Issuu on Google+

346

Experimentandum Ponte autossustentável de Leonardo Da Vinci

Encontro da Rede de Centros Ciência Viva

O que precisas? - 15 fósforos grandes

O que acontece? De entre os tipos de pontes projetadas por Leonardo da Vinci, a autossustentável é certamente a mais genial, pela simplicidade dos seus elementos construtivos e estruturais. A ponte é montada sem nenhum elemento de fixação ou encaixe. Uma vez montada, o peso da ponte é suficiente para exercer a pressão necessária para que as vigas longitudinais - encerradas por um par de fósforos - bloqueiem as vigas transversais, impedindo que a estrutura colapse.

Era uma vez… Ciência assim

Histórias com ciência na rádio

Como fazer? Utilizando os fósforos, construir a ponte seguindo os passos apresentados.

1 Fonte: http://www.welovemercuri.com/

2 3

Exercício de Escrita Criativa Uso obrigatório de termo científico

Nos dias 3 e 4 de novembro de 2013 decorreu na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro o Encontro da Rede de Centros Ciência Viva. Este evento contou com a participação de 40 elementos de 19 Centros Ciência Viva de norte a sul do país e da ilha de S. Miguel - Açores. As boas-vindas ao Encontro foram dadas pelo Exmo. Sr. Reitor da Universidade de Aveiro - Professor Doutor Manuel Assunção, pelo Diretor da Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro – Dr. Pedro Pombo e pela Presidente da Ciência Viva – Dra. Rosalia Vargas. Neste evento todos os Centros tiveram a oportunidade de dar a conhecer os seus espaços e atividades, bem como partilhar ideias e definir estratégias de uma maior interação em rede. O Encontro reforçou a pertinência da existência de ligações entre entidades congéneres no sentido do seu crescimento individual e coletivo.

4 5

6

7

8

9

Dra. Rosalia Vargas – Presidente da Ciência Viva e Dr. Pedro Pombo – Diretor

Professor Doutor Manuel Assunção – Reitor da Universidade de Aveiro e Dra. Rosalia

da Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro

Vargas – Presidente da Ciência Viva

Quem sabe, sabe

Visita guiada à Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro

10

O engenheiro abre a porta do táxi, empurra a pasta, senta-se, cumprimenta, diz a direção, acena à mulher, tira o casaco, tudo enquanto acaba o telefonema: “Não. No encontro. O grande investimento tem que ser no encontro. É o apoio direto, a ligação fundamental, você sabe disso, Rui. Não há cedência. Vá! Até logo. Abraço.” – Boa tarde, desculpe. Para a estação, por favor, não sei se me fiz entender... – Eu ouvi. Até se me permite uma achega… – Uma achega a…?! Mas, faça o favor, faça o favor... – É que, para mim, os encontros, “chefe”… Os encontros são a causa da gente não sair da crise. Quais mercados internacionais fechados; qual descrédito dos investidores… Eu, para mim, acho qu’a culpa de não sairmos da crise só tem um nome: encontros! Se eu lhe dissesse o ror de “gravatinhas” que eu levo diariamente a “Encontros”… Neste país, digo-lhe eu, organizam-se conversas por tudo e por nada: move-se uma palha, sai logo um “Encontro da Erva Seca”. E então, não há abébias: o resto do serviço para, interrompe-se a produção toda se for preciso; a prioridade é organizar o encontro. E nisto passa uma empresa meio ano ou mais. Certinho, com’haver coffee breaks nos intervalos… Agora, trabalhar, que é bom para a economia?! Uih, isso é aqui p’ò Costa taxista…- pisca à direita, para - Aqui estamos: estaçãozinha. São oito euros e quarenta, por favor. E bom encontro, ahn?! Que isto… cada um…ahn, chefe?! PS: Encontro, em engenharia, é o elemento de uma ponte que faz o apoio direto das extremidades da estrutura da ponte com o solo (margens).

11

“Era uma vez …Ciência assim” é uma rubrica de narração de histórias com ciência para difusão na rádio, da responsabilidade da Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro em parceria com a Rádio Terra Nova. O programa reúne um conjunto de treze histórias dedicadas a crianças entre os 6 e os 12 anos que, associando ficção e componente experimental num registo leve e cativante, visa proporcionar momentos de educativo lazer, tanto para professores e alunos como para pais e filhos. A pesquisa, a redação, a criação, a edição e pós-produção dos conteúdos são da responsabilidade da Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro, e a revisão científica é da responsabilidade da sua Comissão Científica, de docentes/investigadores da Universidade de Aveiro. O programa terá uma difusão semanal na rádio Terra Nova: todas as quartas-feiras, pelas 11h30 (direcionado ao público escolar) e todos os domingos, pelas 10h00 (para o público familiar), com repetição na semana seguinte. A estreia aconteceu ontem, com a história “Na Tacinha das Natas”, sendo que a calendarização completa do programa está disponível em www.fabrica.cienciaviva.ua.pt. “Era uma vez …Ciência assim” é uma produção no âmbito do projeto Fábrica Media, financiado pelo Programa COMPETE (uma iniciativa QREN), e pela Ciência Viva (Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica).

Ciência na Agenda 7 nov (21h00) - Café de ciência "Quintas da Ria" – “A Ria de Aveiro, as pessoas e a História”, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro. 12 nov (10h30) - A Fábrica vai... à pediatria do Hospital Infante D. Pedro, com a oficina Criar Dunas. 17 nov (11h00) – Domingo de manhã na barriga do caracol “Um gole de sabedoria, sr. Rodrigo!”. 24 nov (11h00) – Pai, vou ao espaço e já volto! – A conquista

12

*Errata Na edição anterior (31 de outubro), na rubrica “Mais vale saber… O que é o moliço?” a apanha do moliço foi atribuída por lapso aos marnotos, pois quem

Workshop “Produção de Exposições”

Fotografia de grupo

Rua dos Santos Mártires, 3810-171 Aveiro · tel. 234 427 053 · www.fabrica.cienciaviva.ua.pt · www.facebook.com/fccva · fabrica.cienciaviva@ua.pt

Show de ciência “Física Viva”

do espaço, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro. 24 nov (16h00) – Peça de teatro Claro como Água, na Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro.

exercia esta tarefa eram os tripulantes dos moliceiros.

Fábrica Centro Ciência Viva de Aveiro 2013


Laboração continua