{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

INFORMATIVO DO CENTRO UNIVERSITÁRIO DE ITAJUBÁ 1º Semestre 2017

FEPI está entre as 20 melhores instituições privadas do Estado de Minas Gerais Pág. 03

V Seminário de Capacitação Docente da FEPI “A Voz do Professor” Uma das formas u!lizadas pelo Centro Universitário de Itajubá - FEPI para capacitar seus professores é por meio do Seminário de Capacitação Docente. Pág. 52

FEPI recebe a visita dos veteranos da 1ª turma de Engenharia Civil

Trote solidário arrecada mais de uma tonelada em alimentos, produtos de higiene e limpeza

Emoção, bom humor e muitas histórias marcaram o reencontro da 1ª turma do curso de Engenharia Civil do Centro Universitário de Itajubá – FEPI. Pág. 23

O Trote Solidário desse ano superou as expecta!vas dos organizadores, foram arrecadados aproximadamente 1.018 kg de alimentos não perecíveis, produtos de higiene e limpeza. Pág. 50


EDITORIAL Prezados Leitores, Com muito orgulho, apresentamos mais uma edição do nosso informativo. Agora, para apresentar algumas das atividades desenvolvidas no primeiro semestre de 2017, pela comunidade do Centro Universitário de Itajubá. Devemos mesmo nos orgulhar, pois foram atividades de muita qualidade, muito bem planejadas e organizadas, que contribuirão para boa complementação de conhecimentos de nossos alunos, professores e funcionários. Aproveitamos esta oportunidade para agradecer a todos os membros da nossa Comunidade Universitária, pela dedicação e comprometimento.

Sejam felizes e boa leitura!

EXPEDIENTE Direção Geral Profª Ma. Cidélia Maria Barbosa Lima

Profª. Ma. Cidélia Maria Barbosa Lima Reitora do Centro Universitário de Itajubá - FEPI

Coordenação Rosi Alkmin

Projeto Grá!co Pedro Brito

Diagramação Alexandre Gomes Ribeiro Pedro Brito

Jornalista Responsável Stela Gonçalves / MTB - 61802

Endereço | Contato Av. Dr. Antônio Braga Filho, 687 Bairro Varginha - Itajubá - MG Telefone: (35) 3629-8400 comunicacao@fepi.br


FEPI está entre as 20 melhores instituições privadas do Estado de Minas Gerais

Anualmente o Guia do Estudante (Portal do Grupo Abril)

possam buscar um curso de qualidade. As alterações

avalia os cursos do ensino superior do Brasil. E em 2017 a

propiciaram uma avaliação mais criteriosa por parte dos

avaliação referente a 2016 foi divulgada mostrando que o

pareceristas (que analisam cada curso sob três importantes

Centro Universitário de Itajubá – FEPI está entre as 20

aspectos), um conceito final mais sólido (que incorpora o

melhores ins"tuições de Minas Gerais, com a 19ª

histórico de avaliação dos úl"mos três anos) e uma

colocação.

classificação nas faixas de estrelas mais precisa, já que o

Conforme jus"ficado no portal, “em sua 26ª edição, a Avaliação de Cursos Superiores do Guia do Estudante foi

resultado de um determinado curso é considerado em relação ao desempenho da média”.

reformulada com o obje"vo de tornar o processo mais

Ao todo foram avaliadas 13,4 mil graduações e em Minas

rigoroso, obje"vo e transparente. Tudo isso para con"nuar

Gerais, 54 ins"tuições públicas aparecem entre as

sendo um instrumento relevante para que os candidatos

melhores.

Clínica-Escola de Estética e Cosmética

Clínica-Escola de Psicologia

Hospital-Escola de Medicina Veterinária

Fórum Modelo

Clínica-Escola de Fisioterapia

Academia FEPI

03


Aluna do curso de Ciências Biológicas participa de curso de Herpetologia A Aluna Daiana Rocha Dias do curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, foi selecionada para par"cipar de cursos de aperfeiçoamento na área de zoologia voltada a herpetologia, répteis em geral. O primeiro curso foi realizado pelo biólogo especialista em herpetologia, Renato Junqueira Gaiga, na Fundação Jardim Botânico de Poços de Caldas - MG. O segundo curso foi realizado pelo renomado biólogo Sérgio Rangel na cidade de Pouso Alegre MG. O treinamento contou com aulas teóricas, dinâmicas em grupo, manejo de serpentes vivas, aula noturna em campo e sorteios de livro e gancho para serpentes, além, da apresentação de espécimes na"vas e exó"cas como Boa constrictor constrictor, Epicrates assisi, Epicrates cenchria e Corallus hortulanus e um "gre-d´água (Trachemys dorbigni). Além das espécies estudadas a aluna pode aprimorar suas técnicas de manejo e cul"vo em ca"veiro. Sabendo da importância de aprimorar-se na área escolhida, a aluna também realizou curso de manejo de serpentes com Biólogo diretor do grupo Alfa Ambiental e Consultor da Biotrópica Consultoria Ambiental, Bruno Ferreira de Paiva, nesse curso Daiana pode aprender sobre a importância da evolução desses organismos, sua beleza e complexidade anatômica. “Fazer esses cursos agregou muito ao meu conhecimento, "ve uma ó"ma base na disciplina de zoologia de vertebrados o que tornou os cursos mais prazerosos, complementei meu

conhecimento sobre morfologia, ecologia e reprodução desses organismos e espero dar con"nuidade com o projeto de TCC sobre ecologia de viperídeos na região do sul de minas, junto com professor de zoologia Flávio de Vasconcelos e o Biólogo especialista Álvaro Junqueira” disse a aluna. Daiana relatou ainda, que aprendeu muito sobre a real importância desses organismos para o equilíbrio ambiental e o quanto é importante estuda-los, bem como saber de seus hábitos. “Espero me formar e con"nuar nessa área e poder dar minha contribuição pessoal a biologia e a nossa natureza” concluiu a graduanda. O coordenador do curso de Ciências Biológicas da FEPI, Prof. Flávio de Vasconcelos Camargo, salientou que o curso tem sempre o cuidado de ajudar os alunos em suas escolhas. “Alunos como a Daiana que já sabem qual área irá seguir são ajudados desde o início para que saiam com a melhor formação acadêmica possível, e uma das maneiras de ajuda-los é incen"vá-los a fazer cursos de extensão e aperfeiçoamento”.

Aluna do Curso de Ciências Biológicas é aprovada no programa de doutorado na UFJF Jéssica Andrade Vilas Boas, formada em Ciências Biológicas pelo Centro Universitário de Itajubá – FEPI em 2013, celebra a conquista de ter sido aprovada no programa de doutorado da Universidade Federal de Juiz de Fora – MG (UFJF), em Ecologia Aplicada ao Manejo e Conservação de recursos naturais, na linha d e p e s q u i s a - Eco tox i co l o g i a co m protozoários ciliados. A aluna destacou que seguir a carreira acadêmica sempre foi um sonho, e acredita que unir sala de aula e pesquisa, são elementos essenciais para a formação de um profissional completo na área. “O caminho do biólogo é árduo, mas gra"ficante acima de qualquer coisa” disse a aluna. Jéssica dedicou a conquista a Deus, sua família, amigos, aos mestres e a ins"tuição: “Sou grata sobretudo à FEPI que foi onde recebi os maiores incen"vos para seguir

04

este caminho; fica aos meus colegas de profissão uma frase de Madre Teresa de Calcutá representa muito a nossa profissão: “Por vezes sen"mos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas o mar seria menor se lhe faltasse uma gota”. O Professor e coordenador do curso de Ciências Biológicas, Flávio de Vasconcelos Camargo completou: “é sempre um prazer ver nossos ex-alunos conquistarem seu espaço no meio cien&fico, isso significa que estamos no caminho certo, eles têm conseguido excelentes resultados nos programas de pós-graduação em várias ins"tuições estaduais e federais. Jéssica Andrade é um ó"mo exemplo de talento associado a uma formação de qualidade, nós do curso Ciências Biológicas e do Centro Universitário de Itajubá estamos muito orgulhosos de sua conquista e desejamos todo o sucesso do mundo em seu novo projeto” concluiu o coordenador.


Curso de Ciências Biológicas da FEPI realizou levantamento da fauna nos arredores da REPI A parceria do curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário de Itajubá - FEPI com a IMBEL – Industrial de Material Bélico do Brasil viabilizou o levantamento da fauna aos arredores da hidrelétrica REPI, passo importante para a preservação das diversas espécies de animais iden"ficadas, tendo em vista que a água u"lizada nos processos industriais da IMBEL FI vem de ribeirões e nascentes locais. A mini-usina de Wenceslau Brás também conhecida como REPI está localizada entre os municípios de Itajubá e Piquete, compreende uma área de 4.450.000 m2 possuindo um reservatório com capacidade de 1.421.500 m3 de água. Sendo assim, a área possui um grande potencial para exploração cien&fica, nesse sen"do o curso de Ciências Biológicas

realizou um levantamento da fauna e flora local, levando em considerações áreas importantes da fauna como avifauna, mastofalna, ic"ofauna e herpetofauna e na área de botânica com estudos das briófitas e p t e r i d ó fi t a s , a n g i o s p e r m a s e gimnospermas, conforme relatou o coordenador do curso de Ciências Biológicas da FEPI, Prof. Flávio de Vasconcelos Camargo. O coordenador contou ainda que os alunos e colaboradores Rafael Albo de Oliveira, Otávio Venturelli, Ademir Vilas Boas, Álvaro Junqueira e Clayton Bonafé liderados pelos professores de zoologia e ecologia Flávio de Vasconcelos Camargo e Botânica aplicada Profª Liliana Pasin, realizaram dois anos de amostragens cien&ficas observando muitos organismos curiosos como primatas do gênero Callithrix e seu comportamento social, animais venenosos como serpentes do Gênero Bothrops também puderam ser contempladas. “Os organismos encontrados são importantes para o equilíbrio ambiental demonstrando o potencial biológico da área. Na área de botânica aplicada pode se verificar uma mata em recomposição o que despertou uma curiosidade ímpar nos alunos pois, ao mesmo tempo em que se estudava a taxonomia vegetal também podia ser estudado o processo de

recomposição da área, verificando uma ampla diversidade vegetal. Esses estudos criam novos biólogos de excelência com capacidade de atuar em várias áreas aplicadas da biologia fornecendo estágio para aprimoramento de campo” relatou o coordenador. Áreas como a da REPI tendem a receber cada vez mais estudos, devido p r i n c i p a l m e nte a s u a i m p o r tâ n c i a ecológica, sendo assim, o curso de ciências biológicas FEPI vem trabalhando para alcançar o máximo de seu potencial biológico a fim de contribuir para o desenvolvimento socioeconômico e ambiental da região. A parceria entre a FEPI e REPI foi divulgada na revista da IMBEL “Tiro Certo” que possui alcance nacional.

Alunos do curso de Ciências Biológicas fazem levantamento de impacto ambiental da PCH Ninho da Águia No dia 11 de março alunos do curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário de Itajubá – FEPI foram a campo para mais uma das aulas prá"cas mul"disciplinares. A aula foi realizada na PCH Ninho da Águia e teve como obje"vo em um primeiro momento realizar o levantamento dos impactos ambientais que um empreendimento desse porte traz a região, dentro da disciplina de estudos ambientais ministrada pelo professor Leopoldo Junior e em um segundo momento, os alunos "veram aula de ecologia com enfoque em sucessão ecológica e interações ecológicas. Segundo relatou o coordenador do curso, Prof. Flávio de Vasconcelos

Camargo, “as disciplinas de campo são muito importantes para a formação de um biólogo seja qual for sua área de atuação, além de integrar os alunos a natureza as aulas enriquecem seus conhecimentos deixando-os aptos a exercerem sua profissão no mercado de trabalho”, a a"vidade faz parte de um conjunto de aulas e visitas técnicas do curso de Ciências Biológicas. De acordo com o professor Leopoldo Junior “a aula prá"ca é um ó"mo instrumento para os discentes, pois elucidam de maneira visual o conhecimento adquirido em sala de aula sendo uma ferramenta diferencial para a formação dos bacharéis” concluiu.

05


Alunos do Curso de Ciências Biológicas têm aula prática em trilha ecológica – Pedra Branca em Pedralva – MG No dia 18 de março os acadêmicos do curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário de Itajubá – FEPI foram a campo em uma trilha ecológica acompanhados dos professores Flávio de Vasconcelos Camargo e Alexandre Magno Ba"sta; eles "veram o privilégio de visitar uma das formações rochosas mais bonitas do Brasil, a Pedra Branca, localizada próxima ao município de Pedralva – MG. Com aproximadamente 119 km2, a"ngindo no ponto mais alto a cerca de 1.760 metros de al"tude, Pedra Branca é hoje uma Reserva Biológica dentro de uma Área de Proteção Ambiental. Pela rica biodiversidade, é um campo de estudos u"lizados por alguns alunos do curso de Ciências Biológicas relacionadas as áreas de botânica, zoologia e estudos ambientais. A trilha faz parte de um novo processo de desenvolvimento do curso com intuito de aproximar os alunos dos ambientes os quais são estudados em sala de aula. De acordo com o professor Alexandre Magno, conhecer as formações rochosas e a origem dos ambientes é muito importante para criar um sistema de preservação, área fortemente explorada pelo curso de biologia. O professor Flávio

Camargo comentou: “essas trilhas ecológicas acrescentam uma formação ímpar para os alunos de graduação, e poucos cursos tem o privilégio de realizalas e aprender com a natureza”. O aluno Nathan Mathias também comentou o fato de esse "po de a"vidade ajudar em sua formação: “foi muito prazeroso realizar essa trilha, aprendi muita coisa nela, são informações que as vezes ficam di( ceis de serem passadas dentro de uma sala de aula, vou esperar pela próxima trilha”. O professor Flávio ressaltou ainda, que essas mudanças no perfil do curso têm o obje"vo de enriquecer a formação do aluno bacharel em Ciências Biológicas, criando um diferencial para o mercado de trabalho, e que outras trilhas ecológicas serão realizadas durante o desenvolvimento deles.

Alunos do curso de Ciências Biológicas participam de aula prática sobre estaquia, mergulhia, alporquia e enxertia Os alunos do 5º período do curso de Ciências Biológicas da FEPI realizaram no dia 01 de abril de 2017, a a"vidade prá"ca de propagação de plantas, na disciplina estágio supervisionado, no viveiro de plantas do Centro Universitário de Itajubá. De acordo com a professora Dra. Liliana Pasin foi possível pra"car os co n h e c i m e nto s s o b re e sta q u i a , mergulhia, alporquia e enxer"a, todos os alunos realizaram os métodos de propagação com grande habilidade e interesse, reforçando a necessidade de a"vidades prá"cas no aprendizado efe"vo. A professora ainda finalizou dizendo que “essas aulas prá"cas são um importante componente curricular e um diferencial do curso para que os alunos saiam com uma formação sólida

06

e prontos para atuarem nos mais diversos mercados de trabalho que o biólogo pode atuar”. De acordo com professor Flávio Camargo, coordenador do curso, a ideia da formação de biólogos bacharéis passa por prá"cas constantes que serão facilitadores de habilidades que os alunos devem apresentar depois de formados.


8

Curso de Ciências Biológicas da FEPI é parceiro de projeto divulgado na revista Guia Prático do Professor - Educação Infantil Foi divulgado na 159ª edição da Revista Guia Prá"co do Professor – Educação Infan"l o projeto “Plantando sen"mentos com o girassol solitário”, que foi desenvolvido na Escola Municipal “Professor Francisco Júlio dos Santos”, na turma de Pré I da professora Micheli Leal Thomazine em Itajubá – MG em parceria com o curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário de Itajubá – FEPI. O desafio de ensinar biologia e ecologia de forma acessível para crianças de quatro anos foi prontamente aceito pelo prof. Gustavo Thomazine e seus alunos, Isadora Felícia da Silva, Rui Braga Neto, Paulo Henrique Vieira Pinto e Le&cia de Cassia Siqueira Rodrigues. O professor Gustavo explicou que o projeto visa favorecer o desenvolvimento da capacidade linguís"ca e cria"va das crianças, a fim de desenvolverem o gosto pela leitura e pelo fazer cien&fico, levando em consideração Paulo Freire, quando nos diz que a "leitura do mundo" precede a leitura da palavra, ou seja, a compreensão do texto se dá a par"r de uma leitura crí"ca, percebendo a relação entre o texto

e o contexto, através da história, música, e personagens do "O Girassol Solitário", que se consolidaram com o processo empírico e cien&fico. Na primeira etapa do projeto, o professor Gustavo ministrou uma palestra para as crianças e realizou o plan"o dos girassóis em vasos. Na segunda etapa, foi plantado um jardim na escola, promovendo a interação entre os alunos, e esclarecendo quanto ao desenvolvimento das plantas. A terceira fase do projeto foi es"mulada uma nova leitura da história anteriormente contata aos alunos. Na quarta etapa os alunos fazem uma releitura da obra de Vicent Van Gogh u"lizando de várias técnicas como pintura, colagem, recortes etc. Depois eles confeccionaram um livro sobre algumas fases do projeto; posteriormente t r a b a l h a m a s c a r a c t e r í s "c a s d o s personagens. Após o plan"o os alunos acompanharam o crescimento das p l a n t a s r e g i s t ra n d o p o r m e i o d e desenhos. Em seguida foi ministrada uma aula, com um jogo confeccionado pela professora para que os alunos, por meio

da ludicidade, se apropriem do conceito e do processo de polinização, além de promover a contagem matemá"ca e relação com o símbolo numérico. Na décima etapa é trabalhada uma música com as crianças, que concre"za as questões de valores como amizade, carinho e amor ao próximo também desenvolvida por meio da história literária que deu início a todo o projeto. E por fim, foi realizada uma exposição e apresentação musical para a comunidade escolar e no final as famílias receberam sementes de girassol e o vaso com a planta que floresceu. Pa ra o p ro fe s s o r G u stavo fo i à oportunidade de re"rar os alunos da sala de aula e levá-los para conhecer a realidade sobre o ensino de ciências no município. A aplicação do conhecimento adquirido na faculdade es"mula a curiosidade cien&fica, que oportunizei aos meus discentes vivenciarem na prá"ca e talvez despertá-los para a vocação do trabalho com ciências em todas as esferas da educação, considerando sua importância e primazia neste contexto.

Aluno do Curso de Ciências Biológicas inicia estudo sobre aracnofauna inédito na região Umas das novas linhas de pesquisa adicionadas a zoologia acabam de ser iniciada; o aluno Nathan Mathias vem desenvolvendo um estudo acerca da aracnofauna da região do Picos dos Dias, estudo inédito na região. Segundo o professor de zoologia e coordenador do curso de Ciências Biológicas da FEPI, Flávio de Vasconcelos Camargo, a meta é ampliar as linhas de pesquisa na área: “Após estudarmos os animais vertebrados criaremos linhas de estudos voltadas aos invertebrados, que são tão importantes quanto os vertebrados para o funcionamento do sistema, com isso, ampliaremos significa"vamente nossos estudos de campo”. O professor concluiu dizendo: “Até o ano que vem estaremos com mais quatro novas linhas de pesquisa na área de zoologia, ampliaremos também, as pesquisas em ecologia e estudos

relacionados ao meio ambiente. Vale ressaltar todo o apoio logís"co oferecido pelo Laboratório Nacional de Astro( sica LNA, parceria de três anos que vem rendendo muitos frutos tanto para FEPI quanto para o LNA.” Para o aluno Nathan Mathias esse "po de pesquisa agrega valores ímpares na formação. “Eu nunca pensei que trabalharia em uma região tão rica e diversa, o trabalho de campo além de nos ensinar muito acaba sendo um grande prazer, afinal, é uma região muito bonita com espécimes fascinantes e pouco exploradas cien"ficamente” pontuou o aluno.

Ex-aluna do curso de Ciências Biológicas é aprovada em mestrado na Universidade Federal de Alfenas A ex-aluna Daniela Vilas Boas Braga da turma de Ciências Biológicas de 2016 do Centro Universitário de Itajubá foi aprovada no mestrado em Ciências Ambientais na linha de pesquisa Tecnologias Ambientais Aplicadas, na Universidade Federal de Alfenas, após um rigoroso processo sele"vo.

