Page 1


EXPEDIENTE

Presidente Marconi Medeiros

PRODUÇÃO EDITORIAL Assessoria de Comunicação do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC-PB

1º Vice-Presidente Geraldo Magela Lima

REPORTAGENS Camila Honorato Dennise Vasconcelos Diego Caiaffo Wendell Rodrigues

2º Vice-Presidente Ricardo Vasconcelos Pereira de Melo 3º Vice-Presidente José de Assis Lima

REVISÃO João Trindade

4º Vice-Presidente Antonio Rangel Moreira

FOTOGRAFIA Rizemberg Felipe Arquivo: PMCG FECOMÉRCIO/SESC/SENAC-PB

1º Secretário Alexandre José Cartaxo da Costa 2º Secretário Juarez Pereira Marques

JORNALISTA RESPONSÁVEL Wendell Rodrigues (DRT – PE 3305)

1º Tesoureiro Fernando de Andrade Teixeira

PROJETO GRÁFICO Anderson Rodrigues

2º Tesoureiro Benjamim Maia Lins

EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Ricardo Araújo (DRT-PB 631)

Diretores Davi Livengston Lauro de Sales, Diana Chianca Gusmão, Edalmo Leite Fernandes de Assis, Fernando Flávio Madruga Oliveira Lima, Giuseppi Coutinho de Souza, Guilherme Coutinho de Souza, Inácio Ramos Borba, Ione Regina de Souza, Isaac Junior Moreira, Jailton Eloy Mendes, João Batista André da Costa, José Claudionor Fernandes da Silva, Jurandi Ferreira de Souza, Kleber Sampaio Santiago, Luiz de Gonzaga Guimarães Correira, Marconi Barros dos Santos, Moacir Tavares dos Santos, Paulo Sérgio Navarro de Souza, Raul Ventura da Silva, Rodrigo Guedes Rodrigues, Silvino Bezerra da Costa, Vantuiler Leite Chaves, Vicente Martins da Nóbrega, Vinicius José de Araújo Silva

IMPRESSÃO Gráfica Santa Marta TIRAGEM 1.000 exemplares

Titulares Conselho Fiscal Antônio Vicente da Silva, Edigar Florêncio da Silva, Francisco Wanderley Junior Suplente Conselho Fiscal José Coriolano Porto, Manoel José do Nascimento, Pedro Soares dos Santos Diretora Regional do Sesc Mônica Barros Diretor Regional do Senac Geraldo Veras

Revista

FECOMÉRCIO

Paraíba

Produção Bimestral do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC-PB ascomfecomerciopb@gmail.com Tel. (83) 3208-3112


EDITORIAL

A revista Fecomércio Paraíba chega à 13ª edição, com boas novas! O exemplar, que antes era trimestral, agora será bimestral. Essa mudança foi feita para beneficiar vocês, nossos leitores, que, agora, terão ainda mais conteúdo informativo sobre as ações do Sistema Fecomércio, do Sesc e do Senac em todo o estado. Esse é um grande passo e mais um investimento que o Sistema faz, com o intuito de veicular, por todo o país, a evolução da Paraíba no cenário comercial, econômico, turístico, cultural, assistencial, esportivo, educacional, profissional e, sobretudo, social. São 36 páginas, com uma diversidade de matérias que oferecem a todos os paraibanos e brasileiros uma chance de conhecer as atividades e eventos realizados pelas entidades citadas e, também, a oportunidade de debater o potencial econômico do nosso estado. Mas esse não é o único motivo de comemoração. A mais nova edição da Revista Fecomércio é lançada justamente no mês em que todos os olhares se voltam para a nossa terra. Na Paraíba, mais especificamente em Campina Grande, já é São João! A matéria de capa ilustra e traz uma reportagem sobre esse tema, que é uma das maiores manifestações culturais e populares do mundo. São 31 dias de festa, mais de mil horas de forró, cerca de dois milhões de visitantes e benefícios incontáveis para o estado. E quem ganha com tudo isso, mais do que o próprio estado, é a sociedade paraibana. E por falar em conquista, a revista traz, ainda, nesta edição, duas páginas voltadas para um grande evento, realizado pelo Sesc, em parceria com o 15º Batalhão de Infantaria Motorizado: trata-se da Eco Corrida da Infantaria / Minimaratona Sesc, que aconteceu em maio em João Pessoa e se transformou no maior evento esportivo da Paraíba. O campeonato estimulou não apenas a prática do esporte, como também a consciência ambiental e educacional para a importância da preservação do nosso ecossistema. Mas a preocupação do Sistema Fecomércio vai além das divisas estaduais, regionais e até nacionais. Um exemplo é a parceria que o Senac mantém com uma Organização Não Governamental francesa, a Essor. Através dessa parceria, a entidade promove a inserção social da população de baixa renda de pelo menos quatro cidades da Paraíba, por meio da realização de cursos profissionalizantes. Recentemente, as duas instituições participaram de um encontro, juntamente com representantes do Senac Amazonas e da ONG em Moçambique. O intuito foi perpetuar e disseminar para outros estados e nações o modelo implantado em municípios paraibanos. Tudo isso só comprova que a Revista Fecomércio Paraíba, mais do que uma fonte de informação, é uma fonte de credibilidade, respeito e, principalmente, estímulo ao desenvolvimento do estado, expressando a qualidade da comunicação que as três instituições mantêm com a sociedade.


