__MAIN_TEXT__

Page 1

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

Ano 2 • # 7 • Novembro 2017 Florianópolis • Santa Catarina Distribuição gratuita e dirigida. www.basket-fcb.com.br

EDIÇÃO ESPECIAL COM OS

CAMPEÕES ESTADUAIS DE 2017

BENEMÉRITOS DO BASQUETEBOL TURMA IV: QUEM SÃO OS NOVOS HOMENAGEADOS PELA FCB ENTREVISTA

MAGIC PAULA FALA DO EXEMPLO DO BASQUETE CATARINENSE PARA O BRASIL


A Q U E

B O L A L I G A

V O C Ê

À S

Q U A D R A S É

A D A

P E N A LT Y P R Ó 7 . 6

APROVADA PELA FIBA

B O L A L I G A .


 COM A PALAVRA, OS EDITORES Adriano Krischke/FCB

TODOS SÃO VENCEDORES

A

7ª edição da revista BasqueteSC está um pouco diferente das anteriores. Ao folhear as 48 páginas, o leitor vai observar uma repleta galeria de fotos com os vitoriosos dos campeonatos estaduais promovidos pela Federação Catarinense de Basketball em 2017. Do sub-12 ao Master, passando por outras quatro categorias de base e pelo adulto, estão todos contemplados nesta edição comemorativa. Mas de que adianta entrar em quadra se não houver um oponente para confrontá-lo? Sem disputa, não há jogo e sem jogos não há campeonato. O título necessariamente ficará com apenas uma equipe, porém todos os envolvidos (atletas, dirigentes, treinadores, arbitragem, familiares) merecem os parabéns pelo esforço empregado em duras rotinas de treinos, longas viagens, entre tantas outras concessões para a prática do esporte. Afinal, basqueteiros de Santa Catarina, todos são vencedores! Além dos novos campeões, a BasqueteSC traz uma entrevista com quem tem diversas conquistas no currículo: Magic Paula. Ouro no campeonato mundial de 1994 e prata nos Jogos Olímpicos de 1996, a ex-atleta e atual embaixadora do esporte esteve em Florianópolis, a convite do presidente da FCB, para prestigiar as finais do estadual sub-12 em outubro. Na conversa exclusiva, a eterna camisa 8 da seleção brasileira dá dicas para os jovens jogadores, projeta o futuro do

basquete nacional e avalia o trabalho desenvolvido em Santa Catarina pelo professor Oscar Archer e sua competente equipe. Já que o assunto gira em torno de referências, nada mais justo do que homenagear quem fez a história da modalidade no estado. Os 20 novos beneméritos do basquetebol (Turma IV) terão páginas especiais com suas biografias, sem esquecer daqueles que já fazem parte desta seleta categoria, a qual irá abranger 100 nomes até 2018. Da memória à projeção, esta edição ainda traz um breve balanço de 2017 e avalia o próximo ano que promete ser ainda mais desafiador. Por isso, caro leitor, ao final destes dois anos, nos quais temos a honra de contar com sua leitura, queremos agradecer a todos que contribuem para a divulgação e prática do esporte em Santa Catarina. Isto porque, em cada lugar do estado onde houver alguém jogando basquete, a FCB estará atenta e, junto com a TRIMANIA e demais parceiros, fará de tudo para fomentar cada vez mais esta apaixonante modalidade formada por vencedores dentro e fora das quadras.

BOA LEITURA! OS EDITORES

3


 NESTA EDIÇÃO

 EXPEDIENTE

Adriano Krischke/FCB

Diretoria FCB

2015 / 2019

Oscar José Orsi Archer Nelson da Silva Aguiar DIRETOR FINANCEIRO E DE PATRIMÔNIO Ênio Feller DIRETOR JURÍDICO Fábio Pamplona Deschamps PRESIDENTE

VICE PRESIDENTE

Conselho Fiscal TITULARES SUPLENTES

Paulo Roberto Cunha Carlos Luiz de Oliveira Henrique Guilherme Koettker

Luiz Ernani Bueger Francisco Amorim Neto – Licenciado Mário Sergio Steffen – Licenciado

Assessoria Luciano Davies Zappelini Franciele Veiga Krischke PLANEJAMENTO GERAL Jairo Anello COMISSÃO DE ARBITRAGEM José Carlos Conte / Luiz Gastão Neves Dubois / Cristiano Jesus Maranho COORDENADOR TÉCNICO Luiz Gastão Neves Dubois COORD. DE REGISTRO E DOCUMENTAÇÃO Adriano de Souza Krischke TESOURARIA E CONTABILIDADE Irland Vieira ADMINISTRATIVO Clóvis Feller ATIVIDADES DE SELEÇÕES Luiz Ernani Buerger Oswaldo Moreira Junior NÚCLEOS ESTUDANTIS TRIMANIA/FCB Nelson da Silva Aguiar ATIVIDADES MASTER Julio Cesar Rocha MARKETING, DIVULGAÇÃO E SITE Mariana Kovalski da Luz ATENDIMENTO Stefanni Kras Dorvalina SECRETÁRIO GERAL

SECRETÁRIA EXECUTIVA

www.basket-fcb.com.br

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL Ano 02 / Nº 07 – Dezembro de 2017

JORNALISTAS RESPONSÁVEIS

EDIÇÃO GRÁFICA / ARTES REVISÃO ORTOGRÁFICA

Nikolas Stefanovich (SC/JP 2122) Henrique Santos (SC/JP 3473)  Zdzain –  48 99179.5749 Juçá Fialho Vazzata Dias

A Revista BasqueteSC é uma edição trimestral da Federação Catarinense de Basketball. Todos os direitos são reservados, sendo proibida a reprodução total ou parcial de qualquer artigo ou imagem desta obra sem a autorização por escrito da FCB. A Revista BasqueteSC não se responsabiliza pelo conteúdo das colunas assinadas e/ou dos anúncios publicitários. Todo conteúdo voltado a publicação nesta revista deve ser enviado devidamente identificado.

4

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

22

GALERIA DOS CAMPEÕES ESTADUAIS DE 2017


Adriano Krischke/FCB

OUTROS DESTAQUES...

ENTREVISTA COM MAGIC PAULA

10

Adriano Krischke/FCB

VASTO VERDE É CAMPEÃ DO ESTADUAL FEMININO

30

FCB HOMENAGEIA OS NOVOS BENEMÉRITOS DO BASQUETEBOL

34

FESTIVAL FINAL DE NÚCLEOS REÚNE 300 CRIANÇAS NA CAPITAL

38

AVALIAÇÃO E PROJEÇÃO DOS GESTORES DA FCB

44

TRIMANIA: HÁ 12 ANOS REALIZANDO SONHOS DOS CATARINENSES

46

CALENDÁRIO DOS JOGOS REALIZADOS EM 2017

14

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

Ano 2 • # 7 • Novembro 2017 Florianópolis • Santa Catarina Distribuição gratuita e dirigida. www.basket-fcb.com.br

Alexandre Kirchner/FCB

EDIÇÃO ESPECIAL COM OS

CAMPEÕES ESTADUAIS DE 2017

BENEMÉRITOS DO BASQUETEBOL TURMA IV: QUEM SÃO OS NOVOS HOMENAGEADOS PELA FCB ENTREVISTA

APAB VENCE O ESTADUAL MASCULINO

18

MAGIC PAULA FALA DO EXEMPLO DO BASQUETE CATARINENSE PARA O BRASIL

CAPA  Nesta edição a revista BasqueteSC traz os

principais campeões estaduais de 2017, nos eventos que a FCB promoveu por Santa Catarina.

5


 FLAGRANTE Fom Conradi/Mafalda Press/Divulgação/FCB

6

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


RECONHECIMENTO

E

x-atleta e atual árbitro da Federação Catarinense de Basketball, Ariovaldo “Bicão” Carvalho, acendeu a pira dos Jogos Abertos de Santa Catarina, realizados em novembro na cidade de Lages. Entre 1983 e 1990, Bicão sagrou-se sete vezes campeão do basquete nos JASC, defendendo a cidade serrana e em 2017 despede-se da arbitragem.

