Issuu on Google+

FIM DO MUNDO: OPORTUNIDADE PARA INOVAR E EMPREENDER

BATALHÃO DA GERAÇÃO Z

ESPECIALISTAS EM SOBREVIVÊNCIA

Quem nunca se pegou perguntando como será que tudo acaba? Desde que o mundo é mundo, nós os seus habitantes vivemos à espreita de do seu m. Por que temos essa estranha curiosidade?

Novos consumidores famintos pelo entretenimento de cção formam um novo exército poderoso.

Tendências globais apontam espaço no mercado para lojas com foco em interesses especí cos do cliente.

>OBSESSÃO PELO APOCALIPSE PAG.

> PERFIL PAG.

> TRENDS PAG.

O Fim dos Tempos Sábado 07 de Dezembro de 2013

Amantes dos Zumbis

COMPROVADO: O mundo vai acabar! Será uma catástrofe natural, invasão alienígena, ataque zumbi, castigo divino? Quem sabe? SÃO PAULO, BRASIL Gabriela Pinheiro A curiosidade em relação ao Apocalipse é uma preocupação intrínseca do ser humano. Não basta saber se o mundo vai acabar. Não é simples como sim ou não. É preciso saber quando, como e por quê? A obsessão por saber como serão nossos dias nais no planeta é responsável pelo aparecimento de teorias cientí cas e mirabulosas, que explicam esse fenômeno e se tornam populares. Pessoas preocupadas entram em pânico e gastam dinheiro construindo fortalezas, estocando alimentos e em alguns casos comentem suicídio por medo de enfrentarem o que seria o m da humanidade.

De tempos em tempos, um novo m é criado e a relação de possibilidades é imensa. Desde fatos como o aquecimento global, inundações, terremotos, explosões solares, até robôs assassinos, alienígenas, zumbis, fantasmas, dragões, macacos, ratos mutantes e vespas gigantes. A lista é longa e criativa. Apesar de muitas teorias serem piada e fruto da imaginação, esse é um tema cada vez mais recorrente na cultua pop atual, na qual assistimos e acompanhamos os lançamentos, de estrondoso sucesso, de lmes, séries, jogos e livros sobre o tema. Invasões zumbis parecem ser o t e m a q u e r i d i n h o re c o r re n t e . Atualmente a série de televisão e Walking Dead é uma das mais

assistidas no mundo. A série conta a história das semanas e meses que se seguem a um apocalipse zumbi pandêmico e bate recorde de audiência a cada nova temporada. No cinema foi lançado o primeiro lme da trilogia “Guerra Mundial Z”, o lme é adaptação do livro World War Z: An Oral History of the Zombie War, de Max Brooks, que é estrelado por Brad Pitt. A obra conta a história de uma terrível e misteriosa doença que se espalha pelo mundo, transformando as pessoas em uma espécie de zumbis. Em 10 dias de exibição faturou U$260 milhões de dólares sendo assim, considerado o número 1 do mundo, em 2013, de faturamento. No ano 2000, o mundo sobreviveu à profecia de Nostradamus, que

anunciava o m do mundo. Em 2012, sobrevivemos às previsões apocalípticas do Calendário Maia, entre outras diversas profecias que tiveram o m anunciado. Podemos, então, a rmar que 2013 não deixa de ser um ano “pósapocalítico”. E segundo a indústria de cção especializada, o “pósapocalipse”, além de deixar suas marcas na sociedade, vem sempre acompanhado do peculiar “zombie”. Ou como conhecemos no Brasil, o zumbi. O assunto pode ser conversa de b a r, t ó p i c o s p a r a r e e x ã o , passatempo ou até mesmo segredo de estado. Balela ou não, o tema é motivo de oportunidade para inovação e empreendedorismo.

Cada vez mais, podemos notar como o mundo real vem imitando a cção, trazendo consigo uma invasão de zumbis, disfarçados na forma de entretenimento, devorados vorazmente por uma geração inteira de consumidores famintos. Pode parecer cção, mas é a recente geração Z, a geração Zumbi. Vivenciamos um nicho inédito na indústria de entretenimento, de eventos pós-apocalípticos e zumbis. Já citamos como exemplos a série bem sucedida e Walking Dead, com milhões de fãs mundo afora. Esse fenômeno do entretenimento vem acompanhado por games e outras séries de sucesso, como a britânica “In the ash”, onde zumbis são reabilitados e reinseridos na sociedade. No Brasil, Walking Dead é um sucesso, em números de fãs nas redes sociais. E já temos uma produção brasileira, a web série “Nerd of the Dead”, que já arrecadou mais de R$ 12 mil em crowdfunding para sua produção. No Facebook, uma fã page Brasileira com mais de 129 mil fãs, discutem informações sobre os mortos-vivos, dicas para sobreviver ao Apocalipse Zumbi e discussões de lmes e séries. Viva aos mortos vivos!

