Issuu on Google+

EXPEDIENTE E EX XP X PE P E ED DIIIE D E EN NT N TE TE Inffoorm In mativo int inntern rnoo produ rn duzi zido pel zid zi eloo Depa parr tamento de Comunica men ment uni ação de Fé e Aleg uni legr ggrria ria BBra rasil

Edição de maio de 2014

Raimunda Cadó é eleita para Conselho Nacional de Assistência Social

Diretor Pr Preside esiden eside nte: Pe. Álv Álvaro N Neeggromo omonnte, SSJJ Diretor or Naciona N Nac Nacional acion iona na de e Edu duccação ão e Ação Públic úb úbli blica:: Pe. Luuiz izz Fernando nanndo Klein, leinn, lei n, SJ SJ Coo oorrdenaç den dena nação Ex Executiv utiva N uti Nacional: accional:: Norivaal O No Nor Ol Oliiveir eira ei Jorna Jor Jornalista rnalis lista ta responsá espo es espons pons onsável: el Rafael afaael Feel elippe ippppee (M (MTb: 52.407) 52.40 52 .407) 07) Diagr agram agramação: rram am maçã m ação: a o: Ca Carolina rol olina Haddas olina Hadd Ha ddas as Fotos: os: Fundaçã und undação ndaçã açãããoo Fé e A Ale leggria ia do do Brasil B asil asil Contato: o comunica omun om omunicacao@ munica nicaca aacao@ cao@f o@feale eaalegria.org ia.o g.br ia.o .bbr

Apoio:

Fundação Fé e Alegria do Brasil Rua Assungui, 626, Vila Gumercindo São Paulo, SP | Brasil Telefone: +55 (11) 5060-5800 Doações: 0300-777-5998 www.fealegria.org.br fundacao@fealegria.org.br

A Fundação Fé e Alegria do Brasil ocupa pela primeira vez uma representação na sociedade civil junto ao CNAS (Conselho Nacional de Assistência Social). A Coordenadora Regional de Fé e Alegria Rio Grande do Norte, Raimunda Cadó (foto), foi eleita no último dia 23 de maio, em primeiro lugar para uma cadeira no Conselho, com 14 votos no pleito realizado na sede do Ministério da Presidência, na Esplanada dos Ministérios, em Brasília (DF). As outras duas vagas de titular para o biênio 2014/2016 foram preenchidas pelos representantes dos Maristas e Fundação Dorina Nowill, com 9 e 8 votos, respectivamente. A publicação oficial das eleições dos representantes da sociedade civil no CNAS foi realizada apenas no dia 28, mas o resultado já foi comemorado por toda Fé e Alegria Brasil. Cadó entende que esse é o momento ideal para integrar o Conselho. “O CNAS é um órgão deliberativo, que define a política nacional de assistência social. Ele aprova, exerce controle e normatiza as ações de serviços socioassistenciais. A presença de Fé e Alegria

é de fundamental importância, pois nossa experiência na área social tem um peso muito grande, é uma experiência muito significativa e vai servir de referência. A Fundação é um grande laboratório nacional”, comemora. Segundo a Coordenadora, a atuação de Fé e Alegria possibilita um novo panorama para as políticas sociais. “A Fundação não trabalha apenas com crianças e adolescentes, mas tem uma ação expressiva com a família e a comunidade. É um olhar que servirá de base para muitas propostas para a Política de Assistência Social. Agora é iniciar o processo de articulação com outras organizações de defesa da sociedade civil”, completa Cadó. A eleição também foi exaltada pelo Diretor Presidente de Fé e Alegria Brasil, P. Álvaro Negromonte. “Fé e Alegria do Brasil se lança para contribuir no CNAS em sua missão de aprovar, normatizar, regular, zelar, convocar, apreciar e divulgar as decisões, sempre pautada nos valores da justiça, da liberdade, da participação, da fraternidade, do respeito à diversidade e da solidariedade. BOLETIM FÉ E ALEGRIA

1


E para tanto, temos uma companheira que, em sua luta cotidiana e em seu testemunho de vida, que nos inquieta a gritar sempre mais alto derrubando o gigante da exclusão que ainda afeta o nosso país. Fé e Alegria do Brasil e a Federação Internacional são gratos pela confiança depositada por cada instituição que nos elegeu, e de forma especial a Raimunda Cadó, por

ser uma mulher que o Sol forte fez crescer para melhor servir”. A posse dos conselheiros do CNAS será realizada entre os dias 3 e 5 de junho, em uma cerimônia em Brasília que contará com a presença da ministra de Estado de Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello.

