Page 1


Quarto Edital de Seleção do TIME FEJEMG 2018 A Federação das Empresas Juniores do Estado de Minas Gerais (FEJEMG) torna públicas as normas e as condições do Processo Seletivo para a Gestão 2018.

1. DA GESTÃO Os trabalhos começarão assim que o resultado oficial do Processo Seletivo for divulgado e se encerrarão no dia 31 de dezembro de 2018.

2. DAS VAGAS Este edital compete a vagas de coordenador e assessores da FEJEMG, sendo que para cada área há uma dinâmica de trabalho a ser desenvolvida em conjunto com o (a) diretor (a) e colegas de trabalho. Compete ao coordenador gerenciar a execução de produtos e/ou macroprocessos, participando desde a idealização dos mesmos visando atingir os resultados estratégicos da organização. Em cada área a dinâmica de trabalho é específica, como já citado, podendo o coordenador executar diretamente os produtos e processos e/ou coordenar a execução de sua equipe. O assessor atuará diretamente na execução de produtos e/ou macroprocessos. Neste Processo Seletivo há vagas para as coordenadorias de Planejamento e Criação (nível coordenador e nível assessor), de Expansão (nível assessor) e Suporte a Empresas Juniores (nível assessor), as quais desempenham funções descritas a seguir. A. Área Fim - Foco Empresário Júnior Nessa área estão alocadas as funções que estão diretamente relacionadas às entregas que fazemos aos empresários juniores mineiros em sua jornada de formação empreendedora, estando diretamente relacionadas a execução e suporte de produtos de atuação presencial, como os eventos de nossa rede (sejam eles da FEJEMG ou aqueles executados por Núcleos com apoio da FEJEMG), até uma atuação online, através de conteúdo de capacitação e engajamento. Analisando o portfólio de 2017, produtos como as Reuniões Imersivas, o Geração 10x, o Suporte aos Eventos de Formação Empreendedora dos Núcleos, o Blog da FEJEMG, a Revista LEAD e o MaréCast estariam incluídos nessa área de atuação. Além disso, o macro-processo de Imprensa também pode ser alocado aqui, por ser uma atividade fim que visa a aparição do MEJ e seus componentes nas mídias e, em muitos casos, estar relacionada a vivência do empresário júnior e seus feitos; além de estar intimamente relacionado às funções de Conteúdo. Analisando o organograma de 2017, as seguintes coordenadorias estão relacionadas a essa área:  Coordenadoria de Jornada de Formação (Diretoria de Eventos)  Coordenadoria de Infraestrutura (Diretoria de Eventos)  Coordenadoria de Operações e Alinhamento (Diretoria de Eventos)  Coordenadoria de Imprensa e Conteúdo (Diretoria de Comunicação)


