Page 1

Feneis

Relatório Anual de Atividades – 2007


SUMÁRIO

Diretoria

3

Representação nacional

4

Apresentação – 20 anos de Feneis

5

Libras: um direito do surdo

8

O que é a Feneis

8

Feneis: vinte anos de lutas e conquistas

5

Libras, um direito do surdo

8

O que é a Feneis?

8

Rio de Janeiro – RJ (Matriz)

10

Teófilo Otoni – MG

18

Belo Horizonte – BH

19

Rio Grande do Sul – RS

22

São Paulo – SP

25

Brasília – DF

30

Fortaleza – CE

31

Manaus – AM

34

Recife – PE

36

Curitiba – PR

39

Galeria de fotos

41

Feneis – Endereços e Contatos

44


Diretoria Diretor-Presidente Antônio Mário Sousa Duarte Diretor Primeiro Vice-Presidente Marcelo Silva Lemos Diretor Segundo Vice-Presidente Shirley Vilhalva Diretora Administrativa Márcia Eliza de Pol Diretor Financeiro e de Planejamento Max Augusto Cardoso Heeren Diretora de Políticas Educacionais Marianne Rossi Stumpf

Diretorias Regionais RIO DE JANEIRO – RJ Diretor Regional: Walcenir Souza Lima PORTO ALEGRE – RS Diretor Regional: Ricardo Morand Góes Diretora Regional Administrativa: Vânia Elizabeth Chiella Diretora Regional Financeira: Denise Kras Medeiros TEÓFILO OTONI – MG Diretor Regional: Luciano de Sousa Gomes Diretora Regional Administrativa: Sueli Ferreira da Silva Diretora Regional Financeira: Rosenilda Oliveira Santos RECIFE – PE Diretor Regional: Nelson de Rego Valença Junior Diretor Regional Administrativo: Sueli Cristina dos Santos Diretor Regional Financeiro: Thereza de Fátima Araújo Fragoso BRASÍLIA – DF Diretor Regional: Messias Ramos Costa Diretora Regional Administrativa: Edeilce Aparecida Santos Buzar Diretor Regional Financeiro: Amarildo João Espíndola BELO HORIZONTE – MG Diretora Regional: Rosilene Fátima Costa Rodrigues Novaes Diretor Regional Financeiro: Antônio Campos de Abreu

SÃO PAULO – SP Diretor Regional: Neivaldo Augusto Zovico Diretora Regional Administrativa: Neiva de Aquino Albres Diretor Regional Financeiro: Richard Van Den Bylaardt CURITIBA – PR Diretora Regional: Elizabeth Favaro Diretora Regional Administrativa: Iraci Elzinha Bampi Suzin Diretor Regional Financeiro: Angelo Ize MANAUS – AM Diretor Regional: Marlon Jorge Silva de Azevedo Diretora Regional Financeira: Waldeth Pinto Matos FORTALEZA – CE Diretor Regional: Francisco Sérvulo Gomes Lima Diretora Regional Administrativa: Mariana Farias Lima Diretor Regional Financeiro: Rafael Nogueira Machado FLORIANÓPOLIS – SC Diretor Regional: Luciano Amorim Diretora Regional Administrativa: Idavania Maria de Souza Basso Diretor Regional Financeiro: Patrícia Matos Leal

Conselho Fiscal Efetivo 1º Membro Efetivo e Presidente – José Tadeu Raynal Rocha 2º Membro Efetivo e Secretário – Carlos Eduardo Coelho Sachetto 3º Membro Efetivo – Vago Suplentes 1º Membro suplente – Luiz Dinarte Farias 2º membro suplente – Antônio Carlos Cardoso 3º membro suplente – Clara Ramos Pedroza

Conselho de Administração

Carlos Alberto Góes José Onofre de Souza Sílvia Sabanovaite Marcus Vinicius Calixto Betiza Pinto Botelho


REPRESENTAÇÃO NACIONAL NOS SEGUINTES ÓRGÃOS Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Portadora de Deficiência – CONADE Representante: Shirley Vilhalva Segunda Vice-Presidente da Feneis Suplente: Antônio Carlos Cardoso Membro do Conselho Fiscal da Feneis Conselho Nacional de Saúde – CNS Representante: Rita Maestri Psicóloga Pós-Graduada em Educação Especial Projeto Interiorizando a Libras Coordenadora: Tanya Amara Felipe Doutora em Lingüística e Consultora da Feneis e do MEC


APRESENTAÇÃO

Feneis: vinte anos de lutas e conquistas

A Federação Nacional de Educação e Integração de Surdos – Feneis completa com orgulho 20 anos de lutas e conquistas, sendo contemplada pela nova geração surda, que segue firme em defesa aos direitos dos povos surdos. Os grandes líderes surdos estão e estiveram presentes em todos os momentos sublimes organizados pelos profissionais que atuam no dia-a-dia da Feneis, tanto em sua matriz como em suas filiais. A mesma oferece o espaço para que os seus fundadores, os incentivadores e os investidores diretos e indiretos sejam homenageados e também contribuam com mais avanços numa nova trajetória para o povo surdo brasileiro. A história da Feneis tem início no ano de 1977 com a Federação Nacional de Educação e Integração dos Deficientes Auditivos (Feneida), organizada por profissionais ouvintes da área para oferecer suporte aos surdos, uma vez que anteriormente não havia participação ativa dos sujeitos surdos. E com isto os profissionais da Feneida, por falta de experiência e de conhecimento, deixavam de fora muito da cultura surda, a língua de sinais e os anseios da pessoa surda. Isso ocorria devido à falta de ‘voz’ dos surdos líderes presentes. A demanda e a complexidade do trabalho levaram a diretoria a reestruturar o estatuto da instituição, a fim de promover os avanços almejados pelo povo surdo. Então, em 16 de maio de 1987, foi organizada uma Assembléia Geral na qual foi designado o novo nome da entidade, que posteriormente passou a chamar-se de Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis). Como resultado, tivemos a expansão e descentralização das diversas atividades que proporcionaram a abertura dos escritórios regionais da Feneis. Esse foi o passo fundamental para melhor atender as necessidades diferenciadas dos surdos. No entanto, a demanda não se restringe apenas aos sujeitos surdos. Também há profissionais qualificados para atenderem familiares, instituições, organizações governamentais e não-governamentais, professores, fonoaudiólogos, profissionais da área e outros. Hoje, a Feneis está presente em todo o país, através de seus 11 escritórios regionais e 119 entidades filiadas. Estas, formadas por associações de Surdos, de Pais e Amigos de Surdos, Escolas e Clínicas especializadas. A Feneis é filiada à Federação Mundial dos Surdos (FMS/WFD). A entidade, com sede na Finlândia, tem como objetivo garantir os direitos culturais, sociais e lingüísticos do surdo no mundo. Essa participação propicia o constante intercâmbio com surdos em nível mundial. A Federação Mundial dos Surdos os representa

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

5


junto às entidades mundiais, como na Organização das Nações Unidas (ONU); Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO); Organização dos Estados Americanos (OEA); e Organização Internacional do Trabalho (OIT). Aqui no Brasil, a Feneis tem uma cadeira junto ao Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CONADE, ligado à Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República. Depois, veio a criação do Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos (Celes), que funciona de forma regional. Dentre os objetivos do Celes, estão o de promover e realizar programas de capacitação de profissionais que atuam na área de Libras e na área de informática; realizar intercâmbio com organizações e instituições representativas dos surdos e envolvidas com a Libras; incentivar o uso da língua, através da manutenção de serviços competentes, para a preparação de leigos e profissionais, garantindo assim o uso correto da língua na comunidade; promover, realizar e divulgar estudos e pesquisas na área de Libras. Implementamos junto ao MEC o Programa Nacional Interiorizando Libras, que cumpre o que rege o Decreto 5626/2005. Educação de qualidade, direito de acessibilidade às informações e à conquista de novas oportunidades no mercado de trabalho para os surdos são as metas da Feneis. Incentivada pela Coordenadoria Nacional para a Integração de Pessoas Portadoras de Deficiência (CORDE), do Ministério da Justiça, a efetivação de convênios que visam à inserção do surdo no mercado de trabalho foi um dos principais passos dados pela entidade, que percebeu a grande dificuldade para os surdos na hora de conseguir emprego, sendo o primeiro convênio firmado com a DATAPREV/SA. Hoje, essa parceria se estende ao Instituto Vital Brazil, Fundação Oswaldo Cruz, Funlar, Ines, Diz Ferramentaria e Estamparia, IRB, Rio Luz, Rio Zôo, Seobras, Setrab, Ceab/RJ, Sedeis e Eninco. Podemos avaliar que, com as contribuições das comunidades surdas, tais como as associações de surdos, as escolas de surdos, as instituições e as clínicas filiadas, o resultado da luta dos surdos foi positivo aqui no Brasil e se destaca mundialmente. No que se refere à legislação e projetos inovadores, temos parcerias junto aos órgãos públicos, com destaque para o MEC e outros segmentos. Uma das nossas maiores vitórias foi a oficialização e regulamentação da Língua Brasileira de Sinais. A Libras, “reconhecida cientificamente como sistema lingüístico de comunicação gestual-visual”, trouxe avanços no que diz respeito à forma de comunicação nas comunidades surdas e à produção dos livros “Libras em Contexto”, contribuindo ainda mais para o fortalecimento do valor da língua do povo surdo brasileiro junto ao MEC. Assim, como ilustra o site da Feneis: “A Libras é acessível aos familiares, profissionais da área e todas as pessoas que convivem ou trabalham com surdos ou tenham interesse em utilizar, pesquisar e aprender esta língua” (www.feneis.org.br) . A tecnologia veio se expandindo ao encontro da necessidade de comunicação. Hoje temos as centrais de atendimento e demais aparelhos tecnológicos ao alcance 6

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007


dos surdos. Nesta trajetória de conquistas, estão incluídas, entre muitas conquistas, o telefone para surdos, legenda na tevê, e intérprete de LIBRAS nas faculdades. Aproveitaremos aqui para lembrarmos dos surdos líderes que semearam as suas existências trabalhando ativamente e voluntariamente para a Feneis. Eles contribuíram para divulgar o impacto social que vem sendo destaque na mídia nacional e nos espaços onde estão as comunidades surdas em todos os Estados brasileiros. Os ex-presidentes Ana Regina e Souza Campello, Antônio Campos de Abreu, Fernando Valverde e Antônio Mario Sousa Duarte são os nomes que perpetraram na história da Feneis. Quando percorremos a história inicial da Feneis, observamos que entre estes pioneiros, líderes surdos, inicialmente apenas poucos tinham experiências acadêmicas, e, hoje, alegremente nos deparamos com mais surdos com títulos de sucesso, já graduados e pós-graduados. Parabenizamos os membros surdos, líderes da Feneis, que já concluíram a graduação, muitos estão na pós-graduação, mestrado e doutorado, sendo professores nas universidades e no Curso EAD de Letras-Libras. Agradecemos também a todos os parceiros, os funcionários, os diretores e intérpretes voluntários, pois todos juntos enfrentaram reuniões, câmaras técnicas, congressos e passeatas, demonstrando que com a união trazemos a força e poder para a Feneis. Foi isso que permitiu a abertura das muitas portas para a acessibilidade do povo surdo à vida social, ao mercado de trabalho e à educação. Com o trabalho da Feneis sendo reconhecido pelos órgãos públicos e privados, continuadamente fomos obtendo vários apoios para superar as novas trajetórias dentro do país para maior qualidade de vida e cidadania da pessoa surda, com seus direitos e deveres, além da garantia de sua comunicação em língua de sinais. A entidade desponta como referência para a população surda. A Feneis completou 20 anos na missão de proporcionar ao povo surdo as conquistas inerentes à qualquer cidadão brasileiro. E aqui, ao finalizar, destacamos um passado que não foi fácil, mas que produziu frutos para a geração surda atual lutar com força e trilhar rumos para um novo futuro. E, com certeza, vamos continuar motivados para sempre evoluir! Diretoria da Feneis

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

7


Libras, um direito do surdo O direito à comunicação é um direito de todo ser humano. No entanto, a Feneis em todos esses anos vem travando uma luta constante para que os surdos façam valer esse direito e tenham garantido o ensino através da Libras. Segundo dados do IBGE, existiam no Brasil 5.750.809 pessoas com problemas relacionados à surdez – 519.560 com idade até 17 anos e 276.884 entre 18 e 24 anos. Dados do MEC mostram que, em 2003, 56.024 alunos surdos freqüentavam o ensino fundamental; 2.041, o médio. Somente 3,6% do total de surdos matriculados conseguiu concluir a educação básica, o que comprova a exclusão escolar provocada pelas barreiras na comunicação entre alunos surdos e professores. É fundamental que toda a sociedade tenha o conhecimento da Libras e mais consciência da cultura

surda, a fim de que haja mais igualdade de condições e comunicação fácil com a pessoa surda. Muitos avanços no sentido de mais difusão da Libras têm sido obtidos. No entanto, torna-se de grande importância a presença de profissionais intérpretes nas escolas e outros ambientes a fim de suprir estas dificuldades. A Feneis tem estado atenta, no sentido de exigir que se cumpra as determinações do decreto 5.626/05, que regulamenta a Lei 10432/02 sobre a Libras. E um dos pontos da Lei é o reconhecimento do profissional de intérprete de Libras. Para garantia do acesso à informação para o surdo a presença do profissional intérprete é fundamental!

O que é a Feneis? Como entidade filantrópica, de cunho civil e sem fins lucrativos, a Feneis trabalha para representar as pessoas surdas, tendo caráter educacional, assistencial e sociocultural. Uma das suas principais bandeiras é o reconhecimento da cultura surda perante a sociedade. São atendidos pela Feneis surdos, familiares, instituições, organizações governamentais e não-governamentais, professores, fonoaudiólogos e profissionais da área. Atualmente, possui 149 entidades filiadas e 11 Escritórios Regionais localizados em: Rio Grande do Sul, Paraná, Santa Catarina, Amazonas, Pernambuco, Ceará, São Paulo, Distrito Federal, Minas Gerais além da matriz Rio de Janeiro e de uma representação em Teófilo Otoni (MG).

OBJETIVOS O caráter filantrópico da Feneis ultrapassa o assistencialismo e a caridade, já fornece condições para o real desenvolvimento dos surdos equiparando-os com os 8

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

demais integrantes da sociedade. Seu papel é o de dar suporte para esse desenvolvimento, além de defender os direitos da comunidade surda junto aos órgãos oficiais para garantir essas condições de igualdade. A principal forma de igualdade dos surdos é a conquista da sua autonomia. Isso se consegue através do respeito à cultura de cada um e do acesso aos sistemas de saúde, educação, jurídico e a todos os outros setores da vida. A Feneis busca estar sempre reivindicando esses direitos para que o surdo tenha uma boa qualidade de vida, além de incentivar o uso da Libras como meio de comunicação. Por acreditar que as entidades que trabalham com surdos devem caminhar juntas, a Feneis apóia e colabora com as filiadas, Associações de Surdos, de Pais e Amigos de Surdos, Escolas e Clínicas especializadas, objetivando uma ação conjunta no sentido de melhorar os recursos educativos. Além disso, a Feneis procura incentivar a criação e o desenvolvimento de cursos para surdos e de novas instituições nos moldes das modernas técnicas de atendimento, visando à prevenção, à estimulação precoce, à edu-


cação, à profissionalização e à integração da pessoa portadora de surdez e/ou deficiência auditiva. A conquista efetiva dos direitos dos surdos só se dará mediante a divulgação da legislação e da Libras. Sendo assim, a Feneis organiza e participa de Congressos, Seminários e Cursos, em âmbito Internacional, Nacional, Regional, Estadual e Municipal, buscando sensibilizar os meios de comunicação de massa e incentivando o desenvolvimento de pesquisas nesse campo. Uma das nossas metas foi atingida recentemente com a oficialização da Libras como meio de comunicação e expressão. A nova Lei garante à comunidade surda uma Educação Especial que respeite a Libras e atendimento em estabelecimentos públicos com pessoa capacitada a atender os surdos.

