Page 1

1

Relatรณrio Anual

2010


Diretoria Diretora-presidente: Karin Lílian Strobel Diretor Primeiro vice-presidente: Paulo André Martins de Bulhões Diretor Segundo vice-presidente: José Arnor de Lima Júnior Diretora administrativa: Shirley Vilhalva Diretor financeiro e de planejamento: Josélio Ricardo Nunes Coelho Diretora de políticas educacionais: Patrícia Luiza Ferreira Rezende Secretário: Jorge Luiz Martins

Diretorias Regionais Belo Horizonte - MG Diretor regional: Rodrigo Rocha Malta Diretor administrativo: Marcos Antônio de Sousa Diretora financeira: Edelaine Pinto de Lima Brasília - DF Diretor regional: Messias Ramos Costa Diretora administrativa: Edeilce Aparecida Buzar Diretor financeiro: Amarildo João Espíndola Curitiba - PR Diretora regional: Elizanete Favaro Diretora administrativa: Iraci Elzinha Bampi Suzin Diretora financeira: Márcia Eliza de Pol Fortaleza - CE Diretor regional: Francisco Sérvulo Gomes Diretora administrativa: Mariana Farias Lima Diretor financeiro: Rafael Nogueira Machado

Manaus - AM Diretor regional: Marlon Jorge Silva de Azevedo Diretora financeira: Waldeth Pinto Matos Porto Alegre - RS Diretor regional: Francisco Eduardo Coelho da Rocha Diretora administrativa: Vânia Elizabeth Chiella Recife – PE Diretora regional: Patrícia Cardoso Diretora financeira: Regilene Soares Dias Rio de Janeiro – RJ Diretor regional: Walcenir Souza Lima Diretor financeiro: Fernando de Miranda Valverde São Paulo – SP Diretora regional: Moryse Vanessa Saruta Diretora administrativa: Sueli Okubo Paiva Diretora financeira: Maria Fernanda P. Barros

Conselho Fiscal CONSELHO FISCAL Efetivo 1º Membro efetivo e presidente: Luiz Dinarte Farias 2º Membro efetivo e secretária: Ana Regina e Souza Campello 3º Membro efetivo: Antônio Carlos Cardoso

Conselho de Administração José Onofre de Souza Max Augusto Cardoso Heeren Sueli da Silva Brito Flores

Suplentes 1º Membro suplente: Ricardo Morand Góes 2º Membro suplente: Daniel Antônio Passos 3º Membro suplente: Benedito Andrade Neto


3

Sumário Palavra da presidente 04 Histórico e apresentação 05 Estrutura organizacional 06 Celes 07 Mercado de Trabalho 12 Atuação institucional Social 15 Atuação institucional Governamental 18 Acessibilidade 21 Eventos 55 Projetos 66 Comunicação 78 Endereços e contatos 79


4

Palavra da Presidente A trajetória da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis) ao longo de 24 anos em defesa do surdo brasileiro acompanha a própria trajetória das conquistas dos surdos. De forma atuante, participamos dos movimentos de pressão política para a oficialização da Língua Brasileira de Sinais (Libras) em 2002 e para a sua regulamentação, em 2005. Estamos presentes nos principais grupos de discussão sobre os direitos dos surdos, tais como os conselhos de educação e assistência social nos âmbitos estaduais e nacional, bem como no Conade (Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência). Neste último ano, de maneira coerente ao nosso ideal de luta pelos direitos dos surdos, pudemos dar prosseguimento ao nosso trabalho de representação dos surdos junto ao governo federal. Além disso, continuamos a nossa atuação nas mais diversas áreas que envolvem as pessoas surdas e com deficiência auditiva, tais como a educação, mercado de trabalho, difusão da Libras, pesquisas científicas, dentre outras áreas. É verdade que, mesmo com as inúmeras lutas em favor dos surdos, em muitos espaços, ainda não alcançamos o respeito às nossas especificidades linguísticas e culturais. Neste último ano, a atuação da Feneis consistiu especialmente em estabelecer frentes de trabalho que amplifiquem as vozes dos surdos nas várias esferas da vida para que sejamos reconhecidos. Estamos cada vez mais presentes no mercado de trabalho. Aumentamos a cada dia a oferta de cursos de Libras e de acessibilidade para os surdos. Oferecemos serviços de intérprete, jurídico e informacional gratuitamente na maioria das nossas regionais. Retomamos a publicação da Revista da Feneis, meio de comunicação fundamental para a divulgação das nossas questões. Estamos certos de que fechamos um ano de muito trabalho e resultados positivos. Certamente ainda há muito trabalho pela frente, mas continuamos firmes no nosso propósito de buscar uma sociedade mais justa e mais inclusiva para os surdos. Esse relatório espelha o esforço do nosso trabalho e presta contas à sociedade, ao governo e especialmente à comunidade surda sobre as nossas atividades do ano de 2010.

Prof

Boa leitura!

Dra. Karin Strobel Diretora-Presidente da Feneis


5

Histórico e apresentação A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos - Feneis tem suas origens no final da década de 70. Mais precisamente em 1977, quando ainda levava o nome de Federação Nacional de Educação e Integração dos Deficientes Auditivos – Feneida. A crescente demanda e complexidade do trabalho levaram a diretoria a reestruturar o estatuto da instituição, na perspectiva de promover o avanço integral da pessoa surda em sociedade e de contar com a participação dos próprios surdos na entidade. Em 16 de maio de 1987 foi organizada uma assembléia geral, momento marcado pela mudança no nome da entidade, que passou a se chamar Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos – Feneis, denominação pela qual é conhecida até hoje. A Feneis é uma entidade filantrópica, de cunho civil e sem fins lucrativos, que trabalha para representar as pessoas surdas junto à políticas públicas, governo e sociedade. Tem caráter educacional, assistencial e sócio-cultural. Uma das principais ênfases da instituição é fazer ser reconhecida a cultura surda perante a sociedade. A Feneis presta atendimento a surdos, familiares, instituições, organizações governamentais e não-governamentais, professores e fonoaudiólogos. Por ser uma entidade que visa à filantropia, a Federação é reconhecida como Utilidade Pública Federal, Estadual e Municipal. Por isso, tem isenção da contribuição do INSS e de encargos sociais. É registrada no Conselho Nacional de Assistência Social e no Ministério da Previdência Social. Anualmente um relatório de atividades é enviado ao Ministério de Justiça para que sejam conferidas e avaliadas as ações executadas, e assim, renovado o benefício. A filantropia da Feneis não se baseia no assistencialismo e na caridade, mas busca fornecer condições para o efetivo desenvolvimento dos surdos. A instituição entende que igualdade é a conquista da autonomia, seguida do respeito à cultura e do acesso aos sistemas de saúde, educação, jurídico e a todos os outros setores da vida. Assim a Feneis buscar continuamente os direitos da comunidade surda, visando uma melhor qualidade de vida e incentivando também o uso da Libras como meio de comunicação. A Feneis também tem como prática o apoio e colaboração as entidades que trabalham com surdos, visando uma ação conjunta em busca de constantes melhorias. Além de incentivar a criação e o desenvolvimento de cursos para surdos e de novas instituições nos moldes das modernas técnicas de atendimento, visando à prevenção, à estimulação precoce, à educação, à profissionalização e à integração da pessoa portadora de surdez e/ou deficiência auditiva. A Federação organiza e participa de Congressos, Seminários e Cursos buscando sensibilizar os meios de comunicação e incentivar o desenvolvimento de pesquisas. Atualmente a Feneis está representada em todo o território nacional por meio de escritórios regionais e 123 entidades filiadas. Dentre elas estão associações de surdos, de pais e amigos de Surdos, escolas e clínicas especializadas. A Feneis é filiada à Federação Mundial dos Surdos (FMS/WFD), entidade representativa dos surdos junto à Organização das Nações Unidas (ONU), Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), Organização dos Estados Americanos (OEA) e Organização Internacional do Trabalho (OIT). Com sede na Finlândia, a FMS busca garantir os direitos culturais, sociais e linguísticos do surdo no mundo. Uma das grandes conquistas foi a oficialização da Libras como meio de comunicação e expressão dos surdos brasileiros, por meio da Lei nº 10.436/2002, processo no qual a Feneis participou ativamente. Esteve presente também na elaboração do Decreto nº 5.626/2005 que regulamentou a lei, garantindo aos surdos o direito ao atendimento adequado em estabelecimentos públicos e educacionais por meio da Libras, ampliando o ensino da língua e o acesso aos surdos à educação básica e superior.


6

Estrutura organizacional A Feneis é administrada por uma equipe composta pela Diretoria, Conselho Fiscal, Conselho de Administração e Diretores Regionais. Conforme previsto em estatuto, todos os integrantes da diretoria não devem usufruir de vantagens ou benefícios para desempenhar suas atividades. Todos os membros estão espalhados pelas várias regiões do país, buscando tornar a representatividade completa. Além disso, sua estrutura física se divide em Matriz, Escritórios Regionais e Centro de Estudos de Libras e Educação de Surdos – Celes. Em um país como o Brasil, de grandes dimensões continentais, adotou-se um modo de gestão descentralizada, para que os escritórios tenham mais autonomia e possam desenvolver trabalhos voltados para as especificidades regionais. É importante ressaltar que as atividades são realizadas com as mesmas filosofias e diretrizes definidas pela Feneis nacional.

Diretoria Diretoria administrativa

Presidência 1ª Vice-presidência 2ª Vice-presidência Diretoria financeira e de planejamento Diretoria de Políticas Educacionais

Conselho Fiscal

Conselho de Administração Matriz RJ

MG

DF

PR

CE

AM

RS

PE

SP

Recursos e manutenção Dentre as várias despesas da Feneis, seja na matriz ou nas regionais, incluem-se gastos com: materiais de escritório e de limpeza, folha de pagamento e benefícios dos funcionários, assessoria jurídica, orientação familiar e visitas domiciliares. Os escritórios que não possuem sede própria ou não conseguiram um local provisório de funcionamento têm o aluguel pago pela Federação. As despesas são custeadas das seguintes formas: 

Captação de recursos mediante apresentação de projetos a órgãos governamentais ou não-governamentais. Esses recursos são revertidos para a aquisição de equipamentos, remuneração de profissionais, oferta de cursos, reformas e eventos;

Taxa administrativa recebida dos convênios firmados para prestação de serviços e colocação de profissionais no mercado de trabalha, paga pelos contratantes. O valor é geralmente usado em encargos sociais, despesas de manutenção dos escritórios regionais, aluguel, funcionários, entre outros;

Fundo de reserva destinado a pagamentos de acerto com funcionários, FGTS, salário de férias, décimo terceiro salário, e outras garantias do trabalhador. Ele é adquirido também através dos convênios e não pode ser utilizado para nenhum outro fim.


7

CELES – Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos Um dos grandes avanços da Feneis foi a criação do Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos – Celes, formado com o objetivo de ser um centro de referência para estudos realizados sobre a Língua Brasileira de Sinais e sobre a educação dos surdos. Dentre as atividades desenvolvidas estão a elaboração de políticas voltadas para a Libras, promoção de cursos de Libras, promoção e apoio a eventos relacionados com a educação dos surdos e suporte para pesquisas e trabalhos desenvolvidos na área de surdez. Dentre as finalidades do Celes estão a defesa da Libras como Primeira Língua das comunidades surdas, a apresentação à sociedade da necessidade da presença de intérpretes de Libras nos estabelecimentos de ensino freqüentado por surdos, estímulo à criação de escolas de surdos, reunião de grupos de discussões sobre propostas metodológicas e curriculares para a educação dos surdos e promoção de intercâmbios permanentes com grupos de pesquisa da área da surdez.

Atividades Cursos de Libras: com o objetivo de difundir o uso da Libras para a comunidade, o Celes oferece cursos de Libras nos níveis básico, intermediário e avançado para vários tipos de público. Alguns são ministrados em empresas ou universidades que solicitam turmas fechadas com vocabulário específico por área, outros são ministrados nas dependências da Feneis. Os professores do curso são devidamente selecionados em bancas, passam por capacitação anual e são avaliados periodicamente pelos alunos e pela diretoria regional. O método utilizado é o Libras em Contexto, desenvolvido pelas professoras Tanya Felipe e Myrna Salermo. Geralmente o curso básico tem duração de três módulos, perfazendo um total de 180 horas. Os alunos têm acesso ao livro e/ou apostila, manual do aluno, DVD e brindes como sacolas e camisetas. Há uma cota de bolsas destinadas a alunos carentes.

Matriz Rio de Janeiro: - Total de alunos durante o ano em todos os cursos (Libras para ouvintes, Libras para surdos e Alfabetização) nas aulas realizadas na matriz: 350 alunos

Regional Minas Gerais: - Aulas realizadas na regional: 251 alunos - Oficinas de Libras em empresas (40h): 46 alunos

Regional Distrito Federal: - Cursos básico de Libras e Técnicas de tradução e interpretação, perfazendo 16 turmas ao longo de todo o ano: 266 alunos. - Curso Comunicadores em Libras – 2ª e 3ª etapas, voltado para funcionários do Tribunal Regional do Trabalho, 10ª Região, que trabalham com atendimento ao público, com ênfase na utilização de terminologia específica: 18 alunos.

Regional Paraná: - Cursos básico de Libras (8 turmas) e curso intermediário (2 turmas): 340 alunos.

