Issuu on Google+

O ÚNICO JORNAL ESPECIALIZADO EM TÊNIS DO BRASIL!

Março 2014  Jornal Mensal  Número 70  www.jornaldotenis.com.br Diretores: Ary Meirelles Jacobucci e Marcello Luiz de Souza E-mail: ary.jacobucci@uol.com.br | Impressão: Jornal O Liberal

Djokovic

é campeão em Indian Wells Novak Djokovic vence Roger Federer e conquista o seu primeiro título na temporada de 2014

Av. Abdo Najar - próximo ao viaduto


Jornal do Tênis

02 FRASES “Foi um jogo incrível e muito difícil. Eu estou muito feliz com mais essa conquista. É sempre um prazer jogar contra o Roger e desejo a ele o que há de melhor para o resto da temporada”. Novak Djokovic, comemorando o 1º título do ano em Indian Wells

Março 2014

Djokovic leva a 1ª em 2014 O sérvio Novak Djokovic, número 2 do mundo, vence Federer de virada e é campeão em Indian Wells. Djokovic derrotou o suíço Roger Federer, 8º colocado, por 2 sets a 1 com parciais de 3/6, 6/3, 7/6(7/3) na final do Masters 1000 de Indian Well, Califórnia (EUA). Este foi o terceiro triunfo do natural de Belgrado em Indian Wells, onde havia vencido em 2008 e 2011. A conquista do sérvio permitiu diminuir a vantagem de Rafael Nadal no ranking mundial. O espanhol foi eliminado na terceira rodada para o ucraniano Alexandr Dolgopolov.

“Você sempre sonha com um título. Levo aqui do Brasil uma recordação linda, o melhor que já aconteceu na minha carreira”. Federico Delbonis, após conquistar o título do Aberto do Brasil

DIRETORES Ary Meirelles Jacobucci Marcello Luiz de Souza CONTATO Tel: 19 3461-4157 | 9193-0107 E-mail - ary.jacobucci@uol.com.br JORNALISTA RESPONSÁVEL MTB 32468

Americana - Nova Odessa Santa Bárbara - Sumaré

IMPRESSÃO Jornal O Liberal

Os textos publicados no Jornal do Tênis não podem ser reproduzidos sem prévia autorização. Os artigos assinados não significam, necessariamente, a opinião do jornal.

Atualizado em 24/03/2014

1 - S. WILLIAMS (EUA)...........12660 2 - N. LI (CHN)...........................6795 3 - A. RADWANSKA (POL).......5705 2 - V. AZARENKA(BLR)............5681 5 - S. HALEP(DIN)....................4435 6 - J. JANKOVIC(SRB)..............4380 7 - M. SHARAPOVA (RUS).......5206 8 - P. KVITOVA(FRA)................4365 9 - A. KERBER(ALE)..................4490 10 - S. ERRANI (ITA)................. 4195 99 - T. PEREIRA(BRA).................. 628

DUPLAS

“Estou feliz que os resultados apareceram, especialmente por acontecerem em uma rápida sucessão. Aqui estou eu com um troféu”. Roger Federer, campeão do ATP 500 de Dubai

1 - R. NADAL (ESP).................14085 2 - N. DJOKOVIC (SRB)..........10260 3 - S. WAWRINKA (SUI)...........5650 4 - D. FERRER (ESP).................. 5160 5 - R. FEDERER (SUI)................5045 6 - A. MURRAY (GBR)..............4795 7 - T. BERDYCH (CZE)...............4540 8 - J. DEL POTRO (ARG)...........4270 9 - R. GASQUET (FRA).............2905 10 - J. ISNER (FRA)...................2670 86 - T. BELLUCCI (BRA)............... 622

WTA

ATP

RANKING

1 - M. BRYAN (EUA)...............12790 2 - B. BRYAN (EUA)................12790 3 - B. SOARES (BRA)................7330 3 - A. PEYA (AUT).....................7330 5 - M. MELO(BRA)....................5600 6 -I. DODIG (CRO).................... 5140 7 - D. MARRERO (ESP).............5090 8 - R. LINDSTEDT (SUE)...........4640 9 - R. STEPANEK (CZE).............4400 10 - L. PAES (IND).....................4385 79 - A. SA (BRA)........................... 939

FIQUE LIGADO!