Coordenadora do P5 orienta Formação de Trabalhos com Juventudes e Promoção Social A Fundação Fé e Alegria do Brasil realizou nos dias 26 e 27 de maio, na Sede Nacional, em São Paulo, a Formação de Trabalhos com Juventudes e Promoção Social, orientada pela coordenadora executiva do P5, Lucilla Cerrillo, da Nicarágua. A formação teve como objetivo o debate do diagnóstico sobre o protagonismo dos jovens e adolescentes para a cultura de paz e promoção social. Além disso, as atividades visaram aprofundar as discussões sobre a educação não formal e a defesa social de setores excluídos. Participaram da formação coordenadores e colaboradores das unidades de Rio de Janeiro, Espírito Santo, Tocantins, Mato Grosso, Montes Claros, Santa Catarina, Bahia, São Paulo e Belo Horizonte, além das equipes das áreas pedagógica, ação pública, comunicação, desenvolvimento institucional, projetos e diretoria da Sede Nacional. O encontro também foi gravado pela Rádio Web Fé e Alegria e será transmitido em breve. Para Lucilla, a formação foi muito produtiva e abordou com sucesso os temas da gestão integrada da educação. “Simbolicamente, posso dizer que esse encontro foi como uma esponja

2

BOLETIM FÉ E ALEGRIA

que absorve água. Todos os participantes se envolveram com o processo e o marco referencial da educação foi a água dessa esponja. Foram momentos de muita conexão” conexão”, disse a Coordenadora do P5. “As reflexões que fizemos nesses dois dias foram muito profundas e vai nos ajudar a atender as novas projeções a partir daqui”. Os participantes foram divididos em grupos em vários momentos da formação e compartilharam ideias e conceitos sobre temas variados, como a violência, protagonismo juvenil, cultura do diálogo, mobilização, participação e comprometimento de educandos e educandas. “Toda a equipe envolvida foi muito reflexiva, participativa e entusiasmada. Foi uma ação coletiva que buscou entender os desafios e contribuir na construção do debate” debate”, completa Lucilla. Após a formação na Sede Nacional, Lucilla viaja até Fé e Alegria Vazantes (CE), onde aplica as atividades para colaboradores e coordenadores das unidades de Piauí, Ceará, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. A missão do P5 continua na Argentina, na próxima semana.


NACIONAL Festival ABCR 2014 conta com a participação de Fé e Alegria

A Fundação Fé e Alegria do Brasil participou com êxito da 6ª edição do Festival da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR), realizado de 19 a 22 de maio no SESC Guarapari (ES). O evento contou com mais de 60 sessões com temas diversificados sobre a visibilidade e sustentabilidade das instituições, tendo ainda a participação de sete palestrantes internacionais. A proposta do Festival ABCR é de ser um espaço para encontro, aprendizado e troca de experiências para os profissionais que atuam nas áreas de mobilização e marketing das organizações do Terceiro Setor. Representaram a Fundação Fé e Alegria do Brasil Anna Carolina Ponciano, assessora de projetos de Montes Claros, Wanderlay Balsamão, Coordenador de Fé e Alegria Minas Gerais, Elóa Corsatto, da Mobilização de Recursos da Sede Nacional, Edson Ferraz, mobilizador de Fé e Alegria São Paulo e Fabrício Mongin, da comunicação de Fé e Alegria Espírito Santo. Para Eloá Corsatto, a participação no evento foi positiva. “O FLAC é sempre uma experiência muito enriquecedora para compreender as principais tendências do mercado de Mobilização de Recursos, bem como conferir de perto as práticas de sucesso. As oficinas são excelentes momentos para analisar as ações realizadas pela instituição e planejar as melhorias da área”, explica. O evento apresenta ainda as oportunidades para os projetos e organizações da sociedade civil atuantes nas mais diversas áreas como cultura, educação, saúde, direitos humanos, gênero, etnia, religião e outros. Além disso, contribui para a profissionalização da gestão da mobilização de recursos e dissemina conteúdos sobre o cenário da nova arquitetura de financiamento e da filantropia a nível mundial.

