Page 1

Comunicado à Imprensa 01/06/2013 Greves Anunciadas Sabemos das grandes dificuldades porque passam os Professores, tanto a nível de carreira, como a nível de desempenho das suas funções, sabemos que sem Professores motivados não há Educação de Qualidade, sabemos da degradação da qualidade de vida nas nossas Escolas, sabemos que não há uma politica que realmente tenha como objectivo a melhoria da Educação, sabemos que cada vez que se muda o Secretário de Estado se muda a politica, sabemos que o que está em causa com todas estas medidas é a redução de custos, a todo o custo, sabemos que a preocupação do Ministério da Educação e Ciência, não é a melhoria da Escola, enfim sabemos estas coisas e muito mais e sabemos ainda que o Direito à Greve é inalienável. No entanto, a FERLAP está, obviamente, preocupada com o anúncio das greves marcadas para a época de exames. Entende a FERLAP que seria de todo aconselhável que se reconsidera-se a realização das mesmas, nesta altura, não porque estamos contra o exercício de um Direito, mas porque não nos parece, a nós Pais, que quem deva pagar pelas más políticas, deste e de outros Governos, sejam os nossos Filhos. Reconsiderar esta posição, irá granjear o reconhecimento de Pais e Alunos por uma Classe, os Professores, que muito tem para dar ao futuro deste País e que para além das suas lutas, coloca em primeiro lugar a razão da sua existência, os Alunos. A FERLAP encontra-se obviamente disponível para conversar e nas suas limitações tentar contribuir para encontrar uma solução para o Grande Problema que é a Educação em Portugal.

O Conselho Executivo

____________________________________________________________________________ Pessoa Colectiva de Utilidade Publica D.R., 2ª Série, nº 133, de 9 de Junho de 1992

Comunicado imprensa 1 06 13  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you