Na próxima edição matéria completa do Masters 1000 de Miami, na Flórida, EUA


Jornal do Tênis

Março 2014

Semáforo do tênis SUSTO

Masters 1000 de Miami A torcida norte-americana levou um tremendo susto antes do jogo entre o espanhol Rafael Nadal, número 1 do mundo, e o italiano Fabio Fognini, que se enfrentaram pelas oitavas de final do torneio. O jogo teve seu início atrasado após uma suspeita de bomba na quadra central do complexo Crandon Park Tennis , na ilha de Key Biscayne, na Flórida, nos Estados Unidos. Um pouco antes do início da partida, foi encontrada uma mochila suspeita em frente à entrada local. Todos os portões foram fechados para investigação e análise do conteúdo. Um esquadrão anti-bomba foi chamado e nenhum torcedor pode sair ou entrar do estádio. BOLADA

Almagro xinga Delbonis O espanhol Nicolas Almagro, maior vencedor da história do Brasil Open, foi eliminado em sua estreia da edição 2014 do torneio. O espanhol caiu diante do argentino Federico Delbonis, por 2 sets a 1 com parciais de 3/6, 6/3, 6/2 no Ibirapuera, em São Paulo. Porém, um lance curioso marcou a derrota do espanhol. Numa jogada com os dois tenistas junto à rede, no terceiro set, quando já dominava as ações, o argentino ficou sem opção e jogou a bola em cima de Almagro. No reflexo e meio sem querer, o espanhol acertou a bola e ganhou o ponto, mas não gostou nem um pouco do adversário e xingou Delbonis. “Foi algo que acontece”, disse o argentino após a partida.

03

Na terra de Sheik, o rei local é Roger Federer O suíço Roger Federer, ex-lider do ranking mundial e atual 8º do mundo, conquistou seu sexto título do ATP 500 de Dubai (EAU). Federer derrotou de virada na final o tcheco Tomas Berdych, 6º colocado, por 2 sets a 1 com parciais de 3/6, 6/4, 6/3. Foi a sua segunda vitória seguida sobre um top 10, sendo que na semifinal havia vencido o sérvio Novak Djokovic, número 2 do mundo. A vitória em Dubai pôs fim a um jejum que durava quase oito meses. A última conquista de Federer havia sido em junho de 2013 no ATP 250 de Halle (ALE), a única obtida por ele no ano passado. O natural da Basileia aos 32 anos soma 78 títulos no circuito da ATP e se isola como o terceiro maior campeão de tênis na Era Aberta, superando o norte-americano John McEnroe.

Delbonis é campeão do Aberto do Brasil

WAWRINKA

Evolução no ranking O suíço Stanislas Wawrinka, de 28 anos, depois de escrever seu nome entre os grandes do tênis ao derrotar o espanhol Rafael Nadal, número 1 do mundo, na final do Aberto da Austrália, tornou-se campeão de um Grand Slam pela primeira vez na carreira. Em quatro anos, Wawrinka foi primeiro tenista a quebrar o domínio de títulos de Nadal, Federer, Djokovic e Murray em Grand Slams. O último fora desse grupo foi o argentino Del Potro no US Open em 2009. Em 2004, Wawrinka ocupava a 168ª posição, em 2010 era o 21º do ranking e atualmente é o número 3 do mundo.

Você sabia? Você sabia que o Masters 1000 de Indian Wells, na Califórnia, é considerado o 5º Grand Slam? O ATP de Indian Wells, também conhecido como BNP Paribas Open, para fins de patrocínio, é um torneio profissional de tênis masculino disputado em quadra dura no Indian Wells Tennis Garden, em Indian Wells, nos Estados Unidos. Como ATP Masters Series, inclui noventa e seis jogadores na chave de simples. Os trinta e dois cabeças de chave pulam a primeira rodada (começam de bye). É considerado o evento tenístico com maior público depois dos Grand Slam, com mais de 250.000 espectadores nas duas semanas que acontece. Em 2009, Larry Ellison comprou o torneio e o local onde é disputado, o Indian Wells Tennis Garden.

