Page 1


Luzes no A fim do túnel “FELIZMENTE, FINDO O ANO DE 2016, COMEÇAM A APARECER LUZES NO FIM DO TÚNEL NOS PRIMEIROS MESES DE 2017.”

matéria de capa desta edição de “O Sistema em Revista” que lhe chega às mãos traz uma realidade que precisávamos registrar. O fechamento de quase duas mil lojas do varejo em dois anos no nosso estado é sintomático e preocupante. Muito já falamos aqui da relevância que o setor de Comércio e Serviços tem para a nossa economia (responsável 48% dos empregos formais, 47% do PIB e 60% do ICMS recolhido aos cofres públicos). Por isso, ver tantas lojas fechando suas portas é um indicativo de que estamos chegando ao fundo do poço. Felizmente, findo o ano de 2016, começam a aparecer luzes no fim do túnel nos primeiros meses de 2017. No plano nacional, as reformas (sobretudo a Trabalhista e a da Previdência) caminham e enchem de esperança o país e o mercado. A inflação arrefece (o índice acumulado até abril foi o menor de 2006) e os números de vendas e fechamento de emprego apresentam recuperação, tímida, é verdade, mas, uma retomada. Nossas vendas, por exemplo, seguem em queda, mas a retração do primeiro trimestre de 2017 foi metade daquela registrada no mesmo período de 2016 (– 10,2% contra – 5,9%). Da mesma forma, o volume de empregos formais fechados de janeiro a abril deste ano no RN foi menos da metade do que foi registrado nos mesmo quatro primeiros meses de 2016 (12.256 em 2016 contra 5.092 este ano). Que estas boas notícias sigam surgindo e ganhando corpo. Que possamos, no menor tempo possível, voltar a registrar números positivos. Este é um esforço de todo o país. E que, ao que parece, já estamos em pleno ato de realizá-lo. Vamos à luta. Boa leitura! MARCELO FERNANDES DE QUEIROZ Presidente do Sistema Fecomércio RN

DIAGRAMAÇÃO E PROJETO GRÁFICO Zeca Honório

FecomercioRN sescrn rn.senac

fecomerciorn.com.br sescrn.com.br rn.senac.br

REPORTAGEM Lívia Aires, Virgínia França, Laura Godeiro, Lorena Gurgel, Kelly Maia, Luana Batista, Priscilla Almeida e Pedro Ferreira

fecomerciorn sescrn senac_rn

FOTOS Moraes Neto/Styll, Kamilo Marinho/Guardalume Fotografia, Ascom Fecomércio, Ascom Sesc e Ascom Senac

fecomerciorn_ sesc_rn senacrn

DIRETORES Efetivos Michelson Ximenes Formiga Frota Helder de Medeiros Araújo Francisco Derneval de Sá Dejalma Lemos da Silva Orismar Carlos de Almeida Daltro Freire de Paiva Francisco Severiano da Cunha Valdemar Anunciato da Silveira José Bezerra de Araújo José de Anchieta Fernandes Renato Alexandre Maciel Gomes Netto Tarcílio Vidal Filho Schiavo Durval Fernandes Álvares Suplentes Marcos Augusto da Silva Eduardo de Oliveria Patrício José Zenildo Dias Campos José Carlos Lopes da Silva Albe Garcia de Oliveira Cecílio Francisco Barbosa Neto Eraldo Eudes da Nóbrega Dantas Marcio Pinheiro de Souza Luiz Evânio Nobre Lira CONSELHO FISCAL Efetivos Ronald Gurgel Vicente de Paulo Avelino Sobrinho Sérgio Roberto de Medeiros Freire Suplentes Francisco Ney da Cunha José de Paiva Torres Dorian Bezerra de Souza Morais DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO À CNC EFETIVOS Marcelo Fernandes de Queiroz Marcantoni Gadelha de Souza SUPLENTES Gilberto de Andrade Costa Luiz Antonio Bezerra Lacerda

A Revista do Sistema é uma publicação do Sistema Fecomércio, Sesc e Senac RN EDITOR RESPONSÁVEL Luciano Kleiber

MARCELO FERNANDES DE QUEIROZ Presidente GILBERTO DE ANDRADE COSTA 1º Vice-Presidente LUIZ ANTONIO BEZERRA LACERDA 2º Vice-Presidente JAIR URBANO DE QUEIROZ 3º Vice-Presidente GERALDO PAIVA DOS SANTOS JÚNIOR 4º Vice-Presidente GEORGE RAMALHO VIEIRA 5º Vice-Presidente ITAMAR MANSO MACIEL JÚNIOR 6º Vice-Presidente SERGIO ROBERTO DE MEDEIROS CIRNE 7º Vice-Presidente JOSÉ GERALDO DE MEDEIROS 8º Vice-Presidente ANTÔNIO FRANCISCO DE OLIVEIRA 9º Vice-Presidente FRANCISCO DE ASSIS BARBOSA 10º Vice-Presidente MÁRCIO DE OLIVEIRA MACÊDO 11º Vice-Presidente RAIMUNDO MARTINS DA SILVA 12º Vice-Presidente DIJOSETE VERÍSSIMO DA COSTA 1º Secretário JACIRATAN DAS GRAÇAS DE AGUIAR RAMOS FILHO 2º Secretário JOSÉ DE OLIVEIRA CABRAL FILHO 1º Tesoureiro LUZIA DIVA CUNHA DUTRA 2º Tesoureiro

SistemaFecomercioRN sescrn senacrn

DIRETOR EXECUTIVO Jaime Mariz ASSESSOR ESPECIAL DA PRESIDÊNCIA Laumir Barrêto GERENTE ADMINISTRATIVA Inês Martins DIRETORA REGIONAL SESC RN Jeane Amaral DIRETOR REGIONAL SENAC RN Fernando Virgilio ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA PRESIDÊNCIA Luciano Kleiber COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO NÚCLEO SESC Lidiane Bezerra COORDENAÇÃO DE COMUNICAÇÃO NÚCLEO SENAC Fernanda Ledebour


SUMÁRIO

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

ESPECIAL

10

COOPERAÇÃO

UM ANO PARA RATIFICAR O COMPROMISSO COM UM RN MELHOR

AÇÕES E INVESTIMENTOS DO SISTEMA FECOMÉRCIO POTIGUAR AO LONGO DE 2016 FORAM CONTRAPONTO ÀS DIFICULDADES ENFRENTADAS PELO SETOR DE COMÉRCIO E SERVIÇOS

66

CÔNSUL-GERAL DA ALEMANHA PARA O NE FAZ BALANÇO DE PARCERIAS COM O SISTEMA

MARIA KÖNNIGN VISITOU AS INSTALAÇÕES DO SENAC ALECRIM E FALOU SOBRE AS AÇÕES ESTRATÉGICAS DO PAÍS EUROPEU NO BRASIL

06

16

Neste ano, o Sesc oferecerá mais de 4 mil vagas em Escolas Sesc, educação de jovens e adultos, acompanhamento pedagógico e cursos

Mesa Brasil Sesc ajuda no combate à fome e orienta uso racional dos alimentos

Educação no presente, sucesso no futuro

Toneladas de Solidariedade

SINDICATOS FILIADOS

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA E DE SERVIÇOS DO RN PRESIDENTE: GEORGE RAMALHO VIEIRA

SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA DO ESTADO DO RN PRESIDENTE: SÉRGIO ROBERTO DE MEDEIROS CIRNE

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS DO RN PRESIDENTE: LUZIA DIVA CUNHA DUTRA

SINDICATO DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS E DAS EMPRESAS DE REPRESENTAÇÃO COMERCIAL NO ESTADO DO RN PRESIDENTE: JACIRATAN DAS GRAÇAS DE AGUIAR RAMOS FILHO

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE PEÇAS E ACESSÓRIOS PARA VEÍCULOS DO RN PRESIDENTE: ITAMAR MANSO MACIEL JÚNIOR

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE MACAÍBA

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE NOVA CRUZ

PRESIDENTE: LUIZ ANTONIO BEZERRA LACERDA

PRESIDENTE: RAIMUNDO MARTINS DA SILVA


NOVA UNIDADE

PERSPECTIVAS

30

SENAC RN TEM COMO META EXPANDIR SUA ATUAÇÃO NO RN EM 2017

EXPECTATIVA DA INSTITUIÇÃO É AUMENTAR EM CERCA DE 60% O NÚMERO DE MATRÍCULAS EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO, COM A OFERTA DE 20 NOVOS CURSOS

42

IPDC DA FECOMÉRCIO RN ABASTECE MERCADO COM DADOS ESTRATÉGICOS

QUESTIONÁRIOS SÃO APLICADOS SISTEMATICAMENTE EM DATAS COMEMORATIVAS DA ECONOMIA

78

35

Sesc reúne milhares de atletas na 8ª Corrida do Comerciário

Cupcake de cenoura com chocolate Conheça uma das receitas repassadas na oficina de “Preparo de Cupcake e Brigadeiro Gourmet” do Senac RN

Corrida de rua aconteceu pelo terceiro ano consecutivo na Zona Norte para celebrar o Dia do Trabalhador

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE SÃO PAULO DO POTENGI

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE SANTA CRUZ

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE MOSSORÓ

PRESIDENTE: ANTÔNIO FRANCISCO DE OLIVEIRA

PRESIDENTE: MÁRCIO DE OLIVEIRA MACÊDO

PRESIDENTE: MICHELSON XIMENES FORMIGA FROTA

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE ASSÚ

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CAICÓ

PRESIDENTE: FRANCISCO DE ASSIS BARBOSA

PRESIDENTE: CLEIDE NOGUEIRA DE FARIA

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CURRAIS NOVOS

SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS

PRESIDENTE: HELDER DE MEDEIROS ARAÚJO

PRESIDENTE: GERALDO PAIVA DOS SANTOS JÚNIOR


DEMOCRATIZAÇÃO

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

EDUCAÇÃO NO PRESENTE, SUCESSO NO FUTURO

6

ILUSTRAÇÃO: FREEPIC

NESTE ANO, O SESC OFERECERÁ MAIS DE 4 MIL VAGAS EM ESCOLAS SESC, EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS, ACOMPANHAMENTO PEDAGÓGICO E CURSOS


U

m futuro de sucesso depende de diversos fatores, mas um deles é essencial: a educação. A partir de uma educação de qualidade, formativa, integrada à realidade do mundo, são formados cidadãos críticos, embasados e conscientes do meio em que vivem. Como diria Nelson Mandela, “educação é a mais podero-

sa arma que você pode usar para mudar o mundo”. É por isso que o Sesc RN atua fortemente nesta área ao disponibilizar Educação Infantil, Ensino Fundamental, acompanhamento pedagógico e alfabetização de jovens e adultos. Só em 2017, serão ofertadas 4.053 vagas nas Escolas Sesc e nos programas educacionais da instituição,

O PROGRAMA EDUCAÇÃO DE JOVENS E ADULTOS (EJA) É DESTINADO, DE MODO GRATUITO, A TODA A POPULAÇÃO, PRIORITARIAMENTE AOS COMERCIÁRIOS E SEUS DEPENDENTES

distribuídos em Natal (Potilândia e Zona Norte), Macaíba, Mossoró, Caicó, Nova Cruz e São Paulo do Potengi. Na Educação Infantil, as crianças de quatro e cinco anos são acolhidas em espaços ambientados, com vários brinquedos e livros que estimulam a imaginação, a construção da autonomia intelectual e a valorização do ser criança.

7


Já o Ensino Fundamental conta com turmas do 1º ao 5º ano. As aulas são ministradas por profissionais qualificados, que têm como base um material didático com conteúdo curricular estimulante, contemporâneo e transversal. O aluno recebe o conhecimento necessário para os anos seguintes da sua formação estudantil. Mais do que isso, é também por

meio das artes que os alunos são incentivados a conhecer, valorizar e serem protagonistas da transformação social. O programa Educação de Jovens e Adultos (EJA) é destinado, de modo gratuito, a toda a população, prioritariamente aos comerciários e seus dependentes. Tem caráter participativo e interdisciplinar, integrando os objetivos curriculares a um

EDUCAÇÃO NO SESC EM NÚMEROS ESCOLAS SESC E PROGRAMAS EDUCACIONAIS EM

7 UNIDADES SESC 6 PROJETOS VOLTADOS À EDUCAÇÃO

amplo leque de exigências socioculturais, o que resulta num trabalho didático-pedagógico de excelência. Foi graças ao projeto que milhares de potiguares de todas as idades foram alfabetizados e, por meio da educação, tiveram suas vidas transformadas. Como é o caso da dona de casa Maria de Fatima Cabral, 59, que aprendeu a ler e a escrever

8

MARIA DE FÁTIMA CABRAL, 59, FOI ALFABETIZADA GRAÇAS AO EJA, ALÉM DE BENEFICIADA COM ÓCULOS POR OUTRO PROJETO: O VER PARA APRENDER


com o projeto realizado pelo Sesc. “Mudou muita coisa na minha vida. Quem não sabe ler é como ser cego. Chega numa cidade, numa rua, vai olhar uma placa, como você vai ler? Como vai saber que rua é aquela? Quando a pessoa lê, pode furar o mundo”. Sem deixar de lado o acompanhamento pedagógico, o Sesc oferece o Projeto Habilidades de Estudo

(PHE), atividade complementar destinada a crianças matriculadas nas séries iniciais do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) de escolas públicas. Consiste em criar condições para que a criança desenvolva hábitos, atitudes de cidadania e habilidades para aprimorar a capacidade de ler e interpretar o mundo. Além disso, ainda no programa Educação, o Sesc rea-

4.053

VAGAS OFERECIDAS NO PROGRAMA EDUCAÇÃO PARA 2017

460

VAGAS EM CURSOS GRATUITOS PREPARATÓRIOS PARA O ENEM EM 4 CIDADES

liza periodicamente cursos de valorização social, a fim de incrementar a renda dos alunos por meio do aprendizado de habilidades nas áreas de trabalhos manuais e culinária. Neste ano, a instituição oferece 460 vagas em cursos gratuitos preparatórios para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) nas cidades de Natal, Mossoró, Caicó e Macaíba.

9

O SESC OFERECERÁ, EM 2017, 460 VAGAS EM CURSOS GRATUITOS PREPARATÓRIOS PARA O ENEM


ESPECIAL

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

UM ANO PARA RATIFICAR O COMPROMISSO COM UM RN MELHOR AÇÕES E INVESTIMENTOS DO SISTEMA FECOMÉRCIO POTIGUAR AO LONGO DE 2016 FORAM CONTRAPONTO ÀS DIFICULDADES ENFRENTADAS PELO SETOR DE COMÉRCIO E SERVIÇOS 10


POR LUCIANO KLEIBER

D

iante dos números ruins registrados pelo setor de Comércio e Serviços potiguar ao longo de 2016 – já abordados neste “O Sistema em Revista” e que fizeram de 2016 o pior ano para o nosso varejo desde 2005 - o balanço das ações desenvolvidas pelo Sistema

Fecomércio RN, Sesc e Senac é um verdadeiro contraponto. Trata-se de imenso leque de investimentos e ações de suporte ao desenvolvimento social e econômico do estado, que ratificam o compromisso das instituições com a construção de um Rio Grande do Norte cada vez melhor. Os primeiros dados que chamam a atenção dizem

INVESTIMENTO DE CERCA DE

R$ 46 MILHÕES

EM REFORMAS E AMPLIAÇÕES DE UNIDADES DO SESC

respeito aos investimentos em obras, realizadas em várias unidades do Sesc pelo estado. No total, foram cerca de R$ 46 milhões. Um dos principais investimentos foi feito na unidade do Sesc Zona Norte, em Natal. Com um aporte de mais de R$ 8 milhões (entre obras e equipamentos, feito entre o final de 2015 e outubro de

11


2016), foi realizada uma grande reforma e ampliação do que antes era uma unidade apenas do Sesc Ler. Com o investimento, a área construída da unidade quase que triplicou, passando de pouco mais de mil metros quadrados para mais de 2.800 metros quadrados. O novo Sesc Zona Nor-

12

te passou a contar, entre outras coisas, com uma escola mais moderna, salas de aula climatizadas, ginásio poliesportivo, comedoria, campo de futebol e piscinas adulto e infantil. A Escola Sesc passa a atender cerca de 300 alunos nas modalidades de ensino Infantil, Fundamental,

MAIS DE

21,6 MILHÕES DE ATENDIMENTOS DO SESC NAS ÁREAS DE LAZER, CULTURA, SAÚDE, EDUCAÇÃO E ESPORTES

Educação de Jovens e Adultos e reforço escolar. Aos domingos, a unidade passou a ser aberta à comunidade, com piscinas, campo de futebol e lanchonete funcionando até às 13h. Um outro detalhe que chama a atenção é a nova biblioteca da unidade (aliás, a única biblioteca pública da Zona Norte que oferece empréstimo de títulos). São quase cinco mil exemplares de um acervo constantemente renovado e média de 1.500 consultas por mês de alunos e de toda a comunidade. Foram construídas, ainda, salas de informática, sala multiuso, e áreas para preparo e lavagem de alimentos. Além disso, a unidade conta com um novo bloco, com vestiários e uma lanchonete, com um anexo que abriga o


13

setor administrativo e a Central de Atendimento.

Mossoró

Ao longo de 2016, foram investidos, ainda cerca de R$ 10 milhões, de um total de R$ 30 milhões que estão sendo aplicados na reforma do Sesc Mossoró (ainda em fase de conclusão), maior unidade da instituição no estado e que desde sua fundação, em 1978, jamais havia passado por uma intervenção tão ampla. Somente no período de obras, foram gerados, em média, 200 empregos, entre diretos e indiretos na região. Atualmente, o Sesc Mossoró atende mais de duas mil pessoas entre alunos da Escola Sesc, atividades de lazer, esportes e cultura. A nova estrutura será entregue à população em meados de 2017,

contando com nova academia, quadras poliesportivas, piscinas adulto e infantil, clínica odontológica, expansão da Escola Sesc (que passa a ter capacidade para atender 600 alunos), ampliação e climatização do restaurante, dentre outras mudanças. Outros R$ 9 milhões estão sendo investidos nas reformas dos restaurantes (Centro de Natal e Ponta Negra) e nas salas de aula das demais escolas Sesc (Potilândia, Caicó, Macaíba, Nova Cruz e São Paulo do Potengi), que estão sendo todas climatizadas, e em outras intervenções nas unidades do estado.

