Page 1

Paraíba Setembro 2015 Ano 9 Nº 28 

João Pessoa

Aos 430 anos, uma cidade em constante crescimento CULTURA

DESFILE

TURISMO

Sesc mantém viva a tradição popular através do folclore

Sistema Fecomércio participa de ações em comemoração ao 7 de setembro

Gastronomia e hotelaria são focos de investimentos

PÁGINA 21

PÁGINA 13

PÁGINA 28

REUNIÃO Cônsules dos Estados Unidos e Cuba participam de ações na Paraíba

Páginas 10 e 12


Opinião

Unir forças com confiança

PRESIDENTE Marconi Medeiros 1º VICE-PRESIDENTE: Geraldo Magela Lima  2º VICE-PRESIDENTE: Giuseppi Marconi Coutinho de Souza  3º VICE-PRESIDENTE: Jailton Eloy Mendes  4º VICE-PRESIDENTE: Moacir Tavares dos Santos  1º SECRETÁRIO Antônio Rangel Moreira  2º SECRETÁRIO: Jorge de Souza Barbosa Junior  1º TESOUREIRO: Fernando de Andrade Teixeira  2º TESOUREIRO: Benjamim Maia Lins   DIRETORES: Alexandre José Cartaxo da Costa  Guilherme Marconi Coutinho de Souza Edalmo Leite Fernandes de Assis  Fernando Flávio Madruga Oliveira Lima  Herbert Almeida da Cunha  Inácio Ramos Borba  José Claudionor Fernandes da Silva  Leonardo Lins Pereira de Melo  Marconi Barros dos Santos  Neilton Neves dos Santos  Vantuiler Leite Chaves  Vicente Martins da Nóbrega. DIRETORES SUPLENTES: Davi Livingston Lauro Sales  João Batista André da Costa  Lindenbergh Vieira da Cunha  Silvino Bezerra da Costa Junior  TITULARES CONSELHO FISCAL: Edigar Florêncio da Silva  Manoel José do Nascimento Raul Ventura da Silva  SUPLENTE CONSELHO FISCAL: José Coriolano Porto  José Antônio do Nascimento  George Nacre Barbosa  DELEGADOS REPRESENTANTES JUNTO À CNC: José Marconi Medeiros de Souza  Fernando Flávio Madruga Oliveira Lima - Giuseppi Marconi Coutinho de Souza  Moacir Tavares dos Santos  DIRETORA REGIONAL DO SESC: Mônica Barros DIRETOR REGIONAL DO SENAC: Geraldo Veras SINDICATOS FILIADOS SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DE JOÃO PESSOA (SINDIALIMENTOS) SINDICATO DO COM. ATACADISTA DE MAQUINISMOS EM GERAL DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIMAQUINISMOS) SINDICATO DO COM. ATACADISTA DE MATERIAIS DE CONSTRUÇÃO DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDICONSTRUÇÃO) SINDICATO DO COM. ATAC. DE ALGODÃO E OUTRAS FIBRAS VEGETAIS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIALGODÃO) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE PRODUTOS FARMACÊUTICOS DE JOÃO PESSOA (SINDIFARMA JOÃO PESSOA)   SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE MATERIAL ÓPTICO, FOTOGRÁFICO E CINEMATOGRÁFICO DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIÓTICA) SINDICATO DO COMÉRCIO DE VENDEDORES AMBULANTES E FEIRANTES DE JOÃO PESSOA (SINDIAMBULANTES)   SINDICATO DOS LOJISTAS DO COMÉRCIO DE JOÃO PESSOA (SINDILOJAS) SINDICATO DAS EMPRESAS DE COMPRA, VENDA, LOCAÇÃO E ADMINISTRAÇÃO DE IMÓVEIS, E DOS CONDOMÍNIOS RESIDENCIAIS E COMERCIAIS DO ESTADO DA PARAÍBA (SECOVI)   SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA DE DROGAS E MEDICAMENTOS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIDROGAS)  SINDICATO DOS REPRESENTANTES COMERCIAIS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINRECOM) SINDICATO DAS EMPRESAS DE SERVIÇOS DE INFORMÁTICA DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDISOFT) SINDICATO DAS EMPRESAS DE CENTROS DE FORMAÇÃO DE CONDUTORES “A” E “B” DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDECFCPB) SINDICATO DO COMÉRCIO DE REVENDEDORES DE VEÍCULOS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINVEP-PB)   SIND. DO COMÉRCIO VAREJISTA DOS FEIRANTES E AMBULANTES DE CAMPINA GRANDE (SINDIAMBULANTES) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CAMPINA GRANDE (SINDILOJAS C.GRANDE) SIND. DO COMÉRCIO DE PEÇAS E ACES. PARA VEÍCULOS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIPEÇAS) SIND. DO COMÉRCIO VAREJISTA DE PROD. FARMACÊUTICOS DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIFARMA CAMPINA GRANDE) SINDICATO DO COMÉRCIO ATACADISTA DO ESTADO DA PARAÍBA (SINDIATACADISTA) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CARNES FRESCAS DE CAMPINA GRANDE (SINDICARNES FRESCAS) SIND. DO COMÉRCIO VAREJISTA DE GÊNEROS ALIMENTÍCIOS DE CAMPINA GRANDE (SINDIALIMENTOS)   SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE PATOS (SINDILOJAS PATOS)  SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE SOUSA (SINDIEMPRESAS SOUSA) SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE CAJAZEIRAS (SINDIBENS CAJAZEIRAS)  SINDICATO DO COMÉRCIO VAREJISTA DE GUARABIRA (SINDILOJAS GUARABIRA).

Revista

FECOMÉRCIO

Embora os dias de hoje nos tragam muitos desafios em relação à economia do país, os empresários paraibanos continuam investindo, confiando e mostrando otimismo. Em tempos de crise, cabe-nos encontrar soluções viáveis e criativas para manter a economia em atividade, escoando a produção industrial, oferecendo serviços de qualidade e gerando emprego e renda para a Paraíba. Apesar dessas dificuldades no cenário nacional, na Paraíba, alguns setores encontram bons ventos para navegar a todo vapor. É o caso do turismo que, graças aos esforços dos poderes público e privado, conseguiu solidificar uma base forte nos anos anteriores e agora encontra sustentação para o desenvolvimento. Com a alta do dólar, cada vez mais, os brasileiros estão optando pelos destinos nacionais, e o investimento feito em prol da Paraíba tem tornado esse estado um dos destinos preferidos de quem procura lazer, descanso, belas paisagens naturais e uma boa gastronomia. Como sempre, os paraibanos estão acolhendo, de forma calorosa, os nossos turistas, o que faz de nossa receptividade nosso cartão de visita. O setor de serviços também vem apresentando bons resultados neste ano. Conforme apontado pelo IBGE, a taxa de variação da receita nominal do setor, no mês de abril, ficou com uma variação positiva de 3% em relação a abril do ano passado, classificando a Paraíba acima da média nacional e colocando-a em terceiro lugar entre os estados do Nordeste. Nos últimos 12 meses, esse crescimento foi de 5,4%. Embora os tempos sejam de desafios, os empresários paraibanos permanecem firmes e confiantes em relação aos investimentos, fazendo com que o Estado possa superar as dificuldades com destreza. Agora, a hora é de unirmos forças e trabalharmos em prol de nossa economia, do desenvolvimento e do bem-estar social.