A entidade se mantém das seguintes formas: Subvenções Órgãos governamentais ou não-governamentais, mediante apresentação de projeto, repassam recursos para que sejam viabilizados. Normalmente esses recursos são solicitados para a aquisição de equipamentos, remuneração de profissionais, oferta de cursos, reformas e eventos. Posteriormente é feita a prestação de contas. Taxas administrativas A partir de cada convênio firmado de prestação de serviços, é cobrada uma taxa administrativa, negociada por contratado e contratante. Essa quantia é geralmente usada para encargos sociais, despesas de manutenção dos Escritórios Regionais, aluguel, funcionários entre outros.

COMO SE MANTÉM A Feneis é uma entidade que visa à filantropia e é reconhecida como Utilidade Pública Federal, Estadual e Municipal. Por isso, tem isenção da contribuição do INSS e de encargos sociais. Além disso, é registrada no Conselho Nacional de Assistência Social e no Ministério da Previdência Social. Anualmente esse relatório é enviado ao Ministério de Justiça para que sejam conferidas as ações executadas pela Feneis. A partir daí é renovado esse benefício. A execução e fiscalização das atividades, tanto administrativas quanto financeiras, é de responsabilidade de todos os membros da Diretoria, Conselho Fiscal, Conselho Consultivo e Diretores Regionais. É previsto em estatuto, que todos esses integrantes não devem usufruir de vantagens ou benefícios para a execução dessas atividades. As despesas da Feneis incluem gastos com material e com funcionários dos Escritórios Regionais, planos de saúde, assessoria judiciária, orientação familiar e visitas domiciliares. Aqueles escritórios que ainda não possuem sede própria ou não conseguiram um local provisório de funcionamento têm o aluguel pago pela Feneis. Além disso, constantemente tem-se contribuído para a realização de eventos relacionados à problemática da surdez, através de patrocínio, divulgação e envio de intérpretes e palestrantes.

Fundo de Reserva Esse recurso é destinado ao pagamento de acerto com funcionários, FGTS, salário de férias, décimo terceiro salário, e outras garantias do trabalhador. Ele é adquirido também através dos convênios e não pode ser utilizado para nenhum outro fim.

ESTRUTURA ORGANIZACIONAL A Feneis é dirigida por uma equipe composta pela Diretoria, Conselho Fiscal, Conselho de Administração e Diretores Regionais. Todos os membros estão espalhados pelas várias regiões do país, buscando tornar a representatividade completa. Além disso, sua estrutura física se divide atualmente em Matriz, localizada no Rio de Janeiro, Escritórios Regionais e Centro de Estudos de Libras e Educação de Surdos (CELES). Escritório Regional A intenção da Feneis é poder alcançar o maior número de surdos. Entretanto, o Brasil é um país de extenso território. Para vencer essa barreira a descentralização se fez necessária e hoje a Feneis conta com dez Escritórios Regionais localizados em Belo Horizonte, Teófilo Otoni, São Paulo, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Distrito Federal, Paraná, Cea-

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

9


rá, Amazonas, Santa Catarina. Cada um possui um Diretor Regional e uma linha de ação, considerando as demandas locais. É impossível estabelecer o mesmo conjunto de ações, já que cada região tem suas particularidades e suas necessidades. Entretanto, as atividades são realizadas com as mesmas diretrizes, definidas pela diretoria, em todo o país. Centro de Estudos de Libras e Educação de Surdos (CELES) O Celes foi constituído com o objetivo de ser um centro de referência para estudos realizados sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e sobre a educação dos surdos. Suas atividades envolvem elaboração

de políticas voltadas para a Libras, promoção de cursos de Libras, promoção e apoio a eventos relacionados com a educação dos surdos e suporte para pesquisas e trabalhos desenvolvidos na área de surdez. Dentre as suas finalidades estão a defesa da Libras como Primeira língua das comunidades surdas; apresentação à sociedade da necessidade da presença de intérpretes de Libras nos estabelecimentos de ensino freqüentado por surdos; estímulo à criação de escolas de surdos; reunião de grupos de discussões sobre propostas metodológicas e curriculares para a Educação dos Surdos e promoção de intercâmbios permanentes com grupos de pesquisa da área da surdez.

Rio de Janeiro – RJ (Matriz) EVENTOS E PARTICIPAÇÕES DA FENEIS Conselhos Preocupada em atender da melhor forma os surdos do Rio de Janeiro, a Feneis participa de perto das ações dos Conselhos Municipais e Estaduais de nosso estado. A Feneis participou pela primeira vez do processo de eleição para Conselho Estadual para Política de Integração da Pessoa Portadora de Deficiência – Cepde, onde conseguiu um assento através do Sr. Walcenir Souza Lima – Diretor Regional da FeneisRJ, como titular e a Sra. Valéria Fantésia de AbreuPsicologa da Feneis-RJ, como suplente. Estes serão a voz dos Surdos junto a este conselho, contribuindo para implementar de forma adequada a política estadual das pessoas com Deficiência. A solenidade de posse ocorreu em 6 de setembro de 2007. Conselho Municipal de Assistência Social A Feneis também está representada como titular no CMAS. A eleição ocorreu em 27 de agosto de 2007. A participação neste conselho coloca a Feneis em um espaço de luta ocupado por representantes da sociedade civil e do governo, um reflexo de um olhar mais voltado para a política e a interlocução com as demais lutas no campo da assistência social. 10

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

Abertura dos Jogos Parapan-Americano Rio 2007 A Feneis esteve presente na abertura dos Jogos Parapan-Americano Rio 2007. Os jogos ocorridos em agosto deste ano, contou em sua abertura com a participação dos Intérpretes de Libras da Feneis que possibilitaram a acessibilidade à solenidade de abertura do Jogos aos Surdos presentes ao evento. Conferência Municipal de Assistência Social / junho de 2007 A Conferência Municipal da Assistência Social englobou discussões a cerca da política de assistência social. Nesta conferência podemos enquanto federação comprometida com a ascensão social do surdo, demonstrar o trabalho pioneiro da Feneis com toda comunidade surda. Estabelecendo contatos profícuos para um bom trabalho e para a divulgação de um público específico com uma linguagem própria, uma cultura, e estórias específicas que devem ser respeitadas. Essa divulgação nos facilita para a abertura de novos contatos e de possibilidades de abertura de mercado de trabalho digno para os surdos do Rio de Janeiro e ressalta a visão da deficiência enquanto grupo que merece ser cuidado. Neste ano temos como avanço por parte da prefeitura do Rio de Janeiro a transformação da FUNLAR para Secretaria Deficiente Cidadão,


demonstrando a ênfase que vêm sendo dada ao público com deficiência em geral. FotoRio 2007 – Encontro Internacional de Fotografia do Rio de Janeiro A Feneis-RJ apoiou o trabalho do projeto FotoLibras, que conta com a parceria da Feneis em Pernambuco e esteve no Rio de Janeiro para participar do FotoRio 2007. Instalação de Telefone Público para Surdos na Fiocruz Outro momento importante que presenciamos foi a inauguração do primeiro telefone publico especial para Surdos da Fundação Oswaldo Cruz (RJ), no campus de Manguinhos junto a biblioteca. O aparelho foi doado pela operadora Oi e foi instalado graças a idéia do gestor do contrato Feneis/Fiocruz, Sr. Jorge da Hora, que objetivou fazer valer a lei 5.296/94 que obriga as operadoras a assegurarem pelo menos 2% do total de telefones públicos adaptados para o uso de pessoas com deficiência auditiva e para usuários de cadeira de rodas. Encontro Integrado sobre Empregabilidade da Pessoa com Deficiência / julho de 2007 O encontro teve como foco as ações do governo, das empresas e da sociedade civil na área da empregabilidade, abordando temas ligados à questão da inclusão social da pessoa com deficiência no mercado de trabalho. Um evento de sensibilização de onde destacamos os Supermercados Mundial e a Sociedade Michelin, pois deram, através de suas apresentações, um belo exemplo de inclusão social, possibilitando às empresas presentes uma reflexão sobre a necessidade de uma integração igualitária, que resulta em sucesso para todos os envolvidos. Lançamento do Projeto Cinema Nacional Legendado e Áudio Descrito Um importante projeto que conta com um programa especial que permite a descrição de cenas e a transmissão com som original do filme utilizandose de fones sem fio.Oprojeto foi desenvolvido pela Arpeg e a Feneis esteve representada no evento.

VI Conferencia Estadual de Assistência Social / novembro de 2007 Na Conferência Estadual os diversos municípios do Rio de Janeiro participaram discutindo inúmeras situações que os afligem, notificando situações específicas. A Feneis, através de sua representante, sinalizou na oportunidade a importância da capacitação de seus funcionários, já que neste encontro a troca entre os profissionais que atuam com o público da assistência foi enfatizada e compreendida para além do conhecimento técnico-acadêmico da universidade e alcança exemplos de trabalhos que contribuem para um aperfeiçoamento no atendimento social. Passeata do Orgulho Surdo / 2007 Um importante evento onde os Surdos divulgam através de faixas e cartazes suas conquistas e pleiteios nas ruas da Zona Sul do Rio de Janeiro. Um evento que anualmente conta com o apoio da Feneis. Fiocruz Para Você / junho de 2007 No Dia da Vacinação Infantil contra Poliomielite (Paralisia Infantil), realizada no Rio, foram vacinadas cerca de 3.308 crianças no campus da Fiocruz em Maguinhos, no Rio de Janeiro. Em sua 14ª edição, a Feneis esteve presente com um stand durante todo o evento, divulgando a Libras e seus materiais didáticos. Os cartões contendo o alfabeto manual da Libras tiveram grande procura por parte dos visitantes. Certificado de Empregabilidade No dia 21 de setembro, Dia Nacional da Luta da Pessoa com Deficiência, a Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego, através do Centro Integrado de Assistência do Deficiente, entregou à Feneis um certificado que reconhece o trabalho desenvolvido pela entidade nas áreas de capacitação e a profissionalização de pessoas surdas. Formação da 1ª Turma de Libras da Fundação Osvaldo Cruz / agosto de 2007 Estivemos presentes na formatura da 1ª Turma de Língua Brasileira de Sinais da Fiocruz, que foi formada pela equipe instituição. Durante o evento, foi mencionado a possibilidade de dar continuidade do aprendizado da Libras através de curso avançado de Libras. A Fiocruz há mais de 10 anos mantém conFENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

11


vênio com a Feneis e atualmente possibilita a empregabilidade de cerca de 150 surdos. Uma parceria que vem dando certo por valorizar os profissionais surdos, sua necessidades e peculiaridades 7º Painel Legenda Oculta no Brasil Este Painel enfatiza a importância da participação ativa do público Surdo na luta pela garantia da qualidade da legenda oculta (CC) na televisão brasileira. O evento contou com representantes de diversos segmentos da comunidade surda brasileira. Mais uma vez a Feneis participou e viabilizou a acessibilidade da informação do evento com seus profissionais intérpretes de Libras. 1º Encontro de Fonaudiologia da APADA de Niterói / 6 de dezembro Com imensa satisfação a Feneis apoiou e participou deste primeiro encontro. Marcando sua presença com a divulgação de seu trabalho através de banneres e ainda com a exposição de seus materiais direcionados aos surdos e a surdez. Formatura dos Alunos da 4ª Série do Centro Educacional Pilar Velásquez / 12 de dezembro Foi emocionante participarmos da formatura dos Alunos da 4ª série do CES – Centro Educacional Pilar Velásquez. O Centro é uma instituição sem fins lucrativos voltada para crianças e adolescentes surdos da cidade do Rio de Janeiro e traz uma proposta bilíngüe de educação. E no intuito de aproximar os jovens atendidos pelo centro da comunidade surda, este conta com trabalho de profissionais surdos como coordenadora pedagógica e o professor surdo de teatro. Um contato que contribui ricamente para o amadurecimento de crianças e jovens surdos. 7ª Edição do Prêmio de 2007 Parceria Eficiente Em 18 de dezembro a Feneis foi agraciada pela sétima edição do Premio PARCERIA EFICIENTE na categoria Organização Não Governamental atribuído pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência SMPD da Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro. Um premio que recebemos com imensa satisfação no ano em que completamos 20 anos de existência. Tal reconhecimento nos impulsiona continuar no árduo caminho de fazer da integração dos surdos uma realidade no Rio de Janeiro e em todo o Brasil. 12

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

Sensibilização Supermercados Mundial / agosto de 2007 Com imensa satisfação recebemos em nossa sede a equipe de recursos humanos dos Supermercados Mundial Atualmente a empresa possui em seu quadro funcional cerca de 70 surdos contratados. No total são 230 pessoas com deficiência. Em agosto a empresa procurou a Feneis em busca de orientação para melhor lidar com seus funcionários surdos. Na oportunidade aproveitamos para explicar sobre as causas da surdez, da necessidade do acompanhamento da criança surda, dos exames adequados para constatar a surdez. A ocasião foi oportuna ainda para destacar a importância da Libras na vida do surdos desde a tenra infância. Nova Sede para a Matriz da Feneis Foi inaugurada em 27 de setembro de 2007 a nova sede da Feneis Matriz, Feneis-RJ. Este acontecimento representa mais uma vez a expansão de nossos trabalhos e projetos. Nele os surdos serão atendidos com mais qualidade e comodidade. Todos os setores da Federação estarão funcionando na nova casa, com exceção das atividades culturais, que serão realizadas no espaço anterior. A Feneis e o Dia do Surdo – Integração e Superação: Marcas de 20 Anos de Caminhada – Dia do Surdo 2007 Este ano, o Dia do Surdo foi comemorado com duplo entusiasmo pela Feneis. Isso porque comemoramos também 20 anos de existência. Com o intuito de resgatar nossa história convidamos para o evento os fundadores da Feneis que, fizeram, através de suas apresentações, um belo regaste sobre as lutas empreendidas ao longo desses anos. Outro ponto alto do evento foi a participação de palestrantes surdos internacionais do Chile, Argentina, Paraguai e do Secretario Sul-americano da FMS Federação Mundial de Surdos, Sr. Alexeis Vergara, que trouxeram ao publico as recentes noticias sobre surdos nesses países. Participaram também parceiros de projetos importantes para o êxito da Feneis.


