Page 1

ESPECIAL TAÇ

A OURO

Jornal da Federação Porto Alegre, dezembro de 2011

Ano 2 | Número 3

Rio Branco volta ao topo Clube garibaldense conquista o Campeonato Estadual Taça Ouro. Este é o quarto título nos últimos cinco anos O Rio Branco, de Garibaldi, foi o grande campeão do 67º Campeonato Estadual Taça Ouro 2011. O clube conquistou o título após vencer o santa Lúcia, de Caxias do Sul, na modalidade trio e simples, obtendo o escore de 2 a 0. Na disputa pela terceira colocação, melhor para os atletas do São Cristovão, de Nova Prata, que venceram Três Lagoas, no rafa ao balim. Os jogos do Taça Ouro foram disputados em oito canchas de Garibaldi, na Serra, entre os dias 19 e 20 de novembro. Trajetória difícil

A reconquista do título de melhor clube do Estado não foi fácil. O clube que ganhou quatro das últimas cinco competições enfrentou logo na primeira fase aquele que seria seu adversário na final, o Santa Lúcia. A vitória do Rio Branco veio apertada. Após derrota no trio, o clube se recuperou e conquistou a simples e dupla, vencendo por 2 a 1. Na segunda e terceira fase, Integração e Araújo não foram páreo e acabaram derrotados por 2 a 0. O clube avançou para a semifinal e no caminho não estava apenas o grande rival, mas o melhor clube do ano no país: o Três Lagoas – vice-campeão mundial e campeão brasileiro. As partidas das semifinais seriam disputadas no domingo pela manhã, mas os ânimos começaram a acirrar ainda no sábado. No local, próximo à organização do evento, atletas dos clubes discutiam. Enquanto um dizia “já jogamos na cancha 1, temos que jogar na 2”, o outro protestava: “A primeira cancha que vagou foi a 1”. A vontade de ganhar era intensa e a decisão coube, como convém, a diretoria da Federação de Bocha, que deliberou pelo sorteio

da cancha onde seria disputada a vaga na final. Na manhã de domingo, os dois clubes mostraram que a sede da vitória era grande. No primeiro jogo, o Rio Branco venceu o trio com relativa facilidade, por 15 a 6. Na simples, o campeão estadual individual, Marquinhos, fez uma bela partida, mas foi superado por Diego, do Três Lagoas. Com o empate,

foi necessário a disputa da dupla e o que se viu foi uma batalha equilibrada, ponto a ponto. Um dos maiores atletas do Estado não aguentou a emoção. Com a partida em andamento, Marcos Nalim, saiu para caminhar nos arredores do clube: “Já vivi tanta coisa na bocha e continuo ficando ansioso. Não consigo assistir”. Ele só retornou com o fim do jogo e pode comemorar

a vitória: 15 a 12. Tensão na final

A confiança da vitória suada empolgou o Rio Branco na disputa final. Embalado pelo resultado, o clube ganhou força. Na disputa dos trios, vitória de 15 a 6. No individual, o jogo indicava que os escore seria ainda maior, com Marquinhos chegando a estar na frente por 13 a 2. Mas o Santa Lúcia tem Sobradinho,

Incentivo do Poder Público

Na cerimônia de encerramento e entrega da premiação aos vencedores, o presidente da Federação Gaúcha de Bocha, Davi Oliveira, destacou a qualidade técnica dos jogos durante o campeonato. O dirigente ressaltou ainda a importância da participação do poder público no incentivo ao esporte. “Estamos nos organizando e buscando cada vez mais espaço e reconhecimento das prefeituras e do governo do estado, para colocar a bocha em um lugar de destaque”, disse. O presidente lembrou ainda a importância do patrocínio do Secretaria Estadual do Esporte e Lazer, através da Fundergs, para a competição pudesse ser realizada. A Federação Gaúcha de Bocha também prestou

um dos atletas mais guerreiros e catimbadores da bocha gaúcha. E ele começou o que poderia ter sido uma vitória espetacular. 13 a 4. 13 a 6. 14 a 6. 14 a 9. E o placar que encheu de nervosismo a cancha do Rio Branco. Quando Sobradinho não podia errar, seu rafa percorreu o caminho errado. E o Rio Branco conquistou o título. “Grande jogo”, foi o que se ouviu de Marquinhos.

