Page 1

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 1

18-Dec-12 11:55:47 PM


Bradesco Financiamentos lado a lado para acelerar as suas vendas. Na hora de vender, conte com o atendimento personalizado e a agilidade de uma equipe de especialistas em financiamento de veículos.

Crédito sujeito a aprovação.

Bradesco Financiamentos. Presença que gera resultados.

Baixe um leitor de QR Code em seu celular e aproxime o telefone do código ao lado. SAC 0800 727 9977 SAC Deficiência Auditiva ou de Fala 0800 722 0099 Ouvidoria 0800 727 9933 Centrais de Relacionamento Dúvidas e Solicitações sobre Financiamentos de Veículos Capitais ou Regiões Metropolitanas 4004 4433 Demais Localidades 0800 722 4433

bradescofinanciamentos.com.br @Bradesco facebook.com/Bradesco

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 2 26221_An_Fenauto_210x280.indd 1

18-Dec-12 11:55:50 PM 11/28/12 7:12 PM


EDITORIAL

FENAUTO – Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores Rua Cel. Palimercio de Resende, 25, Butantã São Paulo - SP - CEP: 05505-010 – www.fenauto.org.br – fenauto@terra.com.br – Tel.: 11 - 4119.8586 Ilídio Gonçalves dos Santos Presidente

s.

12 7:12 PM

acelera 2013!

O

ano de 2012 foi difícil para as Revendas de seminovos e usados no Brasil. Quadros anteriores de aumento de inadimplência levaram os agentes financeiros a modificar e ampliar as exigências para aprovação de crédito, o que reprimiu as vendas, deixando as lojas com altos estoques. Uniu-se a isso a isenção de IPI para carros novos. A soma dos acontecimentos acabou por desaquecer nosso mercado. A FENAUTO levou ao governo nossas preocupações e também uma gama de sugestões. A boa notícia é que não tem mais notícia ruim: há sinais de tendência de melhora no mercado. Estes fatos são foco de matéria desta edição inaugural de nossa Revista Revenda, que traz ainda outras importantes iniciativas deste ano. Com o apoio das Associações e Sindicatos e de importantes setores empresariais tornamos realidade o I Congresso FENAUTO, que já nasceu com a qualidade e a excelência em oportunidade que desejávamos. Já podemos convidá-los para o II Congresso FENAUTO a ser realizado de 11 a 13 de setembro de 2013 no Royal Palm Plaza em Campinas-SP. Ressalto também a realização de nossas Convenções, importantes momentos para os mercados regional e nacional, e também os nossos Encontros Regionais, estes, eventos de negócios por excelência. E, finalmente, tornou-se realidade este projeto, a Revista Revenda FENAUTO, onde daremos voz à defesa de nossos interesses e onde nos encontraremos com os parceiros que oferecem soluções para os nossos negócios. Esta Revista é nossa, apoie e participe. Aproveito a oportunidade para desejar a todos um 2013 cheio de realizações e boa sorte! Ilídio Gonçalves dos Santos Presidente FENAUTO – Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores.

Conselho Deliberativo do quadriênio 2009/2013: ILÍDIO GONÇALVES DOS SANTOS, Presidente; FERNANDO VILLELA TOLEDO, 1º Vice – Presidente (AGENCIAUTO/DF); JOSÉ EVERTON FERNANDES, 2º Vice- Presidente (SINDIVEL/CE); ANTONIO CARLOS V. DA SILVA FILHO, Vice-Presidente Financeiro (ARIVES/ES); ISIO KELNER, Vice-Presidente Financeiro Adjunto (AAVURJ/ RJ); MARCELO SOARES GUIMARÃES, Vice-Presidente Administrativo Adjunto; ISNEL LEITE DE ALMEIDA, Vice - Presidente Secretário (AGENCIAUTO/MT); PEDRO CESAR BEZERRA NETO, Vice – Presidente de Marketing (SINVEP/PB); CLAUDIONOR MOREIRA DA COSTA, Vice -Presidente de Marketing Adjunto (ASSOVEPA/ PA); WINICIOS CARLOS DE AGUIAR, Vice-Presidente Assuntos Jurídicos (AGENCIAUTO/GO); VANDERLEY PRIETO; Vice-Presidente Assuntos Jurídicos Adjunto (AGENCIAUTO/AL); PAULO C. MASCARENHAS DE OLIVEIRA, Vice- Presidente de Relações Públicas Adjunto (ASSOVEBA/BA); PAULO ROBERTO DE SOUZA, Vice-Presidente Assuntos Econômicos e Mercadológicos Adjunto (ARIVES/ES); EDSON RODRIGUES SANTOS, Vice-Presidente de Assuntos Econômicos e Mercadológicos Adjunto (QUALIAUTO/RS); ANTONIO DOS SANTOS GOMES, Vice – Presidente de Assuntos do Quadro Associativo (ASSOVEPA/PA); JOSÉ AUGUSTO DOS SANTOS, Vice – Presidente de Assuntos do Quadro Associativo Adjunto (AVESE/SE); SERGIO BATISTA COELHO, Vice-Presidente de Relações Internas (ASSOVEMG/MG); JOSÉ AUGUSTO TÁVORA DA SILVA, Vice-Presidente Relações Internas Adjunto (SINDIVEL/CE). Sem título-1.indd 1

25-Sep-12 5:46:19 PM

Revista Revenda FENAUTO: publicação mensal da FENAUTO destinada aos Revendedores de Veículos Automotores. Impresso MegaDealer – www.megadealer.com.br - CEO, J.R. Caporal; Comercial, Anderson Brasil – anderson@megadealer. com.br – tel. 11 – 9.8283.3857 – 3759.1321; Editor, Marcelo Nicolósi – marcelo@megadealer.com. br – MTb: 20.959. Serviços Gráficos, C&D Gráfica e Editora – grupoimpressor@terra.com.br – Produção Gráfica: Reginaldo Coelho. O conteúdo de artigos assinados e anúncios é de responsabilidade exclusiva de seus autores.

Revenda FENAUTO • 3

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 3

18-Dec-12 11:55:53 PM


ÍNDICE

Balanços e Tendências: desafios e conquistas de 2012 e novidades de 2013.

06 Associações

Este espaço é de todos Envie notícias e fotos sobre as atividades de sua associação.

07 GPS

21

30

Notícias em geral O que acontece no mercado dos associados à FENAUTO.

08 Negócios

A Teoria da Evolução. Artigo de Enilson Sales, da Sales7 Consulting & Advisoring Services.

4 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 4

18-Dec-12 11:55:57 PM


1

14 congresso fenauto e expofenauto O sucesso da 1º Edição e o convite para a próxima 10 Inovação e Tecnologia A seu favor. Artigo de Silvio J. da Silva, Consultor Correio Motors.

12 Consórcio Bom negócio para seminovos. Artigo de Paulo Roberto Rossi, Presidente Executivo da ABAC.

20 Balanços e Tendências Feliz Ano Novo! Nem só de dificuldades viveu 2012.

22 Gestão Pessoal Conquistar objetivos. É o tema de artigo de Nilson Redis Caldeira.

24 Revenda em Destaque Bello’s Car. Silvan Dal Bello conta um pouco de sua história.

26 Mercado on-line Como usar a internet para vender. Artigo de Helder C. S. Siqueira, superintendente do iCarros.

www.fenauto.org.br

28 Serviço vCheck Saiba toda a “vida pregressa” do veículo.

30 Turismo Corporativo Viagens de Incentivo. A premiação por metas de vendas.

32 Encontros Regionais FENAUTO expande eventos. O objetivo é fomentar a realização de negócios.

34 F&I Uma receita alternativa para revendas. Artigo de Ildebrando T. S. Gozzo, da ST Corretora.

35 Tendências de Mercado O que nos dizem os números sobre 2012 e 2013. Artigo de Elis Mauricio Siqueira, Coordenador do Projeto de Informações da FENAUTO.

37 Livros Dicas sobre leituras de cultura e entretenimento. Médico de Homens e de Almas, de Taylor Caldwell.

Revenda FENAUTO • 5

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 5

18-Dec-12 11:56:01 PM


AUTO, este espaço é Gestores das associações filiadas à FEN ias e fotos em alta notíc r eale seu. Envie para marcelo@megad ia de sua entidade. resolução sobre as atividades de relevânc

ASSOCIAÇÕES

n Arives - Associação de Revendedores de Veículos - VITÓRIA - ES Arives promove palestra e sorteio de prêmios Empresários de revendas associadas ARIVES participaram dia 29 de outubro de um happy hour promovido pela entidade em parceria com a Bradesco Financiamentos. O encontro foi realizado no auditório do prédio da Fecomércio-ES, em Santa Lúcia, Vitória. Durante o evento, o administrador de empresas e sócio-diretor da F&I Brasil, Daniel Brandão, fez a palestra “Aumentar seu lucro é o nosso negócio”. Ele apresentou estratégias para que os revendedores incrementem suas vendas e ampliem suas margens de lucro. “O objetivo da palestra foi despertar no empresário, que também atua como gerente, a necessidade de se criar procedimentos diários e eficazes dentro do ambiente de trabalho”, destacou o presidente da ARIVES, Antonio Carlos Vieira da Silva Filho. Ainda no coquetel, a ARIVES, com o apoio da Bradesco Financiamentos, sorteou dois smartphones, um tablet e um computador de mesa entre as lojas que efetivaram o maior número de contratos no período de 1º a 29 de outubro.

Vitória sedia convenção nacional do mercado de veículos seminovos Empresários do segmento de veículos seminovos de várias partes do País participaram em 23 de novembro da 40ª Convenção da Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotivos (FENAUTO). O evento foi realizado em Vitória, com o apoio da Associação dos revendedores Independentes de Veículos do Espírito Santo (ARIVES). A programação do encontro incluiu reuniões e debates sobre assuntos ligados ao segmento, como a segurança na comercialização de veículos e as perspectivas para o setor automotivo. O presidente da FENAUTO, Ilídio

Convenção: Paulo Rossi - ABAC, Maurício Veras - CETIP, Antonio Carlos - ARIVES, Ilídio G. dos Santos - FENAUTO e Alfredo Dassan.