07


Alunos do curso de Ciências Biológicas fazem caracterização dos meios físicos, bióticos e socioeconômicos em aula de campo No dia 07 de abril, os graduandos do curso do 7º período do curso de Ciências Biológicas es"veram no bairro do Salto, na z o n a r u r a l d e D e l fi m M o r e i r a , acompanhados do professor Leopoldo Uberto Ribeiro Junior, onde fizeram a caracterização dos meios ( sicos, bió"cos e socioeconômicos, conforme preconiza a Legislação Ambiental (Resolução CONAMA 01/86). N a a "v i d a d e f o i r e a l i z a d o u m diagnós"co da região em estudo, que subsidia estudos ambientais, como por exemplo o Estudo de Impacto Ambiental – E I A . O s e st u d o s te m á"co s , fo ra m realizados com base em dados secundários e em seguida houve a coleta de dados primários, desenvolvidos em espaços

( sicos definidos de acordo com as caracterís"cas da região em estudo. As figuras abaixo ilustram a caracterização realizada pelos alunos, durante a coleta de dados. De acordo com coordenador do curso, professor Flávio Vasconcelos Camargo, “essas a"vidades são realizadas com frequência pelo curso e fazem parte da formação do aluno bacharel em Ciências Biológicas”. O coordenador afirmou ainda, que essas a"vidades são um diferencial do curso e são oferecidas por poucas ins"tuições, ainda mais se tratando de uma disciplina ministrada pelo Prof. Dr. Leopoldo Junior que tem amplo reconhecimento e experiência na área ambiental.

Segundo o aluno Renato Rauní de Oliveira: “Foi uma experiência muito interessante, realmente aprendemos muito em aulas de campo, essas aulas são muito intensas por ficarmos tão próximo da natureza, aprendemos vários modelos de levantamento e acabamos conhecendo as par"cularidades das pessoas que vivem nesse "po de área, assim podemos nos sen"r mais úteis para a sociedade, estou ansioso para a próxima aula” complementou o aluno.

Graduandos do Curso de Ciências Biológicas fazem análise de impacto ambiental no Parque Municipal de Itajubá - MG No dia 27 de abril, os alunos do 7º período do curso de Ciências Biológicas es"veram no parque municipal de Itajubá, acompanhados do professor Dr. Leopoldo Uberto Ribeiro Junior, para iden"ficação e classificação de possíveis impactos ambientais que podem ter ocorridos devido a implantação do empreendimento. No desenvolvimento da análise p r á "c a , o s a l u n o s p r e c i s a m iden"ficar todas as a"vidades que foram desenvolvidas nas etapas de p l a n e j a m e nto e co n st r u çã o e verificam as que se manifestam em função do funcionamento do parque. Posteriormente os trabalhos prosseguem para iden"ficação dos

08

aspectos e impactos ambientais, sendo que na situação em análise, foi possível verificar são de baixa magnitude. De acordo com o professor Leopoldo Junior “a aula teve como intuito aguçar o raciocínio dos alunos e proporcionar essa experiência de campo para o desenvolvimento acadêmico deles”. Segundo o coordenador do curso Prof. Flávio Vasconcelos Camargo “é sempre um prazer ver os alunos indo a campo e aprimorando seu desenvolvimento acadêmico, nesse modelo de aula aplicamos muito a metodologia a"va nos

alunos, uma maneira diferente de ensiná-los, propiciando uma aula de qualidade e ao mesmo tempo leve”. Muitas disciplinas do curso visam essas aulas prá"cas, o que soma ao conhecimento dos alunos e suas aplicações prá"cas do dia a dia.


Curso de técnicas de amostragem e contenção de animais é ministrado aos alunos de Ciências Biológicas No dia 27 de maio os alunos do curso de Ciências Biológicas do Centro Universitário de Itajubá - FEPI, par"ciparam do curso elaborado pelo coordenador Prof. Me. Flávio de Vasconcelos Camargo com apoio Laboratório Nacional de Astro( sica LNA e FEPI, o curso foi realizado no observatório Pico dos Dias, área de proteção ambiental cuidada pelo próprio LNA. Segundo o coordenador, o curso foi ministrado pela professora Mestre Priscila Pereira, especialista em mamíferos, que trabalhou muito tempo no Ins"tuto Mamirauá na Amazônia. O curso teve o obje"vo de apresentar aos alunos as diferentes técnicas de amostragem e contenção desse grupo de animais, inclusive com técnicas de amostragens noturnas que visam aprimorar a capacidade dos alunos de observar o ambiente em sua

volta. De acordo com o professor Flávio, poucos cursos oferecem essa oportunidade de realizar um curso de mamíferos e com estudos noturnos, dado seu grau de dificuldade. “É uma experiência ímpar para os alunos, esse curso de extensão é mais um ó"mo curso oferecido como complementação para os alunos em sua formação pedagógica” assegurou o coordenador. A professora convidada para ministrar o curso ressaltou que nem mesmo ela par"cipou de um curso nesses moldes enquanto aluna de biologia. Sobre a experiência o aluno Rui Braga, complementou: “Foi muito bom, super proveitoso estar perto da natureza de um modo que nunca imaginamos, a noite tudo muda, são outros organismos, a fauna muda os sen"dos mudam, pudemos capturar e depois soltar morcegos na natureza

para realizar sua biometria, ver logomorfos “lebres selvagens” além de sen"r o cheiro e escutar a vocalização do Lobo Guará, gostei muito estou ansioso para o próximo curso”. Entre as técnicas aplicadas, as armadilhas trap foram muito proveitosas na captura de vários organismos como lobo guará, logomorfos, roedores e muitas aves, conforme relatou o prof. Flávio. O coordenador do curso finalizou dizendo que essas ações vêm sendo feitas com mais constância e, apesar da biologia oferecer inúmeras áreas de atuação, os trabalhos de campo são sempre bem-vindos para complementar a formação dos futuros biólogos. O Curso de Ciências Biológicas reforça sua gra"dão ao Laboratório Nacional de Astro( sica por ceder sua área para estudo e a logís"ca para aplicação no curso.

Professor e ex-aluno do Curso de Ciências Biológicas publicam artigo na CES Revista O professor e coordenador do curso de Ciências Biológicas – FEPI e o ex-aluno do curso de Ciências Biológicas Me. Ademir Henrique Vilas Boas publicam um ar"go na CES Revista da Universidade Federal de Juiz de Fora, in"tulado “Ava l i a ç ã o rá p i d a d a q u a l i d a d e d a á g u a u "l i za n d o Invertebrados bentônicos, através dos índices bió"cos BMWP e ASPT no Ribeirão São Bernardo, Piranguçu – Sul de Minas Gerais. Segundo o coordenador do curso o número de

publicações cien&ficas demonstra a preocupação do curso com o desenvolvimento acadêmico dos seus alunos, “foi um esforço grande de ambas as partes para realização desse ar"go, "vemos muito trabalho em campo e principalmente na confecção do ar"go, mas valeu a pena”. O coordenador ainda ressaltou que esse é um 10 ar"gos publicados pelo curso somente em 2017,“nós como professores incen"vamos nossos alunos não só a publicarem, mas a publicarem com qualidade, pois somente quan"dade não os tornam bons profissionais”.

Ex-aluna FEPI tem pesquisa publicada na revista Caminhos de Geogra$a A ex-aluna do curso de Ciências Biológicas da FEPI formada em 2016, Denise Verônica Alkmin, que também foi bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa – FAPEMIG, e seu orientador, professor Dr. Leopoldo Uberto Ribeiro Junior, "veram o trabalho de pesquisa "Determinação da Composição Gravimétrica dos Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) do Lixão do Município de Maria Da Fé - MG publicado em uma das principais revistas da área de geografia "Revista Caminhos de Geografia", na edição de Março de 2017. De acordo com o professor Leopoldo Júnior tem crescido e sido notória, a atuação de biólogos nos estudos voltados aos resíduos sólidos e seu descarte. Leia o ar"go: www.seer.ufu.br/index.php/caminhosdegeografia

09


Professor do curso de Direito tem artigo publicado no livro Juristas do Mundo e recebe condecoração Prof. Sérgio Salvador, do curso de Direito FEPI, teve seu ar"go publicado no livro in"tulado “Juristas do Mundo”, e em razão disso par"cipou, no início do semestre de 2017, do Encontro Internacional de Juristas na cidade de Sevilha / Espanha. O professor foi condecorado com a Medalha Isidoro de Sevilha na Faculdade de Direito da Universidade de Sevilha. Parabéns Prof. Sérgio Salvador!

Curso de Direito investe em O$cinas Jurídicas visando aperfeiçoamento dos alunos Ensino mul"disciplinar e empírico de qualidade são marcas autên"cas do curso de Direito da FEPI. Mensalmente são realizadas Oficinas Jurídicas pelo Núcleo de Prá"ca Jurídica – NPJ, órgão de apoio p r á "c o a o a p e r f e i ç o a m e n t o d o s acadêmicos em situações e casos reais com acompanhamento de Professores e Advogados.

No mês de março os estudantes foram contemplados com ensinamentos compar"lhados pelo Dr. A) lio Pellicci, representante do Ministério Público de Minas Gerais que ministrou palestra sobre Atuação Prá"ca em Audiência, imergindo os alunos nos mais importantes temas do dia-a-dia do operador do direito. Com experiência profissional de quase trinta anos, o aprendizado foi potencializado com muita novidade e uma vas"dão de conhecimentos técnicos e prá"cos voltados para a atuação forense.

algumas maneiras de como evitar o plágio acadêmico. Foi realmente uma injeção de mo"vação e saber. Um verdadeiro curso sobre as normas técnicas e dicas para produção do Trabalho de Conclusão de Curso (T.C.C.) em poucas horas! Dedicação extraordinária conduzem a resultados extraordinários, por isso nós inves"mos em nossos alunos! Parabéns a todos que puderam par"cipar.

No úl"mo dia 11 de março os alunos do curso também es"veram presentes na palestra ministrada pelo Prof. Dr. Antônio Suerlilton, da FEPI, que os deixou ins"gados e es"mulados com uma explanação profunda e dinâmica na seara da Metodologia Jurídica, tratando de

Alunos do curso de Direito visitam Museu do Crime

N

ovas experiências e muito aprendizado nas visitas feitas pelo Curso de Direito da FEPI. No dia 09/05 os Alunos fizeram uma visita

monitorada ao Museu do Crime, na academia da Polícia Civil em São Paulo - SP, acompanhados pela professora Isabel Oliveira e Tiago Fuzari.

10


Curso de Direito da FEPI comemora o sucesso da X SEJUR Evento tradicional do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, a Semana Jurídica do curso de Direito – SEJUR, que está em sua 10ª edição, trouxe temá"cas variadas para alunos, ex-alunos e convidados, nos dias 24 a 28 de abril, no Centro de Eventos da ins"tuição. S o b re o s u c e s s o d a S e m a n a Acadêmica a coordenadora do curso, Profª Maria Rosilene dos Santos Coura frisou: “A Semana Jurídica de nosso curso tem uma grande importância acadêmica e social. Acadêmica, pois, além da abertura oficial proferida pela nossa Magnífica Reitora, recebemos ilustres palestrantes que são referências no mundo jurídico, despertando, assim, em nossos discentes um maior interesse na busca do conhecimento jurídico-cien"fico e prá"co-profissional. A importância social está no fato de nosso curso propiciar à comunidade informação jurídica a quem se interesse, sem custeio ou inscrição alguma, além de trazer um senso de cole"vidade a to d o s o s p ro fe s s o re s e a l u n o s envolvidos em sua realização. Outro fato importante a ressaltar é que a “X SEJUR” superou todas as expecta"vas, sendo ainda maior que a edição passada, demonstrando que nosso curso está no caminho certo, digno de ser considerado um Curso de excelência”. A SEJUR agregou um expressivo número de alunos, superando sua

edição anterior (como exemplo a palestra do dia 28/04 que contou com mais de 400 pessoas presentes); e nesse ano os temas das palestras foram: Lava Jato, Direito Processual C i v i l , A l i m e nto s Tra n s i tó r i o s e Compensatórios, Direito Internacional (abordando a questão dos migrantes), e Segurança Pública. O aluno Fábio Abreu, do 3º período, que par"cipa da semana acadêmica pela segunda vez ressaltou: “A SEJUR é muito importante para nós, pois mostra o verdadeiro contato dos operadores do direito com a realidade, sem dúvidas nos acrescentou muito conhecimento pois tratou de assuntos relevantes e totalmente atuais”. “ Pa ra m i m fo i u m a e n o r m e sa"sfação, e uma honra estar com vocês” disse o palestrante Guilherme Souza Nucci, cuja palestra sobre Segurança Pública fechou a semana acadêmica deixando como reflexão, a importância da é"ca e do comprome"mento com o conhecimento, moral e

hones"dade. A semana jurídica do curso de Direito preza pelo conhecimento dos alunos, além de mantê-los sempre atualizados sobre as novidades do mundo jurídico, o que seguramente reflete a qualidade do ensino oferecido pela FEPI.

Discentes do Curso de Direito participam de Audiência Simulada

Com a finalidade de melhor preparar os futuros advogados, o curso de Direito da FEPI oferece diversas a"vidades prá"cas, para que os alunos melhor assimilem e vivenciem os conteúdos vistos em sala de aula. No dia 24/05 os alunos do 5º período A - par"ciparam de uma Audiência Simulada, no Fórum modelo da FEPI, supervisionados pela professora Isabel Oliveira.

11


Curso de Direito realiza última O$cina Jurídica do semestre No dia três de junho aconteceu a úl"ma oficina jurídica do primeiro semestre de 2017 do curso de Direito da FEPI. O Núcleo de Prá"ca Jurídica, coordenado pelo professor Fabiano Franklin, em conjunto com a também professora do curso e do núcleo, Isabel Guimarães, proporcionaram aos discentes a simulação de uma Sessão de Julgamento com sustentação oral em apelação, realizada pelos alunos do 8º período.

Professor do curso de Direito lança nova edição de seu livro sobre Mandado de Segurança A FEPI parabeniza o Professor Sérgio Henrique Salvador pelo lançamento de mais uma edição de seu livro "Mandado de Segurança - Da teoria à prá"ca - De acordo com o Novo CPC (Código de Processo Civil), escrito em conjunto com o Dr. Roger Vieira Feichas.

O$cina Jurídica de Criminologia é ministrada aos alunos do curso de Direito Foi um sucesso a Oficina Jurídica de Criminologia que aconteceu no dia 20/05 com palestras dos professores Fabiano Franklin San"ago Grilo e Rodrigo Ferrini da Rocha Costa

Parabéns aos aprovados no XXII Exame de Ordem!

12


Curso de Direito realiza "Diálogos Econômicos" com os alunos do 1º período Idealizado a par"r das metodologias educa"vas aplicadas na disciplina de Economia, ao 1º período d o cu rs o d e D ireito d o Centro Universitário de Itajubá – FEPI, o professor Dr. Antônio Suerlilton Barbosa da Silva fez a mediação entre os conteúdos e os saberes dos alunos possibilitando-lhes, por meio da i n te ra ç ã o e d a c o l a b o ra ç ã o, o protagonismo em uma situação que simula um evento acadêmicocien&fico com comunicação em pôsteres. A temá"ca abordada no evento teve como obje"vo evidenciar a economia dos estados brasileiros para o período 2000-2016. Estas apresentações se deram por meio da exposição de banners e integraram os requisitos avalia"vos da disciplina de Economia desenvolvidos ao longo do semestre.

ansiosos a terem mais contato com pesquisa e iniciação cien&fica”.

Nesta oportunidade, além de imergirem em referenciais teóricos sobre o assunto, os alunos u"lizaram os conceitos assimilados durante as aulas e evidenciaram o resultado de pesquisas realizadas junto a órgãos das diferentes esferas do governo.

Para Glaykon Kemuel Pereira Silva, também discente desta disciplina, “O trabalho contribuiu ricamente para o conhecimento em economia, além da dinâmica em trabalhar em grupo, que nos fez perceber a importância de aceitarmos os diferentes pontos de vista e de colocarmos o cole"vo em primeiro lugar”.

Na opinião do acadêmico Jositone de Oliveira, “a exposição dos trabalhos em banners proporcionou a oportunidade de aplicar o c o n h e c i m e n t o a g re ga d o s o b re macroeconomia à realidade dos fatos econômicos atuais pelos quais se desenvolve nosso estado (Minas Gerais), e ainda ins"gar os mais

O acadêmico William de Souza Morais acrescentou que “A realização deste trabalho possibilitou uma importan&ssima experiência quanto à confecção de um trabalho acadêmico, a definição da metodologia a ser u"lizada e ao uso das citações. Especificamente, o trabalho nos fez pesquisar a fundo e perceber a

realidade econômica de um local, fazendo-se materializar o conhecimento apreendido na disciplina de economia”. “O mergulho no contexto econômico dos estados brasileiros levou os alunos a perceberem os pontos fracos e fortes da economia no período analisado. Nesse viés, elementos como Produto Interno Bruto (PIB), balança comercial, infraestrutura, renda per capita, entre outros, foram abordados e apresentados com fluidez. De certo, são ações como essas que aproximam a teoria exposta em sala de aula, muitas vezes di( cil de ser contextualizada pelos alunos, a uma realidade mais p a l p áv e l e , s e n d o a s s i m , m a i s compreendida”, conluiu o professor Dr. Antônio Silva.

13


Importância do pro$ssional de Educação Física para a Saúde é tema de Aula Magna Os alunos do 1º período do curso de Educação Física do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, "veram a oportunidades de ampliarem um pouco mais a percepção sobre a área que escolheram com a palestra ministrada pelo professor, Gabriel Ferreira Souza e Santos, na manhã do dia 14/02. O palestrante expos aos alunos esta&s"cas a respeito da realidade do mercado para o profissional de Educação Física, a alta empregabilidade da área, e um panorama geral da importância da profissão que, cada vez mais, faz-se necessária, estando ligada diretamente a área da saúde; inclusive passando a fazer parte do NASF – Núcleo de Apoio à Saúde da Família, junto com médicos, den"stas, fonoaudiólogos etc. “Tendo em vista que a obesidade é a doença que mais mata no mundo, nossa missão é intervir para que essa realidade seja mudada e levemos mais saúde para a população” destacou o profissional de Educação Física. Gabriel falou ainda, sobre a importância de buscar fontes confiáveis

para pesquisa, alertando os alunos quanto ao que é publicado exclusivamente visando a venda de produtos, mas sem estudos sérios que comprovem sua e fi c á c i a : “ N a i d a d e m é d i a t e r conhecimento era obter poder, hoje em dia filtrar o conhecimento é o mais importante, escolher a fonte mais adequada, saber como e quando se aplica o conhecimento”. Ele concluiu levando os alunos a uma reflexão sobre como querem ser conhecidos, qual carreira querem construir. Para o aluno Jonas Henrique dos Santos a aula superou as expecta"vas: “Foi mo"vador, melhor do que eu esperava com certeza; gostei bastante do tema, acredito que seja uma vertente bastante atual da Educação Física, achei importante porque desde o começo nos conscien"za a respeito da nossa responsabilidade como profissionais da saúde sobretudo. Muito bom também ter a possibilidade de par"cipar, "rar dúvidas, foi sensacional” garan"u o aluno. Após o encerramento da Aula Magna os alunos receberam brindes personalizados da FEPI.

Ex-aluno do curso de Educação Física passa em concurso para o$ciais da Marinha O ex-aluno do curso de Educação Física do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, Leandro José Silva Filho, passou no concorrido concurso para o quadro complementar de oficiais da Marinha.

período Leandro será guarda-marinha, um aspirante a oficial, após o curso, será segundo tenente, informou o exaluno, que celebrou a conquista: “Para mim tudo isso é a realização de um sonho e a recompensa de um trabalho árduo. O curso de Educação Física da FEPI me deu uma ó"ma base para fazer a prova, pois 70% do conteúdo cobrado no edital eu já "nha estudado durante a graduação”.