Paraíba

PRODUÇÃO EDITORIAL: Assessoria de Comunicação do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-PB REPORTAGENS: Dayana Valéria, Dennise Vasconcelos, Diego Caiaffo, Lizandra Alcântara, Luís Marques e Paullini Rocha. REVISÃO: Rejane Araújo FOTOGRAFIA: Cácio Murilo, Fábio Caffe, Jean Valério, Rizemberg Felipe, Arquivo Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-PB, SECOM-PMJP, SECOM-PB e Canstockphotos. EDIÇÃO: Dennise Vasconcelos (DRT – PB 3021) e Diego Caiaffo (DRT – PB 3044) PROJETO DE DESIGN GRÁFICO: Ricardo Araújo (DRT-PB 631) DIAGRAMAÇÃO/EDITORAÇÃO ELETRÔNICA: Ricardo Araújo IMPRESSÃO: Gráfica Moura Ramos TIRAGEM: 1.000 exemplares

MARCONI MEDEIROS Presidente do Sistema Fecomércio/ Sesc/Senac-PB


Editorial

Convidamos você a desfrutar da leitura de mais essa edição da Revista Fecomércio Paraíba e conferir um pouco do que as instituições estão desenvolvendo por toda a Paraíba.

Chegamos à 28ª edição da Revista Fecomércio trazendo notícias que ajudam o leitor a estar por dentro de tudo que acontece na Federação do Comércio e suas ações desenvolvidas em prol do terceiro setor. No que compete ao Sesc, que está em clima de comemoração com os 10 anos do BiblioSesc, serão apresentadas as atividades que beneficiam o bem-estar social dos comerciários, familiares e da comunidade em geral. Já o Senac divulga seus cursos, além de diversas outras atividades. Na capa, apresentamos estampado nosso reconhecimento aos 430 anos da cidade de João Pessoa. Nas páginas da Fecomércio acompanhamos a participação na Multifeira Brasil Mostra Brasil; o desfile em homenagem ao dia 7 de setembro; a inserção da Paraíba na Rota 101 Nordeste, um dos itinerários de maior vocação turística-cultural do País; além da visita dos Cônsules dos Estados Unidos e Cuba ao estado e a reunião da Câmara Empresarial do Turismo que, na ocasião, se tornou vitrine para a exposição de um projeto inovador para o setor. O Sesc abre a edição com muito turismo. Com orgulho, divulga a indicação do Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco pelo Guia Quatro Rodas, da editora Abril, como referência para quem visita a Paraíba. Fala um pouco sobre as excursões do Turismo Social que valorizam as belezas paraibanas; as comemorações do Folclore realizadas pelas unidades distribuídas pelo estado, como também as do Dia do Estudante. Tem cultura, com a Mostra Sonora Brasil, e esporte, com a etapa do Sprint Triathlon Sesc Paraíba 2015. No Senac o leitor confere a participação atuante da instituição nos festejos juninos através do estande montado no Arraiá de Cumpade e da produção de noivas para o casamento coletivo realizado no São João, em Campina Grande. Os Cursos Técnicos oferecidos, uma homenagem ao Dia do Garçom, um pouco de gastronomia, os números do Banco de Oportunidades e os cursos oferecidos de Senac para as empresas. Então, convidamos você a desfrutar da leitura de mais essa edição da Revista Fecomércio Paraíba e conferir um pouco do que as instituições estão desenvolvendo por toda a Paraíba.


CAPA

Uma cidade em constante desenvolvimento João Pessoa está entre as cidades que mais crescem no Nordeste e no Brasil Páginas 14 a 19

Senac participa do “Degustando o Brasil”

Cônsules dos EUA e Cuba participam de reuniões na Capital

BiblioSesc comemora 10 anos de atuação

Página 7

Página 10 e 12

Página 23

Sesc mantém viva a tradição popular através do folclore Página 21

Senac encaminha profissionais para o mercado Página 29

Gastronomia e hotelaria são focos de investimentos Página 28


Paraíba participa de Salão Rota 101 Nordeste O 2º Salão de Turismo Rota 101 Nordeste aconteceu em agosto no Centro de Convenções de Recife. O evento reuniu o potencial turístico, cultural, artístico e gastronômico de quatro estados do Nordeste beneficiados com a duplicação da BR-101: Alagoas, Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte. A expectativa dos organizadores foi de reunir 900 agentes de viagem, nos três dias do evento, que também foi voltado para opera-

dores, hoteleiros e o público final consumidor. O salão contou com cerca de 200 estandes comerciais e ampla área para apresentações culturais, gastronomia e artesanato. O objetivo do Rota 101, que tem o apoio do Ministério do Turismo, é de consolidar os atrativos turísticos já existentes na região, ampliar a oferta de serviços e apresentar novas atrações de municípios situados ao longo da rodovia federal do litoral nordestino.

Fecomércio/Sesc/Senac Paraíba participam da Multifeira Brasil Mostra Brasil O Centro de Convenções de João Pessoa abriu as portas para a realização da 21ª edição da Multifeira Brasil Mostra Brasil em julho. O evento reuniu expositores de diferentes áreas de atuação, em 10 dias de programação que, segundo a organização da feira, prospectaram a visita de, aproximadamente, 120 mil pessoas. Mais uma vez, o Sistema Fecomércio/ Sesc/ Senac Paraíba participou do evento e divulgou as principais ações e os projetos desenvolvidos pelas três entidades. A Fecomércio levou ao estande suas ações desenvolvidas em prol do terceiro setor. O Sesc divulgou para o público as atividades em prol do bem-estar social dos comerciários, de seus familiares e da comunidade em geral, através de sua atuação nas áreas de educação, saúde, cultura, lazer e assistência. Já o Senac 6

O Sistema Fecomércio/Sesc/Senac Paraíba apresentou sua ações na Brasil Mostra Brasil

aproveitou o evento para divulgar sua nova grade de cursos na capital, além de diversas outras atividades. A edição de 2015 da feira contou com cerca de 400 empresas representadas e 1.500 empregos gerados entre diretos e indiretos, em um espaço de 14.000m² de área. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Senac participa do

‘Degustando o Brasil’ O Sistema Fecomércio, através do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial na Paraíba, marcou presença no evento gastronômico ‘Degustando o Brasil’, que ocorreu em agosto. A Cozinha Pedagógica e o Auditório do Senac, em Campina Grande, tornaram-se palcos para oficinas e aulas-show. Com o tema Pernambuco Imortal – Uma mesa de frevos e maracatus, os chefs ensinaram receitas típicas da Paraíba e discutiram sobre a gastronomia brasileira. Os chefs Renato Valadares e Duca Lapenda ministraram oficinas técnicas e ensinaram receitas de sarapatel com farofa de queijo do reino e bobó de camarão. Já os chefs César Santos e Izabel Dias conduziram a aula- show mostrando como fazer o famoso bolo de rolo pernambucano e o bolo Souza Leão. Ainda houve um momento de debate sobre a gastronomia brasileira e a construção de uma identidade cultural. O chef João Barreto, que também participou das oficinas e é um dos idealizadores do projeto, falou sobre a parceria com a instituição: “A colaboração do Senac foi fantástica, com a visibilidade, o respeito e a confiança que tem depositado nessa parceria. O Senac confia no potencial da região”, destacou. A programação do evento ainda incluiu uma visita dos chefs a feiras livres de Campina Grande e um almoço temático da culinária pernambucana, no Restaurante Rural Casa de Cumpade, em Galante. Essa é a segunda edição do evento, que é realizado pela Mais Brasil Turismo e pelo Restaurante Rural Casa de Cumpade. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

