Page 1

1

Relatรณrio Anual

2011


2

Diretoria Diretora-presidente: Karin Lílian Strobel Diretor vice-presidente: José Arnor de Lima Júnior Diretora administrativa: Shirley Vilhalva Diretor financeiro e de planejamento: Josélio Ricardo Nunes Coelho Diretora de políticas educacionais: Patrícia Luiza Ferreira Rezende Secretário: Jorge Luiz Martins

Diretorias Regionais Belo Horizonte - MG Diretor regional: Rodrigo Rocha Malta Diretor financeiro: Juliano Salomon de Oliveira

Manaus - AM Diretor regional: Marlon Jorge Silva de Azevedo Diretora financeira: Waldeth Pinto Matos

Brasília - DF Diretor regional: Messias Ramos Costa Diretora administrativa: Edeilce Aparecida Buzar Diretor financeiro: Amarildo João Espíndola

Porto Alegre - RS Diretor regional: Francisco Eduardo Coelho da Rocha Diretora administrativa: Vânia Elizabeth Chiella

Curitiba - PR Diretora regional: Elizanete Favaro Diretora administrativa: Iraci Elzinha Bampi Suzin Diretora financeira: Márcia Eliza de Pol Fortaleza - CE Diretor regional: Francisco Sérvulo Gomes Diretora administrativa: Mariana Farias Lima Diretor financeiro: Rafael Nogueira Machado

Conselho Fiscal Efetivo 1º Membro efetivo e presidente: Luiz Dinarte Farias 2º Membro efetivo e secretária: Ana Regina e Souza Campello 3º Membro efetivo: Antônio Carlos Cardoso

Conselho de Administração José Onofre de Souza Max Augusto Cardoso Heeren Sueli da Silva Brito Flores

Recife – PE Diretora regional: Patrícia Cardoso Diretora financeira: Regilene Soares Dias Rio de Janeiro – RJ Diretor regional: Walcenir Souza Lima Diretor financeiro: Fernando de Miranda Valverde São Paulo – SP Diretora regional: Moryse Vanessa Saruta Diretora administrativa: Sueli Okubo Paiva Diretora financeira: Maria Fernanda P. Barros

Suplentes 1º Membro suplente: Ricardo Morand Góes 2º Membro suplente: Daniel Antônio Passos 3º Membro suplente: Benedito Andrade Neto


Sumário Palavra da presidente 04 Histórico e apresentação 05 Estrutura organizacional 06 Celes 07 Mercado de Trabalho 15 Atuação institucional Governamental 19 Atuação institucional Social 24 Acessibilidade 26 Eventos 40 Projetos 43 Parcerias 44 Movimento Surdo 45 Comunicação 48 Endereços e Expediente 49


Palavra da Presidente

O presente relatório foi produzido em um momento muito especial para nós, surdos brasileiros. Em 2012 a Feneis completa 25 anos de existência. Sempre em defesa da língua de sinais, a instituição tem trabalhado tanto para fazer garantir os direitos dos surdos, quanto para alcançar novos direitos. Marcas históricas como a Lei da Libras e a sua regulamentação fazem parte dessa trajetória. Especialmente neste último ano de mandato, trabalhamos com o objetivo de conquistar legalmente o direito à escola bilíngue, além de manter as nossas ações no campo da acessibilidade, mercado de trabalho e assistência social. O número de surdos recolocados no mercado de trabalho aumentou significativamente. A oferta de cursos de Libras foi ampliada e a demanda continua sempre alta. Cada vez mais investimos no setor de acessibilidade, garantindo intérpretes de Língua de sinais para acompanhamentos a médicos e a atendimentos jurídicos. Na esfera nacional, investimos na aproximação com as instâncias governamentais e ampliamos o diálogo nos ministérios, em especial junto à Casa Civil. A representação nos conselhos nacionais, estaduais e municipais da pessoa com deficiência também foi um importante instrumento de diálogo e de apresentação de reivindicações. Na mídia, a repercussão das temáticas sobre os surdos está cada vez mais presente, num esforço da Feneis dar visibilidade às causas dos surdos e buscar uma vida mais digna para cada um deles, seja criança, adulto ou idoso. Neste relatório, os leitores terão a oportunidade de conhecer o trabalho empreendido pela Feneis no ano de 2011 em detalhes. Chegamos ao fim do nosso mandato de quatro anos com a certeza do dever cumprido. O Brasil é um país de extenso território que nos traz o desafio de atingir os surdos de todos os estados e trabalhar coletivamente. Acreditamos que neste mandato isso foi possível. Criamos uma ampla rede de trabalho feita para e com os surdos. Boa leitura!


Karin Strobel Presidente da Feneis


Histórico e apresentação A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos - Feneis tem suas origens no final da década de 70. Mais precisamente em 1977, quando ainda levava o nome de Federação Nacional de Educação e Integração dos Deficientes Auditivos – Feneida. A crescente demanda e complexidade do trabalho levaram a diretoria a reestruturar o estatuto da instituição, na perspectiva de promover o avanço integral da pessoa surda em sociedade e de contar com a participação dos próprios surdos na entidade. Em 16 de maio de 1987 foi organizada uma assembléia geral, momento marcado pela mudança no nome da entidade, que passou a se chamar Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos – Feneis, denominação pela qual é conhecida até hoje. A Feneis é uma entidade filantrópica, de cunho civil e sem fins lucrativos, que trabalha para representar as pessoas surdas junto à políticas públicas, governo e sociedade. Tem caráter educacional, assistencial e sócio-cultural. Uma das principais ênfases da instituição é fazer ser reconhecida a cultura surda perante a sociedade. A Feneis presta atendimento a surdos, familiares, instituições, organizações governamentais e não governamentais, professores e fonoaudiólogos. Por ser uma entidade que visa à filantropia, a Federação é reconhecida como Utilidade Pública Federal, Estadual e Municipal. Por isso, tem isenção da contribuição do INSS e de encargos sociais. É registrada no Conselho Nacional de Assistência Social e no Ministério da Previdência Social. Anualmente um relatório de atividades é enviado ao Ministério de Justiça para que sejam conferidas e avaliadas as ações executadas, e assim, renovado o benefício. A filantropia da Feneis não se baseia no assistencialismo e na caridade, mas busca fornecer condições para o efetivo desenvolvimento dos surdos. A instituição entende que igualdade é a conquista da autonomia, seguida do respeito à cultura e do acesso aos sistemas de saúde, educação, jurídico e a todos os outros setores da vida. Assim a Feneis buscar continuamente os direitos da comunidade surda, visando uma melhor qualidade de vida e incentivando também o uso da Libras como meio de comunicação. A Feneis também tem como prática o apoio e colaboração as entidades que trabalham com surdos, visando uma ação conjunta em busca de constantes melhorias. Além de incentivar a criação e o desenvolvimento de cursos para surdos e de novas instituições nos moldes das modernas técnicas de atendimento, visando à prevenção, à estimulação precoce, à educação, à profissionalização e à integração da pessoa portadora de surdez e/ou deficiência auditiva. A Federação organiza e participa de Congressos, Seminários e Cursos buscando sensibilizar os meios de comunicação e incentivar o desenvolvimento de pesquisas. Atualmente a Feneis está representada em todo o território nacional por meio de escritórios regionais e 123 entidades filiadas. Dentre elas estão associações de surdos, de pais e amigos de Surdos, escolas e clínicas especializadas. A Feneis é filiada à Federação Mundial dos Surdos (FMS/WFD), entidade representativa dos surdos junto à Organização das Nações Unidas (ONU), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Organização dos Estados Americanos (OEA) e Organização Internacional do Trabalho (OIT). Com sede na Finlândia, a FMS busca garantir os direitos culturais, sociais e linguísticos do surdo no mundo. Uma das grandes conquistas foi a oficialização da Libras como meio de comunicação e expressão dos surdos brasileiros, por meio da Lei nº 10.436/2002, processo no qual a Feneis participou ativamente. Esteve presente também na elaboração do Decreto nº 5.626/2005 que regulamentou a lei, garantindo aos surdos o direito ao atendimento adequado em estabelecimentos públicos e educacionais por meio da Libras, ampliando o ensino da língua e o acesso aos surdos à educação básica e superior.


Estrutura organizacional A Feneis é administrada por uma equipe composta pela Diretoria, Conselho Fiscal, Conselho de Administração e Diretores Regionais. Conforme previsto em estatuto, todos os integrantes da diretoria não devem usufruir de vantagens ou benefícios para desempenhar suas atividades. Todos os membros estão espalhados pelas várias regiões do país, buscando tornar a representatividade completa. Além disso, sua estrutura física se divide em Matriz, Escritórios Regionais e Centro de Estudos de Libras e Educação de Surdos – Celes. Em um país como o Brasil, de grandes dimensões continentais, adotou-se um modo de gestão descentralizada, para que os escritórios tenham mais autonomia e possam desenvolver trabalhos voltados para as especificidades regionais. É importante ressaltar que as atividades são realizadas com as mesmas filosofias e diretrizes definidas pela Feneis nacional. Diretoria Diretoria administrativa

Presidência 1ª Vice-presidência 2ª Vice-presidência Diretoria financeira e de planejamento Diretoria de Políticas Educacionais

Conselho de Administração

Conselho Fiscal Coordenadorias nacionais Matriz RJ

MG

DF

PR

CE

AM

RS

PE

SP

Recursos e manutenção Dentre as várias despesas da Feneis, seja na matriz ou nas regionais, incluem-se gastos com: materiais de escritório e de limpeza, folha de pagamento e benefícios dos funcionários, assessoria jurídica, orientação familiar e visitas domiciliares. Os escritórios que não possuem sede própria ou não conseguiram um local provisório de funcionamento têm o aluguel pago pela Federação. As despesas são custeadas das seguintes formas: •

Captação de recursos mediante apresentação de projetos a órgãos governamentais ou não governamentais. Esses recursos são revertidos para a aquisição de equipamentos, remuneração de profissionais, oferta de cursos, reformas e eventos;

Taxa administrativa recebida dos convênios firmados para prestação de serviços e colocação de profissionais no mercado de trabalha, paga pelos contratantes. O valor é geralmente usado em encargos sociais, despesas de manutenção dos escritórios regionais, aluguel, funcionários, entre outros;

Fundo de reserva destinado a pagamentos de acerto com funcionários, FGTS, salário de férias, décimo terceiro salário, e outras garantias do trabalhador. Ele é adquirido também através dos convênios e não pode ser utilizado para nenhum outro fim.


CELES – Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos Um dos grandes avanços da Feneis foi a criação do Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos – Celes, formado com o objetivo de ser um centro de referência para estudos realizados sobre a Língua Brasileira de Sinais e sobre a educação dos surdos. Dentre as atividades desenvolvidas estão elaboração de políticas voltadas para a Libras, promoção de cursos de Libras, promoção e apoio a eventos relacionados com a educação dos surdos e suporte para pesquisas e trabalhos desenvolvidos na área de surdez. Dentre as finalidades do Celes estão a defesa da Libras como Primeira Língua das comunidades surdas, a apresentação à sociedade da necessidade da presença de intérpretes de Libras nos estabelecimentos de ensino frequentado por surdos, estímulo à criação de escolas de surdos, reunião de grupos de discussões sobre propostas metodológicas e curriculares para a educação dos surdos e promoção de intercâmbios permanentes com grupos de pesquisa da área da surdez.

Atividades Cursos de Libras: com o objetivo de difundir o uso da Libras para a comunidade, o Celes oferece cursos de Libras nos níveis básico, intermediário e avançado para vários tipos de público. Alguns são ministrados em empresas ou universidades que solicitam turmas fechadas com vocabulário específico por área, outros são ministrados nas dependências da Feneis. Os professores do curso são devidamente selecionados em bancas, passam por capacitação anual e são avaliados periodicamente pelos alunos e pela diretoria regional. O método utilizado é o Libras em Contexto, desenvolvido pelas professoras Tanya Felipe e Myrna Salermo. Geralmente o curso básico tem duração de três módulos, perfazendo um total de 180 horas. Os alunos têm acesso ao livro e/ou apostila, manual do aluno, DVD e brindes como sacolas e camisetas. Há uma cota de bolsas destinadas a alunos carentes.

