Page 1

Campinas DOMINGO 14 / 08 / 2016

CORREIO POPULAR O australiano Baz LUHRMANN leva o seu famoso estilo EXTRAVAGANTE, apresentado em filmes como Moulin Rouge e O Grande Gatsby, para a Netflix. O cineasta é o responsável pela NOVÍSSIMA produção The Get Down, SÉRIE que retrata, por meio de seus jovens, as origens do HIP-HOP na Nova York dos anos 1970

...que Rita Lee será o alienígena Grão Mestre e Chanceller na nova série nacional da Warner, Manual para se Defender de Aliens, Ninjas e Zumbis. Prevista para estrear no fim do segundo semestre, a produção dirigida por André Moraes conta a história de três amigos que se unem contra a ameaça de uma aliança, como o nome diz, entre aliens, ninjas e zumbis para conquistar o planeta Terra e escravizar a raça humana. Os atores escolhidos como protagonistas são Michel Joelsas (Que Horas Ela Volta?), Daphne Bozaski (Experimentos Extraordinários) e Thalles Cabral (Amor à Vida). André Abujamra entra como o mestre da resistência humana e do manual que dá título ao programa. Rita Lee chegou a ser convidada para interpretar a avó dos garotos, mas preferiu ficar apenas na participação especial. O papel ficou então com Jandira Martini.

espetaculoso

FIQUE SABENDO...

HIP-HOP

Divulgação

Shaolin Fantastic (Shameik Moore) sonha em ser DJ e, ao lado de Ezekial (Justice Smith), um poeta, transformam a história do Bronx e do hip-hop

As origens do movimento hiphop na Nova York dos anos 1970 são o enredo da nova poderosa produção da Netflix, The Get Down, cujo seis primeiros episódios foram liberados na plataforma anteontem. Mas calma, não pense estar diante de um documentário histórico ou um pesado drama underground sobre os movimentos culturais entre latino-americanos, jamaicanos e afro-americanos da cidade que deram início ao gênero musical. Quem comanda a empreitada é o cineasta australiano Baz Luhrmann, conhecido principalmente por suas extravagâncias no cinema, contando grandes histórias em mundos feéricos e espetaculosos. E apesar de ter dito, lá no passado, que Moulin Rouge (2001) encerraria a trilogia "red curtain", a cortina vermelha - formada ainda por Romeu + Julieta (de 1996, sim, aquele com Leonardo DiCaprio) e Vem Dançar Comigo (1992) -, as exuberâncias nunca saíram de seus trabalhos. O Grande Gatsby (2013), novamente com DiCaprio, é a melhor prova de que glamour e luxo ainda permeiam os trabalhos do australiano. Se ele nunca negou que poderia fazer outros musicais, ninguém imaginava, entretanto,

NESTA SEMANA... ...a HBO começa a filmar a terceira temporada de PSI. As gravações começam amanhã, em São Paulo, e o novo ano terá um formato diferente: serão cinco histórias contadas em dez episódios. No primeiro capítulo, o psicanalista Carlo Antonini (Emílio de Mello) enfrenta um diagnóstico difícil, despertando no personagem perguntas existenciais, algumas memórias aparecerão como lembranças e até mesmo fantasias sobre seu passado irão atormentá-lo. Além disso, o canal inicia em setembro as filmagens da segunda temporada de O Hipnotizador, no Uruguai. Serão oito capítulos, que prometem mostrar o caminho do enigmático protagonista Natalio Arenas em busca de uma vida nova.

que o diretor branquelo do outro lado do mundo falaria sobre o hip-hop do Bronx. Para isso, ele contou com o DJ Grandmaster Flash, um dos pioneiros do movimento que, inclusive, é retratado na série, como consultor do projeto; o rapper Nas, responsável pelas canções originais dos 12 episódios; e Nelson George, jornalista e crítico musical especialista em música negra. O resultado dessa mistura na tela é espetacular, com um quê de realismo, um toque de fantasia, uma câmera nervosa, excelentes interpretações e muita poesia. Os seis episódios finais serão liberados só no ano que vem. O cenário é um Bronx em guerra numa época que Nova

York passava longe da cidade que fascina o mundo hoje em dia. O bairro é dominado pela violência, pobreza e decadência, com gangues disputando território enquanto um rico empresário e líder comunitário destrói o bairro para reconstruí-lo a preços milionários. Nesse meio, surgem seis jovens em busca de tempos melhores, todos com perspectivas de superar as enormes dificuldades que os cercam com arte. Três deles lideram as investidas. Shaolin Fantastic (Shameik Moore) é um rei do grafite que quer ser DJ. Grandmaster Flash promete ensiná-lo, mas ele precisa achar um "poeta", o cara que, enquanto o DJ mantém a batida forte na pista de dança

nas quebradas do Bronx, preenche o som com a letra que quiser, animando o público. Mylene (Herizen Guardiola) é uma cantora excepcional que pode ser ouvida aos domingos na igreja comandada pelo pai, que a trata com rédeas curtas. Ela sonha em ser a próxima diva da Disco, algo do capeta para o chefe da família. Para isso, ela conta com a ajuda de Ezekial (Justice Smith, excepcional), o rapaz apaixonado por ela e pelas letras, com um talento excepcional para rimar e contar histórias. Ele é o poeta que Shaolin procura, mas até esse encontro acontecer, muita coisa vai rolar pelas perigosas ruas do bairro. A qualidade cultural apresentada é enorme, desde as letras das canções que agitam as festas, a maioria para contar duras histórias de vida, até a fotografia de época que mescla uma reprodução histórica impecável com imagens reais. Os excessos de Baz Luhrmann estão presentes o tempo todo, em espetaculosas batalhas de dança, nos grafites que expressam dores e orgulhos dos jovens, e, claro, no enredo que algumas vezes beira a literatura fantástica. Mas são eles, os excessos, que deixaram essa produção um deleite de ver.

Serí(e)ssima - The Get Down  

Crítica da série da Netflix

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you