__MAIN_TEXT__

Page 1

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

Ano 1 • # 3 • Outubro 2016 Florianópolis • Santa Catarina Distribuição gratuita e dirigida. www.basket-fcb.com.br

FUTURO

FCB ALIA DESENVOLVIMENTO ESPORTIVO A AÇÕES EDUCATIVAS E SOCIAIS

ARBITRAGEM CATARINENSE É O BRUSQUE E ITAJAÍ SEDIAM BRASIL NOS JOGOS OLÍMPICOS COMPETIÇÕES NACIONAIS INVESTIMENTO

FCB INVESTE R$ 1,5 MILHÃO NO PROJETO BASQUETE PARA O AMANHÃ

REFORMAS EM GINÁSIOS HISTÓRICOS DÃO NOVO PATAMAR AO BASQUETE CATARINENSE


Z515

TRÊS PONTOS. | 1 | BOLA OFICIAL CBB | 2 | APROVADA PELA FIBA | 3 | DUPLAMENTE TESTADA.

A PENALTY É UMA MULTINACIONAL BRASILEIRA QUE FABRICA PRODUTOS ESPORTIVOS DE ALTA QUALIDADE E APROVADOS PELOS MAIS ALTOS PADRÕES INTERNACIONAIS DE QUALIDADE.

OFICIAL CBB

APROVADA PELA FIBA

É do Brasil.


 COM A PALAVRA

FOCO NO ESPORTE, NA EDUCAÇÃO E NO SOCIAL

O

segundo semestre de 2016 solidificou o trabalho exercido nos últimos 21 anos pela Federação Catarinense de Basketball (FCB). Sob o comando do professor Oscar Archer, ao lado do quadro de colaboradores e representantes em cada região do estado, a entidade colheu importantes frutos ao ver os únicos árbitros brasileiros nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro pertencer aos seus quadros. Ainda patrocinou núcleos de desenvolvimento do basquete na Grande Florianópolis e implantou o Projeto Basquete para o Amanhã – Trimania/FCB em Brusque. Dessa forma, além de ensinar a prática do esporte a crianças e adolescentes, incentiva e capacita professores de educação física nos diversos cursos e clínicas promovidos em diferentes cidades. Neste período, o caráter social também ganhou vez com a construção de quadra e reforma da área de lazer do Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), situado na Penitenciária da Agronômica, em Florianópolis. Ação desenvolvida que resultará em maior qualidade de vida aos cerca de 100 pacientes vítimas de deficiências mentais, vulnerabilidade social e problemas com a lei. Mas o principal “produto” organizado pela FCB recebe atenção especial nesta edição com registros fotográficos. Trata-se do Campeonato

Catarinense de Basquete que começou com recorde de participantes e novamente transmitido pela televisão aberta através da renovação da parceria com a RIC/TV Record. Junto com os jogos, o esporte de Santa Catarina ganha “novos” ginásios. Reformados, os palcos históricos merecem reportagem especial da Revista Basquete SC. Também nesta 3ª edição, o leitor encontrará uma entrevista com a presidente da Liga Oeste, Joece Carabagiale. Além de comandar a liga mais atuante em 2015, ela atuou como oficial de mesa nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Outros destaques, caro leitor, são as competições organizadas e promovidas pela Federação Catarinense de Basketball: Copa SC e Taça FCB. Além delas, a Supercopa Brasil, que contou com times de todo o país em Brusque. Para finalizar, cabe destacarmos os vieses pregados pelo professor Oscar Archer e pela entidade a qual preside de forma competente desde 1995: esporte, educação e sociedade.

BOA LEITURA! OS EDITORES

3


 EXPEDIENTE

 NESTA EDIÇÃO Foto: Henrique Santos/FCB

Presidente 2015/2019

Oscar Archer Vice-Presidente

Nelson da Silva Aguiar Conselho Fiscal - Membros Titulares

Francisco Andrade de Amorim Neto (Presidente CF/FCB) Paulo Roberto Cunha Carlos Luiz de Oliveira Conselho Fiscal - Membros Suplentes

Luiz Ernani Buerger Henrique Guilherme Koettker Secretaria FCB

Franciele Oliveira Zoldan da Veiga Steffani Kras Departamento Técnico

Diretor Responsável: Luiz Gastão Neves Dubois Departamento Administrativo e Financeiro

Diretor Responsável: Ênio Feller Secretário Geral: Luciano Davies Zappelini Departamento de Registro, Documentação e Estatística

Coordenador do Departamento: Adriano de Souza Krischke Departamento de Arbitragem

Comissão de Arbitragem: José Carlos Conte / Nelson da Silva Aguiar / Luiz Gastão Neves Dubois Departamento Jurídico

Diretor Responsável: Fábio Pamplona Deschamp www.basket-fcb.com.br

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL Ano 01 / Nº 03 – Outubro de 2016

Jornalistas Responsáveis

Nikolas Stefanovich (SC/JP 2122) Henrique Santos (SC/JP 3473) Reportagem

Henrique Santos / Nikolas Stefanovich Projeto Gráfico e Editoração

Isaias Zaião –

48 9173.1279

Revisão

Juçá Fialho Vazzata Dias A Revista BasqueteSC é uma edição trimestral da Federação Catarinense de Basketball. Todos os direitos são reservados, sendo proibida a reprodução total ou parcial de qualquer artigo ou imagem desta obra sem a autorização por escrito dos editores. A Revista BasqueteSC não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas assinadas e/ou dos anúncios publicitários. Todo conteúdo voltado a publicação nesta revista deve ser enviado devidamente identificado.

4

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

18

GALERIAS DE VÁRIAS DISPUTAS NO BASQUETE


Foto: Divulgação/FCB

OUTROS DESTAQUES...

ADIEE/AVAÍ É CAMPEÃ DA COPA SANTA CATARINA

12

1O

SUCESSO NA ABERTURA DO CATARINENSE 2016 DE BASQUETE

26

TRADICIONAIS GINÁSIOS CATARINENSES RESSURGEM

30

JOECE: DE PRESIDENTE DE LIGA ÀS OLIMPÍADAS DO RIO 2016

38

FEDERAÇÃO INAUGURA QUADRAS NO HOSPITAL DE CUSTÓDIA

40

NÚCLEOS ESTUDANTIS VÃO APOIAR NA INCLUSÃO SOCIAL

46

MENINAS DE CRICIÚMA ESTÃO NO HIGH SCHOOL AMERICANO

Foto: Henrique Porto/Lances e Letras/FCB

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

SC LEVA O TÍTULO NO BASQUETE SUB-13 FEMININO

24

Ano 1 • # 3 • Outubro 2016 Florianópolis • Santa Catarina Distribuição gratuita e dirigida. www.basket-fcb.com.br

Foto: Divulgação/FCB

FUTURO

FCB ALIA DESENVOLVIMENTO ESPORTIVO A AÇÕES EDUCATIVAS E SOCIAIS

ARBITRAGEM CATARINENSE É O BRUSQUE E ITAJAÍ SEDIAM BRASIL NOS JOGOS OLÍMPICOS COMPETIÇÕES NACIONAIS INVESTIMENTO

FCB REALIZA CLÍNICA PARA TÉCNICOS E PROFISSIONAIS

44

FCB INVESTE R$ 1,5 MILHÃO NO PROJETO BASQUETE PARA O AMANHÃ

REFORMAS EM GINÁSIOS HISTÓRICOS DÃO NOVO PATAMAR AO BASQUETE CATARINENSE

CAPA  Na composição da capa desta edição, nosso editor de artes aplicou a imagem de um flagrante registrado pelo fotógrafo Henrique Porto durante o Campeonato Sul Brasileiro Sub-13

