Issuu on Google+

Ano 4 - Edição 40- 2014

UM NOÉ DIFERENTE POLÍTICA

Viver não é Preciso

Vinícius Machado

ORLANDO

DOENÇA PERIDONTAL X CORAÇAO

fre e

DESAFIO ROTAX

Po & rtu En g gl ue is sE h

TALENTO MADE IN BRAZIL BRILHA NAS TELAS


faceíndice 10 ANO 4

08

1

18 Esporte Andressa Ribeiro decisão de ser campeã 22 Sustentabilidade Sinal vermelho 30 Oportunidades Economia melhorando lentamente 38 Coaching: Transformando medos

40 Tecnologia

Chromecast do Google

44 Auto e Moto

Desafio Rotax Orlando

48 Orlando

Aquatica cheia de novidades

24

Be happy


e2014 20 62

52 Decoração

Unidade e harmonia 7  olítica P Viver não é preciso

64 Opinião:

Estou dividido

14

67 Facebrasil

English Version

44 58 FACEBRASIL.COM

www.revistafacebrasil.com

60


Por Marco Alevato

EXPEDIENTE Marco Alevato Publisher / Editor Chefe

primaveril

N

6

facebrasil/editorial

a

primavera, a estação mais bonita de todas, vem também a edição 40 da Facebrasil. Acredito que conseguimos a maturidade, sabemos o que queremos, muitas vezes não conseguimos fazer as coisas como gostaríamos, são muitas as forças contrárias e, se não respeitarmos isso, as forças se transformam em forcas. A Facebrasil está cada dia mais presente em Miami, concluindo parcerias, se adaptando a uma nova realidade. Em Orlando, estamos muito felizes com o sucesso e essa edição vem com uma novidade sensacional, um pedido de muitos amigos leitores, as matérias agora também em inglês para satisfazer a curiosidade de muitos do que é a Facebrasil. Começamos esse projeto há alguns meses, fazendo testes em nosso

COLABORADORES Andre Chaves Daniela Esteves Diogo Esteves Fernando Braga Giovanni Alevato Isabella Morgia Ivana Diniz Juliana Brilhante Lílian Alevato Mari Canonicco Mari Excelrud Mauro Machado Natalia Mota Paula Matos Sergio Castro Zélia Cardoso de Mello COMERCIAL – SALES Marco Alevato – (407) 842-1211 info@facebrasil.com

site e nos bastidores, o sucesso foi absoluto e agora todo mundo vai poder compartilhar nossa nova diagramação. Na edição 40 também temos o Vinicius Machado, o galã brasileiro de Power, a nova série na televisão americana, o grande Antonio Romano e muito mais; somente lendo para entender... Vai ser uma delícia, porque... A Festa continua...

Sempre Marco Alevato MBA, Publisher

40

Bernardo Alevato - Financeiro IdeaBrazil - Projeto Gráfico Marianella Godoy - Diagramação Jorge Souto - Editor Fotográfico

As opiniões expressas em artigos assinados são inteiramente de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião da revista Facebrasil. Os anúncios são de responsabilidade dos anunciantes. A versão digital pode ser encontrada no portal Facebrasil no endereço: www.facebrasil.com Orlando 1411 Sand Lake Rd, Orlando, FL 32809 Coral Gables 2000 Ponce de Leon Blvd, Suite 187 Coral Gables - FL - 33314 Rio de Janeiro Torres Homem 888, Vila Isabel Rio de Janeiro - RJ - BR CEP 20.551.070 No portion of this publication may be reproduced or distributed by any means without the express written authorization of Facebrasil Magazine and PPM Magazines. All rights reserved. Printed in the USA. Volume 37-4 ISSN 231-5482 - is published monthly by PPM Publishers.


Redação

Um Noé que não está na Bíblia

C

8

facebrasil/cinema

om Russell Crowe, o filme de Darren Aronofsky tem uma linguagem fora da Bíblia adota tom sombrio e cria personagens e situações que não estão na Bíblia, causando muito impacto. A estréia de “Noé”, polêmico filme de Darren Aronofsky que chega aos cinemas, dá início a uma serie de filmes religiosos que unem histórias bíblicas ao espetáculo cinematográfico com batalhas, explosões, efeitos especiais, 3D.

Não é à toa que os filmes religiosos, muito populares nos anos 1950, encontraram na Hollywood contemporânea um

lugar para renascer. Como os longas de super-heróis, eles baseiam a narrativa em histórias conhecidas do público e marcadas por elementos épicos, perfeitas para o uso de tecnologia digital que costuma ajudar a levar grandes platéias aos cinemas e a fazer sucessos de bilheteria. Os riscos, porém, são grandes, já que liberdades narrativas têm grandes chances de serem encaradas como ofensas. Aronofsky, que se declarou ateu, usou um orçamento de US$ 125 milhões para contar, à sua maneira, uma das mais conhecidas histórias religiosas. No filme, escrito em parceria com Ari Handel, ele insere personagens e situações que não estão na Bíblia e adota tom sombrio, mostrando um Noé quase tão conturbado quanto a bailarina interpretada por Natalie Portman em seu filme anterior, “Cisne Negro”. A trama básica, de fato, é a mesma. Insatisfeito com as ações do homem desde a expulsão de Adão e Eva do Paraíso, Deus decide destruir o mundo para poder recomeçá-lo. A pedido Dele, Noé constrói uma arca e abriga nela um casal de todas as espécies de animais, que darão continuidade à vida após o fim do dilúvio. O filme ecoa, portanto, temas atuais como o aquecimento global e o fanatismo religioso, com um herói disposto a cometer atos brutais em nome de Deus.

Outros Filmes:

40

“Exodus”, de Ridley Scott, no qual Christian Bale interpreta Moisés; “Gods and Kings”, sobre o mesmo personagem, que foi considerado por Steven Spielberg, mas deve ficar com Ang Lee; “The Redemption of Caim”, baseado na história de Caim e Abel e provável estréia de Will Smith na direção; e “Mary, Mother of God”, sobre a Virgem Maria, com Ben Kingsley.


Da Redação

Vinicius Machado

10

facebrasil/matéria de capa

Um brasileiro com muito “Power”

Faz sucesso nas telas do mundo na nova série Power

1. Como você começou a atuar e há quanto tempo você vem fazendo isso? Eu me apaixonei por atuação quando eu era bem novo. Estar à frente de pessoas e no centro sempre foi satisfatório e prazeroso para mim. Porém, sendo brasileiro, eu jogava futebol e sempre sonhei em me tornar um jogador profissional um dia. Pensava assim até o segundo ano do ensino médio, quando comecei a frequentar aulas de atuação. Um dos requisitos era participar de uma audição para a peça de teatro da escola naquele ano. Eu fiz e, para o meu interesse, consegui um dos papéis principais na maior produção da peça de Sheakespeare “O Sonho de Uma Noite de Verão” que minha escola já havia feito. Imediatamente, foi amor à primeira vista. A partir de então, eu continuei participando de audições para outras peças, também comecei a fazer aulas de teatro e me aprofundar nos estudos. Já faço isso há 8 ou 9 anos e vou continuar por mais 8 ou 9 milhões de anos. Eu amo o que faço. 2. De quem e de onde vem sua fonte de confiança nesse negócio, sendo a indústria que é?

40

Eu atribuo todo o meu sucesso até hoje e para sempre ao meu pai e à minha mãe. Eles sempre serviram como uma rocha para mim. Me ensinaram tudo que sei e preciso saber nessa vida. Eu não poderia ser mais seguro no amor e proteção deles.

Williams como meu diretor e Andy Voegeli (de Breaking Bad) como meu DP (cinematógrafo). O roteiro já foi aceito em dois festivais de filmes, então estamos acelerando a pósedição para completá-lo a tempo, até Maio deste ano. Me ofereceram um papel para trabalhar com Desmond Davenish (diretor) em Los Angeles, com início em Abril. Depois, um filme de terror que escrevi entrará em pré-produção em Junho para ser filmado em Julho, então estarei me preparando para isso. Em Maio, vou viajar a trabalho sem parar com meu publicista para promover a estreia de POWER em Junho. 4. Você se sente preparado para assumir qualquer papel neste ponto da sua carreira? Há algum papel que seria dos seus sonhos? Sim, consigo. Posso interpretar qualquer coisa que me derem. Como um artista, sempre tenho que abrir espaço para melhorar, crescer e aprender, mas também sou confiante em minhas habilidades, hoje, como ator para controlar qualquer coisa que me oferecerem. É claro que sempre com o entendimento que não vivemos em um mundo perfeito. Eu sou estereotipado. Algumas pessoas têm dificuldade em lidar com isso; eu abraço isso. Me faz continuar a trabalhar em primeiro lugar. Não possuo o “papel dos sonhos”, acredito que eu sou o papel dos sonhos. Eu faço o que eu amo e amo o que faço. Para mim, isso é um papel que a maioria das pessoas não tem em toda sua vida.

3. O que você está fazendo agora? O vem em seguida?

5. Você se vê indo ao Brasil a qualquer momento para atuar lá?

Eu sou um dos personagens principais na série POWER, da rede de televisão STARZ, que estreia em Junho de 2014 no mundo inteiro. Faço o personagem Nomar, um membro porto-riquenho da gangue Soldado Nation, de New York, que namora a filha do seu chefe de 14 anos de idade. Depois disso? Eu acabei de filmar um curta-metragem que escrevi aqui em New York, chamado “By Chance”, com Joshua

Sim, com certeza. Aliás, venho tentando encontrar uma oportunidade lá em baixo e espero que até o final deste ano eu consiga fazê-lo. É só uma questão de encontrar a oportunidade certa e entrar de cabeça. Eu sempre tive o Brasil em mente desde o começo da minha carreira. Será um sonho completamente realizado. Então, sim, qualquer


Se você não estiver disposto a lutar, apanhar, ser rejeitado várias vezes, fazer sacrifícios que podem te custar amigos, lazer, até família


fazendo isso, você descobre mais ferramentas para usar na próxima oportunidade que vier, assim você estará melhor preparado!

12

facebrasil/matéria de capa

9. Você usa alguma técnica específica em seus papéis?

papel, qualquer oportunidade apresentada será aceita imediatamente. 6. Como você começou seus próprios projetos, sua própria companhia de produção? Isso já está em desenvolvimento há alguns anos. Tendo suportado a greve de escritores em 2008, seguida pelo colapso da economia mundial, eu percebi, como um ator, que você só quer trabalhar. E nessa indústria, a única garantia que temos é que não há garantia. Então, aprendi rapidamente algo muito valioso, simplesmente observando e passando por altos e baixos. Aprendi que não se trata apenas de arte e talento, mas de uma imagem! Não me entenda errado, talento é necessário e arte é a imagem que eles vendem, mas estamos no mundo comercial, onde o valor é dado apenas onde o dinheiro reina. As políticas são tão bem orquestradas e organizadas, que a única maneira de provocar uma mudança (e não falo como um todo, mas a você como indivíduo) é revertendo a maneira como você é visto, mudando seu valor na mente das outras pessoas. Assim então, você ficará sem limites e livre para fazer o que quiser; aí é que você se torna desejável. 7. Como é trabalhar com o 50 Cent? Inspirador! Eu me lembro que na minha primeira entrevista na STARZ me fizeram a mesma pergunta e o entrevistador disse “Porque todos dizem a mesma coisa?”. Ele é um homem que, literalmente, não tinha nada, veio do nada. Ele começou a cantar rap, se tornou bem-sucedido, mas ao contrário da maioria dos rappers, quando a glória começa a diminuir e tudo desaparecer, ele não se foi, não jogou a toalha. Ele se recriou de uma maneira que, hoje, ele é o mais respeitado produtor da indústria.

40

8. Seu currículo indica muito treinamento, mais do que o normal. Você poderia nos explicar isso?

Claro! Todo mundo tem uma; é o que faz a descoberta da identidade dos atores tão preciosa e única. Sou classificado como um ator de personagem pelas interpretações que já fiz, mas não me considero dessa forma. Sou a favor do método de atuação. Para mim, o desenvolvimento tem que ser tão preciso quanto na realidade. Eu faço uma análise intensa das implicações e sugestões no roteiro. Depois, conforme vou construindo o personagem, que caminhos ele já tomou e como essa jornada afetou seu caráter, eu acho respostas não somente para minhas interpretações, mas também para minha transformação naquele personagem. Às vezes, literalmente, eu passo o dia como aquele personagem para entender melhor a vida do ponto de vista dele e, esperançosamente, incorporá-lo mais precisamente. Música também me ajuda muito. Ouvir músicas que meu personagem ouviria é uma grande ajuda na solução do quebra-cabeças. 10. O que você diria para jovens atores, mesmo brasileiros, tentando entrar nessa indústria, ou novos no ramo? Que conselhos você daria?  Se você não estiver disposto a lutar, apanhar, ser rejeitado várias vezes, fazer sacrifícios que podem te custar amigos, lazer, até família, então essa não é uma carreira para você! Um ator tem que estar disposto a pegar toda negatividade projetada nele e usar para seu próprio bem! Atuar é um privilégio; é um trabalho maravilhoso, com muitos benefícios e luxo. Não é nem um pouco impossível, qualquer um pode fazer. E tem trabalho suficiente para todos. Você não imagina o tanto de trabalho sendo produzido diariamente em comparação à quantidade de atores que abandonam a profissão. Então, não me diga que a competição é acirrada. Não é! Tem muito trabalho e papéis para todos, mas você tem que entender o jogo, a natureza do negócio e depois aceitá-lo! Se eu posso, você também pode. A última coisa que gostaria de falar é que ouço muitas pessoas dizerem “Ah! É difícil entrar no ramo sendo um brasileiro em Hollywood!”. Não poderia ser mais distante da verdade! Você sabe quantos trabalhos há em que eles querem brasileiros autênticos com sotaque de verdade para o papel? Meu primeiro papel em Hollywood foi como um estudante de intercâmbio brasileiro na Nickelodeon, eu tinha que ter sotaque. Então, aprenda as idas e vindas do negócio, estude, assista a vídeos no Youtube, cerque-se de atores que estejam trabalhando, economize o máximo de dinheiro que você pode, prepare-se para o pior na vida, e pule.