Paulo Rossi - ABAC

Aleander - Correio Motors

Gonçalves dos Santos, fez a abertura do evento. Também estiveram presentes Paulo Roberto Rossi, presidente da Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (Abac), e Antonio Augusto de Almeida Leite, diretor superintendente da Associação Nacional das Instituições de Crédito, Financiamento e Investimento (Acrefi). O presidente da ARIVES, Antonio Carlos Vieira da Silva Filho, destacou que o encontro permitiu uma saudável troca de experiências entre representantes de associações de todo o País. O objetivo foi discutir o futuro do mercado de seminovos e traçar estratégias para superar os desafios enfrentados pelo segmento. A convenção foi r ealizada no Four Towers Hotel, na Praia do Canto. No dia 23 de novembro a ARIVES também realizou a tradicional festa de confraternização de fim de ano no cerimonial Lee Buffet, em Vitória-ES, ótima oportunidade de integração de revendedores e fornecedores.

Enilson Sales - Sales 7

Elis Siqueira

De 06 a 09 de dezembro, a ARIVES realizou o 47 FEIRÃO DE SEMINOVOS ARIVES, no pavilhão de Carapina, oportunidade para o consumidor adquirir um veículo em condições especiais e para os revendedores certificados ARIVES aumentarem as suas vendas.

6 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 6

18-Dec-12 11:56:05 PM


GPS Valor agregado para seus negócios A FENAUTO, com a intermediação da L&Silva fechou acordo com a Seguradora Mapfre para a oferta de serviços de consultoria de F&I junto aos associados da Federação em todo o Brasil com o objetivo de gerar solução para a atual realidade de mercado que é a queda de receita dos lojistas. A consultoria inclui treinamento para os proprietários Lojistas de todo o Brasil – ou ao funcionário que ele indicar – que o tornará capaz de oferecer uma gama de produtos que trarão valor agregado aos negócios. Tratam-se de modalidades de seguro, como o prestamista (pagamento de algumas prestações em caso de desemprego), garantia mecânica e seguro de casco, este último é o primeiro a ser oferecido. A Mapfre é reconhecida pela ótima cobertura, quantidade e qualidade de seus produtos, objetivando a melhor relação custo-benefício. Breve, a FENAUTO trará mais informações a respeito.

Mercado em equilíbrio Com a retomada das vendas e a estabilização do preço dos carros usados, o Presidente da FENAUTO, Ilídio Santos, acredita que o mercado está em equilíbrio e não deve apresentar grandes alterações, mesmo com a volta do IPI para carros novos, prevista para dezembro. “Não deve mudar muita coisa. O mercado vai levar um tempo para recuperar as perdas, assim como vai demorar para o preço do usado voltar ao patamar anterior”, aponta.

Parceria Peugeot e GM PSA Peugeot-Citroën e General Motors anunciaram em outubro início de parceria com a criação de veículos projetados a partir de plataformas comuns: um monoespaço para Opel-Vauxhall e para Peugeot, o futuro Peugeot 5008; um compacto Opel-Vauxhall e Citroën, baseado sobre a plataforma do atual Citroën C3; um subcompacto de baixo consumo para Opel-Vauxhall, Peugeot e Citroën, que pode servir de base para

Mercado tem leve recuperação Setor de carros usados teve leve recuperação no segundo semestre, aponta a FENAUTO. Os modelos com mais de três anos registram queda de cerca de 10%, no acumulado de janeiro a outubro. No entanto, os modelos mais novos, com menos de três anos, apresentam alta de 2,8%, no mesmo período. “Em torno de 15% das fichas de financiamento eram aprovadas. Agora já estamos atingindo uma meta de 30% a 35%”, apontou Ilídio Gonçalves dos Santos, presidente da FENAUTO. Ele destaca que 70% das vendas do setor são financiadas. “Existe crédito, mas o aumento da inadimplência fez com que os bancos adotassem critérios mais seletivos”, avaliou.

os futuros Opem Adam, Citroën DS1 e Peugeot 108; e finalmente uma plataforma de veículo do segmento D, uma station wagon de luxo que poderia checar ao mercado com os nomes de Opel Insignia, Citroën C5 ou DS5 e Peugeot 508. Os planos seguem acordo firmado em fevereiro e podem indicar o início de uma fusão entre a montadora francesa e a alemã Opel, subsidiária da GM na Europa.

Não às concessionárias Segundo estudos da Roland Berger, passados três anos, apenas 10% dos consumidores continuam levando o carro à concessionária após o fim do período da garantia. Em países da Europa, como a Alemanha, a frequência é mantida por 60% a 70% dos clientes. Para 43% dos consumidores, preços altos de peças e serviços são motivos para evitar a concessionária. Outros itens citados são baixa confiabilidade (36%), serviços mal executados (33%), tempo longo de reparo (17%), falta de direcionamento e fraca oferta de serviços (14%), tempo de espera longo e localização longe de casa (12%), pouca flexibilidade de horários (10%) e fim da garantia (9%). A principal razão para a utilização das concessionárias em revisões e reparos é para não perder a garantia.

Kombi sairá de linha A Kombi, em produção no país desde 1957, deverá sair de linha no final de 2013. Um substituto para a clássica van já está sendo desenvolvido. A Kombi terá de sair de cena por não cumprir as novas regras de segurança que entrarão em vigor em 2014 no Brasil, que exigirão airbags e freios ABS, itens que não servem no modelo. Retirar a Kombi de linha seria parte de uma estratégia do grupo VW para se afastar da imagem de fabricante de “carros antigos”. O plano começou em 2011 na África do Sul, onde a VW deixou de produzir a primeira geração do Golf, que foi lançado nos anos 1970, e seguirá na China, onde a empresa se prepara para encerrar a produção do veterano sedã Santana, que será substituído por um novo carro global.

Revenda FENAUTO • 7

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 7

18-Dec-12 11:56:07 PM


NEGÓCIOS

A TEORIA DA

EVOLUÇÃO

Todo o mundo já teve ter ouvido falar alguma vez do Charles Darwin e a sua “Teoria da Evolução das Espécies”. enilson sales

S

aindo fora do contexto cientifico e tentando simplificar o conceito, a essência desta teoria é que as espécies sobreviventes vão se adaptando de acordo com o ambiente onde vivem, e assim vão se perpetuando, porém em franca evolução. A velha teoria de que “os mais fortes sobrevivem” cai por terra quando alguém pergunta: Se é assim, porque os dinossauros foram extintos? Ao derrubar esta velha teoria, uma nova síntese surgiu: “Os so-

breviventes serão os que mais rapidamente se adaptarem às mudanças do ambiente onde vivem.” Assim, meus amigos, convido vocês a uma reflexão sobre a sobrevivência de seus Negócios. Será que o ambiente onde hoje seu negócio existe, mudou? Será que as condições que garantiam a sobrevivência e o crescimento do seu negócio continuam as mesmas? As respostas a estas questões cabem a você. E a este humilde pretenso escritor, cabe alertá-lo sobre o que poderia ser feito para uma rá-

8 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 8

18-Dec-12 11:56:08 PM


pida e simples adaptação às novas premissas ou aos novos desafios. Entendendo que o comportamento do mercado (consumidores, produtos, concorrentes e financiadores) mudou; seguem alguns conselhos que podem ajudar a uma tomada de decisão na busca da adaptabilidade: - Busque o máximo de informação possível sobre o mercado. Analise o comportamento do mesmo nos últimos anos. Como era e como é hoje. Estamos na era da informação. E quem tem as melhores informações tomará as melhores decisões. Prepare a sua empresa (você e sua equipe) para um novo negócio, onde o conhecimento é fundamental. Enfim, profissionalize o seu negócio. Informação, informatização, treinamento e boas práticas, serão cada vez mais preponderantes para sua sobrevivência. Associe-se aos que de forma organizada, buscam a evolução do seu negócio. Em grupo sempre é mais fácil superar obstáculos.

Prepare a sua empresa (você e sua equipe) para um novo negócio, onde o conhecimento é fundamental.

Estreite o relacionamento com o mercado e principalmente com seus clientes. Não serão mais a compra e a venda, questões a serem bem cuidadas. O Pós-venda será fundamental. Para isto, aprofunde os conhecimentos sobre CRM (programas de relacionamento com sua base de clientes). Busque canais alternativos de venda. Ontem, o cliente ia até a sua loja. Hoje, a sua loja tem que ir até ele. Provavelmente estes conselhos acima você já ouviu em algum momento. A grande pergunta é: “O que você fez até agora nesta direção?” E uma outra: “O que você fez já surtiu efeito percebido?” Não se esqueça que os gigantes, fortes e ferozes dinossauros já não existem mais a não ser nos filmes e museus. Você não gostaria que seu negócio fosse parar apenas na memória das pessoas ou fossem objetos de diversão, não e? Enilson Sales Sales7 Consulting & Advisoring Services.