O CLIMA HOJE manhã Explosões solares

tarde Nuvens tóxicas

noite Nuvens tóxicas


2

Sábado 07 de Dezembro de 2013

O FIM DOS TEMPOS NEWS

COMPORTAMENTO

Fomos invadidos! A Geração Z conquistará o mundo Consumidores famintos por cção, formam um exército devorador de novidades. e testam limites. São liberais para o consumo e novidades, e pensam em trabalho como meio de ganhar dinheiro. A Geração Z acredita que dinheiro e estabilidade são mecanismos para a obtenção de prazer. Com menor necessidade de contribuir com o orçamento familiar, os Zs das classes A e B personi cam o consumo em toda a sua individualidade. As expectativas com relação ao atendimento e serviços são similares. Esperam atendentes bem treinados e capacitados, com boa vontade, e cientes, atenciosos e simpáticos, proativos e com raciocínio rápido.

alimentada por quadrinhos, fantasias, RPG, mundo dos zumbis, games, tecnologia e séries. Esses dias caram para trás e hoje os geeks estão na moda, e representam um mercado lucrativo que aparenta ser uma tendência que veio para car. De acordo com um estudo realizado pelo instituto IPSOS de pesquisas de mercado, o consumidor considerado nerd é 88% masculino contra apenas 12% feminino. Os homens se identi cam mais por esse universo de apocalipse, canibalismo, quadrinhos, etc. A faixa de idade no qual esse universo predomina é de 18 a 24 anos, estudantes universitários e solteiros. Porém, na pesquisa podese observar que esse consumidor está concentrado em diversas faixas etárias e formações. É um mercado que está aumentando, com a geração Z.

“Hoje os GEEKS estão na moda, e representam mercado lucrativo de uma tendência que veio para ficar”

SÃO PAULO, BRASIL Gabriela Pinheiro UMA NOVA GERAÇÃO

Consumo, individualidade e tecnologia, são os valores que permeiam essa geração. Seus integrantes são pessoas impulsivas e incansáveis na busca por

inovação. Eles nasceram em um mundo com internet, celulares e videogames cada dia mais so sticados, tonando-se impossível imaginar um mundo sem todas essas facilidades. Um nicho repleto de pessoas que valorizam a liberdade, mas buscam

A VINGANÇA DOS NERDS

Por muitos anos os nerds foram julgados pela sociedade, por sua di culdade no relacionamento interpessoal, péssimas escolhas nos gurinos, seus óculos gigantes e gostos peculiares. Por essas razões, eles fazem parte de uma geração

WE WANT YOUT! Aliste se a esse exército: GEEKS Interesse especial para a tecnologia, a ciência e a informática. GAMERS Jogadores compulsivos de vídeo games. RPGISTAS Jogadores de Role Playing Games (RPG), normalmente sobre temas medievais. LORD OF RINGS FANS Aficionados pelo universo de O Senhor dos Anéis. STAR WARRIORS Aficionados pelo universo de Star Wars. OTAKU Fãs da cultura oriental em especial dos animes e mangás. FANBOY Nerds aficionados em uma marca ou produto, exemplo: apple fanboys e as filas para novos produtos.

COMO TUDO PODE TERMINAR AMANHÃ?

AQUECIMENTO GLOBAL

METEORO

GUERRA NUCLEAR

INVASÃO ALIEN

APOCALIPSE ZUMBI

Mais amor, por favor!

E tudo acaba em água!

Feche a janelas! Algumas cositas vão bater na Terra.

ET de Varginha para presidente!

A hora dos mortos!

Com a temperatura da Terra aumentando, vão ocorrer mudanças desastrosas no clima, desencadeando na subida do nível do mar; alterações no regime de chuvas, causando enchentes e secas; aumento na frequência e intensidade de ciclones tropicais e outros eventos meteorológicos extremos; e por fim no derretimento das calotas polares, deixando os oceanos mais ácidos e com pouca concentração de oxigênio, causando a extinção de muitas espécies, inclusive a humana (Protocolo de Kioto? Onde eu assino?). Resumindo: agarre seu guarda chuva, capa de chuva, galochas, barcos, submarinos, arcas e bíblias, pois Noé seja louvado! Vai ser um dilúvio hard core e vamos acabar debaixo d'água.

