Page 1

1

Relatรณrio Anual

2014


2

Diretoria Diretora-presidente: Ana Regina e Souza Campello Primeiro Diretor vice-presidente: Rodrigo Nogueira Machado Segundo Diretor vice-presidente : Carlos Alberto Góes Diretor administrativo: Eduardo Gheller Mörschbächer Diretor financeiro e de planejamento: Marcelo de Mattos Carvalho Diretora de políticas educacionais: Patrícia Luiza Ferreira Rezende(até abril) e Katia Lucy Pinheiro Coordenador de Acessibilidade – regiões Norte e Nordeste: Marcelo Amorim (até Outubro) e Thiago Albuquerque Coordenador de Acessibilidade – regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste: Neivaldo Zovico Coordenadora dos Jovens Surdos: Claudia Hayakawa Coordenadora de Surdocegueira: Rosani Suzin Coordenador da área dos Surdos Negros: Sandro Pereira

Diretorias Regionais Belo Horizonte - MG Diretor regional: Marcos Antônio de Sousa Júnior Diretor financeiro: Michelle Andrea Murta Brasília - DF Diretor regional: João Paulo Vitorio Miranda Diretora administrativa: Alliny M. F. Andrade Diretor financeiro: Rogério Feitosa O. Silva Curitiba - PR Diretor regional: Leandro Patrício Diretor financeiro: Luciano C. Dyniewicz

Porto Alegre - RS Diretor regional: Francisco Eduardo Coelho da Rocha Diretora administrativa: Adriana Thoma Diretor financeiro: Carlos Roberto Martins São Paulo – SP Diretora regional: Sylvia Lia Grespan Neves (até outubro) Diretor Regional: Neivaldo Zovico Diretora financeira: Daniela Ramalho Cury (até janeiro) Diretor Financeiro: Rodrigo Araujo

Fortaleza – CE Diretor regional: Rodrigo Nogueira Machado Diretora administrativa: Mariana Farias Lima Diretor financeiro: Marcus Weydson Pinheiro

Conselho Fiscal Efetivo 1º Membro efetivo e presidente: Fernando de Miranda Valverde 2º Membro efetivo e secretário: Luiz Dinarte Farias 3º Membro efetivo: Daniel Antônio Passos

Suplentes 1º Membro suplente: Alexandre Carlos da Silva 2º Membro suplente: Antônio Carlos Cardoso 3º Membro suplente: Maria Márcia Fernandes de Azevedo


3

Conselho de Administração Max Augusto Cardoso Heeren Sueli da Silva Brito Flores


4

Sumário Palavra da presidente 5 Histórico e apresentação 6 Estrutura organizacional 7 Atividades da Presidência 8 Celes 14 Mercado de Trabalho 20 Atuação institucional Governamental 24 Atuação institucional Social 24 Acessibilidade 42 Eventos 49 Parcerias 63 Movimento Surdo 64 Surdocegos 65 Comunicação 68 Endereços 87


5

Palavra da Presidente Estamos no nosso terceiro ano de mandato. Apresentamos este relatório com o objetivo de reunir em um único documento as informações relativas ao trabalho desenvolvido por cada um dos Escritórios Regionais da Feneis, as Coordenações de área, os Centros de Estudos de Libras e Educação de Surdos (Celes) e outros grupos vinculados à Feneis. Nosso objetivo é apresentar informações administrativas, financeiras, bem como as atividades educacionais e sociais que mostrem a relevância do nosso trabalho. A nossa gestão tem como proposta manter a transparência das nossas ações frente à Diretoria Nacional, bem como nas atividades regionais. Merece ainda o destaque na nossa gestão a atuação dos movimentos sociais surdos pela escola bilíngue para surdos. Parabenizo aos militantes envolvidos que não desistiram de divulgar a importância do trabalho e resistência na luta pela inclusão das políticas educacionais para surdos no PNE – Plano Nacional de Educação, resultando a sua Lei PNE 13.005/14. Ainda estamos lutando para implantar esta proposta à nível estadual e municipal. Essa tem sido a nossa principal bandeira. Além disso, continuamos o trabalho pela qualidade de tradução / interpretação e pela acessibilidade do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) aos candidatos surdos em nível nacional. São tantas lutas que acabamos de expedir várias notas técnicas às Associações de Surdos e pessoas Surdas interessadas em engajar na luta, para esclarecimento e pressão no governo da sua cidade e do estado. As lutas vão sendo realizadas e conhecidas por todos. A Diretoria Nacional e seus diretores regionais pretendem continuar com a mesma plataforma e projetos voltados pela Comunidade Surda. O foco da gestão continua sendo a acessibilidade, educação bilíngue, direitos linguísticos, equidade social e educacional. Sabemos que a missão é árdua e difícil, mas vamos continuar trabalhando muito para melhorar a qualidade de vida da população. Podem contar sempre conosco!

Boa leitura!


6

Histórico e apresentação A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos - Feneis tem suas origens no final da década de 70. Mais precisamente em 1977, quando ainda levava o nome de Federação Nacional de Educação e Integração dos Deficientes Auditivos – Feneida. A crescente demanda e complexidade do trabalho levaram a diretoria a reestruturar o estatuto da instituição, na perspectiva de promover o avanço integral da pessoa surda em sociedade e de contar com a participação dos próprios surdos na entidade. Em 16 de maio de 1987 foi organizada uma assembléia geral, momento marcado pela mudança no nome da entidade, que passou a se chamar Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos – Feneis, denominação pela qual é conhecida até hoje. A Feneis é uma entidade filantrópica, de cunho civil e sem fins lucrativos, que trabalha para representar as pessoas surdas junto a políticas públicas, governo e sociedade. Tem caráter educacional, assistencial e sóciocultural. Uma das principais ênfases da instituição é fazer ser reconhecida a cultura surda perante a sociedade. A Feneis presta atendimento a surdos, familiares, instituições, organizações governamentais e não governamentais, professores e fonoaudiólogos. Por ser uma entidade que visa à filantropia, a Federação é reconhecida como Utilidade Pública Federal, Estadual e Municipal. Por isso, tem isenção da contribuição do INSS e de encargos sociais. É registrada no Conselho Nacional de Assistência Social e no Ministério da Previdência Social. Anualmente um relatório de atividades é enviado ao Ministério de Justiça para que sejam conferidas e avaliadas as ações executadas, e assim, renovado o benefício. A filantropia da Feneis não se baseia no assistencialismo e na caridade, mas busca fornecer condições para o efetivo desenvolvimento dos surdos. A instituição entende que igualdade é a conquista da autonomia, seguida do respeito à cultura e do acesso aos sistemas de saúde, educação,

jurídico e a todos os outros setores da vida. Assim a Feneis buscar continuamente os direitos da comunidade surda, visando uma melhor qualidade de vida e incentivando também o uso da Libras como meio de comunicação. A Feneis tem como prática o apoio e colaboração das entidades que trabalham com surdos, visando uma ação conjunta em busca de constantes melhorias. Além de incentivar a criação e o desenvolvimento de novas associações de surdos e de cursos de Libras, a Feneis desenvolve atividades voltadas para o incentivo da educação bilíngue para surdos, para a inserção de surdos no mercado de trabalho e para a inclusão dos surdos e /ou pessoas com deficiência auditiva na sociedade. A Federação organiza e participa de Congressos, Seminários e Cursos buscando sensibilizar os meios de comunicação e incentivar o desenvolvimento de pesquisas. Atualmente a Feneis está representada em todo o território nacional por meio da matriz, 05 escritórios regionais e 50 entidades filiadas. Dentre elas estão associações de surdos, de pais e amigos de Surdos, escolas e clínicas especializadas. A Feneis é filiada à Federação Mundial dos Surdos (FMS/WFD), entidade representativa dos surdos junto à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Organização das Nações Unidas (ONU), Organização dos Estados Americanos (OEA) e Organização Internacional do Trabalho (OIT). Com sede na Finlândia, a FMS busca garantir os direitos culturais, sociais e linguísticos do surdo no mundo. Uma das grandes conquistas foi a oficialização da Libras como meio de comunicação e expressão dos surdos brasileiros, através da Lei nº 10.436/2002, processo no qual a Feneis participou ativamente. Esteve presente também na elaboração do Decreto nº 5.626/2005 que regulamentou a lei, garantindo aos surdos o direito ao atendimento adequado em estabelecimentos públicos e educacionais por meio da Libras, ampliando o ensino da língua e o acesso aos surdos à educação básica e superior.


7 A Feneis é administrada por uma equipe composta pela Diretoria, Conselho Fiscal, Conselho de Administração e Diretores Regionais. Conforme previsto em estatuto, todos os integrantes da diretoria não devem usufruir de vantagens ou benefícios para desempenhar suas atividades. Todos os membros estão espalhados pelas várias regiões do país, buscando tornar a representatividade completa. Além disso, sua estrutura física se divide em Matriz, Escritórios Regionais e Centro de Estudos de Libras e Educação de Surdos – Celes. Em um país como o Brasil, de grandes dimensões continentais, adotou-se um modo de gestão descentralizada, para que os escritórios tenham mais autonomia e possam desenvolver trabalhos voltados para as especificidades regionais. É importante ressaltar que as atividades são realizadas com as mesmas filosofias e diretrizes definidas pela Feneis nacional.

Diretoria Diretoria administrativa

Presidência 1ª Vice-presidência 2ª Vice-presidência Diretoria financeira e de planejamento Diretoria de Políticas Educacionais

Conselho Fiscal

Conselho de Administração

Coordenadorias nacionais Matriz RJ

MG

DF

PR

RS

SP

Recursos e manutenção Dentre as várias despesas da Feneis, seja na matriz ou nas regionais, incluem-se gastos com: materiais de escritório e de limpeza, folha de pagamento e benefícios dos funcionários, assessoria jurídica, orientação familiar e visitas domiciliares. Os escritórios que não possuem sede própria ou não conseguiram um local provisório de funcionamento têm o aluguel pago pelos próprios escritórios regionais da Federação. As despesas são custeadas das seguintes formas: 

Captação de recursos mediante apresentação de projetos a órgãos governamentais ou não governamentais. Esses recursos são revertidos para a aquisição de equipamentos, remuneração de profissionais, oferta de cursos, reformas e eventos;

Taxa administrativa recebida dos convênios firmados para prestação de serviços e colocação de profissionais no mercado de trabalha, paga pelos contratantes. O valor é geralmente usado em encargos sociais, despesas de manutenção dos escritórios regionais, aluguel, funcionários, entre outros;

Fundo de reserva destinado a pagamentos de acerto com funcionários, FGTS, salário de férias, décimo terceiro salário, e outras garantias do trabalhador. Ele é adquirido também através dos convênios e não pode ser utilizado para nenhum outro fim.