Revenda FENAUTO • 9

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 9

18-Dec-12 11:56:09 PM


BANCOS Inovação e Tecnologia

Inovações Tecnológicas surgem a cada dia com o intuito de facilitar nossa vida, mas como podemos fazer esta tecnologia ser favorável às Revendas Multimarcas? silvio j. da silva

J

á se foi o tempo que o cliente passava em uma revenda para poder escolher seu futuro veículo; hoje as práticas são outras, com a Internet a grande maioria dos clientes encontra o seu novo veículo no conforto do seu lar, e quer solicitar informações sobre este veículo encontrado sem a necessidade de se deslocar até a revenda. Com isto nasceram portais especializados em divulgar o estoque das revendas e raro é a revenda que não possui site próprio. Esta tecnologia deve ser utilizada para atrair a atenção do cliente e para isto é necessário manter o site atualizado, com fotos que devem ser tiradas em locais preparados com logo da revenda; assim podem ajudar a atrair a confiança deste cliente virtual. A tecnologia neste caso virou um novo canal de mídia, do mesmo modo que o jornal, rádio, tv, que já

eram usados, com o mesmo intuito de buscar novos clientes que queiram comprar veículos. Adotamos esta nova mídia, contudo em muitos casos com as mesmas falhas que cometíamos no tratamento dispensado ao cliente conquistado por jornal, rádio e tv. Continuamos não acompanhando o atendimento dispensado a este cliente, e-mails são recebidos e se perdem entre tantos outros da mesma forma que atendíamos ao cliente que foi atraído até nossa revenda pelo jornal, ou seja ele se vai e as informações se vão com ele pois não estamos fazendo uso da tecnologia no sentido de conhecer e manter um relacionamento com este cliente. Um software de CRM ajuda a revenda multimarcas a conhecer melhor o cliente e possuir dados para manter o contato, acompanhar cada atendimento realizado por seu vendedor e as respostas enviadas por e-mail. Os clientes que atendemos e que não conseguimos concretizar a venda, normalmente também não temos seus dados, mas e se meu vendedor registrasse nome e telefone em um software que de forma inteligente pudesse sugerir novas ligações, alertar o gerente que o vendedor não esta dando a atenção devida ao cliente, e caso a venda não se concretize os dados ainda estarão ali para ser trabalhados de uma forma diferente, resgatando o cliente: isto não poderia aumentar suas vendas? A resposta é SIM; já realizei trabalhos em revendas que conseguiram aumentar suas vendas com a aplicação deste tipo de software, o CRM (manutenção do relaciona-

10 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 10

18-Dec-12 11:56:11 PM


mento com o cliente), que deve ser uma tecnologia utilizada pela revenda e sua implantação deve ser acompanhada por consultores do software que não devem conhecer somente do sistema, mas também do processo de atendimento. A gestão da revenda multimarca pode usufruir da tecnologia com softwares de gestão que facilitam o dia a dia, trazendo mais controle, redução de custos e aumento de lucratividade. O controle da compra do veículo e da manutenção do mesmo pode representar o lucro ou o prejuízo de uma revenda, e com a ajuda de um software o controle é obtido de forma rápida e ágil. O software deve ter respaldo fiscal, pois novas exigências fiscais estão sendo aplicadas pelo governo, iniciado com a NF-Eletrônica e agora com a implementação do Sped Fiscal e Sped Contribuições.

Facebook e twitter, as famosas mídias sociais estão se tornando a cada dia uma nova forma de manter a sua revenda próxima do seu cliente; estar presente nas mídias sociais já faz parte de mais uma inovação tecnológica e, para isto, já existem empresas especializadas em produzir conteúdo, atrair público; mas cuidado, estar nas mídias sociais sem um acompanhamento pode trazer prejuízos pois o cliente também já descobriu a mídia social, um meio para colocar a “boca no trombone” ou seja realizar reclamações das empresas. Sites de busca como o google estão se provando eficazes para atrair novos clientes, além de divulgar a sua marca, é uma tecnologia que devemos observar de perto, preparar para a indexação realizada pelo google pode ajudar seu site a ficar entre os primeiros resulta-

dos da busca; tenho acompanhado revendas que já estão realizando investimento com anúncios pagos do google, obtendo muitos contatos através do site que bem trabalhado através do software de CRM estão se convertendo em vendas. Procurei citar algumas inovações tecnológicas que bem aplicadas, estão se convertendo em resultados positivos nas revendas multimarcas; tenho acompanhado de perto várias revendas orientando sobre melhores práticas do mercado, criando procedimentos e ajudando na implantação de novas tecnologias; estamos participando do presente para criar um novo futuro para as revendas multimarcas. Silvio J. da Silva é Consultor Correio Motors www.correiomotors.com.br

Revenda FENAUTO • 11

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 11

18-Dec-12 11:56:13 PM


CONSÓRCIO BANCOS

bom negócio para

seminovos A

origem dos consórcios coincide com o início das atividades das revendas de veículos, há 50 anos, quando da instalação da indústria automobilística. À época, não havia um comércio expressivo de seminovos ou usados. Por se tratar de uma ação brasileira, o consórcio se expandiu e se consolidou como instrumento de acesso a todos os tipos de automotores. Passadas cinco décadas, o segmento automotivo cresceu, se ampliou e hoje certamente representa um dos principais propulsores do nosso progresso, empregando mais de 1,3 milhão de pessoas, direta e indiretamente. Nesse contexto, ao longo dos anos, o mecanismo marcou presença em veículos de todas as idades, diante do crescente interesse da população e de seu poder de compra. Exemplo está no grande número de adesões aos consórcios de veículos automotores, leves como automóveis, utilitários e camionetas, motocicletas, ou pesados como caminhões, máquinas, implementos e ônibus. Com maior desejo nos leves, com preços entre R$ 25 mil e R$ 60 mil, de acordo com a assessoria econômica da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios no primeiro semestre, os consumidores, que preferiam os populares, passaram a planejar e considerar compras de seminovos e usados de valores equivalentes ou maiores, sinalizando up grade nos objetivos, confirmando o mecanis-

O consumidor passou a incluir o O Sistema de questionamento Consórcios sobre a garante a necessidade imediata ou liberdade não ter o bem de escolha. desejado. paulo roBerto rossi

mo como melhor alternativa para atingi-los. Sabe-se, ainda, que o consórcio vem assegurando as vendas à medida que consorciados contemplados, de posse da carta de crédito, vão às compras. Isso permitiu e vem permitindo que a comercialização seguisse sua corrente natural de trocas, rejuvenescendo a frota, confirmando o seminovo ou usado como o primeiro ou o mais novo automóvel, pessoal ou famíliar. Hoje, são mais de duzentas administradoras de consórcios autorizadas pelo Banco Central do Brasil atuando e apontando a ideia original como sucesso, cujos benefícios são imensuráveis, face à grandeza e à relevância nas compras, vendas ou trocas. As crises econômicas e os planos econômicos vivenciados não in terferiram nos consórcios, que colaboraram para a manutenção da produção e comercialização de veículos. Ao se financiar mútua e reciprocamente, os consumidores mantêm os negócios ativos, como ações de poupança com objetivo definido, com planejamento e resultados na formação e ampliação de patrimônio, algo que a educação financeira expressa como disciplina. Ao ensejar acesso à aquisição a custos baixos, o Sistema de Consórcios garante a liberdade de escolha e possibilita a comparação das características de cada administradora de consórcios, independentes ou ligadas às fabricantes, às concessionárias, ao sistema financeiro, às redes varejistas, às seguradoras e às

12 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 12

18-Dec-12 11:56:15 PM


cooperativas. Atualmente, quase todas as empresas operam nos segmentos de veículos automotores, tornando o mercado competitivo e autorregulador. Com as medidas divulgadas pelas autoridades monetárias nos últimos meses, face o cenário externo, incluindo critérios rígidos para concessão de crédito de um lado e incentivos com redução de impostos de outro, a liberação de financiamentos ficou mais rigorosa e viu-se a necessidade de poupar por meio desse mecanismo. Assim, o perfil do consumidor, estimulado ao consumo imediato, passou a incluir o questionamento sobre a necessidade imediata ou não de ter o bem desejado. Para muitos, a mudança de comportamento, transformou o impulso em planejamento. Por essa razão, além do elevado número de novas cotas vendidas, o grande volume de cartas de crédito não utilizadas é uma constatação da potencialidade setorial. Nele, há um destino bem traçado dentro do contexto do investimento. Quem poupa para comprar um bem, por exemplo, sabe que o fruto de seu compromisso será

atingido. Quando contemplado, o consorciado já pode começar a sonhar com outro veículo, atualizando a idade do bem, conquistando e agregando patrimônio. Nos últimos anos (2009 até setembro de 2012), as contemplações de veículos automotores em geral somaram mais de 3,5 milhões. A média anual de contemplações de automóveis subiu de 7,8% (2009) para 12,9% (até setembro de 2012) de participação nas vendas do mercado interno. Diante desse cenário, pode-se afirmar que, historicamente, os consórcios têm se consolidado como instrumento de inclusão social e de indutor da economia, presente em vários níveis da comercialização de veículos, tanto novos como seminovos ou usados. Daí sua importância reconhecida por milhões de consumidores e atrativa oportunidade de negócios para quem atua no mercado automotivo. Paulo Roberto Rossi Presidente Executivo da ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios

CONSOLIDAÇÃO DO SISTEMA DE CONSÓRCIOS Patrimônio líquido ajustado R$ 5,4 bilhões (junho/2012) Ativos administrados R$ 115,0 bilhões (junho/2012) Tributos e contribuições Arrecadados R$ 642,0 milhões (Janeiro a junho/2012) Volume geral de negócios R$ 59,4 bilhões (janeiro a setembro/ 2012) Volume de negócios (somente veículos automotores) R$ 44,2 bilhões (janeiro a setembro/ 2012) Total de participantes 5,07 milhões de consorciados (setembro/2012) Total de participantes (somente veiculos automotores) 4,33 milhões (setembro/2012) Vendas globais de novas cotas (novos consorciados) 1,87 milhão de novos consorciados (janeiro a setembro/ 2012) Vendas de novas cotas (somente veículos automotores) 1,68 milhão (janeiro a setembro/ 2012) Contemplações gerais (consorciados que tiveram a oportunidade de comprar bens) 911,5 Mil (janeiro a setembro/ 2012) Contemplações (somente veículos automotores) 834,0 Mil (janeiro a setembro/ 2012)

Revenda FENAUTO • 13

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 13

18-Dec-12 11:56:18 PM


CONGRESSO FENAUTO

1º CONGRESSO

O 1º Congresso FENAUTO (Congresso Nacional de Seminovos e Usados), promovido pela Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores, foi realizado de 12 a 14 de setembro de 2012 no Mabu Thermas & Resort, em Foz do Iguaçu-PR.

I

lídio Gonçalves dos Santos, Presidente da Federação, em entrevista exclusiva para esta Revista Revenda, fez o balanço do evento: “nós tivemos cerca de 300 participantes e, baseado em declarações de participantes posso afirmar que foi realmente um sucesso, correu tudo bem”. Ele continua: “temos a certeza que os que puderam prestigiar o evento saíram tão satisfeitos que convidarão mais colegas para participar da próxima edição”. O 2º Congresso FENAUTO será realizado de 11 a 13 de setembro de 2013 no Royal Palm Plaza em

Campinas. Santos também comemora que os expositores que participaram da ExpoFENAUTO, evento que integrou o Congresso, declararam terem ficado plenamente satisfeitos: “superou a expectativa de todos e acreditamos que para a próximo congresso teremos pelo menos 50% a mais de participantes”. Ele exemplifica essa satisfação: “a expositora Autoweb tinha a expectativa de fechar 20 contratos e fechou 35, e ficou tão entusiasmada que quer investir na próxima edição do Congresso”.