Regional Rio Grande do Sul: - Básico Módulo I – 7 turmas / Básico Módulo II – 6 turmas / Básico Módulo III – 7 turmas / Intermediário – 5 turmas / avançado – 3 turmas

Regional Pernambuco - Recife: Básico Módulo I – 1 turma / Básico Módulo II – 1 turma / Básico Módulo III - Limoeiro: Básico Módulo I – 1 turma / Básico Módulo II – 1 turma (parceria com a Associação dos Portadores da Pessoa com Deficiência em Limoeiro – APDL)


8

Regional São Paulo - Libras vários módulos de 120 h/a: 117 alunos

Cursos de Capacitação de Instrutores: ministrado pela Profª Elaine Maria de Lima, Assessora do CELES Nacional da FENEIS, o curso teve 40 horas/aula de carga horária e foi destinado somente às pessoas surdas. Consistiu em introdução e aperfeiçoamento da metodologia “Libras em Contexto”.

Regional Minas Gerais: 12 alunos Regional Distrito Federal: 46 alunos Regional Amazonas: 30 alunos (Curso gratuito realizado em parceria com a Secretaria de Educação do Estado do Amazonas no CAS - Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento às Pessoas com Surdez, com professor da cidade)

Curso de Formação de Instrutor da Feneis-MG – Abril, Maio e julho de 2010

Curso de Formação de Instrutores da Feneis- DF – Agosto - 2010


9

Outras iniciativas do Celes Matriz Rio de Janeiro Cursos in Company Feneis: Atendem às diferentes empresas e órgãos públicos, oferecendo cursos e palestras dentro da própria estrutura da empresa, com o objetivo de tornar a empresa mais inclusiva. A Feneis desenvolve serviços de consultoria, assessoria e educação corporativa a organizações públicas, privadas e outros. O programa é desenvolvido em um único módulo de 120 h/a e foi criado com objetivo de atender às demandas e necessidades de treinamento, atualização e reciclagem de recursos humanos. Oferece: a)curso de Libras para funcionários ouvintes potencializando a comunicação entre surdos e ouvintes na empresa, b) módulos mais avançados de acordo com a demanda da empresa, c) palestra de sensibilização para recepção das diferenças nas organizações, d) disponibilização de intérprete de Libras para mediar entrevistas de recrutamento e seleção, bem como na integração inicial do candidato.

Cursos de Libras para surdos (Curso gratuito): para que os surdos sejam verdadeiramente incluídos em qualquer ambiente é necessário que tenham acesso à comunicação plena. Assim, a Feneis proporciona cursos de Libras direcionadas aos surdos que não adquiriram sua língua materna no processo natural. O curso de Libras para surdos é baseado em uma perspectiva de relações entre desenvolvimento e aprendizagem no que representa a aquisição da linguagem para interação do individuo com o mundo.

Curso de Alfabetização (Curso gratuito): a proposta do Curso de Alfabetização reflete a ampla discussão realizada nos diversos fóruns educacionais sobre o ensino do português para surdos, as conquistas do movimento, bem como os avanços dos marcos legais da área pedagógica. A dinâmica de ensino atenta para a diferença lingüística e sociocultural do grupo atendido. Visa investir na leitura da língua de sinais para depois ler a palavra escrita em Português, para o reconhecimento da leitura e da escrita com significado. Incentivando a construção frasal, a leitura e interpretação de pequenos textos. Vale ressaltar que o grupo de alunos não frequenta nenhuma comunidade surda, sendo incentivadas através desse curso tais ações. A turma de Alfabetização tem aula uma vez por semana com duração de 2 horas/ aula.

Regional Distrito Federal Formação inicial de liderança surda: curso de 30 horas/aula com o professor Amílcar José Oliveira de Sousa Morais, de Portugal, que motiva os surdos e fornece técnicas de liderança.

Regional Paraná Oficina preparatória para concurso da disciplina de Libras Etapas I e II (Curso Gratuito): oferecer aos surdos conhecimento de como elaborar currículo e planos de aula e orientações para participarem de prova didática em concursos.

Realização de bancas: Os candidatos que desejam atestar seus conhecimentos em Libras passam por uma avaliação de proficiência em Libras, em tradução e interpretação de Libras/Português e renovação de declarações de proficiência. Número de bancas: 26 Total de pessoas atendidas: 241

Cinema Surdo: exibição e debate sobre filmes de surdos


10

Oficinas Práticas do Guia Intérprete para surdocegos: realizado pelo professor Alexandre Jurado Melendez, de São Paulo: 20 alunos

Oficinas Práticas do Guia Intérprete para surdocegos

Regional Amazonas O Estado do Amazonas tem uma extensão geográfica muito grande e barreiras naturais como rios e florestas, desafio para a expansão do ensino de Libras no estado.

Preparação de surdos e intérpretes para o Prolibras (Exame de proficiência em Libras) Palestras e visitas a escolas - palestra realizada no CAS o objetivo de expor as metas anuais. Dentre as principais propostas estão o ensino de Libras no interior do estado com o apoio da Secretaria de Educação do Estado no custeio de passagens e hospedagens para os instrutores surdos, capacitação de instrutores, além da impressão de material didático. - palestra no município de Parintins para avaliar a formação de novos intérpretes das escolas inclusivas e realização de seminário sobre a educação de surdos. - organização de curso de Libras para pais na Escola de Surdos Augusto Carneiro dos Santos. - orientação aos professores da escola Andre Vidal, sobre a importância da Libras na escola inclusiva.

Pesquisas - cessão de espaço para os alunos do curso à distância Letras Libras da Universidade de Santa Catarina para a realização de pesquisa sobre novos sinais regionais, trabalho que faz parte de um projeto para a criação de material didático elaborado pelo pólo da Universidade Federal do Amazonas. -pesquisa semanal realizada pela equipe de instrutores e agentes multiplicadores da Libras.

Regional Pernambuco Curso de Prática de Projetos de Libras Cursos dirigidos às pessoas surdas interessadas que desejam aprender e melhorar a sua competência e aprimorar seus conhecimentos na elaboração de projetos.


11

Regional São Paulo Promoção de palestras e oficinas gratuitas. Palestras Gratuitas Alexandre Jurado Melendez Neiva de Aquino Albres Neivaldo Augusto Zovico Silvia Sabanovaite Sylvia Lia Grespan Neves Tiago Codogno André Xavier Sandro Pereira Danielle Kato Sylvia Lia Grespan Neves

Oficinas Gratuitas Aaron Rudner Aaron Rudner Erick Martins Aaron Rudner ANDRÉ XAVIER Joel Barbosa Junior Juliana F. da Silva

Temas

Participantes

Como Comunicar e Guia-Intérprete para Surdo cego

119

A Realidade do Ensino de LIBRAS na Graduação (Licenciaturas) e As Estratégias para Ensino de Segunda Língua

100

O direito dos Surdos em Comunicação

60

Poesia em LIBRAS

150

Mãos ao vento

100

Polissemia em LIBRAS As Pesquisas Lingüísticas sobre a LIBRAS Inclusão social do Surdo “Constitucionalidade/Inconstitucionalidade: Uma Questão Política” Desenho Caricatura Mangá

150 120

Lançamento do Livro: Mãos ao vento

300

Temas Mod. I Aperfeiçoamento de tradução Mod. II Interpretação LIBRAS-Língua Portuguesa Oficina da LIBRAS Mod. I Aperfeiçoamento de tradução Mod. II Interpretação LIBRAS-Língua Portuguesa Inglês para surdo Mód. III Oficina Preparatória para o Exame Nacional de Proficiência em LIBRAS – PROLIBRAS 2010

90 38

Participantes 20 20 25 20 05 10

Captação de novos parceiros: parcerias com empresas e órgãos públicos para a realização de cursos, oficinas e palestras. Secretaria de Estado de Assistência Social – RJ Agência Nacional de Saúde Faculdade Milton Campos – MG

SESC ELETROBRÁS SERPRO CCAA-RJ IBHES MG FEAD - MG

PUBLIVENDAS-MG CIEE-MG APAES INFRAERO-PR e RJ


12

Mercado de Trabalho Um dos objetivos da Feneis é promover a inclusão integral dos surdos no mercado de trabalho. Para tanto, promove a realocação desses surdos seja por meio de convênios de prestação de serviços com empresas e instituições onde os surdos são alocados, seja por encaminhamento individual de profissionais surdos. Apoio aos Surdos: Desde o processo de recrutamento e seleção e até seu desligamento, o funcionário recebe orientações e esclarecimentos acerca dos assuntos inerentes a sua vida profissional: direitos e deveres trabalhistas; atividades a serem desenvolvidas; comportamentos condizentes com o local de trabalho; ética e postura profissional. Mesmo após seu desligamento, muitos ainda procuram a Feneis para esclarecer dúvidas sobre seus direitos, como o FGTS e o seguro desemprego. Todos os nossos funcionários contam ainda com orientação e atendimento psicológico individual e/ou familiar quando necessário. Outras atividades de apoio incluem o acompanhamento hospitalar e residencial, agendamento no INSS, encaminhamento para cursos (informática e Libras) e para o ensino regular. Cartilha educativa: No último trimestre do ano, a equipe do RH da Regional Minas Gerais se empenhou na elaboração de um “Manual de Condutas”, que resultou também na produção de um vídeo educativo – disponível no site da Feneis-MG. O material, lançado e entregue na confraternização anual dos funcionários de Belo Horizonte, está sendo utilizado também pelas outras regionais. Metas: O planejamento de 2010 manteve as prioridades estabelecidas no ano anterior, baseadas nas áreas da educação, informação, comportamento, liderança, treinamento, ampliação dos benefícios nos convênios, qualificação e requalificação profissional, recrutamento, seleção e promoção; atuação política (Conselhos Estadual e Municipal), novos convênios, elaboração de projetos e acompanhamento de licenciados e acidentados. Atuação educativa junto aos contratantes e familiares: São realizadas visitas mensais em cada empresa e também atendimentos extraordinários ou eventuais quando solicitados. As empresas que possuem um número maior de surdos contam também com a presença de um coordenadorintérprete que tem a função de intermediar as relações entre funcionários-contrato-Feneis e auxiliar no processo de comunicação e acompanhamento das atividades laborais. Esses coordenadoresintérpretes, por sua vez, fazem parte do setor de RH e são acompanhados de perto pela equipe do escritório-sede. São realizadas reuniões trimestrais com toda a equipe e cada coordenador repassa mensalmente um relatório das atividades, ocorrências e rotinas desenvolvidas pelos nossos funcionários. Desempenho: as dinâmicas utilizadas melhoraram o desempenho dos funcionários no trabalho e a boa relação entre chefias e funcionários, aumentando a auto-estima, a acessibilidade à informação e divulgando a importância da comunicação em Libras. O apoio no âmbito emocional às famílias dos funcionários surdos acidentados ou com problemas de saúde graves também foi outra fonte de atuação. São realizados, permanentemente, o acompanhamento e a avaliação de funcionários.

Matriz Rio de Janeiro Número de funcionários: cerca de 600 A equipe multidisciplinar do Setor de Desenvolvimento em Recursos Humanos da Matriz Rio de Janeiro é composta por psicólogos, assistente social e secretária. Segue a descrição das atividades: - promoção de seminário para os funcionários e implementação do trabalho com famílias acrescentando o atendimento Clínico Psicológico para o surdo.


13 - continuidade ao trabalho na perspectiva Bio-psico-social e Cultural, envolvendo funcionários, surdos ou ouvintes, os gestores dos contratos já existentes, viabilizando também as comunidades surdas e seus familiares que não pertencem ao quadro da FENEIS. - expansão, através da terceirização, de novos convênios com órgãos governamentais tanto do município do Rio de Janeiro como de outras cidades, ampliando o acesso ao mercado de trabalho para outros surdos. - negociações para a realização de convênio com o Tribunal de Justiça – TJ/RJ. - expansão da atuação do Setor de Recursos Humanos através da consultoria. - realização de reuniões em órgãos e Conselhos em que a Feneis tem assento. Convênios RIOLUZ Botafogo e seus distritos: DAF/GT, DIM/1ºGR, DIM/2ªGR, DIM/3ªGR, DIM/4ªGR, DIM/5ªGR, DIM/6ªGR, DIM/7ªGR, DAF/GM, Padre Miguel, DAF/GIL-1, DAF/GIL-1.2 DATAPREV e suas Unidades no Cosme Velho e Botafogo Fundação Casa França Brasil Secretaria Municipal da Pessoa Portadora de Deficiência - SMPD (antiga FUNLAR), nas unidades em Campo Grande e Vila Isabel Secretaria de Obras – SEOBRAS Jardim Zoológico – RIO ZOO

FIOCRUZ e seus Postos de Serviços: BIOMANGUINHOS, DIRAC, DIPLAN, INCQS, IOC, IFF, CECAL, DIREH, ENSP, EPSVJ, IPEC, PRESIDÊNCI e CICT Instituto Vital Brasil – IVB Secretaria de Trabalho e Renda – SETRAB Secretaria do Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Indústria e Serviços – SEDEIS Companhia Estadual de Habitação do Rio de Janeiro – CEHAB Setor de Arquivo

Regional Minas Gerais Número de funcionários: 511 Total de surdos empregados em 2010: 150 Atividades realizadas: - realização de novo convênio com a Transportadora Ramos para terceirização de serviços, gerando novos postos de trabalho. - contratação de psicóloga para o Recursos Humanos. - reunião com os diretores nacionais da Feneis Paulo Bulhões e Josélio Coelho e com os gestores dos contratos IGAM e IPSEMG HOSPITAL. - reunião com as coordenadoras/intérpretes do TRT para orientações sobre o contrato - criação de plano de saúde para os funcionários. - organização da Festa de Confraternização de Fim de Ano dos Funcionários da FENEIS MG, da qual participou a representante do sindicato dos funcionários (Senalba), que prestou esclarecimentos sobre a importância do sindicato na vida dos trabalhadores. Nesta reunião, a cartilha educativa foi entregue a todos os presentes e o vídeo exibido. - parceria com a Tower Automotive para promoção de curso de capacitação de funcionários. - parceria com a FEAD MG - Faculdade de Estudos Administrativos de Minas Gerais. A psicóloga do Recursos Humanos da Feneis MG realizou uma palestra no Colóquio de Psicologia da instituição, em que foi dada à Feneis a oportunidade de expor stand para divulgação dos serviços e cursos oferecidos. Essa parceria culminou também na criação de turmas de curso de Libras dentro da própria faculdade.