Matriz Rio de Janeiro:

- Total de alunos durante o ano em todos os cursos (Libras para ouvintes e Alfabetização) nas aulas realizadas na matriz: 130 alunos. - Curso de Libras na Dataprev- realizado no período de 08 de agosto a 31 de outubro com a participação de 19 alunos. - Oficina de Libras no Tribunal de Justiça ministrada entre 14 de setembro a 11 de novembro: 24 alunos

Regional Minas Gerais:

- Foram ministrados ao longo do ano os seguintes cursos - Curso Básico de Libras Módulos I, II e III, Curso de Libras Intermediário módulo I, Curso de Formação de instrutores e Preparatório para o PROLIBRAS com a participação de: 667 alunos. - Parcerias firmadas: Empresa CBTU, Bombril, FIAT, Faculdade FEAD, Escola CRAEI, Escola na Cidade de Divino, Vias do Saber e OAB Cidadã MG.

Regional Distrito Federal: - Cursos básicos de Libras e Técnicas de Tradução e Interpretação: seis turmas ao longo de todo o ano: 292 alunos. - Curso Comunicadores em Libras – 1ª e 2ª etapas, voltado para funcionários do Tribunal Regional do Trabalho, 10ª Região, que trabalham com atendimento ao público, com ênfase na utilização de terminologia específica. A 1ª etapa ocorreu de março a maio e a 2ª no período de agosto a novembro de 2011. - Curso Comunicadores em Libras- uma turma na Infraero com enfoque em Libras em contexto e vivência com as pessoas com deficiência auditiva, no período de setembro a outubro de 2011.


- Cursos de Libras em Contexto com cinco turmas do Nível I, quatro turmas do Nível II e quatro turma do Nível III: 13 turmas.

Regional Rio Grande do Sul:

- Curso Básico de Libras Módulo I: 20 alunos. - Curso de Preparação para Tradutor/ Intérprete: 18 alunos.

Regional São Paulo

- Libras vários módulos de 120 horas/aula: 320 alunos matriculados, 215 alunos concluintes.

Outras Atividades Matriz Rio de Janeiro Palestra de Audismo- realizada no dia 26 de novembro, tendo como palestrante Nelson Pimenta. A palestra aconteceu no auditório do INES com a presença de 30 pessoas.

Regional Distrito Federal Curso de Formação de Instrutores Surdos: LIBRAS em Contexto 2

A segunda etapa do curso ocorreu no período de 14 a 25 de fevereiro de 2011 no Instituto Nossa Senhora do Brasil – INOSEB, parceiro da FENEIS/DF, ministrado pela Prof.ª Elaine Maria de Lima, Assessora do CELES Nacional da FENEIS. O curso teve 40 horas de carga horária. Este curso foi destinado somente a pessoas surdas.


Curso de Formação de Instrutores Surdos- LIBRAS em Contexto 3: A terceira etapa do curso ocorreu no período de 25 de julho a 05 de agosto de 2011 no Instituto Nossa Senhora do Brasil – INOSEB, parceiro da FENEIS/DF, ministrado pela Prof.ª Elaine Maria de Lima, Assessora do CELES Nacional da FENEIS. O curso teve 40 horas de carga horária. Este curso foi destinado somente às pessoas surdas. Curso Preparatório para o Prolibras : O curso foi ministrado pela professora Carolina Ferreira Pêgo e direcionado a comunidade surda.


Regional Pernambuco •

Realização de Oficinas TOLIS (Treinamento e Orientação de Liderança Surda) como resultado do Treinamento de Liderança Surda no Japão realizado pela JICA (Agência de Cooperação Internacional) e JFD (Federação de Surdos do Japão) cursado pelo Sr. Antônio Cardoso em 2010. • O Sr. Antônio Cardoso organizou e realizou a 1ª Oficina do Treinamento e Orientação da Liderança Surda, com o tema Organização e Empoderamento (resultado do treinamento da JFD e JICA no Japão). O Projeto Tampopo concedeu material e sala para esta atividade, que aconteceu no dia 12 de fevereiro, no Escritório Regional da Feneis em PE/Sede do Projeto Tampopo. Foram 35 participantes, entre eles três líderes surdos do estado de Alagoas.

1ª Oficina TOLIS (12 de fevereiro de 2011 – Recife/PE)

Realização da 2ª Oficina do Treinamento e Orientação da Liderança Surda e 1ª Oficina da Prática de Projeto em Libras, no dia 21 de maio na cidade de Petrolina (Sertão de Pernambuco), com 40 participantes, incluindo um líder surdo do estado de Alagoas, o qual solicitou a realização da 3ª Oficina do TOLIS na cidade de Maceió, se comprometendo a ficar responsável pela organização junto ao Sr. Antonio Cardoso.


A 3ª Oficina do TOLIS (Treinamento e Orientação da Liderança Surda) e 2ª Oficina de Prática de Projeto em Libras, foram realizadas no dia 27 de agosto na cidade de Maceió (AL), com recorde de 55 participantes, entre estes participantes havia cinco líderes das cidades de Aracaju e Itabuna do Estado de Sergipe.


A 4ª Oficina do TOLIS (Treinamento e Orientação da Liderança Surda) e 3ª Oficina da Prática de Projeto em Libras foram realizadas no dia 26 de novembro na cidade de Estância em Sergipe, contando 30 participantes, incluindo alguns com dificuldades, pois não tem domínio da Libras e de seus direitos.

Regional São Paulo Cursos de aperfeiçoamento em Libras Curso de aperfeiçoamento Responsáveis: Vânia de Aquino Albres Santigo

Temas:

Interpretação de Informação Médica

Vânia de Aquino Albres Santigo

Interpretação de Literatura Infantil

Neiva de Aquino Albres

Horas 10

Quant. Alunos:

04

05

04

Interpretação Educacional

10

03

André Nogueira Xavier

Introdução à Linguística e Aspectos da Descrição da LIBRAS

15

09

André Nogueira Xavier

Português - Noções Básicas da Estrutura dos Textos

10

07

Neiva de Aquino Albres

Produção de Resumo e Artigo Científico

15

09

Neivaldo Augusto Zovico

Sinais da Área de Matemática

10

07

TOTAL de ALUNOS:

43

Oficinas temáticas Horas 16 16

Temas PROLIBRAS - Capacitação para ouvintes PROLIBRAS - Capacitação para Instrutores

Participantes 05 09


Cursos para surdos e DAs CURSOS CONCLUÍDOS

ALUNOS SURDOS

CARGA

Local

Professor

Matrículados

Desistências

Concluintes

HORAS

FENEIS

Andre Xaxier

10

1

9

48

FENEIS

Silvia Sabanovaite

16

9

7

48

FENEIS

Silvia Sabanovaite

10

2

8

48

FENEIS

André Xavier

10

1

9

48

FENEIS

André Xavier

10

5

5

48

FENEIS

André Xavier

10

5

5

48

FENEIS

Moryse Saruta

10

0

10

120 LEC

24

14

10

100

37

63

André Xavier FENEIS

Neiva Aquino Sylvia Lia Total de alunos

120 LEC Metodologia

Regional Rio Grande do Sul Cursos in Company Feneis: Atendem às diferentes empresas e órgãos públicos, oferecendo cursos e palestras dentro da própria estrutura da empresa, com o objetivo de torna-la mais inclusiva. A Feneis desenvolve serviços de consultoria, assessoria e educação corporativa em organizações públicas e privadas. O programa foi criado com objetivo de atender às demandas e necessidades de treinamento, atualização e reciclagem de recursos humanos. São oferecidos a)curso de Libras para funcionários ouvintes potencializando a comunicação entre surdos e ouvintes na empresa, b) módulos mais avançados de acordo com a demanda da empresa, c) palestra de sensibilização para recepção das diferenças nas organizações, d) disponibilização de intérprete de Libras para mediar entrevistas de recrutamento e seleção, bem como na integração inicial do candidato.

Oficina de LIBRAS In Company

Início

Término

Carga Horária

Total de alunos formados

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul

14/3/2011

29/4/2011

60 horas

16 alunos

VONPAR

12/4/2011

28/7/2011

42 horas

18 alunos

CORAG

13/4/2011

31/8/2011

42 horas

10 alunos

INFRAERO

4/7/2011

8/7/2011

36 horas

10 alunos


Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região

2/8/2011

10/11/2011

50 horas

13 alunos

Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul

15/8/2011

10/10/2011

42 horas

12 alunos

INFRAERO

3/10/2011

7/10/2011

36 horas

20 alunos

Banco Central do Brasil

27/9/2011

8/12/2011

42 horas

13 alunos

Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Sul

19/10/2011

25/11/2011

42 horas

17 alunos

Irmandade da Santa Casa de Misericórdia

19/10/2011

25/11/2011

42 horas

30 alunos

42 horas

Curso em andamento

DATACOM

17/11/2011

9/2/2012


Mercado de Trabalho Um dos objetivos da Feneis é promover a inclusão integral dos surdos no mercado de trabalho. Para tanto, promove a realocação desses surdos seja por meio de convênios de prestação de serviços com empresas e instituições onde os surdos são alocados, seja por encaminhamento individual de profissionais surdos. Apoio aos Surdos: Desde o processo de recrutamento e seleção e até o desligamento, o funcionário recebe orientações e esclarecimentos acerca dos assuntos inerentes a sua vida profissional: direitos e deveres trabalhistas; atividades a serem desenvolvidas; comportamentos condizentes com o local de trabalho; ética e postura profissional. Mesmo após o desligamento, muitos ainda procuram a Feneis para esclarecer dúvidas sobre seus direitos, como o FGTS e o seguro desemprego. Todos os nossos funcionários contam ainda com orientação e atendimento psicológico individual e/ou familiar quando necessário. Outras atividades de apoio incluem o acompanhamento hospitalar e residencial, agendamento no INSS, encaminhamento para cursos (informática e Libras) e para o ensino regular. Metas: O planejamento de 2011 manteve as prioridades estabelecidas no ano anterior, baseadas nas áreas da educação, informação, comportamento, liderança, treinamento, ampliação dos benefícios nos convênios, qualificação e requalificação profissional, recrutamento, seleção e promoção; atuação política (Conselhos Estadual e Municipal), novos convênios, elaboração de projetos e acompanhamento de licenciados e acidentados. Atuação educativa junto aos contratantes e familiares: São realizadas visitas mensais em cada empresa com a qual temos parceria de serviço terceirizado, além dos atendimentos extraordinários ou eventuais quando solicitados. As empresas que possuem um número maior de surdos contam também com a presença de um coordenador-intérprete que tem a função de intermediar as relações entre funcionários-contrato-Feneis e auxiliar no processo de comunicação e acompanhamento das atividades laborais. Esses coordenadores-intérpretes, por sua vez, fazem parte do setor de RH e são acompanhados de perto pela equipe do escritório-sede. São realizadas reuniões trimestrais com toda a equipe e cada coordenador repassa mensalmente um relatório das atividades, ocorrências e rotinas. São oferecidos atendimentos psicológicos tanto para os nossos funcionários quanto para a comunidade surda em geral. Diariamente orientam-se e auxiliam-se pessoas que buscam contato email, telefones e até mesmo pessoalmente, por familiares, amigos e pela comunidade em geral nas diversas áreas que dizem respeito à surdez. Desempenho: o acompanhamento permanente fez com que o desempenho dos funcionários no trabalho e a relação entre chefias e funcionários melhorassem, aumentando a autoestima e a acessibilidade à informação e divulgando a importância da comunicação em Libras. O apoio no âmbito emocional às famílias dos funcionários surdos acidentados ou com problemas de saúde graves também foi outra fonte de atuação. São realizados, permanentemente, o acompanhamento e a avaliação de funcionários.

