Page 1

Paraíba Agosto 2012 Ano 6 Nº 19 

VENDAS Comércio festeja crescimento de 6%, no Dia dos Pais Pág. 15

EVENTO Paraíba realiza Encontro Nacional Sesc de Atividades Físicas Pág. 23

Sesc entrega Salão de Artes Visuais para artistas paraibanos OPORTUNIDADE

Senac capacita profissionais em cursos técnicos

Pág. 28


EXPEDIENTE

PRESIDENTE Marconi Medeiros

PRODUÇÃO EDITORIAL Assessoria de Comunicação do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC-PB

1º VICE-PRESIDENTE: Geraldo Magela Lima  2º VICE-PRESIDENTE: Ricardo Vasconcelos Pereira de Melo  3º VICE-PRESIDENTE: José de Assis Lima  4º VICE-PRESIDENTE: Antonio Rangel Moreira  1º SECRETÁRIO Alexandre José Cartaxo da Costa  2º SECRETÁRIO: Juarez Pereira Marques  1º TESOUREIRO: Fernando de Andrade Teixeira  2º TESOUREIRO: Benjamim Maia Lins

REPORTAGENS Camila Honorato Dennise Vasconcelos Diego Caiaffo Wendell Rodrigues

DIRETORES Davi Livengston Lauro de Sales  Diana Chianca Gusmão Edalmo Leite Fernandes de Assis Fernando Flávio Madruga Oliveira Lima  Giuseppi Coutinho de Souza  Guilherme Coutinho de Souza  Inácio Ramos Borba Ione Regina de Souza Isaac Junior Moreira Jailton Eloy Mendes João Batista André da Costa José Claudionor Fernandes da Silva Jurandi Ferreira de Souza Kleber Sampaio Santiago  Luiz de Gonzaga Guimarães Correira Marconi Barros dos Santos Moacir Tavares dos Santos Paulo Sérgio Navarro de Souza Raul Ventura da Silva Rodrigo Guedes Rodrigues Silvino Bezerra da Costa Vantuiler Leite Chaves Vicente Martins da Nóbrega Vinicius José de Araújo Silva

REVISÃO João Trindade FOTOGRAFIA FECOMÉRCIO/SESC/SENAC-PB Arquivo cedido pela PMJP e Governo da Paraíba Juarez Carneiro Gettyimages Ricardo Araújo

TITULARES CONSELHO FISCAL Antônio Vicente da Silva  Edigar Florêncio da Silva Francisco Wanderley Junior SUPLENTE CONSELHO FISCAL José Coriolano Porto Manoel José do Nascimento Pedro Soares dos Santos DIRETORA REGIONAL DO SESC Mônica Barros

JORNALISTA RESPONSÁVEL Wendell Rodrigues (DRT – PE 3305)

DIRETOR REGIONAL DO SENAC Geraldo Veras

PROJETO GRÁFICO Anderson Rodrigues

SINDICATOS FILIADOS SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DE JOÃO PESSOA (SINDIALIMENTOS) SINDICATO DO COM. ATACADISTA DE MAQUINISMOS EM GERAL DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIMAQUINISMOS) SINDICATO DO COM. ATACADISTA DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDICONSTRUÇÃO)  SINDICATO DO COM. ATAC. DE ALGODÃO E OUTRAS FIBRAS VEGETAIS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIALGODÃO) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FAR-

DIAGRAMAÇÃO E EDITORAÇÃO ELETRÔNICA Ricardo Araújo (DRT-PB 631) IMPRESSÃO Gráfica Santa Marta TIRAGEM 1.000 exemplares

Revista

FECOMÉRCIO

Paraíba

Produção Bimestral do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC-PB ascomfecomerciopb@gmail.com Tel. (83) 3208-3112

MACÊUTICOS DE JOÃO PESSOA (SINDIFARMA JOÃO PESSOA) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL ÓPTICO, FOTOGRÁFICO E CINEMATOGRÁFICO DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIÓTICA)  SINDICATO DO COMÉRCIO DE VENDEDORES AMBULANTES E FEIRANTES DE JOÃO PESSOA (SINDIAMBULANTES) SINDICATO DOS LOJISTAS DO COMÉRCIO DE JOÃO PESSOA (SINDILOJAS) SINDICATO DAS EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS, E DOS CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS DO ESTADO DA PARAÍBA (SECOVI) SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA DE DROGAS E MEDICAMENTOS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIDROGAS) SINDICATO DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINRECOM) SINDICATO DAS EMPRESAS DE SERVIÇOS DE INFORMÁTICA DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDISOFT) SINDICATO DAS EMPRESAS DE CENTROS DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES “A” E “B” DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDECFCPB)  SINDICATO DO COMÉRCIO DE REVENDEDORES DE VEÍCULOS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINVEP-PB) SIND. DO COMÉRCIO VAREJISTA DOS FEIRANTES E AMBULANTES DE CAMPINA GRANDE (SINDIAMBULANTES) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CAMPINA GRANDE (SINDILOJAS C.GRANDE) SIND. DO COMÉRCIO DE PEÇAS E ACES. PARA VEÍCULOS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIPEÇAS) SIND. DO COMÉRCIO VAREJISTA DE PROD. FARMACÊUTICOS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIFARMA CAMPINA GRANDE)  SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIATACADISTA) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CARNES FRESCAS DE CAMPINA GRANDE (SINDICARNES FRESCAS) SIND. DO COMÉRCIO VAREJISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DE CAMPINA GRANDE (SINDIALIMENTOS) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE PATOS (SINDILOJAS PATOS) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE SOUSA (SINDIEMPRESAS SOUSA) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CAJAZEIRAS (SINDIBENS CAJAZEIRAS) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE GUARABIRA (SINDILOJAS GUARABIRA).