RECURSOS HUMANOS Em 5 de janeiro de 2007, a equipe multidisciplinar do Setor de Desenvolvimento em Recursos Humanos, composta por Psicólogo e Assistente Social, se reuniu para estruturar a metodologia de trabalho para o ano vigente, baseando-se nas metas alcançadas em 2006. Ficou estabelecido, durante a reunião, que o planejamento para esse ano teria como prioridade as áreas da educação, informação, comportamento, liderança, treinamento, ampliação dos benefícios nos convênios, qualificação e requalificação profissional, recrutamento, seleção e promoção, atuação Política – Conselho Estadual e Municipal, novos convênios, elaboração de projetos, acompanhamento de licenciados e acidentados, execução de Seminário, e implementação do trabalho com famílias. A proposta do planejamento acima exposto tem como finalidade estar atendendo aos nossos funcionários, surdos ou ouvintes, os gestores dos contratos já existentes, viabilizando também as comunidades surdas e seus familiares que não pertencem ao quadro da Feneis. A metodologia utilizada no desempenho dessas atuações estariam ligada ao acompanhamento e suporte aos funcionários Feneis e suas respectivas chefias no âmbito do treinamento e intervenções, palestras educativas, utilizando recursos como: slide, datashow, DVD ou vídeo, cartilhas informativas e materiais visuais e táteis, dinâmicas de grupo, acompanhamento hospitalar e residencial, agendamento no INSS, encaminhamento para o curso de informática, para o curso de libras e para o ensino regular. Essas dinâmicas têm como objetivo melhorar o desempenho no trabalho, a boa relação entre chefia e funcionário, aumento da auto-estima, acessibilidade à informação, incentivo a comunidade ouvinte da importância no meio social da comunicação através das libras, apoio no âmbito emocional com as famílias dos funcionários surdos acidentados ou com problemas de saúde graves. Outro ponto levantado pelo grupo foi a importância de expandir, através da terceirização, novos convênios com os órgãos governamentais tanto do Município do Rio de Janeiro como de outros Municípios, ampliando o acesso ao mercado de trabalho

para outros surdos, o mais próximo de suas residências. Foi cogitada expandir a atuação do Setor de Recursos Humanos através da consultoria, visando atingir as empresa privadas, como mais um meio de suporte de trabalho para o surdo. Nesse empreendimento estaríamos dando assessoria a essas empresas no âmbito informativo e educacional do universo da pessoa surda e incentivando a importância da comunicação em libras para os funcionários ouvintes dessas empresas. Devido aos convênios firmados, a Feneis atualmente emprega mais de 590 surdos em diferentes atividades, de acordo com a qualificação requisitada pelos convênios solicitantes, entre eles: DATAPREV e suas Unidades – Cosme Velho e Botafogo ENINCO – matriz e filial FIOCRUZ e seus Postos de Serviços, que são: BIOMANGUINHOS , DIRAC , DIPLAN, INCQS , IOC , IFF, CECAL , DIREH , ENSP, EPSVJ, IPEC , PRESIDÊNCIA E CICT

FUNLAR – Fundação Lar Escola Francisco de Paula, nas unidades localizadas nos bairros de Campo Grande e Vila Isabel IRB – Instituto de Resseguros do Brasil IVB – Instituto Vital Brasil RIO ZOO – Jardim Zoológico SETRAB – Secretária de Trabalho e Renda SEOBRAS – Secretária de Obras DIZ FERRAMENTARIA RIOLUZ / BOTAFOGO e seus Distritos: DAF /GT, DIM /1ºGR , DIM /2ªGR , DIM /3ªGR , DIM /4ªGR , DIM /5ªGR , DIM /6ªGR , DIM /7ªGR , DAF / GM , Padre Miguel, DAF /GIL-1, DAF /GIL-1.2. INES – Instituto Nacional de Educação dos Surdos e seus departamentos: ISBE , DETEP, Manutenção. Contamos hoje com mais dois novos convênios, são eles: SEDEIS – Secretária de Estado de Desenvolvimento Econômico, Energia, Industria e Serviços; vigorando a partir de agosto de 2007 CEHAB – Companhia Estadual de Habitação do Rio de Janeiro – vigorando a partir de agosto de 2007 (setor: limpeza) – e o Setor de Arquivo, a partir de setembro de 2007 FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

13


Abaixo segue tabela dos relatórios do primeiro semestre de 2007 referente às atividades desenvolvidas. Atendimentos Atividades

Jan

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Solicitação de emprego

64

32

59

45

69

65

85

Atendimentos individuais (funcº)

09

24

26

37

62

25

52

Admissões

02

04

01

01

02

01

05

Demissões

04

03

08

02

04

05

Orientações

01

04

01

01

01

Entrevistas (seleção)

04

15

16

06

25

32

35

01

09

05

13

17

25

15

35

47

59

49

75

65

Encaminhamentos Outros*

*Outros: atendimentos à comunidade surda, contratações e demissões temporárias, visitas, advertências, suspensões, etc.

Atividades Externas Atividades

Jan

Fev

Mar

Abr

Mai

Jun

Jul

Reuniões externas (funcionários)

08

17

08

10

15

16

14

Reuniões setores (internas)

01

*

07

02

Reuniões chefias externas

01

02

*

03

03

01

Acompanhamento / aval funcº ext.

04

04

*

03

06

10

09

Apresentações

01

01

*

03

01

Eventos

03

01

*

*

01

05

08

*

01/01

03/–

*

02/01

04/01

02/01

01

04

03

05

03

03

02

01

03

Seminários CMAS / CEPDE Consultoria Contatos externos *Sem registro

CELES – CENTRO DE ESTUDOS DE LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS E EDUCAÇÃO DE SURDOS Coordenador do Celes: Fernando de Miranda Valverde Subcoordenadora do grupo de pesquisa e Educação: Tanya A. Felipe Subcoordenadora de Informática: Andréia Giovannella Subcoordenadora de Libras: Elaine M. Bulhões Subcoordenadora dos Interpretes: Maria de Fátima Santos Furriel

14

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

Setor de Ensino de Libras CURSO DE LIBRAS

Com o objetivo de difundir o uso da Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS à comunidade, o Curso Básico de Libras, oferecido pela Feneis, tem em média duração de onze a doze meses, num total de três módulos I, II, III; Cada modulo com a carga horária de 40 horas de aula. As turmas têm aulas uma vez por semana: manhã, tarde, noite. CURSO DE INFORMÁTICA

O curso de informática da Feneis tem como objetivo a promoção da inclusão digital e social de


pessoas Surdas em nível nacional, tendo em vista o fortalecimento de ações que possibilitem: o ensino de Informática fundamentado na tolerância, na paz e no respeito às diferenças, que contemple a diversidade cultural brasileira; o acesso das pessoas Surdas às informações veiculadas em todos os meios de comunicação através da Língua Portuguesa e/ ou da Libras – Língua Brasileira de Sinais; o cumprimento da lei nº 10.436, de 24/04/2002 e sua regulamentação através do decreto nº 5.626 de 22/12/2005, que dispõe sobre a Libras. CURSO DE LIBRAS PARA SURDOS

Público-alvo: Surdos que não possuem Língua de Sinais. O curso de Libras para Surdos é realizado dentro de uma perspectiva de relações entre desenvolvimento e aprendizagem, objetivando a aquisição da língua para interação do individuo com o mundo Ultrapassando a concepção da sociedade a respeito da deficiência como uma limitação para o aluno, as novas propostas educacionais presentes em muitas práticas pedagógicas e de gestão permitem constatar os avanços da inclusão para a melhoria do processo educacional e promoção da acessibilidade. Desse modo, a escola se constitui como o espaço preferencial para o desenvolvimento de competências, possibilitando aos alunos emancipação e autonomia. No entanto, para que o aluno surdo seja verdadeiramente incluído em qualquer ambiente é necessário que este tenha acesso à comunicação plena. Assim, a Feneis proporciona cursos de Libras direcionados aos Surdos que não adquiriram sua língua materna no processo natural. CURSO DE PORTUGUÊS

Com objetivo de apoiar e fortalecer as novas Políticas Públicas de Educação, a proposta do Curso de Português reflete a ampla discussão realizada nos diversos fóruns educacionais sobre o Ensino de Português como língua de instrução para surdos, as conquistas do movimento, e os avanços dos marcos legais e da área pedagógica. O curso é livre e proporciona às pessoas surdas acesso ao ensino de qualidade e gratuito, em igualdade de condições para com as demais pessoas na comunidade em que vivem, levando em conta as seguintes considerações:

a) Adaptações para as necessidades individuais dos alunos; b) Recebimento do apoio necessário aos surdos, com vistas à facilitar a educação para inserção no âmbito do sistema educacional geral.

AUXÍLIO À PESQUISA PARA DOCENTE EM INÍCIO DE CARREIRA Nossa entidade apóia iniciativas de todos os docentes que buscam um caminho vinculado a atuação de políticas publicas voltada para a Comunidade Surda. No ano de 2007, foram contemplados em cursos dirigidos pela Feneis RJ, em média 644 pessoas. Esses dados são referentes aos cursos de: Libras para ouvintes, Informática, Português, Libras para Surdos e treinamento e conversação. Cursos de Formação Continuada Convênios com secretarias estaduais de educação, prefeituras e escolas especializadas sem fins lucrativos, para a formação continuada de aproximadamente 1.890 professores para atendimento educacional especializado nas diferentes áreas de educação especial e inclusiva, através de projetos. Bolsas As solicitações de Bolsas para cursos realizados em nossa entidade, devem ser encaminhadas ao setor de RH, com antecedência mínima de 30 dias. O formulário para indicação do bolsista e as instruções de preenchimento só serão recebidos por aqueles que passarem pela entrevista prévia com um dos representantes de RH. Todos os cursos destinado às pessoas surdas foram ministrados com inserção gratuita dos alunos.

SERVIÇOS PARA PESSOAS JURÍDICAS Programa de Cursos in Company Feneis Capacitação, atualização e investimento em pessoas são fundamentais para tornar uma empresa competitiva no cenário de grande concorrência que existe atualmente. O mercado reconhece e valoriza organizações que primam pela qualidade e se esforFENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

15


çam para oferecer o que há de melhor em produtos e serviços. Assim, a Feneis desenvolve serviços de consultoria, assessoria e educação corporativa a organizações públicas, privadas e outros. O In Company oferece atendimento personalizado e descentralizado e tem a garantia da qualidade Feneis, o que significa tranqüilidade na coordenação de propostas, com registros, controles e certificação garantida. Primando por ofertar serviços customizados, trabalha com grande flexibilidade para definição de carga horária, conteúdos, datas, horários e locais para realização dos treinamentos. As atividades podem acontecer em qualquer ponto do Estado do Rio de Janeiro, de acordo com a solicitação da empresa. Este Programa foi realizado com objetivo de atender às demandas e necessidades de treinamento, atualização e reciclagem de recursos humanos das empresas da região. Atende às diferentes empresas do setor industrial, do comércio e serviços, oferecendo cursos dentro da própria estrutura da empresa que facilitam o acesso dos funcionários a novos conhecimentos e tecnologias para uso e difusão da Libras. As empresas que participaram destes intentos foram: C & A Logística e Treinamento, Banco Bradesco Treinamento, FIOCRUZ – Fundação Oswaldo Cruz, Michelin, Senac – Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, FUNLAR – Fundação Municipal Lar Francisco de Paula, Companhia de Energia e Iluminação – RIO-LUZ. Palestra de Sensibilização Palestra com a apresentação da Feneis, que trabalha os principais aspectos relacionados aos paradigmas e preconceitos enfrentados na busca da inclusão. Visa sensibilizar o público interno (gestores, colaboradores e gerência) para a adoção de um comportamento receptivo, que facilite a integração dos novos funcionários com o mundo dos Surdos. Essas palestras permitem a reavaliação de modelos, garantindo a contratação de profissionais com deficiência, pautados em sua eficiência, produtividade e desenvolvimento pessoal e de carreira.

boradores para a inclusão de profissionais com deficiência auditiva. É oferecido às empresas, aberto a todos os colaboradores, no qual será ministrado conhecimentos e expressões utilizadas no uso eficiente para comunicação. O Módulo é composto de cento e vinte horas, com o objetivo de iniciar e desenvolver o processo de aprendizagem de sinais, com a possibilidade gradativa de aumento de carga horária conforme a solicitação da empresa.

PROJETOS E PROGRAMAS Atividades de Consultoria Elaboração de correspondência e e-mail para o Celes e diretoria; Ajuda na elaboração de projetos de curso de Libras, reuniões e organização do Celes; Participação em reuniões do ProLibras – MECSEESP, representando a Feneis; Participação em reuniões e apresentação das atividades do Celes para visitantes da Feneis; Participação como conferencista e ministrante de mini-curso sobre a Gramática da Libras no Aniversário de fundação da Feneis-DF; Colaboração na organização de pareceres e análise de livros; Colaboração com artigos para a Revista da Feneis. Atividades de Coordenação do Programa Nacional Interiorizando a Libras – MEC-SEESP/FNDE: Coordenação e palestra no Curso Básico de Libras – Módulo I, nos estados do Acre, Alagoas, Goiás, Paraíba, Rio Grande do Norte, São Paulo e Tocantins); Coordenação e ministração do Curso para Capacitação de Instrutores de Libras, nos estados do Acre, Alagoas, Goiás, Paraíba, Rio Grande do Norte, São Paulo e Tocantins; Palestras sobre a Regulamentação da Lei de Libras – Decreto 5.626/2005 para universidades, faculdades e Secretarias de Educação dos estados do Acre, Alagoas, Goiás, Paraíba, Rio Grande do Norte, São Paulo e Tocantins.

LIBRAS IN COMPANY

Curso de preparação para utilização da LIBRAS, visando à capacitação na comunicação dos cola16

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

*Obs. As atividades como avaliadora de projetos do Pró-Licenciatura e do Projeto Incluir, avaliadora do


SINAES-INEP-SESU, atividades de consultoria (avaliação de livros e pareceres, elaboração de produto) para o MEC-SEESP; artigos publicados em 2007, conferências e palestras em eventos que não estavam vinculadas à Feneis não estão aqui incluídas. Intérpretes de Libras Setor de Intérprete e tradutores de LIBRAS/ Língua Portuguesa é articulado conforme a solicitação e a necessidade das empresas e agências de recrutamento e seleção, palestras e outros. O setor é responsável por designar intérpretes de LIBRAS para auxílio em entrevistas de recrutamento e seleção, bem como na integração inicial do candidato. Atendimentos realizados pelos intérpretes Local ALERJ

Total de atendimentos 05

Atendimentos internos

106

Atendimentos bancários

108

Audiências

83

Conselho Estadual

11

Conselho Municipal

02

Defensoria Pública

34

Empresas conveniadas INSS

583 45

Individual

227

Jurídicos (Feneis)

387

Médico

280

Telefonemas

493

RH (Feneis)

1.056

TOTAL

3.420

Bairros da cidade do Rio de Janeiro onde os atendimentos foram realizados: Campo Grande, Bangu, Santa Cruz, Méier, Ilha do Governador, Penha, Andaraí, Tijuca, São Cristóvão, Copacabana, Botafogo, Vila Isabel, Catete, Flamengo, Cascadura e Laranjeiras.

Órgãos onde foram realizados os eventos e palestras que contaram com a participação de intérpretes: ALERJ (Assembléia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) ARPEF (Associação de Reabilitação e Pesquisa Fonoaudiológica) C & A Modas (Logística) CREA DATAPREV DIZ Ferramentaria ENINCO FIOCRUZ FURNAS Centrais Elétricas S.A. Hotel Guanabara INES (Instituto Nacional de Educação dos Surdos) IRB (Instituto de Resseguros do Brasil) IVB (Instituto Vital Brazil) Michelin Campo Grande Michelin Itatiaia Petrobras PROJAC (Rede Globo – RJ) RIOZOO SENAI SETRAB (Secretaria Estadual de Trabalho e Renda) TV FIRJAN DO SESI E SENAI – RJ TVE UERJ – Universidade do Estado do Rio de Janeiro UFRJ – Universidade Federal do Rio de Janeiro UNIGRANRIO (Universidade do Grande Rio) Universidadae Estácio de Sá *Obs.: O SEINT também foi cotado para efetuar o trabalho de interpretação nos Jogos Parapan-Americanos, e serviços de interpretação em vídeo para a TVE, TV FIRJAN, Petrobras, Canal Futura. Estatística Em relação ao ano de 2006, onde realizamos 3.057 atendimentos, no ano de 2007 foram 3.420 atendimentos. Ocorrendo, portanto, um aumento de 11,87%.

Municípios do Estado do Rio de Janeiro onde os atendimentos foram realizados: Nova Iguaçu, São João de Meriti, São Gonçalo, Mangaratiba, Nilópolis, Niterói, Duque de Caxias, Saquarema, Penedo.

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

17


Teófilo Otoni – MG O diretor regional da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos em Teófilo Otoni (Feneis-TOT), Luciano de Souza Gomes, desenvolveu as seguintes atividades ao longo do ano: Freqüentou todos os dias a instituição para participar de reuniões em equipe; Participou das reuniões: na Assembléia Geral do Rio de Janeiro, no mês de maio; na Feneis, no Rio de Janeiro, em agosto; no Ministério do Trabalho (Teófilo Otoni), no dia 17 de outubro, para discutir a questão da falta de oferta de trabalho nas empresas para os surdos; Parceria entre a Otomed e Feneis – TOT. A Feneis encaminhou os surdos para o Programa Nacional de Reabilitação Auditiva (os que têm interesse em fazer essa habilitação) e a empresa encaminhou surdos para o curso de Libras gratuito; Participou da comemoração do Dia do Surdo, no dia 26 de setembro, juntamente com a Associação dos Surdos de Teófilo Otoni (Asto); divulgação do Curso de Libras e exposição de matérias; Participou da palestra de capacitação (depoimento: o Surdo na Inclusão), realizada pelo CRAS (TO), na Secretaria Municipal de Educação; Em agosto e setembro, prestou atendimento lúdico às crianças: Patrícia Pereira de Souza (6 anos), Carlos Daniel Ribeiro (8 anos) e Paulo Roberto Júnior. Elas participaram de todas as atividades, obtendo um resultado positivo. Algumas das atividades desenvolvidas foram: exibição de vídeo infantil, jogos de quebra-cabeça e outros; De agosto a dezembro realizou atendimento a um grupo de quatro crianças, com idades entre 10 a 13 anos. Elas fizeram diversas atividades utilizando a Libras, com o objetivo de enriquecer o vocabulário para proporcionar maior interação com a comunidade surda. Algumas das atividades desenvolvidas foram: histórias infantis, jogos de quebra-cabeça, dominó e teatro.