O evento contou com o Patrocínio Master do Itaú, que recebeu os congressistas em seu estande montado ao centro da ExpoFENAUTO. Outros expositores também apresentaram seus produtos durante os coffee-breaks. O Congresso também ofereceu uma programação social que incluiu coquetel, jantar e show de abertura, além de jantar e show de encerramento. Também esteve presente a delegação argentina da FACCARA-Federación de Asociaciones Y Câmaras del Comércio Automotor de La República Argentina, que, ao final do evento,

14 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 14

18-Dec-12 11:56:20 PM


CONGRESSO FENAUTO através de seu Vice-Presidente, Alejandro Lupo, homenageou a FENAUTO e todos os revendedores brasileiros. A divulgação do evento destacou também que na oportunidade em que se realizava o encerramento do Congresso, o presidente Santos perguntou ao plenário quem estaria presente à próxima edição. A resposta do auditório foi unânime. Santos informou em discurso que, já tabulados os formulários de avaliação, pode dizer que foi alcançado um índice de satisfação de quase 100% nos itens “local”, “organização”, “programação temática” e “programação social”. A empresa organizadora, a Procópio Ferraz-Construção de Eventos, que foi em grande parte responsável21x14 por Fenauto.ai este sucesso, informou quePM Anuncio 11/27/12 3:56:23 em nenhum de seus outros eventos

foi alcançado índice igual. Santos destaca: “Só tenho uma explicação para isso: além de todo o esforço conjunto já mencionado, fica claro que o nosso Setor está amadurecendo e está pronto para galgar alguns degraus acima do patamar em que nos situávamos há décadas. Está, na verdade, ansiando por reunir-se, por unir-se, por buscar a consecução dos objetivos comuns. Está, portanto, preparado para fortalecer suas associações, pois é esse o único meio de unirmos todo o Brasil, de Norte a Sul, e, desta forma, termos voz, sermos ouvidos e, sobretudo, sermos respeitados”.

Agradecimentos Santos manifestou sua gratidão a quem proporcionou realizar este grande e bem sucedido encontro:

Descerramento da Faixa de Abertura

“o Itaú, na pessoa de seu diretor, Evanir Coutinho Ussier, e também à sua equipe. Agradeço à CETIP, à Cnseg, bem como à Mapfre e aos expositores da ExpoFENAUTO. Também devo registrar gratidão aos presidentes das Associações Es-

Revenda FENAUTO • 15

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 15

18-Dec-12 11:56:23 PM


CONGRESSO FENAUTO

Celebração do Hino Nacional

taduais e aos membros do Comitê Organizador, sem os quais o evento não teria alcançado esse êxito tão grande”.

Palestras para acelerar no mercado As palestras e painéis que compuseram o Congresso proporcionaram conhecimento que turbinam os negócios de quem os aplica, versaram sobre Vendas, Gestão e outros temas, e estão disponíveis no site http://congressoFENAUTO. com.br/palestras. “O empreendedor metacompetente”, por Nailor Royal Palm Plaza em Campinas

O 2º CONGRESSO FENAUTO SERÁ DE 11 A 13 DE SETEMBRO DE 2013 EM CAMPINAS - SP

Marques Jr.; “Cenário econômico: prepare-se para as mudanças!”, por Tereza Maria Fernandez Dias da Silva (MB Associados); “A Internet como aliada nas compras e vendas”, por Helder Siqueira (Icarros); “Atendimento: da localização ao cafezinho, o que é preciso saber para incrementar vendas”; Daniel Brandão (F&I Brasil); “Marketing, Pós-venda e Fidelização: CRM”; Samuel Cortez (Autoweb); “Você está preparado para vender para as Classes “C”, “D” e para as mulheres?”; de Claudio Silveira (Quorum Brasil). Na área de gestão, entre outros temas, destacaram-se: “Como ter uma boa estrutura organizacional”, por Amos Lee Harris Jr. (Aval); “Melhores práticas para o seu negócio”, por Carlos Costa Beber (Superauto); “Melhores práticas para o seu negócio”, por Michel Santos (Salocar); “Melhores práticas para o seu negócio” também foi tema de Silvan Dal Bello (Bello’s); “Liderança em Gestão”; por Nilson Redis Caldeira (Reconectar); “Avaliação, procedência e exigências”, por José Aurélio Ramalho (Observatório Nacional de Segurança Viária); e “Como usufruir do associativismo”, por Expedito Arena (Casa do Construtor).

Outros temas de destaque foram: “Utilizando as informações de mercado a seu favor”, por Elis Mauricio Siqueira (K Tools); “Utilizando as informações de mercado a seu favor”, por Otilio Rodrigues Neto (Excede); “Preparação de veículos para a venda”, por Nei Santa Barbara (Eurobike); “Autoshoppings: prós e contras”, por Claudio Ziravello (Auto Moto Shopping Vimave); e “Direito digital e contratos eletrônicos”, por João Paulo Todde (Todde Advogados e Consultoria).

Depoimentos Daniel Brandão, da F&I Brasil, aprovou o Congresso como forma de gerar novos negócios para quem participou e recomendou a participação de todos na próxima edição do evento. Veja outros depoimentos em http://www.congressoFENAUTO.com.br/depoimentos

Palavra do Presidente Seguem trechos de destaque das falas de Ilídio Gonçalves dos Santos, Presidente da FENAUTO na abertura do Congresso: “Este é um momento muito especial para mim como deve ser

16 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 16

18-Dec-12 11:56:25 PM


CONGRESSO FENAUTO também para muitos dos presentes: é a realização de um sonho. Atuo há 41 anos neste mercado, muitos deles dirigindo nossas entidades de classe, e sempre sonhei que um dia o nosso setor poderia realizar seu próprio congresso. Olhava para outros setores – muitos dos quais com menos significância que o nosso – e percebia que se reuniam anualmente para debater sobre seus mercados, seus desafios e suas estratégias. Então ficava pensando “o que esse pessoal tem que nós não temos?” ... Nós todos temos que fazer uma reflexão profunda. Exercemos uma atividade importantíssima para a economia deste país. Somos responsáveis pela comercialização de quase 10 milhões de veículos por ano. Com isso, alavancamos toda a cadeia automotiva: da indústria de autopeças, passando pelas montadoras, até as concessionárias de veículos. Isso porque a venda do veículo novo evidentemente pressupõe a do usado. ... Falta, meus companheiros, falta nos unirmos em torno dos objetivos comuns! O lojista seu vizinho e o da esquina podem ser seus concorrentes, mas enfrentam os mesmos desafios, têm as mesmas necessidades e os mesmos anseios. O nosso setor já tem uma estrutura associativa organizada, ou seja, as associações estaduais que se congregam na FENAUTO, que é a Federação de todos nós. Mas, a maioria dessas entidades sobrevive às custas de companheiros abnegados que, mesmo sem a adequada estrutura, fazem o que podem pela nossa atividade em suas Regiões. ... Mas, a realização deste Congresso é carregada de simbologia: estamos dando o primeiro grande passo para unir-nos! Mesmo em um ano extremamente difícil, esta-

mos aqui reunidos para saber como melhorar nosso negócio. Nas palestras, ouviremos muitas sugestões. Nos almoços e coffee-breaks debateremos os nossos desafios e procuraremos soluções comuns. Por falar em desafio, eu diria que este encontro tem dois grandes objetivos: • O primeiro - eu já disse -, é o de nos unirmos e iniciarmos o caminho para o reconhecimento da importância de nossa categoria. • O outro objetivo é de voltarmos o foco para as verdadeiras chaves do nosso negócio: comprar bem e vender bem. Durante muito tempo nos desviamos desse foco porque outras fontes de renda enevoaram a trajetória de nossas empresas. Mas, agora, o cenário que se apresenta é de redescoberta do nosso negócio e de nossa verdadeira vocação e de nossa fonte de receita. Não será fácil, mas este Congresso procurará mostrar alguns caminhos. Ao final desses caminhos, descobriremos que conseguimos construir um negócio melhor, mais duradouro, que poderá ser assumido com orgulho pelos nossos filhos e netos. Eu acredito firmemente nisto!

Ilídio G. dos Santos: Presidente da FENAUTO

Da parte da FENAUTO, temos também motivos para afirmar que as perspectivas de apoio à nossa categoria são muito boas. Quero informa-los, por exemplo, de que celebramos um convênio com o DENATRAN, que nos abrirá as informações de emplacamentos de veículos usados de todo o país. E já estamos nos organizando de forma que essas informações sejam repassadas aos filiados de nossas associações de maneira que lhes seja extremamente útil. Não poderia deixar de lembrá-los de que temos a missão de preparar o correspondente de cada uma de nossas lojas, para que a partir de fevereiro de 2014 esteja certificado nos moldes determinados pelo Banco Central do Brasil. A grande maioria ainda não se preocupou como deveria. Precisamos começar esse processo imediatamente. A FENAUTO já disponibiliza cursos para essa certificação em todo o país. ... Quero agradecer imensamente ao Itaú, na pessoa de seu diretor, Evanir Coutinho Ussier, verdadeiro parceiro, que desde o primeiro momento acreditou no projeto deste Congresso e, assumindo o Patrocínio Master, viabilizou este grande encontro. Somos gratos também à CETIP e à CNSEG, bem como à Mapfre, por seus valiosos suportes. Devo também registrar o seguido apoio recebido do presidente da ACREFI, o Érico, em diversas de nossas ações. Registro também o grande apoio dos ex e atuais presidentes das Associações e Sindicatos Estaduais. Faço uma menção especial aos membros do Comitê Temático e Organizador, que, desde o primeiro momento, se dedicaram de corpo e alma a este nosso Congresso”.