Matriz Rio de Janeiro Número de funcionários: 538 A equipe multidisciplinar do Setor de Desenvolvimento em Recursos Humanos da Matriz Rio de Janeiro é composta por psicólogos, assistente social e secretária. As atividades do setor são baseadas nas áreas da educação, informação, comportamento, liderança, treinamento, ampliação dos benefícios nos convênios, qualificação e requalificação profissional, recrutamento, seleção e promoção e atuação política. Segue a descrição das atividades:


- promoção de seminários para os funcionários, acompanhamento das famílias e atendimento Clínico-psicológico para o surdo. - continuidade do trabalho na perspectiva Bio-psico-social e Cultural, envolvendo funcionários, surdos ou ouvintes, gestores dos contratos já existentes, comunidades surdas e familiares que não pertencem ao quadro da FENEIS. - expansão, através da terceirização, de novos convênios com órgãos governamentais tanto do município do Rio de Janeiro como de outras cidades, ampliando o acesso ao mercado de trabalho para outros surdos. - realização de reuniões em órgãos e Conselhos em que a Feneis tem assento, -elaboração de projetos, acompanhamento de licenciados e acidentados. -Novo Convênio: Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, com 60 surdos empregados. - Foram realizados pelo setor 5.065 atendimentos na área de recursos humanos durante o ano de 2011. **Observou-se que as dinâmicas utilizadas pelo Recursos Humanos melhoraram o desempenho dos funcionários, favoreceram a boa relação entre chefia e funcionário, propiciaram ganhos na auto estima, acessibilidade à informação e valorização da Libras

Convênios RIOLUZ Botafogo e seus distritos: DAF/GT, DIM/1ºGR, DIM/2ªGR, DIM/3ªGR, DIM/4ªGR, DIM/5ªGR, DIM/6ªGR, DIM/7ªGR, DAF/GM, Padre Miguel, DAF/GIL-1, DAF/GIL-1.2 DATAPREV e suas Unidades no Cosme Velho e Botafogo Fundação Casa França Brasil

FIOCRUZ e seus Postos de Serviços: BIOMANGUINHOS, DIRAC, DIPLAN, INCQS, IOC, IFF, CECAL, DIREH, ENSP, EPSVJ, IPEC, PRESIDÊNCI e CICT Instituto Vital Brasil – IVB

- CIAD (Centro Integrado de Atenção à Pessoa com Deficiência) Secretaria Municipal da Pessoa Portadora de Secretaria do Estado de Desenvolvimento Deficiência - SMPD (antiga FUNLAR), nas Econômico, Energia, Indústria e Serviços – unidades em Campo Grande e Vila Isabel SEDEIS Secretaria de Obras – SEOBRAS Companhia Estadual de Habitação do Rio de Janeiro – CEHAB Jardim Zoológico – RIO ZOO Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro

Regional Minas Gerais Número de funcionários: 586 Total de surdos empregados em 2011: 219 Em média, 350 pessoas aguardam vagas de trabalho, dentre os quais estão ouvintes e surdos. Na verdade, os surdos que se encontram nestas estatísticas não estão qualificados para exercer as funções e cargos de que dispomos. Trabalhamos prestando mão de obra de pessoa surda, porém ainda assim vários ouvintes nos procuraram para preencher fichas. Atuam no setor cinco profissionais: uma coordenadora e uma auxiliar de Recursos Humanos, uma psicóloga e dois assistentes de Departamento Pessoal. Atividades realizadas: Parcerias firmadas pela Diretoria: • Tribunal de Justiça de Minas Gerais - contratação de 83 funcionários em Belo Horizonte e Uberlândia; • PROMED - Plano de Saúde para os funcionários; • Secretaria de Saúde de Ribeirão das Neves - Prestação de Serviço (digitadores);


• Tribunal de Justiça de Minas Gerais - Prestação de Serviço (digitalizadores). Não houve novas parcerias de convênio este ano. No ano de 2011 foram feitas em média 70 visitas às empresas com as quais se tem parceria de serviço terceirizado. Rescisões de Contratos: BEPREM, INCRA, Transportadora Ramos e CRM.

Convênios Polícia Civil • Detran João Pinheiro • Detran Gameleira • Instituto de Identificação IPSEMG (Instituto da Previdência e Serviços do E. de Minas Gerais); • Hospital Governador Israel Pinheiro • Sede Administrativa DER – Departamento de Estrada de Rodagem do Estado de Minas Gerais IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária) BHTRANS (Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte)

TRT (Tribunal Regional do Trabalho) • TRT - Belo Horizonte • TRT - Interior de MG • TRT - Região Metropolitana de Belo Horizonte Tribunal de Justiça de Minas Gerais Belo Horizonte Uberlândia FIOCRUZ (Fundação Osvaldo Cruz/Centro de Pesquisa René Rachou) Secretaria de Saúde de Ribeirão das Neves Justiça Federal de primeira instância MG

*Tipo de Serviço Oferecido: Ajudante de almoxarife; ajudante de carga e descarga; ajudante de expedição; ajudante de laboratório; assistente administrativo; auxiliar de atividades administrativas; auxiliar de atividades laboratoriais; auxiliar de costura; auxiliar de escritório; bombeiro – encanador; mensageiro; coordenador intérprete; digitador; eletricista; estofador de móveis; marceneiro; operador de arquivo; pedreiro; pintor; serralheiro; e servente de pedreiro.

Regional Rio Grande do Sul Número de funcionários: 151 -

Aproximadamente 15 surdos aguardam vagas de trabalho. Atuam no setor dois profissionais: psicóloga e analista de Recursos Humanos

Atividades realizadas: - Orientação e acompanhamento psicológico aos funcionários. - Atendimento aos convênios. - Atendimento aos funcionários, esclarecendo dúvidas e recolhendo sugestões - Atendimento às famílias dos funcionários Não houve novas parcerias de convênio este ano. No ano de 2011 foram feitas em média 14 visitas aos convênios.

Convênios CORREIOS Tribunal de Justiça

CORAG Tribunal Regional do Trabalho


Regional São Paulo - Não há setor de Recursos Humanos na regional. O atendimento é feito pelo escritório de contabilidade contratado. - Parcerias: • Prefeitura Municipal de Campinas • Prefeitura de São Paulo • DETRAN • MAM • UNIFIEO • Colegio Etapa • Neusa Basseto • CAPE- Santo Amaro • Prefeitura Municipal de Americana • Ministério Público Federal • Instituto Santa Teresinha • ECS Rio Branco

Unifai


Atuação Institucional governamental Uma das principais representações da Feneis na área governamental é a participação no Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONADE). Já a alguns mandatos a Feneis consegue eleger representantes das causas surdas nessa importante esfera de discussão ligada à Secretaria Nacional dos Direitos Humanos da presidência da república. Atualmente, o conselheiro que representa a Feneis é José Carlos de Oliveira, titular do CONADE. A diretora administrativa da Feneis Shirley Vilhalva é a suplente. Seguem abaixo as principais atividades exercidas no conselho: 1. Durante o mês de janeiro foi realizado estudos da Convenção sobre os Direitos da Pessoa com Deficiência e seu Protocolo Facultativo. Objetivo: Traduzir a Convenção e o Protocolo Facultativo para a LIBRAS, trabalho que resultou em uma síntese da Convenção, em LIBRAS. Esse trabalho foi solicitado pela então Coordenadora da Comissão de Atos Normativos do CONADE, Laís de Figueiredo Lopes, com o intuito de reproduzir em DVD para distribuição à comunidade surda. Essa reprodução seria arcada pelo governo federal, no entanto a solicitante não fez os devidos encaminhamentos para esse fim e nos tramites burocráticos a confirmação de que não havia pedido formal sobre a questão dentro da SDH, foi feito contato com representantes dessa secretaria coma confirmação da possibilidade de viabilizar a reprodução dos DVDs. O CELES-RJ tem cópia desse vídeo (não formatado) e também a Emeli Marques está responsável pela formatação/edição de uma cópia, ela está em contato com uma empresa gráfica do Rio de Janeiro que até o momento ainda não foi finalizada. No entanto, no início de janeiro de 2012, fizemos uns ajustes na gravação e os clips de vídeo foram entregues à uma empresa que fará a reprodução provisória, uma vez que a reprodução custeada pelo governo não tem prazo para ser editada. Esse trabalho esta sendo desenvolvido por José Carlos, Marcio Ferri Dutra e Antonio Nilson Alves Viana e a reprodução provisória será custeada pelos mesmos. 2. Reunião da Comissão de Atos Normativos (CAN) nos dias 27 e 28 de janeiro. Objetivo: Análise dos processos da CAN (pareceres). 3. 72ª reunião ordinária do CONADE em Brasília nos dias 14 e 15 de fevereiro. Objetivos: Posse dos Conselheiros do CONADE; Processo Eleitoral para escolha do Presidente e do VicePresidente; Apresentação do primeiro relatório do Brasil sobre a Implementação da Convenção dos Direitos das Pessoas com deficiência da Organização das Nações Unidas. 4. I Reunião da Comissão para Escolas especiais com o Deputado Eduardo Barbosa na Câmara dos Deputados em Brasília no dia 14 de fevereiro de 2011. Objetivo: Grupo de Entidades para discussão da proposta para emendas ao Plano Nacional de Educação – PNE 5. II Reunião da Comissão para Escolas Especiais com o Deputado Eduardo Barbosa na sede da APAE em São Paulo no dia 26 de fevereiro de 2011, com a participação de Neivaldo Zuvico e Patrícia Rezende representando a FENEIS Objetivo:


Grupo de Entidades para discussão da proposta para emendas ao Plano Nacional de Educação – PNE 6. Reunião da Comissão de Atos Normativos nos dias 24 e 25 de março. Objetivo: Análise dos processos da CAN (pareceres). 7.

73ª reunião ordinária do CONADE em Brasília nos dias 6, 7 e 8 de abril.

8. 74ª reunião ordinária do CONADE em Brasília nos dias 4 à 8de julho. Objetivos: Participação da Comissão de Avaliação do Relatório de Implementação da Convenção sobre os Direitos da pessoa com Deficiência e seu Protocolo Facultativo. Participação da reunião da Comissão de Atos Normativos – CAN (análise de processos e pareceres) Participação da 74ª reunião ordinária do CONADE, cujo objetivo principal foi a apresentação e aprovação do relatório de Implementação da Convenção; eleição da vice-presidência do CONADE (Antonio José/SDH); apresentação dos relatórios das comissões permanentes; eleição para representações do CONADE para integrar o Comitê de Acessibilidade da Câmara de saúde suplementar e fórum de aprendizagem profissional. 9. 75ª reunião ordinária do CONADE em Brasília nos dias 17, 18 e 19 de agosto. Objetivos: Participação em reunião da Comissão de Atos Normativos – CAN (análise de processos e pareceres) e da 75ª reunião ordinária do CONADE. Principais temas em pauta: apresentação dos relatórios das comissões permanentes e informe sobre o programa que está sendo elaborado pelo Governo Federal voltado para pessoa com deficiência, com a participação da Ministra da Casa Civil Gleisi Hoffmann e Ministra Maria do Rosário da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República; Manifestação do conselheiro José Carlos/FENEIS em resposta às críticas do conselheiro Marcos Bandeira. 10. 76ª reunião ordinária do CONADE em Brasília nos dias 16, 17 e 18 de novembro. Objetivos: Participação em reunião da CAN (análise de processos e pareceres) Participação no lançamento do Plano Viver sem Limites. Participação da 76ª reunião ordinária do CONADE, que teve como pauta o relatório das comissões permanentes; apresentação do mecanismo de Revisão Periódica Universal RPU da Assessoria Internacional da Secretaria de Direitos Humanos. 11. Participação de reunião com a Deputada Erika Kokay e Messias Ramos Costa, diretor regional da FENEIS-DF no dia 18 de novembro Objetivo: Apresentação da Recomendação N ª 01/2010/CONADE como proposta de alteração do Projeto de Lei – PL 2542/2011 da Deputada Federal Erika Kokay que dispõe sobre a aplicação de provas elaboradas em Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS nos concursos públicos e exames vestibulares, uma vez que a referida recomendação é mais consistente do que o PL.