EDITORIAL

A história da cidade de João Pessoa pode ser, metaforicamente, comparada com a da Revista Fecomércio Paraíba, que, assim como a antiga Cidade Real de Nossa Senhora das Neves, começou pequena, pouco conhecida, mas ávida por alcançar um espaço cada vez maior. Este mês, a publicação do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC Paraíba chega à sua 19ª edição, sendo referência para empresários e comerciários de todo o Brasil. Já a “Senhora do Porto e das Águas”, como foi definida João Pessoa, em seus primórdios, completa 427 anos como símbolo de qualidade de vida e de riqueza cultural, histórica e ambiental. Graças, sobretudo, ao trabalho intenso dos governos estadual, municipal, em parceria com o trade turístico e empresários, hoje a capital do Estado da Paraíba deixou de ser apenas mais uma pequena cidade do litoral brasileiro, tornando-se um dos lugares mais visitados do Nordeste e recebendo milhões de turistas de todo o mundo. Como consequência, cresceram a economia, o comércio, a indústria e a renda da população. Por trás de toda essa evolução, existe a contribuição de três entidades: Fecomércio, Sesc e Senac da Paraíba, que, há mais de 60 anos, participam, ativamente, do desenvolvimento social e econômico dos pessoenses, através de suas unidades espalhadas pelos principais pontos da cidade. Como mostra esta edição da revista, apenas neste mês foram diversas ações e projetos realizados pelo Sistema, nas áreas de educação, saúde, cultura, lazer, assistência, profissionalização, turismo e economia, beneficiando milhares de cidadãos pertencentes a esse município, que recepciona os primeiros raios de sol. Sem dúvida, a capital paraibana é um lugar no ponto certo. Estar em João Pessoa é desfrutar privilégios da natureza e da história. Por tudo isso é que muitos costumam dizer que quem visita esta cidade, sempre acaba voltando, e para ficar. E é isso que pretendemos também com vocês, nossos leitores: que, ao folhear estas páginas, fiquem aguardando, ansiosamente, a próxima edição chegar. Boa leitura!


SUMÁRIO

Boa Notícia: Índice de Preços do Comércio Varejista desacelera Página 7

Vendas crescem

6%, no Dia dos Pais

Página 15

SESC ENTREGA SALÃO PARA ARTISTAS PARAIBANOS O Sesc Paraíba inaugurou o Salão de Exposições no Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco. A solenidade de abertura homenageou o artista plástico Hermano José.

Páginas 16 a 21

De braços abertos, João Pessoa comemora 427 anos

Escola Sesc Instituto Dom Ulrico inicia aulas

Páginas 10 a 13

Página 26

Senac capacita profissionais em cursos técnicos Página 28


OPINIÃO „Em se tratando de vendas, a expectativa é de que o segundo semestre seja de crescimento, o que seria uma reposta aos incentivos fiscais e monetários dados a partir do ano passado. A previsão da Confederação Nacional do Comércio (CNC) é que o comércio varejista cresça em torno de 8% neste ano.‰ A Paraíba comemora o aniversário de João Pessoa. A terceira capital mais antiga do país tem muitas razões para celebrar. São várias conquistas! Uma delas é no setor turístico, que permanece em grande e constante desenvolvimento. Podemos exemplificar esse crescimento observando a ocupação dos hotéis na Paraíba que, em junho, atingiu o maior nível no período de 20 anos. Somando o fluxo de todas as regiões do estado, foram registradas as presenças de mais de 126 mil pessoas. E um dos principais motivos foi o São João de Campina Grande. Uma outra ação de sucesso é o projeto Caminhos do Frio. O evento, que acontece em Bananeiras, Serraria, Pilões, Areia, Alagoa Grande e Alagoa Nova movimenta a região e leva desenvolvimento econômico. Além disso, a Paraíba contará, em breve, com um novo empreendimento que promete fortalecer ainda mais o turismo no estado: o Centro de Convenções. Sua grande estrutura possibilitará à capital receber eventos de grande porte. O saldo disso são mais visitantes e mais dinheiro circulando. Isto mostra que todos esses es-

forços se refletem na economia em diversas vertentes. Uma delas é o comércio, que também ganha com a chegada de turistas. Em se tratando de vendas, a expectativa é de que o segundo semestre seja de crescimento, o que seria uma reposta aos incentivos fiscais e monetários dados a partir do ano passado. A previsão da Confederação Nacional do Comércio (CNC) é que o comércio varejista cresça em torno de 8% neste ano. O Governo faz sua parte para estimular a economia. Os juros básicos nacionais alcançam patamares mínimos e históricos. Sem contar outras medidas que colaboram para a competitividade do país, como a prorrogação das alíquotas de IPI para a linha branca. Por tudo isso, o momento é de expectativa para o crescimento. O país vive sem ameaça da inflação futura e espera a aceleração da economia, que virá a partir dos incentivos fiscais que estimulam o consumo das famílias, geram emprego e renda. É hora de contribuir para esse desenvolvimento esperado. E é assim, pensando no bem comum, que atua o Sistema Comércio, na Paraíba e em todo o Brasil.

MARCONI MEDEIROS Presidente do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC-PB

AGOSTO I 2012


FECOMÉRCIO

Índice de Preços do Comércio Varejista desacelera em junho O Índice de Preços do Comércio Varejista (IPCV), que apura, mensalmente, o comportamento dos preços praticados no comércio varejista da Região Metropolitana de João Pessoa, continua desacelerando. Segundo levantamento do Instituto Fecomércio de Pesquisas Econômicas e Sociais da Paraíba, o IPCV fechou o mês de junho registrando inflação de 0,24% ante altas de 0,47% e 0,57% nos meses de maio e abril deste ano, respectivamente. Os Grupos Alimentação (0,93%), Despesas Pessoais (0,32%) e Saúde e Higiene Pessoal (0,30%) foram os que mais influenciaram positivamente no resultado da inflação do varejo em junho de 2012. “A alta do IPCV neste mês não foi maior graças à deflação verificada no Grupo Transporte (-1,59%), reflexo da redução do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que ocasionou uma retração nos preços dos automóveis novos”, explica o Presidente do Sistema Fecomércio Paraíba, Marconi Medeiros. Em variações acumuladas, a inflação apurada pelo IPCV foi de 2,27% no primeiro semestre de 2012, enquanto que nos últimos 12 meses atingiu o patamar de 4,98%.