14 Convênios Polícia Civil  Detran João Pinheiro  Detran Gameleira  Instituto de Identificação IPSEMG (Instituto da Previdência e Serviços do E. de Minas Gerais);  Hospital Governador Israel Pinheiro  Sede Administrativa DER – Departamento de Estrada de Rodagem do Estado de Minas Gerais IMA (Instituto Mineiro de Agropecuária) Transportadora Ramos BEPREM (Beneficência da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte

TRT (Tribunal Regional do Trabalho)  TRT - Belo Horizonte  TRT - Interior de MG  TRT - Região Metropolitana de Belo Horizonte INCRA (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária)

FIOCRUZ (Fundação Osvaldo Cruz/Centro de Pesquisa René Rachou) CRM (Conselho Regional de Medicina) Justiça Federal de primeira instância MG BHTRANS (Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte)

*Tipo de Serviço Oferecido: Ajudante de almoxarife; ajudante de carga e descarga; ajudante de expedição; ajudante de laboratório; assistente administrativo; auxiliar de atividades administrativas; auxiliar de atividades laboratoriais; auxiliar de costura; auxiliar de escritório; bombeiro – encanador; mensageiro; coordenador intérprete; digitador; eletricista; estofador de móveis; marceneiro; operador de arquivo; pedreiro; pintor; serralheiro; e servente de pedreiro.

Regional Amazonas Não há funcionários contratados diretamente pela Feneis - encaminhamento de cinco surdos para participar de treinamento em Montagem de produção para a seleção de Mao de obra para as empresas do Distrito Industrial. - encaminhamos cinco surdos para empresas do Distrito Industrial.

Regional Rio Grande do Sul Número de funcionários: 121 Atividades realizadas: - encaminhamento de profissionais surdos para empresas que nos solicitam auxílio, como Panvel, Empal, dentre outras. - No mês de junho de 2010 a Feneis-RS fechou um dos maiores convênios que possui atualmente. Foram lotados 38 no Tribunal de Justiça do Estado e a expectativa é de cerca de mais 20 funcionários sejam empregados nesse contrato. Convênios CORREIOS (37 funcionários) Tribunal de Justiça (38 funcionários)

CORAG (32 funcionários) Tribunal Regional do Trabalho (14 funcionários)


15

Atuação Institucional na área social Diversas são as ações realizadas pela Feneis voltadas para a comunidade surda e para a sociedade em geral. Em todos os escritórios regionais são realizadas atividades de esclarecimento, atendimento a pesquisadores, dentre outras ações, tais como: - distribuição de material informativo: folders, cartazes, endereços, telefones, venda de materiais como livros, revistas, camisas, adesivos e calendários. - atendimento ao público e repasse de informações sobre: cursos de Libras, vagas de emprego, questões relacionadas ao trabalho (vale transporte, conta bancária, passe livre), nomes de escolas para surdos, empresas que oferecem aparelho auditivo, empresas que fazem audiometria, cursos gratuitos de informática, amparo legal e aquisição de livros e outros materiais da Feneis. -atendimento a pesquisadores. - livros vendidos: Atualidade da Educação bilíngüe para surdos I e II, A Surdez, Educação inclusiva: com os pingos nos "is", Avanços em Política de Inclusão, Ouvindo o Silêncio, Uma Escola Duas Línguas, Letramento e Minorias, Intérprete de Libras, Inclusão e Avaliação, Removendo as barreiras da aprendizagem, Inclusão e escolarização, Coleção de livros da editora escala, Educação & Exclusão, Surdez e Bilingüismo, Leitura e Escrita, Inclusão nas Práticas Pedagógicas, Conhecimento e Margem, Formação docente, Livro Ilustrado de Língua Brasileira de Sinais Vol 1 e 2, Surdez Um Olhar Sobre a Diferença, De Sinal em Sinal vol 1 e 2, Dicionário do Fernanco Capovilla, Construção dos Sentidos na Escrita do aluno Surdo, Como Brincam as Crianças Surdas, Cidadania, Surdez e Linguagem, Mãos Fazendo História, Surdez e Educação, O Papel do Outro na Escrita do Sujeito Surdo, Curso de Libras 1 e 2, Fábulas de Esôpo vol 1 e 2, Livro + DVD Alice para Crianças, Livro + DVD A Ilha do Tesouro, DVD O Homem que Amava Caixas, DVD Guilherme Augusto Araujo Fernandes, DVD Meus Primeiros Sinais, DVD Minhas Primeiras Frases, Contos Clássicos em Libras, Livro Mãos ao Vento, DVDs de Piadas, Revistas.

Regional Distrito Federal Programa de atendimento psicoeducativo para sujeitos surdos/ Unb - O projeto desenvolve-se no Centro de Atendimento e Estudos Psicológicos (CAEP), localizado no Instituto de Psicologia da UnB. O público alvo são surdos conhecedores e usuários da língua de sinais, a partir de 18 anos. O objetivo é conhecer melhor a cultura surda; seus anseios, dificuldades e necessidades. O enfoque é no fortalecimento do grupo com esfera de consolidação de rede de proteção social, em que o sujeito surdo tenha fortalecido o seu sentido de pertencimento a uma comunidade. A FENEIS/DF apóia o referido projeto.


16

Regional Minas Gerais Número de atendimentos no ano 2010: 3.193 atendimentos (média de 267 por mês) - recepção de estudantes da Puc Minas para entrevistas e promoção de estágios, - incentivo à criação e parceria com a APILSEMG (Associação dos Profissionais Tradutores-Intérpretes do par-lingüístico Língua Brasileira de Sinais – Língua Portuguesa do Estado de Minas Gerais) - orientações com Sra. Simone, bibliotecária da UFMG sobre organização da biblioteca da FENEIS. - orientações às associações de surdos, como a Associação de Surdos de Betim.

Regional Amazonas - encaminhamento de oito surdos para a aquisição de Passe Livre no transporte municipal.

Regional Rio Grande do Sul - encaminhamento para aquisição de Passe Livre Intermunicipal - encaminhamento para aquisição de Passe Livre Municipal - organização do material de Passe-Livre Intermunicipal e Municipal (confecção de kits, listagem das documentações e organização das pastas) - suporte aos usuários, como telefonemas aos órgãos públicos e encaminhamento aos setores médicos e sociais.

Regional Paraná - visitas domiciliar na residência de três famílias que estavam com dificuldades com os filhos surdos. -muitas orientações aos familiares na própria Feneis. Com hora marcada. As orientações geralmente são com adolescentes envolvidos com droga. - foram realizados oito acompanhamentos no Conselho Tutelar e Vara da Família da Infância e Juventude. Um casal de surdos de quem o Conselho Tutelar retirou a guarda das quatro filhas, por denúncia da avó materna que alega (entre várias acusações) a incapacidade de ambos para cuidar das filhas (todas ouvintes), sobretudo por serem modelos “imperfeitos” para ensiná-los a falar e educá-los, já que ambos se comunicam por sinais. Esta situação sempre foi acompanhada pela diretora Administrativa e Coordenadora da Área de Educação da Feneis. - foi feito três encaminhamentos para advogados que realizaram trabalho voluntários na defesa do surdo. - envio de correspondências para faculdades do Paraná no sentido de orientar sobre a contratação de professores de Libras surdos e ouvintes e intérpretes sem certificação. Busca-se orientar sobre o cumprimento do Decreto 5.626/2005 assegura prioridade aos surdos no ensino da língua. - doações feitas pelo Positivo de 42 carteiras para as salas de aula da Feneis. - doação pela Empresa Volvo do Brasil Veículos LTDA de nove computadores. - encaminhamento de documentos e reuniões na Copel com a diretora Administrativa, com o objetivo de isentar a taxa de Energia elétrica da Feneis. - solicitação à Telefonia Pública do Brasil de plano tarifário especial para os surdos, que a cada dia utilizam cada vez mais o celular como meio de acessibilidade. - solicitação à Inspetoria da Receita Federal do Brasil, em Curitiba, de doações de material apreendido o qual poderá servir á instituição, direta ou indiretamente. - orientações ao Departamento de Educação e Trabalho da SEED sobre a implantação da como disciplina curricular nos cursos de magistério na modalidade normal-atualmente chamando curso de formação de docentes, de acordo com cumprimento do Decreto Federal nº 5626 de 22 de dezembro de 2005. - foram realizados 36 atendimentos jurídicos gratuitos a surdos.


17

Regional Pernambuco - participação do membro do Conselho Fiscal da Feneis Nacional, Antonio Cardoso em evento realizado na cidade de Caruaru sobre acessibilidade e direitos de surdos e orientações para a criação de uma nova associação de surdos em Caruaru. - recepção a duas surdas francesas que estiveram na Feneis para pesquisas relacionadas à acessibilidade.

Jessica Boroy Marlène Varnerin, do projeto Mille Mains dans un Monde receberam cartilha e DVD “O Sonho dos Surdos”

Regional São Paulo Número de atendimentos gratuitos feitos por profissional de psicologia de julho a dezembro: 28 Número de atendimentos jurídicos gratuitos de julho a dezembro de 2010: 8 - a regional realiza ainda atendimentos fonoaudiológicos. - atendimentos externos feitos à empresas para orientações: SEADS, Colgate, Apsen, Hipercard, Ícone Viagens e Eventos, ADP, Câmara Municipal de São Paulo, Proned, Ethos, Brava Consultoria, Itaú – Unibanco, TV Cultura, Conosenti, Virada do Século Eventos, Ação Educativa, Fundação Carlos Chagas, JS Company, AM3 Eventos, Tribunal de Justiça, Cennarium e Accenture. - Visitas feitas pela diretoria à Prefeitura Municipal de Campinas (SP), Prefeitura de São Paulo, Faculdade Anhembi Morumbi, Evento “Entre Amigos” Associação Surdos de Osasco, Microcamp, CAPE, Casas Bahia e Instituto Adhara / Cotia(SP).


18

Atuação Institucional na área governamental Uma das principais representações da Feneis na área governamental é a participação no Conselho

Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CONADE). Já a alguns mandatos a Feneis consegue eleger representantes das causas surdas nessa importante esfera de discussão ligada à Secretaria Nacional dos Direitos Humanos da presidência da república. Atualmente, o conselheiro que representa a Feneis é José Carlos de Oliveira, titular do CONADE. A diretora administrativa da Feneis Shirley Vilhalva é a suplente. Segue abaixo as principais atividades exercidas no conselho: 70ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência - CONADE Conselheiro Titular. De 15 a 17 de setembro de 2010. 1ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional de Direitos da Pessoa com Deficiência – CONADE realizada em Brasília no dia 15 de outubro de 2010. 2ª Reunião Extraordinária do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CONADE e IV Encontro Nacional de Conselhos Municipais e Estaduais de Direitos da Pessoa com Deficiência, realizado em Brasília nos dias 08 a 13 de novembro de 2010. 71ª Reunião Ordinária do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CONADE. – Cerimônia de entrega do Prêmio “DIREITOS HUMANOS 2010” e Lançamento do livro “HISTÓRIA DO MOVIMENTO POLÍTICO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA NO BRASIL”, Realizados em Brasília nos dias 13 a 15 de dezembro de 2010. Participação da Conselheira Shirley Vilhalva – Suplente do CONADE em representatividade como Conselheira e Diretora Administrativa da FENEIS Nacional 1. X Congresso Internacional e XV Seminário Nacional do INES/ O Lugar do Conhecimento: Identidade, Sujeito e Subjetividade - 22 a 24 /09 de 2010, CH 24 horas..Movimento Sociais dos Surdos. 2010. (Congresso). 2. 5th Deaf Academics And Researchers Conference 2010 - 21 a 24;11;20101. 2010. (Congresso). 3. Audiencia Pública sobre Acessibilidade, 10 de junho de 2010.Palestrante na Audiencia Pública sobre Acessibilidade. 2010. (Seminário). 4. I Seminário Regional de Bilinguísmo, Discurso e Política Linguística - FACALE/UFGD 27 e 29 de julho de 2010. 2010. (Seminário). 5. 2º Seminário da Diversidade Bilíngue - Em Busca de Caminhos: Inclusão e Bilinguismo - 3 a 6/09/2010, GV - MG.Palestra: As Língua de Sinais emergentes: em busca de uma base linguística (familía/surdo/escola).. 2010. (Seminário). 6. 2º Seminário da Diversidade Bilíngue - Em Busca de Caminhos: Inclusão e Bilinguismo - 3 a 6/09/2010, GV - MG.Viabilidade e Inciabilidades: Juntando Forças e Atitudes. 2010. (Seminário). 7. 2º Seminário da Diversidade Bilíngue - Em Busca de Caminhos: Inclusão - CH 29 horas. 2010. (Seminário). 8. Seminário: Quinze Anos dos Interpretes Educacionais de Libras em Mato Grosso do Sul Camara Municipal de CG 25/09/2010.Gratulação por incansável luta no reconhecimento da. 2010. (Seminário). 9. Palestra sobre Campanha Nacional de Acessibilidade - UCS - RS.Campanha Nacional de Acessibilidade - CONADE. 2010. (Seminário). 10. Capacitação em " Língua Portuguesa como Segunda Língua para alunos Surdos" com