12. 77ª reunião ordinária do CONADE em Brasília nos dias 14, 15 e 16 de dezembro. Objetivos: Informes da Presidência Ampliada; calendário de reuniões 2012 (fevereiro: dias 7 a 10; abril: dias 18, 19 e 20; junho: dias 13,14 e 15; agosto: dias 8, 9 e 10; outubro: 17, 18 e 19; dezembro: pendente em virtude da conferência) Relatório das comissões permanentes; apresentação do mecanismo de Revisão Periódica Universal – Assessoria Internacional; Rio + 20. 13.

I Reunião extraordinária do CONADE realizada em Brasília nos dias 18, 9 e 20 de maio. Objetivos: Proposta de trabalho para o planejamento estratégico 2011/2012; Apresentação do PPA do governo federal; atualização do planejamento estratégico; pronunciamento da Ministra Maria do Rosário e lançamento da publicidade de utilidade pública do projeto “Cidade Acessível é Direito Humano”; aprovação do planejamento estratégico 2011/2012; acessibilidade nos estádios da Copa do Mundo; participação das lideranças do Movimento Surdo (manifesto em defesa do INES e da Escola Bilíngue para Surdos). 14. II Reunião extraordinária do CONADE realizada em Brasília nos dias 5 e 6 de setembro. Objetivos: Apreciação do Plano Nacional para a Pessoa com Deficiência com a presença do Ministro da Educação Fernando Haddad e da Ministra e da Ministra da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos Maria do Rosário. No dia 6 de setembro foi realizada uma reunião com Juliano, Assessor da Ministra da Casa Civil para apresentar a proposta da FENEIS sobre a implantação da Escola Bilíngue, bem como solicitar que fosse marcada uma reunião para a Equipe da FENEIS discutir a questão diretamente com a Ministra Gleisi 15. Reunião na Secretaria dos Direitos Humanos no dia 13 de dezembro Objetivo: Tratar da Política Nacional para pessoas com Deficiência Auditiva e ações do Plano Viver sem Limites, em que o Secretário Nacional de Promoção dos Direitos da Pessoa com Deficiência – SNDPD, da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República apresentou alguns questionamentos para debate, tais como: conceito de deficiência; razões pela qual os surdos não se consideram deficientes, fato que tem gerado dificuldades para a sua participação em jogos olímpicos e jogos paraolímpicos; razões pela qual os surdos não precisam do FUNDEB e da educação especial. Também foi questionado o conceito de Escola Bilíngue e o modelo de escola que a FENEIS deseja. Além da equipe da SDH e SNDPD, participaram dessa reunião as Shirley Vilhalva e Adriana Thoma. 16. 17.

Reunião na UFSC com membros da ONG Canadense “Unima Logiciel”, no dia 06 de dezembro Objetivo: Apresentar a ONG canadense (Unima Logiciel); Apresentar o projeto que vem sendo desenvolvido e negociado junto aos governos de países da América Latina e Haiti; Apresentar o programa para ensino de línguas por animação; Discutir a possibilidade de adaptação para que os surdos dominem L2 (língua portuguesa) através da animação e/ou LIBRAS; Formar uma equipe no Brasil com linguistas, filósofos, educadores, antropólogos, psicólogos e outros profissionais afins para implementar o projeto. Participaram dessa reunião: Emerson Xavier da Silva e Maria Izabel


Garcia(representantes da ONG Canadense); Dr. Rodrigo Rosso e Dra. Ana Regina Campello(representantes pesquisadores da UFSC); Dr. Lionel, idealizador do projeto.

Regional Distrito Federal • •

Apoio a todas as ações nacionais do Movimento Surdo em Defesa das Escolas Bilíngues que envolveram aproximação com deputados e demais parlamentares Reunião com o Deputado Wellington Luiz da equipe de organização do Projeto de Lei sobre a Proposta da Escola Bilíngue para Surdos, no dia 25/10/2011;

Regional Pernambuco A Sra. Patrícia Cardoso participou como conselheira de algumas reuniões do Conselho Estadual de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONED/PE) até junho de 2011. E o Sr. Antônio Cardoso assumiu como conselheiro de agosto/2011 até junho/2012. O Sr. Antônio Cardoso participou como conselheiro do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência (COMUD/Recife) até fevereiro/2011.

Regional Rio Grande do Sul • • • •

• •

04/01/2011- Reuniões Plenárias do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Rio Grande do Sul - COEPEDE- Assessor Fábio Alberton 16/02/2011- Reunião Plenária do Fórum Gaúcho da Aprendizagem ProfissionalGabriela Beatriz Faleiro 10/03/2011- Reunião do Comitê Pró- Inclusão- Gabriela Beatriz Faleiro 15/03/2011- Plenária do COEPEDE- Eleição do Presidente do COEPEDE- Gabriela Beatriz 05/04/2011- Reunião da Comissão de Educação na Assembleia Legislativa- Francisco Eduardo Coelho da Rocha 05/04/2011- Reunião Plenária do COEPEDE- Gabriela Beatriz Faleiro 04/04/2011- Reunião do Comitê Pró- Inclusão- Gabriela Beatriz Faleiro


• • • • • • • • • • • • • • • • • • •

• • • •

• • •

26/04/2011- Reunião da Comissão Especial de Avaliação- CEA- Gabriela Beatriz Faleiro 02/05/2011 Reunião do Conselho Municipal dos Direitos da pessoa com Deficiência de Porto Alegre- COMDEPA- Gabriela Beatriz Faleiro 03/05/2011- Reunião Plenária do COEPEDE- Gabriela Beatriz Faleiro 11/05/2011- Reunião do Fórum Gaúcho da Aprendizagem Profissional- Gabriela Beatriz Faleiro 12/05/2011- Reunião do Comitê Pró- Inclusão- Gabriela Beatriz Faleiro 30/05/2011- Reunião da Comissão de Educação do Rio Grande do Sul na Assembleia legislativa- Francisco Eduardo Coelho da Rocha 31/05/2011- Reunião da Comissão de Educação do Rio Grande do Sul na Assembleia legislativa- Francisco Eduardo Coelho da Rocha 02/06 e 03/06/2011- Reunião na APAE com o Fórum Permanente da InclusãoFrancisco Eduardo Coelho da Rocha 06/06/2011- Reunião no COMDEPA- Gabriela Beatriz Faleiro 07/06/2011- Reunião Plenária do COEPEDE- Gabriela Beatriz Faleiro 08/06/2011- Reunião no Fórum Gaúcho da Aprendizagem- Gabriela Beatriz Faleiro 09/06/2011- Reunião no Comitê Pró Inclusão- Gabriela Beatriz Faleiro 14/06/2011- Reunião do COEPEDE- Francisco Eduardo Coelho da Rocha 18/06/2011- Reunião com os Intérpretes de LIBRAS na UFRGS/ FACED- Francisco Eduardo Coelho da Rocha 05/07/2011- Reunião Plenária do COEPEDE- Gabriela Beatriz Faleiro 13/07/2011- Reunião no Fórum Gaúcho da Aprendizagem- Gabriela Beatriz Faleiro 01/08/2011- Reunião do COMDEPA- Gabriela Beatriz Faleiro 02/08/2011- Reunião Plenária do COEPEDE- Francisco Eduardo Coelho da Rocha 18/08/2011- Reunião na CESA- Gabriela Beatriz Faleiro 05/08/2011- Reunião no Comitê Pró- Inclusão- Gabriela Beatriz Faleiro 13/09/2011- Reunião na Secretaria da Justiça e Direitos Humanos- SJDH- Francisco Eduardo Coelho da Rocha 21/09/2011- Assinatura do Termo de Cooperação Técnica- TVE, FENEIS, ACERGSFrancisco Eduardo Coelho da Rocha 04/10/2011- Reunião Plenária do COEPEDE- Roger Lineira Prestes 1/11/2011- Reunião Plenária do COEPEDE- Roger Lineira Prestes 06/12/2011- Reunião plenária do COEPEDE- Roger Lineira Prestes 29/11/2011- Votação do Projeto de lei n° 48/11, realizado na Câmara Municipal de Vereadores de Canoas, que institui o Dia Municipal dos Surdos, anualmente na data do dia 26 de setembro- Representante da FENEIS que compôs a mesa: Francisco Eduardo Coelho da Rocha


Atuação institucional na área social Diversas são as ações realizadas pela Feneis voltadas para a comunidade surda e para a sociedade em geral. Em todos os escritórios regionais são realizadas atividades de esclarecimento, atendimento a pesquisadores, dentre outras ações, tais como: - distribuição de material informativo: folders, cartazes, endereços, telefones, venda de materiais como livros, revistas, camisas, adesivos e calendários. - atendimento ao público e repasse de informações sobre: cursos de Libras, vagas de emprego, questões relacionadas ao trabalho (vale transporte, conta bancária, passe livre), nomes de escolas para surdos, empresas que oferecem aparelho auditivo, empresas que fazem audiometria, cursos gratuitos de informática, amparo legal e aquisição de livros e outros materiais da Feneis. -atendimento a pesquisadores. - livros vendidos: Atualidade da Educação Bilíngue para surdos I e II, A Surdez, Educação inclusiva: com os pingos nos "is", Avanços em Política de Inclusão, Ouvindo o Silêncio, Uma Escola Duas Línguas, Letramento e Minorias, Intérprete de Libras, Inclusão e Avaliação, Removendo as barreiras da aprendizagem, Inclusão e escolarização, Coleção de livros da editora escala, Educação & Exclusão, Surdez e Bilinguismo, Leitura e Escrita, Inclusão nas Práticas Pedagógicas, Conhecimento e Margem, Formação docente, Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais Vol 1 e 2, Surdez Um Olhar Sobre a Diferença, De Sinal em Sinal vol 1 e 2, Dicionário do Fernando Capovilla, Construção dos Sentidos na Escrita do aluno Surdo, Como Brincam as Crianças Surdas, Cidadania, Surdez e Linguagem, Mãos Fazendo História, Surdez e Educação, O Papel do Outro na Escrita do Sujeito Surdo, Curso de Libras 1 e 2, Fábulas de Esôpo vol 1 e 2, Livro + DVD Alice para Crianças, Livro + DVD A Ilha do Tesouro, DVD O Homem que Amava Caixas, DVD Guilherme Augusto Araújo Fernandes, DVD Meus Primeiros Sinais, DVD Minhas Primeiras Frases, Contos Clássicos em Libras, Livro Mãos ao Vento, DVDs de Piadas, Revistas.

Regional Distrito Federal Programa de atendimento psicoeducativo para sujeitos surdos/ Unb - O projeto desenvolvese no Centro de Atendimento e Estudos Psicológicos (CAEP), localizado no Instituto de Psicologia da UnB. O público alvo são surdos conhecedores e usuários da língua de sinais, a partir de 18 anos. O objetivo é conhecer melhor a cultura surda, seus anseios, dificuldades e necessidades. O enfoque é no fortalecimento do grupo com esfera de consolidação de rede de proteção social, em que o sujeito surdo tenha fortalecido o seu sentido de pertencimento a uma comunidade. A FENEIS/DF apoia o referido projeto.