O tenista argentino Federico Delbonis che- da o italiano Paolo Lorenzi, 114º colocado, gou a São Paulo para a disputa do Brasil por 2 sets a 1 com parciais de 4/6, 6/3 e 6/4. Open tendo vencido apenas dois dos sete Delbonis é o segundo tenista argentino a jogos disputados no ano. Mas, mesmo as- erguer a taça no Brasil, pois o único até ensim, derroto o tricampeão Nicolás Almagro tão era Guillermo Cañas, na edição de 2007. na segunda rodada e sai de São Paulo com “Levo aqui do Brasil uma recordação linda, o o primeiro título de um torneio de nível ATP melhor que já aconteceu na minha carreira”, da carreira. Na decisão ele derrotou de vira- disse o argentino.

Data do Brasil Open será antecipada em 2015 A organização do Brasil Open, que acabou em 1º de março, aposta nas melhorias feitas na edição deste ano para escapar da concorrência de dois grandes torneios em 2015. O evento de São Paulo trocou de data com o de Buenos Aires e será disputado a partir do dia dia 9 de fevereiro. O Brasil Open deixará se ser simultâneo com Dubai e Acapulco.


04

Fisioterapia & tênis

Jornal do Tênis

Março 2014

Alisson Zinato Cândido alissonkrt@hotmail.com

Temperatura Corpórea Olá caros leitores do Jornal do Tênis! Trarei ao conhecimento de todos, um pouco de fisiologia geral, onde abordarei o assunto de como nosso corpo regula a temperatura corporal em repouso e durante os exercícios. Vocês verão uma grande complexidade de eventos celulares, mas também uma perfeição e eficácia de nosso corpo naquilo que lhe é solicitado. Para falarmos em temperatura corporal, temos que compreender um pouco mais sobre o Hipotálamo. Ele tem o tamanho de uma ervilha (cerca de 1/300 do peso total do cérebro), mas é responsável por alguns comportamentos muito importantes para o indivíduo. Uma das funções do Hipotálamo é o controle da temperatura corporal, funcionando como um «termostato». Assim, se a temperatura corporal estiver alta, o Hipotálamo faz com que os capilares que passam pela pele aumentem de diâmetro, permitindo que o esfriamento do sangue. O Hipotálamo também controla a hipófise, que por sua vez controla o sistema endócrino. Mas qual a importância de sabermos nossa temperatura durante a prática de atividades físicas? Exímia magnitude, pois frio demais a musculatura lisa e estriada enrijecem , levando o sangue para órgãos principais, como coração e fígado e deixando extremidades do corpo sem sangue, podendo causar morte celular, quente demais, produz uma desnaturação de proteína, podendo levar a pessoa à óbito. O limiar estudado onde encontra-se maior desempenho muscular, está entre 38,8 e 41,6ºC.“Princípios fisiológicos do aquecimento e alongamento muscular na atividade esportiva” (migre.me/iwHZV). Nosso corpo está o tempo todo buscando o equilíbrio desta temperatura, para que possamos sim, praticarmos nossos esportes e não venhamos sofrer com lesões. E é sobre como isso ocorre que entenderemos agora. Vamos pensar em 3 sistemas primordiais para a regulação da temperatura corpórea:

O sistema sensorial, que é tudo que sentimos, dor, tato, pressão, temperatura, vibração, visão, audição, gustação, olfação. O sistema efetor, que são os trabalhadores de nosso corpo, os músculos, os orgãos e glândulas. O sistema nervoso, que é na maioria das vezes que comanda as ações. Sendo assim, vejamos como o corpo regula a temperatura corporal. Em uma situação hipotética, onde estamos com muito calor, sendo notório que neste momento, o motivo deste calor não é importante, sua pele (sistema sensorial), através de neurônios termorreceptores, levarão uma mensagem aferente para o hipotálamo (sistema nervoso), que já vimos anteriormente que é o hipotálamos que regula nossa temperatura corporal, e lhe dirá: - Hipotálamo, você não está vendo que a pele está sofrendo com a alta temperatura? - Muito obrigado Sistema Sensorial, estou vendo sim, já sei o que fazer! Nesse momento o hipotálamo mandará uma mensagem eferente as glândulas sudoríparas (sistema efetor), que por sua vez, excretarão suor sobre a pele para baixar a temperatura. Simultaneamente,

