Issuu on Google+


Também colaboram:

Hotel Kensington 

Estrada Castela nº 832   telf.: 981 38 73 26

Kensington Sports Wear Estrada de Castela nº828 tel.: 981 39 18 98


15 anos construindo poder popular Chegamos a esta ediçom do Festival da Terra e a Língua coincidindo com o XV aniversário da Fundaçom Artábria. É um caminho longo o percurso até aqui e queremos chegar ainda mais longe. O Festival, primeiro no Moinho de Pedroso e agora em Júvia, é a nossa aposta mais consolidada, umha verdadeira montra do pulso criativo do país e também um espaço de debate sobre temas que afetam diretamente o povo galego. Mas evidentemente nom é o Festival da Terra e da Língua o único que fazemos em todo o ano. A Fundaçom Artábria tem um trabalho constante durante todo o ano de dinamizaçom social e cultural. Isto vê-se refletido noutras citas consolidadas, como a homenagem anual ao professor Carvalho Calero, a nossa aposta na visibilizaçom do reintegracionismo no Dia das Letras, a chegada do Apalpador no natal, a festa de fim de ano, o Entruido, os Maios, o Sam Joám… e também noutras atividades como atuaçons musicais, teatro, apresentaçons de livros, debates, palestras, exposiçons… sempre centrad@s na realidade nacional e local e sempre, naturalmente, em galego. Durante estes 15 anos de existência fôrom centos os grupos, atores e atrizes, artistas e membros de distintos movimentos sociais, políticos ou sindicais que passárom polo nosso centro social ou participárom no Festival da Terra e da Língua. Precissaríamos todas as páginas do livrinho para escrever todos os nomes, mas por citar só umhas poucas de essas pessoas... Roberto Vidal Bolanho, Quico Cadaval, Mofa e Befa, Paula Carvalheira,


Candido Paçó, Carlos Branco, Leandro Lamas, Pedro Brandariz, Xurxo Souto... Miguel Vento, Ramiro Vidal, Séchu Sende. Maria Lado, Alberte Momám, ... Dani o Mago, Mago Teto, Fiz,... Skárnio, Os Carunchos, Ruxe-Ruxe, Mini e Mero, Os trés trebóns, Nao, Skacha, A Matraca Perversa, Cuchufelhos, Dandy Fever, Dios Ke Te Crew, Retobato, Ugia Pedreira, Kogito, Lamatumbá, Sacha na Horta, Sés, ... Carlos Taibo, Lidia Senra, Antón Masa, Ramom Muntxaraz, Francisco Rodríguez, Carlos Velasco, Bernardo Maiz, Laura Bugalho, Manuel Gago, Martinho Montero Santalha, Antom Cortiças... Com umha perspetiva reintegracionista, mas abrindo a porta a outras óticas e orientaçons, com a condiçom inegociável do galego. Este projeto respira em galego. Nestes 15 anos de trajetória houvo acertos e também erros. A autocrítica ajudou-nos a melhorar e continuar para a frente. A dia de hoje o nosso maior aval som os centos de pessoas que se achegam ao nosso local e participam nas diferentes atividades. Nas dúzias de artistas que encontrárom no nosso local umha plataforma para dar a conhecer a sua obra. E o reconhecimento dentro do tecido associativo cultural galego como entidade especialmente ativa e que abriu um novo caminho. Saudamos a vossa presença aqui, muito obrigad@s por quererdes partilhar esta jornada festiva connosco e oxalá podamos voltar a saudar-nos no ano que vem. Terra de Trasancos, 13 de setembro de 2013


Rua rio mi単o, 6-8 baixo Freixeiro -Naron

hamburguesas bocadillos ambiente tranquilo


Que é para ti a Fundaçom Artábria? Terra, lingua , solidariedade, amizade e compromisso Manolo, músico de Zënzär, Cerzeda

A @FArtabria é exemplo e referência fundamental no trabalho popular e de base para a construçom nacional da #Galiza Diário Liberdade, portal anticapitalista galego

@FArtabria é um projeto coletivo que exemplifica a Galiza digna e generosa Gerardo Uz, Compostela

@FArtabria, referente e precursora do conjunto de centros sociais e muitas defensoras e defensores do galego. Parabéns e obrigad@s!