8

Atividades da Presidência Fevereiro Elaboração do Documento: Reunião Técnica do Grupo de Trabalho: Política Nacional de Educação Bilíngue Língua Brasileira de Sinais e Língua Portuguesa – Brasília (DF)

Assembleia Geral da FENEIS no Rio de Janeiro em março


9

Lançamento de Letras Libras na UFAM em abril – Manaus (AM)

Abril – Festa da Associação dos Surdos de São Paulo – São Paulo (SP)


10

Abril – Participação da Assembleia Geral da FEBRAPILS – Fortaleza (CE)

Abril – reunião com a Diretoria Regional da FENEIS CEARÁ

bril – Nelson Pimenta representando a FENEIS no ANAC


11

Maio – Avaliação da PROLIBRAS – Brasília – (DF)

Maio – Festa da Associação dos Surdos do Maranhão – São Luis (MA)


12

Junho – Palestra sobre os Movimentos Surdos e Política dos Surdos – Guarapuava PR

Audiência Pública da FENEIS x INEP – Curitiba (PR) E visita ao escritório regional da FENEIS PR


13

Setembro – Recebendo Projeto João Avião na FENEIS

Setembro – Palestra na Semana de Setembro Azul – Campinas (SP)

Outubro – participação do III Encontro das Associações de Surdos do Norte e Nordeste – Natal (RN)


14 Dezembro – Palestra sobre Questões dos Surdos negros e Comissão de Negros Surdos – Rio de Janeiro

Celes – Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos Um dos grandes avanços da Feneis foi a criação do Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos – Celes, formado com o objetivo de ser um centro de referência para estudos realizados sobre a Língua Brasileira de Sinais e sobre a educação dos surdos. Dentre as atividades desenvolvidas estão elaboração de políticas voltadas para a Libras, promoção de cursos de Libras, promoção e apoio a eventos relacionados com a educação dos surdos e suporte para pesquisas e trabalhos desenvolvidos na área de surdez. Dentre as finalidades do Celes estão a defesa da Libras como primeira língua das comunidades surdas, a apresentação à sociedade da necessidade da presença de intérpretes de Libras nos estabelecimentos de ensino frequentado por surdos, estímulo à criação de escolas de surdos, reunião de grupos de discussões sobre propostas metodológicas e curriculares para a educação dos surdos e promoção de intercâmbios permanentes com grupos de pesquisa da área da surdez.

Atividades Cursos de Libras: com o objetivo de difundir o uso da Libras para a comunidade, o Celes oferece cursos de Libras nos níveis básico, intermediário e avançado para vários tipos de público, além do curso apenas de conversação. Alguns são ministrados em empresas ou universidades que solicitam turmas fechadas com vocabulário específico por área, outros são ministrados nas dependências da Feneis. Os professores do curso são devidamente selecionados em bancas, passam por capacitação anual e são avaliados periodicamente pelos alunos e pela diretoria regional. O método utilizado é no nível básico, avançado – modalidade conversação é introduzido o livro da LSBVÍDEO, que aborda com mais profundidade as questões teóricas e sobre cultura surda. Geralmente o curso básico tem duração de três módulos, perfazendo um total de 180 horas. Os alunos têm acesso ao livro e/ou apostila, manual do aluno e DVD. Há uma cota de bolsas destinadas a alunos carentes.

Cursos in Company Feneis: Atendem às diferentes empresas e órgãos públicos, oferecendo cursos e palestras dentro da própria estrutura da empresa, com o objetivo de torna-la mais inclusiva. A Feneis desenvolve serviços de consultoria, assessoria e educação corporativa em organizações


15 públicas e privadas. O programa foi criado com objetivo de atender às demandas e necessidades de treinamento, atualização e reciclagem de recursos humanos. São oferecidos a) curso de Libras para funcionários ouvintes potencializando a comunicação entre surdos e ouvintes na empresa, b) módulos mais avançados de acordo com a demanda da empresa, c) palestra de sensibilização para recepção das diferenças nas organizações, d) disponibilização de intérprete de Libras para mediar entrevistas de recrutamento e seleção, bem como na integração inicial do candidato.

Matriz Rio de Janeiro: - Total de alunos durante o ano em todos os cursos (Libras para ouvintes básico, intermediário e conversação) nas aulas realizadas na matriz: 120 alunos.

Regional Minas Gerais Celes – Renata de Castro Bello Domingues

Setor de Libras (Celes) Cursos de Libras: Curso Libras Básico I, II, III Libras intermediário I, II

Carga horária 60 hs cada módulo 60 hs cada módulo

Nº de turmas 11

Nº de alunos matriculados 250

04

59

Local Feneis Santa Inês Feneis

e

Cursos in Company Feneis: Curso Libras Básico I, II, III Libras intermediário I, II

Carga horária 60 hs cada módulo 60 hs cada módulo

Nº de turmas 10

Nº de alunos matriculados 149

02

19

Local Ouro Branco/Curvelo/MAO/Cardoso/Mateus Leme e Igreja Batista da Paz Curvelo e Ouro Branco

Outros cursos Curso

Carga horária Oficina de Português 4h/semana para Surdos – Projeto Piloto.

Nº de turmas 01

Parcerias de Cursos Setor de Libras (locais) 

Feneis;

Nº de alunos matriculados 04

Local Feneis


16       

ISI – Instituto Santa Inês; MAO – Museu de Artes e Ofícios; Cardoso – Igreja Metodista; Prefeitura de Mateus Leme; IBP – Igreja Batista da Paz; IFMG Ouro Branco – Instituto Federal de Minas Gerais; IBTA – Igreja Batista Templo da Adoração.

Outras Atividades do Celes     

Participação de Reuniões do Movimento Surdo, Apoio a Associações com Orientações, etc. Reuniões Mensais de Instrutores de Libras Denuncias e Acompanhamento no Ministerio Publico Federal sobre quaisquer tipos de discriminações contra os surdos. Em 2014 tivemos a denuncia contra o Concurso na UFMG e também contra a campanha eleitoral sem acessibilidade. Orientações a familiares de Surdos

Setor de Libras 

 

- O Setor de Libras participou de uma reunião na BHTrans, para discutir propostas de acessibilidade na área de transporte urbanos. Avaliamos alguns vídeos acessíveis em Libras que serão implementadas nas estações do MOVE. - Atendimento de uma aluna cadeirante no curso de Libras Básico; -Atendimento de um aluno surdo-cego no curso de Libras básico com acompanhamento de guia interprete, no 1ºsemestre de 2014.

Regional Rio Grande do Sul Cursos in Company Feneis: Curso Libras Básico

Carga horária 42 horas

Nº de turmas 2

Nº de alunos matriculados 14

Libras Básico

60 horas

2

20

Libras Intermediário Libras Avançado

40 horas 42 horas

1 1

11 7

Local Tribunal Regional Eleitoral Prefeitura POA INFRAERO Procuradoria da República

Curso de Formação e Capacitação de Instrutores e intérpretes de Libras: Curso

Carga horária

Nº de turmas

Nº de alunos matriculados

Tradutor Intérprete de Língua de Sinais

432h

1

19

Local LASALLECanoas


17

Outros cursos In Company Curso

Nº de turmas

Módulo II

Carga horária 60 horas

1

Nº de alunos matriculados 16

Módulo III

60 horas

Local Alegrete- RS

1

10

Alegrete - RS

CELES – Inativo Regional São Paulo Responsáveis : Eduardo Rocha / Tatiana Adler dos Santos Cursos de Libras: Curso Libras Básico Libras intermediário Libras Avançado

Carga horária 120 90 90

Nº de turmas 9 5 3

Nº de alunos matriculados 100 49 12

Local Feneis SP Feneis SP Feneis SP

Cursos in Company Feneis: Curso Libras intermediário

Carga horária 90

Nº de turmas 1

Nº de alunos matriculados 12

Local Peruíbe-SP

Curso de Formação e Capacitação de Instrutores e intérpretes de Libras: Curso Instrutores de LIBRAS Tradução/Interprete

Carga horária 180 240

Nº de turmas 1 1

Nº de alunos matriculados 24 8

Local Feneis SP Feneis SP

Outros cursos Curso Português para surdos ALS para surdos (inglês) Libras para surdos /DA

Carga horária 60 60 60

Nº de turmas 3 1 1

Cursos de Instrutores de Libras - 2014 BÁSICO - 180 Horas (Básico) - de Março/14 a Outubro/14

Nº de alunos matriculados 42 9 12

Local Feneis SP Feneis SP Feneis SP


18 Disciplinas Leitura e Compreensão dos textos Professora Silvia Sabanovaite Método de ensino de LIBRAS Professores: André Xavier e Fábio Alves Lingüística aplicada ao ensino de LIBRAS Profa: Silvia Sabanovaite Nome Alunos Trancar Falta disciplina 1-Aline Vendrame Cordeiro Ok 2 – Amanda Pereira Mattos Ok 3 – Ana Emilia França Ok 4 – Arielle Alves Antonicci Ok 5- Carlos Alexandre Silvestri Sim 6 – Cleber Bonacio de Araujo Ok 7 – Fábio Alves Ok 8 – Jose Antonio Figueiredo Sim Ok 9 – Juliana Cardoso Ok 10 – Juliana Ricchetti Ok 12 – Kelly Cristina Neves Ok 13 – Lara Gomes Silva Ok 14 – Luiza Quinato Maltez Ok 15 – MARCIA Cristina de Paula Ok 16 – Marcos Nascimento Ok 17 – Marina Pereira Ok 18 – Paola Ingles Gomes Ok 19 - Priscila de Souza Ok 20 – Randia Azevedo Ok 21 – Tatiana Adler dos Santos Ok 22 – Tatiane Silva Dias Ok 23 -Thais Gallardo Moraes Ok 24 – Welfrides Covre Sim Ok Alunos Instrutores que ainda estão pendentes nas provas: 1) Tatiane Silva Dias 2) Marcos Nascimento 3) Fabio Alves Outras Atividades do Celes :

Obs.

Prática

TCC

Ok

Ok

Em analise

Ok Analise Ok Ok

Ok Analise Ok Ok

Em analise Em analise Em analise

Ok Ok

Ok Ok

Em analise Em analise

Ok

Ok

Em analise

Ok Ok

Ok Ok

Em analise Em analise

Ok

Ok

Em analise

Oficina: ENSINO DE LIBRAS AOS INSTRUTORES INICIANTES - 14 Participantes Objetivo: Explicar e Praticas aos instrutores/estagiários de como dar as aulas aos alunos ouvintes acompanhando o livro da Feneis (LIBRAS EM CONTEXTO) Data: 8, 15 e 22/09/2014 Local: Feneis – SP Classificadores de Libras (Tarde) - 11 participantes (20/01/2014 a 24/01/2014) Local: Feneis – SP Professor: Pedro Osava Objetivo: Melhorias nas aprendizagens aos alunos do curso Intermediário


19 Classificadores de Libras (Noite) – 07 participantes (20/01/2014 a 24/01/2014) Local: Feneis Professor: Pedro Osava Objetivo: Melhorias nas aprendizagens aos alunos do curso Intermediário Curso como fazer o TCC dos instrutores Dia: 21/11/2014 07 estagiários instrutores participantes Palestrante: Tatiana Adler dos Santos Objetivo da Palestra: Como montar o TCC, tirando as dúvidas dos estagiários surdos.