7


 FLAGRANTE Adriano Krischke/FCB

8

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


CONCENTRAÇÃO

A

tleta da SATC/Criciúma, campeã estadual sub-12, focada segundos antes de realizar arremesso durante Fase Final da competição.

9


 ENTREVISTA COM MAGIC PAULA Adriano Krischke/FCB

“O TRABALHO DESENVOLVIDO EM SANTA CATARINA É REFERÊNCIA NO PAÍS” 10

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


A CONVITE DA FCB, MAGIC PAULA PRESTIGIA O FUTURO DO BASQUETE CATARINENSE

Q

uando adentrou pela primeira vez ao ginásio Rozendo Lima, em Florianópolis, para o segundo dia de jogos da fase decisiva do Campeonato Catarinense de Basquete Sub-12, nem parecia que Paula estava ausente das quadras há quase 20 anos. O frisson causado por uma das maiores atletas do esporte brasileiro reviveu as décadas de 80 e 90, quando, ao lado de Hortência, Janeth e tantas outras, a camisa 8 fazia mágicas com a bola laranja. Os abraços, selfies e pedidos de fotos partiram inicialmente de quem nunca vira Magic Paula atuando, mas vislumbrava seu talento como fonte de inspiração para uma futura carreira no basquete. Para aqueles meninos e meninas de 12 anos, o contato com o ídolo de seus pais significava oportunidade única. Para os pais também, pois, após a comoção inicial das crianças, foram os adultos a formar filas para pedir uma recordação ao lado da ex-jogadora. Paula, que veio a Capital a convite do presidente da Federação Catarinense de Basketball, Oscar Archer, desde 2004 desenvolve trabalho social através do Instituto Passe de Mágica, que hoje atende cerca de 800 crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade social. Ainda trabalha na gestão do esporte e também emprestou seu conhecimento de dentro e fora das quadras na função de comentarista em canais de televisão como a ESPN. Na vinda a Santa Catarina, acompanhou o quadrangular final dos estaduais masculino e feminino Sub-12, realizado entre 19 e 21 de outubro no ginásio Rozendo Lima. Ainda participou de evento com os núcleos infantis de basquete de Florianópolis e roteiro de entrevistas a rádios, TVs, jornais e à BasqueteSC. Aos jovens atletas, ela ressaltou a importância da dedicação ao esporte, do estudo e do apoio familiar; opinião ratificada às páginas desta edição: “É muito importante a família estar junto, apoiar, acompanhar, pois assim foi minha vida. Meus pais foram meus maiores incentivadores”, disse. Paula ainda discorreu sobre outros temas: o futuro do basquete brasileiro, a falta de referências na modalidade, o legado olímpico e o trabalho desenvolvido pela FCB.

11


 ENTREVISTA COM MAGIC PAULA BASQUETESC: O que o basquete pode contribuir para o

futuro dessas crianças? MAGIC PAULA: Emocionei-me bastante quando entrei no ginásio (Rozendo Lima, em Florianópolis) porque foi com essa faixa etária que comecei. No meu primeiro campeonato, eu tinha 12 anos. Fico ainda mais emocionada por ver a possibilidade de mudar tudo. A gente sempre acha que as meninas não gostam, que é difícil vê-las jogando basquete e o que estamos vendo aqui (Fase Final do Campeonato Catarinense Sub-12) é um trabalho a ser espelhado para o país inteiro. Vejo com muita admiração tudo o que está acontecendo, pois acredito no esporte para todos. O funil é muito estreito quando se chega na faixa etária de poder jogar numa seleção, ser campeão mundial, medalhista olímpico. Isso é para bem poucos. Mas o que deve ficar claro é o que essa meninada vai agregar de valores para o futuro, de ter participado, de ter estado no esporte e principalmente com os pais dando força. É muito importante a família estar junto, apoiar, acompanhar, pois assim foi minha vida. Meus pais foram meus maiores incentivadores. recurso só Daqui a 10 anos, essas meninas vão estar com uma está em Santa idade interessante para sair Catarina porque as por aí jogando, quem sabe pessoas que colonuma seleção de novos. Se a gente não começar cam dinheiro estão a fazer isso, infelizmente vendo o retorno” vamos ficar mais um bom tempo sem ter resultados. MAGIC PAULA A gente está formando pessoas. Não estamos aqui só preocupados e vendo quem vai sair, quem vai defender o Brasil. A gente vai formar muitas meninas e meninos com potencial incrível para a profissão que eles escolherem. BASQUETESC: O que fazer para o basquete brasileiro voltar a ser referência, espaço hoje ocupado pelo vôlei, como era na sua época? PAULA: Acho que o vôlei acabou fazendo o que a gente não fez. Sempre sai uma geração e logo já tem outra igual ou melhor. Acho que o segredo está aí: enquanto há uma seleção em atividade, é preciso estar com uma base junto, fazendo com que essa molecada jogue, adquira experiência para quando estiver na seleção adulta não sinta tanto pela falta de intercâmbio. O vôlei sempre nos surpreendeu porque saía um “super” levantador e logo vinha outro substituindo melhor ou igual àquele que acabara de se aposentar. Falta para o basquete, pensar que precisamos construir algo para o futuro, pois se ficarmos pensando no resultado agora, de imediato, vamos continuar sofrendo pelo menos por mais uma década.

PRESTÍGIO  Paula esteve nas finais do estadual sub-12

O

12

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

PARCERIA  Diretora da SC CAP, Mariana Maciel recebeu placa das mãos de Paula

EXPERIÊNCIA  Ex-atleta falou aos jovens


BASQUETESC: O basquete brasileiro carece de referên-

cias em quadra? Como fazer para supri-las? PAULA: Esse trabalho é da Confederação Brasileira da Basketball. De pegar as jogadoras atuais, que as meninas conheçam, sair pelo país conversando, participando de uma clínica. Esse é o papel da entidade e também das atletas. As meninas precisam ter consciência que elas são importantes para a construção de uma nova geração. Essas gerações sofreram demais pelo descaso da falta de um trabalho digno para que elas pudessem estar num cenário diferente do que estão hoje. Que elas não deixam essa geração sofrer o que elas sofreram. Essa mudança na falta de referência no basquete vai depender muito da participação dessas jogadoras pois, independente de resultado, foram as que a atual geração viu jogar. BASQUETESC: Qual conselho daria para as jovens atletas atingirem um nível profissional de destaque nas quadras? PAULA: Digo sempre que a estrada é espinhosa e o caminho é longo, mas muito prazeroso. Dói muito ser um atleta de ponta. O grande conselho é a dedicação, é o empenho que colocamos na nossa paixão. Se realmente você é apaixonado por aquilo que faz, é preciso muito imporfazer em dobro. Se uma jogadora faz 80%, você tante a família que fazer 120%, estar junto, apoiar, tem sempre indo atrás do seu acompanhar” sonho. Essas meninas, que hoje estão aqui defendendo suas cidades, MAGIC PAULA precisam colocar na cabeça qual o primeiro próximo passo: defender meu estado; depois, o país. Talvez esse caminho se encurte, pois antes de defender o estado pode estar defendendo o Brasil. Precisamos estar sempre sonhando e ir atrás dos nossos sonhos com disciplina e dedicação, pois nada vem de graça. É muito difícil chegar lá, mas a recompensa é muito legal. BASQUETESC: Como vê o basquete em Santa Catarina e o trabalho da FCB? PAULA: Gosto sempre de aliar minha imagem às coisas sérias, bem feitas. Quando estive em Blumenau no ano passado e tomei conhecimento do trabalho desenvolvido em Santa Catarina, vi que sem dúvida ele é referência para o país. Muitos podem ficar chateados, mas São Paulo, que sempre foi o grande celeiro do basquete feminino brasileiro, não tem um trabalho como o desenvolvido aqui no estado. Se o recurso é bem empregado, há o resultado. Nós vivemos uma década de grandes eventos, com muitos recursos e isso não foi traduzido em performance, em medalhas. O recurso só está em Santa Catarina porque as pessoas que colocam dinheiro estão vendo o retorno.

