela velocidade foram apresentados ao Sandero R.S 2.0 Racing Spirit, uma série limitada do hot hatch mais vendido do país, com visual ainda mais esportivo. Por fim, em agosto, chegou o Kwid. O sucesso do SUV dos compactos ficou evidenciado desde antes de sua chegada ao mercado, por meio da campanha de pré-venda, que, realizada de maneira inovadora e totalmente on-line, resultou em um volume de reservas quatro vezes maior que o esperado inicialmente pela fabricante. Entre os destaques comerciais da marca no ano estão o Sandero, sexto veículo mais emplacado do Brasil em 2017, com 67,3 mil unidades; o Kwid, com 22,6 mil unidades comercializadas após seu lançamento, em agosto; e o Renault Master, líder absoluto pelo quarto ano consecutivo do segmento de furgões com capacidade de carga de até 3,5 toneladas de Peso Bruto Total, com 51% de market share. Destaque também para as exportações, que alcançaram recorde histórico em 2017, chegando a 98,3 mil veículos (de passeio e comerciais leves), contra 71,3 mil unidades em 2016, uma alta de quase 38%. INVESTIMENTOS: UMA NOVA FÁBRICA Além do crescimento em market share e do êxito comercial dos seus veículos, a Renault mais

uma vez comprovou sua confiança no país com o anúncio de investimentos de R$ 750 milhões no Complexo Ayrton Senna, no Paraná, para a construção de uma nova fábrica: a Curitiba Injeção de Alumínio (CIA) e na ampliação da Curitiba Motores (CMO). PRÊMIOS E RECONHECIMENTOS O sucesso e as qualidades dos lançamentos Renault foram reconhecidos pela imprensa especializada, levando à conquista de uma série de prêmios ao longo do ano. Foram, ao todo, 18 troféus, com destaque para o Kwid. O SUV Compacto da Renault foi contemplado em dez prêmios: • “Melhor Compra 2017”, entre todos os automóveis à venda no Brasil, revista Quatro Rodas • Melhor compra do segmento na categoria “Carro até R$ 38.000”, revista Quatro Rodas • “Melhor Carro Compacto”, no prêmio CAR Awards 2018, CAR Magazine • “Melhor SUV de entrada”, no prêmio “Os Escolhidos” • “Carro de Passeio 1.0”, na premiação Carsughi L’Auto Preferita • Melhor carro na Categoria “Carros de até 1.200cc” no Prêmio Abiauto 2017 (Associação Brasileira de Imprensa Automotiva) • “Melhor veículo do ano”, no prêmio Top Car TV • “Melhor Comercial de TV”, também no prêmio Top Car TV • “Melhor Comercial/Campanha Publicitária”, no prêmio Carpress. • “Melhor Ação de Vendas”, novamente no prêmio Carpress. OUTROS PRÊMIOS O Renault Master foi o vencedor do prêmio Maior Valor de Revenda 2017 (categoria Furgão), da agência AutoInforme e da editora Frota, além de ter sido apontado como a melhor compra pela revista Quatro Rodas na categoria “Furgões acima de 1000 kg”. A mesma publicação também elegeu o Sandero R.S. 2.0 a melhor compra na categoria “Esportivos de até 350 cv” e o utilitárioesportivo Duster 1.6 automático na categoria “SUV até R$ 80.000”. O Captur foi vencedor na categoria “Melhor Design América Latina” no prêmio Americar, promovido pela Associação América Latina da Imprensa de Carros, que reúne 70 jornalistas de 11 países da região. Já o Sandero foi o vencedor na categoria “Hatch Pequeno”, no prêmio “Os Escolhidos”, premiação feita por voto popular e pela escolha de 17 jornalistas da imprensa automobilística. O Prêmio L’Auta Preferita elegeu a Renault a Marca Destaque 2017. Criada em 2015, a premiação é uma homenagem ao experiente jornalista Claudio Carsughi, que, em 2018, vai completar 70 anos de carreira de jornalismo ligado à área de automóveis. Os jurados do prêmio são 21 jornalistas da imprensa automobilística de várias regiões do Brasil. Por fim, o programa “O Trânsito e Eu” foi o vencedor da categoria “Melhor Ação de Responsabilidade Social” no prêmio Top Car TV 2017. O júri do prêmio é composto por 38 jornalistas de várias regiões especializados em automóveis, com programas de TV, rádio, canais de YouTube e sites. Além dos prêmios da imprensa automobilística, a Renault mais uma vez foi eleita uma das 150 melhores empresas para trabalhar no ranking da revista Você S.A. Na área de pós-venda, a empresa foi eleita pelo segundo ano seguido a montadora com o melhor serviço de atendimento ao cliente no ranking Exame/IBRC.