REGIONAL CEARÁ Nome do Curso: Curso de Sinais Internacionais Parceria: Própria FENEIS Período: 04 a 08 de fevereiro Total de alunos formados: 18 Coordenadora: Vanessa Lima Vidal Machado Turma I - Curso de SI Nome do Curso: Curso de Sinais Internacionais Parceria: Própria FENEIS Período: 21 a 23 de fevereiro e 07 e 08 de março Total de alunos formados: 23 Coordenadora: Vanessa Lima Vidal Machado

Turma II - Curso de SI

Coordenadora: Rosângela de Oliveira Freitas Nome do Curso: Curso de Libras Básico – Módulo I Parceria: Própria FENEIS Período: Março/2013 a Fevereiro/2014 Total de alunos formados: 16 alunos Coordenadora: Flávia Sousa Holanda Nome do Curso: Curso de Libras Básico – Módulo I Parceria: Própria FENEIS Período: Abril/2013 ate fevereiro/2014 Total de alunos formados: 03 alunos Coordenadora: Flávia Sousa Holanda


20

Nome do Curso: Curso de Libras Básico – Módulo I Parceria: Própria FENEIS Período: Janeiro/2013 até janeiro/2014 Total de alunos formados: 06 alunos Coordenadora: Flávia Sousa Holanda Nome do Curso: Curso de Libras Básico – Módulo I Parceria: Própria FENEIS Período: Junho/2012 até Fevereiro/2014 Total de alunos formados: 17 alunos Coordenadora: Flávia Sousa Holanda Nome do Curso: Curso de Libras Básico – Módulo II Parceria: Própria FENEIS Período: Março/2014 – curso em andamento Total de alunos formados: Coordenadora: Hélio Medina de Oliveira Nome do Curso: Curso de Libras Básico – Módulo I Parceria: Própria FENEIS Período: Setembro/2014 – Curso(parado) Total de alunos formados: Coordenadora: Rosângela de Oliveira Freitas Nome do Curso: Curso de Libras Básico – Módulo I Parceria: Própria FENEIS Período: Maio/2014 – Curso em andamento Total de alunos formados: Coordenadora: Rosângela de Oliveira Freitas Nome do Curso: Curso de Libras Básico – Módulo I Parceria: Própria FENEIS Período: Maio/2014 – Curso em andamento Total de alunos formados:

Mercado de Trabalho Um dos objetivos da Feneis é promover a inclusão integral dos surdos no mercado de trabalho. Para tanto, promove a realocação desses surdos seja por meio de convênios de prestação de serviços com empresas e instituições onde os surdos são alocados, seja por encaminhamento individual de profissionais surdos. Apoio aos Surdos: Desde o processo de recrutamento e seleção e até o desligamento, o funcionário recebe orientações e esclarecimentos acerca dos assuntos inerentes a sua vida profissional: direitos e deveres trabalhistas; atividades a serem desenvolvidas; comportamentos condizentes com o local de


21 trabalho; ética e postura profissional. Mesmo após o desligamento, muitos ainda procuram a Feneis para esclarecer dúvidas sobre seus direitos, como o FGTS e o seguro desemprego. Todos os nossos funcionários contam ainda com orientação e atendimento psicológico individual e/ou familiar quando necessário. Outras atividades de apoio incluem o acompanhamento hospitalar e residencial, agendamento no INSS, encaminhamento para cursos (informática e Libras) e para o ensino regular. Metas: O planejamento de 2014 manteve as prioridades estabelecidas no ano anterior, baseadas nas áreas da educação, informação, comportamento, liderança, treinamento, ampliação dos benefícios nos convênios, qualificação e requalificação profissional, recrutamento, seleção e promoção; atuação política (Conselhos Estadual e Municipal), novos convênios, elaboração de projetos e acompanhamento de licenciados e acidentados. Atuação educativa junto aos contratantes e familiares: São realizadas visitas mensais em cada empresa com a qual temos parceria de serviço terceirizado, além dos atendimentos extraordinários ou eventuais quando solicitados. As empresas que possuem um número maior de surdos contam também com a presença de um coordenador-intérprete que tem a função de intermediar as relações entre funcionários-contrato-Feneis e auxiliar no processo de comunicação e acompanhamento das atividades laborais. Esses coordenadores-intérpretes, por sua vez, fazem parte do setor de RH e são acompanhados de perto pela equipe do escritório-sede. São realizadas reuniões trimestrais com toda a equipe e cada coordenador repassa mensalmente um relatório das atividades, ocorrências e rotinas. São oferecidos atendimentos psicológicos tanto para os nossos funcionários quanto para a comunidade surda em geral. Diariamente orientam-se e auxiliam-se pessoas que buscam contato email, telefones e até mesmo pessoalmente, por familiares, amigos e pela comunidade em geral nas diversas áreas que dizem respeito à surdez. Desempenho: o acompanhamento permanente fez com que o desempenho dos funcionários no trabalho e a relação entre chefias e funcionários melhorassem, aumentando a autoestima e a acessibilidade à informação e divulgando a importância da comunicação em Libras. O apoio no âmbito emocional às famílias dos funcionários surdos acidentados ou com problemas de saúde graves também foi outra fonte de atuação. São realizados, permanentemente, o acompanhamento e a avaliação de funcionários.

Matriz Rio de Janeiro Número de funcionários: 34 Recursos Humanos Segue nesta data o relatório referente às atividades ocorridas em 2014. A equipe multidisciplinar hoje é composta por uma psicóloga que vem compor o setor de Recursos Humanos desta Federação tendo como apoio um Assistente Administrativo e dois voluntários que atuam na área administrativa diretamente com a Diretoria Financeira e Presidência. Apesar do quadro reduzido no setor, os trabalhos terão continuidades conforme o planejamento da metodologia que foi traçado em 2013 baseados nas metas alcançadas em 2012. Sendo assim, manteremos os mesmos objetivos do ano anterior uma vez que há precariedade nessas principais áreas aonde nosso foco de preocupação e atuação esta baseado na área da Educação, Informação, Comportamento, Liderança, Treinamento, Qualificação Profissional, Consultoria, Marketing, novos Contratos de Terceirização de Mão de Obra Qualificada e Gerar Recursos Financeiros. Daremos continuidade às orientações aos licenciados e acidentados como também


22 orientação às famílias de pessoas Surdas e o atendimento Clinico e Psicológico direcionado ao Surdo e seus familiares independentes que seja funcionários. Nosso propósito de trabalho seria um englobamento na área Biopsicossocial e Cultural da Pessoa Surda e seus familiares nas áreas de atuação supracitadas, conforme abaixo informado. 1 – suporte aos funcionários da Feneis e suas respectivas chefias no âmbito do treinamento e intervenções; 2 – Palestras Educativas tendo como recursos: datashow, Cartilhas informativas, matérias visuais e táteis e dinâmicas em Grupo; 3 – Acompanhamento hospitalar e residencial; 4 – Agendamento do INSS; 5 – Encaminhamento para cursos em diversos segmentos como também o cursos de Libras; 6 – atendimentos as empresas para consultoria e parcerias para novos convênios no setor de terceirização de mão de obra. 7 – Atendimento Judicial na área cívico gratuito independente de serem funcionários. O ano de 2014 foi bastante promissor na área do mercado de trabalho, encaminhamos vários surdos para empresa privadas em diversas funções, além de palestras de acessibilidade, quebrando tabus quanto se trata da Pessoa Surda no âmbito profissional. Continuamos a fazer parte dos seguintes Conselhos: COMDEF – Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência, CNAS – Conselho Nacional de Assistência Social, e o CNS – Conselho Nacional de Saúde e nosso retorno ao CEPDE – Conselho Nacional da Pessoa Portadora de Deficiência. Em 2014 e inicio de 2015 com a mudança de governo tivemos perda de convênio devido a redução de gastos do Estado. Verificamos em 2014 que o melhor foco da Federação esta voltado para divulgação de Libras – Língua Brasileira de Sinais aonde centralizando nossos esforços na divulgação da importância da divulgação da mesma em todos os segmentos sociais facilitando a comunicação da pessoa Surda com o seu meio. Em relação aos atendimentos realizados em 2014 de uma forma geral foi muito gratificante, pois conseguimos atender uma boa demanda do nosso grupo alvo que seriam os Surdos e seus familiares apesar do número pequeno de colaboradores e funcionários. No setor Administrativo o número de atendimentos foi de 1580 pessoas conforme a demanda procurada. No setor Social foram atendidas 3002 pessoas sendo que a demanda foi para os setores de psicologia, interpretação, jurídico e encaminhamentos voltados para diversos setores sociais. Palestras de acessibilidade e sociais para empresas e funcionários totalizou em 16 temáticas pertinentes a inserção do Surdo ao meio Social e a informação. Houve outras demandas como atendimento telefônico, aonde não houve registros de números de ligações feitas e recebidas. *Outros: atendimentos à comunidade surda, contratações e demissões temporárias, visitas, advertências, suspensões, remediações, orientações reuniões de emergência etc. TOTAL: 4598 (quatro mil e quinhentos e noventa e oito) atendimentos. Informamos que o valor supracitado na verdade sempre tende a ser para mais, devido a muitas outras tarefas a serem realizadas no setor e ao número reduzido de funcionários internos da Federação.


23

Convênios Secretaria do Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços – SEDEIS Jardim Zoológico – RIO ZOO Secretaria de Obras – SEOBRAS Total: 37 funcionários

Regional Minas Gerais Convênios Convênio BHTRANS CEFET DER ERMG Fio Cruz Detran Gameleira Ipsemg /Hospital Instituto de identificação Instituto mineiro agropecuária Detran Joao Pinheiro Ipsemg /Sede

Data de início e fim 2008 2012 2011 1983 2004 2008 2006 de 2009

Nº de funcionários 19 funcionários 2 funcionários 23 funcionários 25 funcionários 10 funcionários 31 funcionários 67 funcionários 48 funcionários 8 funcionários

2008 2006

68 funcionários 43 funcionários

Tj Raja

2011

28 funcionários

Tj Uberlândia

2011

28 funcionários

TJ Forum

2011

23 funcionários

TRT BH

2008

115 funcionários

TRT INTERIOR

2008

109 funcionários

TRT RMBH

2008

29 funcionários

Regional Rio Grande do Sul Atividades realizadas: 

CORAG, Hospital de Clínicas, Justiça Federal, Tribunal Regional do Trabalho e Tribunal de Justiça.


24 Convênios Convênio CORAG TRT 4º Região TRT Anchieta Tribunal de Justiça Justiça Federal - NH Justiça FEDERAL – POA Hospital de Clínicas

Data de início e fim

Nº de funcionários 23 21 14 60 13 5 14

Atuação Institucional governamental Conselho Nacional da Pessoa com Deficiência - Conade Uma das principais representações da Feneis na área governamental é a participação no Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONADE). Já há alguns mandatos a Feneis consegue eleger representantes das causas surdas nessa importante esfera de discussão ligada à Secretaria Nacional dos Direitos Humanos da Presidência da República. Atualmente, o conselheiro que representa a Feneis é Ulrich Palhares, empossado no início de 2013. O mandato é de dois anos e vai até 2015.

Conselhos municipais e estaduais da pessoa com deficiência Muitos surdos participam, em várias cidades e estados brasileiros, dos conselhos municipais e estaduais da pessoa com deficiência. O objetivo é levar propostas da área da surdez para serem votadas no segmento das pessoas com deficiência, e, em última instância, aos poderes executivos e legislativos. Houve uma forte atuação dos surdos nas conferências municipais e estaduais de educação, convergindo para a eleição de vários delegados em quase todos os estados brasileiros.

Outras ações institucionais

Atuação institucional na área social Diversas são as ações realizadas pela Feneis voltadas para a comunidade surda e para a sociedade em geral. Em todos os escritórios regionais são realizadas atividades de esclarecimento, atendimento a pesquisadores, dentre outras ações, tais como: - distribuição de material informativo: folders, cartazes, endereços, telefones, venda de materiais como livros, revistas, camisas, adesivos, calendários e o adesivo símbolo da surdez para carros, exigido pelo Detran. - emissão e entrega dos certificados dos cursos realizados na Feneis.


