Page 14

Saúde e Meio Ambiente

• primários:

lançados diretamente na atmosfera, provenientes de fontes antrópicas e

naturais;

• secundários: provenientes de reações químicas e fotoquímicas. Os impactos da poluição atmosférica podem se inscrever tanto no ambiente quanto na saúde humana. As consequências englobam a diminuição da camada de ozônio, o efeito estufa, a eutrofização, o escurecimento da atmosfera, a chuva ácida, além dos malefícios causados à saúde dos animais. Já a contaminação dos recursos hídricos representa, atualmente, uma das maiores preocupações governamentais sobre a questão ambiental, considerando que apenas 2,5% da água no mundo é doce e, desse percentual, apenas 0,3% está disponível para consumo. A OMS estima que, diariamente, dois milhões de toneladas de resíduos humanos são inseridos em ambientes aquáticos. (FIOCRUZ, 2015) Podemos citar como exemplos dos principais problemas que afetam a qualidade dos recursos hídricos os seguintes:

• poluição por esgoto doméstico: despejo dos dejetos humanos em rios; • poluição industrial: depósito dos refugos industriais nos rios; • deposição de resíduos sólidos: sedimentação e deposição de lixo nos mares; • poluição

difusa de origem agrícola, e de mineração: contaminação de aquíferos por agrotóxicos e metais;

• eutrofização

de lagos e represas: proliferação de algas e plantas aquáticas devido ao aumento de nutrientes na água, como nitrogênio e fósforo;

• salinização de rios e açudes: crescimento dos níveis dos sais minerais na água doce da foz em contato com o mar;

• falta de proteção aos mananciais superficiais e subterrâneos: despejo de esgoto doméstico de residências construídas em áreas de mananciais.

Figura 4 – Exemplo de degradação de ambiente líquido causado pela ação humana. Fonte: Dreamstime, 2015.

14 Laureate- International Universities

Saude meio ambiente 2  
Saude meio ambiente 2  
Advertisement