  Centro Social Gomes Gaioso, Corunha

Artábria foi a minha segunda casa quando vivia em Ferrol Miriam Fraga Mouce, Vigo

A Fundaçom Artábria amais de ser um espaço de liberdade, tém a valia de ser um referente na defesa dumha terra, umha lingua e umha fala como a cançom de Saraibas. Para mim é um orgulho que na terra das minhas e dos meus ancestros tenhamos a Fundaçom Artábria Laura Bugalho, Compostela

A resistência cultural e lingüística fronte ao império Alexandre Costas, Compostela

Artábria é Rosalia, é Carvalho Calero, é o Apalpador, som os Maios, é a festa das Cabazas... é a Galiza orgulhosa dela própria Fernando Martins, Narom

Artábria. Umha utopia possível que construe o impossivel na procura do necessário Igor Lugris, Ponferrada


Que é para ti a Fundaçom Artábria? A Fundaçom Artábria sempre será um motivo gigante para visitarmos Ferrol. Roberto Roget, Aquiteto Técnico na Terra de Soneira. Membro do Projeto Caracol

A Artábria para mim, para o País, para tod@s, é uma luz no caminho, como um farol no nevoeiro. Maria José Castelo, Culheredo, Secretária da Junta Diretiva da Pró-AGLP

Artábria é essa árvore que houvo que plantar, regar e cuidar. As geraçons próximas poderám gozar da sua sombra quando falarem na nossa língua. Joám Paz

Um espaço para a construçom de poder popular e transmissom de valores identitários, lingüísticos e culturais; galegos e da lusofonia. Aurélio Lopes, IrmandadeTV

@FArtabria é um ninho de irredentas e irredentos galegofalantes em plena Galiza urbana. Maurício Castro, coletivo editor de Diário Liberdade

Artábria é o Ferrol rebelde, criativo, saudável, vivo, chantado na terra e abraçado ao mar. O que é Artábria? Ferrol galego! Ramiro Vidal Alvarinho, Direçom Nacional de NÓS-UP

A @FArtabria é o kremlin da galeguidade no Medúlio trasanqueiro! Ulträqäns

Para mim Artábria é, foi e deve ser 1 movimento social que trabalhe para que a nossa língua e a nossa cultura continuem a viver normalmte na sua terra. Para que GZ siga sendo GZ e os e as galegas sigamos sendo galegas...Se se preferir, em palavras dos clássicos, GZ nom chegará a ser nada se se uniformiza co resto do estado ou só será GZ cando se negue a falar castelhano e fale forte e SEMPRE EM GALEGO Alexandre Fernandes; Catedrático em NFC, Mestrado em LD


Guillermo Ignacio Mid贸n Mart铆nez Agente exclusivo

Avda. Esteiro 5-7, Baixo Dereita 15403 Ferrol Telf 981 369 150 - M贸vil 629 866 930 e-mail: guillermo.midon@agencia.axa-seguros.es

reinventando los seguros


RUA CRISTOBAL COLÓN Nº54 BAJO SANTA ICIA - NARÓN TELF.: 881 932 977

SINTRA Estrada de Castela, 134 - Telf 31 06 60 - Ferrol

.org

Queremos dar voz às que luitam


Programaçom 13 de setembro (sexta-feira) 20.00h Debate: Fazer País construindo poder popular! Café-Teatro do Paço da Cultura de Narom. - Carlos Morais, Direçom Nacional de NÓS-Unidade Popular - Xavier Vence, Porta-voz nacional do BNG - Teresa Moure, membro da Coordenadora Nacional de Galiza pola Soberania - Representante de Anova no Parlamento galego 22.00h Ceia-Foliada no Festival com o grupo compostelano Sessión Vermú

14 de setembro (sábado) Passeio Marítimo de Júvia (Narom) 12.00 Charanga pola estrada de Castela com o grupo Sessión Vermú 13.00 Baile Vermu 13.15 Apresentaçom do XIII Festival da Terra e da Língua 14.00 Jantar Popular 16.30 Festivalzinho 17.30 Jogos Populares 21.30 Leitura do pregom 22.00 Concerto - Ultraqans - Zënzar - Sacha na Horta - Colhom de Lola


COMPOSTELA

TAPAS, RACIÓNS E VIÑO DO RIBEIRO DOMINGO “PULPO A FEIRA” R/ RÍO MANDEO Nº12-14 FERROL

TELF.: 671 610 203 617 079 786

www.banduawargames.com


Foro de debate O Foro de Debate terá lugar a sexta-feira, 13 de setembro, às 20.00, no Café-Teatro do Paço da Cultura de Narom (Rua Holanda s/n. Urbanizaçom “Cidade Europa”).