A prova foi ano passado e a concorrência era de aproximadamente 300 pessoas por vaga, sendo que haviam apenas quatro vagas. Além da prova, o ex-aluno Leandro se submeteu ao teste de ap"dão ( sica e exames médicos.

O coordenador do curso, Prof. Dr. Alexandre de Souza e Silva, disse que é um grande orgulho e sa"sfação ver os exalunos e alunos do curso de Educação Física da FEPI se destacando. Com o esforço de todos, alunos e professores, e com a estrutura pedagógica e ( sica que o Centro Universitário de Itajubá – FEPI oferece para o curso, o resultado final será sempre o sucesso profissional e pessoal dos envolvidos.

O curso tem sido ministrado no Rio de Janeiro – RJ; nesse

14


Alunos do curso de Educação Física participam da 10ª Copa Cristã de Futsal A 10ª edição da Copa Cristã, contou com o auxílio dos a l u n o s d o c u rs o d e Ed u ca çã o F í s i ca d o C e nt ro Universitário de Itajubá – FEPI, João Paulo Estevam Ba"sta, Diovana Almeida Neves, Chris"an Almeida Galhardo Siqueira, Aline Daiane Guimarães e Tiago Henrique Mota, que par"ciparam da compe"ção como mesários, analistas de desempenho e árbitros.

A final do torneio de Futsal é uma inicia"va da Liga Evangélica de Futsal, e este ano, aconteceu no dia 17/04. Ao todo par"ciparam da compe"ção oito equipes, dentre elas consagrou-se vencedor o "me Guerreiros da Comunidade Aliança Eterna.

Luane Mohallem conquista 10º lugar na Kailash Trail Run No úl"mo final de semana, 24/06, e ste ve p re s e nte n a co r r i d a d e montanha KTR – Kailash Trail Run a Atleta FEPI Luanne Mohallem. A corrida aconteceu mais uma vez na cidade de Passa Quatro – MG com a etap a KT R Serra Fin a , o n d e o s corredores percorreram as cristas da travessia de montanha mais di( cil do país, conforme relato da corredora. “Corri na categoria 21km, vencendo os 1300m de desnível, chegando no ponto mais alto da corrida com 2130m de al"tude e finalizei entre as 65 meninas em 10° lugar na categoria 30/39anos com 4h26min” disse Luanne. Segundo ela informou, o nível da c o r r i d a fo i m u i t o fo r t e , t o d a s compe"doras estavam muito bem

preparadas e imprimindo um ritmo bem forte, “isso me deixou bem surpresa e ao mesmo tempo feliz, porque vejo a importância e a procura do Educador Físico nos esportes e cada vez maior, as pessoas estão mais interessadas no desempenho, evolução e o principal de tudo no esporte” pontuou a corredora.

percurso em 5h16min, este ano consegui "rar 50min de diferença. Estamos evoluindo! ” celebrou a atleta, que finalizou agradecendo o apoio da FEPI.

“Apesar da colocação não ser em um pódio, fiquei muito feliz com meu resultado, pois em relação ao ano passado quando terminei o mesmo

15


A t l e t a F E P I r e a l i z a Tr a v e s s i a I t a g u a r é - M a r i n s Nos dias 10 e 11/06, a aluna do Curso de Educação Física e atleta FEPI, Luane Mohallem realizou a travessia Itaguaré–Marins. A Travessia Itaguaré - Marins é uma das mais clássicas do montanhismo brasileiro. Aberta em 1993 pelo Centro Excursionista de Campinas (CEC), percorre toda a crista montanhosa entre o Pico do Itaguaré e o Pico dos Marins. Em sua metade do percurso encontra-se a Pedra Redonda, um grande bloco de pedra que só é possível enxerga-la de longe neste formato. Entre o Pico do Itaguré e do Marins também é alcançado o cume do Pico do Marinzinho. O Pico do Itaguaré possui 2.308m que em tupi significa Pedra Rachada, é um belo maciço todo recortado de grandes fendas e bem ver"cal em sua face sudoeste. O Pico dos Marins possui 2.422m e é o ponto mais alto de toda a travessia, fazendo com que o torne o mais procurado pelos montanhistas. «A vegetação da travessia é de al"tude, onde notamos a par"r dos 1.800m uma grande variedade de orquídeas, bromélias e o famoso lírio Amarílis» disse Luanne. “Esta é uma das aventuras mais belas de toda a Serra da

Man"queira. Realizada normalmente por montanhistas e com o tempo de 3 dias (dois pernoites) devido a sua dificuldade técnica, pois em alguns momentos são necessárias passagens em movimentos que envolvem escalada; realizei os 19km de travessia em 1 pernoite totalizando o percurso em aproximadamente 7 horas em movimento”, contou a atleta que agradeceu mais uma vez o apoio da FEPI.

Lucas Silva é o segundo colocado na 1ª Corrida Bene$cente da Guarda Municipal Inaugurando a Corrida Beneficente da Guarda Municipal de Itajubá-MG Lucas Ramon Roque Silva, Atleta FEPI, garan"u o 2º lugar no pódio na categoria geral masculino, completando a prova de 5km com o tempo de 17'40''. A compe"ção aconteceu no dia 30/06 e o percurso foi um circuito que teve início no Lago Municipal e retorno pela Avenida BPS. A corrida foi realizada a noite, teve apoio da Guarda Municipal de Itajubá e do 4º Batalhão de Engenharia e Combate. O evento foi realizado em comemoração aos cinco anos de existência a GMI e para arrecadar fundos para fins beneficentes. “Sou grato à FEPI por sempre dar todo suporte para eu ter condições de realizar minha preparação” concluiu o corredor.

Atleta FEPI do Futsal feminino de Itajubá vence Jogos do Interior de Minas na etapa microrregional O "me de Futsal feminino de Itajubá, que conta com a atleta do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, J u s s a r a B o r g e s d e To l e d o , par"ciparam do JIMI na etapa microrregional, que foi realizada na cidade de Pouso Alegre no período de 14 a 18 de junho. “Agradeço por toda a colaboração da FEPI. Tive o prazer de par"cipar e levar o nome da ins"tuição para outra cidade e outros atletas. Foram jogos

16

di( ceis, disputados e com muita disciplina fomos mais uma vez a equipe campeã desta etapa. Eu e a ex-aluna e também ex-bolsa atleta Anna Gabriela Ribeiro sempre buscamos representar da melhor forma a FEPI. Con"nuaremos com os treinamentos para estar mais uma vez bem preparadas para a etapa regional que será realizada em São João Del Rei-MG em setembro”, disse a aluna Jussara do curso de Engenharia Civil.


Atleta FEPI participa da 2ª Corrida de aniversário de Santa Rita do Sapucaí - MG O Atleta FEPI Lucas de Oliveira Domingos, par"cipou da 2ª Corrida de aniversário de Santa Rita do Sapucaí – SP. A compe"ção aconteceu no úl"mo domingo (21/05) e contou com a par"cipação de 300 atletas de ambos os sexos. Dentre os p a r "c i p a nte s e stava m g ra n d e s nomes do atle"smo brasileiro de várias partes do Brasil e inclusive atletas quenianos como relatou Lucas. De acordo o corredor o nível da prova foi alto, “o primeiro colocado

conseguiu terminar a prova em 30min e 50s, acompanhado de outros atletas com tempos similares. Infelizmente dessa vez não subi ao pódio, porém, fiquei muito feliz com o tempo que consegui; minha estreia em provas de 10km. Conclui com o tempo de 41min superando meu tempo nos 5km, quando passei por essa marca na casa de 19min, podendo assim, observar uma melhora em comparação com outras compe"ções. Agradeço a FEPI pelo apoio e por sempre acreditar em nossa capacidade” concluiu o atleta.

Corredor Lucas Ramon conquista 1º lugar na 8ª corrida em comemoração do aniversário de Paraisópolis – MG Dando início às compe"ções de 2017, o corredor e aluno do curso de Engenharia Civil da FEPI, Lucas Ramon da Silva, garan"u a 1ª colocação na 8ª corrida do aniversário de Paraisópolis – MG, na categoria de 20 a 24 anos e o 5º lugar na classificação geral da compe"ção.

A corrida que aconteceu no dia 22/01 teve início no centro da cidade, mas a maior parte do percurso foi em estrada de terra como contou o atleta. “Apesar do mau tempo e de ter muitos pontos com barro durante o trajeto, consegui fazer uma boa prova. A atual edição em especial, foi

uma das mais disputadas contando com cerca de 400 inscritos”, frisou Lucas que agradeceu o apoio da FEPI e a colaboração que a ins"tuição tem dado ao atle"smo, por meio do programa Bolsa Atleta além, de ceder a academia e professores da área para orientar os atletas.

Time de Handebol da FEPI vence primeira fase dos Jogos Universitário Dessa vez foi a vez do "me de H a n d e b o l fe m i n i n o d o C e n t r o Universitário de Itajubá – FEPI conquistar bons resultados nos Jogos Universitários, que aconteceram nos dias 06 e 07/05 em Santa Rita do Sapucaí – MG.

O "me da FEPI par"cipou da compe"ção contra a equipe da FDSM Faculdade de Direito de do Sul de Minas e fechou a primeira etapa vitoriosa, com o resultado de 19 a 15, conforme relatou a atleta FEPI, Tanara

Talita Ferreira Vasconcelos. O campeonato visa reestruturar as compe"ções espor"vas na região envolvendo diversas equipes do Sul de Minas. A próxima etapa acontece em Itajubá no mês de setembro.

Com ótimos resultados time de Futsal Feminino da FEPI vence Jogos Universitários 2017 Novamente o "me de futsal do Centro Universitário de Itajubá – FEPI consagra-se campeão dos Jogos Universitário, cravando grande vantagem contra os "mes adversários.

Campestre do Clube Itajubense, as universidades da região marcaram presença e, pela primeira vez, a compe"ção contou com a par"cipação do "me que representa o clube.

Os jogos foram realizados na sede

A Atleta FEPI e goleira do "me,

Jussara Borges, agradeceu todo o apoio da ins"tuição: “Agradeço muito por toda ajuda que recebo para as compe"ções. Começamos com o pé direito e espero que seja o primeiro bom resultado deste ano” finalizou a atleta.

17


Futsal feminino da Fepi vence Jogos Universitários

As estudantes e também atletas Fepi do "me de futsal feminino, Jussara Borges, e Anna Gabriela Ribeiro, par"ciparam dos Jogos Universitários consagrando-se campeãs da compe"ção. Nos dois jogos realizados no poliespor"vo da Unifei – Universidade Federal de Itajubá, nos dias 09/05 e 10/05, os resultados foram posi"vos. O primeiro jogo contra a Unifei venceram de 15 x 3 e, contra o Clube Itajubense, o placar foi de 4 x 1.

Atleta Samuel participa de Campeonato em Piquete - SP Realizado no úl"mo dia 21 de junho, na cidade de Piquete – SP, o Campeonato dos Estados MG, RJ e SP reuniu cerca de 450 Atletas, de 21 academias e o judoca Samuel Juliano esteve presente, mostrando toda a sua garra. O atleta obteve o &tulo de Vice-Campeão na Categoria Meio Leve -66kg. “Essa compe"ção me ajudou a perceber que estou no caminho certo para novas conquistas”, comentou Samuel. Este campeonato representou para o atleta, parte da sua preparação para o grande evento de Judô, o Campeonato Mineiro de Judô 2015, que será realizado na cidade de Belo horizonte - MG, na Arena do Minas Tênnis Clube, nos dias 14 a 16 de Agosto. Segundo Samuel “este campeonato reunirá os melhores atletas do Estado para tentar garan"r uma vaga para o Brasileiro Estadual”. Atualmente o judoca realiza seu treinamento ( sico na Academia FEPI Movement e almeja subir ao pódio representando a Ins"tuição nesse grande evento, que é o Campeonato Mineiro de Judô 2015. Boa sorte Samuel. Torcemos por você!

18


Lucas Domingos vence 1ª Etapa do Circuito F.Ibra na modalidade 5 km No dia (07/05) o Atleta FEPI Lucas de Oliveira Domingos par"cipou da 1ª Etapa do Circuito F.Ibra, conquistando a primeira colocação na modalidade 5 km. A 1ª Etapa do Circuito F.Ibra de Corridas – Cross Country teve como obje"vo promover o incen"vo a pra"ca s a u d á v e l d e a "v i d a d e s ( s i c a s conforme relato do altleta. A corrida aconteceu São Lourenço – MG, Lucas Domingos contou que par"ciparam da compe"ção mais de 150 atletas de ambos os sexos, percorrendo as distâncias de 5 e 10km. O percurso foi predominantemente plano com apenas alguns trechos de aclives e declives, entretanto, por se tratar de uma modalidade do cross

country o terreno teve várias alterações de piso demandando mais atenção dos atletas para não ocorrer acidentes. “Me consagrei campeão na distância de 5km e fiquei muito feliz

por ter alcançado esse resultado, pois, quando nos dedicamos aos treinos automa"camente os resultados passam a ser melhores, o que nos mo"va a seguir sempre em frente” disse o atleta que agradeceu o Centro Universitário de Itajubá pelo apoio e confiança: “Tudo se torna mais simples quando alguém acredita em nós e na nossa capacidade’’.

Atletas FEPI comemoram bons resultados na corrida Five Stars – Night Run Lucas Domingos conquista 3ª colocação na classificação por faixa etária e Lucas Silva ficou com o 5º lugar na categoria geral masculino. Os atletas FEPI, Lucas de Oliveira Domingos e Lucas Ramon Roque da Silva, ambos alunos do curso de Engenharia Civil, disputaram no dia 29/04 a corrida Five Stars – Night Run que aconteceu em Itajubá-MG. L u ca s D o m i n go s fi co u n a 3 ª colocação na classificação por faixa etária e Lucas Silva ficou com o 5º lugar na categoria geral masculino. Segundo contaram os atletas, a corrida foi bastante disputada, contou com mais de 400 inscritos e teve como obje"vo incen"var a pra"ca saudável de a"vidades ( sicas. O percurso foi de 8000m com largada da Praça Theodomiro Carneiro San"ago, seguindo até o lago municipal (próximo à prefeitura) e retornando a Praça. “Fiquei muito feliz com resultado alcançado, ter ficado em 5° lugar numa compe"ção tão disputada. Agradeço a

FEPI por todo apoio que tem me dado. É sempre um prazer poder levar o nome da ins"tuição para o pódio” disse Lucas Ramon, que aproveitou para parabenizar o colega Lucas Oliveira por ter feito uma ó"ma prova. O corredor Lucas Oliveira contou que, além de Lucas Ramon, pode dividir momentos da prova com o professor da FEPI Evaldo Renó e, apesar de não ter a"ngido a meta que estabeleceu, celebrou o 3º lugar na classificação por faixa etária. “Meu resultado não foi sa"sfatório, mas foi possível observar algumas

questões que posteriormente serão corrigidas nos treinos. Ainda assim, conclui a prova na 35ª posição (classificação geral) e pude subir ao pódio” concluiu o atleta que também agradeceu o apoio da FEPI.

19


Lucas Ramon comemora 2º lugar no Circuito Ncor Corrida de Rua – “Prova de amor” No dia 25/06 o Atleta FEPI e aluno do curso de Engenharia Civil Lucas Ramon Roque da Silva conquistou a 2ª posição no pódio do Circuito NCor Corrida de Rua – “Prova de amor”, na categoria geral masculino. O percurso percorrido pelos compe"dores foi de 4.000m com saída e chegada em frente ao Batalhão de Engenharia e Combate – 4º BEC de Itajubá - MG. “A prova de meio fundo que são provas entre 1.500m a 5.000m são geralmente disputadas em velocidades mais altas e em um curto período de tempo. Geralmente são

mais exigentes e não permitem erros na largada, pois, por questão de segundos um compe"dor pode distanciar-se do pelotão inicial e perder totalmente o ritmo da prova” explicou o corredor que concluiu a prova em 4 min e 11 seg. “Consegui manter um ritmo forte do começo ao fim da prova, apesar de que no bastante, o que dificultou um pouco e momento da prova a temperatura acabou me atrasando em relação ao e stava m u i to b a i xa e ve nta n d o primeiro colocado” disse Lucas.

Atletas FEPI participam do Circuito NCor – Corrida de rua Os atletas FEPI Lucas Ramon Roque da Silva e Lucas de Oliveira Domingos disputaram a corrida de rua do Circuito NCor que aconteceu no dia 26/03 e foi organizada pelo Núcleo de Cardiologia de Itajubá - NCor. Segundo os organizadores do evento, o obje"vo principal da compe"ção foi o de conscien"zar o público quanto a importância da a"vidade ( sica na saúde geral, principalmente a cardíaca, conciliando não só os treinos tá"cos e específicos, mas também o acompanhamento fi s i o l ó g i c o , p o s s i b i l i t a n d o conhecimento sobre o corpo para o alcance de níveis mais elevados dentro do esporte sem comprometer a saúde. Lucas Ramon Roque da Silva terminou a prova na 5ª colocação e

Agradeço o também Atleta FEPI Lucas Ramon por todas dicas e apoio aos treinamentos, a equipe da Academia FEPI pelo apoio no treinamento de fortalecimento muscular e principalmente a FEPI por me conceder o p ra ze r d e r e p r e s e n t a - l a n a s compe"ções em que par"cipo e pelo incen"vo a pra"ca espor"va” disse Lucas Domingos. Lucas Domingos na 19ª. A prova foi bem disputada, como contou Lucas Domingos, foram quase 200 atletas de ambos os sexos, percorrendo uma distância de 5km com largada e chegada em frente ao teatro municipal. “Compar"lhei a chegada com o Prof. Evaldo Renó, que esteve comigo lado a lado até a linha de chegada.

Lucas Ramon destacou "Mesmo não subindo no pódio fiquei feliz com a 5ª colocação geral, pois, disputei com corredores muito capacitados. Meu obje"vo principal é sempre melhorar e baixar o tempo gasto no percurso e assim, representar melhor a ins"tuição. Agradeço a FEPI por toda a ajuda e incen"vo, e por estar sempre disponibilizando meios para melhoria no desempenho dos seus atletas”.

Atleta FEPI Samuel Juliano é campeão da Copa Itanhandu de Judô 2017 No dia 25/06 o atleta e aluno do Curso de Educação Física, Samuel Juliano da Silva, foi campeão da Copa Itanhandu de Judô 2017. O obje"vo da compe"ção é para a preparação do Campeonato Mineiro, que dará vaga para o Brasileiro Estadual deJudô. “Gostaria de agradecer a ins"tuição e todos os envolvidos pelo programa Bolsa Atleta, pois essa parceria é de extrema importância pra mim e para todos os outros atletas FEPI, em questão de ensino e aprendizado que a FEPI nos proporciona”, disse Samuel. A FEPI parabeniza Samuel Juliano pela conquista e deseja ainda mais sucesso nos próximos campeonatos.

20


Samuel Silva conquista 3ª colocação em preparatório para o Campeonato Mineiro Contabilizando mais um resultado posi"vo, o Judoca e Atleta FEPI, Samuel Juliano da Silva que é aluno do curso de Educação Física, conquistou o terceiro lugar no pódio do Torneio Bushido de Itapira – SP, na categoria sênior.

Judô - (FPJ) e contou com 400 atletas de al&ssimo nível. “lsso veio agregar no meu aprendizado dentro do esporte fazendo com que meu nível compe""vo aumente a cada desafio, dentro e fora do tatame. Agradeço a ins"tuição pela parceria e pela oportunidade de me preparar e estudar. Obrigado a todos pela atenção, que venham mais campeonatos porque "O judoca não se aperfeiçoa para lutar, luta para se aperfeiçoar" concluiu Samuel.

