Page 1

Carta Aberta do Presidente da FERLAP Ao Sr. Ministro da Educação e Ciência, Nuno Crato, 26/08/2013

Exmo. Senhor Ministro, Nuno Crato, Estou de Férias, como provavelmente grande parte dos que ainda podem gozar Férias, no entanto, como Pai e Presidente da FERLAP - Federação Regional de Lisboa das Associações de Pais, não pude deixar de acompanhar as medidas consecutivas emanadas do Ministério a que V. Exa. preside. Tendo em atenção tudo o que vou lendo e ouvindo na Comunicação Social, não posso deixar de estar preocupado com o que nos espera no início do próximo Ano Lectivo. Entre outras, aponto as seguintes medidas:      

Redução do número de Professores, Redução do número de Pessoal Não Docente, Redução do número de Turmas, Anulação de Turmas já formadas, Redução do apoio ao Ensino Superior, Alunos sem colocação nos Agrupamentos a que pertencem.

Tudo isto em pleno período de férias. Não consigo compreender e gostava, se for possível a V. Exa., que me fosse explicado o timing destas medidas e se não for pedir muito, que me seja explicado o que se pretende com as medidas acima, porque, uma Educação de Qualidade não é com toda a certeza. Senhor Ministro, Nuno Crato, não me parece que seja este o caminho para o desenvolvimento do País, bem antes pelo contrário, parece-me mais um regresso ao 24 de Abril de 1974, em que apenas os ricos e poderosos tinham direito à Educação, para além do essencial. ____________________________________________________________________________ Pessoa Colectiva de Utilidade Publica D.R., 2ª Série, nº 133, de 9 de Junho de 1992


Senhor Ministro, Nuno Crato, o Futuro do País depende da Educação que conseguirmos transmitir às nossas Crianças e Jovens. Senhor Ministro, Nuno Crato, um País instruído é um País com Futuro. Senhor Ministro, Nuno Crato, como eu já disse várias vezes, digo eu e muita gente, algumas com muitas competências para o fazer, a EDUCAÇÃO NÃO É UMA DESPESA, É UM INVESTIMENTO. Infelizmente, quer-me parecer, não ser essa a opinião de V. Exa.. Não querendo de forma alguma interromper as merecidas férias de V. Exa., sou a solicitar como Pai e como Presidente da FERLAP, que me seja fornecida informação que tranquilize os Pais deste País. Melhores cumprimentos, Isidoro Roque, Presidente.

____________________________________________________________________________ Pessoa Colectiva de Utilidade Publica D.R., 2ª Série, nº 133, de 9 de Junho de 1992

Carta aberta 08 2013  
Carta aberta 08 2013  

Carta Aberta do Presidente da FERLAP ao Sr. Ministro da Educação e Ciência.