Revenda FENAUTO • 17

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 17

18-Dec-12 11:56:26 PM


CONGRESSO FENAUTO

18 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 18

18-Dec-12 11:56:32 PM


CONGRESSO FENAUTO

Expo FENAUTO 2012 Patrocínio Master: ITAÚ

Patrocínio Prata: CETIP / CNSEG

Patrocínio Bronze: MAPFRE SEGUROS

Apoio: ABAC Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios Autoweb AVAL Cursos Certi Training Compre Já Seminovos Correio Motors L & Silva Consultoria Apoio Institucional: ACREFI Divulgação: Carro Hoje CVU NetCar ST Corretora de Seguros

Revenda FENAUTO • 19

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 19

18-Dec-12 11:56:38 PM


BALANÇO E TENDÊNCIAS

e s e õ ç a p u c o e r 2012: ano de p M

e Revista: O ano TA

, 1o Congresso, Convenções, Encontros mais! es. Ano que vem tem õ aç liz rea de BÉM FOI pleno

cas fiscais e do específico de políti realibro em set em e capazes s, tes çõe Conven mplo monetárias suficien edição ira me pri amos tomar como exe a so norama, ces pa su do zou com da rede melhorar o referi um dos O, UT o recente episódio NA FE mento e lvi so vo res ng sen de do Co foram fomentando seu ta Revenda, vis dução do IPI. Todos Re sta de es qu sta . de fortalecimento ntadoras, as conquista udo esbeneficiados: as mo mesma outro grande ela de b) Apresentar um est as tri ús ind as s, ria ná sio ces con o pelo Mideste ano. pecífico a ser produzid úrgicos... E io tal me Ilíd ro, os tub s, ou eça de top 3 au e Emprego E no dia nistério do Trabalho uer ouvidos! do an rn Fe e s nto Sa s nós? Não fomos seq e as políticas Gonçalves do acerca do impacto qu saibam: nós da e vic e te en sid pre Para que os senhores o, is, tal qual a Villela Toled públicas fiscais federa ! Tanto em João de s do ha an mp nos manifestamos sim re o setor aco , sob Federação redução do IPI, têm ãos de imsultor con e do ga vo ad Brasília como pelos órg incluindo e, dd os, Paulo To de seminovos e usad estivemos am recefor O, UT NA prejuízos prensa. Aliás, sempre FE s da do a co jurídi uma análise crític casos, conserlos Daudt Ca tro hamennis alertas e, em muitos mi fec lo no pe exo os bid sofridos e seu refl ram sempre o, Fabiano ári ret ução sec red guimos conquistas. Fo seu nte e ue la seq izo Br to das lojas e con seguimos. con s ma is, íce dif muito Kempfer. de emprego. poimento do o da Feo econôLembro-me bem do de Conforme a divulgaçã elrn c) Preparar um estud Do co cis era an Fr tro tro con nis en Mi do ivo tão en ctiva viabideração, o objet mico-financeiro e respe a FENAUTO a a tod de s sse ere int les, que declarou que as principais defender os lidade de pressionar a redução da reprea su de ca mi nô foi quem conquistou eco os (instituicategoria operadoras de crédit l na venda dentre or, exp o com carga tributária federa e de ecom be cas , sentação ções financeiras públi Tivemos ous pelas de lda cu difi as de linha , de usados em 1998. o sas açã coi cri outras nomia mista) para cientes para avessando. atr á ento est fom tras vitórias, mas insufi or o set ra o pa al quais de crédito especi de negócios de transmião est qu criarmos um ambiente fez tro nis mi O do setor. rmou em seu ção com ência da melhor para nós”, afi enfatizar sua preocupa e tir 1º Na ocasião, a presid do ura ert ab en na rev to s en do iam ca nc mi nu pro compromisso a categoria econô Fenauto firmou o em setembro O res UT oto NA tom FE au so los res cu ng Co tério do Tradedores de veí de apresentar ao Minis ração, Ilídio ea o açã lan exp a a o presidente da Fede tod meio de seus e, diante de balho e Emprego, por s, que contiNAUFE da cia ên sid Gonçalves dos Santo pre jurídicos, espedido da consultores técnicos e de surpresa uintes seg os s ido um nuou: “fomos pegos ass dos técnicos TO foram tudos, informações e da u sobre nossa cias pelo ên vid pro e s pela crise que se abate sequências sso con mi compro acerca do setor e das s operações individuatividade: a retração da as io: ist tér minis suportadas pelos loj do IPI tivea . Desde financeiras e a redução va eti ermediar e viabilizar um col Int a) ma almente e de for mi”. tério da Fanis Mi uzir o o red ram um efeito de tsuna com em ia no nc ver diê au a decisão do go principal a a com sej l, na vez cio tal Na ta ro Es s Industriazenda e do Tesou Imposto sobre Produto rá para a ixa de en res 12 ap 20 e qu rca ma 4,5 mil lojas o objetivo da Fenauto lizados (IPI), cerca de de veículos l s da rea en da rev s cos da sti ia atí tór est his as portas tar os dados de seminovos fecharam UTO reagiu ca, mi nô eco ria ego cat no Brasil. Mas a FENA rço e julho. situação da em todo o país entre ma ram e empreuest um r nta me da aos desafios que surgi fun bem como m de suas endeu como nunca. Alé

V

20 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 20

18-Dec-12 11:56:38 PM


! 3 1 0 2 z i l e F . s a t s i u q n o c e s e õ Além do imposto meno r, os revendedores avaliam que a restrição de crédito, provocada pe la inadimplência, também contri buiu para a queda nas vendas. Es se problema vem ocorrendo desd e dezembro. A exigência dos bancos aumentou. A média no comércio de veículos é de 70% de carros fin anciados e apenas 30% passado s em frente através de troca ou pago s à vista. Dados da FENAUTO apon tam que até março passado, de cad a dez fichas para financiamento, no ve são negadas.

“Hoje o cliente tem qu e ter uma renda de, no mínimo, quatro vezes a prestação que paga e ainda dar 20% de entrada. Ele estava acostumado a comprar um carro em 60 vezes e sem entrada. A mudança de regra obrigou os clien tes a fazerem uma poupança. Isso com plica muito as vendas”, detalha o presidente da FENAUTO, que já percebe melhoria no mercado. “E m setembro, 33% dos financiamento s já foram

2º CONG RESSO FE NA UTO: 11 A 13 DE SETE M BR O EM CAM PI NAS - SP . aprovados e nossa exp ectativa é que no balanço de ou tubro o percentual suba para 40%” . Em 2012 também foi dado início aos Encontros Regionais da FENAUTO, eventos de negócios por excelência. Veja reportagem especial nesta edição desta Revista Revenda. Focando nessas inicia tivas e com muito trabalho, a FENAUTO deseja que todos façam os de 2013 um ano de muita sorte! 1º Congresso FENAUTO

Convenções em 2

012

n 38ª Convenção FENA UTO, de 15 a 17 de ma rço, no Rio de Janeiro (RJ). n 39ª Convenção da FENAUTO, realizada de 28 a 30 de junho, no Hotel & Resor t Jatiúca, em Maceió (A L). n 40ª Convenção FENA UTO, realizada de 22 a 24 de novembro em Vitória (ES).

Revenda FENAUTO • 21

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 21

18-Dec-12 11:56:41 PM


GESTÃO PESSOAL

Nilson Redis Caldeira

O

ponto mais importante para que as pessoas atinjam suas metas é que estes objetivos estejam alinhados com os seus valores. Valores são “o porquê fazemos o que fazemos”. Por exemplo: se a família é um valor importante para uma pessoa, ela não ficará feliz em ter como um objetivo um trabalho que implique em se afastar muito tempo. Poderá inclusive perseguir este objetivo, mas seu inconsciente aos poucos vai sabotá-lo, pois sabe que este trabalho pode levá-lo a ficar longe do que realmente é importante para ele. Cada um tem seus valores que podem ser amor, paz, justiça, liberdade, poder, dinheiro, beleza, cultura etc. Saber identificá-los é o primeiro passo para atingirmos nossos objetivos. Porém, além dos valores, os objetivos devem estar alinhados com a visão da pessoa. É a visão que faz com que o cérebro passe a trabalhar na conquista do objetivo. Evita que o foco seja no problema, passando para a solução, para o resultado desejado e permite que as pessoas saibam quando atingiram um objetivo. E os objetivos, como devem ser formulados? Existem algumas regras fundamentais que ajudaram as pessoas a atingirem seus objetivos. Elas com certeza serão muito úteis na formulação dos seus objetivos.

22 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 22

18-Dec-12 11:56:45 PM


Nilson Redis Caldeira Diretor da Reconectar

Existem algumas regras fundamentais que ajudaram as pessoas a atingirem seus objetivos. Elas com certeza serão muito úteis na formulação dos seus objetivos.

1 2

O objetivo deve ser formulado em linguagem simples que até uma criança entenda, por exemplo, “eu quero ter um carro novo”. O objetivo deve ser formulado no positivo. Isto não tem nada a ver com “pensamento positivo” ou com “positivo” no sentido de ser bom para você. Positivo significa “direcionado para algo que você quer” em vez de “se afastar de algo que se deseja evitar”. Desta forma, a pergunta que deve ser feita é O que eu quero não O que não quero ou desejo evitar. Madre Tereza de Calcutá falava, “Não vou a passeatas contra a guerra, vou a manifestações a favor da paz”.

3

O objetivo deve depender de você. É incorreto dizer que seu objetivo é que seu patrão aumente seu salário. O que você deve fazer neste caso é influenciar seu patrão, melhorar a qualidade do seu trabalho, para que você seja mais bem remunerado.

4

O objetivo deve ser específico. Quanto mais específico melhor, por exemplo, ser feliz é um objetivo de todas as pessoas, mas é inespecífico. É preciso ser específico, quando afirmar “quero comprar um carro novo”, especifique qual modelo, ano, cor.

5

O objetivo deve ter um prazo e ação próximos. A partir do momento que você estabelece um prazo seu cérebro começa a trabalhar em função deste objetivo, porém é importante dividir o objetivo em etapas que sejam plausíveis para se alcançar, por exemplo: “eu quero comprar um carro novo em dezembro. Até abril vou juntar dinheiro e terei 30% do valor do carro. Em setembro terei 70% do valor do carro e em dezembro terei 100%, mais o dinheiro para o seguro e despachante.”

6

Avalie o preço para que o seu objetivo seja atingido. “Quanto tempo e esforço esse resultado exigirá”? Tudo tem um “custo de oportunidade”. Dispender tempo e recursos em uma coisa desvia recursos de outra. Se o valor fundamental de uma pessoa é família, e para seu objetivo tenha que trabalhar 18 h por dia, isto significa que ele não verá seus filhos e sua esposa vai reclamar. É muito difícil sustentar um objetivo cujo preço a pagar seja tão alto. O inconsciente começará a boicotar e em pouco tempo não haverá motivação para atingir estas metas.