SUMÁRIO

em pauta

Mudanças nas regras do Cartão de Crédito Página 7

porto de cabedelo

Um dos caminhos para o desenvolvimento Página 9

O Maior São João do Mundo é aqui! Em junho, os olhares do Brasil e do mundo se voltam para os festejos nordestinos, mais especificamente para a Paraíba

Página 16

Sesc e Exército promovem um grande e histórico evento esportivo Página 22

Senac e Ong Francesa vão capacitar jovens paraibanos de baixa renda - Página 26

Senac forma técnicos em Guia de Turismo

Página 27

Senac fortalece Escola de Gastronomia

Página 29


OPINIÃO “Como acontece todo ano, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Paraíba, juntamente com o Sesc e Senac, são grandes incentivadores e apoiam, integralmente, a realização do maior São João do Mundo” Bem vindos ao Maior São João do Mundo! É aqui, em Campina Grande, na Paraíba, onde acontece, no mês de junho, uma das maiores manifestações populares e culturais do mundo. O título de maior não é à toa: durante os 31 dias de festa, são cerca de cinco milhões em investimento, mais de mil apresentações artísticas e, aproximadamente, dois milhões de turistas que visitam o estado, deixando, por onde passam, os vestígios de uma movimentação econômica intensa. E se o período é de festa, todos têm motivos para comemorar. Nessa grande celebração à cultura popular, cada um dos envolvidos, direta ou indiretamente, ganha com o São João de Campina Grande. A expectativa é de que para este ano sejam gerados cerca de 12 mil empregos e que haja uma movimentação de 25 milhões de reais na economia local. São guias turísticos, garçons, taxistas, costureiras, comerciantes, marceneiros, artesãos, músicos, seguranças e tantos outros profissionais, que terão oportunidade de renda e trabalho.

No comércio, diversos estabelecimentos já comemoram as expectativas e trabalham para que o evento deste ano seja ainda mais memorável. A movimentação de pessoas agita os aeroportos e rodoviárias, hotéis, bares e restaurantes, lojas de diversos ramos e outras áreas que precisam investir na profissionalização e qualificação da equipe de trabalho, provando mais uma vez, que o paraibano sabe receber bem o turista. Para isso, é essencial que haja parcerias entre os poderes público e privado; que, juntos, têm a capacidade de realizar um São João digno do nome que recebe. Como acontece todo ano, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Paraíba, juntamente ao Sesc e Senac, são grandes incentivadores e apoiam, integralmente, a realização do evento. Os agradecimentos e elogios às diversas empresas que fazem a festa acontecer são muitos; já que elas promovem, cada vez mais, geração de renda, crescimento econômico e qualidade de vida. Tudo isso acontece devido ao investimento estratégico e à preocupação em fornecer à sociedade um produto de qualidade. Deixamos registrados, então, os parabéns a todos os que fazem o evento acontecer e, mais uma vez, sejam todos bem-vindos ao Maior São João do Mundo!

MARCONI MEDEIROS Presidente do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC-PB

JUNHO - 2011


Mudanças nas regras do cartão de crédito Desde o dia 1º de junho, entraram em vigor as novas regras dos cartões de crédito. Uma das principais mudanças estabelecidas pelo governo foi o número de tarifas permitidas: caiu de 80 para cinco. O pagamento mínimo sobe para 15% da fatura e será de 20% a partir de dezembro. Além disso, as administradoras terão que informar a taxa efetiva total (juros e outros encargos) no financiamento do saldo devedor. O presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, Marconi Medeiros, comentou que as vendas no comércio paraibano não serão prejudicadas com as novas regras. “Para fugir dos juros, a maioria dos usuários de cartão de crédito na Paraíba já paga a fatura com valor acima de 15%”, afirmou o empresário.

Dois tipos de cartão As novas regras estabelecem também a existência de apenas dois tipos de cartão: o básico e o diferenciado. Conforme estabelece a Resolução 3.919, de 25/11/2010, o cartão básico funciona como meio de pagamento e para parcelamento da fatura. Já se o consumidor fizer uso de outros serviços como programas de recompensa (ou benefício) de milhagens, pontos para aquisição de produtos, descontos especiais, seguros ou outros serviços, ele poderá escolher um cartão diferenciado. JUNHO - 2011

Fonte: G1

7


FECOMÉRCIO

Dia dos Namorados:

vendas crescem 8% Romantismo e declarações de carinho são itens que não podem faltar na comemoração ao Dia dos Namorados. Mas quando eles vêm acompanhados de presentes, o momento fica ainda melhor. E graças à generosidade dos apaixonados, o comércio paraibano vendeu 8% a mais que o ano passado, segundo a estimativa da Fecomércio. Naylton Soares e Mayara Ferreira fizeram questão de se presentear. É uma tradição nos seis anos em que namoram. Para eles, a data é comemorada em dobro, já que é próximo ao aniversário de namoro. “É o momento de recordar os momentos e sair da rotina”, comentou Mayara. “Eu escolhi o presente com um mês de antecedência”, disse Naylton.

Naylton e Mayara se presentearam no Dia dos Namorados 8

JUNHO - 2011


FECOMÉRCIO

Porto promove o desenvolvimento da Paraíba

Porto de Cabedelo Um dos caminhos para o desenvolvimento

O Porto de Cabedelo é estratégico. Por esse motivo é um dos principais equipamentos públicos que a Paraíba possui para importação e exportação de produtos, o que movimenta o comércio e gera renda para o estado, alavancando a economia local. Esse desenvolvimento atrai a atenção de empresários de diversos setores estratégicos, inclusive da Fecomércio. O presidente da Federação, Marconi Medeiros, recebeu a visita do presidente da Companhia Docas da Paraíba, responsável pelo Porto, Wilbur Jácome. O objetivo foi discutir parcerias para promover o crescimento econômico do estado. “A nossa grande preocupação está em dotar o Porto de melhores condições para que mais empresas paraibanas busquem suas exportações, através do Porto”, explicou Wilbur. JUNHO - 2011

Marconi Medeiros com o presidente da Docas, Wilbur Jácome

9


FECOMÉRCIO

Ninter: sucesso no início de 2011 Com 74% de audiências conciliadas, o Núcleo Intersindical de Conciliação Trabalhista – Ninter – começou o ano de 2011 apresentando bons resultados. Do total de 661 processos, a entidade conseguiu conduzir, com sucesso, 491. O índice é superior ao registrado no final de 2010, ano em que o Ninter conciliou 72% das au-

Ninter comemora o sucesso no início de 2011

diências, e o número total também supera, até agora, o mesmo período do ano passado. Até o final do ano, a expectativa é de que os números sejam superados e que a entidade bata novos recordes, realizando cada vez mais conciliações pacíficas, sem a necessidade de que as partes recorram ao âmbito jurídico.

