Issuu on Google+

ARQUITETURA - DECORAÇÃO - DESIGN - ARTE - ESTILO A N O X - N º 6 9 - D I S T R I B U I Ç Ã O D I R I G I DA

Modulados

Parceria entre marcas de modulados e arquitetos resultam em projetos exclusivos

Muitas luminárias + Cozinha de Márcia Nejaim + Tempero de Robson Lustosa + A Clarisse de Nicole Algranti + Os artistas anônimos de Vera Acioli + Arte de Andrea Ebert


O

Diretor Executivo Márcio Sena (marciosena@revistasim.com.br)

E

Ç

Ã

MODULADOS_p.36

S

Coordenação Gráfica e Editorial Patrícia Marinho (pmarinho@revistasim.com.br) Felipe Mendonça (felipe@revistasim.com.br) REDAÇÃO Patrícia Calife (patriciacalife@revistasim.com.br)

Uma parceria entre arquitetos e as marcas de modulados tornam o projeto exclusivo e cheio de charme. Selecionamos quatro, confira!

RÁPIDAS_p.10

ILUMINAÇÃO_p.28

As novidades da seção Fique por Dentro.

Luminárias bacanas para todos os gostos.

André Clemente Erika Valença Maria Leopoldina (redacao@miraimidia.com.br) Revisão Fabiana Barboza (fabiana@revistasim.com.br) Arquiteto Colaborador Alexandre Mesquita (mesquitaita@gmail.com)

MODA_p.24 Maria Leopoldina e os acessórios de inverno.

JARDINS_p.26 Kozmhinsky fala sobre o calor e as plantas.

CAPA

A cozinha projetada por Márcia Nejaim.

MAIS GOURMET_p.58 O tempero de Robson Lustosa.

ENTREVISTA_p.60 Nicole Algranti conta sobre Clarice Lispector.

ARTE_p.62

Revista SIM!® - Edição 69

4

GOURMET_p.56

Vera Acioli lança livro sobre arte de anônimos.

MAIS ARTE_p.64 As pinturas de Andrea Ebert.

Ilustração de Ayodê França

5

Operações Comerciais Márcio Sena (marciosena@revistasim.com.br) Eliane Guerra (81) 9282.7979 (comercial@revistasim.com.br) Assessoria Jurídica Aldemar Santos - O.A.B. 15.430 SIM! é uma publicação bimestral da TOTALLE EDIÇÕES LTDA Redação R. Rio Real, 49 - Ipsep - Recife - PE CEP 51.190-420 redacao@revistasim.com.br Fone / Fax: (81) 3471.3705 Comercial R. Bruno Veloso, 603 - Sl 101 Boa Viagem - Recife - PE CEP 51.021-280 comercial@revistasim.com.br Fone / Fax: (81) 3327.3639 Os textos e artigos assinados não refletem necessariamente a opinião da revista.


L A I R O T I D E

A edição 69 da Revista Sim! desvenda de vez o mito do mobiliário modulado. Na reveladora matéria sobre o tema, arquitetos e lojistas mostram que, é possível projetar ambientes altamente personalizados com os planejados vantagens nessa parceria. Você vai descobrir também o que as marcas têm feito para adaptar suas peças aos mais diferentes projetos e a infinidade de acabamentos e materiais, de qualidade superior e alta tecnologia, oferecidos. Na matéria sobre luminárias, as últimas tendências e modelos encontrados nos showrooms e nos ateliês de designers especializados no produto. E que tal uma estampa exclusiva em suas peças de decoração? O serviço existe e é desenvolvido pela potiguar Andrea Ebert, que além de quadros, elabora desenhos para peças de cama, mesa e banho, tudo em sintonia com o projeto arquitetônico.

Revista SIM!® - Edição 69

No quesito cultura, esmiuçamos a publicação “A Identidade da Beleza”, da autora Vera Lúcia Costa Acioli. O livro é o resultado de 30 anos de pesquisa e busca revelar artistas anônimos envolvidos nas obras de arte, das mais diferentes naturezas, contidas nos prédios públicos de cidades pernambucanas. Para arrematar, uma entrevista exclusiva com a cineasta Nicole Agranti, sobrinha neta da escritora Clarice Lispector. Na conversa, além do lançamento do filme “De Corpo Inteiro – Entrevistas”, Nicole nos fala sobre o projeto de revitalizar a casa de sua tia avó no Recife e transformá-la em um centro cultural. Não perca tempo! Leia SIM! Patrícia Calife

8 9


F I Q U E P O R D E N T R O

Top Chef Creative

Ideal para o preparo de alimentos rápidos em eventos, buffets e restaurantes, o fogão portátil atende a todas as necessidades de portabilidade e praticidade em churrasqueiras, flats, hoteis, campings e ambientes externos, como varandas gourmets. Sua tecnologia, baseada na indução magnética, processa o cozimento em menos tempo. Totalmente confiável, oferece segurança no preparo de alimentos porque aquece a panela somente até o nível do alimento. Já a superfície do fogão. É aquecida apenas onde há presença do material ferroso ou aço inox do recipiente. Portanto, elimina os riscos de queimaduras nas mãos. Garante 84% de eficiência no aquecimento, em comparação aos fogões a gás, que atingem 40%, de acordo com o departamento americano de energia. Seu consumo de energia, em temperatura máxima, equivale a 1/3 do consumo de um chuveiro elétrico. É o único fogão portátil e eletrônico capaz de reduzir o tempo de cozimento, com baixo consumo de energia. Sua temperatura varia entre 80º e 1300º C.

Ela dá um charme todo especial ao ambiente, seja aplicada como revestimento ou como matéria-prima do mobiliário. A madeira de demolição, procedente de resíduos florestais e reflorestamento, pode ser utilizada, ainda, nas portas, divisórias, painéis e objetos de decoração. A Open Acabamentos oferece diversas opções em madeira de demolição, inclusive móveis personalizados, feitos sob medida e encomenda. A loja tem como fornecedor a Velho Brasil, que utiliza tecnologia européia na produção do material, o que permite a fabricação em série para exportação e grandes projetos. Open Acabamentos Av. Engenheiro Antônio de Góes, 14, Pina, Recife - PE. Fone: (81) 3326.4384

Divulgação

Di

vu lga

çã

o

Madeira de demolição

Creative 0800.770.8668 Fones: (11) 8276.2624 / 5933.2896

10

As coifas de ilha Tube Isla 35 da Tramontina funcionam como exaustor ou depurador, e seu design moderno agrega valor à cozinha. Eficientes e silenciosas, elas possuem iluminação do tipo LED, capacidade de aspiração de 1.000 m³/h e controle eletrônico com três velocidades. Vêm acompanhadas de filtro metálico com cinco camadas de alumínio, que captura melhor a gordura e pode ser lavado na lava-louça. As coifas também funcionam como depurador e seu filtro de carvão ativado elimina os odores formados durante o cozimento dos alimentos. Tramontina www.tramontina.com.br Fones: (11) 4197.1266 11

Divulgação

Revista SIM!® - Edição 69

Coifa de Ilha Tube Isla 35


Junto com a Gyotoku, indústria de revestimentos cerâmicos de São Paulo, o renomado arquiteto paisagista Benedito Abbud encontrou um caminho para minimizar os efeitos das fortes chuvas que assolam a ‘cidade da garoa’, principalmente durante o verão: o desenvolvimento de um piso altamente drenante e resistente. Totalmente ecológico e produzido com 82% de material reaproveitável – descarte de cerâmica e cimento processados industrialmente –, o cerâmico Drenac possui alta capacidade de drenagem da água e resistência acima dos existentes no mercado. Único com acabamento polido e conforto tátil, o Drenac torna o caminhar agradável, mesmo descalço, e a superfície regular facilita a árdua tarefa de locomoção com carrinhos de bebê. Com propriedades atérmicas, o produto absorve ainda menos calor, garantindo excelente conforto térmico.