A compe"ção aconteceu no dia 21/05 no ginásio poliespor"vo "Itapirão" e é um preparatório para o Campeonato Mineiro que, por sua vez, garante vaga para o Brasileiro. O atleta relatou que a compe"ção foi realizada pela Federação Paulista de

Lucas Ramon alcança terceiro lugar na 15º Corrida de Rua “Parabéns Cambuí” O aluno do curso de Engenharia Civil e Atleta FEPI, Lucas Ramon Roque da Silva contabilizou mais um resultado posi"vo, a terceira colocação na 15º Corrida de Rua “Parabéns Cambuí” na categoria de 16 a 29 anos e a 16º colocação no geral. A compe"ção que aconteceu no dia 21 de maio em comemoração do aniversário de 125 anos de existência do município de Cambuí – MG, teve o percurso de 11 Km, e a par"cipação de mais de 500 atletas, representando cerca de 48 cidades do Sul de Minas, dentre eles, no pelotão de frente, marcaram presença atletas da elite

profissional brasileira, como contou Lucas. “O percurso foi bem variado com terreno de asfalto, chão ba"do, bloquetes, aclives e declives acentuados. Fiquei grato e sa"sfeito pelo resultado alcançado. Esse "po de prova mais disputado é sempre uma ó"ma oportunidade de medir o real condicionamento, em comparação com atletas profissionais. Apesar de ser um desafio muito grande é muito bom estar ao lado de corredores do mais alto nível e com isso, poder aprender muito mais sobre a prá"ca da corrida que é um esporte fascinante”

relatou o corredor que concluiu agradecendo o apoio do Centro Universitário de Itajubá – FEPI: “Agradeço a FEPI por todo suporte que tenho recebido. É sempre um prazer levar o nome da ins"tuição para as compe"ções nas cidades da região”.

Samuel Silva participou do Campeonato Brasileiro Regional III em Vitória – ES, no ginásio Tancredão. Apesar de não conseguir subir ao pódio, Samuel celebrou a experiência ob"da. “É o segundo Brasileiro que par"cipo e a compe"ção estava em um nível al&ssimo com atletas da seleção de base e da seleção principal, tais como: Luciano Correa, Ketleyn Quadros, Alex Pombo e outros. O campeonato contou com representantes de quatro Estados: Bahia, Vitória, Minas Gerais e Rio de Janeiro”. O atleta conta com o apoio da FEPI que custeou a viagem e estadia, além de ceder a academia e profissionais para auxiliar o atleta quanto aos treinamentos. “Fiz valer cada minuto lá no tatame para representar a FEPI o Estado de MG, minha cidade, família, amigos da faculdade e todos que estavam torcendo por mim obrigado pelo carinho pelas mensagens de força” concluiu o judoca.

21


Atletas do Futsal Feminino abrem vantagem na 1ª etapa dos Jogos Universitários O "me de futsal feminino da FEPI mais uma vez se destacou com duas vitórias, começando os Jogos Universitário com grande vantagem. A compe"ção que aconteceu dos dias 05 a 07 de maio, contou com a p a r "c i p a ç ã o d a U N I F E I – Universidade Federal de Itajubá, FDSM - Faculdade de Direito do Sul de Minas, INATEL - Ins"tuto Nacional de Telecomunicações e o "me do Centro

Universitário de Itajubá – FEPI foi o grande destaque goleando o "me do INATEL e FDSM. A próxima etapa dos jogos será em setembro no poliespor"vo da UNIFEI, como informou a goleira Jussara Borges que disse: “Sempre com ó"mos resultados vamos em busca de mais um &tulo para a ins"tuição, agradeço a FEPI por toda a colaboração”.

Lucas Ramon Roque da Silva garante a 2ª Colocação na categoria de 20 a 24 anos da 5ª Corrida dos Amigos O Atleta FEPI e aluno do curso de Engenharia Civil Lucas Ramon da Silva, conquista mais resultados sa"sfatórios, dessa vez na 5ª Corrida dos Amigos que aconteceu no dia 12/03 em Santa Rita do Sapucaí – MG, onde conseguiu a 2ª colocação em sua categoria (20 a 24 anos) com o tempo de 41 minutos e 48 segundos; e a 17ª posição na classificação geral. Conforme contou o atleta, a compe"ção foi dividida em duas modalidades: 5 km e 10,7 km; os dois percursos saíram do mesmo local, com os corredores largando juntos do mesmo ponto e separando-se ao longo do trajeto. “O percurso foi em sua

maior parte em estrada de terra, e boa parte dele em terreno irregular, com muitos aclives e declives, tanto para o trajeto de 5km como para o de 10,7km”. “Quero agradecer a FEPI por todo apoio e suporte que me tem dado no atle"smo. Espero evoluir cada vez mais para poder representar melhor a ins"tuição. Parabenizo o outro atleta FEPI, Lucas de Oliveira que também correu essa prova, mas na modalidade de 5km”. O evento que está em sua 5ª edição esse ano contou com a par"cipação de mais de 400 atletas de toda região, dentre eles "nham atletas de elite.

Lucas Ramon conclui corrida do 54º aniversário de Piranguçu em 4º lugar O corredor Lucas Ramon Roque da S i l v a fi n a l i z o u a c o r r i d a e m comemoração ao 54º aniversário de Piranguçu – MG em 4º lugar na classificação geral.

A compe"ção aconteceu no dia 04/03 e consis"u em uma corrida rús"ca em sua maior parte em estrada terra, com percurso de aproximadamente 9km, contando com a par"cipação de vários atletas de várias cidades da região, como Itajubá, Brasópolis e da própria cidade de Piranguçu. O atleta FEPI e aluno do curso de Engenharia agradeceu a apoio da ins"tuição, e celebrou o resultado sa"sfatório: “Fico grato por estar representando o Centro Universitário de Itajubá - FEPI e agradeço a todos que de alguma forma me apoiaram”.

22


FEPI recebe a visita dos veteranos da 1ª turma de Engenharia Civil Emoção, bom humor e muitas histórias marcaram o reencontro da 1ª turma do curso de Engenharia Civil do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, que aconteceu na manhã de sábado dia 29/01. O momento nostálgico reuniu cerca de 30 ex-alunos, sendo em sua maioria da 1ª turma do curso de Engenharia Civil, um dos mais tradicionais da ins"tuição e da região do Sul de Minas. Para o Eng. Leonardo Lemos, o idealizador do encontro, o momento foi único e muito esperado. “Foi uma emoção muito grande, foi muito bom estarmos juntos e aqui na FEPI; criamos o grupo no ano passado e a vontade de realizar o encontro enfim deu certo, a ideia agora é integrar outras turmas também” disse Lemos, que elogiou a estrutura da FEPI frisando: “achei maravilhosa, estamos encantados”. Catarina Luiza de Araújo, também da 1ª turma, contou que há muito tempo não via boa parte dos colegas, mas que a conexão entre eles foi i n sta n tâ n e a : “ N ã o p a re c e q u e es"vemos todo esse tempo sem nos vermos, foi uma emoção muito grande e encontrar ins"tuição com uma estrutura de grande qualidade, com tanto capricho, foi uma alegria enorme também, é bom saber que fazemos parte dessa história. A recepção que "vemos por parte da coordenação da FEPI foi igualmente especial, não temos como agradecer, já estamos

ensaiando a comemoração dos 40 anos de formados!” contou Catariana Luiza que atualmente mora no Rio de Janeiro – RJ. De acordo com a Pró-reitora Acadêmica da FEPI, profª Magda Nascimento Rochael, essa é uma ocasião muito significa"va para FEPI. “Foi um prazer para nós recebê-los aqui, serão sempre muito bem-vindos; afinal, são bons representantes da nossa história que estão a tanto tempo fazendo a diferença no mercado de trabalho declarou a Pró-Reitora. Para o coordenador do curso de Engenharia Civil, Prof. Demarcus Werdine: “Foi uma manhã inesquecível. Foi com grande alegria e entusiasmo que recebemos alunos formados em nossa ins"tuição há mais de 30 anos. Visitaram os laboratórios do curso de Engenharia Civil e ficaram perplexos com a qualidade deles.

Também ficaram muito surpresos com o crescimento da ins"tuição e muito felizes em saber que o curso de Engenharia Civil ainda tem formado um grande número de alunos para o mercado de trabalho. Sem dúvida foi uma manhã memorável para todos”, afirmou. História. Em 1973 houve a criação da Faculdade de Engenharia Civil de Itajubá, que alavancou o curso. Em 2 0 0 1 h o u v e a u n i fi c a ç ã o d a s Faculdades e com a ação do Governo do Estado de Minas Gerais, pelo Decreto nº 41.595, foi credenciado o Centro Universitário de Itajubá. Desde então, a FEPI segue desenvolvendo-se afim de cumprir sua missão, que é a de contribuir para o desenvolvimento educacional, social e econômico em âmbito regional, estadual e nacional.

23


Ex-alunos de Engenharia Civil promovem encontro para celebrar os 20 anos de formatura O sábado dia 29/04 foi de emoção e nostalgia no Centro Universitário de Itajubá – FEPI devido ao encontro de 20 anos dos ex-alunos do curso de Engenharia Civil. No encontro, es"veram presentes também, os familiares dos ex-alunos formados em 1997 e, por alguns instantes, todos puderam viajaram no tempo recordando de momentos que os marcaram para sempre, por meio de fotografias e histórias. A reitora da FEPI Prof.ª Cidélia Maria Barbosa Lima e a Pró-reitora A c a d ê m i c a M a g d a C r i s "n a Nascimento Rochael, recepcionaram os ex-alunos que inicialmente, visitaram a ins"tuição; em seguida reencontraram o prof. Mário Vitor Pinheiro que os recebeu em sala de aula; iden"ficaram a placa comemora"va da turma e, posteriormente, par"ciparam de um café oferecido pela FEPI.

maravilhosa, fomos acolhidos com carinho desde o momento que procurei a ins"tuição, foi fantás"co”. Francisco Alberto de Oliveira Neto, que fez parte do Diretório Acadêmico na época em que estudou na FEPI também expressou a alegria de retornar à ins"tuição: “Rever os amigos foi fabuloso, ver que a FEPI está no rumo certo, crescendo, prosperando, nos dá muita alegria. Nossa turma foi muito atuante na época e agora estamos orgulhosos de saber que fazemos parte dessa história de sucesso’’. A Reitora Prof.ª Cidélia Maria Barbosa Lima salientou que o Centro Universitário de Itajubá – FEPI faz questão de receber seus ex-alunos pois é uma grande oportunidade de constatar a atuação do profissional graduado pela ins"tuição. Além da oportunidade de refazer laços, temporariamente rompidos,

reatando contatos para trocas valiosas e reafirmou: “A FEPI está de portas abertas para receber todos os seus exalunos, nos sen"mos felizes e honrados tendo-os novamente aqui”.

Sobre a emoção de retornar à FEPI e rever os colegas, o idealizador do encontro, Roberto José Silva Costa disse: “É inexplicável, uma emoção muito grande rever os colegas, com suas famílias, encontrar todos bem; ver a FEPI com toda essa estrutura, lembrar do que era antes e o que se tornou, ver que o trabalho dos professores e do corpo administra"vo tem sido de alto nível de excelência nos dá muito orgulho. Já temos orgulho de ter estudado aqui e hoje isso se potencializou. A recepção foi

Alunos do 5º período da Engenharia Civil apresentam trabalho de pesquisa na disciplina de Obras de Terra Nos dias 29 e 31 de maio os alunos do 5º período do curso de Engenharia Civil da FEPI apresentaram seus trabalhos de pesquisa sobre Muros de Arrimo, Barragens de terra, Aterro sobre solos moles, Ensaios de Resistência a Cisalhamento de Solos e Deslizamento de terra, desenvolvidos na disciplina de Obras de Terra. O obje"vo desses trabalhos é, além de adquirir conhecimentos ligados a essa área, incen"var a pesquisa e a iniciação cien"fica dos alunos. Eles foram orientados pelo professor Mario Vitor Pinheiro que ministra a disciplina.

24


Curso de Engenharia Civil realiza semana acadêmica A Semana Acadêmica do curso de Engenharia Civil do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, aconteceu dos dias 22 a 24/05, encerrando-se com o Tradicional Torneio Ponte de Macarrão, que está em sua 11ª edição. Na abertura do evento a Reitora Cidélia Maria Barbosa Lima lembrou que, esse ano o curso de Engenharia Civil completa 44 anos de existência. “É um curso bastante experiente, daqui s a í ra m m u i to s p ro fi s s i o n a i s d e excelência graças ao empenho dos professores, coordenadores e alunos, e é uma honra recebermos, para a palestra de abertura, um dos profissionais que fez parte da primeira t u r m a d o c u rs o, o E n g e n h e i ro Fernando Rosa” disse a Reitora. Ela agradeceu os alunos, especialmente os envolvidos na organização do evento: “Faz parte das nossas a"vidades profissionais o planejamento e organização, vocês estão treinando uma importante habilidade profissional”. E por fim, aconselhou: “Aproveitem essa a"vidade extraclasse para desenvolver novos conhecimentos e aprimorar o que aprenderam, essas são oportunidades muito ricas de crescimento profissional”. Na primeira palestra in"tulada “Gerenciamento de Empresas e Obras – Casos Reais”, Fernando Rosa pode dividir com os alunos experiências p r o fi s s i o n a i s , d e s t a c a n d o a o s principais desafios, dificuldades e conquistas em sua carreira. Ele mostrou fotos dos empreendimentos dos quais foi responsável, dentre eles grandes edi( cios em áreas comerciais

de capitais, usinas hidrelétricas, pequenas centrais hidrelétricas etc. E l e c i to u ta m b é m o s documentos que um profissional da engenharia civil precisa conhecer, falou da importância de atentar sempre para a questão ambiental, levando em conta as exigências de cada localidade, bem como a legislação municipal, estadual e federal, dentre outras experiências. No segundo dia de evento no período da manhã foram ministradas as palestras técnicas: “Pesquisa e Desenvolvimento dos Recurso Hídricos Nacionais”, com o ex-aluno FEPI, Prof. Dr. Carlos Barreira Mar"nez; “Perícia na Construção Civil”, com o Eng. Clemenceau Saliba e Marcos Gervásio; “Introdução ao BIM” com a Arquiteta Claudia Campos Ne+ o; e “Seguro no Mercado da Construção Civil” com Norberto Barros. No período da tarde, os alunos puderam par"cipar dos minicursos oferecidos: Planejamento de Obras com MS Project, com a profª Simone Sigoli; Segurança do trabalho: Trabalho em altura na Construção Civil – NR 35, com Marcelo C. Cândido; Arquitetura de Interiores, com a arquiteta e professora Cláudia Alliprandini; Construção sem orçamento: Qual o tamanho desse problema?, com o Prof. Dr. Vander Alkmin; A importância da engenharia nos Projetos de Hidrelétrica, com o eng. Helmo Lemos; e Projeto Rodoviário Básico no Civil 3D, com Prof. Rafael Colucci.

E no dia 24/05 foi o dia dos alunos exporem seus projetos no XI Torneio Ponte de Macarrão que elegeu as melhores nas categorias: Inovação Arquitetônica e Fator Desempenho. Além dessa compe"ção, foi eleito também, o novo logo"po do curso, escolhido por meio de votação entre os alunos. O aluno Pedro Lanza celebrou a v i tó r i a n o X I To r n e i o Po nte d e Macarrão, e ressaltou que a paciência, companheirismo e aplicação das teorias vista em sala de aula foram imprescindíveis para o sucesso do projeto. A ponte construída pela equipe de Pedro, suportou 65 kg de carga. Para o coordenador do curso, Prof. Me. Demarcus Werdine o evento foi de muita aprendizagem. “Neste ano, a Semana da Engenharia Civil contemplou diversas a"vidades, agregando conhecimentos técnicos nas várias áreas da construção civil. Além das palestras, "vemos também vários minicursos ministrados por renomados profissionais e professores do curso. Sobre o XI Torneio “Ponte de Macarrão”; o coordenador falou: "Indiscu"velmente este evento é histórico no curso. Na sua 11ª edição "vemos pontes construídas com muita cria"vidade e dedicação. Uma das novidades deste evento foi o concurso do logo da Engenharia Civil. Tivemos a par"cipação de quatro equipes as quais se empenharam em buscar, com qualidade, uma marca registrada para o curso. Foram dias muito proveitosos! Agradeço a par"cipação de todos que contribuíram para que a Semana da Engenharia Civil da FEPI alcançasse seu obje"vo superando a qualidade dos trabalhos”. Concluiu o coordenador.

25


Aluno de Engenharia Civil recémformado terá trabalho de pesquisa publicado na Revista Brasileira de Energias Renováveis Parabenizamos o recémgraduado do curso de Engenharia Civil, Thales Daniel dos Santos Fonseca, orientado pelo Prof. Dr. Leopoldo Ribeiro Junior, pelo seu trabalho de conclusão de curso in"tulado "Avaliação da Viabilidade

de Implantação Técnica e Econômica de Uma Usina de Reciclagem de Resíduos Sólidos Da Construção Civil em Itajubá-MG”, o qual foi aceito para publicação da edição especial da R e v i s t a B ra s i l e i ra d e E n e r g i a s Renováveis.

Aluno da Engenharia de Produção da FEPI tem artigo aprovado no 4º Congresso Internacional de Desenvolvimento da Engenharia Industrial O aluno Éderson Diogo Dias do 9º período de Engenharia de Produção da FEPI, teve seu ar"go aprovado no 4º CIDEI (Congresso Internacional de Desenvolvimento da Engenharia Industrial) e, com o apoio financeiro da FEPI, esteve entre os dias 30 de Maio e 01 de Junho em Joinville-SC, para fazer a apresentação do seu trabalho in"tulado “Proposta de Aplicação do Programa 5S de Qualidade Total em uma Fazenda de Gado de Corte”, cujos experimentos foram realizados numa

fazenda em São José do Alegre-MG. O ar"go teve a orientação do Prof. MSc. Valdinei de Paula Rodrigues e contou com a aplicação de um conceito muito u"lizado nas indústrias, que é o programa 5S de Qualidade Total, tal proposta atraiu o interesse de diversas pessoas durante a apresentação e o a l u n o p r e t e n d e c o n "n u a r aprimorando seus conhecimentos na aplicação de conceitos vistos no curso de Engenharia no ambiente rural.

Alunos dos cursos de Engenharia visitam a usina hidrelétrica de Itaipu Dos dias 11 a 14/05 os alunos dos cursos de Engenharia Elétrica, Eng. de Produção, Eng. Civil e Eng. Mecânica, acompanhados do coordenador do curso de Engenharia Elétrica Prof. Tiago Rodrigues "veram a oportunidade de conhecer a Usina Hidrelétrica de Itaipu. A Usina Hidrelétrica Binacional u"liza os recursos hídricos do Rio Paraná, na fronteira entre o Brasil e o Paraguai e toda a energia produzida é dividida entre os dois países. A Usina de Itaipu é a segunda maior hidrelétrica do mundo, e líder mundial em produção de energia limpa e renovável.

26


Alunos do curso de Engenharia Elétrica realizam visita técnica em Laboratório de Alta Tensão Dia 01 de junho os alunos do 3º período do Curso de Engenharia Elétrica do Centro Universitário de Itajubá – FEPI visitaram o LAT - Laboratório de Alta Tensão. Vinculado à UNIFEI, o LAT realiza pesquisas para empresas do setor elétrico na área de desempenho de equipamentos e componentes para redes de média e alta tensão, mantendo pesquisas de mestrado e doutorado em áreas correlatas à alta tensão, além de oferecer ao setor privado a possibilidade de execução de ensaios por solicitação de terceiros. Durante a visita os alunos "veram acompanhamento dos professores: Me. Lucas Ramalho de Lima e Dra. Lidiane Gomes da Silva.