A chance de uma colisão com a Terra é mínima, mas ainda existe. Se o meteoro for grande e no alvo, ainda não estamos preparados. O último asteróide que atingiu a Te r r a t e v e p r o p o r ç õ e s catastróficas. Foi a 100 milhões de anos, mas ele conseguiu extinguir os dinossauros. Putz grila! Matou o T-Rex! Segundo a NASA (quem confia neles?), no futuro vamos prever uma colisão com décadas de antecedência e, quando chegar a hora, evitá-la. Mas, por enquanto, não estamos seguros, caso esse fenômeno venha a acontecer. Ou seja amiguinho, se uma pedra gigante desapercebida entrar na atmosfera terrestre, ela atingirá uma velocidade tão grande, que nem os astronautas, o Bruce Willis e/ou Chapolin poderão nos ajudar. #chatiado

Usinas nucleares são seguras (tenho minha dúvidas!), porém, estão suscetíveis a fatalidades. Até hoje, só tivemos um acidente grave, que ocorreu em 1951, em Chernobyl, na Rússia. O pior pesadelo nuclear seria um conflito armado. Simulações feitas por duas universidades americanas apontam que um conflito nuclear entre os países deixaria 12 milhões de mortos. Ou seja, quem cutucar a onça com vara curta, pode desencadear uma guerra e reviver um evento como a bomba atômica que atingiu Hiroshina e Nagasaki. O sortudo que arrumar refúgio subterrâneo e, talvez, conseguir sobreviver, não poderá imergir à superfície da Terra por um bom tempo, por causa da poeira radioativa e o inverno nuclear. Vamos ter muito tempo livre com as baratas. Irgh!

Uma nação tecnologicamente superior invade a Terra com o e conquista todos os humanos. Eles vão pousar no planeta, destruir nossas principais cidades e travar uma guerra, combatendo e derrotando nossas forças militares. Por fim, aliens vão esgotar os nossos recursos terrestres, contaminar a nossa água, nos abduzir, controlar nossas mentes e nos escravizar, tomando o poder sobre a Terra. Em algumas teorias, os alienígenas não vêm somente do espaço exterior, eles podem imergir das profundezas do oceano (Godzilla style) ou de outras dimensões. Podem até mesmo já estar entre nós, usando disfarces mudando de aparência ou controlando aliados humanos. Você confia no seu vizinho? Cuidado! Você pode estar sendo observado.

Pensa que é brincadeira?! Um vírus capaz de transformar humanos em zumbis devoradores de carne, não é tão impossível assim. Cientistas já explicaram que é possível criar uma infecção por meio de uma proteína chamada príon (responsável pela doença da Vaca Louca), que causaria a deterioração do lóbulo frontal do cérebro, mantendo somente a capacidade de andar lentamente e se alimentar. A Rússia já até divulgou que vem testando uma arma biológica capaz de controlar a mente das pessoas, que atinge o sistema nervoso e causa desconforto nas vítimas. Se eu fosse você já estaria armado, me preparando para tomar uma mordida a qualquer momento, que não seja do seu cachorro ou uma mordidinha na orelha da sua namorada (o).


Sábado 07 de Dezembro de 2013

O FIM DOS TEMPOS NEWS

3

TRENDS & INNOVATION

TREINAMENTO DE

SOBREVIVÊNCIA A Apocalipse Store proporcionará um espaço de interação entre os aficionados pelo tema, imerso num cenário de ficção como simulações de estado de emergência que poderão ocorrer a qualquer momento, com funcionários treinados para evitar o pânico e orientar os clientes a como proceder em cada situação. O piso térreo conta com espaço para eventos, como fóruns e debates sobre os temas, demonstrações de produtos, sessão de games e filmes, cursos de sobrevivência, workshops e palestras e encontros com autores e personalidades em evidência. O público é convidado a descer, por um elevador, até o porão para ter acesso aos outros serviços e venda de produtos, representando um local seguro de todos os desastres.