É

CONSELHOS  Nova madrinha deu conselhos aos jovens

MADRINHA DO BASQUETE  Ex-atleta recebeu a homenagem do presidente Oscar Archer

13


 ESTADUAL ADULTO FEMININO 2017 Adriano Krischke/FCB

BLUMENAU RETOMA HEGEMONIA AO VENCER O CAMPEONATO CATARINENSE DE BASQUETE 14

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


TÍTULO DE 2017 FOI O 15º NOS ÚLTIMOS 20 ANOS

N

ove jogos, nove vitórias e a retomada da hegemonia do basquete feminino em Santa Catarina após o 2º lugar no ano passado. Assim terminou o Campeonato Catarinense de Basquete 2017 para o Vasto Verde (FMD / Uniasselvi) de Blumenau. A vitória na decisão sobre o CBC/UNOCHAPECÓ/PMC, por 69 a 41, foi comemorada por torcedores que estiveram no Ginásio Nelson Busarello, além de jogadoras, dirigentes e o técnico João Camargo Neto. “Após o vice-campeonato de 2016, refizemos nossa equipe em 70%. Trouxemos jovens, mesclamos com a experiência de quatro atletas e ainda tratamos de trabalhar bastante. Nosso maior desafio seria dar um padrão técnico-tático para a equipe. Penso que o resultado é muito bom, pois vencemos a Taça SC, o Sul Brasileiro e agora o estadual”, celebra o comandante blumenauense. A conquista ainda teve sabor especial já que a destaque e a maior pontuadora da competição foram do Vasto Verde. Enquanto Mariana Camargo foi eleita a principal jogadora, Fernanda Bibiano terminou como cestinha ao anotar 174 pontos em nove partidas. Média superior a 19 pontos por jogo. “Muito legal conquistar esse título dentro da nossa casa. Ano passado tivemos um tropeço ao perder a decisão, mas nesse ano conseguimos jogar bem e recuperar o título. Vencer aqui tem um gosto especial, com o apoio da torcida e da nossa família”, ressaltou Bibiano. Quem também reconheceu o trabalho do vencedor foi a técnica de Chapecó, Aline Wonsick. Campeã em 2016 e vice em outras cinco oportunidades entre 2012 e 2015 e na atual temporada, a comandante chapecoense lamentou os erros de seu time, mas destacou a força do rival. “As equipes que se preparam mais, são as que se destacam e têm ficado nos primeiros três lugares. Estamos contentes por fazer finais durante todos esses anos; não por termos ficado na segunda posição, embora muitas outras equipes gostariam de estar no nosso lugar”, destacou Wonsick, ainda lembrando que o título de Chapecó em 2016 serviu de inspiração para as blumenauenses voltarem mais fortes em 2017. “Graças um

Adriano Krischke/FCB

2º LUGAR  Chapecó ficou com o vice-campeonato

15


 ESTADUAL ADULTO FEMININO 2017 Adriano Krischke/FCB

RIVALIDADE  Blumenau e Chapecó decidiram os últimos seis estaduais adulto

ao outro, as equipes vão trabalhando melhor. Graças a Chapecó, Blumenau se fortificou. Talvez estivessem numa zona de conforto maior por terem sido vários anos campeãs. Essa alternância faz com que a gente cresça. Se existissem mais participantes fortes no estadual adulto feminino, todos iriam ganhar”, reforçou. Além dos participantes da grande final, o presidente da Federação Catarinense de Basketball, Oscar Archer, parabenizou os oito integrantes da competição adulta. Para o dirigente, além dos três melhores colocados (Vasto Verde/Blumenau, Chapecó e Colégio Salesiano/Itajaí), os demais cinco times mereceram referências da entidade, que, neste ano, presenciou o retorno de Florianópolis ao cenário adulto feminino após anos de ausência. “Esse campeonato transcorreu de uma maneira muito gratificante. Ao longo dos quatro meses de competição não tivemos nenhum problema. Méritos a Blumenau que disputou a competição se preparando para a Liga Nacional; para Chapecó, que há 15 anos faz um excelente trabalho; a Itajaí com uma jovem equipe e aos outros cinco times”, disse. O título conquistado por Blumenau foi seu 15º nos últimos 20 anos. Já Chapecó chegou ao quinto vice e Itajaí alcançou seu melhor resultado em estaduais adultos entre as mulheres ao terminar na 3ª posição.

Adriano Krischke/FCB

Campeonato Catarinense de Basquete Feminino

36 jogos

16

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

8

equipes

127 atletas

DESTAQUE  Mariana Camargo foi eleita a melhor jogadora da competição


Adriano Krischke/FCB

FASE FINAL TEVE TRANSMISSÕES AO VIVO PELA TV E INTERNET

A

pós dois anos exibindo partidas dos homens, a Record News transmitiu pela primeira vez a decisão do Campeonato Catarinense de Basquete Feminino ao vivo, em rede aberta, para todo o estado de Santa Catarina. A outra novidade desta fase final disputada entre 12 e 14 de outubro no Ginásio Nelson Busarello, em Blumenau, ficou por conta da exibição pelo Facebook do Diário Catarinense através do Projeto Inspira SC. Além da decisão, os jogos do dia 13 e a disputa pelo terceiro lugar, vencida por Itajaí diante de Rio do Sul, também tiveram transmissões ao vivo via Internet. “Agradeço à Record News, NSC Comunicação, rádio Nereu Ramos e demais órgãos da imprensa, pois depois de bastante tempo conseguimos fazer uma transmissão em canal aberto do basquete feminino, além das plataformas na Internet. Tratamos a coisa com carinho e muito cuidado, já que o campeonato adulto é uma vitrine”, salientou o presidente da FCB, Oscar Archer. Classificação ``1º lugar ``2º lugar ``3º lugar ``4º lugar

PRESTÍGIO  Fase final atraiu ampla cobertura da imprensa

Adriano Krischke/FCB

3º LUGAR  Itajaí ficou com o bronze

FMD / Uniasselvi / Vasto Verde (Blumenau) CBC/UNOCHAPECÓ/PMC Colégio Salesiano / ABI / FMEL (Itajaí) Projeto Escola Basquete / FMD / Rio do Sul

* Demais participantes: ABASMO / Pref. Municipal / La Salle Peperi (São Miguel do Oeste), ADIEE / Avaí / FME (Florianópolis), SATC / FME (Criciúma) e Sociedade Ginástica Joinville / Sesporte.