Fé e Alegria Montes Claros (MG) realiza Semana da Abolição

A Fundação Fé e Alegria de Montes Claros (MG) realizou a Semana da Abolição, de 12 a 30 de maio, nos centros São Luiz Gonzaga e Santo Inácio de Loyola. A proposta do encontro foi refletir com os educandos/as sobre questões como preconceito, racismo e discriminação. Segundo Sidney Alves, educador de capoeira da instituição, o principal objetivo deste evento é levar aos educandos/as de Fé e Alegria conhecimento, dados e fatos históricos sobre a escravidão, desde o Brasil colônia até os dias atuais, além de mostrar a riqueza cultural do trabalho escravo, que contribuiu na construção do nosso país. Foram oferecidas ainda oficinas de maculelê, capoeira e máscaras africanas, além de rodas de conversa. Segundo Sidney, ao fim das atividades foram realizadas apresentações pelos próprios educandos/as, utilizando um pouco do aprendizado durante as atividades. Além disso, o educador alerta as autoridades sobre a importância de valorizar a cultura Afro-brasileira.

BOLETIM FÉ E ALEGRIA

3


Fé e Alegria realiza Encontro de Formação Técnica em São Paulo

A área de educação e promoção social de Fé e Alegria Brasil realizou entre os dias 12 e 16 de maio o Encontro de Formação Técnica: construção da proposta de trabalho com juventudes e mulheres, no Espaço Anhanguera, em São Paulo. O encontro vincula-se aos projetos Inserción laboral de jóvenes y adultos en poblaciones de alta vulnerabilidad e Estrategia de prevención con niñas y niños, adolescentes y jóvenes en alto riesgo social. A atividade proposta relaciona-se ao objetivo estratégico 1 do PEN (Planejamento Estratégico Nacional) e teve como principal objetivo a construção dos princípios, fundamentos e diretrizes do trabalho com juventudes e mulheres. O evento contou com a presença de Maria do Carmo Wiese, Coordenadora Nacional de Educação e Promoção Social de Fé e Alegria, das analistas pedagógicas Marli Patricia e Thaís Ribeiro, do Diretor Presidente de Fé e Alegria Brasil, P. Álvaro Negromonte, do Coordenador de Ação Pública, Renato Costa, do assistente de Ação Pública, Rafael Favaretto, do P. Alexandre Raimundo, diretor do Anchietanum, e de colaboradores

de Fé e Alegria Pernambuco, Santa Catarina, Piauí, São Paulo, Montes Claros (MG), além do Centro Santa Fé e da ETE FMC (Escola Técnica de Eletrônica), de Santa Rita do Sapucaí (MG). De acordo com Maria do Carmo, a semana foi de muito trabalho e com ótimos resultados. “Foi um encontro diferente do que eu já estava acostumada a participar. Nesse período pude trabalhar com fundamentos teóricos e isso dá uma fortaleza muito grande no documento final, que tem o conhecimento das pessoas envolvidas e uma base teórica sólida. Nós construímos um modelo de trabalho diferente para essa proposta”. A base teórica foi amparada primordialmente pelo Plano Nacional de Políticas para Mulheres e pelo Estatuto da Juventude. Entre as principais atividades do Encontro de Formação Técnica destacam-se a pesquisa de textos científicos e acadêmicos, leituras de artigos, poemas e músicas, avaliação e auto avaliação no desenvolvimento da semana e dinâmicas de interação. “Os participantes fizeram uma construção coletiva das diretrizes, princípios e fundamentos. O resultado foi excelente”, completa a Coordenadora.