NOTA METODOLÓGICA Os produtos escolhidos para compor a pesquisa do Índice de Preços do Comércio Varejista são os mais utilizados pelas famílias com rendimentos de até 30 salários mínimos mensais. Para o cálculo, são coletados, mensalmente, preços em 190 estabelecimentos comerciais da RMJP, sendo analisados aproximadamente 8.700 preços de 830 produtos. Vale ressaltar que o levantamento de preços do IPCV leva em consideração os preços cobrados pelo comércio varejista, deixando de fora os setores de serviços e tarifas públicas. AGOSTO I 2012

7


FECOMÉRCIO

Representantes sindicais fecham negociações

Com sucesso, representantes do comércio encerram negociações coletivas Os Sindicatos dos Empregados do Comércio nas cidades de João Pessoa, Guarabira, Patos e Cajazeiras, junto aos Sindicatos Patronais destas cidades, finalizaram com sucesso as negociações da Convenção Coletiva de Trabalho 2012/ 2013. O acordo firma as diretrizes trabalhistas

relacionadas ao setor do comércio de bens, serviços e turismo. As negociações aconteceram em reuniões nas próprias cidades durante o mês de julho, com a presença de empresários de diversas áreas do comércio, presidentes dos sindicatos em questão e comerciários.

Reuniões aconteceram em João Pessoa, Guarabira, Patos e Cajazeiras

Participaram das reuniões autoridades sindicais, empresários e comerciários do setor

8

AGOSTO I 2012


FECOMÉRCIO

O desenvolvimento do comércio paraibano sempre na pauta

Conselhos e Diretorias do Sistema Fecomércio Paraíba se reúnem Para acompanhar o andamento e planejar as ações do Sistema FECOMÉRCIO/SESC/SENAC na Paraíba, os conselheiros e a diretoria das três instituições se reuniram no prédio da Federação do Comércio, no Centro de João Pessoa, no mês de julho. Na ocasião, foram debati-

dos vários assuntos relevantes para o comércio e a população, além de enfatizar as atividades realizadas pelo Sistema. Um dos destaques foi o reconhecimento dos trabalhos de incentivo à leitura e à escrita e de introdução ao cinema realizado por projetos do Sesc em Campina Grande.

A ocasião é de avaliação e planejamento

A reunião teve a participação dos conselheiros e representantes

AGOSTO I 2012

9


De braços João Pessoa com

FECOMÉRCIO

Nas conhecidas palavras do poeta Flávio Eduardo Maroja – ou simplesmente Fuba – João Pessoa é a “porta do sol deste país tropical”. Ao comemorar 427 anos, a capital paraibana ecoa, com orgulho, as palavras de Fuba e mostra que, além da interpretação clássica dessa metáfora (pelo fato da cidade estar localizada no extremo oriental das Américas), João Pessoa tem motivos de sobra para figurar em lugar de destaque no Brasil. Com um clima ideal para o turismo, em qualquer época do ano, cenários

de tirar o fôlego e um povo que sabe receber bem, a cidade está de portas abertas. Ser considerado um dos melhores índices em qualidade de vida do Nordeste, segunda cidade mais arborizada do mundo, em relação ao número de habitantes (nomeada em conferência da ONU) e o reconhecimento como Patrimônio Cultural Nacional, devido à preocupação em manter viva a história do Brasil, através da preservação da memória, são apenas alguns dos motivos pelos quais João Pessoa se orgulha em comemorar esses 427 anos.

No Rio da Pedra Redonda Apesar de uma de suas principais características ser a beleza das praias, é do outro lado da cidade que começamos a contar a história de João Pessoa, no Rio da Pedra Redonda – ou Sanhauá, como chamaram os índios guaranis, primeiros habitantes destas terras. Foi às margens desse rio que os portugueses atracaram, pela primeira vez e, em 5 de agosto de 1585, fundaram a Povoação de Nossa Senhora das Neves, que quatro anos mais tarde veio a ser reconhecida como cidade. 10

Desde então, muitos nomes já constaram nos registros oficiais: Filipéia (1600, em homenagem ao Rei Filipe); Frederikstad (1635, após o domínio dos Países Baixos); Cidade da Parahyba (1817) até chegar a João Pessoa, após o assassinato do então governador, fato que se configurou como estopim da Revolução de 1930. Por ter iniciado sua colonização às margens do Sanhauá, é nessa região que encontramos o maior número de registros históricos da cidade, mantidos até hoje, graças à AGOSTO I 2012


s abertos, memora 427 anos

FECOMÉRCIO

Diversos locais da cidade contam a história de João Pessoa através da memória

preocupação dos poderes públicos e privados em preservar nossa história. As próprias edificações do Centro Histórico, que trazem em si traços das diversas escolas arquitetônicas europeias, nos contam a história de João Pessoa com ricos detalhes. Essa história inicia no Porto do Capim, onde os portugueses atracaram, passam pela praça Anthenor Navarro, sobem até à Casa da Pólvora e chegam à Igreja de São Francisco (um registro puramente barroco como poucos no Brasil); apenas para citar alguns pontos. AGOSTO I 2012

Theatro Santa Roza é um marco cultural e histórico de João Pessoa 11


FECOMÉRCIO

Contradições harmoniosas Além do Centro Histórico, em cada canto da cidade encontramos diversos exemplos de “contradições harmoniosas”: a memória preservada, aliada aos avanços tecnológicos, as belezas naturais mescladas à intervenção sustentável do homem, a destacada cultura local abrindo espaço às influências de outros estados. Seu litoral, com quilômetros de praias urbanas, é ideal para quem busca tanto a tranquilidade característica de João Pessoa como as opções de lazer noturno que a cidade oferece. Para quem procura algo além do sol e do mar com águas mornas, o turismo ecológico também se faz presente na cidade. Nesse quesito, boas opções são o Parque Arruda Câmara (onde é mantido também o zoológico municipal) e as trilhas ecológicas do Jardim Botânico, um grande recorte de mata atlântica em perímetro urbano. Além desses, alguns pontos são de visita obrigatória, devido ao reconhecimento, valor histórico e beleza: o farol do Cabo Branco (que marca o extremo oriental das Américas); a Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes (projeto de Niemeyer); o Mercado de Artesanato; os recifes de Corais de Picãozinho; a praia de Areia Vermelha; o tour do Centro Histórico, entre outros.

