Page 1

“Perda da Biodiversidade pode estar superestimada”

Atualmente, os níveis de desmatamento e perda da biodiversidade estão realmente altos e assustadores levando as pessoas a terem maiores preocupações em relação ao seu futuro na Terra. Mas acontece que um estudo da Universidade da Califórnia revelou que os cálculos utilizados para que se obtenha um parâmetro da perda da biodiversidade são fundamentalmente falhos. Com essa descoberta dirigida pelo professor de Ecologia e Biologia Evolutiva e provas matemáticas, pode-se dizer que as estimativas anteriores poderiam ser divididas por 2,5 para que se obtenha o valor real do desmatamento. A enorme discrepância entra o valor estimado e o real das perdas da biodiversidade se deve ao fato da dificuldade de se calcular diretamente as taxas de extinção. Então os cientistas normalmente usam a abordagem que funciona indiretamente, calculando a relação espécie-área. E para que se calculem os animais que restaram na área devastada os cientistas somente revertem os cálculos. Recentemente, o Inpa (Instituto Nacional de Pesquisas Ambientais) constatou que um erro semelhante ocorreu no cálculo da perda de biomassa e liberação de CO2 na Amazônia. O erro se deu por causas semelhantes, já que os cientistas não faziam as medições diretamente, e não incluíam a densidade dos diversos tipos de árvores nas equações. Felizmente, após cálculos que utilizaram os métodos corretos, foi constatado que na realidade foram liberados 24 milhões de toneladas de CO2 a menos do que anteriormente era estimado. Essa notícia poderia ser potencialmente perigosa se transmitida às grandes massas pelos meios de comunicação, já que a maioria da população não interpretaria a notícia corretamente, e provavelmente acharia que a natureza não precisaria mais de todo o zelo pela qual temos hoje. Além disso, poderíamos ver políticas de proteção ambiental se tornando menos rígidas ao


redor do mundo. Também houve exagero das informações por meio das mídias mais abrangentes, o que acabou favorecendo a natureza, já que as notícias acabavam assustando os telespectadores, e consequentemente esses eram conscientizados sobre a situação do planeta. Mas ao sabermos que a situação da Terra está um pouco melhor do que era estimado, só podemos obter mais esperança, sabendo que teremos mais tempo para salvarmos nossa natureza.

Fontes:  http://noticias.terra.com.br/ciencia/noticias/0,,OI5136882-EI238,00Perda+da+biodiversidade+pode+estar+superestimada+diz+estudo.html  http://tecnologia.uol.com.br/ultimas-noticias/afp/2011/05/18/perda-dabiodiversidade-pode-estar-superestimada-diz-estudo.jhtm  http://www.ilista.com.br/artigo-891-44610-noticias-perda-dabiodiversidade-pode-estar-superestimada-diz-estudo.html  http://www.fapeam.am.gov.br/noticia.php?not=3017 http://www.google.com.br/imgres?imgurl=http://novo.maternatura.org.br/imagen s/informativo/maio_2011/biodiversidade

João Ricardo Thiago Mendes Ensino Médio 1º C

“Perda da Biodiversidade pode estar superestimada”  

Atualmente, os níveis de desmatamento e perda da biodiversidade estão realmente altos e assustadores levando as pessoas a terem maiores preo...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you