Adriano Krischke/FCB

EQUILÍBRIO  Disputa em Blumenau teve partidas emocionantes

17


 ESTADUAL ADULTO MASCULINO 2017 Sidnei Batista/FCB

FORA DE CASA, BLUMENAU VENCE O CAMPEONATO CATARINENSE DE BASQUETE E MANTÉM ESCRITA 18

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


COMO NAS DEMAIS FINAIS ENTRE AS DUAS EQUIPES, VISITANTE COMEMOROU O TÍTULO ESTADUAL

D

esde 2013, Blumenau e Brusque disputam, entre si, o título do Campeonato Catarinense de Basquete. Até o ano passado, eram duas vitórias para cada lado porém, em 2017, os blumenauenses mantiveram a escrita da qual o visitante sempre comemora na casa do adversário, ultrapassando o rival. Na Arena Brusque, os comandados do treinador Serjão fecharam o confronto melhor de três jogos por 2 jogos a 0 ao vencerem o segundo duelo da decisão por 58 a 48. Antes disso, ganharam a primeira partida da final, no ginásio do Ipiranga, por 83 a 77. “Estou muito satisfeito com o desempenho da minha equipe, pois tivemos uma derrota só em toda a competição. Ainda terminamos com a melhor defesa, melhor ataque, ou seja, uma campanha convincente”, avalia o comandante campeão Sérgio Corrêa Carneiro, o popular Serjão, que viu o jogador de sua equipe, Luís Semmke, ser escolhido como o destaque do estadual. Já o maior pontuador foi Willian Dias, da A.D. Brusque / FME / Aradefe / Unifebe, com 269 pontos. A conquista da APAB / Blumenau encerrou com chave de ouro o maior Campeonato Catarinense de Basquete Masculino da história. O recorde veio através da participação de 14 representantes de todas as regiões de Santa Catarina, como salienta Oscar Archer, presidente da FCB: “É a primeira vez que chegamos a esse número de participantes. Foi um campeonato muito bem planejado, fechando a temporada adulta iniciada em maio e que levamos até quase novembro. É um saldo positivo”, celebrou o dirigente. Além do acréscimo no número de equipes, o nível técnico também subiu de acordo com o técnico campeão, Sérgio Carneiro. Para ele, que em 2015 e 2016 atuou como comentarista da Record News, os dois finalistas e Joinville foram superiores aos demais por terem disputado a Liga Ouro até poucos dias antes do estadual adulto. “Em termos de qualidade, esta competição foi melhor do que a do ano passado com Brusque, Joinville e Blumenau um pouco acima por terem vindo da disputa da Liga Ouro”, ressaltou Serjão, que ainda projetou o futuro do basquete em Santa Catarina: “As sementes estão sendo plantadas e em curto prazo darão resultados”. Só no estadual adulto, foram 67 partidas entre os homens e outras 36 entre as mulheres. Além disso, a Federação Catarinense de Basketball também promoveu, em 2017, o Sul Brasileiro, Taça FCB e a Copa Santa Catarina para ambos os sexos. “Nesse ano, houve investimentos maiores. Chegaram a Santa Catarina mais jogadores e subiram mais atletas da base, formando equipes mais solidificadas. Ainda percebeu-se que há investimentos do basquete com parcerias e patrocinadores. Isso é muito bom”, analisou o presidente da FCB.

19


 ESTADUAL ADULTO MASCULINO 2017 Sidnei Batista/FCB

RIVALIDADE  Blumenau e Brusque decidiram as últimas cinco finais da competição

20

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


Sidnei Batista/FCB

Campeonato Catarinense de Basquete Masculino

67 jogos

FCB QUER BLUMENAU E BRUSQUE NA LIGA

14 260 equipes

atletas

OURO 2018

A

LIGA OURO  Equipes devem disputar o torneio nacional na próxima temporada

Sidnei Batista/FCB

Classificação ``1º lugar ``2º lugar ``3º lugar ``4º lugar

3º LUGAR  Joinville (preto) ficou na terceira posição

o final da disputa na Arena Brusque, Oscar Archer pediu Blumenau e Brusque na Liga Ouro do próximo ano. O objetivo, segundo o dirigente, é repetir 2017 quando quatro catarinenses estiveram nas competições nacionais, além de oportunizar oito meses com calendário preenchido às equipes. “A Federação fez uma proposta a eles na base de R$ 250 mil para cada um. É um passo que ambos precisam para garantir plantel, logística, salários e de permanência dentro da competição. Quem tiver habilitado, com parcerias e interesse, há tempo para isso. Blumenau e Brusque têm suporte e condições para disputarem a próxima Liga Ouro que começará em janeiro ou fevereiro”, destacou. Os outros catarinenses confirmados nas competições nacionais da próxima temporada são Joinville no NBB e Blumenau na Liga de Basquete Feminino.

APAB/Blumenau A.D. Brusque / FME / Aradefe / Unifebe AABJ /Sesporte /Ciser /Embraco /Selbetti /Millium (Joinville) ABLUJHE / Unoesc / SPECHT (Joaçaba)

* Demais participantes: ADIEE / Avaí / FME, APABLA / FME Lages, Criciúma Basquete Clube, Independente / São José, Assoc. de Basketball Our Team – ABOT (Araquari), AJAB / Unimed / SECEL (Jaraguá do Sul), Projeto Escola Basquete / FMD / Rio do Sul, AVIBA / Fortt / Unoesc / Westline / FMEV (Videira), ABAVI / FME / Balneário Camboriú e Blackstar / SBS (São Bento do Sul)

21


 GALERIA DOS CAMPEÕES 2017 Fotos: Adriano Krischke/FCB

SUB-12 1º LUGAR  SATC / FME (Criciúma)

2º LUGAR  Basquete Jaraguá / FME

3º LUGAR  ASBB / FMD / São Bento do Sul

Fotos: Adriano Krischke/FCB

SUB-12 1º LUGAR  A.D. Brusque / FME / São Luiz

2º LUGAR  Colégio Salesiano / ABI / FMEL (Itajaí)

22

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

3º LUGAR  Colégio Santa Rosa (Lages)


Fotos: Divulgação/FCB

SUB-13 1º LUGAR  S.D. Vasto Verde (Blumenau)

2º LUGAR  Basquete Jaraguá / FME

3º LUGAR  SATC / FME (Criciúma)

Fotos: Adriano Krischke/FCB

SUB-13 1º LUGAR  Colégio Salesiano / ABI / FMEL (Itajaí)

2º LUGAR  IBBC / Benetton Basket / IP / UDESC (Florianópolis)

3º LUGAR  A.D. Brusque / FME / São Luiz

23


 GALERIA DOS CAMPEÕES 2017 Fotos: Alexandre Kirshner/FCB

SUB-15 1º LUGAR  Sociedade Ginástica de Joinville / SESPORTE

2º LUGAR  Basquete Jaraguá / FME

3º LUGAR  APAB / DME / PU / Clube Concórdia (Porto União)

Fotos: Adriano Krischke/FCB

SUB-15 1º LUGAR  Bom Jesus/ Nanete Têxtil / Realsec (Jaraguá do Sul)

2º LUGAR  ADIEE / Avaí / FME

24

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

3º LUGAR  Criciúma Basquete Clube


Fotos: Divulgação/FCB

SUB-17 1º LUGAR  ABASMO / Fundesmo / La Salle Peperi (São Miguel do Oeste)

2º LUGAR  Basquete Jaraguá / Secel

3º LUGAR  Colégio Salesiano / ABI / FMEL (Itajaí)

Fotos: Adriano Krischke/FCB

SUB-17 1º LUGAR  Colégio Salesiano (Itajaí)

2º LUGAR  ADIEE / Avaí / FME

3º LUGAR  AJAB / Unimed / SECEL (Jaraguá do Sul)

25


 GALERIA DOS CAMPEÕES 2017 Fotos: Adriano Krischke/FCB

SUB-19 1º LUGAR  Colégio Salesiano (Itajaí)

2º LUGAR  S.D Vasto Verde (Blumenau)

3º LUGAR  Sociedade Ginástica / SESPORTE (Joinville)

Fotos: Adriano Krischke/FCB

SUB-19 1º LUGAR  ADIEE / Avaí / FME

2º LUGAR  APABLA / FME / Lages

26

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

3º LUGAR  APAB / Blumenau


Fotos: Divulgação/FCB

MASTERS +45  Blackstar/Joinville (1° amarelos) e Segalas/Blumenau (4°)

+45  Ginástica/Joinville (2º vermelho) e Basquete Master/Fpolis (3°)

2º LUGAR +58  AVAB Florianópolis

1º LUGAR +58  Ginástica/Joinville

1º LUGAR +45  Blackstar/Joinville

1º LUGAR +30  Bruxas de Floripa

Adriano Krischke/FCB

2º LUGAR +30  Clube Curitibano/PR

Ricardo Toledo/FCB

OUTRAS COMPETIÇÕES CAMPEÃO 8ª COPA SANTA CATARINA ADULTO FEMININO  S.D. Vasto Verde (Blumenau) Adriano Krischke/FCB

CAMPEÃO 10ª COPA SANTA CATARINA ADULTO MASCULINO  A.D. Brusque

CAMPEÃO 14ª TAÇA FCB ADULTO FEMININO  C.B. Chapecó Alexandre Azevedo/FCB

CAMPEÃO 17ª TAÇA FCB ADULTO MASCULINO  Assoc. de Basketball Our Team – ABOT (Joinville)