O Jardim Botânico é um exemplo de turismo ecológico

Destaque nacional Nos últimos anos, graças à intensa preocupação e parcerias entre os poderes público e privado, João Pessoa tem se tornado destino consolidado no turismo nacional e internacional e passagem obrigatória para quem visita o Nordeste brasileiro. Suas belezas naturais e históricas, seus pontos turísticos e a hospitalidade do paraibano são elogiados pelos turistas, a cada ano. A prova desse 12

destaque são os números que não param de crescer, a exemplo do fluxo de passageiros no Aeroporto Castro Pinto, que aumentou 11,4% no primeiro semestre de 2012, como mostram pesquisas recentes da Infraero, que constatou, ainda, que nos primeiros cinco meses deste ano a cidade obteve o terceiro maior aumento no fluxo de passageiros do Nordeste. AGOSTO I 2012


FECOMÉRCIO

Comércio pessoense também é destaque nacional

A força do comércio E por falar em desenvolvimento, não podemos deixar de citar o comércio pessoense, uma vez que a atividade comercial é a principal produtora de renda e responsável pela maior parcela do PIB estadual. Diversificado e pujante, o comércio de João Pessoa está presente em cada canto da cidade, oferecendo vantagens e estimulando o consumo. Isso tudo nos leva ao desenvolvimento do varejo paraibano, que, a cada ano, tem se configurado como uma das maiores expansões do Nordeste e do país, como comprovam pesquisas recentes do IBGE. Acompanhando, de perto, todo esse crescimento está o Sistema FECOMÉRCIO/

AGOSTO I 2012

SESC/SENAC-PB. Juntas, as três entidades participam da tomada de decisões estratégicas, junto aos poderes públicos e a outras entidades privadas, melhorando a qualidade de vida da população com os serviços do Sesc ou capacitando e aperfeiçoando profissionais para o mercado de trabalho, através do Senac. É por isso que, mais do que parabenizar a cidade, a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Paraíba se sente honrada em crescer junto a ela e em fazer parte dessa história, uma história que, neste mês, completa 427 anos e que ainda se estenderá por muitos séculos.

13


FECOMÉRCIO

João Pessoa

Entre as melhores cidades do mundo para desfrutar da aposentadoria Capital da Paraíba é uma das duas cidades do Brasil citadas na lista dos melhores lugares para aposentadoria

João Pessoa, capital da Paraíba, foi considerada um dos melhores lugares para se desfrutar a aposentadoria. No Brasil, apenas João Pessoa e Fortaleza, no estado do Ceará, apareceram na lista da organização International Living, responsável pelo ranking anual dos melhores lugares para se viver depois de se aposentar. Para a escolha dos destinos, o International Living leva em consideração quesitos como custo e qualidade de vida. De acordo com o levantamento, João Pessoa é descrita como uma cidade “verde” e, ainda que moderna, repleta de natureza. A cidade também é classificada como limpa e segura, e constitui um “ambiente relaxante e saudável” para aqueles que já trabalharam muito e, na aposentadoria, querem apenas aproveitar a vida. Além das cidades brasileiras, o International Living incluiu outras três cidades sul-americanas na lista: Montevidéu, Colônia do Sacramento e Punta Del Leste, todas no Uruguai. Fora da América do Sul, a organização apontou cidades na Europa e na América Central, como: Paris – França; Região da Calábria – Itália e Cidade do Panamá – Panamá. 14

Idosos encontram em João Pessoa um ótimo lugar para viver AGOSTO I 2012


FECOMÉRCIO

Comércio varejista registrou um aumento de 6% nas vendas, com destaque para Calçados, Confecção e Vestuário, e Eletroeletrônicos

Vendas crescem 6%, no Dia dos Pais Os empresários do comércio tiveram um motivo a mais para celebrar o Dia dos Pais este ano. De acordo com a estimativa, o comércio varejista da Região Metropolitana de João Pessoa (RMJP) registrou um aumento de 6% nas vendas de Calçados, Confecção e Vestuário, e Eletroeletrônicos, em relação ao mesmo período do ano passado. Mesmo com toda a variedade na oferta dos produtos, presentear os pais nem sempre é uma tarefa fácil. Para a estudante Laís Lucena, que sempre contou com a ajuda da mãe, este ano resolveu modificar a estratégia. “Comecei a analisar as propagandas que despertavam interesse do meu pai e os produtos que ele desejava comprar, o que facilitou a escolha”, revelou. Análises como essa possibilitaram o aumento do consumo durante o período, além da garantia que a escolha agradou aos pais. Mas, apesar das dificuldades na seleção do AGOSTO I 2012

O Dia dos Pais deste ano foi recheado de surpresas de Laís para Josivaldo Lucena

presente, a estudante comentou que gostaria de fazer isso todos os meses. “Esta é uma forma simbólica de agradecer por todo o carinho, disciplina e orientação que recebo diariamente”, declarou Laís. 15


CAPA

Salão de Artes Vis no Centro de Turismo e

Com o intuito de valorizar e promover o desenvolvimento da cultura no estado, o Sesc Paraíba inaugurou o Salão de Artes Visuais no Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco. A solenidade de abertura contou com a presença de autoridades do Sistema FECOMÉRCIO/ SESC/ SENAC - PB, além de diversos convidados e artistas, em especial, o homenageado Hermano José. Na ocasião, também houve a abertura do Salão de Artes Visuais que expõe 40 obras selecionadas entre os 114 trabalhos inscritos. Além disso, alguns artistas foram contemplados com os prêmios Incentivo e Aquisição como forma de estimular suas produções.