Ações e atividades

Mas, nem só de investimentos em obras foi contada a história do Sistema Fecomércio RN, Sesc e Senac no ano

3.809

ALUNOS MATRICULADO EM SETE ESCOLAS SESC

CERCA DE

4 MIL CRIANÇAS EM SITUAÇÃO DE RISCO SOCIAL ATENDIDAS COM O SESC CIDADÃO

de 2016. Há outros números, tão vultosos quanto os milhões de reais aplicados. Com o Senac, por exemplo, foram contabilizadas cerca de 16 mil matrículas nos mais diversos cursos, sendo cerca de 3,5 mil em vagas gratuitas, em sua maioria ofertadas nas unidades móveis, que circulam por diversos municípios do estado, levando oportunidades de qualificação e capacitação aos potiguares. Ainda com o Senac, por meio do Banco de Oportunidades, foram encaminhados mil alunos para o mercado de trabalho para algumas das mais de 800 empresas cadastradas. O Senac também contabiliza o atendimento gratuito a mais de 2.500 pessoas em ações como esmaltação de unhas, corte de cabelo e design de sobrancelha realizadas


1.000

ALUNOS ENCAMINHADOS AO MERCADO PELO BANCO DE OPORTUNIDADES DO SENAC

14

MAIS DE

16 MIL

ALUNOS MATRICULADOS NOS CURSOS DE EXCELÊNCIA DO SENAC, SENDO 3,5 MIL EM VAGAS GRATUITAS

em diversos bairros de Natal e municípios potiguares. Com o Sesc foram mais de 21,6 milhões de atendimentos nas áreas de lazer, esportes, cultura, assistência e educação. Destaque para o Sesc Verão; as edições regulares e especiais do projeto Terraço do Relógio (que abre espaço para os talentos da música potiguar abrilhantarem o tradicional momento de lazer dos comerciários de Natal); Mostras de Cinema;

as ações do 10 de maio (com destaque para a Corrida do Comerciário, que reuniu 1.400 atletas e outras 400 crianças); a Mostra Sesc de Arte e Cultura, realizada em Natal, Macaíba, Mossoró, Caicó, São Paulo do Potengi e Nova Cruz, num período de pouco mais de um mês (entre 1º de agosto e 4 de setembro), valorizando e estimulando as mais variadas expressões artísticas dos talentos locais e nacionais, incluindo a en-

cenação de quatro peças do Palco Giratório, apresentação do Sonora Brasil, Mostra de Cinema Potiguar, Galeria Sesc e Curso de Folclore. O Sesc realizou, mais uma vez, os Jogos dos Comerciários, que em 2016 tiveram a novidade da Corrida de Orientação, envolvendo um total de 1.300 atletas, de cinco cidades do estado, disputando competições em nove modalidades esportivas. Especificamente na área


MAIS DE

1,5 MILHÃO DE QUILOS DE ALIMENTOS DISTRIBUÍDOS POR MEIO DO MESA BRASIL

2.500

ATENDIMENTOS EM AÇÕES SOCIAIS EM DIVERSOS BAIRROS DE NATAL E EM MUNICÍPIOS DO INTERIOR

de educação, o Sistema Fecomércio RN mantém sete escolas Sesc (Mossoró, Caicó, Potilândia, Macaíba, Zona Norte, Nova Cruz e São Paulo do Potengi) que, juntas, contabilizam um total de 3.809 alunos nas modalidades de Ensino Infantil, Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos e PHE (que é o reforço escolar). Em 2016 também foram oferecidas, pelo quinto ano seguido, vagas gratuitas em

cursinhos para o Enem, democratizando oportunidades. Foram 460 vagas somente em 2016, beneficiando alunos de Natal, Mossoró e Caicó. Desde o início destes aulões, em 2012, já foram beneficiados mais de 2.600 alunos.

Assistência

Na área de assistência, por meio do Sesc, o Sistema Fecomércio contabilizou em 2016 um total de mais de 1,5 milhão

de quilos de alimentos distribuídos a cerca de 300 instituições beneficentes que atendem a 38 mil pessoas de forma direta. Já por meio do Sesc Cidadão - projeto que atende crianças em situação de risco social, em um formato que inclui reforço escolar, atividades de lazer, esportes e cultura, além de uma assistência às famílias - foram atendidas cerca de quatro mil crianças em Natal, Caicó e Mossoró.

2.600

ALUNOS BENEFICIADOS COM VAGAS GRATUITAS EM CURSINHOS PARA O ENEM

15


ASSISTÊNCIA

16

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017


TONELADAS DE SOLIDARIEDADE MESA BRASIL SESC AJUDA NO COMBATE À FOME E ORIENTA USO RACIONAL DOS ALIMENTOS

17


U

18

m gesto de amor que alimenta milhões de pessoas em todo o Brasil. Por meio do programa Mesa Brasil, desde 2003 o Sesc contribui para a segurança alimentar e nutricional dos indivíduos em situação de maior vulnerabilidade, mediante a doação de alimentos. No Rio Grande do Norte, o programa foi lançado inicialmente em Natal (setembro de 2003), e logo em seguida nos municípios de Caicó e Mossoró, em julho e dezembro de 2004, respectivamente. Em 2016, o programa arrecadou mais de 1,5 milhão de quilos de alimentos, distribuídos entre cerca de 110 instituições cadastradas, beneficiando quase de 38 mil pessoas. Para cumprir essa nobre missão, a atuação das 65 empresas parceiras foi imprescindível. Como complemento às doações, são desen-

volvidas ações educativas na formação de multiplicadores nas instituições e comunidades assistidas. As ações educativas se concentram na promoção de hábitos alimentares saudáveis, manipulação e higiene de alimentos, culinária, elaboração de cardápios, aproveitamento integral dos alimentos, visando orientar para a produção de uma alimentação segura e levar à reflexão sobre o desperdício de alimentos. Para buscar os alimentos diariamente, a equipe do programa não mede esforços, e traça rotas de captação e entrega nas instituições beneficiadas. Em novembro de 2016, o programa recebeu a expressiva doação de 2,3 toneladas de mamão da empresa Frutas Doce Mel, localizada na cidade paraibana de Mamanguape, que desde

ANO PASSADO, A CAMPANHA NATALINA DO MESA BRASIL FOI OUTRO MOMENTO MARCANTE, QUE ESPECIFICAMENTE NESTA OCASIÃO ARRECADOU BRINQUEDOS NOVOS ENTRE OS COLABORADORES DO SESC E DA FECOMÉRCIO. A DOAÇÃO BENEFICIOU CRIANÇAS DE CINCO INSTITUIÇÕES FILANTRÓPICAS DAS TRÊS CIDADES CADASTRADAS NO PROGRAMA

2012 participa do Mesa, com um fluxo de doações que ultrapassa 1 milhão de toneladas de frutas. “Como doador me sinto feliz em ver que damos um destino nobre aos alimentos sem condições de comercialização, mas adequados para consumo. Já são quatro anos de parceria com o programa no RN”, destacou o presidente da Frutas Doce Mel, Roberto Cavalcanti. A beneficiada pela ação foi a Associação Bethel, localizada em Felipe Camarão, Zona Oeste de Natal. A instituição atua nas áreas de educação infantil e assistência social às famílias da comunidade onde está localizada. “Desde 2005 somos cadastrados no programa e ficamos muito felizes com cada doação recebida. Esta foi destinada a famílias inteiras do bairro, mas, semanal-


mente também recebemos alimentos do Mesa Brasil que auxiliam na refeição dos nossos alunos”, destacou o pastor João Silva, gestor da Associação Bethel. Ainda no ano passado, a Campanha Natalina do Mesa Brasil foi outro momento marcante, que especificamente nesta ocasião arrecadou brinquedos novos entre os colaboradores do Sesc e da Fecomércio. A doação beneficiou crianças de cinco instituições filantrópicas das três cidades cadastradas no programa. Além dos colaboradores da instituição, a empresa Sacolão também praticou solidariedade ao doar 200 itens para a montagem de kits-presente. Gestos recompensados pelo brilho no olhar de Maria Evelyn, 9, dona de uma nova boneca. “Tinha pedido ao Papai Noel uma boneca,

uma roupa e uma bicicleta”, conta a menina, que teve um dos desejos realizado pelo programa do Sesc. “Estou feliz. Vou brincar muito”, comemorou a beneficiada pelo Instituto AMAR, localizado no Conjunto Jiquí, em Natal. Mas não foram só as crianças que comemoraram as doações. A dona de casa Antônia de Bessa, 42, tem quatro filhos, três integrantes do Instituto AMAR: Antônio Rainan, 13; Raí, 8; e o pequeno Carlos Alberto, 2. “Foi uma ação ótima. 100% e mais alguma coisa. Agradar uma criança é sempre motivo de muita alegria”, disse a mãe. À frente do Instituto AMAR há 18 anos, Maria de Fátima Antunes elogiou mais uma ação do Mesa Brasil na entidade. Ela comentou sobre a contribuição do programa desde que a

AS AÇÕES EDUCATIVAS SE CONCENTRAM NA PROMOÇÃO DE HÁBITOS ALIMENTARES SAUDÁVEIS, MANIPULAÇÃO E HIGIENE DE ALIMENTOS, CULINÁRIA, ELABORAÇÃO DE CARDÁPIOS, APROVEITAMENTO INTEGRAL DOS ALIMENTOS

instituição se cadastrou nele, em 2010. “O programa é uma bênção caída do céu. Só as fraldas você nem imagina quanto ajuda. Temos 52 pequenos que usam fralda, então são várias trocas. A doação de frutas, então, nem se fala. Também já recebemos feijão, arroz, leite. Os cursos também, as pessoas têm aprendido bastante nas oficinas de armazenamento e limpeza de alimentos. Elas [as mulheres da comunidade] agora se policiam umas às outras”, ressaltou Maria de Fátima. As outras quatro instituições beneficiadas pela doação de brinquedos foram: Associação Nossa Senhora das Dores e o Hospital Infantil Varela Santiago (Natal); a Associação de Apoio ao Portador de Câncer de Mossoró e Região; e a Aldeia Infantil SOS Brasil (Caicó).

19


20

EMPRESÁRIO ESPANHOL JORDE LOPEZ, PROPRIETÁRIO DE UMA DAS EMPRESAS DOADORAS, DESTACA A PARCERIA COM O MESA BRASIL

DOADORES Anualmente o Sistema Fecomércio RN realiza uma solenidade de apresentação de resultados do programa em Natal, Caicó e Mossoró, oportunidade em que os parceiros são homenageados com o troféu Mesa Brasil. O empresário espanhol Jorde Lopez, é o proprietário da CMR Brasil Produção e Comercialização Hortofrutícula, uma das empresas doadoras de alimentos ao Mesa Brasil. Durante a solenidade realizada em Natal, e que aconteceu no Sesc Cidade Alta, ele se disse orgulhoso e falou do prazer de integrar as empresas parceiras do projeto. Para ele, “CRM Brasil está no lugar certo, fazendo doações para o lugar certo”. A Legião da Boa Von-

tade (LBV), instituição que atende crianças, adolescentes e idosos em situação de vulnerabilidade, é uma das entidades que recebe as doações. A gestora Oderlânia Galdino agradeceu o cuidado da equipe do Mesa Brasil. “Sou grata por tudo que vocês fazem por nós. Tenham certeza, vocês transformaram várias vidas, para melhor”, afirmou. “Sempre faço questão de ressaltar o orgulho que sinto do trabalho realizado por todo o Sistema Fecomércio, seja por meio da Federação do Comércio, do Senac ou do Sesc. Depois de escutar estes depoimentos e ver os números grandiosos do Mesa Brasil, fico ainda mais feliz porque o programa faz o resgate no que há de mais básico para um ser humano que é a

PARA SABER COMO SE TORNAR UM DOADOR, ACESSE WWW. SESCRN.COM.BR/ MESABRASIL

alimentação, que causa uma dor incurável quando falta, pois fere, também, a alma. Parabenizo a equipe do Mesa Brasil e peço apoio aos empresários para continuarem a fazer suas doações e espalharem essa ideia”, declarou o presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz. Queiroz também fez questão de destacar a campanha do Mesa Brasil para este ano de 2017. A meta é atrair mais empresas para serem doadoras de alimentos. As empresas interessadas devem entrar em contato com o Sesc Natal, Sesc Caicó e Sesc Mossoró para fazer parte do projeto. Faça parte deste grande projeto solidário. Para saber como se tornar um doador, acesse www.sescrn.com.br/ mesabrasil.


A DONA DE CASA ANTÔNIA DE BESSA E SEUS FILHOS

21


QUALIDADE

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

NORDESTÃO RENOVA CERTIFICAÇÃO NO PROGRAMA ALIMENTOS SEGUROS PELO SENAC REDE DE SUPERMERCADOS FOI A PRIMEIRA DO BRASIL A RECEBER O PAS

P 22

elo décimo ano consecutivo, o Nordestão recebeu as certificações do Programa Alimentos Seguros (PAS), concedidas pelo Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac. O atestado de conformidade em Boas Práticas é uma garantia de alimentação saudável na mesa do consumidor. Ao todo foram entregues 17 certificados, referentes às oito lojas e seus respectivos refeitórios, além da Central de Panificação. A rede de supermercados foi a primeira do Brasil cer-

tificada pelo PAS. Estiveram presentes na cerimônia de entrega, no dia 02 de março, o diretor Regional do Senac RN, Fernando Virgilio, os diretores do Nordestão, Manoel Etelvino (presidente), e Sérgio Bernardes (operações e vendas/logística) além de outros representantes das duas instituições. Por meio de auditorias periódicas, as lojas da rede de supermercados potiguar comprovam que seguem as regulamentações do PAS, o que assegura o consumo de

AO TODO FORAM ENTREGUES 17 CERTIFICADOS, REFERENTES ÀS OITO LOJAS E SEUS RESPECTIVOS REFEITÓRIOS, ALÉM DA CENTRAL DE PANIFICAÇÃO

DIRETOR REGIONAL DO SENAC, FERNANDO VIRGILIO, COM OS REPRESENTANTES DAS EMPRESAS CERTIFICADAS PELO PAS

alimentos com qualidade. “Queremos nos consolidar cada vez mais como uma empresa que cuida dos alimentos com carinho e dedicação. Garantimos aos nossos clientes, a máxima segurança alimentar em todos os nossos processos de transporte, manipulação e fabricação de alimentos”, afirmou o diretor presidente do Nordestão, Manoel Etelvino. O diretor Regional do Senac, Fernando Virgilio, reforçou a importância da iniciativa. “Por meio do


23

PRESIDENTE DO NORDESTÃO, MANOEL ETELVINO; DIRETOR DE OPERAÇÕES E VENDAS/LOGÍSTICA DO NORDESTÃO, SÉRGIO BERNARDES; E O DIRETOR REGIONAL DO SENAC, FERNANDO VIRGILIO, DURANTE SOLENIDADE DE ENTREGA DO CERTIFICADO PAS

Programa Senac Alimentos, temos trabalhado no desenvolvimento de ações voltadas para o gerenciamento com excelência de alimentos e bebidas, tendo como foco a conformidade com a legislação em vigor, a redução de custos, a melhoria constante, manutenção da credibilidade junto ao mercado e à população”, disse. Segundo ele, no contexto de mercado atual é preciso buscar se diferenciar entre os concorrentes e estreitar o relacionamento com o consumidor. “O atestado do PAS

é uma chancela que certamente irá se refletir de forma direta na percepção da clientela de vocês sobre as práticas desenvolvidas nas empresas”, destacou Virgilio.

Programa Alimentos Seguros

O PAS tem o objetivo de disseminar e apoiar a implantação das Boas Práticas e o Sistema de Análise de Perigos e Pontos Críticos de Controle nas empresas de alimentos e alimenta-

SEGUNDO FERNANDO, É PRECISO BUSCAR SE DIFERENCIAR ENTRE OS CONCORRENTES E ESTREITAR O RELACIONAMENTO COM O CONSUMIDOR

ção, em todo o país. Através dele é possível identificar os procedimentos adequados, bem como garantir ações e tecnologias na produção e manipulação de alimentos, que venham a assegurar a conservação e qualidade dos produtos. O atestado do Programa possui uma validade de um ano, sendo este recebido pela empresa após a realização de uma auditoria para validação dos procedimentos de Boas Práticas. As empresas, após este período, podem realizar a renovação do atestado adquirido.


BEM ESTAR

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

MAIS QUALIDADE DE VIDA PARA A POPULAÇÃO SISTEMA FECOMÉRCIO INAUGURA UMA NOVA ACADEMIA NO SESC CIDADE ALTA, TOTALMENTE REFORMADA E COM EQUIPAMENTOS MODERNOS

24


25


A

26

pós nove meses de obras, o Serviço Social do Comércio RN, reinaugurou em fevereiro, a Academia Sesc Cidade Alta. “Este investimento antes de tudo é em qualidade de vida, reafirmando o compromisso do Sistema Fecomércio, por meio do Sesc, com o bem-estar dos comerciários e sociedade em geral. Essas pessoas são as responsáveis pelo sucesso e pelo crescimento das empresas do nosso setor”, destacou o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. A nova estrutura ampliou os espaços para a prática da atividade física, com duas salas multiuso, sala de musculação com novos equipamentos, sala para avalia-

ção nutricional, isolamento acústico, tudo climatizado para oferecer conforto para o público. Porém antes, precisamente em janeiro, foi reinaugurada a academia em Mossoró, em mais uma ação em prol do bem-estar do comerciário e população em geral. O investimento em obras foi de cerca de R$ 900 mil e de R$ 949.166,45 em equipamentos para as academias de Cidade Alta e Mossoró. Mesmo em um período de crise vivido pelo país, a diretora Regional do Sesc RN, Jeane Amaral, comemorou a entrega de mais um espaço de saúde e lazer para a sociedade. “É um momento especial que o Sesc está vivendo, inaugurando mais

A NOVA ESTRUTURA AMPLIOU OS ESPAÇOS PARA A PRÁTICA DA ATIVIDADE FÍSICA, COM DUAS SALAS MULTIUSO, SALA DE MUSCULAÇÃO COM NOVOS EQUIPAMENTOS, SALA PARA AVALIAÇÃO NUTRICIONAL, ISOLAMENTO ACÚSTICO, TUDO CLIMATIZADO PARA OFERECER CONFORTO PARA O PÚBLICO

um equipamento de saúde, uma reforma que modernizou nossa academia, onde o comerciário e população em geral irá encontrar modernos aparelhos, e o melhor, com preços subsidiados. É um prazer poder melhorar a qualidade dos serviços oferecidos pelo Sesc RN”. Entre o público que participava do evento, encontramos a comerciária Cristina Moraes. “Faço academia aqui e é bom demais saber que estaremos treinando em um lugar mais amplo e moderno. Gosto muito daqui e participo desse e de outros projetos e serviços oferecidos pelo Sesc”, enfatizou. O evento também foi marcado por uma apresentação musical no projeto Terraço do Relógio, happy

PRESIDENTE MARCELO QUEIROZ E DIRETORES DO SISTEMA FECOMÉRCIO RN VISITAM AS NOVAS INSTALAÇÕES DA ACADEMIA DO SESC CIDADE ALTA


hour que acontece todas as sextas-feiras. O sambista carioca Alfredo Del-Penho e a Roda de Samba do Ribeira Boêmia foram as atrações da noite. MODALIDADES A nova academia Sesc Cidade Alta tem capacidade para oferecer 1.318 vagas, distribuídas em 10 modalidades esportivas, com turmas de musculação, ginástica localizada, jump mix, zumba, treinamento funcional, dança mix, futsal, vôlei, mix esportivo, esporte kids baby e karatê. Uma das novidades é o Kids Baby, com atividades psicomotoras, lúdicas e esportivas voltado ao público de dois a cinco anos. Outro destaque con-

templa os alunos matriculados na musculação, que sem nenhum custo adicional também poderão fazer aulas de bike indoor, cardio training, abdominal extreme, GAP, alongamento e step trainning. SOBRE O SESC O Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN) é uma entidade sem fins lucrativos mantida por empresários do comércio de bens, serviços e turismo do estado. O público-alvo é prioritariamente o comerciário, ou seja, os trabalhadores do comércio, de bens e do turismo, e seus dependentes. No Sesc RN, a família inteira tem acesso a diversos serviços gratuitos ou a

OS INVESTIMENTOS EM OBRAS E EQUIPAMENTOS ULTRAPASSARAM R$ 1,7 MILHÃO

valores subsidiados. A intenção do Sesc é de promover qualidade de vida entre a sua clientela. Espetáculos teatrais, shows musicais, exposições artísticas, cursos, oficinas, excursões turísticas e uma infraestrutura completa com piscinas, diversas atividades físicas, bibliotecas, espaços interativos, atendimento odontológico, hotel e muito mais. O Sesc RN tem 14 unidades fixas e 3 móveis. Além de todos os serviços nas unidades fixas, a instituição abrange ainda as cidades visitadas pelas unidades móveis. Outra forma de disseminar as ações são os eventos realizados ao redor do estado com pequenas mostras do que é oferecido pelo Sesc.

