Page 1

FACULDADE FAEL

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA NOS NEGÓCIOS

RESPONSABILIDADE PESSOAL

PRINCÍPIO CHAVE: Nós operamos com honestidade, integridade e de acordo com os mais elevados padrões

CONFLITOS DE INTERESSE E OPORTUNIDADES CORPORATIVAS Cada um de nós tem um dever de lealdade à organização que inclui evitar situações que possam criar, envolver ou dar a aparência de um conflito de interesses. Espera-se que atuemos no melhor interesse da organização, divulguemos e resolvamos quaisquer potenciais conflitos de interesse com antecedência e que usemos informações e ativos da companhia para beneficiar a organização, nossos clientes e nossos acionistas. BUSCANDO AJUDA Conflitos, potenciais conflitos e oportunidades de negócio que são encontradas durante o trabalho ou no exercício do cargo de um colaborador devem ser divulgados para revisão e aconselhamento. Essas questões serão revistas pelo Diretor de Ética e Conformidade da FAEL que informará sobre o potencial conflito de interesse, resolução apropriada e expectativa. 17

Seção 3 - RESPONSABILIDADE PESSOAL


FACULDADE FAEL

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA NOS NEGÓCIOS

Um conflito de interesse ocorre quando: •

Interesses pessoais conflitam com os interesses da organização.

Interesses pessoais interferem ou podem interferir com o exercício das atribuições.

Colaboradores podem não ser eficazes ou objetivos em suas atribuições da companhia devido a interesses pessoais.

Colaboradores utilizam informações ou ativos da organização, ou seu cargo ou influência na organização para benefício pessoal.

O emprego externo de um colaborador ou o emprego de um membro da família imediata cria um conflito de interesse ou a aparência de um conflito de interesse.

Há aparência de um conflito de interesse.

Dilema Ético: “COMO ISTO DEVE SER TRATADO?” P: Eu sou colaborador como professor em tempo integral R: Embora a FAEL incentive seus colaboradores a participar do curso de Pedagogia da FAEL e um colega recentemente me pediu que eu considere atuar no conselho de uma outra universidade em nosso setor. Minha atuação não seria em nome da companhia, mas eu acredito que esta atividade seria benéfica a mim e à Companhia. Isto é permitido?

18

ativamente em serviço pessoal em conselhos comunitários e profissionais, pode haver casos em que seu serviço pessoal em conselhos pode gerar conflitos com interesses da FAEL. Por essa razão, colaboradores que atuam ou que estão considerando atuar em conselhos de organizações cujos interesses podem se sobrepor ou entrar em conflito com interesses da FAEL devem divulgar esta informação previamente para revisão pelo Diretor de Ética e Conformidade da FAEL.

Seção 3 - RESPONSABILIDADE PESSOAL


FACULDADE FAEL

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA NOS NEGÓCIOS

EMPREGO EXTERNO E CONSELHOS DE ADMINISTRAÇÃO Esperamos que a lealdade de cada colaborador seja à organização e que quaisquer oportunidades de emprego externas não interfiram nem criem conflitos com esse compromisso, incluindo uso de tempo, recursos ou ativos da companhia. Oportunidades externas de trabalho podem trazer questões e situações que podem representar um conflito de interesse. Oportunidades adicionais que podem criar conflitos incluem atuação como executivo ou diretor de outra companhia ou entidade. BUSCANDO AJUDA Esses tipos de oportunidades de trabalho externo ou adicionais devem ser divulgados da mesma maneira que outros potenciais conflitos de interesse para revisão e aconselhamento antes de aceitar um cargo. Informações adicionais sobre conflitos de interesse, empregos externos e conselhos de administração podem ser obtidas contatando o Diretor de Ética e Conformidade da FAEL.

19

Seção 3 - RESPONSABILIDADE PESSOAL


FACULDADE FAEL

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA NOS NEGÓCIOS

PRINCÍPIO CHAVE: Nós comemoramos e recompensamos nossos sucessos e incentivamos e apoiamos uns aos outros.

