Page 1

FELIPE ALVES ELIAS Unimes Virtual / Pólo Santos Programa de Pós-Graduação Interunidades em Ensino de Ciências (Universidade de São Paulo)


• Empírico  experiência, tradição • Religioso  fé, doutrina • Filosófico  reflexão, significado • Artístico  intuição, emoção • Científico  ???


• É um corpo organizado de conhecimento. • É um sistema de investigação racional e objetivo, baseada em fatos e

evidências. • É baseada no método científico de investigação. • Seu conhecimento não é definitivo, portanto é dinâmica. • Busca compreender e explicar os fenômenos naturais, sem transcender a

própria natureza.


• Busca pelo conhecimento racional  Antiguidade. • Gregos pré-socráticos  filósofos da natureza. • Pensamento cético.


Pensamento sofista (l贸gico) X Pensamento pitag贸rico (matem谩tico).


• Lógica aristotélica  idéias ou

premissas levam a conclusões lógicas. • Ferramenta

amplamente explorada por filósofos escolásticos medievais para a explicação dos fenômenos naturais e a validação do pensamento e da moral cristã.


RENASCENÇA e a retomada do pensamento pitagórico: a quantificação como meio para legitimar o conhecimento .


Ascensão do Humanismo e do Iluminismo • maior senso crítico e atenção às necessidades

humanas.

• início do desligamento da investigação científica

com a filosofia e a teologia.


• Galileu Galilei  valorização da

investigação dos fenômenos baseada na experimentação. • Francis Bacon  valorização da

investigação dos fenômenos a partir de um método racional. • René Descartes  organização das

etapas de investigação e avaliação dos resultados.


1. Definir o problema. 2. Quantificar os dados empíricos. 3. Formulação de hipóteses. 4. Experimentação. 5. Registro dos resultados . 6. Análise e interpretação dos resultados. 7. Divulgação dos resultados para análise dos pares.


Cientistas são pessoas excêntricas e metódicas, que sempre usam jalecos brancos, preferem o trabalho solitário e não possuem vida social.


As grandes descobertas científicas são fruto de insights que só podem vir de mentes geniais.

EUREKAAAAAAAA!!!!!!!!!!


Os cientistas est찾o sempre ocupados com quest천es que nada tem a ver com o cotidiano das pessoas normais.


Os cientistas são se importam com princípios éticos: o conhecimento científico justifica todos os meios.


A ciência é sempre imparcial e está em uma esfera diferente da experiência humana.


O conhecimento científico é infalível, absoluto e imutável, e tem como propósito desqualificar todas as outras formas de conhecimento humano.


Ciência não é para qualquer um.


• Décadas de 20 e 30  avanço no desenvolvimento industrial e

urbanização.


• Educação como solução à acomodação da sociedade brasileira à

nova realidade, preparando-a desenvolvimento econômico

para

esse

processo

de

• Movimento Escola Nova  reforma no ensino; universalização da

escola pública; ensino laico.


• Valorização

da participação do aluno no processo aprendizagem através de atividades práticas de laboratório.

de

• Ciência neutra: valorização dos aspectos lógicos da aprendizagem. • Qualidade dos cursos definida pela quantidade de conteúdos

conceituais transmitidos.


• Corrida mundial para o desenvolvimento tecnológico: reflexos da

corrida espacial e armamentista da década anterior.


• Movimento pedagógico “ciência, tecnologia e sociedade” (CTS). • Tentativa de aproximação da ciência com a tecnologia e a

sociedade.


• Estudos no campo da pesquisa em ciência reforçaram a

perspectiva de que as idéias prévias dos estudantes desempenham um papel importante no processo de aprendizagem. • Maior atenção ao processo de construção do conhecimento

científico pelo aluno  construtivismo na prática pedagógica.


• Crítica ao modelo cartesiano: valorização da interdisciplinaridade.


• Educação no Brasil é importante, não PRIORITÁRIA. • Educação ainda é política de GOVERNO, não de Estado.


 divisão estanque do conhecimento (herança do início do séc. XX). • Estrutura dos currículos escolares

• Como divisões rígidas (Física, Biologia, Química, Matemática, etc.)

influenciam na forma como os estudantes encaram as relações entre os conhecimentos e suas implicações na vida cotidiana?


• Ciência ainda é vista como um conhecimento não-prioritário. • Ciência = curiosidade.


• Formação e capacitação de professores: como as diferentes

concepções de conhecimento científico, a história e as diversas tendências no Ensino de Ciências no Brasil fazem parte desse processo? • Como os professores se apropriam e transformam seus saberes

em prática pedagógica?


• Como os professores lidam com o dilema de adotar a prática

pedagógica cotidiana e as práticas valorizadas na literatura, nos cursos superiores de formação e nos círculos de discussão acadêmica?


• A estrutura de ensino dá suporte para que os professores

explorem instituições com potencial apoio ao aprendizado, como museus, parques zoobotânicos e centros culturais? • Essas instituições vêm se adequando no sentido de proporcionar

um melhor suporte ao processo de ensino-aprendizagem em sala de aula?


• Como os conceitos científicos aprendidos em sala de aula são

relacionados com as questões científicas que fazem parte do cotidiano dos alunos? • Desenvolvimento

do conteúdo programático: preocupação absorve todo tempo da aula e todo esforço do professor  sobra tempo para discutir essas questões em sala de aula?


• Ciência x Valores  como o professor de ciência lida com essas

discussões?


• Formação profissional-cultural do professor  ele se sente à

vontade quando o tema da aula não faz parte de um conteúdo previsto?


• O ensino de ciência implica em um exercício extremamente

importante de raciocínio, que desperta no aluno seu espírito criativo, seu interesse pela descoberta. • Alunos entusiasmados podem tornar-se mais participativos:

começa a surgir uma nova relação de equipe, que pode contribuir no progresso desses alunos em todas as disciplinas.

Porém...


... Não basta para isso professores com bom conhecimento da disciplina, alguma habilidade com as práticas de ensino e uma pincelada de conhecimento psicopedagógico. É fundamental que sejam articuladas condições para uma prática pedagógica que permita aos alunos exercitarem suas habilidades de análise, reflexão e opinião. Nesse sentido o ensino de ciência pode contribuir dotando o aluno de ferramentas PARA QUE COMPREENDA E PARTICIPE DE MANEIRA CRÍTICA, RESPONSÁVEL E CONSTRUTIVA DAS DECISÕES QUE AFETAM A COMUNIDADE ONDE SE ENCONTRA INSERIDO.


Obrigado...

...........  

.....................