Page 1

1

Relatรณrio Anual


2

Diretoria Diretora-presidente: Ana Regina e Souza Campello Primeiro Diretor vice-presidente: Rodrigo Nogueira Machado Segundo Diretor vice-presidente : Carlos Alberto Góes Diretor administrativo: Eduardo Gheller Mörschbächer Diretor financeiro e de planejamento: Marcelo de Mattos Carvalho Diretora de políticas educacionais: Patrícia Luiza Ferreira Rezende Coordenador de Acessibilidade – regiões Norte e Nordeste: Marcelo Amorim Coordenador de Acessibilidade – regiões Sudeste e Centro-Oeste: Neivaldo Zovico Coordenador de Acessibilidade – regiões Sul: Tibiriça Maineri Coordenadora dos Jovens Surdos: Claudia Hayakawa Coordenadora de Surdocegueira: Rosani Suzin Coordenador da área dos Surdos Negros: Sandro Pereira

Diretorias Regionais Belo Horizonte - MG Diretor regional: Marcos Antônio de Sousa Júnior Diretor financeiro: Michele Murta Brasília - DF Diretor regional: João Paulo Vitorio Miranda Diretora administrativa: Alliny M. F. Andrade Diretor financeiro: Rogério Feitosa O. Silva

Porto Alegre - RS Diretor regional: Francisco Eduardo Coelho da Rocha Diretora administrativa: Adriana Thoma Diretor financeiro: Carlos Roberto Martins São Paulo – SP Diretora regional: Sylvia Lia Grespan Neves Diretora financeira: Daniela Ramalho Cury

Curitiba - PR Diretor regional: Leandro Patrício Diretor financeiro: Luciano C. Dyniewicz

Conselho Fiscal Efetivo 1º Membro efetivo e presidente: Fernando de Miranda Valverde 2º Membro efetivo e secretário: Luiz Dinarte Farias 3º Membro efetivo: Daniel Antônio Passos

Suplentes 1º Membro suplente: Alexandre Carlos da Silva 2º Membro suplente: Antônio Carlos Cardoso 3º Membro suplente: Maria Márcia Fernandes de Azevedo

Conselho de Administração Max Augusto Cardoso Heeren

Sueli da Silva Brito Flores


3

Sumário Palavra da presidente 04 Histórico e apresentação 05 Estrutura organizacional 06 Atividades da Presidência 07 Celes 13 Mercado de Trabalho 18 Atuação institucional Governamental 21 Atuação institucional Social 28 Acessibilidade 31 Eventos 55 Parcerias e projetos 71 Movimento Surdo 76 Endereços e Expediente 78


4

Palavra da Presidente Estamos no nosso segundo ano de mandato. Apresentamos este relatório com o objetivo de reunir em um único documento as informações relativas ao trabalho desenvolvido por cada um dos Escritórios Regionais da Feneis, as Coordenações de área, os Centros de Estudos de Libras e Educação de Surdos (Celes) e outros grupos vinculados à Feneis. Nosso objetivo é apresentar informações administrativas, financeiras, bem como as atividades educacionais e sociais que mostrem a relevância do nosso trabalho. A nossa gestão tem como proposta manter a transparência das nossas ações frente à Diretoria Nacional, bem como nas atividades regionais. Merece destaque na nossa gestão a atuação dos movimentos sociais surdos pela escola bilíngue para surdos. Parabenizo os envolvidos, que não esmorecem na luta pela inclusão das políticas educacionais para surdos no PNE – Plano Nacional de Educação. Essa tem sido a nossa principal bandeira. É um dos pilares da nossa gestão e um sonho que vem sido alcançado aos poucos Além disso, continuamos o trabalho pela qualidade de tradução / interpretação e pela acessibilidade do Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) aos candidatos surdos em nível Nacional. São tantas lutas que acabamos de expedir várias notas técnicas para esclarecimento e pressão no governo. As lutas vão sendo realizadas e conhecidas por todos. A Diretoria Nacional e seus diretores regionais pretendem continuar com a mesma plataforma e projetos voltados pela Comunidade Surda. O foco da gestão continua sendo a acessibilidade, educação bilíngue, direitos linguísticos, equidade social e educacional. Sabemos que a missão é árdua e difícil, mas vamos continuar trabalhando muito para melhorar a qualidade de vida da população. Podem contar sempre conosco!

Boa leitura!

Ana Regina e Souza Campello Diretora Presidente da Feneis


5

Histórico e apresentação A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos - Feneis tem suas origens no final da década de 70. Mais precisamente em 1977, quando ainda levava o nome de Federação Nacional de Educação e Integração dos Deficientes Auditivos – Feneida. A crescente demanda e complexidade do trabalho levaram a diretoria a reestruturar o estatuto da instituição, na perspectiva de promover o avanço integral da pessoa surda em sociedade e de contar com a participação dos próprios surdos na entidade. Em 16 de maio de 1987 foi organizada uma assembléia geral, momento marcado pela mudança no nome da entidade, que passou a se chamar Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos – Feneis, denominação pela qual é conhecida até hoje. A Feneis é uma entidade filantrópica, de cunho civil e sem fins lucrativos, que trabalha para representar as pessoas surdas junto a políticas públicas, governo e sociedade. Tem caráter educacional, assistencial e sóciocultural. Uma das principais ênfases da instituição é fazer ser reconhecida a cultura surda perante a sociedade. A Feneis presta atendimento a surdos, familiares, instituições, organizações governamentais e não governamentais, professores e fonoaudiólogos. Por ser uma entidade que visa à filantropia, a Federação é reconhecida como Utilidade Pública Federal, Estadual e Municipal. Por isso, tem isenção da contribuição do INSS e de encargos sociais. É registrada no Conselho Nacional de Assistência Social e no Ministério da Previdência Social. Anualmente um relatório de atividades é enviado ao Ministério de Justiça para que sejam conferidas e avaliadas as ações executadas, e assim, renovado o benefício. A filantropia da Feneis não se baseia no assistencialismo e na caridade, mas busca fornecer condições para o efetivo desenvolvimento dos surdos. A instituição entende que igualdade é a conquista da autonomia, seguida do respeito à cultura e do acesso aos sistemas de saúde, educação,

jurídico e a todos os outros setores da vida. Assim a Feneis buscar continuamente os direitos da comunidade surda, visando uma melhor qualidade de vida e incentivando também o uso da Libras como meio de comunicação. A Feneis tem como prática o apoio e colaboração das entidades que trabalham com surdos, visando uma ação conjunta em busca de constantes melhorias. Além de incentivar a criação e o desenvolvimento de novas associações de surdos e de cursos de Libras, a Feneis desenvolve atividades voltadas para o incentivo da educação bilíngue para surdos, para a inserção de surdos no mercado de trabalho e para a inclusão dos surdos e /ou pessoas com deficiência auditiva na sociedade. A Federação organiza e participa de Congressos, Seminários e Cursos buscando sensibilizar os meios de comunicação e incentivar o desenvolvimento de pesquisas. Atualmente a Feneis está representada em todo o território nacional por meio da matriz, 06 escritórios regionais e 50 entidades filiadas. Dentre elas estão associações de surdos, de pais e amigos de Surdos, escolas e clínicas especializadas. A Feneis é filiada à Federação Mundial dos Surdos (FMS/WFD), entidade representativa dos surdos junto à Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Organização das Nações Unidas (ONU), Organização dos Estados Americanos (OEA) e Organização Internacional do Trabalho (OIT). Com sede na Finlândia, a FMS busca garantir os direitos culturais, sociais e linguísticos do surdo no mundo. Uma das grandes conquistas foi a oficialização da Libras como meio de comunicação e expressão dos surdos brasileiros, através da Lei nº 10.436/2002, processo no qual a Feneis participou ativamente. Esteve presente também na elaboração do Decreto nº 5.626/2005 que regulamentou a lei, garantindo aos surdos o direito ao atendimento adequado em estabelecimentos públicos e educacionais por meio da Libras, ampliando o ensino da língua e o acesso aos surdos à educação básica e superior.


6

Estrutura organizacional A Feneis é administrada por uma equipe composta pela Diretoria, Conselho Fiscal, Conselho de Administração e Diretores Regionais. Conforme previsto em estatuto, todos os integrantes da diretoria não devem usufruir de vantagens ou benefícios para desempenhar suas atividades. Todos os membros estão espalhados pelas várias regiões do país, buscando tornar a representatividade completa. Além disso, sua estrutura física se divide em Matriz, Escritórios Regionais e Centro de Estudos de Libras e Educação de Surdos – Celes. Em um país como o Brasil, de grandes dimensões continentais, adotou-se um modo de gestão descentralizada, para que os escritórios tenham mais autonomia e possam desenvolver trabalhos voltados para as especificidades regionais. É importante ressaltar que as atividades são realizadas com as mesmas filosofias e diretrizes definidas pela Feneis nacional.

Diretoria Diretoria administrativa

Presidência 1ª Vice-presidência 2ª Vice-presidência Diretoria financeira e de planejamento Diretoria de Políticas Educacionais

Conselho Fiscal

Conselho de Administração

Coordenadorias nacionais Matriz RJ

MG

DF

PR

CE

RS

SP

Recursos e manutenção Dentre as várias despesas da Feneis, seja na matriz ou nas regionais, incluem-se gastos com: materiais de escritório e de limpeza, folha de pagamento e benefícios dos funcionários, assessoria jurídica, orientação familiar e visitas domiciliares. Os escritórios que não possuem sede própria ou não conseguiram um local provisório de funcionamento têm o aluguel pago pelos próprios escritórios regionais da Federação. As despesas são custeadas das seguintes formas: 

Captação de recursos mediante apresentação de projetos a órgãos governamentais ou não governamentais. Esses recursos são revertidos para a aquisição de equipamentos, remuneração de profissionais, oferta de cursos, reformas e eventos;

Taxa administrativa recebida dos convênios firmados para prestação de serviços e colocação de profissionais no mercado de trabalha, paga pelos contratantes. O valor é geralmente usado em encargos sociais, despesas de manutenção dos escritórios regionais, aluguel, funcionários, entre outros;

Fundo de reserva destinado a pagamentos de acerto com funcionários, FGTS, salário de férias, décimo terceiro salário, e outras garantias do trabalhador. Ele é adquirido também através dos convênios e não pode ser utilizado para nenhum outro fim.


7

Atividades da Presidência

30 de março Assembleia Geral da FENEIS Rio de Janeiro

11 de abril Congresso Internacional de Tecnologia e Desenvolvimento para Deficientes São Paulo


8 23 de abril 11 anos da Lei LIBRAS São Luis do Maranhão

06 de junho I Seminário Goiano de Educação Bilíngue para Surdos Goiânia – GO


9

03 de setembro Reunião com a INEP (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Anísio Teixeira) para tratar da acessibilidade no ENEM. Brasília-DF


10

26 a 28 agosto UFABC São Paulo - ABC

26 de setembro Inauguração do Campus Palhoça Bilíngue Palhoça – SC


11 16 a 18 de outubro 1º Encontro Nacional de Professores de Libras no Ensino Superior Fortaleza - CE

15 e 16 de novembro IV Congresso Nacional de Inclusão Social do Negro Surdo Salvador - BA

21 a 23 de novembro Manifestação Pública: Por uma Educação Bilíngue no Brasil Caxias do Sul- RS


12 22 de novembro Sala das Comissões Térrea da Câmara de Vereadores

26 a 28 de novembro

Reunião Técnica do Grupo de Trabalho: Política Nacional de Educação Bilíngue - Língua Brasileira de Sinais e Língua Portuguesa Brasília-DF


13

Celes – Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos Um dos grandes avanços da Feneis foi a criação do Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos – Celes, formado com o objetivo de ser um centro de referência para estudos realizados sobre a Língua Brasileira de Sinais e sobre a educação dos surdos. Dentre as atividades desenvolvidas estão elaboração de políticas voltadas para a Libras, promoção de cursos de Libras, promoção e apoio a eventos relacionados com a educação dos surdos e suporte para pesquisas e trabalhos desenvolvidos na área de surdez. Dentre as finalidades do Celes estão a defesa da Libras como primeira língua das comunidades surdas, a apresentação à sociedade da necessidade da presença de intérpretes de Libras nos estabelecimentos de ensino frequentado por surdos, estímulo à criação de escolas de surdos, reunião de grupos de discussões sobre propostas metodológicas e curriculares para a educação dos surdos e promoção de intercâmbios permanentes com grupos de pesquisa da área da surdez.