Divulgação

F I Q U E P O R D E N T R O

Drenante e Resistente

Cargo

Showroom São Paulo Rua Hungria, 514, São Paulo - SP. Fone: (11) 3232.5300 Showroom Recife Av. Conselheiro Aguiar, 2333, loja 4, Recife - PE. Fone: (81) 3327.3990 Divulgação

A Solarium Revestimentos, especializada em pisos ecológicos com material reciclado, lança suas novas linhas 2010. Entre as novidades, destaque para a releitura da linha Legno, que é inspirada nos engradados tipo exportação. A Legno Cargo tem característica marcante que remete sofisticação e contemporaneidade. Nos formatos 150 X 20 X 2,4 cm e 235 X 12,5 X 2,4 cm, em cores que agradam os mais exigentes gostos, ela traz elegância aos ambientes. Solarium Revestimentos Rua Ana Barreto, 1000, Jardim Jordão Jaboatão dos Guararapes - PE. Fones: (81) 3461.3735 / 3341.2713 www.solariumrevestimentos.com.br

Da Arte aos objetos do cotidiano, hoje, os materiais ecologicamente corretos são empregados em uma grande variedade de produções e representam a mais forte tendência da decoração em 2010. Este é o caso das eco-almofadas, lançadas pela Les Coussins. A nova coleção confere singularidade à decoração com quatro grupos diferentes de revestimento sustentável e estamparia exclusiva. Foram usados fibras recicladas: malha de pet e lona locomotiva; tecidos orgânicos: lã e linhão em algodão; tecidos ecológicos: seda, couro de peixe e couro vegetal e fibras naturais: algodão, juta, bambu, sisal, vime, linho e rami. Les Coussins www.lescoussins.com.br

12 13

Divulgação

Revista SIM!® - Edição 69

Eco-Almofadas


F I Q U E P O R D E N T R O

Para o mercado de luxo

O Kit Box Elegance, cuidadosamente projetado pela Ideia Glass, e de fácil instalação, desliza suavemente e valoriza todo ambiente. Com lâminas de cristal e roldanas aparentes, o box é uma nova opção para quem busca modernidade e sofisticação. Com design arrojado, sugere leveza e praticidade, sendo uma excelente opção para arquitetos, decoradores e designers de interiores. Trabalhado com os vidros SGG Master Glass da Saint-Gobain, o produto é ideal para o mercado de luxo e se traduz em desenvolvimento e evolução individual, de escolha pessoal, de exclusividade e qualidade de vida.

Divulgação

Ideia Glass Rua Treze de Maio, 911, Bela Vista, São Paulo - SP. Fones: (11) 3569.9181 / 3284.3099 www.ideiaglass.com.br Divulgação

Divulgação

Revista SIM!® - Edição 69

Molhados

A Calil Revest marca presença de peso nas instalações do recém inaugurado Gungaporanga Hotel, localizado entre Barra de São Miguel e a praia do Gunga, em Alagoas. O arquiteto pernambucano Paulo Veloso, responsável pelo projeto, no qual levou quatro anos de trabalho e dedicação, optou por utilizar pastilhas MGK da linha Cores Especiais, adquiridas na loja. Segundo Veloso, as peças escolhidas são excelentes para aplicação em ambientes molhados. Sendo assim, estão presentes nos banheiros dos bangalôs e na sauna e piscina do Hotel. Calil Revest Av. Conselheiro Aguiar, 1472, Boa Viagem, Recife - PE. Fone: (81) 3091.1068

14 15

Sotheby´s chega ao Recife

Especializada na intermediação imobiliária no seguimento de luxo em todo o mundo, a empresa conta com 520 escritórios em 40 países e aposta no potencial de Pernambuco, se tornando a única no estado com capacidade de atuação no mundo inteiro. No Brasil, a Sotheby´s International Realty® tem escritórios em São Paulo-SP, Rio de Janeiro-RJ, Florianópolis-SC, Campo Grande-MS, Natal-RN, Salvador-BA e, agora, Recife-PE. Segundo Elias Sabbag, diretor da Sotheby´s International Realty® de Pernambuco, o Brasil é o destino mais acessado no site da empresa e possui uma previsão de vendas na casa de R$ 1,5 bilhões para este ano e R$ 2,5 bilhões para 2011. Recife Sotheby´s International Realty® Av. Conselheiro Aguiar, 903, Boa Viagem, Recife - PE. www.sothebysrealty.com Fone: (81) 3207.5577


F I Q U E P O R D E N T R O

Marcelo Patriota

Sertão premiado

Afogados da Ingazeira, a 375 km da capital pernambucana, foi a premiada pelo projeto de reurbanização da Praça Monsenhor Alfredo de Arruda Câmara, na categoria paisagismo, pelo Instituto de Arquitetos do Brasil (IAB). O projeto é dos arquitetos Múcio Jucá e Vera Freire. Construída em meados da década de 40, a praça chama atenção por uma área de 1000 m², arborizada e com um trabalho de jardinagem impecável, além da fonte de água iluminada e da Catedral Senhor Bom Jesus dos Remédios, que ornamentam ainda mais essa beleza arquitetônica. O projeto inicial era de não suprimir a vegetação já existente, manter o desenho da cruz, de grande representatividade para a população, mas deslocando o eixo para a igreja, com tratamento de pisos com materiais diferenciados. O trabalho reforçou ainda mais o monumento da Catedral com a colocação da fonte interativa e dos equipamentos de lazer e esporte. Ao todo, foi investido, no projeto de paisagismo, a quantia de R$ 700 mil. PTZ Arquitetura e Consultoria Rua capitão lima, 102, 2o andar, Boa Vista, Recife - PE Fone: (81) 3222.5244 www.ptzarquitetura.com.br

Isoeste inaugura Pavilhões reutilizados 5ª unidade fabril

Revista SIM!® - Edição 69

Em uma área de 30.000m², e 7.000m² de área construída, em Vitória de Santo Antão - PE, a empresa se torna membro do Green Building Council Brasil, o que consolida seu empenho na preservação do meio ambiente e firma sua responsabilidade em oferecer ao mercado produtos sustentáveis. Os materiais construtivos produzidos pela Isoeste possuem o alto poder de isolação térmica e acústica. São fabricados com largura padrão e com comprimento de acordo com o projeto, dando grande agilidade na instalação e evitando desperdícios em obra. Por serem elementos construtivos revestidos em aço prépintado ou alumínio, dispensam pintura ou qualquer outro tipo de acabamento.

16 17

O aluguel de pavilhões deixou de ser direcionado somente a transportadoras. Hoje, esse tipo de imóvel abriga empresas, como distribuidoras, fábricas, indústrias de pequeno porte e, até mesmo, locais para festas infantis. Agora, a novidade no setor são os condomínios de pavilhões. Com benefícios como portaria 24 horas, cerca elétrica e câmera de segurança, essas áreas disponibilizam maior proteção e facilidades ao cliente. Os pavilhões localizados em Porto Alegre - RS, por exemplo, possuem vestiários masculino e feminino, banheiros, copa, escritórios e mezaninos com escadas internas. O preço do aluguel varia de R$ 7 a R$ 9 por m², e o condomínio custa em média, R$ 700 para as unidades de 800m², incluindo valor de IPTU. Outra facilidade dos condomínios são os restaurantes industriais já presentes em muitos deles, o que qualifica a alimentação fornecida aos funcionários.


Divulgação

F I Q U E P O R D E N T R O Divulgação

Moderna, esportiva...

Revista SIM!® - Edição 69

Lina Bo Bardi Inspirada na arquitetura de Lina Bo Bardi, a coleção de Inverno 2010 da Maria Bonita promete conquistar amantes da moda e também do design. A grife carioca olha para Lina, sua obra, sua atualidade, o pensamento inovador que deixou marcas na arquitetura brasileira, seus projetos de desenho arrojado, concreto aparente, que expõem fiações e conexões, como se desejasse que todos soubessem como foram construídos. As peças têm linhas rígidas e, por vezes, se montam em blocos, com fendas e emendas visíveis, principalmente nos paletós e calças. Os vestidos são recortados como se fossem esculpidos em peça única. Jaquetas amplas e calças “jogging” traduzem o espírito lúdico transportado à cidade, como fez Lina em seu trabalho. Maria Bonita Salvador Shopping, Piso L2, Salvador - BA. Fone: (71) 3342.2173 www.mariabonita.com.br

18 19

A colcha náutica da Karsten é a novidade da Composé Interiores. Uma super tendência para 2010, funciona super bem para uma casa de praia ou até mesmo para ambientes urbanos que querem adotar um perfil mais esportivo e alegre. O jogo completo é a composição de lençol, cobreleito e edredon. As toalhas são ótimos complementos da linha. Para o acabamento da ambientação no mesmo clima, a sugestão da loja são as cortinas brancas da Luxaflex, nos tipos rolô ou painel, com gravatas laterais em listras, que conferem modernidade às cortinas e ao espaço. Composé Interiores Av. Conselheiro Aguiar, 1472, ljs 74 e 75, Boa Viagem, Recife - PE. Fone: (81) 3062.4844 Divulgação

Tapetes

Guto Requena está prestes a lançar mais uma de suas criações. O designer foi um dos cinco convidados a desenhar a nova coleção de tapetes da loja Phenícia, feitos no Nepal. O modelo “Have can wait” foi concebido após experimentações sobre listras e degradès. Com uma gradação total, que vai do preto ao cinza claro, a peça de 2,7m x 2m imprime impacto gráfico e sugere conceitualmente a ideia de passagem e transformação. Phenicia Concept Rua Gabriel Monteiro da Silva, Jardins, São Paulo - SP. Fone: (81) 3061.2666


F I Q U E P O R D E N T R O

Fotos: Agência Portrait

Com o projeto de Humerto Zirpoli, a Espaço Casa, de Amanda Zica, chega à Zona Norte com produtos e serviços exclusivos. Abaixo arquiteto e empresária na noite da inauguração.