CURSO DE LÍNGUA BRASILEIRA DE SINAIS – LIBRAS Cursos promovidos através de parcerias com APAE de Nanuque e Prefeitura: 18

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

Cursos Básico – módulos: I, II e III Celes (Tot) – 8 turmas Nanuque – 2 turmas Governador Valadares – 2 turmas Total: 12 turmas Instrutores (as): 4 Número de Alunos: Teófilo Otoni – 76 Nanuque – 33 Governador Valadares – 15 Bolsa Escolar – 8 Total: 132 alunos

SERVIÇO DE COSTURA Blusas enviadas aos escritórios regionais da Feneis: 321 Blusas vendidas no escritório da Feneis-TO: 1.290 Consertos em geral: 278 Livros: 10 Declarações: 15

DIRETORIA FINANCEIRA A Diretora Financeira da Feneis-TO, Rosenilda Oliveira Santos, desenvolveu as seguintes atividades ao longo do ano de 2007: Encaminhou pessoas surdas ao mercado de trabalho, viabilizando os processos junto às empresas como intérprete; Orientou pais de surdos; Interpretou pessoas surdas quando necessário; Orientou funcionários quanto o melhor desempenho nas atividades como: organização no ambiente de serviço, pontualidade, assiduidade e trabalho em equipe; Organizou, junto com o diretor geral, aulas do Curso de Libras; Interpretou o presidente e diretor geral;


Participou das reuniões de diretoria; Participou da palestra de capacitação, realizada pelo CRAS (TO), na Secretaria Municipal de Educação.

DIRETORIA ADMINISTRATIVA A Diretora Administrativa da Feneis-TO, Sueli Ferreira da Silva, desenvolveu as seguintes atividades ao longo do ano de 2007: Visitou empresa com o objetivo de conseguir emprego para pessoas surdas, expondo a necessidade e a capacidade dos mesmos;

Participou de reuniões em empresas, interpretando as orientações dadas aos surdos; Orientou as famílias dos surdos que ingressaram no mercado de trabalho sobre a questão de ter responsabilidade com horário, tratamento com as pessoas, higiene pessoal e vestuário; Interpretou o presidente Antônio Mário em reuniões quando foi necessário; Participou da palestra de capacitação, realizada pelo CRAS (TO), na Secretaria Municipal de Educação.

Belo Horizonte – BH A Feneis-MG é uma entidade filantrópica, de cunho civil e sem fins lucrativos. Em Minas Gerais conta com o Escritório Regional que representa as pessoas surdas, em caráter educacional, assistencial e sociocultural. A Feneis-MG atende surdos, familiares, instituições, organizações governamentais e não-governamentais, professores, fonoaudiólogos, profissionais da área, tendo como objetivo maior inserir o surdo no mercado de trabalho através de convênios. Atualmente a instituição tem convênio com 12 empresas governamentais e não-governamentais, que em parceria dão suporte a comunidade surda mineira nas mais variadas atividades, como Cursos de Língua Brasileira de Sinais – Libras, palestras, reuniões etc. A Feneis-MG também conta com a parceria do Centro Verbotonol de Minas Gerais, com profissionais em Fonoaudiologia, Ritmista e Libras, prestando atendimentos de reabilitação da voz e da fala com crianças e adolescentes, dando suporte aos familiares, o que tem gerado resultados positivos. A Feneis-MG continua buscando a realização de novos trabalhos que atendam, dentro de suas condições, as demandas da comunidade surda em Minas Gerais. Sempre com muito esforço, dedicação e muitas vezes sacrifício, mas sem dúvida com grande retorno.

ASSISTÊNCIA SOCIAL O Escritório Regional de Minas Gerais contratou uma assistente Social, Sarah Vandeweerd, com vasta experiência na área da surdez, que atuou juntamente com a Diretora e Psicóloga da instituição, Rosilene Novaes, na eliminação das barreiras de comunicação. As atividades desenvolvidas ao longo do ano de 2007 foram: Providenciar intérpretes de Libras para hospitais, delegacias, seminários, escolas, universidades,

audiências jurídicas, reuniões de pais, acompanhamentos em empresas entre outras; Orientar familiares de surdos, com intuito de promover uma aceitação da surdez e do uso da Libras, fazendo-os reconhecer a capacidade do surdo de ser cidadão e de exercer seus direitos e deveres; Recrutar, selecionar, acompanhar, treinar, visitar as empresas contratantes, orientando os 416 funcionários surdos da instituição, como intérpretes, instrutores e profissionais, distribuídos

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

19


em 17 contratos, sendo eles: ABRILHO Indústria e Comércio Ltda, Beneficio Previdência – Prefeitura Municipal de Belo Horizonte (BEPREM), Empresa de Transporte e Trânsito de Belo Horizonte (BHTRANS); Centro Verbo Tonal de Minas Gerais, com atendimentos de 37 crianças e adolescentes surdos; FIOCRUZ – Fundação Osvaldo Cruz/Centro de Pesquisa Renê Rachou, Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA), Instituto da Previdência e Serviços do Estado de Minas Gerais (IPSEMG), Justiça Federal, Companhia de Processamento de Dados de Minas Gerais (PRODEMGE), Conselho Regional de Medicina (CRM) e Tribunal Regional do Trabalho (TRT). São no total 430 funcionários, sendo 411 surdos e 19 ouvintes. Estender a parceria entre a Feneis-MG e TRT, que já vem desde agosto de 2006, mas que em 2007 se firmou da seguinte maneira: Em julho,a parceria estendeu-se à Região metropolitana de Belo Horizonte, contemplando as cidades de Contagem, Pedro Leopoldo, Betim, Nova Lima e Sabará. Total de 12 vagas; No mesmo período a parceria se estendeu as seguintes cidades do interior de Minas Gerais: Poços de Caldas, Varginha, Uberlândia, Uberaba, Montes Claros, Caxambu, Ituiutaba, Araxá, Governador Valadares, Três Corações, Pouso Alegre, Lavras, Araguari e Alfenas. Total de 26 vagas. Encaminhamento de surdos para: Curso Gratuito de Informática, realizado pelo Centro de Inclusão Digital (CIDS), voltado para alunos de baixa renda; e Cursos de Informática para Surdos, na Fundação de Educação para o Trabalho de Minas Gerais (UTRAMIG); Oferecimento de intérprete gratuito em palestras educativas do Centro Verbo Tonal; Reuniões com alunos dos cursos de Fonoaudiologia, Psicologia, Comunicação Social e Relações Públicas, das faculdades: FABRAE, FEAD, Escola Estadual Maurício Murgel e Instituto Izabela Hendrix; Orientação aos familiares de funcionários quando é necessário; Organização e comemoração da Festa de Confraternização da Feneis-MG com parceiros/ 20

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

gestores dos contrato; do Dia dos Surdos, no Tribunal Regional do Trabalho, estando presentes o Presidente e Diretores do TRT, funcionários surdos e a Diretora Regional da Feneis-MG; e Natal dos funcionários da Feneis, no dia 21 de dezembro, com sorteio de Cestas de Natal;

ASSOCIAÇÕES DOS SURDOS DE MINAS GERAIS A História de Surdos em Minas Gerais começou com a fundação da primeira Associação de Surdos de Minas Gerais – ASMG em Belo Horizonte, fundada em 1956. Sua criação foi motivada pela Associação dos Surdos de São Paulo/SP, que tinha alguns ex-alunos mineiros. Com isso foram estreitados os laços de amizades, com trocas de novas idéias e conhecimentos. A partir daí a comunidade surda de Belo Horizonte influenciou os interiores de Minas Gerais a fundarem também novas instituições de surdos. A Feneis-MG tem como objetivo incentivar a criação das Associações de Surdos e dar suporte administrativo para o bom funcionamento das mesmas. Nelas os surdos têm a liberdade das formas de comunicação, fazem suas festividades e vivem a cultura surda como se as associações fossem um segundo Lar. Atualmente Minas Gerais conta com 24 Associações, sendo elas: Associação dos Surdos de Araxá; Associação dos Surdos de Betim; Associação dos Surdos de Caratinga; Associação dos Surdos de Conselheiro Lafaiete; Associação dos Surdos de Contagem; Associação dos Surdos de Coronel Fabriciano; Associação dos Surdos de Divinópolis; Associação dos Surdos de Frutal; Associação dos Surdos de Governador Valadares; Associação dos Surdos de Ituiutaba; Associação dos Surdos de Ipatinga; Associação dos Surdos de Juiz de Fora; Associação dos Surdos de Passo; Associação dos Surdos de Lavras; Associação dos Surdos de Montes Claros; Associação dos Surdos de Pará de Minas; Associação dos Surdos de Teofilo Otoni; Associação dos Surdos de Prata;


Associação dos Surdos de Sete Lagoa; Associação dos Surdos de Uberaba; Associação dos Surdos de Uberlândia; Associação dos Surdos de Varginha; Associação dos Surdos de Minas Gerais; Associação de Surdos de Alfenas. Outras organizações são: Sociedade dos Surdos de Araguari, Sociedade dos Surdos de Patos de Minas, Sociedade dos Surdos de Belo Horizonte, Federação Mineira Desportiva dos Surdos e Confederação Brasileira de Desportos de Surdos.

COMUNICAÇÃO SOCIAL A visibilidade da Feneis-MG vem crescendo, contando com a presença da instituição em debates televisivos, on-line, agências, reportagens em jornais impressos, espaços para programas em Libras. Algumas das notícias vinculadas foram: “TRT e Feneis celebram parceria no Dia Nacional do Surdo”, na ocasião estiveram presentes autoridades de ambas as instituições; “Estabelecida parceria entre Feneis e varas do interior”; “TRT-MG admite mais 40 jovens com deficiência auditiva”, o fato marcou a contratação de pessoas entre 18 a 24 anos, para atuarem nas varas do trabalho da Capital; “Representantes do TRT participam de encontro da Feneis”, esse foi o primeiro encontro da instituição com os gestores de órgãos públicos e empresas; “JT promove inclusão social de pessoas com deficiência auditiva”; “TRT beneficia deficientes auditivos com programa de inclusão social”; “TRT contrata portadores de deficiência auditiva”. Alguns dos veículos de comunicação em que a Feneis-MG marcou a sua presença foram: Jornal Estado de Minas; Jornal O Tempo; Jornal Diário da Tarde; Jornal de Minas Gerais; TV Rede Minas; TV Globo;

TV Alterosa; Reportagens On Line. Como também em emissoras de Rádio, que atualmente em MG são 41, com ampliação para a capital e interior do Estado.

CENTRO DE ESTUDOS EM LIBRAS E EDUCAÇÃO DE SURDOS – CELES O Celes-MG, ao longo de 2007, contou com a presença de 19 instrutores ao longo do ano de 2007, além de desenvolver Cursos de Libras que aconteceram dentro da instituição em parcerias com: APAEs, Prefeituras, Escolas, Faculdades, Associações de Surdos e empresas. Abaixo quadro ilustrativo: Cursos Básico Módulos I, II e III

Feneis BH

Oficinas Interior Total

Número de turmas

11

02

01

31

45

Número de alunos

220

12

18

568

818

15

19

Número de instrutores

04

O Celes-MG é coordenado por Paulo Henrique Passos Santiago, que desenvolveu as seguintes atividades ao longo de 2007: Reuniões: com as empresas Turismo Caminhas de Minas, CRAEI Betim, Banco Bradesco, TIM Telecomunicações, Ministério do Trabalho, PROFORTE e ANTT para futuras parcerias; com instrutores dos Celes-BH, juntamente com outros surdos, que participaram do Treinamento Intensivo Pro-Libras 2007; com a Associação de João Monlevade e Alfenas; Participação no Seminário em Divinópolis, sob o tema “O que é Feneis e o Mercado de Trabalho para Surdos”; na Cerimônia de Entrega dos Certificados nas Prefeituras de Pará de Minas e Itabirito; e nas palestras para os instrutores, sobre o Plano de Trabalho do Celes para 2007 e no auditório da FIEMG, em Belo Horizonte, sobre o Projeto Libras é Legal; Contratos de Alunos para o Curso da Feneis, para Instituições e de instrutores; Organização da documentação necessária para novas parcerias com empresas; Entre outras atividades internas. FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

21


Rio Grande do Sul – RS A Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos (Feneis-RS) desenvolve trabalhos em várias áreas, como: colocação profissional no mercado de trabalho, por meio de convênios e parcerias estabelecidas com várias instituições privadas e governamentais; curso de Libras, Instrutores e Intérpretes para surdos, ouvintes e interessados; assistência social ao indivíduo surdo, como confecção da carteira intermunicipal de passe-livre e atendimentos diversos. Atualmente a Feneis-RS conta com convênio fixo com duas instituições, somando 57 surdos inseridos no mercado de trabalho; parcerias com Instituições governamentais e não governamentais, fornecendo, além de funcionários, Curso de Libras e Intérpretes sempre que necessário. Atua em conjunto com a Feneis o Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos – Celes, que conta com cerca de 50 voluntários.

AÇÕES DA DIRETORIA Participação em diversas reuniões e eventos, como: Celes e diretoria da Feneis; Fórum Estudo do Surdo na Área de Informática – Fesai; ato de entrega simbólica das carteiras de isenção de pagamento do estacionamento rotativo da cidade para pessoas com deficiência; organização e criação da Cartilha de dicionário de Libras na área da Infraero; Fórum Municipal das PCDs e PCAs no Mercado Público com pauta: Conselho Municipal; palestra sobre emprego para surdo na empresa Tecno Moageira; palestra na abertura do II Encontro Estadual dos Intérpretes da Língua de Sinais RS “Criando nossa Associação”; assinatura de convênio para Curso de Capacitação de Intérprete, Prefeitura de Porto Alegre; lançamento do Projeto de Desenvolvimento da Rede Parceria Social; No segundo semestre do ano participou das seguintes reuniões: com Conselho Municipal de Educação de Porto Alegre, sobre o Fórum de Pessoas com Deficiência a Altas Habilidades da Cidade de Porto Alegre, visando a 10ª Semana Municipal das Pessoas com Deficiência; Promotor de Justiça sobre Responsabilidade Fiscal – Concurso para Pessoa Surda; com Ministério Público Federal; Representou a instituição na Plenária do Fórum da Cidadania e Direitos Humanos da FADERS de Gravataí/RS; 22

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

Ministrou palestra e fez parte da comissão organizadora do III Encontro Estadual de Instrutores de Libras, na Colônia de Férias dos surdos de Capão da Canoa/RS; Esteve presente na passeata com militância surda e as escolas de surdos, com o intuito de renovarmos o movimento de luta em prol dos Direitos Humanos e Lingüísticos dos Surdos; Participação no evento da TV Corporativa do Banco do Brasil, em parceria com a Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, abordando e debatendo o tema “Cidadania da Pessoa com Deficiência”; Fez parte da comissão organizadora do evento Dia do Surdo, na Sociedade dos Surdos do Rio Grande do Sul, com programa O que é o dia do Surdo, Informática na área do Surdo, Mundo dos Surdos e Surdo em líder na escola; Participou do Congresso de 150 anos de INES, Seminário do Dia do Surdo da Feneis/RJ, inauguração do novo Escritório da Feneis – Matriz, comemoração dos 20 anos de Feneis/RJ e Reunião Geral; Representou a instituição na abertura do II Encontro de Jovem Surdo do Rio Grande do Sul, em Caixa do Sul; Palestrou na Faculdade no Novo Hamburgo, no evento “Cultura, Identidade e Educação de Surdos”, falando sobre o que a Feneis; Participou de fiscalização conjunta com o Ministério Público aos bancos Banrisul e Banco


do Brasil, sobre atendimento com Libras a cliente surdo; Participou da organização e palestrou no IV Fórum de Estudos Surdos na Área de Informática, falando sobre o tema “Legislação e Diversidade: A Inclusão do Surdo no Mercado de Trabalho”; Recebeu em nome da Feneis-RS o prêmio Responsabilidade Social 2007, dado pela Assembléia Legislativa do Rio Grande do Sul; Participou do Seminário Anual dos Fóruns da Política Pública Estadual para Pessoa com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades do Rio Grande do Sul da FADERS; Criou o Prêmio e troféu do projeto responsabilidade de social da Assembléia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul; e Projeto Desenvolvimento Rede Parceria Social para verba da APAE;

ÁREA ADMINISTRATIVA Participou, com o diretor nacional Marcelo Lemos, no Pró-Libras, em viagem a Santa Catarina; Participação em diversas reuniões e encontros, tais como: Rede Ação Social São Manoel – Conselho Consultivo; Conselho da Comunidade EducativoPastoral (Rede Salesiano); Conselho Municipal de Assistência Social (Cmas); 7ª Conferência Municipal de Assistência Social; Laboratório de Pesquisa para o Curso de Libras no Banco Bradesco; Ministério Público (eleição de representantes para diversas áreas para concurso público); 63ª Plenária do Fórum Permanente da Política pública Estadual para Pessoas com Deficiência e Pessoas com Altas Habilidades.