Atividades Cursos de Libras: com o objetivo de difundir o uso da Libras para a comunidade, o Celes oferece cursos de Libras nos níveis básico, intermediário e avançado para vários tipos de público, além do curso apenas de conversação. Alguns são ministrados em empresas ou universidades que solicitam turmas fechadas com vocabulário específico por área, outros são ministrados nas dependências da Feneis. Os professores do curso são devidamente selecionados em bancas, passam por capacitação anual e são avaliados periodicamente pelos alunos e pela diretoria regional. O método utilizado é o Libras em Contexto, desenvolvido pelas professoras Tanya Felipe e Myrna Salermo. No nível avançado/modalidade conversação é introduzido o livro da LSBVÍDEO, que aborda com mais profundidade as questões teóricas e sobre cultura surda. Geralmente o curso básico tem duração de três módulos, perfazendo um total de 180 horas. Os alunos têm acesso ao livro e/ou apostila, manual do aluno, DVD e brindes como sacolas e camisetas. Há uma cota de bolsas destinadas a alunos carentes.

Cursos in Company Feneis: Atendem às diferentes empresas e órgãos públicos, oferecendo cursos e palestras dentro da própria estrutura da empresa, com o objetivo de torna-la mais inclusiva. A Feneis desenvolve serviços de consultoria, assessoria e educação corporativa em organizações públicas e privadas. O programa foi criado com objetivo de atender às demandas e necessidades de treinamento, atualização e reciclagem de recursos humanos. São oferecidos a) curso de Libras para funcionários ouvintes potencializando a comunicação entre surdos e ouvintes na empresa, b) módulos mais avançados de acordo com a demanda da empresa, c) palestra de sensibilização para recepção das diferenças nas organizações, d) disponibilização de intérprete de Libras para mediar entrevistas de recrutamento e seleção, bem como na integração inicial do candidato.

Curso de Formação e Capacitação de Instrutores e intérpretes de Libras: o curso tem a finalidade de formar novos intérpretes e instrutores de Libras e atualizar aqueles profissionais que já atuam há muitos anos.

Curso de Português para surdos: o curso de português para surdos visa ensinar o português na modalidade escrita como segunda língua para surdos, visando aprimorar a escrita a partir de estratégias visuais.

Matriz Rio de Janeiro: - Total de alunos durante o ano em todos os cursos (Libras para ouvintes básico, intermediário e conversação e alfabetização para surdos) nas aulas realizadas na matriz: 120 alunos.


14

Regional Distrito Federal Durante o primeiro semestre de 2013, o Escritório Regional da FENEIS/DF ofertou seis turmas de Cursos de Libras em Contexto, com carga horária de 60 horas cada uma, sendo respectivamente três turmas do Nível I, duas turmas do Nível II e uma turma do Nível III. No mesmo período foi ofertada uma turma do Curso Técnicas de Tradução e Interpretação em Libras, com carga horária de 60 horas. No mesmo semestre, findou o contrato com uma turma no Tribunal Regional do Trabalho 10ª Região, Distrito Federal, intitulado: Comunicadores em Libras, cujo contrato foi assinado e iniciado durante a gestão anterior, apenas deu-se continuidade para o cumprimento do contrato. A turma, composta por servidores do referido Tribunal, sendo em sua maioria, trabalhadores que atuam diretamente com o público, teve a oportunidade de aplicar o conhecimento adquirido em simulações de atendimento ao público. No segundo semestre de 2013, este Escritório ofertou quatro turmas do Curso Libras em Contexto, com carga horária de 60 horas cada um, sendo respectivamente duas turmas do Módulo I, uma turma do Módulo II e uma turma do Módulo III. E uma turma do Curso Técnicas de Tradução e Interpretação em Libras, com carga horária de 60 horas. Curso Libras Básico – nível I – 5 turmas – 60h Libras básico – nível II – 3 turmas – 60 h Libras básico – nível III - 1 turma Formação de técnico – tradutor intérprete de Libras – 60 h – 2 turmas Comunicadores em Libras

Local Feneis Feneis Feneis Feneis Tribunal Trabalho

Regional

Curso preparatório para o Prolibras O curso, direcionado aos inscritos no Exame do Prolibras (Uso e Ensino da Libras / Tradução e interpretação), foi ministrado pelos professores: Gláucio Castro Jr e Patrícia Tuxi.

do


15

Oficina “Espaços mentais e coesão na tradução e interpretação das Línguas de Sinais” (Com Alex Barreto)

Regional São Paulo Número de turmas: 36 Número de matrículas: 462 Número de alunos que concluíram o módulo: 281 Curso Libras Básico – 120h 14 turmas Libras Intermediário – 90h 8 turmas Libras Avançado – 90 h – 3 turmas Formação de instrutores de Libras – 48h – Português Formação de instrutores de Libras – 48h – Linguística Formação de instrutores de Libras – 48h – métodos de ensino Formação de instrutores de Libras – 48h – Prática LPDAS – 2 turmas Formação de instrutores de Libras 21 turmas – 48 h/a Português para surdos – 60h 2 turmas Introdução à linguística – 42 h – 2 turmas Inglês para surdos – 50h – 1 turma

Local Feneis

Número de matrículas 201

Feneis

92

Feneis Feneis Feneis Feneis Feneis Feneis Feneis

35 22 14 14 14 22 12

Feneis

20

Feneis Feneis

20 8


16

Curso de formação de instrutores – Feneis-SP De sinal em sinal: comunicação em Libras para aperfeiçoamento do ensino dos componentes curriculares", professora Sylvia Lia

Outras Atividades do Celes Regional São Paulo Responsáveis:

Eventos Grátis

Nº de participantes

Local

Sylvia Lia G. Neves

DE SINAL EM SINAL: Comunicação em LIBRAS para Aperfeiçoamento do Ensino dos Componentes Curriculares – I

15

Feneis

Sylvia Lia G. Neves

DE SINAL EM SINAL: Comunicação em LIBRAS para Aperfeiçoamento do Ensino dos Componentes Curriculares – II

15

Feneis

João Paulo da Silva

A Elaboração de Materiais para cursos de LIBRAS

20

Feneis

Thais Bolgueroni Barbosa

" Ensino da Construção de Cenas e Personagens em Narrativas Sinalizadas" " Uma Descrição da Dêixis de Pessoa na Língua de Sinais Brasileiras - Pronomes Pessoais e Verbos Indicadores"

15

Feneis

25

Feneis

Curso de Capacitação para Instrutores - Os parâmetros no ensino da LIBRAS

15

Feneis

Profº Dr. Scott K. Liddell

“Gestos em Língua Sinalizada e Línguas orais”

200

Escola Municipal Bilíngue Hellen Keller

Profº Dr.Sherman Wilcox

“ Aspectos da Cultura Surda “

150

Escola Municipal Bilíngue Hellen Keller

Sylvia Lia G. Neves

“ Cultura surda brasileira: Mãos ao Vento”

60

Escola Municipal Bilíngue Hellen Keller

Pedro Osava Figueiredo

“Apresentações culturais em LIBRAS”

60

Escola Municipal Bilíngue Hellen Keller

Renata Moreira


17

Professor Thiago

Total

575

CELES / LOCAL E RESPONSÁVEL

PAUTAS DAS REUNIÕES PEDAGÓGICAS

Nº de participantes

Dias

FENEIS /Mayra Garcia

“Trabalhar em equipe e compartilhar experiências”

10

26/06/13

FENEIS /Mayra Garcia

“Elaborar materias mais atualizados, produção em equipe”

10

22/07/13

FENEIS /Mayra Garcia

“Elaborar aulas mais dinâmicas, para prender atenção dos alunos”

09

26/08/13

FENEIS /Mayra Garcia

“Desenvolver atividades prática e trabalhar com filmagem”

08

30/09/13

FENEIS /Mayra Garcia

“Criar material novo para cursos Intermediário e Avançado”

09

30/10/13

FENEIS /Mayra Garcia

“Ética profissional do Instrutor em sala de aula e fora também “

10

25/11/13

FENEIS /Mayra Garcia

“Regras: Todos devem manter a sala organizada após usoFESTAS”

10

09/12/13

Regional Paraná - Bancas para candidatos à intérprete – provas realizadas há vários anos, em parceria com a Secretaria Estadual de Educação (SEED), sendo realizada uma vez por mês, com uma média de 12 inscritos cada. - Semanalmente, às sextas-feiras, no período da noite, foram realizados seis encontros da comunidade surda, no qual foram realizadas palestras e discussões sobre vários temas relevantes, onde cada semana um surdo se responsabilizava em ministrar sobre algum assunto, ampliando assim, o leque de conhecimentos e informações por parte dos presentes. - Foi efetivada uma parceria entre a FENEIS PR e a ASPG (Associação dos Surdos de Ponta Grossa), oferecendo cursos de libras na cidade. O projeto ainda acontece neste ano e tem crescido consideravelmente. - Oficina de “Letramento na educação de surdos”, contando com um grupo de 15 pessoas, dentre elas, professores, pedagogos, educadores e demais interessados.


18

Mercado de Trabalho Um dos objetivos da Feneis é promover a inclusão integral dos surdos no mercado de trabalho. Para tanto, promove a realocação desses surdos seja por meio de convênios de prestação de serviços com empresas e instituições onde os surdos são alocados, seja por encaminhamento individual de profissionais surdos. Apoio aos Surdos: Desde o processo de recrutamento e seleção e até o desligamento, o funcionário recebe orientações e esclarecimentos acerca dos assuntos inerentes a sua vida profissional: direitos e deveres trabalhistas; atividades a serem desenvolvidas; comportamentos condizentes com o local de trabalho; ética e postura profissional. Mesmo após o desligamento, muitos ainda procuram a Feneis para esclarecer dúvidas sobre seus direitos, como o FGTS e o seguro desemprego. Todos os nossos funcionários contam ainda com orientação e atendimento psicológico individual e/ou familiar quando necessário. Outras atividades de apoio incluem o acompanhamento hospitalar e residencial, agendamento no INSS, encaminhamento para cursos (informática e Libras) e para o ensino regular. Metas: O planejamento de 2012 manteve as prioridades estabelecidas no ano anterior, baseadas nas áreas da educação, informação, comportamento, liderança, treinamento, ampliação dos benefícios nos convênios, qualificação e requalificação profissional, recrutamento, seleção e promoção; atuação política (Conselhos Estadual e Municipal), novos convênios, elaboração de projetos e acompanhamento de licenciados e acidentados. Atuação educativa junto aos contratantes e familiares: São realizadas visitas mensais em cada empresa com a qual temos parceria de serviço terceirizado, além dos atendimentos extraordinários ou eventuais quando solicitados. As empresas que possuem um número maior de surdos contam também com a presença de um coordenador-intérprete que tem a função de intermediar as relações entre funcionários-contrato-Feneis e auxiliar no processo de comunicação e acompanhamento das atividades laborais. Esses coordenadores-intérpretes, por sua vez, fazem parte do setor de RH e são acompanhados de perto pela equipe do escritório-sede. São realizadas reuniões trimestrais com toda a equipe e cada coordenador repassa mensalmente um relatório das atividades, ocorrências e rotinas. São oferecidos atendimentos psicológicos tanto para os nossos funcionários quanto para a comunidade surda em geral. Diariamente orientam-se e auxiliam-se pessoas que buscam contato email, telefones e até mesmo pessoalmente, por familiares, amigos e pela comunidade em geral nas diversas áreas que dizem respeito à surdez. Desempenho: o acompanhamento permanente fez com que o desempenho dos funcionários no trabalho e a relação entre chefias e funcionários melhorassem, aumentando a autoestima e a acessibilidade à informação e divulgando a importância da comunicação em Libras. O apoio no âmbito emocional às famílias dos funcionários surdos acidentados ou com problemas de saúde graves também foi outra fonte de atuação. São realizados, permanentemente, o acompanhamento e a avaliação de funcionários.