Muitas cores e sabores nos ingredientes das receitas típicas de Pernambuco

O chef Renato Valadares mostrou a prática das receitas na Cozinha Pedagógica do Senac

Bobó de camarão foi um dos pratos ensinados nas oficinas promovidas no ‘Degustando o Brasil’ 7


Complexo Educacional Sesc Senac Dom Ulrico foi uma das unidades visitadas

Paraíba recebe representantes do Departamento Nacional do Senac Em setembro, os representantes do Departamento Nacional (DN) do Senac, Eladio Prado, Secretário Especial da Direção Geral, e Carlos Tadeu Pinto, Gerente de Infraestrutura, estiveram na Paraíba e conheceram as unidades e as futuras instalações da instituição em João Pessoa. As visitas aconteceram no Complexo Educacional Dom Ulrico, onde há propostas de investimentos no local, e no Senac Zona Sul, onde conheceram a aquisição recente da entidade, que objetiva promover mais acesso à educação profissional em outra área da capital paraibana. Além dessas unidades, os representantes do DN visitaram o Centro de Educação Profissional, em João Pessoa, e o Complexo que compreende o Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco e a Escola Senac de Gastronomia e Hotelaria, na orla da capital. O destaque do Complexo Educacional Dom Ulrico, do Senac Zona Sul e do Com8

Aulas dos cursos de gastronomia na Escola Senac também foram apresentadas

plexo Sesc Senac Cabo Branco é a parceria exitosa entre o Sesc e o Senac, que atuam e conduzem, juntos, as unidades e se complementam para atender a contento os comerciários e a sociedade. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Representantes do Departamento Nacional do Senac visitaram o local das futuras instalações da Escola Senac Zona Sul

Representantes observam detalhes das obras propostas para as unidades I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

9


Cônsul Laura Pujol recebe presente do Presidente da Fecomércio Paraíba

Cônsul de Cuba participa de seminário na PB A Cônsul Geral de Cuba para o Nordeste, Laura Pujol, participou do Seminário Oportunidades de Negócios e Investimentos em Cuba, que reuniu autoridades do governo e empresários do comércio e da indústria em agosto, no Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco, em João Pessoa. O evento foi promovido pelo Governo do Estado, em parceria com a Fecomércio - PB e a Fiep - PB. O Governador do Estado, Ricardo Coutinho, falou do momento atual de maior abertura econômica em Cuba, que pode ser importante para a ampliação de mercados. “É um seminário de prospecção, onde diversos empresários e entidades podem conhecer as possibilidades comerciais que Cuba traz para o Brasil e para o mundo”, apontou. Os cubanos apresentaram a carteira de oportunidades de investimentos estrangeiros, que contém 246 projetos, totalizando, aproximadamente, US$ 8,7 bilhões em variados setores de interesse. “O seminário tem dois objetivos fundamentais: conhecer a nova realidade da mudança que aconteceu na economia cubana e as oportunidades que isso deixa para os empreendedores paraibanos e também apresentar a realidade do Nordeste que se mostra com muitas oportunidades para nós também”, destacou 10

Empresários paraibanos participaram do seminário

O Governador Ricardo Coutinho destacou a importância de Cuba para o fortalecimento da economia das Américas

a Cônsul Geral de Cuba, Laura Pujol. Atualmente, o Brasil ocupa a quarta posição como fornecedor de produtos para Cuba, com destaque para os setores de alimentos e bebidas; máquinas e equipamentos; casa e construção civil e moda. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Reunião discutiu sobre ações estratégicas ao setor

Conselhos e Diretoria da Fecomércio se reúnem em Campina Grande Discutir sobre as ações desenvolvidas pelas instituições e o desenvolvimento do terceiro setor, traçar metas e avaliar os resultados obtidos nos últimos meses. Esses foram os objetivos da reunião do Conselho Deliberativo do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac Paraíba que aconteceu no dia 31 de julho, no Senac em Campina Grande. Além dos conselheiros do Serviço Social do Comércio, do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial e dos diretores da Fecomércio, estiveram presentes

Conselheiros e diretores do Sistema estiveram presentes na reunião I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

na reunião representantes de entidades afins e presidentes dos sindicatos patronais filiados à instituição. Entre as ações apresentadas, um dos destaques foi o trabalho realizado pelo Senac através das unidades móveis, que percorrem todo o Estado desenvolvendo cursos em diversas áreas. No momento, foram expostos os resultados obtidos ao longo do primeiro semestre de 2015, bem como as cidades atendidas e as expectativas ao longo do ano.

Evento aconteceu no Senac em Campina Grande 11


Cônsul dos Estados Unidos se reúne com trade turístico da Paraíba O Cônsul Geral dos Estados Unidos no Recife, Richard Reiter, esteve em João Pessoa recentemente e aproveitou a ocasião para se reunir com o trade turístico do Estado. O objetivo da reunião, que aconteceu no Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco, na orla da Capital, foi de apresentar ao Cônsul o trabalho realizado pelo trade em prol do turismo paraibano, que vem se desenvolvendo e mostrando resultados positivos a cada dia. Além do Cônsul e do presidente da Fecomércio Paraíba, Marconi Medeiros, estiveram presentes na reunião a presidente da Câmara Empresarial do Turismo, Manuelina Hardman; o secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico do Estado, Laplace Guedes; e representantes de outras entidades, como ABIH, Abrasel, Abav e Convention Bureau.

Richard Reiter conheceu os equipamentos turísticos do Estado e discutiu ações de parceria

O Secretário de Estado de Turismo e Desenvolvimento Econômico, Laplace Guedes, a presidente da PBTur, Ruth Avelino, a presidente da CET, Manuelina Hardman, o Cônsul Geral Richard Reiter, a Consulesa de Assuntos Políticos e Econômicos, Paloma Gonzalez, e o presidente da Fecomércio, Marconi Medeiros

Reunião aconteceu no Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco, em João Pessoa

12

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Presidente da Fecomércio Paraíba juntamente com as autoridades do turismo

CÂMARA EMPRESARIAL DO TURISMO Reunião traz proposta de inovação para o setor na Paraíba Em reunião realizada no auditório do Sesc Cabo Branco, a Câmara Empresarial do Turismo na Paraíba debateu temas relevantes para o setor. O momento foi marcado pela apresentação de um projeto inovador que promete auxiliar na divulgação e no avanço do turismo no Estado: o Por-

tal Gestour, um endereço âncora da Rede Brasil de Municípios Interativos que integra portais de cidades brasileiras na Internet. A plataforma funciona como uma loja virtual de promoção e comercialização do “produto Brasil”. A visita foi articulada e conduzida pelo secretário de Turismo e Desenvolvimento Econômico do Estado, Laplace Guedes, e foi ponte para a Abrajet Nacional assinar o acordo de cooperação e parceria com a empresa. A Paraíba foi o primeiro estado do Nordeste a receber a divulgação do projeto.