25

- atendimento ao público e repasse de informações sobre: cursos de Libras, vagas de emprego, questões relacionadas ao trabalho (vale transporte, conta bancária, passe livre), nomes de escolas para surdos, empresas que oferecem aparelho auditivo, empresas que fazem audiometria, cursos gratuitos de informática, amparo legal e aquisição de livros e outros materiais da Feneis. - atendimento a pesquisadores. - encaminhamento de surdos para fazerem passe-livre. A regional do Rio Grande do Sul tem um trabalho sistematizado de encaminhamento para aquisição de Passe Livre Intermunicipal. É feita a organização do material de Passe-Livre Intermunicipal e Municipal, com a confecção de kits, listagem das documentações e organização das pastas. - suporte aos usuários, como telefonemas aos órgãos públicos e encaminhamento aos setores médicos e sociais. - livros e materiais mais vendidos, das seguintes editoras: Editora Mediação, Editora Arara Azul, Editora wak, Editora Summus, LSB Videos, Editora Ciranda Cultural, Brinquelibras, Brinque-Book, Editora Escala.                             

Atualidade da Educação Bilíngue para surdos I e II, A Surdez Educação inclusiva: com os pingos nos "is" Avanços em Política de Inclusão Ouvindo o Silêncio Uma Escola Duas Línguas Letramento e Minorias Intérprete de Libras, Inclusão e Avaliação Removendo as barreiras da aprendizagem Inclusão e escolarização Coleção de livros da editora escala Educação & Exclusão Surdez e Bilinguismo, Leitura e Escrita Inclusão nas Práticas Pedagógicas Conhecimento e Margem Formação docente Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais Vol 1 e 2 Surdez Um Olhar Sobre a Diferença De Sinal em Sinal vol 1 e 2 Dicionário do Fernando Capovilla Construção dos Sentidos na Escrita do aluno Surdo Como Brincam as Crianças Surdas Cidadania, Surdez e Linguagem, Mãos Fazendo História, Surdez e Educação, O Papel do Outro na Escrita do Sujeito Surdo Curso de Libras 1 e 2 Fábulas de Esôpo vol 1 e 2 Livro + DVD Alice para Crianças Livro + DVD A Ilha do Tesouro DVD O Homem que Amava Caixas DVD Guilherme Augusto Araújo Fernandes


26     

DVD Meus Primeiros Sinais DVD Minhas Primeiras Frases Contos Clássicos em Libras Livro Mãos ao Vento, DVDs de Piadas Revistas Feneis

Regional Minas Gerais Psicologia: Atendimentos psicológicos realizados para a comunidade surda. Total: 370 Jurídico: Os atendimentos com advogados em 2014 aconteceram duas vezes ao mês tendo em média 72 atendimentos. Educacionais: Foram desenvolvidas atividades em parcerias com a Escola Estadual Francisco Salles, PUC Minas, Santa Inês Fonoaudiologia: Atuação constante no Projeto Sala de Espera com foco de introduzir a língua de sinais e desenvolver a capacidade de compreensão das crianças surdas Assistente Social: Marcelo Oliveira Bleme - Roseane Cristina dos Santos Atendimentos, orientações, acompanhamentos e encaminhamentos referentes à área social. Visitas domiciliares e institucionais, Grupos de convivência: Gestantes e Idosos, Palestras e oficinas para as Famílias. Tendo em média 400 atendimentos no ano de 2014. Intérpretes e Guia Interprete: Atendimento médio – 195 Atendimento Jurídico – 66 Atendimento ao Surdocego – 11 Atendimento Geral – (Escolas, Projeto Sala de Espera e demanda espontânea) – 105 Total : 377  Atividades com crianças surdas Setembro Azul: Rua de Lazer, oficina de pintura e cinema. Passeio Praça Mangabeiras Clube Serviço Social do Comercio Desportivo – SESC/MG  Atendimento a pesquisadores Alunos do Curso de Fonoaudiologia PUC Minas Aluna de Pós Graduação da Puc Minas Alunos do Curso de Libras da FENEIS  Outros

Regional Rio Grande do Sul Relatar todas as atividades voltadas para as questões sociais tais como:  Atender o público em geral  Auxiliar no passe livre intermunicipal e municipal  Levar as entidades correspondentes pedidos de confecção e renovação de passe livre intermunicipal e municipal  Distribuição gratuita dos formulários de Passe Livre;  Atendimento telefônico e Viável Brasil


27       

Cadastrar e atualizar os dados da comunidade surda no sistema Buscar nas entidades a carteira intermunicipal e municipal Organizar a listagem dos documentos e arquivar Informações sobre carteiras de passe livre intermunicipal e municipal Confecção de cartazes informativos Levar os contras- cheques nos convênios Levar nota fiscal nos convênios

Regional São Paulo Setor : Secretária da Direção Responsável : Vanessa Viana dos Santos Contatos com Empresas/Entidades (através de ofícios) Empresa

Assunto

TECH CAMP 2014 MPU / MPT ROYAL IMOVEIS

CONFIRMAÇÃO DE PRESENÇA RESPOSTA OFICIO 11781.2014 ABATIAMENTO DO VALOR NA LOCAÇAO

FENEIS-RIO FAMESP AHMISA ADEFAV FAMESP TANIA NARCOTICOS ANONIMOS UNIFAI

SOLICITAÇÃO DE EMPRESTIMO SOLICITAÇÃO DE SALAS SOLICITAÇÕES DE SALAS SOLICITAÇÃO DE SALAS SOLICITAÇÃO DE SALAS SOLICITAÇÃO DE SALAS SOLICITAÇÕES DE SALAS SOLICITAÇÕES DE SALAS

IGREJA NAZARENO PAROQUIA SANTO INACIO DE LOIOLA FENEIS RIO

CONTRAPROPOSTA SOLICITAÇÃO DE SALAS SOLICITAÇÃO DOCUMENTOS JOEL

PREFEITURA DE AMERICANA

RATIFICAÇÃO DE PROPOSTA DO OFÍCIO 095/2013 - SECRE ENCAMINHAMENTO CONTRATO ASSINADO

COLGATE ABRIL

DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO

SENAC TRIBUNAL DE JUSTIÇA DRE JAÇANÃ TREMEMBÉ CENTRO UNIVERSITARIO SÃO CAMILO FUNDAÇÃO SANTO ANDRE

DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇAO

ISAT PRO-CIDADANIA UNILEHU

DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO

P M AMERICANA


28 Empresa

Assunto

CIPA ADP

DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO

APSEN UGT CAMARA MUNICIPAL DE SBC BRAINSTORMING ENTRETENIMENTO AÇÃO EDUCATIVA ONZE MC UFABC ALUMBRA

DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇAO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO DIVULGAÇÃO RELAÇÃO DE MATERIAL PARA DOAÇÃO

ITAU EMEF VEREADOR ANTONIO SAMPAIO ALUMBRA PRODUTOS ELÉTRICOS E ELETRÔNICOS

COMPARECIMENTO SUBSTITUIÇÃO DE INTERPRETE

GE ILUMINAÇÃO DO BRASIL LTDA. PIAL LEGRAND INTRAL SA INDÚSTRIA DE MATERIAIS ELÉTRICOS LÂMPADAS GOLDEN HAVELLS SYLVANIA BRASIL ILUMINAÇÃO LTDA FLC LÂMPADAS ALUMBRA

DOAÇÃO DOAÇÃO

NEE SESC CAMPINAS

AGRADECIMENTO CONVITE SOLICITAÇÃO DE ESPAÇO

DOAÇÃO

DOAÇÃO DOAÇÃO DOAÇAO DOAÇÃO CARTA DE AGRADECIMENTO DOAÇÃO

Reuniões Relevantes Agenda pela Secretaria. ID 01 02 03 04 05 06

Empresa/Entidades PRONATEC USP – FERNANDA BRUNINI AHMISA MOEMA IMOVEIS AHMISA IOS OPORTUNIDADE SOCIAL

Assunto Projetos Pesquisa Parceria – 1ª reuniao Renovação de Contrato Parceria – 2ª Reuniao Parceria/ Divulgação

07

PRODEF

Projetos

08

ATEAL

09

SECRETARIA DE ED. DE SBC

Projeto de Formação de TILS em Jundaí Convênio

10

IOS OPORTUNIDADE SOCIAL

Parceria

11 12 13

MINISTERIO PUBLICO SECRETARIA DE ED. DE SBC ATEAL

Parceria Convênio Apresentação de Material

Mês Fevereiro/2014 Fevereiro/2014 Março/2014 Março/2014 Março/2014 Março/2014 Março/2014 Abril/2014 Abril/2014 Julho/2014 Julho/2014 Julho2014 Agosto/2014


29

14

HCOR

Parceria

Agosto/2014

Setor: Interprete Responsável : Vanessa Viana dos Santos Atendimento prestado no escritório    

Prestação de serviços de interprete em empresas privadas Prestação de serviços de interprete em órgãos públicos Prestação de serviços de interpretes em instituição de ensino Reatech 2013 – Interpretes - Palestras

Atendimentos Externos: 1. 2. 3. 4. 5. 6.

Colgate ABRIL ADP Ministerio Publico 29ª Vara Criminal Brainstorming

7. 8. 9. 10. 11. 12.

Advogados DRESA Unilehu USP Efort Accenture

Numero de interpretes 50 interpretes cadastrado como autônomos 3 interpretes CLT Diretoria de Ensino Jaçanã- Tremembé

Setor: Recepção Responsavel : Cristiane Tótoli a) Atendimento de ligações à procura de cursos; b) Auxilio no setor de cursos informando vagas disponíveis para novos cursos; c) Anotação de e-mails, nome e telefone para posterior envio de informações aos interessados nos cursos que a FENEIS-SP oferece; d) Ajuda no recebimento das mensalidades e matrículas dos alunos: e) Entrega de declarações e certificados aos alunos; f) Atendimento aos interessados por telefone para esclarecimento de dúvidas tais como: endereço do local do curso, valor do curso, início das aulas; g) Recebimento de correspondências e distribuição aos setores correlatos; h) Atendimento aos funcionários da SABESP e ELETROPAULO, para fazerem a leitura da água e da luz. i) Pedidos de materiais que são feitos pelo e-mail do SEMAT, tais como: (livros, adesivos), vou até a Agência dos Correios para que possam efetuar a entrega. j) Atendimento com muita atenção e dedicação as pessoas que compareceram para efetuar matriculas, pagamentos, conhecer a Feneis; k) Esclarecimentos de dúvidas como: prova de instrutor, a formação que a Feneis oferece, Faculdades que possuem Pós em Libras; l) Inscrição de matrículas de alunos para auxiliar o setor de cursos;


30 m) Atendimento aos surdos interessados em trabalho, orientação no colhimento de dados dos locais onde havia vagas nas empresas; n) Informação da lista dos materiais que vendemos na FENEIS/SP; o) Auxilio aos professores tirando Xerox de provas; p) Auxilio aos professores nas dúvidas de palavras em Português, qual o significado fazendo a interpretação para o Professor Surdo. q) Auxilio ao setor de cursos no arquivo de fichas de pagamento do curso;

Setor: Material Responsavel : Cristiane Tótoli

a) Consignação de livros, com nossos fornecedores:

b) c) d) e) f)

a. Editora Mediação, Editora Summus, Editora Arara Azul, César Augusto de Assis Silva (Cultura Surda – Editora FAPESP Terceiro Nome), Renato Dente Luz (Cenas Surdas – Editora Parábola), Jogo UNO LIBRAS, MEMOLIBRAS (ATEAL), Editora Mãos Sinais Éden Veloso (Aprenda LIBRAS com eficiência e rapidez) Venda de livros, DVDS, Adesivo de Surdez, Camisetas, Biscuit, Chaveiros, Configuração de Mão, Broche e Bottons; Organização das prateleiras dos livros expostos na vitrine. Pesquisa e compra de materiais: limpeza, copa e escritório - fornecedores: Gimba, QUERO ÁGUA Distribuidora de água e gás; Participação na feira Reatech/2014; Participação na Palestra - EMEBS Vera Lúcia Aparecida Ribeiro - Cultura Surda com Sylvia Lia Grespan Neves, SMS 190, Equipe da 1ª Delegacia de Polícia da Pessoa com Deficiência / SP – Dia: 27/09/2014. Materiais mais vendidos:

I. II. III. IV. V. VI. VII. VIII. IX. X. XI. XII. XIII. XIV. XV. XVI. XVII. XVIII. XIX. XX. XXI. XXII. XXIII. XXIV. XXV. XXVI.

