Issuu on Google+

369

Experimentandum Olh’à pipoca quentinha!

Quem sabe, sabe

Exercício de Escrita Criativa Uso obrigatório de termo científico

Ciência na Feira de Março Carrinhos de choque Estes brinquedos aguentam as batidas frequentes entre si pois possuem amortecedores de borracha a toda a volta. Assim, a energia da colisão é absorvida pela deformação da camada protetora e não há danos nos carros. Ainda assim é extremamente importante o uso de cinto de segurança pois, segundo a Primeira Lei de Newton ou Princípio da Inércia, o condutor após um embate terá tendência a manter a posição ou o movimento que já possuía e poderá embater contra a estrutura do carro ou até ser projetado.

Montanha russa Geralmente, os carrinhos da montanha-russa não têm motor e, por isso, são largados de um ponto bastante elevado. Nessa posição possuem energia potencial gravítica (tanto maior quanto maior for a altura do ponto inicial), que será convertida em energia cinética, em movimento. A Lei da Conservação da Energia Mecânica permite calcular o valor máximo da velocidade em cada ponto do percurso, determinar a forma adequada das curvas e calcular os valores dos raios dos loopings de forma a garantir a segurança dos utilizadores.

Rua dos Santos Mártires, 3810-171 Aveiro · tel. 234 427 053 · www.fabrica.cienciaviva.ua.pt · www.facebook.com/fccva · fabrica.cienciaviva@ua.pt

O que precisas? - Milho para pipocas - Recipiente adequado para fazer pipocas no micro-ondas - Colher - Sal ou açúcar - Forno de micro-ondas

Carrossel De acordo com a Primeira Lei de Newton (lei da inércia), a velocidade e a direção de um corpo em movimento permanecem constantes se nenhuma força atuar sobre ele. As circunstâncias de um movimento circular são diferentes. A força centrípeta, é a força que atua no carrocel, obrigando-o a descrever uma trajetória circular, isto quer dizer que, é a força centrípeta que num movimento de rotação, atua sobre o corpo, atraindo-o na direção do eixo de rotação. Mesmo que o corpo se mova com velocidade de módulo constante, a sua velocidade é variável, uma vez que a sua direção se encontra continuamente a mudar. Existe, por conseguinte, uma aceleração dirigida para o centro da circunferência.

Como fazer? 1. Colocar 3 colheres de sopa de milho para pipocas no recipiente. 2. Colocar no micro-ondas durante cerca de 3 minutos, na potência máxima. 3. Observar e escutar com atenção. 4. Temperar as pipocas com sal ou açúcar. O que acontece? Os grãos de milho são constituídos por uma camada externa rígida, o pericarpo, e por amido e água no seu interior. Quando a temperatura aumenta, a água passa para o estado gasoso (vapor de água), ocupando um maior volume. Como consequência, a pressão no interior do grão aumenta e dá-se uma explosão, que corresponde a uma expansão muito rápida do vapor, que faz com que o amido do milho expanda também, originando a parte esponjosa, branca e deliciosa da pipoca.