B. Área Fim - Foco Empresas Juniores e Núcleos Nessa área estão alocadas as funções que estão diretamente relacionadas às entregas que fazemos às Empresas Juniores (sejam elas federadas ou não) e aos Núcleos em seus processos de fomento, estruturação e desenvolvimento. Aqui, o suporte é um dos grandes pilares de atuação, operacionalizado através de produtos em que uma Empresa Júnior ou um Núcleo recebe uma atenção especial com foco em algum objetivo que otimize e/ou possibilite seu funcionamento, podendo estes serem diversos, por exemplo: fomentar a estruturação, orientar a regulamentação, engajar a equipe a solucionar os principais impedimentos de melhores resultados e federação à FEJEMG. Analisando o portfólio de 2017, produtos como o Pulso (Fomento e Orientação de Novos Núcleos), Novos Juniores (Orientação e Aceleração de EJs não federadas), PUF (Programa Único de Federação), Programa de Visitas (Visitas às EJs federadas), M.O.V.E. (Suporte direto a EJs federadas), Mentorias (Suporte colaborativo entre EJs federadas através de EJs mentoras e EJs mentoradas), Envolve Núcleos (Suporte direto a Núcleos), Conhecimento Para Minas (Suporte online colaborativo entre EJs federadas através do compartilhamento de práticas), Selo EJ (suporte e validação da regulamentação de empresas juniores federadas) e estariam incluídos nessa área de atuação. Analisando o organograma de 2017, as seguintes coordenadorias estão relacionadas a essa área:  Coordenadoria de Conhecimento (Diretoria de Desenvolvimento)  Coordenadoria de Suporte (Diretoria de Desenvolvimento)  Coordenadoria de Expansão (Diretoria Administrativo-Financeira)  Coordenador de Regulamentação (Diretoria Administrativa-Financeira) C. Área Meio Nessa área estão alocadas as funções que não possuem seu foco principal no objetivo fim da organização, no nosso caso, foco principal no desenvolvimento e expansão da rede e formação de melhores empreendedores. Aqui, as funções acabam por garantir o funcionamento e sustentabilidade da organização e possibilitam melhores resultados para as áreas fim. Tais funções estão diretamente relacionadas a processos que garantam a disponibilidade dos variados recursos necessários à execução fim da FEJEMG e também o uso otimizado e responsável dos mesmos, além de processos necessários a garantia de uma rotina de trabalho eficiente ao Time e os produtos entregues pela Federação. Analisando a atuação de 2017, macroprocessos como Captação e Gerenciamento de Parcerias, Relacionamento Institucional, Recrutamento e Seleção de Time, Desenvolvimento de Time e da Cultura Organizacional, Gestão de Produtos e Processos, Gestão Estratégica, Gestão Financeira, Gestão Administrativa-Jurídica, Pesquisas, Tecnologia da Informação, Planejamento de Comunicação, Gerenciamento de Mídias e Criação.


Analisando o organograma de 2017, as seguintes coordenadorias estão relacionadas a essa área:  Coordenadoria de Negócios (Diretoria Presidência)  Coordenadoria de Relacionamento Institucional (Diretoria Presidência)  Coordenadoria de Gente e Gestão (Diretoria Vice-presidência)  Coordenadoria Administrativa-Financeira (Diretoria AdministrativaFinanceira)  Coordenadoria de Tecnologia da Informação (Diretoria de Comunicação)  Coordenadoria de Planejamento e Mídias (Diretoria de Comunicação)  Coordenadoria de Criação (Diretoria de Comunicação) Serão disponibilizadas vagas de coordenador e/ou assessor para as seguintes áreas, com as respectivas funções:

2.1. Diretoria de Comunicação (DCO) A Diretoria de Comunicação irá trabalhar de forma integrada para entregar nossos produtos a todos os públicos-alvo. Ela atuará nas Área Meio e Fim, tendo vaga neste edital para função de Coordenador de Imprensa. À função de Imprensa compete manter a divulgação da marca perante os meios de comunicação jornalísticos online e offline.

2.1.1: Área Meio: 2.1.1.1. Função Planejamento Macroprocessos:  Elaboração de campanhas institucionais online e offline;  Planejamento e elaboração estratégica das campanhas de divulgação das ações e programas da Federação online e offline; Conhecimentos Técnicos:  Conhecimento sobre os públicos-alvo da FEJEMG;  Bom domínio e conhecimento de mídias sociais;  Conhecimento de plataformas sociais, físicas ou online;  Conhecimento sobre briefing fundamentado em estratégia e estética;  Elaboração de textos curtos objetivando a promoção da marca MEJ;


2.1.1.2. Função Criação Macroprocessos:  Coordenação da elaboração de identidade visual para produtos da Federação;  Coordenação da edição de vídeos institucionais e promocionais;  Coordenação da elaboração de peças gráficas para veiculação online e off-line. Conhecimentos Técnicos:  Senso estético apurado;  Bom repertório de referências imagéticas,  Conhecimento de plataformas sociais e seus formatos;  Desejável bom domínio de Illustrator e Photoshop, além do Programa Premiere;