Revista SIM!® - Edição 69

Exclusividade na Zona Norte

O mercado recifense acaba de ganhar o Espaço Casa, loja especializada na comercialização de produtos e serviços ainda inéditos na região. “A ideia de abrir a loja partiu de uma necessidade pessoal, quando fui montar minha casa e não encontrei o que desejava”, afirma a proprietária Amanda Zica, que apresenta ao mercado uma variedade de tapetes e revestimentos. Com o projeto de Humberto Zirpoli, os 450 m² são divididos em dois pavimentos, onde ambos agregam requinte, utilidade e conforto. Em toda a loja uma variedade de novidades. São cortinas, persianas, tapetes e papeis de parede, nacionais e importados, toques que fazem a diferença oferecidos em diversas cores e texturas exclusivas. Dentro do conceito de exclusividade, a Espaço Casa oferece um revestimento sintético único. A peça tem o efeito de aço inox, nas cores prata, cobre, dourado e bege, sendo ideal para revestir estofados e paredes. Na mesma linha, os papeis de parede importados, da Holanda e da Bélgica, e cortinas da linha Premium da marca Real. “As lojas oferecem apenas uma opção: ou cortinas ou persianas. Na Espaço Casa, o cliente encontra os dois estilos e adéqua o produto às suas necessidades”, afirma. E, como o objetivo do local é sempre fazer a diferença, a loja conta com mais um serviço, o de montagem de papel, cortinas e persianas. Os profissionais, treinados em São Paulo estão à disposição dos clientes. Espaço Casa Rua Amélia, 22, Espinheiro, Recife - PE. Fone: (81) 3241.8598

20 21


F I Q U E P O R D E N T R O

Versatilidade

A Refinare trouxe da Revestir 2010, rodapés, guarnições, perfis e acabamentos SANTA LUZIA que combinam com seu piso. Com design moderno, vão do branco aos amadeirados e formam lindos painéis de alturas variadas que só dependem da criatividade de quem aplica. De grande durabilidade e ecologicamente corretos, são compostos de polímeros de materiais reciclados e são a solução perfeita para ambientes úmidos, por serem imunes a cupins e anti-mofo. A fácil aplicação e limpeza prática e rápida são outras qualidades da Linha. Refinare Av. Santos Dumont, 391, Aflitos, Recife - PE Fone: (81) 3241.6364 www.refinare.com.br

No que depender da fábrica de móveis pernambucana Novo Projeto, o momento certo para dar aquela mudança no décor da casa é agora. Isso porque a loja da marca, localizada em Boa Viagem, oferece cadeiras, poltronas, sofás e racks do showroom com descontos de 30%, 40% e 50%. A ação segue até o dia 20 de abril. É possível escolher entre a poltrona em imbuia Mademoiselle, com valor 40% menor. O elegante rack Misura com mecanismos e acabamentos de alto padrão está custando a metade do preço.

Revista SIM!® - Edição 69

Novo Projeto Av. Conselheiro Aguiar, 2088, Boa Viagem, Recife - PE Fones: (81) 3466.2859 / 3327.0637 www.novoprojeto.com.br

22 23

Divulgação

Renove!!!


A D

Mais que um apetrecho, os acessórios estão para a moda assim como o corpo está para a alma. Fazendo uma analogia mais básica, a roupa sem um complemento não é nada, passa quase que despercebida, apaga-se. Bolsas, sapatos, brincos, colares e pulseiras, tornaram-se indispensáveis na hora de se compor um look. Eles chegam a ser o toque fundamental-principal de uma produção.

Maria Leopoldina marialeopoldina.2005@gmail.com

Revista SIM!® - Edição 69

Club Fun Shopping Tacaruna Olinda - PE. Fone: (81) 3221.4169 www.clubfun.com.br Carmen Steffens Shopping Plaza Casa Forte Recife - PE. Fone: (81) 3268.2962 www.carmensteffens.com.br Maria Filó Shopping Recife – 2ª etapa Boa Viagem, Recife - PE. (81) 3463.1171 www.mariafilo.com.br

24 25

pedrarias, tachas e rebites, mas sem deixar de lado a proposta romântica e moderninha da marca. Para as mais descoladas, a grande aposta fica por conta das meias calças estilizadas no formato de tattoos. Importadas dos hábitos das fashionistas de cidades como Londres, Paris, Nova Iorque e Milão, as peças são sinônimo

O que antes não tinha tanta importância, agora é indispensável. Assim, a cada estação, é um entra sai de propostas para adoçar o visual de quem pretende estar em dia com a moda. No inverno 2010, entra em cena o estilo militar, aquele que faz um retrocesso no tempo, e traz detalhes do exército americano e alemão. Este ano, a moda que remete aos esportes também está em alta e é campeã quando o assunto é conforto e elegância. O punk volta a dar as caras e aparece em tachas, detalhes em metais e preto, muito preto. Em todas essas linhas, os acessórios para o período de temperaturas mais brandas chegam de forma abundante e em cores variadas. Das mais sóbrias (preto, azul Bic e vermelho fechado) às mais intensas, bem baseadas nos padrões do último verão, como laranja, roxo, lilás e pink. Prova disso é a grife carioca Maria Filó, que traz sua coleção de inverno inspirada na descontração das praças urbanas. Bolsas, cintos, pulseiras e colares chegam de forma metalizada, sobretudo, nos tons de bronze. Muitos recheados com estrelas,

Fotos: Divulgação

O M

Os acessórios do inverno


produzida em parceira com a badalada grife Doc Dog, a Ultragirl e a Severine podem ser “assistidas” nas prateleiras da loja Club Fun. de charme e sedução para aquelas que desejam produções modernas e ousadas. Nas araras, diversos modelos que vão das tattoos mais simples aos tipos mais irreverentes, com estampas coloridas alusivas aos super-herois. Tudo produzido com fios leves para enfrentar o inverno tropical. Scarpins metalizados da Forum, oferecidos nas cores azul, verde, roxo e rosa, também invadem as prateleiras, prometendo turbinar ainda mais o look das amantes de artigos pra lá de contemporâneos. Nos pés Para fazer bonito por completo, nada mais natural que investir na beleza dos pés. Por isso, sempre pensando na mulherada que esbanja muito charme, sofisticação e, claro, que está sempre ligada no que acontece no mundo fashion, a grife de sandálias de plástico Melissa, lança para esta estação a coleção Melissa Et Circense. Inspiradas nas beleza singular da arte circense, as peças esbanjam elegância, numa cartela de cores cheia de estilo e alegria, como o neon, vermelho, roxo e verde, com detalhes laterais em tachinhas para lá de charmosas. Sapatilhas, formas geométricas e fivelas também fazem parte das apostas. Por aqui, as novidades do picadeiro da marca, que apostou no relançamento de grandes modelos clássicos, tais como a Disco,

Já na grife Carmen Steffens, no Shopping Plaza, a moda é inspirada nos looks que compõem as ruas do eixo Rio/ São Paulo durante o inverno. Então, nada mais justo do que as botas reinem nos pés da mulherada do lado de cá, quando os termômetros derem aquela aliviada. Nas prateleiras da grife, o artigo aparece em vários modelos, tanto nos que trazem os canos longos, como o modelo Platform Boot, confeccionada em couro macio preto, com detalhes em rebite personalizado em banho níquel, ou os curtos, para aquelas que optam por algo mais discreto, mas não menos charmoso. “No outono/inverno as botas são sempre o have must por conta das suas inúmeras possibilidades de combinações e, claro, do ‘up’ que elas dão ao look”, acredita Pedro Malta, franqueado da marca.


S R

D

I

N

Ufa! Que calor!

J

A

Essa tem sido a expressão cotidiana dos moradores do Recife. No trabalho, em casa, no engarrafamento, as pessoas estão percebendo que estão despreparadas para enfrentar o sol escaldante, as noites sem frescor, a sombra sem brisa... A cada ano que passa parece que está ainda mais quente.

A temperatura está mesmo insuportável. No sol ou na sombra há muito tempo não se sentia tanto calor. Estamos em abril, já era tempo das primeiras chuvas caírem e até o momento nada. Só calor, calor, calor... Muitos fatores podem provocar esse aquecimento, mas em especial pode ajudar muito a nossa cidade a melhorar a qualidade de vida de seus cidadãos: as Árvores.

Marcelo Kozmhinsky marckoz@hotmail.com

Árvore é sinônimo de vida. Uma árvore, por si só, pode trazer muitos benefícios. As florestas plantadas pelo homem (reflorestamentos) devolvem a ele serviços e bens. Mas o equilíbrio tem que ser mantido com a preservação das matas nativas e a proteção dos mananciais, onde a flora e a fauna encontram ambientes diversificados. A falta de vegetação afeta o funcionamento das cidades. As árvores evitam enxurradas e retém até 80% da chuva que cai em suas copas e escorre lentamente para o solo, sem contar a manutenção da temperatura da cidade, retenção de barulho e filtragem do ar.

Revista SIM!® - Edição 69

A arborização é essencial na melhoria das condições de vida dos centros urbanos, proporcionando funções essenciais à vida humana e melhorando notadamente as condições ambientais, sendo adequada sua implantação quando as árvores exercem as funções ecológicas, estéticas, culturais, psicológicas e econômicas.