Matriz Rio de Janeiro Número de funcionários: 37 As atividades do setor são baseadas nas áreas da educação, informação, comportamento, liderança, treinamento, ampliação dos benefícios nos convênios, qualificação e requalificação profissional, recrutamento, seleção e promoção e atuação política. Segue a descrição das atividades: - promoção de seminários para os funcionários, acompanhamento das famílias e atendimento Clínico-psicológico para o surdo.


19 - continuidade do trabalho na perspectiva Bio-psico-social e Cultural, envolvendo funcionários, surdos ou ouvintes, gestores dos contratos já existentes, comunidades surdas e familiares que não pertencem ao quadro da FENEIS. - realização de reuniões em órgãos e Conselhos em que a Feneis tem assento, -elaboração de projetos, acompanhamento de licenciados e acidentados. - realização do Fórum do Trabalho, com o apoio do Celes, na Firjan (Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro) - Foram realizados pelo setor cerca de 600 atendimentos na área de recursos humanos durante o ano de 2012. **Observou-se que as dinâmicas utilizadas pelo Recursos Humanos melhoraram o desempenho dos funcionários, favoreceram a boa relação entre chefia e funcionário, propiciaram ganhos na auto estima, acessibilidade à informação e valorização da Libras. Atividades do RH em 2012

Total

Solicitação de emprego

28

Atend. Individuais a funcionários

13

Admissões

7

Demissões

211

Orientações

387

Entrevistas (seleção)

8

Encaminhamentos

3

Convênios Secretaria do Estado de Desenvolvimento Secretaria de Obras – SEOBRAS Econômico, Energia, Indústria e Serviços – SEDEIS Jardim Zoológico – RIO ZOO Total: 37 funcionários

Regional Minas Gerais Polícia Civil  Detran João Pinheiro  Detran Gameleira  Instituto de Identificação IPSEMG (Instituto da Previdência e Serviços do E. de Minas Gerais);  Hospital Governador Israel Pinheiro  Sede Administrativa DER – Departamento de Estrada de Rodagem do Estado de Minas Gerais IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária) BHTRANS (Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte) CEFET-MG (Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais)

TRT (Tribunal Regional do Trabalho)  TRT - Belo Horizonte  TRT - Interior de MG  TRT - Região Metropolitana de Belo Horizonte Tribunal de Justiça de Minas Gerais  Belo Horizonte  Uberlândia FIOCRUZ (Fundação Osvaldo Cruz/Centro de Pesquisa René Rachou) Secretaria de Saúde de Ribeirão das Neves Justiça Federal de primeira instância MG Prefeitura de Ribeirão das Neves


20

Rio Grande do Sul Atividades realizadas: - Divulgação das vagas (redes sociais e mural); - Entrevistas; - Contato com os gestores dos convênios; - Contato com as famílias dos funcionários; - Informar ao contador sobre as férias, rescisões e admissões de funcionários; faltas, atrasos e demais eventos para elaboração da folha de pagamento; - Exames admissionais/demissionais - Ofício de abertura de conta no banco - Ficha de cadastro dos funcionários e documentos pertinentes à admissão-- Homologação no Sindicato; - Confecção dos cartões pontos; - Controle do vale alimentação. Data 10/01/2013 17/01/2013 29/01/2013 14/02/2013 18/03/2013 28/03/2013 15/04/2013 04/06/2013 18/06/2013 05/07/2013 21/08/2013 29/08/2013 08/10/2013 29/11/2013 10/12/2013 17/12/2013

Reunião/ Evento EPTC- Reunião sobre o Passe Livre Municipal INSS- Palestra sobre ética no trabalho INSS- Ética no trabalho Assessoria Jurídica HCPA-Abertura do Convênio INSS- Reunião sobre produção e ética no trabalho Receita Federal- Reunião sobre a doação da Sala para a FENEIS TJ- Palestra sobre ética no trabalho TRT- Reunião sobre faltas e atrasos de funcionários IFRS- Reunião sobre a doação de sala para a FENEIS INSS- Pauta: Renovação do Contrato INSS- Pauta: Renovação do Contrato Reunião CMAS TRT- Pauta: novas regras e produção Reunião CMAS HCPA- Avaliação do Convênio

Convênios CORREIOS CORAG Tribunal de Justiça Tribunal Regional do Trabalho INSS


21

Atuação Institucional governamental Conselho Nacional da Pessoa com Deficiência - Conade Uma das principais representações da Feneis na área governamental é a participação no Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONADE). Já há alguns mandatos a Feneis consegue eleger representantes das causas surdas nessa importante esfera de discussão ligada à Secretaria Nacional dos Direitos Humanos da Presidência da República. Atualmente, os conselheiros que representam a Feneis são José Carlos de Oliveira (titular) e Ulrich Palhares (suplente), empossados no início de 2013. O mandato é de dois anos e vai até 2015. 84ª Reunião - 20, 21 e 22 de fevereiro de 2013 – Brasília/DF Com a presença da ministra-chefe da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República (SDH/PR), Maria do Rosário houve a posse dos novos conselheiros do CONADE. Foi realizado também a eleição para a escolha do(a) presidente e do(a) vice-presidente do CONADE para o biênio 20132015, na presença do Dr. Cláudio Drewes, representante do Ministério Público Federal (MPF), que conduziu os trabalhos de votação. Entre 38 eleitores, o Secretário Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência, Antonio José do Nascimento Ferreira, foi eleito com 33 votos para novo presidente do CONADE. Para compor a vice-presidência, a presidente da Federação Nacional das Associações Pestalozzi, Ester Alves Pacheco Henriques, foi eleita por 30 votos. Foi realizada também a definição da composição das Comissões Permanentes: Comissão de Análise, Elaboração e Acompanhamento de Atos Normativos; Comissão de Comunicação Social; Comissão de Articulação de Conselhos; Comissão de Políticas Públicas; Comissão de Orçamento e Finanças Públicas. A FENEIS passou a fazer parte do Grupo de Trabalho - GT do Estatuto, juntamente com o a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e a AMPID (Associação Nacional dos Membros do Ministério Público de Defesa dos Direitos das Pessoas Idosa e com Deficiência). Os suplentes são a CNC (Confederação Nacional do Comércio), a FENAPAE (Federação Nacional das Apaes) e a APABB (Associação de Pais, Amigos e Pessoas com Deficiências, de Funcionários do Banco do Brasil e da Comunidade). A Feneis também foi eleita como 2ª suplente para o Fórum Nacional de Aprendizagem Profissional (TEM), que tem como titulares a CUT (Central Única dos Trabalhadores) e a FENAVAPE (Federação Nacional das Avapes) e 1º suplente a ONEDEF (Organização Nacional de Entidades de Deficientes Físicos). Foi apresentado o monitoramento do Viver sem Limite e foi discutido também sobre as condições das entidades de defesa dos direitos das pessoas com deficiência no Brasil.

85ª Reunião – 24, 25 e 26 de abril de abril de 2013 – Pirenópolis/GO Foi apresentada a metodologia de trabalho, pelos facilitadores, sendo destacados como objetivos avaliar de forma participativa os avanços e desafios de atuação do CONADE, socializar seu papel e elaborar ações e prioridades para o período 2013-2014, Foi também a pactuação interna dos objetivos (geral e específicos) de cada comissão que foram fruto do acúmulo das propostas da


22 plenária de fevereiro submetida à avaliação de uma visão externa a comissão originária de sua produção.

86ª Reunião - 26, 27 e 28 de junho 2013 – Brasília/DF Foi realizada a reunião das Comissões Permanentes, com a discussão sobre as ações de acessibilidade na Copa das Confederações, com a presença do Sr. Vanilton Senatore – Coordenador da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo/SP, de César Pessoa de Melo – Subsecretário de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Distrito Federal e Raul Cohen – Secretário Municipal de Acessibilidade e Inclusão Social de Porto Alegre/RS. Representantes da ANAC discutiram sobre a Garantia dos direitos dos passageiros com deficiência e medidas preventivas nos aeroportos nacionais. Foi apresentado o relatório das Comissões Permanentes. Foi discutido também sobre a Rede de Cuidados da Saúde da Pessoa com Deficiência, sobre o Estatuto da Pessoa com Deficiência, Foi discutido ainda sobre o Plano Viver sem Limites e Ações de acessibilidade na Jornada Mundial da Juventude. Oficina estratégica de monitoramento do Estatuto da Pessoa com Deficiência – 01 e 02 de agosto – Brasília/DF Foi realizada a oficina de monitoramento do Estatuto da Pessoa com Deficiência CONADE/SNPD, sendo aprovada e inserida no texto as propostas da FENEIS conforme “Comunicado, datado de 25 de julho de 2013”, com ressalva apenas no Art. 41. Onde se lê “comunidade surda brasileira” no comunicado, na nova redação do Estatuto lê-se “estudante surdo”. 87ª Reunião – 28, 29 e 30 de agosto de 2013 – Rio de Janeiro/RJ Foi realizada a reunião das Comissões Permanentes, a FENEIS apresentou todos os seus trabalhos da CAN e aprovação dos relatórios na comissão, processos nº 320/2011, 346/2012 e 350/2012. O processo nº 397/2010 que trata da legenda em filmes nacionais, a recomendação está sob a responsabilidade do Promotor da Justiça Waldir Macieiras e os demais encaminhamentos serão verificados a situação. Foi apresentado o novo modelo de avaliação dos benefícios por incapacidade no âmbito do INSS. Foi apresentado também os trabalhos dos conselhos estaduais e municipais e a palestra sobre a acessibilidade da telefonia da ANATEL, discutindo sobre a universalização e ampliação ao acesso. A palestrante informou que a ANATEL está avaliando um sistema semelhante ao VPAD e que este aparelho da empresa VIÁVEL ainda não pode ser contratado por licitação pública porque precisa haver mais duas empresas que apresentem um sistema semelhante. A palestrante explicou que está sendo avaliado um sistema de vídeo Libras para os surdos, bem como a possibilidade de retirar os antigos TDDs devido a não ou pouca utilização pelos surdos. Uma possibilidade é colocar nos telefones púbicos o sistema Wifi para utilização dos surdos nos sistemas de telefonia móvel e aparelhos de informática. Houve Apresentação das ações de acessibilidade para as Olimpíadas Rio/2016 (Comitê Olímpico), indicando os problemas de acessibilidade que aconteceram na Copa das Confederações em 2013. O conselheiro da FENEIS relatou os problemas de acessibilidade que aconteceram na Jornada Mundial da Juventude - JMJ -2013, principalmente com relação aos surdos. Foram apresentados os relatórios das Comissões Permanentes, as ações de empregabilidade para as pessoas com deficiência realizadas pelo Ministério do Trabalho e Emprego e o perfil do turista com deficiência feita pelo Ministério do Turismo. O conselheiro d a FENEIS questionou sobre a adaptação dos quartos em hotéis para pessoas com deficiência, se as adaptações


23 abrangem cada deficiência em especifico, alegando a necessidade de adaptações para os surdos, tais como: a disponibilidade de um número de celular para contatos, equivalente ao número de telefone fixo disponível no quarto e campainha luminosa nos quartos. A palestrante não soube responder e se comprometeu em levar a questão ao Ministério do Turismo. Foi apresentado também as ações realizadas até agora pela SDH com relação ao Plano Viver Sem Limites no estado do Rio de Janeiro.