2.2. Diretoria de Desenvolvimento (DDE) A Diretoria de Desenvolvimento atua na Área Fim - Foco Empresas Juniores e Núcleo, tendo vagas neste edital para a função de Suporte a EJS. Esta Diretoria trabalha com a macro-função de suporte direto a EJs federadas e Núcleos, desenvolvendo os mesmos de forma personalizada através do auxílio na identificação dos seus principais problemas, criação conjunta das soluções e acompanhamento da execução, o que é feito em diferentes profundidades e diferentes formas em cada um dos produtos operacionalizados. Além disso, se faz necessário também o alinhamento com as demais instâncias (Brasil Júnior e, sobretudo, Núcleos) acerca do processo conjunto de desenvolvimento da EJs federadas.

2.2.1. Área Fim - Foco Empresas Juniores e Núcleos 2.2.1.1. Funções de Suporte Macroprocessos:  Diagnosticar problemas das EJs e/ou Núcleos;  Auxiliar na construção de soluções para problemas;  Acompanhar a execução de planos de ação;  Gerenciar e/ou executar produtos de suporte direto. Competências Técnicas:  Técnicas para condução de reuniões e facilitações;  Conhecimento de Rede e MEJ;  Boas práticas de Liderança  Sistema MEJ;  Conceitos básicos e gerais de estratégia e qualidade (processos, indicadores de desempenho, metas, análise crítica, entre outros).


2.3. Diretoria de Expansão (DEXP) A DEXP tem atuação na Área Fim - Foco Empresas Juniores e Núcleos, tendo vagas neste edital para a função de Expansão. Esta função se concentra na responsabilidade de prezar pelo nosso crescimento sustentável em termos de Empresas Juniores e Núcleos.

2.3.1. Área Fim - Foco Empresas Juniores e Núcleos: 2.3.1.1. Função Federação Macroprocessos:  Executar o Processo Único de Federação (PUF)  Fomentar e orientar a expansão do MEJ mineiro;  Dar suporte à abertura de novas empresas juniores;  Fortalecer a marca da FEJEMG perante o MEJ não federado;  Articulação com as diretorias da área de expansão e/ou desenvolvimento dos núcleos. Conhecimentos Técnicos  Conhecimento da rede federada e não federada de Minas Gerais;  PE da Rede;  Sistema MEJ;  Boas práticas de relacionamento de uma EJ com a IES;  Modelos de gestão, estratégias e boas práticas de desenvolvimento de EJs;  Básico sobre processos Jurídicos-contábeis de EJs.

2.3.1.2. Função Expansão Macroprocessos:  Executar o Novos Juniores ou Pulso (Programa de Desenvolvimento e Inserção de Núcleos na Rede);  Fomentar e orientar a expansão do MEJ mineiro;  Dar suporte à abertura de novas empresas juniores e Núcleos;  Fortalecer a marca da FEJEMG perante o MEJ não federado;  Articulação com as diretorias da área de expansão e/ou desenvolvimento dos núcleos.


Conhecimentos Técnicos  Conhecimento da rede federada e não federada de Minas Gerais;  PE da Rede;  Sistema MEJ;  Boas práticas de relacionamento de uma EJ/Núcleo com a IES;  Modelos de gestão e boas práticas de desenvolvimento de EJs e Núcleos;  Básico sobre processos Jurídicos-contábeis de EJs e núcleos.

3. DOS REQUISITOS  

O candidato deverá ser um integrante efetivo ou um ex-integrante de uma Empresa Júnior federada à FEJEMG, em situação normal de regulamentação. O candidato deverá ter a disponibilidade suficiente para a execução dos trabalhos previstos neste edital tanto para o processo de seleção quanto para as funções que competem a cada cargo, compreendendo o período de aprovação do candidato no Processo Seletivo a 31/12/2018. O candidato deverá ter disponibilidade de participar das imersões do Time FEJEMG, critério sujeito a eliminação do processo de seleção e desligamento da equipe ao longo da gestão. Possíveis exceções serão analisadas pela diretoria executiva da FEJEMG.