Certificação Digital em novo endereço Oferecida pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, a Certificação Digital está com novidades para os paraibanos. Uma delas é que o serviço passou a ser oferecido no prédio da Fecomércio, que fica na Rua Desembargador Souto Maior, 291, no Centro de João Pessoa. Além do novo endereço, o atual Posto de Atendimento passará a ser uma Agência de Registro (AR). Isto vai facilitar a vida dos interessados em ter sua identificação digital, pois sairão do local

com a certificação pronta, em poucos minutos. A procura pelo serviço continua aquecida. Quase 90% dos clientes são pessoas jurídicas. Isso se justifica pela obrigatoriedade da nota fiscal eletrônica e, agora, devido à Conectividade Social ICP da Caixa Econômica Federal, que traz diversas facilidades, como o acesso às informações do FGTS e da Previdência Social dos trabalhadores da empresa para aqueles que possuem certificação digital.

Novidades: Certificação Digital mudou de endereço e será Agência de Registro

10

JUNHO - 2011


SINDICATOS

Josenildo de Araújo e João de Deus se tornaram conselheiros especiais

Agradecimento Os conselheiros João de Deus dos Santos, Presidente da Federação dos Trabalhadores no Comércio da Paraíba, e Josenildo de Araújo, Presidente do Sindicato dos Comerciários de Guarabira, foram nomeados conselheiros especiais pelos relevantes serviços prestados às instituições Sesc e Senac.

Diretores do Sesc e Senac traçam metas

Diretoria do Sesc e Senac Paraíba reunida No último mês de maio, diretores do Sesc e Senac no estado estiveram reunidos para traçar metas e discutir o desenvolvimento das instituições. O encontro aconteceu na sala de reuniões na sede da Fecomércio Paraíba, em João Pessoa.

JUNHO - 2011

Conselheiros Jurandir Ferreira de Souza e Jailton Eloy Mendes

Geraldo Nicolau e Juarez Marques participam da reunião 11


VIRAVIDA

FECOMÉRCIO

R

Equipe do Sesc e Senac Paraíba se reúne com representantes do Sesi Nacional

Apoio integral ao projeto Recentemente, o presidente da Fecomércio Paraíba, Marconi Medeiros, esteve reunido na sede da Federação com a equipe do Departamento Nacional do Sesi. O encontro teve o objetivo de reafirmar a parceria do Sistema Comércio no projeto Vira Vida, realizado, em âmbito nacional, pelo Sesi, com o apoio do Sesc e

Senac. Na ocasião, Medeiros reforçou o apoio integral à realização das atividades de educação e lazer, através das duas instituições, que, além de capacitar os jovens em situação de risco, promovem lazer e reinserção social. O Vira Vida tem como objetivo combater a exploração sexual e o abuso moral de jovens.

Revista Fecomércio Paraíba será

BIMESTRAL

Em um ano marcado por grandes novidades, a Revista Fecomércio Paraíba traz aos leitores mais uma conquista: a partir desta edição, a publicação ganha uma nova periodicidade, passando de trimestral para bimestral. A decisão foi fruto dos bons resultados e da receptividade que a revista teve, desde o início de sua circulação, em dezembro de 2007. Dessa forma, o Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC amplia, em todo o estado, sua principal ferramenta de divulgação e transparência, incentivando, cada vez mais, as instituições a mostrarem o trabalho realizado em prol da sociedade paraibana, em diversas áreas de atuação. 12

JUNHO - 2011


FECOMÉRCIO

O evento também reuniu autoridades jurídicas e políticas da Paraíba

Fórum sobre Farmácia Popular O I Fórum de Palestras Sobre o Programa Farmácia Popular do Brasil foi realizado pelo Ministério Público da Paraíba, Sindifarma-JP e outras entidades do setor. O evento contou com a participação de representantes de diversos órgãos e instituições. Entre eles a Fecomércio e a Secretaria de Saúde da Capital, representada pela titular da pasta, Roseana Meira. O coordenador do Farmácia Popular no Brasil, Marco Aurélio Pereira, ministrou palestra sobre as diretrizes e funcionamento do projeto. O encontro teve como objetivo promover a integração entre o poder público, que gere o Farmácia Popular, e os empresários do setor privado. Os anfitriões do Fórum foram o curador de Defesa dos Direitos do Consumidor, Gualberto Bezerra, e o Procurador Geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro Filho. JUNHO - 2011

Procurador Geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro Filho, abriu o evento 13


FECOMÉRCIO

Marconi Medeiros explica a importância do projeto

Servidores do Sesc e Senac realizam visita às obras

Visita ao Centro de Turismo e Lazer Os colaboradores do Sistema FECOMÉRCIO/ SESC/SENAC, de todo o estado, realizaram uma visita ao Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco e Escola de Gastronomia e Hotelaria do Senac, localizado na orla de João Pessoa, na praia do Cabo Branco. A visita teve como objetivo fazer com que os funcionários da instituição tenham

contato com o prédio, a estrutura e os detalhes da obra, que, mesmo antes de finalizada, já se constitui como centro de referência, em nível nacional, no desenvolvimento turístico. Após a visita, o presidente Marconi Medeiros reuniu todos os presentes em um almoço descontraído e de confraternização, oferecido na própria unidade.

AUTOMAÇÃO Curso desperta importância do uso das tecnologias de informação Com o intuito de despertar para a importância do uso das tecnologias da informação no dia a dia, o Sesc e Senac Paraíba promovem o curso Automação e Tecnologia da Informação. Em junho, mais uma turma de líderes de cada instituição estará envolvida no evento. Como a automação é um conjunto de ferramentas para dar mais eficiência ao processo de trabalho, o curso trata do comportamento dos funcionários no cotidia14

no, fala sobre automação, mostra as tecnologias e leva os participantes a uma reflexão para identificar suas competência e buscar formas mais eficazes de trabalho. “É preciso acompanhar a evolução tecnológica. Se as pessoas usarem a automação para ganhar tempo, irão trabalhar melhor e fazer com que a instituição cresça mais”, afirmou o consultor de tecnologia da informação do Sistema Fecomércio Paraíba, Eleandro Geres.