Conselhos municipais e estaduais da pessoa com deficiência Muitos surdos participam, em várias cidades e estados brasileiros, dos conselhos municipais e estaduais da pessoa com deficiência. O objetivo é levar propostas da área da surdez para serem votadas no segmento das pessoas com deficiência, e, em última instância, aos poderes executivos e legislativos.

Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Rio Grande do Sul DATA

REUNIÃO/EVENTO CEA - Comissão Especial de Avaliação

REPRESENTANTE Francisco Eduardo Coelho da Rocha

Plenária Ordinária do COEPEDE

Francisco Eduardo Coelho da Rocha

Comitê Gaucho de Acessibilidade

Francisco Eduardo Coelho da Rocha

Reunião com a FADERS

Francisco Eduardo Coelho da Rocha

Parceria- Forte Clinica

Adriana da Silva Thoma e Tatiana Iara do Nascimento de Moraes Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha, Adriana da Silva Thoma e Carlos Roberto Martins Roger Lineira Prestes Francisco Eduardo Coelho da Rocha e Carlos Roberto Martins Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Carlos Roberto Martins ,Franciele Oliveira Dimer e Tatiana Iara do Nascimento de Moraes Francisco Eduardo Coelho da Rocha e Mara Rubia de Souza Reck Roger Lineira Prestes Francisco Eduardo Coelho da Rocha e Adriana da Silva Thoma Roger Lineira Prestes

09/01/2013 11/01/2013 19/02/2013 26/02/2013 05/03/2013 11/03/2013 Escola Kelly Meise 12/03/2013 Reunião Geral FENEIS RS

02/04/2013 Plenária COEPEDE 24/04/2013 Reunião com convênio INSS- Pauta : Ética no local de trabalho /contra cheque /INSS 07/05/2013 Convocação COEPEDE 08/05/2013 Audiência Pública ( ANEXO 01 ) 14/05/2013 Plenário COEPEDE 21/05/2013 Seminário de Gestão Pública ( ANEXO 02) 23/05/2013 Reunião no Convênio Tribunal de Justiça – Pauta : Êtica no Trabalho 04/06/2013 Início do convênio Justiça Federal ( ANEXO 03) 02/07/2013 Plenária COEPEDE 11/07/2013 Reunião na AGILS ( ANEXO 04, 05, 06, 07) 25/07/2013 Encontro Regional de Pessoas com Deficiência 26/07/2013 Encontro Regional de Pessoas com Deficiência 06/08/2013 Plenária COEPEDE 07/08/2013 Movimento SURDO na Assembléia Legislativa (ANEXO 08)

Roger Lineira Prestes Roger Lineira Prestes Francisco Eduardo Coelho da Rocha,Roger Lineira ,Carlos Roberto Martins ,Cristina Laguna


24 14/08/2013 Movimento SURDO em Brasília

Francisco Eduardo Coelho da Rocha, Roger Lineira Preste, Carlos Roberto Martins, Claudio Mourão e Bruna Branco

24 á Reunião com a FENEIS de Curitiba (ANEXO 25/08/2013 09 ) 29/08/2013 Reunião com Banco do Brasil – Pauta : Congresso Brasileiro dos SURDOS 03/09/2013 Plenário COEPEDE – Pauta : Passe Livre para PCD ( ANEXOS 10, 11) 05/09/2013 Reunião com Moisés Ministério Público/COEPEDE ( ANEXO 12, 13) 11/09/2013 Reunião na Assembléia Legislativa ( ANEXO 14) 12/09/2013 Reunião com o Senador Paulo Paim – Pauta : Estatuto da Pessoa com Deficiência ( ANEXO 15) 16/09/2013 Visita na Justiça Federal em Novo Hamburgo (ANEXO 16) 17/09/2013 Visita Ministério da Fazenda 19/09/2013 Confraternização no Convênio Tribunal de Justiça 24/09/2013 Audiência sobre Escola Bilìngue para SURDOS ( ANEXO 17, 18, 19)

Francisco Eduardo Coelho da Rocha

25/09/2013 Visita aos Convênios Tribunal Regional do Trabalho e Tribunal de Justiça no dia do SURDO 26/09/2013 Reunião na Casa Civil Estadual do RS- Pauta : Entrega de documentação 27/09/2013 3ª Encontro Túnel Setembro Azul 28/09/2013 Seminário Setembro Azul 28/09/2013 Diálogo Estatuto da Pessoa com Deficiência para SURDOS

04/10/2013 Reunião na Casa Civil – Puta : Garantia Escola Bilìngue para os SURDOS do RS ( ANEXO 20 ) 15 á Reunião com a WFD – Pauta : Direitos 22/10/2013 Humanos para os SURDOS na Austrália 25/10/2013 Entrevista na Emissora TV COM – Pauta LIBRAS ( ANEXO 21 ) 28/10/2013 Diálogo Estatuto da Pessoa com Deficiência com a comunidade SURDA

04/11/2013 Inauguração da Central de Intérpretes de LIBRAS ( ANEXO 22) 21 á Seminário Nacional do Movimento Bilìngue 23/11/2013 de SURDOS 28/11/2013 Seminário Mercado de Trabalho para

Francisco Eduardo Coelho da Rocha e Adriana da Silva Thoma Francisco Eduardo Coelho da Rocha, Tatiana Iara Nascimento de Moraes . Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha , Cristian Alexandre e Pedro Loss Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha e Tatiana Iara do Nascimento de Moraes Francisco Eduardo Coelho da Rocha, Claudio Mourão ,Roger Lineira Preste e Cristian Alexandre Francisco Eduardo Coelho da Rocha

Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha, Cristian Alexandre, Bruna Branco, Carolina Sperb, Claudio Mourão, Carlos Roberto Martins e Carlos Alberto Goes Francisco Eduardo Coelho da Rocha e Roger Lineira Prestes Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha e Ana Paula Jung Francisco Eduardo Coelho da Rocha, Claudio Mourão , Roger Lineira Prestes, Carlos Roberto Martins, Carlos Alberto Goes , Carolina Sperb e Ana Paula Jung

Francisco Eduardo Coelho da Rocha e Roger Lineira Prestes Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha


25 SURDOS 29/11/2013 Reunião com o convênio Justiça Federal Novo Hamburgo 03/12/2013 Reunião com Conselho Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência COEPEDE/RS 09/12/2013 Reunião da INEP em Brasília – DF 10/12/2013 Cerimônia de Entrega do Prêmio Estadual de Direitos Humanos 2013 ( ANEXO 23 ) 12/12/213 Reunião com a FADERS ( ANEXO 24 )

Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha Francisco Eduardo Coelho da Rocha


26


27

Conferências municipais, estaduais e nacional Houve uma forte atuação dos surdos nas conferências municipais e estaduais de educação, convergindo para a eleição de vários delegados em quase todos os estados brasileiros.


28

Atuação institucional na área social Diversas são as ações realizadas pela Feneis voltadas para a comunidade surda e para a sociedade em geral. Em todos os escritórios regionais são realizadas atividades de esclarecimento à população, aos surdos e suas famílias, atendimento a pesquisadores, dentre outras ações, tais como: - distribuição de material informativo: folders, cartazes, endereços, telefones, venda de materiais como livros, revistas, camisas, adesivos, calendários e o adesivo símbolo da surdez para carros, exigido pelo Detran. - emissão e entrega dos certificados dos cursos realizados na Feneis. - atendimento ao público e repasse de informações sobre: cursos de Libras, vagas de emprego, questões relacionadas ao trabalho (vale transporte, conta bancária, passe livre), nomes de escolas para surdos, empresas que oferecem aparelho auditivo, empresas que fazem audiometria, cursos gratuitos de informática, amparo legal e aquisição de livros e outros materiais da Feneis. - atendimento a pesquisadores. - encaminhamento de surdos para fazerem passe-livre. A regional do Rio Grande do Sul tem um trabalho sistematizado de encaminhamento para aquisição de Passe Livre Intermunicipal. É feita a organização do material de Passe-Livre Intermunicipal e Municipal, com a confecção de kits, listagem das documentações e organização das pastas. - suporte aos usuários, como telefonemas aos órgãos públicos e encaminhamento aos setores médicos e sociais. - livros e materiais mais vendidos, das seguintes editoras: Editora Mediação, Editora Arara Azul, Editora wak, Editora Summus, LSB Videos, Editora Ciranda Cultural, Brinquelibras, Brinque-Book, Editora Escala.                     

Atualidade da Educação Bilíngue para surdos I e II, A Surdez Educação inclusiva: com os pingos nos "is" Avanços em Política de Inclusão Ouvindo o Silêncio Uma Escola Duas Línguas Letramento e Minorias Intérprete de Libras, Inclusão e Avaliação Removendo as barreiras da aprendizagem Inclusão e escolarização Coleção de livros da editora escala Educação & Exclusão Surdez e Bilinguismo, Leitura e Escrita Inclusão nas Práticas Pedagógicas Conhecimento e Margem Formação docente Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais Vol 1 e 2 Surdez Um Olhar Sobre a Diferença De Sinal em Sinal vol 1 e 2 Dicionário do Fernando Capovilla Construção dos Sentidos na Escrita do aluno Surdo


29  Como Brincam as Crianças Surdas  Cidadania, Surdez e Linguagem, Mãos Fazendo História, Surdez e Educação, O Papel do Outro na Escrita do Sujeito Surdo  Curso de Libras 1 e 2  Fábulas de Esôpo vol 1 e 2  Livro + DVD Alice para Crianças  Livro + DVD A Ilha do Tesouro  DVD O Homem que Amava Caixas  DVD Guilherme Augusto Araújo Fernandes  DVD Meus Primeiros Sinais  DVD Minhas Primeiras Frases  Contos Clássicos em Libras  Livro Mãos ao Vento, DVDs de Piadas  Revistas Feneis

Regional Minas Gerais – Setor Feneis Social O setor social é setor mais novo da FENEIS/MG e foi criado há um ano. São desenvolvidos vários trabalhos em prol do desenvolvimento social, cultural e educacional da comunidade surda do estado de Minas Gerais. São realizados atendimentos de vários surdos e famílias de diversas cidades de nosso estado, que vem em busca de auxílio da FENEIS. 1. 2. 3. 4. 5.