A importância do estudo da química na engenharia elétrica é justi$cada em palestra ministrada aos alunos do 1º período O por que estudar química no curso de engenharia Elétrica? A indagação foi respondida na palestra sobre Polímeros Condutores ministrada pelo Eng. Raphael Felca Glória, aos alunos do curso de Engenharia Elétrica do Centro Universitário – FEPI, no dia 12/05. Ao sair um pouco do convencional, e apresentar o conteúdo em forma de palestra, “foi possível fazer com que os estudantes renovem o interesse pela disciplina, sigam mais mo"vados e um olhar além dos livros os aproxima melhor do mercado de trabalho” declarou a professora Aline Tathyana Alves Felca, que propôs a a"vidade extracurricular. “Sugerir que o tema fosse apresentado por meio de um profissional da área de Materiais para Engenharia, visa incen"var os alunos ingressantes a olharem os diversos campos de atuação da sua futura profissão. Além disso, demonstrar a

interdisciplinaridade da Química com a Engenharia Elétrica em um mundo onde não há mais áreas atuando isoladamente” completou a professora. A ideia foi aprovada pelos alunos, como destacou a representante da turma, Karen Barreto: “O palestrante veio com um tema atual, curioso e muito mo"vador, o simples fato de demonstrar os campos de atuação na engenharia elétrica e como ela agrega várias áreas é incrível e muito i n s p i r a d o r. N a p a l e s t r a f o r a m abordados os polímeros condutores e

novas tecnologias como o LED. O palestrante além de ser bem claro e obje"vo em sua palestra, demonstrou muito bem a tecnologia, as áreas empregadas e os avanços tecnológicos. Estou ansiosa pelas próximas palestras”. O coordenador do curso Tiago Rodrigues dos Santos Nogueira parabenizou a inicia"va, segundo ele a"vidades como esta são essenciais para o enriquecimento da formação acadêmica e visam agregar experiências de variados especialistas aos nossos discentes.

Coordenador do curso de Engenharia Elétrica tem artigo publicado na revista Setor Elétrico Tiago Rodrigues dos Santos Nogueira coordenador e professor no curso de Engenharia Elétrica da FEPI, publicou um ar"go na revista especializada Setor Elétrico, edição de janeiro de 2017.

27


Na visão de organizadores a VI SIETEC superou edições anteriores A Semana da Informação, Engenharias e Tecnologia – SIETEC desse ano, aconteceu nos dias 25 e 26 de maio, e contou com as compe"ções: Sumô de Lego, Robocode, Maratona de Programação e Robô Seguidor de linha. Conforme esclareceu o coordenador do curso de Engenharia Mecânica, Prof. Dr. Márcio de Oliveira, o obje"vo da SIETEC é fomentar compe"ções sadias, preparando os alunos para compe"ções regionais e nacionais. Na abertura do evento o Vice-ReitorProf. Erwin Rolf Mádisson Junior ressaltou um dos principais pontos desenvolvidos nas compe"ções, o trabalho em equipe. “Espero que todos entendam que estão se preparando para uma carreira profissional, esse evento visa ampliar os co n h e c i m e nto s n a á re a d e p ro g ra m a çã o, m a s , principalmente, auxiliar quanto ao trabalho em equipe. Trabalhar em equipe é di( cil, mas enriquecedor, e o

mercado de trabalho nos exige essa capacidade” disse o Vice-Reitor. Para a aluna Gabriela Junqueira Fonseca do 5º período do curso de Eng. Mecânica e vencedora da compe"ção Sumô de Lego com o robô “Michael Dougras”, valeu a pena par"cipar de mais uma edição do evento: “Gosto muito de par"cipar, faço parte desde o primeiro ano, mas é a primeira vez que monto um robô. Tive ajuda de colegas do curso de Sistemas e Engenharia de Produção e foi muito legal ganhar” contou a aluna que relatou também, que a compe"ção a ajudou a entender mais e a gostar de programação. Na visão do Professor Ney Candido, que narrou e julgou algumas compe"ções, o evento superou os anteriores: “É o terceiro ano que par"cipo e essa compe"ção sem dúvidas foi a melhor de todas, os robôs funcionaram perfeitamente, nenhum falhou e as lutas foram muito disputadas enfim, foi maravilhoso” celebrou o professor.

Con$ra os vencedores da SIETEC 2017

28


Dos dias 17 a 19 de maio foi realizada a Jornada Universitária Farmacêu"ca – JUFAR do curso de Farmácia do Centro Universitário de Itajubá – FEPI. Durante o encontro ocorreram palestras, minicursos de capacitação, além da mesa redonda. A semana do curso foi intensa em a"vidades; no primeiro dia do evento, foram ministradas as palestras: Biotecnologia e a Produção de Fármacos e Vacinas com a farmacêu"ca Drª Amanda Natalina de Faria, e Implantação de Fitoterapia no Município, com a farmacêu"ca Ma. Gabriella Guimarães. Na quinta-feira foi ministrada pela profa. Laiz Furlan a palestra sobre Abordagens sobre a pesquisa cien&fica no cenário nacional e, em seguida, foram expostos os trabalhos feitos nas disciplinas de Tecnologia Farmacêu"ca e de Cosmetologia das alunas do 7º período. Encerrando a semana, importantes reflexões foram realizadas com a mesa redonda sobre É"ca na Profissão Farmacêu"ca que contou com a par"cipação do Prof. Me. Marco Antônio Olivas, Alberto Álvaro M. Moreira do Conselho Regional de Farmácia de Minas Gerais e Sheila Nogueira da Vigilância Sanitária. Todos os dias do evento, aconteceram também os minicursos: Química Forense, Urinálise, Teórico Prá"co de Injetáveis, Atenção Farmacêu"ca, Acupuntura. De acordo com a coordenadora do curso, Profa. Dra. Amanda de Carvalho Pereira Moraes “a JUFAR acontece com o obje"vo de agregar conhecimentos para os alunos, profissionais farmacêu"cos e da área da saúde que já estão no mercado, proporcionando possibilidades de aperfeiçoamento diferentes áreas da farmácia”. Na visão do aluno Sandro Mota do 5º período, “essa jornada é muito importante do ponto de vista dos alunos pois traz novos conhecimentos sobre as inovações tecnológicas e cien&ficas, troca de informações. Faço parte da comissão organizadora do evento há três anos, e ver esse aproveitamento, o que "vemos com a coordenação e próreitoria, o incen"vo que a FEPI nos dá, visando o progresso cien&fico dentro da ins"tuição, é muito sa"sfatório”. Ao todo 75 alunos par"ciparam do evento que, de acordo com os organizadores, cresce em qualidade e público.

29


Aula Magna do curso de Farmácia aborda Ética nos relacionamentos Na segunda-feira (13/02), estudantes do curso Farmácia do primeiro e terceiro períodos par"ciparam da Aula Magna no auditório Prof. Antônio de Oliveira Rosa. A aula foi ministrada pelo professor Marcos Antônio de Olivas, e teve como tema: “A é"ca do relacionamento: a inteligência interpessoal na atuação do profissional de farmácia”. O professor falou da importância das relações interpessoais, da autocrí"ca, de inves"r em uma boa rede de relacionamentos e, tão relevante quanto isso, cul"var esses contatos. “Não devemos permi"r que pessoas doentes nos adoeçam, mas temos que entender que o fim de tudo que fazemos é o ser humano” ressaltou o Prof. Olivas. A coordenadora do curso, profa Amanda Moraes, comentou a respeito da importância com que encaram o ensino da é"ca na graduação, e lamentou alguns maus exemplos de conduta profissional. “Na faculdade e na vida passamos por momentos conflitantes que colocarão à prova nossa postura; acredito que a falta de é"ca tem relação com a carência de discussões sobre esse tema na graduação”. Na visão da Aluna do 1º período, Haline Costa Vieira, a aula Magna foi de grande valia: “O assunto tratado é muito importante, são questões que temos que prestar atenção sempre, achei bastante interessante, gostei muito”. Além da palestra, os alunos responsáveis pela Farma Júnior (Empresa Júnior do curso) apresentaram o projeto aos colegas, que é mais uma frente de trabalho do curso de Farmácia visando o desenvolvimento da visão empresarial dos alunos. Além dos produtos produzidos, os integrantes da Farma Júnior, são os responsáveis por toda organização da Jufar – Jornada Universitária Farmacêu"ca.

Professor do curso de Farmácia da Fepi publica 5 estudos em congressos no Brasil e exterior O professor Me. Valdomiro Vagner de Souza, do curso de Farmácia do Centro Universitário de Itajubá - FEPI, teve cinco resumos aceitos para publicação em congressos, a maioria, internacionais. Os estudos, realizados na Universidade de São Paulo (USP), onde o professor desenvolve seu doutorado e em parceria com outras ins"tuições: (Departamento de Engenharia de Materiais, da EEL-USP e UNIFESP-SP), envolvem sistemas poliméricos para aplicações biológicas e de alta tecnologia, como: - Polymers For Gene Delivery: Complexa"on And Transfec"on Of Plasmid Dna Into E. coli DH5α e;

30

- Polymeric Materials Based In Methacrylate Designed To Gene Delivery, que tratam de sistemas ar"ficiais que prometem ser novas ferramentas em biologia molecular; desenvolvidos para transfecção de genes em bactérias.

- Complexa"on Studies Of Polymers With Dna And Gene Delivery Assays Into E. COLI DH5α , que será apresentado na 46ª Reunião Anual da Sociedade Brasileira de Bioquímica e Biologia Molecular, em águas de Lindóia, SP.

- Obtenção De Nanopar&culas De Pmma-b-dmaema Para Sistemas De Liberação Controlada De Moléculas Bioa"vas, envolvendo o estudo de materiais poliméricos para drug delivery. Estudo realizado em parceria com equipe de pesquisadores da UNIFESP-SP em 2016, apresentado no I Simpósio Nacional de Nanobiotecnologia, em Belo Horizonte, MG

- Synthesis And Characteriza"on Of Two Poly (dimethylaminoethylmethacr ylate-blockpolystyrene) Copolymers Designed For Polymersomes Forma"on, cujos resultados serão apresentados em julho no Fron"ers in Polymer Science 2017, em Sevilha,na Espanha. O professor Valdomiro agradece a toda comunidade FEPI, pelo apoio e incen"vo.


Curso de Fisioterapia da FEPI tem trabalho aceito no Congresso Internacional O trabalho in"tulado “Avaliação da Dor Lombar Crônica em Pra"cantes de M u s c u l a ç ã o U "l i z a n d o o s Instrumentos Rolland Morris e Oswestry ” desenvolvido pelo Professor Danilo Barbosa e o ex-aluno Lucas Amaro Salsa Ferreira, foi aceito no Con gresso Intern acion al de Fisioterapia que acontecerá na África do Sul, Cape Town, dos dias 2 até 4 de julho de 2017. O professor destacou que, ao orientar um trabalho de conclusão de curso, as expecta"vas são sempre que os resultados do estudo contribuam para a melhoria na qualidade de vida das pessoas. “Esse estudo representou uma sensação de dever cumprindo, pois foi um levantamento que pode co nt r i b u i r co m o s m i l h a re s d e p ra "c a n t e s d e a "v i d a d e ( s i c a (musculação), fazendo com que estes

compreendam melhor o sen"do da “dor” e sua relação direta com a musculação” disse o professor Danilo Barbosa. Mais do que apenas ser prérequisito para que o aluno se forme, “os trabalhos de conclusão de curso são de suma importância quando estes a"ngem patamares nacionais e internacionais, os alunos se envolvem completamente no desenvolvimento desses estudos, e muitos descobrem a par"r de então que podem con"nuar seus estudos em mestrado e doutorado” completou o professor. O ex-aluno do curso, Lucas Amaro, formado em 2016, disse que tem sido um grande prazer contribuir um pouco com a profissão e celebrou: “Isso significou muito para mim, uma grande conquista na minha carreira

profissional e uma vitória muito grande; o aceite em um congresso é muito importante para um profissional, porém um congresso internacional, tem um valor maior. Tudo isso não seria possível se não "vesse o apoio do meu orientador prof. Danillo Barbosa que se dedicou ao máximo para que tudo isso fosse possível, ao coordenador prof. Luís Henrique por todo apoio e todo ensinamento, a FEPI por todo apoio e estrutura para que tudo isso fosse possível” disse o ex-aluno. O curso de Fisioterapia da FEPI tem incen"vado o desenvolvimento de estudos como este, o coordenador e os professores proporcionam todo apoio necessário, para que estudos sejam divulgados em congressos de alto nível, levando o nome da ins"tuição e do curso de Fisioterapia para outros países.

Fisioterapia com Café é realizado na FEPI Com a proposta de fomentar debates mais descontraídos sobre temas trabalhados no curso, a LAFREST - Liga de Fisioterapia Respiratória e Tabagismo e a coordenação criaram o evento “Fisioterapia com Café” sendo que o primeiro da série, “Café com asma”, aconteceu no dia 25/04. O evento contou com duas rápidas palestras, ministradas pela médica pediatra Dra. Miriam Corrêa Ferreira, especialista pneumologia infan"l, e pelo fisioterapeuta Dr. Juscelino Sérgio Amâncio, especialista em fisioterapia respiratória, em seguida, ao redor de uma mesa o coordenador do curso de Fisioterapia prof. Dr. Luís Henrique Sales Oliveira conversou com os convidados sendo mediador do debate no qual foram respondidas dúvidas dos alunos e, explicados de forma mais profunda, assuntos como o uso de medicamentos, melhores tratamentos e a fisioterapia respiratória nesses pacientes. Para a aluna e presidente da Liga, Isabel Cris"na San"ago Rosa, do 9° período, a liga acadêmica proporciona uma vivência única aos alunos; “ser o rga n i za d o r d o eve nto, é u m a

experiência que nos desafia pois não é f á c i l d e fi n i r t e m a s , e n c o n t r a r palestrantes e reunir o público alvo, mas é um privilégio em poder par"cipar e ter a oportunidade de me envolver na organização desses eventos” disse a aluna. Ela relatou também que o interesse dos alunos foi algo que os surpreendeu. “Tivemos muitos inscritos

e essa par"cipação do curso com certeza nos mo"va a criar mais eventos, e claro, aprender muito” destacou a aluna. O coordenador do curso apontou a necessidade de atualização em temas persistentes como a Asma e ressaltou a fundamentação maior de todo evento acadêmico; a formação complementar dos alunos.

31


LAFREST realiza ação de conscientização no Dia Mundial Sem Tabaco O Dia Mundial da Luta contra o Tabaco é celebrado todos os anos no dia 31 de maio e, visando auxiliar os alunos no sen"do de conscien"zá-los sobre os riscos decorrentes do fumo, as alunas da LAFREST – Liga de Fisioterapia Respiratória e Tabagismo entregaram folhetos informa"vos aos alunos do período noturno no início das aulas. Também conhecido como "Dia Mundial Sem Tabaco" ou "Dia Contra o Cigarro", a data tem o obje"vo de alertar os fumantes sobre os perigos do tabagismo e para os bene( cios de uma sociedade livre de cigarros. O Dia Mundial Contra o Fumo foi criado pela Organização Mundial da Saúde em 1987. No Brasil, quem organiza as a"vidades de conscien"zação sobre os perigos do tabaco é o Ins"tuto Nacional de Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), um órgão ligado ao Ministério da Saúde. De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), todos os anos cerca de 5,4 milhões de

pessoas morrem por doenças relacionadas com o tabagismo. Além do câncer de pulmão e garganta (os mais comuns), o tabaco ainda pode causar outras consequências desagradáveis, como a queda de cabelo, impotência sexual, dentes e unhas amarelados, dificuldades respiratórias, redução da expecta"va de vida, entre outros efeitos danosos. A integrante da Liga Acadêmica de Fisioterapia Respiratória e Tabagismo, Isabel Cris"na San"ago Rosa, contou que a ação começou em 2014. “Desde a fundação da liga um dos nossos obje"vos é o de informar melhor a comunidade sobre os male( cios do tabaco, e para isso, focar nos alunos e funcionários que, por sua vez, receberam muito bem nossos flyers, alguns pegaram para levar para parentes que fumam. Nosso obje"vo foi o de deixar claro o quanto o tabaco faz mal para a sociedade não só para os fumantes, mas também para os não fumantes”. O coordenador do curso e pro-

fessor orientador da LAFREST Prof. Dr. Luís Henrique Sales Oliveira salientou que a melhor maneira de evitar grandes rombos no sistema de saúde do país é inves"ndo na prevenção. E neste caso os futuros profissionais de saúde devem contribuir de maneira a"va na prevenção de morbidades, hospitalizações e mortalidades precoces.

Fisioterapeuta recém-formado pela FEPI passa em concurso Ao entrar na faculdade a expecta"va de todo aluno é a de se formar e, logo em seguida, ingressar no mercado de trabalho, sonho realizado por Lucas Amaro Salsa Ferreira aluno recémformado no curso de Fisioterapia do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, aprovado no concurso da Prefeitura de Caraguatatuba - SP.

celebrou Lucas que frisou a contribuição da ins"tuição em todos os aspectos da formação do aluno: “FEPI é uma ins"tuição que realmente prepara a gente, é notável a quan"dade e qualidade de conhecimentos adquiridos aqui. A ins"tuição também dá um suporte aos ex-alunos” disse Lucas que pretende seguir estudando.

Antes da formatura, que aconteceu no dia 04/02, Lucas soube que "nha sido aprovado. Ele será responsável pelo atendimento à população, e também irá responder pelo trabalho de orientações à comunidade sobre assuntos relacionados a sua área de atuação.

Para o coordenador do curso de Fisioterapia, Prof. Dr. Luis Henrique Sales Oliveira, conquistas como essa mostram que o curso de Fisioterapia da FEPI está atualizado em relação as perspec"vas do mercado de trabalho. O bom desempenho dos alunos aliado a atualização e experiência clínica dos professores formam um “casamento“ perfeito para um bom sucesso profissional.

“É uma alegria enorme sair da graduação e já conseguir um emprego”

32


Inaugurada a Liga Acadêmica de Fisioterapia do Trabalho – LAFIT No dia 21 de março, foi realizado no auditório do bloco 100 do Centro Universitário de Itajubá – FEPI o evento de inauguração da Liga Acadêmica de Fisioterapia do Trabalho – LAFIT. A liga conta com a coordenação da profª Gislene Guimarães Garcia Thomazini e com a par"cipação de alunos do curso. As palestras de inauguração foram: “Pesquisa em saúde do trabalhador” e “ Pe r í c i a J u d i c i a l d o Tra b a l h o ”, ministradas pela Profª. Drª Raquel Aparecida Casaro+ o e Drª Cláudia Nammour Rossi respec"vamente. O conteúdo das palestras foram complementares. Foram apresentadas aos alunos as atribuições do trabalho na área, questões ambientais a serem levadas em conta no que diz respeito a s e g u r a n ç a d o t r a b a l h a d o r, a co nt r i b u i çã o d a e rg o n o m i a n o desenvolvimento de produtos mais adequados, pesquisas feitas na área, fatores que fazem com que um fisioterapeuta esteja em empresas e como é o trabalho de um fisioterapeuta que é perito. Na visão da professora Gislene, o evento foi um sucesso: “Essa inauguração foi muito significa"va para nós, afinal uma liga acadêmica é sempre importante. A adesão dos alunos foi excelente, esperamos fazer outros eventos e, posteriormente, trabalhos cien&ficos voltados para e m p re s a s d e I ta j u b á e re g i ã o, envolvendo a comunidade, com o intuito de promover mais qualidade de vida para os trabalhadores, elevando o nome do curso e da ins"tuição”. As palestrantes convidadas também foram surpreendidas com a estrutura do evento, como relataram. “Eu estou surpresa de uma forma posi"va, achei que seria um evento m e n o r. E u p a r "c i p o d e v á r i o s congressos relacionados a área e essa inauguração me surpreendeu pela organização e quan"dade de pessoas

interessadas; estão de parabéns, que venham outros eventos”. Disse a Drª Cláudia Nammour Rossi. A Profª. Drª Raquel Aparecida Casaro+ o também elogiou o evento destacando: “Para mim foi uma experiência muito posi"va, foi ó"mo ver como esse crescimento vai gerar um conhecimento maior por meio dessa liga acadêmica que está se formando”. Ela comentou também que “a liga é promissora no sen"do de que p o d e p r o m o v e r a "v i d a d e s d e extensão, prestação de serviço para a co m u n i d a d e , co m o p o d e ge ra r trabalhos mais cien&ficos, trabalhos de conclusão de curso e ar"gos”. A presença dos alunos até o fim do evento, foi um indicador do interesse e empenho deles. Para a aluna Le&cia de Oliveira Bonifácio, vice-presidente da LAFIT, a experiência trouxe muito aprendizado e amadurecimento para eles. “Certamente foi muito válido estar no outro lado, não como espectador, mas organizando, foi gra"ficante ter conseguido trazer palestrantes renomadas na área, aprendemos muito. Foi um privilégio ter contato com esses profissionais” confirmou a aluna. Sobre mais esse passo do curso de Fisioterapia, o coordenador do prof. Dr. Luis Henrique Sales Oliveira explicou que o intuito da liga é que ela seja a"va, por essa razão, preza por qualidade dos

eventos e trabalhos desempenhados. Ele contou que a primeira liga foi criada em 2013, a segunda em 2015, justamente para que tenham condições de serem efe"vas, e possam expandir o conteúdo aprendido para a comunidade, o que ele pontuou como sendo o principal obje"vo. “Nossa meta é propor ideias, é fazer gestão dando direção para um curso que hoje é maduro, tem 16 anos, conta com uma boa avaliação de ó rgã o s ex te r n o s , s e n d o m u i to conceituado no Estado, em uma região que ainda é pequena” expôs o coordenador. A respeito da área de atuação da nova liga do curso, o prof. Luis Henrique destacou que é promissora, pois tem crescido muito dentro da fisioterapia e há poucos profissionais atuando nessa área. Justamente por isso, há uma disciplina específica sobre fisioterapia do trabalho, o que também não é algo tão comum nos cursos de graduação. “É uma área que merece destaque” concluiu o coordenador. Ao fim das palestras foi feito sorteio de brindes cedido pelos p at ro c i n a d o re s d o e ve nto, fo i oferecido um coffee break aos presentes, e foi possível que os alunos interagissem com as palestrantes e professores convidados.