26 27

A implantação do processo de arborização requer que as condições do local sejam bem conhecidas, uma vez em que o ambiente artificial criado pelo homem torna complexa a tarefa de arborizar as cidades. Fatores tais como o espaço físico disponível e as espécies utilizadas devem ser analisados para que os obstáculos aos vegetais sejam minimizados. Motivado por percorrer essa cidade de Norte a Sul e de Leste a Oeste quase diariamente, e observar as diferentes espécies de árvores que estão plantadas nas calçadas e praças públicas, fui visitar uma das três sementeiras do Recife - a que fica localizada no Sítio da Trindade, em Casa Amarela - e procurar saber mais informações sobre o trabalho da Prefeitura para melhorar o verde. Ao longo dos anos, o Recife teve suas ruas arborizadas por espécies como o oitizeiro no Espinheiro e na Boa Vista, por exemplo, castanholas, sombreiros e tantas outras espécies, cada uma dessas, em épocas distintas. Algumas dessas árvores deixaram de ser plantadas por diferentes causas, como ataque de pragas e diâmetro de tronco. O fícus já não é mais plantado em nenhum espaço público, visto que suas raízes danificam calçadas, sistema de galerias pluviais, etc. Segundo Sanchotene (1999), plantar uma árvore é uma tarefa de grande responsabilidade, que envolve técnicos especializados e não leigos, especialmente em se tratando de áreas públicas.


Rodrigo Roveri

Para integrar as árvores à paisagem urbana, é preciso uma tarefa cada vez mais especializada, tendo que observar importantes diretrizes, como planejamento, produção, implantação, manutenção, conscientização comunitária e educação ambiental direcionadas ao tratamento do verde urbano. Hoje a Prefeitura tem plantado árvores como Ipê, Flamboyãzinho, Chapéu-deNapoleão, Acácias, Felício, Caraibeira, Pata-de-vaca, Pau-Brasil, além de diversas Palmeiras. As fruteiras são evitadas pessoas poderão jogar pedras para pegar frutos nas residências em cujas calçadas se encontram essas árvores. Alguns fatores determinam a escolha dessas espécies como o espaçamento das calçadas, a possibilidade de aceitação da poda, a resistência à pragas e doenças, as raízes não serem superficiais, cabeamento de energia e telefonia que não estão ainda embutidos no solo, dentre outros. Hoje, a Sementeira é responsável pelo plantio, poda, cuidados fitossanitários e erradicação, quando necessário. É de uma das três sementeiras da Prefeitura que saem as árvores que povoam a nossa cidade. A Prefeitura tem um número para discagem disponível aos cidadãos - 156. Através dele é emitido um protocolo para atendimento de um dos serviços informados acima.

Um fato relevante e triste foi saber que de cada dez árvores plantadas, pelo menos quatro precisam ser replantadas, às vezes mais de uma vez, por conta do vandalismo ou por simples falta de água essa poderia ser uma ação mínima a ser executada pelo morador cuja árvore foi plantada e beneficiou sua calçada. Ainda penso que uma ação educativa, de parceria entre a Prefeitura e as escolas públicas e privadas, poderia dar um excelente resultado, visto que o meio ambiente em que vivemos depende de medidas conjuntas pelo bem comum.

E você já pensou em plantar ou adotar uma árvore? E uma praça? Está na hora de tomar uma atitude e deixar de reclamar do calor, porque o verão de 2011 vem aí! A sementeira do Município está aguardando por você.


o

Divulgação

à ç A N I

Sim...Coloque

I

L

U

M

luminárias!!! Há sempre algo no mundo do design que nos surpreende. A iluminação, inclusive, entra nesse quesito de maneira muito representativa. As possibilidades variam desde os tecidos dos revestimentos, passam pela estrutura da luminária e vão até os formatos e utilizações. Seja no piso, no teto, mesa ou parede, a luz do projeto, em todos os sentidos, é delas. As lojas têm sugestões. Veja a que combina com você.

Hugo Rodrigues

Luminária R-26-G-L Para um toque mais clássico, seguindo uma linha mais clara, o abajour com taça espelhada é a pedida da vez. A cúpula Net em Linho branco finaliza o estilo clean da peça.

Revista SIM!® - Edição 69

Uma peça elegante e que confere sofisticação a um ambiente é este abajour, sugestão da Casapronta. A base de vidro pintado, na cor marrom, com a cúpula em formato de cone alto com tecido de seda também marrom é uma excelente escolha.

Hugo Rodrigues

Luminária M9GS

Casapronta Av. Domingos Ferreira, 1274, Boa Viagem, Recife - PE. Fone: (81) 3465.0010

28 29


Daluz Iluminação Rua Padre Bernadino Pessoa, 238, Boa Viagem, Recife - PE Fone: (81) 3465.9433

Luminária Leti Com design de Matteo Ragni, a luminária de mesa Leti, da italiana Danese Milano, é uma boa escolha. Simples e eco-sustentável, foi produzida em corte e dobra sobre uma única chapa. Pode ser usada atrás de objetos, em forma de apoio a livros, ou só sobre a escrivaninha dando charme ao ambiente. Cores: branco brilhante, preto brilhante, vermelho brilhante e champagne texturizado. Medidas: Leti 23: 20 cm x 16 cm x 32 h e Leti 31: 27 cm x 23 cm x 42 h

Fotos: Divulgação

Luminária Ina Designer de Carlotta de Bevilacqua, essa luminária de mesa tem estrutura em alumínio com circuito impresso. As articulações são produzidas no mesmo material. A Base é em metal pintado e tem sistema de ligação dimerizável.

Zumbi coluna Modelo C100 Design de Cristiana Bertolucci, a Zumbi tem estrutura de latão cromado, copo laqueado preto e cordão de força de tecido da cor da cúpula. Medida: 145 cm de altura x 16 cm de diâmetro do copo. Disponível, também, com copo laqueado cinza ou vermelho.


o à ç M

I

N

A

Light Design

I

L

U

Rua Padre Bernadino Pessoa, 247, Boa Viagem, Recife - PE. Fone: (81) 3327.0845. www.lightdesign.com.br

Revista SIM!® - Edição 69

Skygarden Força e imponência são com o Skygarden, criação do holandês Marcel Wanders. Ele guarda um segredo em seu interior, um delicado jardim florido em alto relevo. Produzido em gesso e aço lacado, está disponível em branco, preto, marrom e dourado.

30 31

Fotos: Divulgação

Ray S A italiana Flos, em colaboração com designers, produz peças que vão do básico ao luxuoso, do minimalista ao atrevido. A Light Design representa a marca com exclusividade em suas lojas de Brasília e Recife. Entre suas luminárias-ícone, podemos destacar a Ray S, desenhada pelo arquiteto italiano Rodolfo Dordoni. Com estrutura cromada e difusor em alumínio, este pendente de linhas simples e contemporâneas se incorpora a qualquer ambiente.


Pendente Miami É uma excelente indicação da loja. Na imagem, o tecido é Floral e toda a estrutura é em preto e branco. O material e o tamanho da luminária podem variar para mais ou para menos, respeitando as devidas proporções. Designer: Kilder Menezes

San Diego

Cezena A luminária com coluna em madeira enriquece qualquer ambientação. As lâmpadas podem ser incandescentes ou compactas eletrônicas, ou seja, dá versatilidade ao objetivo da iluminação. O bocal utilizado nessa peça é e-27.

Fenix A coluna articulada nas cores clássicas são sempre positivas. A luminária de piso, com estrutura em cor prata mais um cilindro preto para a luz resulta em uma peça que cabe em qualquer espaço. Fabricação: Kilder Menezes

Kilder Menezes Iluminação Av. Domingos Ferreira, 1211, Boa Viagem, Recife - PE Fone: (81) 3326.0525. www.kildermenezes.com.br

Fotos: Hugo Rodrigues

Plafon branco com cristais. Essa peça pode ficar do jeito que o cliente desejar. Os materias usados são diversos. Tecidos finos como seda, lamê, cetim, voal, algodão, pergaminhos, policarbonatos. É escolher e ter a fantástica peça do seu jeito.


o à ç

Luminária Farol

I

L

U

M

I

N

A

Moderna para uma decoração clean. Ideal para os apaixonados por design. Bem conceitual, provavelmente irá decorar o ambiente de algum editorial de moda ou arquitetura. O fusca deixou de ser um carro e já se tornou um ícone de referência em arte.

Globo Show Risque, apague e rabisque! Uma forma mágica de expressar suas ideias: a escrita branca resplandece na luz negra!

Imaginarium www.imaginarium.com.br

Tok Stok www.tokstok.com.br

Revista SIM!® - Edição 69

Luminária vermelha para mesa, em chapa e tubo de aço com acabamento em pintura epóxi-pó. Possui haste com molas articuláveis, altura regulável e foco direcionável. Altura 50 cm, largura 33 cm e profundidade 15 cm.

Luminária Eclipse Luminária de teto, 127/220V, em espiral em plástico polipropileno. Possui canopla em chapa de aço, com acabamento em pintura epoxi-pó e ajustes que possibilitam a variação da projeção da luz. Design: Mauricio Klabin. Altura 36 cm, largura 33 cm e profundidade 33 cm.