Regional Minas Gerais Número de atendimentos no ano 2011: 487 atendimentos São oferecidos atendimentos psicológicos tanto para os funcionários quanto para a comunidade surda em geral. Diariamente a Feneis é procurada via e-mail, telefone e até mesmo pessoalmente por familiares, amigos e pela comunidade em geral que buscam orientações e nosso auxílio nas diversas áreas no que diz respeito à surdez. Algumas informações solicitadas são: indicações de escolas e instituições de ensino, dúvidas acerca das leis e direitos das pessoas surdas, orientações de como resolver conflitos familiares resultantes das dificuldades de comunicação, dentre outros.


Outras ações:

• Organização de palestras para surdo-cegos, com Luiza Helena • Contratação de Advogada, Dra. Alzira Caetano • Apoio administrativo através de orientações às Associação de Surdos de Araxá e Associação de Surdos de Betim Atendimento jurídico Numero de atendimentos aos surdos: 13 no escritório e 48 via e-mail. Principais orientações: benefícios previdenciários; direitos e deveres trabalhistas, defesa perante órgão de defesa ao consumidor – Procon; cláusulas abusivas em contratos; elaboração e registro dos estatutos das associações; comodato; elaboração de contratos; normas preventivas para novas contratações de serviços e bens; direito de intérprete para estudantes surdos nas escolas e faculdades; marketing eficiente(como divulgar as atividades da empresa evitando propaganda enganosa). Numero de processos acompanhados: Os pareceres emitidos são para análise interna dos dirigentes da FENEIS, têm o objetivo de prestar orientações preventivas a danos e processos judiciais evitáveis, portanto não é feito acompanhamento de processos.

Encaminhamentos: 61

Regional Rio Grande do Sul - encaminhamento para aquisição de Passe Livre Intermunicipal, - organização do material de Passe-Livre Intermunicipal e Municipal (confecção de kits, listagem das documentações e organização das pastas), - suporte aos usuários, como telefonemas aos órgãos públicos e encaminhamento aos setores médicos e sociais.

Regional Pernambuco - participação do membro do Conselho Fiscal da Feneis Nacional, Antonio Cardoso, em evento realizado na cidade de Caruaru sobre acessibilidade e direitos de surdos e orientações para a criação de uma nova associação de surdos em Caruaru, - recepção a duas surdas francesas que estiveram na Feneis para pesquisas relacionadas à acessibilidade.


Acessibilidade Coordenação Nacional de Acessibilidade A Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos da Federação Nacional de Educação e Integração dos surdos é composta por um coordenador, Neivaldo Augusto Zovico e seus membros de apoio, Carlos Paiva e Sueli Okubo. Os membros de apoio são voluntários e suas atividades são apoiar o Coordenador Nacional de Acessibilidade na participação de reuniões e projetos, em toda a documentação e acompanhamento de auditorias, decretos e demais ações relacionadas à acessibilidade, além de dar suporte em tecnologia da informação e de telecomunicações. Esse trabalho é realizado junto a empresas, órgãos públicos e privados e tudo que diz respeito à acessibilidade para surdos. Participamos de diversas reuniões na FENEIS com a ajuda de intérprete de LIBRAS voluntária da FENEIS/SP e/ou de outras instituições. As reuniões foram feitas na sede da FENEIS/SP com autorização da Diretoria, e também na sala da Empresa GENIATECH, que nos cedeu o espaço. Durante o ano, fizemos treinamento presencial e também por vídeo conferência para empresas nas quais é obrigatório o atendimento aos consumidores surdos através do equipamento de comunicação para surdos: telefone para surdos, SMS do celular e chat da internet, por exigência do o Decreto nº 6.523, que versa sobre o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor). Em agosto iniciamos o projeto de auditoria no cumprimento do Decreto nº 6.523 – SAC. Escolhemos as empresas aéreas para iniciar o projeto piloto. Antes do início da auditoria, informamos os procedimentos à ANAC e ao Ministério da Justiça. Os resultados também foram informados a esses órgãos. Nenhum deles manifestou-se e nem apontou quais as ações deveriam ser tomadas. Faremos acompanhamento e oficiaremos o Ministério Público Federal para continuidade das ações. O projeto de auditorias em empresas obrigadas a atender aos clientes Deficientes Auditivos e Surdos continuará em 2012. A equipe da Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos sempre se preocupou com acessibilidade e está lutando muito para garantir a comunicação viável dos surdos, pois hoje, com a tecnologia mais evoluída, é necessário que os órgãos públicos e o Governo reconheçam esta evolução. Atualmente ainda acreditam que o TDD/TS (Telefone para Surdos) é o meio de comunicação mais usado pelos Surdos e Pessoas com Deficiência Auditiva. Existe um grande trabalho para desmitificar essa crença, com apresentação de argumentamos em favor da substituição da velha tecnologia – o TDD/TS – por outras novas, tais como mensagem tipo SMS dos celulares, chat de internet e vídeo chamada dos celulares e tablets / smartphones, a fim de implantá-las nas diversas centrais de atendimento ao consumidor surdo. Participamos da reunião do Fórum Alô Brasil para explicar que as novas tecnologias já superaram o TDD/TS, o qual muitas empresas seguem usando como equipamento para a comunicação dos surdos através de 0800. Para corroborar nossa posição, da reunião também participaram muitos surdos que criticaram a antiga tecnologia e asseguraram que as novas tecnologias são melhores que o TDD/TS. Alguns deles inclusive alegaram ter dificuldade de acesso aos bancos por causa da insistência no uso do TDD/TS. Na ocasião, ficou claro para os membros da Anatel que (quase) todos os surdos têm celulares, de modo que o uso de SMS seria muito mais recomendável e contemplaria melhor o público. A equipe da Coordenadoria Nacional de Acessibilidade se preocupou muito com o acesso em casos de emergência, lutando para garantir os direitos dos surdos de atendimento através do SMS dos celulares em tais ocasiões. Participamos de reuniões com a apresentação da proposta


e, afinal, o Major Priell da Policia Militar prometeu que ano que vem já estarão capacitados para a realização de tal procedimento. Ademais, neste ano novamente a FENEIS teve um stand próprio na Feira REATECH (Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade para deficientes), onde fomos procurados por diversos profissionais em busca de informações sobre o curso de LIBRAS, a prestação de serviços de intérpretes de Libras e a orientação sobre acessibilidade para surdos. O evento foi bastante bem-sucedido e na ocasião foram vendidos livros sobre linguística e cultura surda. No mês de outubro, houve o 3º Encontro Internacional de Tecnologia e Inovação para Pessoas com Deficiência, onde esteve presente a empresa que vende o equipamento para a comunicação tipo vídeo chamada, que facilita muito a comunicação visual usando a Língua de Sinais. Além disso, também já existe uma Central de Intermediação na qual o surdo poderá marcar uma consulta médica ou, por exemplo, comprar uma pizza. A Equipe da Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos fez ainda o trabalho de pesquisa em todas as empresas de Call Center para mapear quais têm atendimento privilegiado para pessoas surdas através de Libras presencialmente ou por meio de as tecnologias avançadas para a comunicação dos surdos como SMS dos celulares, chat de internet e vídeo chamada. Também orientamos as empresas onde se fabricam os caixas eletrônicos para o atendimento em Libras através de vídeo gravado, no qual os surdos possam assistir o procedimento do banco. A empresa Steno Mobi, que faz legendagem em filmes e programas de TV, gentilmente ajudou a FENEIS legendando vídeos de interesse da comunidade surda. Estes vídeos puderam então ser veiculados pela internet e Facebook, permitindo acessibilidade às pessoas com deficiência auditivas e surdas. Esta empresa está apoiando muito a comunidade surda, quebrando as barreiras para que os deficientes auditivos e surdos possam entender os filmes com uso de legenda ou Closed Caption. Recebemos muitos e-mails com reclamações, dúvidas e informações a respeito da acessibilidade de surdos. Algumas das principais queixas foram a respeito dos Intérpretes de Libras no Ensino Médio, DETRAN e nos Centros de Formação de Condutores, além da temática dos pacotes de mensagens SMS dos celulares nos SAC – Serviço de Atendimento ao Consumidor. Nossa equipe respondeu por carta, e também orientamos que fossem procurados os órgãos do Ministério Público Federal de Direitos Humanos e Direitos do Cidadão, a Anatel, a Secretária de Educação, dentre outros. Durante o ano, o Coordenador Neivaldo Zovico participou de diversas reuniões sobre Educação Bilíngue para Surdos através de internet e presencialmente. Esteve presente na reunião da Procuradoria Geral da República e Conselho Nacional das Pessoas com Deficiência em Brasília, e também em encontros com grupos de surdos na Assembleia Legislativa da cidade de São Paulo, onde foram entregues documentos da FENEIS sobre o Plano Nacional de Educação. Neivaldo Zovico ministrou a palestra de “Acessibilidade para Surdos: Pontos positivos e negativos” e fez passeata com surdos na capital paulistana durante a Comemoração do Dia do Surdo. Relação dos ofícios e cartas recebidas pela Coordenação Nacional: • Solicitação da instalação do telefone para surdos da Secretaria de Educação e Cultura de Itapevi.


• Conselho Regional de Medicina sobre o arquivamento do documento referente ao médico que criticou que quem usa LIBRAS é um pária. • Anatel informando que foram instalados telefones para surdos nas cidades de Santa Catarina. • Anatel informando encaminhamento para o Ministério Público Federal a respeito do atendimento a pessoas surdas através das concessionárias de celulares. • Ministério Público Federal – Procuradoria da República em São Paulo informando que as concessionárias de celulares móveis estão cumprindo as regras de atendimento especializado para pessoas surdas. • Ministério Público Federal – Procuradoria da República em São Paulo informando que as concessionárias de celulares móveis estão cumprindo as regras para oferecer planos especiais para pessoas surdas. • Anatel informando que a Feneis encaminhou comunicado para Ministério Público Federal recomendando a inclusão de tecnologias como webcam, chat e SMS para o SAC (Serviço de Atendimento aos Consumidores). • Telefônica informando alteração no número da caixa postal para enviar as solicitações de instalação do telefone para surdos. • Ministério Público Federal – Procuradoria da República no Rio Grande do Sul informando o arquivamento do processo obrigando as instalações do telefone para surdos. • Ministério da Justiça – Secretaria de Direito Econômico – Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor informando que o SAC (Serviço de Atendimento ao Consumidor) não será fiscalizado pelo Estado, sendo necessário fazer a mobilização da sociedade. • Anatel informando que todas as solicitações para instalação do telefone para surdos sejam canceladas, pois a evolução tecnológica ampliou diversos tipos de comunicação como webcam, chat e SMS e avisando que encaminhará oficio para todas as concessionárias a cancelar. • Defensoria Pública do Estado de São Paulo – Núcleo Especializado do Idoso e da Pessoa com Deficiência informando que está cobrando das empresas de aviação, o atendimento privilegiado para pessoas surdas via celular e telefone. • Ministério Público Federal – Procuradoria da República em São Paulo informando que as concessionárias de celulares não mantêm as centrais de intermediação surdo-ouvinte, nas quais os surdos poderiam ligar para ouvintes. • Anatel informando que recebeu a carta e pretende envolver-se com as novas tecnologias de comunicação para surdos, prometendo um futuro mais acessível para atendimento à comunidade surda no Brasil. Fizemos noticias para a publicação no site da FENEIS, no blog de acessibilidade para surdos, portal do surdo, além de matérias para a publicação da Revista Reação, com divulgação em todo o Brasil e do mundo inteiro e veiculação de 20 mil exemplares. Eis as matérias que o Coordenador Prof. Neivaldo preparou para a publicação da Revista REAÇÃO, da qual é colaborador: • ANO XIV – nº 78 – Jan/Fev 2011 – Acessibilidade em Museus para Surdos: Como andam as políticas públicas e ações para o atendimento de visitantes surdos? • ANO XIV – nº 79 – Mar/Abr 2011 – SAC da Anatel implantou a velha tecnologia para atender os surdos que absurdo !!! • ANO XIV – nº 80 – Mai/Jun 2010 – Estudantes Surdos se formam como Professores de LIBRAS – Língua Brasileira de Sinais.


