Edição n° 14 - Dezembro 2021 - Regularização da atividade para legal

Page 1

Revista Fadesp nº14 Dezembro de 2021 | www.fadespbrasil.org.br

REVISTA

REGULARIZAÇÃO DA ATIVIDADE

PARA LEGAL Uma esperança para milhões de Bachareis Brasileiros! 23 anos da FADESP Página 20

A Importância da Mediação no Brasil Página 06

Vice-Presidente, Thomas Law, assina compromisso internacional para implementação de cidades inteligentes no Brasil Página 16

Revista FADESP

1


Índice

NESTA EDIÇÃO: Palavra do

Presidente

Dignidade ao

Páginas 03

Páginas 04

Bacharel

A Importância da Mediação no Brasil

Expansão FADESP

Dirigentes do ICBR Instituto Conservador do Brasil

Páginas 06

Páginas 08

Páginas 12

Novo presidente do Instituto de Líderes Empresariais de São Paulo - ILESP

Páginas 13

Posse dos membros da Diretoria Executiva, do Conselho Deliberativo e Fiscal

Páginas 18

Expediente

Segurança Pública em Época de COVID-19

Vice Presidente da FADESP-Brasil Thomas Law, assina compromisso internacional para implementação de cidades inteligentes no Brasil

Páginas 14

Páginas 16

Aniversário FADESP-Brasil

Congratulações da FADESP-Brasil a Patrícia Vanzolini, primeira Presidente OAB-SP

Transformação Digital para Escritórios de Advocacia

Páginas 21

Páginas 22

Páginas 20

Revista Fadesp nº14 Dezembro de 2021 | www.fadespbrasil.org.br

Conselho Editor, Expediente, Jornalista Responsável: Prof. Roque Cortes Pereira MTB 72.133 Diagramação: SPAR Digital Presidente: Raimundo Hermes Barbosa Vice-Presidente Jurídico: Débora Guimarães Barbosa Secretário Nacional Inovação e Empreendedorismo: Aparecido Rodrigues

2

Revista FADESP


Editorial

Palavra do Presidente FADESP FADESP Brasil 23 anos

[

[

“Superar o fácil não tem mérito, é obrigação; vencer o difícil é glorificante, pense nisso!”

Ao completar 23 anos de vida, temos a certeza do dever cumprido, com novas experiências e ótimos momentos vividos. Mas nem sempre tudo sai como o planejado, algumas coisas, inclusive, superam as nossas expectativas positivamente. Investimos em ferramentas de tecnologia de gestão, um novo portal, aplicativo, FADESP BANK, convênios, ACSP - Associação Comercial de São Paulo, universidades, parcerias na área tributária, Direito autoral, LGPD - Lei Geral de Proteção de Dados, Modernizamos a Câmara Arbitral Mediação e Conciliação com atuação nacional, entre outros. Estamos presente em mais de 15 estados e em implantação em mais cinco, algumas cidades importante também exemplo, Guarulhos, São Jose do Rio Preto, Campinas, Cacoal, Assis. Atuamos em defesa do pais, dos empresários e da classe dos Advogados, Estagiários e Bacharéis, apresentamos o Projeto de Lei do Paralegal em vários estados. A chegada de uma nova idade, é sempre uma oportunidade para rever os planos e ampliar as possibilidades de novas conquistas e de sonhos realizados. Esperamos que neste novo ano nossa FADESP BRASIL possa continuar a fazer parte dos seus planos e sonhos, e que a nossa parceria também tenha muitos anos de vida. Nossa parceria foi construída de forma muito positiva e só temos a agradecer pela confiança e por sempre trazer com você muita simpatia. Esperamos que no próximo aniversário tenhamos muitos triunfos para compartilhar. Que todas as dificuldades sejam facilmente vencidas e que os nossos laços jamais sejam quebrados. Conte conosco para tudo aquilo em que pudermos colaborar, pois antes de tudo somos parceiros.

Conte conosco para tudo aquilo em que pudermos colaborar, pois antes de tudo somos parceiros.

Dr. Raimundo Hermes Barbosa Presidente da Federação Nacional dos Advogados, Estagiários e Bacharéis (FADESP)

Revista FADESP

3


Editorial

Dignidade ao Bacharel

Para começar precisamos indagar onde o nosso País se encontra nas tomadas de decisões dos Bacharéis, que se encontram em dificuldades trabalhistas, tais como o abuso de exigência profissional e pouca valorização jurídica. Esses Bacharéis são essenciais no auxílio na administração da legislação Nacional, onde envolve todas burocracias. São aptos para suportes de alto nível de complexidade. Em contraparte, não são reconhecidos no Brasil a oferecer serviços de auxiliares jurídicos, pois não lograram êxito no exame da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil). Esses Bacharéis podem atuar em áreas como: Assistente jurídico em escritório de advocacia, uma forma de estágios para graduados, correspondente jurídico: assim como a função de assistente, um correspondente jurídico tem como ofício auxiliar advogados, dessa vez em questões administrativas. Tirar cópias, fazer diligências e encaminhar processos a outras cidades, entre outras áreas de atuação.

será reconhecida se passar no exame da OAB, não é justo, além do preço que em média é R$ 260,00 reais, em duas fases para aprovação e receber o aval para o exercício da advocacia, somente após a submissão ao exame da OAB, que além de afrontar a dignidade do graduado, afronta e viola a Constituição Federal.

Os Bacharéis têm que passar pela aprovação em um exame, que jamais determinará sua competência, pois, uma prova não é capaz de julgar a capacidade, até porque proliferam cursos preparatórios, a maioria pagos, para que o estudante, além dos cinco anos de graduação tenha que se esforçar para conseguir passar na prova e ter o direito de exercer a profissão com a qual sonhou, esse é o cenário do Bacharel em Direito, que estuda, conclui o curso com todas as dificuldades, e mesmo assim, sua profissão apenas

Pensando nesse cenário, foi criado um projeto de lei número 473, de 2021 que propõe a valorização do Bacharel, com a proposta de ressalvar os atos privativos da advocacia, o paralegal é o empregado, trabalhador autônomo ou profissional liberal que exerça a atividade de suporte e auxílio ao exercício das atividades jurídicas ou conexas para o exercício profissional no âmbito do Estado de São Paulo. Com os seguintes decretos:

4

Revista FADESP

É necessário fugir dessa prisão, o exame deixou de avaliar o conhecimento e começou a se concentrar apenas no lucro que o envolve, é imoral, cada vez mais complexo para que o estudante seja obrigado a refazer. Um exame conturbado de pegadinhas, com o intuito de induzir o candidato a reprovação, não medindo seu verdadeiro conhecimento, excluindo o máximo de candidatos, uma verdadeira má-fé e sempre a mesma justificativa para o alto índice de reprovação, qual seja, a critica aos cursos de graduação.