32 33

Fotos: Divulgação

Luminaria Pix


modulados

Modulados: Partindo desse pressuposto, quem contrata um arquiteto quer, antes de tudo, exclusividade. As fábricas de móveis modulados saíram do lugar comum e desenvolveram tecnologias que permitiram aproximar seus produtos aos projetos dos profissionais. Hoje, pode-se dizer que, em média, 80% dos trabalhos executados por franqueadas recifenses são baseados em desenhos de arquitetos externos. De olho nesse vasto nicho, as lojas têm investido cada vez mais em políticas de relacionamento com os arquitetos. Para a gerente da franqueada Florense, Andréa Bessa, muito além de cliente, o arquiteto precisa ser um parceiro.

O arquiteto Romero Duarte compartilha dessa opinião. “O design do mobi-

liário criado por um profissional transcende a modulação, peças agrupadas como meros encaixes e, é neste momento que fica evidente que o bom entrosamento entre o profissional e as lojas de modulados tem que ser afinada, para que o resultado final não pareça um simples showroom. Para isso, as empresas estão se preocupando cada vez mais em customizar a modulação para quem se preocupa em apresentar um projeto sem limites para a criação”, defende.

Com relação à adaptação de projetos para pré-moldados, as fábricas têm se adequado à versatilidade necessária para atender à demanda dos arquite-

tos. A Unaidea, por exemplo, traz um conceito inovador que vem se tornando tendência no ramo. “Produzimos res-

peitando integralmente o projeto do arquiteto, tanto nas dimensões quanto nas formas definidas. Além disso, elaboramos imagens em 3D com acabamento foto realístico do desenho e nossos funcionários, todos arquitetos, proporcionam segurança em qualquer dificuldade”, revela

Mariana Moraes, proprietária da loja. Para Marcelo Alves, da Espaço Interior, franquia Todeschini, as vantagens para o arquiteto trabalhar com as linhas de modulados hoje são múltiplas. “Setor

técnico com suporte profissional para todas as plantas auxiliares, acabamento do serviço final (montagem), garantia, assistência técnica permanente independente da garantia, praticidade, agilidade e alta tecnologia é uma mostra de tais vantagens”, enumera.

Fotos: Hugo Rodrigues

Revista SIM!® - Edição 69

“Acho que a relação tem que ser encarada como um casamento, pois um completa o outro. As lojas têm o desafio de executar os projetos dos arquitetos na íntegra, por isso é preciso uma interação grande, já que sempre há ajustes a serem feitos. Com

a proximidade há liberdade para perguntas com o objetivo comum de fazer um belo projeto”, explica.

36 37


projetar ou não projetar

Quando se fala em vantagens, a arquiteta Ju Nejaim quase esquece as restrições impostas pela utilização dos módulos em seus projetos. “Eles são

práticos e versáteis, podem ser transferidos de um cômodo para o outro ou até de uma casa para outra. Os móveis são feitos, na maioria das vezes, em MDF, material que mistura resina e pinus de reflorestamento, bem resistente, com melhor acabamento e qualidade. Qualquer tipo de madeira pode ser reproduzido, com a vantagem de proteger o meio ambiente. O custo/benefício também é importante uma vez que as empresas dão até cinco anos de garantia e assistência técnica permanente”. É unanimidade entre os arquitetos que dentre as soluções oferecidas pelas lojas de modulados as ferragens são o que

há de mais especial, com opções que normalmente não são encontradas no mercado de marcenaria convencional.

“Acho que a enorme variedade de ferragens e acabamentos possibilita soluções funcionais e diferenciadas, como aproveitamento de quinas, diferentes aberturas de portas, melhor aproveitamento de despensas e por aí vai”, opina a arquiteta Bruna Lobo. “Mas vale ressaltar que não adianta ter um material excelente e não ter uma equipe de montagem e assistência pós-venda bem preparada e organizada”, alerta. Em relação aos acabamentos, a arquiteta Luciana Pimentel aposta nos laminados plásticos madeirados. “Eles

têm padrões perfeitos, que se aproximam tanto da madeira natural que chega até a nos confundir. Também gosto da laca que, apesar de sensível ao impacto,

funciona muito bem em portas. Enfim, é possível utilizar todos os materiais que eles têm para oferecer, mas sempre com cuidado de acertar em onde aplicar cada coisa, e o melhor, sempre seguindo as últimas tendências de design e inovação”, finaliza. Fábricas e lojas focam nos profissionais da arquitetura, buscando a customização de suas peças para atender um mercado em ascensão. Em troca, oferecem garantia e produtos com detalhes bastante sofisticados. Projetos - A Sim! selecionou quatro bem concebidos projetos com mobiliário modulado, dos arquitetos Bruna Lobo (quarto da criança e brinquedoteca da Bontempo), Ju Nejaim (quarto do casal e closet da Florense), Luciana Pimentel (home e a sala de jantar da Todeschini) e Romero Duarte (cozinha da Unaidea). Os ambientes você conhece a seguir.


modulados

Módulos infantis Quarto para duas meninas mais uma brinquedoteca e sala de

Revista SIM!® - Edição 69

Fotos: Hugo Rodrigues

estudos refletem o bom uso dos modulados

Para Bruna Lobo, Soraya Carneiro Leão e Danielle Paes Barreto, sócias da ArqMulti Arquitetura, usar modulados é quase que totalidade em projetos de áreas internas. Estão nos armários, banheiros, quartos, cozinhas e áreas de serviço. Aproveitando este uso generoso dos produtos, elas nos exibem um excelente projeto onde, em parceria com a Bontempo, conquistaram um visual confortável e elegante. Trata-se de um quarto para duas meninas mais uma brinquedoteca e quarto de estudos.

38 39


Quarto Para os dormitórios das meninas eram necessárias duas camas e uma extra para a babá, um lugar para guardar brinquedos, uma penteadeira, mais a TV, DVD, armário para roupas, sapateira e local para livros. A solução para aplicar tudo isso em 9,3 m2 foi projetar um beliche, que possibilitou criar espaços para brincar, guardar brinquedos, duas camas e

a bicama. “Com

isso, conseguimos mais espaço para o armário de roupas e a penteadeira. Todos os espaços do quarto foram aproveitados com os mínimos detalhes, como o nicho criado para sapateira na entrada, por exemplo”, destaca a arquiteta Bruna Lobo.

O projeto pronto foi muito feliz. Elegância do vidro, mesmo efeito do acrílico no suporte da cama superior do beliche. O branco deixou o espaço clean, possibilitando alternar cores nas almofadas e jogos de cama. A funcionalidade é outra característica forte no projeto.


modulados

Brinquedoteca e estudos “Na brinquedoteca e quarto de estudos, criamos um uns nichos com partes abertas e iluminadas e outras fechadas para guardar brinquedos e decorar. Foi colocada uma base estofada com almofadas. Que serve para brincar, ver televisão e jogar video game. Aproveitamos o painel onde encaixa a cortina e criamos um nicho baixo para guardar DVDs.

As cortinas são da Real Persianas. Os objetos da Desenho Design garantem a classe do ambiente. Cadeira, colchas, almofadas e puff da Diminut finalizam o interior. Nos dois espaços, as luminárias e o projeto de iluminação foram da Daluz Iluminação.

lantes para guardar brinquedos ao lado da cama de baixo. Todo kit das camas, almofadas, puff, e alguns elementos decorativos também foram da Diminuti.

A Bontempo marca presença nos armários, sapateira, nichos, base estofada, painéis das cortinas, penteadeira, armários superiores. A Diminuti entra no projeto com acessórios para as camas e bicama, prateleiras e painel entre uma cama e outra, além de bauzinhos vo-

“Eu adorei o resultado final destes ambientes pois, além de conseguirmos atender as várias necessidades da cliente, criamos espaços charmosos e funcionais, onde utilizamos produtos diferenciados e de qualidade”, orgulha-se Bruna Lobo.

ArqMulti Arquitetura Rua Dr. Lafayette, 191/905, Boa Viagem, Recife/PE Fone: (81) 3326.0368

Bontempo Av. Domingos Ferreira, 315, Pina, Recife. Fone: (81) 3327.8002

Revista SIM!® - Edição 69

Fotos: Hugo Rodrigues

Para o espaço, uma bancada para dois computadores, TV, DVD, espaço para brincar e descansar vendo televisão ou jogando video game, local para guardar muitos brinquedos, livros, DVDs, etc.

40 41


modulados

Suite máster e closet Priorizando o equilíbrio, Ju Nejaim aproveita facilidades da Florense

Revista SIM!® - Edição 69

Fotos: Hugo Rodrigues

para executar uma perfeita integração entre ambientes através de armários

Com a missão de projetar um espaço harmonizado contendo a suíte do casal e um closet, a arquiteta Ju Nejaim aproveitou a linha em melamina branca da Florense. Organização foi a palavra chave para este desafio, já que a ideia era colocar cada peça em seu lugar específico, separando os itens. Tudo isso com um estilo clean, ao mesmo tempo sóbrio e despojado.