16

AGOSTO I 2012


uais é inaugurado

Lazer Sesc Cabo Branco

Salão de Exposições do Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco foi inaugurado oficialmente

AGOSTO I 2012

17


CAPA

O homenageado Hermano José profere algumas palavras

Homenagem a Hermano José Para valorizar e resgatar a arte paraibana, o projeto homenageou o artista plástico Hermano José. Nascido na cidade de Serraria, região do brejo paraibano, ele destaca em suas pinturas, desenhos e gravuras o homem e o olhar voltado para terra. Hoje, aos 90 anos, continua sua trajetória evidenciando sua paixão pela vida e pela natureza. “Eu só posso agradecer pela lembrança e pela homenagem que recebi. Espero que o Sesc continue disseminando a arte e levando à população o elemento que valoriza a vida, que é a cultura”, afirmou. A mostra, que conta com pinturas, desenhos, fotografias, objeto/escultura, instalação, gravura e vídeo arte, também passará pelas cidades de Campina Grande e Guarabira. Os municípios de Cajazeiras, Sousa e Patos também participarão recebendo as palestras e oficinas do Salão de Artes Visuais. 18

Medeiros presta uma homenagem ao artista Hermano José AGOSTO I 2012


CAPA

AGOSTO I 2012

19


CAPA

Salão de Artes Visuais expõe 40 obras de artistas paraibanos

O público também prestigiou o Salão de Artes Visuais 20

AGOSTO I 2012


CAPA

Espaço dedicado à sociedade Comprometido com a disseminação da arte e cultura local, o Sistema FECOMÉRCIO/ SESC/ SENAC Paraíba visa auxiliar o desenvolvimento intelectual da população através desta iniciativa. “Este é um espaço dedicado à sociedade, onde há a valorização dos artistas locais e da produção cultural do estado”, concluiu o Presidente do Sistema, Marconi Medeiros.

Presidente do Sistema FECOMÉRCIO/ SESC/ SENAC Paraíba, Marconi Medeiros, ressaltou a relevância do espaço AGOSTO I 2012

21


SESC

Oito anos do Mesa Brasil Sesc, em Campina Grande Motivos para celebrar. É assim a avaliação dos oitos anos de atuação do Mesa Brasil Sesc, em Campina Grande, completados neste mês de agosto. E a comemoração é vivenciada, todos os dias, nas mesas de milhares de campinenses. Desde a criação, o programa já doou quase cinco mil toneladas de alimentos. Na cidade, o Mesa Brasil Sesc conta com a ajuda de 153 doadores, entre permissionários da Empasa e supermercados. Só nesse ano, já foram atendidas mais de 35 mil pessoas e doadas quase cinco toneladas, até junho. Mas o projeto vai além: preocupa-se com a utilização adequada dessa comida e com aspectos sociais importantes para o bem-estar dos beneficiados. Por isso, realiza várias ações educativas, como palestras abordando temas de saúde e oficinas que ensinam a aproveitar, integralmente, os alimentos. Para completar a comemoração, o programa realiza, neste mês de agosto, o I Seminário Mesa Brasil Sesc Paraíba, na unidade do Centro do Serviço Social do Comer-

22

O Mesa Brasil Sesc realiza várias ações educativas na cidade

cio, em Campina Grande. Participam do encontro parceiros, doadores, beneficiados e outras pessoas envolvidas. A programação conta com palestras, conferências e depoimentos voltados para divulgar o trabalho do Mesa Brasil Sesc e discutir sobre o combate à fome, o desperdício de alimentos e os direitos humanos.

AGOSTO I 2012


SESC

O Esaf possibilita formação em diversas áreas de atuação

Alunas realizam aquecimento, antes do início das atividades

Esaf Sesc promove evento nacional para área esportiva Auxiliar no aprofundamento da educação de estudantes e profissionais da área esportiva. Esse é o intuito do Encontro Nacional Sesc de Atividades Físicas (Esaf), que será realizado de 6 a 9 de setembro, no Sesc Centro João Pessoa . Neste ano, o evento traz como tema: Educação Física & Esportes: Evidências Científicas e Aplicações Práticas, com diversos cursos e exposição de trabalhos cientí-

ficos. Serão vários profissionais renomados ministrando palestras sobre assuntos na área de esportes como natação, futsal e voleibol; recreação, preparação física, ginástica de academia, musculação, treinamento funcional e atividades físicas para grupos especiais. Os participantes encontram na iniciativa uma oportunidade de capacitação e enriquecimento do currículo.

Sesc realiza Jogos dos Comerciários 2012 Oferecer aos trabalhadores do comércio a oportunidade de desfrutarem momentos prazerosos de diversão que contribuam para uma melhor qualidade de vida. É nesse intuito que o Sesc realiza os Jogos dos Comerciários 2012. As inúmeras modalidades e as centenas de atletas tornam os Jogos dos Comerciários a maior competição do esporte amador do estado. “É um dos eventos que integram os programas de lazer que o Sesc oferece para promover a participação e integração dos comerciários”, comentou a Diretora de Programas Socias do Sesc Paraíba, Eliane Bandeira. AGOSTO I 2012

Abertura oficial dos Jogos dos Comerciários 2012 23


SESC

Difundindo a cultura nordestina, por onde passa

Grupo Folclórico do Sesc é referência nacional na difusão da cultura nordestina No dia 22 de agosto, é comemorado o Dia do Folclore brasileiro. E não há como deixar de mencionar o grupo que é referência nacional por onde passa na difusão da cultura nordestina. Ao som do xaxado, xote, ciranda, coco-de-roda e baião, o Grupo Folclórico do Sesc Paraíba encanta diversos públicos, pela beleza dos espetáculos, que proporcionam um resgate da tradição popular. Em diversas

apresentações realizadas pelo país, o grupo expõe várias coreografias, embaladas por um repertório com renomados clássicos da música nordestina e conquista admiradores por ser constituído de uma equipe que não tem limites quando o assunto é promover a propagação dos costumes, tradições e características típicas da região que é o berço da colonização nacional.