Artigo 1º - Fica reconhecida, no âmbito do Estado de São Paulo, a figura jurídica do paralegal e estabelece os requisitos necessários à inscrição na Federação Nacional dos Advogados, Estagiários e Bacharéis. Parágrafo único - Para a inscrição como paralegal é necessário: I - capacidade civil; II - diploma ou certidão de graduação em Direito, obtido em instituição de ensino o oficialmente autorizada e credenciada; III - título de eleitor e quitação do serviço militar, se brasileiro; IV - não exercer atividade incompatível com a advocacia. Artigo 2º - A inscrição do paralegal deve ser feita na própria Federação Nacional dos Ad- vogados, Estagiários e Bacharéis. Artigo 3º - A inscrição como paralegal será deferida por tempo indeterminado, sendo automaticamente cancelada em caso de obtenção de inscrição como advogado. Artigo 4º - Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Com o empenho da FADESP BRASIL através do presidente Dr. Raimundo Hermes Barbosa que está apresentando em todos os Estados do Brasil esse projeto com a seguinte justi cativa: Com a criação do profissional PARALEGAL, será dada a dignidade aos profi ssionais e motivação

aos estudantes no mercado de trabalho, para que saibam que o destino que virá pela frente será coberto de oportunidades, saberão que não vão estar amparados após a conclusão da graduação, porém não interferindo no segmento da Advocacia. O projeto tem o intuito de apresentar a criação do PARALEGAL, sem concorrência com a advocacia. Tem mais, esses profissionais quando inseridos no mercado de trabalho, automaticamente deixam de gerar despesas e passam a recolher impostos ao próprio Estado. Com esse intuito a Federação dos Advogados, Bacharéis e Estagiários, FADESP, vem propor a essa Egrégia Corte Legislativa o Projeto de Lei criando a profissão do PARALEGAL, com competência para, ressalvados os atos privativos da advocacia, atuar como auxiliar do profissional Advogado, bem como, Consultor Jurídico e ou Cientista Jurídico, nos moldes do Bacharel em Ciências Política, onde é considerado “Cientista Político”. Aqui não se trata de pedido para extinção do Exame da Ordem, mas sim criar a profissão do PARALEGAL, que terá inscrição e será fiscalizado pela Federação dos Advogados, Bacharéis e Estagiários, dando possibilidade de trabalho ao PARALEGAL, podendo o mesmo continuar a fazer o teste da Ordem, que logrando êxito, exercerá a atividade Advocatícia. Em São Paulo Deputado Estadual Castelo Branco. Secretária Nacional de Relações Públicas - FADESP BRASIL. Por Prof. Roque Cortes Pereira - MTB 72.133 Vice Presidente FADESP BRASIL

RECEBER UM DIPLOMA, E SÓ PODE SER EXERCIDO APÓS A SUBMISSÃO DE UM EXAME, QUE ALÉM DE AFRONTAR A DIGNIDADE DO GRADUADO, AFRONTA E VIOLA A CONSTITUIÇÃO FEDERAL.

É NECESSÁRIO FUGIRMOS DESSA PRISÃO.

Revista FADESP

5


Câmara Arbitral

A Importância da Mediação no Brasil

A taxa de congestionamento do Poder Judiciário, a falta de celeridade na tramitação dos processos, o alto custo financeiro e emocional para as partes envolvidas no conceito e o risco de uma solução impositiva que desatenda interesses são causas que em todo o mundo convergiram na busca por modelos outros que pudessem melhor atender aqueles que tem diante de si uma lide em potencial. A mediação de conflitos, orientada como procedimento auto compositivo de resolução de controvérsias, surge como uma resposta a estes anseios já na década de 70, num contexto em que esteve vinculada aos crescentes movimentos por acesso à justiça. Atualmente ela é praticada em todos os continentes, chegando ao Brasil após a confirmação empírica de experiências positivas em diversos países tais como Espanha, Portugal, Estados Unidos, Inglaterra, Canadá e Argentina. Por se tratar de uma forma privativa e consensual de resolução de conflitos e por ser um processo

6

Revista FADESP

totalmente conduzido pelas partes a Mediação traz vantagens às partes que se utilizam desse processo. Procedida a Mediação com sucesso, ela reduz o desgaste emocional e o custo financeiro habilitando a separação através de um divórcio amigável. O processo de mediação é rápido e eficaz em seus resultados. Garante a privacidade e o sigilo, reduz a duração e a reincidência de litígio, facilitando a comunicação. Entre outros, promove um ambiente mais colaborativo, melhoria do relacionamento e maior compromisso das partes em cumprir um acordo. O mediador é um profissional com formação específica em Mediação. É um especialista em técnicas de comunicação e negociação. É um terceiro imparcial, escolhido pelas partes, que atuar como facilitador do diálogo e da negociação. Impulsionada pela autonomia da vontade, a mediação tem como marco teórico uma abordagem paradigmática diferenciada, na medida em que os seus usuários deixam de ser meros expectadores da resolução da questão para ocuparem a centralidade


na condução do procedimento. Assim, este método propõe o resgate da responsabilização e da autoria das partes na definição de soluções, através de um procedimento restaurativo de habilidades comunicativas pautado não em direitos, mas em valores, necessidades e interesses. Neste sentido, seu objetivo central deixa de ser a tradução da vontade do legislador ou do Estado-Juiz para o caso concreto, para ser a tradução da vontade das próprias partes, mediadas numa lógica cooperativa, cujo objetivo maior é a satisfação recíproca e a sensação de justiça entre os próprios usuários.

Auxilia na ampliação das alternativas para resolver ou prevenir o conflito e a buscar com as envolvidas soluções que atendam a todos. Tem a capacidade de ouvir, de comunicar, responsabilidade, distanciamento, paciência e criatividade. Deverá ter neutralidade, confidencialidade, imparcialidade e responsabilidade, assegurando a igualdade de tratamento. Quem busca a mediação quer resolver os seus conflitos e é este o desejo que deve motivar a procura deste meio alternativo de resolução de conflitos.

“A MEDIAÇÃO É CAMINHO PARA A CONSTRUÇÃO DE UMA CONVIVÊNCIA MAIS PACÍFICA. O ENTENDIMENTO ENTRE AS PARTES É SEMPRE A MELHOR FORMA PARA QUE A
JUSTIÇA PREVALEÇA...

“ Revista FADESP

7


FADESP

Expansão FADESP Seccional FADESP-PE A FADESP-Brasil, seccional Pernambuco, presidida pela, competentíssima, advogada Erika Becker, promoveu o I Congresso Estadual da FADESP/PE que foi realizado na cidade de Olinda/PE nos dias 09 e 11 de novembro de forma híbrida (presencial e online). Contando com o apoio das Rádios Jovem Pan e Music FM na divulgação, além do IBRAMAC Universidade Corporativa e da UNINASSAU - Centro Universitário Maurício de Nassau, trouxe como tema central: “O fortalecimento da mediação e arbitragem como forma de resolução de conflitos.” No primeiro dia, teve a palestra magna proferida pelo Digníssimo Dr. Jean Carlos Dal Bianco, fundador do IBRAMAC e criador da mediação restaurativa que abordou o citado tema central com maestria. Em seu segundo dia, o Dr. André Daconti abriu o primeiro painel falando sobre a comunicação não violenta e seu papel no contexto da mediação, citando a sua importância e experiência. Na sequência de palestras, a Dra. Luciana Brasileiro abordou com muita competência a importância da mediação para a advocacia contemporânea.

