Issuu on Google+

Proposta de candidatura à Presidência do Conselho da Federação de Empresas Juniores do Estado de Minas Gerais.

Gustavo Henrique de Melo Nogueira

Setembro de 2012


2

Sumário 1. Dados da Empresa..................................................................................3 2. Candidato.................................................................................................3 2.1 Dados.................................................................................................3 2.2 Cargos ocupados..............................................................................4 2.3 Atuação no Movimento Empresa Júnior........................................4 3. Objetivos da candidatura.......................................................................6 4. Contextualização e Focos de Atuação..................................................7 5. Desdobramento dos planos...................................................................8 5.1 Consolidação da nova estrutura do conselho...............................8 5.2 Programa de Valorização do Conselheiro......................................9 5.3 Controle e Acompanhamento das Atividades.............................11 5.4 Alterações nas reuniões presenciais...........................................12 5.5 Representação na Brasil Júnior....................................................13 6. Considerações Finais...........................................................................13 7. Agradecimentos....................................................................................14

Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


3

1. Dados da Empresa A Dinâmica Consultoria Júnior é a Empresa Júnior dos cursos de Administração e Contábeis. Fundada em 1993, a Dinâmica presta consultoria nas áreas: Administração Geral, Gestão de Pessoas, Finanças, Marketing e Operações. 

Missão: “Desenvolver pessoas e organizações”

Visão 2013: “Posicionar a EJ em novos mercados, estruturando e inovando nos processos”.

Valores: Ética, Profissionalismo, “Pensar fora da caixa”, “Orgulho em ser Dinâmica”, “Porque não?”. A inserção da Dinâmica no MEJ aconteceu em 2006, quando ela se

junta a outras quatro EJ’s da mesma instituição e funda a Central de Empresas Juniores da UFSJ (CENJE). Em 2011, a Dinâmica começou o processo para se tornar federada a FEJEMG, conseguindo este feito no final daquele ano. Desde então, a Dinâmica vem contribuindo para o crescimento do movimento, sendo que seus membros já ocuparam cargos na federação e principalmente no núcleo. A Dinâmica também participou de diversos eventos do MEJ, sendo inclusive organizadora de alguns deles.

2. Candidato 2.1 Dados Nome: Gustavo Henrique de Melo Nogueira Curso: Administração Período: 5° IES: Universidade Federal de São João del-Rei E-mail: gustavohmn@gmail.com Telefone: (32) 9199-5714 Skype: gustavonogueirajp Facebook: www.facebook.com/gustavonogueirajp

Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


4

2.2 Cargos ocupados: Dinâmica Consultoria Júnior: Trainee/Consultor (2010/02); Vice-Presidente (2011); Diretor Presidente (2012) CENJE: Conselheiro Administrativo (2011/02), Presidente (2012)

2.3 Atuação no Movimento Empresa Júnior Ingressei na Dinâmica Consultoria Júnior no segundo semestre de 2010. Durante esse semestre, realizei trabalhos voltados à gestão da empresa e organização de eventos, além de trabalhar em consultorias para organizações de

São

João

del-Rei.

A

qualidade

das

atividades

prestadas

e

o

comprometimento com a melhoria da empresa fizeram com que, em 2011, assumisse o cargo de vice-presidente, onde fui responsável pela estruturação da empresa, necessária para a federação da EJ à FEJEMG, que era o objetivo da gestão daquele ano. Conseguimos também neste ano um número significativo de consultorias, sendo que atuei em algumas delas como consultor. No final daquele ano, após ter sido eleito Membro Destaque da Gestão 2011, me candidatei a Presidência e fui eleito para assumir a gestão 2012. Neste ano, estamos trabalhando por mudanças que possibilitarão a Dinâmica um crescimento maior do que o apresentado nos anos anteriores. Destaca-se a implementação do primeiro Planejamento Estratégico, além do número expressivo de consultorias que conseguimos, comparada a realidade de anos anteriores. Podemos citar também a inserção de ferramentas administrativas e de qualidade que até então não eram utilizadas, e que agora fazem parte do cotidiano da nossa empresa. Enquanto era vice-presidente da Dinâmica, me tornei Conselheiro da CENJE (Central de Empresas Juniores da UFSJ), onde pude observar o grande potencial que o núcleo tinha, mas que até então não era aproveitado. Enquanto conselheiro, formei uma equipe com outros membros responsável por projetos que ajudariam na integração das EJ’s. Esta equipe organizou o I UFSJr, Encontro das Empresas Juniores da UFSJ. Este foi o primeiro encontro a integrar as EJ’s de São João del-Rei com as EJ’s dos outros campi da universidade, além de apresentar a FEJEMG e o MEJ para aquelas que Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