19 Professora Sueli Fernandes - UFPR, 03 de julho de 2010. 2010. (Oficina). 11. I Oficina de Libras e Metodologias para professores atuarem em sala de recursos - CG 13 a 20/04/2009 - 80 horas.. 2010. (Oficina). 12. Palestra aos Familiares dos alunos surdos - CEADA 28 e 29/09/2010.Familiares Bilingues. 2010. (Oficina). 13. IV Encontro Nacional de Estudantes de Letras Libras - Fortaleza 20 a 23 de Julho 2010 - 40 hs.Acessibilidade de Pessoas Surdas e com Deficiencia Auditiva em Concursos Públicos. 2010. (Encontro). 14. IV Encontro Nacional de Conselhos de Direitos de Pessoas com Deficiência - 11 a 13/11/2010. 2010. (Encontro). 15. I Encontro de Sudos de Dourados - 17/09/2010 - UEMS - 4 hs.Língua de Sinais Brasileira: Nossa Língua, Nossa Nação.. 2010. (Encontro). 16. 67ª Reunião Ordinaria do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Com Deficiencia CONADE - Conselheira suplente 23 a 26.02.2010.Participante na Comissão C.A.N. 2010. 17. 68ª Reunião Ordinaria do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Com Deficiencia CONADE - Conselheira suplente 28 a 30 de abril de 2010.Representação da Comunidade surda pela Feneis no Conade. 2010. (Outra). 18. IX Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade 16/4/2010. 2010. 19. IX Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade 17/04/2010. 2010. 20. IX Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade 18/04/2010. 2010. 21. Palestra: Educação de Surdos na Escola Estadual Amando de Oliveira - 30/09/2010 Interprete André Aguirre.Palestra: Educação de Suirdos (para alunos Surdos e Ouvintes). 2010. 22. Reunião Extraordinária da comissão de Atos Normativos do Conselho Nacional de Direitos da Pessoa com Deficiencia, Brasilia/DF dias 07 a 09/06/2010..Representação como Conselheira Suplente da FENEIS na CAN - CONADE. 2010. 23. 2ª Reunião Extraordinária do CONADE - Secretaria Direitos Humano da Presidencia da Republica 8 a 9/11/2010.Representação da comunidade surda como Conselheira Suplente - FENEIS. 2010.

Regional Minas Gerais - atuação junto ao vereador Leonardo Mattos sobre verba concedida a FENEIS para promoção do II Encontro de Jovens Surdos, dentre outros projetos.

Regional Distrito Federal - I SEMINÁRIO MUNICIPAL DOS DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA: “ Mobilizar Para Incluir” realizado pela Prefeitura Municipal de Unaí através da Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social e Cidadania e o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência e a Associação de Pessoas com Deficiência de Unaí.

Regional Paraná - Participação da Diretora Administrativa como membro do Conselho Estadual dos Portadores de Deficiência- “COEDE “ realizados na Secretaria da Justiça e Cidadania. Principais discussões: isenção de ICMS para deficientes visuais, reformulação da Lei 12.456/02 (Dividir em duas Leis, uma que trate


20 só dos concursos), eleição para a próxima gestão, telefonia móvel para surdos, mudanças nas normas da ABNT sobre acessibilidade, acessibilidade na Copa do Mundo 2014; inscrição no CONADE, denúncia acerca de falta de atendimento prioritário, solicitação do DER acerca do passe livre.

Regional Amazonas - parcerias com a Secretaria de Educação do Estado e com o Centro de Apoio ao Surdo (CAS), com oferecimento de curso gratuitos para facilitar a comunicação entre o professor e aluno surdo.Esta parceria nos premiou com uma sala no CAS para que possamos realizamos nossas atividades e planejamos nossas metas para o futuro.

Regional Rio Grande do Sul -Representação da Feneis nas seguintes instâncias de discussão: CONDEPA, COEPEDE, ACESSIBILIDADE (FADERS), TEM, CORAS, Orçamento Participativo, DRT, Conselho Estadual de Saúde e Rede ee Ação Social Salesianos. Todos os conselhos e instituições, descritos possuem reuniões mensais, cuja participação e representação da Feneis são efetuadas pelo Assessor Administrativo Fábio Alberton.

Regional Pernambuco - Entrega de reivindicação dos direitos dos surdos às instâncias governamentais durante o Dia Nacional dos Surdos. O foco era entregar as propostas de reivindicações dos direitos dos Surdos ao acesso no mercado de trabalho e reivindicar a maior articulação com entidades, órgãos governamentais e não governamentais, no intuito de fortalecer o movimento dos Surdos, propondo ações que garantam a acessibilidade da Pessoa Surda à Educação, Cultura, Comunicação, Saúde e Trabalho. Contamos com forte apoio, entre outros, das Associações de Surdos e dos meios de comunicação.O evento contou com um momento de entrega de documento ao governador Eduardo Campos. O movimento LGBT dos surdos em Recife também esteve presente. - Representantes: Patrícia Cardoso, como conselheira do Conselho Estadual da Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência - CONED/PE e Antonio Cardoso e Geovanne Salles como representates do COMUD/Recife.

Patrícia Cardoso, como conselheira do Conselho Estadual da Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência - CONED/PE


21

Acessibilidade Coordenação Nacional de Acessibilidade O Coordenador Prof. Neivaldo possui sua equipe de apoio que são os Srs. Carlos Paiva e Sra. Sueli Okubo Cavamura Paiva que também é diretora Administrativa da Feneis – SP. Ambos voluntários, trabalham no sentido de orientar, fazer e corrigir cartas, fiscalizar e dar apoio a toda manifestação de necessidade de cidadãos Surdos em relação ao assunto de Acessibilidade de Comunicação para Surdos. Eventualmente participam de reuniões com empresas privadas e órgãos públicos atuando como facilitadores da intermediação da comunicação entre o Coordenador Neivaldo e tais organizações. Neste ano fizemos cartas de manifestação e resposta para diversos órgãos públicos, noticias para publicação no site da Feneis, blog de acessibilidade para surdos e portal do surdo e matérias para a Revista Reação. Recebemos muitos e-mails, de reclamaçoes por falta de intérprete de LIBRAS em escolas de Ensino Médio em todas as cidades de São Paulo. Diante dessa demanda foi realizada reunião com a Diretora do CAPE - Centro de Apoio Pedagógico Especializado para discussão do tema. Durante o ano, fizemos treinamento presencial e também por vídeo conferência para empresas de Call Center e outros ramos, regulamentadas por agencias nacionais que são obrigadas a atender ao consumidor Surdo em vários estados do Brasil. A equipe da Coordenadoria Nacional de Acessibilidade preocupa-se com o tema de acessibilidade para Surdos e uma de suas principais lutas, é pela regulamentação do uso do SMS por cidadãos Surdos. A demanda da população surda para que os serviços de emergência recebam SMS é urgente e este foi trabalho importante da Coordenadoria, no sentido de intermediar tais demandas com os órgãos do governo competentes, como a ANATEL.Também trabalhou-se na exigência da legenda em LP e a janela de intérprete de LIBRAS durante o horário politico e nos debates dos candidatos à presidência da República. Neste sentido, a Feneis trabalha tais questões junto ao Ministério Público Federal. Neste ano, a Feneis recebeu visitas de surdas francesas interessadas em realizar trabalho de pesquisa de convivência no Brasil, Jessica Boroy e Pauline Stroesse. Fizemos uma reunião na sede da Feneis de São Paulo e foram apresentados os trabalhos de acessibilidade para surdos realizados no Brasil. Neste ano, a Feneis teve um stand próprio na Feira REATECH 2010 – Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade para deficientes com patrocínio da Empresa Brava. O evento teve muito sucesso e houve procura por informações sobre o curso de LIBRAS, prestação de Serviços de Intérprete de LIBRAS e orientações sobre o tema de Acessibilidade para Surdos. Na mesma ocasião foi feita pesquisa para aferir os meios de comunicação utilizadas pelos Surdos e identificar dentre estes, qual é o meio mais utilizado – ver anexo. Esta pesquisa orientou várias das ações tomadas pela Coordenadoria no ano de 2010. Foram feitas duas palestras inseridas no REASEM com os temas: “Direitos do Cidadão Surdo na Comunicação e Acessibilidade” com o professor Neivaldo Zovico e “Tecnologias de Comunicação para Surdos” com o palestrante Carlos Paiva.


22 No âmbito da tecnologia, foram apresentados ao público o Fone Fácil no qual a Empresa Brava faz o desenvolvimento onde o que as pessoas surdas digitam, a mensagem é convertida para a pessoa ouvinte. Entre março e abril, houve a Conferência Nacional de Educação - CONAE, evento no qual participaram delegados de ensino e como membros da comunidade Surda, o Coordenador Nacional de Acessibilidade Prof. Neivaldo Zovico e a Diretora Regional da Feneis – SP, Moryse Saruta entre outros. As propostas foram feitas em reuniões de grupos de professores surdos e ouvintes, onde de nossa parte levamos as propostas para a CONAE. Porém, as mesmas foram rejeitadas pelos dirigentes das organizações não governamentais sob pressão dos dirigentes do MEC e Escola da Gente. Tais organizações consideram que os surdos vivem em guetos e querem crescer sem inclusão. Porém, tais instituições não conhecem bem a linguística e a cultura dos surdos e nós revalidamos a idéia de que necessitamos de Escolas Bilíngues para Surdos. Em junho, houve o debate do Plano Municipal de Educação na cidade de São Paulo e as propostas que foram rejeitas pelo CONAE – Conferência Nacional de Educação no mês de abril deste ano em Brasília. O Coordenador Prof. Neivaldo trouxe as propostas que foram aprovadas pela Conferência Municipal do Plano Municipal de Educação – SP. Uma vitória alcançada em São Paulo, que precisa ser aceita no resto do Brasil. O professor Neivaldo foi entrevistado por canais de Televisão e Internet, jornais e revistas junto com intérpretes de LIBRAS para falar sobre o tema de acessibilidade para surdos. Também foi consultado por estudantes de faculdade para ajudar em Trabalhos de Conclusão do Curso com o mesmo tema. Cartas que foram feitas como manifestação e também a respostas para órgãos públicos conforme abaixo :  As empresas de operadoras cobram taxa de mensagens SMS muito caro;  Atendimento aos consumidores surdos no SAC através de chat e SMS pois as empresas foram a obrigado utilizam somente TS – telefone para surdos;  Criar o Serviço de Intermediação da pessoa surda do celular SMS para a via oral da pessoa ouvinte;  Divulgação de cursos de LIBRAS para funcionários e consultoria de acessibilidade para surdos em empresas;  Falta de respeito dos médicos otorrinolaringologistas que não respeitam e dizem são pária da Língua de Sinais;  Solicitação de instalação de telefone para surdos em Biblioteca;  Resposta ao Ministério Publico Federal sobre pesquisa dos surdos que utilizam mais a tecnologia de comunicação;  Carta para a Produção da Ana Maria Braga MAIS VOCÊ para que os surdos são capazes de fazer como iguais aos todos com a sua própria Língua de Sinais sem necessitando o implante coclear;  Carta para o Ministério Publico Federal e Anatel para tomar o conhecimento da nova tecnologia que chegou no Brasil, vídeo chamada;  Criar o Serviço de Intermediação de On Line da internet onde a pessoa surda poderá digitar em tradução para a via oral da pessoa ouvinte;  Falta de filmes nacionais em legendas que foram sucesso em Bilheteria como Lula, o filho do Brasil e Chico Xavier e os surdos foram excluídos durante o lançamento;  Falta de legenda e interprete de LIBRAS nos DVD da TV Escola e MEC que enviaram para todas as escolas de surdos do Brasil;  Solicitação para que todas as emissoras sejam colocados legenda e janela de interpretes de LIBRAS nos debates dos candidatos a Presidente que aconteceu durante a eleição de 2010;  Resposta para MEC sobre falta de acessibilidade nos DVD de TV Escola, MEC alegou que a próxima fará acessibilidade;


23  SAC no site do Anatel pois não tem atendimento prioridade para surdos com novas tecnologias como SMS, on line e ou vídeo conferência;  Legendas e janelas de interpretes de LIBRAS nos partidos políticos;  Acessibilidade nos concursos públicos conforme a resolução do CONADE;  Inclusão de Janela de interprete de LIBRAS nos horários políticos;  Resposta ao MPF sobre a Central Intermediação com novas tecnologias pois pensaram que já existem no Brasil mas está com a velha tecnologia como TS – telefone para surdos onde existia 142 somente telefone fixo. Matérias que o Coordenador Prof. Neivaldo fez para publicações da Revista REAÇÃO da qual é colaborador no ano de 2010.  Escola Bilíngue para Surdos “Porque os surdos querem estudar somente em Escola de Surdos” – jan/fev 2010 – ANO XIV – nº 72  SMS do celular, Para facilitar a comunicação, os surdos preferem mensagens... – mar/abr 2010 – ANO XIII – nº 73  Lula, Filho do Brasil... Mas e os Surdos ?!? – Filme que trata a trajetória a vitoriosa de vida do nosso presidente de sucesso de bilheteria, mas sem acessibilidade alguma para surdos – mai/jun 2010 – ANO XIV – nº 74  O Surdo e a sua comunicação com o mundo – jul/ago 2010- ANO XIV – nº 75  Acessibilidade na propaganda eleitoral deixa Surdos insatisfeitos – set/out 2010 – ANO XIV – nº 76  Politicas Públicas para os Surdos – nov/dez 2010 – ANO XIV – nº 76  DIA/MES Atuação Projeto do ano 2010, Atendimento aos Surdos, cartas de ofícios para autoridades 12/01 do Governo e Reatech 14/01 Explicação sobre normas da ABNT de acessibilidade para surdos Reunião para fazer o cadastro de email dos deputados federais, estaduais e 20/01 vereadores. Reunião sobre Surdo em acessibilidade, projeto da verba da FINEP e palestra 26/01 para funcionários da Empresa Voice Tecnology

Prof. Neivaldo com interprete de LIBRAS Lilian, André e Willian durante a reunião sobre acessibilidade para surdos.