7

Que recursos você tem disponíveis para atingir seus objetivos? Para alcançar os objetivos é preciso contar com aliados e recursos. Eles podem ser deste livro, programas de televisão, amigos, familiares, consultores, enfim, quando estamos firmemente decididos em alcançar um objetivo devemos buscar apoio com as melhores opções que temos.

8

Por os objetivos no papel. Vamos montar um plano de ação? Estudos comprovam que quando as pessoas escrevem seus objetivos no papel, a possibilidade de alcançá-lo é bem maior do que simplesmente falar ou tê-los somente para si. Porém, o melhor planejamento é aquele que é feito em detalhes, com espaço previsto para monitorar os resultados e medir a evolução. Sucesso com seus objetivos! Nilson Redis Caldeira Diretor da Reconectar Desenvolvimento Humano e Organizacional. nilson@reconectar.com.br www.reconectar.com.br

Revenda FENAUTO • 23

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 23

18-Dec-12 11:57:00 PM


REVENDA EM DESTAQUE Wilson Ruanis

Silvan Dal Bello é proprietário da Bello’s Car, empresa fundada em Curitiba-PR, no ano de 1990, com capital inicial de 10.000,00 US. Em 2008 abriu a segunda loja, em 2011 a terceira: “e em 2012 abrimos uma loja do Grupo Bellos Car chamada de Autogrif, exclusiva para carros blindados e esportivos de luxo”, conta. Ele concedeu entrevista para esta Revista Revenda:

SIlVAN DAL BELLO

Matriz: 1995

Primeira loja, 1991

24 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 24

18-Dec-12 11:57:02 PM


S Filial Barigui

Revista Revenda: Como iniciou como revendedor? Bello: em 1987 comprei meu primeiro carro. Nesta época eu tinha 17 anos, e para convencer meu pai a adquirir o veículo, disse que era para vender. Dessa forma ele aprovou a compra, e foi assim que comecei a vender carros, e daí em diante não parei mais!! Revenda: como foi a evolução dos negócios? Bello: posso dizer que não foi fácil, trabalhei muito, mas como gosto do que faço, foi um processo muito prazeroso. Revenda: quais os maiores problemas e soluções encontradas? Bello: a lição que aprendi foi que não vendo carros, e sim um produto, como qualquer outro, ele estraga e vence na prateleira, e quando isso acontece tem que vender por qualquer preço! Revenda: poderia contar uma história curiosa sobre a atividade. Bello: um dia uma moça estava comprando um carro financiado na Bellos Car, e quando passamos a ficha para o banco, ela voltou negada, pois acusava golpe, porque o CPF registrado na agência bancária era de um homem, e quem estava na loja era uma mulher! O vendedor disse a ela que a ficha não havia sido aprovada, e que estava acusando golpe, porque o CPF era de um homem. A moça pediu des-

culpas e informou ao vendedor que havia mudado de sexo, mas tinham alguns bancos antigos que ainda não tinham feito a alteração para o nome feminino, como já estava no CPF! Depois do mal entendido, a situação foi resolvida e a cliente saiu da loja com o seu carro. Revenda: como foi o ano de 2012? Bello: o ano de 2012 foi muito difícil até o mês de maio em decorrência das dificuldades de crédito e do IPI, e isso fez com que o volume de veículos aumentasse em estoque, ainda os preços caíram em torno de 25 %, prejuízo certo. Mas depois de maio voltei a faturar, em setembro recuperei 100 % do prejuízo. E pretendo ter um crescimento modesto, mas gratificante até fim do ano. Revenda: o que espera para 2013? Bello: tenho ótimas perspectivas para o próximo ano, pois o crédito está bem consciente e o consumidor cada vez mais preparado para as novas regras de mercado! E ainda mais com a proximidade da Copa do Mundo, o ano de 2013 promete ser promissor.

ilvan Dal Bello é também presidente da Assovepar (Associação de Revendedores de Veículos Automotores no Estado do Paraná). Há 23 anos a Assovepar atua com missão de defender e resguardar os interesses dos revendedores de automóveis seminovos e usados do Paraná, intensificando esforços em busca do fortalecimento, desenvolvimento e qualificação, para prestar cada vez mais serviços de qualidade, assegurando a satisfação do consumidor. A entidade busca auxiliar os associados com serviços importantes, como consultoria jurídica, assessoria contábil, diversos tipos de treinamento de qualificação profissional, atualização em técnicas de vendas e reciclagem para um aprimoramento no atendimento ao cliente e trazendo palestrantes com grande peso no mercado como Valdner Papa, Dr. Lair Ribeiro, Mauro Rinaldi, Marcelo Munerato, Luiz Antonio Sebben e Daniel Brandão. A associação que está sempre em busca de atualização e de novos projetos, espera continuar proporcionando um melhor relacionamento entre o lojista e o consumidor para conquistar ainda mais credibilidade e aperfeiçoamento no setor de seminovos no Paraná.

Bellos Imported

Revenda FENAUTO • 25

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 25

18-Dec-12 11:57:05 PM


BANCOS MERCADO ON-LINE

Como explorar o

mercado automotivo

E Calcula-se que o número de brasileiros usuários de internet já ultrapassou 82,5 milhões, em uma crescente constante NOS ÚLTIMOS 15 ANOS. Helder Sanches Siqueira

mesmo sendo uma mídia relativamente nova, ela já está consolidada em presença e confiança: segundo o IAB Brasil, 82% da população vê a internet como o meio de comunicação mais relevante na atualidade. Assim, a conectividade entre as pessoas, a facilidade de buscar informações e a praticidade de encontrar fontes confiáveis são fatores que já moldam alterações no comportamento e nas decisões dos usuários. Em outras palavras, a qualidade e a confiabilidade da informação levam a mudanças de decisão e, consequentemente, mudanças no perfil do consumidor. Em relação ao mercado automotivo, já está provado que a internet virou o jogo e mudou a maneira do consumidor escolher seu próximo carro, seja novo ou usado.

Segundo uma pesquisa recente da ThinkAuto/Google, os portais automotivos, sites de concessionárias, redes sociais e classificados on-line já são os principais recursos utilizados pelos consumidores para obter informações confiáveis e comparar ofertas antes de tomar uma decisão. Cerca de 61% do tempo do processo de compra é passado na internet. Ao mesmo tempo em que os players do mercado – revendedores, concessionários, lojistas e diretores de grandes grupos, entre outros - se conscientizam sobre a mudança do comportamento do consumidor e a importância da internet na equação dos negócios, o Brasil vem ganhando características que o aproximam do perfil de mercados mais maduros, como Estados Unidos e Reino Unido: crescimento exponencial do número de marcas e modelos disponíveis, juros baixos e desvalorização mais acelerada de carros usados. Neste cenário, o consumidor que busca um novo carro ou uma boa oportunidade para trocar de automóvel depara-se dentro dos portais automotivos e classificados on-line com uma ampla gama de opções de pesquisas, ofertas, informações e comentários de outros usuários. No entanto, além de estarem presentes no mundo digital, é essencial que os players do mercado automotivo sejam efetivamente

26 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 26

18-Dec-12 11:57:15 PM


atuantes também do outro lado da tela do computador, tablet ou celular do consumidor. Com uma estrutura especialmente dedicada ao mercado digital, é possível explorar ao máximo as oportunidades vindas através da internet e alcançar o maior número de potenciais compradores. Dependendo do volume de negócios, é importante ter, pelo menos, um ou dois colaboradores voltados exclusivamente aos anúncios on-line, atualização das ofertas e contato com os clientes. Para começar, é essencial que todo o estoque seja anunciado com atualização frequente: carro vendido é carro baixado da internet; carro novo no pátio é anúncio novo no portal. Para chamar atenção do consumidor, as ofertas devem ser detalhadas com informações verdadeiras e atraentes, boas imagens e preços compatíveis com o mercado. Cada anúncio deve valorizar as características do produto, a história da marca e até mesmo a tradição da revenda. O espaço permite ainda a oferta de descontos especiais, brindes ou vantagens para o cliente que fechar negócio com a equipe on-line (por exemplo, “Saia de tanque cheio” ou “A primeira troca de óleo é por nossa conta”). O próximo passo é oferecer um atendimento qualificado. Um contato por e-mail não deve ser respondido apenas

por mensagem. Cabe à equipe online ou aos vendedores, dependendo da estrutura da revenda, fazer contato telefônico com o consumidor para responder suas questões, esclarecer dúvidas e, principalmente, convidá-lo para visitar o ponto de venda, conhecer o produto que lhe despertou interesse e também outras ofertas. Com um atendimento de qualidade, nenhum contato é perdido. Os clientes podem ser cadastrados e convidados, em ocasiões posteriores, para lançamentos, feirões e novas oportunidades. No passado, o consumidor checava anúncios de jornal, conversava com amigos e confiava nos dados que o vendedor lhe passava no pátio da revenda ou da concessionária. Agora, ele está mais inteirado sobre o produto e o mercado e chega ao ponto de venda de posse de todas essas informações, pois sua pesquisa sobre um modelo ou uma oferta em especial já foi feita em casa ou no trabalho. Se o cliente está na loja, é muito provável que esteja no momento da decisão final e pronto para negociar. O posicionamento on-line correto, a manutenção constante das ofertas e um atendimento qualificado são atitudes que mostram ao consumidor que o revendedor está conectado, atualizado e pronto para atendê-lo. .