RENAULT, UMA MARCA PRÓXIMA Unindo o prazer ao dirigir, a paixão pela vida e o DNA da Renault Sport, a marca reuniu apaixonados pela velocidade a bordo do Sandero R.S. 2.0 em quatro edições do Renault Speed Experience, em 2018. O evento reúne proprietários do esportivo e convidados, para que possam aproveitar com segurança tudo o que um Sandero R.S. pode oferecer. Já para os amantes do mundo off-road, a Renault realizou três edições do Domingo de Duster: em João Pessoa, em Fortaleza e na Serra Gaúcha, reunindo proprietários dos veículos Duster 4X2, 4X4 e também da picape Duster Oroch. A marca também esteve presente em 17 edições da Casa Cor – maior mostra de arquitetura, design e paisagismo da América Latina – com o Captur. RESPONSABILIDADE SÓCIO-AMBIENTAL O Instituto Renault completou seu sétimo ano em 2017, alcançando, ao longo desse tempo, mais de 600 mil pessoas. Durante o ano, realizou importantes ações em cada um dos seus eixos. No eixo Educação para Segurança no Trânsito, o momento de maior destaque foi a inauguração, durante o Maio Amarelo, de uma minicidade permanente do programa “O Trânsito e Eu” na cidade de São Paulo, em parceria com a Companhia de Engenharia de Tráfego, a CET. Na capital paulista, além da minicidade, onde as crianças praticam a convivência harmoniosa entre pedestres, ciclistas, motoristas – a bordo de minicarros elétricos –, idosos, deficientes físicos e visuais, o Instituto Renault disponibilizou também uma grande inovação: a Sala Digital, que utiliza a realidade virtual como ferramenta de educação no trânsito. O Instituto Renault também realizou atividades itinerantes ao longo do ano, no Parkshopping Barigui, em Curitiba, no Park Shopping (Brasília) e no Shopping Anália Franco, em São Paulo. Além disso, o “O Trânsito e Eu”, novamente em parceria com a CET, esteve presente no GP Brasil de Fórmula 1. Somando as ações permanentes às itinerantes, ao longo de 2017 o programa “O Trânsito e Eu” alcançou cerca de 80 mil pessoas. No eixo Capital Humano, o Instituto Renault concluiu a primeira edição do Renault Experience 2.0, acelerando as três startups que apresentaram os melhores projetos dentro dos temas “Mobilidade e Conectividade”. Em virtude do sucesso, o programa manteve o formato de startups para a nova edição, já em andamento. Também no mesmo eixo, o Instituto Renault promoveu ações de geração de renda para as mulheres da comunidade do bairro Borda do Campo, em São José dos Pinhais, por meio dos programas da Associação Borda Viva. Com a participação em eventos como o GP Brasil de Fórmula 1, que garantem grande visibilidade, a Associação comercializou itens do projeto Casa de Costura, como bolsas, nécessaires e carteiras feitas com produtos das linhas de produção da Renault. Agradecimentos Manifestamos nossos agradecimentos aos fornecedores, concessionárias, bancos, acionistas e demais parceiros pela confiança depositada em nossa empresa, aos clientes que manifestaram sua preferência pelos nossos produtos e, principalmente aos colaboradores pelo esforço, competência, lealdade e dedicação, que asseguram o progresso do empreendimento. São José dos Pinhais/PR, 31 de março de 2018. A Diretoria

BALANÇOS PATRIMONIAIS LEVANTADOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Em Milhares de Reais - R$) ATIVO Notas explicativas Circulante Caixa e equivalentes de caixa Aplicações financeiras Clientes Estoques Impostos a recuperar Despesas antecipadas Outros ativos circulantes

13

Não circulante Aplicações financeiras Depósitos judiciais Impostos diferidos Impostos a recuperar

9 23 22 12

Investimentos Imobilizado Intangível

Total do ativo

8 9 10 11 12

14 15 16

PASSIVO E PATRIMÔNIO LÍQUIDO

Controladora 31/12/2017 31/12/2016

Consolidado 31/12/2017 31/12/2016

1.721.697 885.946 853.307 310.288 88.545 225.031 4.084.814

1.674.917 65.712 693.535 778.686 234.159 79.344 184.282 3.710.635

1.817.375 916.814 935.318 344.714 88.545 142.565 4.245.331

1.712.162 65.712 730.308 841.071 262.239 79.344 117.496 3.808.332

62.002 93.613 192.083 347.698 46.699 2.792.425 24.025 2.863.149

60.034 24.645 161.532 246.211 35.707 2.400.839 32.976 2.469.522

62.017 112.372 192.524 366.913 6 2.953.042 24.272 2.977.320

60.040 38.085 162.004 260.129 6 2.568.166 33.378 2.601.550

7.295.661

6.426.368

7.589.564

6.670.011

As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras.