O segundo painel, iniciou com a Drª Maria Augusta que discorreu sobre as boas práticas no procedimento arbitral e dando continuidade a Drª Patrícia Freire trouxe à baila a lei de arbitragem, que esse ano está completando 25 anos. Consagrando a noite e mantendo o alto nível das palestras. Foram duas noites de grande aprendizado com direito a sorteios de um curso de arbitragem extrajudicial, um curso de mediação restaurativa, um curso de oratória, um curso de perito facial e corporal, um livro de mediador de conflitos e um livro de mediação restaurativa, todos oferecidos pelo IBRAMAC. O congresso foi encerrado pela presidente da FADESP/PE, Erika Becker, que agradeceu o apoio das instituições parceiras e apoiadoras e em especial da equipe que se dedicou durante os dois dias de atividades. A FADESP-Brasil através do presidente Dr. Raimundo Hermes Barbosa cumprimenta e rende homenagem à Dra. Erika Becker pelo excelente evento.

Seccional FADESP-PB A capital do Estado da Paraíba recebeu a sua Seccional da FADESP PB – Federação dos Advogados, Estagiários e Bacharéis.

tário Nacional de Relações Públicas Roque Cortes Pereira e o Secretário Nacional de Expansão da FADESP, Dr. Nelcy de Campos Filho.

O momento foi marcado por um jantar com a posse da presidente, a advogada sócia do Mouzalas Azevedo, Tatiana Amaral, concedida pelo presidente nacional da FADESP, Hermes Barbosa, acompanhado do vice-presidente Roque Cortês, ambos advogados e o secretário de expansão nacional, Dr Nelcy de Campos Filho, empresário.

Dr. Nelcy, também é oriundo no Nordeste do país e vem realizando um trabalho digno de nota, e de comprovada competência na articulação de excelentes profissionais para compor o quando da FADESP-Brasil no Nordeste do país.

Na ocasião, além de palestra do Dr. Hermes Barbosa, presidente Nacional, marcaram presença lideranças, autoridades e profissionais do ecossistema de direito no estado. Quem lidera a seccional paraibana da FADESP-Brasil é a competentíssima advogada Dra. Tatiana Amaral que atua na capital do estado e uma vez empossada apresentou as diretrizes primárias da sua gestão na seccional, já adiantando algumas ações inovadoras. Além de lideranças e autoridades locais,e do presidente nacional, Dr. Raimundo Hermes Barbosa, prestigiaram o evento, o vice-presidente e Secre-

8

Revista FADESP

A FADESP-PB terá como vice-presidente o Advogado Daniel Farias, sócio da banca Urbano Vitalino e, renomados profissionais em sua diretoria, tais como: Cezar Nascimento, Maurício Timóteo, Felipe Oscar, Carol Oliveira,Alberto Marinho, Aldo Schueler, Mariane Telles, Frederico Rego, Rafael Caldeira, e no conselho consultivo nomes como: Melca Farias, Ricardo Servulo, vereador Carlão Santos, deputado Cabo Gilberto. A Presidente Dra Tatiana ressaltou que a FADESP-PB inicia seu planejamento estratégico de imediato e, nos próximos meses, apresentará suas ações ao público alvo e à sociedade paraibana.


Seccional FADESP-RN Foi instalada na capital do Estado do Rio Grande do Norte a seccional estadual da FADESP-Brasil – Federação Nacional dos Advogados Estagiários e Bacharéis. O foco de ação da FADESP-Brasil é apontar, lutar e defender melhorias no ecossistema jurídico brasileiro, criando mais oportunidades para todos. Associados FADESP-Brasil usufruem de uma série de benefícios diretos e indiretos através das parcerias e do desenvolvimento de ações na área educacional que a entidade promove.

Estiveram presentes no evento, diversas lideranças locais, que trabalham para criar e manter as atividades da instituição no estado e promoverão ações de interesse dos profissionais de direito atuantes no estado. Além de lideranças locais, estiveram no evento o presidente Dr. Raimundo Hermes Barbosa, presidente nacional, Dr Nelcy Campos Filho, Secretário Nacional de Expansão e o Secretário Nacional de Relações Públicas e Vice Presidente Dr. Roque Cortes Pereira.

Seccional FADESP-RJ O Presidente e o Vice Presidente Nacional da Federação dos Advogados Estagiários e Bacharéis de Direito do Brasil FADESP estiveram hoje no Rio de Janeiro para posse da Diretoria do Estado do RJ. Tomaram posse: Paulo Fernando Vianna da Silva Presidente Estadual do Rio de Janeiro, Richard Guedes Vice-Presidente Estadual do Rio de Janeiro, Jefferson Viana Assessor Legislativo do Estado do Rio de Janeiro, Bruno Batista Tesoureiro Estadual do Estado do Rio de Janeiro, Adeildo Santos Filho Secretário de Gestão Estratégica , Daniela Sucena Secretária Estadual do Estado do Rio de Janeiro, Jônatas Castelo Branco Secretário Relações Governamentais, Sandra Jurado Secretária de Relações Institucionais. Estiveram presentes em apoio a FADESP Nacional e a Diretoria do Estado do Rio de Janeiro às seguintes autoridades: Anderson Campos (Republicanos), Vereador da cidade de Nilópolis-RJ.

Anderson Campos (Republicanos), Vereador da cidade de Nilópolis-RJ. Douglas Gomes (PTC), Vereador da cidade de Niterói-RJ. Filipe Soares (DEM), Deputado Estadual do Rio de Janeiro Ricardinho Netuno (Republicanos), Vereador da cidade de Maricá-RJ Kaiser Motta Advogado Candidato à OAB-Barra da Tijuca. Todas as autoridades foram devidamente homenageadas com um diploma de agradecimento da Federação dos Advogados Estagiários e Bacharéis do Brasil FADESP. Todas as autoridades foram devidamente homenageadas com um diploma de agradecimento da Federação dos Advogados Estagiários e Bacharéis do Brasil FADESP.