ALFREDO DEL-PENHO E A RODA DE SAMBA DO RIBEIRA BOÊMIA ABRILHANTARAM A INAUGURAÇÃO DA ACADEMIA SESC CIDADE ALTA

27


CRISE

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

EM TODO BRASIL, FORAM FECHADAS 108,7 MIL LOJAS DE VAREJO, UM NÚMERO 6,67% MAIOR QUE AS 101,9 MIL FECHADAS EM 2015, SEGUNDO ESTUDO DA CNC E DADOS DO CAGED

28

O

cruzamento dos dados de um estudo divulgado no mês de fevereiro pela Divisão Econômica da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) e do Cadastro Geral de Empregados (Caged) e Desempregados do Ministério do Trabalho trouxeram um retrato muito claro – e aterrador – dos efeitos daquele que foi o pior ano da história para as vendas do varejo. O número de lojas varejistas fechadas no estado cresceu 24,6% em relação a 2015. Já o número de postos formais fechados teve alta de 68,88%, na mesma base de comparação. Em todo Brasil, foram fechadas, segundo a CNC, 108,7 mil lojas de varejo, um número 6,67%

VAREJO POTIGUAR FECHOU 1.115 LOJAS E DESEMPREGOU 3.778 PESSOAS EM 2016

maior que as 101,9 mil fechadas em 2015. No caso específico do Rio Grande do Norte, foram 1.115 lojas fechadas em 2016 contra 893 que haviam sido registradas em 2015. Dentro do contexto do Nordeste, o número de estabelecimentos comerciais fechados no Rio Grande do Norte teve o quinto pior desempenho, atrás da Paraíba (aumento de 137% no fechamento de lojas), Piauí (alta de 114,6%), Ceará (que fechou 87,3% mais estabelecimentos) e Maranhão (aumento de 68,5%). Por segmentos de atuação do varejo, a CNC só disponibilizou números nacionais. Eles

apontam que os setores com maior número de lojas fechadas foram: Hipermercados e Supermercados (34.783 pontos de venda perdidos); Vestuário e Calçados (-20.590), Materiais de Construção (-11.481); Lojas de Departamentos (-10.527) e Comércio Automotivo (-9.262). As menores perdas se deram nos

segmentos de Livraria e Papelaria (-2.170) e Informática e Comunicação (-2.227). “São números preocupantes mas que, infelizmente, não nos causam surpresa. Tivemos em 2016 o pior ano para as nossas vendas da histó-


ria. Tivemos uma queda acumulada no ano de 9,7% em relação a 2015. Amargamos uma sequência de 18 meses de retração e registramos, em 2016, dois dos três piores desempenhos para um único mês em todo o nosso histórico de vendas (-13,2% em julho e -12,4% em janeiro). Estava muito claro que muitas empresas não iriam suportar este contexto. Já tínhamos visto que, segundo a Jucern, tivemos 9.976 empresas fe-

como um todo, foram -15.806 vagas, um número 28,52% maior que aquele registrado em 2015, que teve saldo de -12.298 empregos. Somente o setor de Comércio teve saldo negativo de 3.778 pos-

tos formais, uma alta de 68,8% sobre os 2.237 que perdemos em 2015. A perda destes postos reflete no aumento da taxa de desemprego que, no RN, fechou em 14,7%, o que representa um exército de 225 mil pessoas desempregadas”, afirmou o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. Queiroz, porém, que alguns dados divulgados

chadas no ano passado contra 7.219 em 2015 (considerando todos os segmentos, uma alta de 38,2%). E claro que tudo isso refletiu no volume de empregos gerados. No ano passado, no estado

já em 2017 permitem dizer que há uma luz no fim do túnel. É o caso do número oficial das vendas do comércio varejista relativas ao primeiro trimestre, divulgado pelo IBGE, e que aponta queda de 5,9%. No ano passado, as vendas no primeiro trimestre tiveram queda de 10,2%. Entre os motivos, a redução da inflação acumulada e um aumento no índice de confiança dos empresários do comércio. “Quando analisamos os números da inflação acumulada, mês a mês e sempre considerando os doze meses anteriores, percebemos que em março deste ano temos 4,57% contra 9,4% registrados em março de 2016. Com relação ao índice de confiança dos empresários do comércio, pela primeira vez nos últimos três anos, passou dos 100

pontos. Atingiu 100,74, contra pouco mais de 80 pontos registrados em março de 2016. Este indicador é importante porque leva em consideração detalhes como a intenção de investir, de aumentar estoques e a expectativa de melhoria da economia no curto prazo”, destacou. O número de empregos perdidos no RN, no primeiro quadrimestre deste ano, na comparação com o mesmo período do ano passado, também começa a cair. Até abril foram perdidos cerca de 5.500 empregos formais no estado. É um revés menor do que o experimentado no primeiro quadrimestre de 2016, quando foram cerca de 12.600 empregos a menos. “No caso do setor de Comércio e Serviços, no primeiro quadrimestre deste ano, tivemos um saldo positivo de 729 postos, contra um saldo negativo de 3.791 registrado em 2016. Ou seja, há uma retomada se desenhando, mas em ritmo muito lento. Por exemplo, estamos ainda muito longe dos números de 2015, quando o setor de Comércio e Serviços teve saldo positivo de 1.670 postos. O setor de Serviços voltou a ser locomotiva do nosso emprego, com saldo positivo de 1.836 vagas no RN, sobretudo o setor de call center e telemarketing”, concluiu Queiroz.

29


PERSPECTIVAS

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

SENAC RN TEM COMO META EXPANDIR SUA ATUAÇÃO NO RN EM 2017 EXPECTATIVA DA INSTITUIÇÃO É AUMENTAR EM CERCA DE 60% O NÚMERO DE MATRÍCULAS EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO, COM A OFERTA DE 20 NOVOS CURSOS

FOTO: FREEPIC

30


P

resente no Rio Grande do Norte há mais de 70 anos, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac RN), juntamente com o Sesc, é um dos braços do Sistema Fecomércio RN. Por meio de suas nove unidades fixas situadas em Assú, Caicó, Macaíba, Mossoró e Natal, e três unidades móveis, atua oferecendo qualificação profissional de excelência e capacitando pessoas em todas as regiões do estado. A somatória de uma equipe de profissionais di-

nâmicos e atualizados, do uso de metodologias diferenciadas, em cursos que suprem as necessidades do mercado, resultam em um alto padrão que já é marca reconhecida da instituição. A cada ano, o Senac vem investindo em projetos pioneiros voltados à qualificação, com o objetivo de atender as demandas do segmento de comércio de bens, serviços e turismo. Com um portfólio com mais de 350 cursos nas áreas de Beleza, Idiomas, Gestão e Negócios, Informática,

A INSTITUIÇÃO TEM UMA EXPECTATIVA DE EXPANDIR AINDA MAIS SUA ATUAÇÃO

Gastronomia, Comunicação e Design, Segurança, Turismo e Hospitalidade, Moda, Conservação e Zeladoria, Meio Ambiente, Saúde e Educacional, o Senac realizou, somente em 2016, cerca de 16 mil matrículas, sendo cerca de 3,5 mil em vagas gratuitas. Para este ano, a instituição tem uma expectativa de expandir ainda mais sua atuação por meio de ações estratégicas, realizando mais de 25 mil matrículas, o que representa um crescimento de cerca de 60%,

31


32

e com o lançamento de 20 novos cursos, como Barbeiro, Bartender, Redação para Concursos, Penteados para Maquiadores, Qualidade nos Serviços de Portaria, entre outros. “Apesar do cenário negativo em muitos setores da economia, a capacitação profissional continua sendo o principal meio de entrada no mercado de trabalho e também de crescimento. A instituição vem buscando novas estratégias, além de estimular nossas equipes a inovarem”, disse o diretor Re-

gional do Senac RN, Fernando Virgilio. Ainda neste sentido, e em parceria inédita com a Casa da Ribeira, devem ser lançados outros cursos nos eixos tecnológicos de Informação e Comunicação/Produção Cultural e Design. Para isso, foi realizada uma pesquisa com o público de interesse, com o objetivo de identificar os melhores cursos a serem ofertados como Vídeos para Internet, Produção de Vídeo-Clipe e Fotografia Cênica. Para conseguir supor-

O TOTAL INVESTIDO NESTAS INTERVENÇÕES SERÁ DE R$ 43,3 MILHÕES, EM OBRAS COM PREVISÃO DE INÍCIO JÁ NESTE PRIMEIRO SEMESTRE, E QUE DEVEM SER CONCLUÍDAS EM SUA TOTALIDADE ATÉ O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2018.

tar a demanda de alunos e conseguir aumentar seu portfólio de cursos, o Senac deve iniciar este ano a ampliação e reforma de sua estrutura física. Além da Reforma do Hotel-Escola e a construção da Escola de Hotelaria e Turismo Senac Barreira Roxa, a instituição deve iniciar a construção da Unidade Teens e do Centro de Distribuição, bem como a reforma do Centro de Educação Profissional do Centro. O total investido nestas intervenções será de um montante de R$ 43,3 milhões, em obras com pre-


Obras Senac RN REFORMA DO HOTEL-ESCOLA BARREIRA ROXA Área total: 6.800m² Previsão de início das obras: 1º semestre de 2017 Previsão de conclusão da obra: 1º semestre de 2018 Previsão de investimento na obra: R$ 16,6 milhões CONSTRUÇÃO DA ESCOLA DE HOTELARIA E TURISMO SENAC BARREIRA ROXA Área total: 1.900m² Previsão de início das obras: 2º semestre de 2017 Previsão de conclusão da obra: 1º semestre de 2018 Previsão de investimento na obra: R$ 9,3 milhões

visão de início já neste primeiro semestre, e que devem ser concluídas em sua totalidade até o primeiro semestre de 2018. Uma outra ação estratégica do Senac é disponibilizar aos alunos formados o serviço gratuito de encaminhamento ao mercado de trabalho. Alunos e ex-alunos aprovados, nos últimos dois anos, em algum curso no Senac, podem se inscrever no Banco de Oportunidades e aguardar pelo tão sonhado emprego. São 865 empresas de diversos segmentos cadastradas, que, de acordo com sua demanda, solicitam a indicação de alunos que tenham a qualificação necessária. Só em 2016, foram

realizados mil encaminhamentos de alunos egressos ao mercado de trabalho.

Aprendizagem Profissional Comercial

Uma das prioridades da instituição em 2017 é o atendimento à juventude, especialmente por meio do Programa de Aprendizagem Profissional Comercial. Iniciado em 2002 para atender aprendizes encaminhados pelas empresas do setor do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, o programa qualificou mais de sete mil jovens, entre 2012 e 2016. “Essa oferta materializa a missão da instituição, que é educar para o trabalho. Para 2017, nossa previsão

INICIADO EM 2002 PARA ATENDER APRENDIZES ENCAMINHADOS PELAS EMPRESAS DO SETOR DO COMÉRCIO DE BENS, SERVIÇOS E TURISMO, O PROGRAMA QUALIFICOU MAIS DE 7 MIL JOVENS, ENTRE 2012 E 2016

é realizar mais de duas mil matrículas no estado”, reforça Virgilio. As vagas são destinadas a jovens entre 14 e 24 anos que são encaminhados pelas empresas parceiras da instituição, como Atacadão, Supermercados Nordestão, Grupo Guararapes, Supermercado Carrefour, C&A, Hiper Bompreço, Hospital São Lucas, Unimed, Liga Norte-Riograndense Contra o Câncer, Potigás e Rio Center. Durante um período máximo de dois anos, o aluno alterna jornadas nos Centros de Educação Profissional e na empresa, em cursos como Aprendizagem Profissional Comercial em: Serviços Administrativos; Supermercados; Postos de Combustíveis; Hoteleiros; Vendas; Restaurantes e Bares. Além dos conhecimentos teóricos e práticos adquiridos nos cursos, os jovens participam de atividades extras e são estimulados a desenvolver autoestima, criatividade, cidadania, responsabilidade e ética. Desde sua criação, em 2002, o Programa de Aprendizagem vem se modificando para acompanhar as mudanças ocorridas nas leis do trabalho e da educação e, também, no mercado. Antônio Victor de Medeiros tem 19 anos e buscava se inserir no mercado de trabalho. “Não tinha experiência profissional. Por isso, nunca fui chamado nos processos em que concorria. O Programa

33


34

de Aprendizagem abriu as portas para o meu primeiro emprego. Hoje, vejo que o conhecimento é o mais importante na vida de uma pessoa. O curso de Serviços Administrativos me fez sair do zero. Quero continuar crescendo e chegar aos dez”, contou o morador do município de Macaíba.

Palestras Gratuitas

Desde 2015, o Senac realiza, mensalmente, ciclo de palestras e workshop gratuitos em todas as unidades do estado. As capacitações são realizadas com a finalidade de difundir conhecimentos em diversas áreas de formação profissional, ampliando as oportunidades para a inserção no mercado de trabalho. A expectativa para 2017 é realizar cerca de 300 palestras e workshops, beneficiando mais de cinco mil norte-riograndenses.

“A ideia é adicionar ao currículo dos norte-riograndenses novas perspectivas profissionais. Em um cenário adverso, a capacitação é um diferencial para quem busca se destacar no mercado. A iniciativa de ofertar uma capacitação gratuita, reforça a preocupação da Fecomércio em impulsionar a cadeia produtiva do comércio de bens, serviços e turismo”, afirma o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. A estudante Kelly Virginia destaca o que a palestra gratuita de Turismo de Aventura lhe proporcionou. “Com a crise que vivemos, precisamos aumentar o nosso leque de opções. Na palestra, o instrutor me mostrou que temos público para a área de Turismo, mas falta guia capacitado. Assim, já estou à procura de novos cursos para aperfeiçoar meu conhecimento”, concluiu.

DESDE 2015, O SENAC REALIZA, MENSALMENTE, CICLO DE PALESTRAS E WORKSHOP GRATUITOS EM TODAS AS UNIDADES DO ESTADO

Atendimento Corporativo

O Atendimento Corporativo também é um dos serviços estratégicos do Senac, que possibilita atender à necessidade do empresário de forma personalizada. Apresenta como principal diferencial a flexibilidade de oferecer ao cliente uma solução personalizada, por meio de cursos customizados ou alinhados de acordo com a necessidade da organização. Atua em três vertentes: vendas de cursos de comerciais, turmas fechadas (cursos oferecidos para um grupo da mesma empresa nas instalações do Senac) e as turmas In Company (cursos realizados nas empresas). O serviço propõe atividades planejadas por meio de consultorias, palestras, workshops, eventos, treinamentos e cursos focados no segmento de atuação. Para este ano, a expectativa é atender cerca de 200 empresas em todo o estado.


O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

Cupcake de cenoura com chocolate O cupcake é um bolinho de origem inglesa. Conhecido também como bolo de xícara, ele é preparado não só para agradar os paladares mais exigentes, mas também é usado como artigo de decoração de forma bem criativa. Conheça uma das receitas repassadas na oficina de Preparo de Cupcake e Brigadeiro Gourmet do Senac RN: Ingredientes da massa 02 unidades de cenoura 2/3 de xícara de óleo de milho ¾ de xícara de açúcar mascavo 2 ovos 2 e ½ de xícara de farinha de trigo 1 e 1/3 de xícara de açúcar 1 colher de sopa de fermento em pó ½ xícara de leite morno 1 colher de chá de zestes (raspas) de laranja Preparo da Massa: Bata no liquidificador a cenoura, o óleo, o açúcar, os ovos e as zestes de laranja. Quando formar um creme homogêneo, despeje a mistura em uma tigela e adicione a farinha de trigo, o fermento e o leite morno. Separe as forminhas e coloque a massa até preencher ¾. Asse em forno aquecido a 180Cº, por 15 minutos.

Preparo da Ganache: Derreta o chocolate meio amargo e misture com o creme de leite. Reserve na geladeira. Montagem Com um saco de confeitar, cubra o cupcake com a ganache.

Ingredientes Ganache 300g de creme de leite UHT 300g de chocolate meio amargo

35


FORMAÇÃO

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

SOBRE DESBRAVAR O CONHECIMENTO E NOVOS HORIZONTES EM 2017, QUATRO ALUNOS POTIGUARES INGRESSARÃO EM UMA DAS ESCOLAS REFERÊNCIA NO PAÍS: A ESCOLA SESC DE ENSINO MÉDIO. 34 POTIGUARES JÁ CURSARAM O ENSINO MÉDIO NA ESCOLA CARIOCA

N 36

em a vista voltada para o cartão postal de Natal, o Morro do Careca, e para o mar azul cor de céu da Praia de Ponta Negra, em Natal, contribuiu para acalmar quatro corações inquietos. Emoção, nervosismo, ansiedade e medo se mesclavam a outro sentimento maior: felicidade. A felicidade compartilhada pelos caicoenses Wiliana Medeiros, Matheus Medeiros e Arthur Junqueira, e pela macaibense Jéssica Alves, todos com 15 anos, ao saber que estudarão em uma das melhores escolas do país: a Escola Sesc de Ensino Médio (ESEM), localizada no Rio de Janeiro. O almoço no Sesc Enseada Praia Hotel, que fica quase à beira-mar da praia de Ponta Negra, foi organizado pelo Sesc RN no dia 21 de fevereiro para preparar pais e alunos novatos para o novo ciclo que se iniciará ainda no primeiro semestre de 2017. Como em todos os anos, a instituição promove

encontros entre seus gestores, alunos novatos, seus pais/responsáveis e alunos veteranos para a troca de experiências, o repasse de informações importantes e, principalmente, para tranquilizar os que terão suas vidas transformadas daqui pra frente. “Queremos tranquilizá-los, dizer que estarão acolhidos e que o Sesc também estará sempre à disposição das mães. Vocês, futuros alunos, já são vitoriosos, porque concorreram com 223 pessoas, e só quatro foram selecionadas. Certamente a formação que irão receber ainda dará mais respaldo para que se tornem cidadãos cada vez mais conscientes e comprometidos com seu país”, ressaltou, durante o encontro, a diretora Regional do Sesc, Jeane Amaral. O presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz, ratificou que a ESEM possui “uma estrutura de escola de um país de primeiro mundo montada para vocês”, e complementou:

“COSTUMO DIZER QUE A ESEM É O BRASIL COMPRIMIDO EM UM SÓ LUGAR. LÁ PODEREI DESENVOLVER A FRONTEIRA DO MEU CONHECIMENTO”. MATHEUS MEDEIROS, ALUNO NOVATO

“Vocês se transformarão em cidadãos, que pensarão no melhor para vocês, suas famílias, sua cidade e seu estado”, disse. A nova aluna Wiliana Medeiros se mostrou ao mesmo tempo dividida e decidida sobre o fato de ir morar e estudar fora. “A gente fica entre duas partes: a ansiedade para conhecer um novo mundo e a família que fica aqui. Mas é maravilhosa a sensação. Vou com certeza ganhar muita autonomia. Agora é hora de conhecer o mundo lá fora”. A possibilidade de desbravar novos horizontes também deu um frio na barriga de Jéssica, que, embora esteja com medo, tem certeza de que encontrará “um ambiente diversificado, onde poderei aprender e crescer mais do que aqui. Sou muito presa dentro da minha conchinha. Preciso sair dela”, comentou. E, no que depender da mãe, Sandra Alves, Jéssica tem todo o apoio para mergulhar de cabeça nessa


37

DIRETORAS DO SESC E O PRESIDENTE MARCELO QUEIROZ NO BATE PAPO COM OS ALUNOS APROVADOS

nova fase. “Não tenho condições de dar esse ensino para minha filha. Acho que ela está retribuindo tudo o que eu e o pai passamos para ela. Quando ele nos deixou, há cinco anos, ela disse ‘eu vou estudar, vou vencer na vida, porque não quero depender de homem nenhum e vou te ajudar’. Então quando ela passou numa escola modelo, soltou o cordão umbilical. Só tenho que agradecer a Deus por ela ser assim”, relatou, emocionada.