Atendimento Jurídico: Douglas Brandão – advogado de direitos civis Atendimento interpretação: Nathália Vieira e Anna Jamilly Atendimento psicológico: Marcelo Wagner e Olga Alboim Atendimento fonoaudiológico: Beatriz Diniz Atendimento assistencial: Izabella de Paula

Atendimentos realizados 1. 50 Atendimentos realizados 2. 344 ligações telefônicas 3. 100 Atendimentos psicológicos ao público externo 4. 47 atendimentos psicológicos aos funcionários terceirizados 5. 340 atendimentos fonoaudiológicos 6. 38 atendimentos jurídicos 7. 201 atendimentos de assistência social 8. Atendimento interlibras: 308 Total: 1428 atendimentos realizados na regional pelo Setor Social Visitas às escolas O objetivo desse trabalho é orientar as escolas que atendem surdos, sobre a importância da LIBRAS e apresentar a FENEIS como instituição que ampara os surdos. Escolas visitadas: 1. Escola Estadual Francisco Sales: 2 visitas realizadas. 2. Escola Municipal José Maria dos Mares Guia: 2 visitas realizadas. 3. Escola Municipal Tancredo Phides Guimarães: 2 visitas realizadas. 4. Escola Municipal Dona Jandirinha Sales Joviano: 2 visitas realizadas. 5. Escola Estadual Mauricio Murgel: 1 visita realizada. 6. Escola Municipal Pedro Nava: 2 visitas realizadas. 7. Escola Municipal José Pedro Filho: 1 visita realizada.


30

Interlibras Serviço oferecido a para a comunidade surda, com o objetivo de auxiliar toda a comunidade a ter acessibilidade aos serviços sociais. São atendidas demanda de interesse particular, tais como: acompanhamento médico, jurídico, reuniões escolares, entre outras.

50 45 40 35 30 25 20 15 10 5 0

Atendidas Não Atendidas


31

Acessibilidade Coordenação Nacional de Acessibilidade A Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos se divide em duas equipes. As regiões sul, sudeste e centro-oeste são coordenadas Neivaldo Augusto Zovico, com o apoio de Carlos Paiva e Sueli Okubo. Já as regiões norte e nordeste são coordenadas por Marcelo Amorim e assessorada por Tibiriça Vianna Maineri, do Sul. Todos são voluntários e suas atividades consistem em participar de reuniões, projetos e consultorias com o objetivo de orientar sobre a acessibilidade das pessoas surdas. A equipe trabalha com a documentação e o acompanhamento de auditorias, apoio na elaboração de decretos e demais ações relacionadas à acessibilidade, além de dar suporte em tecnologia da informação e de telecomunicações. Esse trabalho é realizado junto a empresas, órgãos públicos e privados, em tudo que diz respeito à acessibilidade para surdos.

Auditorias para o cumprimento do Decreto nº 6.523 A equipe realizou diversas reuniões na FENEIS com o objetivo de fazer planejamentos, discutir demandas e elaborar treinamentos de acessibilidade. A principal demanda da equipe é garantir a comunicação viável dos surdos, em cumprimento ao Decreto nº 6.523, que exige acessibilidade nos serviços de atendimento ao consumidor (SAC). Neste ano, houve trabalhos de auditoria para o cumprimento desse decreto. Foram realizadas reuniões na Procuradoria Regional de Direitos do Cidadão e na ANAC – Agencia Nacional de Aviação para discutir sobre o Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para providenciar o atendimento melhor aos clientes Surdos. Também orientamos as empresas onde tem o SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor com nova tecnologia melhor para atender.

Novas tecnologias Atualmente os órgãos governamentais ainda acreditam que o TDD/TS (Telefone para Surdos) é o meio de comunicação mais usado pelos Surdos e Pessoas com Deficiência Auditiva. Existe um grande trabalho para desmitificar essa crença. Argumentamos em favor da substituição da velha tecnologia – o TDD/TS – por outras novas, tais como mensagem tipo SMS dos celulares, chat de internet e vídeo chamada dos celulares e tablets / smartphones, a fim de implantá-las nas diversas centrais de atendimento ao consumidor surdo. Na Secretaria dos Direitos Humanos foi realizada uma audiência pública para que a ANATEL fizesse levantamento sobre o uso da Central de Intermediação de Telecomunicação – 142. Muitos representantes de instituições surdas participaram da audiência. O Coordenador de acessibilidade da Feneis Neivaldo Zovico apresentou uma pesquisa realizada pela Feneis comprovando que a maioria dos Surdos prefere as novas tecnologias como mensagem de SMS, chats e videoconferências. A responsável pela audiência pública Cristiana Martins Leão prometeu que vai analisar ainda este ano a pesquisa apresentada para dar o resultado da audiência pública.

Acessibilidade nos serviços de emergência A equipe da Coordenadoria Nacional de Acessibilidade tem voltado suas ações também para a acessibilidade dos Surdos nos casos de emergência. A luta é garantir os direitos dos surdos no uso do SMS de celulares para estas ocorrências.


32 Ademais, neste ano novamente a FENEIS teve um stand próprio na Feira REATECH (Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade) onde fomos procurados por diversos profissionais em busca de informações sobre o curso de LIBRAS, a prestação de serviços de intérpretes de Libras e a orientação sobre acessibilidade para surdos. O evento foi bem-sucedido e na ocasião foram vendidos livros sobre linguística e cultura surda. Recebemos muitos e-mails com reclamações, dúvidas e informações a respeito da acessibilidade de surdos. Algumas das principais queixas foram a respeito dos Intérpretes de Libras no Ensino Médio, no DETRAN e nos Centros de Formação de Condutores, além da temática dos pacotes de mensagens SMS dos celulares nos SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor. Nossa equipe respondeu por carta, e também orientamos que fossem procurados os órgãos do Ministério Público Federal de Direitos Humanos e Direitos do Cidadão, a Anatel, a Secretária de Educação, dentre outros.

Redução nos custos de SMS e novas linhas de crédito Neivaldo Zovico foi convidado para fazer um discurso em Senado sobre o Projeto de Lei que obriga as empresas de telecomunicações a oferecer preço baixo para SMS dos celulares para que os surdos e pessoas com deficiência auditiva possam comunicar-se igualmente às pessoas ouvintes. O discurso feito no auditório do Senado contou com diversos senadores presentes para apoiarem a causa. Na Secretaria de Direitos da Pessoa com Deficiência em Brasília, Zovico participou na reunião com diversas instituições de Surdos e Surdocegos sobre a demanda da TA – Tecnologia Assistiva, para que os Surdos e Surdo-Cegos possam comprar dentro da demanda da linha de crédito.

Parceiros A empresa Steno Mobi, que faz legendagem em filmes e programas de TV, gentilmente ajudou a FENEIS legendando vídeos de interesse da comunidade surda. Estes vídeos puderam então ser veiculados pela internet e Facebook, permitindo acessibilidade às pessoas com deficiência auditiva e surdas. Esta empresa está apoiando muito a comunidade surda, quebrando as barreiras para que os deficientes auditivos e surdos possam entender os filmes com uso de legenda ou Closed Caption.

Relação dos ofícios e cartas enviadas pela Coordenação Nacional:  Solicitação de informações e pesquisa da empresa VIÁVEL BRASIL TELECOMUNICAÇÕES para conhecer melhor a tecnologia de comunicação dos Surdos.  Solicitação de informações e pesquisa da empresa ILIBRAS para conhecer melhor a tecnologia de comunicação dos Surdos.  Solicitação de informações à Comissão de Ciência, Tecnologia, Inovação, Comunicação e Informática – CCT – Senador Eduardo Braga, sobre a Comunicação dos Surdos com nova tecnologia avançada: a) Atendimento em todas as tecnologias de comunicação; b) Alterar o SAC para usar novas tecnologias; c) Implantar o atendimento aos Surdos em diversos lugares tais como: hospital, policia, repartições públicas com novas tecnologias de comunicação. d) Subsidio de equipamentos de comunicação para surdos; e) Baratear o plano de comunicação dos Surdos através de SMS, 3G e banda larga; 

Solicitação feita ao Presidente do Anatel, Dr. João Rezende para reconhecer a comunicação dos Surdos com novas tecnologias como videofone porque os Surdos comunicam em Língua de Sinais do que o telefone para Surdos.


33 

Apresentação à Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida da Prefeitura de São Paulo, Sr. Odirlei Faria – Coordenadoria de Projeto de Inclusão da nova tecnologia de comunicação que é videofone para Surdos.

Carta enviada ao Diretor do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, Sr. Amaury Martins de Oliva, com o resultado da Auditoria da FENEIS sobre o Art. 6º Decreto 6.523/2008 – Acesso das Pessoas com Deficiência Auditiva pelo SAC.

Manifestação em carta enviada ao Ministério da Justiça / Secretaria Nacional do Consumidor – Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor, sobre Resultado da Auditoria da Feneis a sobre o cumprimento do Art. 6º Decreto 6.523/2008 – Acesso das Pessoas com Deficiência Auditiva pelo SAC nas empresas de Seguro Regulamentadas pela SUSEP – Superintendência de Seguros Privados.

Relação dos ofícios e cartas recebidas pela Coordenação Nacional: 

Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania – Fiscalização de Serviço de Atendimento ao Consumidor em diversas empresas de aviação.

Ministério Público Federal – Relatório de Serviço de Intermediação de Comunicação através de celulares SMS.

Defensoria Pública do Estado de São Paulo – Núcleo Especializado dos direitos do Idoso e da Pessoa com Deficiência – carta para informações sobre apuração de eventual falta de acessibilidade nas faculdades/universidades para pessoas com deficiência em geral.

Ministério Público Federal - Abertura de protocolo para processo para empresas de aviação onde tem SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor que não respeitam acessibilidade para Surdos.

Ministério Público Federal - Abertura de protocolo para processo para empresas de seguros onde tem SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor que não respeitam acessibilidade para Surdos.

Ministério Público Federal – Inquérito Civil para DVDs produzidos pelo Ministério da Educação em parceria com a TV Escola sem legenda e intérprete de LIBRAS.

Agenda DIA/MÊS 11/01

PARTICIPANTES e LOCALIZAÇÃO Neivaldo na empresa do Grupo Renac na cidade de São Paulo

ASSUNTO Ministra a palestra sobre Acessibilidade para Surdos na empresa


34

O Prof. Neivaldo ministra palestra sobre acessibilidade para Surdos na empresa usando a Língua de Sinais traduzido em via oral através do intérprete de LIBRAS pelo videofone. Neivaldo e Nelson Junior no Shopping Reunião sobre a parceria Super Eficiente com a 16/01 Santa Cruz na cidade de São Paulo Feneis sobre produtos em LIBRAS Reunião sobre parceria com a Feneis e Armazém das Neivaldo e Fabiano no escritório do 23/01 Ideias sobre cadastro de Surdos para empregos em Armazém das Ideias – São Paulo diversas empresas Neivaldo na reunião da Secretaria Reunião sobre material de mídia sobre esportes com 24/01 Municipal de Pessoa com Deficiência e acessível produzidos pela Secretaria Municipal de Mobilidade Reduzida – São Paulo Esportes Reunião sobre o Funcionamento e documentos da 30/01 Neivaldo na sala da FENEIS-SP APILBESP junto com contador para esclarecer a situação da Associação dos Intérpretes de LIBRAS Neivaldo e assessores da Mara Gabrilli, Reunião sobre isenção de produtos de comunicação 31/01 Sra. Aline e Sr. Renato – São Paulo. para Surdos Palestra sobre a nova Secretaria da Secretaria Neivaldo no auditório da Faculdade Municipal de Pessoa com Deficiência e Mobilidade 02/02 Mackenzie – São Paulo Reduzida da cidade de São Paulo e seu trabalho durante o seu mandato.