DIA DA INDEPENDÊNCIA Sistema Fecomércio participa de desfile na Capital Sempre presente nas ações que valorizam o patriotismo, o Sistema Fecomércio / Sesc / Senac participou do Desfile Cívico de 7 de setembro e apresentou, pelas ruas do centro da Capital, sua atuação em defesa dos legítimos interesses do comércio de bens, serviços e turismo. O Sesc Paraíba levou para a avenida o compromisso com a promoção do bem-estar do comerciário e da sociedade em geral, com ações de educação, saúde, cultura, lazer e assistência. O Senac desfilou pela Rua Duarte da Silveira, com pelotões que mostraram os cursos de educação profissional em diferentes eixos que a instituição oferece, como: beleza, saúde, gestão, informática, hospitalidade, lazer, gastronomia, além do trabalho realizado em todas as suas unidades e o compromisso da instituição com a sociedade brasileira. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

Sistema Fecomércio / Sesc / Senac participou do Desfile Cívico de 7 de setembro, em João Pessoa 13


Capa

COMÉRCIO, SERVIÇOS E TURISMO

Uma cidade em const

R

esponsável pela maior fatia do ICMS gerado na Paraíba, João Pessoa traz, nos setores de comércio, serviços e turismo, as marcas da diversidade e do desenvolvimento. São os constantes crescimentos e resultados positivos obtidos que posicionam a cidade não apenas como a maior expansão no Estado, mas também como a que impulsiona sua economia a figurar entre as que mais se desenvolvem no Nordeste e no Brasil.

14

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


ante desenvolvimento

I PARAĂ?BA - SETEMBRO / 2015 I

15


Capa

Expansão comercial em direção à Lagoa e aos bairros litorâneos Desde sua expansão comercial, a partir da década de 50, a capital paraibana viu crescer, entre as ladeiras da cidade antiga, um comércio ainda tímido, mas que, com os anos, expandiu-se. Até 1970, os estabelecimentos comerciais de João Pessoa estavam concentrados na Ruas Maciel Pinheiro, subindo pela Barão do Triunfo, chegando à Beaurepaire Rohan e a Rua da República até a Duque de Caxias. A partir de 1970, a cidade virou as costas para o rio e olhou para o mar, dando início à expansão comercial em direção à lagoa e aos bairros litorâneos. Inicialmente, o Parque Solon de Lucena tornou-se o protagonista do comércio local, que apresentou um intenso desenvolvimento e trouxe para os pessoenses importantes lojas que fizeram parte da história da cidade, como a Gran Pires, a Mesbla e as Lojas Americanas. Nessa época, o setor também encontrou espaço no Bairro da Torre e na Avenida Epitácio Pessoa, maior corredor comercial da região metropolitana atualmente, e desceu em direção às praias.

IDENTIDADE E AUTONOMIA Antes desse desenvolvimento, os paraibanos ainda dependiam de outros grandes centros urbanos, como o de Recife, São Paulo e Rio de Janeiro, e os anos entre 1970 e 1990 foram decisivos para os empresários trazerem identidade e autonomia para o comércio local. Na década de 90, João Pessoa já apresentava sua expansão comercial a praticamente todos os bairros:

16

Mangabeira, Valentina e Bancários, na zona sul, e Manaíra, Bessa, Cabo Branco e Tambaú, na orla, tornaram-se importantes centros comerciais, somados com a intensificação do comércio no Centro da cidade. A década de 90 também se configurou como uma época de expansão das empresas de serviços, hoje responsáveis por grande parte da geração de emprego e renda na capital.

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Capa

BR-230 liga desenvolvimento aos bairros e estados vizinhos Mais recentemente, chegando aos anos 2000, observamos também uma grande evolução comercial ao longo da BR 230, importante área de ligação entre os bairros de João Pessoa e a via de acesso aos estados vizinhos. A rodovia recebeu, nos últimos anos, inúmeras concessionárias de veículos, trouxe tecnologia para a capital, com modernas frotas das mais variadas marcas, e promoveu a geração de emprego e de renda. A rodovia também apresenta a maior concentração de mercados atacadistas da cidade, que trazem variedade e competitividade de preços e abastecem os pequenos comerciantes e empresários. Com a expansão multilateral do comércio, os shoppings também mostram sua importância na economia pessoense, desde os bairros da orla, com o Manaíra e o Mag Shopping, passando pelo Centro da cidade, onde está localizado o Tambiá Shopping e, chegando aos bairros periféricos, com o Shopping Sul e o Mangabeira Shopping, que já se configura como principal ponto de compras, lazer e gastronomia da zona sul, uma área que vem apresentando um importante crescimento demográfico nos últimos anos. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

17


Capa

Centro de Convenções, praias e shoppings atraem turistas Os anos 2000 também foram importantes para o desenvolvimento turístico de João Pessoa. Com o aumento do poder de compra dos brasileiros, várias pessoas decidiram arrumar suas malas e conhecer o resto do país, e por causa de suas belezas naturais, o Nordeste se tornou um dos principais destinos. João Pessoa soube aproveitar a oportunidade e, graças aos esforços do Governo do Estado e das empresas do Trade Turístico, conseguimos tornar nossa capital um importante centro, atraindo pessoas de todo o país e do mundo. Com o Centro de Convenções, um dos maiores e mais modernos do Brasil, inaugurado pelo governo estadual, João Pessoa se tornou destino do turismo nacional e internacional, concorrendo com as principais cidades brasileiras. O resultado disso é observado pelos bairros litorâneos que trazem, a cada ano, um número maior de hotéis, pousadas e restaurantes dos mais modestos aos luxuosos, mostrando que João Pessoa tem infraestrutura e bons equipamentos para atender a turistas de todos os gostos, que voltam para casa satisfeitos graças ao bom atendimento, às opções de lazer e ao sorriso dos paraibanos.

18

Graças aos esforços do Governo do Estado e das empresas do Trade Turístico, conseguimos tornar nossa capital um importante centro, atraindo pessoas de todo o país e do mundo.

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Capa Ca pa

APOSTANDO NO FUTURO DA CIDADE Durante todos esses anos, o Sistema Fecomércio/Sesc/Senac não só tem acompanhado de perto essa história, como também feito parte dela. Seja com as decisões estratégicas da FECOMÉRCIO - Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, as ações sociais desenvolvidas pelo SESC - Serviço Social do Comércio, ou a mão de obra qualificada gerada através do SENAC -

Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial, nossas instituições estão sempre prontas para colaborar com o poder público nas esferas municipal, estadual e federal, com ações e decisões em prol de João Pessoa e do estado da Paraíba. Temos orgulho de fazer parte desta história. Mais do que 430 anos de idade, João Pessoa comemora, nesta data, 430 anos de constante desenvolvimento.

UM CRESCIMENTO À CAMINHO DO LITORAL

Avenida B. Rohan: João Pessoa começa a se expandir a partir da cidade baixa

Avenida Duque de Caxias, um dos primeiros pontos comerciais de João Pessoa

Parque Solon de Lucena (1920): hoje, local onde se concentra o maior número de estabelecimentos comerciais

Construção da Avenida Epitácio Pessoa, que atualmente é o principal corredor comercial da cidade

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

19


Guia Quatro Rodas indica hotel do Sesc em João Pessoa Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco reconhecido pela qualidade no Guia Quatro Rodas

O Centro de Turismo e Lazer Sesc Cabo Branco foi indicado pelo Guia Quatro Rodas, da Editora Abril, para integrar sua edição histórica de 50 anos. A sugestão veio com a classificação do hotel como um estabelecimento de boa qualidade, que é recomendado como referência para quem visita a Paraíba. O Guia Quatro Rodas Brasil 2015 é uma das mais importantes publicações sobre turismo do país. Estabelecimentos como restaurantes, hotéis e atrações de todo o

país são avaliados pela equipe que trabalha com total isenção. Seus repórteres e editores visitam o Brasil para selecionar e classificar os melhores estabelecimentos e apresentá-los aos seus leitores. O hotel do Sesc, em João Pessoa, está localizado na orla da praia do Cabo Branco, um dos principais cartões-postais da cidade, e dispõe de uma área de quase oito mil metros quadrados, com uma estrutura completa para receber comerciários e dependentes de todo o país.