Equipes do Sesc e Senac participaram das oficinas JUNHO - 2011


FECOMÉRCIO

Abertura da II Reunião do Conselho de Presidentes e Diretoria da ABAV Nacional, realizado no município do Conde

Visita dos Presidentes da ABAV à Paraíba Há poucos dias, os presidentes das Associações Brasileiras de Agências de Viagens (ABAVs) de todo o Brasil tiveram a oportunidade de conhecer de perto os atrativos turísticos da Paraíba. Eles participaram da II Reunião do Conselho de Presidentes e Diretoria da ABAV Nacional, que aconteceu no Mussulo Resort, no município do Conde, litoral sul do estado. O evento teve o apoio do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC na Paraíba.

Brunet (ABAV PB) e Amorim (ABAV Nacional) homenageiam Medeiros

Turismo paraibano é impulsionado nos meses de junho e julho Em junho, nós também celebramos o Dia do Turista. E o Brasil tem muito a comemorar, já que o país recebeu mais de 5,16 milhões de turistas estrangeiros, durante o ano passado, segundo o Ministério do Turismo. A região Nordeste, mais especificamente a Paraíba, tem ainda mais motivos para festejar a data, já que é justamente neste mês que o estado sedia as festas juninas e o Maior São João do Mundo, impulsionando, ainda mais, esse setor. E como se não bastasse, estamos bem próximos de julho, época das férias escolares e da alta temporada, o que significa ainda mais turista para a região; sobretudo o turismo familiar e doméstico. Isso representa geração de empregos, sem falar na divulgação dos valores culturais, históricos e sociais da Paraíba. JUNHO - 2011

Os meses de junho e julho estimulam o turismo doméstico e familiar 15


O maior são joão do mundo é aqui! Em junho, os olhares do Brasil e do mundo se voltam para os festejos nordestinos, mais especificamente para a Paraíba. Isso porque é neste mês que é comemorado o São João, festa típica da região, e é justamente na cidade de Campina Grande que acontece o maior evento junino do mundo. São 31 dias de festa e mais de mil horas de forró, para um público de cerca de dois milhões de pessoas, com destaque para o grande número de turistas, tanto internos como externos.

A Pirâmide Jackson do Pandeiro é palco para as quadrilhas apresentarem, todas as noites, seus shows de beleza, cultura e animação

16

JUNHO - 2011


CAPA

Toneladas de fogos de artifício são estouradas nos principais dias da festa

Na programação, que acontece de 3 de junho a 3 de julho, o termo forró (for all) faz jus à origem “para todos”. Grandes nomes da música nordestina apresentam-se no palco do Arraial Hilton Mota, no Parque do Povo, reunindo o melhor da música popular, com atrações que vão desde o xote, xaxado e baião ao arrasta pé e o som contagiante do forró eletrônico. Elba Ramalho, Dominguinhos, Flávio José, Zé Ramalho, Genival Lacerda, Santana, Waldonys, Aviões do Forró, Banda Calypso, entre outros, estão entre as estrelas da festa. E não para por aí! Trios de forró, apresentações de quadrilhas, grupos folclóricos, casamento coletivo, Círio de São João, Expresso Forrozeiro, apresentações de repentistas, Recanto dos Santos Juninos, shows pirotécnicos, culinária regional e muitos outros grandes atrativos garantem a animação, cultura e tradição e fazem da festa junina de Campina Grande a maior do mundo. Os festejos também se estendem para a Vila do Artesão, a Feira da Prata e os Distritos de Galante e São José da Mata. JUNHO - 2011

17


CAPA

Homenagem ao cantor Genival Lacerda Este ano há novidades: o São João de Campina acrescenta valores culturais à festa, homenageando o cantor Genival Lacerda e o poeta cordelista Manoel Monteiro, além de dar mais destaque para os grupos de danças folclóricas. Além disso, foi instalado um Palco Duplo no Arraial Hilton Mota, o que dará mais dinamismo às apresentações artísticas. Ainda dentro do rol de mudanças, está o retorno dos profissionais da comunicação para a Rua da Imprensa e a decoração externa da Pirâmide com bandeirolas. Como se percebe, o mês de junho na Rainha da Borborema é sinônimo de fartura, mas não é só de festa não. Enquanto muitos aproveitam para arrastar os pés, no ritmo do forró, outros lucram durante os 31 dias de folia com o crescimento econômico que o evento provoca.

O Maior São João do Mundo impulsiona a economia da cidade, envolvendo vários setores na cadeia produtiva dos festejos juninos. Um dos setores mais beneficiados é o turístico, já que Campina recebe visitantes de todos os lugares do mundo, a exemplo de Pernambuco, Bahia, Rio Grande do Norte, Ceará, Amazonas, Rio de Janeiro, Itália, Japão, Estados Unidos, entre outros. Inclusive, uma semana antes do início do evento, praticamente todos os leitos da rede hoteleira da cidade já estavam reservados para os turistas que vêm participar dos festejos. E a expectativa do SindCampina (órgão responsável pelo setor hoteleiro da cidade) é de que, em 2011, o número de visitantes cresça, ainda mais, em relação ao ano passado, em torno de 10%.

Cerca de dois milhões de pessoas devem passar pelo Parque do Povo

18

JUNHO - 2011


CAPA

Campanha nas nuvens Um dos motivos para que esse crescimento ocorra é um vídeo exibido para cerca de três milhões de passageiros da TAM Linhas Aéreas, que tiveram a oportunidade de conhecer o Maior São João do Mundo de Campina Grande e os atrativos turísticos da cidade. Durante todo o mês de maio, a companhia exibiu em seus voos nacionais um vídeo especial, produzido pela TV TAM nas Nuvens sobre os festejos juninos na segunda maior cidade da Paraíba. No documentário, de nove minutos, o ator Cássio Reis dançou forró pé de serra, andou em carro de boi e degustou alguns pratos da culinária regional. O vídeo exibiu, também, imagens da estrutura e formato do São João de Campina, com dicas de como chegar ao evento. A equipe de produção do vídeo contou com o apoio da Empresa Paraibana de Turismo (PBTur) e do trade turístico.