Internet é o 1º recurso utilizado na hora de comprar veículos

Total

Fonte: Google

On-line 61%

3º Internet

Concessionárias de Automóveis

Jornais

4º Televisão

Helder Sanches Siqueira Fundador e superintendente comercial do iCarros Com experiência no mercado automotivo, já atuou como diretor comercial na Detroit Insurance Brokers. Em 1995 integrou o time que fundou o WebMotors. É formado em Administração de Empresas pela Universidade Metodista de São Paulo. Atualmente atua como superintendente comercial, gerenciando a equipe de vendas do iCarros. Lançado em 2008, o iCarros é a maior plataforma automotiva do Brasil, com tecnologia ágil, moderna e completa. São 12 milhões de visitantes por mês, que buscam carros (iCarros), motos (iMotos) e caminhões (iCaminhões), para compra e venda de veículos. Tem a credibilidade de ser uma empresa do Itaú. Além de anúncios e ofertas, o portal também oferece conteúdos específicos sobre o setor, como a Tabela FIPE, dicas de manutenção e o maior portal de 0Km do país

Revenda FENAUTO • 27

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 27

18-Dec-12 11:57:16 PM


SERVIÇO

A FENAUTO está fechando acordo com a vCheck para oferecer o serviço aos associados. Leia a seguir artigo de Alex Garcia sobre o serviço.

vCheck: Segurança na aquisição de veículos

D

e acordo com dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores), considerando autos e comerciais leves, no acumulado do ano até a primeira quinzena de novembro, foram negociados 7.844.095 veículos usados no Brasil. Porém, apesar de ser economicamente mais atrativo do que um modelo zero quilômetro, a compra

de um usado está sujeita a diversos golpes, como chassi adulterado, duplicidade de motor, documentos roubados, entre outros. Com o objetivo de aumentar a segurança de quem realiza esse tipo de negócio, a vCheck criou soluções que ajudam consumidores e lojistas a não caírem em golpes. As consultas vCheck possibilitam uma avaliação completa do veículo, onde inú-

meros itens relevantes ao processo de compra são analisados, garantindo uma negociação transparente e segura. Entre os itens analisados estão: histórico de acidentes, roubo ou furto em aberto, multas, recall, numeração de motor, chassi, entre outros. O comércio de veículos usados oferece certos riscos. Em primeiro lugar, está o fato da autenticidade

28 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 28

18-Dec-12 11:57:16 PM


O comércio de veículos usados oferece certos riscos.

A vCheck desenvolveu a mais completa consulta sobre histórico e procedência de veículos para aumentar a segurança no momento da compra, levando em consideração as necessidade de informações mais relevantes ao processo. O sistema vCheck utiliza diversos bancos de dados públicos e privados - regidos por contratos oficiais, visando fornecer informações precisas sobre os veículos consultados. São exemplos destas informações as restrições cíveis e judiciais, ocorrências de roubo e furto, existência de multas, suspeita de adulteração, veículos de leilões, sinistros, entre outras. O sistema vCheck possui ainda um decodificador de chassis veiculares, de acordo com os padrões de fábrica, identificando possíveis alterações. Através da parceria com a FENAUTO pudemos compilar uma grande base de informações, possibilitando apresentar estatísticas do mercado de seminovos e usados e ainda fornecer produtos e serviços

o sistema possui decodificador de chassis veiculares, identificando possíveis alterações. exclusivos aos associados desta tão importante Federação. Além de tudo isto, você pode ainda acessar o site da vCheck e contar com dicas importantes para sua segurança nas transações veiculares. Brasileiros são apaixonados por carros. A vCheck apoia sua paixão. Alex Garcia é Presidente da vCheck - Informações Veiculares Confiáveis

e a veracidade do bem, que dificilmente pode ser constatada a olho nu. Em seguida, vêm os crescentes golpes, em que compradores são enganados e acabam perdendo todo seu dinheiro. A vCheck trabalha para inviabilizar essas práticas, exibindo toda a “vida pregressa” do veículo. Ao contratar as consultas veiculares vCheck antes da finalização da compra, empreendedores e consumidores podem ter uma negociação mais transparente, já que o sistema verifica todo o histórico e as características físicas do veículo.

Revenda FENAUTO • 29

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 29

18-Dec-12 11:57:18 PM


INCENTIVO

VIAGENS DE

TURISMO CORPORATIVO

30 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 30

18-Dec-12 11:57:21 PM


Uma alternativa excelente pra aumentar as vendas seria incrementar um programa de viagem de incentivo como premiação por metas de vendas visando aumentar o faturamento da Revenda. Antônio Soares Endeavor Viagens e Turismo

A

lgo interessante, pois não tem custo uma vez que a premiação estará baseada em resultados positivos a serem alcançados pela mesma. Toda logística da premiação, bem como o incentivo e propaganda para divulgar e motivar os vendedores podem ser negociados através de lançamentos da campanha bem como folders eletrônicos, além do constante incentivo por parte da gerência da Revenda. A viagem como forma de premiação possui um atrativo todo especial, pois diferente de um bem de consumo a mesma marcará para sempre a vida do funcionário através de fotos e lembranças positivas. Todo o processo da viagem desde o embarque até as acomodações e os transportes possuem

um tratamento especial visando marcar para sempre a premiação como algo inesquecível na vida do premiado.

Revenda FENAUTO • 31

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 31

18-Dec-12 11:57:26 PM


ENCONTROS REGIONAIS

FENAUTO

expande Encontros Regionais

P

osicionar-se como uma entidade representativa e fortalecida por todo o Brasil. Esse continua sendo um dos principais objetivos da FENAUTO para a realização de uma série de Encontros Regionais que vêm acontecendo desde outubro deste ano, com o apoio do Banco Itaú, e que irá continuar em 2013. Para o próximo ano, o calendário da instituição já tem dois Encontros programados, sendo um para a cidade de Belo Horizonte-MG (10/01) e outro para o Rio de Janeiro-RJ (30/01). O formato desses Encontros Regionais, segue um padrão que compreende e prioriza a presença do maior número possível de revendedores, conscientização e incentivo ao associativismo, estabelecimento de políticas de atuação em conjunto com as Associações locais, expansão do network regio-

Encontro em Belém-PA

nal, necessidade de profissionalização do segmento, apresentação de temas relevantes sobre o mercado e conscientização da necessidade de união e trabalho conjunto para o fortalecimento da categoria. Segundo Ilídio G. dos Santos, Presidente da FENAUTO, “iniciamos um novo ciclo de desenvolvimento para a FENAUTO e, para isso, é imprescindível contarmos com o apoio de todas as Associações Regionais. São essas entidades que compõem a base da nossa Federação e sem o contato constante, sem a troca de experiências, sem o aprofundamento dos interesses comuns, teremos uma base instável de uma Federação sem propostas concretas viáveis. A FENAUTO tem um histórico de conquistas relevantes para todo o mercado e isso precisa ser conhecido, valorizado e replicado por todo o país. Em cada encontro Regional pretendemos apresentar nossas propostas para esse novo ciclo de desenvolvimento, as conquistas realizadas pela entidade, uma visão atualizada do mercado de revendas, a necessidade premente de nos profissionalizarmos cada vez mais, e as ações que a FENAUTO já implementou em 2012 e deve reforçar no próximo ano. Teremos muitas novidades que deverão trazer grandes benefícios para a categoria”. Ele se caracteriza basi-

camente como “Um Evento exclusivamente de Negócios”. Em 2012, a FENAUTO já realizou Encontros Regionais em Belém-PA (07/11), Canoas - RS (21/11) e Jundiaí-SP (28/11). Neste último, a FENAUTO deu posse à Diretoria da mais nova associação pertencente à FEDERAÇÃO, a ARVIESP Associação dos Revendedores de Veículos do Interior do Estado de São Paulo. “Apoie sua Associação regional, participe das reuniões promovidas, sugira e fique por dentro do que vem acontecendo no seu mercado. Somente com a sua participação esses eventos trarão resultados efetivos para toda a categoria”, finaliza o Presidente da FENAUTO.

32 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 32

18-Dec-12 11:57:34 PM


1

9

7

2

5

0

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 33

18-Dec-12 11:57:35 PM


BANCOS F&I

Seguros:

receita alternativa para revendas

O

mercado de vendas de seminovos traz em seu universo um importante potencial de negócios, que extrapola o objetivo principal da revenda de comprar e vender veículos, na medida em que gera oportunidades ao lojista de comercializar outros produtos e serviços do interesse dos consumidores de veículos seminovos, e que podem contribuir para ampliar os números da sua rubrica de receitas. Neste sentido, os revendedores de seminovos há muito já despertaram para a geração de receitas na intermediação de financiamentos dos veículos comercializados e, agora, considerando a redução das margens de ganho desta intermediação, que infelizmente vieram para ficar, o lojista tem que atentar para outras oportunidades impor-

constr

uir um a carteir a de cliente s que contri buirão para fo mentar a venda de veíc ulos semino vos

tantes que o seu negócio possibilita, até mesmo para assegurar a sua sobrevivência. Embora sejam diversas as possibilidades de receitas extras ao seu objetivo principal – que é o de comprar e vender veículos – cabe destacar aquelas decorrentes de seguros e assistência 24 horas, que permitem uma boa margem de remuneração pela indicação de negócios aos corretores de seguros que lhe são parceiros, elencando-se como principais os seguros totais dos veículos e os de garantia mecânica. Os revendedores de veículos seminovos, nas parcerias firmadas com corretores de seguros, têm a possibilidade de, ao longo dos anos, construir uma carteira de clientes que, se bem trabalhados, contribuirão para fomentar a venda de veículos seminovos, na medida em que possibilita o contato periódico, nas renovações dos seguros, com estes clientes que adquiriram os seminovos por seu intermédio. Portanto, o seguro não é somente uma fonte de receitas adicionais que as indicações podem resultar, mas também um cadastro ativo e permanente para a oferta de veículos depois de transcorrido determinado tempo em que seu cliente adquiriu da revenda o veículo seminovo que está segurado. Pense nisso ao definir a estratégia do seu negócio!

Ildebrando T. S. Gozzo é Graduado em Ciências Contábeis, pós-graduado em Administração e Gerência de Seguros e com Curso de Extensão em Franchising. Além de ter atuado em diversos Bancos, Corretoras de Seguros e Seguradoras, é diretor executivo da Associação Comercial e Industrial de Bauru, consultor de seguros da ST Corretora de Seguros e da FENAUTO (Federação Nacional das Associações de Revendedores de Veículos Automotores).