Fé e Alegria Amazonas realiza semana de luta contra o abuso e exploração sexual de crianças

exploração infantil. “Foi um momento rico, de trocas de saberes, possibilidade de novos olhares e conhecimento da importância de proteger nossas crianças e jovens do Amazonas, que foi recentemente eleito o estado com mais casos de pedofilia. São dados terríveis e estamos em uma área muito vulnerável. É preciso ser feito um trabalho de enfrentamento forte em nossa comunidade e essa semana promovida pelo Fe e Alegria com parceria da ADEIS e demais escolas públicas do bairro foi um pontapé para uma ação cotidiana”. Foram realizadas diversas atividades, como mostra de vídeos, teatro de fantoches e palestras. No dia 16 de maio também foi realizada uma caminhada pelas ruas do bairro Grande Vitória, em Manaus, onde se pediu um basta na exploração sexual de crianças e adolescentes.

A Fundação Fé e Alegria Amazonas promoveu entre os dias 12 e 16 de maio a “Semana de luta contra o abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes”. O evento foi realizado em parceria com a ADEIS (Associação para o Desenvolvimento Integrado e Sustentável). Segundo a colaboradora de Fé e Alegria Amazonas, Joicy Falcão, o objetivo foi levar informação para as crianças, adolescentes e comunidade sobre a problemática da violência e

4

BOLETIM FÉ E ALEGRIA


NACIONAL Fé e Alegria PE realiza debate sobre exploração de crianças A equipe de Fé e Alegria Pernambuco reuniu-se no último dia 18 de maio, domingo, para debater sobre o tema abuso e exploração sexual de crianças, em alusão ao Dia de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. Após a exibição do filme “Preciosa”, a assistente social Amanda Carolina levou a equipe a debater sobre suas impressões. A ação, elaborada pela Comissão de Ação Pública de Fé e Alegria Pernambuco, teve como objetivo fomentar e estimular os debates com os educandos nas atividades com os alunos em sala de aula.

ESAR realiza semana de atividades ao Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Infantil A Escola Santo Afonso Rodriguez/Fé e Alegria (PI) realizou uma semana de atividades alusivas ao dia 18 de Maio, Dia Nacional de Combate ao Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes. O objetivo foi orientar os educandos e educandas e preveni-los sobre esse tipo de violência, além de incentivar toda comunidade a denunciar esses crimes. O evento teve a participação de parceiros como CRAS Leste 1, Conselho Tutelar, Associação de Moradores da Vila Nova Socopo e toda comunidade escolar da ESAR.

Fé e Alegria Amazonas participa Joicy Falcão, de Fé e Alegria Amazonas, o encontro foi da Teia Nacional da Diversidade Segundo uma excelente oportunidade para um debate mais profundo. A capital do Rio Grande do Norte, Natal, recebeu entre os dias 19 e 24 de maio, a Teia Nacional da Diversidade e o Fórum Nacional dos Pontos de Cultura, com participação de Fé e Alegria Amazonas. O objetivo do evento foi fortalecer o exercício dos direitos culturais, a atuação em rede e a parceria entre a sociedade civil, instituições de ensino, instâncias de participação social e sociedade em geral no campo cultural. O principal tema foi a qualificação e o fortalecimento de políticas e ações de valorização e promoção da cultura brasileira em todos os seus aspectos e segmentos culturais.

“A Teia 2014 inaugurou um espaço para encontro, reconhecimento, convivência, reflexão, formação e divulgação de temas prioritários dos grupos, coletivos, comunidades e Pontos de Cultura. As atividades do evento incluíram ainda as pré-Teias, encontros regionais e/ou estaduais para preparação e envolvimento da sociedade civil participante”, explica. Os parceiros desse evento foram o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN), a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (Funcern), a Universidade Federal do RN (UFRN), o governo do RN, a Fundação Capitania das Artes e a Comissão Nacional dos Pontos de Cultura. A Fundação Fé e Alegria Amazonas faz parte do Ponto de Cultura com o projeto Rapiché da Cultura, que tem parceria com a Secretária de Cultura do Estado. “Foram momentos de muito aprendizado, ampliação e troca de experiências. Um espaço repleto de vivencias que se conectaram de alguma forma”, contou Joicy.