O Maior São João do Mundo em números n Duração do evento: 31 dias (03 de junho a 03 de julho)

Área do Parque do Povo: 42,5 mil m² Investimento: R$ 6,3 milhões n Geração de empregos diretos e indiretos: cerca de 10 mil n Trios de forró: mais de 160 n Horas de forró tocadas pelos trios: mais de mil horas. n Shows no palco principal: mais de 90 n Apresentações de quadrilhas: mais de 350 n Pirâmide Jackson do Pandeiro: capacidade para oito mil pessoas n Fogueira Gigante: 18 metros de altura n Público para o São João 2011: cerca de dois milhões de pessoas n Show Pirotécnico: duas toneladas de fogos de artifício, com 15 minutos de duração n n

JUNHO - 2011

Investimento em profissionalização Mas para que esses turistas sejam bem recebidos, é preciso investir na profissionalização e qualificação de todos os envolvidos. É aí que entra o Sistema Fecomércio Paraíba; não só através do apoio e incentivo ao evento, como também por meio dos seus braços sociais: o Sesc e o Senac, que investem, constantemente, no desenvolvimento educacional, profissional e social de todos os paraibanos, pensando sempre, e em primeiro lugar, na população e na evolução do estado. Além do setor turístico, restaurantes, taxistas, costureiras, vendedores, marceneiros, ambulantes, artesãos, trios de forró, garçons, lojistas, seguranças e muitos outros também estão entre os tantos beneficiados. Para este ano, a expectativa é de que 10 mil empregos, diretos e indiretos, sejam gerados em virtude do evento e haja uma movimentação de cerca de 25 milhões de reais. Mas não é só em Campina que o São João ganha destaque. A data é comemorada no estado inteiro, do litoral ao sertão, em grande estilo e muita autenticidade. O Sesc, por exemplo, realiza uma programação recheada de muito forró pé de serra, quadrilhas, comidas típicas e animação, nas unidades de João Pessoa, Campina, Guarabira, Patos, Sousa e Cajazeiras, fazendo a alegria e o “arraiá” da população. No final, ganham comerciários, dependentes, conveniados, usuários e toda a sociedade paraibana.

19


SESC

União marca o evento durante parada em Cabedelo

Solidariedade em ritmo de forró O Trem do Forró e da Solidariedade faz parte do projeto São João com Fartura, realizado pela Universidade Federal da Paraíba, em parceria com o Banco de Alimentos do Sesc. Além do trem, também são feitas apresentações teatrais e, para este ano, está prevista a realização de palestras. O evento, que acontece desde 2006, arrecadou mais de 3700 quilos de alimentos, só no ano passado. A previsão de 2011 é alcançar 5 mil quilos de alimentos. A cada ano, o projeto é aprimorado, para melhor atender às pessoas que participarão da viagem e também as que irão receber os alimentos recolhidos. No ano passado, foram pedidos 5 quilos de alimentos (arroz ou feijão), como forma de ingresso e troca pela camiseta. Após a arrecadação, os alimentos são doados a instituições carentes. 20

No ritmo da solidariedade JUNHO - 2011


SESC Escola Sesc de Ensino Médio é uma das melhores do Brasil

Paraibanos podem estudar no Rio de Janeiro Formação de qualidade, desenvolvimento das mais diversas habilidades e o primeiro passo para a profissão. É assim a atuação da Escola Sesc de Ensino Médio (Esem), que está com as inscrições abertas, até o dia 17 de junho, para que mais paraibanos possam ter esta experiência. É um novo conceito de escola: alunos de todo o Brasil têm formação integral, moram na instituição, têm acesso a atividades artísticas

e culturais, laboratórios, aprendem línguas, além da estrutura, que possui 130 mil metros quadrados, com biblioteca, teatro, quadras poliesportivas, piscina semiolímpica e muitos outros benefícios. Neste ano, mais três estudantes da Paraíba ingressaram na Escola Sesc. Cheios de expectativa, Gleyciane Macena, Rita de Cássia Monte e Wertton Luís de Pontes querem aproveitar, ao máximo, a experiência.

Paraíba no Campeonato Nacional de Futebol do Sesc A equipe do Sesc Paraíba esteve presente na etapa final do Campeonato Nacional de Futebol dos Servidores do Sesc 2010/2011. O time passou da seletiva Nordeste e chegou na fase final da competição de futebol society. Oito times disputaram o título de campeão, que ficou com o Paraná. Os atletas paraibanos festejaram os bons resultados e ainda lembraram o fato de formarem a maior delegação do torneio. “Mais do que a confraternização, a competição incentivou a saúde do trabalhador, promoveu mudanças de hábito e de estilo de vida”, comemorou a Diretora de Ação Social do Sesc Paraíba, Eliane Bandeira. JUNHO - 2011

Paraibanos se destacaram na competição e chegaram à etapa final 21


SESC

Sesc e Exército

promovem um grande e histórico evento esportivo Um dia dedicado ao lazer, esporte e meio ambiente. Esse foi o espírito que marcou a realização da Eco Corrida da Infantaria/Minimaratona Sesc, no dia 22 de maio, na orla da capital. O evento, que foi promovido pelo Sesc, em parceria com o 15° Batalhão de Infantaria Motorizado, contou, também, com o apoio da Federação Paraibana de Atletismo e da Federação Paraibana de Ciclismo. Quem participou, viu: foi um sucesso! A grande novidade desta edição foi o fato dos atletas escolherem entre três categorias para participar: corrida de 1, 5 e 10 km, caminhada (5 km) e passeio ciclístico, com trajeto de 10 Km. Baterias especiais foram realizadas por cadeirantes, comerciários e militares. A largada aconteceu no Busto de Tamandaré, na praia do Cabo Branco. A preservação ambiental foi outro ponto importante do evento. Material reciclado foi utilizado durante toda a realização da minimaratona. Ao final, os primeiros colocados em cada categoria receberam troféus e cada participante que finalizou a prova ganhou medalha. Um evento que entrou, definitivamente, para o calendário esportivo da Paraíba. 22