Quando os tempos ruins vêm, não é hora de sentar e reclamar. É hora de fortalecer os pontos fracos e continuar aprendendo, crescendo e melhorando. Treinamento é extremamente É uma queda linda, eu juro. No final do dia, se você gostar, importante nesse ponto, porque te permite arriscar e não há nada que se compare! experimentar de uma maneira que não é possível no set! E


Por Lilian Alevato

facebrasil/saúde 14

primavera eM Orlando?

A

primavera está no ar! Literalmente, já que por todo lado encontramos pólen de diversos tipos de plantas – de vários tipos de grama a todas as classes de árvores, como carvalhos e camélias.

Com as temperaturas mais quentes se aproximando, os níveis atmosféricos de pólen estão altíssimos, significando um aumento importante dos sintomas de alergia respiratória, como espirros, “coceira no nariz” e olhos irritados.

40

Prepare-se, porque esse cenário não vai mudar anos próximos meses…..Como estamos na Florida, a estação de altos níveis de pólen se prolonga até o verão. Mas como saber se meus sintomas são de alergia? Bem,

existe um número imenso de alérgenos de primavera na atmosfera. Como saber qual desses agentes está causando esses sintomas tão desconfortáveis nos seus olhos, nariz e garganta? O teste de alergia de pele é a forma mais rápida, mais barata e mais precisa para descobrir a que você é alérgico, seja mofo, pólen de gramíneas, ou um tipo de erva daninha. Converse com seu médico primário ou um alergista. Ambos podem prescrever um teste de alergia. A pele é picada ligeiramente para permitir que um alérgeno, como grama ou mofo, entre na camada exterior; após cerca de 15 a 20 minutos, o médico verificará se existe qualquer tipo de reação, como urticária ou vermelhidão e inchaço, que irá identificar com precisão o alérgeno causador de seus sintomas. Uma vez que você identifique o agente causador de alergia do seu corpo e quantifique a intensidade dessa reacao alérgica, seu médico poderá prescrever o regime de tratamento mais indicado para seu caso.


Para aqueles que não têm acesso ao medico primário, ou que gostariam de algumas sugestões de medicações vendidas sem receitas, aqui vão algumas dicas. Procurem nas farmácias locais o setor de “Allergy Medication” – Remédio para alergias. Comece pelas medicações genéricas que não possuem efeito sedativo, ou seja, que nao vão comprometer a sua capacidade de dirigir ou simplesmente trabalhar ,como o “Claritin”. É aconselhável tomar 1 comprimido de Claritin pela manhã. Caso você continue com sintomas, como nariz entupido, é aconselhável incluir uma solução nasal salina ou um descongestionante genérico. Muita atenção com o uso de descongestionantes nasais!! Aqueles que têm pressão arterial aumentada não devem utilizar a medicação por um tempo prolongado. Assim, se você está usando descongestionante nasal por 5 dias e os sintomas ainda não passaram, é hora de procurar ajuda do médico. Muito cuidado com medicamentos anti-histamínicos com

efeito sedativo, como Benadryl e outros, já que, de acordo com sua sensibilidade ao medicamento, podem provocar sonolência, resultando, muitas vezes, em acidentes. O fator mais importante durante a primavera é evitar o contato constante com o pólen, ou seja, ficando o maior tempo possível dentro de ambientes fechados. Os cuidados genéricos com a saude, como ingerir bastante líquido e manter uma alimentação saudável, devem ser seguidos em todas as estações do ano, mas durante a primavera e o verão, essas recomendações tornam-se mais importantes. Se voce, leitor, vive na Florida e não está acostumado com esse processo...nariz entupido, olhos vermelhos e garganta meio dolorida...nao é gripe, nem Influenza... é somente alergia ao pólen.

Converse com seu médico primário ou um alergista. Ambos podem prescrever um teste de alergia


Por Mari Canonicco

10 Alimentos

Aliados do Exercício. Aveia: Rica em nutrientes e repleta de carboidratos, é altamente energética. Batata-doce: Fonte de antioxidantes, também tem alto teor de carboidratos, o que dá energia para o treino. Brócolis: Uma das verduras mais ricas em nutrientes e excelente fonte de vitamina C e folato, que reforçam as defesas do organismo.

16

facebrasil/malhação

Cebola: Graças à quercetina, combate os radicais livres e o colesterol ruim (LDL). Sua ação anti-inflamatória ajuda na recuperação muscular. Chá verde: Os flavonoides presentes na bebida têm efeito antioxidante, o que combate os radicais livres produzidos com o desgaste da atividade física. Iogurte: É rico em proteínas (elas ajudam na recuperação muscular), cálcio (que contribui para a saúde óssea), e lactobacilos (fortalecem o sistema imunológico). Noz pecan: Contém fibras, potássio, magnésio, vitamina E e selênio, protege as membranas celulares, reforça as defesas do corpo e contribui com a reposição de eletrólitos perdidos com o suor. Quinoa: Contém mais aminoácidos do que os outros cereais, o que é especialmente importante para quem faz atividade física. Salmão: Excelente fonte de ômega 3, indicado para a recuperação muscular. Semente de linhaça: Tem efeito anti-inflamatório e ajuda na defesa imunológica.

Carboidratos para comer antes do treino: • Arroz • Aveia • Banana • Batata • Bolacha salgada • Cereal de milho • Macarrão • Pão

Comidinhas pós-treino:

40

• Torrada com queijo branco e geleia • Vitamina de frutas • Banana com aveia e mel • Macarrão com molho de tomate e filé de frango


40 18

facebrasil/esportes Da Redação


Decisão de ser campeã Foi isso que Andressa Ribeiro fez quando decidiu vir para a América e, hoje, vai dividir com os leitores da Facebrasil. Facebrasil - Andressa Ribeiro, como foi que isso aconteceu? Andressa Ribeiro - Me tornar atleta profissional aconteceu por acaso. Vim para os Estados Unidos para aprimorar meus conhecimentos em Marketing e me matriculei na academia. Lá, conheci alguns competidores que me motivaram a melhorar o meu condicionamento físico, estilo de vida e competir, me fazendo acreditar que eu tinha potencial e, assim, eu iniciei meus treinamentos.  FB – Porque você escolheu esse modelo de competição? AR - Escolhi um campeonato “show”, como esses torneios são chamamos nos Estados Unidos. Me filiei ao NPC para poder competir e, em três meses, subi pela primeira vez em um palco. Foi em Setembro de 2013, o Daytona Beach Classic. Fui campeã Overall nas duas categorias em que participei, Open e Masters acima dos 30 anos. Em Outubro de 2013, 21 dias depois, competi novamente no Southeastern USA e novamente fui Campeã Overall nas duas categorias, me qualificando para o Arnold Classic em Ohio. Obtive novamente o titulo de Campeã Overall no Arnold Classic, conquistando o meu tão sonhado status de profissional, o pro card. FB – Como você se sente no meio de tantas feras profissionais? AR - Agora em nível profissional, o desafio está

apenas começando. Pretendo continuar fazendo o que eu amo, treinando e representando o Brasil, tendo o prazer de dividir o palco com as melhores atletas Figures/Body Fitness do planeta. FB- Tem alguma coisa que faz você assim? AR – Tem sim, uma citação, que é a minha favorita: Não se compare com outras pessoas, seja a melhor versão de si mesmo! FB – O que você gostaria de deixar para todo mundo? AT – Eu uso minhas páginas nas redes sociais para falar sobre motivação, dou dicas de treino e alimentação. Isso me faz compartilhar com todo mundo o meu melhor; e quero de todo mundo seja feliz e saudável.


Por Sergio Castro

facebrasil/mundo copa 20

#IMAGINANACOPA Vai ter Copa?

A

realidade de que, em alguns dias, começa a rolar a bola, já foi o sonho de todos os brasileiros que gostam de futebol. O Brasil tem potencial, mas o problema é como os governantes aproveitam o momento, e neste momento, podemos também incluir os “mortais” brasileiros. O Brasil é assim como estilos, entra e sai de moda, foi assim com o açúcar, com o café, com a borracha e agora com a Copa. O Brasil saiu de moda, mas os governantes ainda não entenderam isso. Como diz a música do Rei Roberto Carlos, “do que vale tudo isso?”. Não adianta uma Copa do Mundo, principalmente no nosso caso, uma Copa com estádios maravilhosos, mas sem infraestrutura e com péssimos resultados sociais (violência, educação, saneamento básico, saúde, segurança, mobilidade, e tudo mais.

40

O que vai sobrar disso tudo? Qual a leitura que o mundo fará desse Brasil, que até então era sol e belezas? Qual será o prejuízo para os cofres públicos? O que acontecerá se não formos os vencedores, e sim apenas os eliminados em casa? Não sou pessimista, mas tem tanta coisa para dar errado

que dá para ficar com medo; boa parte da população aceita a lógica do “vai ter Copa”. É óbvio que terá, mas a que custo? Nós vivemos de sensações. Sensação de está tudo bem, sensação de que o país avança, sensação do país alegre, mas, na verdade, nossas sensações são mentirosas, são irreais, nós acreditamos na nossa própria cegueira e ignorância. O nosso modelo político já se mostrou destituído de bom senso público, e nossa lógica de quatro em quatro, que coloca todas as instituições democráticas em xeque, na verdade, já mostrou que a perversidade vai além do que um simples projeto de partido no poder. Mesmo com tanta violência acontecendo, a saúde de mal a pior, a educação ainda ruim, o país vive bem no Carnaval, por 5 dias; mas na Copa serão mais de 30. Mesmo que os paulistas que descem para o litoral sofram arrastões nas estradas, mesmo enfrentando desgastes no transporte até os estádios, sem contar os preços exorbitantes no dia-a-dia da Copa do Mundo, tudo estará OK! O Brasil ainda corre o risco de ser campeão. Aí vêm as Olimpíadas!

Viva o Brasil, o país do futuro.


22

facebrasil/sustentabilidade

Por Giovanni Alevato

Sinal Vermelho

Eu digo que, apesar de tudo, o primordial é educar o povo a nível mundial, investir em geração de energias alternativas

O

recentíssimo relatório do IPCC, divulgado em 31 de março de 2014, é claro quanto à irreversibilidade do aquecimento global e dos resultados nocivos desta escalada. Isto afetará a tudo e a todos; as mudanças climáticas afetam os regimes de chuvas, põem em risco a segurança alimentar, acarretarão mudanças econômicas, ou seja, tudo aquilo que já falamos aqui neste espaço ao longo dos últimos 18 meses.

40

A lâmpada acesa nas mesas dos dirigentes mundiais não é mais a amarela, é a vermelha; e lhes digo, ela deveria estar piscando. A mudança nos regimes de chuvas afeta a agricultura e, via de regra, causa uma diminuição nas colheitas e isso causará um aumento no preço dos alimentos, e na ponta, a fome. Para diminuir este quadro, os agricultores irão lançar mão de “estoques” de água, o que irá piorar a situação, já precária, dos reservatórios que, por causa do aquecimento, estão cada vez mais exauridos, com a finalidade de gerar energia elétrica que energizam bilhões de aparelhos de ar condicionado e outros bilhões de ventiladores.

Visões mais conservativas dizem que estes problemas serão contornados com investimentos em fontes alternativas de geração de energia elétrica. Os pessimistas dizem que este problema é a chave mestra da quarta guerra mundial. Afetará o progresso da raça humana; a vida como conhecemos não será mais possível, exaurimos a capacidade de regeneração do único planeta que temos para viver. Temos que parar de ouvir os economistas e passarmos a ouvir os ecologistas, não podemos fingir que não estamos vendo ou ouvindo, e até mesmo que este assunto não é do nosso interesse. Eu digo que, apesar de tudo, o primordial é educar o povo a nível mundial, investir em geração de energias alternativas, no reuso da água e na unicidade de procedimentos que, apesar de serem regionalizados, necessitam de uma ação conjunta de todas as nações, pois o planeta é um só. Ações isoladas surtem efeitos pequenos que, quando somados, fazem alguma diferença, mas o que precisamos é de uma ação global, coordenada, mandatória e em alguns casos até punitivas. Já estouramos todos os prazos, já esgotamos o latim. Precisamos sair urgentemente da retórica e partir para ações urgentes e profundas, doa a quem doer, por mais forte que sejam as indústrias que cismam em poluir e degradar o nosso planeta. Isso não é em nome da sustentabilidade, é em nome da VIDA.


da moda praia com estampas de alto estilo. Foram apresentados alguns modelos de blusinhas fashion do Brasil para a Copa do Mundo, para as meninas arrasarem neste mundial; e também, como não poderia faltar, a Hem Fashion Shoes apresentou uma grande e linda coleção de sandálias, rasteirinhas e bolsas; mas para tudo isso ser um sucesso, nada como um grande produtor como o Caio Castro, que agora também é o responsável pela realização do Miss Brasil USA, com todo seu glamour.

24

facebrasil/comunidade

Da Redação

BRASIL Prêt-à-porter

Com a participação especial da Miss Brasil 2013, Ana Sofia, Camila Brant, Miss Terra Brasil 2012, Daniela Barbosa, Miss Atlanta, o evento também contou com uma grande apresentação de belly dance da dançarina Jennifer, que fez todos admirarem a bela dança com toda sua elegância.