Livro A Surdez Livro Educação inclusiva: com os pingos nos "is" Livro Avanços em Política de Inclusão Livro Ouvindo o Silêncio Livro Uma Escola Duas Línguas Livro Letramento e Minorias Livro Intérprete de Libras Livro Inclusão e Avaliação Livro Removendo as barreiras da aprendizagem Livro Inclusão e escolarização Livro Surdez e Bilinguismo Livro Leitura e Escrita Livro Inclusão nas Práticas Pedagógicas Livro Conhecimento e Margem Livro Formação docente Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais Vol 1 Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais Vol 2 Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais Vol 3 Livro Surdez Um Olhar Sobre a Diferença Livro De Sinal em Sinal vol 1 Livro De Sinal em Sinal vol 2 Livro Como Brincam as Crianças Surdas Livro Cidadania, Surdez e Linguagem Livro Mãos Fazendo História Livro O Papel do Outro na Escrita do Sujeito Surdo Livro Mãos ao Vento


31 XXVII. XXVIII. XXIX. XXX. XXXI. XXXII. XXXIII.

Livro Memória e História A Indagação de Esmeralda Livro Antropologia Hoje Cultura Surda Livro LIBRAS Aprender está em suas mãos Livro CENAS SURDAS Os surdos terão lugar no coração do mundo? Jogo ATEAL UNO LIBRAS e MEMOLIBRAS Livro Saúde em Libras Vocabulário Ilustrado Apoio para atendimento ao paciente surdo Livro Letramento, Bilingüismo e Educação de Surdos

REGIONAL CEARÁ Secretaria: Este setor é responsável pelo atendimento de todas as pessoas que procuram a instituição, devido as mais diversas razões, tais como:  Informes gerais sobre a surdez, cultura surda, a Libras e legislação.  Informes sobre cursos de Libras na Instituição, matrícula e pagamento;  Reclamações sobre a falta ou a ineficiência no atendimento ou prestação de serviços públicos;  Orientação na busca de serviços públicos: passe-livre interestadual, passe livre municipal, central de intérpretes, contato de instituições de/para surdos.  Organização e envio de ofícios e declarações para eventos, palestras, divulgação e qualquer outra atividade de nossa responsabilidade;  Organização do evento Setembro Azul, bem como palestras e a passeata;

REGIONAL PARANÁ MUDANÇA da sede da FENEIS PARANA PARA A NOVA RESIDÊNCIA: AV SILVA JARDIM - CENTRO DE CURITIBA - PR 1 Recepção, 3 Salas (Diretoria e sala de cursos), 1 Banheiro, 1 Cozinha, 1 Sala de almoxarifado e 1 Sala de espera.


32


33 REUNIÃO COM OS DIRETORES REGIONAL E NACIONAL: SRS. FRANCISCO ROCHA E EDUARDO GHELLER.

COORDENAÇÃO DE AVALIAÇÃO: COORDENADOR THIAGO E VICE COORDENADOR ANDERSON E SEUS MEMBROS DA BANCA AVALIAÇÃO DOS TILS DO ESTADO DO PARANÁ


34

REUNIÃO COM OS PROFESSORES MAURICIO ROMA E SUELI FERNANDES SOBRE O EDITAL DA FENEIS PR


35

REUNIÃO DA EQUIPE DA BANCA DE AVALIAÇÃO

PARTICIPAÇÃO DOS DIRETORES REGIONAIS: LEANDRO E LUCIANO NA REUNIAO DA FENEIS NO RIO DE JANEIRO


36 TURMA DO CURSO DE LIBRAS BÁSICO (SÁBADO)

REUNIÃO DE GRUPOS SURDOS DISCUTINDO UMA ESTRATÉGIA PARA MELHORAR O CELES E AVALIAÇÃO DIDÁTICO-PEDAGÓGICO


37


38 MOMENTO DE ARRUMAÇÃO DOS MÓVEIS E PASTAS DA FENEIS PR


39 REUNIÃO DE PARCERIA COM A ENTIDADE EM JOINVILLE – SC

PARTICIPAÇÃO DA FENEIS PARANÁ NA REPORTAGEM SOBRE O APOIO DOS SURDOS DO ENEM EM LIBRAS


40 PARTICIPAÇÃO DA REUNIÃO DA DIRETORA PRESIDENTE ANA REGINA NO FENEIS PARANÁ

REUNIÃO NA FENEIS PR COM O CENTRO APOIO DOS SURDOS – CAS EM PARCERIA


41 REUNIÃO COM O PASTOR RENATO NA PARCERIA COM A IGREJA BATISTA BOM RETIRO

REUNIÃO COM A ENTIDADE DE PONTA GROSSA (ASSOCIAÇÃO DE SURDOS DE PONTA GROSSA) EM PARCERIA COM A FENEIS PR


42 PRESENÇA DA FENEIS NO SEMINARIO DA UFPR

Acessibilidade Coordenação Nacional de Acessibilidade A Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos que é vinculo na FENEIS – Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos e tem dois coordenadores sendo um coordenador do SUL e outro coordenador do NORTE. O coordenador do Sul é o Prof. Neivaldo Augusto Zovico e seus membros de apoio são Carlos Paiva e Sueli Okubo ambos de São Paulo. O outro membro de apoio do Sul (RS), Sr. Tibiriça Viana Maineri residente em Caxias do Sul – RS e o coordenador do NORTE, Sr. Marcelo Amorim residente em Recife – PE. Os membros de apoio e coordenadores são voluntários e suas atividades são apoiar a Coordenadoria Nacional de Acessibilidade na participação em reuniões e em projetos, em toda a documentação e acompanhamento de ações do ministério público federal, auditorias em decretos, auditorias de SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) em fiscalização e suporte em tecnologia de telecomunicações para órgãos públicos e privados e tudo que diz respeito à acessibilidade para surdo no país. Os coordenadores participam de reuniões na FENEIS com a ajuda de intérpretes de LIBRAS voluntários da FENEIS/SP e Viável Brasil Telecomunicações. Algumas reuniões também contaram com a presença da Diretoria da Feneis – SP e também Feneis Nacional em outros lugares. Sobre o Decreto 6.523 – SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor, temos lutar muito para melhorar a comunicação dos Surdos com nova tecnologia pois no momento de hoje que não está em funcionando 100% de acessibilidade para consumidores Surdos. Neste ano foram realizadas diversas reuniões sobre implantação de SAC em todas empresas públicas e privadas com a participação de diretores e coordenadores de Acessibilidade em todas as regiões do Brasil. Continuam lutando muito para explicar que a nova tecnologia que ajuda muito pois preferem mensagem tipo SMS dos celulares, chat de internet e videochamada dos celulares e tablets / smartphones por isso que deverão melhorar no atendimento aos consumidores surdos. A Coordenadoria Nacional de Acessibilidade se preocupou muito com a acessibilidade para Surdos nos casos de emergência onde a luta é para a garantia dos direitos dos surdos no uso do SMS de celulares para estas ocorrências. Ainda não foi feito nada e estamos lutando muito e também ficamos de olho nos responsáveis de setor de caso de emergência.


43 A Coordenadoria participa em consultoria para empresas e treinam, faz palestra aos funcionários das empresas de Call Center onde atende os consumidores Surdos com melhor tecnologia e inovação. Aconteceu na XIV Feira REATECH – XIV Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade para deficientes, onde a Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos participou e foi procurado pelos diversos profissionais para que atendem em acessibilidade para Surdos e/ou Deficientes Auditivos em diversos tipos de formas de comunicação como tecnologia de comunicação e acessibilidade com inovação. Durante o ano, Coordenador Prof. Neivaldo participou diversas reuniões sobre propostas de Educação Bilíngue para Surdos através de internet e presencial, reunião em entidades de diversidade, grupo de Surdos na FENEIS-SP, e também participou da CONAE 2014 no qual é delegado nacional de CONAE. Foi participando durante a Conferência Nacional de Educação onde foi realizado nos dias 19 a 23 de novembro em Brasília para lutar para garantir melhor Educação Bilíngue para Surdos. E também participou em diversas reuniões da Procuradoria Regional de Direitos do Cidadão de São Paulo, neste momento Prof. Neivaldo ministrou as diversas palestras em São Paulo. O Coordenador do Sul, Prof. Neivaldo participou na reunião no Ministério Público Federal a respeito sobre atendimento aos passageiros Surdos e/ou Deficientes Auditivos em todos os Aeroportos do Brasil junto com ANAC, SEDPcD, Conade, CREA, SDH, etc. Também participou Defensoria Pública do Estado de São Paulo sobre o atendimento para pessoas Surdas e/ou Deficientes Auditivos dentro da Defensoria de todo o estado de São Paulo com nova tecnologia como videofone com interprete de LIBRAS e ou presencial e também vão implantar tecnologia de comunicação que facilita mais com Surdos. Recebemos e-mails sobre a reclamação, dúvida, informações, etc., a respeito de acessibilidade para surdos que gerou muitos problemas como Interprete de LIBRAS no Ensino Médio, Universidade, Auto Escola, Hospital, Agência de Empregos, sem Atendimento no SAC, etc. e respondemos por Email, e também orientamos a procurar Ministério Público Federal de Direitos Humanos e Direitos do Cidadão, Anatel, Secretária de Educação, Ouvidoria, etc. A Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos agradece a Empresa Viavel Brasil Telecomunicações pelos serviços de interpretação de LIBRAS através de videofone durante as diversas reuniões onde participa o Coordenador Nacional de Acessibilidade para Surdos. Participou grupo de Diversidade no dia 12 de fevereiro e também alguns meses em São Paulo, auditório da Ação Educativa sobre organização da proposta para Educação em todo o Brasil incluindo a Educação Bilíngue para Surdos no Brasil. Participou no 1º Congresso Sindical para TILSP no Estado de São Paulo na cidade de Guarulhos no dia 22 de fevereiro. Participou na Simpósio “América Acessível: Informação e Comunicação para Todos” onde foi realizado em São Paulo nos dias 12 a 14 de dezembro. Organizado pela União Internacional das Telecomunicações (UIT) em parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH) e a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) no Brasil, o evento tem apoio da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e da Secretaria Municipal de Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida de São Paulo (SMPED). A Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos agradece a Empresa Viavel Brasil Telecomunicações no qual doou os videofones para todos os Escritórios Regionais da Feneis no Brasil, a comunicação se tornou viável e realidade quando os diretores se contatam com outros diretores de outros estados e também e Surdos para atender e também serviço de interpretação de LIBRAS atraves de videofone da Empresa Viavel Brasil Telecomunicações.