Notas Controladora explicativas 2017 2016 Receita líquida de vendas 26 11.238.343 9.268.285 Custo dos produtos vendidos e serviços prestados 27 (9.134.260) (7.777.992) Lucro bruto 2.104.082 1.490.293 Receitas (despesas) operacionais Vendas 27 (1.140.222) (1.086.671) Gerais e administrativas 27 (812.138) (702.475) Resultado de equivalência patrimonial 14 32.382 21.390 Outras receitas operacionais, líquidas 28 477.051 291.640 Lucro operacional antes das receitas e despesas financeiras 661.155 14.177 Resultado financeiro Receitas financeiras 29 326.818 181.057 Despesas financeiras 29 (734.122) (668.337) Variação cambial, liquida 29 30.997 56.075 Lucro (prejuízo) antes do IR e da contribuição social 284.848 (417.028) Imposto de renda e contribuição social correntes 22 (1.838) Imposto de renda e contribuição social diferidos 22 68.968 (18.758) Lucro Líquido (prejuízo) do exercício 353.816 (437.624) Lucro Líquido (prejuízo) atribuível a: Acionistas controladores: 353.816 (437.624) Acionistas não controladores: -

Passivo não circulante Empréstimos e financiamentos Debentures Provisão para contingências Provisão para garantia Obrigações tributárias Dividendos a distribuir Outros passivos

18 18 23 20 21a

Total do passivo Patrimônio líquido Capital social Reserva legal Reservas de subvenção Reservas de lucros Prejuízos Acumulados Patrimônio líquido atribuível aos controladores Participação de não controladores Total do passivo e do patrimônio líquido

21 21 21 21

1.240.486 2.958.479 101.764 114.765 232.985 59.608 1.838 110.852 66.087 31.963 4.918.827

1.623.601 1.656.995 100.541 192.527 246.690 72.855 86.435 104.976 31.963 4.116.583

1.279.628 2.959.507 101.764 127.970 235.828 60.493 11.333 110.852 66.087 31.963 4.985.425

1.061.327 125.000 126.100 78.874 163.694 16.806 330 1.572.131 5.570.841

486.711 225.000 316.442 53.399 176.791 72 1.258.415 6.177.242

1.234.518 125.000 128.093 78.874 163.694 16.806 330 1.747.315 5.863.898

661.098 225.000 318.455 53.399 176.790 71 1.434.813 6.420.238

2.393.893 51.309 715.790 99.214 (1.535.386) 1.724.820 7.295.661

1.255.209 33.618 495.685 (1.535.386) 249.126 6.426.368

2.393.893 51.309 715.790 99.214 (1.535.386) 1.724.820 846 7.589.564

1.255.209 33.618 495.685 (1.535.386) 249.126 647 6.670.011

(1.158.627) (870.801) 499.421 696.221

197.393 (683.706) 49.143 (405.856) (13.672) (17.673) (437.201)

353.816 616

(437.624) 422

Notas Explicativas

Saldos em 31 de dezembro de 2015 Dividendos e juros sobre capital próprio pagos pela controlada Prejuízo do exercício Juros sobre capital próprio distribuídos em 2016 pela controlada Saldos em 31 de dezembro de 2016 Lucro Líquido do exercício Integralização de Capital Social Constituição de Reserva Legal Constituição de reserva de subvenção para investimento Constituição Reserva de Lucros Dividendos e juros sobre capital próprio pagos pela controlada Juros sobre capital próprio distribuídos em 2017 pela controlada Saldos em 31 de dezembro de 2017

21 21.c 21.b 21.a 21.a

Atribuível ao acionista controlador Reserva para Lucros Capital subvenção de Reserva (Prejuízos) Reserva social investimentos legal acumulados de Lucros

1.255.209 1.255.209 1.138.682 2.393.891

As notas eplicativas são parte integrante das demonstrações financeiras.

Controladora 2017 2016

2016 (437.623) (437.623)

Consolidado 2017 353.816 353.200

2016 (437.201) (437.201)

DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Em milhares de reais - R$)

(1.105.389) (774.847) 303.034 31.314

330.231 (754.594) 32.029 303.887 (23.741) 74.287 353.816

Controladora 2017 353.816 353.816

Lucro Líquido (prejuízo) do exercício Outros resultados abrangentes Resultado abrangente total do exercício

DEMONSTRAÇÕES DOS FLUXOS DE CAIXA - MÉTODO INDIRETO EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 - (Em milhares de reais - R$)

As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras.