Prof. Neivaldo possa ao lado a nova Secretária Mariana Pinnotti que cuidará das questões relacionadas à pessoa com deficiência na cidade de São Paulo


35

04/02

Neivaldo no Ginásio da Escola da Policia Militar do Estado de São Paulo

Campeonato Brasileiro de Artes Maciais

Diretores da Federação de São Paulo e Rio de Janeiro durante Campeonato Brasileiro de Artes Marciais Reunião sobre Celig – Central de Intérprete de Neivaldo e Odirlei de Faria no escritório de 13/02 LIBRAS e Guia-intérprete da Prefeitura de São São Paulo Paulo Neivaldo e Marcia Marolo na Secretaria Reunião sobre assuntos da Celig, Escola Bilíngue 14/02 Municipal de Pessoa com Deficiência e para Surdos e cargos para Professores Surdos na Mobilidade Reduzida Escola Bilíngue para Surdos. Neivaldo no auditório da Secretaria Municipal Assembleia Geral da Federação Desportiva de 16/02 de Assistência Social de Osasco Surdos do Estado de São Paulo Reunião sobre projetos da Prefeitura, curso de 19/02 Neivaldo e Sylvia Lia na FENEIS-SP Instrutor de LIBRAS e Intérprete de LIBRAS. 21/02 Neivaldo e Sylvia na FENEIS-SP Reunião sobre curso de LIBRAS para empresas Ministrou o Curso de Pró-libras para os 24/02 Neivaldo na FENEIS-SP candidatos durante exame nacional de Pró-libras Ministrou o Treinamento para funcionários de Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na sede 02/03 Call Center para atender os surdos através de da empresa – São Paulo. acessibilidade adaptado na empresa Neivaldo e Vera Lucia Massa do Setor de Reunião sobre relacionamento de atendimento 07/03 Relacionamento ao cliente no Centro de aos usuários Surdos do Metrô Controle Operacional do Metrô de São Paulo


36

Sala de controle operacional do Metrô de São Paulo 08/03

Neivaldo auditório da Congregação Santista de Surdos Mudos - Santos

Participou na Assembleia Geral da CBDS – Confederação Brasileira de Desportos de Surdos

Neivaldo Zovico, Gustavo Perazzollo, Presidente da Confederação Brasileira de Desportos de Surdos e diretores da Federação Paulista Desportiva de Surdos e Associação dos Surdos de São Paulo. Ministrou o Treinamento para funcionários de Call Center para 11/03 Neivaldo na Genia – São Paulo atender os surdos através de acessibilidade adaptado na empresa Neivaldo, Neiva de Aquino e Reunião sobre criação da proposta de Lei para assuntos da 19/03 Sandro dos Santos na FENEIS-SP. Comunidade Surda 21/03 Neivaldo e João Fortes na Feneis Reunião sobre aula de elétrica com Língua de Sinais Neivaldo, João Paulo Oliveira, Reunião sobre tecnologia para Surdos PRODEAF e parceria da 25/03 Carolina e Intérprete de LIBRAS Feneis na empresa PRODEAF.


37

Prof. Neivaldo ao lado Engenheiro João Paulo de Oliveira da PRODEAF, Carolina do Marketing e intérprete de LIBRAS. Apresentação da proposta da comunidade Surda Neivaldo na Câmara dos Vereadores de São 01/04 para criação da Lei para Acessibilidade em LIBRAS ou Paulo Concurso Público para Surdos

Participantes junto com Prof. Neivaldo para a discussão da proposta para a nova Lei para a comunidade Surda.


38

Prof. Neivaldo sugeriu qual é mais importante à criação da Lei para Comunidade Surda.

04/04

Neivaldo, Professor Sinoel Batista, Silvana Drago e Monica Conforto na Secretaria Municipal de Educação de São Paulo.

Reunião sobre assuntos para a Educação Bilíngue para Surdos que estão acontecendo em cidade de São Paulo.

Prof. Neivaldo possa ao lado Prof. Sinoel, chefe do Gabinete da Secretaria Municipal de Educação, e as professoras Monica Conforto e Silvana Drago da DOT – Departamento de Orientação Técnica. Neivaldo no auditório da WTC da cidade Congresso Internacional de Tecnologia e 11/04 de São Paulo Desenvolvimento para Deficientes


39

Prof. Neivaldo possa junto com Lideres Surdos que são Ana Regina Campello - Presidente da Feneis, Sylvia Lia Neves – Diretora Regional da FENEIS-SP, Geni Favero – funcionária da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Estado de São Paulo e Chileno Alexander – Presidente da Confederação Chilena de Surdos. Neivaldo e Sylvia Lia no auditório do Ministram as palestras “Feneis – O caminho da Formação 18/04 XII REATECH da cidade de São Paulo da Cidadania e a Aquisição de LIBRAS Neivaldo no auditório do XII REATECH Ministrou a palestra “Tecnologia de Comunicação para 20/04 da cidade de São Paulo Surdo: Facilidade e rapidez Neivaldo no auditório do XII REATECH Ministrou a palestra “Acessibilidade de Tecnologia para 21/04 da cidade de São Paulo Surdos”

Prof. Neivaldo acompanhando a visita do Coronel Soffner da Policia Militar para conhecer a Central de Intérprete de LIBRAS por vídeo e o empresário da Viável Brasil, Alexandre Grade. Neivaldo e Cassia Marinho do Conselho Estadual da Saúde, Sylvia Reunião em acessibilidade para Surdos em 24/04 Lia e Daniela Cury – diretores da diversos posto de Saúde Feneis SP. 25/04 Neivaldo e Cid Torquado na Reunião sobre tecnologia de comunicação dos


40 Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência 02/05

Neivaldo na Universidade UFABC

06/05

Neivaldo no Centro de Comando da Policia Militar do Estado de São Paulo

Surdos Participou aula inaugural ENEM em LIBRAS para candidatos Surdos Entrevista a respeito sobre SMS mensagem para emergência pela emissora de TV SBT e conhecer o funcionamento da central de emergência aos Surdos

Prof. Neivaldo e Paulo Vieira assistindo a explicação do Intérprete de LIBRAS da PM, Denis Antunes traduzido pelo Coronel Soffner sobre como funciona o SMS de Emergência.

Prof. Neivaldo junto com intérprete de LIBRAS da PM, Denis e Paulo Vieira, representante da Associação dos Surdos de São Paulo. Neivaldo na Câmara Municipal dos PME – Plano Municipal de Educação que foi liberado para a 08/05 Vereadores de São Paulo continuação sobre Educação Municipal de São Paulo Neivaldo e Bruno Braga da Reunião sobre FONEFÁCIL para que a Feneis poderá apoiar a 15/05 Empresa Brava na Feneis SP empresa Neivaldo no Memorial da Helen Entrevista da minha vida e luta a importância da Escola 16/05 Keller da EMEBS “Helen Keller” de Bilíngue para Surdos onde alunos da faculdade da São Paulo Comunicação de Rádio e TV da UNISA


41

O Prof. Neivaldo faz entrevista dentro da Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos “Helen Keller”

A gravação foi feita durante a aula onde o Prof. Neivaldo lecionou aula de Matemática com alunos Surdos Assembleia Geral da Federação dos Surdos do Estado de 19/05 Neivaldo na sala da FENEIS-SP São Paulo Neivaldo, Sylvia Lia e Fernando Reunião sobre o apoio da Empresa para a Feneis sobre o 23/05 Freitas da empresa Incluir Tecnologia projeto na FENEIS-SP. Reunião sobre grupo de pesquisa e criação de livro Neivaldo, Tania Felipe e grupo de 25/05 intermediário e avançado em LIBRAS e projetos de diversos surdos. livros Reunião sobre projeto de empregos para Surdos e proposta 05/06 Neivaldo na empresa RENAC de intérprete de LIBRAS com apoio da Feneis Neivaldo no auditório do Hotel 10 e 11/06 Seminário do Livro Branco Desafios e Propostas Jaraguá de São Paulo Neivaldo e Procurador Pedro Reunião do Ministério Publica de Direitos do Cidadão sobre 13/06 Antonio de Oliveira Machado e o atendimento da empresa telefonia e plano de saúde para Intérprete de LIBRAS Lilian Coutinho clientes Surdos


42

26/06 26/06 29/06 01/07

Neivaldo e diversas representantes da Comunidade Surda no Tribunal Regional Eleitoral Neivaldo e grupos de Surdos na Av. Paulista Neivaldo no auditório do CEU de São Paulo Neivaldo e grupos de Surdos

Reunião sobre acessibilidade para Surdos durante a eleição Manifestação dos Surdos sobre a falta de respeito dos Surdos sobre Acessibilidade para Surdos CONAE – Conferência Regional de São Paulo Encontro de Manifestantes Surdos e Reunião para preparação Manifestação dos Surdos sobre a falta de respeito dos Surdos sobre Acessibilidade para Surdos

Manifestantes Surdos assistiram o Discurso dos Organizadores para Manifestação na Av. Paulista

Prof. Neivaldo explicando que o Discurso da Presidenta Dilma não respeitou acessibilidade para Surdos Neivaldo com grupo de Surdos na Manifestação dos Surdos sobre a falta de respeito dos Surdos 06/07 Av. Paulista sobre Acessibilidade para Surdos


43

Prof. Neivaldo possa com Lideres Surdos para preparação da Manifestação da Av. Paulista por falta de respeito de acessibilidade na mídia

Diversas faixas expostas no chão para todos a conhecer o nosso movimento


44

O Escritor Marcelo Paiva participou com a Comunidade Surda na Av. Paulista

Manifestantes levantam a bandeira com cores Verde e Amarelo usando a faixa de ônibus da Av. Paulista

Manifestantes Surdos mostram a faixa “Queremos a Liberdade de mostrar e usar Nossa Língua!”.


45

02/07 04/08 10/07 16/07 19/07 19/07 22/07

26/07 01/08 05/08

08/08

10/08

14/08

17/08

Neivaldo, Sargento Thiago dos Reis e intérprete de LIBRAS Denis Antunes na Policia Militar de São Paulo. Neivaldo no auditório da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo Neivaldo no auditório da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo Neivaldo com grupo de Surdos na Feneis Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na sede da empresa Bosch – São Paulo. Neivaldo e Geovane Rodrigues da Empresa Consultoria Neivaldo na FENEIS-SP Neivaldo no Programa Vejam Só da Rede Internacional de Televisão RIT – São Paulo Neivaldo no Exposição de Anhembi de São Paulo Neivaldo e diversas representantes da Comunidade Surda no Tribunal Regional Eleitoral Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na sede da empresa Teleperformance – São Paulo. Neivaldo no auditório da universidade 9 de julho de São Paulo Neivaldo, Diretores da Feneis SP Sylvia Lia e Daniela Cury, Desenhista Julio Raid, Camila e Fatima da Empresa de Comunicação GFK Neivaldo no auditório da WTC de São Paulo

Reunião sobre proposta do curso de escrita dos Surdos para SMS emergência aos operadores da PM Reunião dos Organizadores da CONAE – Secretaria Municipal de Educação Reunião para preparar a entrar na CONAE Estadual Reunião para fazer a avaliação na manifestação na Av. Paulista Ministrou o Treinamento para funcionários de Call Center para atender os surdos através de acessibilidade adaptado na empresa Projeto de acessibilidade para Surdos em diversos Bancos Reunião de grupo de Surdos sobre CONAE para preparação para entregar os documentos para a Conferência Municipal e Estadual Entrevista sobre a comunicação dos Surdos – LIBRAS pelo Locutor Pastor Eber Cocareli Palestra Feira Fórum Reabilitação Segunda reunião sobre acessibilidade para Surdos durante a eleição Ministrou o Treinamento para funcionários de Call Center para atender os surdos através de acessibilidade adaptado na empresa Participou Conferência Livre de Educação, sobre o Eixo 2 da CONAE: Educação e Diversidade – Justiça Social, Inclusão e Direitos Humanos. Reunião sobre parceria com desenhos e jogos da LILIBRAS e Feneis Conferência Municipal de Educação – CONAE

Prof. Neivaldo e Paulo Vieira da Associação dos Surdos de São Paulo reunindo com Lideres das entidades representantes em diversas etnias a respeito sobre Diversidade na Educação Ministrou o Treinamento para funcionários de Call Center para Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli 20/08 atender os surdos através de acessibilidade adaptado na Okubo na Geniatech – São Paulo. empresa


46

21/08

Neivaldo na Secretaria Municipal de Educação

Reunião sobre assuntos para a Educação Bilíngue para Surdos que estão acontecendo em cidade de São Paulo.