Tive tanta vergonha, que só comentei com o Zé aquela reação de Maillard: — Não levo avante, pá… Eu fiquei mesmo muita mal com aquilo! Foi o fim de semana todo aos s’s. Todinho! Dizem-me “que foi azar; que essas reações de Maillard costumam resultar maravilhosamente; que foi talvez tempo a mais a fritar ou temperatura demasiado alta”… Não sei; só sei que aquela me deu dores…Vomitei-me todo, ouve lá, sabes o que é isso?! Eu estava consolado a “atacar” as primeiras farturas do ano (nem quatro eu tinha comido ainda) e pumba: aquele murro no estômago?! De repente, um homem de borco, em figuras, à vista de quem quis apreciar! Não, comigo nunca mais! Reações de Maillard há muitas e tão saborosas, porque é que eu hei de arriscar?! O Zé tentou demover-me, mas eu: “Eh pá, escusas. Comigo acabou. Estava a noite a começar (naquele dia nem aragem bulia na Feira de março, acreditas?!) e de um momento para o outro, aquela bronca. Eu nem me posso lembrar... Uih, toca para o carro, a ganir! Quais stands, quais carrosséis?! Casa, com a família a reboque: mulher amuada, garotos possessos e eu arrumado. O Zé de novo: “que ainda ontem lá tinha ido e estavam ótimas! Se eu não sabia que o frito e o assado às vezes, tal, tal, tal; que aquilo pode acontecer quando se misturam açúcares e aminoácidos, ao lume, mas…” Aih! Quais amigos ácidos, Zé?! Estava com a família! E qual lume?! Não estava à lareira, estava na Feira de março! Se me disseres que podia ter adivinhado… talvez pudesse. As farturas deram sinal: a cor escura, o aroma forte e a primeira trinca logo ligeiramente amarga (de fritas demais): tudo avisos, sim…mas agora?! Devia ter-me “cheirado a esturro”, antes! PS: A reação de Maillard (descrita pelo químico Louis-Camille Maillard) é um processo químico que ocorre entre os aminoácidos ou proteínas e açúcares (hidratos de carbono) dos alimentos, a temperaturas elevadas. O grupo carbonilo presente nos hidratos de carbono interage com o grupo amina dos aminoácidos ou proteínas, quando o alimento é sujeito a aquecimento forte (assado, frito), alterando-lhe: aspeto, cor, cheiro e sabor, que variam conforme os tipos de proteínas e açúcares em causa (um bife é completamente diferente de uma fartura, por exemplo).

Congresso Internacional Hands-on Science 2014 Na semana de 21 a 25 de julho de 2014, decorrerá, na Universidade de Aveiro, com organização da Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro, o XI Congresso Internacional Hands-on Science, HSCI’2014. Este ano o congresso será subordinado ao tema: Science Education with and for Society O evento proporcionará a oportunidade ideal para a apresentação de trabalhos: comunicações orais, posters, workshops, feiras de ciência, performances científicas (shows, peças de teatro, etc.). O HSCI'2014 irá abranger uma grande variedade de temas, relevantes para a Educação Científica, e todos os campos da Ciência e Tecnologia: Física, Química, Geografia, Biologia, Geologia, Zoologia, Botânica, Ecologia, Arqueologia, Astrofísica, Matemática, Robótica, Ciências da Computação, Sociologia, Psicologia, Ciências da Saúde, Nanotecnologias, etc.. O objetivo é promover uma ampla troca de experiências sobre as boas práticas, os currículos e as políticas, os fatores sociais e a aprendizagem das ciências, e outras questões relacionadas com a Educação Científica e o seu desenvolvimento, através de uma utilização alargada de experiências “hands-on” em sala de aula. Para mais informações, inscrição no congresso e submissão de resumos, por favor consulte o site: http://www.hsci2014.info/.

Ciência na Agenda 20 abril (10h00) - Programa Era uma vez… Ciência assim, com a história “Química em festa”, na Rádio Terra Nova. 22 abril (11h00) - A Fábrica vai... à Pediatria do Hospital Infante D. Pedro, com a oficina Vamos fazer sais de banho. 24 abril (10h00) - Mesa redonda - Aquacultura em Portugal constrangimentos e oportunidades, com Renata Serradeiro, Helena Abreu, Bernardo Balseiro e Miguel Cunha, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro. 26 abril (15h00) - Tardes de Matemática - Fractais, com António Caetano, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro. 27 abril (11h00) - Pai, vou ao espaço e já volto! – “Pedras que caem do céu”, com o astrónomo José Matos, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro. 4 maio (11h00) - Domingo de manhã na barriga do caracol – “O Avô e os passarinhos”, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro.

Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro 2013


Laboração contínua