Turismo Social destaca as belezas da Paraíba Apesar de uma área territorial relativamente pequena, a Paraíba tem inúmeras belezas naturais, arquitetônicas e históricas. É pensando em estimular o turismo local que o Turismo Social do Sesc, com um olhar diferenciado para o potencial da terra, realiza, durante todo o ano, excursões e passeios a preços acessíveis para o trabalhador do comércio e demais interessados. A entidade percorre eventos conhecidos no Estado (Caminhos do Frio, Festa do Bode Rei e São João de Campina Grande),

roteiros religiosos (como o memorial Frei Damião, localizado no brejo paraibano), história (Vale dos Dinossauros em Sousa), cultura (Cabaceiras) e, claro, as belezas naturais (como as águas de Areia Vermelha e o Pico do Jabre), entre tantos outros destinos. Através de ações como essa, o objetivo do Sesc é de fortalecer o Destino Paraíba, incentivar o turismo local e fazer com que os próprios paraibanos possam conhecer sua identidade cultural através de cada excursão.

Bananeiras é um dos destinos do Turismo Social Sesc 20

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Integrantes do grupo folclórico em apresentação

Folclore mantém vivas as tradições populares Estipulado em 1965, 22 de agosto é marcado nacionalmente como o Dia do Folclore. Pensando na preservação dessa cultura nordestina, o Sesc Paraíba realiza várias ações por todo o Estado. Um exemplo é o Grupo de Danças Folclóricas do Sesc Paraíba, que participa de eventos em todo o Brasil, apresentando danças como xaxado, forró, xote, baião, coco e ciranda. Este ano, o grupo já passou por São Paulo, Ribeirão Preto, Santo André e Campinas, com ações em parceria com a ABIH-PB e a PBTur para mostrar a outros estados um pouco da nossa cultura. Em consonância com essas ações, o Sesc também promove atividades lúdicas com as turmas da Escola Sesc Dom Ulrico, do Sesc Creche, da Educação de Jovens e Adultos e do Projeto Habilidades de Estudos por todo o estado, levando informação e promovendo ações culturais sobre costumes e figuras folclóricas, tais como o Bumba meu Boi, Saci Pererê, Boto Cor de Rosa e a Iara. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

Por todo o estado, a criançada também alia educação à cultura através do Folclore 21


CAMPEONATO NACIONAL DE FUTEBOL DOS SERVIDORES DO SESC

Equipe da Paraíba é líder da 1ª etapa A Paraíba encerrou a 1ª Etapa do Campeonato Nacional de Futebol dos Servidores do Sesc em primeiro lugar. A equipe do Sesc Paraíba terminou essa fase invicta, somando oito pontos, além de ser a que mais marcou gols: foram oito no total. O artilheiro também foi paraibano: José Neto da Silva, que balançou a rede adversária quatro vezes. Na escolha do melhor time, quando são selecionados jogadores de todas as equipes para compor a melhor seleção, a Paraíba recebeu duas indicações: a de atacante, com o jogador José Neto; e a de meia, com Severino do Ramo. E para completar, foi escolhida como a seleção mais animada. Como liderou a primeira fase, o time da Paraíba já garantiu sua vaga na segun-

O Presidente da Fecomércio/Sesc/Senac PB saudou a equipe do Estado

da etapa, para as semifinais, que estão previstas para acontecer em 2016. Os jogos têm o propósito de estimular a prática esportiva e promover a integração entre os funcionários do Sesc de todo o país.

Orla do Cabo Branco é palco de prova de Triathlon Agosto é o mês em que a orla da Praia do Cabo Branco tem a presença de muita adrenalina e espírito competitivo. No dia 29 de agosto, em frente à Fundação Casa de José Américo, aconteceu o Sprint Triathlon Sesc Paraíba 2015. O evento teve apoio da Federação de Triathlon e da Fecomércio Paraíba. A competição se divide em 750 metros de natação, 20 quilômetros de ciclismo e cinco de corrida. A prova inicia com a natação. Em seguida, a etapa de ciclismo tem um circuito técnico e misto, com parte plana e ladeiras, que se organiza em quatro voltas de cinco quilômetros e passa pelo

22

Extremo Oriental das Américas na Ponta dos Seixas e na Estação Ciência. A competição finaliza com a corrida, que se divide em quatro voltas de 1,25 quilômetros em circuito plano. Os competidores se organizam nas categorias: feminino (14 a 19 anos, 20 a 29, 30 a 39, 40 a 49, mais de 50 anos e Mountain Bike); e masculino (dividida em 14 a 19 anos, 20 a 24, 25 a 29, 30 a 34, 35 a 39, 40 a 44, 45 a 49, 50 a 54, 55 a 59, mais de 60 anos, Mountain Bike, até 39 anos, e Mountain Bike acima de 40 anos). As categorias Comerciário, Militar, Revezamento e Paratriathlon também são para ambos os sexos.

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


BiblioSesc Dez anos encurtando a distância à leitura

Em nosso dia a dia, a palavra tem um protagonismo essencial. É a partir dela que adquirimos boa parte da informação e realizamos praticamente todas as atividades diárias. Para oferecer esse acesso à leitura, o Sesc, há 10 anos, leva às comunidades periféricas de todo o país o BiblioSesc, uma biblioteca móvel que oferece entretenimento, educação, lazer e acesso gratuito a livros e a publicações de diversos gêneros e origens. Hoje, a entidade conta com 58 bibliotecas volantes pelo país, cada uma levando em torno de três mil obras, que chegam aos locais onde a população não dispõe de bibliotecas acessíveis. Na Paraíba, são realizados uma média de 30 mil atendimentos anuais, e a unidade móvel já passou por locais como Alto do Mateus, Bairro das Indústrias, Mandacaru, Colinas do Sul, Bayeux e Santa Rita. O BiblioSesc é uma ferramenta que estimula pessoas a mergulharem no mundo fantástico da palavra. O acervo conta com gibis, literatura brasileira e estrangeira, biografias, livros de culinária, livros didáticos, jornais e revistas. Além disso, o projeto realiza outras ações que fortalecem o caráter lúdico da leitura. Ao encurtar distâncias entre a palavra e o leitor, o BiblioSesc pode ser um meio de empoderamento. O escritor Ariano Suassuna, além das palavras que integram o acervo, através de suas obras, também deixou registradas, ainda sobre o BiblioSesc, palavras que ratificam a importância da maior rede de biliotecas itinerantes do Brasil: na maioria dos lugares em que chega é a única oportunidade de acesso a um livro. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

23


DIA DO ESTUDANTE Entidade promove ações e investe na educação como bem-estar social