42 43


A solução proposta por Ju foi criar um closet, onde ficariam apenas as roupas, e integrar ao quarto um local exclusivo para bolsas e sapatos. “Já

que o cliente queria armários grandes e que separassem as roupas das bolsas e sapatos, projetei um móvel com prateleiras deslizantes para sapatos e prateleiras fixas para as bolsas. O armário com as portas em vidro jateado dá mais leveza ao ambiente e permite visualizar apenas um ‘esboço’ das peças”, defende a arquiteta.


modulados

Para complementar a decoração, o baú revestido com tecido metálico ao pé da cama, que acompanha o tom da estampa do papel de parede; as cortinas rolo blackout brancas da Uniflex; e objetos em aço, além da poltrona da mesa do computador, da Living. O espelho aplicado por trás da cama, também da Granmarmore, amplia e suaviza o cômodo.

Finalizando o projeto, a eficiente iluminação técnica da Daluz ressaltou os detalhes nobres dos elementos decorativos. “A luz geral é feita pela luminária de sobrepor Milky. Atrás da cama, foram colocadas mini-dicróicas para dar um banho de luz no espelho e, na cabeceira, um abajur Jully em metal cromado”, explica Ju.

Fotos: Hugo Rodrigues

No que se refere ao quarto, foram utilizadas cores claras com tons arenosos e detalhes metálicos. Móveis brancos com acabamentos em vidro, como o criado mudo e a mesa do computador, harmonizam-se com o piso em granito Granmarmore e a mesa lateral redonda da Casapronta. Destaque para o papel de parede brocado floral metálico da Habitare, que conferiu sofisticação ao ambiente.

Revista SIM!® - Edição 69

De acordo com a arquiteta, o resultado final do projeto foi extremamente positivo. “A satisfação do cliente é o melhor termômetro. O ambiente ficou muito bom e equilibrado, atendendo todas as expectativas, do cliente, minha e dos fornecedores”, comemora. Ju Nejaim Fone: (81) 3327.6613 junejaim.projetos@gmail.com Florense Av. Domingos Ferreira, 4264 Boa Viagem, Recife - PE Fone: (81) 3302.3800

44 45


modulados

Sala de estar De olho na versatilidade dos revestimentos, Luciana Pimentel

Revista SIM!® - Edição 69

Fotos: Hugo Rodrigues

brinca com a harmonização e o alinhamento dos móveis

Um apartamento inteiro, no bairro de Piedade, Jaboatão dos Guararapes, foi alvo da intervenção de Luciana Pimentel. Para a missão, a arquiteta optou pelos móveis Todeschini. “Utilizamos a empresa para todo o projeto, desde os móveis fixos até os complementares”, informa.

46 47


O ambiente selecionado foi a sala de estar, planejada para receber amigos, com a predominância de um grande home

“Os clientes são um jovem casal de empresários, que gosta de fazer pequenas reuniões em sua residência. Por isso, pensei em um espaço que atendesse essas necessidades”,

integrado à área da adega e bar.

explica a arquiteta. Para acompanhar o perfil dos moradores, Luciana apostou nos revestimentos e acabamentos. Foram utilizados materiais modernos e leves, como o laminado plástico branco, o madeirado avelã e os vidros temperados com película branca e perfis de alumínio, conhecidos como color glass. No quesito cores, os tons claros presentes em todos os elementos do ambiente contrastam apenas com o painel em madeira, que ocupa toda a parede. Nele, estão apoiados o equipamento de TV, duas luminárias do tipo arandela brancas e o rack, que acompanha os demais móveis da sala, todos da linha Natural Tech da Todeschini.


modulados Revista SIM!® - Edição 69

De acordo com a arquiteta, o maior desafio de projetar com os módulos consistiu em integrá-los. “Em função da extensão dos móveis, foi necessário conviver com junções entre as peças e, para adaptá-las, foi feito o alinhamento dos tampos com as medidas dos gavetões”, explica.

Para complementar o mobiliário fixo, foi aplicado um grande espelho, que reflete o mar para dentro da sala, além de elementos em vidro, da Flexi Vidro. As poltronas são da Desenho Design, o tapete de Adroaldo Tapetes do Mundo e os objetos da Finni.

Para arrematar, o projeto de iluminação foi executado pela Light Design, que, para Luciana, cumpriu a missão de valorizar cada espaço individualmente e o projeto como um todo. A parte técnica foi feita com luminárias embutidas e a decorativa com um pendente de cristal. O resultado final foi um ambiente leve e sofisticado.

Luciana Pimentel Fone: (81) 9111.1741 lu.pimentel.arquitetura@hotmail.com Todeschini Boa Viagem Av. Conselheiro Aguiar, 3114 Boa Viagem, Recife - PE Fone: (81) 3465.4755

48 49


modulados

Cozinha modulada Com o tradicional contraste preto e branco, Romero Duarte mostra o uso

Revista SIM!® - Edição 69

Fotos: Hugo Rodrigues

inteligente dos espaços e prioriza detalhes e acabamentos

Apartamento na Beira Rio do bairro das Graças recebe a intervenção do arquiteto Romero Duarte. O projeto, que contempla o closet, cozinha, adega, entre outros ambientes, foi concebido com móveis Unaidea. Dentre os espaços, destaque para a cozinha, totalmente trabalhada com módulos com portas em alumínio e vidro temperado da CINEX e corrediças invisíveis com amortecimento.

50 51


O ponto de partida do projeto foi trazer praticidade e aproveitamento racional dos espaços, sem perder de vista a alta qualidade no acabamento. “Pelas características do cliente e suas necessidades, foram utilizadas as cores preta e branca, com acabamentos nobres em vidro, alumínio e aço, presentes no mobiliário executado pela Unaideia e nos eletrodomésticos. Para armazenar

alimentos e utensílios, coloquei armários fechados e, para exposição, caixas de vidro 15 mm”, revela Romero Duarte. De acordo com o arquiteto, para este projeto, a Unaidea seguiu quase que à risca o que havia sido planejado por ele, alterando apenas algumas especificações internas, aproveitando ao máximo o detalhamento.

“É nesse ponto que o fornecedor do mobiliário mostra seu diferencial, customizando o projeto, como no caso dessa cozinha, para conferir um ar de exclusividade e personalidade ao que entra na casa do cliente”, enfatiza


modulados Revista SIM!® - Edição 69

O balcão em granito preto, da Marmoart, tem cubas duplas e harmoniza-se com os demais elementos do espaço, como a geladeira, o freezer e o fogão da Brastemp, além da moderna coifa CataC, todos em inox. A iluminação, planejada e executada pela B&M, traz luminárias técnicas em alumínio, luminárias de LED, um lustre de cristal tcheco e luminárias da Kartel para complementar o ambiente.

O resultado final é funcionalidade e elegância num canto para

“Um projeto se completa quando o ambiente reflete o modus vivendi dos proprietários. Não é material promocional puro e simplesmente. Tem alma, tem consistência, tem história, de vida que se traz e de vida que fará nele”, finaliza Romero. desfrutar do prazer de cozinhar estando em casa.

Romero Duarte & Arquitetos Fone: (81) 3222.0971 romero.duarte@gmail.com Unaidea Móveis Rua Joaquim Carneiro da Silva, 380 Pina, Recife - PE Fone: (81) 3445.0492

52 53


Projeto reúne materiais nobres e utensílios de primeira linha para proporcionar conforto e praticidade aos moradores da casa

A Cozinha Gourmet desta edição da Revista SIM é de luxo. Dois motivos justificam o adjetivo. A arquiteta à frente do espaço é Márcia Nejaim, sempre exibindo elegância e correto uso dos produtos. Para completar, a cozinha é linha da Florense, marca que reflete beleza e alta qualidade em qualquer projeto.

Felipe Mendonça

COZINHA_GOURMET

Requinte e sofisticação em

Para conceber esta cozinha, Márcia Nejaim tomou como ponto de partida a vida de uma família composta por um jovem casal e dois filhos adolescentes. Com eletrodomésticos embutidos, paredes revestidas por folheado de madeira e detalhes em vidro, o espaço precisava ter três enfoques principais e indispensáveis: praticidade, beleza e sofisticação. Márcia Nejaim Rua Henrique Capitulino, 118 – Loja A Boa Viagem, Recife - PE. Fone: (81) 3326.6652 / 4783 mnarq@yahoo.com.br

Revista SIM!® - Edição 69

Florense Av. Domingos Ferreira, 4264 Boa Viagem, Recife - PE. Fone: (81) 3302.3800

56 57

Projetada em um espaço amplo, o que facilitou a criatividade da profissional, a cozinha possui equipamentos de última geração, no que diz respeito a utensílios, microondas, TV de plasma, refrigeradores, fogões e que foram divinamente ressaltados pela execução da Florense.