5

haviam sido fundadas há pouco tempo. Foi também neste encontro que fui eleito para ocupar o cargo de presidente do Núcleo para o ano de 2012, cargo este que ocupo atualmente. Como Presidente da CENJE, junto com a Vice-Presidente (únicos dois cargos do núcleo no começo da gestão), fui responsável pela estruturação da CENJE. Criamos diretorias, cargos de assessoria e iniciamos um trabalho orientado para a Regulamentação; Suporte; Integração e Alinhamento; Fomento e Orientação e, por fim, Representatividade das EJ’s que integram a instituição. Juntamente com o atual corpo executivo, desenvolvemos um trabalho que resultou em muitos benefícios para as EJ’s da UFSJ, desde a consecução de infraestrutura e equipamentos básicos, até o suporte e auxílio para crescimento e desenvolvimento. Também somos responsáveis por um relacionamento exemplar com a IES, que nos apoia incondicionalmente e se orgulha de ter um MEJ atuante e competente. Até o fim do ano, estaremos representando cerca de 15 EJ’s, um crescimento de 150% em apenas 1 ano. Como resultado deste trabalho, representamos 266 empresários juniores que se unem em torno de objetivos que são comuns a todos, e sentem orgulho de fazer parte do MEJ-UFSJ. Este orgulho salta aos olhos daqueles que nos veem pela primeira vez, mas já faz parte das vidas de quem dedica parte da sua trajetória acadêmica ao MEJ na nossa IES. O engajamento de todos para a realização do Prêmio FEJEMG 2013 dão mostras deste trabalho. O resultado do trabalho da Presidência do núcleo integrado com a Diretoria Executiva fez com que trabalhemos com um conselho unido e cooperativo, sendo que este é um diferencial na tomada de decisões, e acaba sendo também um diferencial no dia-a-dia das EJ’s que realmente trabalham pelo bem uma das outras. Enquanto presidente da CENJE, também sou

responsável por

acompanhar as mudanças que acontecem atualmente no MEJ brasileiro, principalmente no que diz respeito aos núcleos. Cientes da necessidade de integrar e alinhar a participação destes junto ao Movimento, foi criado a Comissão dos Núcleos, que tem como missão “Liderar o desenvolvimento integrado dos núcleos do Brasil”. A CENJE tem um papel importante nesta comissão; fui escolhido pelo núcleo para representar os demais núcleos signatários da comissão perante a Brasil Júnior e outras instituições Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


6

representativas. Este trabalho será desenvolvido ao longo deste ano, em parceria com diversos núcleos de Minas e do Brasil.

3. Objetivos da candidatura A candidatura da Dinâmica, representada por mim, ao cargo de Presidente do Conselho, se dá em um momento de extrema importância para a EJ. Em 2011, acreditamos na força do movimento e fomos buscar nossa federação junto à FEJEMG, visando alinhar a empresa ao MEJ mineiro e nacional. Em 2012, mais amadurecidos; buscamos estruturar nosso núcleo, acreditando no potencial do MEJ da UFSJ. Elegemos três pessoas, para um total de seis cargos eletivos da Diretoria, mostrando o engajamento na nossa EJ com o crescimento do núcleo. Em 2013, esperamos uma atuação em nível regional e nacional. Eleger um membro para ocupar a cadeira de Presidente do Conselho e Conselheiro da Brasil Júnior é mais do que uma honra, é a consolidação de um hábito incorporado ao dia-a-dia da EJ, o hábito de trabalhar para a rede como um todo, e não só para nós mesmos. Esta candidatura representa também o anseio das EJ’s da UFSJ de trabalharem mais ativamente em prol do MEJ Mineiro e Nacional, fazendo com que nossa união e motivação se estendam a toda Maré Vermelha. Maré esta que tende a se fortalecer cada vez mais, à medida que as EJ’s inseridas em uma nova realidade, oriundas de diferentes cidades, comecem a ter papel de protagonista na federação. Por fim, tenho meus motivos pessoais que me levam a escrever esta proposta. Primeiro, a paixão pelo movimento, que fez com que eu me entregasse a ele de forma a me dedicar ao máximo para alcançar os objetivos traçados por cada instituição em que atuei. Em segundo lugar, a certeza de que quero e posso fazer mais. Em dois anos de MEJ, sempre estive motivado para trazer os melhores resultados possíveis por onde passei. Sinto que chegou a hora de contribuir para a FEJEMG, e o cargo de Presidente do Conselho exige características que desenvolvi e exercitei durante os cargos em que ocupei, os quais me prepararam para concorrer ao cargo. Em terceiro lugar, a possibilidade de trabalhar para a Maior do Mundo faz com que eu me Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