E

40

m Orlando, um novo projeto começou pelas mãos da empresária Cristiane Souza. Um projeto de moda brasileira, trazendo personalidade ao mundo fashion, desfilando para platéia seleta de amigos e empresários da comunidade de Orlando. Vamos saber um pouco mais sobre esse evento que certamente entrará para o calendário do mundo da moda. A CS Brazil Bikinis & Hem Fashion Shoes apresentou no dia 15 de março de 2014 um dos maiores fashion shows brasileiros de Orlando; mostrouse na passarela uma das novas coleções

Outro ponto alto do evento certamente foram os patrocinadores, que mais uma vez apoiaram um evento cultural que visa a união de nossa comunidade por propósitos. Os patrocinadores do Brasil Prêt-à-Porter 2014 foram Perfumeland Megastore, I-Drive Indoor Kart Racing, Pearle Vision, Salon e SPA, Innovation Malas e Bolsas, Costa Brazil, Sky Box Free, Vitamin Planet, Vittorios Restaurant, Gilson’s Restaurant, Florida Connexion Properties, Apple Berry Electronics, Frederic E. Waczewski Immigration Law, Alterations Plus, Pôr do Sol Brazilian Fashion, Vip Hotel Collection, Apollo Cleaning Services, Empório Brazil, Padaria Pão Gostoso, Amarant Graphics, Fans Against Child Abuse, Zoom Transportation, Erich Jacome e Ana Jacome Photos. O evento também contou com o apoio de toda a mídia brasileira, como o blog teen Moda Brasil, Revista Brazil USA, Jornal Nossa Gente, Jornal Brasileiros & Brasileiras, Moda Brasil Magazine, DJ Leo, Jornal BD News, BrDay Radio e Facebrasil Magazine Orlando. E ano que vem tem mais.


Por Evaldo Costa

Carro Elétrico Apoiar ou não a produção e venda de carro elétrico, eis a questão.

M

uita gente questiona se o veículo elétrico (VE) é ou não a melhor solução para os grandes centros urbanos. Vejo tal discussão como válida, e até necessária para identificar a melhor decisão.

26

facebrasil/business news

No entanto, a questão não é discutir se o veículo elétrico é ou não viável, pois estudos apontam que há mais benefícios do que malefícios para a sociedade que aderi-lo. A questão é saber até que ponto o VE é a melhor solução. Naturalmente, tanto o VE quanto o de combustão interna (VCI), não devem ser considerados soluções ideais para todas as regiões do nosso planeta. No caso do VE, o local que contar com fonte de geração energética mais “limpa”, colherá os melhores benefícios. Por exemplo, o VE pode ser muito recomendável em determinada região, e menos em outra onde a geração de eletricidade não for favorável. No entanto, independente do caso, é preciso considerar que a utilização do VE quase não polui a atmosfera e registra em torno de 92% de eficiência, contra aproximadamente 18% do veículo com motor de combustão interna. No caso do VCI, os países importadores de combustível fóssil comprometem um montante significativo de recursos financeiros para abastecer frotas ineficientes e, como se não bastasse, poluir de forma perversa o ambiente.

40

O Brasil, por exemplo, segundo dados da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), gastou R$10 bilhões com importação de gasolina no triênio 2010/2012. Aliás, em 2012, o país registrou recorde histórico ao importar 3,8 bilhões de litros de gasolina. Tais recursos poderiam ser investidos em outras áreas, como a saúde, educação, pesquisa, transporte público, segurança, redução da pobreza etc. Basta visitar São Paulo, Rio de Janeiro ou a maioria das grandes cidades brasileiras, para constatar que o país está perdendo produtividade, com as pessoas “presas” no trânsito caótico, e os hospitais cada dia mais lotados - parte em função do agravamento dos problemas de saúde provocados pelo aumento da poluição do ar, e parte por falta de investimentos adequados.

Outro exemplo é a China. Com o aumento da queima de combustível fóssil, o país registra índices de poluição atmosférica elevadíssimos, causado grandes transtornos econômicos e à saúde dos habitantes das grandes cidades. Diferentemente do Brasil, a China prefere importar óleo cru e refinar os derivados em seu território. As refinarias do país estão aumentando a produção para atender a demanda adicional. A China percebeu este erro e ajustou a rota, passando apoiar a produção e venda de veículos elétricos e híbridos, ainda que a sua matriz energética esteja entre as mais “sujas” (à base de carvão). No entanto, eles entendem que a redução de poluição do ar e a eficiência do VE, justificam os investimentos. Uma comparação superficial entre São Paulo, que é o estado mais rico do Brasil, com o mais próspero dos Estados Unidos, que é a Califórnia, revelará que as duas regiões têm matriz energética predominantemente “limpa”, portanto favorável ao VE. Em torno de 60% do consumo energético de São Paulo é renovável (Balanço Energético Do Estado De São Paulo, Gesp, 2013). Já a Califórnia, segundo a Environmental Protection Agency (EPA, 2010), mais da metade da sua eletricidade é oriunda de gás natural. Apesar dos dois exemplos serem favoráveis ao VE, apenas a Califórnia, incentiva a sua produção e vendas. Daí cabem algumas indagações: se o país não tem capacidade de refinar toda a gasolina que consome, se tem matriz energética favorável ao VE, se o VE é mais eficiente; se a nação economizará uma fortuna reduzindo importação de combustível fóssil; se a adoção de VE não causa grandes impactos no fornecimento de energia; se o VE irá gerar mais empregos e divisas; se a adoção de VE fará o país mais competitivo, tecnologicamente; se a indústria detém a tecnologia necessária e deseja investir, produzir e comercializar; se outras nações estão adotando o VE com sucesso; se a utilização do VE é sustentável...o que então impede a fabricação e vendas do VE no Brasil? Pense nisso e ótima semana. Evaldo Costa, Escritor e conferencista. Doutorando em Política de Desenvolvimento Sustentável na Europa


30

facebrasil/finanças

Por Diogo Esteves

Economia do EUA Melhorando Lentamente

O

A corrida de touros em Wall Street e um aumento contínuo dos preços das casas empurrou a confiança do consumidor ao seu nível mais alto em quase seis anos.

s Estados Unidos parecem ter virado a pagina e vêem pela frente um futuro melhor. O país voltou ao positivo, e a América volta a ficar otimista.

As estimativas de crescimento no quarto trimestre de 2013 foram, de fato, vistas como um salto, para 3% anual, com uma previsão sobre o próximo período; acredita-se que estes níveis continuarão no futuro próximo. Depois dos maus tempos dos últimos anos, as estimativas dos analistas voltaram a ser positivas para todo o ano de 2014. Aliás, a década que antecedeu a atual foi uma das mais duras para a classe média dos Estados Unidos, quando o patrimônio líquido e os salários diminuíram, a renda familiar média caiu cerca de 2000 dólares e, pela primeira vez desde a segunda guerra mundial, a classe média acabou uma década com uma renda menor do que a que começou. Embora todos os setores da sociedade tenham experimentado um declínio na renda, a classe média foi a que mais sofreu nos anos 2000. Uma esmagadora maioria de 85% dos adultos de classe média disseram que está mais difícil agora manter seu padrão de vida do que há uma década.

40

Há quem compare a crise da última década dos Estados Unidos com a crise enfrentada pelo Japão nos anos 1990. Os dois colapsos começaram mais ou menos da mesma forma, com crédito disponível muito facilmente a quem não teria como pagar os empréstimos de volta. Mas o futuro adiante parece mais brilhante; uma ótima

notícia está no número de novos pedidos de auxíliodesemprego dos americanos, que caiu recentemente. Esse é o nível mais baixo desde outubro de 2007. Em outras palavras, o mercado de trabalho americano está em seu nível mais saudável desde antes da chamada Grande Recessão. As coisas também estão melhorando para o Federal Reserve, que decidiu recentemente começar a abrandar, ou afinar, o seu programa de estímulo, como resultado dos melhores dados econômicos. A economia está pronta para um crescimento mais forte neste ano. Isto não é dizer que não existam desafios, os cortes no orçamento do governo feitos há pouco tempo ainda não exibiram todos os seus resultados. Nem todo mundo vai sentir a dor desses cortes imediatamente. Enquanto isso, a pesquisa Thomson Reuters da Universidade de Michigan sobre a confiança do consumidor subiu quatro pontos (77,6 de 73,8 em janeiro), no mês passado. A pesquisa também constatou que menos americanos estão preocupados com o desemprego e têm uma sensação melhor sobre o rumo da economia. A corrida de touros em Wall Street e um aumento contínuo dos preços das casas empurrou a confiança do consumidor ao seu nível mais alto em quase seis anos. Quase todos os setores da economia têm dado bons sinais de recuperação, as vendas de casas, as vendas de automóveis, o mercado de ações; enquanto isso, as taxas de juros e índices de desemprego continuam a cair. Se esse quadro é um verdadeiro reflexo de uma economia em recuperação, ainda está sujeita à interpretação e debate, mas tudo indica que, sim, as coisas estão melhorando lentamente.


Por Zélia Cardoso de Mello

facebrasil/dinheiro 32

40

P

Brasil em Perspectiva

assei alguns minutos tentando encontrar a melhor palavra para captar o que nos aconteceu na última década em relação à nossa visão sobre o Brasil. Éramos ingênuos, inocentes, ou simplesmente estúpidos? Por que acreditamos que desta vez seria diferente? A primeira década do século XXI foi muito boa para o Brasil. Em 2003, todo mundo ficou aliviado quando, após a inauguração, Lula mostrou que ele não iria mudar muito, não iria conduzir o país para a esquerda e colocar em risco o progresso que tínhamos conseguido alcançar após a “década perdida” (como os anos 80 foram chamados). Lula é um político muito inteligente e carismático e não demorou muito para que o mundo se apaixonasse por ele e pelo Brasil. Quem não se lembra quando o Obama olhou para o Lula em 2009, em uma reunião do G-20, e disse “este aqui é ‘o cara’”. Durante seu mandato, o Brasil ganhou o direito de sediar a Copa do Mundo em 2014 e o Rio de Janeiro venceu a licitação para os Jogos Olímpicos de 2016. Quem não se lembra, também em 2009, a primeira página do The Economist? (Se você não se lembra ou não viu , ela se encontra no final desta matéria). A confluência de indicadores macroeconômicos sólidos,

somada à liquidez internacional e ao crescimento chinês, nos rendeu um bom passeio. O passeio foi tão bom que nos esquecemos quem realmente somos: um país com um baixo nível de educação, baixa produtividade, escassez de mão de obra qualificada, infraestrutura ruim e políticos corruptos. Um país que é pobre, com um PIB per capita de apenas US $ 10.000,00, apesar de ser a 8 ª maior economia do mundo.

O Brasil é o país do futuro. Isso é o que diz o ditado.....

Com dinheiro entrando no país, os preços do minério de ferro no auge e uma abundância de crédito, a complacência era a norma. Por que reformar se tudo estava indo tão bem? Por que investir em infraestrutura se, ao invés disso, podemos expandir o estado de bemestar social?

Em retrospecto, a verdade é que nós não estávamos indo tão bem, apenas ok, e certamente não o suficiente para justificar a euforia. O gráfico abaixo mostra que em 6 dos 11 anos, o Brasil cresceu menos do que outros países latino-americanos. O Brasil cresceu menos que o Peru, por exemplo, em todos os anos, exceto 2010.


40


35

facebrasil/section

Por


Por Redação

facebrasil/coaching 38

TRANSFORMANDO O MEDO EM SUCESSO NOS NEGÓCIOS

G

eralmente se pensa que medo é um sentimento que não existe em grandes líderes, mas isso é um engano. O segredo é dominar o medo e o usar em seu favor.

Se permitirmos que o medo seja sinônimo de estagnação, ficaremos paralisados diante dele. Isso em qualquer área da vida, mas nos negócios isso soa negativo, já que a bandeira do sucesso é a da ousadia, de saber arriscar-se. Mas é justamente aí que o profissional destemido acerta: em “saber” arriscar-se, pois a falta do medo faz das pessoas, imprudentes. O medo é o que os faz respeitar os perigos inerentes ao que se deve superar. O medo de um concorrente pode me motivar a pensar de forma mais criativa ou trabalhar mais. Enquanto o medo enorme pode ser debilitante. Em última análise, eu preciso de uma dose saudável de medo na minha vida para me fazer apreciar os desafios que tenho de superar. Quatro dicas para superar o medo nos negócios: 1 . Concentre-se no Essencial Faça uma triagem das coisas a serem resolvidas e comece com as mais fáceis. Assim, terá tempo para se dedicar àquela que não domina com toda a concentração e tempo necessário.

40

2 . Não deixe o medo ser contagioso A maneira como você se aproxima da incerteza e do medo define o tom para toda a organização. Em caso de crises

internas, o mais positivo para uma equipe é se unir e usar as mudanças como uma oportunidade para melhorar o desenvolvimento do trabalho. 3 . Considere a raiz do seu medo O medo de voar pode ser um sintoma de alta necessidade de controle, e essa falta de controle produz uma tremenda ansiedade. Ou o seu medo de falar em público (o número 1 da lista do mundo dos medos!) pode ser um sintoma de insegurança – você não é experiente o suficiente ou preparado o suficiente para fazer um discurso fluente. Ao começar a pensar sobre o seu medo, pode determinar se sua resposta principal é a insegurança, a sensação de perda, a necessidade de controle ou desconforto com a incerteza. Uma vez que você honestamente identificar qual a origem do seu medo, você começa a conhecê-lo mais intimamente. Sendo assim, fica mais fácil saber como gerenciá-lo, a partir de experiências e informações, e conseguir alcançar o seu objetivo. 4 . Risco-Recompensa O medo é um grande problema nos negócios de hoje, com muitos funcionários receosos em fazerem qualquer coisa que possa colocar seus empregos em risco. Então, o que pode um líder inteligente fazer para que seus funcionários abandonem seus medos e dêem o seu melhor desempenho para a organização? Medo do quê?