Prêmio Sesc de Literatura está com inscrições abertas Promovendo a cultura nacional, o Serviço Social do Comércio está com inscrições abertas para o Prêmio Sesc de Literatura. O concurso é realizado nacionalmente com o intuito de premiar textos inéditos nas categorias de Contos e Romances, além de possibilitar que autores iniciantes sejam revelados e tenham seus trabalhos reconhecidos. Para participar, os interessados devem efetuar uma pré-inscrição online e conferir os requisitos e normas da competição contidas no edital, ambos disponí24

veis no site www.sesc.com.br. Os inscritos devem ter idade a partir de 18 anos, ser residentes no Brasil e escrever em língua portuguesa. Os cadastros são gratuitos e podem ser efetuados até o dia 30 de setembro. AGOSTO I 2012


SESC

INTERVALOS INSTRUMENTAIS: sucesso paraibano

Em show com Arthur Maia, o baixista Xisto Medeiros iniciou o projeto, com maestria

O público comparece e abrilhanta o evento AGOSTO I 2012

Disseminar a cultura paraibana, incentivar a produção da música local e valorizar os artistas do estado. Esses são alguns dos objetivos do projeto Intervalos Instrumentais. A ação inovadora é realizada pelo Serviço Social do Comércio da Paraíba, desde o mês de abril deste ano. Até o momento, aconteceram três apresentações musicais que valorizaram o Baixo, o Sax e o Teclado. O evento tem como finalidade estimular a troca de experiências entre músicos locais e artistas convidados pela instituição. Dessa forma, são realizados shows instrumentais na área de lazer do Sesc Centro João Pessoa, que envolvem a plateia e reúnem diversas pessoas interessadas no segmento. Além das apresentações, o projeto Intervalos Instrumentais realiza workshops a cada etapa do evento. Todas as oficinas são ministradas pelos músicos convidados para a ação. No dia 24 deste mês, acontece mais uma fase do projeto que, desta vez, abordará a Guitarra. Para mostrar ao público toda a performance e desenvoltura com o instrumento, a ação conta com a presença do músico paraibano Zé Filho e do paulista Sydnei Carvalho, além do mineiro Róger Franco.

O saxofone já marcou presença com os músicos Marcelo Martins e Costinha 25


SESC

A unidade conta, atualmente, com mais de 460 alunos

A Escola Sesc Instituto Dom Ulrico oferece um espaço ainda maior para os alunos

Escola Sesc Instituto Dom Ulrico inicia aulas O Sesc Educação retornou as aulas do segundo semestre, com muitas novidades: a unidade está de casa e nome novos. O complexo de ensino foi instalado no Instituto Dom Ulrico, que fica no Centro da capital, e atende agora pelo nome de Escola Sesc Instituto Dom Ulrico. O objetivo dessas mudanças é oferecer um espaço ainda maior para os alunos, com comodidade;

As salas de aula são equipadas com materiais de primeira qualidade

salas de aula equipadas; estrutura de primeira qualidade e profissionais especializados; além de uma ampla área de lazer para os estudantes desfrutarem dos momentos de recreação. A unidade conta, atualmente, com 460 alunos do Ensino Fundamental; afora os inscritos na Educação de Jovens e Adultos e nos cursos preparatórios, como os de Inglês e do Pré-Vestibular.

Os estudantes aprendem na teoria e na prática

Assistência médica de qualidade é no OdontoSesc A unidade móvel do Serviço Social do Comércio, o OdontoSesc, cumprindo mais uma ação de responsabilidade social para com os trabalhadores do comércio e população, sai da cidade de Esperança, com destino ao município de São José dos Ramos, para beneficiar a comunidade local com serviços odontológicos de saúde bucal. São feitas restaurações, aplicação de 26

flúor, escovação supervisionada; extração, raios-X, biópsia, pequenas cirurgias e periodontia. Além de oferecer atendimento clínico, o Sesc realiza ações de orientação preventiva, por meio de palestras, debates e distribuição de panfletos instrutivos, conscientizando as pessoas sobre os devidos cuidados que devem ter com a boca, para Assistência odontológica gratuita para a população não haver problemas futuros. AGOSTO I 2012


SESC

NO SERTÃO

Sesc promove Feira de Cultura O Serviço Social do Comércio é referência nacional e internacional em serviços oferecidos na área cultural. Um dessas ações é a Feira de Cultura que, como nos anos anteriores, acontece este mês, nas cidades de Patos, Sousa e Cajazeiras. O evento é realizado, anualmente, pelas unidades do sertão paraibano e, nesta edição, conta com diversas atividades educativas e culturais. Durante a ação, a população irá conferir exposições, apresentações artísticas, oficinas e, é claro, participará de um resgate aos costumes locais. A Feira de Cultura é direcionada aos alunos da Educação de Jovens e Adultos e do Projeto Habilidade de Estudos, da instituição, além de moradores dos municípios.

A Feira de Cultura oferece conhecimento e a possibilidade de geração de renda

Sesc celebra centenário de Jorge Amado em Guarabira Em 10 de agosto de 1912, nascia no Estado da Bahia, o escritor Jorge Amado. Para celebrar o centenário de seu nascimento, o Serviço Social do Comércio da Paraíba realiza uma semana de comemorações, na cidade de Guarabira. O evento, intitulado Semana de Jorge Amado, tem como finalidade celebrar a contribuição do escritor à literatura brasileira. A ação é gratuita e a visitação é aberta a toda a comunidade. A semana de comemorações conta com palestra de uma especialista, que abordará a vida do escritor e, sobretudo, suas obras. Durante as comemorações, também será realizada uma exposição de livros e imagens de Jorge Amado, além da exibição de documentários que relatam a vitoriosa trajetória do escritor. AGOSTO I 2012

A unidade de Guarabira promove homenagem à vida e obra de Jorge Amado 27


SENAC

Senac capacita profissionais em cursos técnicos

O Senac prepara técnicos com qualidade para o mercado de trabalho

O Senac Paraíba é referência em todas as capacitações que oferece e com os cursos técnicos não é diferente. A instituição realiza aulas de Técnico em Transações Imobiliárias e Técnico em Guia de Turismo. Essas duas qualificações, por exemplo, formaram, recentemente, diversos profissionais, que já conquistaram seu espaço no mercado de trabalho.

O curso de Transações Imobiliárias é direcionado às atuais necessidades do setor, tendo em vista a grande expansão da área e o aumento da procura por profissionais de nível técnico. Além disso, o Senac prepara alunos de Guia de Turismo, para trabalharem por conta própria, atuarem em grandes empresas, além de desenvolverem atividades durante a Copa do Mundo de 2014.