BOLETIM FÉ E ALEGRIA

5


Estação Cidadania é lançado oficialmente em Fé e Alegria ES Fé e Alegria MG participa das comemorações do Bicentenário

O projeto Estação Cidadania, desenvolvido pela Fundação Fé e Alegria do Espírito Santo em parceria com a Petrobras, foi lançado oficialmente nos dias 8 e 9 de maio nas comunidades de Alto Mucuri e Nova Esperança, em Cariacica. O lançamento do projeto Estação Cidadania, nas duas comunidades teve como destaque a participação dos adolescentes que participarão das atividades e seus familiares, que tiveram a oportunidade de receber informações completas sobre os objetivos, metas e ações a serem desenvolvidas pelo projeto. O projeto constitui um conjunto de atividades com foco no exercício da cidadania, através do desenvolvimento de ações práticas em favor do meio ambiente. Dentro do mesmo serão estudados e questionados temas acerca da valorização da diversidade racial e cultural, visitas de observação a empresas, além de cursos como redação, matemática, informática e outros. Todas as ações acontecerão nas comunidades de Nova Esperança e Alto Mucuri, localizados no município de Cariacica, onde a Fundação Fé e Alegria possui a sua unidade. O projeto tem a coordenação da assistente social, Deyse de Carvalho juntamente com Vilmar Burzlaff, coordenador regional de Fé e Alegria. Segundo Vilmar, o projeto é uma grande oportunidade. “O desenvolvimento do projeto representa uma inovação no trabalho com os adolescentes, uma vez que aborda sua introdução ao mundo do trabalho e da construção de seu projeto de vida. Para que possamos aprender mais dessa experiência, a mesma será sistematizada e debatida em um seminário, a ser realizado no final de 2015”, ressaltou. A ideia é complementar a educação formal que os jovens recebem, envolvendo-os em atividades que ocupem pelo menos três horas diárias em quatro dias da semana.

6

BOLETIM FÉ E ALEGRIA

As unidades de Fé e Alegria de Montes Claros e Santa Luzia (MG) participaram das comemorações do Bicentenário de Restauração da Companhia de Jesus em Belo Horizonte. O evento ocorreu no auditório da FAJE (Faculdade Jesuíta de Filosofia e Teologia) e contou com a presença de várias frentes religiosas e educativas, direta ou indiretamente ligadas aos jesuítas. Os palestrantes convidados foram os jesuítas Germano Cord Neto e Manuel Hurtado Durán. Em seus discursos eles falaram sobre a importância da Companhia de Jesus desde a sua fundação até os dias atuais e abordaram temas como a propagação mais efetiva do evangelho e os desafios que a Companhia enfrenta atualmente para continuar seu efetivo trabalho. Para P. Germano, “dos muitos desafios, o mais importante é a questão ambiental de como ter uma nova relação de maior cuidado e responsabilidade com o meio ambiente, no sentido de evitar a destruição do mesmo. E junto com esse desafio de cuidar do meio ambiente, que é uma questão urgente para o futuro, vem o desafio da educação, que é como você vai cuidar do meio ambiente, produzir e viver sem destruí-lo. Pra isso é preciso conhecimento, uma mente aberta, um coração educado. A educação nos dá sabedoria para lidar melhor com essa questão”. Além disso, os convidados puderam tirar suas dúvidas em um espaço que foi aberto para perguntas.