COMUNICAÇÕES COM COLEGAS DE TRABALHO, ESTUDANTES, O PÚBLICO E OUTROS No ambiente de negócios, social e de sala de aula, cada um de nós atua como representante da nossa organização. Espera-se que os colaboradores demonstrem nossos valores, profissionalismo e discrição em todas essas interações. Isto significa que nós somos justos, honestos e atenciosos em todas nossas comunicações e atividades de negócios. Somos transparentes com relação a nossas operações, cumprimos as regras que regem nossas atividades e estamos comprometidos com nossos estudantes. Nós somos profissionais em nossas interações e temos pleno conhecimento das políticas da FAEL com relação a nossas áreas individuais de responsabilidade, tais como seleção de estudantes, auxílio financeiro, critérios para graduação, padrões acadêmicos e nossos métodos educacionais. Somente pessoas especificamente autorizadas pode agir como porta-voz da organização. Essa prática é concebida para proteger nossos colaboradores e assegurar que nossas comunicações com nossas partes interessadas e com o público sejam precisas e diplomáticas. Indivíduos que recebam pedidos de informação de fora da organização, e que não sejam autorizados a falar em nome da organização, devem encaminhar o pedido ao Diretor de Ética e Conformidade da FAEL. Adicionalmente, antes de publicar, de fazer um discurso, de dar uma entrevista ou de se apresentar em uma conferência, os colaboradores devem contatar o Diretor de Ética e Conformidade da FAEL para obter orientação. Espera-se que indivíduos que participam de atividades em redes sociais demonstrem nossos valores éticos e sigam todas as políticas e procedimentos pertinentes da companhia.

ENCONTRE MAIS INFORMAÇÕES

Se houver alguma pergunta relacionada a ações ou comunicações apropriadas, contate o Diretor de Ética e Conformidade da FAEL ou, utilize o Canal de Integridade.. 20

Seção 3 - RESPONSABILIDADE PESSOAL


FACULDADE FAEL

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA NOS NEGÓCIOS

USO DE RECURSOS DA COMPANHIA Nossos estudantes, acionistas e partes interessadas esperam que nós protejamos e usemos os recursos da organização de forma sensata. Nós usamos nosso bom julgamento e discricionariedade ao usar recursos da companhia, incluindo nossos sistemas, computadores, telefones, acesso à Internet, e-mail, correio de voz, copiadoras, aparelhos de fax, veículos ou outros recursos financeiros ou propriedades. Nós fortalecemos a excelência em nossas operações de negócios conservando recursos da companhia e procurando oportunidades apropriadas de economia; isto inclui uso dos recursos ao viajar a serviço da organização. Uso pessoal de pequena importância, incidental e infrequente de recursos da organização é às vezes inevitável e permitido se o custo para a organização for insignificante e o uso não deteriorar o valor de nossos ativos, não causar interferência na produtividade nem criar risco ou responsabilidade para a organização.

Dilema Ético: “O QUE VOCÊ FARIA?” P: Um dos estudantes teve dificuldade de realizar postagem R: Não, nunca é aceitável realizar atividades em nome do de um trabalho ou relatório no ambiente virtual de aprendizagem e enviou um email ao professor da disciplina com o trabalho anexado, e pediu a ele que realizasse a postagem em seu nome. É aceitável que eu, o professor, poste o trabalho seu em nome usando o seu acesso privilegiado?

21

estudante. Os estudantes têm a obrigação de proteger seus dados e assegurar que somente ele próprio acesse a sala de aula e envie informações. Portanto, você não deve solicitar ou usar as informações do aluno por nenhuma razão. Nesse caso informe ao estudante que ele deve se dirigir ao seu polo de vinculação e pedir auxílio com os recursos do local.

Seção 3 - RESPONSABILIDADE PESSOAL


FACULDADE FAEL

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA NOS NEGÓCIOS

PRESENTES E ENTRETENIMENTO Colaboradores que dão ou recebem presentes ou favores relacionados aos negócios, ou fornecem ou aceitam entretenimento, devem fazê-lo somente quando estas atividades estiverem de acordo com a Política de Presentes e Entretenimento, forem aprovadas e apropriadas e não criem uma expectativa ou uma inferência de uma obrigação. Nós não podemos oferecer, fornecer, solicitar ou aceitar qualquer presente, favor ou entretenimento que possam ser considerados ou interpretado como propina, ou cujo propósito seja propina. Quaisquer presentes que sejam incompatíveis com estes princípios ou com nossa política de Presentes e Entretenimento devem ser devolvidos, relatados ou transferidos da maneira descrita em tal política. Indivíduos que tenham quaisquer perguntas a respeito de presentes e entretenimento devem contatar o Diretor de Ética e Conformidade da FAEL. Colaboradores não podem usar recursos ou ativos da organização para dar presentes, favores, entretenimento ou serviços aos nossos fornecedores, clientes ou agentes de governo ou empregados de governo, e presentes não podem ser oferecidos ou aceitos de estudantes potenciais ou ativos sem a prévia aprovação do Diretor de Ética e Conformidade da FAEL. Os seguintes princípios aplicam-se ao oferecimento e recebimento apropriados de presentes, gorjetas, serviços ou favores por colaboradores, seus cônjuges ou parceiros ou membros imediatos de suas famílias em relação a nossa organização e aos nossos negócios: • O oferecimento ou recebimento são compatíveis com as práticas de negócio habituais. • O oferecimento ou recebimento não podem ser interpretados como uma propina ou um suborno, o presente é legal no país onde a transação ocorre e o presente está em conformidade com as leis que se aplicam a nós. • O oferecimento ou recebimento não implicam que oportunidades de negócio adicionais são dependentes do presente/gorjeta. • O presente, gorjeta, serviço ou favor é espontâneo, infrequente e insignificante, a finalidade do mesmo é uma finalidade legítima de negócios, não inclui dinheiro e é de baixo valor. • O presente, gorjeta, serviço ou favor está plenamente em conformidade com a política de Presentes e Entretenimentos da FAEL. 22