5


 FLAGRANTE 6

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


Foto: Daniel Pereira/FCB

NAS RUAS

A

lém dos jogos indoor, a Federação Catarinense de Basketball promoveu competições ao ar livre. Em julho, organizou etapa do Campeonato Brasileiro de Basquete 3x3 Open e Sub-18 Feminino e Masculino, em Itajaí, e no mês de agosto apoiou o basquete de rua em São José. 7


 FLAGRANTE 8

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


Foto: Sidney Silva/EsporteSC/FCB

BASQUETE PARA O AMANHÃ

E

m Brusque, 25 crianças e adolescentes entre 7 e 13 anos participam, na Sociedade Esportiva Bandeirante, do Projeto Basquete para o Amanhã – Trimania/FCB. Em todo o estado, são 92 núcleos e quase 2 mil crianças atendidas pelo programa cujo investimento da Federação Catarinense de Basketball chega a R$ 1 milhão. 9


 ESTADUAL Fotos: Sidney Silva/EsporteSC/FCB

OSCAR ARCHER  presidente da Federação Catarinense de Basketball destacou o número recorde de participantes no estadual 2016

ABERTURA DO CAMPEONATO CATARINENSE DE BASQUETE ATRAI COBERTURA DA IMPRENSA, PATROCINADORES E DESPORTISTAS 10

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


COMPETIÇÃO TEM RECORDE DE PARTICIPANTES E TRANSMISSÃO DA TELEVISÃO ABERTA

C

om bola rolando desde o dia 7 de julho, o Campeonato Catarinense de Basquete é sucesso de público e mídia. Como em 2015, a competição reúne 22 equipes e tem partidas transmitidas, pela Record News, ao vivo para todo o estado. Na abertura da competição, realizada no ginásio do Colégio Forquilhão, em São José, a Federação Catarinense de Basketball realizou solenidade com a presença de autoridades do desporto estadual, imprensa e patrocinadores como o Coordenador TrimaniaCap, Cinomar José Teodoro. “É uma emoção muito grande da Trimania participar disso, patrocinar, valorizar e crescer junto com o basquete de Santa Catarina. É um esporte que vem progredindo a cada ano”, disse. O presidente da FCB, Oscar Archer, também destacou a evolução das equipes em 2016. “Neste ano, teremos maior qualificação e crescimento do índice técnico em virtude da preparação dos times”, comemorou. Mesa de trabalho

COMPOSIÇÃO ## Reynaldo Ramos – diretor grupo RIC ## Cinomar José Teodoro – coordenador Trimania ## Jornalista Tadeu Soares ## Irineu Wolney Furtado – presidente do Cons. Regional de Educação Física ## Oscar Archer – presidente FCB ## Fábio Pamplona Deschamps – diretor jurídico FCB

A opinião foi ratificada pelo atleta da APAB/Blumenau, Luiz Henrique Semmke dos Santos. “A parceria entre Federação Catarinense de Basketball e Trimania com a RIC/Record demonstra o profissionalismo total do basquete no estado. Com a transmissão pela televisão e esse apoio, todos os times se empolgaram. É por isso que o campeonato está crescendo e irá crescer ainda mais”, disse o representante do atual bicampeão catarinense. Além das solenidades, houve a estreia do novo time masculino do Clube Independente diante da APAB/Blumenau. Melhor para os donos da casa, que venceram por 77 a 71, em duelo transmitido ao vivo pela Record News. Foi o primeiro dos 13 jogos previstos para o estadual masculino. “No país, dá-se importância maior ao futebol e hoje a editoria do basquete no grupo RIC vem crescendo muito”, reforçou o Diretor Superintendente RIC/ Record, Reynaldo Ramos.  AINDA ESTIVERAM NA ABERTURA: representantes dos 22 times do estadual adulto e das seis ligas, árbitros e comunidade de São José. Além da imprensa (RBS, Jornal Hora de Santa Catarina, RIC/Record, Jornal Notícias do Dia, Jornal Fique Esperto, CIFESC, EsporteSC, entre outros veículos da mídia catarinense).

REPRESENTANTES  Equipes, imprensa e entidades desportivas presentes na abertura do Campeonato Catarinense de Basquete, entre eles, o presidente da CEFID, Paulo Henrique Xavier de Souza e o superintendente da FMEB, Silvio Bertolini

11


 COMPETIÇÕES Fotos: Henrique Santos/FCB

COPA SC  Imagens dos jogos São José x Blumenau e Adiee x Xaxim

ADIEE/AVAÍ É CAMPEÃO DA COPA SANTA CATARINA 12

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


Foto: Henrique Santos/FCB

APÓS VENCER A ETAPA LITORAL, TIME DE FLORIANÓPOLIS DERROTA BLUMENAU EM PARTIDA EMOCIONANTE

A

Copa Santa Catarina Adulto Masculino 2016 terminou com final feliz para os anfitriões. Jogando no ginásio Rozendo Lima, na Capital, o time da ADIEE / Avaí sagrou-se campeão, em 31 de julho, ao derrotar os blumenauenses da APAB / FMD / FURB / Taschibra / Altenburg / INCAPE por 81 a 67. O título premiou o esforço dos atletas de Florianópolis segundo o treinador Kenyo Nunes, que já havia vencido a etapa litoral da Copa SC. “Foi um prêmio por algo que buscamos demais. Ano sofrido, com queda gigantesca de investimentos e perda de jogadores importantes. Os que ficaram mostraram o seu valor e a importância do grupo”, celebrou Kenyo. A campanha da Adiee/Avaí ainda contou com a vitória sobre Xaxim, na semifinal disputada no sábado, por 83 a 69. Já Blumenau batera o Clube Independente/São José por 96 a 88 numa partida que terminou apenas na prorrogação.  SÃO JOSÉ TERMINA EM 3º: Na disputa pelo 3º lugar, o Independente / São José fez valer sua força ao vencer o C.B. Xaxim por 90 a 62.

Copa Santa Catarina

Classificação Copa SC

RESULTADOS FASE FINAL

!! !! !! !!

!! !! !! !!

Semifinal 1 Independente/São José 88 x 96 APAB/FMD/FURB/Taschibra/Altenburg/INCAPE Semifinal 2 ADIEE/Avaí/FME 83 x 69 C.B. Xaxim

1º – ADIEE/Avaí 2º – APAB/FMD/FURB/Taschibra/Altenburg/INCAPE 3º – Independen te/São José 4º – C.B. Xaxim

Decisão 3º e 4º Independente/São José 90 x 62 C.B. Xaxim

Maior pontuador Copa SC

Final ADIEE/Avaí 81 x 67 APAB/FMD/FURB/Taschibra/Altenburg/INCAPE

!!

Joshua Minner – 113 pontos – C.B. Xaxim

13


 COMPETIÇÕES Fotos: Sidney Silva/EsporteSC/FCB

EM CASA  Brusque (branco) somou mais pontos que os rivais e levou o quinto título para a cidade, o segundo consecutivo

BRUSQUE CONQUISTA

BICAMPEONATO DA TAÇA FCB 14

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


Foto: Henrique Santos/FCB

16ª EDIÇÃO DA COMPETIÇÃO SERVIU COMO PREPARAÇÃO PARA O CAMPEONATO CATARINENSE

A

16ª edição da Taça FCB terminou, em maio, com a vitória de Brusque, que derrotou Joinville por 63 a 56 na decisão. Nem mesmo o fato de jogar em casa, no Centreventos Cau Hansen, foi suficiente para os joinvilenses quebrarem a hegemonia dos brusquenses. O bicampeonato da competição marcou a estreia do treinador Alexandre Barros, o Bicudo, no comando da A.D.Brusque/FME/ Unifebe/A Italianinha/Aradefe. O começo exitoso mereceu destaque do dirigente brusquense, Zurico Frota. “Muito importante para nós vermos que esta nova etapa do trabalho deu resultado tão rápido. Um torneio com o Bicudo e uma taça conquistada”, ressaltou na época.  DISPUTA DOS 3º E 4º LUGARES: Melhor para a equipe de Blumenau que derrotou a de São José por 76 a 58.