“A base da cozinha é em preto e branco. O vidro transparente fosco é clássico e completa o projeto conferindo um ar clean, importante em uma cozinha. Essas cores permitem que, em qualquer alteração de cor por meio dos utensílios, a atmosfera do espaço muda junto. Enfim, é uma cozinha que permite possibilidades”, garante a arquiteta. O piso em porcelanato “Ecowood”, da Portobelo, transmite modernidade e requinte, resultando numa atmosfera primorosa para as pessoas que por ali transitam. Vale ressaltar que o piso é antiderrapante e de fácil limpeza. Outro ponto forte no espaço é que os vários toques emadeirados contrastam de forma elegante com a frieza dos granitos e materiais metalizados. O espaço goumet é um diferencial no projeto. Está próximo à bancada de vidro e foi projetado para a filha do casal, que não dispensa momentos dedicados às suas criações gastronômicas. Composto por um balcão que segue a linha das cores do projeto, tem um cooktop à frente de um mesa de vidro. A composição serve para duas pessoas que interagem com o chef da cozinha e experimentam as delícias que saem do fogo.


um espaรงo aconchegante

Fotos: Vinicius Lubambo


COZINHA_GOURMET

Mistura Certa Robson Lustosa é o sotaque pernambucano na clássica cozinha francesa

À frente da cozinha do renomado restaurante Chez Georges, o chef Robson Lustosa diz que o gosto pela arte de criar receitas veio de três importantes mulheres da sua vida: duas avós, uma mineira e outra pernambucana, e sua mãe, uma carioca da gema. “Acredito que, por todas elas possuírem raízes gastronômicas em lugares distintos, isso tenha me dado uma percepção holística de que cozinhar é um ato ilimitado e interessante no que se refere ao campo de atuação”, garante Robson.

Fotos: Hugo Rodrigues

Para atuar como cozinheiro, ele estudou na Universidade Federal Rural de Pernambuco – UFRPE. Para ser chef, no entanto, Robson afirma que é necessário, além de know-how, estar e atuar com quem já é expert e parafraseia um ditado francês: “Nem a ciência, nem a consciência modelam um bom chef”, garante. Seguindo este conceito, surgiu Georges Thèvoz, o suiço-pernambuco que introduziu a mistura das receitas tradicionalmente francesas aos ingredientes locais e que passou para Robson a faixa de rei da cozinha do Chez Georges. “Trabalhar com Georges

Revista SIM!® - Edição 69

Chez Georges Av. 17 de Agosto, 1483, Casa Forte, Recife - PE. Acesso pela Estrada Real do Poço, com estacionamento próprio. Aberto de terça a domingo, a partir das 18h30. Fone: (81) 3326.1879

é fantástico, difícil até de explicar. Desde 2006, estou com ele, comecei como estagiário e, hoje, compomos os cardápios e ainda dividimos a gestão do restaurante. Claro que, em alguns momentos, temos nossas divergências, mas acredito que isso faz parte de um tradicional conflito de gerações”, diz Robinho rindo. Robson diz que conversas e mais conversas são suas maiores fontes de saber. “Leio muito livros de gastronomia e costumo comparar muito duas ou três receitas de uma mesma preparação antes de executá-la. Hoje, tenho o prazer de dar e receber informações lecionando a disciplina de Cozinha Francesa, na Faculdade SENAC Pernambuco”, orgulha-se. Robson Lustosa uniu várias ideias acerca dos prazeres alimentares de um legítimo londrino e criou um “Cordeiro de Prés Salé em Crosta de Hortelã ao Boudeux com Yorkshire Pudding”, no qual o mouton de prés salé, o vinho e Bordeux e o Yorkshire Pudding, tradicionalmente ingleses, foram harmonizados, em torno de uma única criação: um prato que lembrasse Londres e com ligeiro sotaque francês, é claro.

58 59


Cordeiro de Près Salé em Crosta de Hortelã ao Bordeux com Yorkshire Pudding: Rendimento: 2 porções. Ingredientes: Para o Cordeiro de Près Salé em Crosta de Hortelã: 2 lombos de cordeiro (Mouton de Près Salé AOC); 58 g de pão torrado moído; 13 g de clara de ovo; 10 g de manteiga sem sal; 10 g de hortelã cortada finamente; 5 g de salsa crespa picada; Sal e pimenta do reino a gosto. Para o Molho de Vinho Bordeux: 200 ml de caldo de carne; 80 ml de vinho Bordeux; 10 g de manteiga sem sal; Sal e pimenta do reino a gosto. Para o Yorkshire Pudding: 80 g de farinha de trigo; 2 ovos; 100 ml de Leite; 50 ml de óleo de girassol; Sal a gosto. Para a Montagem: 2 raminhos de salsa lisa; 2 raminhos de hortelã; Geléia de menta a gosto.

Modo de Preparo: Para o Cordeiro de Près Salé em Crosta de Hortelã: Tempere os lombos com sal e pimenta, asse na manteiga em uma frigideira préaquecida até o ponto, deixe arrefecer dentro da frigideira, misture o pão moído com a manteiga e as ervas. A seguir, acrescente a clara de ovo e aperte esta massa até soltar das mãos, retire os lombos da frigideira, preservando os sucos que se desprenderam; envolva a parte superior dos lombos com a massa de hortelã e leve ao grill ou salamandra para assar até dourar, deixe arrefecer antes de cortar em fatias. Para o Molho de Vinho Bordeux: Adicione o vinho e o caldo de carne ao suco preservado na frigideira e deixe em fogo brando até reduzir 1/3. Adicione a manteiga em temperatura ambiente e bata até ficar cremoso e brilhante. Para o Yorkshire Pudding: Misture a Farinha de Trigo com os ovos e adicione metade do leite, deixe descansar. Aqueça o forno a 230°C e coloque dentro de quatro fôrmas de muffin, 1 colher de sopa de óleo de girassol, leve ao forno para aquecer o óleo. Quando o óleo estiver quente, acrescente a outra metade do leite à mistura inicial e coloque-a dentro de cada fôrma (cuidado com o óleo quente) e asse durante 15 minutos ou até quando a massa estiver crocante e dourada. Para a Montagem: No centro do prato, coloque o Yorkshire Pudding e, ao redor dele, na metade da circunferência, o molho de vinho Bordeux. Sobre o molho, arrume as fatias de cordeiro e, na outra metade, coloque um pouco da geléia de menta e os raminhos de salsa e hortelã.


A T S E

N

T

R

E

V

I

Nicole Algranti

Fotos: Divulgação

SIM! - Em que consiste o filme “De Corpo Inteiro Entrevista”? Nicole Algranti - O filme é um documentário com pitadas de ficção, onde a personagem principal é Clarice Lispector em encontros com as mais variadas personalidades. Ela, sem recorrer a nenhuma técnica de comunicação, dá uma aula de interação jornalística ao mergulhar poeticamente no mundo de personalidades, entre elas, Fernando Sabino, Oscar Niemeyer, Caribé, Ferreira Gullar, Elke Maravilha, entre outros. A película é uma reprodução do livro “Entrevistas”, editado pela Rocco - coletânea de conversas realizadas entre maio de 68 e outubro de 69, quando ela mantinha uma seção na extinta revista Manchete.

De passagem pelo Recife, em virtude do lançamento do filme “De Corpo Inteiro Entrevistas”, a cineasta Nicole Algranti aproveita a oportunidade para lançar projetos artístico-literários na Região. Sobrinha da escritora Clarice Lispector, ela planeja transformar a casa onde seus antepassados viveram em centro cultural, além trazer peças teatrais inéditas. Entre uma atividade e outra, Nicole concedeu

Revista SIM!® - Edição 69

a entrevista a seguir, com exclusividade para a Revista Sim!

60 61

SIM! - Clarice era uma pessoa, literalmente, plural. Como foi transformar atrizes em uma personalidade tão marcante? Nicole Algranti - Para viver Clarice, ou melhor, as ‘Clarices’, contei com um elenco muito especial. Nomes como Aracy Balabanian no papel principal, Beth Goulart, Louise Cardoso, Claudiana Cotrim, Letícia Spiller, Dora Pellegrino, Silvia Buarque e Rita Elmor conseguiram assumir a postura de Lispector e se transformar na escritora por um dia. O resultado, de fato, é variado, com diferentes combinações de sotaques e entonações, uma vez que a escritora, além da musicalidade nordestina - fruto da época em que viveu no Recife -, exibia ainda um defeito de pronúncia e não falava direito o ‘r’. Foi um trabalho árduo para chegarmos a este resultado. As atrizes pesquisaram, leram e ouviram a voz de Clarice através de uma gravação