• • •

ANO XIV – nº 81– Jul/Ago 2010 - Movimento dos Surdos em favor da Educação Bilíngue ANO XIV – nº 82 – Set/Out 2010 – Para onde irão os professores Surdos ??? ANO XIV – nº 83 – Nov/Dez 2010 – Finalmente... Escola Municipal de Educação Bilíngue para Surdos !!!

Por fim, o coordenador foi entrevistado, junto com intérprete de LIBRAS, por emissoras de televisão, jornalistas de jornais e revistas e igualmente por estudantes universitários para um Trabalho de Conclusão do Curso (TCC) acerca do tema da acessibilidade para surdos com diversos tipos de comunicação, sobre a Educação Bilíngue para Surdos e outros assuntos desta comunidade. Abaixo, matérias e entrevistas das quais participou: Revista Vende Mais “Eu quero comprar e você pode me atender” – março/2011. Revista ECOS “Surdo por um dia” – ago/set – 2011. Jornal da AME “Deficiente Auditivo dentro da Sala de aula” set/out – 2011. Jornal VIDAQUI “Comunidade Surda se mobiliza” Edição 313 – 07/10/2011.

DIA/MÊS

PARTICIPANTES e

ASSUNTO

LOCALIZAÇÃO 17 a 20/01

Neivaldo no Prédio das Arquitetas.

Curso de “Acessibilidade Prática” para aprofundar mais a acessibilidade geral para pessoas com deficiência e idosos.

21

Neivaldo e a surda Arlete de Paula na Feneis/SP.

Resolver problemas de situação dos surdos sobre o concurso para surdos e o cargo de professor surdo.

23

Neivaldo, Diretora Moryse e Sidney Galindo na Feneis/SP.

Reunião a respeito da acessibilidade, com o intuito de adaptar a nova sede da Feneis SP.

23

Neivaldo na Feneis/SP.

Pesquisa de equipamentos de acessibilidade para pessoas com deficiência física.

28

Neivaldo e Assessor da Feneis/SP Eduardo Sabanovaite na Feneis/SP.

Reunião sobre Acessibilidade nos Museus.

3

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião dos intérpretes de LIBRAS em geral.


5 1/2

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na empresa Liberty Seguros

Treinamento de funcionários do Call Center para o atendimento ao consumidor surdo através de equipamento específico para pessoas com deficiência auditiva.

6

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na empresa Bandeira Mello Advogados

Treinamento de funcionários do Call Center para o atendimento ao consumidor surdo através de equipamento específico para pessoas com deficiência auditiva.

7

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo.

Lançamento oficial da ABRIDEF – Associação Brasileiras e Revendedores de Produtos e Serviços para Pessoas com Deficiência.

8

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo, intérprete de LIBRAS Rodrigo, Fabiana, Simone e Rejane da RH na empresa Droga SP.

Reunião Drogaria SP sobre parceria e empregos para Surdos.

9

Neivaldo, Assessor Eduardo, Talita Ramos e Pablo Santos da Empresa Wincor-Nixdorf na Feneis/SP.

Reunião a respeito da acessibilidade nos caixas eletrônicos.

11

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo e Moryse.

Reunião sobre o trabalho em parceria entre a Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos e o Escritório da Feneis/SP.

11

Neivaldo e Sueli Okubo na Feneis/SP.

Reunião a respeito da divisória na sede da Feneis/SP.

12 1/2

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião dos intérpretes de LIBRAS em geral.

13

Neivaldo e Conselheiro do Conade José Carlos na sede da APAE/SP.

Reunião na APAE de São Paulo sobre o PNE – Plano Nacional de Educação.

2/3

Neivaldo e Arnaldo Toledo da Empresa Steno do Brasil na Feneis/SP.

Reunião para encaminhar os ofícios para emissoras de Televisão que não têm legenda.

1 1/3

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo, Moryse, Gerson da Feneis/SP, intérprete de LIBRAS Juliana, Rodrigo, Fabiana, Simone da RH na Feneis/SP.

Reunião Drogaria SP sobre parceria e empregos para Surdos.

3 2/3

Neivaldo, Moryse, Sueli, Gerson, Flavia da Feneis/SP e Daina Leyton e Leonardo Castilho.

Reunião sobre parceria entre o MAM (Museu de Arte Moderna) e o curso de LIBRAS.


5 1/3

Neivaldo e Sonia Regina na Feneis/SP.

Reunião a respeito do trabalho da Feneis em parceria com a Fundação Getúlio Vargas sobre o mercado de trabalho dos Surdos.

5 2/3

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na empresa CONCEPA – Porto Alegre/RS.

Treinamento para funcionários acerca de como atender os surdos em caso de emergência na estrada através de celular SMS e telefone para surdo.

O Coord. Prof. Neivaldo explica como é atender os surdos através de mensagens com frases mais fáceis e curtas tipo SMS dos celulares. 6

Neivaldo, Carlos Paiva e Procurador do Estado Wladimyr Bittencourt no Prédio da Defensoria Pública de São Paulo.

Reunião sobre contratação de intérprete de LIBRAS para Defensoria Pública e curso de LIBRAS.

6 2/3

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião dos professores surdos para a criação da nova Associação dos Professores Surdos.

6 2/3

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião dos Intérpretes de LIBRAS em Geral.

7

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na Genia.

Reunião sobre a coordenação de acessibilidade da Feneis.

9 2/3

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo e Evely de Araujo do Instituto Consultor Social na Genia.

Reunião sobre projeto para a Feira REATECH com a participação de artistas surdos, stand para Feneis e stand para ICS.


10 1/3

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo e Ricardo Shimosakai do Turismo Adaptado na Feneis/SP.

Reunião sobre palestra em acessibilidade geral e parceria com Turismo Adaptado.

10 1/3

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo, Talita e Pablo da Empresa Wincor Nixdorf na Feneis/SP.

Reunião a respeito da acessibilidade nos caixas eletrônicos para corrigir e orientar em língua de sinais no vídeo.

3/4

Neivaldo na AHMISA.

Reunião da APILBESP.

1

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo e Laura Sanches da UFPR (Universidade Federal do Paraná) na Genia.

Reunião sobre acessibilidade de comunicação para surdos através de computador para a UFPR.

1 1/4

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo.

Reunião sobre o projeto de atendimento de surdos em diversos bancos.

2 3/4

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo e Bruno de Oliveira na Genia.

Reunião com Estudantes de Engenharia Elétrica de Automação Residencial para Surdos – TCC.

3

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo e Vereador Gilberto Natalini na Câmara dos Vereadores.

Reunião sobre CPI da Câmara dos Vereadores com apoio da Coordenadora de Acessibilidade para Surdos da Feneis.

O Coord. Prof. Neivaldo e membros Carlos e Sueli fizeram a reunião com apoio da CPI de Acessibilidade na Câmara dos Vereadores de São Paulo. 3

Neivaldo e Sueli Okubo na Genia.

Gravação do vídeo para tradução das palavras escritas em LIBRAS para caixa eletrônico dos bancos.


Neivaldo, Sueli Okubo, Sonia Regina e Francisco Aranha, Coordenador da Fundação Getúlio Vargas, na Feneis.

Parceria com a Feneis/SP sobre orientação de vestibular para surdos na FGV.

14/04 a 17/04

Neivaldo no Pavilhão de Exposições Imigrantes da Cidade de São Paulo.

Inicio à abertura da X Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade.

4 3/4

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na Empresa Validata

Treinamento de funcionários do Call Center para o atendimento ao consumidor surdo através de equipamento específico para deficiente auditivo.

7

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo e Eveli de Araujo do ICS na Genia.

Reunião sobre projeto para o seminário de acessibilidade para surdos.

2/5

Neivaldo, Sueli Okubo e Laura Sanches da UFPR na Genia.

Reunião sobre acessibilidade de comunicação para surdos através de computador para a UFPR.

1 2/5

Neivaldo, ex-jogador surdo Julio Cesar e Luis Carlos Bosio, Assessor da Secretaria Municipal da Pessoa com deficiência e Mobilidade Reduzida de São Paulo, no campo de futebol da Aclimação.

Gravação do vídeo de Julio Cesar e Luis Carlos Bosio para defender a Educação Bilíngue para Surdos a pedido da Diretora de Políticas Educacionais da Feneis Patrícia Luiza Rezende.

1 4/5

Neivaldo Zovico e Patrícia Rezende na sede da APAE/SP.

Reunião na APAE de São Paulo a respeito do PNE (Plano Nacional de Educação).

2

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na Genia

Reunião sobre a pesquisa de atendimento das empresas de call center.

2 1/5

Neivaldo na Escola de Surdos Helen Keller.

Gravação de vídeo da Globo News sobre reportagem de Surdez na Escola Helen Keller.

2 3/5

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na Empresa Fast Solutions – Sul Financeira.

Treinamento de funcionários do Call Center para o atendimento ao consumidor surdo através de equipamento específico para deficiente auditivo.

2 3/5

Neivaldo e Dr. Osmar Mesquita Neto, otorrinolaringologista, na clinica do Dr. Osmar.

Gravação do vídeo de Dr. Osmar para defender a Educação Bilíngue para Surdos a pedido da Diretora de Políticas Educacionais da Feneis Patrícia Luiza Rezende.


19 e 20/05

Neivaldo em Brasília.

Participou junto com a comunidade surda de manifestação contra o fechamento das Escolas de Surdos e a favor da legalização da Escola Bilíngue de Surdos. Ministério da Educação e Cultura, Senado, passeata, reunião da Procuradoria Geral da República e reunião do CONADE.

5 1/5

Neivaldo na Escola de Surdos Helen Keller.

Palestra sobre o que aconteceu na passeata em Brasília.

5 2/5

Neivaldo e Carlos Paiva no prédio do Anatel em São Paulo.

Apresentação da Comunicação dos Surdos através de SMS em caso de emergência da Policia Militar pelo Major Reynaldo Priell.

5 3/5

Neivaldo e Moryse na Faculdade FMU de São Paulo.

Inauguração do novo livro “Surdos: Qual Escola? A ameaçada Escola de Surdos” pela Dra. Nídia de Sá Limeira.

5 4/5

Neivaldo na Escola de Surdos Helen Keller.

Reunião de professores surdos sobre a nova Associação.

5 4/5

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião dos intérpretes de LIBRAS em geral.

1 5/6

Neivaldo e intérprete de LIBRAS Andréa no Auditório do Hospital das Clinicas de São Paulo.

Palestra sobre LIBRAS para o 2º Congresso dos Acadêmicos da APM (Associação Paulista de Medicina), AMB (Associação Médica Brasileira), ABLAM (Associação Brasileira de Ligas Acadêmicas de Medicina), Núcleo de Saúde Jr e a IFMSA-Brazil.

2

Neivaldo na AHIMSA.

Assembleia Geral e Eleição da APILBESP (Associação dos Profissionais e Intérpretes de Língua de Sinais Brasileira do Estado de São Paulo).

2/7

Neivaldo na Escola de Surdos Vera Lúcia Ribeiro.

Palestra sobre o que aconteceu na passeata dos Surdos em Brasília.

3/7

Neivaldo na Escola de surdos Helen Keller.

Reunião sobre a nova Associação dos Professores Surdos.

07/07 a 10/07

Neivaldo na Feneis/SP.

Curso sobre como tornar-se intérprete surdo em LIBRAS realizado pelo professor americano Aaron Rudner.