Evento reuniu duas mil pessoas na orla de João Pessoa

JUNHO - 2011


SESC

Autoridades com os vencedores da categoria cadeirantes

Atleta Pretinha ganha a prova

Atleta chamou atenção da imprensa

Empresários prestigiaram o evento

Passeio ciclístico envolveu desde crianças até idosos JUNHO - 2011

23


SESC

Incentivo à leitura com brincadeiras O projeto Livro Sesc em Ação já comemora os resultados positivos no incentivo à leitura com os pequenos, em 2011. Dezenas de crianças de escolas na capital participaram das atividades promovidas pela equipe da Biblioteca do Sesc Centro João Pessoa. Através de brincadeiras, dinâmicas, oficinas e contações de história, a garotada desenvolveu o hábito da leitura e escrita, elaborando, inclusive, suas próprias historinhas com ilustrações. No final do ano, todos os livrinhos elaborados pelas crianças serão expostos na área de lazer da unidade. Vacinação no Sesc foi muito elogiada

Projeto desenvolve o hábito da leitura entre a garotada

Curso para equipe de Odontologia Os profissionais da unidade odontológica do Serviço Social do Comércio da Paraíba participam, até o final do ano, da Ação de Capacitação em Saúde – Ciclo de palestras: Odontologia. Dividido em seis videoconferências, o projeto, de âmbito nacional, visa à atualização dos conhecimentos técnicos e científicos que compõem a atividade. O curso é realizado através de videoconferências

24

Campanha Nacional de Vacinação A 13ª Campanha Nacional de Vacinação contra gripe em idosos, indígenas, gestantes e crianças até os dois anos teve um aliado de peso na Paraíba: o Sesc. A ação teve como objetivo imunizar 80% da população brasileira, aproximadamente 24 milhões de pessoas, contra dois tipos de gripe, além do vírus da influenza A (H1N1). O Núcleo de Saúde Ocupacional do Comércio (Nusoc), localizado no Sesc Centro, em João Pessoa, foi um dos 65 mil postos da campanha e direcionou sua ação para as pessoas com mais de 60 anos. JUNHO - 2011


SESC

Público concentrado durante a exibição de filme

Cinema no sertão paraibano

Desenvolvido pelo Departamento Nacional do Sesc, o CineSesc tem a finalidade de suprir a necessidade das pessoas, com relação à sétima arte. Diversos filmes são exibidos mensalmente, sobretudo os nacionais. Essas exibições acontecem em parceria com a Programadora Brasil, que concede à instituição os vídeos que serão vistos. Nas cidades sertanejas de Patos, Sousa e Cajazeiras não há cinema e o projeto oferece uma oportunidade ímpar. Além disso, após o término das sessões, os presentes podem debater os filmes a que assistiram e ainda sugerir outros a serem exibidos.

Mostra científica

Palco Giratório já é referência na cultura paraibana

Palco Giratório na Paraíba A partir de julho, o Sesc Paraíba recebe a primeira etapa do Palco Giratório. As outras serão realizadas nos meses de setembro e outubro. O projeto é realizado há mais de dez anos. O principal objetivo é disseminar e democratizar o acesso à cultura através de diversas formas de manifestações culturais; como espetáculos teatrais, danças e música. A programação completa será detalhada no site www.sescpb.com.br JUNHO - 2011

Equipamentos de ciência alteraram o cenário da unidade do Sesc em Guarabira. A mostra Ciência do Cotidiano expôs um acervo variado de peças, desde uma réplica em miniatura da Torre de Pisa até o Sistema de Roldanas. “O evento permitiu ao público compreender, de forma interativa, os fenômenos científicos que ocorrem no cotidiano”, comemorou a gerente do Sesc em Guarabira, Maria da Luz Costa. O Projeto SesCiência, desenvolvido pelo Departamento Nacional do Sesc, circula por todo o país e tem o objetivo de promover a disseminação do conhecimento científico e a compreensão dos fenômenos da Física.

Conhecimento é passado para todas as idades 25


SENAC

Modelo internacional

Presidente Marconi Medeiros se reúne com equipe da Essor

Parceria para formação profissional A parceria realizada pelo Senac Paraíba com a Associação de Solidariedade Internacional (Essor), que consiste na qualificação profissional à população de baixa renda atendida pela ONG, servirá de modelo para a implementação de parcerias no Senac Amazonas e em Moçambique, na África. Recentemente, a equipe da instituição esteve reunida em João Pessoa com representantes do Departamento Regional do Amazonas, o coordenador geral e 26

o coordenador de projetos da Essor no Brasil e da ONG Adeis, para entender o funcionamento do projeto e adaptá-lo nos respectivos locais. “A parceria do Senac Paraíba e da Essor é de fundamental importância para a qualificação profissional, sobretudo para as pessoas menos favorecidas. O Senac tem capacidade de dar uma formação de qualidade, e as empresas reconhecem isso”, comemorou o coordenador da Essor no país, Frederic Barbotin. JUNHO - 2011


SENAC

Os alunos do curso de Guia de Turismo participam de aulas teóricas e práticas

Senac forma técnicos em Guia de Turismo O Guia de Turismo é uma profissão que não para de crescer. E para promover uma qualificação adequada desse profissional, o Senac tem uma estrutura curricular específica, professores especializados e valiosas orientações para ingresso no mercado de trabalho.

Recentemente, a entidade abriu uma nova turma, que deverá ser concluída em maio do próximo ano. O curso possui carga horária de 800 horas e as aulas acontecem de segunda a sexta, das 18h30 às 21h40. No final, os participantes receberão certificado e diploma.

Técnico em Transações Imobiliárias Atento ao crescimento da construção civil e acompanhando as demandas de mercado, o Senac inovou e deu início ao Curso Técnico em Transações Imobiliárias na Paraíba. O curso tem um total de 800 horas/aula. O objetivo é qualificar profissionais da área, para que atuem de forma ética e dentro dos parâmetros da lei, tendo em vista que um dos principais problemas enJUNHO - 2011

frentados no ramo é a atuação, informal ou irregular, de profissionais, em alguns casos, desqualificados. As aulas são divididas em três módulos e, durante os 12 meses do curso, os alunos têm noções completas de todos os detalhes que envolvem o processo de compra, venda, aluguel e troca de imóveis. Os concluintes receberão diplomas de Técnico em Transações Imobiliárias.