Fazer País, construindo poder popular! Participaram: - Carlos Morais, Direçom Nacional de NÓS-Unidade Popular - Xavier Vence, Porta-voz nacional do BNG - Teresa Moure, membro da Coordenadora Nacional de Galiza pola Soberania - Representante de Anova no Parlamento galego


Também colabora:

Também colabora:

Arreglos AMPARO

Hotel ALMENDRA

Também colabora:

Também colabora:

Bar-Restaurante A VACA

Cervexeria O PASEO

Também colabora:

Também colabora:

Mesón XOSÉ

S.A.T. PASTOR

R./ Iglesia, 19 - Ferrol Telf: 981 356 303

R./ Pardo Baixo, 15 - Ferrol teléfone: 981 354 053

Ctra. de Castilla, 680 - Narón teléfone: 981 932 193

Telf.: 981 358 190 981 358 192 www.hotelalmendra.es

Estrada de Castela Xuvia - Narón

Estrada de castela, 596 - Narón telf. 616 692 549 mail:pastor616@gmail.com

Polígono Ind. Río do Pozo Rúa Ceramistas Porcelans 42 a 45 15573 - NARÓN Telf.: 981 311 573 Fax: 981 330 974 e-mail: tamega@tamega.es web: www.tamega.es


Que é para ti a Fundaçom Artábria? Para mim a Fundaçom Artábria é um espaço unifamiliar cultural e de classe onde podes compartir a tua voz e passar momentos muito agradáveis gozando da musica o bom ambiente e solidariedade Luis Alberto Gago, Ferrol

@FArtabria constitui mais umha peça imprescindível na construçom dessa GZ soberana e livre pola que trabalhamos tod@s @s bons/boas e generos@s Carlos Garcia Seoane, Narom

O primeiro dos centros sociais foi aparecer num local tam pouco propício como a cidade em que eu crescim. Desejo-vos que tenhades força para continuar. José Dias Cadaveira, Ativista de Verdegaia, Compostela

O projeto de defensa da língua e a cultura nacionais em Ferrol, território adverso David Varela Riveira, Ferrol

Saudamos @FArtabria, pioneira da defesa intransigente do reintegracionismo e monolingüismo no adverso cenário da Galiza mais espanholizada Carlos Morais, Secretário Geral de Primeira Linha, Vigo

Para The Brosas tocar no local da Artábria é como estar na casa, ainda mais, é como estar na casa que queremos ter. Avante Artábria. The Brosas, Burela

Um projeto de referência para todos/as aqueles/as que queremos construir espaços alternativos e em galego Macua, Baixo Minho

Espaço para o compromisso, a representaçom reivindicativa da cultura galega, internacionalista e 100% galega, defensora da escrita, da fala e da música da nossa terra. Alberte Valinho, Minho, membro do Coletivo Terra de Pontedeume


Festivalzinho Esta é a parte do festival para as crianças. Dará começo às 16h30 do sábado 14 e contaremos com: Contacontos Cantigas para crianças Monicreques Jogos populares e tradicionais

Jogos populares e abertinho de bilharda Desde as 16h30 poderemos divertir-nos no passeio marítimo de Júvia desfrutando dumha seleçom de jogos populares. A Chave, o jogo da rá, o jogo das orlas, o jogo da malha, os bilros ou as corridas de carrinhos de mao ou de sacos farám a delícia de crianças, jovens e nom tam jovens. E com certeza, mais um ano contaremos com o Abertinho de Bilharda. Mais um ano o poder bilhardeiro estará no Festival da Terra e da Língua.


Também colabora:

CN informática

Estd. Gándara nº44 baixo - Narón Telf: 981 384 478 www.cninformatica.com

Também colabora:

Libros CANTÓN 4

Cantón de Molíns nº4 - Ferrol www.canton4.com

Também colabora:

POMPOSA - Xabóns Naturais jabonpomposa@gmail.com

Também colabora:

Panificadora GERMÁN R/ O Coto, 10. Neda Telf. 981 380 085

Também colabora:

Bar LA POSADA

C/ Magdalena 85 - Ferrol

www.concellodenaron.com


Concerto Ulträqäns Ulträqäns nasce num andar que salvou da piqueta de derrubo no bairro corunhês das Atochas-Monte Alto. Agora é um choco metaloplástico que se propulsa batendo nas moléculas com fúria zoupadora de vários quilo-estalos. Ulträqäns reivindica a paixom polo frenesi abrouxador e polo paroxismo. Ulträqäns só quer festa, pándigo e má óstia. Ulträqäns maltrata claquetas e metrónomos. Nom conhece a piedade. Ulträqäns quer dar-vos umha aperta fortemente com os seus téntaculos harmónicos de ferro + algoritmo licor café. Que o desfrutem. Chipirixouba! + info: www.ultraqans.net