Revista FADESP

9


FADESP

Expansão FADESP Seccionais A FADESP-Brasil ganha força na Região Nordeste do Brasil com a instalação dos capítulos Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. O Presidente Dr Raimundo Hermes Pereira chega à região nesta segunda, dia 19, acompanhado de seu vice-presidente, Dr Roque Cortes Pereira para ministrar palestras e reunir-se com lideranças, autoridades e diretores dos capítulos da FADESP-Brasil na região. O trabalho de expansão é capitaneado pelo Dr. Nelcy Campos, que é o Diretor Nacional de Expansão da entidade, que continua crescendo,

engajando profissionais do direito para militar na causa da melhoria de oportunidades, reconhecimento e condições de trabalho para os profissionais do ecossistema do direito brasileiro. Junto com o Presidente Dr Hermes Barbosa, Nelcy Campos Filho e demais lideranças terão uma agenda intensa na região, com foco na implantação das seccionais FADESP, discussão de planos de ações e estratégia de expansão da base de profissionais do direito ligados à FADESP na região.

Seccional FADESP-PA Fadesp-PA iniciou oficialmente suas atividades no dia 22/10/2021 através da cerimônia de posse da 1ª Diretoria, nomeando a Presidência a Dra. Lara Rodrigues que aceitou dar prosseguimento ao trabalho da Fadesp Brasil no Estado do Pará em prol de fortalecer a profissão do Advogado, fornecendo assistência aos Bacharéis e Estagiários, defendendo

10

Revista FADESP

os profissionais do direito e potencializando conexões relevantes no mercado. A Fadesp-PA contou com seus parceiros: Faepa (Federação da Agricultura e Pecuária do Pará), Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micros e Pequenas Empresas) e Cers (Complexo de Ensino Renato Saraiva) Pará realização do evento, que foi um grande sucesso.


Revista FADESP

11


FADESP

Dirigentes do ICBR Instituto Conservador do Brasil

O Presidente nacional Dr. Hermes Barbosa foi convidado para fazer uma palestra no
1o Encontro de Dirigentes do Instituto Conservador do Brasil - ICBr, na ocasião o Presidente da FUNCLOB – Fundação Clovis Bevilaqua Prof. Roque Cortes Pereira, promoveram uma digna e honrosa homenagem ao Presidente da CBK-Confederação Brasileira De Karate, Prof. Luiz Carlos Cardoso. O mesmo foi agraciado com a ORDEM DINÁSTICA ECUMÊNICA MOBILIÁRIA CAVALHEIRESCA DOS CAVALEIROS DO TEMPLO, concedida pela milenar OCD – Ordo Templo Domini. Está grande honraria é concedida pela ORDEM TEMPERARIA DO BRASIL a cidadãos que se destacam

12

Revista FADESP

nas expressivas áreas do conhecimento, na educação, artes, ciência e tecnologia, esportes dentre outras áreas, e também a pessoas que promovem ações heroicas contribuindo para o crescimento do Brasil como uma nação ordeira, com princípios altruístas na formação de cidadãos úteis a sociedade. Durante nossa estadia em Fortaleza fomos recebidos com muito respeito e cordialidade que peculiar do professor Luis Carlos. Fizemos uma visita no CT, casa do Karate-Do (Confederação Brasileira de Karatê e Federação Cearense de Karatê), quero destacar o trabalho árduo de seus Diretores. “A FUNCLOB se colocou à disposição da CBK para ajudar a fomentar e engrandecer o KARATE-DO DO BRASIL.” Secretária Nacional de Relações Públicas – FADESP/BRASIL


Novo presidente do Instituto de Lideranças Empresariais de São Paulo- ILESP

[

[

“A mediação é caminho para a construção de uma convivência mais pacífica. O entendimento entre as partes é sempre a melhor forma para que a justiça prevaleça...”

O empresário Marcio Brugnera foi eleito o novo presidente do Instituto de Lideranças Empresariais de São Paulo ILESP. Com uma visão futurista pretende manter todas as atividades já estabelecidas pela gestão anterior presidida por Mario Mariano Machado, colocando em prática projetos novos e incentivar ainda mais as ações sociais do Instituto. Sua nova gestão também ampliará e fortalecerá as capacidades cognitivas e sociais mais complexas dos líderes, transformando-as em competências para melhor entender e atuar com a dinâmica da liderança e da gestão de pessoas nas organizações, buscando com as principais empresas e organizações a excelência em diversos campos tornando, assim, seus associados mais competitivos e atualizados com as tendên- cias mundiais de mercado. Com a retomada de nossa economia em 2022 as Feiras e Eventos já estão sendo planejados. Fundado em 2015, o Instituto de Lideranças Empresariais de São Paulo ILESP tem como uma de suas atividades principais agregar os empreen- dedores paulistasde forma a desenvolver a integração entre as empresas de diferen- tes segmentos de atuação, o que constitui fator primordial para a concretização do planejamento e do desenvol-

vimento de parcerias que possam ser condutoras não só de uma evolução econômica, mas também da criação de novas soluções, alicerçadas nos princípios da sustentabilidade e da responsabilidade. Marcio Brugnera Presidente do Instituto de Lideranças Empresariais de São Paulo ILESP.

Marcio Brugnera Presidente do Instituto de Lideranças Empresariais de São Paulo ILESP.

Revista FADESP

13


PANDEMIA

Segurança Pública em Época de Covid-19 A segurança pública é direito e dever de todos. Corresponde à proteção e controle dos cidadãos e da propriedade, bem como à prevenção e controle da violência e do crime. Em tempos de instabilidade, como a pandemia de COVID-19, o crime tende a não melhorar. É fundamental que a esfera pública priorize ações estratégicas que garantam a segurança dos cidadãos. A vigilância parece necessária devido à pandemia. Para conter o surto do coronavírus, as autoridades estaduais também bloquearam cidades inteiras. As regras estão sendo aplicadas por todos, desde funcionários de alto escalão até trabalhadores comunitários. Eles também sugerem que a situação vai voltar ao normal em breve (FONTANA FILHO 2020, p. 64). Neste cenário, os casos de violência doméstica durante o confinamento aumentaram 50% no Rio de Janeiro (MARIANI; YUKARI; AMANCIO, 2020). Pode até ser maior em São Paulo por causa do isolamento social, o que torna difícil para as delegacias de polícia acompanharem tais ocorrências. A Decode Pulse e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública constataram que houve um aumento no número de denúncias de brigas entre casais durante o período de isolamento, com um aumento de 431% nas brigas relatadas. Entre 52.513 tweets mencionando brigas conjugais incluíam menções de violência contra as mulheres. Nos primeiros quatro meses de 2020 também foi registrado aumento da violência contra mulheres trans (KER 2020).