To d o s o s e v e n t o s s e r ã o projetados e inspirados na tendência do Newism e Experience Economy, como uma forma de intensificar a experiência de consumo. Já que o público quer colecionar e misturar o maior número de situações novas e diversificadas possíveis, indicando um status de sucesso e exclusividade. Servile Brand é outra forte tendência de consumo que seguida A marca servil vai além de um atendimento excelente, proporciona o que o cliente precisa para aproveitar ao máximo suas experiências, ajudá-lo a realizar sonhos e expectativas. O objetivo é transformar a em um ponto de encontro e proporcionar uma experiência única para quem ama o apocalipse.

Ele te guiará para a salvação!

SURVIVOR

COACH

te trata melhor que a sua mae

SITUAÇÕES DE EMERGÊNCIA Ele está 100% prepadado!

TOP WORLD TRENDS

MORDOR? ZORK? VOGONS? Ele manja de tudo de geek!

Salvem seus arquivos e fujam para as colinas! Para sobreviver a qualquer tipo de apocalipse é necessário ter um local seguro para se refugiar, reagrupar e fazer parte de um novo exército.

AINDA HÁ ESPERANÇA Seriados de TV, blockbusters, livros de cção cientí ca, artigos para colecionadores, eventos temáticos e o orgulho da cultura nerd, fez com que o “mundo geek” ganhasse espaço no mercado e se revelasse um negócio lucrativo. Assim, surgiu um novo nicho de mercado com crescimento expressivo no Brasil, que impulsiona o desenvolvimento de lojas especializadas. C o m o e xe m p l o , a L i v r a r i a Cultura, que inaugurou em 2012, o espaço Geek.etc.br em vários shoppings centers na cidade de São Paulo, Rio de Janeiro e Recife, “exclusivamente dedicado aos games, HQs, RPGs, cinema, TV, trilhas sonoras, obras de cção cientí ca, bonecos colecionáveis, entre outros produtos relacionados”. A livraria não divulga números, mas o empresário coordenador Igor Oliveira a rma que os espaços já representam 2% de renda mensal da rede. Já a empresária e proprietária do Naboo Espaço Geek localizado em Brasília, Cláudia Vasconcelos Bacille, de apenas 22 anos, conta que criou a

empresa porque acreditava que faltava um espaço interativo para esse público. A jovem explica que esses “nerds” são apaixonados por tecnologia, estão sempre atualizados, e passam muito tempo procurando informações sobre seus interesses e cultuando seus ídolos. Outro cool example é a Zombie Apocalypse Store em Las Vegas, que inaugurou também em 2012, a primeira loja com acervo totalmente voltado a suprimentos e produtos p a r a a s o b re v i vê n c i a e m u m apocalipse zumbi. MARCO ZERO A necessidade de criar um espaço que o público pudesse experimentar, ter contato direto com os produtos e de proporcionar um espaço cheio de atrações para que os consumidores saíssem do mundo virtual, fez possível o surgimento de uma nova loja conceito. Completamente imersa na temática do “Fim do Mundo”, a Apocalipse Store nasce para atender a um público maduro, urbano e com muitas possibilidades de consumo, mas ainda carente de marcas e espaços que possibilitem e valorizem

NEWISM Ansiedade pelo consumo de novidades, sempre produtos inovadores, diferentes e inusitados. NOWISM Necessidade de ter os lançamentos de maneira cada vez mais rápida, ser sempre o primeiro a comprar. Imediatismo. MATURIALISM Consumidores maduros que desejam experiências novas e produtos e serviços de qualidade realmente superior e estão dispostos a pagar mais por isto. SERVILE BRAND Contribui para ampliar as experiências do consumidor, facilita a realização dos seus desejos, uma marca servil vai além do esperado e faz de tudo para mimar seus clientes. CITYSUMERS Consumidores urbanos abertos às novidades para poder aproveitar melhor a cidade, os recursos urbanos, e também como driblar os desafios diários das cidades grandes. ONLINE > OFFLLINE Trazer experiências, até então, restritas ao mundo virtual para um ambiente físico e com pessoas reais.