Vamos falar de vocĂŞ para vocĂŞ


Por André Chaves

facebrasil/tecnología 40

Usos criativos Chromecast do Google

O

Google Chromecast, que foi anunciado em julho passado, entrou em uma cena cheio de dispositivos que permitem assistir a conteúdos online na sua TV. Desde o Roku até Smart TVs, há muitas maneiras de passar vídeos on-line em sua tela de TV. O que é realmente legal sobre o Chromecast é que ele vai muito além de permitir apenas que você assista a vídeos online em sua TV.

Assista aos vídeos armazenados em seu computador Se você tem um monte de vídeos baixados da internet salvos no seu computador, você pode assisti-los na sua TV também. Tudo que você precisa fazer é arrastar o arquivo de vídeo para uma janela do Google Chrome e ele vai jogar diretamente do seu navegador.

Com a habilidade de abrir qualquer janela de seu navegador Chrome em sua TV, ou até mesmo abrir toda a sua área de trabalho, o Google Chromecast torna-se mais do que apenas uma maneira de assistir vídeos online em sua TV - torna-se uma ferramenta incrivelmente produtiva e emocionante. Nós criamos uma lista com oito usos exclusivos para Chromecast do Google. Leia abaixo para descobrir exatamente o que você pode fazer para aproveitar ainda mais seu Chromecast.

Quando se trata de entretenimento, você não tem que limitar-se a conteúdos de vídeo somente. Por que não tocar música também? Qualquer tipo de música que pode ser reproduzida através de seu navegador Chrome pode ser ouvida através dos altofalantes da TV.

Crie uma apresentação de slides

Jogos online

Um dos usos mais óbvios para o Google Chromecast, fora de usá-lo para assistir a vídeos no YouTube, Hulu, Netflix e muito mais, é usá-lo para slideshows de fotos. Ao invés de um multidão se apertar em torno de uma tela pequena de computador, dê vida às suas fotos em uma tela grande.

Se você gosta de jogos de computador on-line, por que não dar vida ao jogo na tela do computador? Qualquer jogo que você estiver jogando no seu browser pode ser convertido para uma tela muito maior na sua TV, mas, como é o caso de algumas das opções anteriores, se é um jogo que requer um mouse ou teclado, é ,e melhor optar pelos acessórios sem fio, para realmente melhorar a experiência.

Vídeo Conferência com amigos e família

40

O Chromecast já suporta alguns serviços, incluindo Hulu, Netflix, HBOGo, Google Play e muito mais. Enquanto a lista ainda está crescendo, não há nenhuma razão par que você não assista ainda mais conteúdo virtuais. O Amazon Video pode ser usado através do navegador Chrome. Conteúdo online da Hulu pode ser visto na TV. Se você puder assisti-lo em seu navegador, você pode vê-lo em seu aparelho de televisão.

Escute a músicas

Se você gosta de fazer videoconferências com amigos e familiares, ligue seu computador à TV. Se você estiver usando seu laptop, coloque-o na frente da TV, para que todos possam te ver também. Melhor ainda, se você tiver uma webcam portátil, coloque-a em cima da TV. Você, então, terá uma enorme tela para sua videoconferência.

O Google está, claramente, no caminho certo em trazer jogos para o Chromecast, mesmo que eles tenham começado pequeno. Usuários de iOS e Android podem jogar Tic Tac Toe usando dois dispositivos separados. Tudo que você tem a fazer é baixar a versao do jogo, tanto para iOS, quanto para Android e transmiti-lo para a sua TV. Pode ser um começo básico, mas é um começo, no entanto.

Assista Conteúdos Virtuais

Créditos de imagem : Chromecast Via Flickr


Por Douver Braga

facebrasil/auto & moto 42

Desafio Rotax MAX em Orlando

F

oi mais um dia em que os concorrentes do desafio Internacional Rotax MAX, na Flórida Tour Formula Kart, Produção de Inverno, apresentado por Ocala Gran Prix, dirigiram-se para a batalha para a quinta, de seis rodadas em 2014. Com sete categorias do campeonato definidas para executar a ordem do dia, foi uma manhã de aquecimento, seguido pelas corridas da semifinal e, ao final do dia, as etapas finais.

40

Depois da qualificação de sexta-feira para definir as grades, todos buscaram o sucesso na pista de corrida. Para alguns, o sucesso foi solidificando a sua posição aos poucos. Outros estavam buscando terminar o campeonato de 2014 com uma nota alta e com um bom resultado. Ken desenvolveu um amor para Motorsports desde cedo e passou muitos verões em sua cidade natal de Kansas City cortando grama para que pudesse comprar seu primeiro kart de corrida. Quando ele tinha 15 anos, viu um anúncio no jornal que dizia: “F1 Poor Man”. O anúncio era para um Hornet LP2 azul com um motor Yamaha KT100. Ele custava US$ 1500, mais ou menos tudo o que tinha economizado. Ele adorou o desafio da competição. Além disso, aprendeu a projetar e construir seus próprios karts. Hoje, ele já não compete mais

em corridas, tem um amor pelo esporte e seus participantes. Os brasileiros foram super bem representados, com campeões nas pistas e nos boxes pela equipe Piquet Sport, que contou com Raul Costa (terceiro na Master),

Gianluca Petecof (campeão categoria Mini), Mattheus Morgatto (vice na Micro Max), Caio Collet (vice Mini Max), Rafael Camera (terceiro na Micro Max), Michael de Quesada (Gatorade) e Pedro Cardoso (campeão na Junior Max). Os campeões vão com todas as despesas pagas para o mundial em Marrocos, no final do ano. O time da Piquet Sport Orlando é coordenada e supervisionada por Helio Rodrigues.


Español, English e Português

Temos Financiamento!


Por Marco Alevato

Visão no futuro com a razão no presente.

N

osso Face do Mês é o Antonio Romano, construtor, corretor de imóveis, grande conhecedor da nossa comunidade, incentivador de negócios e grandes iniciativas. Um pequeno resumo de sua trajetória:

44

facebrasil/face do mês

FB - Porque EUA?

AR- A certeza que devia deixar o Brasil me levou a três opções: O Uruguai, onde estaria próximo dos meus negócios, a França ou Itália, por minha preferência pessoal, mas não da família e, por fim, a América, onde esperaria ter um futuro melhor para meus filhos. FB - Porque Orlando? AR- Tinha escolhido a Florida por causa do clima. Das três opções que havia escolhido, Miami seria como São Paulo, uma cidade muito grande e com muito trânsito; Naples seria muito pequena, muito calma; então surge Orlando, como uma cidade de somente 25 anos e com toda a infraestrutura para os filhos estudarem e um crescimento pela frente. FB - Além de corretor de imóveis e incentivador de empresários, quais são as atividades que você desempenha junto à nossa comunidade? AR- Eu já fiz muita coisa, desde divórcio, tradução de contratos, até ir à corte para ajudar a explicar acidentes de carro. Estou tratando de conseguir trazer um navio de carga do Brasil para Cabo Canaveral, juntamente com uma autoridade portuária. Tenho tentado contribuir para melhorar a qualidade dos investimentos de brasileiros. Somos conhecidos por comprar os elefantes brancos da cidade. Faço muito esforço para explicar como funciona o sistema por aqui. FB – Romano, quais são as maiores dificuldades que você vê em nossa comunidade? AR- Eu vejo as outras comunidades se ajudando e se integrando, são povos mais homogêneos do que os brasileiros, mas sinto que na nossa comunidade falta um ponto de encontro. Porém, minha maior frustração é não encontrar sequer um centro de dados onde pudesse tentar formar um centro de comunicação com os outros brasileiros. Somente quando ocorrem as desgraças, é que vemos pessoas correndo para ajudar, porém, se tivéssemos como nos comunicar melhor e interagirmos mais, faríamos a vida da comunidade ser mais fácil.

40

FB – Que outras atividades você gosta de dividir seu tempo? AR-Além do que faço profissionalmente, escrevo para o jornal e um pouco para minhas memórias. Já pensei em escrever um blog, mas ainda é um projeto. Minha maior paixão são as

viagens; já estive em quase 40 países e espero conhecer mais um tanto. Quando não estou viajando, vou à praia quase todo final de semana para minha casa em Cabo Canaveral. Gosto muito de esportes, joguei tênis por 16 anos com o grupo de brasileiros, jogo às vezes na turma de vôlei de downtown. Fora isso, assisto muito a filmes com minha esposa e documentários quando estou sozinho. Também leio muito sobre o meu setor de negócios. FB - Como executivo da construção que leva informação e ajuda à comunidade, como você vê a crise política no Brasil? AR- Saí do Brasil há 18 anos, porque entendi que a próxima geração estaria na mão de meliantes e mais uma geração seria necessária para corrigir isso. Não penso que estava errado pela primeira parte, mas penso que não se resolverá nada pela próxima geração. Quando 2 milhões de brasileiros deixaram o país para buscar trabalho fora e mandavam dinheiro para a família, isso não só desafogou o índice de desemprego, como ajudou muito a balança comercial, devido às remessas que essas pessoas faziam aos parentes e poupanças. Só para exercício, se em média cada um enviava $500.00 por mês, tínhamos um total de $1 bi por mês, ou $12 bi por ano, entrando no país para ajudar a balança; e o país tomou um impulso por isso. FB – Essa nova onda de brasileiros firmando residência na Florida, na sua opinião, é o reflexo do momento Brasil ou teria outra explicação? AR- Esse novo fluxo de brasileiros, ao contrário daquele que vinha para procurar emprego e fazer remessas para casa, vem com o intuito de “colocar um pezinho” no país. Têm uma estratégia de se mudar, procuram encontrar uma forma de o fazerem legalmente, mas não estão seguros de que devem deixar o Brasil completamente, uma vez que a vaca leiteira ainda continua dando muito leite. Porém, têm a preocupação que isso possa mudar a qualquer momento. O que eu tenho recebido de consultas de investimentos mostra ainda a contaminação dos lucros dos negócios no Brasil. Eles se baseiam nas taxas de retorno e na forma de investimento, porém se esquecem que aqui se fazem negócios em dólar, não em real. O brasileiro acabou saindo do Brasil na última década, foi conhecer o mundo, viu que talvez não temos as praias mais bonitas do mundo, ou o melhor canal de televisão do mundo, como acreditava. Hoje, mais familiarizado com a realidade mundial e estando mais consciente da possibilidade de viver melhor e com segurança, procura por outros locais para sua


família. Muitos, como foi meu caso, acabam gostando de Orlando pela riqueza da qualidade de vida por aqui.

FB – Quais são os maiores desafios para o imigrante nos dias de hoje?

Vim a encontrar esse prefeito em Miami, já fora da prefeitura, trabalhando para uma empresa como funcionário, e perguntei por que ele não tinha continuado a carreira, pois eu era prova viva de que ele era uma pessoa super honesta e competente. Ele então me disse: “Sr. Romano, ser político no Brasil é como querer legalizar a droga, você não pode legalizar a droga porque é uma coisa ilícita, não pode ser legalizada. Da mesma forma, o político não pode ser honesto no Brasil”. FB - Quais são os seus sonhos?

AR- Acho que é muito mais pessoal do que estratégico ou financeiro. Hoje ele chega com dinheiro, mas não sabe o que fazer com ele. O imigrante quer fazer (sua documentação) tudo corretamente, mas não vai fazer seus documentos com alguém que não lhe conte uma história que seus ouvidos querem escutar. O novo imigrante não entende que ele era rico no Brasil e aqui deve se portar como uma pessoa de classe média. Tem que arrumar a cama de manha e limpar a cozinha depois do almoço, porque aqui a “Maria” não veio. Vai comprar posto de gasolina porque é um ótimo negócio no Brasil, mas depois fica desesperado porque nada funciona e põe a culpa no país, ele não erra nunca.

AR- Quero ver meus netos crescerem, ver meus filhos bem e continuar viajando. Sonho em fazer mais empreendimentos com pessoas honestas e trabalhadoras. Também gostaria de participar mais da minha comunidade. Gostaria de ver na cadeia os ‘intelectuais’ que subiram aos palcos por dinheiro para colocar essa gente no poder.

FB – Como imigrante, o que você percebe que deve ser mudado no Brasil e como você vê essas ondas de gente nas ruas gritando por mudanças?

FB - Como é a sua relação com Deus?

AR- A constituição. O Brasil é ingovernável do jeito que está hoje. Só há espaço para maracutaias, porque não se pode governar honestamente, não dá. Quando ainda vivia no Brasil e tinha uma empresa de ônibus no interior, o prefeito veio reclamar comigo que havia muito tempo que o governo do estado não dava dinheiro para a saúde da cidade, disse a ele que falaria com um amigo que era ligado ao Governador. Quando falei com esse amigo, ele me perguntou se o prefeito já havia falado com o tal “fulano”, que arrecadava dinheiro da campanha do governador. O prefeito, então, faz contato com essa pessoa e me disse que, para que o estado libere qualquer verba para o município, tem que levar 10% em dinheiro para ele. Assim sendo, ele vinha me pedir, juntamente com outros empresários da cidade, que déssemos uma contribuição mensal para ele poder levar para a tal pessoa e esse, então, liberar recursos

Ver um mundo onde não há gente passando fome e outros jogando comida no lixo. FB - Olhando para trás, faria muita coisa diferente? AR- Sim, com certeza, viria para os Estados Unidos antes. AR- Fui seminarista um dia. Sou católico, vou para a igreja, mas não deixo de ler sobre outras religiões e ter amigos, até íntimos, que não são católicos. Aprendi que não há religião que não pregue o amor e a paz. Não há religião que não condene as coisas ruins. FB - Qual a lição que você tira da vida até agora? AR- Quanto mais você sabe, mais você descobre que sabe pouco. Quanto mais conhece o mundo, mais você dá valor para sua felicidade; quanto mais você aprende e enriquece, mais próximo de Deus você deve ficar. O descrédito é uma camada intermediária entre os que acreditam por medo e aqueles que possuem uma inteligência superior, que acreditam porque têm convicção. Tenho uma frase que ouvi há muitos anos, mas não lembro o autor:

A gente tem que ser feliz com o que tem e não ser infeliz com o que não tem

facebrasil/face do mês

AR- Ter muita humildade. Escutar mais. Ler mais. Gastar dinheiro com consultoria. Procurar advogados e especialistas em cada área. Não achar que fazer negócio na América é igual a fazer negócio no Brasil. Entender melhor o mercado. Fazer appraisal antes de comprar qualquer coisa. Desconfiar se alguma coisa é boa demais. Entender que aqui há investidores de todo o mundo, e com muito dinheiro.

para a cidade.