34 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 34

18-Dec-12 11:57:39 PM


TENDÊNCIA DE MERCADO

O que nos dizem os números sobre 2012..., e o que nos indicam para 2013 A

té março de 2012, tudo indicava uma repetição dos resultados de 2011, apesar de que já se sentia uma pressão bastante grande vinda do “pé no freio” na aprovação de credito, resultado do persistente aum ento na inadimplência dos créditos generosos concedidos em 2008 e 2009. (veja tabela 1)

Em abril e maio dois grandes sustos: 1. Forte queda nas vendas, e 2. A redução do IPI. A pressão no “freio do crédito” se intensificou, e para “ajudar” o setor o governo reduziu o IPI, dia 21 de maio, o que trouxe prejuízo no valor do estoque das revendas em torno de 15 a 20%. Quem já vinha sofrendo com estoques altos e baixa aprovação de crédito, teve de realizar um prejuízo significativo. Alguns, infelizmente não resistiram e fecharam as portas. (veja tabela 2) O segundo semestre trouxe um pequeno alívio, as vendas retomaram um pouco do seu volume, houve pequeno alivio na concessão de crédito, apesar de ainda haver um bom espaço para melhorar, e os números refletem isto com bastante clareza. (veja tabela 3)

2012 foi um ano marcado por situações inesperadas, que trouxe para nosso setor resultados negativos difíceis de enfrentar e reverter. Revenda FENAUTO • 35

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 35

18-Dec-12 11:57:40 PM


BANCOS TENDÊNCIA DE MERCADO O que esperar de 2013…

Tabela 1 - Vendas de Semi-novos e Usados Segmento Tipo de veículo Auto Comercial Leve Com. Pesado Motos Outros

2012 X 2011 até Março Acumulado 2012 Acumulado 2011 1.752.909 1.738.025 330.137 305.719 78.177 77.612 550.038 525.327 24.581 23.446

Brasil

2.735.842

2.670.129

∆% 0,86 7,99 0,73 4,70 4,84 2,46

Tabela 2 – Vendas de Semi-novos e Usados Segmento Tipo de veículo Auto Comercial Leve Com. Pesado Motos Outros

Brasil

2012

8.500

9.561

∆% -10,33 -9,65 -12,46 -11,52 -11,10

885.582

990.122

-10,56

Abril

Março 560.887

625.470

109.862

121.596

25.384

28.998

180.949

204.497

Tabela 3 – Vendas de Semi-novos e Usados Segmento Tipo de veículo Auto Comercial Leve Com. Pesado Motos Outros

Brasil

2012 X 2011 até outubro Acumulado 2012 Acumulado 2011 6.246.812 6.066.786 1.216.666 1.122.866 278.421 277.901 1.963.213 1.874.573 90.733 88.813

9.795.845

9.430.939

∆% 2,97 8,35 0,19 4,73 2,16

3,87

Dados da economia como um todo, indicam que o nível de emprego e da massa salarial continuam, mesmo que lentamente, a melhorar; na medida em que os níveis de inandimplência diminuem, e a oferta de crédito melhora, as vendas terão maior estimulo, trazendo melhorias para o setor. Talvez a maior diferença em 2013, no entanto, venha dos próprios empresários do setor, pois muito se aprendeu em 2012. Comprar e vender veículos é a razão de ser desta categoria empresarial. Oferecer financiamento, seguros, garantias estendidas, entre muitos outros produtos, que devem estar presentes nas lojas, são apenas meios de melhorar os resultados. Jamais a razão de ser desta atividade.

Em 2013, ao se dedicar: 1. atenção na hora da com pra, 2. atenção na hora da venda, e 3. complementar a venda, com uma boa oferta de produt os e serviços que valorizem a compra aos olhos do cliente , se trará para o resultado, os lucros que se podem prever com vendas maiores, consumidores satisfeitos, que tomaram crédito em condições favoráveis e adequadas à sua condição pessoal.

Feliz Natal e Produtivo 2013 a todos. Elis Mauricio Siqueira Coordenador do Projeto de Informações da FENAUTO

36 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 36

18-Dec-12 11:57:41 PM


LIVROS

BAH! LIVROS

Por que uma coluna para falar sobre livros? Falemos de mercado, de fórmulas vencedoras, de oportunidades ocultas, de riscos iminentes, de indicadores de crises e de todas as coisas que importam ao empresário.

A

sua expectativa é a nossa também, mas incluímos livros, por sabemos que atrás do comerciante competitivo se oculta um homem, uma mulher, que a despeito dos “caminhos fáceis” faz a opção pela ética. É para essa personalidade sagrada, oculta na superficialidade do dia a dia que reservamos esta coluna. Afinal, alguns livros despertam o sagrado que habita em nós. Não fossem os livros, com certeza não teríamos o iPhone, não nos divertiríamos com as aventuras do Batman e nem teríamos a perspectiva de algum dia passar as férias em Júpiter. É provável que ainda habitássemos as cavernas. Gostem ou não, somos todos herdeiros da história que são contadas nos livros. Passar a vida sem a leitura é viver como o nativo dessa selva urbana que é capaz de pilotar um Apple, um Sony ou um Volkswagen com maestria, mas incapaz de responder porque uma maçã despenca da macieira. O escritor é a lente que capta os ideais e ideias do seu tempo, desde os tempos de Moisés, o Grande legislador hebreu, e o livro, o meio de

transmissão desse conhecimento por gerações sem fim incluindo a mim e a você. Se você é um leitor habitual, poderá interagir com esta coluna abrindo novas perspectivas. Se você não é um leitor habitual vamos nos aventurar num fantástico meio de diversão cerebral que tinha relegado. Você pode pensar: Bah! Se tiver um livro que me ensine a vender mais carros e ficar mais rico, aí sim esta coluna me interessa. Então vamos lá: Sabe por que você quer ganhar mais e mais dinheiro? Você pode até discordar, mas a verdade eu achei nos livros. Você deseja ser admirado, amado, respeitado por outras pessoas. Mas quem disse que Tu és apenas uma conta bancária? Tu és e queres ser mais que isso, ou estou errado? Tu queres ser alguém mais atraente. (adjetivo. Aquele que atrai, que cativa, que encanta). Então que tal ser alguém atraente não somente pela cor do ouro que brilha em ti? Não ter de pagar aquele mico num encontro importante em que você está sendo observado além das aparências, em que se trocam infor-

Revenda FENAUTO • 37

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 37

18-Dec-12 11:57:43 PM


LIVROS mações sobre suas experiências e hobbies, e de repente te perguntam qual o livro que mais te influenciou e você, achando que vai impressionar a pessoa responde: - O Monge e o Executivo é muito bom e li também O Segredo. Você se ferrou literal e literariamente! O livro tem méritos, mas botar no topo da lista vai fazer a pessoa entender sua dimensão literária. Muitas candidatas a Miss dão estes livros como referencia literária. Acham que impressionam. Uma delas foi hilária ao responder ao jornalista que a entrevistava que gostava dos clássicos. Perguntada então qual era o clássico que mais gostara e ela respondeu com ares de soberba: - O Monge e o Executivo. Gargalhada amordaçada nos lábios do entrevistador. Então, caro amigo, vamos ler pelo menos para não ter de pagar um mico fenomenal e em pouco tempo você nem vai se reconhecer dos seus novos gostos.

Livros romanceados devem ser lidos com o mínimo de interrupção e a pausa não deve passar de uma semana, com o risco de anular o conteúdo emocional da narrativa. Se você começar a ler num sábado, continue no domingo e pause. A não ser que você tenha tempo, nunca retome no meio da semana para ler algumas linhas ou páginas. Deixe para outro final de semana. Romance exige interação, não pode estar misturado aos seus problemas profissionais do cotidiano. A melhor leitura é aquela que você começa e termina com intervalos somente para se alimentar e dormir. Férias é o momento certo para ler romances.

Algumas regras importantes: Profissionais (Livros técnicos e de auto-ajuda) Livros técnicos ou de auto-ajuda para desenvolvimento profissional podem ser lidos com quantos intervalos desejar. Romances (Dramas ou aventuras)

Gostem ou não, somos todos herdeiros da história que são contadas nos livros.

Por que recomen do este livro? De mais de uma centena de livros incluindo aventuras, dramas, ficção, suspense e terror, relacionamentos afetivos, auto-ajuda, psicografias mediúnicas, policial e biográfico este romance biográfico do homem que um dia seria conhecido como Lucas Evangelista e canonizado pela Igreja como São Lucas é uma narrativa capaz de transformar meninos em homens. É uma narrativa sobre a vida de Lucano, que desde menino por compaixão ao sofrimento humano trava uma guerra pessoal contra Deus. Num diálogo com Tibério – Imperador Romano, diz a seguinte frase: “- Acredito em Deus. Ele é nosso Inimigo. Aflige-nos sem razão. Mesmo um carrasco lê para sua vítima a relação dos crimes de que ela é acusada, e diz-lhe por que deve morrer. Ele não nos disse por que devemos sofrer. Condena-nos à morte por sermos o que somos. Ele, que nos fez o que somos.” Vai estudar medicina em Alexandria só para proteger os homens da ira da doença e dos sofrimentos que Deus lançava sobre a terra, até descobrir que era uma das mãos de Deus.

Livro recomendado para a vida. Médico de Homens e de Almas – de Taylor Caldwell Páginas: 670 Editora Record

Boa leitura. Hideki Oshiro – MegaDealer www.megadealer.com.br

38 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 38

18-Dec-12 11:57:46 PM


Revenda FENAUTO • 39

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 39

18-Dec-12 11:57:49 PM


DM9

BANCOS

As melhores opções de carro você tem. Conte com o crédito do Itaú para vender bem. Sujeito a análise de crédito.

Itaú Financiamento de Veículos. O crédito mais rápido e consciente do mercado. Na hora da escolha do carro, sua orientação é fundamental. Com o financiamento, é da mesma forma. No Itaú, você tem a resposta do crédito do seu cliente em segundos para que ele saia de carro novo, inclusive nos fins de semana. Aproveite para divulgar os carros da sua revenda no iCarros para milhões de compradores online.

Aproveite e divulgue os carros da sua revenda no iCarros para milhões de compradores online. www.icarros.com.br

Itaú. Feito para você.

40 • Revenda FENAUTO

REVISTA FENAUTO - 1 PROVA.indd 40 AFM-ITA-CARRINHOS 205X275-126554-004.indd 1

18-Dec-12 11/19/12 11:57:55 10:31 AMPM

Revista fenauto 1ano1ed  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you