Intérprete de LIBRAS Vania Santiago, Prof. Neivaldo, Renata Garcia da DOT – Departamento de Orientação Técnica e Prof. Ataíde Alves – assistente de Secretario Municipal de Educação. Neivaldo, Diretores Feneis Nacional Eduardo Gheller e Ulrick Reunião sobre a Feneis SP com muita atualização de diretores 21/08 Palhares, diretores Regionais e e funcionários e serviços da FENEIS-SP funcionários da Feneis SP. Neivaldo, Luciana Cury e grupo Reunião a respeito sobre formação de profissionais com 23/08 de surdos na sala da Escola Rio exigência de legislação brasileira Branco. Neivaldo, Ana Regina – 24/08 Presidente da Feneis no auditório Reunião sobre acessibilidade para Surdos no ENEM da UFABC da UFABC. 26/08 Neivaldo em sua residência Entrevista pela Editora Arara Azul 29/08 Neivaldo, Sylvia Lia na FENEIS-SP. Reunião sobre pendentes da Feneis Neivaldo no Programa Vejam Só Entrevista sobre Matemática é o terror dos Alunos pelo 30/08 da Rede Internacional de Locutor Pastor Eber Cocareli Televisão RIT – São Paulo Neivaldo no auditório da Participou Pré Conferência Regional da Defensoria Pública de 31/08 Defensoria Pública do Estado de Osasco São Paulo - Osasco


47

03/09 09/09

Prof. Neivaldo com grupo de Lideres Surdos e os procuradores da Defensoria Reunião no INEP a respeito sobre acessibilidade para Neivaldo no Auditório do INEP Surdos durante as provas para ENEM Neivaldo na Câmara Municipal de Câmara Municipal de São Paulo Audiência Pública da Vereadores de São Paulo Comissão Permanente de Educação, Cultura e Esportes.

Prof. Neivaldo faz discurso sobre a importância de lembrar que a cidade de São Paulo já tem seis Escolas Municipais de Educação Bilíngue para Surdos e devemos manter em continuação e respeitando as crianças surdas em aquisição de LIBRAS Neivaldo e Procuradora Aline Morais Reunião sobre acessibilidade para Surdos na Defensoria 10/09 na Defensoria Pública Pública Neivaldo e intérprete de LIBRAS Lilian Coutinho na Escola Municipal Entrevista da minha vida pelo TV Câmara de Vereadores de 16/09 de Educação Bilíngue para Surdos São Paulo “Helen Keller” – São Paulo Adiamento para outro dia sobre Projeto de Lei 90/2013 – Neivaldo na sala para audiência Ensino Obrigatório de LIBRAS para disciplinas em todas as 18/09 pública da Câmara dos Vereadores Escolas Regulares de São Paulo por falta de intérprete que de São Paulo não compareceu Neivaldo, Diretores da Feneis SP Sylvia Lia e Daniela Cury, Desenhista Reunião sobre parceria com desenhos e jogos da LILIBRAS e 19/09 Julio Raid e Fatima da Empresa de Feneis Comunicação GFK


48

21/09

Neivaldo no auditório da DERDIC promovido pela Associação dos Surdos de São Paulo

22/09

Neivaldo em sua residência

25/09

Neivaldo na Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos “Helen Keller” – São Paulo

Ministrou a Palestra sobre o que é FENEIS? Qual é o seu objetivo? Da Roda de Conversa com profissionais que trabalham com a Comunidade Surda Divulgando que está de apoio a Comunidade Surda de Campinas de São Paulo contra o fechamento da Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos Ministrou a Palestra sobre “Acessibilidade, Comunicação e Informação para Surdos” no Dia do Surdo.

Prof. Neivaldo fazendo a palestra para alunos do período manhã para conhecer e sua formação para ser LIDER. Adiamento para outro dia sobre Projeto de Lei 90/2013 – Neivaldo na sala para audiência Ensino Obrigatório de LIBRAS para disciplinas em todas as 25/09 pública da Câmara dos Vereadores Escolas Regulares de São Paulo por falta de intérprete que de São Paulo não compareceu Neivaldo no Parque da Aclimação – Caminhada e Palestra na Comemoração Dia do Surdo ao 26/09 São Paulo parque público


49

Prof. Neivaldo faz discurso sobre a comemoração Dia do Surdo e o que é Surdo para alunos e também para pessoas que transitam no parque público Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Ministrou o Treinamento para funcionários de Call Center 26/09 na sede da empresa Alphaville – São para atender os surdos através de acessibilidade adaptado Paulo. na empresa Neivaldo na Escola Municipal de Ministrou a Palestra sobre “Movimento Militância da 26/09 Educação Bilíngue para Surdos Educação Bilíngue para Surdos” “Helen Keller” – São Paulo

Prof. Neivaldo faz palestra para alunos do noturno e também a presença de autoridades do Governo sobre o Movimento dos Surdos para a Educação Bilíngue para Surdos


50

Com a presença de Deputado Estadual Carlos Giannezzi, assessor Marcelo Sampaio, Vereador Toninho Vespoli e sua assessora e representante da Associação dos Surdos de São Paulo Daniella Mo

Final da palestra entregado os documentos da Declaração da Educação Bilíngue para Surdos feito pela Feneis Nacional para o Vereador Toninho e também para outras autoridades com professor Neivaldo e intérprete de LIBRAS Denis Antunes Neivaldo em cidade Serra Negra – 27 a 29/09 CONAE – Conferência Estadual de Educação São Paulo


51

Prof. Neivaldo e os delegados Vinicius Schaefer e Paulo Vieira

Pela primeira vez que a Conferência Estadual de Educação (Conae) contratou 30 intérpretes profissionais Neivaldo no auditório da Escola Participou da Palestra “Gesto em Língua Sinalizada e Línguas 06/10 Municipal de Educação Bilíngue para Orais” pelo Prof. Dr. Scott K Liddel Surdos “Helen Keller” Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Ministrou o Treinamento para funcionários de Call Center para 10/10 na sede da empresa Geniatech – São atender os surdos através de acessibilidade adaptado na Paulo. empresa Neivaldo e intérprete de LIBRAS Entrevista sobre valor abusivo da carta de motorista dos 10/10 Andreia Venancino em autoescola Surdos Javarrotti Neivaldo no auditório da Escola Participou da Palestra “Aspectos da Cultura Surda” pelo Prof. 12/10 Municipal de Educação Bilíngue para Dr. Sherman Wilcox Surdos “Helen Keller” Neivaldo, Carlos Paiva na Sede do Apresentação da nova tecnologia de comunicação para o 17/10 Sindicado das Seguradoras do Estado atendimento aos Surdos de São Paulo. Neivaldo, Diretores da Feneis SP Sylvia Lia e Daniela Cury, Desenhista Continuação Reunião sobre parceria com desenhos e jogos da 24/10 Julio Raid e Fatima da Empresa de LILIBRAS e Feneis Comunicação GFK 31/10 Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Ministrou o Treinamento para funcionários de Call Center para


52

14/11

21/11

21/11

na sede da empresa UNIFOCUS – São Paulo. Neivaldo na audiência da Câmara dos Deputados Estaduais de São Paulo em São Paulo

atender os surdos através de acessibilidade adaptado na empresa Plenária audiência publica sobre discriminação no ambiente de trabalho dos Surdos

Prof. Neivaldo , Deputado Fernando Capez, surdo Raul Rosa e intérpretes de LIBRAS. Ministrou o Treinamento para funcionários de Call Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na sede Center para atender os surdos através de da empresa Geniatech – São Paulo. acessibilidade adaptado na empresa Neivaldo na Escola Municipal de Educação Audiência publica sobre projeto de Lei 90/2013 – Bilíngue para Surdos “Helen Keller” – São Ensino Obrigatório de LIBRAS para disciplinas em Paulo todas as Escolas Regulares de São Paulo

Houve a participação de diversos lideres representantes da Comunidade Surda fazendo opinião para o Vereador Toninho Vespoli de São Paulo


53

23/11

Neivaldo no auditório da UNIFABC em São Bernardo do Campo

23/11

Neivaldo no auditório do Centro de Referência da Cidadania do Idoso

29/11

Neivaldo no auditório para audiência pública da Câmara dos Vereadores de São Paulo

Ministrou a palestra sobre “Novos Desafios e Estratégicas da Militância do I Colóquio de Surdos do ABC

Ministrou a palestra sobre “A importância da Educação Bilíngue para Surdos por causa da aquisição em LIBRAS” Audiência pública sobre acessibilidade para Surdos em todos os lugares da cidade de São Paulo

Prof. Neivaldo faz discurso sobre abertura da audiência pública e diz que no Brasil existem varias tecnologias de comunicação, mas o problema é o Governo nem reconhece e sempre de burocracia e até quando vai resolver com os Surdos. Lançamento do livro escrito por Prof. Neivaldo e outros 07/12 Neivaldo na Feneis sob Organizadores da Neiva Aquino Albres e Sylvia Lia Neves Convidado para assistir a apresentação do TCC dos Alunos Neivaldo no auditório da Faculdade de 12/12 da UNISA que fizeram o trabalho de reportagem da Santo Amaro Comunidade Surda


54

Setor de intérpretes - Regional São Paulo a) ATENDIMENTO PRESTADO NO ESCRITÓRIO a) Prestação de serviços de intérprete em empresas privadas b) Prestação de serviços de intérprete em órgãos públicos c) Prestação de serviços de intérpretes em instituição de ensino d) Formação de Intérpretes do projeto da Prefeitura de Campinas e) Formação de Intérpretes Diretoria de Ensino Jaçanã/Tremembé f) CONAE 2013 – Intérpretes e Guias-Intérpretes

b) NUMERO DE INTÉRPRETES a) 50 intérpretes cadastrados como autônomo b) 13 intérpretes CLT Prefeitura Municipal de Campinas c) 04 intérpretes CLT Diretoria de Ensino Jaçanã- Tremembé Atuação em empresas               

Colgate Apsen Roche ABRIL ADP Fundação Friedrich Ebert Itaú Seguros EMTU Mario Valeo Advogados Accenture Câmara Municipal de SBC Assim Vivemos Ajinomoto HSBC Agência Tudo


55

Eventos II Setembro Azul e Dia Nacional do Surdo No dia 26 de setembro é comemorado o Dia Nacional do Surdo, data reconhecida pela Lei Federal nº 11.796, de 29 de outubro de 2008. O dia foi escolhido em homenagem à fundação do Instituto Nacional de Educação dos Surdos (Ines), primeira escola de surdos do país, criada em 1857 no Rio de Janeiro. Antes chamado de Instituto Imperial de Surdos-Mudos, a escola foi criada pelo surdo francês Eduardo Huet. A Federação Mundial dos Surdos celebra a data internacionalmente no dia 30 de setembro. A data é comemorada em todo o território nacional. Em 2011 foi criado o Setembro Azul. Durante todo o mês de setembro são realizadas várias comemorações e expressões de luta pelo direito à Língua de Sinais e à Cultura surda. Em 2012 foi realizada a segunda edição do evento.