16ª Taça FCB

Classificação 16ª Taça FCB

RESULTADOS FASE FINAL

!! !! !! !!

!!

1ª rodada A.D.Brusque/FME/Unifebe/A Italianinha/Aradefe 49 x 43 APAB/FMD/FURB/Taschibra/Altenburg/INCAPE

!!

AABJ/FELEJ/Ciser/Embraco/Decore/Selbetti/Millium 66 x 63 Independente / São José

2º – AABJ/FELEJ/Ciser/Embraco/Decore/Selbetti/Millium 3º – APAB/FMD/FURB/Taschibra/Altenburg/INCAPE 4º – Independente / São José

2ª rodada A.D.Brusque/FME/Unifebe/A Italianinha/Aradefe 60 x 57 Independente / São José

!!

1º – A.D.Brusque/FME/Unifebe/A Italianinha/Aradefe

APAB/FMD/FURB/Taschibra/Altenburg/INCAPE 80 x 85 AABJ/FELEJ/Ciser/Embraco/Decore/Selbetti/Millium

3ª rodada APAB/FMD/FURB/Taschibra/Altenburg/INCAPE 76 x 58 Independente / São José AABJ/FELEJ/Ciser/Embraco/Decore/Selbetti/Millium 56 x 63 A.D.Brusque/FME/Unifebe/A Italianinha/Aradefe

Maior pontuador Taça FCB !!

Henrique – 173 pontos – AABJ/FELEJ/Ciser/Embraco/ Decore/Selbetti/Millium

15


 COMPETIÇÕES Fotos: Sidney Silva/EsporteSC/FCB

TORCIDA NO GINÁSIO  Sob olhar de bom público na Arena, Brusque (branco) e Santos (alvinegro) fizeram final equilibrada

BRUSQUE É VICE-CAMPEÃO DA SUPERCOPA BRASIL DE BASQUETE 16

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


COMPETIÇÃO REALIZADA NA ARENA BRUSQUE CONTOU COM EQUIPES DE CADA REGIÃO DO PAÍS

E

ntre 14 e 19 de junho, Brusque sediou a Supercopa Brasil Adulta Masculina de Clubes 2016. A competição reuniu oito equipes classificadas nas Copas Brasil Centro-Oeste, Nordeste, Norte, Sudeste e Sul. O título ficou com o Santos do Amapá, que, na final, derrotou os brusquenses por 68 a 50. Sobre o jogo, o técnico brusquense, Alexandre Barros, ressaltou o feito da equipe, que conquistou a vaga na Liga Ouro, considerada a segunda divisão do basquete nacional. “Sinceramente, estou muito feliz e orgulhoso por tudo que a gente fez. Por termos colocado Brusque nesta decisão e ter trazido toda essa torcida para voltar a prestigiar o nosso basquete”, disse. A competição, que teve transmissão de um jogo pela Record News (Brusque x Botafogo) e em sua totalidade via internet através da página da Central de Imprensa das Federações Esportivas (Cifesc), aconteceu pela terceira vez em Santa Catarina. A realização foi possível graças ao empenho da Federação Catarinense de Basketball. “Para nós, foi uma satisfação pelo terceiro ano consecutivo trazer a Supercopa para Brusque. Santa Catarina tem que entrar em outro patamar no basquete nacional e já mostramos que temos competência para realizar grandes competições. Agora cabe a nossas equipes aproveitarem todo suporte que oferecemos para buscar mais protagonismo no cenário nacional”, destacou o presidente da FCB, Oscar Archer. O mandatário da entidade ainda declarou sua satisfação com a presença do público na Arena Brusque. “Com certeza demos mais um grande passo para o resgate do nosso basquete. Por pouco deixamos escapar esse título para Santa Catarina. Mas ficamos felizes pela grande competição que fizemos e ver um ginásio maravilhoso como esse dessa forma”, disse.

Supercopa Brasil de Basquete

1ª RODADA !!

Grupo A

14 DE JUNHO !!

Grupo B

Botafogo (RJ) 69 x 47 Círculo Militar (PR)

Santos (AP) 79 x 66 Ponta Grossa (PR)

Brusque (SC) 61 x 66 Facisa (PB)

América (SP) 70 x 42 Clube Vizinhança (DF)

2ª RODADA !!

Grupo A

15 DE JUNHO !!

Grupo B

Facisa (PB) 44x55 Botafogo (RJ)

Ponta Grossa (PR) 52x43 Clube Vizinhança (DF)

Círculo Militar (PR) 50x55 Brusque (SC)

Santos (AP) 58x68 América (SP)

3ª RODADA !!

Grupo A

16 DE JUNHO !!

Grupo B

Círculo Militar (PR) 43x61 Facisa (PB)

Clube Vizinhança (DF) 40x57 Santos (AP)

Brusque (SC) 61x54 Botafogo (RJ)

América (SP) 82x61 Ponta Grossa (PR)

DISPUTA DE 5º AO 8º LUGARES !! !!

17 DE JUNHO

Círculo Militar (4º A) 53x56 Ponta Grossa (3º B) Clube Vizinhança (4º B) 63x77 Facisa (3º A)

SEMIFINAL !! !!

17 DE JUNHO

Botafogo (1º A) 57x66 Santos-AP (2º B) América (1º B) 61x73 Brusque (2º A)

FINAL !! !! !! !!

18 DE JUNHO

Disputa de 7º e 8º lugares: Clube Vizinhança (DF) 35x53 Círculo Militar (PR) Disputa de 5º e 6º lugares: Ponta Grossa (PR) 64x73 Facisa (PB) Disputa da medalha de bronze: Botafogo (RJ) 85x71 América (SP) Disputa da medalha de ouro: Santos (AP) 68x50 Brusque (SC)

 OUTRAS EQUIPES PARTICIPANTES DA SUPERCOPA BRASIL: Botafogo (Rio de Janeiro), América de Ribeirão Preto (São Paulo), Facisa (Paraíba), Unidade Vizinhança (Distrito Federal), e os paranaenses Ponta Grossa e Círculo Militar.

Classificação FINAL DA Supercopa Brasil !! !! !! !!

1º Santos (AP) 2º A.D. Brusque (SC) 3º Botafogo (RJ) 4º América (SP)

!! !! !! !!