27/01 28/01 28/01

reunião sobre livros de Língua de Sinais – LIBRAS para a Feneis a vender Organização do Seminário e REATECH Reunião sobre desenvolvimento dos sinalizadores para surdos


24

João Augusto e Prof. Neivaldo durante a reunião sobre o desenvolvimento de sinalização luminoso para surdos em diversos lugares.

Prof. Neivaldo informa sobre acessibilidade para surdos no Brasil e seus direitos dos surdos.

11/02

Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita

Prof. Neivaldo faz palestra sobre a importância da comunicação dos surdos através da tecnologia em vídeo conferência da Empresa Gênia da cidade de São Paulo.


25

Funcionarias da empresa assistiram a palestra do Prof. Neivaldo sobre acessibilidade para surdos onde poderá atender os consumidores surdos em outra cidade de Rio de Janeiro Neivaldo e Carlos Paiva Matéria para acessibilidade para surdos no 18/02 Genia site portal do surdo Palestra sobre a vida do surdo e a tecnologia Neivaldo e interprete de LIBRAS de comunicação dos surdos para 24/02 Andréa funcionários da empresa VOICE TECNOLOGY Empresa Voice a desenvolver produto Neivaldo e Adriana Sapede – DOT – Departamento de Orientação Capacitação de instrutores surdos de LIBRAS 26/02 Técnica da Secretaria Municipal e interpretes de LIBRAS de Educação de São Paulo Sede da DOT Neivaldo e Vanessa – funcionária receber os oficios enviados a Coordenadoria 03/03 da Feneis SP Nacional de Acessibilidade para Surdos Feneis SP Neivaldo, interprete de LIBRAS Entrevista sobre o surdo que assiste na 04/03 Flávia e Kelly Cristina Damião televisão por falta de acessibilidade para o Feneis SP trabalho de faculdade como o TCC. Neivaldo, Monica Amoroso da EMEE Helen keller e Roberta Felix Gravação para o filme sobre a minha 13/03 Fernandes da Mãos que entrevista e a entrevista da Diretora da traduzam EMEE Helen Keller Monica Amoroso CEU Campo Limpo - SP


26

Durante a gravação da entrevista do Prof. Neivaldo sobre a dificuldade de comunicação com diversos alunos do curso de filmagem e gravação.

16/03

Neivaldo, Monica Amoroso – diretora da EMEE Helen keller e Gustavo Minari - reporter EMEE Helen Keller

Gravação da entrevista sobre a comunicação do professor surdo ao aluno surdo EMEE Helen Keller para a emissora TV BRASIL

Durante a gravação da TV BRASIL, o prof. Neivaldo ensina aula de LIBRAS para alunos da Escola Municipal de Educação Especial para Deficientes Auditivos.


27

Diretora Monica interpreta o que o prof. Neivaldo fala sobre a importância da formação dos professores em LIBRAS para o acesso dos alunos da escola. 17/03

Neivaldo Sede da SDPcD

Convidado como Jurado do Prêmio Sentidos na Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiencia de São Paulo

19/03

Neivaldo Teatro Centro Cultural de São Paulo

Encontro a dois, atores que interpretam em Lingua de Sinais

Prof. Neivaldo possa ao lado com atores de teatro Quase Nove que interpretam peça Encontro a Dois em LIBRAS durante o auditório do Centro Cultural de São Paulo. 20/03

Neivaldo Auditório Municipal de Osasco

1º Encontro dos Surdos de Osasco


28

Prof. Neivaldo faz a palestra Os direitos de surdos na comunicação em diversos lugares no auditório Municipal de Osasco a convite do Procurador Republica de Direitos Humanos. No auditório lotam muita gente para conhecer melhor sobre os direitos dos surdos.

20/03

Neivaldo e Monica Amoroso da EMEE Helen keller CEU – Campo Limpo SP

Apresentação do filme “ E agora” que foi gravado para o público CEU em Campo Limpo – São Paulo com a presença da atriz Alessandra Negrini

Prof. Neivaldo possa ao lado da atriz Alessandra Negrini durante a Premiação do filme que foi gravado durante a minha entrevista. 28/03 a 02/04

Neivaldo e Moryse Centro de Convenções de Brasília

Participação do Congresso Plano Nacional de Educação e discussão das propostas para melhor a Educação dos Surdos no Brasil


29

Prof. Neivaldo, Profa. Ines Vieira, Diretora Regional da Feneis Moryse e Prof. Cristiano durante a entrada da Conferência Nacional de Educação.

Reunião dos representantes das ONG para combinar que apoiar as propostas para diversidade.

Durante a entrevista da TV MEC que o prof. Neivaldo fala sobre a importância da Escola Bilíngüe para Surdos pois crianças nascem aprendem dentro da Escola e depois em fluente de LIBRAS, vão para a escola comum.


30

Prof. Neivaldo tentando explicar as propostas para a Educação para Surdos mas infelizmente foram rejeitadas pelas ONG’s. 07/04

Neivaldo, interprete de LIBRAS Andrea e Stefan da USP Feneis SP

Entrevista sobre a plataforma do site na internet para o acesso dos surdos

09/04

Neivaldo e Mara Prado Estúdio de ALLTV

Entrevista sobre acessibilidade de comunicação para surdos e suas tecnologias

Apresentadora Mara Prado e interprete de LIBRAS, Andréa Martinho durante a apresentação da Dificuldade de comunicação dos surdos.


31

Apresentadora Mara entrevista o Prof. Neivaldo sobre a nova tecnologia de comunicação que é vídeo chamada e também explicando que o TS – telefone para surdos não é novidade no mercado pois os surdos nem usam este aparelho TS ao lado Paulo Vieira, Presidente da Associação.

14/04

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Câmara Municipal dos Vereadores

Depoimento para Sessão Solene da Comemoração ao Dia Municipal da Educação Inclusiva com vereador Floriano Pesaro

Prof. Neivaldo que foi fazer o depoimento da vida durante seus estudos na Camara dos Vereadores durante Dia Municipal de Educação Inclusiva.

14/04

Neivaldo, Andréa - Interprete de LIBRAS e Barbara Debbané - Buriti Filmes Empresa Buriti Filmes

Reunião sobre curso de como gravar filme para surdos

15 a 18/04

Neivaldo, Moryse, Sueli Sakamoto, Carlos Paiva e Sueli Paiva REATECH 2010

Feneis na Feira Internacional de Tecnologia em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade – REATECH 2010

Prof. Neivaldo possa ao lado Alexandre de Andrade da Empresa Brava que faz o Fone Fácil que patrocinou stand para a Feneis durante a feira REATECH 2010.


32

Durante a feira houve muita gente a procura dos livros da Língua de Sinais e também outros livros destinados da cultura surda no Brasil.

Prof. Neivaldo faz a palestra sobre a comunicação dos surdos com novas tecnologias que a sociedade brasileira nem reconhece os direitos dos Surdos.

Reunião com Prof. Neivaldo, diretora administrativa Shirley, diretora Moryse e voluntários Carlos Paiva e Sueli Okubo sobre o trabalho da Coordenadoria Nacional de Acessibilidade para Surdos da Feneis.


33

21/04

Carlos Paiva e Sueli Okubo Genia

Reunião sobre projeto, regimento interno da coordenadoria nacional de acessibilidade

30/04

Neivaldo, Eduardo Sabanovaite e Debora Garcia

Reunião sobre o projeto para o Seminário de Surdos em Tatuí com apoio da Prefeitura de Tatuí

07/05

Neivaldo, Joel Barbosa – Interprete de LIBRAS, Zelda de Melo – repórter da Rede Globo

Entrevista sobre o regulamento do SMS do celular e os surdos mesmo usam os celulares para a comunicação

Prof. Neivaldo explica para a repórter Zelda de Melo que o Joel interpretou sobre a dificuldade de avisar em caso de emergência por isso é importante usar mensagem SMS mas nem foi regulamento pelo Anatel.

Repórter Zelda entrevista o Prof. Neivaldo sobre a dificuldade de comunicação que o SMS nem foi reconhecido pelo Anatel quando em caso de emergência os surdos não poderão comunicar. 10/05

Neivaldo, Gerson da Feneis SP e Gisele Brito - Jornalista Feneis SP

Entrevista sobre a importância da Língua de Sinais para jornais da Folha Universal


34

Prof. Neivaldo entrevistou a jornalista interpretando pelo funcionário da Feneis Gerson de Almeida a respeito sobre a comunicação dos surdos em Língua de Sinais e tecnologias.

31/05

Neivaldo, Eduardo Sabanovaite – funcionário da Feneis SP, Denis – Interprete de LIBRAS e Ana Carolina Rovai Repórter da TV Avape/Sentidos Feneis SP

Reportagem sobre a dificuldade de comunicação dos surdos e a nova tecnologia de comunicação

Prof. Neivaldo comunica para a interprete de LIBRAS da Central em vídeo chamada.


35

A interprete de LIBRAS da Central já foi atendida e está fazendo a ligação para o Prof. Neivaldo que deseja a comunicar com a pessoa pelo telefone.

Prof. Neivaldo entrevista que é difícil o Anatel se reconhece os direitos de comunicação dos surdos através de vídeo chamada e também mensagens SMS por falta de vontade de trabalhar. 11/06

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Genia

Reunião sobre trabalho de ofícios para encaminhar órgãos públicos

12/06

Neivaldo Santa de Casa de Misericórdia

Palestra sobre a comunicação dos surdos e a tecnologia no curso

18 a 20/06

Neivaldo Auditório Anhembi

Plano Municipal de Educação na Cidade de São Paulo


36

Auditório do Anhembi lotam muita gente mesmo com os surdos e ouvintes sobre as novas propostas para a Educação na cidade de São Paulo.

Interprete de LIBRAS Sérgio interpretava durante o discurso dos autoridades do Governo Municipal.

Grupo de Surdos que participaram durante o Plano Nacional de Educação com as novas propostas melhores para a Educação de São Paulo.


37

Professores Neivaldo, Ines, Alexandre e Cristiano que participaram durante o evento do Plano Nacional de Educação. 14/07

Neivaldo, Cynthia – Interprete de LIBRAS e Mariana Lara – repórter Subprefeitura da Sé

Reportagem sobre o CELIG – Central de LIBRAS, Intérpretes e Guias-Intérpretes na subprefeitura da Sé da cidade de São Paulo na TV Cultura

Prof. Neivaldo fala que é difícil um surdo ir na Subprefeitura para resolver problemas dos documentos da prefeitura por isso necessita alguém ir juntos ou interprete de LIBRAS para interpretar durante a entrevista da TV CULTURA.


38

Com a nova tecnologia que o Prof. Neivaldo comunica para a interprete de LIBRAS no vídeo e depois repassa para o funcionário o que é necessário para fazer. 15/07

Neivaldo e Renato Sindicic Feneis SP

20/07

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Empresa Europ Assistence Alphaville - SP

22/07

Neivaldo, Moryse, Joel Barbosa – interprete de LIBRAS e capitão da PM Felício Kamiyama Feneis SP

Reunião sobre a venda de relógios despertadores para surdos na Feneis SP Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center da Empresa Europ Assistence para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita Reunião sobre a comunicação dos surdos através de tecnologias inovadoras e palestra para os soldados da PM a conhecer a vida dos surdos

Prof. Neivaldo, Capitão Kamyiama e a Diretora Moryse durante a reunião para que poderá fazer o serviço de palestra e curso para policiais militares de São Paulo. 23/07

Neivaldo, Cynthia – Interprete de LIBRAS e Carla Rodeio – repórter Subprefeitura da Sé

Reportagem sobre o CELIG – Central de LIBRAS, Intérpretes e Guias-Intérpretes na subprefeitura da Sé da cidade de São Paulo na TV Gazeta


39

Durante a TV GAZETA, gravou onde eu solicitei os serviços da prefeitura através de vídeo com a interprete de LIBRAS.

