Page 1

1

INTEVENÇÃO URBANA EM ESPAÇOS RESIDUAIS NA AVENIDA NOVE DE JULHO, SÃO PAULO

A intervenção urbana na Avenida Nove de Julho em São Paulo, no trecho entre o Terminal Bandeira e a Radial Leste, procura tomar as camadas temporais e fluxos presentes na área como pré-existência para o projeto, propondo a inserção de uma nova pele de elementos que buscam enfatizar características marcantes e reveladoras do lugar, permitindo a leitura e provocando a indagação do contexto urbano atual, explorando o potencial de informação da situação (principalmente os rastros topográficos) e conferindo visibilidade aos processos de formação do lugar e de história da cidade, para que possa ser retomada a relação do habitante com seu espaço. O projeto é uma pequena fala sobre a série de espaços residuais presentes na cidade, áreas indefinidas e vazias, estas justamente potenciais, se admitida e aceita sua lógica de fomração. Logo, o vazio é trabalhado como elemento principal do projeto, capaz de revelar relações presentes no espaço urbano.


2


3

B A

5

10

20

A metrópole, esse local desprovido de situação, sem medida nem limites, podejustamente ser o lugar do acontecimento.(...) O descortinar da paisagem, o acontecimento da cidade. Nelson Brissac Peixoto | Paisagens Urbanas

B

1

A

A

A


“Obras inacabadas permitem que se veja com clareza as possibilidades de configurações, possibilidades que a conclusão dos trabalhos tendem a esconder cada vez mais fundo.” Angelo Bucci – Pedra e arvoredo O conceito que conduz todo o projeto é a ideia de vazio como o negativo da cidade, nãonosentidopejorativodapalavra,masentendendo-ocomoalgocapazderevelar as formas urbanas, assim como o negativo da fotografia revela uma imagem e que sem ele não seria possível sua existência. Desta forma, buscou-se, antes das questões internas ao lugar, destacar a área em relaçãoàcidade,comotestemunhadeumasériedeprocessos,rastroassimcomo os diversos espaços residuais ao longo das avenidas de fundo de vale da cidade de São Paulo e tantas outras ações que influem na organização urbana. Sem lutar contra a sua lógica de formação, o vazio se faz necessário como uma certa distânciaquetornapossívelaleituradasrelaçõesdolugareabre-ocomoespaçoda indeterminação, da imprevisibilidade, mas também da possibilidade.

VAZIO Olhar para o espaço é olhar para seu processo.

COMONEGATIVODECIDADE

B

B

FERNANDABRITTO|IAUSC-USP|TRABALHODEGRADUAÇÃOINTEGRADO2012

4


PRANCHAS _ VAZIO COMO NEGATIVO DE CIDADE  

Pranchas TGI 2

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you