24

Em 11 de agosto, aqueles que buscam adquirir conhecimento, talvez como forma de descobrir o mundo, são postos em evidência: é comemorado o Dia do Estudante. Embora seja apenas um dia, as unidades do Sesc do estado da Paraíba desenvolvem cursos voltados para o ensino básico, reafirmando uma de suas bandeiras: o bem-estar social através da educação. Nas unidades do Sesc Ler - em Patos, Sousa e Cajazeiras – a instituição tem um trabalho focado exclusivamente na educação, por meio da Educação de Jovens e Adultos (EJA) e do Projeto Habilidades de Estudo (PHE), além dos Cursos de Valorização Social. A unidade de Guarabira recebe os alunos do Ensino Fundamental da EJA, e Campina Grande forma estudantes no Ensino Fundamental e Médio da EJA. Aliado a isso, o Sesc desenvolve oficinas, cursos e palestras nas diversas áreas do conhecimento. Em João Pessoa, a Escola Sesc Dom Ulrico e a Creche também atuam na formação de crianças e jovens. O Serviço Social do Comércio também promove torneios e competições de ensino, como a Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e a Olimpíada de Matemática da Educação de Jovens e Adultos (OMEJA).

Sesc prioriza a educação em toda a Paraíba

Ações de saúde visam qualidade de vida O trabalho voltado para a saúde dos trabalhadores do comércio e de toda a sociedade é um dos focos de atuação do Sesc e uma de suas cinco vocações. Em alusão ao Dia Nacional da Saúde, comemorado no início de agosto, as unidades do Sesc Paraíba desenvolvem atividades do litoral ao sertão do Estado. Dentre as ações, estão aferição de pressão arterial e glicemia, distribuição de preservativos e atendimentos clínicos, nutricionais e odontológicos. Também promove a saúde do trabalhador, através do seu Núcleo de Saúde Ocupacional, com exames admissionais e demissionais, audiometria, fisioterapia, entre outros. Além das atividades, a instituição busca um viés educativo em todo o seu trabalho, atuando na prevenção. Para isso, desenvolve palestras, oficinas, workshops e debates sobre variados temas relacionados à manutenção de um estilo de vida saudável. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


SONORA BRASIL CHEGA À PARAÍBA

Intitulado Sonoros Ofícios – cantos de trabalho e Vilas Brasileiras, projeto será desenvolvido no biênio 2015/2016.

Projeto conta com a participação de quatro grupos musicais O Sonora Brasil é um projeto temático, que objetiva difundir as expressões musicais desenvolvidas ao longo da história da musicalidade brasileira. O projeto, intitulado Sonoros Ofícios – cantos de trabalho e Vilas Brasileiras, será desenvolvido no biênio 2015/2016. Para este ano, a mostra, que está em sua 18ª edição, realizou-se na Paraíba nos dias 24 a 28 de agosto, nos municípios de João Pessoa, Campina Grande e Guarabira. O projeto conta com a participação de quatro grupos em cada tema. Em 2015, o primeiro tema circula pelos estados das Regiões Centro-oeste, Norte e Nordeste, e o segundo, pelos estados do Sul e Sudeste. Em 2016, essa sequência de apresentações será invertida para que todos os grupos concluam o circuito nacional. O tema do biênio apresenta o canto como expressão musical relacionada às atividades laborais. O Sonora Brasil é reconhecido como o maior projeto de circulação musical do país e realiza cerca de 480 concertos por ano, passando por I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

Apresentações intensificaram a programação cultural do estado

mais de 130 cidades. A iniciativa possibilita o contato da população com a diversidade e a qualidade da música popular brasileira, contribui para formar plateia e para que os músicos apresentem seus trabalhos e estimulem suas carreiras. As apresentações no estado contam com os grupos Ilumiara (MG), Cantadeiras do Sisal e Aboiadores de Valente (BA), Quebradeiras de Coco Babaçu (MA), Destaladeiras de Fumo de Arapiraca e Mestre Nelson Rosa (AL). 25


Arraiá promove ações de beleza em Galante O Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial da Paraíba esteve presente nas comemorações juninas participando do “Arraiá de Cumpade”, uma festa que proporciona ao público uma vivência da tradição e dos costumes da cultura nordestina. O evento aconteceu na Fazenda Olho D’água, em Galante, distante 8 km da cidade de Campina Grande. No local, a instituição montou o Salão “Fique Mimosa”, que ofereceu oficinas de maquiagem, penteado e esmaltação de unhas. Em um cenário composto por uma vila cenográfica, que retrata bem a cultura nordestina, e embalados ao som do forró pé de

O Salão Fique Mimosa do Senac ofereceu oficinas de maquiagem, penteado e esmaltação no Arraiá de Cumpade, em Galante

serra, os participantes tiveram como missão arrastar o pé durante os sete dias de festa. Para que ninguém deixasse a beleza de lado, o Senac apresentou uma proposta inovadora e transformou o visual do público usando tendências e técnicas modernas de esmaltação de unhas; uma maquiagem trabalhada na sofisticação do estilo caipira e nos cabelos penteados em diversas versões, inspirados nas tradicionais tranças.

NO MAIOR SÃO JOÃO DO MUNDO

Senac prepara noivas para o tradicional casamento coletivo O Senac Paraíba participou do tradicional casamento coletivo realizado todos os anos durante as festas juninas de Campina Grande, proporcionando, gratuitamente, a produção de noivas. Através de oficinas pedagógicas na área de beleza, as nubentes puderam embelezar as unhas, fazer uma maquiagem especial e os penteados. Com a ação, os alunos da instituição tiveram a oportunidade de colocar em prática o aprendizado nos cursos de beleza e ver as noivas totalmente produzidas, já que elas participaram de um desfile para todos os estudantes da Escola Senac

de Campina Grande. Uma das noivas, Jéssica Rodrigues, falou do dia especial que viveu: “Eu me senti privilegiada em me preparar no Senac. Achei maravilhoso, a instituição foi muito acolhedora e foi boa a oportunidade de ter meu dia de noiva aqui”, comemorou. “Ratificamos o nosso compromisso com a educação e a sociedade. O Senac, através da gerência, docentes e supervisores, teve a honra de participar deste grande evento”, concluiu a Diretora de Educação Profissional do Senac Paraíba, Vera Lúcia Silva. Após a produção realizada pelos alunos, as noivas desfilam no Senac

26

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Técnico em Transações Imobiliárias é umas das opções de cursos técnicos

CURSOS TÉCNICOS

Profissionais se qualificam em Guia de Turismo e Transações Imobiliárias Com duração de 10 meses, o Senac serviços, empresas privadas e, ainda, oferece os Cursos Técnicos de Guia de como autônomo. Turismo e Transações Imobiliárias. Em juA qualificação técnica é uma forma lho, formou mais turmas nos dois cursos. de ingressar no mercado de trabalho e Atualmente, essas qualificações comum estímulo para a especialização, seja põem o Programa Senac de Gratuidade por meio de outros cursos técnicos ou em parceria com o Governo Federal. de estudo em cursos de graduação. O Curso de Guia de Turismo é dividido em dois módulos, em que se estudam questões geográficas, históricas e culturais da Paraíba. São proporcionadas aulas práticas, com viagens a pontos turísticos da nossa terra e de estados vizinhos, como o Rio Grande do Norte e Pernambuco. Para as pessoas que têm vontade de atuar no setor imobiliário, em ações de planejamento e administração, o Curso em Transações Imobiliárias pode ser uma das alternativas. O técnico da área pode atuar em empresas do setor imobiliário e da construção civil, em urbanizadoras, loteadoras, agentes financeiros, empresas prestadoras de Senac forma guias para fomentar o turismo no Estado I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