o sangue é direcionado para a parte mais superficial da pele, fazendo com que o ar, toque na pele e resfrie o sangue que está quente, (convecção),retornando para os órgãos vitais mais refrigerado e esfriando o corpo em geral. É por isso que ficamos com a pele vermelha quando estamos praticando exercícios. E é deste jeito que o corpo controla a temperatura corporal. Não é fantástico? Do mesmo modo acontece no frio, a pele (sistema sensorial) informa o hipotálamo (Sistema nervoso) sobre estar sofrendo com o frio, que por sua vez, manda um comando para os músculos dispararem vários espasmos simultâneos nos locais de maior frio, onde se tem movimentação das moléculas gerando calor. É por isso que trememos quando temos frio, isso é uma resposta para o que estamos sentindo. Caros leitores, espero ter elucidado o assunto e contribuído para a intelectualidade e prática de atividades físicas de cada um de vocês. Até o próximo artigo. Abraços.

Alisson Zinato Cândido é discente do 8º semestre do curso Bacharelado em Fisioterapia


Março 2014

Jornal do Tênis

05

Corrida dos Campeões reuniu 80 tenistas na abertura da temporada de 2014 Foi realizado nos dias 14, 15 e 16 de março o torneio Corrida dos Campeões 2014 da academia Americana Tennis Center (ATC). Os jogos foram realizados na quadras de saibro da academia e contou com a participação de 80 tenistas nas diversas categorias. Houve premiação em dinheiro na categoria Especial e nas demais categorias todos os atletas receberam troféus de campeão e vice-campeão. Todos os atletas inscritos receberam camisetas alusivas ao torneio. “Foi um sucesso de inscritos e também de público prestigiando o evento”, disse o professor Rafael D’Agostini que foi um dos responsáveis da organização do torneio. Confira o quadro de honra e as fotos dos campeões e vice-campeões:

Cleiton e Emerson - Categoria iniciante

Thomás e Matheus - Categoria juvenil

Henrique e Marinho - Categoria Intermediário

Cíntia e Cláudia - Categoria feminino

QUADRO DE HONRA Categoria Especial Cicero Albuquerque 2 x 0 Michael Douglas (6/4 6/3) Categoria Intermediário Marinho Benette 2 x 1 Henrique Silva (5/7 6/0 10/6) Categoria Principiante Cleiton Marques 2 x 0 Emerson Oliveira (6/2 6/0) Categoria Feminino Cintia Peninpedo 1 x 0 Cláudia de Almeida (9/6) Categoria Infantil Tomás Guindling 1 x 0 Mateus Zanaga (9/7)

O diretor do Jornal do Tênis entre os professores Henrique e Rafael, organizadores do torneio

A Cat. Avançado, a final será disputada entre Carlos de Godoy (Cacá) e Gabriel Costa no próximo final de semana! A próxima etapa será disputada em Maio nos dias 16, 17 e 18!