1 1/7

Neivaldo e Deputada Mara Gabrilli no escritório político.

Reunião a respeito do PNE (Plano Nacional de Educação) e pesquisa das escolas que já foram fechadas.

2 1/7

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião com líderes surdos sobre apresentação da carta do PNE à Assembleia Legislativa e preparação para movimento de surdos nas ruas da cidade de São Paulo no mês Setembro Azul.

2 2/7

Neivaldo no auditório da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

XI Simpósio de Pessoas com deficiência da Cidade de São Paulo.


2 4/7

Neivaldo e Carlos Paiva no auditório da Fundação Getúlio Vargas.

Palestra FÓRUM ALÔ BRASIL e Sugestão dos surdos sobre a nova tecnologia de comunicação.

O Coord. Prof. Neivaldo junto com grupo de surdos e autoridades da Anatel para a melhor tecnologia de comunicação dos surdos. 2 5/7

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo na Empresa Genia através de videoconferência.

Treinamento de funcionários do Call Center da Empresa ECOSUL para o atendimento ao consumidor surdo através de equipamento específico para pessoas com deficiência auditiva.

3 1/7

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião com líderes surdos sobre apresentação da carta do PNE à Assembleia Legislativa e preparação para movimento de surdos nas ruas da cidade de São Paulo.

1/4

Neivaldo, Moryse, Gerson, José Guedes, Aladari Leite e Magnelson de Souza do Sindicato das Auto Moto Escolas e Centros de Formação de Condutores no Estado de São Paulo na Feneis/SP.

Reunião a respeito da acessibilidade para surdos no curso CFC e prova no Detran/SP.

1/2

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli na Genia

Reunião sobre o trabalho de pesquisa de atendimento de call center de todas as empresas.

3/4

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião sobre alteração do Estatuto da APILBESP.


7/8

Neivaldo na Escola de Surdos Helen Keller.

Reunião sobre Associação dos Professores Surdos.

1 3/8

Neivaldo no Estúdio de gravação de São Paulo.

Gravação do filme a pedido da Rebeca Nemer sobre acessibilidade para surdos.

1 5/8

Neivaldo no auditório da Fundação Rotarianos em Cotia-SP.

II Congresso Internacional – Práticas e Perspectivas Bilinguismo Educação para Surdos.

2 7/8

Neivaldo e a intérprete Andréa Venancio na Faculdade de Filosofia da USP.

Gravação do vídeo da Dra. em Filosofia Marlene Chauí para defender a Educação Bilíngue para Surdos a pedido da Diretora de Políticas Educacionais da Feneis Patrícia Luiza Rezende.

3 3/8

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião sobre alteração do Estatuto da APILBESP.

1 1/9

Neivaldo na Fundação Getúlio Vargas.

Apresentação e pesquisa do trabalho dos surdos.

1 1/9

Neivaldo e intérprete Wilton na residência do professor.

Gravação do vídeo do Dr. em Filosofia Paulo Arantes para defender a Educação Bilíngue para Surdos a pedido da Diretora de Políticas Educacionais da Feneis Patrícia Luiza Rezende.

1 1/3

Neivaldo no auditório do Palácio 9 de julho – Assembléia dos Deputados Estaduais – SP.

Apresentou a Palestra no Seminário Estadual em Defesa das Escolas Bilíngues para Surdos.

1 5/9

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli Okubo e Omar Barbosa.

Reunião sobre os convites que a Feneis/SP recebeu da Equipe de Dalai Lama.

1 8/9

Neivaldo no Auditório do Anhembi.

Palestra do Dalai Lama.

1 8/9

Neivaldo no auditório da Câmara dos Vereadores de São Paulo.

Participou o Seminário Nacional de Pedagogia.

22/9

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião da APILBESP.

22/9

Neivaldo no MAM (Museu de Arte Moderna)

Evento multissensorial para Surdos com piso de vibração, dançarinos de sinais, aromas-joqueis, DJs e VJs, conexão ao tempo real de São Paulo e Roterdã.

2 8/9

Neivaldo na rua da cidade de São Paulo.

Caminhada “Dia do Surdo” nas ruas da cidade de São Paulo juntos com líderes surdos.

1/10

Neivaldo no auditório da Câmara dos Vereadores de São Bernardo do Campo.

Comemoração Dia Municipal do Surdo com presença de cidadãos surdos de São Bernardo do Campo.

2/5

Neivaldo, Sueli Okubo e Jornalista Kazuhiro Kurita na Genia.

Entrevista para Jornal VIDAQUI sobre Defesa da Educação Bilíngue para Surdos.


07 e 08/10

Neivaldo no auditório da Câmara dos Vereadores de Cascavel-PR

Palestra em II Encontro de Movimento dos Surdos do Paraná.

9/10

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião do Movimento Pró Intérprete de LIBRAS.

1 1/10

Neivaldo, Carlos Paiva, Sueli e Coordenador de Comunicação Raul Christiano no escritório do Metrô.

Reunião sobre Acessibilidade para Surdos no Metrô.

1 3/10

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli na Empresa Genia através de videoconferência.

Treinamento de funcionários do Call Center da Empresa ViaBahia para o atendimento ao consumidor surdo através de equipamento específico para pessoas com deficiência auditiva.

2

Neivaldo, intérprete Lilian Coutinho e Vereador Floriano Pesaro na TV Câmara.

Entrevista para a Sala de Visitas do Vereador Floriano Pesaro na TV Câmara.

2 1/5

Neivaldo no auditório da Delegacia de Ensino do Estado de São Paulo em Bragança Paulista.

Inauguração da Nova Associação dos Surdos de Bragança Paulista.

24 a 27/10

Neivaldo na exposição da cidade de São Paulo.

3º Encontro Internacional de Tecnologia e Inovação para pessoas com deficiência

4/11

Neivaldo no auditório da Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência

Apresentação do Major Priell para fazer o novo cadastramento dos surdos em lugares destinados pela Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

5/11

Neivaldo na Fundação Getúlio Vargas.

Pesquisa e trabalho dos surdos no mercado de trabalho.

7/11

Neivaldo na Escola de Surdos Helen Keller.

Cadastramento dos surdos com ficha da Policia Militar para a comunicação através dos SMS dos celulares em caso de emergência.

10/11

Neivaldo no auditório da Universidade Mogi das Cruzes, na cidade de São Paulo.

Palestra “Projetando para Todos” no World Usability Day realizado pela UPA – São Paulo.

1

Neivaldo na Escola de Surdos Helen Keller

Participou na Gravação do vídeo junto com alunos e Vereador Floriano Pesaro.

13 a 15/11

Neivaldo no auditório da UFRGS, em Porto Alegre – RS.

1º Festival da Cultura Surda Brasileira realizado pela UFRGS.

18/11

Neivaldo na Feneis/SP

Reunião sobre o fechamento da Escola de Surdos Neusa Basseto, em São Bernardo, e preparação da passeata nas ruas.

25/11

Neivaldo na Escola de Surdos Helen Keller.

Palestra do Presidente do Inter Sindicato para a nova criação do Sindicato dos Intérpretes de LIBRAS e Guias-intérpretes.


1/12

Neivaldo na Feneis/SP.

Reunião sobre alteração do Estatuto do APILBESP.

3/12

Neivaldo na sede da Secretaria Nacional de Promoção da Pessoa com Deficiência em Brasília.

Reunião a respeito da acessibilidade de surdos com programa Minha Casa Minha Vida.

O Coord. Prof. Neivaldo participou da importante reunião do Programa Minha Casa Minha Vida na qual ficou acordado que os surdos poderão comprar as casas com acessibilidade geral com financiamento da Nossa Caixa. 12/12

Neivaldo na Fundação de Getúlio Vargas.

Reunião sobre quantidade de surdos na cidade de São Paulo e empresas que contratam os surdos.

13/12

Neivaldo na Faculdade Mackenzie.

Reunião sobre APILBESP com aprovação da ata.

Regional Minas Gerais -

Número de intérpretes: 28 Atendimentos prestados no escritório: 26 Atendimentos externos: 24 Participações em eventos: 135

Regional São Paulo - Atendimento prestado no escritório: • Prestação de serviços de intérprete em empresas privadas • Prestação de serviços de intérprete em órgãos públicos • Prestação de serviços de intérprete em instituição de ensino


- Atendimentos Externos: • Colgate • Apsen • Itaú- Unibanco • Agencia In Sampa • ADP • Câmara Municipal de São Paulo • CC&M • Ação Educativa • JS Company • Tribunal de Justiça • Escola da Defensoria Publica • Accenture • Alphatur • USP • Cartório Jabaquara • Lavoro - Participação em Eventos • Reatech 2011 – Prestação de Serviços de Intérpretes - Numero de interpretes • 50 intérpretes cadastrados como autônomos • 15 intérpretes CLT - Coordenadores: • Juliana Fernandes - Voluntária - Assessores: • Cyntia Moraes Teixeira – Voluntária • Marcus Vinicius Batista Nascimento - Voluntário


Eventos XVI Congresso Mundial de Surdos

A Feneis Nacional esteve representada por Claudia Hayakawa, funcionária da Regional São Paulo no Congresso Mundial dos Surdos. As informações obtidas nesta viagem foram repassadas em algumas escolas surdas na capital e região metropolitana de São Paulo e em Florianópolis/SC. Enquanto representante Nacional dos Jovens Surdos, Claudia Hayakawa atuou como delgada brasileira na assembleia da WFDYS - Federação Mundial de Jovens Surdos, no período de 18 a 24 de Julho de 2011.


http://www.wfd2011.com/home.html - No período de 6 a 14 de julho a mesma participou Do 5th WFD YOUTH CAMP DURBAN 2011 SOUTH AFRICA / V Acampamento da Juventude da Federação Mundial de Surdos. http://www.wfd2011.com/wfdys

Regional Rio Grande do Sul • • • •

• •

• • • • • •

14/03/2011- V encontro dos Conselhos Estadual e Municipais dos Direitos da Pessoa com Deficiência do Rio Grande do Sul no auditório da OAB RS- Gabriela Beatriz Faleiro 04/04/2011- Encontro sobre a Acessibilidade na Câmara dos Vereadores de Porto Alegre- Gabriela Beatriz Faleiro 16/04/2011- V Fórum Nacional Sustentabilidade Acessibilidade e Inclusão SocialGabriela Beatriz Faleiro 14/09/2011- Seminário do Comitê Pró- Inclusão e do Fórum Gaúcho da AprendizagemGabriela Beatriz Faleiro 10/10/2011- Visita às escolas de Horizontina “Escola Municipal de Educação Infantil Paraíso da Criança” e “Escola Municipal Monteiro Lobato” – Elisa Vasco 22/09/2011- Homenagem a Comunidade e Cultura Surda na Câmara de Vereadores de Canoas- Francisco Eduardo Coelho da Rocha 27/07/2011- Seminário Mídia e Deficiência, realizado na Assembleia Legislativa- Representante da FENEIS na mesa de palestrantes: Roger Lineira Prestes 09/10/2011- Palestra sobre a Comunidade e Educação dos Surdos em HorizontinaElisa Vasco 07/11/2011- Palestra sobre a Importância do Trabalho na Escola Lilia Mazeron- Elisa Vasco 8/11/2011- Palestra sobre Estágio e Legislação realizada na Escola Lília MazeronFrancisco Eduardo Coelho da Rocha 06/07 a 14/07/2011- V Acampamento Mundial de Jovens Surdos – WFDYS em Durban África do Sul- Elisa Vasco 18/07 a 24/07/2011- Congresso Mundial de Surdos – WFD- Elisa Vasco e Francisco Eduardo Coelho da Rocha 29/10/2011- I Fórum em Estudos Surdos na Área de Matemática, Física e QuímicaFESAMFQ realizado na Sociedade dos Surdos do Rio Grande do Sul.