Estamos planejando abrir um edital para que os arquitetos pernambucanos possam apresentar propostas. (Nicole Algranti) muito feliz de uma entrevista concedida por ela a Affonso Romano de Sant’Anna e Marina Colassanti,em 1976. SIM! - Como foi a receptividade do povo pernambucano? E por que a escolha do Recife para lançar o seu filme? Nicole Algranti - Meu filme tem a cara do Nordeste e a energia de Clarice Lispector. Então, por que não lançar na cidade em que ela passou toda sua infância - época marcante nas escolhas e no seu destino! SIM! - Já que Clarice e sua família viveram no Recife, existe algum sentimento que te faz sentir-se em casa aqui? Nicole Algranti - Totalmente. Aqui no Recife, sempre sou bem acolhida. Apesar das dificuldades que a minha família enfrentou, como judeus imigrantes, e tendo que recomeçar uma vida, foi aqui onde todos os sonhos nasceram e começaram a ser realizados. Cresci ouvindo as melhores lembranças deste lugar. Desde banhos de mar às 5h da manhã em Olinda às primeiras letras aprendidas no Ginásio Pernambucano e no João Barbalho. Minha bisavó está enterrada aqui, o que aumenta meu

respeito e ligação. Por todo carinho a essa época e por saber da sua importância, começo a desenvolver o projeto de transformar o sobrado que minha família viveu, na Praça Maciel Pinheiro, num espaço que vai respirar literatura. A Santa Casa de Misericórdia, atual proprietária do imóvel, cedeu a utilização do local, demonstrando identificação com a filosofia do projeto. No local, pretendo reservar um tempo especial para crianças carentes das periferias, promover oficinas, saraus, concursos, descobrir novos talentos, incentivar a leitura e a escrita em todos os sentidos, além, claro, de criar um espaço de visitação e turismo, com exposição permanente de peças, livros, objetos e fotografias de Clarice. Tudo ainda está em processo de gestação. SIM! - Na parte física, quais os planos para o imóvel? Nicole Algranti - A casa, apesar de ter sido tombada pelo Patrimônio Histórico, recebeu vários inquilinos das mais diferentes naturezas nas últimas décadas. Infelizmente, está praticamente abandonada. O andar em que viveu minha família, por exemplo, serve de

espaço para guardar entulho. Todo o prédio precisará de mão de obra especializada para a revitalização das áreas internas do local. Para isso, tenho uma audiência marcada com representantes do Ministério da Cultura, em Brasília, para checar as possibilidades de apoio federal ao projeto de reestruturação do local. SIM! - Existe algum arquiteto já indicado para a reforma? Se não, como será essa escolha? Nicole Algranti - Não. Estamos planejando abrir um edital para que os arquitetos pernambucanos possam apresentar propostas. A partir daí, escolheremos o projeto que melhor valorize o patrimônio histórico, adotando conceitos de sustentabilidade e modernidade. Este profissional tem que trabalhar em conjunto com a criação artística dos espaços e com o direcionamento do objetivo de cada atividade. Isso é fundamental para nortear a funcionalidade deste novo equipamento cultural e social da cidade. SIM! - Além destes, existe algum outro projeto seu em vista? Nicole Algranti - Deixei cópia do filme com o Secretário de Cultura Renato L, para que seja exibido nas escolas e em locais diversos. Em agosto, estrearei, também no Recife, a peça “Romance Épico Nordestino”, com texto inédito de Ferreira Gullar e direção de João das Neves. Taboca Produções Artísticas Estrada das Magnólias 19, Teresópolis Rio de Janeiro - RJ www.tabocafilmes.com.br


T

E

Artistas anônimos tem o seu trabalho reconhecido na obra “A Identidade da Beleza” da professora da UFPE Vera Lúcia Costa Acioli

A

R

História viva retratada através de cenários O livro “A identidade da beleza: dicionário de artistas e artífices do século XVI ao XIX em Pernambuco” é o resultado de 30 anos de pesquisa da professora do Instituto de Filosofia e Ciências Humanas da UFPE Vera Lúcia Costa Acioli. O título tem como objetivo maior tirar do universo do anonimato, pessoas que contribuíram com sua arte para a beleza do patrimônio artístico e cultural de Igarassu, Olinda e Recife. O trabalho teve início ainda na década de 60. “Iniciei

as pesquisas logo que entrei na minha pós-graduação. Tenho mais de sete mil fichas catalogadas contendo o registro de mais de 40 profissões e o nome de mais de mil artistas”, conta. A obra tem

mais de dez anos de concluída, mas infelizmente a autora não tinha apoio de divulgar o perfil desses artistas. “A publicação desse livro é o retrato que os preconceitos podem ser quebrados”, afirma ao se referir a Editora Massangana, que apoiou e editou o título.

“A Identidade da Beleza” vai além de um registro artístico da época colonial. A obra traz o essencial das vidas desses artistas, um verdadeiro desfile de curiosidades com nomes, nacionalidades, famílias, formação, dedicação, opiniões sobre o que deveria ser feito, os resultados alcançados, seus planos de trabalho e de vida. Essas e outras curiosidades, como a origem portuguesa de um projeto arquitetônico ou a vinda de um chafariz da Itália, acompanham a possibilidade de compor um roteiro turístico por nossas igrejas, pois é na riqueza de detalhes que está a atratividade de uma boa história. O livro, com seus textos e imagens, é uma contribuição direta para as diversas áreas do conhecimento humano, como a iconografia, o universo mental e religioso, as artes e ofícios, a arquitetura e o urbanismo, a decoração, a engenharia, a história social e econômica.

Para a realização, Vera peregrinou inúmeros lugares e revirou arquivos das igrejas, documentos de instituições comprometidas com a história como é o caso do museu do Estado e Instituto Arqueológico, Histórico e Geográfico de Pernambucano, além dos jornais da região. De posse das informações, foi-se naturalmente formando um quebracabeças. Este, peça fundamental para identificar nossas raízes culturais provenientes de mestres anônimos na arte de ornamentar. A obra chega para preencher um espaço esquecido no mundo das artes. O rigor da organização editorial, concebida pelo designer Sidney Rocha e a riqueza das ilustrações proporcionam ao leitor a oportunidade de unir informações e comprovar o quão rico é nosso acervo artístico bem como estes nomes, antes esquecidos, e, agora, protagonistas de uma história feita através de cenários.

Revista SIM!® - Edição 69

Editora Massangana Casa Forte: Av. 17 de agosto, 2187 Recife - PE Derby: Rua Henrique Dias, 609 Recife - PE editora@fundaj.gov.br R$ 70,00

62 63


E T R

A arte de Andrea Ebert

A

Criatividade e versatilidade marcam trabalho dessa paulista de nascença, mas potiguar de coração

“Gosto de brincar com as formas e as cores, independentemente do tema proposto e da técnica a ser adotadada”, afirma

Fotos: Divulgação

Andrea, que além de desenvolver peças exclusivas para agências de publicidade e design, editoras e arquitetos, faz exposições temáticas, as quais já viajaram o Brasil e a Europa.

Revista SIM!® - Edição 69

A artista plástica Andrea Ebert nasceu em São Paulo, mas há 14 anos, abandonou a selva de pedra e os seus tons acinzentados, típicos das grandes metrópoles, e adotou como morada, as cores, a vivacidade e a natureza de Natal, no Rio Grande do Norte. Dona de um traço arrojado e o talento ímpar, mistura constantemente técnicas e diversos materiais, o que dá a suas peças um resultando rico em personalidade, liberdade e estilo.

64 65

Andrea é do tipo de artista que sempre tem uma nova faceta para revelar, seja em novos traçados, no uso de materiais inéditos ou na indicação de um novo segmento para a sua arte. Assim aconteceu quando começou a firmar parceria com o universo da arquitetura. Segundo ela, “a demanda foi aparecendo naturalmente por parte de alguns profissionais que já tinham ciência do meu trabalho como ilustradora. Eles se sentiram seguros e à vontade comigo, com minha arte e lançaram o convite para fazer parte dos projetos”, afirma.

Dentro dessa proposta, a artista executa um trabalho específico, sempre norteado pelo projeto arquitetônico. “quando o ambiente está construído, vou lá, fotografo, dou a opção de duas obras, montadas e aplicadas no local”, completa Andrea que tem por característica a assiduidade e pontualidade na entrega das suas peças. Como resultado dessa parceria de sucesso, destacamos os 142 quadros, feito em tinta acrílica para a área social do Serhs Natal Grand Hotel. “o arquiteto do empreendimento, Bernat Garcia, passou-me o tema e o estilo de pintura que gostaria no seu espaço. Dei andamento a encomenda, que, inicialmente, consistia na produção de 60 quadros, estes depois de entregues, conquistaram de verdade. O sucesso foi tamanho que voltei com mais um pedido, agora, de 82 peças”, conta.


E T R A

Outra obra de expressão é resultado de uma minuciosa seleção de artistas plásticos, na qual Andrea se sobressaiu com a sua criação e compôs um painel de 5 metros de largura instalado na Polícia Federal de Natal. Segundo a mestre em Patrimônio arquitetônico e e histórico, pela universidade de Évora

“A arquitetura já é um tipo de manifestação artística e quando

Revista SIM!® - Edição 69

em Portugal, Carla Torres,

66 67

ainda acompanhada de uma expressão plástica e coerente desse porte, confere ao espaço características de belezas radicais que desnudam o concreto e revelam o belo da arte no ambiente”, finaliza a professora que, a pedido da Revista Sim!, fez uma breve avaliação da obra dessa potiguar de beleza e de coração.

Andrea Ebert Rua Prof. Sandoval C. Albuquerque, 2148, Natal - RN Fone: (84) 3207.3473 contato@andreaebert.com.br



Revista SIM! 69