27


 GALERIA DOS CAMPEÕES 2017

ADULTO FEMININO Fotos: Adriano Krischke/FCB

1º LUGAR  FMD / Uniasselvi / Vasto Verde (Blumenau)

2º LUGAR  CBC / UNOCHAPECÓ / PMC

28

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

3º LUGAR  Colégio Salesiano / ABI / FMEL (Itajaí)


ADULTO MASCULINO Fotos: Sidnei Batista/FCB

1º LUGAR  APAB/Blumenau

2º LUGAR  A.D. Brusque / FME / Aradefe / Unifebe

3º LUGAR  AABJ /Sesporte /Ciser /Embraco /Selbetti /Millium

29


 BENEMÉRITOS DO BASQUETE CATARINENSE Paulo Silva/Divulgação/FCB

2016  Turma III

FCB HOMENAGEIA OS NOVOS BENEMÉRITOS DO BASQUETEBOL CATARINENSE 30

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

META É CHEGAR AOS 100 NOMES EM 2018

E

m dezembro, 20 novas personalidades do esporte catarinense entram no seleto grupo dos beneméritos do basquetebol. Os escolhidos de 2017 formam a Turma IV neste projeto iniciado em 2014. "Trata-se de uma solenidade de reconhecimento àqueles que contribuíram para que o basquete chegasse ao atual patamar em Santa Catarina", explica o presidente da Federação Catarinense de Basketball, Oscar Archer. A inclusão na lista vai desde desportistas, passa pela imprensa, atinge dirigentes e também envolve a arbitragem. É uma gama de nomes de quem construiu mais de um século de história no estado, incentivando a prática e o desenvolvimento da modalidade por todas as regiões catarinenses. Com a inclusão dos novos beneméritos, a FCB resgata 80 personalidades, mas para Oscar Archer a meta é ainda maior. “O objetivo da Federação Catarinense de Basketball é chegar aos 100 nomes no final do próximo ano. Além disso, a entidade pretende lançar o terceiro livro sobre a história do basquete em Santa Catarina”, diz.


BENEMÉRITOS DO BASQUETEBOL* TURMA IV - 2017** ADONIRO HARNACK (In Memoriam) Atleta S.G. Joinville `` Atleta do América `` Atleta Guarany E.C. `` Atleta do Glória F.C. `` Atleta - Seleção Joinville `` Atleta - Seleção Catarinense ``

ALDO JOÃO NUNES (In Memoriam) Atleta A.A. Barriga Verde `` Atleta Ubiratan E.C. `` Atleta da Caravana do Ar `` Atleta - Seleção Catarinense `` Chefe de Delegação Seleção Catarinense `` Dirigente FCB (Feder. Catarinense de Basket-Ball) de 1964 ``

ALDO LUIZ MARQUARDT `` Atleta SER União Palmeiras `` Atleta Seleção de Joinville `` Atleta Seleção Catarinense Luiz Peixoto/Divulgação/FCB

ANDRÉ JUNCK (In Memoriam) Atleta S.R.E Ipiranga `` 1º Atleta masculino catarinense convocado para a Seleção Brasileira Cadete `` Campeão do 7º Campeonato Sul Americano realizado no Paraguai em 1991 `` Campeão do 14º Sul Americano Juvenil no Equador em 1992 ``

ANDRÉ KOWALSKI NETO Atleta Lira Tênis Clube `` Atleta C.S. Palmeiras `` Atleta Clube Doze de Agosto `` Atleta - Seleção Catarinense `` Atleta - Seleção de Florianópolis `` Dirigente FAC `` Fundador e Conselheiro Fiscal da FCB ``

2015  Turma II Green Multimídia/Divulgação/FCB

2014  Turma I

ANTÔNIO CARLOS FLORES SOBÉ (In Memoriam) `` Técnico AABB Concórdia `` Técnico A.D. Lages `` Técnico A.D.C. Geração `` Técnico ABAVI `` Técnico Seleção Catarinense `` Assistente Técnico Seleção Brasileira Juvenil

31


 BENEMÉRITOS DO BASQUETE CATARINENSE fotos/Arquivo Pessoal/Divulgação/FCB

FLÁVIO MORAES RODRIGUES `` Atleta `` Árbitro Nacional CBB `` Professor de Arbitragem em Basquetebol `` Técnico Tigre `` Técnico Seleção Joinville `` Fundador da Liga de Basquete do Norte Catarinense HAMILTON AUGUSTO PLATT (In Memoriam) `` Atleta Lira Tênis Clube `` Atleta Caravana do Ar `` Atleta - Seleção Catarinense `` Técnico do Lira Tênis Clube `` Técnico Seleção Catarinense `` Técnico - Seleção de Florianópolis `` Dirigente FAC `` Árbitro `` Membro do Conselho Técnico de Basquetebol da FAC HARALD BIRCKHOLZ (In Memoriam) `` Atleta S.E.R. União Palmeiras `` Atleta - Seleção Catarinense `` 1º Catarinense Campeão Brasileiro de Lance Livre Por Correspondência Individual JOSÉ CARLOS CONTE Atleta `` Árbitro FCB `` Árbitro CBB `` Representante FCB `` Membro da Comissão de Arbitragem FAC / FCB `` Dirigente FCB `` Coordenador de Arbitragem FCB

(*) Pesquisa de Mariana Kovalski da Luz/FCB. (**) Confira os beneméritos das turmas dos outros anos em nosso site.

``

32

LAURITA PETTERS LOCH `` Atleta do Rio do Sul E.C. `` Atleta C.D. Mainhardt `` Atleta Seleção Catarinense LIZANE REGINA SANTOS VIEIRA `` Atleta S.D. Vasto Verde `` Atleta ADEBLU `` Oficial de Arbitragem FCB `` Técnica S.D. Vasto Verde `` Técnica AJAB LOTHÁRIO PAULO ROTHFUCHS (In Memoriam) `` Atleta do Lira Tênis Clube `` Presidente da FAC `` Fundador da Liga Athlética Catharinense (Representante do G.E. dos Funcionários Públicos) `` Diretor da Seleção Catarinense REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


fotos/Arquivo Pessoal/Divulgação/FCB

MÁRIO VINOTTI (In Memoriam) `` Massagista do C.A. Carlos Renaux `` Massagista do S.E. Bandeirante `` Massagista A.D. Brusque `` Massagista - Seleção de Brusque `` Massagista - Seleção Catarinense `` Massagista - Seleção Brasileira `` Atuou também no Futebol, Voleibol e Futsal MILTON RUBENS CAPELA Atleta Clube Doze de Agosto `` Atleta F.C.D.U. `` Atleta Seleção Catarinense `` Técnico F.C.D.U. `` Vice-Presidente FAC `` Dirigente FAC `` Chefe de Delegação - Seleção Catarinense `` Árbitro e Oficial de Mesa FAC ``

PLÁCIDO GAISSLER FILHO Assistente - Seleção Catarinense `` Técnico da C.E. Mafrense `` Técnico Clube Milionários da Bola `` Técnico ABAM `` Fisioterapeuta - Seleção Catarinense ``

RICARDO JOSÉ DE SOUZA Árbitro FAC / CBB / FIBA / IWBF (Basketball Cadeira de Rodas) `` 1º Árbitro Catarinense a integrar o quadro da FIBA `` Diretor e Dirigente FAC `` Chefe de Delegação - Seleção Catarinense `` Técnico - Seleção Catarinense ``

RICARDO JOSÉ ROESLER `` Atleta São Bento do Sul `` Atleta - Seleção Catarinense `` Presidente de Honra do Basquete Joinville VANDA SAMPAIO PEREIRA Atleta S.D. Vasto Verde `` Atleta da ABAJ `` Atleta - Seleção Catarinense `` Técnica Clube Concórdia `` Técnica América F.C. `` Técnica C.E. Bom Jesus `` Fisioterapeuta - Seleção Catarinense ``