7

sinta extremamente feliz. O processo de federação, o acompanhamento das discussões e a própria formulação desta proposta, foram momentos que me fizeram ter a certeza de que a FEJEMG é um dos melhores lugares para se trabalhar. Espero transformar esta paixão em trabalho que, acima de tudo, gere resultados expressivos para a Federação e para todas as EJ’s federadas.

4. Contextualização e Focos de Atuação A FEJEMG passa por um momento de crescimento. Várias EJ’s têm se federado, e outras demonstram interesse constantemente, consolidando a Federação como a Maior do Mundo. Entretanto, o maior número de conselheiros se mostra um desafio para a Federação, que tenta encontrar uma forma de fazer com que o conselho seja mais atuante, sem perder a representatividade das EJ’s. Para tanto, foi criada uma Comissão para discutir e propor alterações na estrutura do conselho, visando amenizar problemas como falta de comunicação entre os conselheiros e falta de características desejáveis por parte destes, tais como capacidade de análise crítica, interesse e motivação. No cenário nacional, a Brasil Júnior vem reestruturando o Planejamento Estratégico em rede, visando um alcance maior da estratégia elaborada. Para isso, estão sendo discutidos pontos importantes para a realidade das EJ’s, como o papel de cada instância do MEJ referente aos 5 pilares: Fomento e Orientação;

Suporte;

Alinhamento

e

Integração;

Regulamentação

e

Representatividade. Também haverá uma dissociação entre a estratégia do MEJ no Brasil e a estratégia da Brasil Júnior. A partir dos pontos apresentados, destaco dois papéis importantes que o Presidente do Conselho precisará desempenhar na gestão 2013. Primeiro, o papel de Representante do Conselho Administrativo, onde ele deve atuar de maneira a alinhar o conselho em torno da estratégia da federação, capacitar o conselho para exercer a função que lhe é exigida, motivar o conselho a ser participativo e contribuir cada vez mais para a federação, além de manter uma relação próxima com cada EJ federada, de modo a facilitar seu trabalho e torná-lo mais efetivo. Também é necessário zelar pela integração do conselho, Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


8

possibilitando assim um contato cada vez maior entre as EJ’s. Além de tudo, é importante também que o Presidente do Conselho

esteja atento à

reestruturação do conselho, para que possa consolidar a mudança que for proposta pela comissão, caso seja aprovada. Em segundo, mas não menos importante, deve-se atuar da melhor forma possível enquanto conselheiro da FEJEMG na Brasil Júnior. O Presidente do Conselho deverá participar ativamente das discussões que forem propostas pela federação, e acompanhar de perto o trabalho daqueles que ocupam cargos executivos. Além disso, o conselheiro deve também levar a Brasil Júnior para dentro de cada EJ, disseminando

informações,

fomentando

discussões

e

incentivando

a

participação de todas sempre que possível.

5. Desdobramento dos planos 5.1 Consolidação da nova estrutura do conselho Devido à alguns problemas apresentados pelo Conselho Deliberativo, a FEJEMG vem tentando apresentar uma solução, alterando a estrutura que rege o trabalho do conselho hoje. No começo do ano, uma Comissão já foi formada para discutir o tema, mas a proposta apresentada não agradou o conselho, que temia perder a representatividade que tem hoje. No segundo semestre, uma nova Comissão foi formada com os mesmos objetivos da anterior, porém comprometida a trazer uma proposta que tornará o conselho mais efetivo, sem perder a representatividade das EJ’s que compõem a Federação. Dentre os pontos negativos levantados pela comissão, destacam-se: atraso no início das assembleias, falta de análise crítica, interesse e motivação, além da falta de comunicação entre os conselheiros.