Organização Nacional: Diretoria de políticas educacionais Matriz Rio de Janeiro Passeata de comemoração do Orgulho surdo Foi realizada uma manifestação no Rio de Janeiro, no dia 30 de setembro, em comemoração do SETEMBRO AZUL, dia de mundial dos Surdos e dia nacional dos Surdos, em parceria com o CIACS (Centro de Integração de Arte e Cultura dos Surdos).

Regional Minas Gerais Juntamente com associações de surdos e demais representantes da comunidade surda, foram elaboradas várias atividades voltadas para o objetivo do Setembro Azul.


56

Manifestação na porta da Assembleia Legislativa de Minas Gerais

Regional Distrito Federal Durante o ano de 2013, o Escritório Regional da FENEIS/DF participou de vários eventos, com objetivo de Fortalecer e ampliar o Movimento Político da Comunidade Surda no Distrito Federal. Aprovação do Projeto de Lei que cria a escola bilíngue para surdos, na Câmara Legislativa do Distrito Federal


57

Outros eventos Regional Distrito Federal Conferência Internacional “A Língua e o Gesto” – Língua de Sinais Colombiana


58

Regional Minas Gerais Seminário Uma Viagem ao Mundo da LIBRAS: Perspectiva de novos olhares pela Comunidade Universitária

Curso de ovos de Páscoa


59



11 Anos da Lei da LIBRAS O objetivo era explicar os direitos que a Lei 10.436, garante aos surdos e comemorar esta grande conquista.


60 1º Encontro das Gestantes Surdas O tema da palestra foi “Cuidados para uma Gravidez Saudável”. As mães foram orientadas a cerca dos cuidados durante e depois da gestação, conhecer suas necessidades, estimular a autoestima.

Seminário Uma Viagem ao Mundo da LIBRAS – Montes Claros-MG, 13 de Junho de 2013, Campus da UFMG em Montes Claros


61

Arraia da comunidade surda: Festa junina realizada pela comunidade surda


62 Semana das crianças O evento teve como objetivo comemorar dia das crianças a apresentar a FENEIS para crianças surdas. Crianças da Escola Municipal José Maria dos Mares Guia visitaram a FENEIS. Foram feitas brincadeiras com as crianças, os setores da instituição foram apresentados para as crianças e foram distribuidos presentes.

No segundo dia de comemoração foram realizadas duas atividades simultaneamente. Na primeira delas, as crianças atendidas pela FENEIS fizeram um passeio com diversas atividades, no Parque Municipal das Mangabeiras. Na segunda atividade, os pais dessas crianças participaram de uma roda de conversa, dirigida pelo diretor regional Marcos Antônio de Sousa Junior. O objetivo foi esclarecer aos familiares das crianças surdas dúvidas referentes à pessoa surda, cultura surda, entre outras dúvidas. No final do evento houve a distribuição de presentes para as crianças


63

Palestra sobre a situação dos surdos na Bélgica/Europa: O evento foi realizado com o objetivo de promover uma troca cultural entre a comunidade surda. A palestra foi ministrada pela surda belga Inês Guerreiro, com a participação de toda FENEIS e dos demais membros da comunidade surda que se interessaram.


64

Festa de Natal Foi realizada uma festa de Natal para as crianças surdas e seus familiares, com o objetivo de realizar uma confraternização e a conscientização das famílias. Num momento realizado com as crianças, foram propostas dinâmicas em LIBRAS. Simultaneamente foi proposta uma roda de conversa com as famílias, dirigida pelo Lucas (Instrutor em LIBRAS no AEE) com seguinte temática: “Pais ouvinte e filhos surdos”. No final do evento, houve a distribuição de presentes.

Grupo de convivência da terceira idade O grupo de convivência da terceira idade tem como objetivo incentivar o convívio e os relacionamentos sociais dos idosos surdos, além de estimular a aquisição dos espaços públicos, que estão disponíveis para toda sociedade. Os encontros foram realizados mensalmente do decorrer do ano. Este grupo é acompanhado pelo serviço de psicologia e assistência social da Feneis.


65

Regional Distrito Federal Palestra “A Antropologia Visual e a Identidade Surda� Com Olivier Schetrit


66 Seminário "Tecnologias Assistivas no Direito da Pessoa com Deficiência, promovido pela OAB/DF

Campanha de identificação de usuários de Libras: – com os diretores e professores da Feneis/DF e o grupo ICTS


67 1º Encontro de Fotógrafos surdos – Workshop Brasília – parceria Feneis/DF e Surdofoto

Palestra de Sensibilização sobre Higiene Bucal para a Comunidade Surda: Parceria Feneis/DF Universidade de Brasília - Inoseb (Pastoral Dos Surdos)

Miss Surda DF 2013 – Participação da Feneis/DF


68

Regional São Paulo Reatech

 XII Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade – REATECH-2013.  Palestra na Reatech/2013 tema: “FENEIS: o caminho para a formação da cidadania, a aquisição da LIBRAS” - Diretora da Regional São Paulo Sylvia Lia

Lançamento do livro: As luvas mágicas de Papai Noel, Cacao Mourão, na Reatech/2013


69 

Lançamento do livro e-book: Estudo em libras: Políticas Educacionais, na Reatech/2013.

Atividades da Feneis em parceria com a Associação dos Surdos de São Paulo


70

12 de Outubro

23 de Novembro

I Colóquio de Surdos do ABC, Palestrante Sylvia Lia Grespan Neves: “O Movimento surdo e sua luta pelo reconhecimento da libras e pela construção de uma politica linguística no Brasil”.


71

Parcerias e projetos em desenvolvimento Regional Minas Gerais Projetos em desenvolvimento Sala de Espera Objetivo: Potencializar as crianças surdas oportunidades de interação com a sociedade em geral através do acesso e desenvolvimento da Língua de Sinais e da Língua Portuguesa, iniciando no contexto familiar a comunicação efetiva entre seus membros. Publico alvo: Crianças e adolescentes surdos, de 3 a 17 anos e suas famílias. Atividades: Atendimentos composto por uma equipe multidisciplinar que envolve fonoaudiólogo, assistente social, psicólogo, educador e instrutor de Libras. O fonoaudiólogo irá fazer os atendimentos da criança / adolescente surdo, na modalidade bimodal e bilíngue. O psicólogo irá dar suporte às famílias e, de acordo com a demanda individual do paciente, irá realizar atendimentos psicoterápicos na modalidade breve focal. O educador irá promover atividades que envolvam o desenvolvimento da língua escrita (portuguesa), como construções de frases, auxiliando na alfabetização das crianças surdas. O instrutor de Libras vai auxiliar as famílias na aprendizagem da língua de sinais, utilizando uma metodologia focada na comunicação básica do convívio diário. E o assistente social irá orientar as famílias para desenvolver as capacidades que lhes permitam resolver seus problemas sociais e individuais. Todos os profissionais da equipe serão responsáveis por orientar as famílias, de acordo com a sua área de conhecimento.

* Os atendimentos de Fonoaudiologia iniciaram no mês de Abril de 2013 e os atendimentos da Psicologia iniciaram no mês de Agosto de 2013


72

Atendimento psicopedagรณgico para crianรงas

Atendimento Psicolรณgico

Atendimento Fonoaudiolรณgico


73

Conhecendo a Surdocegueira - Objetivos: realizar um estudo detalhado da realidade desses sujeitos em Minas e preparar a FENEIS MG para receber a população surdocega, para que junto com a comunidade surdocega construirmos ações, políticas e serviços que garantam a eles, como um todo, seus direitos constitucionais e propicie dignidade e autonomia na sua vida em sociedade. - Publico alvo: Surdocegos - Atividades: 1º ETAPA: Adequação da FENEIS para receber os surdocegos:  Adaptações arquitetônicas e comunicacionais (EDITAL: Programa Eletrobrás Furnas Social)  Preparar a equipe de funcionários para vencer as barreiras atitudinais e comunicacionais 2º ETAPA: Reunir e fortalecer a comunidade surdocega  Pesquisar e catalogar os surdocegos de MG  Estabelecer Parcerias com Instituições representantes e /ou que atendem as pessoas

surdocegas  Reunir os surdocegos para ações e outras atividades nas quais a FENEIS pode contribuir 3º ETAPA: Estabelecer ações da FENEIS com a comunidade surdocega para o benéficio da mesma e promoção de sua autonomia.  I Congresso Mineiro de Surdocegueira (EDITAL: Programa Banco do Brasil Patrocínios)  Auxiliar na criação da Associação Mineira de Sudocegos.


74

Parcerias 

Instituto São Rafael É uma instituição que atende cegos. Realizamos a parceria, após inicio do projeto surdocegueira. A parceria visa auxiliar os surdoscegos com estratégias que possam proporcionar autonomia.

TJ – Tribunal de Justiça de Minas Gerais A parceria visa adquirir voluntários para desenvolver diversos trabalhos na FENEIS. Os voluntários, são pessoas que foram penalizadas pela justiça, por algum ato inflacionário e para estas pessoa, é apresentado o cumprimento de pena alternativa/social. Que visa à realização de trabalhos voluntários em diversas instituições.

Regional Distrito Federal Grupo de Pesquisa em Linguística – Parceria entre Feneis/DF e Universidade de Brasília


75     

INOSEB – Instituto Nossa Senhora do Brasil – Pastoral dos Surdos; Rybená – Libras e voz; Secretaria de Educação do Distrito Federal – validação dos cursos da FENEIS/DF; Surdofoto; Universidade de Brasília – UnB.


76

Movimento Surdo Regional Distrito Federal Reunião para pressionar a Secretaria de Educação do Distrito Federal para inaugurar a primeira escola bilíngue para surdos do Distrito Federal

Reunião com a Liderança Surda para organização do Movimento

       

Reunião com o grupo surdo no edifício da sede da Secretaria de Educação do DF

  


77 Concentração para passeata

Passeata

Os Movimentos, organizados pela FENEIS/DF, contam sempre com a parceria da comunidade surda do Distrito Federal, bem como surdos de outros estados e, nos congressos e palestras internacionais, surdos de outros paĂ­ses.


78

Endereços e contatos Feneis Matriz – Rio de Janeiro-RJ Rua Major Ávila, 379 Bairro: Tijuca Rio de Janeiro – RJ Cep: 20511-140 Tel: (21) 2567-4800 Diretoria diretorianacional2@gmail.com Endereço dos escritórios regionais Distrito Federal SCS Qd 01 Bloco M, Ed. Gilberto Salomão, 9º andar, sala 906 Brasília/DFBrasília-DF Cep: 70305-900 Tel.: (61) 3034-7006 feneisbsb@gmail.com Minas Gerais Rua Albita, 144 Bairro: Cruzeiro Belo Horizonte Cep: 30310-160 Telefax (31) 3225 0088 feneis@feneis.com.br Ceará Av. Rui Barbosa, 1970 Bairro: Aldeota CEP: 60.115-222 TEL.: (85) 3283.9126 feneis.ce@hotmail.com

Expediente Regiane Lucas Garcêz – jornalista

Paraná Avenida Jardim Silva 737 CJ 2 (esquina com Rua Marechal Floriano Peixoto. Referência: Shopping Estação e UTFPR) Bairro: Centro Curitiba – PR Cep: 80230-000 feneispr@gmail.com

Rio Grande do Sul Rua Júlio de Castilhos, 606/ sala 305 Bairro: Niterói Canoas – RS Cep: Tel: (51) 3321 4244 / 3328.6765 Fax: (51) 3321.4244 feneisrs@terra.com.br São Paulo Rua das Azaléas, 138 Bairro Mirandópolis São Paulo - SP Cep: 04049-010 Tel: (11) 2574-9148 Fax: (11) 5549-3798 feneis.sp@feneis.org.br

Feneis Relatório 2013  
Advertisement