VERONICA RONCELLI Técnica da Fundação Municipal de Esportes de Itajaí `` Técnica do G.E. Salesiano `` Coordenadora Geral da Associação de Basquete de Itajaí `` Professora da Modalidade - Univali `` Presidente da Liga de Basketball do Vale do Itajaí ``

33


 NÚCLEOS FCB Lucas Inácio/Divulgação/FCB

FESTIVAL FINAL DE NÚCLEOS REÚNE 300 CRIANÇAS EM FLORIANÓPOLIS 34

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


EVENTO TEVE COMPETIÇÕES SUB-12 E SUB-14, ALÉM DE PREMIAÇÃO AOS PARTICIPANTES

A

s atividades dos Núcleos Estudantis, iniciadas em março, encerraram a atual temporada com o Festival Final. Realizado, em novembro, no Instituto Estadual de Educação, na Capital, o evento reuniu mais de 300 crianças dos 10 integrantes do projeto, que disputaram quatro torneios amistosos nas categorias sub-12 e sub-14 nos naipes masculino e feminino. Além disso, os estudantes receberam lanches e medalhas de participação no projeto desenvolvido nas regiões da Grande Florianópolis, Sul e Serra catarinense. O ato final de 2017 foi precedido por inúmeras atividades realizadas durante o ano, como os festivais fora do âmbito escolar, entre os quais o “Basquete de praças e ruas”. Ainda houve o investimento em melhorias nas instalações de algumas escolas e distribuição pela Federação Catarinense de Basketball de mini-tabelas, bolas, cones, coletes e uniformes de jogo. “Essa forma lúdica de tratar o esporte nos deixa feliz e fecha muito bem o trabalho desenvolvido ao longo desse ano, fazendo com que professores e crianças tenham essa troca entre eles. Conseguimos cumprir mais uma meta e ter essa retribuição é ótimo”, falou o vice-presidente da FCB e Coordenador dos Núcleos Estudantis, Nelson Aguiar, que ainda completou: “Hoje é um dia de alegria para nós da Federação”. Além dos alunos, os professores e coordenadores puderam usufruir do investimento promovido nos Núcleos Estudantis. Atualmente, são 12 docentes trabalhando diretamente com as crianças. Um deles, o educador físico Victor Alves, comandante do Núcleo do Caminho Novo, na Palhoça, reconheceu a importância do projeto. “A troca entre os profissionais é muito rica. Eu que sou um dos mais novos, estou tendo a oportunidade de conhecer professores que têm experiência internacional. É gratificante, renovador e nos traz uma bagagem muito maior. Você consegue sair na frente porque conhece essas pessoas que estão inseridas no basquete há muitos anos”, destacou durante o Festival Final de Núcleos Estudantis. Atualmente, são 585 crianças envolvidas no projeto, mas a meta da FCB é ampliar as atividades alcançando seis novos integrantes no próximo ano.

35


 NÚCLEOS FCB Fotos: Lucas Inácio/Divulgação/FCB

INTEGRAÇÃO  Jovens da Grande Florianópolis, Sul e Serra encerraram atividades de 2017 na Capital

36

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


Fotos: Lucas Inácio/Divulgação/FCB

FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL E TRIMANIA ATENDEM MILHARES DE CRIANÇAS

S SOCIAL  Além das disputas em quadra, alunos receberam prêmios e lanche da FCB

e somados Núcleos Estudantis, Basquete para o Amanhã e polos de desenvolvimento, a parceria entre FCB e Trimania atende, em todo o estado, cerca de 5 mil crianças até 14 anos. “Isso aqui é um processo que vem se desenvolvendo há cinco anos. Estamos investindo porque penso que a gente já fez de tudo. Incluir o cidadão e dar oportunidade não é obrigação, mas cabe um espaço para isso. Não tem dinheiro que pague”, destaca o presidente Oscar Archer. Integrantes dos Núcleos Estudantis de Basquete 2017 ``Escola de Educação Básica (E.E.B.) João Teixeira Nunes (Tubarão)

``E.E.B. Humberto Campos (Criciúma) ``Liga Serrana de Basquetebol (Lages) ``E.E.B. Antônio Francisco Machado (São José) ``E.E.B. Osvaldo Rodrigues Cabral (São José) `` CAIC Prof. Febrônio Tancredo de Oliveira (Palhoça) ``Escola Básica Municipal (E.B.M.) Brigadeiro Eduardo Gomes (Florianópolis)

``E.B.M. Professora Herondina Medeiros Zeferino (Florianópolis)

``ASTEL (Florianópolis) FUTURO  Núcleos Estudantis abrangem dez participantes

``Associação Desportiva Instituto Estadual de Educação (Florianópolis)

37


 INSTITUCIONAL Adriano Krischke/FCB

ANÁLISE  Ao lado de dirigentes e árbitros, presidente Oscar Archer terminou 2017 satisfeito com as atividades da FCB

COM A PALAVRA, A OS DIRIGENTES RESPONSÁVEIS PELA PARTE TÉCNICA, ARBITRAGEM E NÚCLEOS AVALIAM 2017 E PROJETAM O PRÓXIMO ANO 38

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

o final da última competição promovida pela Federação Catarinense de Basketball no ano de 2017, o Estadual Adulto Masculino, em outubro, o presidente da entidade celebrou o grande número de participantes, fruto dos investimentos realizados especialmente nos últimos três anos. “O recorde de clubes já mostra que esse investimento está fazendo efeito, que é bom jogar em Santa Catarina. Além disso, houve uma evolução técnica e na gestão das equipes. Ampliamos o campo de trabalho dando emprego para muitos atletas, incluindo um calendário extenso ao longo do ano”, disse Oscar Archer à época. Este foi apenas um dos campeonatos organizados pela FCB em 2017. Ainda houve estaduais em diversas categorias, do sub-12 ao master nos naipes masculino e feminino, entre outros torneios como a Copa SC e a Taça FCB. “Atingimos aproximadamente 1000 jogos realizados em Santa Catarina nas competições oficiais e mais 300 em outras atividades promovidas pela FCB”, salienta o Coordenador Técnico, Luiz Gastão Dubois. Parte deste montante de partidas com cará-


NELSON AGUIAR

NÚCLEOS ESTUDANTIS FCB BALANÇO DE 2017 Foi um ano com boa perspectiva em razão de que pudemos desenvolver as atividades com os núcleos de uma forma mais organizada e participativa, acompanhando melhor o desenvolvimento dos projetos. Ampliamos o número de núcleos e também houve um aumento significativo na quantidade de professores e crianças envolvidas nos projetos. Hoje há 12 professores que trabalham direto com as crianças e 585 alunos de escolas públicas das redes municipal e estadual.

``

PRINCIPAIS DIFICULDADES As dificuldades encontradas se deram pelas intempéries com algumas escolas. Por falta de instalações, que foram danificadas, e por algumas escolas que no transcorrer dos semestres apresentaram greves, o andamento das atividades ficou prejudicado. Assim, impossibilitando o desenvolvimento das atividades por dificultar o acesso dos alunos nas instalações esportivas.