Em João Pessoa, o ramo imobiliário é promissor 27


SENAC

Serviços de beleza do Senac são referências

Cabeleireira finalizando o processo de escova

O Brasil é dos maiores consumidores mundiais em artigos de beleza, e as mulheres são as principais responsáveis por esses números. Além disso, faz parte da rotina delas cuidar da pele e dos cabelos. O Salão de Beleza Escola do Senac Paraíba oferece serviços desse tipo, com ótima qualidade e preços acessíveis à sociedade. Para isso, são disponibilizados profissionais experientes e capacitados, que atendem à necessidade de cada cliente. No salão, são realizadas tinturas, luzes, hidratação dos fios, corte, escova, tratamento capilar, banho de brilho, além de penteados. Já na pele são feitas depilações, sobrancelha, hidratação facial e esfoliação de pelos encravados. Está prevista para o segundo semestre deste ano a implantação de serviços de limpeza de pele e escova progressiva. Os interessados em utilizar o salão devem agendar com antecedência.

Qualificação de Soldados do Exército Qualificar e capacitar militares. Com esse objetivo, 20 soldados do Comando do 1° Grupamento de Engenharia participam do curso de Auxiliar de Cozinha, que termina na segunda quinzena de junho. Entre outras coisas, os alunos aprendem sobre a manutenção e utilização de equipamentos necessários em uma cozinha, de forma técnica e preventiva. O curso faz parte do projeto Soldado Cidadão, que na Paraíba é desenvolvido pelo Ministério da Defesa, em parceria com o Senac. A próxima turma será de webdesigner, com início previsto para este mês. 28

Curso abre novas possibilidades profissionais aos soldados JUNHO - 2011


GASTRONOMIA

Senac fortalece Escola de Hotelaria

SENAC

Há vários anos, o setor de turismo desenvolve um papel fundamental na economia do Brasil. Com a aproximação da Copa do Mundo de 2014 e das Olimpíadas em 2016, o Senac definiu uma série de estratégias na Paraíba. Uma delas é oferecer cursos que possam garantir excelente atendimento aos turistas. Na Escola de Gastronomia e Hotelaria, a instituição promove diversos cursos: Cozinha Brasileira, Culinária Internacional, Camareira, Auxiliar de Cozinha, Barman, além de diversos outros que são fundamentais para o turismo. O Programa Senac de Gratuidade (PSG) também desenvolve cursos gratuitos para pessoas de baixa renda. Dessa forma, é possível realizar estudos na área, melhorar o currículo e ainda conseguir uma boa oportunidade de emprego, evidenciando, ainda mais, o caráter social da instituição.

Todos os cuidados com higiene são fundamentais no preparo dos alimentos. JUNHO - 2011

O cozinheiro precisa de habilidade e prática para preparar ótimas receitas 29


SENAC

Jovens recebem boas- vindas, no início das aulas no Senac

Qualificação de Jovens Mais de 200 pessoas, entre 18 e 29 anos, do Projovem Trabalhador – Juventude Cidadã – vão ganhar uma profissão. Isso graças a uma parceria entre a Prefeitura de João Pessoa, o Ministério do Trabalho e o Senac. As aulas são voltadas para a qualificação social e profissional. Os alunos são divididos em três arcos de ocupações: Beleza e Estética (envolve manicura/pedicura, depilador, cabeleireiro e maquiador), Educação (com a parte de auxiliar

de administração escolar, contador de histórias, inspetor de alunos e recreador) e o arco da Saúde (com foco em auxiliar de administração em hospitais e clínicas, recepcionista de consultório médico e dentário, atendente de laboratório de análises clínicas e atendente de farmácia). Os cursos, voltados para jovens desempregados e com baixa renda familiar, têm duração de 350 horas/aula e acontece em 24 semanas.

Senac promove curso intermediário de

LIBRAS

Os estudantes aprendem a desenvolver uma conversação fluente 30

No intuito de disseminar informações, o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial promove o Curso Intermediário de Língua Brasileira de Sinais (Libras). O ponto mais trabalhado desse nível, que termina em 1° de julho, é a conversação. “A intenção é derrubar as barreiras e permitir que os alunos tenham condições de realizar um diálogo fluente”, afirma a coordenadora do programa na unidade do Senac em João Pessoa, Tatiane de Cássia. Iniciado em 2002, o programa Deficiência e Competência tem o objetivo principal de permitir a inclusão social, no mercado de trabalho, de pessoas com necessidades especiais. JUNHO - 2011


SENAC

Alunos beneficiados pelo PSG

PSG

apresenta bons resultados em 2011 O Senac representa um diferencial na vida de quem passa pela Instituição, como o assistente administrativo Laerte Rodrigues. Atualmente no mercado de trabalho, o jovem comemorou a força que o Senac deu ao seu currículo, por meio do curso do Programa Senac de Gratuidade em Cajazeiras. “A instituição me proporcionou mais conhecimento e um grande auxílio na minha área, complementando o curso superior de administração, que realizo”, comentou o rapaz, destacando a equipe qualificada e a metodologia. Em 2011, o Programa Senac de Gratuidade já comemora os bons resultados obtidos no primeiro semestre. O PSG apresenta, até agora, todas as turmas iniciadas com sucesso, com preenchimento total das vagas. Até dezembro, serão finalizados 29 cursos, totalizando 200 turmas, qualificando 3650 alunos, em cinco unidades em todo o estado.

JUNHO - 2011

Alunos destacam a importância do programa para a vida profissional

31


PARAIBANIDADE

Cinema O Cineport 2011 vem aí! O evento é apenas em setembro, mas os preparativos para o 5° CINEPORT - Festival de Cinema de Países de Língua Portuguesa já começaram. Até o mês de junho, diretores podem inscrever seus curtas-metragens para participar do festival, que ocorre entre os dias 19 e 25 de setembro. O Festival é uma realização da Fun-

Música

Marina é uma representante da música paraibana

Marina Eduardo lança CD Estrellita

dação Cultural Ormeo Junqueira Botelho. Integram a programação mostras competitivas de longa e curtas-metragens em diversas categorias, além de mostras especiais. O Cineport tem como objetivo integrar as produções cinematográficas dos países que possuem o português como língua mãe.