uma homenagem aos 100 anos da Tramontina, através da entrega de troféus alusivos à data. O município de Garibaldi é um dos polos nacionais da bocha. A comunidade de descendência italiana é apaixonada por esse esporte e recebe apoio da Prefeitura para realização de diversas atividades, como o Estadual Taça Ouro. O prefeito Cirano Cisilotto, afirmou que “a bocha está no sangue de cada um e precisamos incentivar e apoiar as iniciativas voltadas a este esporte”. No último Estadual Taça Ouro, o apoio do prefeito veio não somente nas palavras do discurso, mas na torcida. Ele era dos bochófilos apaixonados por bocha, que tentavam um lugar para ver melhor cada jogada.


Metropolitano

Bochófilo é campeão metropolitano

O clube Bochófilo Navegantes é o grande campeão do Metropolitano 2011. O clube venceu as duas partidas da final, contra o Independente, por 2 X 1 e 2 X 0. A terceira colocação ficou com o clube Jardim Itu, que venceu o Geraldo Santana. Os quatro clubes e os demais vencedores nas categorias master, veterano e livre receberão a premiação em uma cerimônia nesta terça-feira, 6, às 19h, no clube Independente.

CAMPEONATO

CAMPEÃO

VICE-CAMPEÃO

TERCEIRO COLOCADO

Metropolitano - Geral

Bochófilo

Independente

Jardim Itu

Categoria - Master

Independente

Jardim Itu

Riograndensense

Categoria - Veterano

Jardim Itu

Independente

Bochófilo

Categoria - Livre

Bochófilo

Geraldo Santana

ASALA


Estaduais

Os campeões estaduais

Bochófilas gaúchas

O ano que se encerra pode ser considerado um dos melhores para a Bocha no Rio Grande do Sul. Durante 2011, a Federação Gaúcha de Bocha participou de 36 atividades e foi responsável pela organização de 16 campeonatos estaduais, envolvendo homens, mulheres, idosos e crianças nesta prática desportiva. Entre fevereiro e novembro, 19 clubes diferentes estiveram nos lugares mais altos do pódio, mostrando a diver-

As bochófilas gaúchas mostraram a graça e a força que têm no esporte. A cada disputa a garra dessas apaixonadas pela bocha. Confira o resultado das competições em 2011

CAMPEONATO

CAMPEÃO

sidade da Bocha. As agremiações que se destacaram ao longo do ano são reconhecidas pelo investimento na formação de seus times, como o Três Lagoas, de Garibaldi, que na soma dos resultados obtidos no feminino e masculino, tem seis medalhas. No masculino, o clube que mais venceu campeonatos foi o Rio Branco, também de Garibaldi, com três títulos e no feminino o Braço Forte, de Carlos Barbosa, com duas vitórias.

VICE-CAMPEÃO

TERCEIRO COLOCADO

2º Campeonato Praiano

1º Três Lagoas (Garibaldi)

2º Elevadores Castelo (SC)

3º Bochófilo (Porto Alegre)

19º Torneio dos Presidentes

1º Batuta ( Passo Fundo)

2º XV de Novembro (Passo Fundo)

3º Planalto (Veranópolis)

38º Dia da Bocha

1º Três Lagoas (Garibaldi)

2º Rio Branco (Garibaldi)

3º Santa Lúcia (Caxias do Sul)

18º Individual Masculino

1º Rio Branco (Garibaldi)

2º Três Lagoas (Garibaldi)

3º Carmo Clube (Caxias do Sul)

11º Individual Feminino

1º Rio Branco (Cachoeira do Sul)