Cícero e Michael - Categoria especial


Jornal do Tênis

06

Março 2014

Set Point com Ary Meirelles Jacobucci

1

O argentino Federico Delbonis depois de deixar países reunindo personalidades e pelo caminho na segunda rodada o tricampeão lendas do esporte. Em Nova York, nos Estados Nicolas Almagro, sai da cidade de São Paulo com Unidos, os tenistas Andy Murray e Novak Djokovic roubao primeiro título da carreira. Aos 23 anos de idade, ram a cena quando na disputa de um ponto no jogo no Delbonis conquista o seu primeiro título de um torneio de Madison Square Garden eles pararam para produzir um nível ATP da carreira. Na decisão disputada no Ginásio do “selfie” cada um com o seu celular. As imagens foram publiIbirapuera, o argentino venceu o italiano Paolo Lorenzi, 114º cadas imediatamente nas redes sociais e levou o público a do ranking, por 2 sets a 1 com parciais de 4/6, 6/3 e 6/4. Nos um verdadeiro delírio. últimos quatro anos Delbonis havia parado no qualifying, sendo que na edição de 2013, ele nem conseguiu passar Saretta voltou? O tenista americanense Flávio da primeira rodada. Com o título, ele é apenas o segundo Saretta Filho que está aposentado desde 2009 tenista argentino a conquistar o título no Brasil. O único até se inspirou na vinda do tenista alemão Tommy então havia sido Guillermo Cañas, campeão em 2007. Haas de 35 anos que se encontra perto do top 10, ao Brasil Open para voltar a jogar um torneio profissioO sérvio Novak Djokovic, número 2 do mundo, nal. A organização do torneio concedeu um convite para demorou, mas conquistou seu primeiro título da o atual comentarista da Bandsport disputar o qualifying. temporada de 2014 no circuito da ATP. O sérvio Saretta caiu logo na primeira rodada quando foi derrotado derrotou de virada o suíço Roger Federer, 8º co- pelo austríaco Philipp Oswald, mas a empolgação foi tanta locado, por 2 sets a 1 com parciais de 3/6, 6/3 e 7/6(7/3) na que depois continuou a bater bola com muitos jogadores e final do Masters 1000 de Indian Wells, na Califórnia (EUA). vários amigos durante o evento em São Paulo. Foi o terceiro título do natural de Belgrado em Indian Wells, onde também havia vencido em 2008 e 2011. Com o troféu O mais tradicional torneio internacional infantoem Indian Wells, Nole diminuiu a vantagem de Rafael Na-juvenil do Brasil foi realizado no estado de São dal no ranking mundial. No confronto direto entre Djokovic Paulo na cidade de São José do Rio Preto, que e Federer, o sérvio obteve a sua 16ª vitória frente ao suíço, durante anos foi uma das grandes casas do tênis que já venceu Djokovic em 17 partidas. Além disso, o sér- brasileiro como a Copa Davis e o Circuito Nacional Correios vio manteve o jejum de Federer que segue sem títulos de Infanto Juvenil de Tênis. O brasileiro Orlando Luz conquisMasters 1000 desde agosto de 2012. A última conquista do tou o 44º Banana Bowl – Copa Mundial de Tênis na catesuíço foi justamente contra Djokovic, em Cincinnati (EUA). goria 18 anos masculino e quebrou um tabu de 33 anos na final diante do também brasileiro João Menezes. Com a quadra central do Clube Monte Líbano lotada, Orlando Luz No dia 3 de março, foi comemorado o Dia internacional do Tênis, data instituída pela ITF (Federa- derrotou João Menezes por 2 sets a 0 com parciais de 6/3 ção Internacional de Tênis) no ano passado com e 7/5. A última vez que um brasileiro havia sido campeão a finalidade de promover o esporte para todos de 18 anos masculino foi em 1981, quando Eduardo Oncins os lugares do mundo. E o dia foi comemorado em vários conquistou o título de campeão.

2

4

5

6

Foi um sucesso o torneio Corrida de Campeões da academia Americana Tennis Center (ATC). O torneio marcou a temporada de 2014 e reuniu 76 tenistas de várias categorias no complexo de saibro da ATC. Houve premiação em dinheiro na categoria Especial e nas demais todos os finalistas ganharam troféus. O Jornal do Tênis acompanhou os jogos durante todo o evento e ficou impressionado com o alto nível dos jogos de todas as categorias. Parabéns aos organizadores Rafael D’Agostini e Henrique Defavari por mais um grande evento de sucesso em Americana.

7

Fechando Set Point do mês de março, O Jornal do Tênis parabeniza os tenistas Rafael Beraldo de Souza e Giovana Maia Costa que vão receber o prêmio “Destaques Esportivos” no dia 4 de abril na Câmara Municipal de Americana.

Um grande abraço a todos e até Abril!