O desafio é fazer uma proposta que

atenda os anseios da FEJEMG com relação ao seu conselho, ao mesmo tempo em que esteja dentro do que esperam as EJ’s. O Presidente do Conselho da gestão 2013 terá um papel fundamental neste processo, pois será ele que conduzirá um conselho novo, tanto em sua estrutura quanto em sua composição. Será necessário que o Presidente do Conselho seja franco e aberto ao diálogo não apenas com as EJ’s que podem compor uma nova estrutura no conselho (caso seja feita uma proposta de redução no número de EJ’s), mas também com todas as federadas, mantendo Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


9

um vínculo importante para que a Federação não se distancie da realidade de cada EJ. O desafio para o Presidente do Conselho será de reestruturar a maneira como se conduz o conselho hoje, desde as RP’s até as formas de repasse e deliberações, se adequando as mudanças que forem propostas. 5.2 Programa de Valorização do Conselheiro Conforme impressões pessoais, benchmarkings feitos com outras federações e conversas com conselheiros da FEJEMG de diversas cidades, foi perceptível que a motivação e a paixão pelo que faz são características fundamentais para um conselheiro atuante. Hoje, isso não é unanimidade entre aqueles que compõem o conselho. Diversas razões foram apresentadas para explicar esse problema: conselheiros que estão no cargo por obrigação, falta de envolvimento com o MEJ, dificuldade em acompanhar as exigências da FEJEMG para o cargo, falta de capacitação e conhecimento técnico para o cargo, entre outros. Mas como conseguir com que um conselheiro se sinta motivado a desempenhar um trabalho que muitas vezes não tem sua importância reconhecida dentro da própria EJ? Como fazer com que o conselheiro seja capacitado e engajado com seu cargo dentro da Federação? O Programa de Valorização do Conselheiro tem três princípios que buscam solucionar estes problemas: valorização do cargo, desenvolvimento de pessoas e motivação. A valorização do cargo é importante para que os membros das empresas reconheçam a importância de se ter um conselheiro atuante na FEJEMG, e assim, o cargo se torne disputado para as próximas gestões, fazendo com que os membros mais motivados e capacitados das EJ’s sejam os escolhidos, evitando que alguém assuma o cargo por obrigação. O segundo

ponto,

desenvolvimento

de

pessoas,

vem

de

encontro

às

necessidades e anseios dos empresários juniores. Segundo o Relatório Censo e Identidade 2011 elaborado pela Brasil Júnior, 64,8% dos empresários juniores são motivados a trabalhar pelas EJ’s devido ao crescimento profissional que ela proporciona. Se aplicarmos este conceito ao conselho, que é formado por empresários juniores, temos fortes motivos para acreditar que o foco no crescimento e desenvolvimento é o caminho para a motivação dos membros da federação. Continuando com motivação, acredito que não existem Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


10

limites para uma pessoa motivada e que sabe o que quer. O trabalho do Presidente do Conselho deve ser orientado também para motivar o conselho a participar cada vez mais das atividades da Federação. Dois focos de trabalho serão desenvolvidos para se alcançar os objetivos propostos. Cada um deles será explicado abaixo. Com estes focos, pretendo alcançar o marco traçado para 2013 no PE da FEJEMG: “Nosso conselho, na nova estrutura, é unido e competitivo”. Treinamentos exclusivos para o conselho Pretendo trabalhar com treinamentos exclusivos para o conselho, onde serão tratados assuntos diversos que vão desenvolver seus membros de forma a formar profissionais diferenciados, indo de encontro aos seus interesses enquanto integrantes do MEJ. À exemplo do que já acontece na Brasil Júnior, onde os conselheiros contam com treinamentos e palestras exclusivas, seriam realizados encontros entre os conselheiros, seja nas mesmas datas das RP’s ou fora delas, onde a participação seria exclusiva para conselheiros e membros do corpo executivo. Nestes encontros, diversos temas seriam abordados em palestras, workshops, treinamentos, entre outros. Os ministrantes seriam captados a partir de parcerias ou através de contato com pós-juniores, sendo que não gerariam despesas para a federação. Caso acontecessem fora das RP’s, seriam realizados em lugares centrais, de fácil acesso e com grande concentração de conselheiros. O objetivo principal seria de motivar o conselheiro a participar mais ativamente da FEJEMG, além de tornar o cargo mais atrativo para as pessoas que hoje compõem a EJ, de forma que no futuro as pessoas mais capacitadas e engajadas da EJ ocupariam o cargo, situação que não corresponde à realidade de muitos conselheiros hoje. Endomarketing Acredito que o orgulho e a vontade em ser conselheiro e a paixão pela FEJEMG podem ser resgatados com campanhas internas de marketing. Segundo Analisa de Medeiros Brum, autora do livro “Um olhar sobre o marketing interno” (2000), o endomarketing pode ser definido como “um Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