“NASCI NUMA FAMÍLIA POBRE EM CAICÓ E FOI GRAÇAS A ESEM QUE APRENDI A FALAR INGLÊS E ATÉ A COMER DIREITO. A MINHA VIDA FOI TRANSFORMADA PELA ESEM”. JUDAS TADEU, EX-ALUNO

A expectativa de ingressar na Esem aumenta quando se tem a dimensão da importância e da qualidade da instituição. É uma escola referência no Brasil, cujas turmas têm no máximo 15 alunos e recebem todo o suporte acadêmico, com sólida formação em inglês, espanhol e tecnologia, atividades artísticas, culturais e esportivas, além de intercâmbio com escolas norte-americanas. São ofertadas anualmente 164 para jovens

de todo o país, diversidade que possibilita crescimento, segundo Matheus. “Quero conhecer todos os tipos de cultura do país. Costumo dizer que a Esem é o Brasil comprimido em um só lugar. Lá poderei desenvolver a fronteira do meu conhecimento”. Além dos quatro selecionados para este ano, outros 34 alunos potiguares já concluíram o ensino médio na escola carioca. Um dos pioneiros foi o hoje médico Judas Tadeu,


de Caicó, que ingressou na primeira turma. Ele lembra com saudosismo e elogios os tempos de Esem, e atribui seu sucesso hoje ao que aprendeu e viveu durante os anos de ensino médio. “Depois que você chega na escola e veste o uniforme, não existe mais classe social. Todos têm as mesmas oportunidades. Nasci

numa família pobre em Caicó e foi graças à escola que aprendi a falar inglês e até a comer direito. Tudo faz parte da formação humana que a escola agrega. A minha vida foi transformada pela Esem. Se eu não tivesse saído da [escola] João XXIII pra lá, não sei como seria minha vida”, relembrou o ex-aluno.

O processo seletivo para 2018 já iniciou e acontecerá até o mês de novembro, com a participação de jovens de todo o estado. Para saber mais sobre o processo, acompanhe o Sesc RN online (www.sescrn.com.br, Facebook, Instagram e Twitter) e o site da Esem, o www.escolasesc.com.br.

38

PRESIDENTE MARCELO QUEIROZ E A DIRETORA REGIONAL DO SESC, JEANE AMARAL, COM OS NOVOS ALUNOS DA ESEM: JÉSSICA ALVES, WILLIANO MEDEIROS, MATHEUS MEDEIROS E ARTHUR JUNQUEIRA

O PROCESSO SELETIVO PARA 2018 JÁ INICIOU E ACONTECERÁ ATÉ O MÊS DE NOVEMBRO


39

SOBRE A ESEM A Escola Sesc de Ensino Médio, projeto pioneiro na área de Educação, localizada na Barra da Tijuca, é uma escola-residência, inteiramente gratuita, que atende a alunos de todo o país. Inaugurada em 19 de fevereiro de 2008, com 176 alunos, hoje a unidade opera com capacidade plena: são 500 estudantes nas três séries do Ensino Médio, que moram nas vilas residenciais, junto com professores e gestores. O processo de admissão é formado por quatro etapas. A primeira consiste em uma prova objetiva, com 30 questões de múltipla escolha, envolvendo conhecimentos de português, matemática, ciências da natureza e ciências humanas, além da prova de redação. No segundo

momento serão analisados os critérios preferenciais definidos no artigo 3º do edital. O próximo passo será a correção da redação, e em seguida acontece a entrevista com os candidatos que estiverem entre os primeiros colocados, na relação de 3 candidatos por vagas. As turmas têm alunos com idades entre 13 e 18 anos. O projeto pedagógico da escola se baseia na formação da cidadania e na articulação da área acadêmica e da educação profissional. O regime de horário integral possibilita a oferta de atividades educativas em salas de aula e extraclasse em diversos espaços externos e internos da escola, tais como: centro de liderança, teatro, laboratórios, oficinas, salas de artes,

música e dança, biblioteca e complexo esportivo. O projeto arquitetônico é horizontal assinado pelo arquiteto Índio da Costa, que se desdobra num campus horizontal, facilitando a integração da comunidade escolar e a multidisciplinaridade. Especial atenção foi dedicada ao meio ambiente e ecologia, com a instalação de calhas para o aproveitamento das águas pluviais; os pisos dos corredores são feitos com plástico reciclado, os telhados das instalações receberam uma vegetação rasteira para amenizar a temperatura em seu interior, a coleta de lixo é seletiva e o esgoto sanitário totalmente tratado. O complexo arquitetônico tem 59 mil metros de área construída.


MARCELO QUEIROZ PRESTIGIA LANÇAMENTO DE LIVRO SOBRE ANGICOS 40

ESTA É A SEGUNDA PUBLICAÇÃO EDITADA PELO SISTEMA FECOMÉRCIO RN QUE HOMENAGEIA A CIDADE

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

O

presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, participou na segunda quinzena de março, na cidade de Angicos, região Central do estado, do lançamento do livro “O processo de formação histórico territorial de Angicos”, da historiadora Francisca das Chagas Marileide Matias da Silva. Esta é a 12ª publicação da editora Sesc RN, e a segunda na cidade. Há cerca de um ano, foi lançado “O lugar onde vivo”, da poetisa Maria de Fátima do Nascimento da Silva. “Preservar a memória de um lugar é manter este lugar vivo e uma forma de fortalecer suas bases. Sem a sensibilidade do presidente Marcelo Queiroz, sem o apoio do Sistema Fecomércio RN, eu não estaria hoje publicando esta obra. Foi um trabalho incansável de todos os que fazem o Sistema Fecomércio RN, que teve toda a disponibilidade para publicar”, explicou Marileide Matias da Silva.

FOTO: MARLENE SOARES DE OLIVEIRA

HISTÓRIA


O presidente Marcelo Queiroz, destacou que o incentivo à cultura potiguar é um dos pilares do trabalho que vem sendo realizado pela entidade. “Este livro é um documento de suma importância para a história do nosso estado. Trata-se, a meu ver, de um dos textos documentais mais importantes da história da cidade de

Angicos, pela qual aliás, eu nutro um carinho muito especial”, afirmou Queiroz. Estiveram presentes no lançamento a diretora Regional do Sesc, Jeane Amaral; a secretária municipal de Educação, Francisca Maria Lopes; os vereadores de Angicos, Marcos Antônio de Macêdo, Edileuza Palhares Lopes e José Edil-

ESTA É A 12ª PUBLICAÇÃO DA EDITORA SESC RN, E A SEGUNDA NA CIDADE

son Maciel; o vereador de Fernando Pedroza, José Edson Faustino; o Arcebispo Emérito da Arquidiocese de Natal, Dom Matias Patrício de Macedo; o vigário Geral da Arquidiocese de Natal, Padre Paulo Henrique; e o pároco de Angicos, Padre Severino Silva Neto; além de familiares e amigos da autora.

41

LANÇAMENTO ACONTECEU NA CÂMARA MUNICIPAL DE ANGICOS

Sistema Fecomércio RN apoia lançamento de livro sobre Câmara Municipal de Caicó O Sistema Fecomércio RN, por meio do Sesc, também promoveu o lançamento de outra publicação que valoriza a cultura do Estado, o livro “História & Memória da Câmara Municipal de Caicó”. A exemplo de todas as outras edições, parte dos exemplares ficará disponível na rede de bibliotecas do Sesc.

MARCELO E GIZÉLIA QUEIROZ COM A AUTORA MARILEIDE MATIAS DA SILVA

O lançamento aconteceu no Sesc Seridó e contou com a presença de membros da diretoria do Sistema, membros da diretoria do Sindicato do Comércio Varejista da cidade, além de autoridades políticas e empresariais do município. Para o presidente da Câmara Municipal de Caicó, o vereador Nildson Medeiros Dantas. “Estamos devolvendo ao povo caicoense uma parte importantíssima de suas raízes. Não tenho dúvidas que esta obra é apenas o embrião de uma série de outras publicações que servirão de desdobramento para contarmos não apenas a história da Câmara, mas outros ângulos da história de Caicó e do Rio Grande do

Norte”, afirmou o presidente Marcelo Queiroz. O livro tem 207 páginas, e é resultado de um ano inteiro de trabalho minucioso, coletando dados, feito pelos professores e alunos do curso de história da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Campus Seridó. A obra foi organizada pelos historiadores Muirakytan Kennedy de Macêdo, Almir de Carvalho Bueno, Helder Alexandre Medeiros de Macedo e Juciene Batista Felix Andrade. É dividida em três partes, onde o leitor encontrará mais informações sobre a história, memórias da Câmara e os documentos fundadores de Caicó.


PESQUISAS

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

IPDC DA FECOMÉRCIO RN ABASTECE MERCADO COM DADOS ESTRATÉGICOS QUESTIONÁRIOS SÃO APLICADOS SISTEMATICAMENTE EM DATAS COMEMORATIVAS DA ECONOMIA 42


H

á cerca de 10 anos o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (IPDC/Fecomércio RN) vem realizando pesquisas que suprem os empresários dos setores do comércio de Bens, Serviços e Turismo. São dados que pretendem identificar os hábitos de consumo do público-alvo, bem como auxiliar os empresários na tomada de decisões de mercado, previsão de vendas, entre outros. São pesquisas sistemáticas, como por exemplo as de intenções de compras que antecedem as datas comemorativas, Natal, Páscoa, Dia das Mães, Dia dos Namorados, entre outras. Além de pesquisas eventuais, em que os questionários são aplicados por ocasião de congressos, feiras, etc, e ainda de eventos que fazem parte do calendário das cidades como o Natal em Natal; Carnaval Multicultural de Natal; Festa de Santa Luzia (Mossoró); Festa de Santa Rita de Cássia (Santa Cruz); Festa de Sant’Ana (Caicó). Confira nas próximas páginas as últimas pesquisas realizadas pelo IPDC da Fecomércio RN. A íntegra das pesquisas pode ser acessada no link www. fecomerciorn.com.br/ pesquisas.

43


“Natal em Natal 2016” teve mais turistas regionais e maior presença de potiguares de outras cidades

44

Mesmo diante das turbulências econômicas pelas quais o país inteiro passa – que fizeram cair os gastos diários dos participantes da festa no ano passado – o “Natal em Natal” se consolida como um poderoso instrumento de atração turística para a cidade. Levantamento realizado pelo IPDC da Fecomércio RN mostra que, em relação a 2015, o “Natal em Natal 2016” atraiu mais turistas, foi frequentado por mais famílias e teve um número maior de potiguares oriundos de outras cidades do estado. A pesquisa – que ouviu 701 pessoas entre os dias 20 e 30 de dezembro do ano passado – aponta que 78,3% dos frequentadores dos eventos e atividades da festa estavam com suas famílias, um percentual maior que o registrado em 2015 (62,5%). Além disso, entre os frequentadores, 20% eram turistas de outros estados, um aumento de 5,8 pontos percentuais em relação ao que foi registrado em 2015. Entre os visitantes de outros estados, houve uma maior participação daqueles oriundos de vizinhos como Ceará e Pernambuco, com a consequente redução na participação dos que vieram de estados mais distantes, como São Paulo e Rio de Janeiro.

Os cearenses foram 2,7% em 2016, contra 1,6% em 2015. Já os pernambucanos representaram 2,3% dos visitantes do “Natal em Natal 2016”em 2015, o percentual era de 1,3%. Os cariocas, que eram 1,3%, passaram a responder por 1%. Já os paulistas responderam por 1,7% do volume de turistas. A festa também registrou uma maior participação de potiguares de outras cidades. Entre os norte-riograndenses, 59,2% eram natalenses no ano passado (em 2015, eles eram 72,9%). Os visitantes de Parnamirim (que subiram de 6,8% para 8,7%), São Gonçalo do Amarante (de 0,7% para 2,4%) e Mossoró (de 0,6% para 1,4%) se fizeram mais presentes aos eventos. Outro dado que reforça o movimento de consolidação do Natal em Natal como atrativo turístico é que aumentou de 57,1% para 64,9% o percentual de participantes que afirmaram que não era a primeira vez que visitava a cidade e a festa. A Árvore de Natal de Mirassol reafirmou, no levantamento de 2016, sua condição de ícone maior do Natal em Natal. Ela foi visitada por 88,2% dos participantes da festa (contra 76% em 2015). O Festival Literário de Natal também aumentou consideravelmente sua participação entre as preferências do público, sendo citado em 2016 por 6,4% dos entrevistados (contra 2,6% em 2015). Outro ponto da pesquisa que reforça a importância

O “NATAL EM NATAL 2016” ATRAIU MAIS TURISTAS, FOI FREQUENTADO POR MAIS FAMÍLIAS E TEVE UM NÚMERO MAIOR DE POTIGUARES ORIUNDOS DE OUTRAS CIDADES DO ESTADO

da decoração natalina é o fato de que o percentual de participantes que cita “Espírito natalino/decoração da cidade” como maior motivador para ir à festa, subiu de 22,9% em 2015 para 44,9% no ano passado. GASTOS MENORES Como já era de se esperar – em virtude do momento de turbulências econômicas vivido pelo país – os gastos dos frequentadores do Natal em Natal caíram em 2016. A maior retração foi verificada no gasto individual diário dos frequentadores potiguares que despencaram 50,1%, passando de R$ 71,15 em 2015 para R$ 35,44 no ano passado. Já os gastos dos visitantes, embora também tenha caído, teve uma redução bem menor: de R$ 90,11 para R$ 82,26 por pessoa/por dia. Cada frequentador do Natal em Natal 2016 esteve nos eventos e atividades da festa por dois dias, mesma média registrada em 2015. Já com relação aos itens que levam em conta a avaliação do evento, o Natal em Natal 2016 recebeu dos frequentadores uma nota geral média muito próxima daquela obtida pela edição 2015 (8,54 no ano passado contra 8,7 em 2015). Os itens melhor avaliados foram o Espaço Físico (8,63), os Locais para Alimentação (8,5) e a Organização (8,47). Os que tiveram as menores notas foram a Segurança (6,9), os Transportes (7,05) e a Divulgação (7,55).


Turista que visitou Natal na alta estação veio do Sudeste e permaneceu, em média, 10 dias na cidade Pelo 5º ano consecutivo, o IPDC da Fecomércio RN traçou o perfil do turista que visitou Natal na alta estação. A maior parte dos turistas eram brasileiros (79,7%; contra 82,4% em 2016); vindos da região Sudeste (35,2% de São Paulo; 11,2% do Rio de Janeiro; e 5,9% vieram de Minas Gerais); viajaram com a família (72,8%); eram homens (51,5%); e permaneceram, em média, 10 dias na cidade. O percentual de turistas estrangeiros (20,3%), foi maior em relação ao ano passado (17,6%), sendo que 7,7% eram provenientes da Argentina. Em 2016, os turistas argentinos eram 6,7%. A Itália é o segundo país que mais envia turistas a Natal na alta estação, com 1,7% dos entrevistados, índice obtido tanto este ano quanto no ano passado. 52,6% das pessoas ouvidas na pesquisa visitavam o estado pela primeira vez. Já na pesquisa de 2016, 70,5% dos visitantes nunca tinham vindo ao RN. Com relação ao que atraiu o turista ao Rio Grande do Norte, as belezas naturais foram o item mais lembrado, com 66,8% das respostas ao questionário. O índice é um pouco menor do que o obtido em 2016, quando

esta foi a motivação para vir ao estado de 87,1% das pessoas que responderam à pesquisa. Visitar a família (6,8%), visitar os amigos (4,7%), e as promoções (1,7%) também serviram de incentivo para que as pessoas passassem uma temporada no estado. A respeito de quando tomaram a decisão de viajar para o RN, 20,7% decidiram seis meses antes da viagem; 20,6% decidiram 3 meses antes; 16,9% há 2 meses; e outros 11,2% estavam planejando a viagem há um ano. Ao contrário de 2016, quando 52,8% usaram os serviços de uma agência de viagens para organizar o passeio, este ano, 65,8% dos entrevistados informaram que não foi necessário contratar este serviço. O principal meio de transporte usado para chegar ao RN foi o avião (93,1%), e a companhia aérea mais utilizada foi a Gol (46,3%), seguida da Latam (25,7%). A maioria dos visitantes (53,5%) possuía renda de até R$ 6 mil mensais. De acordo com a pesquisa, cada turista gastou diariamente R$ 235,16, em média, valor 12,8% superior em relação a 2016, quando o gasto individual por dia foi de R$ 208,41. No detalhamento, o gasto médio individual

O GASTO MÉDIO INDIVIDUAL DO TURISTA POR DIA FOI DE R$ 93,29 COM HOSPEDAGEM (EM 2016 FOI DE R$ 90,98)

do turista por dia foi de R$ 93,29 com hospedagem (em 2016 foi de R$ 90,98); R$ 46 com alimentação (R$ 52,16 em 2016); R$ 19,42 com transporte (R$ 15,76 no ano passado); R$ 43,52 com diversão (em 2016 foi de R$ 25,07); e R$ 32,93 com compras (R$ 24,44 em 2016). Praias, restaurantes e bares, centros de artesanatos e shoppings foram os atrativos mais visitados. Entre os restaurantes, por exemplo, o Camarões foi o mais lembrado pelos participantes da pesquisa, com 40,7% das respostas. Além disso, 50,2% deles visitam outras cidades, além de Natal, como é o exemplo de Tibau do Sul, São Miguel do Gostoso e Galinhos. No geral, a avaliação do destino turístico Natal foi boa, e 87,6% dos participantes da pesquisa pretendiam voltar ao RN. 96,1% deles avaliaram o estado como excelente ou bom; e 97,4% indicariam o RN como destino turístico. A coleta de dados foi realizada entre os dias 03 e 12 de janeiro, quando foram ouvidas 651 pessoas, nos principais locais de acesso do público à cidade, como o Aeroporto Internacional de São Gonçalo do Amarante e o Terminal Rodoviário, além de pontos de fluxo turístico como hotéis, pousadas, feiras de artesanatos e atrativos turísticos.