Seção 3 - RESPONSABILIDADE PESSOAL


FACULDADE FAEL

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA NOS NEGÓCIOS

ENCONTRE MAIS INFORMAÇÕES Como abordado na política de Presentes e Entretenimento da FAEL, há diferentes considerações com base em quem está dando o presente e em quem está recebendo o presente, por exemplo, estudantes, colaboradores, fornecedores. Portanto, é importante analisar a política de Presentes e Entretenimento antes de oferecer, dar ou aceitar qualquer presente, entretenimento ou favor. Tal política está localizada na Biblioteca de Políticas da FAEL, no website interno da FAEL. Favor consultar as seções “Anticorrupção, Antissuborno” e “Empréstimos Educacionais” deste código para diretrizes adicionais relacionadas a presentes e entretenimento. Dilema Ético: “QUAL É A LINHA DE PENSAMENTO POR TRÁS DE NOSSAS POLÍTICAS?” P: Sou consultor de vendas da FAEL e uma das minhas atividades é firmar convênios com empresas oferecendo desconto para funcionários. Certo dia, recebo a indicação de um colaborador que trabalha em uma empresa que realiza eventos esportivos na cidade, a indicação e possibilidade de agenda do contato direto com o responsável em firmar convênios. Isso ocorre, pois o colaborador tem interesse em um dos cursos oferecidos pela FAEL, bem como após o convênio firmado, este trará grandes oportunidades ao negócio. Dias depois, convênio firmado e então, recebo novamente o contato deste colaborador pedindo para que eu fosse visitá-lo. Durante a visita ele em agradecimento ao convênio firmado, disponibiliza dois convites para assistir um dos grandes eventos esportivos da cidade. O que devo fazer? Posso aceitar os convites e agradecer a lembrança? 23

R: Não, nunca é aceitável que o colaborador da FAEL e outros que agem em nome da FAEL, recebam presentes e ou entretenimentos em agradecimento ao exercício de sua atividade. Neste caso, o colaborador deve agradecer a lembrança e recusar educadamente o presente e informar que de acordo com a política da empresa, não poderá recebê-lo.

Seção 3 - RESPONSABILIDADE PESSOAL


FACULDADE FAEL

CÓDIGO DE CONDUTA ÉTICA NOS NEGÓCIOS

EMPRÉSTIMOS EDUCACIONAIS E FORNECEDORES Colaboradores, seus cônjuges ou parceiros ou membros de sua família imediata não podem dar ou receber presentes, gorjetas, entretenimento ou outros favores de nenhum valor a, ou de qualquer fornecedor de empréstimos de estudante atual ou potencial em relação a FAEL ou a seus negócios. Os colaboradores que estão envolvidos na seleção de contratada (pessoas ou empresas), em processos de aprovação de compras ou processos relacionados com respeito a empréstimos educacionais ou fornecedores de empréstimo de estudantes devem consultar a seção “Integridade em Contratação de Suprimentos, Alegações Falsas e Contratos com Governos” deste Código para obter informações adicionais a respeito destes tópicos. ENCONTRE MAIS INFORMAÇÕES Toda a equipe de funcionários da FAEL bem como outros colaboradores que executam funções relacionadas à administração desses recursos tem a obrigação de cumprir o Código de Conduta sobre Empréstimos da FAEL, este Código e as políticas relacionadas. Tais políticas e recursos estão disponíveis no site www.canaldeintegridadefael.com.

24

Seção 3 - RESPONSABILIDADE PESSOAL

Responsabilidade Pessoal  
Responsabilidade Pessoal  
Advertisement