Embora não haja como negar a importância de proteger vidas humanas, este aviso alerta sobre os perigos representados por uma abordagem excessiva para salvar vidas que desconsidera fatores de longo prazo, bem como normas fundamentais que orientam a sociedade, como o desrespeito pelas liberdades básicas e o emprego de segurança supervisionada. As pessoas têm tanto medo da pandemia podem acabar por abrir mão de sua privacidade e liberdade para se sentirem seguras. REFERÊNCIAS FONTANA FILHO, M. Coronóptico digital: o Estado de exceção se tornará permanente?”. Boletim de Conjuntura (BOCA), vol. 4, n. 12, 2020. FRANCO, D. A., MAGALHÃES, A. S., & FÉRES-CARNEIRO, T. Violência doméstica e rompimento conjugal: repercussões do litígio na família. Pensando famílias. V. 22, n. 2, p. 154-171, 2018. KER, J. Assassinatos de pessoas trans crescem no Brasil, mesmo com quarentenaHíbrida, 4 maio 2020. Disponível em: https://revistahibrida.com.br/2020/05/04/assassinatos-de-pessoastrans-crescem-no-brasil-mesmo-com-quarentena/. Acesso em: 16 maio. 2020 MARIANI, D.; YUKARI, D.; AMÂNCIO, T. Assassinatos de mulheres em casa dobram em SP durante quarentena por coronavírus. Folha de São Paulo, 15 abr. 2020. PATHAK, N.; DHAIRYAWAN, R.; TARIQ, S. The Experience of Intimate Partner Violence Among Older Women: A Narrative Review. Maturitas, n. 121, 2019.

Assim, o aparato para as vítimas não deve se basear apenas em medidas preventivas, cautelares e processuais. Sanções criminais convencionais, como penas privativas de liberdade, prisão em flagrante e prisão preventiva, não são suficientes. Políticas que promovam celeridade na proteção durante pandemias também são necessárias. Esse problema deve ser enfrentado nas esferas da segurança e dos direitos humanos, bem como da saúde pública. As consequências psicológicas e físicas podem ter repercussões significativas nas famílias e no funcionamento da sociedade (PATHAK, DHAIRYAWAN, TARIQ, 2019). Estratégias de apoio social são essenciais para quebrar o ciclo da violência. Isso permitirá o desenvolvimento de um sistema de cuidados para apoiar a saúde mental (FRANCO; DHAIRYAWAN; TARIQ, 2018). Marcio Sayeg

14

Revista FADESP


Revista FADESP

15


FADESP

Vice Presidente da FADESP-Brasil, Thomas Law, assina compromisso internacional para implementação de cidades inteligentes no Brasil O empreendedor Thomas Law, fundador do hub de inovação Ibra Work, de São Paulo, destaca que “as cidades inteligentes apontam o caminho para o futuro da humanidade. Acreditamos que a inovação e a tecnologia podem nos ajudar a resolver muitos problemas antigos e apontar para um futuro melhor para todos”.

BARCELONA – No encerramento do Smart City Expo World Congress, realizado em Barcelona, Espanha, membros da comitiva brasileira assinaram a “Carta 22@ de Barcelona”. O documento é um compromisso para a utilização de tecnologia aplicada às cidades inteligentes para “um Brasil mais humano, justo e sustentável”. Estavam presentes no encontro para a assinatura, representando o país, Thomas Law, presidente do Ibrachina, o deputado federal Marcelo Ramos, Beto Marcelino, do iCities, Armando Rovai, da Apecc, Alexandre Gouveia, da LA USA Business Strategy. Eles assumiram o compromisso juntamente com o consultor espanhol Joseph Piqué, um dos maiores especialistas em smart cities da Europa. Na introdução, a Carta de 22@ Barcelona estabelece “como um chamado ao Brasil a envidar máximos esforços em toda a sua conjuntura institucional para promover a implementação ordenada de cidades inteligentes, em seu conceito mais amplo de cidadania, em sintonia com o movimento global”. Também diz que “o conceito de smart cities, além de soluções tecnológicas e inovadoras, agrega a gestão eficiente e regular dos serviços públicos, a partir do melhor uso de ferramentas já disponíveis e vindouras (…) A implementação e desenvolvimento de cidades inteligentes tem alto potencial para a transformação socioeconômica do Brasil, mediante ampla participação cidadã na concepção e governança, com efetiva cooperação entre a sociedade, o setor privado e o Poder Público”. 16

Revista FADESP

Josep Piqué, presidente do La Salle Technova Innovation Park em Barcelona e da Rede Catalã de Parques Científicos (XPCAT), defende que a articulação das universidades, governo e indústria é um dos eixos críticos para o desenvolvimento de ecossistemas de inovação. Ele é um dos principais responsáveis pelo responsável pelo distrito 22@, em Barcelona, que revitalizou e modernizou uma área de 200 hectares na cidade. Em 2021, ano a comitiva brasileira foi a maior a já ter participado do evento, reunindo 60 participantes. Entre os integrantes estão o Superintendente de Inovação do Paraná, Marcelo Rangel; Eduardo Castanheira Garrido, Presidente do Parque Tecnológico de Itaipu; prefeitos da Foz do Rio Itajaí Açu, em Santa Catarina; vereadores de Curitiba como Pier Petruziello, e Professor Euler; além do vice-prefeito de Curitiba, Eduardo Pimentel e Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, entre outros líderes. O Smart City Expo World Congress, maior feira de cidades inteligentes do mundo, encerrou nesta quinta-feira (18). O evento reuniu representantes de mais de 400 cidades de todo o mundo, apresentando produtos e serviços voltados para as smart cities e serve como um dos balizadores mundiais para as tendências nesse segmento. Além de mais de 400 expositores, a programação incluiu 350 palestras e 81 eventos e reuniões acontecendo paralelamente ao palco central.


Revista FADESP

17


FADESP

Posse dos membros da Diretoria Executiva, do Conselho Deliberativo e Fiscal

No último dia 21 de junho de 2021 às 9:00 horas, deu início a reunião ordinária, feita parcialmente on-line, cumprindo as devidas determinações dos órgãos de Saúde Estadual e Nacional e devidas medidas de segurança. A mesma que tinha como principal pauta, a posse em definitivo da atual diretoria e apresentação do “TERMO DE POSSE DOS MEMBROS DA DIRETORIA EXECUTIVA, DO CONSELHO DELIBERATIVO E FISCAL DA FUNCLOB- FUNDAÇÃO CLOVIS BEVILAQUA”, agora legalmente adequada a atual legislação registrada em cartório e a devida anuência do Ministério Público. O Presidente Prof. Roque Cortes Pereira, iniciou a reunião com o entusiasmo que lhe é peculiar, conclamando todos os membros a trabalharem com espirito de equipe, imbuídos do dever cívico para com nosso Pais, no intuito de colaborarmos de maneira efetiva com o progresso do nosso Brasil, desenvolvendo projetos altruístas nas áreas da Educação, Esportes, Artes Marciais, Ciências e Tecnologias, Artes, Mídia, dentre outros, contribuindo sobremaneira para a formação dos jovens, instruindo-os em como exercer de maneira plena à cidadania sendo cidadãos exemplares úteis a sociedade.