19

Consolidado 31/12/2016

1.547.690 1.655.852 100.541 155.680 243.910 71.661 86.436 104.977 31.963 3.998.710

Notas

p g

Atividades operacionais Lucro (prejuízo) do exercício Ajustes para reconciliar o prejuízo líquido do exercício com o caixa gerado pelas atividades operacionais: Depreciação e amortização 15 e 16 Realização de ajuste a valor presente 20 Provisão para créditos de liquidação duvidosa 10 Provisão para perdas nos estoques 11 Equivalência patrimonial 14 Provisão para contingências 23 Provisão para garantia Provisões diversas Resultado na alienação de ativo imobilizado 28 Impostos diferidos 22 Juros e variação cambial não realizada (Aumento) redução nos ativos operacionais: Clientes 10 Estoques 11 Impostos a recuperar 12 Depósitos judiciais 23 Despesas antecipadas Dividendos e juros sobre capital próprio recebidos Outros ativos Aumento (redução) nos passivos operacionais: Fornecedores outros passivos Provisões de meios comerciais e outros Fluxo de caixa líquido proveniente das (aplicações nas) atividades operacionais Fluxo de caixa das atividades de investimentos Aquisição de imobilizado e intangível 15 e 16 Aumento na integralização de Capital Social 21 Aplicações financeiras 9 Recebimento pela alienação de bens do ativo imobilizado Fluxo de caixa líquido provenente das aplicações (nas atividades) de investimentos Fluxo de caixa líquido usado nas atividades de financiamento Obtenção de empréstimos Pagamentos de empréstimos Pagamento de juros sobre empréstimos Fluxo de Caixa líquido gerado pelas atividades de financiamentos Aumento (redução) do saldo de caixa e equivalentes de caixa Caixa e equivalentes de caixa no início do exercício 8 Caixa e equivalentes de caixa no fim do exercício 8

17 18 18 20

31/12/2017

DEMONSTRAÇÕES DE RESULTADOS ABRANGENTES EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Em milhares de reais - R$)

Consolidado 2017 2016 11.519.309 9.571.096 (9.293.080) (7.962.580) 2.226.228 1.608.516

As notas eplicativas são parte integrante das demonstrações financeiras.

Notas explicativas

Circulante Fornecedores Empréstimos e financiamentos Debentures Obrigações tributárias Obrigações sociais e previdênciarias Empresas ligadas Imposto de renda e contribuição social a pagar Provisões comerciais Provisões para garantia Outros passivos circulantes

Controladora 31/12/2017 31/12/2016

As notas eplicativas são parte integrante das demonstrações financeiras.

DEMONSTRAÇÕES DE RESULTADOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Em milhares de reais - R$)

ç

Notas explicativas

Consolidado 2017 2016

353.817

(437.623)

354.433

(437.201)

402.385 8.296 714 6.732 (32.382) (23.970) 64.365 (33.552) (68.968) (89.389)

329.881 10.505 3.053 (51.908) (21.390) 34.552 (13.858) 10.616 (142.169) 18.758 667.728

408.931 8.296 42 7.363 (23.990) 64.365 (33.277) (74.287) (91.222)

334.707 10.505 4.075 (65.101) 35.445 (13.858) 10.616 (141.967) 17.673 678.791

(193.952) (81.352) (106.680) (1.968) (9.201) 4.002

(194.150) (94.083) (62.252) 1.203 (3.894) 49.421 121.588

(128.829) (101.609) (112.996) (1.976) (9.201) 19.898

(109.937) (75.717) (64.938) 1.197 (3.894) 122.819

217.916 (190.787) 226.026

(792.619) 18.639 (548.002)

235.979 (212.178) 309.743

(981.355) 18.639 (659.500)

(763.019) 1.138.683 65.711 153.837 595.211

(535.245) 235.640 271.873 (27.732)

(763.344) 1.138.683 41.834 153.837 571.003

(700.054) 235.640 271.873 (292.541)

3.673.501 (4.112.343) (335.617) (774.459) 46.780 1.674.917 1.721.697 46.780

3.002.511 (2.785.323) (394.240) (177.052) (752.786) 2.427.702 1.674.917 (752.785)

3.676.439 (4.116.360) (335.617) (775.538) 105.213 1.712.162 1.817.375 105.213

3.166.556 (2.785.323) (394.240) (13.007) (865.049) 2.577.210 1.712.162 (865.049)