44 Participou como ministrante de palestras em eventos grandes: Dia 12/04 - III Fórum Nacional sobre Tecnologia Assistiva promovido pela Secretaria Nacional de Promoção de Direitos da Pessoa com Deficiência durante REATECH 2014 sobre tema “O desenvolvimento de softwares para comunicação alternativa”. Dia 26/09 – Semana Setembro Azul 2014 – “Acessibilidade para Surdos” Dia 14/10 – Centro de Pesquisa e Formação do SESC “Novas Tecnologias de Comunicação para Surdos. Dia 12/12 – III Encontro Estadual – APILBESP 10 anos “Interpretes de LIBRAS: Caminhos para a Profissionalização” Relação dos ofícios e cartas enviadas pela Coordenação Nacional: Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: isento para Deficientes Auditivos Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: concurso público para cargos para Surdos e ou Deficiente Auditivo Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: prova para Surdos no Detran Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: legenda na web Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: indicação de pessoa Surda para ENEM Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: Curso Técnico sem interprete de LIBRAS Para: CONADE Conselheiro Francisco Rocha Assunto: arquivos de acessibilidade para Surdos Para: Presidente do Senado José Renan de Carvalho Assunto: produtos isentos para Deficientes Auditivos Para: Gerencia de Universalização e Ampliação do Acesso – PRUV Superintendência de Planejamento e Regulamentação – SPR Marcel neto de Lima – especialista em Regulação - Jurídico Assunto: acessibilidade na comunicação para Surdos e/ou Deficientes Auditivos Para: Prefeito de São Paulo Fernando Haddad e diversas secretarias municipais


45 Assunto: Transporte público para alunos Surdos e/ou Deficientes Auditivos da Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos “Helen Keller” – São Paulo Para: Prefeito de São Paulo Fernando Haddad e diversas secretarias municipais Assunto: Sinalização pertinente próxima à Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos “Helen Keller” – São Paulo, Rua Pedra Azul, 314, Aclimação. Para: Secretaria de Direitos Humanos da Presidente da República Ideli Salvatti Assunto: Acessibilidade para Surdos e/ou Deficientes Auditivos através de SAC. Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: Serviço de Emergência para Surdos e Deficientes Auditivos Para: Secretaria de Direitos Humanos da Presidente da República Ideli Salvatti Assunto: Serviço de Emergência para Surdos e Deficientes Auditivos Para: Anatel – Agencia Nacional de Telecomunicação Assunto: CONSULTA PÚBLICA No 31, DE 21 DE AGOSTO DE 2014 - Discussão Prévia com a Sociedade sobre Temas Relevantes para Construção do Regulamento Geral de Acessibilidade. Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: PROMOÇÃO DE ARQUIVAMENTO nº 865/2014 para não arquivar o documento sobre interprete de LIBRAS no ENEM Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: CONADE sem retorno Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: Debate dos candidatos à Presidente sem acessibilidade para Surdos e/ou Deficientes Auditivos. Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: aluna no curso de Mestrado sem interprete de LIBRAS na Universidade de Mogi das Cruzes. Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: email sem retorno da Policia Federal. Para: Ministério Público Federal Procuradoria Regional do Direito do Cidadão – São Paulo Assunto: TV assinatura sem acessibilidade para Surdos e/ou Deficientes Auditivos Relação dos ofícios e cartas recebidas pela Coordenação Nacional:


46 

Ministério Público Federal – RJ sobre que a Globo diz que está cumprindo o compromisso sobre acessibilidade na TV do programa BBB13 com legenda.

Ministério Público Federal – SP sobre concurso adaptados para Surdos e/ou Deficientes Auditivos que Conade expediu recomendação 001/2010 – Conade/SDH/PR que verificará a adaptação de todas as provas durante concursos.

Ministério Público Federal – SP sobre SMS para casos de emergência que está em andamento para funcionar.

Ministério Público Federal – SP sobre interprete de LIBRAS no ENEM e afirmando que tinha interprete de LIBRAS no qual foi atendido pelo aluno durante a prova.

Ministério Público Federal – SP sobre legenda na TV assinatura no qual está providenciando.

Ministério Público Federal – SP sobre atendimento de pacientes nos planos de Saúde.

Ministério Público Federal – SP sobre legenda na web para que o Grupo de Trabalho de pessoas com deficiências para iniciar o trabalho.

Ainda foram feitos diversas noticias para a publicação nos sites, blog de acessibilidade para Surdos e as matérias para a publicação da Revista Reação que divulga em todo o Brasil e do Mundo inteiro com a publicação de 20 mil exemplares. O Prof. Neivaldo foi entrevistado pela Televisão e Emissoras, jornalistas de jornal e revistas junto com interprete de LIBRAS sobre acessibilidade para surdos com diversos tipos de comunicação, Educação Bilíngue para Surdos e outros assuntos da comunidade surda e também feito o trabalho de TCC – Trabalho de Conclusão do Curso pelos estudantes de faculdades e Congresso on line no qual participou sobre o tema “Acessibilidade para Surdos”. As matérias que o Coordenador Prof. Neivaldo preparou para a publicação da Revista REAÇÃO no qual é colaborador desta: ANO XVII – nº 96 – Jan/Fev 2014 –. ENEM exclui candidatos Surdos às vagas das Universidades do Brasil ANO XVII – nº 97 – Mar/Abr 2014 – ONG capacita os Surdos sem acessibilidade de comunicação visual. ANO XVII – nº 98 – Mai/Jun 2014 – Entrevista: Professor Neivaldo Zovico ANO XVII – nº 99 – Jul/Ago 2014 – Cadê os Interpretes de LIBRAS para Surdos e/ou Pessoas com Deficiências Auditivas. ANO XVII – nº 100 – Set/Out 2014 – A evolução de acessibilidade para Surdos na sociedade brasileira. ANO XVII – nº 101 – Nov/Fez 2014 – Tecnologia Assistiva impedindo a comunicação dos Surdos


47

Palestra para alunos, professora Sandra, Diretor do filme Bruno Costa, atriz Thaina Duarte e instrutora de LIBRAS Elizabeth sobre preparação de filme “O Cachorro” no qual a atriz será fazer papel de uma surda que comunica em LIBRAS.

Palestra sobre “O Desenvolvimento de softwares para comunicação alternativa no III Fórum Nacional sobre Tecnologia Assistiva no evento do REATECH 2014.


48

Diretora Nacional de Política e Educação para Surdos Katia Lucy Pinheiro e Coordenador Nacional de Acessibilidade para Surdos participaram durante a CONAE 2014 sobre Educação Bilíngue para Surdos.

Coordenador Nacional de Acessibilidade para Surdos e Delegado CONAE 2014 Prof. Neivaldo Zovico com líderes Surdos do Movimento da Educação Bilíngue para Surdos que participaram na palestra sobre Educação para Diversidade

Regional Rio Grande do Sul Acessibilidade Intérprete de LIBRAS em acompanhamento Médico e Sindicato com os Surdos, Passe Livre Intermunicipal e Municipal para Surdos na FENEIS.


49

Eventos II Setembro Azul e Dia Nacional do Surdo No dia 26 de setembro é comemorado o Dia Nacional do Surdo, data reconhecida pela Lei Federal nº 11.796, de 29 de outubro de 2008. O dia foi escolhido em homenagem à fundação do Instituto Nacional de Educação dos Surdos (Ines), primeira escola de surdos do país, criada em 1857 no Rio de Janeiro. Antes chamado de Instituto Imperial de Surdos-Mudos, a escola foi criada pelo surdo francês Eduardo Huet. A Federação Mundial dos Surdos celebra a data internacionalmente no dia 30 de setembro. A data é comemorada em todo o território nacional. Em 2011 foi criado o Setembro Azul. Durante todo o mês de setembro são realizadas várias comemorações e expressões de luta pelo direito à Língua de Sinais e à Cultura surda. Em 2012 foi realizada a segunda edição do evento.

Organização Nacional: Diretoria de políticas educacionais Matriz Rio de Janeiro Passeata de comemoração do Orgulho surdo Foi realizada uma manifestação no Rio de Janeiro, em setembro, em comemoração do SETEMBRO AZUL, dia de mundial dos Surdos e dia nacional dos Surdos, em parceria com o CIACS (Centro de Integração de Arte e Cultura dos Surdos).

Regional Ceará


50

Regional Minas Gerais ATIVIDADE: OBJETIVO: PUBLICO ALVO: Nº DE ATENDIMENTO: RECURSOS FINANCEIROS: RECURSOS HUMANOS: ABRANGENCIA TERRITORIAL: DATA EXECUÇÃO: ATIVIDADE: OBJETIVO:

Reunião com os coordenadores Proporcionar aos coordenadores diretrizes para o desenvolvimento de suas atividades junto com a equipe de trabalho. Coordenadores da instituição e recursos humanos. 25 pessoas R$ 50,00 para coffee break

PUBLICO ALVO:

Belo Horizonte e Região Metropolitana Janeiro /2015 Palestra: “O uso de redes sociais no trabalho” Oferecer aos funcionários orientações para o uso consciente e equilibrado das redes sociais no ambiente de trabalho. Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

Até 50 participantes

RECURSOS FINANCEIROS:

R$ 100,00 para coffee break

RECURSOS HUMANOS:

1 palestrante Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

DATA EXECUÇÃO:

Fevereiro /2015


51 PARCERIA:

Conselho regional de psicologia

ATIVIDADE: OBJETIVO:

Palestra: “Direitos dos surdos e sua família” Orientar aos funcionários sobre a conquista dos surdos e forma de acessá-lo junto com sua família.

PUBLICO ALVO:

Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

Até 50 participantes

RECURSOS FINANCEIROS:

R$100,00 para coffee break

RECURSOS HUMANOS:

1 palestrante– Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

DATA EXECUÇÃO:

Março /2015

PARCERIA:

Conselho regional de psicologia

ATIVIDADE: OBJETIVO: PUBLICO ALVO:

Palestra: “Como utilizar serviços bancários” Orientar os funcionários sobre a existência dos diversos recursos bancários e como eles podem ser adquiridos. Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

Até 50 participantes

RECURSOS FINANCEIROS: RECURSOS HUMANOS:

R$ 100,00 para coffe Break 1 palestrante Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

DATA EXECUÇÃO: PARCERIA:

Abril / 2015 Conselho regional de psicologia

ATIVIDADE: OBJETIVO:

Palestra: “Direito sobre férias” Oferecer informações quanto aos direitos e deveres trabalhistas sobre férias.

PUBLICO ALVO:

Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

Até 50 participantes

RECURSOS FINANCEIROS:

R$100,00 para coffee break

RECURSOS HUMANOS:

1 palestrante Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

DATA EXECUÇÃO:

Maio/2015


52

PARCERIA:

Conselho regional de psicologia

ATIVIDADE: OBJETIVO: PUBLICO ALVO:

Cinema comentado:” A família Belier” Possibilitar um espaço de reflexão para discutir sobre a representação da comunidade surda no cinema. Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

Até 50 participantes

RECURSOS FINANCEIROS:

R$100,00 para coffee break

RECURSOS HUMANOS:

1 palestrante Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

DATA EXECUÇÃO: PARCERIA:

Junho /2015 Conselho regional de psicologia

ATIVIDADE: OBJETIVO: PUBLICO ALVO:

Palestra: “Administração do tempo” Fornecer aos funcionários instruções sobre como melhor planejar a sua rotina de trabalho para evitar acúmulo de trabalho e stress desnecessário. Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

Até 50 participantes

RECURSOS FINANCEIROS:

R$100,00 para coffee break

RECURSOS HUMANOS:

1 palestrante Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

DATA EXECUÇÃO: PARCERIA:

Julho /2015 Conselho regional de psicologia

ATIVIDADE: OBJETIVO:

PUBLICO ALVO:

Palestra: “FENEIS X CONTRATO “ Explicar para os funcionário a diferença das hierarquias existentes nos contrato e na federação, orientando sobre o que é ética profissional e postura no trabalho. Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

Até 50 participantes

RECURSOS FINANCEIROS:

R$100,00 para coffee break

RECURSOS HUMANOS:

1 palestrante Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana


53 DATA EXECUÇÃO: PARCERIA: ATIVIDADE: OBJETIVO:

Agosto/2015 Conselho regional de psicologia Setembro Azul Proporcionar ao público surdo e deficiente auditivo um real entendimento da importância desta data, que é um dia de manifestação e luta pelos direitos das pessoas surdas e com deficiência auditiva.