5º Facisa (PB) 6º Ponta Grossa (PR) 7º Círculo Militar (PR) 8º Clube Vizinhança (DF)

17














BASQUETE SC 

BASQUETE SC 



BASQUETE SC 

BASQUET

E SC 

 GALERIA MASCULINO ADULTO 18

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

BASQUETE SC





BASQUETE SC 

BASQUETE SC 

BASQUETE SC

BASQUETE SC 







BASQUETE SC 

BASQUETE SC 

BASQUETE SC 








BASQUETE SC



BASQUETE SC 





BASQUETE SC 



BASQUETE SC 

BASQUETE

SC 

BASQUETE SC 





BASQUETE SC 

BASQUETE SC 

BASQUETE SC



BASQUETE SC 



BASQUETE SC 

Foto:



BASQUETE SC 

19














BASQUETE SC 

BASQUETE SC 



BASQUETE SC 

BASQUET

E SC 

 GALERIA MASCULINO ADULTO 20

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

BASQUETE SC





BASQUETE SC 

BASQUETE SC

BASQUETE SC 





BASQUETE SC 

BASQUETE SC 

BASQUETE SC 



BASQUETE SC 








BASQUETE SC



BASQUETE SC 





BASQUETE SC 



BASQUETE SC 

BASQUETE

SC 

BASQUETE SC 





BASQUETE SC 

BASQUETE SC 

BASQUETE SC



BASQUETE SC 



BASQUETE SC  Foto:

Foto:



BASQUETE SC 

Foto:

21












BASQUETE SC 

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL



BASQUETE SC



BASQUET

E SC 

 GALERIA FEMININO ADULTO 22



BASQUETE SC 



BASQUETE SC

 Foto:

BASQUETE SC 







BASQUETE SC 








BASQUETE SC

 Foto:



BASQUETE SC 



BASQUETE SC 





BASQUETE SC  Foto:

BASQUETE

SC 

BASQUETE SC 





BASQUETE SC 

BASQUETE SC  Foto:

BASQUETE SC

 Foto:



BASQUETE SC 



Foto:

BASQUETE SC 



BASQUETE SC 

 GALERIA SUB-19 E 17 MASCULINO 23


L-BRASILEIRO 



CAMPEONATO SU







SUL-BRASILEIRO 

SUL-BRASILEIRO 

SUL-BRA

SILEIRO







SUL-BRASILEIRO



SUL-BRASILEIRO



SUL-BRASILEIRO 

SUL-BRASILEIRO 





REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

SUL-BRASILEIRO 

AVANÇO 

SUL-BRASILEIRO 



 GALERIA SELEÇÕES CATARINENSES SUB-13 FEMININO E MASCULINO 24

SUL-BRASILEIRO 






SUL-BRASILEIRO

SUL-BRASILEIRO



Foto:

SUL-BRASILEIRO 





SUL-BRASILEIRO 







ILEIRO 

SUL-BRAS

SUL-BRASILEIRO 

CAMPEONATO SUL-BRASILEIRO 





Foto:

SUL-BRASILEIRO

SUL-BRASILEIR

O



SUL-BRASILEIRO

SUL-BRASILEIRO



SUL-BRASILEIRO 

25


 ESTRUTURA

Fotos: Prefeitura Municipal de Joinville/FCB

CINCO ANOS DE OBRA NO ABEL SCHULZ  Reforma do ginásio em Joinville custou cerca de R$ 1 milhão

TRADICIONAIS GINÁSIOS CATARINENSES RESSURGEM 26

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


RTES 

OS ESPO

   

D PALÁCIO

27


 ESTRUTURA Foto: AABJ/FCB

ABEL SCHULZ E CLUBE IPIRANGA MARCAM A VOLTA DO BASQUETE CATARINENSE AOS LOCAIS HISTÓRICOS

O

desenvolvimento do basquete catarinense nos últimos anos proporciona o ressurgimento de importantes praças esportivas que marcaram história no estado. A reformulação dos ginásios caminha lado a lado com o patamar projetado pela Federação Catarinense de Basketball. Prova disso, as voltas do Clube Ipiranga, em Blumenau e do Abel Schulz, em Joinville. Dois ginásios fechados há anos, mas que voltaram à ativa para abrigar o esporte de Santa Catarina. O primeiro a ser devolvido ao público desportista foi o ginásio da S.R.E. Ipiranga, ainda em 2015. Palco da abertura do estadual adulto do ano passado, o local viu os primeiros arremessos de nomes como Tiago Splitter e Ricardo Probst, ambos pivôs da seleção brasileira e treinados pelo professor Sérgio Correa Carneiro. “No ginásio do Clube Ipiranga, a gente tem as camisas penduradas desses e de outros atletas”, enfoca o popular Serjão, atual presidente da APAB/Blumenau. As melhorias continuaram em 2016 com a nova estrutura oferecida à imprensa, camarotes e sala administrativa no ginásio ao custo de R$ 170 mil viabilizados pela iniciativa privada, além do apoio da Câmara de Vereadores de Blumenau na cessão de aparelhos eletrônicos. Não tão tradicional no basquete, mas fundamental para a prática desportiva no extremo oeste catarinense, o ginásio da Fundação Municipal de Desporto de São Miguel do Oeste (FUMDESMO) passou por recente reformulação. Após investir cerca de R$ 15.000 na estrutura das tabelas (sistema hidráulico), tabelas oficiais e aros, a diretoria da ABASMO terminou a pintura da quadra. Desde julho, ela está personalizada com o símbolo e cores do clube. Para a presidente da Associação de Basquete de São Miguel do Oeste, Gelcy Zanchi, os constantes investimentos realizados desde 2014 são fundamentais para a participação nos campeonatos adultos e difusão do esporte na região. “A pintura na quadra é mais um investimento da entidade que só se deu pela ajuda da Federação Catarinense de Basketball e Trimania”, sinaliza Gelcy. Outro lugar de destaque é o ginásio do Colégio Forquilhão, em São José, que abriga os jogos das equipes adultas do Clube Independente. Palco da abertura do Campeonato Catarinense de Basquete 2016, ele é confortável ao público por ter cadeiras em toda sua extensão, além de banheiros, estacionamento e bar. “Queremos fazer do Forquilhão a casa do basquete na Grande Florianópolis”, diz o presidente da FCB, Oscar Archer.

28

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

PALÁCIO  Abel Schulz voltou a ser palco dos jogos da equipe masculina de Joinville Foto: Gelcy Zanchi/FCB

CARA NOVA  Pintura deu nova configuração ao ginásio da Fumdesmo, em São Miguel do Oeste

HOMENAGEM  Camisas de atletas com passagens pela Seleção Brasileira penduradas no ginásio do Clube Ipiranga, em Blumenau Foto: Henrique Santos/FCB


BASQUETE PROFISSIONAL  Jogos da equipe joinvilense voltaram a ser no maior palco do esporte do município Fotos: AABJ/FCB

DEPOIS DE CINCO ANOS FECHADO, “PALÁCIO” ABEL SCHULZ ABRE AS PORTAS EM JOINVILLE

T

radicional palco do esporte joinvilense, o ginásio Abel Schulz, inaugurado em 1951, voltou a ser utilizado em março deste ano. A interdição durou cinco anos, mas seu retorno é destacado pelo presidente da AABJ, Kelvin Soares. “A reforma tem uma importância imensa, pois ela perpassa a dimensão do esporte. O ‘Palácio dos Esportes’ Abel Schulz faz parte do cenário sociocultural de Joinville”, ressalta o dirigente. A opinião é reforçada pelo treinador George Salles: “O apreço da cidade pelo basquete é gigante e deve renascer, assim como aconteceu com nossa casa”, diz o comandante do maior campeão catarinense. Para a devolução do ginásio, houve investimento de R$ 1 milhão na readequação do espaço. A prefeitura reformou a rede elétrica e a hidrossanitária; fez adequações para a acessibilidade, elaboração de um projeto preventivo de incêndio, pintura, troca da cobertura, entre outras melhorias usadas pelo time adulto de Joinville no Campeonato Catarinense de Basquete, além do futsal e demais modalidades. Além da casa joinvilense, o presidente da Federação Catarinense de Basketball, Oscar Archer, destaca o avanço verificado nos ginásios de Santa Catarina nos últimos anos. “As competições desenvolvidas e apoiadas pela FCB são disputadas em casas imponentes e recém-construídas como a Arena Brusque e o Jones Minosso, em Lages. Também há praças tradicionais como o Rozendo Lima, em Florianópolis, além das reformas do Abel Schulz, em Joinville e do Clube Ipiranga, em Blumenau”, enumera o dirigente. Ele ainda reforça a importância de ter bons locais para a prática do basquete. “Com condições adequadas, o jogador consegue desenvolver seu trabalho e o torcedor tem o conforto necessário para sair de casa e prestigiar o esporte. Vimos isso recentemente na Supercopa Brasil, em Brusque, quando a torcida lotou a Arena para prestigiar o time local”, destaca. No estadual adulto, ainda são utilizados diversos ginásios como: Irineu Bornhausen (Balneário Camboriú), Unoesc (Joaçaba e Videira), Ivo Silveira (Concórdia), Nelson Busarello (Blumenau), entre outros.  ABEL SCHULZ: O ginásio já abrigou eventos de todos os gêneros desde sua inauguração, na década de 50, como o Festival de Dança de Joinville. É sede dos eventos esportivos, em especial o futsal e o basquete, com torneios locais e regionais. Em 1993, sediou a primeira participação de Joinville no âmbito nacional do basquete.