27


TURISMO

gastronômico movimenta economia da Paraíba

O crescimento do turismo gastronômico nos últimos anos, na Paraíba, denota que o nosso estado está apto a receber e atrair turistas para apreciarem a deliciosa culinária regional paraibana. O estado está inserido nesse tipo de turismo, que é promissor e recebeu, no ano passado, mais de um milhão e seiscentos mil visitantes, segundo dados da PBTur. O Senac, nesse contexto, oferece mão de obra especializada, por meio dos cursos de cozinheiro, auxiliar de confeitaria, auxiliar de cozinha e pizzaiolo. A Escola de Gastronomia e Hotelaria da instituição é referência nos cursos da área, porquanto dispõe de salas modernas e equipadas em várias unidades para a realização das aulas. Além disso, o Senac conta com as

Instituição também promove eventos gastronômicos

unidades móveis para atender à demanda dos municípios que não dispõem das estruturas físicas. A procura das empresas paraibanas por mão de obra capacitada é grande. Só na Grande João Pessoa, no primeiro semestre, 41 empresas fizeram solicitações do encaminhamento de profissionais na área de Gastronomia através do Banco de Oportunidades.

Senac qualifica garçons para o mercado de trabalho A profissão de garçom é o segmento que gerou mais de 140 mil vagas com registro em carteira no Brasil, em 2014, segundo o Ministério do Trabalho. O garçom e a garçonete têm um dia dedicado a eles, comemorado em 11 de agosto. Os profissionais que se destacam na área devem ter como características simpatia e desenvoltura, além de outros pré-requisitos importantes, como paciência e bom atendimento, porque lidam com clientes de todos os estilos e devem atendê-los da melhor forma, sempre com um sorriso no rosto. 28

Para contribuir com a capacitação desses profissionais, o Senac Paraíba oferece o Curso de Garçom, em suas unidades espalhadas pelo estado. Só na Escola Senac de Gastronomia e Hotelaria, localizada na orla da capital, nos últimos seis anos, aproximadamente 500 alunos já concluíram a capacitação, que tem uma duração média de dois meses, com aulas ministradas de manhã, à tarde ou à noite. A grade curricular contempla disciplinas estruturadas para formar profissionais de alta qualidade e com acesso às inovações do mercado. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Banco de Oportunidades já encaminhou mais de 600 pessoas para o mercado de trabalho De janeiro a Agosto de 2015, o Senac Paraíba indicou 604 egressos para participarem de seleções para vagas de emprego nos mais diversos setores do comércio de bens, serviços e turismo. Através do Banco de Oportunidades, 189 empresas foram atendidas e receberam profissionais qualificados para selecionar para seus quadros de pessoal. Dessa forma, o Senac contribui para a colocação profissional de seus alunos egressos e oferta mão de obra qualificada para as empresas do setor. “O Banco de Oportunidades tem um banco de talentos formado por pessoas qualificadas pelo Senac. Além da capacitação específica de cada ocupação, nossos egressos (ex-alunos) são convidados a participar de palestras de Orientação para o Trabalho, em que recebem orien-

Senac indica egressos para ocuparem vagas no mercado de trabalho

tações gerais sobre o funcionamento do setor, do mundo do trabalho e dicas para participação em entrevista de emprego e de elaboração de currículo”, destacou a Diretora de Educação Profissional do Senac Paraíba, Vera Lúcia Silva.

Inclusão social é tema de exposição no Senac na Capital Através do Programa de Acessibilidade, o Senac realizou uma exposição com os trabalhos de Olavo Borges Dock, portador da síndrome de Down, que participou de oficinas no Centro de Educação Profissional em João Pessoa. A mostra, que aconteceu em agosto, apresentou as peças produzidas por Olavo durante sua participação nas oficinas de desenho, informática, origami e cartão de festa, que tiveram duração de um mês. O evento ainda contou com a participação da Banda Acredite, do Centro de Atividades Especiais Helena Holanda. “O percurso com um filho que precisa de diversos tipos de apoio não é fácil. Mas, no Senac, tivemos uma experiência de carinho e de amor e agradeço de coração”, destacou Regina Borges, mãe de Olavo. O objetivo dessa atividade é de incentivar a inclusão e a socialização. O Programa de Acessibilidade do Senac se caracteriza por oferecer a pessoas portadoras de deficiência capacitação profissional e possibilidade de ingressarem ou reingressarem no mercado de trabalho. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

Olavo Dock expôs seus trabalhos desenvolvidos nas oficinas no Senac

29


Oportunidade profissional através da

FOTOGRAFIA

Os alunos do Curso de Fotografia Profissional aprendem as técnicas na teoria e na prática

30

A fotografia, para muitos, é uma prática apaixonante que, há tempos, atrai adeptos interessados em aprender suas técnicas com o objetivo de aprimorar os resultados das experiências amadoras, a fim de utilizá-las tanto para o lazer quanto para fins profissionais. No Senac, a fotografia pode ser uma oportunidade profissional através das aulas de capacitação. O Centro de Educação Profissional do Senac, em João Pessoa, oferece Curso de Fotografia Profissional. Neste ano, duas turmas já concluíram a formação, que conta com uma carga de 190 horas distribuídas em 48 dias úteis de aulas, que podem ser ministradas nos turnos da manhã ou da tarde. As disciplinas oferecidas pelo curso são: Qualidade na Prestação de Serviços; Ética Profissional para Fotógrafo; Legislação; Direito e Deveres do Consumidor; Historia da Fotografia; Luz, Imagem, Mobilidade e Interatividade Fotográfica e Tecnologias Digitais: tratamento de imagens. Os professores da capacitação promovem aulas teóricas e práticas, com momentos para exercícios dentro e fora das salas de aula. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Qualificação profissional: um caminho para as empresas O custeio de cursos para a capacitação dos funcionários é uma tendência de mercado a que muitas empresas vêm aderindo. Esse investimento contribui para melhorar a prática das relações trabalhistas, pois o conhecimento adquirido, além de ser propício para a empresa, permanecerá com o colaborador, constando como atributo em seu currículo. De acordo com essa perspectiva, o Centro de Desenvolvimento Gerencial do Senac, na cidade de João Pessoa, apresenta às empresas propostas de cursos de qualificação profissional. As formações, que iniciarão no segundo semestre, a partir de agosto, terão uma carga horária de 30 ou 40 horas, com 20 vagas para cada turma. Dos cursos que serão ofertados, cinco são novos na grade: Gerenciador de Banco de Dados Access; Excel Dashboard Planilhas Gerenciais; Gerência de Vendas; Logística, Marketing e Vendas e Gestão de Trabalho em Equipe. Integram, também, a programação os Cursos de Qualidade no Atendimento ao Cliente, Oratória e Excel Avançado. Essas formações ajudam e aperfeiçoam as atividades diárias de uma empresa. Capacitação é palavra-chave, num mundo que exige a habilidade de várias ferramentas para o trabalhador se manter no mercado. O Senac se preocupa com essas novas demandas, sempre buscando oferecer cursos que atendam aos interesses de pessoas físicas e jurídicas. I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I

O aperfeiçoamento profissional já é uma realidade em muitas empresas 31


paraibanidade MÚSICA - CINEMA - ARTES VISUAIS - LITERATURA - SHOWS - EXPOSIÇÕES - TURISMO

Projeto ExpoSesc João Pessoa recebe exposições do Projeto ExpoSesc, nas unidades do Sesc Centro e Sesc Cabo Branco. Neste último, com a exposição dos trabalhos de pintura e bordado feitos pelo grupo de idosos de João Pessoa e de Guarabira, respectivamente, intitulado Imagens da Memória . Já no Sesc Centro, o pontilhismo das ilustrações com mulheres é o que dá vida à Crysalia, exposição de Wanessa Dedoverde. As exposições seguirão até o final de outubro.