PUBLICO ALVO:

Funcionários desta Federação e público externo surdo e/ou deficiente auditivo, assim como ouvintes interessados em participar.

Nº DE ATENDIMENTO:

Indefinido

RECURSOS FINANCEIROS: RECURSOS HUMANOS:

Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL: DATA EXECUÇÃO: ATIVIDADE: OBJETIVO: PUBLICO ALVO:

Belo Horizonte e Região Metropolitana Setembro /2015 Palestras “Documentos pessoais, você sabe sua importância?” Informar aos funcionários sobre a obrigatoriedade do cadastramento e porte de documentos pessoais para a garantia da cidadania. Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

Até 50 participantes

RECURSOS FINANCEIROS: RECURSOS HUMANOS:

R$100,00 para coffee break 1 palestrante Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

DATA EXECUÇÃO: PARCERIA: ATIVIDADE: OBJETIVO:

Outubro /2015 Conselho regional de psicologia PAS – Programa de Avaliação da Saúde Avaliar a saúde dos funcionários com relação a Diabetes, Hipertensão e Colesterol

PUBLICO ALVO:

Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

R$100,00 para coffee break

RECURSOS FINANCEIROS:

PROMED Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

RECURSOS HUMANOS:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Novembro /2015

DATA EXECUÇÃO:

Conselho regional de psicologia

PARCERIA:

Conselho regional de psicologia

ATIVIDADE: OBJETIVO:

Confraternização de Final de Ano da Feneis Apresentar aos funcionários um feedback do que foi realizado durante o ano,


54 assim como oferecer um momento de confraternização. PUBLICO ALVO:

Funcionários surdos e comunidade surda

Nº DE ATENDIMENTO:

700

RECURSOS FINANCEIROS: RECURSOS HUMANOS:

R$1500,00 para coffee break e brindes. Também recebemos doações de brindes. Funcionários do Escritório e Coordenadores

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

DATA EXECUÇÃO:

Dezembro/2015

ATIVIDADE: OBJETIVO:

Treinamento introdutório Recepcionar os novos funcionários para garantir a sua integração a nova equipe. Apresentar a cultura da FENEIS e orientar sobre as suas principais responsabilidades e rotinas.

PUBLICO ALVO:

Funcionários novatos desta Federação

Nº DE ATENDIMENTO: RECURSOS FINANCEIROS: RECURSOS HUMANOS:

Varia de acordo com as admissões; R$ 0,00 Apoio – Profissionais do Setor de gestão de Pessoas

ABRANGENCIA TERRITORIAL:

Belo Horizonte e Região Metropolitana

DATA EXECUÇÃO:

A cada ultima sexta feira do mês

Regional Rio Grande do Sul

Data

Reunião

Local

23/01/2014

FORUM SOCIAL TEMATICO

COEPEDE

31/01/2014

REUNIAO PREFEITURA - Secretária Municipal de Acessibilidade e Inclusão Social (SMACIS)

PORTO ALEGRE

16/02/2014

Reunião JUSTIÇA FEDERAL – Proposta CONVENIO

PORTO ALEGRE

18/02/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

19/02/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA


55 20/02/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

21/02/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

22/02/2014

CURITIBA – REUNIAO FENEIS PR

CURITIBA

23/02/2014

CURITIBA - REUNIAO FENEIS PR

CURITIBA

06/03/2014

DETRAN – RS Proposta para confecção de dicionário

PORTO ALEGRE

07/03/2014

Reunião na Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas para PCD e PCAH no RS- FADERS

PORTO ALEGRE

19/03/2014

Reunião para liberação de documento no Conselho Municipal de Assistência Social- CMAS

PORTO ALEGRE

20/03/2014

JUSTIÇA FEDERAL – TRABALHO REUNIAO

PORTO ALEGRE

19/04/2014

PALESTRA PERU SURDO ASSOCIAÇÃO

PERU

20/04/2014

FESTA de 60 Anos da Associação dos Surdos de são Paulo- ASSP

SÃO PAULO

22/04/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

23/04/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

24/04/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

25/04/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

26/04/2014

REUNIAO FENEIS RIO DE JANEIRO

RIO DE JANEIRO

30/04/2014

REUNIAO MERCUR

PORTO ALEGRE

05/05/2014

Inauguração com a Maria do Rosário

PORTO ALEGRE

06/05/2014

REUNIÃO COM A MARIA DO ROSÁRIO– DECRETO INTÉRPRETES

PORTO ALEGRE

07/05/2014

Reunião na Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas para PCD e PCAH no RS- FADERS

PORTO ALEGRE

19/05/2014

Reunião Escola Lilia Mazeron

PORTO ALEGRE


56 20/05/2014

REUNIAO na CAMARA de CAXIAS DO SUL

CAXIAS DO SUL

21/05/2014

Reunião sobre Acessibilidade em Caxias do Sul

CAXIAS DO SUL

27/05/2014

REUNIAO PREFEITURA - Secretária Municipal de Acessibilidade e Inclusão Social (SMACIS)

PORTO ALEGRE

02/06/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

03/06/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

04/06/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

05/06/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

06/06/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

10/06/2014

Reunião PRONATEC VIVER SEM LIMITE – RS

PORTO ALEGRE

19/08/2014

Agência Nacional de Telecomunicações- ANATEL sobre VIAVEL

BRASILIA

20/08/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

21/08/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

22/08/2014

REUNIAO FENEIS SÃO PAULO

SÃO PAULO

11/09/2014

Palestra na Universidade Estadual de CampinasUNICAMP palestrante Francisco Eduardo coelho da Rocha

CAMPINAS - SP

12/09/2014

Palestra na Universidade Estadual de CampinasUNICAMP- Palestrante Francisco Eduardo coelho da Rocha

CAMPINAS - SP


57 25/09/2014

Palestra no Instituto Federal do Rio Grande do Sul – IFRS palestrantes Francisco Eduardo Coelho da Rocha, Carlos Roberto Martins e Adriana Thoma

PORTO ALEGRE

8/10/2014

REUNIAO na JUSTIÇA FEDERAL SOBRE o CONVÊNIO FENEIS

PORTO ALEGRE

9/10/2014

REUNIAO PREFEITURA - Secretária Municipal de Acessibilidade e Inclusão Social (SMACIS)

PORTO ALEGRE

03/11/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

04/11/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

05/11/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

06/11/2014

REUNIAO FENEIS RIO DE JANEIRO

RIO DE JANEIRO

26/11/2014

REUNIAO SOBRE ACESSIBILIDADE EM PORTO ALEGRE

PORTO ALEGRE

02/12/2014

REUNIAO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA - SOBRE CERTIFICADO

BRASILIA

03/12/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

04/12/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

05/12/2014

Conselho Nacional dos Direitos das Pessoas com Deficiência- CONADE

BRASILIA

05/12/2014

Reunião na Casa Civil e secretaria dos direitos Humanos sobre o certificado

BRASILIA

09/12/2014

Solenidade no Instituto Federal do Rio Grande do Sul Inauguração da nova sala.

Porto Alegre


58

Regional São Paulo Reatech 2014 Dia: 10 a 13 de Abril de 2014 Local: Rodovia dos Imigrantes Km 1,5 – São Paulo - SP Objetivo da Feira: Assim como nos anos anteriores, durante quatro dias da Feira, a FENEIS sempre está presente para mostrar o trabalho que faz com as pessoas com deficiência e suas famílias pelo Brasil. A Feneis contará com um estande no local onde vai haver a venda de livros, adesivos e informações sobre o curso de Libras.

3º edição da Caminhado Silencio (evento promovido pela Santa Casa de São Paulo) Comemoração do Dia Nacional dos Surdos


59 Local: Parque Vila Lobo - SP Data do evento: 28/09/2014 das 08hs às 17hs Objetivo das atividades: Intenção de divulgar informações que fortaleçam a inclusão de pessoas com deficiência auditiva na sociedade e garantam seus direitos — serão distribuídos folders com as leis que garantem os direitos dos surdos. Também haverá testes de volume nos fones de ouvido dos usuários do parque. Essa medição será feita pela boneca Duda, equipada com sistema eletrônico implantado na parte interna de seu “ouvido”. Além dessas ações, a Caminhada do Silêncio será “interrompida” em alguns trechos por “flash mobs” de artistas surdos (Voluntários da Feneis). Esses artistas irão interagir com as pessoas por meio da língua de sinais. A idéia é promover uma integração entre o público surdo e ouvinte em ambiente aberto. Organizada pela Sylvia Lia. “Precisamos mostrar para as pessoas que o uso da língua de sinais deve ser visto com normalidade, além da importância de cuidar da própria audição!”. Apresentamos o teatro e a oficina de libras com o uso de Cores, Família, Frutas e meio ambiente. Voluntários participantes: 1-Juliana Cardoso 2-Juliana Ricchetti 3-Arielle Alves Antonicci 4-Marcos Nascimento 5-Paola Ingles Gomes 6-Kelly Cristina Neves

7-Priscilla de Souza 8-Randia Azevedo 9-Lara Gomes Silva 10-Marcisa Cristina de Paula 11-Sylvia Neves 12-Luiza Quinato Maltez 13- Marina de Oliveira Pereira


60

Inauguração da Biblioteca de Culturas Surdas – São Paulo – SP Data do evento: 10/12/2015 às 19h30 Local: Centro Cultural São Paulo – Estação do Vergueiro Convidada/Representante da Feneis: Sylvia Lia Objetivo da Inauguração: Um espaço “para surdos”, ela se caracteriza por um serviço de atendimento a usuários das libras e membros da comunidade surda. Além de obras da área de Estudos Surdos, também contará com eventos, exposições e intervenções “surdas”, além de funcionários habilitados em libras e na cultura surda. Com a língua brasileira de sinais –libras – cada vez mais presente nos cenários antes dominados pelos ouvintes, este grupo cultural e lingüístico ganha a cada dia novos “lugares de discurso”. Disseminar a libras, conhecer a cultura e possibilitar que os surdos se apoderem da cidade, é as diretrizes que norteiam a Biblioteca de Culturas Surdas.

Regional Ceará Atividades Desenvolvidas durante o ano de 2014:

 Reuniões e participação de GT com a Secretaria Municipal de Educação (SME) de Fortaleza. Pauta: A criação de uma Escola Municipal Bilíngue para Surdos e manutenção e ampliação dos convênios à Escola filantrópica Instituto Filippo Smaldonne. Participantes: Marcus, Vanessa, Emiliano e Mariana. Período: todo o ano. Site: http://www.fortaleza.ce.gov.br/noticias/educacao/prefeitura-de-fortaleza-cria-primeiraescola-municipal-bilingue-para-surdos e http://www.evaldolima.com.br/noticias_detalhes.php?cod_noticia=1857

I Fórum Cearense sobre Ensino de Libras teve um sucesso dos palestrantes, participantes, debates e discussão no grupo de trabalho. Parabéns pela comissão da FENEIS CE lutaram e conquistaram pelo trabalho, experiência e confiança. Tiveram 122 pessoas e 15 cidades do Estado do Ceará.