29


 ENTREVISTA JOECE Foto: Luiz Peixoto/FCB

PRESIDENTE DA LIGA OESTE  Joece foi homenageada no início do ano por comandar a liga mais atuante do estado

PROFESSORA JOECE É SC NO BASQUETE OLÍMPICO JOECE, QUE HÁ 20 ANOS NÃO CONHECIA O ESPORTE, HOJE É PRESIDENTE DA LIGA DE BASQUETE MAIS ATUANTE DO ESTADO 30

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


Foto: Arquivo pessoal/Divulgação/FCB

E

studiosa, a professora Joece Elaine Carabagiale conheceu o basquete por causa do filho. Em pouco tempo, tornou-se dirigente da modalidade em Chapecó até que veio a presidir a Liga Oeste. Enquanto acompanhava o esporte, aperfeiçoava-se como oficial de mesa, função responsável por cronometrar, preencher a súmula e auxiliar equipes e arbitragem. Passado pouco mais de uma década, ela é referência na atividade, tanto que participou dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 ao lado de feras como Carmelo Anthony, Paul Gasol, Nenê Hilário, Tony Parker e tantos outros. Além disso, Joece, que não conhecia o esporte há 20 anos, hoje é presidente da liga de basquete mais atuante de Santa Catarina. Ela fala à Revista BasqueteSC como chegou às Olimpíadas, organização do esporte no país e o que esperar do basquete catarinense nos próximos anos. BASQUETE SC: Qual sua trajetória no

basquete? JOECE: Meu primeiro contato com o Basquete se deu há 15 anos, quando fui levar meu filho mais novo, Guilherme, então com 12 anos, para participar da escolinha de basquete. Acompanhava alguns treinos e durante os jogos fui “aprendendo” o que é e como é jogado o Basquete. Fiz parte da diretoria do Clube de Basquete Chapecó e, em 2004, fiz o curso de Iniciação de Arbitragem. Desde então venho atuando como Oficial de Mesa. Alguns anos depois, fui convidada pelo Sr. Oscar Archer, Presidente da FCB, para ser Representante da Federação na região Oeste, ofício que desempenho até hoje. Após o falecimento do então Presidente da Liga Oeste Catarinense de Basketball – LOCAB, Profº Jaime Borges Tarouco, fui eleita Presidente da Liga em 2011 e reeleita em 2015. Durante todos esses anos de envolvimento com o Basquete, participei de vários jogos como Oficial de Mesa e Representante, em todas as categorias e naipes. BASQUETE SC: E a chegada aos Jogos

Olímpicos? JOECE: Após uma consulta feita pela CBB, através da FCB, para ver se havia interesse em ser indicada, houve a seleção para participar dos treinamentos. Eles iniciaram em agosto de 2015, no Rio de Janeiro, com palestras, estudos, avaliações escritas e práticas. Um

OLIMPÍADAS  Joece atuou ao lado de participantes de vários países

31


 ENTREVISTA JOECE Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/FCB

EXPERIÊNCIA  joece (esq.) não conhecia o basquete há apenas 20 anos

fator preponderante levado em consideração foi o conhecimento e domínio da Língua Inglesa, muito utilizada durante os jogos. Antes da seleção final para participar dos Jogos Olímpicos, fui uma das selecionadas para trabalhar nos jogos do Evento Teste realizados em janeiro na Arena Carioca 1 no Rio de Janeiro. Embora eu detenha grande conhecimento do basquete e suas nuances, o que faz com que as pessoas entendam que eu tenha formação na área de Educação Física, minha formação superior é em Letras e isto gera, vez ou outra, estranheza nos pares. Mas este fator nunca foi um impeditivo para exercer com zelo e responsabilidade todas as funções dentro do Basquete, assim como na área profissional como Professora na escola Pública de Chapecó. BASQUETE SC: Como foi sua participação nas Olimpíadas do Rio? JOECE: Participar, fazer parte, vivenciar este momento histórico do país foi

uma honra e muito gratificante. Resultado do trabalho sério e comprometido com a qualidade, este foi, certamente, um prêmio pela dedicação e a realização de um sonho. Fui escalada para vários jogos, nos quais pude exercer todas as funções da mesa. Fiquei feliz em saber que tenho plenas condições de fazer parte da grande equipe de NTOs (National Table Oficials) e participar de grandes eventos. Os conhecimentos, a determinação, a dedicação e a oportunidade de mostrar o trabalho foram aproveitados. BASQUETE SC: Como viu a organização do evento dentro e fora de quadra? JOECE: Um megaevento, como este, exige bastante empenho e organização.

Excluindo alguns problemas de transporte nos três primeiros dias, devido à falta de informações e treinamento das pessoas que foram selecionadas para fazer este trabalho, tudo estava bem colocado. O sistema de acesso ao Parque Olímpico e às arenas era controlado por detector de metais e scanner,

32

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

e os integrantes da Força Nacional presentes em vários pontos do Rio de Janeiro proporcionaram segurança e certa tranquilidade. Nos ginásios e em todo o complexo esportivo, os voluntários, que atuaram em diversas funções, foram peças importantes para que tudo transcorresse da melhor maneira. Estava tudo muito bonito e bem organizado. BASQUETE SC: O que falta ao basquete brasileiro para voltar a galgar

melhores posições no cenário mundial? JOECE: Acredito que mais comprometimento, seriedade, planejamento efetivo e o conhecimento do que está ocorrendo no cenário mundial na modalidade farão com que o basquete brasileiro possa evoluir sistematicamente e vir a ser uma potência. Aliado ao fato de que a própria NBA está em parceria com a LNB no desenvolvimento de atletas e equipes, o investimento sério em estudos e atualizações auxiliarão neste processo de resgate da qualidade no esporte. BASQUETE SC: Como desenvolver o basquete catarinense para que o

estado tenha representantes em quadra e não somente na arbitragem? JOECE: Nos últimos três anos, o basquete catarinense teve um incremento nas equipes devido ao grande auxílio que a Federação Catarinense vem oferecendo às equipes adultas. Neste ano também para as de base de 12 e 13 anos. Porém, ainda que o auxílio financeiro venha proporcionando a participação de mais equipes no Campeonato Estadual, isto não garante a qualidade das “jogadas”. A realidade de muitas equipes está longe de ser a ideal, uma vez que a falta de apoio de entidades e patrocinadores em suas cidades faz com que o trabalho, por vezes, não seja valorizado e os atletas, não sendo profissionais, não apresentem o desempenho necessário para uma convocação.


Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação/FCB

LEMBRANÇA  Ao final dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, Joece recebeu certificado e medalha do Comitê Olímpico Internacional

Um encaminhamento pontual e necessário é investir bastante na base, fortalecendo o desenvolvimento dos atletas e dando continuidade neste trabalho para que possam chegar na fase adulta maduros e prontos. Desenvolver a base através da parceria com o poder público e fazer o trabalho nas escolas, com o auxílio dos Profissionais de Educação Física, assim como organizar competições escolares independentes da participação em jogos da FESPORTE, além de fomentar o envolvimento das universidades para competições nos moldes americanos (basquete universitário) certamente são ações poderosas que farão com que os resultados sejam mais positivos e proveitosos. A FCB tem investido, também, em cursos de capacitação para novos técnicos. Esta ação vem ao encontro da necessidade de aperfeiçoamento e renovação dos profissionais que atuam nesta área no Estado. BASQUETE SC: Como vê o atual cenário do basquete catarinense? JOECE: O basquete catarinense vem mostrando sua força e seu potencial

através das participações das seleções de base nos Campeonatos Brasileiros, assim como na participação de equipes adultas na competição nacional. Com todo o investimento que vem sendo feito, motivando que mais equipes se formem ou se fortaleçam para participar dos estaduais, penso que o estado está se tornando um referencial nacional. E a perspectiva de engrandecimento da modalidade no estado através da continuidade do incremento financeiro e técnico é uma realidade palpável. Aliado a isso, a participação constante dos Árbitros Internacionais nos grandes eventos reafirma a qualidade do trabalho desenvolvido com a modalidade no estado.

BASQUETE SC: Qual trabalho desenvolvido à frente da Liga Oeste? JOECE: À frente da Liga Oeste Catarinense de Basketball – LOCAB, desde 2011,

na função de Presidente, mantemos a parceria com a Federação Catarinense para o desenvolvimento do basquete na região Oeste, referência no estado há 21 anos desde que foi criada. O atendimento de algumas necessidades dos clubes filiados em representação de seus interesses e a organização de competições de base até a categoria Master são alguns dos encaminhamentos. O trabalho desenvolvido com determinação a fim de que a modalidade continue a ser forte na região Oeste de Santa Catarina e o resgate da participação de equipes do Paraná e do Rio Grande do Sul para realizar campeonato é diário e incessante, ainda que dificuldades e imprevistos possam vir a atrapalhar. Neste momento, estamos desenvolvendo projetos com o envolvimento do poder público municipal, através da Secretaria da Educação, em parceria com a Secretaria de Esportes, para o início das atividades no âmbito escolar, assim desenvolvendo na origem o gosto pela prática e o envolvimento com a modalidade, auxiliando na disseminação do basquete enquanto prática social e saudável. O intuito maior é organizar e promover a competição de base escolar municipal, atendendo a uma necessidade verificada junto aos profissionais de Educação Física da Rede. BASQUETE SC: O que espera do basquete catarinense nos próximos anos? JOECE: Em função do evidente crescimento observado através dos

investimentos e das ações em prol do desenvolvimento de equipes, atletas e técnicos, acredito que seja possível afirmar que Santa Catarina irá tomar o lugar do estado de São Paulo, com seu Campeonato Paulista, na titulação de o mais forte no desenvolvimento da modalidade. Além disso, a Federação Catarinense de Basketball é uma das federações mais solventes com competições e projetos organizados, em pleno desenvolvimento. A fórmula para o sucesso não pode passar longe desta realidade.

33


 OLIMPÍADAS RIO 2016 Foto: Arquivo pessoal/Divulgação/FCB

CATARINENSES NA ARBITRAGEM OLÍMPICA  Únicos representes do Brasil foram os árbitros da FCB: Cristiano Maranho e Guilherme Locatelli

ARBITRAGEM CATARINENSE SE DESTACA NOS JOGOS OLÍMPICOS CRISTIANO MARANHO E GUILHERME LOCATELLI FORAM OS ÚNICOS ÁRBITROS BRASILEIROS NA COMPETIÇÃO 34

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


S

e dentro de quadra, Santa Catarina teve um importante desfalque com a lesão do pivô blumenauense Tiago Splitter, fora dela, os catarinenses estiveram bem representados nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Os árbitros Cristiano Maranho e Guilherme Locatelli comandaram 15 partidas nas competições masculina e feminina. Além deles, participaram do Rio 2016, as oficiais de arbitragem Dóris Castro, Joece Carabagiale e Kelly Schutz. Andreia Silva e Fabiano Borges foram aos Jogos na condição de suplentes. Com atuações seguras, a dupla da arbitragem catarinense apitou as semifinais dos dois naipes: Locatteli entre os homens e Maranho na decisão à final entre as mulheres. Tal condição mereceu a avaliação positiva do experiente Cristiano Maranho quanto ao seu desempenho e ao do colega de Federação Catarinense de Basketball. “Fomos muito bem na competição, tanto que cada um esteve numa das semifinais”, avalia o árbitro participante dos Jogos Olímpicos pela terceira vez. Do outro lado, o estreante Guilherme Locatelli revê a carreira iniciada em 2010 e projeta os próximos passos na arbitragem. “Nesses últimos seis anos, fui vivendo um dia após o outro, atendendo a cada nova convocação com muita seriedade e dedicação. Percebi que tudo estava tomando um rumo que eu não havia imaginado no começo, mas nunca criei expectativas sobre qual seria o

Foto: Arquivo pessoal/Divulgação/FCB

próximo passo. Sinceramente, não imaginava que as coisas fossem acontecer de maneira tão rápida e intensa”, diz o florianopolitano que comemorou seu 35º aniversário em 18 de agosto, durante as Olimpíadas. Ambos foram os únicos representantes da arbitragem brasileira na competição vencida pelos Estados Unidos entre homens e mulheres. Além disso, possuem vastos currículos com participações em Copas do Mundo, finais da NBB e da Liga de Basquete Feminina, entre outros tantos jogos no Brasil e na América do Sul. Apesar de tamanho prestígio, os dois são constantemente vistos nos jogos do Campeonato Catarinense de Basquete e demais competições promovidas pela Federação Catarinense de Basketball, como a fase final da 16ª Taça FCB, que contou com a presença de Cristiano Maranho. Também representantes do estado nos Jogos Olímpicos, os oficiais de mesa foram responsáveis por funções importantes, entre as quais cronometragem e preenchimento da súmula. Na área de estatística, o técnico das meninas da Sociedade Ginástica Joinville / FELEJ, Fabiano Borges, ficou na suplência, mas a observação do trabalho dos colegas serviu como auxílio na carreira. “Foi uma experiência incrível estar nas Olimpíadas, a qual me ajudou muito na função de técnico de basquetebol”, comenta.

OLIMPÍADAS  dupla aproveitou o evento

35


 OLIMPÍADAS RIO 2016 Fotos: Arquivo pessoal/Divulgação/FCB

APERFEIÇOAMENTO CONTÍNUO EM SANTA CATARINA

T

erminados os Jogos Rio 2016, o foco da arbitragem catarinense volta-se ao âmbito interno, mas sem se esquecer das competições internacionais como a Copa do Mundo de Basquete Masculino, na China, e Feminino, na França, ambos em 2019. Além disso, as Olimpíadas de Tóquio, em 2020, estão entre as metas de Guilherme Locatelli. “Sou bastante novo e tenho pelo menos 15 anos pela frente ainda ativo como árbitro internacional”, destaca. Já Cristiano Maranho desconversa sobre sua quarta participação seguida. “Tem muito tempo ainda”. Se os dois ainda não sabem se estarão no Japão daqui a quatro anos, a Federação Catarinense de Basketball espera ter novamente representantes nas grandes competições internacionais. “Temos árbitros, oficiais de mesa e estatísticos qualificados para cumprir as funções. Além dos nomes consagrados, estamos preparando outros profissionais através de cursos e clínicas de iniciação e aperfeiçoamento da arbitragem”, ressalta Oscar Archer, presidente da FCB. Apenas em 2016, a entidade promoveu seis Cursos de Iniciação à Arbitragem em Basquetebol em diferentes cidades de Santa Catarina.