2º Bochófilo (Porto Alegre)

3º N. Tamandaré (Cachoeira do Sul)

1º Individual Veterano

1º Riograndense (Porto Alegre)

2º Caça e Pesca (Canoas)

3º Bochófilo (Porto Alegre)

34º Duplas Masculino

1º Carmo Clube (Caxias do Sul)

2º Três Lagoas (Garibaldi)

3º Três Lagoas B (Garibaldi)

16º Duplas Feminino

1º Braço Forte (Carlos Barbosa)

2º Bochófilo (Porto Alegre)

3º N. Tamandaré (Cachoeira do Sul)

22º Duplas Misto

1º Braço Forte (Carlos Barbosa)

2º Bochófilo (Porto Alegre)

3º Três Lagoas B (Garibaldi)

21º Trios Feminino

1º Braço Forte (Carlos Barbosa)

2º Rio Branco (Cachoeira do Sul)

3º Integração (Garibaldi)

6º Trio Veterano

1º TW Transportes (Passo Fundo)

2º XV de Novembro (Passo Fundo)

3º Bochófilo (Porto Alegre)

19º Taça Ouro Veterano

1º Carmo Clube (Caxias do Sul)

2º Kennedy (Carlos Barbosa)

3º Rio Branco (Garibaldi)

1º Taça Campeões Estaduais

1º Rio Branco (Garibaldi)

2º Santa Lúcia (Caxias do Sul)

3º Bochófila Pratense (Nova Prata

1º Pai e Filho

1º João e Diego Szecsepaniak

2º Faustino Volnei Branchi - Faísca

3º Edemar Robson Cavagnoli

67º Taça Prata

1º Amizade (Garibaldi)

2º Planalto (Veranópolis)

3º Guaratinguetá (Garibaldi)

67º Taça Ouro

1º Rio Branco (Garibaldi)

2º Santa Lúcia (Caxias do Sul)

3º São Cristóvão (Nova Prata)

Individual - A atleta Neuza do Clube Rio Branco, de Cachoeira do Sul, venceu o 11º Campeonato Estadual Individual Feminino, realizado em Cachoeira do Sul. Neuza disputou a final com a atleta Vanize, do Bochófilo. Na terceira colocação ficou Juliana, jovem do Nautico Tamandaré, equipe da cidade sede. O título de melhor atleta do estado foi disputado por 19 jogadoras do Rio Grande do Sul. Duplas - A jovem equipe do Braço Forte, de Carlos Barbosa, venceu o 16º Campeonato Estadual de Duplas Feminino após derrotar na final o Bochófilo “B”, de Porto Alegre. O terceiro lugar ficou com o Náutico, de Cachoeira do Sul, após vitória sobre o Bochófilo “A”. Ao todo 22 equipes participaram da disputa, realizada em canchas da cidade de Carlos Barbosa. Trio - A equipe do Braço Forte,de Carlos Barbosa, conquistou o título do 21º Campeonato Estadual de Trios Femininos ao vencer o Rio Branco, Cachoeira do Sul. Na terceira colocação ficou a equipe do Integração, de Garibaldi e em quarto o Bochófilo, de Porto Alegre. 17 equipes disputaram o título.

Carlos Barbosa: a capital Mundial da Bocha Município gaúcho recebeu principal competição em outubro. Estado também sediou o Campeonato Brasileiro O Rio Grande do Sul é nacionalmente reconhecido pela tradição na formação de atletas e clubes de bocha. Em 2011, o estado foi sede do campeonato mais importante do esporte, o 8º Mundial de Clubes de Bocha. A cidade de Carlos Barbosa recebeu esta grande competição entre os dias 9 e 16 de outubro. O Brasil ficou atrás somente da Itália. Três Lagoas terminou em segundo lugar, seguido por Braço Forte. O Estado também foi palco neste ano do Campeonato Brasileiro de Clubes, realizado em Garibaldi entre 25 e 28 de agosto. O clube local Três Lagoas faturou o troféu nacional.