45

FB – Nessa fase de grandes aquisições por parte de brasileiros, o que você aconselharia a eles?


O

Por Paula Matos

s calçados metalizados são ótimos para levantar os looks mais básicos, como a combinação jeans e camiseta! Use-os nos looks do dia a dia, para acender seus looks, em momentos de lazer estão super liberados!

Em ambientes muito formais, como no trabalho por exemplo, procure dosar um pouco, para não criar um look muito chamativo, mesmo apenas com o calçado. Então, opte apenas por pequenos detalhes metalizados. O metalizado pode aparecer no tom de dourado, prata e também em variações coloridas. Eles podem ser usados tanto em ocasiões formais quanto nas mais casuais, basta ter atenção a que tipo de roupa você vai combiná-lo. Uma ótima estratégia se você é discreta, é usar calçados com esse efeito e combiná-los com uma roupa básica, como um jeans escuro e uma peça neutra. Prefira que as peças do seu look sejam sempre mais neutras e discretas, para o sapato poder brilhar sozinho! Estampas sozinhas, estampas juntas em um mesmo look, tudo é permitido!

46

facebrasil/moda

Mas você sabe como usá-las da melhor forma? Veja algumas dicas: •N  ada como combinar uma blusa ou camisa estampada, com um shorts ou calça bem básica em tons mais neutros. Não tem erro! •U  ma boa dica também é optar por uma das cores presentes na estampa e usar ela nas peças complementares ao seu look. •N  a hora de misturar estampas, observe se uma funciona com a outra, opte sempre por cores próximas e estampas que tenham uma harmonia entre si. •O  preto e branco sempre funcionam, misture estampas detalhadas, como florais e onça com outras mais simples, como listras e poás. •A  s listas grandes, regulares e bem marcadas combinam com qualquer estampa.

Cores do Verão Três cores estão dominando este verão, você sabe quais são elas? São o amarelo, azul e pink! E o melhor de tudo é que elas podem ser usadas juntas, pois combinam entre si e são bem fáceis de serem usadas com outras cores também! O amarelo, nesse verão 2014, aparece em diversas tonalidades, vai desde o amarelo neon até o amarelo mostarda.

40

O azul pode ser tranquilamente combinado com o verde  e com o amarelo por exemplo, independente da tonalidade. Tanto o azul bebê, como o cobalto e marinho, casam perfeitamente com o amarelo, seja no tom claro, fluorescente ou mostarda. O pink, a cor mais feminina de todas, nunca sai de uso, pois é uma cor democrática, que confere ao look feminilidade e um tom romântico. O rosa é uma cor que vai bem com todos os tipos de pele e pode ser usada tanto em eventos diurnos como noturnos.

Tendências de Moda Verão 2014


Por Juliana Bordin

facebrasil/orlando 48

Aquatica Orlando

A

nova atração do Aquatica Orlando, a Ihu’s Breakaway Falls, já recebeu a estrutura de cobertura que ficará sobre as três cabines de queda onde os visitantes permanecerão antes de despencar. Com mais de 24 mil quilos e 92 metros quadrados, o telhado foi instalado com a ajuda de um guindaste de 550 toneladas. A cobertura tem o design triangular característico do Aquatica, definindo a altura total da atração a 32 metros. A Ihu´s Breakaway Falls será o maior, o mais íngreme e o único escorregador de queda desse tipo em Orlando e será inaugurado em 9 de maio de 2014.

40

Com tobogãs com quase 24 metros de altura, os caçadores de adrenalina irão enfrentar seus medos e outras coisinhas mais. Depois de entrar em uma das três cabines individuais localizadas na plataforma de queda, os visitantes irão assistir seus parceiros de aventura despencando um a um, até que chegue a sua vez e o chão simplesmente desapareça. Ninguém saberá quem será o primeiro a despencar e a espera para saber quem será o próximo faz parte da aventura! A combinação de tobogãs de alta velocidade e empolgantes piscinas de ondas com tranqüilas, praias e famosos habitats de animais - marca registrada do SeaWorld - faz do Aquatica Orlando um lugar ideal para a diversão de todos os tipos de visitantes, não importando a idade. Esse parque aquático apresenta 38 atrações distribuídas em 7 mil metros quadrados de

praias com areia branca e água cristalina. O  SeaWorld Parks & Entertainment é uma das principais organizações de zoológico  do mundo e líder em tratamento de animais e cuidados veterinários. A companhia mantém um  dos maiores conjuntos  de animais  de todo o mundo e tem liderado diversos avanços no cuidado de espécies em zoológicos e na conservação de populações selvagens. O SeaWorld Parks & Entertainment também opera um dos programas de resgate e reabilitação mais respeitados do  planeta, que  recupera animais doentes, feridos e órfãos e os devolve  à vida  selvagem.   Nas últimas quatro décadas, o SeaWorld já resgatou cerca de 22 mil animais.   O SeaWorld Parks & Entertainment emprega  cerca de 21 mil pessoas em todo o país. O SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund, órgão sem fins lucrativos, já colaborou com mais de US$9 milhões em projetos de pesquisa e de proteção da vida animal. A fundação reverte 100% das doações à preservação da vida selvagem.


Por Igor Thorstensen

facebrasil/pensando bem 50

N”AMOR”AR

S

e um indivíduo tem um namoro, um caso, uma relação qualquer, sem que este objetivo o esteja orientando, já está partindo do pressuposto de que será algo passageiro e sua postura não é responsável, nem diante de si mesmo, nem diante do parceiro. A premissa de que o namoro é coisa sem importância é que deveria ser evitada. Nada que envolva o sentimento das pessoas pode ser considerado banal. Aquele que entra num relacionamento com essa mentalidade está brincando com o outro ser humano, que pode ficar seriamente envolvido.

40

Ninguém vai começar um namoro já pensando em casamento, os namoros servem para conhecer o outro, para observarmos se, de fato, temos afinidade real para a constituição de uma família. O problema é sutil. Esta alegação é verdadeira, mas é preciso esclarecê-la. Quanto mais cedo o adolescente começar a namorar, maior a possibilidade de enganos e decepções. Acha-se, hoje em dia, que quanto maior número de relacionamentos, mais experiente é o indivíduo. É justamente o contrário: mais lúcido, mais maduro se mostrará aquele que durante a vida toda se relacionar apenas com aquela pessoa que é sua

melhor metade. Quanto mais a criatura esperar o momento certo e a pessoa certa para namorar e depois se casar, mais facilmente alcançará uma vida afetiva saudável e equilibrada e mais simples se tornará a realização da uma família. É premente a necessidade de outros objetivos na vida que não apenas a de relacionar-se com o sexo oposto. Há milhões de pessoas na Terra que centralizam todas as suas forças e capacidades na busca da satisfação nesse setor. Muita gente estuda, trabalha, adquire uma profissão, pratica uma religião, mas tudo de forma mecânica, pois sua preocupação central é entregar-se às sensações do sexo ou à busca desesperada de satisfação afetiva. Cultivando a inteligência e procurando a prática do bem, haverá maior facilidade de controlar seus impulsos e não dispersar energias inutilmente. A vida sexual não pode ser o ponto central do namoro e depois do casamento. A amizade, a admiração mútua, a troca de intensas vibrações afetivas, a identidade de ideais e objetivos na vida -  entre os quais o de ter filhos e educá-los - o amor fiel e equilibrado, são os fatores preponderantes de um relacionamento estável.


Por Daniela Esteves

Os 7 Principais Elementares em Design de Interiores:

52

facebrasil/decoração

Unidade e Harmonia (7)

Ao fazer design de interiores, é necessário pensar na casa como um todo, uma série de espaços ligados entre si por corredores e escadas. Assim, é conveniente que um estilo e tema comum percorram todos os espaços. Isso não quer dizer que todos os elementos e princípios de design de interiores devem ser o mesmo, mas eles devem trabalhar juntos e se complementar para fortalecer toda a composição. Uma maneira de criar este tema ou história é com o uso bem considerado da harmonia. Para alcançar a harmonia, tudo em um espaço deve ser coordenado para expressar um tema, humor e estilo. É muito importante, no planejamento inicial, decidir sobre o humor ou estilo que você deseja criar. É fundamental, no planejamento de seu projeto, criar harmonia entre as dimensões das diferentes peças de mobiliário que você irá selecionar para o espaço. Harmonia de cores pode ser conseguida usando-se as cores complementares ou análogas. Harmonia, em design, é a semelhança de componentes ou objetos; pode ser visualmente agradável, por exemplo, quando alguns dos objetos, como cortinas e sofás, compartilham um traço em comum, como cor, forma, textura, padrão, material, tema, estilo, tamanho ou funcionalidade.

40

Um espaço bem concebido é um todo unificado que abrange todos os outros elementos e princípios de design. Unidade garante um sentido de ordem. Há uma consistência de tamanhos e formas, uma harmonia de cores e padrões. O objetivo final da decoração é criar um quarto com unidade e harmonia. Unidade é o que transforma todo o projeto em conjunto; pode ser alcançada por ter todos os elementos e princípios diferentes organizados e agrupados. Uma das maneiras de se obter unidade é através de um esquema de cores coesivo, mantendo o estilo do mobiliário consistente. Seleção de materiais, tecidos e acessórios

que têm cores e texturas semelhantes podem ajudá-lo a criar um design unificado. Unidade e harmonia fazem parte de uma pergunta que um designer irá fazer a si mesmo depois que terminar um projeto: “Há algo neste espaço que não contribui para o conceito de design como um todo?”. A resposta deve confirmar que um bom design não é um todo, mas a soma de suas partes. Apesar das regras de design e diretrizes, o designer ainda tem que fazer um espaço atraente. Não tenha medo de misturar os princípios de design e deixar sua personalidade transparecer. Acima de tudo, divirta-se.XOXO


Da Redação

facebrasil/lugares incrievis 54

Lugares Incríveis no Brasil Muitos de nós, depois que chegamos aqui, começamos a observar o quão lindo o Brasil é, um lugar abençoado, com uma natureza cheia de variedades riquíssima e uma grande surpresa de paisagens. Todas elas com belezas, muito próprias. Pensando nisso, foi criada uma lista com os 10 lugares mais interessantes no Brasil, os lugares mais fantásticos; claro que existem dezenas de outros lugares tão lindos quanto esses, mas os escolhidos não ficam devendo para nenhum outro. 1) Lençóis Maranhenses: o parque dos Lençóis no Maranhão não é apenas um dos lugares mais lindos do Brasil, mas do mundo também. É como se fosse o deserto do Saara com incríveis piscinas naturais. Fantástico! 2) O Vale da Lua é um daqueles lugares que faz a gente se sentir em outro mundo ou em um filme de ficção científica. Isso graças às crateras que foram esculpidas ao longo de milhares de anos pela erosão. 3) Ilha de Trindade: Verdadeiro paraíso natural, é uma porção de terra no meio do oceano Atlântico, a 1.167 quilômetros de Vitória (ES) e a 2.400 quilômetros da África. Graças à supervisão da Marinha Brasileira, a natureza lá permanece virgem, a fauna preservada e as espécies endêmicas de plantas vivem em paz. São pouquíssimas as pessoas que tem acesso à ilha. 4) Fernando de Noronha não tinha como ficar de fora da lista. A filha querida de Pernambuco é simplesmente deslumbrante, tem praias boas para surfe e mergulho ecológico e ótimas trilhas. A cor da água é um azul que não existe! 5) Monte Roraima fica na divisa entre o Brasil, a Venezuela e a Guiana, mas embora boa parte da montanha fique no nosso país, não dá pra chegar lá indo pelo Brasil. O turista

brasileiro precisa ir até a Venezuela para chegar até o monte. Envolto por nuvens, o monte parece flutuar, e tem uma vista belíssima. Uma curiosidade: o Monte serviu de inspiração para Conan Doyle escrever O Mundo Perdido (1912), clássico infanto-juvenil no qual um professor e cientista aventureiro descobre um planalto isolado do mundo por penhascos verticais, habitat de criaturas pré-históricas. 6) Um dos passeios mais incríveis para quem vai conhecer o Amazonas é ver o grande encontro entre o Rio Negro, que tem águas escuras, e o Rio Solimões, que tem águas barrentas de cor avermelhada. Quando os dois rios se encontram, as águas não se misturam de imediato, criando um lindo efeito visual. 7) Angra dos Reis: Angra é nome obrigatório em qualquer lista de respeito. É, sem dúvida, um dos lugares mais bonitos do Brasil. Com 365 ilhas, seria necessário um ano inteiro para conhecê-la. Algumas delas são o paraíso particular de gente como Gugu Liberato, Ivo Pitanguy e Ronaldo Fenômeno. 8) Jalapão: Criado em 2001, o Parque Estadual do Jalapão é um dos lugares mais incríveis para se conhecer no Brasil. Conhecido como um deserto, o parque está mais para oasis, graças à sua abundância de água: são cachoeiras, nascentes poderosas (os fervedouros), rios de água cristalina e potável. 9) Gruta de Maquiné: Descoberta em 1825 pelo português Joaquim Maria do Maquiné, é considerada uma das mais belas grutas do mundo. E dá pra entender o porquê olhando a foto dela em nossa galeria (é a última imagem).

40

10) Cataratas do Iguaçu: a representante paranaense ficou em décimo lugar, mas não faz feio de jeito nenhum. Sem dúvida, um dos lugares mais fantásticos do planeta, onde é possível testemunhar a força da natureza no conjunto de cataratas formadas no rio Iguaçú. Agora é só escolher. Boa viajem!