33


FEPI realiza a XIII Jornada Sul-Mineira de Fisioterapia

A Jornada Sul-Mineira de Fisioterapia do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, chegou a sua 13ª edição levando conhecimentos aos alunos do curso por meio de palestras, minicursos, debates, além de viabilizar novos contatos e troca de experiências nos momentos de confraternização e entretenimento. Abrindo a jornada, o debate sobre “Atualidades em Reabilitação Ves"bular no Tratamento das Ver"gens” foi conduzido pelas professoras: Adirléia M a c h a d o A l ve s , L í d i a C a ro l i n a Nogueira Oriolo e Pâmela Camila Pereira, que apresentaram aos alunos as novidades relacionadas ao diagnós"co e tratamento de ver"gens, bem como estudos relevantes da área. Ainda no primeiro dia do evento, foi inaugurado o Momento Cultural, que contou com a presença do humorista Cléber Rosa, que é atração nas redes sociais, com o conhecido canal do Youtube “Reclamação do Dia”. O poket show "Nói que é Pobre" arrancou risos e gargalhadas do público, por meio das sá"ras inclusive, envolvendo os alunos

34

e professores. No segundo dia do evento, a palestra “Fisioterapia Respiratória no Paciente Neurológico Crí"co” foi ministrada pela fisioterapeuta Dra. Paloma Módena e, em seguida, “Método Pilates no tratamento de Hérnia de Disco” foi abordado pela fisioterapeuta Dra. Fernanda de Souza Silva. Na visão dos alunos, a jornada foi um sucesso, como confirmou Cin"a Maiara Fernandes: “a XIII Jornada foi uma experiência ó"ma, ter par"cipado da comissão organizadora me fez crescer tanto quanto as palestras e os minicursos, o trabalho em equipe e tudo que foi falado vai ser muito ú"l nos estágios. O stand up com o Cleber foi ó"mo, valeu muito ter feito parte da jornada”. O coordenador do curso, Prof. Dr. Luis Henrique Sales Oliveira, agradeceu o e m p e n h o d o s e nv o l v i d o s n a organização do evento e destacou que mais de 80% dos alunos es"veram presentes. Informou ainda, que as

palestras do dia 12, foram ministradas por ex-alunas do curso, ressaltando que a segurança e capacidade técnica que mostraram são um indica"vo do que o curso oferece aos alunos. Ele falou também, dos altos índices de empregabilidade alcançado pelos alunos da Fisioterapia da FEPI, sendo que em 2016 todos os alunos formados conseguiram emprego e em 2015, mesmo com a crise, 80% ingressaram no mercado de trabalho. Cumprindo a proposta de dar aos alunos a oportunidade de ter contato com diversas áreas dentro da fisioterapia e oferecer a eles maior capacitação durante a graduação, no período da tarde foram ministrados os minicursos: Fisioterapia Espor"va nas lesões da ar"culação do quadril, Fisioterapia no Tratamento dos Distúrbios do Sono, Quiropraxia Clínica, Atualização em Fisioterapia Dermatofuncional: Radiofrequência; Imagenologia dos tecidos e Partes Moles do Sistema MúsculoEsquelé"co, Es"mulação Transcraniana por Corrente Con&nua (ETCC).


Curso de Letras promoveu XVI Semana Acadêmica e o DND - Dia dos Namorados Diferente De 12 e 13 junho foi realizado a XVI Seletras – Semana Acadêmica do curso de Letras do Centro Universitário de Itajubá, evento trouxe aos alunos, ex-alunos e convidados temas relacionados ao ensino de Línguas: Desafios e Mudanças. O tema do evento deste ano teve como obje"vo proporcionar aos acadêmicos e profissionais das áreas de Letras, estudos e discussões a respeito do ensino de línguas, os desafios, mudanças dessa área ao longo do tempo e quais as competências são necessárias desenvolver. No primeiro dia do evento a palestra: “Tradução Técnica como oportunidade profissional”, ministrada pelo Prof. Fábio Fonseca, proporcionou aos presentes esclarecimentos sobre a área, as possibilidades existentes aos que desejam seguir esse caminho profissional, além de auxiliar quanto os passos necessários para tornar-se um tradutor técnico. Na segunda noite da Seletras, os alunos puderam aprofundar um pouco mais em suas áreas de interesse por

meio dos minicursos: “O au"smo na Escola: novos olhares para o aprendizado” que foi ministrado por Vinicius da Silva; “Explorando o gênero textual HQ em sala de aula, pela professora Márcia de Souza Luz Freitas; “A literatura feminina brasileira no contexto da pós-modernidade”, pela professora Patrícia de Lucas Caldeira Rocha; e “A lira do tempo: poemas e suas (re)leituras”, com Pedro Mohallem. Fechando a semana, no dia 14/06, foi realizado o tradicional DND – Dia dos Namorados Diferente que, com cria"vidade e muita música reverenciou o amor com o tema: Amor sem fronteiras, sem rótulos e sem preconceitos. Para a coordenadora do curso de Letras, Profa. Dra. Alba Helena Fernandes Caldas, “a semana acadêmica do Curso de Letras é uma excelente oportunidade para discu"rmos as mudanças, os desafios que temos no processo de ensino/aprendizagem de língua, recorrendo a temas da atualidade que nós, docentes, enfrentamos no dia a dia da sala de aula”.

35


O Curso de Letras da Fepi comemora formatura de uma maneira diferente Os alunos do sé"mo período do Curso de Letras da Fepi celebraram sua graduação antecipadamente e de uma maneira significa"va. A comemoração aconteceu no dia 30 de maio no restaurante Bistrô onde foi realizado um jantar em que todos só podiam se comunicar em inglês. A a"vidade foi parte das avaliações da disciplina de Língua Inglesa.

O uso da Tecnologia é tema da Aula Magna do curso de Letras Os alunos do 1º, 3º, 5º e 7º períodos do curso de Letras par"ciparam da aula inaugural que aconteceu no dia 13/02. O assunto abordado esse ano, foi: “Tecnologia em sala de aula” palestra ministrada pela professora Vanessa Aparecida Santos. Além dos alunos, os professores do colégio, o qual a palestrante é coordenadora, fizeram questão de marcar presença na palestra que foi uma breve apresentação do trabalho desenvolvido no mestrado da Profª Vanessa e da realidade vivenciada no colégio em que trabalha. Na ocasião todos os docentes se apresentaram, bem como os alunos novatos; foi exibido o vídeo ins"tucional da FEPI. Na palestra os alunos puderam conhecer novas possibilidades de recursos digitais, como portais educacionais, redes sociais, aplica"vos, entre outros, e foram c o n s c i e n "z a d o s d o q u a n t o é fundamental fazer uso das novas tecnologias, porém, como reforçou a palestrante: “Novas tecnologias exigem uma nova metodologia, caso contrário, será apenas uma transposição de recursos”. Segundo a palestrante, a proposta foi de apresentar a pesquisa que envolvia professores no processo de inserção de tecnologias digitais em

36

suas prá"cas docentes e tratar da realidade do colégio que também está passando pelo mesmo processo de aproximação e apropriação das tecnologias, para então começar a u"lização destes recursos em sala de aula. “Acredito que seja importante reforçar a necessidade de o professor r e p e n s a r s u a p rá "c a d o c e n t e , pesquisar sobre as tecnologias, novas metodologias e recursos digitais a fim de tentar realizar um trabalho em consonância com a realidade na qual estamos inseridos” complementou Vanessa Santos. Para a aluna do 3º período, Lívia M a ra V ia n a Ve nt u relli, o tem a discu"do na palestra foi muito relevante: “Foi uma forma de reforçar que não é suficiente apenas ter um computador ou data show em sala de aula, é necessário usá-lo de forma adequada a favor do conhecimento”.


Liga de Buiatria do curso de Medicina Veterinária da FEPI promove palestra sobre criação de bezerras No dia 13/03 os alunos, ex-alunos do curso de Medicina Veterinária da FEPI, alguns produtores da região e convidados, puderam pres"giar a primeira palestra do ano, promovida pela Liga Acadêmica em Buiatria do curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, ministrada pelo Prof. Me. Thiago de Oliveira Rosa, com o tema: Criação de Bezerras. Aspectos como higiene, o cuidado com as “vacas secas” (que não produzem leite), diminuição do estresse dos animais, atenção ao parto, cura do umbigo, vacinação, alimentação, desmame, "po de criação, treinamento da mão-de-obra, foram abordados; além, de metas e dados atuais sobre o tema. O médico veterinário falou que o comportamento do animal na natureza deve ser levado em conta para que o manejo na fazenda seja adaptado, tornando-o mais adequado. Citou ainda, a importância de conhecer a procedência do animal, e de a"ngirem peso e idade ideais para gestação, o que vai refle"r em mais saúde para os bezerros e, consequentemente, maior rentabilidade. Ao longo de toda a palestra os alunos puderam interagir e fazer perguntas, bem como conhecer mais sobre as responsabilidades e competências necessárias em um

médico veterinário. P re s "g i a ra m a p a l e s t ra 1 2 4 pessoas. E para o aluno da Fundação Roge, Rafael Oliveira Ferraz Viana, valeu a pena ter vindo à FEPI: “Achei interessante, gostei muito, me ajudou bastante pois a palestra foi sobre o tema do meu Trabalho de Conclusão de Curso; pude ter mais clareza; com certeza essa é a área que eu quero.” O presidente da Liga Acadêmica em Buiatria, Luiz Augusto Fiuza de Souza do 5º Período de Medicina Veterinária, pontuou que a palestra supriu a e x p e c t a "v a d o s a l u n o s e organizadores: “Esse ano foi mais fácil realizar a palestra pois aproveitamos a experiência adquirida nos eventos do ano passado. É bom para nós, nos ajuda a desenvolver mais re s p o n s a b il id a d es , a l é m d i s s o,

precisaremos desse "po de inicia"vas no mercado de trabalho, enfim, foi excelente”. O sucesso do primeiro evento do a n o fo i c o n fi r m a d o p e l o v i c e presidente da Liga, Michel Ribeiro de Araújo: “Foi melhor que a gente esperava, cada ano estamos nos superando”. Ele informou também, que estão abertas inscrições para os interessados em par"cipar da Liga Acadêmica em Buiatria. Basta entrar em contato a coordenação, ou com os membros da liga. Serão escolhidos um aluno de cada período. Segundo o coordenador do curso, Prof. Me. Leonardo José Rennó Siqueira, foi gra"ficante para os alunos se depararem com um grande público na palestra; “Isso é extremamente importante, mostra como as Ligas e os eventos organizados por elas agregam. Com um tema bastante interessante podemos dizer que palestras como essa servem de mo"vação para os alunos tanto da Ins"tuição quanto para os alunos de outras ins"tuições de ensino, além de apresentar o tema de maneira clara para os produtores, abrindo espaço para que dúvidas sejam sanadas. E o que me deixa feliz é ver a sa"sfação dos alunos, fazendo com que tomem gosto pelo aprendizado, mo"vando-os e incen"vando-os na profissão escolhida e dentro da f a c u l d a d e , n o s m ú l "p l o s conhecimentos”.

37


Palestra sobre Saúde Única é ministrada a alunos do curso de Medicina Veterinária Na terça-feira dia 18/04, o curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário de Itajubá – FEPI contou com a palestra do representante do Conselho Regional de Medicina Veterinária – CRMV, José Renato de Rezende Costa, que falou sobre Saúde Única.

possível que o Médico Veterinário atue na área de zoonoses, segurança alimentar, an"bió"cos, saúde animal, bem-estar único, rastreabilidade e comércio seguro de produtos de origem animal.

Na palestra foram expostas as principais atribuições do CFMV, que é o d e fi s c a l i za r o e xe r c í c i o profissional de Médicos Veterinários e Zootecnistas, que atuam junto ao G o ve r n o Fe d e ra l , E sta d u a l e Municipal, para proteger e ampliar as fronteiras de trabalho, garan"ndo que a sociedade seja atendida por profissionais responsáveis e de excelência. José Renato esclareceu que Saúde Única envolve o cuidado com os animais, seres humanos e meio ambiente. A respeito das possibilidades de trabalho para o médico veterinário, ficou claro que são inúmeras, pois, como foi exposto na palestra, das 1.461 doenças reconhecidas em seres humanos, cerca de 60 % são zoonoses e, nos úl"mos 30 anos, aproximadamente 75% das doenças infecciosas emergentes em humanos foram zoonó"cas. Além disso, relacionado à Saúde Única é

evidenciar o quanto é importante essa questão da saúde pública, e para isso, contou com a colaboração e apoio do Conselho Regional de Medicina Veterinária que cedeu, para ministrar a palestra, o professor José que tem vasta experiência na área.

Na visão da aluna Daniela Mata Ribeiro, do 7º período, a área é interessante por ser muito abrangente e cheia de possibilidades “é uma área que tem muito futuro e, como foi exposto, atualmente, há mais animais do que crianças, o que para nós significa muitas possibilidades de trabalho” disse a aluna que quer fazer estágio na área.

“ Trabalhar na Saúde pública, transcende os princípios da normalidade, ou seja, a curiosidade, o conhecimento, a estrutura, o diagnós"co, o controle e o tratamento são sempre desafios imprevisíveis e necessitam de constante busca para solução” concluiu José Renato.

O professor Rodolfo Malagó contou que o curso de Medicina Veterinária tem inves"do em trazer essa temá"ca p a ra o c u rs o j u s t a m e n t e p a ra

Alunos de Medicina Veterinária da FEPI no Congresso 31 Brasileiro de Reprodução Animal Recentemente, entre os dias 10 e 12 de maio, os alunos do curso de Medicina Veterinária par"ciparam do XXII Congresso Brasileiro de Reprodução Animal realizado em Santos - SP. As alunas Jaquelyne Maria Dias Santos e Clara Luiza Moura representante da Liga Acadêmica de Buiatria, marcaram presença ao evento, assim como os alunos Gabriel Carvalho Carneiro e Gustavo Rodrigues dos Santos. O evento é organizado pelo Colégio Brasileiro de Reprodução Animal e reuniu alguns dos maiores especialistas da área, nacionais e internacionais, que

38

apresentaram e discu"ram tópicos relacionados com os úl"mos avanços cien&ficos e tecnológicos de interesse da reprodução animal. "O reconhecimento da par"cipação dos alunos nos eventos cien&ficos torna-se necessário, pois é uma meta que o curso de Medicina Veterinária incen"va a todo o momento, afinal ar"cular ensino, pesquisa e extensão faz parte da formação dos graduandos", comentou o coordenador do curso prof. Me. Leonardo José Rennó Siqueira.


Artigos de alunos e professores do curso de Medicina Veterinária são publicados na revista V&Z Em Minas Curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário de Itajubá - FEPI inicia o semestre com boas no&cias: a publicação de dois ar"gos técnicos na revista V&Z Em Minas - do Conselho Regional de Medicina Veterinária do Estado de Minas Gerais. Os ar"gos publicados foram: “Iden"ficação de Proteus mirabilis em biofilmes de tanques de resfriamento de fazendas de leite

no município de São Lourenço – MG” – de autoria dos alunos: Amanda Ribeiro de Souza Andrade, Nydianne d’Angelis Rodrigues, Monytchely Vieira Lima, Diogo Jordão de Sá Cunha Carlos, e dos professores Luan Gavião Prado e Leonardo José Rennó Siqueira. E “Análise da Microbiota do conduto audi"vo de cães com o"te bacteriana por meio de realização de cultura e an"obiograma” das alunas Monytchely Viera Lima, Nydianne d´Angelis,

Amanda Ribeiro de Souza Andrade, e dos professores Ângela Akamatsu e Luan Gavião Prado. A Fepi parabeniza os alunos e p ro fe s s o re s p e l a s p ro d u çõ e s c i e n &fi c a s q u e te m ga n h a d o notoriedade, sendo reconhecidas por periódicos importantes na área, o que comprova o crescimento em q u a l i d a d e e q u a n "d a d e d a s pesquisas desenvolvidas na ins"tuição.

Ciclo de palestras sobre o luto pela perda de animais aborda como agir diante de perdas traumáticas Dando sequência ao ciclo de palestras sobre o luto pela perda de animais, alunos e professores do curso de Medicina Veterinária, par"ciparam no dia 11/04 de uma roda de conversa que tratou de lutos complicados. A palestrante profª Maria das Graças reforçou conceitos importantes visto nas palestras anteriores, para seguir com o tema. “Vimos que luto é o conjunto de sen"mentos e sintomas que acompanham a dor pela perda de algo ou de alguém”. Ela explicou ainda, que em boa parte dos casos, o luto dura um ano, pois a pessoa passa por todas as datas significa"vas; o que não é uma regra pois, em situações em que a morte é súbita, causada por alguma injus"ça, acidente ou erro, esse período tende a se estender, pois não houve anteriormente chance alguma

de preparo para a perda. “É fundamental que os profissionais aprendam a vivenciar essas experiências, criando um vínculo emocional de respeito e empa"a pela pessoa que sofre a perda e consigo mesmo” em seguida a professora Maria das Graças deu exemplos prá"cos de como acolher o tutor de um animal, em um momento de perda. Os alunos "veram a oportunidade de interagir, contribuir com suas histórias relacionadas ao tema e fazer perguntas. Para a aluna Inaiá Roberta da Silva, do 3º período, o ciclo de palestra tem sido de extrema importância. “Temos "do bons esclarecidos com essas palestras, entramos no curso muito

focados nos animais e acabamos esquecemos de seus tutores; em situações di( ceis nós geralmente não temos estrutura para lidar com nossas emoções e muito menos com as emoções das pessoas envolvidas. Por conta disso, as palestras têm proporcionado um grande crescimento profissional, mais acima disso um crescimento pessoal, nos preparando antecipadamente para momentos di( ceis que virão” disse a aluna. As palestras têm acontecido uma vez por mês, e tem o intuito de preencher essa lacuna na formação dos profissionais, pois geralmente não s ã o p re p a ra d o s p a ra s i t u a çõ e s delicadas como perda de pacientes e a forma mais adequada de comunicar isso ao tutor.