18

Revista FADESP

O Presidente fraqueou de maneira democrática a palavra a todos os presentes para a devidas apresentações formais em suas atividades profissionais, dentre outras. O mentor da FUNCLOB, o Presidente da FADESPFEDERAÇÃO NACIONAL DOS ADVOGADOS, ESTAGIÁRIOS E BACHARÉIS Dr. Raimundo Hermes Barbosa, de maneira eloquente, contou sobre qual foi o objetivo inicial da fundação da FUNCLOB fundada a 18 anos. Discorreu acerca do árduo caminho percorrido até o presente, e sua esperança e fé de que esta atual diretoria, alavancará sobremaneira devido a qualidade profissional e empenho dos mesmos, alçando a entidade ao patamar de excelência tão almejado desde sempre, colocando-se integralmente a disposição e dando seu irrestrito apoio aos projetos e trabalhos afins. Em seguida o Dr. Cláudio Ramos, explanou de maneira brilhante, mostrando toda sua expertise e experiência com terceiro setor, esclarecendo de maneira simples e coloquial os caminhos e planejamentos necessários que devem serem traçados


para o fortalecimento da entidade no que diz respeito a fomentar empreendimentos sérios e sólidos, obedecendo a legislação atual.

de sonhar, trabalhar arduamente e com fé, para o futuro de um Brasil ordeiro, progressista e que nos orgulhe cada dia mais!!!

O mesmo citou inúmeras associações e ou fundações que a FUNCLOB poderá fazer parcerias, exaltou a parceria da entidade com a APF- ASSOCIAÇÃO PAULISTA DE FUNDAÇÕES, entidade está que a FUNCLOB se filiou recentemente, e que tem como Presidente a competente Dra. Dora Silvia Cunha Bueno. Exaltou também a experiência da Sra. Elaine Ribeiro Cardoso na área de projetos sociais e (OSC’s) e sua preciosa colaboração nos futuros planos da entidade.

FUNCLOB!!! FÉ, MUITO TRABALHO EM PROL DA ORDEM E DO PROGRESSO DO BRASIL!

O Presidente pediu que o Vice-Presidente Executivo, Prof. Geraldo De Paula apresentasse os projetos pilotos nas áreas de Karate-Do e demais Artes Marciais, que será em breve finalizado. Os referidos projetos, além de formar campeões no alto rendimento, fomentará e formará principalmente cidadãos úteis a sociedade. Os primeiros projetos idealizados pelo Prof. Geraldo De Paula, contou com a colaboração integral e eficiente do Prof. Roque Cortes, do Prof. Edmundo Barbosa, terá sua finalização acompanhada de perto pelo Dr. Cláudio Ramos dentre outros membros da entidade que terão sempre a palavra, sugerindo e ampliando os mesmos, em um trabalho digno de equipe. Ao final, o mesmo deverá ser da entidade, feitos com o “DNA” de todos. PROJETO FUNCLOB KARATE & CIDADANIA. PROJETO FUNCLOB ARTES MARCIAIS & CIDADANIA. PROJETO FUNCLOB ESTUDOS ACADÊMICOS DA CIÊNCIA NOS ESPORTES DE COMBATE. PROJETO PARALEGAL EM AÇÃO. Já são uma realidade em sua fase final de elaboração, seu teor será apresentado aos devidos órgãos competentes, no intuito de fechar parcerias público/privadas dentre outros. Finalizando, o Pres. da FUNCLOB Prof. Roque Cortes, passou a palavra para os membros para suas considerações finais, determinou a imediata abertura de um Grupo no WhatsApp, com objetivo único de tratar dos temas relacionados aos referidos projetos da FUNCLOB.

PRESIDENTE Prof. Roque Cortes Pereira, Presidente. VICE-PRESIDENTE Prof. Geraldo Gilberto De Paula. SECRETÁRIO GERAL Dr. Armando Stoianov Guimaraes Filho. TESOUREIRO Dr. Hélio Mendes da Silva. CONSELHO CURADOR: Dr. Raimundo Hermes Barbosa - Presidente Dr. Antônio Marcos Graciani. Dr. Armando Stoianov Guimaraes Filho. Dra. Débora Guimaraes Barbosa. Prof. Edmundo Barbosa Silva. Prof. Lucas Silva. Dra. Regina Célia do Carmo de Luca. Dr. Richard de Souza Giménez. CONSELHO FISCAL Dr. Valdir Stoianov Guimaraes. Dr. Celso Ricardo de Moura. Dr. Brian Alves Benigno.

Funclob - Fundação Clóvis Beviláqua fundada desde 2004 Tem como objetivo promover a Cidadania e Inclusão Social, através de projetos e parcerias publico privadas efetivas nas áreas da Educação, Artes, Esportes, Artes Marciais e Esportes de Combate, Lazer, Cultura, Ciência e Tecnologia.

A reunião transcorreu em um clima amistoso e colaborativo, assim como deve ser entre cidadãos de bem, com espírito de equipe, que jamais deixaram

Revista FADESP

19


FADESP

Aniversário FADESP-Brasil

Para comemorar seus 23 anos de vida a FADESP-Brasil, respeitando as normas da pandemia, preparou 4 dias de palestras online com convidados ilustres. Em abertura deste grandioso evento, tivemos nosso Presidente Nacional Dr. Raimundo Hermes Barbosa, seguida pela palestra do Especialista em Gestão de Pessoas através de sua consagrada metodologia nas áreas de: Motivação, Estratégia, Marketing, Liderança, Educação, Vendas, Carreira e Empreendedorismo, Cesar Romão com o tema: “Seja Protagonista do seu Próprio Futuro”. Sabemos o quão importante é a representatividade e convidamos o Jornalista e Redator, Vereador do Partido Democrático Trabalhista PDT, Walter Gualberto De Brito abordando o tema: “Vidas Negras Importam”. Para representar nosso compromisso e parceria com as Organizações Militares tivemos o General de Brigada do Exército Brasileiro, Oficial de Artilharia formado pela Academia Militar das Agulhas Negras

Dr. Raimundo Hermes Barbosa

20

Revista FADESP

General Lange

Dr. Ricardo Sayeg

(AMAN) – Valério Luiz Lange palestrando sobre o Comando Militar do Oeste e Operações Militares. Também tivemos a honra de receber o Professor Dr.Ricardo Sayeg que é professor livre-docente em direito econômico pela Faculdade de Direito da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) e Diretor do Doutorado de Direito Empresarial da UNINOVE falando sobre “O Compromisso da FADESP-Brasil com a Democracia”. E para encerrar com chave de ouro nosso querido Dr. Alexandre Pompeu - Escritor, Historiador, Jornalista e Palestrante. Pós – Graduando MBA em Gestão Pública pela FMU. Conselheiro Corporativo de diversas organizações. Consultor Internacional em Monitoramento Urbano e Tecnologia Naval, abordando “ Estratégias para o Empreendedorismo”. Infelizmente não conseguimos comemorar em um evento presencial de grande estilo como de costume, mas nosso intuito foi realizar um evento do qual agrega conteúdos de qualidade para nosso público, o aniversário é nosso, mas quem ganha é você!