SUPLENTE  Como oficial de mesa, Fabiano Borges (terno azul) presenciou os Jogos Olímpicos in loco

36

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

TÉCNICOS DA FCB  Cristiano Maranho e Guilherme Locatelli são vinculados à Federação Catarinense de Basketball


Cristiano Maranho

Fotos: Arquivo pessoal/Divulgação/FCB

JOGOS MASCULINOS !! !! !! !!

Austrália x França Sérvia x Austrália Venezuela x China França x Venezuela

JOGOS FEMININO !! !! !! !!

EUA x Senegal Espanha x Canadá Espanha x Turquia – 4AS de final Espanha x Sérvia – Semifinal

RIO 2016  Kelly Schütz representou SC

Guilherme Locatelli

JOGOS MASCULINOS !! !! !! !! !! !!

Espanha x EUA – Semifinal Sérvia x Austrália Venezuela x China EUA x Sérvia Sérvia x China EUA x Argentina – 4as de final

JOGOS FEMININO !!

Turquia x França

RIO 2016  Doris Castro (D) também representou o Estado como oficial de mesa nas Olimpíadas

ATUAÇÃO  Guilherme Locatelli atuou em sete jogos das competições masculina e feminina

37


 SOCIAL

Foto: Adriano Krischke/Divulgação/FCB

REVITALIZAÇÃO DA QUADRA DO HOSPITAL DE CUSTÓDIA  Presidente Oscar Archer relata à imprensa o investimento realizado pela FCB na reforma do espaço e construção de miniquadra

FCB INAUGURA QUADRAS NO HOSPITAL DE CUSTÓDIA E TRATAMENTO PSIQUIÁTRICO 38

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


Foto: Adriano Krischke/Divulgação/FCB

INAUGURAÇÃO  Corpo diretivo da FCB participa do evento

SOLENIDADE MARCOU REVITALIZAÇÃO DE ÁREAS ESPORTIVAS NA PENITENCIÁRIA DE FLORIANÓPOLIS

E

m agosto, a Federação Catarinense de Basketball entregou as obras realizadas em parceria com o Hospital de Custódia e Tratamento Psiquiátrico (HCTP), situado na Penitenciária da Agronômica, em Florianópolis. A solenidade marcou a inauguração de uma miniquadra de basquete, além da reforma das instalações existentes com telas de proteção, colocação de tabelas e pintura. Entusiasta do projeto desde abril, o presidente da FCB, Oscar Archer, destacou o cunho social da medida. “Este é mais um caso em que a Federação Catarinense de Basketball utiliza o esporte como forma de ressocialização. Com a reforma do espaço e construção de uma miniquadra, iremos auxiliar dezenas de pacientes e consequentemente ajudá-los em suas recuperações”. Além das obras, a entidade ainda destinou bolas de basquete, coletes e materiais esportivos a ser utilizados pelos cerca de 130 pacientes. Presente na inauguração, o diretor do HCTP, Márcio Goulart, destacou a parceria com a Federação Catarinense de Basketball num espaço que será usado não apenas para a prática do esporte. “Além das quadras, também houve a revitalização do espaço de convivência composto por mesas, bancos e área recuperada através desta parceria”, comemorou o diretor, que ainda destacou os trabalhos do gerente operacional do HCTP, Carlos Eduardo da Cruz, e do professor de educação física, Jaiso Avelino por tomarem frente das ações.

PAPEL SOCIAL DA FCB

A

lém do desenvolvimento do basquete em Santa Catarina, a FCB atua em diversas frentes quanto ao cunho social. Em 2016, apresentou os Núcleos Estudantis na Grande Florianópolis ao estabelecer parcerias com seis colégios buscando a prática do esporte a crianças e adolescentes. Ainda no início do ano, a entidade lançou o Projeto Basquete para o Amanhã – Trimania / FCB em que realiza competições e treinamentos com crianças de 12 e 14 anos. Além disso, capacita professores com cursos e clínicas, além de auxílio financeiro. A Federação Catarinense de Basketball também colabora nas partes logística e financeira com as Ligas de Desenvolvimento do Basquete, bem como com os clubes filiados das categorias Sub 12, 13, 15, 17, 19 e adulto.

39


 NÚCLEOS ESTUDANTIS DE BASQUETE Foto: Divulgação/FCB

PROJETO DE INCLUSÃO SOCIAL  Assinatura de contratos e entrega de materiais esportivos ocorreu em solenidade em São José

NÚCLEOS ESTUDANTIS

IMPLEMENTADOS EM SEIS ESCOLAS DE FLORIANÓPOLIS 40

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


PROJETO BUSCA A CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS

O INCENTIVO  Kits entregues aos núcleos

PROJETO VISA QUALIFICAR PROFESSORES E DESENVOLVER O ESPORTE ENTRE CRIANÇAS E ADOLESCENTES

A

Federação Catarinense de Basketball realizou, em julho, solenidade de lançamento do Projeto de Inclusão Social – NÚCLEOS ESTUDANTIS DE BASQUETE. O evento aconteceu no ginásio Nedir Macedo, em São José. Na Grande Florianópolis, são contempladas seis entidades que receberam um par de tabelas de minibasquete, seis bolas 7.5, seis bolas 6.4, oito cones, 12 coletes, material didático, uniformes para os professores e para os alunos. Após a assinatura das parcerias com os colégios, a FCB organiza festivais envolvendo os núcleos com equipes nas categorias sub-12 e sub-14 nos naipes masculino e feminino. Além disso, no final de julho, os integrantes do projeto receberam o primeiro pagamento como incentivo à prática do basquete. Ainda foram entregues duas lonas de publicidade e mostruário de uniformes. “Esse encontro foi importante para alinharmos as estratégias com os colégios e clubes como a definição de calendário, entrega de relatórios e adequação das quadras esportivas para o bom desenvolvimento do basquete através dos Núcleos Estudantis”, explica Oscar Archer, presidente da Federação Catarinense de Basketball.

s Núcleos compreendem atividades para expandir o número de praticantes do basquete em Santa Catarina. São criadas parcerias com escolas e clubes a fim de ensinar a alunos e professores as nuances do esporte através da organização de competições envolvendo meninos e meninas. Além disso, a FCB dá auxílio financeiro e promove curso visando a capacitação de acadêmicos e professores dos colégios e clubes. De acordo com o presidente da Federação Catarinense de Basketball, Oscar Archer, a criação dos Núcleos Estudantis também tem como objetivo a qualificação de profissionais da área. “Além dos alunos das seis escolas na Grande Florianópolis, também iremos desenvolver atividades com professores de educação física e acadêmicos buscando o aperfeiçoamento no ensino do basquete”, completou. PARTICIPANTES

oo oo oo oo oo oo

CEM Interativo Floresta – São José CEM Antônio Francisco Machado – São José EBM Herondina Medeiros Zeferino – Florianópolis EEB Feliciano Nunes Pires – Colégio Militar – Florianópolis Instituto Estadual de Educação – Florianópolis Clube Doze de Agosto – Florianópolis Foto: Adriano Krischke/Divulgação/FCB