61

Site: http://feneisce.blogspot.com.br Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=5qz-eMY-vqc (entre 7min a 12min)

Período: 31 de Janeiro e 01 de Fevereiro.

Reunião com a Diretora Presidenta da Feneis, Sra. Ana Regina, discutir sobre administrativa interna do regional escritório da Feneis/CE. Participantes: Rodrigo, Vanessa, Daniel, Rachel e João Neto. Local: Fortaleza, Ceará Período: Abril.

Reunião com a diretora do Instituto Filippo Smaldonne. Pauta: Ampliação dos convênios à Escola filantrópica Instituto Filippo Smaldonne. Participantes: Marcus, Vanessa, Emiliano e Mariana. Período: Maio.


62

Reunião na Secretaria de Educação do Estado do Ceará – Seduc. Pauta: Políticas Públicas do Estado para a Educação de Surdos e indicação para diretor do Instituto Cearense de Educação de Surdos - ICES. Participantes: Marcus, Emiliano, Vanessa e Mariana. Período: todo o ano. Reunião com a Associação dos Surdos do Ceará - ASCE e Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos – APADA. Participantes: Marcus, Hélio e Fabiola. Período: Outubro. Organização de Seminário Comemorativo ao dia dos Surdos nas diversas instituições. Participantes: todos. Período: Setembro. (Anexo I)

Regional Brasília O Sr. Messias Ramos Costa representou a Comunidade Surda Brasiliense na promulgação da Lei 13.005/14 do PNE – Meta 4.7


63

Parcerias Regional Minas Gerais                

Pós Graduação Unintese (espaço) Auto Escola Millenium (Desconto) Projeto Piloto – Oficina de Português para Surdos (CEFET MG) Consultoria alunos de Diversos Cursos Acadêmicos, alunos pesquisadores sobre temas acerca da surdez e inclusão, Convite e apoio à equipe de Intérpretes da Faculdade UNA Conquista de Doações de Móveis, cadeiras, Dicionário de Libras Deit-Libras. Conselho Regional de Psicologia de Minas Gerais – CRP Ordem dos Advogados do Brasil – OAB Promed Assistência Médica Ltda. Fiat – Consultoria Supermercado Bh Itaipu Vidros Hospital da Baleia Hospital Sofia Feldman Lojas Rede / Perfumaria e Beleza Riachuelo


64

Projetos em andamento Projetos realizados pela regional ao longo do ano. Colocar nome do projeto, número de participantes, objetivo e ações concretas. Projeto Sala de Espera: Atendimentos multidisciplinares realizados com as crianças, adolescentes e seus familiares. Envolvem os profissionais da Fonoaudiologia,. Psicologia, Serviço Social e Agente Educacional. Projeto Treinamento de Boas Vindas: O treinamento introdutório visa mostrar aos seus novos funcionários a história da Feneis e suas ações de integração e educação da comunidade surda por todo o Brasil. São apresentados os projetos desenvolvidos por cada setor, dentre eles: orientações jurídicas, atendimento psicológico, realização de palestras, serviço de tradução e interpretação de Libras entre outros. Além disto, o treinamento orientar sobre as condutas esperadas pelos funcionários em seu local de trabalho.

REGIONAL RIO GRANDE DO SUL Parcerias Parcerias com Faculdade La Salle, COEPEDE, IFRS, FADERS.

MATRIZ RIO DE JANEIRO Igreja Batista de Vila Isabel

Movimento Surdo Regional Minas Gerais Ações do movimento, em geral. Representatividade no Conselho Municipal da Pessoa com Deficiência. Com reuniões mensais, esporadicamente assembleias extraordinárias e audiências Publicas. Mobilização do Setembro Azul Treinamento e acompanhamento dos surdos nas Associação de Pais e Amigos Excepcionais APAE Participação no Movimento Bilíngue para surdos de Minas Gerais

REGIONAL RIO GRANDE DO SUL Setembro Azul Carolina Sperb e Maria Cristina Laguna


65

Coordenação Nacional de SurdosCegos


66


67

REGIONAL MINAS GERAIS Conscientizar os profissionais da área da surdez a existência do Surdocego. Acessibilidade para os surdoscegos com a presença do guia interprete


68

Comunicação REGIONAL MINAS GERAIS Site: WWW.feneismg@feneis.com.br Facebook: fanpag feneissocialMG feneisMG REGIONAL RIO GRANDE DO SUL

Comunicação Site: feneisrs.org.br/facebook FENEIS RS

Fotos REGIONAL MINAS GERAIS Participação de eventos do Instituto Santa Inês

PARTICIPAÇÃO NO CONSELHO DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA


69

Visita dos alunos da UNA – Pedagogia e Serviço Social


70

Participação do “Libras com Arte” - Evento Diálogos de Inclusão


71 

Participação da Palestra “Bullyng não é Brincadeira”

Palestra de Conscientização Supermercado Super Nosso


72

Palestra: Conhecendo Melhor a Feneis

Palestra Direito da Mulher – Delegada Margareth


73

Palestra Acessibilidade Para Pessoa Com DeficiĂŞncia

Palestra: Surdadania


74 Dia Nacional dos Surdos parceria com Associação dos Surdos MG – ASMG


75 Projeto Sala de Espera

Encerramento das Atividades – Projeto Sala de Espera / Parceria com o SESC MG


76


77

COORDENAÇÃO NACIONAL DE JOVENS SURDOS Em 2014, já aconteceu 2 eventos com apoio da Feneis e outras instituições, veja segue: 02 a 05 de janeiro – V Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco – Igarassu/PE 03 de fevereiro – A coordenadora de CNJS estava passando para conhecer e fazer uma reunião rápida sobre jovens surdos na Secretária Nacional de Juventude – Brasília/DF

Presidente da Secretaria Nacional de Juventude (a confirmar), Coordenadora de CNJS Claudia Hayakawa e assessora da Secretaria Nacional de Juventude Joana Santos


78 04 a 06 de setembro – I Encontro de Jovens Surdos de João Pessoa – João Pessoa/PB Apesento aqui os vários de relatórios de cada evento que aconteceu, como dito a lista dos eventos cima, veja abaixo:

V Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco 02 a 05 de janeiro de 2014, em Igarassu/PE Relatório do V Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco

V Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco que acontecerá nos dias 02,03,04 e 05 de janeiro de 2014 no acampamento Paraíso em Igarassú . Este encontro é uma oportunidade dos lideres da comunidade surda para se reunirem e discutirem sobre temas de interesse comum para a sociedade, sendo uma oportunidade de atualizar os surdos através de uma comunicação acessível quebrando as barreiras da falta de informação, conseguintemente levando a todos para um conhecimento equiparado. Este evento é de grande importância para a comunidade surda.

Diretorias


79

Apresentação da equipe V EJSPE

Coordendor Geovanne Sales, Vice-Coordenador Rafael Rodrigues, Secretaria e organizar Mirelly e Roberta Soares, Fotografias e Informação Rômulo Rocha e Gabreila ireari, Priscilla Silva e Williams Francisco, Interprete de LIBRAS e Apoio Claudia Galvão e Aline Michelle.


80 Avaliação A Apresentação V EJSPE

O Trabalho Comissão

OTIMO

BOM

RUIM

OTIMO

BOM

30

19

0

26

23

Café manha e Jantar

Almoço

A Palestra

RUIM OTIMO

0

BOM

34

Os Jogos

14

Festa de Havaiana

1

32

17

O Local Acampamento paraíso

OTIM O

BO M

RUI M

OTIM O

BO M

RUI M

OTIM O

BO M

RUI M

OTIM O

28

21

0

26

20

3

33

16

0

20

BOM RUIM

27

2

0

I Encontro de Jovens Surdos de João Pessoa 04 a 06 de setembro de 2014, em João Pessoa/PB Relatório do I Encontro de Jovens Surdos de João Pessoa Segue anexo “2014_09_04a06-Relatorio de 1º EJSJP_2014_orignial”

Fotos:

http://ejsjp.org/index.html

6

A Hospedagem OTIM O

BO M

RUI M

15

27

7

Realização de Apoios Prefeitura de IGARASSU-PE (Almoços dois dias) Governo de Pernambuco Matérias (Oficio Lápis, Caneta e Pasta) Prefeitura de Recife-PE Conselho COMUD, (VANS dois Ida e volta).

Site:

O Ônibus Transporte

RUIM OTIMO BOM RUIM OTIMO

BOM

RUIM

27

16


81


82


83


84

No dia 21 de janeiro, presidenta da Feneis, Ana Regina, vice-coordenadora Carla Nogueira, coordenadora Claudia Hayakawa e coordenador do III ENJS, Ulrich conversaram sobre III ENJS no VPAD. No início do mês fevereiro, coordenadora de I Encontro de Jovens Surdos de João Pessoa, Priscilla Leonor me procurou para esclarecer as dúvidas. O coordenador de V Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco, Geovanne pediu o apoio sobre modelo de certificado.


85 O mês setembro, Presidenta Ana Regina, vice-coordenadora Carla Nogueira e coordenadora Claudia Hayakawa reuniram sobre finança e mais.

Divulgando as informações no grupo do Facebook: www.facebook.com/pages/CNJSCoordenaria-Nacional-de-Jovens-Surdos/191083217766194?fref=ts para melhorar a organizar e visualizar em ordem. O Jerlan Pereira, de Maceió está planejando um encontro de jovens surdos de Alagoas no mês janeiro de 2015. Encontraram no Rio de Janeiro/RJ.


86 A Claudia Hayakawa participou no II Encontro Município de Jovens Surdos, dia 13/09/2014.

Enfim, nosso trabalho foi através do e-mail, não ocorrendo uma reunião presencial com agentes das regiões e já precisando cada vez para melhor contato, apenas ainda faltando para criar o regulamento de Coordenaria Nacional de Jovens Surdos e história dos Encontros de Jovens Surdos e para forma melhor a nosso sistema para se desenvolver mais qualificada e organizada.


87

Endereços e contatos Feneis Matriz – Rio de Janeiro-RJ Rua Major Ávila, 379 Bairro da Tijuca Rio de Janeiro – RJ Cep: 20511-140 Tel: (21) 2567-4800 Diretoria diretorianacional2@gmail.com Endereço dos escritórios regionais Distrito Federal SCS Qd 01 – Edifício Márcia Bloco L – sala 701 Brasília-DF Cep: 70300-500 Telefax: (61) 3224 1677 feneisbsb@gmail.com Minas Gerais Rua Albita, 144 Bairro Cruzeiro Belo Horizonte Cep: 30310-160 Telefax (31) 3225 0088 feneis@feneis.com.br

Paraná Rua Silva Jardim 737 Cj 02 Bairro: Centro Curitiba/PR Cep: 80230-000 Telefax (41) 3225 0088 feneis@feneis.com.br Rio Grande do Sul Rua: Júlio de Castilhos 606/sala 305 Bairro: Niterói Canoas – RS Cep: 91120-030 Tel: (51)3321-4244 feneisrs@terra.com.br São Paulo Rua das Azaléas, 138 Bairro Mirandópolis São Paulo - SP Cep: 04049-010 Tel: (11) 2574-9148 Fax: (11) 5549-3798 feneis.sp@feneis.org.br Ceará Av. Rui Barbosa, 1970 – Aldeota. Fortaleza/Ceará. Cep: 60115-221 feneis.ce@hotmail.com

Feneis Relatório 2014  
Advertisement