Alexandre Pompeu

Walter Brito


Patrícia Vanzolini Presidente OAB-SP

Congratulações da FADESP-Brasil a Patrícia Vanzolini, primeira Presidente OAB-SP

Patrícia possui graduação, mestrado e doutorado em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo – PUC-SP. Foi vice-presidente da Associação dos Advogados Criminalistas de São Paulo – ABRACRIM-SP e é sócia do Escritório Brito e Vanzolini Advogados Associados. É também professora da Universidade Presbiteriana Mackenzie e do Damásio Educacional, cursinho preparatório para o exame da Ordem. Autora de obras como “Manual de Direito Penal”, pela editora Saraiva, e de “Teoria da Pena: Sacrifício, Vingança e Direito Penal”, publicado pela editora Ti rant Brasil, entre outros.

[

“Mais do que representar a primeira mulher no comando da maior seccional do país, reconheço o peso da responsabilidade que é reconstruir a OAB com meu compromisso de atuar na defesa intransigente das prerrogativas de todos os advogados e da valorização da profissão, do primeiro ao último dia de meu mandato. O momento é de união e responsabilidade, com o compromisso de atuar para todos os advogados, independentemente da chapa que eles defenderam neste pleito”, disse ela, em nota, após vencer a disputa. A FADESP BRASIL - Federação Nacional dos Advogados Estagiários e Bacharéis através do seu Presidente Dr. Raimundo Hermes Barbosa e da sua Debora Guimarães Barbosa Vice Presidente Nacional Jurídico, parabeniza a Dr. Maria Patrícia Vanzolini Figueiredo e toda sua equipe pela vitória na OAB-SP. Aproveitamos o ensejo para desejar votos de êxito e sucesso nessa nova etapa, e colocamo-nos a disposição.

“Mais do que representar a primeira mulher no comando da maior seccional do país, reconheço o peso da responsabilidade que é reconstruir a OAB”

[

A criminalista Patrícia Vanzolini, de 49 anos, foi eleita presidente da seccional São Paulo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para o mandato de três anos (2022-2024). Ela é a primeira mulher, na história da instituição, criada em 1932, a ser eleita presidente.

Revista FADESP

21


FADESP

Transformação Digital para Escritórios de Advocacia Para cada artigo que você lê ou vídeo que assiste no Youtube sobre Transformação Digital, você verá uma definição diferente sobre o significado do termo e a aplicação prática a sua atividade profissional. Todas as áreas profissionais e todos os negócios foram “atirados” em um ambiente onde a realidade é: adapte-se ao digital ou morra - e apesar da fábrica de burocracia que se tornou o sistema judiciário brasileiro - os profissionais de direito foram afetados. Muitos acham que apenas usar as novas tecnologias digitais ou implementar o software da moda ou passar a usar uns “termos bonitinhos em inglês”, vai fazer a transformação digital que os profissionais e empresas precisam para jogar um jogo de adultos, em um mercado cada vez mais competitivo e mutante. Na verdade, usar as novas tecnologias é apenas uma fração do que realmente significa Transformação Digital no Ecossistema do Direito. Então, o que é exatamente a Transformação Digital? Neste artigo resolvi trazer de forma clara e definitiva tudo o que os profissionais do direito precisam saber, para construir uma presença digital efetiva, para não serem vistos como alguém de atuação amadora. Ao final você terá uma compreensão sobre: • O que é a transformação digital? • Por que a transformação digital é urgente? • Será que meu escritório precisa disso? • Como posso fazer a transformação digital acontecer? • O que a minha organização deveria a fazer? • Quem conseguiu a transformação digital? O que é a transformação digital? A transformação digital é uma mudança no comportamento do cliente que está menos paciente com demora e ineficiência nos processos de atendimento e consumo de produtos e serviços, inclusive na área jurídica. O mundo digital mudou a dinâmica das empresas, e dos prestadores de serviços foi muito afetada porque o desenvolvimento tecnológico colocou fortemente o poder de escolhas nas mãos do consumidor. As pessoas agora têm mais opções do que nunca e o novo nome no jogo é: a experiência de se consultar e comprar de você. 22

Revista FADESP

Através de uma simples pesquisa no Google, ele é capaz de encontrar um número ilimitado de opções e fornecedores e não só isso, os clientes têm voz ativa maior do que nunca para entender o que funciona e o que não funciona. Um único cliente descontente pode prejudicar a reputação de uma empresa ou profissional, através de uma simples avaliação no Google. Os clientes estão cada vez mais conscientes dessa mudança de poder e mais uma vez isso os leva a serem cada vez mais exigentes. Esse é o verdadeiro poder da era digital. Isso muda nossa definição de transformação digital, que passa a ser algo muito além da tecnologia e passa a ser algo aplicado diretamente para melhorar a experiência do consumidor. A Transformação Digital nos escritórios de Advocacia e nos Escritórios e empresas de todos os segmentos e portes, passa a ser mais urgente. O Marketing Digital e uma consultoria em processos operacionais pode ser a porta de entrada para levar os serviços do profissional a uma transformação positiva. Por que a transformação digital é urgente? Se toda a transformação digital fosse somente sobre a integração de alguma tecnologia nova, seria mais simples e menos urgente. Mas, como sabemos que o comportamento do cliente mudou, devemos nos adaptar muito mais rápido se quisermos continuar relevantes e sobreviver. A verdade é que seus clientes em potencial podem estar flertando com concorrentes nesse exato momento e se a experiência e a facilidade de comunicação com seu competidor forem mais positivas, você perdeu. Será que meu escritório realmente precisa disso? Neste ponto, você pode estar pensando que seus clientes não mudaram e seu setor é o mesmo de sempre e o “basicão” vai resolver. Na verdade, seus clientes não são apenas seus. Eles são as mesmas pessoas que usam aplicativos bancários, usam ferramentas como Google e assim por diante e sabem reconhecer quando alguém promove uma experiência melhor, mais clara e mais rápida usando tecnologia. Eles fazem compras on-line usando sites e conversam com amigos em todo o mundo através de apli-


CIDO RODRIGUES Especialista em Negócios Digitais

cativos de ponta como o Skype e usam tecnologia para aprender, reclamar, enfim, interagir e acessar informações que antes, só alguns privilegiados tinham acesso.

Não há como você mudar sua organização sozinho. Você precisa de outras pessoas na empresa para te ajudar neste processo se quiser fazer rápido e certo.

Do ponto de vista do marketing digital, os clientes não estão apenas comparando você com sua concorrência. Eles estão comparando você com a última melhor experiência que eles tiveram online. É isso que torna a Transformação Digital tão urgente para todos os negócios.

O que a minha organização deveria a fazer? O primeiro passo é fazer um benchmarking, para identificar o que os principais players de seu mercado já estão fazendo... Dar aquela espiada básica nos competidores que você admira e ver se há práticas que você consegue modelar no seu negócio.