Senac oferece cursos profissionalizantes a distância

Cetec oferece qualificação através de cursos a distância 28

A falta de tempo para se qualificar não é mais empecilho para profissionais da Paraíba. O Senac, através do Centro de Educação para o Trabalho e Cidadania (Cetec), oferece vários cursos na modalidade Educação a Distância (EAD). As capacitações têm alguns momentos presenciais e o restante da carga horária é cumprido a distância. Contemplando diversas áreas, alguns dos cursos de aperfeiçoamento oferecidos em EAD são: Oratória; Planejamento e Produção de Eventos; Etiqueta Social; Habilidades Gerenciais; e Comunicação e a Nova Ortografia. Além desses, são ofertadas capacitações como auxiliar Administrativo e de Recursos Humanos, e programas sócio-culturais. O Cetec localiza-se no Centro de João Pessoa. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (83) 3214-2340. AGOSTO I 2012


SENAC

Professora Andréia e uma das turmas do curso

Curso de Higiene e Manipulação de Alimentos é destaque do Senac Cozinha: As aulas ensinam as técnicas de higiene na manipulação de alimentos

Aprender as boas práticas para que os alimentos sejam manipulados com segurança. Esse é o grande propósito que move os funcionários de várias empresas do estado para o curso de Higiene e Manipulação de Alimentos, ofertado pelo Senac Paraíba. Para os que trabalham na área de alimentação, o curso é uma exigência da Vigilância Sanitária, que reconhece e indica o Programa de Alimentos Seguro (PAS) do Senac Paraíba. AGOSTO I 2012

Durante as aulas, os alunos aprendem as técnicas de higiene na produção de alimentos, higiene ambiental e pessoal. “Os participantes conhecerão o conjunto de boas práticas, que são ações com o objetivo de minimizar e eliminar os perigos na manipulação dos alimentos; tudo de acordo com a legislação que rege o PAS”, informou a nutricionista e professora do curso, Andréia Brandão. 29


SENAC

No Dia do Garçom, o Senac Paraíba parabeniza todos os profissionais da classe

Sala de aula equipada para ensinar também a prática

DIA DO GARÇOM

Profissionais se qualificam no Senac No dia 11 de agosto é comemorado o Dia do Garçom. Esse profissional, que faz parte do nosso dia a dia, é de fundamental importância para garantir um atendimento de qualidade. E quando falamos em turismo, essa boa imagem que os visitantes levam também dos estabelecimentos comerciais é essencial. Por tudo isso, o Senac Paraíba se destaca e oferece treinamento para formar garçons

capacitados para atender bem aos consumidores. Na Escola Senac de Gastronomia e Hotelaria, há um espaço adequado, com todos os materiais necessários para treinar esses profissionais, onde eles aprendem tanto a teoria como a prática. No curso, são ensinadas técnicas de servir alimentos e bebidas, recepcionar os clientes, orientar sobre os produtos gastronômicos, entre outras habilidades.

Unidade Móvel do Senac estaciona em Pirpirituba O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, visando a oferecer capacitação e promover a inclusão de pessoas no mercado de trabalho, democratiza a educação, disponibilizando formação profissional de qualidade para a população, através das unidades móveis. E é com esse objetivo que, neste mês, a carreta de Informática e Administração sai do município de Montadas para proporcionar conhecimento aos moradores de Pirpirituba,

30

oferecendo aprendizagem para os interessados em gerenciamento de sistemas, instalações de programas, inserção de dados, através do curso de Operador de Computador. O Senac Móvel é um ponto de referência nas cidades por onde passa; não só pela qualidade dos cursos de formação profissional oferecidos, como pelo trabalho de valorização da cidadania, ao realizar palestras, seminários e outros encontros abertos à população.

AGOSTO I 2012


SENAC

Mais de 15 mil pessoas já foram capacitadas pelo Senac em Cajazeiras

Senac comemora 16 anos de atuação em Cajazeiras Em agosto de 1996, quando do aniversário da cidade, Cajazeiras ganhava um motivo a mais para comemorar. Há 16 anos, o sertão paraibano recebia uma unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, que veio a se tornar um centro de referência na qualificação e aperfeiçoamento de profissionais para o setor do comércio de bens, serviços e turismo. Ao longo de todo esse tempo,

AGOSTO I 2012

foram mais de 15 mil pessoas capacitadas nas áreas de comércio, gestão, beleza, hospitalidade e informática, com uma média de mil alunos por ano. No município, a unidade do Senac funciona, além dos cursos regulares, com atuação em parcerias, a exemplo do Pronatec, realizado pelo Governo Federal, contribuindo, assim, com o avanço econômico do país.

31


PARAIBANIDADE

Exposição

ExpoSesc exibe mostra Cor’Ação

Teatro

Turismo

O Sesc Paraíba apresenta, através do projeto ExpoSesc, a mostra Cor’Ação, do artista pernambucano Jailson Barbosa, também conhecido por Múmia. Os objetos ficarão expostos no hall do Sesc Centro João Pessoa, até o dia 30 de agosto. Os interessados podem conferir a exibição, gratuitamente, das 8 às 18 horas. A exposição é composta por telas que misturam pintura e grafite, sendo este último a especialidade de Múmia. Os trabalhos abordam a ação afetiva e apresentam, também, a harmonia de cores, com figuras surreais pintadas através de diferentes técnicas. A mostra tem como intuito

32

tornar público os pensamentos e emoções do artista. Essas sensações foram expressas nas obras, através de desenhos marcantes, adicionados a textos que despertam a curiosidade do público acerca da temática.

Caminhos do Frio movimenta o Brejo paraibano A cultura, a gastronomia e as paisagens de seis cidades da região serrana do Brejo da Paraíba estão em destaque na Rota Cultural Caminhos do Frio. O evento, que acontece em Areia, Bananeiras, Serraria, Pilões, Alagoa Nova e Alagoa Grande, movimenta a cultura e o turismo, entre os meses de julho e início de setembro. A Rota Cultural oferece aos turistas apresentações artísticas, atividades de ecoturismo e esportivas; oficinas de artes, festivais gastronômicos, feira de artesanato, exposições, entre outras atrações. Nesta sétima edição, a expectativa é de que cerca de 30 mil turistas participem das atividades do projeto.