VISITA  Representantes de equipes da Grande Florianópolis estiveram na sede da FCB onde conheceram o projeto dos Núcleos Estudantis

41


 LIGAS Fotos: Divulgação/FCB

RECURSOS REPASSADOS  Presidente da FCB, Oscar Archer, entregou recursos a presidentes e representantes das Ligas regionais

FCB ENTREGA PLACARES

ELETRÔNICOS ÀS LIGAS REGIONAIS 42

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


AUXÍLIO COLABORA PARA O DESENVOLVIMENTO DO ESPORTE EM CADA REGIÃO DE SANTA CATARINA

A

Federação Catarinense de Basketball realizou, em junho, a entrega de equipamentos a quatro Ligas Regionais. Representantes do basquete na Grande Florianópolis, Oeste, Sul e Vale do Itajaí receberam placares eletrônicos poliesportivos e 24/14 na sede da FCB. “Este auxílio dado pela Federação contribui para o desenvolvimento do basquete regional. Com os equipamentos disponibilizados, totalizamos 32 clubes e seis ligas beneficiadas desde o ano passado”, comemorou Oscar Archer, presidente da FCB. Ele ainda destacou que outras equipes devem receber os placares eletrônicos. “Iremos estender os benefícios para cinco novos clubes em breve”, promete. Os presidentes das Ligas Metropolitanas, Cristiano Maranho, e da Sul, Renan Custodio estiveram na sede da entidade onde receberam os placares. Joece Carabagiale e Veronica Roncelli das Ligas Oeste e Vale do Itajaí, respectivamente, foram representadas por Fabiano Aguiar, Gerente de Expansão da RIC/Record e Jairo Anello, Coordenador de Planejamento da FCB. Anteriormente, as Ligas Norte e do Planalto Serrano haviam sido contempladas com os placares. 

TECNOLOGIA  Placares eletrônicos fizeram parte dos kits dados às ligas

FCB EXIGE O CUMPRIMENTO DE VÁRIOS REQUISITOS: Os clubes e ligas do basquete catarinense devem atender uma série de acordos – como ter equipes de base próprias –, para receberem kits e placares eletrônicos da FCB.

43


 CURSOS E CLÍNICAS Foto: Adriano Krischke/Divulgação/FCB

ESPECIALIZAÇÃO  Treinadores, acadêmicos e educadores físicos puderam aperfeiçoar seus conhecimentos de basquete em três locais e oportunidades entre junho e setembro

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL REALIZA CLÍNICAS PARA TÉCNICOS 44

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


Fotos: Adriano Krischke/Divulgação/FCB

GRANDE FLORIANÓPOLIS, VALE DO ITAJAÍ E OESTE FORAM AS REGIÕES CONTEMPLADAS

 jovens também puderam aprender com os profissionais em aperfeiçamento

E

ntre junho e setembro, a Federação Catarinense de Basketball promoveu três clínicas para técnicos referentes à qualificação de professores de educação física e profissionais do esporte para o Projeto Basquete para o Amanhã – Trimania/FCB. As cidades escolhidas abrangeram diferentes regiões do estado. “Escolhemos Joaçaba, Florianópolis e Blumenau como forma de envolver pessoas das mais diferentes localidades. Com três etapas, a Federação Catarinense de Basketball abrangeu um universo importante no cenário do basquete em Santa Catarina”, explica o presidente da FCB, Oscar Archer. As aulas foram ministradas pelo professor Sérgio Corrêa Carneiro, atual dirigente da APAB / Blumenau e comentarista da Record News no Campeonato Catarinense de Basquete Masculino. A parte de arbitragem ficou a cargo de Enaldo de Souza, profissional referência no estado. Além da realização de três clínicas, o Projeto Basquete para o Amanhã – Trimania/FCB tem como objetivo a prática da modalidade por crianças de 10 a 13 anos através de aulas e competições. Ainda promove o aperfeiçoamento de professores e treinadores através de capacitação e auxílio financeiro.

BASQUETE PARA O AMANHÃ  profissionais e professores de educação física reunidos

CURSO DE INICIAÇÃO À ARBITRAGEM EM BASQUETEBOL: A formação de novos árbitros continua a ser desenvolvida em 2016. Os Cursos de Iniciação à Arbitragem em Basquetebol foram realizados em seis cidades: Joinville, Chapecó, Lages, Itajaí, Florianópolis e Criciúma.

 Participantes receberam certificados de conclusão concedido pela Federação

45


 JOVENS NO EXTERIOR

OPORTUNIDADE  Emanuelly de Oliveira (jogadora D) e Mariana Zanelatto (jogadora E), com os dirigentes da Liga Sul

LIGA SUL CATARINENSE DE BASKETBALL VIABILIZA IDA DE ATLETAS AO EXTERIOR MENINAS DE CRICIÚMA ESTÃO NO HIGH SCHOOL NORTE-AMERICANO DESDE AGOSTO

J

ogar basquete nos Estados Unidos. Esse é um sonho para quase todo atleta da modalidade. Para duas meninas criciumenses, tornou-se realidade no final de agosto. Mariana Zanelatto e Emanuely de Oliveira, atletas da A.D. Satc / FME Criciúma, jogarão na High School Wasatch Academy, uma escola na cidade de Mount Pleasant, estado de Utah. Emanuely já jogou nos Estados Unidos, mas acabou retornando ao Brasil devido a uma lesão. Recuperada, ela é presença constante nas convocações da Seleção Brasileira Sub-19. “É uma oportunidade de ouro. Estou muito ansiosa para poder aprender cada vez mais no basquete e melhorar meu jogo”, comenta Emanuely. Mariana acumula convocações para a Seleção Catarinense de Basquete e terá a primeira oportunidade de atuar fora do Brasil. “Sempre foi um sonho para mim e agora está se tornando realidade. Estou muito ansiosa, mas acho que vou ter uma grande experiência, conhecer o basquete americano vai ser algo que vou levar para a vida inteira”, aponta a jogadora. Essa oportunidade se deu através de uma iniciativa da Liga Sul Cata-

46

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

rinense de Basketball. No início de julho, o treinador Vandinho, da Universidade Utah State, ministrou uma clínica de basquete em Criciúma e conheceu as meninas. O presidente da Liga Sul, Renan Custódio, intermediou as conversas para Mari e Emanuely jogarem no exterior. “Mandamos vídeos, fizemos conversas por skype, e-mails trocados semanalmente. Conseguimos fazer tudo dar certo. O treinador da High School está muito animado com a ida das duas e espera que elas possam ajudar o programa dele ao máximo”, conta Renan. A técnica das meninas em Criciúma, Luana Minotto, comemorou a conquista de suas jogadoras. “A experiência que elas terão de ficar pelo menos dois anos jogando o basquete americano é fantástica. Elas estarão jogando o melhor basquete do mundo. Elas deram o primeiro passo em direção ao sonho de todas as meninas que é chegar à WNBA. Mesmo se não conseguirem chegar tão longe, vão ter a oportunidade de estudar em um dos melhores colégios dos Estados Unidos”, avalia Luana.


Profile for FCB-Basket

Revista FCB - BasqueteSC 003  

Basquete SC – 3ª Edição. A revista oficial da Federação Catarinense de Basketball busca aproximar o público desse centenário esporte que já...

Revista FCB - BasqueteSC 003  

Basquete SC – 3ª Edição. A revista oficial da Federação Catarinense de Basketball busca aproximar o público desse centenário esporte que já...

Advertisement