``

ter lúdico e educacional adveio dos Festivais disputados pelas escolas pertencentes aos Núcleos Estudantis. Atualmente, integram o projeto dez instituições espalhados pela Grande Florianópolis, Sul e Serra. “Hoje há 12 professores que trabalham direto com as crianças e 585 alunos de escolas públicas das redes municipal e estadual”, frisa o vice-presidente da FCB e responsável pelos Núcleos, Nelson Aguiar. Além dos atletas de todas as idades, há outros inúmeros profissionais envolvidos nos jogos disputados em Santa Catarina. São árbitros e oficiais de mesa que compõem um dos quadros mais qualificados do país, atuando em eventos como Jogos Olímpicos e campeonatos mundiais. Um dos representantes brasileiros no Rio 2016, Cristiano Maranho, que ao lado do florianopolitano Guilherme Locatelli foram os únicos árbitros do Brasil na competição, destaca o constante aperfeiçoamento da classe no estado. “Estamos desenvolvendo um projeto de renovação do quadro de oficiais da FCB para que possamos manter o nível em que se encontra atualmente”, diz. O trabalho dentro e fora de quadra tornou-se referência no Brasil, tendo os resultados colhidos nas últimas temporadas. Só neste ano, o estado teve metade dos integrantes da Liga Ouro, além do 5º colocado na Liga Feminina. Ainda vê os próximos passos alicerçados com o retorno ao NBB após anos de ausência e a manutenção na elite do basquete entre as mulheres. Frutos celebrados pelo presidente da Federação, Oscar Archer. “Gostaria de ver no Brasil

PRINCIPAIS REALIZAÇÕES `` Ampliação do número de núcleos, maior envolvimento e comprometimento das escolas e dos professores. Realizações de festivais fora do âmbito escolar, como o “Basquete de praças e ruas”, investimento em melhorias das instalações em algumas escolas e distribuição de material como mini-tabelas, bolas, cones, coletes e uniformes de jogo para as instituições envolvidas. E consequentemente um maior número de alunos mais envolvidos bem como, maior visibilidade ao projeto na comunidade e na escola, fazendo crescer a procura de outras crianças para participar dos projetos. PROJEÇÃO PARA 2018 `` Manter os atuais núcleos com o maior número de alunos envolvidos e aumentar a quantidade de núcleos em outras regiões, procurando ter uma maior abrangência do projeto Núcleos Estudantis – Trimania/FCB na área de abrangência da Trimania.

alguém que esteja fazendo o que estamos fazendo em termos de basquete com a parceria da Trimania junto ao processo de gestão”, cita. A fim de obter um diagnóstico das atividades realizadas na temporada que chega ao seu final e projetar o futuro, a revista BasqueteSC conversou com representantes das áreas técnica, de arbitragem e Núcleos Estudantis. Confira as avaliações deste ano e os próximos passos da modalidade, em 2018, nas palavras do árbitro Cristiano Maranho; do Coordenador Técnico, Luiz Gastão Dubois e do responsável pelos Núcleos Estudantis, o vice-presidente da FCB, Nelson Aguiar.

39


 INSTITUCIONAL Adriano Krischke/FCB

SALDO POSITIVO  Para Maranho (foto), entidade atingiu todos os patamares da arbitragem

CRISTIANO MARANHO – COMISSÃO DE ARBITRAGEM FCB BALANÇO DE 2017 `` Foi um ano produtivo em que os árbitros novatos adquiriram mais experiências trabalhando nos campeonatos de base da FCB e também em eventos chancelados pela Federação. PRINCIPAIS DIFICULDADES As principais dificuldades foram quanto à disponibilidade de nossos árbitros, já que a grande maioria tem seus trabalhos fora do basquete.

``

PRINCIPAIS REALIZAÇÕES A FCB atingiu todos os patamares da arbitragem, tanto em nível local, estadual, nacional e internacional. Em todas as

``

40

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

instâncias, a entidade estava sendo representada. E para culminar o ano, fizemos a promoção de alguns árbitros selecionados a dedo pela comissão de arbitragem para subirem de categoria, saindo do nível de novato para a categoria árbitro regional com registros na FCB e CBB. PROJEÇÕES PARA 2018 `` No próximo ano, estamos projetando mais seis novas clínicas de arbitragem, buscando mais pessoas que queiram trabalhar com o basquete e também a realização, ainda no primeiro semestre, de uma clínica de promoção para árbitro nacional. Estamos desenvolvendo um projeto de renovação do quadro de oficiais da FCB para que possamos manter o nível em que se encontra atualmente.


Adriano Krischke/FCB

LUIZ GASTÃO DUBOIS

COORDENADOR TÉCNICO FCB

1000 JOGOS  Este é o número de partidas oficiais realizadas em 2017 Alexandre Kirchner/FCB

300 JOGOS  Outras atividades, como os Núcleos Estudantis, somaram importante quantidade de partidas Alexandre Kirchner/FCB

MASSIFICAÇÃO  Luiz Gastão cita crescente número de praticantes do basquete como ponto positivo em 2017

BALANÇO DE 2017 `` Atingimos aproximadamente 1000 jogos realizados em Santa Catarina nas competições oficiais e mais 300 jogos em outras atividades promovidas pela FCB, totalizando 1300 jogos em 2017. Atendemos desde os núcleos de inclusão social, passando pelos campeonatos estaduais sub-12, 13, 15, 17, 19, adulto e Master e as Seleções Catarinenses. Podemos afirmar que o ano de 2017 está finalizando dentro do planejamento que apresentamos e que as ações e atividades implementadas pela FCB foram um sucesso, aumentando em 30% o número de equipes e participantes da modalidade no estado. PRINCIPAIS DIFICULDADES `` Ainda percebo a dificuldade de algumas equipes, principalmente as que estão chegando nas categorias de base, em se manter organizadas. Creio que a falta de apoio de alguns municípios ainda é o principal motivo para que isso aconteça, limitando assim o trabalho de alguns técnicos e fazendo com que alguns jovens atletas se desestimulem e acabem perdendo o interesse pela modalidade. PRINCIPAIS REALIZAÇÕES `` Creio que em 2017 todas as ações da FCB em parceria com a Trimania foram de relevante importância para o basquete catarinense, massificando cada vez mais a modalidade e ampliando o nível técnico dos nossos atletas, técnicos, dirigentes e árbitros. Não seria justo destacar apenas algumas realizações, mas sim destaco o conjunto das atividades desenvolvidas no estado nesse ano. PROJEÇÃO PARA 2018 `` Esperamos que continue aumentando o número de equipes, atletas, que o nível técnico das competições continue evoluindo gradativamente e que os investimentos realizados tragam cada vez mais grandes resultados para o basquetebol catarinense.

41


 PARCERIA Arquivo/Trimania/Divulgação/fcb

TRIMANIA: HÁ 12 ANOS FOMENTANDO SONHOS DOS CATARINENSES 42

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL


M

PRINCIPAL APOIADORA DA FCB ENTREGOU MAIS DE 8 MIL PRÊMIOS DESDE 2005

aria Helena Lentz, 63, vende Trimania há 12 anos no Centro de Florianópolis. Pelas mãos dela, passaram milhares de pessoas que sonham com os 14 prêmios semanais, 56 mensais e 672 por ano. Também, ao longo deste período, ela e tantos outros colaboradores auxiliaram no desenvolvimento do basquete em Santa Catarina em virtude da parceria com a FCB. Além disso, contribuíram para a inclusão social de milhares de crianças e jovens através de projetos como o Basquete para o Amanhã e os Núcleos Estudantis. "Esta parceria tem um lado bacana, que é o trabalho social desenvolvido nas comunidades nas quais temos nosso público-alvo. São os casos de vários bairros populosos da Grande Florianópolis, Sul do estado e região de Lages", avalia Leonardo Schlickmann, Gerente Comercial da Trimania. Mas apesar de o elo com a Federação Catarinense de Basketball ter completado o oitavo aniversário, a trajetória deste Certificado de Contribuição remete a mais tempo. Já são 12 anos entregando prêmios como carros, dinheiro e até casas. "Neste período, foram mais de 8 mil ganhadores”, recorda Schlickmann. Os sorteios acontecem todos os domingos, das 10h às 11h, e são transmitidos ao vivo pela RIC TV Record. Além de premiar os cidadãos de Santa Catarina, a Trimania dá a oportunidade de trabalho para milhares de pessoas. Só na região da Capital e Sul do estado são 30 distribuidores e ainda mais cinco na Serra. Fora isso, há centenas de pontos de venda espalhados por inúmeros bairros em diversos municípios. É uma ramificação de parceiros que auxiliam no desenvolvimento esportivo e social dos catarinenses. "A Trimania me deu muitas oportunidades e experiência. Vendendo os certificados, conheci muitas pessoas como torcedores do Avaí e Figueirense que compram a Trimania comigo no Mercado Público, nas peixarias, no camelódromo e em outros locais do Centro de Florianópolis", ressalta a vendedora Maria Helena Lentz, a Leninha do Avaí. Ela ainda completa, agradecendo. "Nunca falhei uma semana na Trimania desde que ela abriu. Só tenho a agradecer".