495.685 495.685 220.105 715.790

33.618 (1.097.762) - (437.624) 33.618 (1.535.386) 353.816 17.691 (17.691) - (220.105) (99.214) (16.806) 51.309 (1.535.386)

99.214 99.214

Total

686.750 (437.624) (35) 249.126 353.816 1.138.682 (16.806) 1.724.820

Participação de não controladores

1.155 (895) 422 647 616 (388) (29) 846

Total

687.905 (895) (437.202) (35) 249.773 354.432 1.138.682 (17.194) (29) 1.725.666

Continua na página 2

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2017 E 2016 (Valores expressos em milhares de reais, exceto quando especificamente indicado) 1 Contexto operacional A Renault do Brasil S.A. (“Companhia”), com sede na Avenida Renault, 1300 no bairro Borda do Campo em São José dos Pinhais, Paraná, é uma companhia anônima de capital fechado e parte integrante do Grupo Renault, com sede em Paris - França. A Companhia tem por objeto social o desenvolvimento, produção, importação, exportação e comercialização de veículos automotores de passeio e comerciais leves, bem como de motores, componentes e peças de reposição. As demonstrações financeiras consolidadas incluem a controlada Renault do Brasil Comércio e Participações Ltda. que tem por objeto social a comercialização de peças, acessórios e componentes para veículos da marca Renault. Integralização de capital em 2017 Em 26 de outubro de 2017, foi aprovado o aumento de capital da sociedade no valor de R$ 1.143.027 mediante emissão de 384.893.009.594 ações ordinárias nominativas, sem valor nominal adquiridas em sua totalidade pelo acionista Renault SAS. Endividamento A Administração da Companhia mantem o plano de investimento estabelecido para 2018, que contempla aquisição de máquinas e equipamentos, ampliação fabril e modernização de capacitário, para lançamento de novos veículos, entre outros. Com isso, o consumo de caixa continua em um nível acima da geração de caixa operacional. Em 2017 a Companhia melhorou a estrutura do capital, consequentemente a estrutura de balanço, com o aporte de capital feito pela matriz. Os índices de alavancagem financeira, endividamento e liquidez estão em um nível melhor que do ano anterior, sendo que a dívida de curto prazo foi reduzida, com o alongamento do perfil da dívida e obtenção de linhas de crédito com taxas de juros mais atrativas. Em 2017 foi recebido um empréstimo intercompany que também ajudou na liquidação da dívida de curto prazo. Transações com partes relacionadas Conforme descrito na nota explicativa nº 19, a Companhia mantém transações em montantes significativos com partes relacionadas. Referidas transações são realizadas com base em condições negociadas entre a Companhia e as empresas relacionadas, considerandose a estrutura operacional e de capital do Grupo Renault. 2 Base de preparação Declaração de conformidade As demonstrações financeiras individuais e consolidadas (denominadas “Grupo”) foram elaboradas de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil (BR GAAP). A emissão das demonstrações financeiras individuais e consolidadas foi autorizada pela Diretoria em 23 de fevereiro de 2018. Após a sua emissão, somente os acionistas têm o poder de alterar as demonstrações financeiras. Detalhes sobre as políticas contábeis do Grupo estão apresentadas na nota explicativa 6. Todas as informações relevantes próprias das demonstrações financeiras, e somente elas, estão sendo evidenciadas, e correspondem àquelas utilizadas pela Administração na sua gestão. 3 Moeda funcional e de apresentação Estas demonstrações financeiras individuais e consolidadas estão apresentadas Reais, que é a moeda funcional da Companhia e de sua controlada. Todos os saldos foram arredondados para o milhar mais próximo, exceto quando indicado de outra forma. 4 Uso de estimativas e julgamentos Na preparação destas demonstrações financeiras individuais e consolidadas, a Administração utilizou julgamentos, estimativas e premissas que afetam a aplicação das políticas contábeis do Grupo e os valores reportados dos ativos, passivos, receitas e despesas. Os resultados reais podem divergir dessas estimativas. As estimativas e premissas são revisadas de forma contínua. As revisões das estimativas são reconhecidas prospectivamente. a. Incertezas sobre premissas e estimativas As informações sobre as incertezas relacionadas a premissas e estimativas que possuem um risco significativo de resultar em um ajuste material no exercício a findar-se em 31 de dezembro de 2018 estão incluídas nas seguintes notas explicativas: • Vida útil dos bens do imobilizado - Conforme descrito na nota explicativa 6.i, a Companhia revisa a vida útil estimada dos bens do

16042018  
16042018