45


Mais de 370 mil potiguares e 82 mil turistas movimentaram R$ 40,3 milhões no Carnaval de Natal 2017 dizem Fecomércio RN e Prefeitura

46

O presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, e o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, concederam entrevista coletiva no mês de março, no Palácio Felipe Camarão, quando apresentaram os resultados da pesquisa que traçou o perfil dos foliões que frequentaram o Carnaval Multicultural de Natal em 2017, como também detalhou os gastos realizados pelos participantes durante a festa. Ao todo foram realizadas 601 entrevistas, no período de 23 a 28 de fevereiro, em todos os polos do evento. Com um público total estimado em quase 453 mil pessoas (informado pela Prefeitura de Natal), o IPDC estimou uma movimentação financeira de pouco mais de R$ 40,3 milhões (alta de 3,32% em relação a 2016). Com público estimado de 392 mil pessoas em 2016, e 325 mil pessoas em 2015, a mesma pesquisa apontou movimentação financeira de pouco mais de R$ 39 milhões em 2016; e de mais de R$ 54 milhões em 2015. Com relação ao gasto médio diário dos participantes, o natalense gastou nos dias de festa, R$ 61,52; já o turista

desembolsou R$ 213,20. Em 2016, os valores médios diários gastos pelos natalenses e turistas foram R$ 60,23 e R$ 285,26; e em 2015, R$ 82,12 e R$ 295,67 (natalenses e turistas, respectivamente). “Pelo terceiro ano consecutivo nós fomos às ruas com o intuito de traduzir em números a percepção que todos nós já temos desde que o prefeito Carlos Eduardo e sua competente equipe decidiram apostar na revitalização desta importante festa popular: a de que muito mais do que o resgate da autoestima do natalense, a retomada do carnaval em nossa cidade tem impactos diretos e consideráveis na nossa economia. Os números da pesquisa mostram, claro, que a crise econômica pela qual passa o país teve reflexos nos valores movimentados. Mas também ratificam a consolidação do evento”, afirmou o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. De acordo com a pesquisa, o público do Carnaval 2017 foi composto em sua maioria por homens (58,2%); da faixa etária entre 25 e 34 anos (29,1%); 81,8% de nativos. Em 2016, 55,9% eram homens; 34,2% estavam inseridos na faixa etária entre 25 e 34 anos; e 84,8% eram nativos. Um dado que chamou a atenção, foi o crescimento de pouco mais de 5 pontos percentuais, em 2017 com relação a 2016, de pessoas inseridas na faixa etária entre 45 e 59 anos – 20,4% em 2016 para 25,3% em 2017. Entre os visitantes, o estado que mais enviou turistas

COM UM PÚBLICO TOTAL ESTIMADO EM QUASE 453 MIL PESSOAS (INFORMADO PELA PREFEITURA DE NATAL), O IPDC CALCULOU UMA MOVIMENTAÇÃO FINANCEIRA DE POUCO MAIS DE R$ 40,3 MILHÕES

para o Carnaval de Natal foi Pernambuco, com uma estimativa de 5,7% de participantes em 2017 (em 2016, os pernambucanos eram 2%), número que quase triplicou. Entre os motivos pelos quais as pessoas entrevistadas resolveram passar o Carnaval em Natal, 24,2% responderam que as atrações musicais eram o principal interesse. Em 2016, as atrações musicais foram o motivo alegado para que 40% do público ficasse na cidade. O destaque para este item ficou por conta do crescimento de quase quatro vezes no número de pessoas que alegaram ficar em Natal para poder economizar – 4,4% em 2016 para 15,3% em 2017. Com relação à avaliação que as pessoas fizeram do evento, a nota média de 2017 manteve-se praticamente estável com relação ao ano passado, passando de 8,5 para 8,6. Quando perguntados se recomendariam o evento a outras pessoas, 95,3% disseram que sim (contra 94,6% em 2016); e 73,4% pretendem voltar em 2018 (contra 74,6% da pesquisa passada). “Os dados da pesquisa da Fecomércio revelam que estamos no caminho certo. Podemos dizer que conseguimos trazer de volta o carnaval de Natal, que a festa está consolidada. Foram 320 shows, 835 bandas de frevo, 1.155 músicos, sendo 95% de artistas potiguares. E para 2018 vamos planejar a festa desde as prévias até a Quarta-feira de Cinzas”, comemorou o prefeito Carlos Eduardo Alves.


Natalenses gastaram R$ 82 e mossoroenses R$ 78 com compras para a Páscoa, segundo pesquisa Embora o número de consumidores de Natal e Mossoró que pretendia ir às compras no período que antecedeu à Páscoa este ano tenha diminuído, o valor médio das compras aumentou em relação ao mesmo período de 2016. Os dados foram revelados pela Pesquisa de Intenções de Compras para a Páscoa 2017, realizadas nas duas cidades pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (IPDC/ Fecomércio RN). Em Natal, 53,8% das pessoas entrevistadas pretendiam presentear alguém na Páscoa. A mesma pesquisa realizada em 2016 revelou que 66,9% das pessoas pretendiam presentear, uma queda de 13.1 pontos percentuais. Entre os 46,2% que não pretendiam presentear, os motivos mais mencionados foram as “dificuldades financeiras” (51,5%) e o fato de “não seguir a tradição de presentear na data” (30,2%). Já o gasto médio foi de R$ 82,15, valor 4,3% maior do que o levantado pela mesma pesquisa em 2016, quando os consumidores pretendiam gastar R$ 78,80. 82,1% das pessoas pretendiam comprar itens de até R$ 100, e 74,9% dos com-

pradores disseram que iriam realizar pesquisa de preço antes de adquirirem os produtos. O levantamento também apontou que os ovos de chocolate seriam as mercadorias mais procuradas pelos consumidores durante a Páscoa (72,9%); seguidos das caixas de bombons (21,1%); barras de chocolates (6,3%); cestas de chocolate (3,9%); e chocolates caseiros (3%). Os maiores beneficiados com presentes foram os filhos (38,1%); companheiros (as) (28,7%); pais (21%); sobrinhos (as) (16,5%); irmãos (7,1%); afilhados (5,7%); netos (5,1%) e amigos (4,8%). A principal forma de pagamento do público que respondeu à pesquisa foi à vista/dinheiro (73%). A segunda opção mais lembrada foi o cartão de crédito parcelado (11%); depois cartão de crédito rotativo (9%); e à vista/cartão de débito (6,5%). Na pesquisa do ano passado, a preferência pelo pagamento à vista em dinheiro era de 74,8%; no cartão de crédito parcelado era de 12,9%; no cartão de crédito rotativo de 5,9%; e à vista/cartão de débito, 5,2%. No que se referia ao local de compras, as lojas de shoppings (47%) e o comércio de rua (45,6%) foram os mais procurados, sendo os principais motivadores as ofertas e promoções (52,9%). Um dado novo que a pesquisa realizada em Natal de 2017 apresentou, foi a opção de compra pela internet, com 1,5% das respostas. Na

O GASTO MÉDIO DO NATALENSE PARA A PÁSCOA DESSE ANO, APONTADO PELA PESQUISA, FOI DE R$ 82,15, VALOR 4,3% MAIOR DO QUE DO ANO PASSADO

pesquisa de 2016, esta opção não foi mencionada por nenhum dos participantes. E mais uma vez a população deixou para adquirir os produtos de última hora. 68,1% dos entrevistados preferiu fazer suas compras na semana que antecedeu a data. A maioria dos consumidores natalenses entrevistados pretendia comemorar a Páscoa em casa (72,2%; contra 71,5% em 2016); na casa de parentes (21,9%; contra 21,5% em 2016); ou na casa de amigos (2,7%; contra 1,4% em 2016). E os pratos principais desta comemoração foram os peixes e crustáceos (76,2%), com um gasto médio estimado de R$ 62,53 na compra destes itens. A pesquisa verificou ainda que 25,6% dos entrevistados iriam viajar no feriado, sendo 81,8% para cidades dentro do Rio Grande do Norte. VENDAS EM MOSSORÓ Em Mossoró, 49,2% dos consumidores tinham a intenção de comprar artigos na Páscoa deste ano. O número teve uma queda de 16,5 pontos percentuais em relação à mesma pesquisa de 2016, quando o índice atingiu 65,7%. Motivos como desemprego, orçamento apertado e incertezas de mercado iam fazer o mossoroense ficar cauteloso nas compras para o feriadão da Semana Santa. Mesmo com a intenção de gastar, os moradores pretendiam realizar pesquisa de preço (74,1%). O que atraiu os consumidores foram as ofertas e promoções (50,2%); marca (39,1%); e brindes

47


(9,4%). O valor médio gasto pelo mossoroense nesta Páscoa foi de R$ 78,63, com pagamentos à vista. O produto mais procurado foi o chocolate, com 93,1% da preferência. As opções para a compra eram os tradicionais ovos de chocolate, com 88,5% das respostas; caixas de chocolate, com 9,3%; cestas de chocolates, com 4%; e barras e chocolates, com 1,3% dos planos de compra. Além de chocolates, os consumidores pensavam em comprar roupas (5,2%) e brinquedos (3%); para presentear os filhos (50%); os companheiros (26,5%); os sobrinhos (17,1%); e os pais (10,3%). As compras de 78,5% 48

dos entrevistados seriam feitas na semana da Páscoa, porém, houve um aumento de 2,8 pontos percentuais nas compras realizadas com 15 dias de antecedência (18,5% em 2017 contra 15,7% em 2016). Outro segmento procurado durante a Páscoa foi o de pescado e 77,4% dos mossoroenses consumiram peixe, gastando em média R$ 58,33. Além disso, movimentando a cadeia turística, 24,6% dos conterrâneos de Santa Luzia disseram que iriam viajar, sendo 84,3% pelo Rio Grande do Norte (tanto litoral como outras cidades do interior), e 15,7% para outros estados. “Foram dados que refle-

“FORAM DADOS QUE REFLETIRAM, TANTO EM NATAL QUANTO EM MOSSORÓ, O MOMENTO DE DIFICULDADES DA ECONOMIA” MARCELO QUEIROZ, PRESIDENTE DA FECOMÉRCIO RN

tiram, tanto em Natal quanto em Mossoró, o momento de dificuldades da economia. Tivemos um contingente muito grande de consumidores que sequer iria viajar ou sair para um restaurante durante o período de Semana Santa e Páscoa e menos gente comprando produtos específicos para o período” afirmou o presidente da Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. Em Natal, o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN ouviu 652 pessoas, entre os dias 09 e 13 de março de 2017. Já em Mossoró, a pesquisa foi realizada com 500 pessoas, entre os dias 15 e 17 de março.


Mais de 70% dos natalenses e mossoroenses foram às compras no Dia das Mães em 2017 Considerada a segunda melhor data comemorativa para o comércio, o Dia das Mães de 2017 foi comemorado no dia 14 de maio. Para ajudar os comerciantes a entenderem a intenção de compras e o perfil destes consumidores, o IPDC da Fecomércio RN fez uma pesquisa nas cidades de Natal e Mossoró. Dos mais de 620 entrevistados, divididos nas regiões administrativas de Natal, 74,7% garantiram que iriam presentear no Dia das Mães. O número ficou praticamente estável em comparação com o ano passado, quando 74,9% das pessoas tinham intenções de compra. Os outros 25,3% informaram que não iriam comprar presentes por: falta de dinheiro (35%); não tem quem presentear (26,1%); estavam desempregados (17,2%); e pela necessidade de economizar (10,8%). A maioria dos consumidores pretendia comprar apenas um presente (64,5%), de segmentos variados, como perfumes e cosméticos (28,2%); itens de vestuário (27,4%); eletrodomésticos (13,8%); calçados/ bolsas (13,1%); e eletrônicos e celular (5,2%). O valor médio que os entrevistados em Natal pretendiam gastar

com o presente passou de R$ 114,22 (2016) para R$ 115,68 (2017), um aumento de 1,3%. Os consumidores realizaram suas compras nos shoppings centers (45,6%) e nas lojas do comércio de rua (40,9%); com pagamento em dinheiro (53,2%). De acordo com a pesquisa, apenas 38,2% realizariam algum tipo de atividade ou programação especial com a pessoa presenteada. Destas, somente 12,5% pretendiam ir as restaurantes, por exemplo. A maioria dos consumidores (60,4%) não pretendia fazer nenhuma programação especial com a pessoa presenteada. CAPITAL DO OESTE A exemplo dos natalenses, os mossoroenses pretendiam gastar um pouco mais com os presentes do Dia das Mães desse ano. De acordo com o relatório do IPDC/ Fecomércio RN, o preço médio que os consumidores estavam dispostos a pagar na compra do presente era de R$106,02, 3,2% a mais do que os R$102,70 registrados em 2016. Mesmo com o aumento no gasto com presentes, o percentual de consumidores mossoroenses que almejavam presentear alguém no período do Dia das Mães 2017 caiu em relação ao ano passado, passan-

MESMO COM O AUMENTO NO GASTO COM PRESENTES, O PERCENTUAL DE CONSUMIDORES MOSSOROENSES QUE ALMEJAVAM PRESENTEAR ALGUÉM NO PERÍODO DO DIA DAS MÃES 2017 CAIU EM RELAÇÃO AO ANO PASSADO, PASSANDO DE 72,9% PARA 71,8%. OS MOTIVOS DA QUEDA FORAM OS MESMOS REGISTRADOS EM NATAL, COMO FALTA DE DINHEIRO (46,5%); NÃO TEM QUEM PRESENTEAR (25,6%); PARA POUPAR (7,8%); PORQUE NÃO COMEMORA A DATA (6,2%); OU DESEMPREGO (5,4%).

do de 72,9% para 71,8%. Os motivos da queda foram os mesmos registrados em Natal, como falta de dinheiro (46,5%); não tem quem presentear (25,6%); para poupar (7,8%); porque não comemora a data (6,2%); ou desemprego (5,4%). Os mossoroenses, em sua maioria, iriam comprar apenas um presente (66,3%), em itens de vestuário (28,1%); perfumes/cosméticos (28,1%); eletrodomésticos (13,1%); calçados/ bolsas (10,4%); eletrônicos/ celular (5,3%); artigos de decoração (5,3%); relógios/ joias (2,9%); e flores (2,7%). O que garantiu a compra seja em lojas do comércio de rua (65,9%), ou em shoppings centers (23,9%) da cidade, foram as promoções (47,4%); o bom atendimento (29,4%); os descontos (22,2%); a facilidade de pagamento (5,2%); o sorteio de prêmios (3%); as vitrines bem montadas (2,2%); e os brindes temáticos (1,8%). Para viabilizar as compras, os principais meios de pagamento que os consumidores pretendiam utilizar eram à vista, em dinheiro (57,3%) e cartão de crédito parcelado (34,9%). Com relação à realização de uma programação especial com as mães, 26,4% dos consumidores mossoroenses entrevistados pretendiam fazer algum passeio, como almoçar ou jantar em restaurantes (14%); ou almoçar ou jantar na casa de familiares (8,1%).

49


PARCERIA

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

50

SENAC PROMOVE FORMAÇÃO DE CONSULTORES COM ESPECIALISTA ALEMÃO A INICIATIVA INTEGRA COOPERAÇÃO ENTRE O SISTEMA FECOMÉRCIO RN E O ESTADO ALEMÃO DA RENÂNIA-PALATINADO


D

ando continuidade às ações da Cooperação Internacional com a Alemanha, o Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, realizou treinamento “Formação de Consultores Empresariais”, realizado em dois módulos, nos meses de fevereiro e março. Um total de 23 colaboradores de diversas áreas da Instituição participaram da capacitação, ministrada pelo diretor do Instituto para o Desenvolvimento das Organizações (IDO Brasil), Andreas Dohle. Profissional com mais de 15 anos de experiência em consultoria, ele já atuou em cerca de 20 países da Europa, África, Ásia, América Central e América do Sul. “Acredito que este aperfeiçoamento vai contribuir de forma relevante para melhorar o portfólio de serviços do Senac Rio Grande do Norte,

entidade que sempre provou ser um grande parceiro nosso da cooperação internacional”, afirmou Andreas. O diretor regional do Senac RN, Fernando Virgilio, destacou que essa ação objetivou “qualificar, ainda mais, nosso corpo técnico, permitindo o desenvolvimento de novos projetos e parcerias”. Durante as 80h de aula, os participantes conheceram metodologias atualizadas, utilizadas em projetos de consultoria, além das principais técnicas e habilidades necessárias à realização do papel do consultor. Para colocar os conhecimentos adquiridos em prática, foram formados quatro grupos que tiveram que escolher uma empresa e realizar visitas, estudos e apresentar um relatório. De acordo com a instrutora Eliane Macedo, “o curso trouxe novas técnicas

PARA COLOCAR OS CONHECIMENTOS ADQUIRIDOS EM PRÁTICA, FORAM FORMADOS QUATRO GRUPOS QUE TIVERAM QUE ESCOLHER UMA EMPRESA E REALIZAR VISITAS, ESTUDOS E APRESENTAR UM RELATÓRIO

de consultoria empresarial e que podem ser aplicadas em diversas áreas. Poderemos, assim, aprimorar este trabalho no Senac e conquistar uma parcela cada vez maior deste mercado”. A iniciativa integra parceria entre o Sistema Fecomércio RN e o estado alemão da Renânia-Palatinado, com o objetivo de desenvolver o turismo local. Em 2016, o projeto contemplou financiamento internacional para três capacitações voltadas aos profissionais do Senac com especialistas de referência nas áreas de Panificação Artesanal, Sommelier de Vinhos e Gestão Hoteleira e de Restaurantes. Os conhecimentos objetivos nesses treinamentos estão propiciando a modernização do portfólio da entidade, com o lançamento de novos cursos na programação de 2017.