NACIONAL São Paulo recebe Simpósio do Bicentenário de Restauração da Companhia de Jesus

O Simpósio Nacional do Bicentenário da Restauração da Companhia de Jesus (1814-2014) foi realizado em São Paulo, entre os dias 8 e 10 de maio. O Simpósio reuniu 23 especialistas e mais de 350 participantes. Através de conferências e mesas redondas, os pesquisadores abordaram os diferentes aspectos da história e da missão da Ordem religiosa. Essa foi a primeira vez que a Companhia de Jesus realizou no Brasil um simpósio acadêmico e de abrangência nacional, fora das universidades e aberto a um público mais amplo. O evento esteve inserido no contexto das comemorações dos 200 anos de restauração e faz parte de uma exigência do superior geral, padre Adolfo Nicolás, de tornar público e conhecido este período da história da Ordem religiosa. Para o padre Carlos Alberto Contieri, coordenador das comemorações da data, o evento contribuiu para a busca da compreensão mais ampla da história da Ordem religiosa. “Para nós é imprescindível compreender e acreditar que os

acontecimentos têm um sentido. Esse é um modo de celebrar a fé”, diz padre Contieri. “Que esse momento se prolongue e aprofunde o que começamos construir aqui no Simpósio em termos de conhecimento da Companhia de Jesus e de relacionamentos nesse extenso país.” No último dia de evento aconteceu também a mesa redonda Reorganização da Companhia de Jesus: continuidades e rupturas, com o padre Danilo Mondoni e Dr. Paulo Assunção (Universidade São Judas/SP), mediada pelo padre Pedro Rubens Ferreira de Oliveira, reitor da Unicap. Foram realizadas ainda as mesas redondas: A pedagogia jesuítica, com o padre Luis Fernando Klein e a Dra. Marina Massini (USP/SP); Jesuítas no Grão-Pará e Maranhão, com o padre Luiz Fernando Rodrigues e Dr. Karl-Heinz Arenz (UFPA/PA); e Padre Malagrida e o triunvirato pombalino, com os padres Ilário Govoni e Antonio Trigueiros.

BOLETIM FÉ E ALEGRIA

7


Exposição Educar é dar Oportunidades mostra a cara de Fé e Alegria

Exposiçao ˜

A Exposição Educar é dar Oportunidades encerrou o período de visitação no Conjunto Nacional, em São Paulo, no último dia 17 de maio. Foram 20 dias em uma galeria com circulação de pessoas superior a 50 mil/dia, onde a Fundação pôde mostrar um pouco do trabalho focado na educação para crianças e adolescentes. A campanha contou com a apresentação de oito histórias de crianças atendidas por Fé e Alegria, onde cada uma delas contou um pouco sobre o que gostaria de ser quando crescer e as expectativas com o futuro. Os vídeos foram disponibilizados em oito totens interativos e uma mesa que representou o espaço acessibilidade (com lugar para cadeirantes, vídeos legendados e áudio descrição), além de um grande painel que apresentou a exposição e serviu de cadastro dos interessados em receber mais informações da instituição. Também foram realizadas ações para divulgar a exposição e aumentar a visibilidade de Fé e Alegria e posicionamento da marca, principais objetivos da campanha. No dia 29 de abril

8

BOLETIM FÉ E ALEGRIA

foi realizado no Colégio São Luís um coquetel de lançamento que contou com a presença de cerca de 50 pessoas, entre representantes de empresas, organizações e instituições, colaboradores/as de Fé e Alegria e amigos. Já na Avenida Paulista, as equipes de Comunicação e Mobilização de Recursos distribuíram cerca de 3 mil kits para as pessoas, compostos por sacola da exposição, caneta e folders institucionais. Os pedestres foram abordados e, além de se informarem sobre Fé e Alegria, foram convidados a conhecer a exposição. A assessoria de imprensa da Fundação também distribuiu 50 kits (que também continham camisetas da campanha) para jornalistas estratégicos, que renderam diversas divulgações na imprensa, até em âmbito nacional, como matéria na Rede Vida e no site Catraca Livre. A campanha também movimentou a internet, com e-mails marketings e divulgação de detalhes da exposição nas redes sociais. Abaixo você confere algumas fotos de toda a exposição. Os vídeos e todo o material referente à campanha você pode acompanhar no site www.fealegria.org.br.


NACIONAL MONTAGEM

EXPOSIÇÃO

BOLETIM FÉ E ALEGRIA

9


Boletim de Fé e Alegria Brasil - Maio 2014