A interprete de LIBRAS repassou os serviços para o funcionário o que é necessário para fazer os documentos da prefeitura durante a gravação da TV GAZETA. 24/07

Neivaldo e intérpretes de LIBRAS AHIMSA

reunião sobre o novo regimento e a renovação de diretores da APILBESP

02/08

Neivaldo, Joel Barbosa interprete e Stela Grossi PUC

Entrevista sobre a minha vida de surdo e a sociedade brasileira

05/08

Neivaldo e Cynthia – Interprete de LIBRAS Hospital Sírio Libanês

Reunião sobre a nova diretoria do GATANU e a nova Lei

07/08

Neivaldo e Moryse Parque Rizzo – Embu das Artes

Inauguração da nova Faculdade de Educação Inclusiva Paulista na cidade de Embu das Artes – SP

Neivaldo EMEE Helen Keller

Entrega de dicionário trilingue pelo Secretario de Deficientes de São Paulo para alunos da Escola Municipal de Educação Especial para Deficientes Auditivos “Helen Keller”

17/08


40

17/08

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Genia

Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center da Empresa OHL para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita

18/08

Neivaldo, Joel Barbosa – interprete de LIBRAS e Profª Beth – Diretora do Serviço de Educação Especial / CAPE Secretaria Estadual de Educação

Reunião sobre contratação de interprete de LIBRAS no ensino Médio e o curso de formação para interprete de LIBRAS

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Empresa Transbrasiliana Lins - SP

Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center da Empresa Transbrasiliana para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita

19/08

Prof. Neivaldo faz a apresentação da palestra sobre a dificuldade de comunicação dos surdos, para melhor a comunicação dos surdos é utilizar a tecnologia de comunicação que existe hoje no mercado, os surdos são consumidores e tem direitos de comunicar. 21/08

Neivaldo Auditório da SDPcD

XX Encontro Paulistano de Pessoas com Deficiência


41

Durante a abertura do XX Encontro Paulistano de Pessoa com deficiência Neivaldo e Moryse Derdic

Reunião da Policia Militar a respeito sobre SMS em caso de emergência por falta de regulamento do Anatel e cadastro dos surdos para Policia Militar

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Empresa Embracon

Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center da Empresa de Consórcio Embracon para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita

28/08

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Empresa Teleperfomance

Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center da Empresa Teleperfomance para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita

04 e 05/09

Neivaldo Auditório FADIVALE

Palestra no 2º Seminário da Diversidade Bilíngüe: Em Busca de Caminhos: Inclusão e Bilingüismo” em Governador Valadares – MG

23/08

26/08


42 Durante o Seminário, Dra. Patricia, Prof. Cacau, Prof. Neivaldo e a Msta. Shirley para a apresentação dos direitos da Educação para Surdos. Prof. Neivaldo explica qual é o caminho certo para conseguir as propostas para a Educação e também manifestação ao Ministério da Educação do Brasil

Durante o discurso do professor Neivaldo, teve muita acessibilidade para surdos como o palestrante ao vivo, telão para todos e televisão para pessoas que tem problemas de visão para facilitar ver perto. 16/09

Neivaldo Auditório da Escola

Encontro de Surdos – Dia do Surdo na EMEBE Neusa Bassetto em São Bernardo do Campo - SP

18/09

Neivaldo Feneis SP

Palestra na Feneis SP – Comemoração Dia do Surdo

Prof. Neivaldo fala sobre a importância dos direitos dos surdos em sua comunicação com novas tecnologias.


43

A sala da Feneis ficou lotada durante o discurso do prof. Neivaldo.

Na outra sala onde tem participantes para assistir na televisão durante o discurso. 23/09

Neivaldo Auditório do Congresso – Rio de Janeiro

Palestra no Congresso Internacional de Surdos - INES

Durante o Seminário o Prof. Neivaldo fala sobre a Língua Portuguesa e a Acessibilidade.


44

Prof. Neivaldo fala sobre a importância que os surdos usam tecnologia de comunicação para o desenvolvimento da língua portuguesa. 25 e 26/09

Neivaldo Auditório da UFPR

Palestra no 1º Seminário “Surdos em Movimento”

Durante a abertura, prof. Neivaldo participou 1º Seminário “Surdos em movimento”.

Os participantes do auditório observam o discurso do Prof. Neivaldo sobre os direitos de comunicação.


45

Prof. Neivaldo concluiu as propostas que os participantes surdos e ouvintes fizeram sobre o que é necessário para a comunicação dos surdos e será reivindicação para o Governo do Estado do Paraná. 26/09

Neivaldo e Moryse

28/09

Neivaldo, Marcia Marcolo e Odirlei Roque de Faria SMPED

28/09

Neivaldo Teatro SESC – Vila Mariana

Evento de Dia do Surdo na DERDIC Reunião sobre curso de capacitação de instrutores de LIBRAS e curso de LIBRAS com apoio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida – SMPED Teatro Encontro a dois com atores que interpretam em Língua de Sinais

Durante o Hino Nacional, o prof. Neivaldo está entre o Prefeito Gilberto Kassab, Secretário de Educação Alexandre e outros autoridades.


46

Prof. Neivaldo faz o discurso aos participantes parabéns pelo Dia do Surdo que é especial para todos e também agradecendo aos Prefeito e Secretário de Educação pelo apoio financeiro para o evento Festival Desportiva Cultura de Surdos a cada uma vez por ano.

Os atores que apresentam a peça “Encontro a Dois” em LIBRAS.

Prof. Neivaldo com as assistências técnicas da DOT – Departamento de Orientação Técnica, Monica


47 Lemos, Adriana Sapede e Silvana Lucena. 08/10

Neivaldo Ginásio da Prefeitura

Palestra em Simpósio Internacional Cidadão Surdo em São José - SC

Prof. Neivaldo faz palestra sobre acessibilidade para Surdos em Simpósio Internacional de Surdo Cidadão em São José – SC. Neivaldo, Odirlei, Fernanda e Camila da SMPED, Carlos Paiva e Sueli Okubo Genia

Sobre a nova tecnologia Web Cam, que facilita a comunicação em LIBRAS com imagens boas

22/10

Neivaldo, Marcia Marcolo e Odirlei Roque de Faria SMPED

Reunião sobre curso de capacitação de instrutores de LIBRAS e curso de LIBRAS com apoio da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida – SMPED

28/10

Neivaldo Auditório da Faculdade

Palestra em III Semana da Educação da Faculdade Gama Filho em Ibiúna - SP

20/10

Prof. Neivaldo faz a palestra sobre a Convivência dos Surdos através da Lingua de Sinais e Cultura na faculdade Gama Filho da cidade Ibiúna - SP


48

A Coordenadora e Interprete de LIBRAS Monica Sena faz a interpretação da LIBRAS para Lingua Portuguesa em via oral para alunos dos diversos cursos da Faculdade Gama Filho.

Os alunos do curso de pedagogia que já aprenderam LIBRAS e foram apresentar teatro em LIBRAS do auditório da Faculdade e depois receberam cumprimentos do Prof. Neivaldo.

04/11

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Empresa Águia Branca Vitória - ES

Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center da Empresa Águia Branca para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita


49

Prof. Neivaldo faz palestra sobre a dificuldade de comunicação dos surdos consumidores, eles tem direito de ser atendidos pelos SAC – Serviço de Atendimento aos Consumidores através da nova tecnologia. 05/11

08/11

11/11

Neivaldo, Odirlei da SMPED e surdos Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Empresa Biz Talking

Reunião sobre o credenciamento dos professores surdos na Prefeitura para o cargo de professor de LIBRAS Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center da Empresa Biz Talking para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita

16/11

Neivaldo SDPcD

Convidado como jurado para escolher a melhor entidade do Estado para Prêmio Governo do Estado de São Paulo – Ações Inclusivas para pessoas com deficiência

17/11

Neivaldo e Carlos Paiva Genia

Reunião sobre Fórum do Regulamento do SMS do Anatel

21 a 24/11

Neivaldo Auditório da UFSC

5th Deaf Academcs and Researchers Conference 2010 Em Florianopolis - SC


50

Prof. Neivaldo possa ao lado Alexsandro Grade da Empresa VIABLE que está tentando iniciar para o mercado aos surdos a utilizar através de central de intermediação com vídeo chamada durante o Evento de Encontro de Surdos Acadêmicos em Florianópolis - SC

02/12

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Auditório da Policia Militar Presidente Prudente - SP

Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center da Policia Militar do Estado de São Paulo para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita

Prof. Neivaldo faz a palestra sobre o atendimento dos surdos pelos policiais em caso de emergência através da tecnologia de comunicação e também dificuldade de comunicação dos surdos entre policiais. 03/12

Neivaldo e Sueli Okubo Auditório do Anatel - SP

Audiência da Regulamentação do SMS dos Celulares para a comunicação dos surdos


51

Durante a audiência do Anatel em São Paulo, o Prof. Neivaldo participou como manifestante e também contribuinte da nova proposta sobre Regulamentação do SMS dos celulares, dizendo que os surdos comunicam mais os SMS do que telefone para surdos por causa de barato e também mais fácil de encontrar no mercado, seria bom importante pensar nos surdos pois necessitam para a comunicação aos participantes de empresas de telecomunicações de grande porte. Neivaldo, Odirlei da SMPED, Eduardo Flores da Comissão Permanente de Acessibilidade – CPA Sede da SMPED

Reunião sobre cartilha de acessibilidade para surdos e deficientes auditivos

08/12

Neivaldo, Carlos Paiva e Sueli Okubo Empresa Tecban - SP

Palestra e Treinamento dos funcionários do Call Center da Empresa Tecban para conhecer melhor a vida dos surdos e atender a comunicação dos consumidores surdos respeitando a sua própria linguagem de escrita

09/12

Neivaldo, Carlos Paiva e Gledson Fernandes da CIPA Empresa CIPA

Reunião sobre a reserva de stand para a Feneis e preparação o espaço para Surdos durante a Feira REATECH 2011

15/12

Neivaldo Auditório da SDPcD

Evento para entrega Prêmio a melhor entidade - Prêmio Governo do Estado de São Paulo – Ações Inclusivas para pessoas com deficiência

07/12


52

Durante o evento Prêmios Ações, onde o prof. Neivaldo participou como jurado, foram entregues prêmios aos 10 entidades ONG’s.

Prof. Neivaldo possa ao lado da Diretora da EMEE Helen Keller Monica Amoroso que foi homenageada e ganhou a placa.

Matriz Rio de Janeiro – Setor de Intérpretes O setor de intérpretes da Feneis localizado na Matriz presta os seguintes serviços: atendimentos externos, eventos e atendimentos setoriais. Atendimentos Externos - Total de 1.072 atendimentos gratuitos Eventos – Total de 150 atendimentos, sendo 126 gratuitos e 24 pagos Atendimentos setoriais na Feneis Recursos Humanos, Palestras em Convênios, Processo Seletivo, Reuniões na Feneis, Conversas com familiares de funcionários: 255 atendimentos Medicina do Trabalho: Exames Médicos Admissionais e Exames Demissionais: 207 atendimentos Telefonemas: 267 atendimentos Celes: Atendimentos solicitados para aulas inaugurais do Curso de Libras na Feneis ou em empresas contratantes, reuniões com empresas parceiras CAA e Serpro: 87 atendimentos


53

Atendimentos governamentais - 853 Delegacia Justiça Ministério Público Comdef Escolas INSS Serpro Fiocruz Cepde

Atendimentos não governamentais - 187

Lojas Banco Médicos Hospitais

Eventos com interpretação gratuita - 126 Ministério Público Ministério da Saúde Faetec - Escola de Teatro SerproVideoconferênci as


54

Prestação de serviços - 24

White Martins Chevron Nestlé

Regional Minas Gerais - Parceria com a SP Promoções para terceirização de intérpretes de Libras - atendimentos prestados no Escritório: interpretações no Sindicato (demissão) e reuniões com público externo que acontecem na Feneis - Atendimentos externos: recebemos constantes solicitações de interpretes para eventos, teatro, reuniões e seminários, sendo a maioria da Secretaria do Estado do Governo de Minas Gerais. - Número de Intérpretes: 12 (doze) intérpretes que são contatados quando solicitado algum serviço à Feneis

Regional Paraná - PROGRAMA CORPORATIVO DE ACESSIBILIDADE DA COPEL: parceria da Feneis com a empresa para a implantação do programa que visa a inclusão social e profissional, através dos serviços prestados pela empresa aos seus clientes e funcionários com algum tipo de deficiência. A reunião inicial contou com 18 surdos e a diretoria da Feneis. O objetivo do encontro foi de levantar opiniões sobre a acessibilidade que a Copel oferece aos cliente residenciais que sejam pessoas com deficiência em relação aos serviços prestados pela empresa. Foi elaborado um questionário para que todos os presentes tivessem a oportunidade de manifestar a sua opinião. - Intérpretes: a regional possui uma equipe de Intérpretes voluntários que participam nas bancas realizadas mensalmente e que realizam atendimentos externos num total de 345 atendimentos. São 5 profissionais capacitados para os atendimentos de empresas e eventos. Os seguintes eventos contaram com intérpretes: palestra no Hotel Deville, palestra com Karin Strobel sobre Adoção Consciente, TRT – Tribunal Regional do Trabalho, Universidade Positivo, Evento no Wall Mart.

Regional São Paulo - 50 intérpretes cadastrado como autônomos e 10 intérpretes contratados permanentemente.