4. DAS ETAPAS DE SELEÇÃO A primeira etapa consiste na apresentação de interesse por meio do Formulário Oficial de Inscrição, contendo algumas demandas a serem apresentadas. O processo é seguido das etapas de desafio individual, entrevista e período trainee. Todas as etapas são eliminatórias.

4.1. Do Formulário Oficial de Inscrição O Formulário contará com a captação de informações necessária para o prosseguimento do candidato no Processo Seletivo e está dividido com as seguintes partes: #1 Sobre você: Coleta de informações mais gerais sobre você e qual cargo almeja; #2 Sobre sua trajetória: Objetiva conhecer por onde você já passou. #3 Sobre suas realizações: Visa entender quais foram seus trabalhos desenvolvidos, além de seus resultados alcançados; #4 Sobre sua motivação: Você deve disponibilizar um vídeo de até 3 minutos falando um pouco sobre sua motivação em fazer parte da FEJEMG #5 Sobre seu perfil: Visa compreender mais sobre você e sua personalidade


#6 Sobre sua disponibilidade: Tem o objetivo de captar as atividades que você desempenha e pretende desempenhar ao longo do ano, suas horas de trabalho disponíveis e como será sua organização do tempo de acordo com as diversas situações; O acesso ao formulário se dará através dos meios de divulgação da campanha do Processo Seletivo. O envio do formulário fora do prazo é eliminatório.

4.2. Do Desafio Individual Os candidatos aprovados na análise do formulário participam da 2ª etapa, a realização do desafio individual.. Os desafios são relacionados a competências técnicas do candidato para as funções com as quais o mesmo tem maior interesse/perfil conforme apurado através da sua aprovação na 1ª etapa. Os desafios serão enviados por e-mail pela FEJEMG aos candidatos, contendo todas as informações necessárias para a realização do mesmo, com prazos, diretrizes e ferramentas necessárias. A entrega desta etapa também possui caráter eliminatório.

4.3. Das Entrevistas Caso o candidato seja aprovado na 2ª etapa, a próxima etapa será a entrevista. Para o Processo Seletivo 2018, será utilizada a plataforma Hangouts, da Google, como principal e único meio de realização das entrevistas. Com isso, será obrigatório ligar a webcam e microfone. O teste da conectividade com a internet é essencial, para que não haja nenhum problema. Caso exista algum empecilho, a situação será avaliada pelos Diretores que conduzirão a entrevista e poderão eliminar o candidato do Processo Seletivo.

4.4. Do Período Trainee Os candidatos aprovados na Entrevista participarão de uma última etapa do Processo Seletivo, o Período Trainee, consistindo em uma semana de experiência na rotina de trabalho da coordenadoria em que o candidato for aprovado, tendo entregas individuais a serem realizadas.


5. DO CRONOGRAMA Duração da Etapa Até uma semana (a partir de 12/06) Três dias para resolução Dois dias para seleção de data Uma semana

Etapa Etapa 1: Manifestação de Interesse Etapa 2: Desafio Individual Etapa 3: Entrevistas Etapa 4: Período Trainee

As datas estão sujeitas a alterações durante o processo, de acordo com seu andamento. O resultado da aprovação para o Período Trainee do Processo Seletivo será divulgado por e-mail aos candidatos, assim como o envio dos desafios individuais e coleta de possíveis datas para as entrevistas, sendo de responsabilidade do candidato a leitura dos e-mails.

6. DA CERTIFICAÇÃO O candidato aprovado receberá um certificado confeccionado pela FEJEMG, que será entregue ao final da gestão 2018. Belo Horizonte/MG, 19 de Fevereiro de 2018. Jimmy A M Rocha Vice-Presidente de Gente e Gestão – FEJEMG 2018

PROCESSO SELETIVO - TIME FEJEMG 2018/2  
PROCESSO SELETIVO - TIME FEJEMG 2018/2  
Advertisement