Além disso, quando se trata de digital, tanto prestadores de serviços, como a indústria e o comércio são impactados, pois, todos precisam de: • Visibilidade online. • Recomendação dos seus produtos ou serviços. • Pessoas que os conheçam e saibam o que fazem ou entregam. • Visibilidade e boa reputação no mercado

Após isso, precisamos entender que cada realidade é diferente e talvez seja necessário falar com especialistas para te ajudar a fazer o seu plano de aceleração digital. Os benefícios valem a pena, porque evita erros que podem custar tempo e dinheiro e ainda não entregar o resultado que seu negócio precisa para subir de nível.

Como Posso Fazer a Transformação Digital Acontecer? Um passo crucial na transformação digital é entender como sua organização é madura digitalmente. Sem uma avaliação honesta, pode ser difícil iniciar em uma transformação digital efetiva e alcançar sucesso na rede.

Quem conseguiu a transformação digital? Na área jurídica já existem diversas empresas no chamado mercado LawTech. Esse mercado tente a se expandir no Brasil. São empresas que criam soluções jurídicas baseadas em tecnologia seja para os profissionais de direito, para órgãos públicos ou para o usuário final da justiça.

O fato de você estar lendo este artigo, já é um indicador que talvez você precise de um projeto de transformação digital em sua atividade. Para ajudar a alavancar o marketing digital e a transformação digital os profissionais e líderes de organizações devem entender alguns pontos cruciais:

Nesse exemplo poderíamos citar a própria câmara arbitral da FADESP que se beneficia da tecnologia para facilitar conciliação entre partes de conflitos, que poderiam virar ações judiciais e entulhar ainda mais os tribunais do BRASIL. Agora que você já entendeu a importância da Transformação Digital para os negócios, é hora de refletir como você pode se preparar para essa realidade e agir.

• Quanto sua estrutura organizacional é compatível com o digital? • Você ou sua empresa quer ser mais digital? • Sua organização possui uma estrutura digital? • O digital irá receber investimento adequado? • Sua organização está focada na experiência do cliente? Ao responder a estas questões, você pode começar a elaborar um planejamento digital e iniciar seu plano de Transformação Digital exclusivo para seu negócio.

Cido Rodrigues - é empresário diretor da SPAR.DIGITAL, Consultor, Jornalista e Especialista em Negócios Digitais. Na FADESP é Head de Inovação, Tecnologia e Empreendedorismo e ajuda a entidade a dar passos nessas áreas visando dar suporte uma maior expansão nacional.

Revista FADESP

23


FADESP

Medicina do Pé Diabético e Feridas Complexas O Pé Diabético, principal causa de amputação do membro inferior (risco de 15 a 40 vezes maior), mais do que uma complicação do Diabetes, deve ser considerado como uma situação clínica bastante complexa, que pode acometer os pés e tornozelos de indivíduos portadores de Diabetes Mellitus; tem como principais fatores de risco, a neuropatia periférica, as deformidades e a limitação da mobilidade articular; assim, pode reunir características clínicas variadas, tais como alterações da sensibilidade dos pés, presença de feridas complexas, deformidades, alterações da marcha, infecções e amputações, entre outras. A abordagem deve ser especializada e deve contemplar um modelo de atenção integral (educação, qualificação do risco, investigação adequada, tratamento apropriado das feridas, cirurgia especializada, aparelhamento correto e reabilitação global), objetivando a prevenção e a restauração funcional da extremidade. Dados epidemiológicos demonstram que o pé diabético é responsável pela principal causa de internação do portador de diabetes. A Organização Mundial de Saúde reconhece que a saúde pública se depara com um sério problema em relação ao diabetes. A previsão para o ano de 2040 é de mais de 640 milhões de portadores de diabetes. Destes, pelo menos 25% vão ter algum tipo de comprometimento significativo nos seus pés. Atualmente, estima-se que, mundialmente, ocorram três amputações por minuto às custas do pé diabético, sendo que 85% destas são precedidas por úlceras. A tendência atual, em virtude da abordagem e resultados mais eficientes, vem apontando para a necessidade da inserção de todos os pacientes portadores de diabetes em centros médicos especializados no manejo do pé diabético e feridas complexa. Estatisticamente vale a pena ressaltar que 50% dos portadores de diabetes desconhecem que têm este diagnóstico. Portanto, é de suma importância a busca desses pacientes, que também desconhecem apresentar um pé de risco para a manutenção sadia da extremidade. Aqueles que já conhecem o seu diagnóstico, devem ser submetidos a exame clínico pormenorizado e categorizados em grupos de risco, onde então receberão proposta terapêutica e seguimento clínico individualizados.

atento à real relevância clínica e evidência científica de cada método. As úlceras nos pés e as amputações dos membros inferiores são complicações muito graves e de alto custo para o paciente e para a sociedade, estando associadas frequentemente à alta morbimortalidade e elevadas taxas de recorrência. As feridas complicadas requerem abordagem interdisciplinar, realizada por equipe treinada e familiarizada com a abordagem do pé diabético. Em relação ao manejo tópico das feridas crônicas, existem inúmeras propostas que variam desde antimicrobianos e cicatrizantes até o uso de fatores de crescimento e substitutos biológicos de pele. O importante é a equipe compreender os princípios de tratamento avançado de feridas, onde é necessário uma análise cuidadosa não só da lesão mas sim, do paciente como um todo. Assim, é possível oferecer agentes locais (“curativos primários”) que possam interagir de acordo com o que a ferida está “pedindo”, proporcionando então, condições mais favoráveis para a otimização cicatricial. Contudo, a evidência verdadeira na resolução do quadro local, se dá por meio do controle das doenças de base, do desbridamento cirúrgico dos tecidos desvitalizados e da descarga regional através de aparelhos gessados ou ortésicos customizados. Em síntese, um verdadeiro “Programa de Prevenção e Tratamento do Pé Diabético e Feridas Complexas”, não se restringe à troca de curativos, ao corte adequado das unhas e à sugestão do uso de calçados, nem tão pouco é contemplado por opções terapêuticas isoladas e ditas milagrosas. Obrigatoriamente, deve ser um programa extremamente abrangente e complexo, e que necessite de equipe efetivamente treinada, integrada e literalmente comprometida com a saúde e qualidade de vida do indivíduo e da sociedade.

Entre as feridas de difícil cicatrização, merecem destaque as úlceras diabéticas, as úlceras de pressão e as deiscências cirúrgicas. O manejo deve ser individualizado e realizado por profissionais capacitados para tal cenário. Diferentes e inovadoras propostas de apoio à cicatrização têm sido reportadas, porém, deve-se estar Prof Dr Fábio Batista, MD. TEOT. MSc. PhD.

24

Revista FADESP


Revista FADESP

25


26

Revista FADESP

ANS - nº 36.825-3


Millions discover their favorite reads on issuu every month.

Give your content the digital home it deserves. Get it to any device in seconds.