Rota Cultural Caminhos do Frio Os municípios de Areia, Solânea, Bananeiras, Pilões, Serraria, Alagoa Nova e Alagoa Grande integraram o circuito Rota Cultural Caminhos do Frio, que ocorreu este ano de 13 de junho a 30 de agosto. O evento é roteiro consolidado do turismo paraibano e atraiu turistas interessados nas atrações culturais e gastronômicas dos municípios.

Inova Gastronomia Paraibana Já estão a todo vapor os preparativos para a edição de 2015 do Inova Gastronomia Paraibana. O evento, que acontece em outubro, reúne chefs renomados na Escola Senac de Gastronomia e Hotelaria para proferirem palestras e ministrar oficinas e aulas-show. Os temas giram em torno da inovação, da gestão e da sustentabilidade na gastronomia.

Curta Campina

Projeto Cultural Sesc de Letras A edição de 2015 do projeto cultural Sesc de Letras acontece de agosto a novembro e mobiliza nomes consagrados e novos talentos do movimento literário paraibano. A programação conta com palestras e oficinas envolvendo temas como cordel, poesia digital, literatura infanto-juvenil e quadrinhos.

O Sesc Paraíba está com inscrições abertas para o Curta Campina 2015, que proporciona a divulgação das produções locais, fazendo com que os diretores e produtores campinenses apresentem suas produções cinematográficas para o público, democratizando o acesso ao cinema paraibano. O evento acontece entre 3 e 10 de novembro, no Cine Teatro do Sesc Centro Campina Grande.

Festival de Turismo de João Pessoa A 5ª edição do Festival de Turismo de João Pessoa acontecerá nos dias 16 e 17 de outubro no Centro de Convenções da capital paraibana. O evento reunirá grupos hoteleiros, agências, operadoras, consolidadoras e secretarias de turismo para promover a integração do setor e oferecer novos produtos ao mercado. 32

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


g

g

artigo g

Projeto de Lei da Terceirização

Na Câmara dos Deputados, o Projeto de lei aprovado definiu a terceirização como “a transferência feita pela contratante da execução de parcela de qualquer de suas atividades à contratada para que esta a realize na forma prevista nesta lei.” A Câmara dos Deputados aprovou, depois de longos debates, o Projeto de lei nº 4.330, de 2004, que regulou, em 28 artigos e 101 normas, “os contratos de terceirização e as relações de trabalho delas decorrentes”. O Projeto encontra-se, agora, no Senado Federal (nº 30, de 2015), onde serão renovadas as discussões sobre os pontos mais relevantes. Em artigo publicado no Jornal do Commercio de 14/10/13, sob o título “Terceirização no mercado de trabalho”, destacamos que “o processo produtivo é um sistema em rede, no qual cada empresa contribui com uma parcela de valor agregado – que são insumos da produção – formando um todo, que é o produto final. A terceirização no setor produtivo representa um exemplo concreto do real benefício decorrente da especialização.” Nos debates sobre o citado Projeto de lei, surgiram discussões acaloradas sobre a questão central, ou seja, a limitação da terceirização às chamadas “atividades-meio” - conforme jurisprudência firmada pelo Tribunal Superior do Trabalho (Súmula nº 331) - ou a ampla abrangência das chamadas “atividades-fim” como indispensáveis à maior produtividade na indústria e no comércio em geral. Na Câmara dos Deputados, o Projeto de lei aprovado definiu a terceirização como “a transferência feita pela contratante da execução de parcela de qualquer de suas atividades à contratada para que esta a realize na forma prevista nesta lei.” Em outras palavras, a terceirização pode abranger tanto as “atividades-meio” quanto as “atividades-fim”. Na mesma linha, a contratante é “a pessoa jurídica que celebra contrato de prestação de serviços determinados, específicos e relacionados à parcela de qualquer de suas atividades com empresa especializada na prestação dos serviços contratados, nos locais determinados no contrato ou em seus aditivos”. Entretanto, o Projeto de lei em foco, sob a alegação de d proteger os trabalhadores das empresas de tterceirização, estabeleceu várias regras, envolvem para as empresas contratantes que en encargos fiscais e burocráticos. Confornovos e 16 do Projeto de lei, “a contratanme o art. a te terá de exigir, mensalmente, da contratada

a comprovação” de “obrigações relacionadas aos empregados desta, que efetivamente participem da execução dos serviços terceirizados, durante o período e nos limites da execução dos serviços contratados”. São relacionados: I) o pagamento de salários, adicionais, horas- extras, repouso semanal remunerado e décimo terceiro salário; II) a concessão de férias remuneradas e o pagamento do respectivo adicional; III) a concessão de vale-transporte, quando for devido; IV) os depósitos do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço; V) o pagamento de obrigações trabalhistas e previdenciárias dos empregados dispensados até a data da extinção do contrato de terceirização; e VI) o recolhimento de obrigações previdenciárias. No caso de falta de comprovação do cumprimento das obrigações trabalhistas e previdenciárias, a contratante terá de comunicar o fato à contratada e reter o pagamento da fatura mensal, em valor proporcional ao inadimplemento. Em consequência, a empresa contratante deverá montar um departamento especializado para controlar todas essas obrigações da empresa de terceirização, numa absurda duplicação de tarefas. Enfim, uma imensa burocracia, com aumento de custos para a empresa contratante. Além disso, o Projeto de lei atribui à empresa contratante a extravagante obrigação de “reter, sobre o valor bruto da nota fiscal ou fatura de prestação de serviço, a título de: I) imposto de renda na fonte à alíquota de 1,5%; II) Contribuição Social sobre o Lucro Líquido – CSLL à alíquota de 0,65%; III) Contribuição para o PIS/PASEP à alíquota de 0,65%; e IV) Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social – COFINS - à alíquota de 3%. Estranhamente, o Projeto silencia sobre o destino das retenções. Caberia à contratante recolher à Receita Federal os tributos retidos? Ou a retenção funcionaria como uma garantia a ser liberada, uma vez recolhidos os tributos ao Fisco pela contratada? Em suma, se, de um lado, o Projeto de lei em foco, ao regular as relações entre contratantes e contratadas dos serviços terceirizados, afasta as restrições demagógicas à terceirização das atividades-fim, de outro, atribui à contratante encargos administrativos e fiscais absurdos. Jornal do Commercio de 22 de junho de 2015.

ANTONIO OLIVEIRA SANTOS A PPresidente da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo 34

I PARAÍBA - SETEMBRO / 2015 I


Revista Fecomércio Paraíba (edição 28)  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you