3

Ary Meirelles Jacobucci ary.jacobucci@uol.com.br


Jornal do Tênis

Março 2014

Match Point TIME DO CORAÇÃO? O meu time do coração é o São Paulo. DESTRO OU CANHOTO? Sou destro e bato o backhand com apenas uma mão. QUAL FOI O GOLPE QUE TEVE MAIS DIFICULDADE PARA APRENDER? O golpe que tive mais dificuldade para aprender foi o backhand. E O GOLPE QUE TEVE MAIS FACILIDADE? O que tive mais facilidade foi o forehand. QUAL É O SEU MELHOR GOLPE? O meu melhor golpe é o backhand na paralela. QUANDO E COMO COMEÇOU A JOGAR TÊNIS? Comecei a pegar bolinha aos 13 anos em Vinhedo na quadra de tênis do Condomínio São Joaquim. Aprendi a jogar através da observação como boleiro e daí comecei a jogar com os alunos do professor de tênis. Logo depois, para ser mais exato, sete meses depois que comecei a jogar, ganhei um torneio no campeonato do Condomínio. Fui pegando o gosto pelo esporte e atualmente sou professor de tênis no Clube do Bosque de Americana, no Clube Paraíso das Águas em Sumaré e também na prefeitura de Sumaré. QUAL É O TIPO DE QUADRA DE SUA PREFERÊNCIA? Eu prefiro as quadras saibro.

07

com  QUAL É O SEU ÍDOLO DO TÊNIS? É o espanhol Rafael Nadal. E DAS MULHERES? A russa Maria Sharapova. QUAL É A SUA EXPECTATIVA PARA ESSE ANO DE 2014? A minha expectativa para esse ano é de continuar dando aulas de tênis e principalmente trabalhar na formação dos meus alunos. O QUE FAZ QUANDO NÃO ESTÁ NAS QUADRAS? Gosto muito de ficar na minha casa assistindo televisão com a minha esposa. QUAL É A SUA RAQUETE PREDILETA? A minha raquete predileta é a Wilson BLX. QUAIS FORAM AS SUAS PRINCIPAIS CONQUISTAS? Tive várias conquistas, mas a principal e a mais marcante foi no Country Clube de Valinhos quando fiquei campeão da Liga de Tênis Campineira. QUAL A MENSAGEM QUE GOSTARIA DE DEIXAR PARA OS TENISTAS DE AMERICANA E REGIÃO? A mensagem que eu gostaria de deixar para os tenistas de Americana e região é que continuem treinando e jogando com bastante dedicação. EU GOSTO DE JOGAR TÊNIS PORQUE... “o tênis é como se fosse a minha vida”.

Anderson Zagui

“O tênis é um grande prazer, é como se fosse a minha vida”


Jornal do Tênis

08

Orlando Luz conquista o Banana Bowl

Março 2014

Nadal visita o Cristo Redentor

Antes de disputar o ATP 500 do Rio de Janeiro, o número 1 do mundo, aproveitou e fez um pouco de turismo na Cidade Maravilhosa. Nadal ficou fascinado com um dos pontos turísticos mais famosos do Rio. “É uma das coisas mais espetaculares que vi. É mui-

to bonito. A imagem de Cristo é espetacular. É uma sorte estar no Rio, é sempre bom conhecer lugares novos. Nos torneios, nem sempre conseguimos fazer turismo. Ver esse lugar é especial e estou aproveitando com minha equipe”, disse Nadal. Apaixonado

por futebol (ele torce para o Real Madri) o tenista também conheceu o Maracanã e assistiu o clássico Flamengo e Vasco pelo Campeonato Carioca. Antes do jogo, o tenista espanhol teve a honra de pisar no gramado para dar o pontapé inicial do clássico carioca.

Orlando Luz e João Menezes O brasileiro Orlando Luz conquistou o 44º Banana Bowl – Copa Mundial de Tênis na categoria 18 anos masculino e quebrou um tabu de 33 anos na final diante do também brasileiro João Menezes. Com a quadra central do Clube Monte Líbano lotada, Orlando Luz derrotou João Me-

nezes por 2 sets a 0 com parciais de 6/3 e 7/5. A última vez que um brasileiro havia sido campeão de 18 anos masculino foi em 1981, quando Eduardo Oncins conquistou o título jogando a final com o também brasileiro Edvaldo Oliveira em São Paulo.

