Page 1

CULTURA

BrazilianFilmFestival Em entrevista à Real, a diretora do Brazilian Film Festival, Viviane Spinelli, traçou um panorama sobre as três primeiras edições do evento

Cultura

Foto: André Stéfano

Régis Querino

Brasil na tela: sessão lotada para VIPS no Odeon Covent Garden

O

Brasil vem se destacando no cenário econômico mundial, vai sediar os dois maiores eventos esportivos do planeta num espaço de dois anos, a partir de 2014, e culturalmente é uma nação que sempre despertou paixões mundo afora. É nessa onda verde e amarela que a Inffinito vai consolidando o Brazilian Film Festival como um dos eventos brasileiros mais importantes do cenário londrino. Após três edições, o festival ganhou corpo, teve o Bafta, a Academia Britânica de Cinema e Televisão, como parceiro na abertura pela segunda vez consecutiva, e caiu no gosto do público. Em entrevista à Real, a diretora Viviane Spinelli falou sobre o festival de Londres e o trabalho de promover o cinema brasileiro em outras terras.

40

outubro 2011

Real - Após três edições em Londres, qual o balanço que você faz do Brazilian Film Festival? Viviane Spinelli - A gente começou no Riverside Hammersmith (em 2009) e de lá pra cá o que mais o festival ganhou foi o Bafta. É o segundo ano que eles hospedam o festival, abrindo a mostra. Ano passado a gente teve o mercado, contamos com a presença de Fernando Meirelles, de Lucy Barreto, onde foi discutida a co-produção, de terem leis específicas pro Reino Unido e Brasil. Acho que com essa parceria com o Bafta e a transferência pro Odeon Covent Garden, o festival ganhou em prestígio e localização, atendendo muito mais gente e estando mais acessível ao público.

Real Outubro Enrevista Vi pa 40  

Real - Após três edições em Londres, qual o balan- ço que você faz do Brazilian Film Festival? Cultura 40 Régis Querino Brasil na tela: sess...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you