Issuu on Google+

ACTIVIDADE – distinguir enunciados gerais de específicos

1- Analisar os enunciados 3 e 4, apontando as suas fragilidades e propondo eventuais alterações que os transformem em enunciados específicos e que concretizem hipóteses reais de acções para a melhoria.

Tipo Enunciados

Gerais

Fragilidades

Específico s

Proposta de melhoria

Questões que se colocam: a)com quem articular? e articular como?

3. Reforçar

X

b) inserido em que contexto?

o trabalho

c) com que objectivos?

articulado.

d) que acções determinam esta parceria? e)porquê? f)que evidências levaram a esta conclusão?

Reforçar o trabalho articulado e colaborativo da Equipa da BE, dos departamentos e PTE através da sistematização de reuniões de trabalho direccionadas para a produção e aperfeiçoamento de instrumentos de trabalho, promovendo as competências da literacias da informação, a formação de utilizadores: alunos e professores.


Questões que se colocam: a) em que Domínio? b) Os instrumentos são produzidos pela equipa da BE, ou em parceria com os Docentes?

4. Reforçar a produção de instrumentos de apoio a ser usados por professores e alunos.

X

c) qual o tipo de instrumentos de apoio: em suporte impresso, digital? d) como se chega à conclusão de que se necessita de reforçar a produção de instrumentos de apoio para serem utilizados pelos alunos e professores?

Reforçar a produção de instrumentos de apoio impressos e digitais, no âmbito dos Guiões de leitura orientada, trabalhando de forma colaborativa com os docentes dos departamentos, através da sistematização de sessões de trabalho planificadas para o efeito. Diminuir os índices de compreensão da leitura e da escrita a fim de contribuir para as metas a atingir no Projecto Educativo de Escola e incluídos nos Planos de Acção da BE.

e) que evidências para chegar a esta conclusão?

Agrupamento de Argoncilhe 18 de Dezembro de 2009 Formanda: Fernanda Lopes


sessão 7 - actividade 2