ÁREA DE CONTABILIDADE E RECURSOS HUMANOS Participação em conselhos e reuniões diversas, como: Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência; eleição do Conselho da Feneis, nas dependências da instituição; Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos – Celes; 7ª Conferência Municipal de Assistência Social.

CELES Compõe a organização do Centro de Estudos em Libras e Educação de Surdos – Celes, no Rio Grande do Sul: Coordenadora Geral: Renata Heinzelmann Subcoordenadora Setor de Ensino de Libras: Carolina Comerlato Sperb Subcoordenadora Setor de Pesquisa sobre Libras: Rosa Virgínia Anjos Subcoordenadora Setor de Informática: Camila Guedes Guerra Goes Subcoordenadora Setor de Educação de Surdos: Érika Vanessa Lima e Silva Subcoordenadora Setor de Interpretação de Libras: Patrícia Ughi Barbosa Algumas das atividades desenvolvidas pelo Celes ao longo de 2007: I Encontro dos Intérpretes do Rio Grande do Sul; Reuniões internas com o grupo de trabalho; Escolha da nova subcoordenadora do Ensino de Libras, bem como organização dos trabalhos e eventos do setor; Participação no Conselho Municipal de Assistência Social (Cmas); Reuniões com a Infraero sobre material desenvolvido pela Feneis; Apresentação de proposta sobre Curso de Intérpretes em pós-graduação, a representantes da La Salle; Preparação de programas dos encontros e reuniões no Celes; Reuniões na Apae e pré-conferência; Organização dos programas para o Dia do Surdo, III Encontro Estadual dos Instrutores do RS e Fórum de Estudos Surdos na Área da Pedagogia no RS; Participação em eventos internacionais, como: 4º Acampamento Mundial de Jovens Surdos (WFDYS) e 15º Congresso Mundial de Surdos (WFD); Participação e interpretação da formatura da segunda turma do Curso de Libras dos funcionários da administração da Prefeitura Municipal de Porto Alegre, organizada pela Secretaria Especial de Acessibilidade e Inclusão Social; FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

23


Celes – Cursos realizados Básico – Módulo I

Local

Início

Término

Carga horária

SMED / CMET

POA

10/11/2006

13/07/2007

60 horas

16

SMED / CMET

POA

10/11/2006

13/07/2007

60 horas

09

SMED / CMET

POA

10/11/2006

13/07/2007

60 horas

07

Feneis / Mesquita

POA

10/03/2007

04/08/2007

60 horas

09

Feneis/Igreja Stº Antônio

POA

16/04/2006

31/05/2007

60 horas

09

DETRAN

POA

17/04/2007

ANTT

POA

18/06/2007

26/06/2007

60 horas

10

ANTT

POA

02/07/2007

10/07/2007

60 horas

10

UCS

Caxias do Sul

Básico – Módulo II

Local

Início

Término

Carga horária

SMED / CMET

POA

10/11/2006

13/07/2007

60 horas

05

Feneis / Mesquita

POA

17/03/2007

11/08/2007

60 horas

04

APADA

Vacaria

13/04/2007

03/08/2007

60 horas

07

Básico – Módulo III

Local

Início

Término

Carga horária

Feneis / Mesquita

POA

10/03/2007

04/08/2007

60 horas

Intermediário

Local

Início

Término

Carga horária

SMED / CMET

POA

10/11/2006

Preparo de Intérprete

Local

Início

Término

Carga horária

La Salle

Canoas

27/05/2006

16/06/2007

375 horas

17

UCS

Caxias do Sul

28/10/2006

15/12/2007

375 horas

17

Oficina

Local

Início

Término

Carga horária

Bradesco

POA

20/08/2007

23/08/2007

32 horas

60 horas

60 horas

Palestras no Curso de Libras, módulo básico I, ministrada por Marcelo Lemos e interpretada por Patrícia Ughi; Reunião sobre a parceria Libras é Legal e CAS, que incluiu, além dos Estados do Sul do país, os Estados do Rio de Janeiro e São Paulo.

24

Nº de alunos

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

Nº de alunos

Nº de alunos 08 Nº de alunos

60 horas Nº de alunos

Nº de alunos 17


São Paulo – SP O diretor regional da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos em São Paulo (Feneis-SP), o professor Neivaldo Augusto Zovico, desenvolveu as seguintes atividades ao longo do ano de 2007: Esteve presente em diversas reuniões no mês de janeiro, entre elas: com Engenheiro Ricardo Hodish, da Consultoria Painel para a avaliação do Telefone para Surdos – TS instalado no Banco Real na cidade de Cotia/SP. A finalidade foi a padronização e instalação desses telefones em todas as agências do Banco no Brasil; com Wagner Médici, da Empresa Steno do Brasil sobre o uso de legenda na TV e extensão de patrocínio com a Feneis; com instrutores de Libras e coordenadora do Celes/SP, Elomena Barbosa de Almeida; com Silvana Lucena Drago, coordenadora do Departamento de Orientação Técnica – DOT e professora Adriana Horta Mattos, sobre Educação de Surdos; entre outras. Recebeu a visita do Presidente Surdo Chileno, Aléxis V. Estebiel, da Associação dos Surdos de Chile; Participou da Assembléia Geral da Federação Paulista Desportiva de Surdos, que contou com a presença de presidentes das Associações de Surdos no Estado de São Paulo; Participou de várias reuniões em fevereiro, sendo elas: com a delegada Eunice Costa Meire Marques, da 91º Distrito Policial da Lapa/SP, com relação a um preso surdo, com dificuldade de comunicação; com João Antonio César e Alessandro Mazzafiori, gerentes de Negócios da Empresa REDEX – Telecom, sobre o TS; com Paulo Vieira, da SEPED, sobre a reestruturação da Educação Municipal de São Paulo; com Elizabeth Campos, assessora do vereador Carlos Alberto Bezerra, sobre a reestruturação de Educação Municipal de Surdos; Participou da Assembléia Geral da Confederação Brasileira de Desportos de Surdos – CBDS, em Água Branca/SP; Tomou posse no Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa Portadora de Deficiência, no Palácio

do Governo, em São Paulo, com biênio de 2007/2008; Ministrou diversas palestras, tais como: “A Comunidade Surda e a Comunicação”, no curso de Libras parceria Feneis-SP/KMCA em São Bernardo do Campo/SP; como também treinamento aos funcionários do Banco Nossa Caixa Nosso Banco, para a formação do profissional de Call Center, visando o atendimento aos consumidores surdos através do TS; “O surdo no mercado de trabalho”, organizada pela Academia Desenvolvimento Profissional e Organizacional – ADPO; “A Comunicação dos Surdos durante caso de emergência dos bombeiros”, no auditório do 1º Corpo de Bombeiro da Praça da Sé em São Paulo/SP; “Acessibilidade de Comunicação para Surdos” e “Relacionamento do Surdo na Escola”, organizadas pela CENACOM em São José dos Campos/SP; entre muitas outras; Foi responsável pela Exposição da VI Feira Internacional de Tecnologias em Reabilitação, Inclusão e Acessibilidade no Pavilhão de Imigrantes em São Paulo; Participou dos seguintes eventos: 2ª Assembléia Ordinária do Conselho Estadual para Assuntos da Pessoa Portadora de Deficiência; Assembléia Geral da Associação dos Profissionais e Intérpretes da Língua Brasileira de Sinais do Estado de São Paulo APILBESP; avaliação de acessibilidade para as pessoas surdas, no Hotel Caesar Business em São Paulo/SP. Fez-se presente em inúmeras reuniões em maio com: diretores da ONG Novo Horizonte, Mario Queiroz Andreoli, Carlos Alberto M. Jorge e Gérson Lima de Almeida, a respeito da parceria e trabalho para incentivar os surdos no mercado de trabalho; diversos representantes das comunidades surdas, para o Projeto de Lei sobre a Central de Intérprete de Libras 24h, da FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

25


Prefeitura de São Paulo; a diretoria da Secretaria Especial de Pessoa Deficiente – SEPED, sobre a criação do Regulamento para contratar os profissionais Intérpretes de Libras na Cidade de São Paulo; entre outras; No segundo semestre do ano ministrou palestras: a funcionários surdos da empresa KemberlyClark Brasil sobre Terminal Telefônico para Surdos – TTS, em Suzano/SP; “Acessibilidade para Surdos”, a profissionais de educação e funcionários públicos da Prefeitura de Limeira/ SP; aos funcionários das empresas CLARO, Wyteh, Colgate-Palmolive, GVT. Participou de reuniões com: o doutor José Luiz Gomes, da Associação Médica Brasileira, sobre o curso de Libras em Hospitais; doutora Ana Lodi, coordenadora da Universidade Metodista de Piracicaba – Unimep; Leila Rentroia Lannone, Assessora da Secretaria de Educação do Estado de São Paulo, sobre o Centro de Apoio Pedagógico Especializado – CAPE; Anatel em Brasília/DF; com Vladimir Moreira Rocha, diretor da Infomobile e Hugo Rocha, diretor de Relações Públicas, sobre a nova tecnologia de comunicação e solicitação de apoio a Feneis; Tânia Madella e Lilian Stewart Tescarollo Laudanna, sobre curso de Libras para os funcionários do Metro; Roberta Lage, assessora de Comunicação do Ministério da Justiça, para avaliação da janela de intérprete de Libras conforme as normas da ABNT; autoridades do MEC e representantes de entidades; Esteve presente na inauguração da nova sede da Feneis no Rio de Janeiro; foi mediador no IV Seminário de Comemoração do Dia do Surdo, promovido pela Feneis/Rio no auditório do SENAI.

SOBRE O TERMINAL TELEFÔNICO PARA SURDOS – TTS O Terminal Telefônico para Surdos – TTS foi instalado em diversos lugares do Estado de São Paulo, conforme o Plano Geral de Metas Universalização – PGMU da Anatel. Esse plano exige que existam estes tipos de aparelho adaptados para deficientes em todos os lugares. Frente a essa necessidade o 26

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

trabalho da Feneis-SP, durante o ano de 2007 foi: Elaborar correspondências para as presidências das operadoras de telecomunicações, propondo um calendário de instalações; Contactar 487 escolas e instituições, buscando autorização para solicitação de instalação de equipamentos para os surdos junto aos telefones públicos; Emitir 315 solicitações de instalação desses equipamentos; Concentrar esforços para que o mesmo acontecesse em outros Estados brasileiros; Contatos junto a Anatel, solicitando sua intercessão na consulta pública que extingue os Postos de Serviços de Telecomunicações, no sentido de ser alterado o percentual que as operadoras tem para adaptar os telefones públicos, de 2% para 5%; Contato com diversas entidades explicando os benefícios do FUST para que sejam instalados estes aparelhos; Acompanhamento de todas as instalações quanto aos prazos e abertura de reclamação junto a Anatel e Ouvidorias das operadoras.

ÁREA ADMINISTRATIVA Ao longo do ano de 2007, a Diretora Administrativa da Feneis-SP, Neiva de Aquino Albres, esteve presente ou se fez representar nas seguintes reuniões: Centro Universitário Moura Lacerda e Faculdade de Agudos – Faag, para curso de extensão de intérpretes; Empresa Uninove, entrevista com intérpretes para trabalharem na referida firma; Curso e oficinas no Hospital de São Paulo; Hospital Mandaqui; Faculdade de Cotia e Faculdade Montessori, sobre Curso de Libras para alunos de Pedagogia; Empresas Votorantim, KMCA, Metrô de São Paulo, Paradigma, Grupo de Soluções em Alimentação – GRSA e na Associação de Intérpretes de MS; Prefeitura de São Paulo, na Central de intérpretes e na Secretaria de Educação DOT; Contato com docentes para cursos, organização de calendário e entrevista com instrutores; Celes; Confecção da apostila para oficina de Libras em


hospital e Banco do Brasil, bem como elaboração do conteúdo do CD para curso de formação de intérpretes – preparatório Prolibras; Elaboração de aulas de Libras para o curso de Fonoaudiologia da Unifesp; palestra na Faculdade de Agudos – FAAG, Unicamp e Câmara Municipal de Campo Grande; Aula de Língua Portuguesa e Metodologia de Ensino de Línguas, para o curso de formação de instrutores na Feneis/SP.

exposição de materiais e no Congresso sobre Surdez, em São José dos Campos/SP; Emissão e entrega de certificados do Curso de Libras; Palestra no Corpo de Bombeiros e na empresa KMCA Treinamento e Consultoria sobre “Acessibilidade”; “Importância da Capacitação de Funcionários”, no Hospital São Paulo – TV Unifesp, sendo que em todas as ocasiões interpretando o professor Neivaldo Zovico, diretor regional da Feneis/SP; Interpretação de dois artigos de monografia, do professor Neivaldo Zovico, sobre “Ocorrências policiais, atendimentos médicos, hospitalares e clínicos”.

A responsável pelo Setor de Cursos é Edma Elis Mantoni, que desenvolveu as seguintes atividades: Eventos: Feira Reatech – Feira de Reabilitação, na

Curso no 1º semestre Turma

Horas

Local

Alunos

Término

BM 001

180

Igreja Batista Liberdade

21

14/07/07

BM 002

180

Igreja Batista Liberdade

18

14/07/07

BM 003

180

Igreja Batista Liberdade

17

14/07/07

BM 004

180

Igreja Batista Liberdade

18

14/07/07

BM 005

180

Igreja Batista Liberdade

8

14/07/07

BM 006

180

Igreja Batista Liberdade

25

Andamento

BM 007

180

Igreja Batista Liberdade

23

Andamento

BM 008

180

Igreja Batista Liberdade

18

Andamento

BM 009

180

Igreja Batista Liberdade

14

09/07/07

BM 010

180

Igreja Batista Liberdade

21

09/07/07

BM 011

180

Igreja Batista Liberdade

12

Andamento

BM 012

180

Igreja Batista Liberdade

26

Andamento

LC 001

120

Cotia

16

Andamento

LC 002

120

Feneis

13

25/06/07

LC 003

120

Feneis

13

25/06/07

LC 004

120

Igreja Batista Liberdade

21

28/06/07

LC 005

120

Feneis

14

Andamento

LC 006

120

Feneis

17

Andamento

LC 007

120

Jacareí

25

Andamento

BM = Básico Módulo – 3 módulos de 60 horas cada. Curso extenso com carga horária de 3 horas semanais (sábados). LC = Libras em Contexto – 3 módulos de 40 horas cada. Curso intensivo com 6 horas semanais.