ESPECIAL TAÇ

A PRATA

Jornal da Federação Porto Alegre, dezembro de 2011

Ano 2 | Número 3

Amizade conquista o Prata

Campeonato Praiano 2011

O clube Amizade, de Carlos Barbosa, foi o campeão do 67º Campeonato Estadual Taça Prata, após vencer o Planalto, de Veranópolis, por 2 a 0. A terceira colocação ficou com o clube Guaratinguetá, de Garibaldi e em quarto lugar o Retirense, de Nova Prata. O pódio mostrou a força da Bocha na serra gaúcha, com quatro equipes da região alçando as primeiras colocações. A disputa aconteceu entre os dias 5 e 6 de novembro, em Caxias do Sul. O campeonato foi disputado em cinco fases. Na segunda fase, 10 clubes participaram da disputa e continuaram em busca do troféu. O 67º Campeonato Estadual Taça Prata foi organizado pela Federação Gaúcha de Bocha, em parceria com a Liga Caxiense de Bocha e o Carmo Clube. O evento teve o apoio da FUNDERGS (Fundação de Esporte e Lazer do Rio Grande do Sul) e da Secretaria Estadual do Esporte.

O verão é tempo de férias e também de jogar bocha. Por isso, a Federação Gaúcha de Bocha convida os bochófilos a participar do 3 º Campeonato Praiano que será realizado entre os dias 14,15, 21 e 22 de janeiro e 4,5,11,12,28 e 29 de fevereiro de 2012,na Sociedade Areias Brancas. O campeonato tem inscrições abertas para todos os clubes, inclusive os não-federados e o custo de R$ 120,00. A disputa será na modalidade trios masculino e cada clube pode inscrever até duas equipes. Na 1ª fase do campeonato os grupos serão formados por quatro clubes cada. Os clubes disputam entre si e os dois primeiros colocados se classificam para a fase final. Os jogos de cada grupo serão realizados em um dia (sábado ou domingo) e as finais nos dias 28 e 29 de fevereiro. Entre em contato com a Federação Gaúcha de Bocha e inscreva sua equipe. E fique atento que em breve teremos Campeonato Praiano Veterano

Expediente

Publicação: Federação Gaúcha de Bocha Presidente: Davi Lima de Oliveira 1º Vice-presidente: Raul Rizzi Teixeira Vice-presidente de Patrimônio e Finanças: Ricardo Luiz Zucatti Vice-presidente Técnico: Dirceu Menezes da Rocha Tesoureiro: Renato Magalhães Silveira Diretor do Departamento de Comunicação: Laion Espíndula Diretor do Departamente de Veteranos: Erni Campiol Diretor do Departamento de Estatítica: Roberto Fialio Diretor do Departamento de Relações Públicas: Ary Dalmas e Clóvis Scioreino Diretor do Departamento Técnico: Adão Pedroso Assessor da Presidência: Sérgio Bartide Vice-presidentes regionais: Dilson Akringes (Sambinha), Sérgio, Itamar Vanzetta (Tuti), Gentil Garzella, Fátima Roseli Grando Brandt e Realdo Roncada Conselho Fiscal José Viana de Quadros Sobrinho, Osvaldo Alves de Paula Dionísio, Antônio Zaupa, Claudio Néri Balejo Galarça, Elio Placedina e Sérgio Bastidi

Redação, revisão e editoração: Fernanda Nascimento e Laion Espíndula Periodicidade: Semestral Circulação: Rio Grande do Sul Impressão: VT Propaganda Tiragem: 1.500 exemplares Federação Gaúcha de Bocha Endereço: Itaboraí, 677 - Jardim Botânico - Porto Alegre - 90670-030 Telefone: 51 32335279 e 32241592 E-mail: frbocha@gmail.com; Site: www.portaldabocha.com.br/frgb


Jornal da Federação  

Jornal da Federação

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you