39


Curso de Medicina Veterinária inaugura Grupo de Estudos de Animais Silvestres – GEAS O Curso de Medicina Veterinária do Centro Universitário de Itajubá – FEPI conta com um novo grupo de estudos; o GEAS, voltado ao estudo dos animais silvestres, que foi inaugurado no dia 19 de abril, às 19h30 no auditório do bloco 100. As palestras inaugurais abordaram o tema: Febre amarela, e foram ministradas pelo Médico Veterinário e residente em Medicina Veterinária Preven"va e Saúde Pública na UNESP de Jabo"cabal – SP, M.Vet. Márcio Júnior Lima Siconelli e pelo Médico Infectologista e Professor na Faculdade de Medicina de Itajubá, Dr. Bruno Michel e Silva. “É com prazer que inauguramos o GEAS – q u e p ro p o rcio n a rá a o s integrantes do grupo a chance de aprofundar os estudos sobre animais silvestres como: macacos, serpentes, aves, répteis etc. E então escolhemos esse tema para inauguração visto que está em discussão e é uma preocupação para a saúde pública” disse o aluno que lidera o grupo,

Gabriel Celloto, que agradeceu aos professores e coordenadores que tem dado todo apoio aos alunos. Sobre a criação de mais um grupo de estudos, o coordenador do curso de Medicina Veterinária, Prof. Me. L e o n a rd o J o s é Re n n ó S i q u e i ra celebrou: ”É uma grande alegria poder contar com um grupo como o GEAS no nosso curso. A Medicina Veterinária não se limita aos animais de grande e de pequeno porte, muitos alunos entram para cursar Medicina Veterinária a fim de especializar em animais silvestres, sendo assim, hoje contamos com o GEAS, passa a ser um diferencial do curso, colaborando com a integração de todas as áreas e tornando o nosso curso mais completo, uma vez que buscamos atender a todos os perfis de alunos. As inscrições para seleção de componentes do grupo ainda não estão abertas, mas as reuniões com relatos de casos podem ser assis"das por todos os alunos, é só ficar atentos aos murais.

Alunas do curso de Medicina Veterinária participam do VIII SIMCAV Entre os dias 20 e 23 de abril, as alunas Lucymary Santana Lima e Phoena Vieira Lima, do 3º período do curso de Medicina Veterinária, p a r "c i p a ra m d o V I I I S i m p ó s i o I ntern a c io n a l d o C ava lo At leta (SIMCAV) realizado na Universidade Federal de Minas Gerais, em Belo Horizonte.

40

As alunas que também fazem parte da LACME - Liga Acadêmica de Clínica Médica Equina, apresentaram o trabalho em forma de pôster in"tulado "Tratamento de Lesão Cutânea em Região Metacarpiana após Tenorrafia com auxílio de Repolho (Brassica oleracea capitata) e óleo (Helianthus annus) de girassol ozonizado - Relato de Caso".

pesquisadores renomados e um pouco mais de percepção da aplicabilidade das pesquisas desenvolvidas nos grandes centros universitários. A busca pelo conhecimento e os resultados encontrados tornam-se uma prá"ca viciante e demonstram que quanto mais aprendemos, mais descobertas precisam ser realizadas por meio da pesquisa" relataram.

Na palavra das alunas, "o incen"vo do nosso orientador prof. Me. Luan Gavião Prado e a curiosidade por saber o que existe além do que nos é proposto estudar, mo"vanos a desenvolver pesquisas c i e n &fi c a s q u e p o s s a m contribuir com a ro"na clínica. Representar a LACME e a FEPI no SIMCAV proporcionou contato com

«Sempre é importante o incen"vo q u e o s p r o fe s s o r e s e a s L i g a s Acadêmicas têm fornecido aos alunos, e s"m u l a n d o a p a r "c i p a çã o e m congressos e reuniões cien&ficas", comentou o prof. Me. Leonardo José Rennó Siqueira, coordenador do curso d e M e d i c i n a Ve t e r i n á r i a , q u e parabeniza as alunas Lucymary e Phoena pela representação da FEPI e LACME.


Palestra sobre sexualidade, gênero e transgênero é ministrada a alunos que farão o Enade

Na segunda-feira (08/05), às 19h30, o Centro Universitário de Itajubá FEPI promoveu a palestra “Sexualidade e Diversidades de Gênero”, com a psicóloga com formação em sexologia clínica e ex-aluna Patrícia Veloso, com o obje"vo de promover reflexões sobre o tema visando melhor preparar os alunos para o ENADE – Exame Nacional de Desempenho de Estudantes. A palestra foi ministrada aos alunos dos cursos de Ciências Biológicas, Letras e Pedagogia, afinal: “Discu"r relações de gênero é obrigatoriamente discu"r relações humanas e sociais, e sexualidade faz parte da vida humana” defendeu a palestrante. De acordo com Patrícia, discu"r o tema é necessário para esclarecer as pessoas, sobretudo aos que serão professores futuramente. Ao longo da palestra ela foi contextualizando o tema, destacando e esclarecendo a questão da iden"dade de gênero, expressão de gênero, orientação sexual e sexo biológico, citando que embora há relatos muito an"gos de homossexualidade, o Brasil e México ainda estão no topo do ranking que classifica os países com maior incidência de homicídios contra o público

– LGBT (acrônimo de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Traves"s, Transexuais e Transgêneros). A aluna do curso de Ciências Biológicas Renata de Matos Gonçalves classificou a palestra como sendo fundamental: “Achei super relevante abordar esse tema, apesar de acreditar que deveria ser mais discu"do e em todas as fases da educação pois é vivência, é do ser humano, é conhecimento, e tende a facilitar aceitação das diferenças, afinal, não somos iguais nem biologicamente dizendo, quiçá no comportamento. Quanto mais se fala de determinado assunto, maior o entendimento a respeito dele”. Po r m e i o d e d i n â m i c a , ex p o s i ç ã o d o t e m a , esclarecimento de dúvidas no decorrer da palestras e vídeos de apoio, os alunos puderam ter acesso a informações que privilegiaram o conhecimento, mas sobretudo, o respeito. Na visão da coordenadora do curso de Pedagogia, Profª Ângela Maria Azevedo Morais “a palestra superou as expecta"vas, o conteúdo será ú"l para os alunos ao longo de toda carreira deles” salientou a coordenadora.

41


Curso de Psicologia inaugura o GEAPS – Grupo de Estudos em Atenção Primária à Saúde No dia 27 de abril foi realizada no auditório do bloco 100 do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, a apresentação do Grupo de Estudos em Atenção Primária à Saúde. O o b j e "vo d o g r u p o é o d e promover debates entre professores e alunos da FEPI sobre o tema, e contribuir para produções acadêmicas, como trabalhos de iniciação cien&fica, ar"gos e trabalhos de conclusão de curso. O p ro fe s s o r D r. A i d e c i va l d o Fernandes de Jesus apresentou a linha de pesquisa a ser abordada no Grupo, as possibilidades que trará, e a importância de atentar para essa área. Em seguida a Profª Roselle Torres apresentou a concepção de Atenção Primária à Saúde, esclarecendo que é uma forma de intervenção precoce, uma estratégia de organização da atenção à saúde voltada para atender de forma mais humanizada, con&nua e sistema"zada a maior parte das necessidades de saúde de uma população, integrando ações preven"vas e cura"vas, bem como a atenção a indivíduos e comunidades. A Profa. Fabiana Amaral de Azevedo Sene Silva fez uma breve introdução às propostas de EPS – Educação

Permanente em Saúde e PNH - Polí"ca Nacional de Humanização. Uma das aulas integrantes do grupo e bolsista da FAPEMIG, a aluna Mayhara Lima falou de sua experiência no grupo, frisando: “Fazer pesquisa é uma sa"sfação grande, realmente gosto disso, e estar no grupo me trouxe conhecimentos que apenas na sala de aula eu não teria. Acho que é importante absorvermos o máximo de conhecimento possível dentro desses cinco anos, valorizar o tempo na graduação para que nos tornemos profissionais realmente bons na área em que vamos trabalhar. Convido todos que tenham interesse em p a r "c i p a r, s e m d ú v i d a s s e r á importante e relevante”. Para a coordenadora do curso, Profª Rosana Maria Mohallem Mar"ns a

proposta de grupos de estudos como o GEAPS, o GEPALLIUM, favorece maior aproximação com temas relevantes da área, com os professores, despertando o interesse para a produção cien&fica na área. A apresentação do GEAPS, contou também com um “café musical” embalado pela banda “3 na sexta”, composta pelos cantores Fábia Izidoro, Aidecivaldo e o violonista Luciano Daniel. E por fim, os presentes puderam conversar e fazer perguntas sobre o grupo de pesquisa e os temas abordados. Os encontros ocorrerão mensalmente na úl"ma quinta-feira do mês. Os interessados podem procurar a coordenação do curso, ou os professores Aidecivaldo, Fabiana ou Roselle.

Aluna do curso de Psicologia apresenta trabalho no SIMPOCRIME A aluna Sandra Mara Miyazima do 7º período de Psicologia, nos dias 06 e 07 de maio, apresentou o trabalho: A Estruturação Perversa e a Cons"tuição do Sujeito Psicopata em uma Perspec"va Psicanalí"ca no Simpósio de Criminal Profiling e Análise Criminal Comportamental - SIMPOCRIME, promovido pelo Ins"tuto Paulista de Estudos Bioé"cos e Jurídicos – IPEBJ em Ribeirão Preto. A aluna foi orientada pela Prof.ª Ma. Camila Nogueira de Sá Boaventura.

42


Curso de Psicologia promove o IV FOREI – Fórum de Educação Inclusiva Com a finalidade de oferecer espaço para o compar"lhamento de experiências entre educadores, profissionais, familiares, gestores e enfim, reunir pessoas com diversidade funcional, o curso de Psicologia do Centro Universitário de Itajubá – FEPI promoveu o IV FOREI - Fórum de Educação Inclusiva, que aconteceu na sexta-feira (04/05) às 19h no auditório Antônio de Oliveira Rosa. Com o tema “O desafio con"nua: conviver com pessoas na diversidade” o fórum trouxe para debate, por meio de conferências on-line o relato de algumas experiências dos profissionais do CCM – Centro de Convivência Movimento - que é um espaço terapêu"co des"nado ao atendimento de pessoas com idades entre 18 meses a 50 anos que possuem Transtornos do Espectro Au"sta (TEA). A professora Roselle Fernandes Torres de Oliveira que coordenou o evento, iniciou falando da proposta do FOREI que é de, principalmente, gerar uma maior proximidade entre os alunos e pessoas com deficiência, para que ambos desenvolvam juntos uma convivência harmoniosa, e que a necessidade de adaptação, do meio ou da linguagem, não seja algo tão distante. A p r i m e i ra p a l e st ra fo i u m a apresentação mais detalhada sobre o CCM, com o psicólogo Ricardo Santos. Em seguida a psicóloga Paula Ayub falou sobre os atendimentos domiciliares realizados por eles e, por

fim, Myrza Nebó e Jambor autora do livro “Marcela... uma lição de vida” falou com o público sobre sua aprendizagem e desafios como mãe de uma jovem com au"smo. A par"r desse ano o FOREI foi inserido no calendário oficial da FEPI e acontecerá a cada dois anos. “Estamos insis"ndo na importância dessa convivência, das pessoas fazerem as adaptações apresentadas. Se não mudarmos nada em nós e na estrutura, nada vai mudar; o evento visa isso, novas e con&nuas estratégias para nos aproximar. Podemos perceber que as pessoas com deficiência tendem a se isolar, ou ficar no grupo delas, é isso que queremos combater. Oportunizar aos alunos a situação de convívio para q u e e n f r e n t e m e p ro m o va m a integração. Con"nuaremos insis"ndo” enfa"zou a professora Roselle. Alan Azeredo, aluno do 3º período do curso de psicologia, elogiou a proposta do evento “Achei muito posi"va a inicia"va, sobretudo para nos dar mais conhecimento sobre essa área e suas potencialidades, nos abrindo caminhos para q u e m s a b e , desenvolvermos pesquisas ou estudos futuros. Achei muito

interessante uma das frases mencionadas, que o processo de inclusão faz tão bem para a pessoa com deficiência que está sendo incluída, q u a n t o p a ra q u e m n ã o p o s s u i deficiência e acolhe, o processo de integração favorece a todos”. Segundo o relato da aluna do 1º período do curso de Pedagogia, Mariana Francisquini Lavorato o evento foi bastante proveitoso: “Foi muito interessante, a exposição dos métodos alterna"vos, como tablets por exemplo, importância de incorporá-los no ensino das crianças que tem alguma deficiência quanto das demais”. Ela falou também de como o FOREI foi relevante em relação a sua experiência pessoal: “No estágio eu acompanho um aluno com diagnós"co de au"smo, então havia procurado material sobre o assunto e ter isso trazido pela ins"tuição é sensacional” relatou Mariana. Além dos alunos do curso de psicologia e pedagogia, es"veram presentes frequentadores do CAID Centro de Apoio e Integração do Deficiente de Itajubá. O Fórum contou também com o Momento Cultural em que foram expostas obras de arte produzidas pelos alunos da APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais e por alunos da FEPI, além de música ao vivo interpretadas por alunos do curso de psicologia, durante o coffee break.

43


Professoras e aluna de psicologia participam do 8º Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica O Curso de Psicologia da FEPI esteve representado no 8º. Congresso Brasileiro de Avaliação Psicológica em Florianópolis – Santa Catarina, no período de 2 a 5 de maio. A aluna Tayná Ribeiro de Andrade, orientada pela professora Rosana Maria Mohallem Mar"ns apresentou o trabalho: “Indicadores emocionais no desenho da figura humana de crianças com problemas comportamentais”. A professora Kamila Costan" Vilela par"cipou da mesa redonda: “O construto a"tudes: definição e medidas”.

Alunos do curso de Sistemas de Informação apresentam proposta de pesquisa No dia 26 de abril de 2017, os alunos do sé"mo período do curso de Sistemas de Informação, da FEPI, apresentaram suas propostas de pesquisa para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC). Idealizado pelo coordenador do curso, professor Dr. Marcio Oliveira juntamente com os professores do curso, o evento delineou uma maneira de proporcionar aos alunos da disciplina de TCC I, um feedback de professores e alunos da área de Sistemas de Informação, sobre as intenções de pesquisa, além de leválos à reflexão sobre a a"vidade de pesquisa cien&fica nessa área, como elemento importante na formação acadêmica. “O evento foi de grande valia para todos os presentes - pois trouxe um primeiro contato com a pesquisa cien"fica -, de maneira especial para os alunos do sé"mo período, pela possibilidade de validarem suas intenções e fazerem os devidos ajustes em seus projetos”, enfa"zou o professor Dr. Antônio Suerlilton Barbosa da Silva, docente responsável pela disciplina de TCC I, cujo principal obje"vo é a elaboração dos projetos de pesquisa. Para a acadêmica Marina Ferreira, discente do curso, “a apresentação dos trabalhos para professores da área nos trouxe, além de mais mo"vação, a certeza de estarmos no caminho

44

certo”. Con"nua a aluna, “os ques"onamentos levantados foram de suma importância para repensarmos alguns pontos do nosso projeto, visando melhorá-lo”. Para o discente Pedro Brito, “apresentar o nosso pré-projeto foi sobretudo esclarecedor, pudemos expor nossas ideias e receber um feedback instantâneo da percepção dos professores presentes, o que a j u d o u a e s c l a re c e r o s n o s s o s próximos passos. Foi muito es"mulante e animador ver o nosso trabalho tornando-se algo mais concreto”. “O encontro foi importante para os alunos, pois possibilitou o acréscimo de conhecimento e confiança em seus próprios projetos por meio das avaliações e sugestões dos professores presentes”, enfa"zou Maria Dheilany, também acadêmica do sé"mo período

do curso. Os acadêmicos também destacaram como ponto posi"vo a troca de experiências durante a elaboração e a apresentação dos projetos. A diversidade das problemá"cas e temas apresentada foi outro ponto posi"vo observado por alunos, professores e orientadores, evidenciando as inúmeras possibilidades de pesquisa na área de conhecimento de sistemas de informação. Destarte, são ações como esta que, movidas pela interação, pelo colaboracionismo e pela atuação mediadora dos professores, formam de maneira sa"sfatória os discentes, por meio da pesquisa cien&fica, para a vida acadêmica, social e profissional.


Aula Magna do curso de Estética e Cosmética foca nas Terapias Spazianas A aula magna do curso de Esté"ca e Cosmé"ca do Centro Universitário de Itajubá - FEPI, que aconteceu no dia 23/02, recebeu a professora, Fisioterapeuta Dermatofuncional e Terapeuta Holís"ca, Juliana de Siqueira que ministrou a palestra “Terapias Spazianas”. Juliana contextualizou os alunos quanto o surgimento dos spas, em seguida, apresentou as principais terapias spazianas também chamadas de terapias alterna"vas, que equilibram corpo e mente, amenizando os sintomas ou evitando o surgimento de doenças. Citou terapias como: Ayurveda, cromoterapia, massagem relaxante, massagem terapêu"ca, massagem com velas (Candle Massage), shiatsu, Thai, bambuterapia, massagem modeladora, talassoterapia, auriculoterapia, spas para pés etc. Para a coordenadora do curso, profª Ma. Marta Delfino o evento permi"u as alunas uma visão introdutória de algumas terapias que são u"lizadas como complementares nos tratamentos esté"cos, além de um momento de socialização entre as novas alunas, nossas futuras este"cistas.

Com a palestra os alunos do primeiro período puderam conhecer mais possibilidades de atuação do profissional de Esté"ca e Cosmé"ca. Ao fim da palestra houve sorteio de brindes, distribuição de amostras grá"s de cosmé"cos e um coffee break servido pela coordenação do curso.

A aluna Cláudia de Jesus Moraes completou: “Eu achei muito interessante a palestra, pois trouxe para nós conhecimentos inéditos; eu não conhecia boa parte das massagens citadas, com certeza nos incen"va a querer saber mais, gostei bastante de saber mais sobre cromoterapia também, enfim, estou amando o curso, a cada dia é uma descoberta diferente”.

Curso de Estética e Cosmética integra evento para as Mães na APAE As alunas do curso de Esté"ca e Cosmé"ca do Centro Universitário de Itajubá – FEPI marcaram presença no evento em comemoração do Dia das Mães na APAE Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, na úl"ma quinta-feira (11/05). Durante o evento as alunas prestaram alguns atendimentos às mães das crianças assis"das pela APAE, tais como: limpeza de pele, sobrancelhas, spa de pés e mãos. As alunas foram acompanhadas pela profa. Rafaela de Paiva Barbosa.

45


II Jornada do curso de Estética e Cosmética é realizada na FEPI Com o obje"vo de atualizar e e s "m u l a r o a p e r f e i ç o a m e n t o cien&fico nas diversas áreas da saúde e beleza, foi realizada nos dias 18, 19 e 20 de abril, a II Jornada do Curso de Esté"ca e Cosmé"ca do Centro Universitário de Itajubá. O evento contou com a presença da Reitora do Centro Universitário de Itajubá – FEPI, Profª. Ma. Cidélia Maria Barbosa Lima, que parabenizou a todos do curso pela organização do evento, empenho e pontualidade: “É um prazer estar na abertura desse evento, o curso de esté"ca é bem novo, vai formar a p r i m e i ra t u r m a n e ste a n o, e é bastante a"vo, tem feito muitas palestras, exposições, o que é muito bom, pois enriquece o conhecimento desses profissionais”. A coordenadora do curso, Profª Marta Delfino destacou: “Nosso obje"vo é proporcionar aos alunos uma troca de experiências com profissionais que exercem a"vidades clínicas e docentes, assim como incen"var o aluno à a"vidades cien&ficas. Diante de um mercado

cada vez mais acelerado, estamos propondo temá"cas bem variadas que contemplam alunos do primeiro ao úl"mo período. Agradeço aos envolvidos na organização e a todos que pres"giaram o evento”. A aluna Francilene Alves declarou que a Semana da Esté"ca remete a p r i m o r a m e n t o : “A l é m d o conhecimento que adquirimos, esse evento foi uma oportunidade de nos confraternizarmos, e trouxe temas importan&ssimos para nossa área, esclareceu dúvidas, trouxe curiosidades, novidades, e classifico como a “confraternização do saber”. O evento destacou-se pela integração dos alunos com profissionais que possuem vasta experiência na área e a apresentação de algumas das principais tendências em Esté"ca e Cosmé"ca. Foram abordados os temas: laserterapia nas d i s f u n ç õ e s e s t é "c a s , a fe c ç õ e s cutâneas, envelhecimento cutâneo, pré e pós-operatório de abdominoplas"a, endocrinologia e distúrbios metabólicos nas disfunções esté"cas.