Por Daniela Sabino Botti

facebrasil/ciencia 58

Doença Periodontal X Coração.....

A

doença periodontal é uma doença que se caracteriza como um conjunto de condições inflamatórias, de caráter crônico e de origem bacteriana, que começa afetando o tecido gengival e pode levar, com o tempo, à perda dos tecidos de suporte dos dentes.

40

Os microrganismos responsáveis por esses eventos estão presentes na placa bacteriana dental. A doença periodontal pode comprometer tanto os tecidos de suporte (gengiva) como os de sustentação (cemento, ligamento periodontal e osso) dos dentes. Este processo caracteriza-se pela perda de inserção do ligamento periodontal e com a consequente destruição dos tecidos ósseos adjacentes. A continuidade e evolução deste processo levará à perda dos dentes, devido ao acúmulo de tártaro, à inflamação destas estruturas, com seu comprometimento e destruição, pela ação bacteriana,  colaborando para a formação de bolsas periodontais que levam à mobilidade dentária. Porém, é uma doença “silenciosa”, pois normalmente não causa dor, somente sangramento e “mau hálito”.  A doença periodontal

tem o seu desenvolvimento mais acelerado em pacientes diabéticos, imunossuprimidos e em fumantes. A gengiva saudável é firme, cor-de-rosa claro, não sangra facilmente e cobre toda a raiz do dente. Os dentes estão bem presos e o osso de suporte e as fibras do ligamento (que unem o dente, a gengiva e o osso de suporte) estão saudáveis. Recentes estudos evidenciam que a doença periodontal possa ser um fator de risco para doença cardiovascular. As pessoas com doença periodontal têm maiores riscos de doença de coração e têm o risco de ter um ataque fatal do coração duas vezes mais que as pessoas sem doença periodontal. Bactérias que causam doença periodontal podem fazer com que coágulos sanguíneos pequenos contribuam ao entupimento de vasos sanguíneos, construindo depósitos gordurosos dentro das artérias de coração. Também foi demonstrado que a doença periodontal pode ser um fator de risco para o nascimento de bebês prematuros de baixo peso. Mães com doença periodontal têm um risco 7 vezes maior de ter um bebê prematuro de baixo peso. Dra. Daniela Sabino Botti. Mestrado Prótese Dental. Meodentista Barra  55-2134195705. Meodentista Copacabana 55-21-22495559


Por Donnel Tracy Medeiros

facebrasil/gastronomia 60

40

Strogonoff de Carne

E

sta receita é a original, de origem russa, composta de cubos de carne. Desde sua origem no século XIX, o prato se popularizou. Apesar disso, essa receita é menos conhecida. O strogonoff se consagrou levando champignon cortado em fatias no sentido do comprimento, pode-se colocar também algumas gotas de molho de carne inglês e algumas gotas de molho shoyo, que ajuda a amolecer a carne. Depois, é só preparar um arroz bem soltinho para acompanhar e bom apetite!

Ingredientes: • 600g de filé mignon, limpo, cortado em iscas de ½ polegada. • Sal e pimenta do reino • 1 cebola graúda, descascada e cortada em rodelas finas • 6 dentes de alho • 4 colheres de sopa de manteiga • 2 colheres de sopa farinha de trigo • 1 xícara de caldo de carne • 2 colheres de chá de mostarda Dijon • ½ xícara de creme de leite

Modo de fazer: Num tabuleiro, esparrame as iscas de filé, tempere com sal e pimenta-do-reino, coloque o molho shoyo e coloque por cima as rodelas de cebola e o alho. Cubra com papel alumínio por 1 hora. Derreta 2 colheres de sopa de manteiga numa frigideira grande e junte a farinha e o caldo de carne. Cozinhe, mexendo constantemente, até engrossar um pouco, por cerca de 3 minutos. Junte a mostarda e retire do fogo. Em outra frigideira, derreta as outras 2 colheres de sopa de manteiga em fogo médio para forte. Junte o filé, as cebolas e o alho e doure bem por cerca de 10 minutos. Junte o filé mignon já dourado à primeira frigideira, mas não a cebola e o alho, leve ao fogo baixo e deixe cozinhar por 10 minutos, mexendo de vez em quando. Fora do fogo, acrescente o creme. Mexa e verifique o sal. Deve ser servido quente com queijo parmesão ralado a gosto e batatas inglesas assadas. Essa receita é para 4 porções e todo mundo vai adorar!


Por Douglas S. Heizer

facebrasil/políitica 62

Viver não é preciso.

N

ão existe nada mais absurdo do que a própria realidade, realmente a realidade é algo absurdo.

Se atribui a Fernando Pessoa o verso “Navegar é preciso, viver não é preciso”. Fernando Pessoa, um dos maiores escritores da língua portuguesa, usou esse verso como argumento para um outro verso que diz “Viver não é necessário, é necessário criar”. “Navigare necesse est, vivere non est necesse.” que vem do latim, foi  proferido pelo general romano Pompeu, que viveu entre os anos 106 e 48 A.C. Dessa forma ele motivava os soldados que tinham medo de navegar a ir para a guerra. Vamos agora ver o outro lado desse verso, a etimologia, o jogo de palavras: “navegar é preciso, viver não é preciso”, preciso no sentido  de precisão, navegar pode ser uma ciência, mas viver você sabe muito bem que está longe de ser preciso, por isso é um absurdo que dá gosto de ser vivido. Prova dessa imprecisão é o grande absurdo de nossa política brasileira.

40

Como já escrevi, não existe nada mais absurdo do que a própria realidade, ninguém em sã consciência teria bolado um enredo tão louco como os fatos que aconteceram na nossa política desde a ditadura militar até os dias de hoje; para mim, uma outra ditadura em formação. Ninguém que escrevesse uma crônica de história política brasileira seria tão criativo. Só para mencionar um fato da ditadura anterior, Golbery do Couto e Silva necessitava criar um líder de esquerda a quem pudesse manipular. Prestes, Brizola e muitos outros estavam no exílio. Precisava-se dar uma impressão de que havia liberdade e que havia gente protestando.Então acharam um líder sindicalista, com bom carisma, o nome dele é Lula. Investiram nele e ele se tornou o que é hoje. Você pode ver no YouTube uma entrevista

completa do ator Carlos Vereza no programa do Jô Soares sobre o assunto, vale a pena ver para entender. Continuando com a louca realidade, passaram-se os anos, Ulises Monteiro, o grande líder de oposição que lutou pelas diretas e pela anistia, desaparece misteriosamente numa viagem de helicóptero e até hoje ninguém encontrou o seu corpo. Depois, o primeiro presidente eleito Tancredo Neves, eleito pelo voto indireto mas o primeiro não militar, morre de forma inusitada no dia da posse, e quem assumiu? O governador do Maranhão José Sarney. Logo a seguir, o primeiro presidente eleito pelo voto direto, Fernando Collor de Melo, sofreu impeachment. Denunciado pelo próprio irmão, foi caçado, jogado para fora e, com ele, toda a sua turma. Os valores roubados, se comparados com valores que se roubam hoje, não daria nem pra pagar o jantar de um desses nossos novos líderes. Seguindo nossa historia, o vice assumiu. Itamar, ou Itapior ? Quem imaginava que essas coisas viessem a acontecer? Haja criatividade! Depois o Fernando Henrique, nada de anormal aconteceu. O plano econômico estabilizou o país, que voltou a crescer sem inflação e, mesmo assim, faltou reeleger seu sucessor. O Lula, lembra dele? Aquele que inventaram na ditadura militar, se elegeu, se reelegeu e elegeu o seu sucessor com  um governo populista, que não só sangra as contas do governo, mas que, sem duvida alguma, é o mais corrupto de nossa história; logo ele e seus “companheiros” que se autodenominavam os éticos, morais e salvadores da pátria. Agora nos resta esperar pela nossa absurda realidade. Como você vê, viver não é nem um pouco algo preciso… Quanto à continuação da historia, resta esperar e ver e, se não gostou, conte outra.


Por Mauro Machado

facebrasil/opinião 64

Estou dividido

C

onsultei a minha mais querida colaboradora, a minha filha, sobre um assunto que incomoda a todos nós, sem exceção, incomodava até Steve Jobs (quem leu a biografia ou viu o filme, sabe), imagina a nós, simples mortais.

Resumidamente, podemos chamar de conciliação, ou seja, como conciliar as nossas atividades profissionais com todos os compromissos que acumulamos durante a vida, principalmente os familiares. A sensação é de estarmos sempre na antiga brincadeira de “cabo-de-guerra” e sem nenhum Hércules para dar uma forcinha para qualquer um dos lados. O grande desafio é estar preparado para encarar sozinho o que vier pela frente.

40

Nos tempos modernos, não o do genial Carlitos, mas no nosso, onde homens e mulheres disputam, palmo a palmo, a competição profissional por um lugar ao sol, as nossas responsabilidades com nossas famílias se tornaram um enorme desafio. São eventos, viagens, seminários, palestras e horas extras, no trabalho e em casa. A demanda por atenção, do chefe e dos pimpolhos, reuniões na escola e no trabalho (e como temos chefes!). Agora é “in” não sermos mais, simplesmente, empregados ou funcionários, tudo tem que ser politicamente correto. Em casa e no trabalho o patrulhamento é constante, até nas religiões que escolhemos...antigamente era suficiente orar, pedir e agradecer, agora, tolinhos, tem que participar! Mas quando? Entre meia-noite e seis da manhã?

E quem escolhe ser independente? A “self made man (or woman)”? Passa a ter mais compromissos do que quando era funcionário e tinha o dever de cumprir horário, tinha que se virar quando a creche ligava avisando que a “queridinha” estava com febre e nariz escorrendo. Mas não se desespere! Quando procuramos fazer bem um dos lados, não deixamos de pensar no que ele representa para a outra ponta. Se desempenhamos bem nossas funções é porque queremos que nossos filhos se orgulhem e tenham um futuro promissor e, quando nos desdobramos para cumprir nossas obrigações sociais e familiares, sabemos que crescemos aos olhos de todos que, ainda que secretamente e com um pouco de inveja, nos admiram. Viver é isso! Não é ter certeza absoluta de tudo e sim dividir tentando acertar, sempre. O melhor de tudo é agradecer por termos esse dom divino de nos multiplicarmos para sermos merecedores do amor, do respeito e do reconhecimento daqueles que nos amam e a quem amamos e “beijinho no ombro pro recalque passar longe, beijinho no ombro só pras invejosas de plantão.”

“Buona fortuna per tutti!”


Year 4 - Edition 40- 2014

A DIFFERENT NOAH POLITICS

BE or no to BE

Vinicius Machado

fre e

PERIODONTAL DISEASE X HEART

En gl is

ROTAX CHALLENGE ORLANDO

h

TALENT MADE IN BRAZIL LEAVES HIS MARK ON THE SCREEN


faceindex 72 YEAR 4

71

7

76 Sports Andressa Ribeiro’s Champion 78 Sustainability Red Light 81 Opportunities Economy slowly improving 82 Coaching: Changing Fears

84 Technology

Google’s Chromecast

85 Auto-motorsports

Rotax Challenge in Orlando

90 Orlando

Aquatica – New Attractions

79

Be happy


x 2014 77

92 Décor

Unity & Harmony 7

94 Curiosity

Periodontal Disease X Heart

97 Politics

Living isn’t Necessary

74

98 Opinion

I’m divided

86 95 FACEBRASIL.COM

www.revistafacebrasil.com

96


Por Marco Alevato

Spring Special

70

facebrasil/editorial

In

spring, the most beautiful season of all, there is Facebrasil issue number 40. I believe we reached maturity; we know what we want, we often do not do things the way we would like to; there are many opposing forces and, if we do not respect this fact, the forces become gallows. Facebrasil is increasing its presence in Miami, concluding partnerships, adapting to a new reality. In Orlando, we are very happy with our success; and this edition comes with sensational news, a request from many of our fellow readers; the articles are now written in English as well to satisfy many people’s curiosity of what Facebrasil is. We started this project a few months ago, trying it out on our website and backstage, it was an absolute success and now everyone

Bernardo Alevato - Financeiro IdeaBrazil - Projeto Gráfico Marianella Godoy - Diagramação Jorge Souto - Editor Fotográfico COLABORADORES Andre Chaves Daniela Esteves Diogo Esteves Fernando Braga Giovanni Alevato Isabella Morgia Ivana Diniz Juliana Brilhante Lílian Alevato Mari Canonicco Mari Excelrud Mauro Machado Natalia Mota Paula Matos Sergio Castro Zélia Cardoso de Mello COMERCIAL – SALES Marco Alevato – (407) 842-1211 info@facebrasil.com

will be able to share our new layout.

As opiniões expressas em artigos assinados são inteiramente de responsabilidade dos autores e não refletem necessariamente a opinião da revista Facebrasil.

In issue 40, we also have Vinicius Machado, a Brazilian actor featured in Power, the new series on American television, the great Antonio Romano and much more; just reading it to understand it...It will be a delight because...

Os anúncios são de responsabilidade dos anunciantes. A versão digital pode ser encontrada no portal Facebrasil no endereço: www.facebrasil.com Orlando 1411 Sand Lake Rd, Orlando, FL 32809

The Party goes on...

Always! Marco Alevato MBA, Publisher

40

EXPEDIENTE Marco Alevato Publisher / Editor Chefe

Coral Gables 2000 Ponce de Leon Blvd, Suite 187 Coral Gables - FL - 33314 Rio de Janeiro Torres Homem 888, Vila Isabel Rio de Janeiro - RJ - BR CEP 20.551.070 No portion of this publication may be reproduced or distributed by any means without the express written authorization of Facebrasil Magazine and PPM Magazines. All rights reserved. Printed in the USA. Volume 37-4 ISSN 231-5482 - is published monthly by PPM Publishers.