11

esforço feito por uma empresa para melhorar o nível de informação e, com isso, estabelecer uma maior aproximação com o seu funcionário”. Ela ainda acrescenta: “é dar ao funcionário educação, carinho e atenção, tornando-o bem preparado e bem informado para que possa tornar-se também uma pessoa criativa e feliz, capaz de surpreender, encantar e entusiasmar o cliente”. Adaptando os conceitos à realidade do Conselho Deliberativo, entendemos que o Endomarketing deve ser um esforço para melhorar o nível de informação, diminuindo o ruído que hoje existe, aproximando o conselheiro cada vez mais do corpo executivo da Federação, fazendo com que a sintonia entre eles reflita em um trabalho com excelentes resultados. Para isso, a comunicação deve ser clara, objetiva, franca, e a fala deve estar alinhada a linguagem que o conselho entende. A comunicação interna deve também buscar motivar os conselheiros, exaltar sua importância estratégica e ressaltar a importância dele para a FEJEMG. Isso pode ser feito através da elaboração de material, em parceria com a Diretoria de Comunicação, que terá como público alvo o conselheiro e suas EJ’s, mas com dois intuitos diferentes: para o conselheiro, será feito um trabalho de motivar e incentivar ao bom exercício das suas funções; para as EJ’s, as campanhas exaltarão o cargo do conselheiro, objetivando que os membros sintam vontade de estar no cargo, e trabalhem para isso, se capacitem e se preparem para se tornar conselheiros. Como resultado destas ações, acredito que teremos conselheiros mais criativos e capazes de surpreender a federação em que atuam com seu empenho e compromisso.

5.3 Controle e Acompanhamento das Atividades Enquanto representante do conselho, é importante manter um acompanhamento constante dos projetos que a diretoria vem executando. Além disso, é importante também manter um controle sobre a participação das EJ’s nas atividades que são designadas para cada uma delas. Para manter o Conselho atualizado de tudo que está acontecendo, será cobrado da diretoria um repasse constante dos assuntos que lhe são pertinentes. Esse repasse acontecerá através de e-mail, fórum e RP’s, contando com ferramentas de comunicação como Facebook e Skype para auxiliar no mesmo (redirecionar para o Fórum, por exemplo). É importante que Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


12

este repasse seja feito sempre da maneira mais simples e clara possível, para que o conselheiro consiga entender e repassar as informações importantes para sua EJ. Também é fundamental prezar por repasses mais estratégicos nas RP’s, para que as discussões sejam mais interessantes aos presentes. Para isso, proponho que o repasse do Planejamento Estratégico da FEJEMG seja feito durante todas as reuniões do ano, em pequenas partes, para que os conselheiros estejam sempre cientes de quais são os objetivos, e assim estejam com um embasamento maior para a tomada de decisão. Por exemplo, é sempre preciso lembrar aos conselheiros quais marcos a FEJEMG espera alcançar para o ano, ou quais objetivos estratégicos de cada diretoria, para que os conselheiros não se percam dos reais objetivos da Federação em meio a tanta informação. Sobre a sistemática de controle das EJ’s, pretendo dar continuidade ao trabalho da atual Presidente. Creio que esta precisa ser intensificada, de maneira a garantir uma interação melhor das EJ’s nos projetos e nas deliberações da FEJEMG e da BJ. Entretanto, a viabilidade desse controle ser mantido da forma como está, deverá ser discutida após a análise da nova estrutura do conselho, que pode definir diferentes responsabilidades para cada EJ. 5.4 Alterações nas reuniões presenciais É importante analisar as Reuniões Presenciais (RP’s) como uma oportunidade que a FEJEMG tem para se aproximar daqueles que não estão tão próximos do seu cotidiano, mas que são, de certa forma, o futuro da Federação. Neste sentido, algumas ações podem ser tomadas para que este grupo possa acompanhar as discussões e inclusive participar das reuniões. Primeiramente, apresentar de forma clara e objetiva todos os pontos que forem levantados. Em segundo, promover dinâmicas que integrem todo o público e que mostrem que todos podem contribuir para a Federação. Separação em grupo de discussões é uma sugestão para ser aplicada mais frequentemente nas reuniões, possibilitando um maior número de participantes nas discussões e maior interação nos assuntos tratados, sem atrapalhar a pauta proposta. Mostrar aos demais membros das EJ’s que eles também fazem parte da maior Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