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

27


Cursos no 2º semestre – encerrados Turma

Horas

Local

Alunos

Término

BM 001

180

Igreja Batista Liberdade

21

14/07/07

BM 002

180

Igreja Batista Liberdade

18

14/07/07

BM 003

180

Igreja Batista Liberdade

17

14/07/07

BM 004

180

Igreja Batista Liberdade

18

14/07/07

BM 005

180

Igreja Batista Liberdade

8

14/07/07

BM 006

180

Igreja Batista Liberdade

25

24/11/07

BM 007

180

Igreja Batista Liberdade

23

24/11/07

BM 008

180

Igreja Batista Liberdade

18

13/09/07

BM 009

180

Igreja Batista Liberdade

14

09/07/07

BM 010

180

Igreja Batista Liberdade

21

09/07/07

BM 011

180

Igreja Batista Liberdade

12

13/09/07

BM 012

180

Igreja Batista Liberdade

26

15/12/07

LC 001

120

Cotia

16

11/08/07

LC 005

120

Feneis

14

09/10/07

LC 006

120

Feneis

17

18/09/07

LC 007J

120

Jacareí

25

31/10/07

ILC 004

120

Feneis

21

02/12/07

Oficinas no 1º semestre Horas 60

Local

Oficinas no 2º semestre Alunos

Unifesp

26

Início

Término

06/03/07

21/06/07

A Unifesp, juntamente com a Feneis-SP organizou essa oficina com o objetivo de capacitar pelo menos 5% dos funcionários e servidores da instituição. Os primeiros 25 alunos foram nutricionistas, enfermeiras, médicos, assistentes sociais e funcionários administrativos. Cursos no 2º semestre – iniciados Turma

Horas

Local

LC 007

120

Igreja Batista Liberdade

18

11/08/07

LC 006

120

Feneis

14

06/08/07

LC 008

120

Cotia

21

24/11/07

LC 010

120

Feneis

12

29/10/07

Local

Alunos

Início

30

Hospital Mandaqui

16

12/12/07

30

Feneis*

18

11/12/07

30

Feneis*

18

11/12/07

* Oficina para funcionários do Banco do Brasil, realizados na Feneis-SP.

Preparatório Prolibras Horas

Local

Alunos

Concluído

26

Feneis

09

Set/2007

26

Feneis

21

Set/2007

Alunos Início

BM = Básico Módulo – 3 módulos de 60 horas cada. Curso extenso com carga horária de 3 horas semanais (sábados). LC = Libras em Contexto – 3 módulos de 40 horas cada. Curso intensivo com 6 horas semanais. ILC = Capacitação de Instrutores.

28

Horas

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

COMUNICAÇÃO A responsável pelos Setores de Comunicação e Intérpretes é Vanessa Viana dos Santos, que desenvolveu as seguintes atividades: Feira Reatech – “IV Feira Internacional de Reabilitação e Tecnologias em Reabilitação e Inclusão”, com participação por meio de stand, montado em parceria com a empresa Koller;


Divulgação de eventos na: Revista da Feneis, USP – Direito à Educação; V Simpósio SELI – O Bilingüismo na Prática Pedagógica com Crianças Surdas; SESC/SP – Simpósio Sesc de Atividades Físicas Adaptadas; Igreja Batista – II Congresso Nacional de Surdos, “Liderança em Suas Mãos”; AADA – Congresso Nacional Sobre Surdez; e Grupo de Comunicação do Yahoo, onde membros têm acesso aos eventos, fórum de discussão e outros; Organização de oficina, juntamente com Libras é Legal, no auditório Centro Universitário Assunção – Unifai, com palestra ministrada por representantes da Feneis; bem como três palestras na empresa Uninove, com o tema “Libras na Educação de Surdos: Garantia dos Direitos Lingüísticos”, ministrada pelo professor Neivaldo Augusto Zovico, diretor regional da Feneis-SP; Eventos divulgados: 1ª Copa Brasil de Futebol para Surdos – Curitiba; Derdic/PUC-SP, II Olimpíada de Integração Surdo-Ouvinte; II Encontro da Turma Halloween – Instituto SELI; Libras é Legal; VI Congresso Internacional XII Seminário Nacional – INES; Celebrando a Cidadania Surda; II Festival Esportivo e Cultural de Alunos Surdos na Rede Municipal de Ensino; e II Semana de Sensibilização da Sociedade Sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência; Notícias veiculadas na mídia: Agência Estado – “Bancos transformam agências para dar acesso a deficientes”, “Deficientes preferem autonomia e atendimento face a face” e “Telefone para Surdos surge como alternativa de atendimento”; Folha de São Paulo – “Preso sem nome e sem fala intriga a Justiça”; Diário de São Paulo – “Preso surdomudo é libertado pela Justiça”; e Sites: “Finanças discute 20 projetos de lei em audiência”, “Projeto que propõe criação de Central de Intérpretes de Libras e Guias-Intérpretes para Surdocego passa por audiência pública”.

INTÉRPRETES Envio de voluntários para auxílio no stand da Reatech – IV Feira Internacional de Reabilitação e Tecnologias em Reabilitação e Inclusão; além de contratação de intérprete para o stand do Unibanco; Reunião com a doutora Karina Teixeira para discussão de intérpretes em audiência judicial, devido a demora por parte dos Fóruns em liberar o pagamento dos mesmos; Parceria com o Centro Educacional Nove de Julho – Uninove, onde uma parte da verba dos boletos de mensalidades pagos pela internet é destinado a Feneis/SP; Prestação de serviço de cinco intérpretes no II Festival Esportivo e Cultural de Alunos Surdos da Rede Municipal de Educação, organizado pela Secretaria Municipal de Educação; Orçamento de prestação de serviço para 23 empresas.

ÁREA FINANCEIRA Ao longo do ano de 2007 o Diretor Financeiro da Feneis-SP, Richard van den Bylaardt, desenvolveu as seguintes atividades ao longo de 2007: Participação em reuniões internas sobre assuntos da filial e bancos; com funcionários da FeneisSP, de forma esporádica, tanto em grupo como individualmente para prestações de serviços e tomada de decisões; Consolidação da informatização dos serviços com a utilização de gerenciadores financeiros do Banco do Brasil e Nossa Caixa; Contratação de novo escritório de contabilidade, que também prestará serviços de auditoria e consultoria, sendo escolhida a empresa LIRA; Ações de rotina: conferências, vistos e assinaturas dos balancetes, auxílio de cálculos, orientações trabalhistas, reuniões com banco e reclamações de serviços gerais.

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

29


Brasília – DF A administração do Escritório Feneis do Distrito Federal desenvolveu ao longo do ano de 2007 diversas atividades como seminários e reuniões. Na área de eventos: Projeto “Mãos Voluntárias”: aconteceu no auditório do SENAC – 903 Sul. O objetivo foi unir forças com empresas, associações e pessoas interessadas em trabalhar em prol da comunidade surda. Seminário Desperta a Comunidade Surda – Venha Conhecer o Mundo dos Surdos: aconteceram várias palestras sobre a Identidade do Surdo, as Diferentes Identidades Surdas, a Cultura Surda e Multiculturalismo, Lingüística, Mitos sobre a Língua de Sinais etc. Foi enfatizada a importância dos surdos lutarem pelos seus direitos junto a CORDE, MEC, Feneis e outros órgãos. I Reunião de Tradutores e Intérpretes de Libras: participaram vários intérpretes que atuam em diferentes áreas, além de interessados em saber sobre o trabalho desses profissionais. I Encontro de Instrutores de Libras – Festa de 5 Anos da Feneis/DF: o encontro foi no dia 5 de agosto, no auditório do SENAC – 903 Sul. Aconteceram várias palestras, como também teatro, sorteios, show de humor e apresentação da Banda Surdodum.

CENTRO DE ESTUDOS EM LIBRAS E EDUCAÇÃO DOS SURDOS – CELES Atividades desenvolvidas no decorrer do ano de 2007, pelo Celes: No mês de março a Feneis – DF realizou no auditório do SENAC – 903 Sul o Seminário Desperta a Comunidade Surda – Venha Conhecer o Mundo dos Surdos. Entre as inúmeras

30

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

atividades foram apresentados alguns vídeos sobre a interpretação de alguns artistas surdos, mostra cultural de obras criadas por surdos e debates sobre as palestras. Participaram cerca de 90 pessoas. Inúmeras reuniões, tais como: na Câmara Legislativa, para contrato de professores da Secretaria de Educação do Distrito Federal; Radiobrás, sobre intérprete e a Feneis-DF; na Secretaria de Educação Especial, sobre contrato temporal e concurso; na CORDE e FAPED, para visita a Feneis; sobre o Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência; com a empresa Rybená; sobre a Classificação Indicativa em LIBRAS; Empresa Giraffas, visando parcerias; representantes na Legenda Nacional; na Secretária de Desenvolvimento Urbano e Habitação, falando sobre acessibilidade; na Secretaria de Cultural, para falar sobre filmes com legenda; entre outras. Participação em votações do Ministério Publico – Conselho de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência – CODDEDE/GDF; no I Fórum Nacional de Acessibilidade em Aeroportos em Brasília/DF; no evento Dia Nacional de Luta da Pessoa Portadora de Deficiência; na organização do I Fórum de Debate dos Surdos; no IV Seminário de Comemoração pelo Dia do Surdo, palestrando Messias Ramos Costa, Diretor Regional da Feneis-DF; representantes da instituição participaram da I e II Marcha das Pessoas com Deficiência do DF; do diretor Regional e financeiro Amarildo João Espíndola no II Seminário de Pedagogia Surda; entre outros.


Fortaleza – CE O primeiro semestre de 2007 transcorreu sem maiores problemas. Nosso foco estava direcionado a promoção de cursos e parcerias com entidades e empresas, divulgando assim a Língua de Sinais e a comunidade surda. A diretoria deste escritório permanece a mesma, somente algumas alterações nas subcoordenações do Celes. A seguir informamos resumidamente as principais atividades desenvolvidas por este escritório no decorrer do ano: EVENTOS Organização e promoção do evento: “Surdos: Identidades, Língua e Atitudes”, no auditório da Faculdade Integrada do Ceará – FIC, tendo como palestrantes Luciana Rangel, do Rio de Janeiro/ RJ e Eduardo Gheller, de Porto Alegre/RS; Participação na Palestra “Inclusão de Surdos na Educação”, ministrada por Ronice M. de Quadros, no auditório da Faculdade Sete de Setembro; Debates sobre os mecanismos de isenção pela fiscalização da Delegacia Regional do Trabalho – DRT, cadastramento das entidades qualificadas em formações técnico-profissionais e o cumprimento das cotas de inserção de pessoas com deficiência e aprendizes pelas empresas cearenses; Participação de um Encontro Educacional dos Surdos x Prefeitura, realizado no Centro de Referência do Professor; Participação no Fórum Permanente pela Educação no Ceará, realizado no Plenário 13 de Maio da Assembléia Legislativa do Ceará; Audiência Pública na Sala da Comissão de Educação do Governo Estadual; Participação na Palestra: “Legendas para Surdos”, na FAFOR; Participação no Fórum de Inserção da Pessoa com Deficiência no Mercado de Trabalho, no auditório da DRT; Participação na Mobilização e Divulgação da Ação Social do passe-livre; Participação na Inauguração do Laboratório de Informática da Unidade de Atendimento da Pessoa com Deficiência do Instituto de Desenvolvimento Humano – IDT;

Participação em Plenárias mensais no Fórum Municipal de Educação, com o objetivo da elaboração do Plano Municipal de Educação – PME, de Fortaleza.

REUNIÕES Semanais entre a diretoria; Com o quadro de instrutores para esclarecimentos e políticas da Feneis; Com as empresas parceiras para esclarecimentos sobre as políticas da Feneis; Com a família de surdos acerca dos benefícios do acompanhamento de um profissional intérprete para o aprendizado e a interação em uma sala de inclusão; Mensais com a Associação dos Surdos do Ceará – ASCE e Associação de Pais e Amigos dos Deficientes Auditivos – Apada; Com o Secretário de Educação na Secretaria de Ação Social para a discussão de políticas públicas; Com empresas e entidades governamentais para a apresentação e discussão do projeto do Curso de Libras para funcionários; Com empresas e entidades não governamentais (associações) interessadas em promover, em parceria, o Curso de Libras para o público em geral; Com o Detran para esclarecimento e indicação de profissionais para interpretação em provas; Com a Secretaria do Trabalho e Empreendedorismo – Sete, para firmar parceria para o recebimento de verbas para cursos de qualificação profissional.

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

31


SETOR DE CURSOS A Feneis-CE dispõe apenas do primeiro nível (Módulo I, II e III) do Curso de Língua Brasileira de Sinais – Libras. Estes são dispostos em três módulos, que compõem uma carga horária total de 180h/a, distribuídas igualmente em cada módulo, que apresenta 60h/a. As aulas são ministradas, preferencialmente aos sábados conforme a demanda, e acontecem nas

instalações do Instituto Cearense de Educação dos Surdos – ICES, no horário das 14h às 17h, podendo se alterado conforme negociação com a turma. Durante o semestre tivemos três turmas durante a semana no turno da noite, que aconteceram no prédio da Associação dos Surdos do Ceará – ASCE. No primeiro semestre do ano de 2007 foram criadas 12 turmas do módulo I, seis turmas do módulo II e duas turmas do módulo III, totalizando 411 alunos, assim dispostos:

Curso Básico em 2007 Módulo I

Módulo II

Módulo III

Turma

Local

Nº de alunos

Turma

Local

Nº de alunos

Turma

Local

Nº de alunos

N I – 45

ASCE

23

T II – 16

ICES

19

T III – 10

ICES

20

N I – 46

ASCE

23

T II – 17

ICES

21

N III – 11

ASCE

17

T I – 47

ICES

21

T II – 18

ICES

20

T I – 48

ICES

22

T II – 19

ASCE

24

T I – 49

ICES

21

T II – 20

ICES

19

T I – 50

ICES

23

N II – 21

ASCE

17

M I – 51

ICES

21

T I – 52

Quixadá

20

N I – 53

ICES

20

T I – 54

ASCE

19

M I – 55

ICES

21

N I – 56

ASCE

20

O Setor de Cursos é responsável pela indicação dos instrutores qualificados e disponíveis a cada turma, organização do material a ser distribuído, montagem do calendário de aulas de cada módulo, esclarecimentos sobre o manual do aluno e dúvidas que apareçam no decorrer do curso, contato com os instrutores, avaliação dos instrutores e dos cursos, auxílio no planejamento e preenchimento da planilha de resultados de notas dos instrutores.

Cursos no interior do estado QUIXADÁ

A turma de Módulo I nº 52 foi criada em uma Escola Especial do município de Quixadá e é composta, em sua maioria, por profissionais que trabalham com surdos. Atualmente, 18 dos 21 alunos matri32

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

culados no Módulo I cursam o Módulo II. As três desistências ocorreram por motivos familiares ou particulares. Parcerias CURSO ÓTIMO DE LÍNGUAS

O Curso Ótimo de Línguas firmou uma parceria com a Feneis no final de junho para promover cursos de Libras com a nossa coordenação pedagógica. Por isso organizamos um contrato baseado nos modelos dispostos pela matriz, onde a empresa se obriga a repassar de 15% a 20% do valor arrecadado por aluno (dependendo da quantidade de turmas formadas) a nossa entidade. A divulgação desta parceria está acontecendo pela cidade e há previsão de no mínimo de três turmas no segundo semestre de 2007.


APAE DE LIMOEIRO DO NORTE

SETOR DE INSTRUTORES

A Associação de Excepcionais de Limoeiro do Norte – APAE firmou parceria com a Feneis com o intuito de promover uma oficina de Libras destinada a profissionais que trabalham em uma escola especial da cidade. Dentre os 50 alunos existirão professores de seis municípios vizinhos que trabalham com surdos em escolas ou salas especiais. Os alunos serão divididos em duas turmas de 25 pessoas e contarão com um mesmo instrutor para as duas turmas, tendo em vista os horários diferentes. Terão ainda o apoio de um intérprete durante os dois primeiros dias. Esta capacitação terá duração de 90h/a distribuídas em cerca de três meses (maio, junho, julho e início de agosto) quando serão ministradas explicações sobre a História do Surdo e a Cultura Surda e aprenderão sinais básicos para a comunicação com surdos.

No período de janeiro a junho de 2007 foram realizadas dez reuniões de instrutores, com o objetivo de trocar experiências e divulgar informações sobre surdos envolvendo temas como: a ética, desenvolvimento do trabalho como instrutor; organização de eventos, esclarecimentos sobre documentações etc. Atualmente contamos com 50 instrutores qualificados, dos quais três estão afastados por motivos particulares. Destes, seis são graduados e sete estão concluindo a graduação. Entre essas reuniões destacam-se as seguintes: Reuniões freqüentes com instrutores para discutir a metodologia de ensino da Libras; Treinamento individual de instrutores em áreas específicas de interesse de cada um por meio de palestras, seminários, cursos etc.