O QUARTEL GENERAL A ideia foi buscar referências clássicas associadas às teorias de apocalipse, desde escrituras antigas até códigos em idiomas extraterrestres. Desta forma, criar uma identidade autêntica e ao mesmo tempo familiar para o público alvo da marca. A inspiração para o logotipo foi a coleção de tipogra as góticas do designer grá co inglês Jonathan Barnbrook, conhecido por criar a identidade do museu pós-apocalítico

do lme 'O Demolidor' e do famoso jogo de RPG 'Diablo'. O símbolo faz referência às armas, ao religioso, ao misterioso. Enquanto a escolha das cores cinza e verde oliva transmitem ao sombrio e às forças militares No ambiente interno da loja as paredes tem um acabamento especial para aparentar concreto armado, dando uma aparência brutalista e

as suas experiências. Esse público quer estar na frente, ser o primeiro a experimentar, o que dá a loja a oportunidade de grande aceitação. O novo é admirado, cobiçado e consumido, sendo ele algo que ofereça uma nova experiência ao consumidor, ou seja, inédito. Vivemos a era da celebração mundial da inovação. Seguindo as tendências Experience Economy e o movimento do online para offline, criaremos uma loja conceito localizada em uma galeria subterrânea, na região da Rua Augusta, na cidade de São Paulo, que proporcionará ao consumidor uma experiência de imersão única. Sua ambientação será baseada em cenários apocalípticos e dividida em setores como: invasão zumbi, invasão alienígena e catástrofes naturais. Cada área terá serviços diferenciados e inseridos em suas respectivas temáticas. A loja estará preparada para receber o público alvo e conquistar novos apaixonados pelo tema, já que o marketing de aproximação do produto ao cliente ainda é a forma mais e caz do sucesso de vendas. lembrando dureza, passando ao seus frequentadoress a ideia de ali ser um local seguro protegido. IDENTIDADE DA MARCA A marca vai além de um símbolo que a identi ca e diferencia de seus concorrentes, marca é a representação dos sentimentos de seus consumidores, a condensação de valores, ideias e razões pela qual seu público se conecta. A elaboração da identidade da marca Apocalipse Store leva em consideração todo o repertório de signi cados que o público-alvo possui acerca do tema. Tem como objetivo acionar em seu imaginário a lembrança do enigmático, do sagrado, do medo e da esperança que o m dos tempos causa nas pessoas.

Logotipo inspirado no design gótico de Jonathan Barnbrook


4

Sábado 07 de Dezembro de 2013

O FIM DOS TEMPOS NEWS

LISTA DE DESEJOS

Salvação para quem tem fé na tecnologia E agora José? Não adianta esperar ou rezar, se prepare para o m. SÃO PAULO, BRASIL Gabriela Pinheiro QUANDO A HORA CHEGAR, leve seu cartão de crédito A Apocalipse Store desenvolve uma linha de produtos Fun Design, formada por itens colecionáveis e de utilitários, melhor que o cinto da Batman, para o dia a dia. Também dentro do tema “ m do mundo”, atualizados constantemente com novas tecnologias e novas teorias, com o objetivo de vender produtos com alto valor agregado por meio de u m a m a rc a q u e p ro p o rc i o n a experiência e vínculo emocional. Em caso de emergência, quais itens você levaria? Se sua casa estivesse pegando fogo, quais objetos você salvaria? Se a catástrofe está anunciada, quais materiais você deveria ter? Se o mundo está acabando, do quê você precisa para sobreviver? Essas questões hipotéticas levam as pessoas a re etirem no que é

realmente importante para elas. Sites, blogs e artigos na web relatam as soluções, escolhas das pessoas, e como estas se preparam para um cenário de emergência, seja ele verdadeiro ou não. Muitos sites de sobrevivência listam os itens necessários para uma catástrofe, como lanternas, água

fotogra as dos objetos que elas salvariam se sua casa estivesse pegando fogo. Veri cando-se que na maioria das imagens, estão retratados muitos álbuns fotográ cos e itens de valor sentimental. Assim, baseando-se no comportamento de consumo do nosso público alvo; nos dados que

Na internet blogs e sites relatam soluções de quem já se preparou para um cenário de emergência, seja ele verdadeiro ou não. potável, cordas, facas, fósforos, etc. Outros demonstram de uma maneira lúdica quais os objetos pessoais mais valorizados que as pessoas não abririam mão. Como cool exemple, está o projeto do fotógrafo Robert Holden, chamado e Burning House, um site para qual as pessoas enviam

a rmam que este tipo de consumidor gasta de R$500 a R$1.000 em objetos exclusivos e colecionáveis, a loja apresentará uma linha de produtos Fun Design e de utilitários pessoais divertidos, aproveitáveis para o dia-a-dia e inspirados na temática do Apocalipse.

BOX DETALHES


Tabloide O Fim dos Tempos - MBA ESAMC 2013