Foi um sucesso a cirurgia de Del Potro

Os maiores campeões da ATP em títulos

Fim de parceria

O tenista britânico Andy Murray, número 3 do mundo, e o tcheco naturalizado norte-americano Ivan Lendl anunciaram no dia 19 de março o fim da parceria que já durava dois anos. Com Lendl como treinador, o britânico conquistou durante esse período os títulos do Aberto dos Estados Unidos, de Wimbledon e dos Jogos Olímpicos de Londres. O tenista Andy Murray se tornou o primeiro cidadão do reino Unido a vencer Wimbledon desde 1936. Murray derrotou na final de 2013 o sérvio Novak Djokovic por 3 sets a 0 com parciais de 6/4, 7/5, 6/4 após 3h09min de partida na quadra central do All England Club. Foram 77 anos desde o título de Fred Perry que foi o último britânico a vencer Wimbledon em 1936.

O tenista argentino Juan Martin Del Potro passou por uma cirurgia no punho esquerdo. A cirurgia foi um sucesso e foi realizada no dia 24 de março em Rochester, Minnesota, Estados Unidos. O médico que fez a cirurgia Richard Berger disse que o quadro do punho esquerdo do tenista era pior do que o imaginado, mas mesmo assim a cirurgia foi boa e saiu muito bem, como o previsto. “Olá a todos, aqui ainda estou dolorido pela cirurgia, mas por sorte tudo saiu bem. Obrigado a todos pelas demonstrações de afeto”, disse o argentino campeão do US Open de 2009.

1º JIMMY CONNORS (EUA)...................... 109 2º IVAN LENDL (EUA)................................. 94 3º ROGER FEDERER (SUI)...........................78 4º JOHN MACENROE (EUA)....................... 77 5º PET SAMPRAS (EUA)............................. 64 5º BJORN BORG (SUE)............................... 64 7º RAFAEL NADAL (ESP)............................ 62 7º GUILLERMO VILAS (ARG)..................... 62 9º ANDRE AGASSI (EUA)............................ 60 10º ILIE NASTASE (ROM)........................... 58


Jornal do Tênis

Março 2014

09

Técnicos presentes no Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre falam da rotina das viagens

Daniel Orsanic fala sobre a importância do alto astral na equipe

Guillermo Guerreño destaca as trocas de experiências

Carlos Mealla observa as dificuldades pelos custos com viagens

Cerimônia de abertura reuniu tenistas, lideranças e convidados na Associação Leopoldina Juvenil

Semi de duplas em Roland Garros e no US Open, Zeballos disputa o São Paulo Challenger de Tênis Competição, apresentada pelo Itaú por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, conta com atletas de oito países, entre os quais sete ex-top 90, jogadores da Davis e destaques nacionais. A segunda edição do São Paulo Challenger de Tênis, apresen-

tado pelo Itaú por meio da Lei Federal de Incentivo ao Esporte, promete ótimos jogos para o público que comparecer ao Clube Paineiras do Morumby, de 12 a 20 de abril de 2014. De acordo com a lista divulgada pela ATP, o evento contará com a participa-

ção de atletas de oito países, entre os quais sete ex-top 90, além de outros grandes nomes. Algoz do espanhol Rafael Nadal na final do ATP de Viña del Mar, em 2013, o argentino Horacio Zeballos, de 28 anos de idade, é um dos destaques da competição.

A vida dos tenistas juvenis que sonham em se tornar atletas profissionais exige uma rotina de muitos sacrifícios. São treinos, alimentação balanceada e viagens que geram longos períodos longe de casa e muitos gastos. Os treinadores que acompanham os atletas das categorias 14 e 16 anos no circuito da Confederação Sul-Americana de Tênis (Cosat) elegem essas duas últimas questões como as maiores dificuldades a serem enfrentadas. Nos intervalos dos jogos na Sogipa, válidos pelo 31º Campeonato Internacional Juvenil de Tênis de Porto Alegre, eles falam desse quotidiano. Para o argentino CARLOS MEALLA, 29 anos, que acompanha o compatriota Bruno Caula, nos 14 anos masculino, a questão financeira é o principal obstáculo a ser superado durante as viagens. “A situação econômica na Argentina não é boa, por isso, quando viajamos para o Exterior, tudo está mais caro. Passagens, hospedagem e alimentação envolvem muito dinheiro, portanto acredito que as maiores dificuldades são as econômicas”,aponta Mealla. O paraguaio GUILLERMO GUERREÑO, que acompanha Bruno Britez Risso, da chave dos 16 anos, e mais sete atletas, ressalta que viagens com mais de uma escala são as mais complicadas. “Quando temos que jogar um torneio no Brasil, na Argentina ou no Chile, geralmente é mais fácil, porque o voo é direto. Mas quando precisamos ir até a Colômbia ou a Venezuela, o desgaste é maior, porque é preciso fazer pelo menos uma escala”, afirma. Guerreño também aponta Colômbia e Chile como os