51


BENEFÍCIO

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

COLABORADORES DO SENAC BENEFICIADOS PELO PROJETO DE INCENTIVO À GRADUAÇÃO RECEBEM DIPLOMAS IMPLANTADO EM 2012, 113 COLABORADORES JÁ FORAM BENEFICIADOS E INVESTIMENTOS CHEGAM A CERCA DE R$ 600 MIL

O 52

Senac RN realizou, no dia 14 de março, cerimônia para celebração da formatura de mais oito colaboradores beneficiados pelo Projeto de Incentivo à Graduação, no Salão de Eventos da Fecomércio. Na ocasião, o diretor Regional, Fernando Virgilio, destacou o impacto da iniciativa na vida dos colaboradores e sua importância para o Sistema Fecomércio. “O conhecimento transforma nossas perspectivas e nos abrem novas oportunidades. Por isso, esse projeto é tão importante para a instituição. Desde sua implantação, o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, considera essa ação uma das prioridades da nossa entidade voltada à Gestão de Pessoas, dando todo o apoio para a expansão e continuidade do projeto”, afirmou. Para o motorista Leandro Silva, a formatura no curso de Ciências Contábeis foi a realização de um sonho. “Sou a primeira pessoa da minha família a ter uma

CRIADO EM 2012, O PROJETO DE INCENTIVO À GRADUAÇÃO INTEGRA O PROGRAMA DE EDUCAÇÃO CORPORATIVA DO SENAC, E TEM O OBJETIVO DE PROMOVER O DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DAS PESSOAS

graduação e isso é um grande motivo de orgulho. Sou muito grato ao Senac por esta oportunidade. Eu sempre falo aos meus amigos que trabalho em uma instituição diferenciada. Sempre que abre processo seletivo indico para todos eles”, destacou. A instrutora da área de Moda do CEP Zona Norte, Elizama Almeida, foi outra beneficiada. Aos 62 anos, ela conseguiu atingir a meta de concluir o curso superior na área de Recursos Humanos. “Meu filho me chama de ‘minha guerreira’. Não foi fácil conciliar o trabalho aos estudos. Muitas vezes eu pensei em desistir, mas sempre contei com o apoio da minha família e da minha gestora para continuar”, disse.

Criado em 2012, a partir dos dados coletados na Pesquisa de Clima Organizacional, o Projeto de Incentivo à Graduação integra o Programa de Educação Corporativa do Senac que tem o objetivo de promover o desenvolvimento profissional das pessoas que ainda não possuem graduação e alinhamento dos perfis profissionais com as necessidades de suas funções. A ação possibilita que o colaborador pague, no máximo, 15% do valor da graduação, sendo o restante custeado pelo Sistema Fecomércio RN. Ao todo, 113 colaboradores do Senac RN já foram beneficiados e os investimentos da instituição no projeto chegam a cerca de R$ 600 mil.


O SISTEMA EM REVISTA / MAIO DE 2017

RECORDE

CRESCE PROCURA POR CURSOS DE IDIOMAS DO SENAC RN HOUVE INCREMENTO DE MAIS DE 700 MATRÍCULAS PARA O PRIMEIRO SEMESTRE DE 2017 SE COMPARADO AO SEMESTRE PASSADO

O

Senac realizou cerca de 4.250 matrículas nos cursos de idiomas no Rio Grande do Norte, para o primeiro semestre de 2017, atingindo recorde no segmento. Esse número representa crescimento de mais de 700 matrículas, se comparado ao semestre passado. A instituição oferece mais de 60 níveis de ensino em Idiomas, distribuídos em cursos de Inglês, Francês, Espanhol, Italiano, Alemão e Libras. Atualmente, o Senac oferece turmas nos municípios de Natal, Mossoró e Assú. O diretor Regional do Senac, Fernando Virgilio, explica que, há mais de 15 anos, a entidade oferta cursos de idiomas no Rio Grande do Norte. “Somos reconhecidamente referência na área, contando com carga horária diferenciada e ins-

trutores certificados internacionalmente. O Senac dispõe de cursos em diversos níveis, desde o básico ao avançado, para diferentes perfis, a partir de crianças com dez anos de idade”, destacou. Fernando Virgilio acrescenta que um dos motivos para o crescimento é exatamente o fato da instituição oferecer opções de cursos para múltiplos perfis. “Nossos programas são variados, com opções de aulas de todos os dias a uma vez por semana. Aliado a isso, o alto nível de qualificação dos instrutores, infraestrutura e utilização de equipamentos que facilitam a aprendizagem são alguns dos diferenciais que ajudam os alunos a decidirem pelo Senac”, disse. Os instrutores do Senac possuem certificações internacionais para o ensino dos idiomas, são na-

OS INSTRUTORES DO SENAC POSSUEM CERTIFICAÇÕES INTERNACIONAIS PARA O ENSINO DOS IDIOMAS, SÃO NATIVOS OU POSSUEM VIVENCIA NA LÍNGUA ENSINADA, ALÉM DE CAPACITAÇÃO PEDAGÓGICA PARA LECIONAR

tivos ou possuem vivência na língua ensinada, além de capacitação pedagógica para lecionar. O curso de inglês do Senac tem a Certificação TEFL, selo de excelência no ensino de língua inglesa. TEFL, em inglês, quer dizer “Teaching English as a Foreign Language” ou “Ensinando Inglês como Língua Estrangeira”. Dessa forma, o processo de certificação trata de todas as técnicas e normas para o ensino de Inglês para alunos cuja língua materna não é esta. A certificação TEFL é, portanto, a garantia de que o professor está habilitado e orientado sobre a maneira mais correta e eficaz de promover o aprendizado. Outras informações sobre os cursos do Senac podem ser obtidas pelo telefone 4005-1000 ou no site www. rn.senac.br.

53


BRASIL EM FOCO

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

EM EVENTO DA FECOMÉRCIO RN, PAZZIANOTTO E ROGÉRIO MARINHO DEFENDEM LEGISLAÇÃO TRABALHISTA MENOS ENGESSADA MUDANÇAS NA LEGISLAÇÃO, QUE É DE 1943, ESTÃO EM TRAMITAÇÃO NO CONGRESSO NACIONAL E TÊM COMO FOCO RELACIONAMENTO MAIS FLEXÍVEL ENTRE AS PARTES

54

“A

modernização da legislação trabalhista é essencial para o Brasil poder competir com economias que possuem normas mais flexíveis, ou que até mesmo não possuem normas. O mais prejudicado pela legislação atual é o empresário. E o empresário não pode ser visto como um vilão, já que gerar emprego além de ser uma grande responsabilidade no desenvolvimento de um país, é muito caro”. Esta foi uma das declarações dadas pelo ex-ministro do Trabalho, Almir Pazzianotto, durante o Brasil em Foco especial, projeto da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN que tratou sobre a reforma proposta pelo Governo Federal. A última edição do projeto aconteceu em março, no Hotel Holliday Inn, em Natal e foi realizada em parceria com a Confederação

Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Contou também com a presença, como palestrante, do relator da reforma trabalhista na Câmara dos Deputados, Rogério Marinho (PSDB). Ultimamente, este é um dos assuntos mais comentados em todo o país, já que pouco dias antes de encerrar 2016, o Governo Federal apresentou projeto que prevê mudanças para a legislação trabalhista do país, datada de 1940. Na visão do Executivo Federal, a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) precisa ser atualizada por não conseguir atender todos os setores da economia, como também, por ter brechas que geram interpretações divergentes e estimulam disputas judiciais. Para se ter uma ideia, só no ano passado, as ações trabalhistas movimentaram cerca de R$ 145 bilhões em

A ÚLTIMA EDIÇÃO DO PROJETO BRASIL EM FOCO ACONTECEU EM MARÇO, NO HOTEL HOLLIDAY INN, EM NATAL

indenizações pagas pelos empresários aos trabalhadores. São quatro milhões de novas ações trabalhistas por ano. “Em muitos casos são trabalhadores que foram demitidos sem justa causa, que receberam todos os seus direitos, tiveram suas rescisões homologadas, mas que mesmo assim entram com uma ação judicial. Isso gera uma insegurança jurídica muito grande ao investidor. Precisamos que o acordado prevaleça sobre o legislado. Que o recibo de quitação que o trabalhador tem em mãos após a rescisão, tenha validade”, afirmou Pazzianotto. E ele vai além: “o ideal seria que a Consolidação das Leis do Trabalho fosse revogada. Ela nunca passou por uma mudança significativa. Desde sua criação, tivemos três fenômenos importantes, que foram a politização, globalização e o avanço da tecnologia da informação, que


55

DIRETORES DO SISTEMA FECOMÉRCIO RN, EMPRESÁRIOS, CONTADORES E DIVERSAS CATEGORIAS PARTICIPARAM DO BRASIL EM FOCO - REFORMA TRABALHISTA

mudaram completamente a mentalidades das pessoas de uma forma geral, e que a lei não acompanhou”. Para o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, “somente com a reforma trabalhista poderemos ter o suporte necessário para a garantia da abertura e da manutenção de vagas de trabalho. Tenho certeza de que há hoje uma consciência muito consolidada de um conceito óbvio: sem trabalho, não há direitos trabalhistas. Para que um cidadão passe a ser um trabalhador, no conceito da palavra que estamos abordando, é preciso que uma

empresa tenha condições de contratá-lo e, sobretudo, de garantir o cumprimento de seus direitos”. Entre as mudanças propostas estão a flexibilização da jornada de trabalho, que passará a ser negociável entre patrões e empregados, desde que o limite máximo de 220 horas mensais e 12 horas diárias seja respeitado. Na reforma, há a possibilidade de divisão das férias em até três períodos, com pagamento proporcional aos respectivos períodos. Os contratos temporários deverão passar dos atuais 90 dias para 120, prorrogáveis por igual período.

SÓ NO ANO PASSADO, AS AÇÕES TRABALHISTAS MOVIMENTARAM CERCA DE R$ 145 BILHÕES EM INDENIZAÇÕES PAGAS PELOS EMPRESÁRIOS

Também pode ser negociável o intervalo entre jornadas (limite mínimo de 30 minutos); extensão de acordo coletivo após a expiração; entrada no Programa de Seguro-Emprego; plano de cargos e salários; banco de horas, garantido o acréscimo de 50% na hora extra; remuneração por produtividade; trabalho remoto; e registro de ponto. “Ou melhoramos a situação da recepção do emprego no país, ou não vamos sair da crise. Com a reforma, vamos conseguir promover mais segurança jurídica para o investidor, para o empreendedor, que é quem gera


empregos no país. E só vamos conseguir isso fazendo esta reforma, estabelecendo parâmetros para que a justiça não tenha várias interpretações”, explicou o deputado federal Rogério Marinho. No projeto proposto pelo Governo Federal, não podem ser negociados o FGTS; 13º salário; seguro-desemprego e salário-família (benefícios previdenciários); remuneração da hora de 50% acima da hora normal; licen-

ça-maternidade de 120 dias; aviso prévio proporcional ao tempo de serviço, sendo no mínimo de 30 dias e normas relativas à segurança e saúde do trabalhador. “Também é preciso regulamentar as novas formas de trabalho, como o trabalho remoto e novos serviços como o Uber, por exemplo. Da forma que está, há uma enorme informalidade, e isso é muito prejudicial. A necessidade de uma jornada

de trabalho de oito horas, estabelecida em 1943, é muito diferente das necessidades de hoje”, explicou o deputado federal Rogério Marinho. Participaram ainda do Brasil em Foco, membros da Diretoria do Sistema Fecomércio RN; presidentes de Sindicatos filiados à Fecomércio RN; o presidente Fecomércio Sergipe, 3º vice-presidente da CNC e deputado federal, Laércio Oliveira; o chefe da Asses-

ENTRE AS MUDANÇAS PROPOSTAS ESTÃO A FLEXIBILIZAÇÃO DA JORNADA DE TRABALHO, QUE PASSARÁ A SER NEGOCIÁVEL ENTRE PATRÕES E EMPREGADOS

56

PRESIDENTE MARCELO QUEIROZ DISCURSA NO BRASIL EM FOCO

DEPUTADO FEDERAL ROGÉRIO MARINHO; PRESIDENTE MARCELO QUEIROZ; EX-MINISTRO ALMIR PAZZIANOTTO; E PRESIDENTE DA FECOMÉRCIO SE E DEPUTADO FEDERAL, LAÉRCIO OLIVEIRA; DEBATEM A REFORMA TRABALHISTA

EX-MINISTRO ALMIR PAZZIANOTTO FAZ SUA EXPLANAÇÃO SOBRE A REFORMA TRABALHISTA

BRASIL EM FOCO REUNIU CERCA DE 350 PESSOAS NO HOLIDAY INN, EM NATAL


O POTIGUAR ROGÉRIO MARINHO É O RELATOR DO PROJETO NA CÂMARA FEDERAL

O PROJETO BRASIL EM FOCO É PROMOVIDO, HÁ MAIS DE DEZ ANOS, PELO SISTEMA FECOMÉRCIO RN

soria Legislativa da CNC, Roberto Velloso; o prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves; o presidente da Câmara Municipal de Natal, Raniere Barbosa; o secretário de Desenvolvimento Econômico do RN, Flávio Azevedo, representando o governador Robinson Faria; o desembargador do Trabalho, Bento Herculano, representando a presidente do TRT, desembargadora Maria Auxiliadora Rodri-

gues; presidentes de entidades parceiras da Fecomércio RN, como Faern, Fiern, Sebrae, FCDL, Fetronor, CDL Natal, Associação Comercial; além de empresários. BRASIL EM FOCO O Projeto Brasil em Foco é promovido, há mais de dez anos, pelo Sistema Fecomércio RN, e periodicamente, reúne especialistas de renome nacional para abordar temas de relevância.

Já passaram pelo Brasil em Foco nomes como o então vice-presidente da República, José de Alencar; o ex-ministro da Fazenda e atual consultor, Mailson da Nóbrega; o à época candidato à Presidência da República, José Serra; o jornalista econômico Carlos Alberto Sardemberg; o economista e ex-diretor do Banco Central, Carlos Thadeu de Freitas; o ex-ministro da Fazenda, Gustavo Krause, entre outros.

57


PARCERIA

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

FECOMÉRCIO RENOVA CONVÊNIO COM O GOVERNO DO ESTADO PARA O RN VIDA INSTITUIÇÃO CONTINUARÁ OFERECENDO ATIVIDADES CULTURAIS E ESPORTIVAS AOS JOVENS ATENDIDOS PELO PROJETO AO LONGO DE 2017 COM UM INVESTIMENTO DE CERCA DE R$ 200 MIL

P 58

elo 5º ano, o Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio (Sesc RN), renovou o convênio pela manutenção do projeto RN Vida com o Governo do Estado. Em uma solenidade no início de abril, o presidente do Sistema Fecomércio RN, Mar-

celo Fernandes de Queiroz, e o governador do Estado, Robinson Faria, assinaram o termo que garante a continuação das atividades desenvolvidas para as crianças e adolescentes atendidos pela rede estadual de ensino. As atividades do RN Vida acontecem no Centro

POR INTERMÉDIO DO SESC, O SISTEMA FECOMÉRCIO CONTINUARÁ OFERECENDO AOS PARTICIPANTES – QUE TÊM IDADE ENTRE 7 E 16 ANOS

Integrado de Esporte e Cultura RN Vida (antigo CAIC de Lagoa Nova), e agora também contam com o apoio da Prefeitura de Natal para dar continuidade e ampliação ao programa, cedendo professores que contribuirão com as atividades oferecidas a crianças e adolescentes em situação


O SISTEMA FECOMERCIO JÁ INVESTIU CERCA DE R$ 500 MIL NO RN VIDA

PRESIDENTE MARCELO QUEIROZ E O GOVERNADOR ROBINSON FARIA ENTREGAM UMA CAMISA DO RN VIDA A UM ALUNO QUE SE DESTACOU NAS AULAS DE MÚSICA. TAMBÉM NA FOTO, A COORDENADORA DO PROJETO, MARIA TOMAZ

de vulnerabilidade social. Por intermédio do Sesc, o Sistema Fecomércio continuará oferecendo aos participantes – que têm idade entre 7 e 16 anos – atividades de arte, cultura, lazer e esportes. A instituição oferece aulas de iniciação musical aos jovens tanto no período da manhã quanto da tarde, disponibilizando instrutores e os instrumentos musicais. Também

oferta aulas de natação e o fardamento aos beneficiados. Desde 2013, quando começou a parceria, o Sistema Fecomercio já investiu cerca de R$ 500 mil no RN Vida. Somente este ano serão quase R$ 200 mil. A renovação garante o suporte ao projeto até 31 de dezembro de 2017. Para o presidente Marcelo Queiroz, “o trabalho desenvolvido pelo projeto RN Vida

tem como foco manter os jovens no caminho do bem, da retidão e da cidadania”. “Gostaria também de agradecer e parabenizar toda a equipe responsável pelo lindo trabalho desempenhado em prol de jovens e crianças que precisam tanto de oportunidades como esta”, destacou. Participaram da solenidade ainda a coordenadora do projeto RN Vida, professora Maria Tomaz; a secretária do Gabinete Civil, Tatiana Mendes Cunha; a secretária Municipal de Educação, Justina Iva; a secretária de Educação do RN, Cláudia Santa Rosa; o secretário de Articulações Institucionais, Getúlio Ribeiro; e a diretora Regional do Sesc, Jeane Amaral.

59


INCENTIVO

60

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

PRESIDENTE MARCELO QUEIROZ PARTICIPA DE ABERTURA DO 8º FÓRUM DE TURISMO DO RN EVENTO ACONTECEU NO CENTRO DE CONVENÇÕES, NOS DIAS 7 E 8 DE ABRIL, SIMULTANEAMENTE À 3ª FEIRA DE MUNICÍPIOS E PRODUTOS TURÍSTICOS DO RN, PROMOVENDO DEBATES PARA PROMOVER A ATIVIDADE

O

presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, participou da solenidade de abertura do 8º Fórum de Turismo do RN e da 3ª Feira de Municípios e Produtos Turísticos do RN (Femptur), eventos simultâneos que aconteceram no início de abril, no Centro de Convenções de Natal, e que tiveram entre os objetivos o incentivo ao intercâmbio entre academia, empresariado e setor público; e a promoção dos

atrativos turísticos dos cinco polos que compõem o trade do estado (Costa das Dunas, Costa Branca, Seridó, Agreste-Trairi e Serrano). Um dos organizadores do evento, o diretor da Argus Eventos e Turismo, Gustavo Porpino, destacou que “foram dois dias de amplos debates para contribuir com o desenvolvimento do turismo do estado”. “Acreditamos, firmemente, que apostar no turismo potiguar, em políticas públicas

0 8º FÓRUM DE TURISMO DO RN E A 3ª FEIRA DE MUNICÍPIOS E PRODUTOS TURÍSTICOS DO RN (FEMPTUR), ACONTECERAM SIMULTÂNEAMENTE NO CENTRO DE CONVENÇÕES

mais efetivas, eficazes e, sobretudo, perenes de estímulo à atividade é um dos caminhos possíveis para reaquecermos nossa economia. Este Fórum é mais um canal para debatermos estas questões, identificar gargalos e apontar soluções. E que nosso turismo continue no rumo do crescimento, fortalecendo-se com o apoio de todos nós – governos, iniciativa privada e até da população”, disse o presidente Marcelo Queiroz. O Sistema Fecomércio


RN é apoiador do evento, e por meio do Senac, participa do Fórum desde 2012. No Espaço Senac, os visitantes conheceram as oportunidades de capacitação disponíveis na instituição para o período de abril a junho e os serviços oferecidos pelo Atendimento Corporativo, área que trabalha alternativas para potencializar o desempenho de organizações com foco na qualificação profissional. Os participantes também presenciaram aulas-show, seguidas de degustações, orientadas pelos instrutores Angelo Medeiros e Eliane Soares, além de dinâmicas relativas ao turismo potiguar, com sorteio de livros. O governador do RN, Robinson Faria, fez questão de destacar que é parceiro do turismo, atividade que é grande vetor para que o estado possa sair da crise. “O turismo envol-

ve 50 setores da economia. É o caminho para gerar renda, para empregar muitos jovens”. Já o senador Garibaldi Alves, afirmou que “em uma economia que era baseada na fruticultura irrigada e no petróleo, é preciso investir no turismo”. A programação do Fórum de Turismo contou com palestrantes nacionais e internacionais, como o presidente da Associação Portuguesa de Agências de Viagem e Turismo (Apavt) e vice-presidente da Confederação Europeia das Associações de Agências de Viagens e Operadores Turísticos (ECTAA), Pedro Costa Ferreira; o diretor operadora argentina All Seasons, Gabriel Sanchez; e do diretor de Congressos da MCI Brasil e presidente do Capítulo Brasileiro da MPI – Meeting Professional International, Rodrigo Cordeiro. Já a 3ª Feira de Municípios e Produtos Turísticos

NO ESPAÇO SENAC, OS VISITANTES CONHECERAM AS OPORTUNIDADES DE CAPACITAÇÃO DISPONÍVEIS NA INSTITUIÇÃO PARA O PERÍODO DE ABRIL A JUNHO

do RN contou com estandes de municípios turísticos, com exposição de produtos e serviços. Também participaram da solenidade de abertura dos eventos a secretária de Turismo de Natal, Christiane Alecrim, representando o prefeito Carlos Eduardo Alves; o secretário estadual de Turismo, Ruy Gaspar; o presidente da Comissão de Turismo da Câmara Municipal de Natal, o vereador Felipe Alves; a vereadora Júlia Arruda; o deputado estadual Tomba Farias; o superintendente estadual do Banco do Nordeste, Fabrizio Leite Feitosa; o diretor Técnico do Sebrae, João Hélio Cavalcanti; o coordenador da Câmara Empresarial do Turismo da Fecomércio RN, George Gosson; o diretor Regional do Senac, Fernando Virgilio; a diretora de Educação Profissional do Senac, Lucinete Araújo.