55

Eventos Coordenação Nacional de Jovens Surdos Coordenado pelo jovem Rodrigo Nogueira Machado, do Ceará, a coordenação foi criada em julho de 2009 e conta com a colaboração de Cláudia Hayakawa, de São Paulo, Marcelo Amorim, de Pernambuco, Fabíola Barbosa, da Bahia e Bianca Ribeiro, do Rio Grande do Sul. O objetivo foi criar o movimento de jovens surdos do Brasil e integrar os jovens de todos estados do Brasil. A coordenação realizou e acompanhou vários eventos estaduais e um nacional. Ao todo foram 5 eventos: 08 a 10 de janeiro - II Encontro de Jovens Surdos do Pernambuco – Petrolina/PE 15 a 17 de janeiro - IV Encontro de Jovens Surdos do Rio Grande do Sul – Santa Rosa/RS 06 a 09 de maio - II Encontro de Jovens Surdos do Nordeste – Moreno/PE 03 a 07 de setembro - I Encontro de Jovens Surdos de Minas Gerais – Juiz de Fora/MG 12 a 15 de novembro - II Encontro Nacional de Jovens Surdos – Belo Horizonte/MG

II Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco Dia 08, 09 e 10 de janeiro de 2010, em Petrolina-PE Tema: ˝Ascensão social pela formação de líderes surdos˝. Realização: ASP (Associação dos Surdos de Petrolina) Apoio: FENEIS – PE (Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos) e Escola Professora Adelina Almeida Patrocínio: Ministério publico, Secretaria Acessibilidade, e ASP (Associação dos Surdos de Petrolina). Participação: 100 jovens de 9 cidades pernambucanas: Paulista, Salgueiro, Limoeiro, Escada, Olinda, Nazaré de Mata, Igarassu, Carpina e capital Recife) e 5 Estados: Sergipe, Bahia, Ceará, Amazonas e Paraíba Programação: palestras, debates, programas culturais e fóruns para troca de experiências e idéias. As palestras e debates discorreram sobre os seguintes temas: Acessibilidade, Educação, Lingüística Libras, Cultura Surda, Valorização da Comunidade Surda, Esportes, Saúde e Liderança. O encontro busca identificar e motivar lideranças jovens para serem futuros multiplicadores de ações que busquem a cidadania dos surdos. Próximo encontro: Limoeiro

IV Encontro de Jovens Surdos do Rio Grande do Sul 15 a 17 de janeiro - Santa Rosa/RS Apoio: Feneis e CEJOS/RS "Centro de Jovens Surdos do RS" Participação: 40 participantes Programação: movimento dos jovens surdos, liderança, acessibilidade e ética


56

II II Encontro de Jovens Surdos do Nordeste – II EJSNE 6 a 9 de maio – Moreno/PE Local: Viver Hotel fazenda BR 232 KM 23 na Cidade de Moreno Estado de Pernambuco. Programação: brincadeiras, surdos palhaços apresentaram piadas e mágicas, educação superior, empreendedorismo, lideranças, constituição de sujeitos surdos, Convenção da ONU. Apoio: Feneis Participação: 80 pessoas

I Encontro de Jovens Surdos de Minas Gerais Dia 3 a 7 setembro de 2010 / SESC Juiz de Fora - MG Participação: 166 pessoas Patrocínio: Prefeitura de Juiz de Fora, Banco Bradesco, Café Toko e UNIMED Apoio: Feneis, ASJF , SERFER, a Padaria Água na Boca e Fábrica de Doces Brasil. Tema: Motivando a consciência e formando líderes

II Encontro Nacional de Jovens Surdos dias 12 e 15 de Novembro - Belo Horizonte/MG Tema: “Valorização da comunidade surda e do sujeito surdo”. Apoio: Vereador Leonardo, Belotur, ASMG, CBS Participação: O Encontro teve a presença de representantes selecionados em 12 Estados (Bahia, Ceará, Distrito Federal, Mato Grosso, Minas Gerais, Espírito Santo, Paraná, Pernambuco, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Rio de Janeiro). Programação: palestras, debates, programas culturais e fóruns para troca de experiências e idéias. As palestras e debates discorreram sobre os seguintes temas: Empreendedorismo, Cultura Surda, Valorização da Comunidade Surda, Esportes, Saúde e Liderança. O encontro busca identificar e motivar lideranças jovens para serem futuros multiplicadores de ações que busquem a cidadania dos surdos. Próximo encontro: Rio de Janeiro

Outras atividades: - criação do regulamento de coordenação nacional de jovens surdos e manual de guia de eventos, para o desenvolvimento mais qualificado e organizado. - criação em março do Centro de Jovens Surdos do Rio Grande do Sul - CEJOS/RS, que faz parte da regional FENEIS/RS, com oito representantes municipais de Jovens Surdos e Marcelo Lemos representante da Feneis - Diretor no Regional da FENEIS/RS.


57 - Foi nomeado um representante do Estado do Mato Grosso do Sul para as deliberações necessárias, Adriano de Oliveira Gianotto, que agiliza os processos e repassa as necessidades para a coordenação geral. A criação no dia 28 de outubro de 2010 na sala da CEADA - Centro Estadual Atendimento Deficiente Audiocomunicação apoio a material e uma sala provisória.

Outros eventos Regional Minas Gerais  Recepção de representantes da CAAPD de Governador Valadares  Participação de Workshop Reatech em São Paulo para divulgação da Revista da Feneis  Participação do Workshop Gestuno com a profª Flaviane Reis no CEFET MG Reunião com a comissão do II Encontro Nacional de Jovens Surdos, EVENTOS ( Encontros, palestras, simpósios, comemorações ) Palestra para Instrutores de Libras: “Metodologia Libras em Contexto” Dia: 26/06/10 Local: Auditório da FENEIS MG Participantes: 17 Palestrante: Tanya A. Felipe Oficina: “Construindo Personagens” Dia: 11 e 12/09/10 Local: Auditório da FENEIS MG Participantes: 33 Palestrante: Tales Douglas Moreira – Ator e Diretor Surdo Dia Nacional dos Surdos Dia: 25/09/10 Local: Auditório do CEFET MG Participantes: 255 2º Encontro Nacional de Jovens Surdos Dia: 12 à 15/11/10 Local: SESC Venda Nova Participantes: 60 A FENEIS participou da elaboração do projeto e captação de recursos Festa de Confraternização de Fim de Ano dos Colaboradores da FENEIS MG Dia: 16/12/10 Local: Auditório da OAB Participantes: 267 contando com a participação de um representante do nosso sindicato – Senalba – que prestou esclarecimentos sobre a importância do sindicato na vida dos trabalhadores.

Regional Distrito Federal MESA DE DIÁLOGOS SOBRE POLÍTICAS PÚBLICAS EDUCACIONAIS E CULTURAIS PARA SURDOS


58

A Mesa de Diálogos sobre Políticas Públicas Educacionais e Culturais para Surdos ocorreu no dia 10 de dezembro de 2010, no Auditório da Câmara Legislativa do Distrito Federal, com a carga horária de 08 horas. O evento contou com a participação de Lideranças Surdas, Associações de Surdos, Representante da Secretaria de Educação, do MEC, da APADA, da FENAPAS, do CODDEDE, da FAPED, ong’s em geral e a parlamentar Érika Kokay (PT).

Houve a apresentação de vídeo com a participação dos surdos e sua reivindicação em relação às políticas públicas no que diz respeito à educação e a cultura surda. Logo após a exibição, as gestoras e os gestores falaram sobre as estratégias utilizadas para a promoção dos direitos educacionais e culturais das pessoas surdas. Houve a participação das agências e outras autoridades, bem como as lideranças surdas, dialogando em busca do aperfeiçoamento das estratégias apresentadas e debatendo as controvérsias, apresentando novas propostas e caminhos.


59

Regional Paraná -Participação no seminário da Universidade Positivo. Participação com palestras e a abertura do eventos com o Hino Nacional na Universidade Positivo, no TRT – Tribunal Regional do Trabalho e na Escola Especial São Jose dos Pinhais. - Eventos promovidos pela instituição: A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos/PR em parceria com a Universidade do Paraná promoveu Iº Seminário nos dias 25 e 26 de setembro, em comemoração ao dia do Surdo, considerando a data como dia de luta na garantia dos direitos sociais e a necessidade da participação dos surdos, dos professores, familiares e comunidade em geral. Para tal acontecimento foi realizado 8 reuniões, com participação dos surdos, diretoria e equipe da UFPR. Houve palestrantes surdos de São Paulo, Minas Gerais, Florianópolis e Paraná. Participação em eventos: Foi um total de 09

Regional Amazonas Realizamos uma reunião com todos os instrutores e interpretes, o tema foi 0 II Encontro dos Instrutores e Interpretes na ocasião foi discutido o tema do encontro e que seria os palestrantes, além do relato dos interpretes sobre o evento, foi discutido também o valor da participação. II Encontro de Instrutores e Interpretes foi realizado no CAS. Iniciou o encontro com um seminário sobre o tema: o que é a FENEIS? Também participaram do seminário a Sra. Maria Estelita que apresentou a Profissionalização e Capacitação do Intérpretes. Houve também apresentação de teatro feito pelos surdos e musicas em libras pelos intérpretes. Dia 23 de setembro os surdos em grande numero se concentram na Praça do Congresso eforam até a Praça São Sebastião para lutas e movimento surdo diz que a conquista lutando contra o pensamento e objetivos que todos no momento devia se unir contra o projeto de MEC de inclusão


60 No dia 34 realizamos um Seminário em comemoração ao dia do surdo com eventos culturais, e palestra. Palestra: "Por que a Inclusão na Educação de Surdos?"

Regional Rio Grande do Sul - Divulgação das atividades e trabalhos desenvolvidos pela FENEIS RS e participação da comunidade surda nas comemorações do Dia da Criança, no evento “Criança na Avenida”, com brincadeiras, entregas de panfletos e materiais de divulgação.


61

Regional Pernambuco - I Fórum Surdos de Pernambuco com o Tema “Direitos Humanos de Surdos” que reuniu mais de 120 pessoas para o lançamento e divulgação do trabalho da Feneis/Celes/PE. O próximo evento será em Limoeiro em abril de 2011. - 9ª passeata dos surdos: reuniu mais de 500 pessoas. - A Diretora Regional, Sra. Patrícia Cardoso, participou como palestrante na cidade de Petrolina no Pernambuco, o que estimulou a organização para II Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco em Petrolina.

Sr. Antonio Cardoso, 3º Membro do Conselho Fiscal da Feneis Nacional, Como palestrante com o tema Acessibilidade e Direitos de Surdos?

Equipe da Prática do Projeto da Feneis/Celes/PE para palestrante com o tema O Sonho dos Surdos, outros equipe Surdos moram Juazeiro do Norte/CE


62

80 participantes no II Encontro de Jovens Surdos de Pernambuco em Petrolina (722 km) Participantes do evento que abordou a questão sobre Colégio Formação em Educação Especial pela Secretaria de Educação. Sras. Regilene Dias e Mirelly Lucena foram palestrantes sobre comemoração como Lei de Libras, no dia 24 de abril, Lei nº 10.436, 2002

Comemoração da Lei de Libras, nº 10.436, 2002

2º Encontro de Jovens Surdos do Nordeste no Moreno/PE


63

125 participantes no I Fórum Surdos de Pernambuco e Grupos de acessibilidade, trabalho, educação e Saúde sobre proposta para passeata de Surdos

- O II Seminário em Comemoração ao Dia Nacional de Surdos, no UFRPE; - A Comemoração ao Dia Nacional de Surdos no dia 27 e no Marco Zero em Recife, no dia 30 ao Dia Internacional de Surdos; - Realização da IX Passeata de Surdos no dia 27 de setembro no dia Nacional dos Surdos, com o tema “FORTALECENDO A COMUNICAÇÃO ATRAVÉS DA LIBRAS,”. Com a participação de Surdos nos diversos segmentos da sociedade. O objetivo é exigir medidas de defesa dos direitos dos deficientes auditivos, principalmente no tocante à educação. Segundo a Federação, há cerca de 330 mil pessoas com deficiência auditiva em Pernambuco

9º Passeata de surdos foram 500 participantes (Surdos, Professores, Intérprete, Pais e amigos)

9º Passeata de Surdos foram Associação de Surdos de Caruaru e Surdos querem direitos de surdos para Acessibilidade


64

Escola de Surdos (Estadual e Particular ou ONGs) participaram na 9º Passeata de Surdos

- Fortalecendo interior para II Passeata de Surdos em Limoeiro pelo responsável por Ewerton, no dia 5 de dezembro, foi realizada na cidade de Limoeiro pela comunidade surda pernambucana pelo respeito a Libras, na APDL (Associação de Portadores de Deficiência de Limoeiro), o objetivo é fortalecer na comunidade surda e na sociedade civil, profissionais, professores, pessoas com deficiência;

II Passeata de Surdos, pelo responsável por Ewerton, foi realizada na cidade de Limoeiro pela comunidade surda pernambucana pelo respeito a Libras


65 VI Encontro do Núcleo de Surdos da cidade de Gravatá

Regional São Paulo Participação com stand na feira Reatech 2010, no espaço da empresa Brava Consultoria.


66

Projetos Regional Minas Gerais  

Elaboração de projetos com a Professora Paula Botelho e Rosana Bastos para possível Parceria com IGETEC para promoção de projetos sociais

Regional Paraná - Encaminhado em 19 de outubro, pela Diretora Administrativa á Presidenta da Fundação De Ação Social, PROJETO, solicitando recursos para formação Inicial e Continuada de Instrutores Surdos(Ainda está em análise)

Regional Rio Grande do Sul - Confecção de todos os projetos em conjunto com o Sr. João Esvael

Regional Pernambuco Projeto Tampopo – Desde outubro de 2008 a Feneis PE tem uma parceria com o DPI- Japão (Pessoas com Deficiências Internacionais), a Secretaria de Saúde de Pernambuco e o JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão) para a realização do Projeto Tampopo (Educação sobre HIV/AIDS para pessoas com Deficiência e analfabetas). A partir do projeto a Feneis passou a contar com a possibilidade de utilizar o espaço para as atividades da regional. O Projeto Tampopo tem objetivo de impedir o aumento da taxa de infecção das doenças como DST e HIV/AIDS entre a comunidade surda e analfabeta. Isto permitirá os surdos e pessoas com outros tipos de deficiência que sejam analfabetos tenham acesso à informação e educação sobre estes assuntos. O Projeto Tampopo tem como base as suas atividades contínuas de defesa dos direitos humanos e também em um modelo estabelecido cujo objetivo é dar autonomia à própria comunidade. Sendo assim, a sua meta é a de desenvolver um modelo de ensino de “Surdo para Surdo” em educação sobre DST, HIV/AIDS. As oficinas são ministrada pelos multiplicadores surdos do projeto por meio da Libras. Por meio de palestras e teatros, o Projeto Tampopo tem alcançado grande sucesso na divulgação da prevenção como HIV-AIDS e DST em vários locais freqüentados por surdos tais como ASSPE, Escola Barbosa Lima no Governo, Igarassu (36 km), Caruaru (120 km) e Cabo. O projeto também esclarece sobre o papel da Feneis e sobre o movimento dos surdos.