Regional Minas Gerais 28º Congresso Mineiro de Municípios Dia: 03, 04 e 05 de maio Local: EXPOMINAS Participação: divulgação da Feneis e dos serviços oferecidos. TRACBEL Dia: 13 a 17 de junho Local: dependências da TRACBEL Participação: palestra de sensibilização para funcionários e divulgação de cursos e serviços. Dia Nacional dos Surdos


Dia: 29 de setembro Local: Auditório da OAB Participação: Rua do Lazer que contou com a presença de mais de 350 pessoas. Promoção: FENEIS MG, OAB Cidadã, Polícia Militar, Vias do Saber, Unifenas, Bombeiros, Cotbel Arte Educadora, CIA PM do Meio Ambiente, Hemoservice. FIAT AUTOMÓVEIS Dia: 02 de dezembro Local: dependências da FIAT em Betim Participação: palestra de sensibilização para funcionários e divulgação de cursos e serviços. 3º Encontro de Funcionários da FENEIS MG Dia: 09 de dezembro Local: Auditório da OAB Participação: mais de 180 funcionários, além dos palestrantes e equipe de apoio. Promoção: FENEIS MG, OAB Cidadã, Vias do Saber, Auto Escola Milenium e Raydan Associados

Regional Distrito Federal Durante o ano de 2011, o Escritório Regional da FENEIS/DF realizou alguns eventos com objetivo de Fortalecer e ampliar o Movimento Político da Comunidade Surda no Distrito Federal. Participou também da Solenidade de Reativação da Frente Parlamentar do Congresso Nacional em Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência- participação da Diretoria da FENEIS/DF.

Regional Pernambuco - Apoio e participação do III Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco e II Fórum Surdos de Pernambuco realizados na cidade de Limoeiro, região da Zona da Mata Norte. - A atividade de maior sucesso e destaque foi a realização da X Passeata Pernambucana do Dia dos Surdos, em Recife, no dia 26 de setembro de 2011, com o tema: Direitos Humanos para Surdos, sob a coordenação da líder surda Mariana Hora, reunindo, um recorde, mais de 1.000 pessoas que caminharam nas ruas do centro da capital pernambucana mostrando sua alegria e sua militância até a Assembléia Legislativa (ALEPE) na qual formam recebidos numa Audiência Pública.


Comunidade Surda presente no Plenário da ALEPE na Audiência Pública do Dia dos Surdos


Projetos Regional Pernambuco Projeto Tampopo – Desde outubro de 2008 a Feneis PE tem uma parceria com o DPI- Japão (Pessoas com Deficiências Internacionais), a Secretaria de Saúde de Pernambuco e o JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão) para a realização do Projeto Tampopo (Educação sobre HIV/AIDS para pessoas com Deficiência e analfabetas). A partir do projeto a Feneis passou a contar com a possibilidade de utilizar o espaço para as atividades da regional. O Projeto Tampopo tem objetivo de impedir o aumento da taxa de infecção das doenças como DST e HIV/AIDS entre a comunidade surda e analfabeta. Isto permitirá os surdos e pessoas com outros tipos de deficiência que sejam analfabetos tenham acesso à informação e educação sobre estes assuntos. O Projeto Tampopo tem como base as suas atividades contínuas de defesa dos direitos humanos e também em um modelo estabelecido cujo objetivo é dar autonomia à própria comunidade. Sendo assim, a sua meta é a de desenvolver um modelo de ensino de “Surdo para Surdo” em educação sobre DST, HIV/AIDS. As oficinas são ministrada pelos multiplicadores surdos do projeto por meio da Libras. Por meio de palestras e teatros, o Projeto Tampopo tem alcançado grande sucesso na divulgação da prevenção como HIV-AIDS e DST em vários locais freqüentados por surdos tais como ASSPE, Escola Barbosa Lima no Governo, Igarassu (36 km), Caruaru (120 km) e Cabo. O projeto também esclarece sobre o papel da Feneis e sobre o movimento dos surdos. A parceria com o DPI e JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão) capta recursos para o financiamento do “Projeto Tampopo” (Educação de HIV/AIDS para pessoas com deficiências e analfabetas), o mesmo disponibilizou o espaço de sua sede durante três anos para a realização de atividades da FENEIS/CELES-PE, inclusive cursos de Libras que foram realizados até março de 2011. Projeto “Fone Fácil”: A Empresa Brava Autonomia foi à sede da Feneis/Celes/PE, em fevereiro, para divulgar o Projeto “Fone Fácil”, que terá apoio as Associações de Surdos de estado de Pernambuco. Houve participação de aproximadamente 50 pessoas, inclusive alguns surdos do interior do estado.

Palestra do Representante da Empresa Brava Autonomia


Parcerias Regional Minas Gerais: • Sociedade de Surdos de Divinópolis – Parceria para promoção de Cursos de Libras e Filiação; • IFMG – Parceria no Curso de Pós Graduação Inclusiva • Parceria com CEFET – cessão de sala para laboratório de LIBRAS: Glossário; • Parceria com CMAS • Centro Verbotonal de Minas Gerais – Parceria; • Regiane Lucas – Revista da FENEIS • Vereador Leonardo Mattos – Parceria para realização do Dia Nacional dos Surdos • CONPED – Sra. Cristina – Indicação de Interpretes


Movimento Surdo

A ameaça de fechamento da educação básica da principal escola de surdos do país despertou na comunidade surda uma mobilização sem precedentes a favor da escola bilíngue. Cerca de quatro mil pessoas estiveram em Brasília nos dias 19 e 20 de maio para pedir mais participação dos movimentos sociais na elaboração de políticas educacionais para surdos. Foram realizadas várias ações políticas: 19/05 – Audiência com o ministro Fernando Haddad, do Mec, juntamente com lideranças surdas, representantes do Conade, representantes de pessoas com deficiência e deputado Eduardo Barbosa. 19/05 - Audiência pública no senado convocada pelo senador Lindberg Farias para tratar da escola bilíngue para surdos. 20/05 – Participação em reunião do Conade 14/09 – Congresso do Ines 26/09 - Audiência com a ministra Gleisi Hoffman da Casa Civil, Maria do Rosário, dos Direitos Humanos, juntamente com representantes de pessoas com deficiência e deputado Eduardo Barbosa O3/04 - Audiência com a ministra Gleisi Hoffman da Casa Civil, Fernando Haddad, do Mec, juntamente com representantes de pessoas com deficiência e deputado Eduardo Barbosa. 17/11 – Lançamento do Plano Viver Sem Limites 22/11 – Audiência Pública no Ministério Público do Ceará 01/12 – Audiência pública na Procuradoria Geral da República 15/12 - Audiência com a ministra Gleisi Hoffman da Casa Civil, Moisés – representante do Conade e deputado Eduardo Barbosa – audiência solicitada pela Feneis.

• Organização do setembro azul, com audiências públicas realizadas em todos os

estados, principalmente nas casas legislativas. Nesses eventos, produzimos um DVD com falas de pesquisadores e apoiadores da escola bilíngue para surdos.

Elaboração da carta-denúncia encaminhada a todos os Ministérios Públicos estaduais e entregue pelos líderes no dia 26 de setembro

Elaboração de um conjunto de emendas feitas ao Projeto de Lei que versa sobre o PNE


Elaboração de emendas feitas ao relatório final do PNE, cujo texto final é do deputado Angelo Vanhoni

Acompanhamento da elaboração do texto do Decreto nº 7611, de 17 de novembro de 2011, que revoga o decreto do AEE

Atendimento à mídia, resultando cerca de 20 entrevistas

Gravação de vídeos de orientação às lideranças surdas nos estados

Todas essas ações resultaram em: a) Revogação do Decreto do AEE, e assinatura do Decreto nº 7.611 durante o Lançamento do Plano Viver em Limites b) Elaboração de um conjunto de emendas, que foram encaminhadas ao Projeto de Lei do PNE c) Elaboração de emendas encaminhadas ao relatório final do PNE, elaboradas pelo deputado Ângelo Vanhoni

Reunião sobre o Plano Nacional de Educação


Setembro Azul


Comunicação

O Setor de Comunicação tem como objetivo aprimorar as relações entre a sociedade, instituições públicas, privadas, funcionários e clientes, além de trazer uma cobertura sobre o que acontece na comunidade surda através dos nossos veículos de comunicação. Entre os veículos estão, a Revista da FENEIS, produzida pela Regional Minas Gerais, que tem como fundamento divulgar as mais diversas áreas e aspectos existentes desta Comunidade, através de entrevistas, fatos do mundo dos surdos e notícias desta Instituição e o site que apresenta uma configuração simples e de fácil navegação. Tem entre seus objetivos fazer a seleção de notícias e informações de interesse geral. O site da Feneis mantém links permanentes com os principais sites de interesse da comunidade surda. Atividades realizadas: - Elaboração e manutenção do Site da Feneis - Criação do blog do Movimento Surdo Criação do Site das Eleições - Recepção de visitantes e estudantes da área da surdez, esclarecendo as atividades e apresentando as dependências da Federação; - Clipagem e organização de matérias sobre surdos, instituições e temas ligados a Surdez; - Controle, organização e arquivo dos materiais recebidos, tais como: jornais, folders, revistas, livros e folhetos; - Divulgação de eventos e cursos na imprensa - Realização e cobertura da Confraternização de fim ano com os funcionário da Feneis


Endereços e contatos Feneis Matriz – Rio de Janeiro-RJ Rua Santa Sofia, 139 Bairro: Tijuca Cep: 20540-090 Tel: (21) 2567 4800 / 2567-4880 Fax: (21) 2284 7462 Tdd: (21) 2568 7176

Minas Gerais Rua Albita, 144 Bairro Cruzeiro Belo Horizonte Cep: 30310-160 Telefax (31) 3225 0088 feneis@feneis.com.br

Diretoria diretoriarj@feneis.org.br

Paraná Rua Alferes Poli, 1.115 Bairro Rebouças Curitiba - PR Cep: 80220-050 Telefax: (41) 3334 6577 feneis.pr@bol.com.br feneis.pr@hotmail.com

Secretaria diretorianacional@feneis.org.br Sede Antiga (Celes-RJ) Rua Major Ávila, 379 Bairro da Tijuca Rio de Janeiro – RJ Cep: 20511-140 Tel: (21) 3496-4880 Endereço dos escritórios regionais Amazonas Av. Jornalista Humberto Calderaro Filho,903 B Adrianópolis Manaus-AM Cep: 69057-021 Telefax: (92) 3642-4148 Ceará Av. Bezerra de Menezes, 549 Bairro São Gerardo Fortaleza - CE Cep: 60325-000 Telefax: (85) 3283 9126 feneisce@veloxmail.com.br Distrito Federal SCS Qd 01 – Edifício Márcia Bloco L – sala 701 Brasília-DF Cep: 70300-500 Telefax: (61) 3224 1677 feneisdf@hotmail.com

Expediente Regiane Lucas Garcêz – jornalista Thaiane Azé e Bárbara Pansardi - estagiárias

Pernambuco Rua José de Alencar nº 44 Ed. Ambassador - Sala 04 Bairro Boa Vista Recife - PE Cep: 50070-030 Telefax: (81) 3222-4958 feneispesurdos@hotmail.com feneispesurdos@ig.com.br Rio Grande do Sul Avenida Getúlio Vargas, nº 1181 Niterói Canoas – RS Cep: 92110-330 Estação do Trensurb: Niterói Tel: (51) 3321 4244 Fax: (51) 3321 4334 feneisrs@terra.com.br São Paulo Rua das Azaléas, 138 Bairro Mirandópolis São Paulo - SP Cep: 04049-010 Tel: (11) 2574-9148 Fax: (11) 5549-3798 feneis.sp@feneis.org.br

Feneis Relatório 2011  
Advertisement