países mais custosos. “Em geral, gastamos mais quando viajamos para esses países. Lá, as coisas estão mais caras. Aqui no Brasil, os custos subiram, creio que em razão da Copa do Mundo, mas ainda são mais baratos do que Colômbia e Chile”,salienta. Apesar das complicações, todos afirmam que os pontos positivos são maiores do que os negativos.“A troca de experiências é muito boa. No início da turnê, todos são mais quietos, mas com o passar das viagens vamos conhecendo os treinadores e os atletas de outros países e começamos a criar um vínculo muito bom, afinal, viajamos para os mesmos torneios. No caso do Bruno (Britez Risso), por exemplo, ele se dá muito bem com adversários diretos, como o Camilo Ugo (Argentina) e o Felipe Meligeni Alves (Brasil)”, observa Guerreño. O argentino DANIEL ORSANIC, ex-tenista profissional, que acompanha três atletas no torneio, destaca que a disciplina dos jogadores também faz a diferença durante os períodos de viagem: “Temos códigos de educação e conduta dentro da equipe, portanto, a disciplina dos jogadores é fundamental para aguentar esses períodos de viagens”. Orsanic ressalta ainda que a motivação e o alto astral dos atletas também ajudam a aliviar o estresse. “Essa é uma rotina muito cansativa para todos. Mas os jogadores procuram sempre se motivar, pois sabem que, para jogar em alto nível, é preciso sacrifícios. Muitas vezes, costumo encontrar os atletas rindo ou brincando entre si, e isso ajuda a aliviar as tensões do dia a dia”, finaliza.


10

Raquetadas

Jornal do Tênis Rogerio Kawakami rogerio@raquetesclube.com.br

Março 2014


Março 2014

Jornal do Tênis

Pós-graduação em Tênis de Campo O professor Ary Meirelles Jacobucci concluiu o curso de pós-graduação em tênis de campo na Escola Superior de Educação Física de Jundiai (ESEF). No dia 8 de março apresentou o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) com o título: “Tênis de campo em Americana, SP: uma trajetória de sucesso”. A pesquisa é sobre a trajetória do tênis de campo de Americana/SP, desde seu pioneiro e precursor, que foi o tenente Osvaldo Fernandes de Sá, até Flávio Saretta Filho, que se destacou como tenista profissional, chegando a ser o número 1 do Brasil e 44º do ranking da ATP. O trabalho teve como proposta resgatar a memória do contexto histórico do tênis de campo na cidade de Americana/ SP até a contemporaneidade, com a sua evolução e desenvolvimento.

11

Prêmio Destaques Esportivos de Americana A quarta edição do Prêmio Destaques Esportivos de Americana acontecerá no dia 4 de abril na Câmara Municipal a partir das 19 horas. Serão premiados 75 representantes de diversas mo-

A orientadora do TCC professora doutora Maria Teresa K. Leitão

Rafael Beraldo de Souza

Giovana Maia Costa

dalidades esportivas, além de cinco funcionários da Secretaria de Esportes e dois jornalistas. No tênis de campo os atletas indicados foram Rafael Beraldo de Souza e Giovana Maia Costa.


Jornal do Tênis

12

Março 2014

Flagras!

A categoria do backhand do letão Ernests Gulbis

O carismático Roger Federer

O professor Vitinho com os alunos da Baby Tênis do Clube do Bosque

Thomás treinando o fundamento do saque

O ‘gênio’ do tênis Roger Federer

Guga e Nadal: duas feras do tênis mundial

A descontração das meninas depois do treino!

O alemão Tommy Haas com a filha

O charme de Giovana Mirandola

A aniversariante do mês de Março: Aryane Jacobucci com o professor Rafael


Jornal do Tênis | Edição 70