67

Escola Barbosa Lima no Recife assistiram teatro e Hospital ColĂ´nia prof. Alcides Codeira no Igarassu

Projeto Tampopo foi teatro para Comunidade Surda em Caruaru


68

Oficina para capacitação dos surdos e profissionais em prevenção de HIV/AIDS pela secretaria de saúde do Cabo de Santo Agostinho.

Sr. Antônio Cardoso, que convidou a comunidade surda para dá inicio a 1° reunião LGBT Surdos de PE, que estava presente exatamente 6 Surdos, Projeto Identidade Surda Continuando o projeto Identidade Surda (Projeto de melhoria da educação), uma parceria entre Feneis/Celes/PE e Secretaria de Educação, é realizado uma vez por semana o curso Prática de projeto, que reúne mais de 500 pessoas por ano. O método de Elaboração de Projeto foi distribuições para comunidades surdas no Brasil pela cartilha e DVD com O Sonho dos Surdos e também distribuições pra Países na comunidade surda.


69

Equipe Surda foi apoio Projeto Educação

Movimento LGBT No dia 19 de julho de 2010, dava início um movimento de homossexuais Surdos de Pernambuco, na sede do Projeto Tampopo com a parceria o Escritório Regional da Feneis em Pernambuco. Na 1° reunião LGBT Surdos de PE estavam presentes 6 (seis) Surdos foram apontadas as necessidades de informações sobre direitos humanos, saúde, educação do lar e outras mais. Foi lançada a proposta de continuação desse movimento que tem o objetivo de tirar das ruas os surdos que são descriminados em dobro, por ser surdos e homossexuais Nós precisamos aprender e informar, a maioria da LGBT Surdos não conhece bem como os Direitos

10 Representantes na Comunidade Surda em Pernambuco e Salvador participaram como avaliações para Equipe Tampopo conquistaram material para HIV-AIDS e DST


70

Sr. Myamoto e Sra. Kelly Silva, Coordenadores da JICA na Brasília como avaliação para Projeto Tampopo  Fevereiro O Continuando para Equipe da Prática do Projeto e Equipe Tampopo organizando e preparando e também fazendo o trabalho para estimular os surdos em relação aos Direitos de Surdos, para que tenham domínio do conhecimento geral, para depois convocar os participantes na Prática do Projeto, esta atividade foi realizada com todos nas terças-feiras da noite por ano. Equipe de Surdos criaram na Café Surdo, como divulgaram sobre assuntos os direitos e acessibilidade vários.  Maio A Oficina de elaboração do Projeto para Fotolibras com a Feneis/Celes/PE que realizou um curso básico para 15 surdos jovens. A primeira vez na oficina, os alunos passaram por uma experiência mais melhorando antes. Equipes Fotolibras participaram os cursos são ministrados pela Feneis utilizando uma metodologia contextualizada onde serão desenvolvidos conhecimentos de Elaboração de Projetos em Libras, salientando que os alunos já iniciam toda sua experiência como um aprendeste e criam vários projetos próprios;

Equipe Fotolibras são alunos já conquistam toda sua experiência como um aprendeste.


71

 Agosto O LGBT Surdos de PE foi realizado diversas atividades, oficinas de capacitações e festividades onde eles pudessem se preparar de se defender diante a sociedade que na maioria ainda é preconceituosa, participantes na Prefeitura do Recife sobre reunião como parada GAY. Já na segunda e diante reunião conseguimos trazer para dentro do movimento 30 a 50 homossexuais surdos. Palestra com Sr. Valdir Bandeira presidente Fórum LGBT de Pernambuco, também coordenador do município de Paulista-PE e Sr. Luciano Palhano o primeiro transexual reconhecido de Pernambuco, que teve o objetivo de explicar e ensinar as diferenças de gay, lésbica, transexual, travesti, explicar também sobre o direito social que o homossexual tem quando ele não aceita ser chamado pelo nome de batismo.

Após já na segunda e diante reunião conseguimos trazer para dentro do movimento 30 a 50 homossexuais surdos e Sr. Luciano Palhano, Sr. Antonio Cardoso, Sra. Jaqueline, intérprete de Libras e Valdir Bandeira, Coordenador Fórum LGBT de Pernambuco Participação em fórum da prefeitura do Recife e fórum LGBT de Pernambuco que foi realizado no instituto Sóis. Reunião para discutir sobre o sinal de identificação do movimento, onde foi estimulado que eles mesmos desenhassem e votassem com democracia. A partir do dia 18 de agosto de 2010, o movimento teve apoio voluntário da surda, Sra. Myslene Carvalho, onde o objetivo era encontrar as lésbicas surdas e dá apoio na questão social. Palestra com a representante lésbica de Pernambuco, Sra. Marta, que teve o objetivo de mostrar a segurança que as mulheres devem ter sobre seus direitos diante o preconceito. 65 Participantes do 3° Seminário do Projeto Tampopo, no intuito de estimular novos conhecimentos. Receberam preservativos do projeto Tampopo e do grupo GTP +. Iremos realizar no dia 28 de agosto do corrente ano, o III Fórum do Projeto Tampopo “Nada sobre nós, sem nós”, com tema especifico na Diversidade Sexual e Seus Direitos, que tem por meta sensibilizar a comunidade surda para valorizar nossa diversidade, direitos e comemorar a Semana das Pessoas com Deficiência (23 - 28 de agosto de 2010). Primeira vez em Pernambuco que um grupo de surdos participa da 9° parada da diversidade, que foi realizada no bairro de Boa Viagem, estiveram presentes mais de 100 surdos, um representante entre eles tiveram a oportunidade de falar no palco a satisfação e a conquista deles chegarem até onde chegaram.


72

1ª vez em Pernambuco que um grupo de surdos participa da 9° parada da diversidade esteve presentes mais de 100 surdos, LGBT Surdos de PE participaram de debates políticos onde eles puderam exigir seus direitos. Palestra do grupo GTP+ (Grupos de Trabalho em Posithivo +), explicando o que é HIV-AIDS e como se prevenir. Programa de Treinamento da JICA-Japão, Srs. Antonio Cardoso, Geovanne Salles partcipou como Equipe Projeto Tampopo e Sra. Patricia Cardoso representou Feneis/Celes/PE, nos 13 de setembro a 24 de setembro para governo da JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão) com parceria DPI-Japão (Internacional da Pessoa com Deficiência) em Tóquio do Japão, depois nos dias 25 a 30 na University Gallaudet em Washington DC. Em Japão e EUA, fizemos palestra sobre o Projeto


73

Representantes do Projeto Tampopo para visitante no Setor da JICA e também conhecem no DPI-Japão no Tóquio

Representantes da JICA e Seminário Público, Relatório do Projeto Tampopo & Feneis/Celes/PE & Brasil


74

University Gallaudet recebem Projeto Tampopo para palestra e teatro, Sr. Diretor da JICA no Washington D.C.

 Outubro Oficina contra homofobia sem Surdofobia, que contamos com a colaboração por 5 dias o presidente nacional do LGBT Surdo do Brasil, Sr. Sérgio Praxedes que teve o objetivo de estimular a arte, conhecimento do direito de quem sofrer alguma atitude homofobia, foi trabalhada a questão da troca de identidade entre o grupo (sentindo na pele, mulher se comportando como homem e homem se comportando como mulher).

Oficina contra homofobia sem Surdofobia, que contamos com a colaboração por 5 dias o presidente nacional do LGBT Surdo do Brasil, Sr. Sérgio Praxedes 

Novembro


75 O grupo LGBT Surdos de PE realizou 52 exames HIV, junto com apoio do projeto TESTE RÁPIDO HIV da secretaria de saúde de Pernambuco.

LGBT Surdos de PE realizou 52 exames HIV, junto com apoio do projeto TESTE RÁPIDO HIV da secretaria de saúde de Pernambuco LGBT Surdos de Pernambuco foi firmado o apoio da ONG Leões do Norte de Pernambuco, onde os surdos podem contar com assistência jurídica e assistência social. Sr. Antonio Cardoso 3º Membro do Conselho Fiscal da Feneis Nacional e Coordenador administrativo do Projeto Tampopo, como representante na Comunidade Surda do Estado de Pernambuco, foi participando no LEADERSHIP TRAINING for DEAF PERSONS (Treinamento de Liderança Surda e Organização e Empoderamento), nos 18 de outubro a 04 de dezembro para governo da JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão com parceria Federação de Surdos do Japão - JFD em Osaka do Japão, foram conhecimento como 6 cidades do sul e norte do Japão.


76

Sr. Antonio Cardoso foi ao LEADERSHIP TRAINING for DEAF PERSONS (Treinamento de Liderança Surda e Organização e Empoderamento), para governo da JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão com parceria Federação de Surdos do Japão – JFD em Osaka no Japão. II Seminário do Projeto Tampopo foram 65 participantes para Equipe Tampopo receberem certificados para oficina vários há 2 anos. Sra. Kelly Silva, Coordenadora da NGO-JICA (Agência de Cooperação Internacional do Japão) na Brasília, Sr. Satochi Diretor da JICA na Brasília, Sr. François Figueroa, coordenador Programa Estadual DST-AIDS de Pernambuco, Sra. Bethania Cunha Técnica e Prevenção Programa Estadual DST-AIDS de Pernambuco

II Seminário do Projeto Tampopo para Equipe Tampopo receberem certificados.


77

II Seminรกrio do Projeto Tampopo foram 65 participantes


78

Comunicação O Setor de Comunicação tem como objetivo aprimorar as relações entre a sociedade, instituições públicas, privadas, funcionários e clientes, além de trazer uma cobertura sobre o que acontece na comunidade surda através dos nossos veículos de comunicação. Entre os veículos estão, a Revista da FENEIS, produzida pela Regional Minas Gerais, que tem como fundamento divulgar as mais diversas áreas e aspectos existentes desta Comunidade, através de entrevistas, fatos do mundo dos surdos e notícias desta Instituição e o site que apresenta uma configuração simples e de fácil navegação. Tem entre seus objetivos fazer a seleção de notícias e informações de interesse geral. O site da Feneis mantém links permanentes com os principais sites de interesse da comunidade surda. Atividades realizadas: - Elaboração e manutenção do Site da Feneis - Recepção de visitantes e estudantes da área da surdez, esclarecendo as atividades e apresentando as dependências da Federação; - Clipagem e organização de matérias sobre surdos, instituições e temas ligados a Surdez; - Controle, organização e arquivo dos materiais recebidos, tais como: jornais, folders, revistas, livros e folhetos; - Divulgação de eventos e cursos na imprensa - Realização e cobertura da Confraternização de fim ano com os funcionário da Feneis: Este ano, visando proporcionar a integração dos cerca de 600 Surdos colaboradores da Feneis com os funcionários ouvintes das empresas parceiras e, também, no intuito externalizar nosso agradecimento pelo belo trabalho que realizam nestas, programamos dentro do Projeto Social existente entre a Feneis e a Fundação Oswaldo Cruz uma grande confraternização em dia 11 de dezembro de 2010. Nesta data foram realizadas gincanas de integração entre surdos e ouvintes, apresentação cultural e esportiva. As atividades foram animadas e contou com a participação maciça dos surdos presentes, estes participaram do sorteio de brindes.


79

Endereços e contatos Feneis Matriz – Rio de Janeiro-RJ Rua Santa Sofia, 139 Bairro: Tijuca Cep: 20540-090 Tel: (21) 2567 4800 / 2567-4880 Fax: (21) 2284 7462 Tdd: (21) 2568 7176

Minas Gerais Rua Albita, 144 Bairro Cruzeiro Belo Horizonte Cep: 30310-160 Telefax (31) 3225 0088 feneis@feneis.com.br

Diretoria diretoriarj@feneis.org.br

Paraná Rua Alferes Poli, 1.115 Bairro Rebouças Curitiba - PR Cep: 80220-050 Telefax: (41) 3334 6577 feneis.pr@bol.com.br feneis.pr@hotmail.com

Secretaria diretorianacional@feneis.org.br Sede Antiga (Celes-RJ) Rua Major Ávila, 379 Bairro da Tijuca Rio de Janeiro – RJ Cep: 20511-140 Tel: (21) 3496-4880 Endereço dos escritórios regionais Amazonas Av. Jornalista Humberto Calderaro Filho, 903 B Adrianópolis Manaus-AM Cep: 69057-021 Telefax: (92) 3642-4148 Ceará Av. Bezerra de Menezes, 549 Bairro São Gerardo Fortaleza - CE Cep: 60325-000 Telefax: (85) 3283 9126 feneisce@veloxmail.com.br Distrito Federal SCS Qd 01 – Edifício Márcia Bloco L – sala 701 Brasília-DF Cep: 70300-500 Telefax: (61) 3224 1677 feneisdf@hotmail.com

Pernambuco Rua José de Alencar nº 44 Ed. Ambassador - Sala 04 Bairro Boa Vista Recife - PE Cep: 50070-030 Telefax: (81) 3222-4958 feneispesurdos@hotmail.com feneispesurdos@ig.com.br Rio Grande do Sul Avenida Getúlio Vargas, nº 1181 Niterói Canoas – RS Cep: 92110-330 Estação do Trensurb: Niterói Tel: (51) 3321 4244 Fax: (51) 3321 4334 feneisrs@terra.com.br São Paulo Rua das Azaléas, 138 Bairro Mirandópolis São Paulo - SP Cep: 04049-010 Tel: (11) 2574-9148 Fax: (11) 5549-3798 feneis.sp@feneis.org.br

Feneis Relatório 2010  
Advertisement