43


 PARCERIA Arquivo/Trimania/Divulgação/fcb

O QUE É A TRIMANIA?

O

TRIMANIA CAP é um Certificado de Contribuição emitido pela FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL. Adquirindo o TRIMANIA CAP você contribui para o desenvolvimento e implantação de Núcleos de aprendizado, motivando e oportunizando jovens atletas a praticar basquetebol, sem a necessidade de vínculos federativos e sim a necessidade premente de inclusão social. Ainda participa de muitos sorteios lastreados em títulos de capitalização, na modalidade incentivo, emitidos pela INVEST Capitalização S/A e aprovados pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), que dão direito à participação no Globo Premiado (quatro prêmios principais) e 10 Giros da Sorte referentes à data que está destacada na frente do Título.

GANHADORES  Trimania entrega mais de 600 prêmios por ano Cidinha Molgaro/Divulgação/fcb

COMO ACOMPANHAR OS SORTEIOS E RESULTADOS?

O

s sorteios acontecem todos os domingos e são transmitidos, ao vivo, pela RIC TV Record, das 10h às 11h. Os resultados podem ser conferidos pelo site www.trimania.com.br no link Resultados e na página www. facebook.com/TrimaniaOficial e ainda no Jornal Notícias do Dia às segundas-feiras.

QUANDO E COMO OCORREM OS SORTEIOS?

O

s sorteios são realizados aos domingos, sempre a partir das 10h, transmitidos ao vivo pela RIC TV Record ou pela internet. Trata-se de um programa de TV especial, acompanhado por auditores independentes, assim como todo o processo do sorteio. No sorteio é utilizado um Globo com 60 bolas numeradas de 01 a 60, sorteando-se uma a uma ao acaso, tantas bolas quantas forem necessárias, até que uma ou mais Trimanias preencham o conjunto de números para apuração daquele prêmio. Quando for o caso, as Trimanias que não foram contempladas nos sorteios pelo Globo, participam ainda do Giro da Sorte, com o número da sorte impresso no certificado.

44

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

CONFIANÇA  Leninha vende Trimania no Centro da Capital há 12 anos

UMA TRIMANIA VALE PARA QUANTOS SORTEIOS?

P

articipação no sorteio da semana. Em cada sorteio, uma Trimania concorre aos prêmios e, se contemplada, não participará dos demais sorteios. Cada certificado possui impressa a data da edição.


Arquivo/Trimania/Divulgação/fcb

QUEM PODE COMPRAR E PARTICIPAR DOS SORTEIOS?

P

articiparão desta campanha as Pessoas Físicas maiores de 18 anos ou Pessoas Jurídicas que adquirirem o Trimania Cap até um dia antes do sorteio e preencherem o canhoto de cadastramento sem emendas ou rasuras.

TV  Sorteios acontecem aos domingos, às 10h, com transmissão da RIC TV Record Sidney Silva/EsporteSC/Divulgação/fcb

COMO SABER QUEM FOI SORTEADO?

A

companhando o programa de domingo, pela RIC TV Record ou pela internet. Além disso, os responsáveis pela comercialização da Trimania entrarão em contato com você. Por isso é muito importante preencher os seus dados corretamente e com letra legível no canhoto destacável e entregar ao vendedor, pois assim você será localizado caso sua Trimania seja sorteada.

COMO O SORTEADO PODERÁ RETIRAR SEU PRÊMIO? PARCERIA  Coordenador da Trimania Cap, Cinomar José Teodoro, é grande incentivador do basquete catarinense

ATENDIMENTO AOS DISTRIBUIDORES/ VENDEDORES DA TRIMANIA De segunda a sexta – 08h30min às 12h30min e das 14h às 18h, pelos telefones: 1. Florianópolis – ( 48 3222-0016 1. Lages – ( 49 3224-3802

Em caso de ter sido sorteado, deve-se apresentar a seguinte documentação original: 1. Documento de identidade válido; 2. CPF válido; 3. Comprovante de residência atualizado (inferior a 180 dias); 4. Trimania original ganhadora (em perfeito estado). Nos endereços abaixo: 1. Rua Padre Roma, 303 – Salas 01 – Centro Florianópolis – 48 3222-0016; 2. Rua Aristiliano Ramos, nº 30 – Centro Lages – 49 3224-3802 Horário de atendimento para os sorteados: Segunda à Sexta-feira – 10h às 12h e das 14h às 18h. Os prêmios serão pagos em até 15 dias úteis após a entrega de toda a documentação acima exigida.

45


 CALENDÁRIO 2017

EVENTOS REALIZADOS NO ANO PELA FCB EVENTO ``LIGA DE BASQUETE FEMININO (BLUMENAU NA 1ª FASE)

``LIGA OURO (JOINVILLE, BLUMENAU E BRUSQUE) ``CAMPEONATO CATARINENSE ADULTO M/F ``TAÇA FCB ADULTO M/F ``COPA SC ADULTO M/F ``COPA BRASIL SUL DE CLUBES ADULTO M (PR) ``SUL BRASILEIRO DE CLUBES ADULTO M/F (SC) ``CAMPEONATO CATARINENSE SUB-19 M/F ``SUL BRASILEIRO DE CLUBES SUB-19 (SC) ``CAMPEONATO CATARINENSE SUB-17 M/F ``SUL BRASILEIRO DE SELEÇÕES SUB-17 M/F (SC) ``SUL BRASILEIRO DE CLUBES SUB-17 M/F (PR)

PROGRAMAÇÃO

EVENTO ``CAMPEONATO CATARINENSE SUB-15 M/F

Janeiro a Maio Março a Junho Agosto a Outubro Maio e Junho Julho Maio Setembro Maio a Setembro Setembro Abril a Setembro Novembro Agosto

PROGRAMAÇÃO

``SUL BRASILEIRO DE SELEÇÕES SUB-15 M/F (PR) ``SUL BRASILEIRO DE CLUBES SUB-15 M/F (RS) ``CAMPEONATO CATARINENSE SUB-13 M/F ``SUL BRASILEIRO DE SELEÇÕES SUB-13 M/F (SC) ``CAMPEONATO CATARINENSE SUB-12 M/F ``CIRCUITO MASTER ``FESTIVAIS (LOCAIS E FINAL) DOS NÚCLEOS ``FESTIVAIS RUAS, PRAÇAS E PRAIAS ``FESTIVAL INTERNACIONAL DE BASQUETE ``CLÍNICAS TÉCNICAS BASQUETE PARA O AMANHÃ ``CLÍNICAS DE ARBITRAGEM

Março a Agosto Novembro Agosto Março a Agosto Novembro Maio a Outubro Setembro e Outubro Maio e Novembro Setembro Julho Maio e Agosto Março a Agosto

LEGENDA  M – Masculino; F – Feminino; M/F - Competição nos dois naipes; PR – Competição no estado do Paraná; SC – Competição em Santa Catarina; RS - Competição no Rio Grande do Sul

QUASE 800 JOGOS NOS ESTADUAIS DE 2017 CATEGORIA ``ADULTO

``SUB-19 ``SUB-17 ``SUB-15 ``SUB-13 ``SUB-12 ``TOTAL

46

REVISTA OFICIAL DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE BASKETBALL

MASCULINO

FEMININO

EQUIPES

MASCULINO

FEMININO

JOGOS

14 7 14 23 23 24 105

8 4 8 15 18 18 71

22 11 22 38 41 42 176

67 27 80 99 99 72 444

36 11 30 60 82 116 335

103 38 110 159 181 188 779


Profile for FCB-Basket

Revista FCB - BasqueteSC 007  

Basquete SC – 7ª Edição. A revista oficial da Federação Catarinense de Basketball, na busca por aproximar o público desse centenário esporte...

Revista FCB - BasqueteSC 007  

Basquete SC – 7ª Edição. A revista oficial da Federação Catarinense de Basketball, na busca por aproximar o público desse centenário esporte...

Advertisement