Shows Paraibanos integram projeto do Sesc Pompéia O Secretário de Estado da Cultura, Chico César, anunciou, recentemente, a participação de músicos, cantores e artistas paraibanos no projeto Das Bandas de Lá, realizado pelo Sesc Pompéia, em São Paulo. A novidade foi resultado da articulação entre o secretário, o gerente adjunto da instituição, Jayme Paez Filho, e a diretora de programação, Lígia Moreli. Os artistas que integrarão a programação ainda serão divulgados e participarão do projeto, a partir do segundo semestre deste ano. A proposta é encurtar distâncias entre as produções de todo o país e o público paulista. Atualmente, o Sesc Pompéia é reconhecido como uma das principais unidades promotoras de cultura em todo o Brasil.

A cantora paraibana Marina Eduardo lançou, neste mês, o CD Estrellitas, disco de estréia da cantora. Aos 76 anos, ela é uma notável representante da música paraibana. Em 2000, foi ganhadora do Concurso Cultural Talentos da Maturidade, promovido pelo Banco Real (atualmente grupo Santander) em São Paulo, interpretando a canção Quem Sabe, de Carlos Gomes. Filha do fundador da Orquestra Sinfônica da Paraíba, a qual foi solista durante certo tempo, ela iniciou a carreira artística logo cedo e aprendeu, sozinha, as técnicas de canto lírico que utiliza em seu trabalho. 32

JUNHO - 2011


ARTIGO A reforma tributária “fatiada” A sociedade brasileira aspira, há longo tempo, por uma reforma tributária, que reduza a elevada carga tributária (34% do PIB), diminua o extenso elenco de impostos, taxas e contribuições, desburocratize e simplifique as obrigações fiscais dos contribuintes, consolide a legislação fiscal (segundo o IBPT, composta de 240.210 normas), desonere os investimentos geradores de empregos e renda e possibilite a competitividade dos produtos nacionais diante dos congêneres estrangeiros. Nos governos dos Presidentes Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva, diversos projetos de reforma tributária foram apresentados ao Congresso Nacional, tendo por ponto central a federalização das leis do ICMS, com o objetivo de harmonizar as 27 legislações estaduais e que, por isso mesmo, geram a chamada “guerra fiscal” entre os Estados, os quais, à revelia de mandamentos constitucionais e normas aprovadas pelo CONFAZ, concedem numerosos favores e estímulos fiscais. O grande óbice à reforma tributária é constituído pelos governos estaduais, sob a improcedente alegação de defesa da autonomia financeira das unidades da Federação e manutenção dos poderes de fiscalização dos contribuintes e aplicação de penalidades. Diante desse quadro, resta a solução da chamada “reforma fatiada”, isto é, por etapas, a começar pelas questões em que o consenso se revele possível. Segundo o noticiário da imprensa, é essa a diretriz adotada pelo Governo da Presidente Dilma Roussef. Entre as medidas anunciadas, merecem o irrestrito apoio da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo a ampliação do limite de faturamento para a inclusão, no SIMPLES, das micro e pequenas empresas e a desoneração dos investimentos, com a imediata devolução às empresas dos créditos referentes a máquinas e equipamentos, bem assim os decorrentes das exportações e os admitidos pela legislação do PIS/COFINS. Também merece o apoio da CNC a desoneração da folha de pagamento, mas desde que isso não ocorra com a transferência, para o faturamento das empresas, da incidência das contribuições previdenciárias. Essa medida é, inclusive, desprovida de base técnica e jurídica e contraria os fundamentos da Previdência Social. Na realidade, as incidências sobre a folha de salários (nela incluídos o décimo-terceiro e o terço de férias) referem-se

às contribuições à Previdência (20%), ao FGTS (8,5%), ao Salário-Educação (2,5%), ao SESC/SENAC ou SESI/ SENAI ou SENAT (2,5%), ao SEBRAE (0,6%), ao INCRA (0,2%) e ao seguro contra acidentes de trabalho (em média 2%), num total de 36,3%. Os benefícios previdenciários e o FGTS são função estrita do valor de cada salário, eis que, no seguro social, o benefício de cada segurado tem de guardar relação com os salários recebidos ao longo do tempo. É evidente que a contribuição previdenciária paga pelo trabalhador não pode ter por base o faturamento do respectivo empregador. Seria um absurdo onerar, por exemplo, as empresas que utilizam alta tecnologia e as empresas prestadoras de serviços profissionais (engenharia, arquitetura, advocacia, contabilidade, consultorias econômicas e outras). A base de cálculo tem de ser o próprio salário. Aliás, no caso do trabalhador doméstico remunerado por pessoa física e dos condôminos edilícios, inexiste faturamento. A incidência sobre a folha de salários é condição essencial à implantação do sistema previdenciário de acumulação e à implementação do Fundo prescrito pelo art. 250 da Constituição, que poderá aplicar, no mercado financeiro, as suas disponibilidades de caixa. Outras medidas devem ser adotadas, em termos de justiça previdenciária, como a revogação das isenções concedidas a várias classes de empregadores e empregados. O custeio das pensões e aposentadorias do setor rural, responsáveis pelo déficit global da previdência, deve ser suportado pelas dotações consignadas à assistência social com a receita do COFINS e da CSLL. As contas da previdência rural devem ser separadas das concernentes à previdência urbana, uma vez que esta já é superavitária. A desoneração da folha de salários deve ser perseguida através da redução da contribuição previdenciária, a ser compensada, de modo transparente e em lei, à conta da receita proveniente da COFINS e da CSLL. O ex-Presidente Luiz Inácio Lula da Silva lembrou, em mais de uma oportunidade, que essas contribuições sociais foram criadas precisamente para cobrir os benefícios concedidos aos trabalhadores rurais, aos empregados das entidades de assistência social e a outros grupos, como forma de realização da justiça social e redistribuição da renda nacional. Para finalizar, o Governo terá de desautorizar qualquer proposta de restabelecimento da CPMF.

Antonio Oliveira Santos Presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo 34

MARÇO - 2011


Revista FECOMERCIO PB n.13  

Revista Fecomercio

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you