Zënzar Zënzar é umha banda formada no ano 1987 em Meirama (Cerzeda) depois de que nos inícios dos 80 um gupos de moços transmitissem esta afeiçom roqueira desde bandas como Cobra ou Átomo. O primeiro concerto foi no natal de 88: em 2013 celebram o 25 aniversário. As primeiras gravaçons som editadas sob o nome de Mördor passando a chamar-se Zënzar no ano 1993 mas sem variar a formaçom. O nome já nom mudaria até a atualidade e já editárom 7 cd´s e um dvd ao vivo assim como participárom em muitas compilaçons. Na atualidade Zënzar é a banda decana do Rock Galego com umha só mudança na sua formaçom desde o início e muitas bandas os consideram os “padrinhos” do rock galego. + info: www.zenzar.info Também colabora:

Também colabora:

Peluqueria Canina PELUSITAS

Bazar TU Y YO

Estd. de Castela 140 - Ferrol Telf.: 981 327 944

R./ Igrexa, 126 - Ferrol Telf.: 981 352 192


Também colabora:

Carniceria Viñas Narón

Sam Joam 7 - A Corunha


PEDRAFURADA, 2 SALVATERRA DE MINHO TELEFONE: 986 658 209 TAMBÉM EM FACEBOOK


Sacha na Horta Sacha na Horta é um grupo de mulheres que nasceu numha noite de festa entre as hortas de Compostela. Embriagadas pola música e polo álcool decidem provar os efeitos fertilizantes do licor café e das melhores sementes agromárom os repolos mais extraordinários que deu a terra. Como a noite é mui longa apresentárom-se ao A Polo Ghit 2007 e, como a vida é surpreendente ... ganhárom. Volta a pegar no sacho!  Estreiam-se em janeiro de 2008 no Centro Social A Gentalha do Pichel de Compostela. O  seguinte concerto será em Havana. A partir daí, sempre abaixando o lombo sem deixar de bailar, o “agropunk mestiço” das sachadoras nom deixará de soar porque...  + info: https://soundcloud.com/sachanahorta

Também colabora:

Também colabora:

Café TUPINAMBA

CASA LOURÁN

R./ Iglesia, 64 - Ferrol Telf.: 981 35 81 00

Restrebas, Val de Xestoso - Monfero Telf.: 981.195.478 / 636.198.847


Colhom de Lola Abrumados ao repararem que todo tempo passado foi melhor e, sobretodo, passado, quer dizer, que jamais voltará. Longe de tentar deixá-lo todo atrás e olhar para a frente, 5 colhons procedentes de diferentes pontos da Galiza, como Ferrol, Tui, Compostela, Ponte Vedra e até França e Polónia, decidírom embarcar-se na procura do limbo onde o bocata de nocilha, o rock´n´roll e as séries de televisom som os protagonistas, aqueles tempos em que só havia que preocupar-se do nível de superguerreiro a que chegaria Songoku ou se Crilín conseguiria reunir a valentia precisa para meter-lhe ficha a c18. Os integrantes, Martin Kuperberg “Kuper” (Guitarra), Alberto Quintia “Quinti” (Baixo), Iago Saiáns “Peteiro” (Trompeta), Adrián Salgado “Pichi” ou “Loca” (Bateria), Jacobo Roselló “Pupi”(Voz), e Raúl do Metal “Mazinger” (Voz), som gente com influências musicais muito diversas, mas que tenhem em comum umha única religiom: o Xabarín Club. O que este grupo procura e dar a entender à gente que fazer é lembrar sem parar através da música para que o tránsito até o irrevocável final seja mais agradável! E tu, já és do clube? A.F.I.L.I.A.T.E.!


Ctra. Cedeira Km1,5 - 15570 Freixeiro Nar贸n - A Coru帽a - Spain Telf.: +34 981 397 281 Fax.: +34 981 397 282 Mov.: +34 696 956 023 jrfrancof@intaf.com www.intaf.com Pedrafurada, 1 S a lvat e r r a d e M i n h o T e l f. : 9 8 6 6 5 8 2 0 9


Que é para ti a Fundaçom Artábria? Artábria é umha luz para noites frias e escuras do nosso inverno Joám Lopes, sócio da Fundaçom Artábria

Um espaço pioneiro, de resistência; ponta de lança num território que nos querem usurpar. Lugar de ideias claras, sempre aberto a vozes plurais. Antom Gomez Reino-Varela “Tone”, Corunha

Trasancos, terra, língua, cultura, compromisso, luita, naçom, dignidade,… Ferrol e Galiza. As palavras que para mim representam a @FArtabria Miguel Penas, presidente da AGAL, Compostela