Oficina em Libras Nº

Nome

Local

02

Alexandre Limoeiro Alves do Norte

Dias

Turma

Data

3ª a 5ª e sexta e sábado

Noite / OF – 4

25/05/07

SETOR DE INTÉRPRETES Realização de reuniões com os intérpretes para discutir e solucionar dificuldades em geral, bem como debater o aprimoramento do trabalho de interpretação e informar das modificações ocorridas na Feneis; Realização de reuniões com a Associação de Profissionais Intérpretes e Tradutores de Língua de Sinais do Ceará – APILCE; Interpretações voluntárias em vários espaços, tais como: reuniões do Conselho Estadual da Pessoa com Deficiência, explicação pelo CELES aos novos alunos ouvintes do curso de Libras, audiências criminais, cursos e provas de legislação do DETRAN, seminários, casamentos, eventos culturais entre outros; Interpretação em audiências de instrução criminal para acusado surdo; Reuniões da ASCE, APADA e Feneis que ocorrem mensalmente; Reuniões com órgãos públicos.

SETOR DE PESQUISA O Setor de Pesquisa é responsável pela organização de todo o material que é disponibilizado no Curso de Libras, como: apostilas de apoio (sinais regionais), apostilas para oficinas de sensibilização, provas, exercícios etc. Os instrutores deste departamento estão desenvolvendo uma pesquisa em parceria com os intérpretes da Federação para relacionar sinais que correspondam às gírias e “expressões populares” utilizadas na língua oral. Este setor pesquisa sinais regionais e divulga os resultados entre os instrutores que são multiplicadores naturais destes novos conhecimentos. Além disso, os membros deste setor tiram as dúvidas dos instrutores acerca do uso de determinados sinais, utilização das apostilas e do material Kit Libras em Contexto e auxílio no planejamento de dinâmicas a serem usados nas aulas.

SECRETARIA É responsável pelo atendimento de todas as pessoas que procuram a instituição pela mais diversas razões: informações sobre a surdez, a cultura surda, cursos de Libras, contratação de intérpretes etc. FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

33


Além disso, são atribuições da secretaria: Envio, recebimento, elaboração e encaminhamento de correspondências e ofícios via fax, e-mail ou correio; Manutenção de arquivos, quadros e planilhas de organização interna; Matrículas, controle e recebimento de receitas provenientes dos cursos de Libras e da venda de material; Auxílio no pagamento da remuneração dos intérpretes e instrutores em eventos, das despesas, composição do balanço e em serviços bancários;

Promoção de cursos de Libras, incentivando a divulgação, quando possível, em locais públicos ou em eventos onde a Feneis é convida a participar, estando presente o secretário. É elogiável a atuação deste setor na questão de facilitar a integração dos instrutores e intérpretes. O secretário esteve sempre disposto a convidá-los a participar das reuniões e cursos ministrados pela Federação, bem como a esclarecer dúvidas e solicitar a prestação de serviços pagos ou voluntários.

Manaus – AM O Escritório Regional da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos de Manaus, Feneis-AM é o primeiro na região norte do país. A diretoria tem se empenhado na luta em defesa da cidadania e dos direitos dos surdos, sendo uma das metas da instituição a área de Educação, principalmente a divulgação da Língua de Sinais. Muitos foram os resultados em 2007, mas a maior dificuldade foi levar a Libras até os Municípios mais distantes da capital, pois em muitos locais só é possível chegar por meio de barco. Atualmente a instituição conta com um agente multiplicador e nove instrutores. Principais atividades da Feneis-AM desenvolvidas em 2007: Enviou proposta de Curso de Libras para: Câmara Municipal de Manaus, Gradiente, Federação das Indústrias do Estado do Amazonas – FIEAM, Panasonic, Showa do Brasil; Realizou oficina de Libras para o Prolibras; Encaminhou quatro surdos para o mercado de trabalho; Participou da reunião da Petrobras, sendo representada pelo Diretor da Feneis-AM, Marlon Jorge Silva de Azevedo; Reunião com os instrutores sobre o Curso de Libras para o ano de 2007; Início do Curso de Libras, nível básico, na Feneis; Encaminhou surdos para as empresas CBB, Yamaha, CCE e Sandown; A equipe de Recursos Humanos da empresa Sandown visitou a Feneis-AM; 34

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

A diretoria reuniu-se com os instrutores para traçar estratégia de divulgação do Curso de Libras; O diretor da Feneis participou de reunião na Empresa Municipal de Transporte Urbano, para tratar do passe livre para os surdos no transporte coletivo; A Feneis promoveu palestra sobre Educação de Surdos e Comportamento Escolar, na Escola Estadual de Surdos Augusto Carneiro; O Diretor da Feneis-AM foi à Câmara Municipal reivindicar a regulamentação da Libras; Teve início o Curso de Libras na Assembléia Legislativa; Senai iniciou o Projeto de Capacitação de Surdos; O Diretor da Feneis solicitou vagas para surdos no curso de Senai, sendo que cinco conseguiram participar do projeto de qualificação de almoxarifado/ CFPWL. Adeilson O. Martins foi o primeiro surdo menor de 18 anos a receber


certificado no referido curso, sendo empregado na empresa Moto Honda. Participou da reunião na Escola Filippo Smaldone para solicitar a realização do Curso de Libras para os professores; Encaminhou três surdos para a empresa Yamaha; A Feneis participou de uma nova reunião na EMTU para discutir a questão do passe-livre para os deficientes; Entregou certificados do Curso de Libras; Promoveu um seminário sobre doença sexualmente transmissível para alunos surdos da Escola Augusto Carneiro; Iniciou nova turma de Curso de Libras; Recebeu a visita da coordenadora da Instituição de Apoio às Pessoas Portadoras de Deficiência – FADA; Realizou curso para surdos instrutores com o tema “Ética do Instrutor de Libras”; Manifesto, juntamente com Escolas Especiais, em protesto pela demora da confecção do novo passe-livre em transporte coletivo para deficientes e surdos; O Diretor da Feneis foi ao plenário da Câmara Municipal reclamar sobre a demora na regulamentação da Libras na cidade; Acompanhou surdos em aula sobre legislação no trânsito, feita por voluntário intérprete; Enviou instrutores para o Curso de Libras no Município de Pitinga; Diretores da Feneis foram convidados pela Faculdade Nilton Lins para responder perguntas e questionários sobre Libras, a estudantes do Curso de Pedagogia e Assistência Social. Recebeu convite para participar da inauguração do novo Centro de Referência a Pessoa Portadora de Necessidade Especial; Participou do Projeto “Escola da Gente”, realizado por alunos vindo do Rio de Janeiro;

Encaminhou três surdos para empresa CCE; Participou da entrega dos certificado do Curso de Libras na Assembléia Legislativa; Implantou o curso para novos instrutores e intérpretes, em parceria com o MEC; Participou da reunião na Escola Especial para Surdos, abordando a questão da inclusão; Realizou palestra sobre ética para instrutores surdos e de conscientização para familiares de surdos; Iniciou o Curso de Libras na Escola Augusto Carneiro; Realizou festa em comemoração ao Dia do Surdo; Ministrou curso básico de Libras, através do diretor regional; O Escritório da Feneis-AM foi transferido para um novo endereço; Organizou a segunda palestra para surdos, com o tema “O que é AIDS?”; Lutou pelos direitos dos surdos em participar de processo seletivo do Senai com a presença de intérpretes; Realizou 326 atendimentos aos surdos, no segundo semestre de 2007, entre outros, palestras e encaminhamento para emprego.

CENTRO DE ESTUDOS EM LIBRAS E EDUCAÇÃO DE SURDOS – CELES O Celes da Feneis-AM está desativado devido à falta de profissionais e voluntários dispostos em colaborar com o desenvolvimento, divulgação, pesquisa e organização do Curso de Libras. Por isso, a organização dos cursos está sendo organizada pela secretária e Diretoria da instituição. A Feneis-AM tem boas propostas para a divulgação da Libras e respectivo curso, mas o resultado ainda não é o esperado devido à falta de espaço físico e de profissionais qualificados.

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

35


Recife – PE As principais atividades desenvolvidas pelo Escritório Regional em Pernambuco no decorrer do ano de 2007 foram: O Dia Nacional de Surdos, quando aconteceu um fórum de discussões, sendo enviadas propostas e reivindicações ao vice-governador do Estado de Pernambuco, João Lira. Estiveram presentes mais de 500 pessoas entre surdos, familiares e profissionais; Maior articulação com entidades, órgãos governamentais e não-governamentais, com o intuito de fortalecer o Movimento de Surdos, propondo ações que garantissem a acessibilidade da Pessoa Surda à Educação, Cultura, Comunicação, Saúde e Trabalho. Forte apoio das Associações de Surdos e dos meios de comunicação; Captação de recursos por meio de contratos de prestação de serviços dos intérpretes e instrutores de Libras, dos cursos de Libras para ouvintes, além de parcerias com vários órgãos como: Banco do Brasil S/A, Detran, Secretaria Municipal do Santo Agostinho do Cabo, Associação de Educação Especial do Cabo e Igreja Presbiteriana dos Guararapes; I Curso de Fotografia, que capacitou 25 jovens surdos e 11 multiplicadores; Realização de dois fóruns: “A importância da Lei Federal Decreto nº 5.626 de Libras” e “Liderança”, todas abordando a perspectiva da Cultura Surda, o Dia do Surdo, Comunidade, Identidade. Participaram cerca de 200 pessoas, além das seguintes entidades: Associação de Surdos de Pernambuco – ASSPE, Associação dos Surdos de Olinda – ASO, Associação de Surdos de Arcoverde – ASSARC, Associação de Surdos de Gravatá – ASG, Pastoral dos Surdos do Recife, Centro SUVAG de Pernambuco, Escola Municipal Padre Antônio Henrique, Escola Cônego Rochael de Medeiros, Faculdade de Ciências Humanas de Olinda – Facho, Escola Governador Barbosa Lima, Associação de Educação Especial do Cabo, Igreja Batista da Capunga, entre outras; 36

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

Nos engajamos na denúncia contra preconceito e a discriminação aos surdos, principalmente em relação ao acesso e permanência nos mais diferentes setores da sociedade, como também na contratação para trabalho. Lutamos para combater a exclusão social, promovendo a dignidade e uma vida mais livre e independente; Participamos de palestras, reuniões, esclarecimentos e eventos em geral, tais como: com o Celes, instrutores Surdos de Libras e outros setores na Feneis/PE; comemoração do evento “Lei de Libras”, na Associação de Surdos de Gravata – ASG, em parceria com Feneis/PE; Fóruns: “Importância da Lei Federal Decreto nº 5.626 de Libras”, “Liderança na perspectiva da Cultura Surda”, “Acessibilidade e Direitos de Surdos” e “O que é Libras, Cultura e Comunidade Surda”; reunião com o Ministério Público de Pernambuco; 5° Passeata dos Surdos, promovida pela Feneis-PE e com o apoio de várias entidades; Recebemos a visita de membros da Comissão Permanente de Acessibilidade – CPA (EMTU/ Recife), para conversar sobre qual a linguagem mais adequada a ser utilizada no sistema de transporte, para o pleno entendimento da pessoa com deficiência auditiva; Ministramos palestra no Curso de Formação para Instrutores de Libras em Permabuco e Mossoró/RN, no auditório da URB. Foram abordados vários temas: “O que é Celes e Feneis”, “A Importância da Feneis e da CBDS”, “A importância da Lei Federal Decreto nº 5.626 de Libras” e “O que é Cultura Surda”.

PROJETO FOTOLIBRAS O projeto é realizado por meio de uma parceria entre a Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos – Feneis-PE, e Grupo de Educação e Mudança pela Arte – GEMA. A coordenação


do projeto é feita por Rachel Ellis (coordenadora – GEMA), Helio Neto e Robson Luis, ambos coordenadores do Fotolibras. Também auxiliam nos trabalhos sete intérpretes e sete instrutores: I Curso de Fotografia, que contou com a participação de jovens surdos. Foram capacitados 25 jovens na área de fotografia, entre os meses de fevereiro e agosto de 2007, além de curso para multiplicadores. As fotos de todas as atividades podem ser vistas no site www.fotolibras.org. O objetivo do projeto foi aumentar a expressão, auto-estima e inclusão de jovens surdos e divulgar a cultura e direitos da comunidade surda através da criação de imagens fotográficas; Convite para participar do 3º Encontro Internacional de Inclusão Visual, o FotoRio, no Rio de Janeiro. E de outros eventos similares na Bahia e em Fortaleza; Participação no Projeto Primeira Semana de Fotografia de Recife; Brasil passa pelo SESC, em Pernambuco; I Seminário de Experiências Educacionais com Surdos no Nordeste, IAPAESE, Aracaju, Sergipe; Agência Ensaio, em João Pessoa; no Fórum de Projetos da FeneisPE, falando sobre “As Associações de Surdos e Movimentos Surdos”; Discussões sobre possíveis ações futuras e apoio, em 2008, com as entidades: Instituto Nacional de Educação para Surdos – INES/RJ; Gerência de Educação Especial da Prefeitura, Secretaria de Juventude, Auçuba, Oi Kabum e Plan Internacional, todos em Recife; FotoAtiva, Belém; Agência Ensaio e FUNDAD, em João Pessoa; Filme institucional do Fotolibras, de 20 minutos, pela Trincheira filmes; Captação de recursos com: a Sociedade Internacional de Crianças Surdas – IDCS, uma entidade inglesa; Fundação Abilis; apoio de doadores da Inglaterra; Ganhou o concurso do Programa Petrobras Cultural, na categoria Educação para Artes: Materiais e Documentação. O prêmio no valor de R$ 90.118,00 será investido na elaboração e publicação de um guia sobre projetos de fotografia participativa com surdos.

CENTRO DE ESTUDOS EM LIBRAS, CULTURA E EDUCAÇÃO DE SURDOS – CELES Compõem o Celes/PE: Coordenadora Regional: Patrícia Cardoso Cooperante do Serviço Internacional para Feneis/ PE: Masami Moragami Subcoordenadores dos Setores Ensino de Libras: Adriana Cecília Uchôa C. Netto ( pediu afastamento em março de 2007) Interpretação em Libras: Ana Valença e Ernani Nunes Pesquisa sobre Libras: Luciana Mousinho (afastada em março de 2007) Cultura e Fotolibras: Robson Luiz e Hélio Mariano Pesquisa: Luciana Mousinho O Celes foi constituído pela Feneis com o objetivo de ser um Centro de referência para estudos realizados sobre a Língua Brasileira de Sinais (Libras) e sobre a Educação dos Surdos. Suas atividades envolvem: elaboração de políticas voltadas para a Libras; promoção de Cursos de Libras e apoio a eventos relacionados com a Educação dos Surdos; e suporte para trabalhos e pesquisas. Dentre as suas finalidades estão a defesa da Libras como primeira língua das Comunidades Surdas; manutenção de contato com as instituições governamentais e não governamentais para colher dados sobre surdos e apresentar suas reivindicações na área educacional; oferecer orientações pedagógicas às escolas privadas e públicas, que atendam alunos surdos através de assessores e/ou consultorias; apresentar à sociedade a necessidade da presença de intérpretes de Libras nos estabelecimentos de ensino freqüentado por surdos, principalmente nas universidades; estimular a criação de Escolas de Surdos; reunir grupos de discussões sobre propostas metodológicas e curriculares para a Educação dos Surdos e/ou escolas – pólos que concentrem os alunos Surdos; promoção de intercâmbios permanentes com grupos de pesquisa na área educacional, principalmente na área da surdez; avançar na luta pelos direitos educacionais dos surdos e zelar pelos interesses dos mesmos. As principais atividades desenvolvidas pelo Celes no decorrer do ano de 2007 foram:

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

37


Assistência à Diretoria da Feneis ou Escritórios Regionais em assuntos relativos à Libras e à Educação de Surdos; Estímulo, coordenação, supervisão e orientação no desenvolvimento das atividades pelos setores; Solicitação aos subcoordenadores de relatórios semestrais das atividades desenvolvidas, para a elaboração de relatório e devido encaminhamento ao Diretor de Políticas Educacionais; Promoção do planejamento, programação técnica e orçamentária das atividades a serem desenvolvidas referentes aos setores que compõem o Celes; Apoio e promoção na elaboração de projetos visando parcerias e captação de recursos humanos, físicos e materiais, colaborando com a Diretoria da Feneis na sua execução; Promoção de eventos relativos à Libras e Educação de Surdos para o público interno e externo da instituição; Reuniões com: a Secretaria do Juizado Especial Criminal do Recife; membros do Celes, sobre a realização do Curso de Formação para Instrutores Surdos de Libras, V Passeata de Surdos e assuntos internos; da coordenadora do Celes, Patrícia Cardos, em Petrolina/PE , Olinda/PE, Nazaré da Mata/PE, Gravata/PE, Mossoró/RN, Limoeiro/PE e Caruaru/PE com membros da Comunidade Surda sobre o funcionamento da Associação de Surdos; Serviço Internacional (IS), sobre possível parceria com a Feneis, no envio de voluntária japonesa (ouvinte); Ministração de Curso de Libras e palestras com o tema “O que é o Celes?”, em Caruaru-PE ; e “História da Comunidade Surda” e da Feneis, na Secretaria Municipal do Recife; Reunião com membros do Serviço Internacional – IS, que demonstraram interesse em firmar parceria com a Feneis, através do Celes, com o envio de voluntária japonesa (ouvinte); Participação dos eventos: V Passeata de Surdos – com a presença de surdos dos vários Municípios de Pernambuco, em Busca de direitos de Surdos; e Encontro de Instrutores Surdos de Pernambuco, contando com a participação de 28 pessoas; Elabora ção e Monitoração dos projetos da Feneis-PE. 38

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

SETOR DE CURSOS Ministrou cursos de nível básico com carga horária de 180h/a, dividida por módulos de 60h/a, totalizando 15 Cursos de Libras em nível básico. Estimulou a Oficina de Prolibras para Surdos, com parcerias, incluindo interiores do Estado de Pernambuco. Aumentou o número de Cursos de Língua de Sinais, ministrados por instrutores surdos capacitados e treinados pelo Celes, sendo o público alvo composto por perfis bem diversificados; Incentivou o uso de Libras, através da manutenção de setores competentes, para a preparação de leigos e profissionais, visando garantir o uso correto desta língua na comunidade e a preparação/capacitação para o trabalho na área dos Surdos; Desenvolveu projetos para aperfeiçoamento, pesquisa de mercado de trabalho e promoção do encaminhamento profissional dos instrutores de Língua de Sinais; Apoiou a organização no curso de Formação para Instrutores Surdos de Libras em Recife, com 120 horas por aula até janeiro de 2008.

SETOR DE INTÉRPRETE DE LIBRAS Aula inicial de cursos da Feneis-PE e reuniões internas com a Coordenadora do Celes; Coordenou, orientou e supervisionou a execução das atividades desenvolvidas pelos intérpretes de Libras no âmbito da Região. Participação na 1ª Conferência Estadual de Saúde e reuniões sistemáticas para organização do FotoLibras.

SETOR DE PESQUISA EM LIBRAS Está se reestruturando no sentido de oferecer à comunidade surda uma maior consistência em suas futuras pesquisas. Foram realizadas várias reuniões, entre elas a discussão sobre a Metodologia e lei referente à Libras, a acessibilidade e direitos dos Surdos.


SERVIÇO INTERNACIONAL – IS De janeiro a dezembro de 2007, uma voluntária japonesa atuou no Celes com o objetivo de cooperar com a Equipe de forma prática; treinamento e criação do Ciclo da Prática de Projeto; capacitação dos surdos na área de profissionalização: Nos trabalhos com a equipe da Prática de Projeto da Feneis-PE, auxiliou no desenvolvimento do novo projeto: “Educação de HIV/AIDS para Pessoas com Deficiência e Analfabetos através de Capacitação de Associação dos Surdos”, que foi aprovado pela Agência de Cooperação Internacional do Japão (JICA). Firmou parcerias com Secretaria de Saúde do Estado de Pernambuco e outras entidades como Prefeitura do Recife, Banco do Brasil e GTP. Participou das seguintes reuniões: com o Coordenador do Celes sobre o Curso de Formação para Instrutores Surdos; sobre Encontro de Instrutores Surdos Nordestinos, com cinco Associações; com a Secretaria do Juizado Especial Criminal do Recife; além de discussões sobre assuntos internos da Feneis e Celes. Reuniu-se com o responsável do projeto da Secretaria Estadual de Saúde para o Programa Estadual de DST e HIV/AIDS de Pernambuco; com Paulo Ichikawa do JICA-Brasil, em visita a instituição para conhecer a comunidade surda de Pernambuco e respectivo projeto; entre outras.

Participou das seguintes palestras: “O que é Celes e a Feneis?” e “A importância da Lei Federal Decreto nº 5.626 de Libras”, no auditório da URB para Curso de Formação para Instrutores Surdos de Libras em PE e Mossoró/RN; entre outras. Divulgou o trabalho da Superintendência Estadual de Apoio à Pessoa com Deficiência – Sead , sobre a colocação profissional de deficientes. Participou de evento no Dia do Surdo pelo aniversário de 20 anos de fundação da Feneis-RJ e do IV Seminário de Comemoração pelo Dia do Surdo; Entrega do Projeto de “Educação de HIV/ AIDS para Pessoas com Deficiência e Analfabetos através de Capacitação de Associação dos Surdos” pelo DPI-Japão; Participou do no Encontro Nordestino de Desportos dos Surdos (CBDS e Lineds) em Recife (PE): I Fórum do Projeto e de “Educação de HIV/AIDS para Surdos”. O objetivo foi capacitar um grupo de pessoas surdas para atuarem como agentes multiplicadores na educação e prevenção do HIV/ AIDS dentro da população de pessoas surdas do interior e capital de Pernambuco; Visita do presidente do Serviço Internacional – IS e encontro com os membros da Equipe de Prática de Projeto da Feneis/Celes para avaliação e parceria, como também o envio de voluntária japonesa.

Curitiba – PR O Escritório Regional da Federação Nacional de Educação e Integração dos Surdos no Paraná é composto pela seguinte diretoria: Diretora Regional: Elizanete Fávaro Diretora Regional Administrativa: Iraci Elzinha Bampi Suzin Diretora Regional Financeira: Márcia Eliza de Pol CELES

Coordenador: Mauricio Lima dos Santos Esse departamento ainda não está em funcionamento, aguardando orientações da matriz. SETOR DE INTÉRPRETES

Coordenador: Rosani Suzin Santos FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

39


Algumas das atividades desenvolvidas pela Feneis-PR durante o ano de 2007 foram: Aplicação mensal de provas para professores e membros da comunidade do Estado do Paraná, interessadas em atuarem como intérpretes. No total foram 88 candidatos inscritos, sendo 43 passaram para atuarem como apoio pedagógico, auxiliando em sala de aula; 21 passaram para atuarem como intérpretes e 24 não alcançaram os objetivos desejados; Disponibilização dos cursos Intermediário e de Libras; Promoção de encontros e confraternização com pais da comunidade de Lapa, falando sobre a importância deles no acompanhamento escolar dos filhos; Incentivo aos pais e familiares de pessoas surdas a fazerem o Curso de Libras; Encontros de intérpretes; Em parceria com a Secretaria de Educação do Estado do Paraná, realização do IV Seminário Paranaense de Surdos. O evento contou com 17 temas, três oficinas e atividades culturais. Os

40

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

resultados foram tão satisfatórios que os pais solicitam que o evento aconteça anualmente, com encontros direcionados somente para pais e familiares de pessoas surdas; Confraternizações: 26 de julho pelo Dia do Intérprete; 26 de setembro pelo Dia do Surdo; Desenvolvimento de oficinas de aprofundamento, com o tema Classificador aprofundado; Reuniões: na Sede da Feneis, no Rio de Janeiro; e mensalmente com os instrutores da Feneis-PR, onde foi repassado informação e orientação de técnicas diversificadas para serem aplicadas durante os cursos. Realização de Curso de Libras para as empresas: Banco do Brasil, O Boticário e Renault; Recebimento do Selo Bem-Te-Vi Solidário, pelo Programa do Voluntariado do Banco do Brasil, em reconhecimento de sua dedicação exemplar a causa do voluntariado; Recebimento do Registro de Utilidade Pública Municipal, com a Lei nº 11.949 de 10 de outubro de 2006; Alvará de n° 762.854; e a Inscrição Municipal 0000524.504-3.


Galeria de fotos Feneis Rio Grande do Sul

À esquerda (12 e 13/10) – Representação na abertura do II Encontro de Jovem Surdo do RS em Caixa do Sul Acima, (12/12) – Premiação “Prêmio Responsabilidade Social 2007 da Assembléia Legislativa” no Teatro Dante Barone da Assembléia Legislativa do RS

Feneis São Paulo VI Feira Reatech – Estande da Feneis SP (12 a 15/4/2007) À esquerda, durante a feira muita gente compareceu ao estande da Feneis para conhecer e receber informações sobre cursos, direitos, acessibilidade, educação e materiais: livros, camisetas, adesivos, jogos, pôsteres etc. À direita, prof. Neivaldo Zovico, diretor da Feneis-SP posa ao lado de funcionárias e voluntária no estande da Feneis na VI Feira Reatech

Projeto de Lei sobre a Central de Intérprete de LIBRAS 24hs na cidade de São Paulo (7/5/2007) À esquerda, no plenário, durante o discurso sobre o Projeto de Lei, a presença de diversas entidades ligadas à comunidade surda, e também vereadores da Cidade de São Paulo À direita, prof. Neivaldo Zovico, diretor da Feneis-SP, posa ao lado da vereadora Mara Gabrilli, autora do Projeto de Lei sobre Central de Intérprete de LIBRAS 24hs

LIBRAS É LEGAL em São Paulo (6/9/2007) Evento LIBRAS É LEGAL realizado na cidade de São Paulo com o objetivo de divulgar a importância da língua de sinais para a comunicação do cidadão surdo

Organizadores do LIBRAS É LEGAL: Evelin, Marcelo, Elomena, Neto, prof. Neivaldo, Moryse e a profa. Neiva. Também de fundamental importância foi a cooperação dos funcionários da Feneis-SP: Edma, Bianca e Vanessa

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007 FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

41 41


Feneis Pernambuco NGO-Jica Japan Desk – visita à Equipe de Prática de Projeto, em 7/11/2007

Apresentação da CELES sobre projeto da Jica: “Educação de HIV/ Aids para Pessoas com Deficiência e Analfabetos através de Capacitação de Associação dos Surdos”

FotoLibras em João Pessoa (Agência Ensaio) Confira mais fotos e os vídeos em Libras no site para ver algumas imagens do evento!

Primeiro Seminário de Experiências Educacionais com Surdos no Nordeste, Iapaese, Aracaju, Sergipe

Feneis Rio de Janeiro Formação da primeira turma de Libras na Fiocruz

42

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

Dia do Surdo/2007 – Auditório lotado


Inauguração da nova sede da Feneis (matriz) À esquerda, novo espaço de atendimento ao surdo À direita, presença de representantes internacionais

Descerramento da placa de inauguração da nova sede

Presidente Antônio Mário com lideranças internacionais (FMS)

Inauguração do novo espaço para a assistência ao surdo. Reunidos na nova casa, (da esquerda para a dirreita) Max Heeren, diretor financeiro e de planejamento da Feneis; Fávia Mazzo, gerente; Valéria Cristina Fantesia de Abreu, Rita Lobato e Nádia Mello; psicóloga, jornalista e secretária da Feneis, e o presidente Antônio Mário Sousa Duarte.

Homenagem ao diretor financeiro e de planejamento, Max Augusto C. Heeren

Feneis Teófilo Otoni Atividades envolvendo a Libras À direita, atividades externas despertaram o interesse da imprensa

FENEIS | RELATÓRIO ANUAL DE ATIVIDADES 2007

43


FENEIS – ENDEREÇOS E CONTATOS FENEIS – RIO DE JANEIRO (RJ) Rua Major Ávila, 379 Tijuca Rio de Janeiro RJ Pabx (21) 2567-4800 diretoriarj@feneis.org.br

FENEIS – RECIFE (PE) Rua do Hospício, 194, sala 1304 Edifício Batista, Boa Vista Telefax (81) 3222-4958 feneispesurdos@hotmail.com

FENEIS – TEÓFILO OTONI (MG) Rua D. João Antônio, 115 Centro Teófilo Otoni MG Telefax (33) 3521-0233 feneistot@bol.com.br

FENEIS – BRASÍLIA (DF) SCS Quadra 01, Ed. Márcia, Bloco L, sala 712 Brasília DF Telefax (61) 3224-1677 feneis-df@ig.com.br

FENEIS – BELO HORIZONTE (MG) Rua Albita, 144 Cruzeiro Belo Horizonte MG Telefax (31) 3225-0088 feneis@feneis.com.br

FENEIS – MANAUS (AM) Rua A, nº 27 Monte Sinai Cidade Nova I Manaus AM Telefax (92) 3581-6589

FENEIS – PORTO ALEGRE (RS) Rua Dona Laura, 1020, sala 111 Mont’Serrat Porto Alegre RS Tel (51) 3321-4244 feneisrs@terra.com.br

FENEIS – FORTALEZA (CE) Av. Bezerra de Menezes, 549 São Geraldo Fortaleza CE Telefax (85) 3283-9126 feneis.ce@veloxmail.com.br

FENEIS – SÃO PAULO (SP) Rua Padre Machado, 293 Vila Mariana São Paulo SP Pabx (11) 5575-5882 feneis.sp@feneis.org.br

FENEIS – CURITIBA (PR) Rua Alferes Poli, 1910 Rebouças Curitiba PR Telefax (41) 3334-6577 feneispr@hotmail.com FENEIS – FLORIANÓPOLIS (SC) Desativada em 2007


BALANÇO PATRIMONIAL CONSOLIDADO, ENCERRADO EM 31/12/2007 ATIVO

PASSIVO

DISPONÍVEL Caixa Bancos c/ Movimento Aplicações Financeiras Adiantamentos e Créditos Diversos Imposto a Recuperar

2.354.625,23 302.875,57 417.731,61 27.268,39 1.573.632,25 33.117,41

IMOBILIZADO Imóveis de Uso e Benfeitorias Móveis e Útensílios Linha Telefônica Computadores e Periféricos Ar Condicionado Maquinas, Equips. E Outras Biblioteca TOTAL DO ATIVO

831.783,53 513.938,36 205.308,00 14.045,92 17.181,54 25.000,00 54.294,32 2.015,39 3.186.408,76

CIRCULANTE Tributos a Recolher Salários a Pagar Adiantamentos e Débitos Diversos Obrigações a Pagar Outras Obrigações

2.156.228,86 243.558,24 1.223.513,88 546.807,40 136.479,47 5.869,87

PATRIMÔNIO LÍQUIDO Patrimônio Social Fundo de Reserva Superávit - Financeiro

1.030.179,90 255.057,36 107.147,46 667.975,08

Total do Passivo

3.186.408,76

DEMONSTRAÇÃO DO RESULTADO EM 31 DE DEZEMBRO DE 2007 RECEITAS Convênios Contribuições de Entidades Rendimentos de Aplicações Financeiras Doações e Subvenções Outras Receitas Soma das Receitas DESPESAS Ordenados e Outros Pagamentos Encargos Sociais e Previdências IR Retido s/ Rend. de Aplicações Impostos e Taxas Despesas de Manutenção Outras Despesas Soma das Despesas Superávit Patrimonial TOTAL

249.872,85 26.380,00 10.417,15 35.833,13 1.631.256,21 1.953.759,34 503.118,20 55.474,69 4.793,90 32.950,47 68.003,51 621.443,49 1.285.784,26 667.975,08 1.953.759,34 Rio de Janeiro, 31 de Dezembro de 2007

Reconhecemos a exatidão do presente Balanço Patrimonial Consolidado, somando no Ativo e no Passivo, a importância de R$ 3.186.408,76 (três milhões, cento e oitenta e seis mil, quatrocentos e oito reais e setenta e seis centavos).

Antônio Mario Sousa Duarte Diretor Presidente

Max Augusto Cardoso Heeren Diretor Financeiro e de Planejamento

Raimunda Sousa Ribeiro Contadora CRC/RJ 027748-5

Feneis Relatório 2007  
Advertisement