O PRESIDENTE DO SISTEMA FECOMÉRCIO RN, MARCELO QUEIROZ, E O DIRETOR REGIONAL DO SENAC, FERNANDO VIRGILIO, RECEBEM O GOVERNADOR ROBINSON FARIA E O SECRETÁRIO DE TURISMO DO RN, RUY GASPAR, NO ESTANDE DO SENAC MONTADO NA 3ª FEMPTUR

61


CULTURA

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

INTERCÂMBIO DE TALENTOS

62

TEMPORADA 2017 DO PALCO GIRATÓRIO SEGUE ATÉ NOVEMBRO, COM ESPETÁCULOS E OUTRAS AÇÕES EM NATAL, MOSSORÓ E CAICÓ


O

Sesc Zona Norte foi o local escolhido no Rio Grande do Norte para a abertura do Palco Giratório 2017. O projeto, um dos maiores de difusão das artes cênicas no país, é mais uma ação do Serviço Social do Comércio, em prol da valorização cultural. As atrações da noite foram os espetáculos “Ninhos”, do grupo paulista Cia. Balangandança, e o “Conexão Elefante Cultural”, da Trupe da Luz (RN). O espetáculo infantil Ninhos ressaltou a ludicidade das brincadeiras infantis e os movimentos de animais que apresentaram o lugar de partida para os voos, descobertas, passeios. Em um enredo que não tem história e nem precisa de explicação, o público teve contato direto com a dança e foi convidado a parti-

Sobre o Palco Giratório Reconhecido como uma das maiores iniciativas no segmento teatral do país, o Palco Giratório é uma rede de intercâmbio e difusão das artes cênicas consolidada no cenário cultural brasileiro. Ao longo de 19 edições, levou uma grande variedade de gêneros e linguagens artísticas para um público diversificado em 9.526 apresentações em todo o país, entre grupos de teatro de rua, circo, dança entre outras linguagens artísticas — em instalações do Sesc, praças e outros espaços urbanos. Em 2017, comemorando 20 anos do Palco Giratório, o calendário de espetáculos acontece de março até dezembro, em 144 cidades de 26 estados e do Distrito Federal. Serão 20 companhias participantes, que somarão 685 apresentações artísticas e 1.188 horas de oficinas teatrais. Para mais informações, acesse o site do projeto: www.sesc.com.br/ palcogiratorio/

cipar do momento de criação. As crianças não se contiveram e fizeram questão de dançar e brincar com os atores. A diversão foi convidativa para o público de todas as idades. O comerciário Antônio Gledson Farias, levou filhos e o sogro, seu Antônio (75), para assistirem aos espetáculos. “Valorizo muito a cultura e achei esses espetáculos interessantes, pois essa bagagem cultural quero deixar para as futuras gerações”. O Conexão Elefante Cultural, encenado pela Trupe da Luz, reuniu artistas potiguares e mesclou as diferentes vertentes, das artes cênicas à contação de histórias e ao circo. O grupo é composto pelos palhaços do Tropa Trupe, bailarinos do Entre Nós Coletivo de Criação e atores e músicos do grupo Estação

de Teatro. Até novembro deste ano, o 20º Palco Giratório apresentará no RN os espetáculos “Os Mequetrefe” (SP); “Cinzas ao Solo” (RN); “Na Esquina” (MG); “O quadro de todos juntos” (MG); e “Abrazo” (RN); além de promover oficinas e pensamentos giratórios, de modo a intercambiar conhecimentos entre os artistas locais e nacionais. Ao todo, 12 apresentações serão realizadas este ano em Natal, Mossoró e Caicó. Um dos destaques do projeto neste ano é a participação pelo terceiro ano consecutivo do Grupo Clowns de Shakespeare, com Abrazo, além de Cinzas ao Solo, espetáculo de dança de Alexandre Américo. Juntas, as peças circularão por 50 cidades brasileiras.

Entrevista Anderson do Lago Leite, é produtor da Balangandança Cia., criada em 1997, e que tem o objetivo de abordar a linguagem corporal da criança, desenvolvendo a linguagem de dança contemporânea dirigida aos pequenos, respeitando-os como espectadores criativos e participativos. Tem como foco central oferecer às crianças a possibilidade de apreciar espetáculos de dança de qualidade, resgatando a ludicidade e a criatividade do corpo. Para isso, apoia a pesquisa no cotidiano lúdico infantil, nas danças populares brasileiras e na investigação da relação entre composição coreográfica e improvisação. O Sistema em Revista: É a primeira vez que participam do Palco Giratório? Anderson do Lago Leite: Já participamos do Palco Giratório em Porto Alegre, acho que umas duas vezes. Em relação ao projeto de circulação nacional havíamos recebido o convite e por algumas circunstâncias não havia sido possível. Qual a sua avaliação desse projeto? O Palco é muito legal, por causa da oportunidade de circular e principalmente de descentralização da arte. Ele inclusive é único no país. Até agosto, faremos apresentações em 39 cidades e finalizamos a turnê em Poços de Caldas.

Qual a expectativa dessa troca após o término das apresentações? Estamos conhecendo crianças de várias localidades do país e apresentando nossa dança contemporânea. O ganho é esse encontro muito vasto e a participação deles é maravilhosa. Inclusive esse espetáculo que apresentamos hoje, “Ninhos”, é apresentado em espaços não convencionais, com uma temática que parte do concreto do ninho do movimento de acolhimento, um lugar onde você pode ir e voltar, e o mote do trabalho parte desse princípio. Trabalhamos com alguns troncos de árvores e o espetáculo é muito aceito pelas crianças.

63


CAPACITAÇÃO

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

SISTEMA FECOMÉRCIO RN INSTALA UNIDADE MÓVEL DE MODA E BELEZA DO SENAC EM PARNAMIRIM 64

SENAC JÁ FORMOU CERCA DE 8 MIL PESSOAS NO MUNICÍPIO DESDE 2012

A

unidade móvel de Moda e Beleza do Senac estacionou, em meados de abril, no Centro Administrativo da Prefeitura de Parnamirim, município da região Metropolitana de Natal. Até junho, serão ofertados gratuitamente quatro cursos, que formarão 60 profissionais do segmento. Desde 2012, o Senac atua em Parnamirim e já atendeu quase 8 mil pessoas em diversos cursos disponíveis pela instituição. Durante a solenidade, que marcou a chegada da unidade ao município, o presidente do Sistema Fecomércio, Marcelo Queiroz, comentou que há cerca de 220 mil desempregados no Rio Grande do Norte, e que apostar na qualificação e na capacitação das pessoas, é uma forma decisiva de con-

tribuir para o desenvolvimento socioeconômico da cidade. “Os cidadãos de Parnamirim poderão se especializar ou encontrar nestes cursos a chave para começar um negócio próprio, gerando renda de forma imediata. Ressalto que os cursos são completamente gratuitos, custeados com recursos dos empresários do comércio de Bens, Serviços e Turismo do estado”, declarou. O prefeito de Parnamirim, Rosano Taveira, ratificou a importância da parceria com o Sistema Fecomércio. “Existe emprego, mas falta qualificar. Esse é o nosso objetivo”, disse Taveira. Os cursos oferecidos em Parnamirim são os de Manicure e Pedicure; Corte de Cabelos com tendências atuais; Penteados para festas; e Cabeleireiro Assistente.

AS UNIDADES MÓVEIS DO SENAC – QUE ALÉM DE MODA E BELEZA, POSSUI A DE TURISMO E HOTELARIA E A DE INFORMÁTICA E GESTÃO

As unidades móveis do Senac – que além de Moda e Beleza, possui a de Turismo e Hotelaria e a de Informática e Gestão – já capacitaram mais de 330 pessoas nos municípios potiguares de Santa Cruz, Currais Novos, Cruzeta, Carnaubais e Apodi. Prestigiaram a solenidade de instalação, além das autoridades citadas, o diretor Regional do Senac, Fernando Virgilio; a diretora Regional do Sesc, Jeane Amaral; a diretora Administrativa Financeira do Senac, Rafaela Sampaio; o diretor Executivo da Fecomércio, Jaime Mariz; o presidente da CDL Parnamirim, Marcos Fernandes; a presidente da Câmara Municipal de Parnamirim, Irani Guedes de Medeiros; além de vereadores e secretários municipais.


PARCERIA

MARCELO QUEIROZ RECEBE VISITA DA COMISSÃO DE TURISMO DA CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL PESQUISAS SOBRE IMPACTOS DO CARNAVAL EM NATAL E O PERFIL DO TURISTA QUE VISITA O RN NA ALTA ESTAÇÃO FORAM APRESENTADAS AOS VEREADORES

O

presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz, recebeu, no final de abril, a visita do presidente da Comissão de Turismo da Câmara Municipal de Natal, vereador Felipe Alves (PMDB), que estava acompanhado dos vereadores Paulinho Freire (SD) e Aldo Clemente (PMB), também membros da Comissão. O objetivo da reunião foi a apresentação dos resultados de duas pesquisas realizadas pelo Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (IPDC/ Fecomércio RN) – Perfil do

Turista que Visita Natal na Alta Estação 2017 e Perfil dos Foliões que frequentaram o Carnaval Multicultural de Natal em 2017. A explanação dos dados foi feita ao grupo pelo Coordenador de Comunicação da Presidência do Sistema Fecomércio RN, Luciano Kleiber. “Nós estamos dando início a uma série de visitas a instituições ligadas ao setor, para que possamos obter informações estratégicas e desenvolver um projeto em prol do turismo de Natal. Escolhemos a Fecomércio para dar o passo inicial pela relevância da entidade e do trabalho que vem desenvolvendo. Estas pesquisas são

PRESIDENTE DA COMISSÃO DE TURISMO DA CÂMARA MUNICIPAL DE NATAL, VEREADOR FELIPE ALVES (PMDB), ESTAVA ACOMPANHADO DOS VEREADORES PAULINHO FREIRE (SD) E ALDO CLEMENTE (PMB)

de grande valia para o setor, e só temos que parabenizar a instituição por esta iniciativa. Com estes dados em mãos, já damos um enorme passo para continuação do trabalho da Comissão”, declarou Felipe Alves. “O Sistema Fecomércio RN estará sempre à disposição. Queremos ser parceiros, de forma que possamos contribuir ainda mais para o desenvolvimento do turismo da nossa cidade. Uma das formas é, por meio de nosso instituto de pesquisa, aferir dados que possam balizar as ações do Poder Público em prol da atividade, que é um dos pilares da nossa economia”, finalizou Queiroz.

65


COOPERAÇÃO

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

CÔNSUL-GERAL DA ALEMANHA PARA O NE FAZ BALANÇO DE PARCERIAS COM O SISTEMA FECOMÉRCIO RN MARIA KÖNNIGN VISITOU AS INSTALAÇÕES DO SENAC ALECRIM E FALOU SOBRE AS AÇÕES ESTRATÉGICAS DO PAÍS EUROPEU NO BRASIL 66

MARIA KÖNNIGN, ACOMPANHADA DO CÔNSUL HONORÁRIO DA ALEMANHA PARA O RN, ALEX GEPPERT, E O PRESIDENTE DA FECOMÉRCIO RN, MARCELO QUEIROZ


O

presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, e a cônsul-geral da Alemanha para o Nordeste, Maria Könnign, receberam a imprensa em entrevista coletiva no final do mês de março, na sede da Federação. Entre os assuntos, parcerias entre a Alemanha e o Rio Grande do Norte, que por meio do Sistema Fecomércio e Senac, por exemplo, atuam capacitando profissionais do turismo. Também participaram da coletiva o Cônsul Honorário da Alemanha para o RN, Axel Geppert; e o diretor Regional do Senac,

Fernando Virgilio. Maria Könnign comentou sobre a missão estratégica do país europeu no Brasil e afirmou que o Nordeste é um foco potencial em educação profissional, que pode ter uma mão de obra qualificada. “Queremos ter com o Brasil uma parceria em uma gestão responsável e sustentável, desde os assuntos de clima e biodiversidade, passando pelo comércio bilateral, com o intercâmbio cultural, de ciências entre os dois países”, declarou. Já Geppert relembrou que a cooperação internacional existe desde o ano

O PRESIDENTE DO SISTEMA FECOMÉRCIO RN, MARCELO FERNANDES DE QUEIROZ, E A CÔNSUL-GERAL DA ALEMANHA PARA O NORDESTE, MARIA KÖNNIGN, RECEBERAM A IMPRENSA EM ENTREVISTA COLETIVA NO FINAL DO MÊS DE MARÇO

2009, principalmente entre o estado alemão da Renânia-Palatinado e o RN. Assinaturas de convênios, como entre a Associação das Câmaras de Comércio e Indústria e a Fecomércio RN e Fiern, e entre a Câmara de Formação de Mão de Obra da Trier e o Senac RN, já deram bons resultados. “Temos quatro cooperações atuantes em diversas áreas, como energias renováveis, eficiência energética e toda a cadeia do turismo, que envolve diretamente o Senac. O governo alemão já investiu 1,5 milhão de euros em projetos no Brasil. Tam-

67

AUTORIDADES EXPLANAM AÇÕES DESENVOLVIDAS NOS DOIS PAÍSES


68

COMITIVA VISITA INSTALAÇÕES DO SENAC ALECRIM, UNIDADE QUE CONCENTRA O ENSINO DE IDIOMAS, INCLUSIVE O ALEMÃO

bém tivemos o intercâmbio de professores alemães que ensinam técnicas aos professores potiguares, além do escritório montado na Fiern em parceria com a Fecomércio para estreitar o contato e gerar negócios entre os empresários”, detalhou Geppert. Ele ainda acrescentou que em 2019, Natal pode sediar o Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA). Apresentando os projetos da Alemanha com o Sis-

tema Fecomércio RN, o diretor Regional do Senac RN, Fernando Virgilio, elencou que cursos de panificação, sommeliers, gestão de hotelaria e de restaurante já foram ministrados em parceria com o estado alemão, envolvendo também profissionais de outros estados brasileiros. “Esses cursos nos fizeram enxergar que podem surgir seis novos cursos no Senac, formando mais mão de obra qualificada”, completou.

ASSINATURAS DE CONVÊNIOS ENTRE AS INSTITUIÇÕES POTIGUAR E ALEMÃ JÁ DERAM BONS RESULTADOS

“É importante ressaltar que com a inserção destes novos cursos e o envolvimento e maior estímulo à participação do Polos de Turismo existentes no RN, com a divulgação da parceira e a captação de novas demandas que possam ser inseridas, ganham todos. Em junho faremos uma nova missão na Alemanha, focada no setor turístico. Uma comitiva representando os principais polos turísticos do estado e


69

“QUEREMOS COM O BRASIL UMA PARCERIA EM GESTÃO RESPONSÁVEL E SUSTENTÁVEL” , DECLAROU KÖNNIGN

de entidades ligadas ao setor irão aprender como a Alemanha desenvolve o turismo, os destinos específicos, as políticas públicas e vamos tentar implantar a metodologia adaptada ao Rio Grande do Norte”, afirmou o presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Queiroz. A comitiva também visitou as instalações do Senac Alecrim, unidade onde se concentram as turmas de idiomas. A visita da cônsul

marcou a abertura da Semana da Língua Alemã no Brasil, promovida pela segunda vez pelas Embaixadas da Alemanha, Áustria, Bélgica, Luxemburgo e Suíça, em cooperação com seus consulados e parceiros culturais no Brasil. O grupo foi recepcionado por instrutores e alunos do curso de Alemão do Senac RN. Há cerca de 10 anos, o Senac RN oferece o ensino da língua alemã e de 2015 para cá, foram feitas mais

A VISITA DA CÔNSUL MARCOU A ABERTURA DA SEMANA DA LÍNGUA ALEMÃ NO BRASIL, PROMOVIDA PELA SEGUNDA VEZ PELAS EMBAIXADAS DA ALEMANHA, ÁUSTRIA, BÉLGICA, LUXEMBURGO E SUÍÇA, EM COOPERAÇÃO COM SEUS CONSULADOS E PARCEIROS CULTURAIS NO BRASIL

de 300 matrículas para o idioma. Na ocasião, a cônsul conversou, em alemão, com os estudantes e professores e elogiou o aprendizado. Também acompanharam a visita as diretoras Administrativo-Financeiro e de Educação do Senac, Rafaela Azevedo e Lucinete Araújo, respectivamente; o diretor Executivo da Fecomércio RN, Jaime Mariz; e a gerente da unidade Senac Alecrim, Ligia Silva.