A Cachoeira do Roncador, em Bananeiras, é um dos atrativos da região

Estação Cabo Branco comemora 4 anos A Estação Cabo Branco – Ciência, Cultura e Artes – comemorou, no último mês, quatro anos de atuação. Desde sua inauguração, o complexo tornou-se referência na promoção cultural e tecnológica, recebendo exposições, mostras, debates, oficinas, exibições e muitas outras atividades de

artistas locais, nacionais e internacionais. Em comemoração à data, o centro realizou uma diversificada programação cultural, com shows, exposições, cultura popular e a inauguração da Estação das Artes, um dos mais modernos salões de exposição do Nordeste. AGOSTO I 2012


ARTIGO FGTS: fim da multa transitória de 10% O Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) foi uma providencial criação do Governo do Presidente Castelo Branco, em 1966, por proposta dos saudosos Ministros Roberto Campos, Octávio Bulhões e Nascimento Silva. Ao lado da Consolidação das Leis do Trabalho e da Previdência Social, o FGTS compõe a trinca das grandes conquistas dos trabalhadores brasileiros. Merece ênfase o fato de que o FGTS não foi imposto aos trabalhadores. A lei facultou aos trabalhadores a adesão ao novo sistema, em troca da estabilidade no emprego, que havia se constituído num grande entrave ao desenvolvimento econômico e social do País, gerando um “passivo trabalhista” que comprometia a saúde financeira das empresas e desestimulava os investimentos. Uma das características positivas do FGTS reside no acesso dos trabalhadores às respectivas contas bancárias vinculadas, na Caixa Econômica Federal. Isso permite, a cada um, visualizar, em extratos periódicos, a poupança acumulada, mês a mês, em seu nome, e originada pelos depósitos correspondentes a 8% da remuneração mensal, efetuados pelos empregadores. Os saldos das contas são acrescidos de juros de 3% ao ano, mais o índice TR. Por lei, o FGTS tem a garantia do Tesouro Nacional. Seus recursos são aplicados no financiamento da construção de imóveis residenciais e, também, de obras municipais de saneamento básico e infraestrutura urbana, necessárias para viabilizar a construção de conjuntos habitacionais destinados, sobretudo, aos próprios trabalhadores. Nessas operações, são exigíveis correção monetária e juros suficientes para cobrir os custos do Fundo e a formação de reservas técnicas. O FGTS é gerido pelo Governo Federal, segundo normas estabelecidas por um Conselho Curador, integrado por representantes do Governo, dos trabalhadores e dos empregadores, entre estes o da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Em artigo que publiquei no Jornal do Commercio de 30/08/2006, propus que fosse creditado às contas vinculadas dos trabalhadores, proporci proporcionalmente aos respectivos saldos, o superáv superávit obtido com a aplicação do produto dos de depósitos a eles pertencentes na forma da lei. Sem dúvida, o superávit constitui o lu-

cro obtido com a aplicação do dinheiro dos trabalhadores. Como o FGTS é o resultado da soma dos depósitos nas contas vinculadas dos trabalhadores, pertencem a estes os lucros obtidos com a aplicação de tais recursos. Essa providência mais se justifica diante do fato de que as disponibilidades financeiras do FGTS podem compor um fundo de investimentos, com a finalidade de financiar “empreendimentos dos setores de energia, rodovia, ferrovia, porto e saneamento”, conforme a Lei nº 11.49/2007. A Lei nº 8.036/90, do Governo Collor, criou um encargo (chamado de “multa”), no valor de 40% do total dos depósitos na conta vinculada do trabalhador, no caso de despedida sem justa causa. Em 2001, a Lei Complementar nº 110/01, fruto de negociações entre o Governo, o empresariado e os trabalhadores, instituiu uma contribuição adicional de 10%, sobre o saldo do FGTS, ainda no caso de despedida imotivada, cujos recursos seriam destinados à cobertura do passivo gerado por decisão do Judiciário, em face dos Planos Verão e Collor. Conforme a Exposição de Motivos do Executivo, que justificou a medida, esses Planos aumentaram o passivo do Fundo em cerca de R$42 bilhões, sem aumentar o correspondente ativo. A soma dessas duas contribuições passou a corresponder a 50% dos saldos das contas vinculadas. Ocorre que a citada contribuição de 10%, já tendo cumprido o seu objetivo, segundo a Caixa Econômica Federal, tornou-se desnecessária, em termos financeiros, desde 2010. Assim sendo, em boa hora, o Projeto de Lei Complementar nº 198, de 2007, do então Senador Renato Casagrande, atual Governador do Espírito Santo, propõe extinguir a referida contribuição de 10%, devida pelos empregadores, no caso de despedida sem justa causa. Recentemente, esse Projeto foi aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça do Senado Federal, sendo relator o Senador Romero Jucá. O Projeto estabelece que a contribuição social em foco será cobrada até 1º de junho de 2013. Melhor seria que a cobrança cessasse trinta dias após a entrada em vigor da nova lei. De qualquer forma, o referido Projeto de Lei Complementar merece amplo apoio do empresariado.

ANTONIO OLIVEIRA SANTOS Presidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo 34

AGOSTO I 2012


Mais de 51 milhões de brasileiros já deram um grande passo em direção ao sonho da realização profissional em Turismo, Saúde, Gestão, Informática, Moda, Hospitalidade e muito mais. Eles estudaram no Senac.

seja quem

você

quiser Só o Senac está presente em cerca de 3 mil municípios brasileiros e oferece quase mil cursos, da formação inicial à educação superior, com material didático especialmente desenvolvido e educadores altamente qualificados. Venha para o Senac e divida o seu sonho com a gente.

Educando para o trabalho (83) 3214-2330 | www.pb.senac.br

Revista Fecomércio Paraíba  

19ª Edição da Revista Fecomércio Paraíba

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you