Curso de Estética e Cosmética da FEPI marca presença em Feira de beleza, saúde e bem-estar As alunas do 3º período do curso de Esté"ca e Cosmé"ca do Centro Universitário de Itajubá – FEPI par"ciparam do evento “Esté"ca In São Paulo: Feira da Beleza, Saúde e Bem-Estar” que aconteceu no Palácio de Convenções Anhembi, em São Paulo - SP nos dias 07 e 08 de abril. Na companhia das professoras, as alunas "veram a oportunidade de conhecer as novas tecnologias do mercado da esté"ca. Segundo a coordenadora do curso, profa. Marta Delfino, o evento apresenta a cada ano as novas técnicas e avanços na área da Ciência Esté"ca e isso dá às alunas a oportunidade de atualização de novos protocolos e no conhecimento das principais empresas e produtos do mercado da beleza, cada vez mais crescente.

46


NEI - Núcleo de Estágio Integrado Workshop de Estágio

NIT - Núcleo de Inovação Tecnológica FEPI tem artigo aprovado na 26ª IAMOT O Núcleo de Inovação Tecnológica da FEPI (NIT-FEPI) par"cipará da Interna! onal Associa! on for M a n a g e m e n t o f Te c h n o l o g y Conference (IAMOT 2017) no período de 14 a 18 de maio de 2017 em Vienna, Áustria. O obje"vo da IAMOT 2017 é oferecer um espaço para que a ciência, pesquisa e gestão possam discu"r os efeitos específicos das tecnologias digitais sobre diferentes formas de inovação.

A a p r e s e n t a ç ã o d o a r "g o Cons! tu! ve elements of intelligent ci! es in Minas Gerais, elaborado no âmbito das pesquisas desenvolvidas p o r s u a e q u i p e , c o n fi r m a a par"cipação do NIT-FEPI nessa renomada conferência. O referido ar"go tem como obje"vos iden"ficar os elementos cons"tu"vos básicos de uma cidade inteligente e listar os elementos inerentes às cidades mineiras. A execução de ações como a

supracitada faz parte do escopo da missão do NIT-FEPI, a saber: incen"var, iden"ficar, disseminar, promover e apoiar ações que resultem em geração de tecnologias inovadoras no Centro Universitário de Itajubá, assim como a gestão, proteção e transferência ao setor produ"vo dessas tecnologias.

Informações sobre a conferência podem ser ob"das em h+ p://www.iamot2017.org/

47


NIT - Núcleo de Inovação Tecnológica NIT-FEPI $rma parceria com a CVS Sistemas O NIT-FEPI recebeu nessa terçafeira, 24 de janeiro de 2017, a visita da Sra. Michele Dias, CEO da CVS Sistemas. A visita teve como obje"vo a formalização de parceria entre a CVS Sistemas, empresa especialista em tecnologia da informação, e o NIT-FEPI no desenvolvimento de a"vidades especializadas. A FEPI, como ins"tuição de ensino, fornece excelente mão-de-obra, por meio de alunos altamente preparados para a atuação na área de tecnologia, enquanto o NIT-FEPI é o grande apoio no desenvolvimento de projetos inovadores. "Nossa parceria, além de

gerar postos de trabalho, tem sido um captador de recursos para o município”. Salientou a Sra. Michele. A disposição em orientar profissionais, inventores independentes, empresários e toda a comunidade acadêmica sobre as diferentes formas de proteção do conhecimento e, ademais, a realização de parcerias para o desenvolvimento de projetos inovadores configuram-se, segundo o prof. Antônio Silva, coordenador do

NIT-FEPI, em ações que promovem o cumprimento da missão ins"tuída pelo NIT do Centro Universitário de ItajubáFEPI.

NUPI - Núcleo de Pesquisa Institucional NUPI promove palestra sobre pesquisas acadêmicas e esclarece dúvidas sobre o tema O resultado sa"sfatório que os alunos do Centro Universitário de Itajubá – FEPI têm conquistado em pesquisas acadêmicas e no ingresso em programas de mestrado e doutorado após saírem da graduação, dá-se ao trabalho con"nuo realizado pelo Núcleo de Pesquisa Ins"tucional – NUPI, pra que se envolvam em trabalhos de Iniciação Cien&fica fornecidos pela ins"tuição.

48

Com obje"vo de conscien"zar os alunos, sanando dúvidas a respeito do edital de Bolsas de Iniciação Cien&fica da FEPI – FAPEMIG do ano de 2017, foi realizado no dia 18/02, no Auditório Prof. Antônio de Oliveira Rosa, uma apresentação geral do assunto feita pelos alunos que desenvolvem seus projetos de Pesquisa Cien&fica.

Liliana Auxiliadora Avelar Pereira Pasin, a palestra in"tulada “Desenvolvimento de pesquisas da FEPI”.

Além da apresentação realizada, foi ministrada pelos professores responsáveis pelo Núcleo de Pesquisa Ins"tucional - NUPI, Profa. Dra. Adriana Amaro Diacenco, Prof. Dr. Leopoldo Uberto Ribeiro Júnior e Profa. Dra.

O Evento contou com a par"cipação de alunos de todos os cursos da ins"tuição e refle"u em uma grande procura pela par"cipação no processo sele"vo realizado no período de 27 de fevereiro a 03 de março de 2017.

NUPI - O Núcleo de Pesquisa Ins"tucional é órgão de caráter permanente e interdisciplinar encarregado da captação do fomento, gestão e realização de pesquisas cien&ficas em nível de graduação e pósgraduação no âmbito do Centro Universitário de Itajubá - FEPI e responde diretamente à Pró-Reitoria Acadêmica.


III Seminário de Pesquisa é realizado na FEPI No dia 20 de maio foi realizado o III Seminário de Pesquisa da FEPI. O obje"vo do Seminário organizado pelo NUPI – Núcleo de Pesquisa Ins"tucional, foi o de reunir em um único evento a apresentação de todos as pesquisas desenvolvidas no Centro Universitário visando maior integração entre os cursos. Conforme esclareceu o Prof. Dr. Leopoldo Uberto Ribeiro Junior, atualmente há 20 alunos desenvolvendo pesquisas com bolsa da FAPEMIG - Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais, e mais de 30 com bolsas cedidas pelo Centro Universitário. Além das pesquisas apresentadas, o evento contou também, com a Palestra com

do Prof. Dr. Antônio Suerlilton, que falou sobre Plágio Acadêmico. Sobre a relevância do evento o Prof. Leopoldo complementou: “Em outubro teremos o Congresso de Iniciação Cien&fica e nele, todos os alunos poderão submeter trabalhos. No congresso, os alunos acabam assis"ndo palestras voltadas apenas para próprio curso, então, esse seminário visa dar oportunidade para que vejam o que acontece na ins"tuição como um todo”. A maior divulgação das pesquisas a c a d ê m i c a s t e m r e fl e "d o n o crescimento dos eventos voltados para esse tema. “Os alunos têm procurado o Núcleo de Pesquisa, inclusive para

registrar pesquisas voluntárias, e o reflexo disso é o aumento significa"vo no número de publicações e par"cipação em congressos nacionais e internacionais”, disse o professor que usou o exemplo do aluno do curso de Medicina Veterinária, Caique Ribeiro, que apresentou sua pesquisa realizada no ano passado em três eventos e em uma revista que será lançada nesse ano; “isso mostra o quanto está sendo bom para os alunos e o curso essa maior exposição acerca da importância da pesquisa” concluiu o professor Leopoldo. Aproximadamente 70 alunos pres"giaram o evento, foram cinco trabalhos apresentados na modalidade oral as demais pesquisas ficaram expostas nos corredores da FEPI.

Alunos da FEPI participam do Dia da Saúde na Escola Coronel Casimiro Osório FEPI marca presença no Dia D Saúde na Escola Estadual Coronel Casimiro Osório, onde ofereceu atendimentos à comunidade por meio dos alunos dos cursos de Educação Física, Farmácia e Psicologia, no dia 08/04. “No geral, foram realizados 402 atendimentos. Os voluntários da FEPI l eva ra m a l e g r i a e i nfo r m a çõ e s relevantes sobre saúde. A postura dos alunos foi bastante elogiada pela direção da escola” informou o coordenador de Extensão, Prof. Felipe Augusto Fonseca dos Santos, que concluiu afirmando que o evento foi um sucesso!

49


Trote solidário arrecada mais de uma tonelada em alimentos, produtos de higiene e limpeza O Trote Solidário desse ano superou as expecta"vas dos organizadores conforme relatou o coordenador de Extensão, Prof. Felipe Augusto Fonseca dos Santos. Segundo ele, 208 alunos par"ciparam. Foram arrecadados aproximadamente 1.018 kg de alimentos não perecíveis, produtos de higiene e limpeza. A en"dade que recebeu as doações foi a Vila Vicen"na Nossa Senhora de Aparecida.

Curso de Informática Básica é oferecido aos funcionários da FEPI No sábado dia 18/03 teve início o curso de informá"ca básica que a FEPI está disponibilizando aos funcionários. O c u rs o é u m a i n i c i a"va d o f u n c i o n á r i o d o L a b o rató r i o d e Tecnologia de Informação Wedson Wilson de Faria (Edinho), que está ministrando as aulas des"nadas aos funcionários diretos e terceirizados que têm pouco ou nenhum conhecimento na área e, no momento, há 30 inscritos. A Reitora, Profa. Ma. Cidélia Maria B a r b o s a L i m a , p a ra b e n i zo u o s funcionários pelo interesse: “Ficamos felizes com a adesão, prova que os funcionários estão interessados em se aperfeiçoar. Esse curso só trará bene( cios, tanto pessoais quanto profissionais, tendo em vista que a informá"ca está em pra"camente, todas nossas a"vidades. Que seja um dos diversos cursos que farão”. O Presidente da FEPI, Prof. Erwin Ro l f M á d i s s o n J u n i o r, ta m b é m parabenizou os funcionários e o professor Wedson. “Espero que a p re n d a m b a sta nte e q u e i s s o contribua para a formação de vocês, a FEPI sempre irá apoiar esse "po de

50

inicia"va”. Para o professor Wedson a primeira aula foi produ"va. “Gostei bastante da turma, minha expecta"va é que saiam com um bom conhecimento na área, aptos a u"lizar o computador no trabalho e dia a dia”. A oportunidade tem sido aproveitada e celebrada por funcionários como Fabiana Maria Nascimento, do setor de serviços

gerais. “Está sendo muito bom o curso, estou aprendendo bastante e é isso que eu quero. É a primeira vez que tenho a chance de fazer um curso desses, sempre desejei fazer, mas não "nha condições financeiras, agradeço muito a FEPI pela oportunidade” disse Fabiana. As aulas acontecem todo sábado das 9h às 11h e terá duração de seis meses a sete meses.


Novos membros do DCE são eleitos Foram escolhidos os novos membros do Diretório Central de Estudantes – DCE do Centro Universitário de Itajubá – FEPI; a votação foi realizada nos dias 08, 09 e 12 de junho. A posse é dada automa"camente após divulgado o resultado. I rã o a s s u m i r o d i retó r i o, o s membros da chapa “ChapAção 2.0”; como Presidente, Wagner Alessandro da S. Gonçalves; Vice-presidente , Nicole Maciel Fernandes; 2ª Vicepresidente, Nicole Maciel Fernandes; Secretários Gerais: Adilio Andrade Faria (1º Secretário), Luiz Gustavo de O. Delfino (2º Secretário); na Secretaria E xe c u !va : G a b r i e l H e n r i q u e F. Vasconcelos (1º Secretário), Willian Tobias Guedes (2º Secretário); Diretor Financeiro, José Henrique Duarte; Suplente Diretor Financeiro, Líliann D. S. Pinto; Diretor de Comunicação,

Pedro Paulo B. D. Campos; Suplente Dir. Comunicação, Pábulo Ariel Silva; Diretor Cultural, Mariana Maiolino Siqueira. As principais propostas dos alunos são: - Disponibilizar e explorar o ambiente de lazer, estudos e interação dos alunos; - Buscar junto a Reitoria melhorias no sinal da rede wi-fi na Ins"tuição; - Auxílio às aulas prá"cas: transporte e material; - Ações Sociais – internas e externas; - Apoio à Atlé"ca da FEPI; - Mudanças no sistema de prova final (acesso à correção). DCE - é a en"dade representa"va de todos os estudantes, cole"va e individualmente, que propõe ser um elo entre os discentes e reitoria, intermediando diálogos, dando

sugestões, promovendo melhorias e ações de interesse dos alunos e da ins"tuição, incen"vando a união dos estudantes e sua par"cipação junto à sociedade civil por meio de parcerias e projetos, preservando e ampliando o s a b e r e m to d o s o s c a m p o s d o conhecimento humano através da ciência, da tecnologia, da arte e da reflexão; realizando eventos de caráter social, cultural e intelectual voltados aos interesses dos alunos. Contato: chapacao2.0@gmail.com

Resultado da CPA – 2016 são divulgados Nos dias 17 e 18/04 foi feita a divulgação dos dados ob"dos na CPA – Comissão Própria de Avaliação de 2016. Os gráficos com os dados ob"dos na pesquisa foram expostos aos alunos e professores de todos os cursos do Centro Universitário de Itajubá – FEPI pelos responsáveis pela CPA, a Profª Dra. Regina Silva dos Santos e o Prof. Dr. Evaldo Renó Faria Cintra. “A CPA é um órgão suplementar da Reitoria e tem a função de fomentar a cultura de avaliação ins"tucional, organizar, conduzir o processo con"nuo de autoavaliação. Desde a e l a b o ra ç ã o d o q u e s "o n á r i o, a aplicação dele e a divulgação dos resultados” esclareceu o Prof. Evaldo. Por meio da CPA são avaliados os coordenadores, professores, estrutura, departamentos e enfim, tudo que faz parte da ins"tuição. Conforme foi exposto aos alunos,

no geral, a FEPI foi bem avaliada e foi possível notar que, baseado nas respostas dos alunos, medidas foram tomadas visando melhorias em vários aspectos, ta i s c o m o a c e s s i b i l i d a d e , ampliação de infraestrutura, reforma de laboratórios etc. Sobre a divulgação dos dados, o aluno do 3º período do curso de Direito, Leonardo Reis, d i s s e : “A c h e i a p a l e st ra m u i to instru"va, eu par"cipei da CPA ano passado, respondendo ao ques"onário e realmente vi o resultado do que eu votei; conversando com os amigos eles atestaram que de fato as solicitações foram atendidas. O resultado foi bastante transparente e espero que as pessoas levem em conta a CPA como algo sério. Melhorar a ins"tuição é melhorar nosso curso, e consequentemente nosso desempenho profissional”. O professor Evaldo complementou

reforçando que é muito importante a par"cipação de todos na autoavaliação pois o relatório da CPA vai nortear as ações de melhorias da Ins"tuição. A Comissão Própria de Avaliação – CPA – é ins"tuída ar"go 11 da Lei nº 10.861/2004 e integra o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, sendo responsável pela condução dos processos de avaliação internos da ins"tuição, de sistem a "z a ç ã o e d e p r e s t a ç ã o d a s informações solicitadas pelo INEPIns"tuto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira.

51


“A Voz do Professor” é tema abordado no V Seminário de Capacitação Docente da FEPI Uma das formas u"lizadas pelo Centro Universitário de Itajubá - FEPI para capacitar seus professores é por meio do Seminário de Capacitação Docente. O evento desse ano, aconteceu nos dias 05 e 06 de julho e abordou um dos principais instrumentos de trabalho do professor, a voz. A organizadora do evento, a Pró-Reitora Acadêmica, Profª. Magda Cris"na Nascimento Rochael, agradeceu a disponibilidade dos professores que lotaram o Centro de Eventos: “A FEPI tem o compromisso com a qualidade da educação e com a formação con"nuada dos professores e o obje"vo do seminário é proporcionar uma reflexão sobre nossa prá"ca; possibilitar a troca de conhecimentos e embasar nossa teoria. A única maneira de repensar a educação e o cidadão que formamos é por meio do envolvimento com a função de docente e é isso que a FEPI tem priorizado – A voz do professor” salientou a PróReitora. A Reitora Profª Cidélia Maria Barbosa Lima agradeceu a inicia"va da Pró-Reitora Acadêmica e ressaltou: “nossa profissão é muito desafiadora, precisamos buscar constantemente melhorias pois nossa missão demanda isso; esse seminário é uma forma de auxiliar os docentes nesse aperfeiçoamento, temos crescido e isso é fruto de melhorias constantes”. Na noite do dia 05 foi ministrada a palestra "Dicas e cuidados com a voz e a expressividade" com a Dra. Ingrid Gielow, Ph.D - Diretora da Auriox - Comunicação e Desenvolvimento Humano. “O impacto da comunicação não está no que é dito, mas em como se diz” assegurou a palestrante. Após trazer dados que mostram como os professores sofrem com problemas vocais, ela explicou sobre a fisiologia da laringe, esclareceu verdades e mitos a respeito dos cuidados com a voz; adver"u sobre os abusos vocais, e mau uso da voz. Por meio de testes, exercícios e exemplos, Ingrid Gielow pode mostrar aos professores o quanto é eficiente aquecer a voz de forma adequada para garan"r a saúde vocal e demais cuidados. A palestra não se restringiu apenas ao uso da voz, mas esclareceu quanto a eficiência da entonação e expressão corporal quando u"lizadas adequadamente. No segundo dia do seminário os professores da ins"tuição puderam aprender mais sobre "Estratégias de Comunicação para potencializar a aprendizagem" com a Ma. Diana Melissa Faria - Diretora da Comunicar - Soluções Cria"vas. Diana frisou principalmente, a necessidade dos professores irem além das formas de comunicação que lhes são familiares, explorando outras formas de ensino para que alunos que possuem percepções diferentes sejam

52

a"ngidos e aprendam com eficiência, afinal, “ninguém aprende de forma igual, é importante levar em conta que as percepções são diferentes explorando todos os canais sensoriais, para ensinar preciso usar o canal preferencial do aprendiz”. A palestrante apresentou elementos de comunicação e esclareceu como a entonação de voz pode modificar completamente o sen"do de uma frase, defendeu a importância da harmonia entre o que falamos, pensamos e o que sen"mos. A inicia"va do evento, bem como o tema escolhido foi aprovado pelos professores como confirmou a professora Fabiana Amaral de Azevedo Sene Silva do curso de psicologia e engenharias: “o evento como um todo foi maravilhoso, acho fundamental esse "po de informação tanto para minha atuação como psicóloga quanto para atuação como professora, em relação a comunicação por mais que tenhamos a impressão que já sabemos, sempre podemos aprimorar, achei muito posi"vo”. Ao fim do evento os professores par"ciparam de sorteio de brindes e puderam se confraternizar em um coffee break.


Melhorias constantes


Continue crescendo! Faça Pós-Graduação na FEPI! Os cursos de Pós-Graduação do Centro Universitário de Itajubá - FEPI apresentam uma proposta curricular integrada, com base na grade exigida pelo Ministério da Educação e complementada com as necessidades do mercado de trabalho. Os cursos visam atender às demandas atuais de pro!ssionais por capacitação para as novas oportunidades e exigências das organizações, formando especialistas com um per!l diferenciado de atuação.

Matrículas abertas para o 2º semestre 2017 - Análises Clínicas - Direito Processual - Docência no Ensino Superior - Engenharia de Segurança do Trabalho - Fisioterapia Dermatofuncional - Fisioterapia Neurofuncional Adulto e Infantil - Fisioterapia Traumato-Ortopédica e Reumatológica - MBA em Gerenciamento de Projetos - Metodologia PMI - Gestão Educacional: Supervisão e Inspeção - Leitura, Produção e Revisão de Textos: Teoria e Prática - Musculação, Fisiologia do Exercício e Nutrição Esportiva - Psicologia Clínica com Ênfase em Terapia Cognitivo-Comportamental

MAIS INFORMAÇÕES: Secretaria de Pós-Graduação, Pesquisa e Extensão | pos.diretoria@fepi.br (35) 3629-8434

(35) 9 8802-1348

posgraduacaoenafepi.fepi

www.fepi.br

Av. Dr. Antônio Braga Filho, 687 - Bairro Varginha - CEP: 37.501-002 - Itajubá - MG

fepi_itajuba


Profile for Centro Universitário de Itajubá - FEPI

Informativo FEPI - 1º Semestre 2017  

Informativo FEPI - 1º Semestre 2017  

Advertisement