Artábria foi umha das minhas primeiras janelas ao reintegracionismo e ao compromisso cultural de base do País. 15 anos depois continua a sê-lo. Muitos parabéns.   Noa Rios Bergantinhos, Amig@s da Cultura, Ponte Vedra

A Fundaçom Artábria são muitas maneiras de fazer país numa época de isolamento e resistência do povo galego Luis Losada Barros, Ferrol

Artábria era estar na casa, a minha gente, onde sempre se encontrava algo de interesse ou próximo; agora longe, levo-a comigo de exemplo Rebeca Bravo Domingo (Portavoz Nacional de NÓS-Unidade Popular)

Um lugar de encontro para compartir ideias Alex Penelas

A Fundaçom Artábria ye un puesto an que t’amostran y te combidan á luitar por Galiza. Puesto obligatorio de l’internacionalismo en Ferrol Armando Occón, Puyalón de Cuchas, Aragom.

Artábria é umha referencia para os CS. Continua a construir 15 anos depois um pais desde nós e para nós. Na defesa da língua, na valorizaçom da cultura e na difusom de iniciativas sociais transformadoras que nos fam mais livres. Maca Igrejas, Gentalha do Pichel, Compostela


Serviços: Zona de campismo A zona de campismo está situada a poucos metros da carpa. O local é cedido por um particular polo que rogamos que se mantenha a zona limpa e recolhida. Estará totalmente proibida a realizaçom de lumes em toda a zona. Carpa por se chover Se o tempo nom acompanha poderemos disfrutar igualmente do festival sob umha grande carpa. Toldo com bebida e comida com preços económicos O Festival da Terra e da Língua financia-se com o dinheiro que entra da venda de comida e bebida. Copos ecológicos Mais um ano contaremos com eco-copos, é dizer copos de plástico reutilizáveis. Com isto evitaremos grandes acumulaçons de residuos plásticos. O preço do eco-copo é de 1 euro. Feira Popular: coletivos e artesanato Se estás interessad@ em montar umha banca de material, só tés que pôr-te em contato com nos no correio-e: correiodeartabria@gmail.com Casa de Banho A casa de banho está a escasos metros da carpa.


Como chegar? O Festival da Terra e da Língua decorre no Passeio Marítimo de Júvia, no centro urbano de Narom.  De Ferrol podes vir de comboio, há umha estaçom de FEVE.   Também podes apanhar o autocarro urbano. A linha 7 com saída dos Correios e a  Linha 1-2 que vai do Porto até Neda tenhem paragem em Júvia. Na primeira com umha periodicidade dumha hora e na segunda cada 30 minutos. Para chegares por estrada, podes fazê-lo pola A-9, apanhando a saída de Júvia ou também pola estrada nacional N-550, apanhando a saída direçom Neda no cruzamento de Fene. Telefones de interesse FEVE FERROL: 981 370 401 TRANVIAS DE FERROL: 981 383 415


FERROL www.galizacig.com

Também colabora:

CANDIL

Rúa Magdalena 43 - 15402 Ferrol telf.: 697 498 994 - 651 044 584

Também colabora:

Mesón PRIETO

Praza das Angustias s/n teléfone: 981 354 775


Que é para ti a Fundaçom Artábria? Oportunidade de aprender, rir, chorar, partilhar... umha ideia de fundaçom e cultura como a vida mesma, con trabas mas com ILUSSOM E FUTURO

@FArtabria é uma ilha necessaria d ar dentro do Ferrol que asfixia, é Trasancos, é a lingua, é o povo e a luita Verónica Martínez. Professora

@FArtabria a via de escape entre o inmobilismo aldeam, migrado do além de ancos, e o reaccionarismo urbano Alberte Momán Noval. Lugo. Enxenheiro

@FArtabria é essa pequena aldeia gala que resiste ao invasor numha cidade espanholizada. A sua pocima secreta: o galego Bruno Lopes. Ferrol

Para mim Artabria é um quartel de inverno,  mais um espaço para a descolonizaçom mental que padece parte do nosso povo. Jesus Garcia. Pontedeume. Reporteiro gráfico e membro do Coletivo Terra.

Quem pensa GZ em negativo vê o Ferrol do espanholismo e militares. Pensar em positivo é ver o Ferrol da @FArtabria, a língua e a fraternidade. Daniel Cao, Corunha

Cruzas o país de ponta a ponta e ao chegar encontras-te como na casa. É porque somos um só povo... e Artábria umha das nossas melhores obras Alberte Moço, Vigo

Acho que desde a defesa da cultura, a língua e a justiça social; Artábria sintetiza os elementos que podem fazer da Galiza um país melhor Ângelo Pineda, Corunha



Livro FdTedL 2013