The premiere of “Noah”, Darren Aronofsky’s controversial film that just hit the theaters, is the beginning of a series of religious films that put together biblical stories and cinematic spectacle with battles, explosions, special effects and 3D features. No wonder that religious films, very popular in the 1950s, found in contemporary Hollywood a place to be reborn. Like

superhero movies, they base the narrative on familiar stories to the public and are marked by epic elements, perfect for the use of digital technology that usually helps bring large audiences to theaters and make blockbusters. The risks, however, are big, since artistic license has great chances of being seen as offenses. Aronofsky, who declared himself an atheist, used a budget of $125 million to tell, in his own way, one of the most famous religious stories. In the film, co-written with Ari Handel, he inserts characters and situations that are not in the Bible and adopts a somber tone, showing a Noah almost as troubled as the ballerina played by Natalie Portman in his previous film, “Black Swan”. The basic plot, in fact, is the same. Dissatisfied with the actions of men since Adam and Eve’s eviction from Paradise, God decides to destroy the world to start again from the beginning. At his request, Noah builds an ark and houses a couple of all animal species, which will breed after the end of the flood. The film echoes so many current issues, such as global warming and religious fanaticism, showing Noah as a hero willing to commit brutal acts on behalf of God.

Other movies: “Exodus”, by Ridley Scott , in which Christian Bale plays Moses; “Gods and Kings”, on the same character, which was considered by Steven Spielberg, but it should be directed by Ang Lee; “The Redemption of Cain”, based on the story of Cain and Abel, probably being directed by Will Smith; and “Mary, Mother of God”, on the Virgin Mary, with Ben Kingsley.

Redação

facebrasil/cinema

W

ith Russell Crowe, Darren Aronofsky’s film has a different approach from the Bible. It adopts a somber tone and creates characters and situations that are not in the Bible, causinga big impact.

71

A Noah that is not in the Bible


Da Redação

facebrasil/cover 72

Vinicius Machado 1.How did you get into acting, and how long have you been doing it? 

traveling, working with my Publicist non-stop to promote the premiere of POWER in June.

I fell in love with performing at a very early age. Being front and center has always been satisfying and desirable to me. But being Brazilian, I was a soccer player, and had dreamed of going pro one day! That was till my sophomore year in high school, when I joined a drama class as an elective. One of the requirements of the class was to audition for the school plays that year. So I did, and to my interest, I got one of the leading roles in the biggest production of Shakespeare’s “The Midsummer’s’ night dream” my high school had ever done.

4. Do you feel like you can take on any role at this point in your career? Is there a particular role that it’s your dream role?

Immediately, it was love at first sight. From there, I kept auditioning and getting other roles in other school plays, as well as I went into the theatre program and began getting educated. It’s been around 8-9 years of me doing this now. And I will go for 8-9 million more. I love what I do.  2. Who and from where do you gain your source of confidence in this business, being the industry that it is?   I attribute all of my success to this day and always to my dad and mom. They have both always served as a steady rock for us. They taught me everything I know and need to know in this life. I couldn’t be more secure in their love and protection. 

40

3. What are you doing now? What’s next?  I’m one of the stars leading role of STARZ new television series called POWER, premiering this June 2014, worldwide. I play Nomar, a puerto rican member of the Soldado Nation gang in New York city, who is happening to be dating his bosses 14 yr old daughter. Next? I just shot another short of my own here in New York, called “By Chance”, with Joshua WIlliams as my director and Andy Voegeli (From Breaking Bad) as my DP (Cinematographer). The script has already been accepted into two film festivals, so we are fast tracking the post (editing) process to have it complete by May this year, to make it in time. I was offered a role in a feature with “Desmond Devenish” (director), in Los Angeles beginning principal photography in April. Then, a Horror Feature that I wrote is going to be going into pre-production in June to be shot in July, so I’ll be preparing for that. And in May I’ll be

Yes I do. I can play anything they give me. As an artist you always have to have room to improve and grow and learn, but I’m so confident in my abilities and self today as an actor that I can handle anything they have to offer. Of course though, that’s with the understanding that we don’t live in a perfect world. And I get stereotyped. Some people have a hard time dealing with that. I embrace it. It keeps me working first and foremost, and it’s also liberating to have the opportunity to re-define that stereotype by having to play it so many times. I don’t have a dream role, I think I’ am the dream role. I do what I love and love what I do. That to me is a role most people don’t get to play in this lifetime.  5. Do you see yourself going to Brazil at any point to act there?  Yes, absolutely. As a matter of fact I have been trying to find an opportunity to make it down there and hope that by the end of this year I’ll be able to do it. It’s only a matter of finding the right opportunity for me down there and I’ll dive head on. I have always had Brazil in mind since the beginning of my career. It will be a dream fully realized at that point. So yes, any role, any opportunity presented from there, I will take it in heartbeat.  6. How did producing your own projects, having your own production company come about?  That has been in development for a few years now. Having endured a writer’s strike back in 2008, then the economy collapse in the world, I realized that, as an actor, you just want to work. And in this industry the only guarantee that we have is that nothing is guaranteed. So I learned very quickly something very valuable, simply by observing and going through the ups and downs. I learned that this isn’t at all about arts, and talent, but about an image! Don’t get me wrong, talent is needed, and the art is the bumper


sticker they sell, but this is a commercial world, where value is given only where money reigns. The politics are so well orchestrated and organized that the only way to affect any change (and I don’t mean as a whole, but individually for you) is to reverse the way you are perceived, to change your worth in their minds. Then, you are limitless and free to do whatever you want, that’s when you become desirable! 7. What is it like working with 50 Cent?  Inspiring! I remember on my first interview for STARZ I was asked that same question and the interviewer said “why does everyone say that?” This is a man who, literally, had nothing, came from nothing. Began rapping, became successful, but unlike most rappers, when their glory begins to fade and everything else with it, he didn’t go away, he didn’t throw in the towel. He re-created himself in such a way that today he is one of the most respected and in demand producer in the industry. 8. Your resume states a lot of training, more then the usual. Would you mind elaborating on that? When down times come, it’s not time to sit around and complaint. It’s time to tighten up those weak spots, to keep learning, to keep growing, to keep improving. Classes are extremely important in that objective, because a class allows you the ability to take risks and experiment like you can’t on the set! And by doing so, you discover more tools for you to have for the next opportunity when it comes, and you’re better prepared, etc. 9. Do you have a specific technique you use to prepare for your roles?  Of course. Everyone has their own; it’s what makes the identity discovery of actors so precious and unique. I’m classified as a character actor by the roles that I play, but I don’t consider myself a character actor at all. I’m all about method acting. So for me, the background development has to be precise as much as possible to reality. I do intense breaking down of any implications and suggestions in the script. Then, as I begin collaging, what roads they might have traveled and how that journey affected the character, I come up with answers not only for my interpretations, but also for my morphing into that persona. Sometimes I’ll literally go about my day as that character in order to better understand life from their point of view and hopefully embody that more precise. Music also helps me a lot, listening to the type of music that my character would listen to, that’s a big help in the puzzle solving.  10. What would you say to young up-coming actors, even Brazilian actors trying to get into the industry, or new to it? What advice would you give them?  If you are not willing to struggle, to get beat, get rejected over and over again, to make sacrifices that may cost you friends, leisure, family even, then this is not the career for you! An actor has to be willing to take all of the negativity projected onto him and use that for his own good! Acting is such a privilege; it is an amazing job, with many benefits, and luxuries. It’s not impossible at all. Anyone can do it. And there’s enough work for everyone literally to do it. You can’t keep up with the amount of work being produced on a daily basis, in comparison with the amount of actors who drop out. So don’t tell me competition is tough! It’s not! There’s plenty of work and roles for everyone, but you have to understand

the game, the nature of the business and then you have to accept it! If I can do it, so can you. Last thing I want to say is, I hear so many people saying “Oh it’s hard to break in as a Brazilian from Brazil in Hollywood!”. Couldn’t be further from the truth! Do you know how many breakdowns there are where they want authentic Brazilians with real accents for the role? My first role in Hollywood was playing a Brazilian exchange student on Nickelodeon, where I had to have the accent. So, learn the ins and out of the business, go get educated, get in class, watch classes on Youtube, surround yourself with actors who are working, save as much money as you can, prepare for the worst in life, and jump. It’s a beautiful fall, I promise you. At the end of the day, if you love it, there’s nothing else that compares. 


By Lilian Alevato

facebrasil/health 74

How to survive the spring in Florida?

S

pring is in the air! Literally, as everywhere we find pollen from various types of plants - from various types of grass to all classes of trees, such as oak and camellia. With warmer temperatures approaching, pollen levels in the atmosphere are extremely high, meaning a significant increase in symptoms of respiratory allergies, such as sneezing, “itchy nose” and irritated eyes.

Prepare yourself, because this scenario will not change in the next months ... As we are in Florida, the season of high levels of pollen lasts until summer. But how can I know if my symptoms are from allergies? Well, there are a huge number of allergens in the atmosphere in spring. How is it possible to know which of these agents is causing these so uncomfortable symptoms in your eyes, nose and throat? The skin allergy test is the quickest, cheapest and most accurate way to figure out what you are allergic to, mold, grass pollen, or another type of plant. Talk with your primary doctor or an allergist. Both can prescribe an allergy test. The skin is slightly chopped to allow an allergen, such as grass or mold between the outer layer; after about 15-20 minutes, the doctor will check if there is any reaction, such as hives or redness and swelling, which will accurately identify the causative allergen of their symptoms. Once you identify the cause of your body’s allergic agent and quantify the intensity of the allergic reaction, your doctor may

prescribe the most appropriate treatment regimen for you. For those who do not have access to a primary physician or would like some suggestions on medications sold over the counter, here are some tips. On local pharmacies, look for the section “Allergy Medication” - medicine for allergies. Start with the generic medications that do not have any sedative substance, this way it will not compromise your ability to drive or simply work, like “Claritin”. It is recommended taking 1 tablet of Claritin in the morning. If symptoms such as stuffy nose persist, it is recommended to include a saline solution or a generic nasal decongestant. Be very careful with the use of nasal decongestants! Those who have high blood pressure should not use the medication for a long period. So, if you are using a nasal decongestant for 5 days and the symptoms have not yet passed, it is time to seek help from the doctor. Be very careful with antihistamines that contain sedative agents, such as Benadryl and others, since, according to your sensitivity to the drug, it can cause drowsiness, often resulting in accidents. The most important thing to do during the spring is avoiding constant contact with pollen by staying as long as possible within closed environments. Basic healthy habits, such as drinking plenty of fluids and maintaining a healthy diet, should be done in all seasons of the year, but during spring and summer these recommendations become more important. If you, reader, live in Florida and is not used to this process ... stuffy nose, red eyes and sore throat means ... it is not flu or Influenza... it is only allergy to pollen.


By Mari Canonicco

10 Great

Foods for Exercises Oatmeal: Rich in nutrients and carbohydrates, it is highly energetic. Sweet Potato: Source of antioxidants, it has also a high carbohydrate content, which gives you energy for the workout. Broccoli: One of the richest vegetables in nutrients and an excellent source of vitamin C and folate, which reinforces the body’s immune system. Onion: Thank to quercetin, it fights the free radicals and bad cholesterol (LDL). Its anti-inflammatory action helps muscle recovery.

Pecan Nut: It contains fibers, potassium, magnesium, vitamin E and selenium; it protects the cell membranes, reinforces body’s defenses and contributes to the restitution of electrolytes lost with sweat. Quinoa: It contains more amino acids than other kinds of cereal, which is especially important to people who practice exercises. Salmon: Excellent source of omega 3, indicated for muscle recovery. Flaxseed: It produces an anti-inflammatory effect and helps the immune system.

Pre-workout carbohydrates: • Rice • Oatmeal • Banana • Potato • Crackers • Corn cereal • Pasta • Bread

Post-workout foods:

• Toast with a slice of white cheese and jam • Fruit shakes • Banana with oatmeal and honey • Pasta with tomato sauce and chicken fillet

75

Yogurt: It is rich in proteins (they help in muscle recovery), calcium (contributes to bone health), and lactobacillus (strenghen the immune system).

facebrasil/fitness

Green Tea: The flavonoids present in it have antioxidant effect, which fights the free radicals produced with the wear from physical activities.


By Redação

Decision to be a champion That’s what Andressa Ribeiro did when she decided to come to America; and today she will share a little bit of her life with Facebrasil readers. Facebrasil - Andressa Ribeiro, how did that happen? Andressa Ribeiro - Becoming a professional athlete happened by chance. I came to the United States to improve my knowledge in Marketing and I enrolled at the gym. There, I met some competitors that motivated me to improve my fitness, lifestyle and start competing, making me believe that I had potential and thus I began my training.

76

facebrasil/sports

FB - Why did you choose this type of competition? AR - I chose a “show” championship, as these tournaments are called here in the United States. I joined the NPC in order to compete and, in three months, I was on a stage for the first time. It was in September 2013, the Daytona Beach Classic. I was the Overall champion in two categories I competed, Open and Masters over 30 category. In October 2013, 21 days later, I competed again in the Southeastern USA and I was again Overall Champion in both categories, qualifying myself for the Arnold Classic in Ohio. Again, I got the title of Overall Champion at the Arnold Classic, getting my much dreamed professional status, the pro card. FB - How do you feel among so many great professionals?