PARCERIA

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

VEREADORES DE NATAL VISITAM SESC ZONA NORTE E CONHECEM TRABALHO DESENVOLVIDO NA UNIDADE E POR TODO O SISTEMA FECOMÉRCIO NO ESTADO 70

PRESIDENTE MARCELO QUEIROZ RECEBEU COMITIVA, QUE TEVE OBJETIVO DE ESTREITAR RELAÇÕES ENTRE O SISTEMA FECOMÉRCIO RN E O LEGISLATIVO MUNICIPAL DA CAPITAL

O

presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz, recebeu no início do mês de maio, no Sesc Zona Norte, um grupo de vereadores de Natal para uma visita à unidade. Em uma iniciativa que partiu do presidente Marcelo Queiroz, a comitiva, liderada pelo presidente da Câmara, Raniere Barbosa (PDT), e composta por outros 15 parlamentares, conheceu a estrutura do local e os serviços oferecidos pelo Sistema Fecomércio RN, custeados pelos empresários do Comércio e dos Serviços do estado. Os dois setores juntos respondem por 47% do PIB e por 48% dos empregos formais do RN. Há cerca de 142

mil micro e pequenas empresas no estado (99% do total), sendo que 48% delas atuam no Comércio e 33% nos Serviços. Além disso, o comércio fatura por ano cerca de R$ 19 bilhões. “Quando nós defendemos os interesses das empresas do segmento que representamos também estamos falando em nome de todas as milhares de pessoas que beneficiamos com ações de saúde, educação, esportes, lazer, cultura, alimentação subsidiada, capacitação e qualificação”, afirmou Marcelo Queiroz. Além dos vereadores, participaram da visita os vice-presidentes da Fecomércio, Luiz Lacerda e Itamar Manso Maciel; o diretor Executivo da Fecomércio, Jaime Mariz; os

ALÉM DOS VEREADORES, PARTICIPARAM DA VISITA OS VICEPRESIDENTES DA FECOMÉRCIO, LUIZ LACERDA E ITAMAR MANSO MACIEL; O DIRETOR EXECUTIVO DA FECOMÉRCIO, JAIME MARIZ; OS DIRETORES DO SESC E DO SENAC; ALÉM DO ASSESSOR ESPECIAL DA PRESIDÊNCIA DA FECOMÉRCIO, LAUMIR BARRETO

diretores Regionais do Sesc e do Senac Jeane Amaral e Fernando Virgílio respectivamente; além do assessor especial da Presidência da Fecomércio, Laumir Barreto, que faz o trabalho de acompanhamento parlamentar junto à Câmara Municipal e à Assembleia Legislativa. “Com este trabalho, temos o intuito único de nos colocarmos à disposição dos senhores, oferecendo todo e qualquer subsídio que possa otimizar e simplificar o portentoso trabalho de legislar”, explicou Queiroz, reafirmando a parceria que pretendem manter com o legislativo municipal. O grupo fez um passeio por todas as dependências do Sesc Zona Norte. Durante o


O PRESIDENTE MARCELO QUEIROZ FINALIZOU A MANHÃ COM UMA APRESENTAÇÃO SOBRE O TRABALHO DESEMPENHADO PELA FECOMÉRCIO, SEJA NA DEFESA DOS INTERESSES DOS EMPRESÁRIOS DO SETOR QUE REPRESENTA

trajeto, recebeu explicações sobre o funcionamento da unidade, que foi reinaugurada em outubro de 2016, depois de um investimento de mais de R$ 8 milhões, e que resultou em sua total reforma e ampliação. São 224 alunos atendidos na escola, nas modalidades de Ensino Fundamental, Educação de Jovens e Adultos, reforço escolar e aperfeiçoamento especializado; 1.600 alunos matriculados nas diversas modalidades esportivas, como natação, hidroginástica, ballet, karatê, entre outras; além de cerca de 1.100 pessoas que frequentam os Domingos de Lazer, quando a unidade funciona das 8 às 13h, com atividades esportivas, de lazer e cultura. O presidente Marcelo Queiroz finalizou a manhã com uma apresentação sobre o trabalho desempenhado pela Fecomércio, seja na defesa dos interesses dos empresários do setor que representa, na realização de pesquisas

ou na realização de eventos técnicos; pelo Senac, braço de qualificação profissional do Sistema Fecomércio. Só do Senac, são nove unidades fixas; três unidades móveis; 16 mil matrículas realizadas por ano, nos mais de 350 cursos de seu portfólio. Apenas em idiomas (inglês, francês, alemão, italiano e libras), são 3,5 mil por semestre. Já o Sesc, que tem como missão levar qualidade de vida aos comerciários, prioritariamente, são 14 unidades fixas e três unidades móveis. Só em 2016 foram mais de 21 milhões de atendimentos nas áreas de lazer, esportes, cultura, assistência, saúde e educação; R$ 3,4 milhões investidos em cultura, em projetos como o Terraço do Relógio, Palco Giratório, Cine Sesc, entre outros; cerca de 1 milhão de quilos de alimentos arrecadados pelo Mesa Brasil; mais de 90 mil atendimentos atendidos em odontologia por ano, entre outros. Desde

2012 já beneficiou mais de 3 mil alunos com vagas gratuitas para o cursinho do Enem. Este ano estão sendo oferecidas 460 vagas em Natal, Caicó, Mossoró e Macaíba. O presidente da Câmara Municipal de Natal, Raniere Barbosa, agradeceu o convite para a visita e fez questão de destacar que o trabalho desenvolvido pelo Sistema Fecomércio RN, em prol não só dos comerciários, como também de toda a população, é de uma responsabilidade social enorme, e que contribui decisivamente para o desenvolvimento da cidade. “É um trabalho exemplar. Quero aqui deixar registrado que, para nós, a parceria com o setor produtivo é muito importante. Vamos iniciar, ainda este mês, o ‘Câmara Cidadã’, onde a nossa estrutura irá se deslocar aos bairros, realizando atendimentos à população por três dias. Se tivermos ao nosso lado parceiros como o Sistema Fecomércio, com a prestação de serviços do Sesc e do Senac, a população ficará muito satisfeita” declarou Raniere. Estavam presentes na visita os seguintes vereadores: Aldo Clemente (PMB); Aroldo Alves (PSDB); Chagas Catarino (PDT); Dickson Nasser Júnior (PSDB); Dinarte Torres (PMB); Eudiane Macedo (SD); Felipe Alves (PMDB); Júlia Arruda (PDT); Klaus Araújo (SD); Kleber Fernandes (PDT); Nina Souza (PEN); Preto Aquino (PEN); Sandro Pimentel (PSOL); Sueldo Medeiros (PHS); e Ubaldo Fernandes (PMDB).

71


AVANÇO

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

72

FECOMÉRCIO, FIERN, FAERN E FETRONOR PEDEM APOIO DA BANCADA POTIGUAR PARA REFORMA DA PREVIDÊNCIA ENTENDIMENTO DO EMPRESARIADO É DE QUE A REFORMA IRÁ ABRIR CAMINHO PARA O REEQUILÍBRIO FISCAL E FINANCEIRO DO PAÍS

O

vice-presidente da Fecomércio RN, Luiz Lacerda, participou no início de maio, em Brasília, de um café da manhã com a bancada federal potiguar. Juntamente com os presidentes das federações das Indústrias, Amaro Sales; dos Transportes, Eudo La-

ranjeiras; e da Agricultura e do Conselho Deliberativo do Sebrae, José Vieira; Lacerda levou aos parlamentares o pedido da classe produtora potiguar de que os representantes potiguares possam se posicionar favoráveis à Reforma da Previdência, que deve seguir nos próximos

PARTICIPARAM DO CAFÉ OS SENADORES JOSÉ AGRIPINO E GARIBALDI FILHO E OS DEPUTADOS ROGÉRIO MARINHO, WALTER ALVES, FELIPE MAIA E BETINHO ROSADO SEGUNDO

dias para votação no Plenário da Câmara. O entendimento do empresariado é de que a reforma irá abrir caminho para o reequilíbrio fiscal e financeiro do país, este fundamental para a retomada do desenvolvimento. Participaram do café os sena-


dores José Agripino e Garibaldi Filho e os deputados Rogério Marinho, Walter Alves, Felipe Maia e Betinho Rosado Segundo. Na ocasião, foi entregue uma carta assinada por todas as Federações e feita uma explanação sobre a gravidade da situação da Previdência Social. Segundo o documento, “um dos efeitos nefastos da atual conjuntura é a perda, quase total, da capacidade de investimentos públicos,

oxigênio historicamente imprescindível para fazer girar as engrenagens econômicas. Outro efeito deletério observado é o Estado ser obrigado a recorrer ao mercado para captar recursos e fazer frente às suas despesas, vendo-se compelido a manter altas taxas de juros, a exemplo da Selic, taxa básica da economia, que está, atualmente, em 11,25% ao ano”. O diretor Executivo da Fecomércio RN, Jaime Ma-

NA OCASIÃO, FOI ENTREGUE UMA CARTA ASSINADA POR TODAS AS FEDERAÇÕES E FEITA UMA EXPLANAÇÃO SOBRE A GRAVIDADE DA SITUAÇÃO DA PREVIDÊNCIA SOCIAL

riz, demonstrou aos parlamentares as consequências de não se aprovar a Reforma Previdenciária com urgência. “Não conseguiremos aposentar os jovens porque os déficits são explosivos e se deterioram em uma velocidade grande”, explicou. “No Brasil, que tem a metade de idosos dos Estados Unidos, gasta-se o dobro do percentual do PIB gasto pelos americanos com previdência”.

73

VICE-PRESIDENTE DA FECOMÉRCIO RN, LUIZ LACERDA (3º DA DIREITA PARA ESQUERDA) E PRESIDENTES DAS FEDERAÇÕES REUNIDOS COM A BANCADA FEDERAL DO RN EM BRASÍLIA


AGRESTE

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

SENAC INAUGURA UNIDADE MÓVEL DE TURISMO E HOTELARIA EM SANTA CRUZ 74

INICIATIVA CONTA COM PARCERIA DO SINDIVAREJO DA CIDADE E BENEFICIARÁ 75 PESSOAS

O

Sistema Fecomércio RN realizou, em meados de maio, a solenidade de inauguração das atividades da Unidade Móvel de Turismo e Hotelaria, no município de Santa Cruz. Resultado de parceria entre o Senac e o Sindicato do Comércio Varejista local, a iniciativa conta ainda com apoio da Prefeitura Municipal, e beneficiará 75 pessoas. Até agosto, serão disponibilizados gratuitamente à população os cursos de Auxiliar de Cozinha, Preparação de Sanduíches Quentes e Frios, Técnicas de Produção de Sobremesas, Preparo de Doces e Salgados, e Bolos e Tortas. Este é o quarto ano consecutivo em que a cidade recebe o Programa Senac Móvel.

Para o presidente do Sindicato do Comércio Varejista, Márcio Macedo, a parceria tem propiciado a inserção de pessoas no mercado de trabalho e ajudado as empresas a melhorarem suas atividades. “A qualificação é um diferencial em qualquer segmento. A presença de mais uma unidade móvel do Senac em Santa Cruz atenderá pessoas que dificilmente teriam acesso à capacitação por outros meios. Em virtude da importância econômica do município, esta parceria com o Sistema Fecomércio trará grande impacto para a cidade”, ressaltou Márcio Macedo. A então diretora Regional em exercício do Senac, Rafaela Sampaio, destacou que a ação do Senac con-

ATÉ AGOSTO, SERÃO DISPONIBILIZADOS GRATUITAMENTE À POPULAÇÃO OS CURSOS DE AUXILIAR DE COZINHA, PREPARAÇÃO DE SANDUÍCHES QUENTES E FRIOS, TÉCNICAS DE PRODUÇÃO DE SOBREMESAS, PREPARO DE DOCES E SALGADOS, E BOLOS E TORTAS.

tribui para que o município esteja preparado para prestar bons serviços aos visitantes, bem como para que o empresariado local possa se desenvolver contando com profissionais treinados com a excelência da instituição. Com o objetivo de democratizar o acesso à educação para o trabalho e ampliar o acesso ao seu padrão de excelência, o Senac conta com três unidades do Programa Senac Móvel, nas áreas de Moda e Beleza, Turismo e Hotelaria e Informática e Gestão. Elas são equipadas com materiais específicos da área de formação, a fim de reproduzir internamente o ambiente real de trabalho de áreas, como por exemplo, uma cozinha profissional ou um laboratório de informática.


MODERNIZAÇÃO

76

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

REFORMA DO SESC RIO BRANCO TEM INÍCIO INVESTIMENTO DO SISTEMA FECOMÉRCIO RN SERÁ DE CERCA DE R$ 18 MILHÕES, E AS OBRAS DEVEM DURAR 18 MESES

U

m prédio com estrutura física totalmente modernizada, novos espaços e adequações voltadas ao cumprimento das normas de acessibilidade, para melhor atender aos comerciários. Assim será o Sesc Rio Branco, que está, desde o início do mês de maio, passando por uma ampla reforma que, entre outras coisas, irá possibilitar à estrutura produzir e oferecer

cerca de mil refeições por dia. O investimento do Sistema Fecomércio RN, por meio do Sesc, na reestruturação da unidade onde funciona o restaurante, localizado na Avenida Rio Branco, 375, na Cidade Alta, em Natal, será de quase R$ 18 milhões (obra, equipamentos e mobiliário). Esta é a terceira reforma pela qual o prédio irá passar (as outras duas foram 1993 e 2001),

O INVESTIMENTO DO SISTEMA FECOMÉRCIO RN, POR MEIO DO SESC, NA REESTRUTURAÇÃO DA UNIDADE ONDE FUNCIONA O RESTAURANTE, LOCALIZADO NA AVENIDA RIO BRANCO, 375, NA CIDADE ALTA, EM NATAL, SERÁ DE QUASE R$ 18 MILHÕES

desde que foi inaugurado, em 3 de dezembro de 1979. A previsão é que a reforma dure 18 meses. NOVA ESTRUTURA No térreo funcionará a cozinha industrial. No 1º andar, a Central de Relacionamento Sesc; uma biblioteca totalmente climatizada, com espaço para café; comedoria e banheiros adap-


77

AINDA EM 2017, O SESC MOSSORÓ, QUE PASSA PELA MAIOR INTERVENÇÃO JÁ REALIZADA EM SUA ESTRUTURA, TAMBÉM SERÁ REINAUGURADO

ASSINATURA DO CONTRATO ENTRE O SESC RN E A CONSTRUTORA RAMALHO MOREIRA, EMPRESA VENCEDORA DO PROCESSO LICITATÓRIO, ACONTECEU EM ABRIL

tados aos portadores necessidades especiais. Já o novo espaço exclusivo onde serão servidas as refeições, ficará localizado no 2º andar, e terá 327 lugares, sendo 275 em espaço climatizado

e 52 lugares na varanda com vista para o Rio Potengi. Para agilizar o fluxo, serão instaladas três ilhas de buffet para self-service. No 3º andar, mais uma novidade. Um amplo salão de eventos, totalmente

climatizado, com banheiros e copa de apoio. O funcionamento da unidade será de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h, com previsão de circulação diária de 1.200 de pessoas. OUTRAS OBRAS O investimento em reformas e ampliações das unidades Sesc RN será de R$ 48 milhões, valor este que contempla a construção e modernização de novos espaços e compra de equipamentos. Neste primeiro bimestre do ano, o Sesc RN reinaugurou as academias das unidades da Cidade Alta (Natal) e Mossoró. Ainda em 2017, o Sesc Mossoró, que passa pela maior intervenção já realizada em sua estrutura, também será reinaugurado.


TRADIÇÃO

78

O SISTEMA EM REVISTA / JUNHO DE 2017

SESC REÚNE MILHARES DE ATLETAS NA 8ª CORRIDA DO COMERCIÁRIO CORRIDA DE RUA ACONTECEU PELO TERCEIRO ANO CONSECUTIVO NA ZONA NORTE PARA CELEBRAR O DIA DO TRABALHADOR

M

ais de 1.900 atletas participaram da 8ª Corrida do Comerciário no dia 1º de maio. Realizada pelo Sistema Fecomércio, por meio do Serviço Social do Comércio do Rio Grande do Norte (Sesc RN), a já tradicional corrida de rua encerrou, no Dia do Trabalhador, a programação de uma semana organizada pela instituição para celebrar a data em Natal, Caicó, Mossoró e Assú.

“A qualidade de vida da população potiguar, especialmente a dos trabalhadores do comércio de Bens, Serviços e Turismo, é prioridade para o Sesc. Por isso, realizamos mais uma edição da Corrida do Comerciário, a fim de proporcionar bem-estar por meio do esporte. É uma ação de incentivo à atividade física que se soma às promovidas sistematicamente nas nossas unidades”, ressaltou a diretora Regional

A JÁ TRADICIONAL CORRIDA DE RUA ENCERROU, NO DIA DO TRABALHADOR, A PROGRAMAÇÃO DE UMA SEMANA ORGANIZADA PELA INSTITUIÇÃO PARA CELEBRAR A DATA EM NATAL, CAICÓ, MOSSORÓ E ASSÚ

do Sesc RN, Jeane Amaral. A corrida, cujo tema este ano foi “Esporte na cultura de paz”, largou pelo terceiro ano consecutivo do Sesc Zona Norte. Às 16h, foi hora da corrida infantil, da qual participaram jovens entre 07 e 13 anos de idade; às 17h, largaram as categorias Adulto, incluindo a de Pessoas com Deficiência, com percursos de 4km e 8km. Os atletas contaram com aquecimento aeróbico e facilidades no


pós-chegada, como reposição hídrica/calórica e massagem. Os 280 pequenos que participaram da prova contaram ainda com um espaço kids, com jogos lúdicos, atividades recreativas e muita diversão. O radialista Flavio Alves, 38, da equipe de Belém do Pará, foi um dos que concluiu o percurso de 4 km. Para ele, o gosto da vitória foi maior, já que devido a um câncer de estômago, não competiu em 2016. “Tive um sonho que estava correndo na [corrida de] São Silvestre, o que para mim era impossível, mas era Deus me dando um sinal de que eu iria sobreviver. Hoje eu calcei meus tênis e tirei o dia para desafiar os 4 km dando trote e caminhada junto com minha esposa e meu filho.

Estou me sentindo muito bem mesmo”, comemorou o paciente em tratamento. Os três primeiros lugares nas categorias adulto receberam troféus e brindes de parceiros do evento, e todos que concluíram o percurso receberam medalhas. O resultado da 8ª Corrida do Comerciário está disponível no site do Sesc RN, o www.sescrn.com.br. PROGRAMAÇÃO NAS CIDADES A unidade Cidade Alta teve aulões, ações de embelezamento, apresentações culturais, cinema e orientações de saúde. No domingo, 30.04, a diversão foi garantida para toda a família no Sesc Ponta Negra. A programação teve início às 8h com atividades esportivas (aulão

A PROGRAMAÇÃO TEVE INÍCIO ÀS 8H COM ATIVIDADES ESPORTIVAS (AULÃO DE RITMOS, FUTEVÔLEI) E RECREATIVAS (OFICINA DE BEXIGA, OFICINA DE PINTURA, HIDRODANCE, AQUAKIDS), ORIENTAÇÃO EM SAÚDE, E ATRAÇÃO MUSICAL

de ritmos, futevôlei) e recreativas (oficina de bexiga, oficina de pintura, hidrodance, aquakids), orientação em saúde e atração musical. Já na unidade do Sesc em Mossoró, teve recreação aquática, orientações nutricionais e de educação em saúde, aulão de dança, oficinas de artes e show musical. No Sesc Seridó, a programação contou com recreação, oficinas artesanais, corte de cabelo, apresentações culturais, orientações nutricionais e oficina de reaproveitamento de alimentos com o programa Mesa Brasil. Em Assú, as atividades esportivas aconteceram no próprio 1º de maio, na Arena Casaforte e no Ginásio Poliesportivo da cidade. A população participou de torneios de futebol society e futsal.

79


O Sistema em Revista | Junho 2017  
Advertisement