13

do mundo é um atrativo para se alcançar alguns marcos, como por exemplo, a presença de 40% das EJ’s no Corpo Executivo, prevista para 2013.

5.5 Representação na Brasil Júnior Junto com a Presidência, cabe ao Presidente do Conselho representar a Maior do Mundo na Brasil Júnior. No momento de consolidação do novo PE em rede e de importantes mudanças que causarão grandes impactos na realidade das EJ’s (como o Programa de Excelência em Gestão), é importante que a representação seja feita de forma bastante participativa. Ciente da responsabilidade de levar à BJ a visão das empresas que compõem a Federação Mineira, pretendo manter o nível de participação e articulação que os atuais representantes têm desempenhado em nome da nossa Federação. Os repasses das discussões estratégicas precisam continuar sendo repassados ao Conselho, e me comprometo a fazer isto de maneira a manter o alinhamento das EJ’s mineiras com o MEJ nacional. Em parceria com a vice-presidência, pretendo levar as discussões mais importantes também para os núcleos, visando integrar todas as EJ’s, mesmo as não federadas. 6. Considerações Finais Esta proposta é resultado de diversos fatos. Primeiro, da paixão pelo MEJ e da vontade de contribuir para o crescimento e desenvolvimento da FEJEMG. Segundo, da bagagem que adquiri durante minhas gestões em duas presidências, onde aprendi que não existe segredo para se alcançar o sucesso. E por último, de inúmeras discussões e benchmarkings que fiz durante 2 anos de MEJ, especialmente nas últimas semanas. Todas as propostas estão passíveis de mudanças, até porque me proponho a assumir o conselho em um momento em que o mesmo pode alterar sua estrutura. Propus medidas simples de serem tomadas, mas que podem surpreender nos resultados, gerando transformações incríveis. Acredito que o caminho para o maior envolvimento das EJ’s com o MEJ não se passa por propostas elaboradas, mas por atitudes simples da parte de todos os envolvidos. O meu papel, enquanto Presidente do Conselho será de garantir que estas atitudes simples realmente aconteçam, e que os conselheiros sintam Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


14

a importância do seu papel para a federação em cada decisão tomada. Que o orgulho de vestir vermelho seja contagiante dentro do conselho, e que seja o cartão de visitas da nossa federação para o restante do Brasil. “A simplicidade tende ao desenvolvimento, a complexidade à desintegração” – Peter Drucker.

7. Agradecimentos Primeiramente, à Dinâmica, pelo apoio incondicional à candidatura e por ter me feito uma pessoa melhor: líder, focada e apaixonada pela profissão. À CENJE, por ter me proporcionado os melhores momentos da minha vida acadêmica, e por me fazer sentir parte das conquistas de cada EJ que compõe o melhor núcleo do Brasil. À FEJEMG, pela oportunidade de conhecer um movimento que era bem maior do que eu esperava quando ingressei no MEJ. Agradeço também a todas as pessoas que me ajudaram a escrever esta proposta, sem vocês não seria possível (Especialmente Annaiz, Hanna, Paula, Lorena, Jamil)! Por fim, agradeço a minha família, namorada e amigos, pelo apoio e compreensão que foram fundamentais para que eu chegasse até aqui! #orgulhoemserDinâmica #orgulhoemserCENJE #orgulhoemserFEJEMG

Dinâmica Consultoria Júnior Praça: Frei Orlando,170 – Sal 1.09 – Centro – 36300-000 – São João Del Rei – MG Tel: (32) 3379 -2366 – contato@dinamicajr.com.br


Presidência do Conselho 2013 - Dinâmica - Proposta Gustavo Nogueira