40

AR – Now, at the professional level, the challenge has just begun. I intend to keep doing what I love, training and representing Brazil, having the pleasure

of sharing the stage with the best Figures/Body Fitness athletes in the world. FB - Is there anything that makes you the way you are? AR - Yes, there is a quote, which is my favorite: Do not compare yourself with others, be the best version of yourself! FB - What mesage would you like to leave to everyone? AT - I use my pages on social networks to talk about motivation, give workout and food tips. It allows me to share my best with everyone; and I want everyone to be happy and healthy. And for those who want to know more about me, here is my contact information:


77

facebrasil/world cup

By Sergio Castro

Brazil, the country of the future. Will there be World Cup? The reality that, in a few days, the ball starts rolling has been the dream of all Brazilians who love soccer. Brazil has potential, but the problem is how the rulers enjoy the moment and, this time, we can also include the “mere mortal” Brazilians. Brazil is just like “styles”, it comes in and out of fashion, it was so with sugar, coffee, rubber and now with the World Cup. Brazil went out of fashion, but the rulers have not yet understood this. Like Roberto Carlos’ song says, “what is it all worth?”. It is no use having a World Cup, especially in our case, with wonderful stadiums, but no infrastructure and very poor social outcomes (violence, education, sanitation, health, safety, mobility and everything else). What will be left of it all? What is the reading the world will make of this Brazil, which until then was only about sunshine and beauty? How much will the loss be to the public coffers? What happens if we are not the winners, but eliminated at home? I’m not pessimistic, but there are so many things to go that we should start worrying about it; most part of the population accepts the logic that “there will be World Cup this year”. Obviously there will be, but at which cost? Our life is based on feelings. Feeling that everything is fine, that the country progresses, that it is a happy country, but in fact, our feelings are false, unrealistic,; we believe in our own blindness and ignorance. Our political model has proved not to have a good public sense; and our “every four years” logic, which puts all democratic institutions in check, in fact, has shown that the wickedness goes beyond a simple project from the political party in charge. Even with so much violence going on, health going from bad to worse, even bad

education, the country lives well in Carnival for 5 days; but in the World Cup it will be over 30. Even facing the risk of being robbed on the road while heading to the coast, even facing worn out transportation to the stadiums, not to mention the exorbitant prices on the everyday of the World Cup, everything will be OK! Brazil still has the chance of being the champion. Here come the Olympics!

 Hurray

Brazil, the country of

the Future!

YOU

CAN

BE HE RE

Next

ISSUE

Facebrasil English

Call Us

407 842-1211


78

facebrasil/sustainability

By Giovanni Alevato

Red light

T

he very recent IPCC report, released on March 31st, 2014, is clear about the irreversibility of global warming and the harmful results of this climb. This will affect everything and everyone; climate change affects rainfall patterns, endangering food security; it will entail economic changes and everything we talked about in this section over the past 18 months.

The light on the tables of world leaders is not yellow anymore, it is red; and I tell you, it should be flashing.

40

The change in rainfall regimes affects agriculture and, as a rule, causes a decrease in crops and this will cause an increase in food prices and, in the end, starvation. To reduce this framework, farmers will resort to water stock, which will worsen the already precarious situation of the reservoirs, which are being increasingly depleted due to global warming with the purpose of generating electric power for billions of air conditioners and fans. More conservative visions say that these problems will be outlined with investments in

alternative sources of power generation. Pessimists say that this problem is the master key of the fourth world war. It will affect the progress of human race; life as we know it will no longer be possible, we have exhausted the regeneration capacity of the only planet we have to live. We have to stop listening to economists and start listening to ecologists, we cannot pretend that we are not seeing or hearing it, and even that this matter is not in our interest. I say, though, educating people worldwide is primordial, investing in alternative energy generation, in water reuse and unity of procedures that, despite being regionalized, require joint action by all nations, because the planet is one. Isolated actions would produce small effects, when added together, they can make a difference, but what we need is a coordinated, mandatory and, in some cases, even punitive global action. All of our deadlines have already passed. We urgently need to leave the rhetoric and take urgent and profound actions, no matter who gets hurt, no matter how strong the industries that pollute and degrade our planet are. That’s not on behalf of sustainability, it is on behalf of LIFE.


79

facebrasil/communities

By Redação

Prêt-àporter

In

Orlando, a new project started by the hands of entrepreneur Cristiane Souza. A project of Brazilian fashion, bringing personality to the fashion world, featuring to select audience of friends and businessmen in the Orlando community. Let us know a little more about this event that will certainly be a success in the fashion world. CS Brazil Bikinis & Hem Fashion Shoes presented on March 15, 2014 one of the greatest Brazilian fashion shows in Orlando; new collections of swimwear with stylish prints were showcased, as well as some stylish tops for the World Cup; also , we cannot forget that Hem Fashion Shoes presented a large and beautiful collection of shoes, bags and flats; but for all this to be a success, nothing like a big producer like Caio Castro, who is also responsible for performing Miss Brazil USA now, with all its glamour. We had the participation of Miss Brazil 2013, Ana Sofia; Camila Brant, Miss Earth Brazil 2012 and Daniela Barbosa; Miss Atlanta. The event also featured a great belly dance performance by dancer Jennifer, who made everybody admire the beautiful dance with all her elegance. Another highlight of the event was certainly the sponsors, who once again supported a cultural event whose purpose was to unite our community. Brazil Prêt-

à-Porter 2014 sponsors were Perfumeland Megastore, IDrive Indoor Kart Racing, Pearle Vision, Salon and Spa, Innovation Bags and Purses, Costa Brazil, Sky Box Free, Vitamin Planet, Vittorios Restaurant, Gilson’s Restaurant, Florida Connexion Properties, Apple Berry Electronics, Frederic E. Waczewski Immigration Law, Alterations Plus, Sunset Brazilian Fashion, VIP Hotel Collection, Apollo Cleaning Services, Emporium Brazil, Pão Gostoso Bakery, Amarant Graphics, Fans Against Child Abuse, Zoom Transportation, Erich Jacome and Ana Jacome Photos. The event also had the support of all Brazilian media, such as Moda Brasil teen blog, Brazil USA Magazine, Nossa Gente Newspaper, Brasileiros & Brasileiras Newspaper, Moda Brasil Magazine, DJ Leo, BD News Newspaper, BRDay Radio and Facebrasil Magazine Orlando . And there is more news coming next year.

YOU

CAN

BE HE RE

Next

ISSUE

Facebrasil English

Call Us

407 842-1211


By Evaldo Costa

Electric cars

Should we support or not the production and sale of electric car? That is the question.

M

80

facebrasil/business news

any people question whether or not the electric vehicle (EV) is the best solution for the major urban centers. I see this discussion as valid and even necessary to identify the best decision.

Unlike Brazil, China prefers to import crude oil and refine its derivatives in their territory. The refineries in the country are increasing production to meet additional demand.

However, the point is not to argue that the electric vehicle is viable or not, because studies show that there are more benefits than harm to society that adhere to it . The question is regarding when the EV is the best solution. Naturally, both the EV and the internal combustion engine vehicle (ICEV) , should not be considered ideal solutions for all regions of our planet .

China realized this mistake and adjusted the route by supporting the production and sale of electric and hybrid vehicles, although its energy source is among the most “dirtiest” ones (from coal). However, they understand that reducing air pollution and the efficiency of the EV are worth the investments.

In the case of the EV, the places that rely on “cleaner” sources of energy generation, get the best benefits. For example, the EV can be highly recommended in a given region, and less in another where electricity generation is not favorable. However, regardless of the case, one must consider that the use of the EV almost does not pollute the atmosphere and registers around 92% efficiency, compared to approximately 18 % of the an internal combustion engine vehicle.

A superficial comparison between Sao Paulo, which is the richest state in Brazil, with the most prosperous of the United States, which is California, reveal that the two regions have predominantly “clean” energy grid, therefore favorable to the EV. Around 60% of energy consumption in São Paulo is renewable (Energy Balance of São Paulo, São Paulo State Government, 2013). Regarding California , according to the Environmental Protection Agency (EPA , 2010), more than half of its electricity comes from natural gas.

In the case of ICEV, the fossil fuel importing countries undertake a significant amount of financial resources to fuel inefficient fleet, and, as if it were not enough, perversely pollute the environment . Brazil, for example, according to the National Agency of Petroleum, Natural Gas and Biofuels (ANP), has spent R$10 billion on gasoline imports in the 2010/2012 triennium. Moreover, in 2012, the country hit a Record by importing 3.8 billion gallons of gasoline. Such resources could be invested in other areas such as health, education, research, public transportation, security, poverty reduction, etc. Just visit Sao Paulo, Rio de Janeiro or most major Brazilian cities to see that the country is losing productivity, with people “trapped” in the chaotic traffic and hospitals increasingly crowded - partially due to worsening health problems caused by increased air pollution, and partly by lack of investments.

40

pollution, causing a big disruption to the economy and health of inhabitants of large cities.

Another example is China. With the increasing burning of fossil fuels, the country recorded extremely high levels of air

Although the two examples are favorable to EV, only California encourages their production and sales. Then, we can ask ourselves some questions: if the country does not have capacity to refine all the gasoline it consumes; it has favorable EV energy grid, if the EV is more efficient; if the nation would save a fortune by reducing fossil fuel imports; the adoption of EV does not cause major impacts on energy supply; if the EV will generate more jobs and foreign investments; the adoption of EV will make the country more technologicallycompetitive; if the industry has the necessary technology and is willing to invest, produce and market the EV; if other nations are adopting EV successfully; he use of EV is sustainable...then, what prevents the manufacturing and sales of EVs in Brazil? Think about it and have a great week.


81

facebrasil/finances

By Diogo Esteves

U.S. Economy Is Improving Slowly

T

he United States seems to have turned the page and is able to see a better future ahead. The country returned to a positive balance and America is optimistic again.

Growth estimates in the fourth quarter of 2013 were, in fact, seen as a jump to 3% annually, with a forecast over the next period; it is believed that these levels will continue in the near future. After the bad times in recent years, analysts’ estimates were again positive for the full year of 2014. Indeed, the decade that preceded the current one was one of the toughest for the middle class of the United States, when the equity and wages decreased, the average household income decreased about $2000 and, for the first time since World War II, the middle class ended a decade with a lower income than when it started. Although all sectors of society have experienced a decline in income, the middle class has suffered the most in the 2000s. An overwhelming majority of 85% of adults said that it is harder now for the middle class to maintain their standard of living than it was a decade ago. Some people compare the crisis of the last decade in the United States with the crisis faced by Japan in the 1990s. Both collapses began about the same way, with credit too easily available to those who would not pay the loans back. But the future ahead looks brighter; the

great news is the number of new claims for unemployment support, which has recently dropped. This is the lowest level since October 2007. In other words, the U.S. labor market is in its healthiest level since before the Great Recession. Things are also improving for the Federal Reserve, which recently decided to start slowing down their stimulus program as a result of better economic data. The economy is ready for stronger growth this year. It does not mean that there are no challenges, the ​​cuts in budget recently made by the government had not shown all the results yet. Not everyone will feel the pain of these cuts immediately. Meanwhile, Thomson Reuters research by University of Michigan on consumer confidence rose four points (77.6 to 73.8 in January) last month. The survey also found out that fewer Americans are worried about unemployment and have a better feeling about the direction of the economy. The Bull race on Wall Street and a continuous increase in house prices pushed consumer confidence to its highest level in nearly six years. Almost all sectors of the economy have given good signs of recovery, home sales, auto sales , the stock market; meanwhile, interest rates and unemployment rates keep falling. If this picture is a true reflection of a recovering economy, it is still subject to interpretation and debate, but it seems that things are improving slowly indeed.

YOU

CAN

BE HE RE

Next

ISSUE

Facebrasil English

Call Us

407 842-1211


By Zélia Cardoso de Mello

facebrasil/money 82

40

Brazil in perspective

I

spent a few minutes trying to find the best word to capture what has happened to us in the past decade regarding our view about Brazil. Were we naïve, ingenuous, or just plain foolish? Why did we believe that this time would be different? The first decade of the XXI century was very good for Brazil. In 2003 everybody was relieved when, after the inauguration, Lula showed that he was not going to change much, he was not going to drive the country to the left and jeopardize the progress we had achieved after the “lost decade”( as the 80’s were called). Lula is a very smart and charismatic politician and soon enough the world was falling in love with him and with Brazil. Who doesn’t remember when Obama looked at Lula in 2009 at a G20 meeting and said “that is my man, right here”. During his tenure, Brazil won the bid to host the soccer World Cup in 2014, and Rio de Janeiro won the bid for the 2016 Olympic Games. Who doesn’t remember, also in 2009, the front page of The Economist? (If you don’t remember or didn’t see it, it is at the end of this newsletter).

The confluence of sound macroeconomic indicators plus the international liquidity and the Chinese boom gave us a good ride. The ride was so good that we forgot who we really are: a country with a low level of education, low productivity, a scarcity of skilled labor, bad infrastructure, and corrupt politicians. A country that is poor, with a GDP per capita of only USD 10,000.00 despite having the world’s 8th biggest economy.

Brazil is the country of the future. That is how the saying goes…..

With money flowing into the country, iron ore prices at its height, and an abundance of credit, complacency was the norm. Why reform if everything was going so well? Why invest in infrastructure if we can expand the welfare state instead? In retrospect, the truth is that we were not doing so well, just okay, and surely not well enough to justify the euphoria. The chart below shows that in 6 out of 11 years, Brazil grew less than other Latin American countries. Brazil grew less than Peru, for instance, in all years except for 2010.


83

facebrasil/coaching

By Redação

YOU

CAN

I

TRANSFORMING FEAR IN SUCCESS IN BUSINESS

t is generally thought that fear is a feeling that does not exist in great leaders, but this is a mistake. The secret is to master fear and use it in your favor.

If we allow fear to represent stagnation, we would be paralyzed by it. It happens in any area of our life, but in business it sounds negative, since the success flag is the boldness of knowing how to take the risks. It is precisely at this point that the fearless professional makes it right: in “knowing” how to do it, because lack of fear makes people reckless. Fear is what makes them respect the inherent dangers that must be overcome.

fear sets the tone for the entire organization. In case of internal crisis, it is better for a team to join together and use the changes as an opportunity to enhance development. 3 . Consider the root of your fear Fear of flying can be a symptom of high need for control, and this lack of control produces tremendous anxiety. Or your fear of public speaking (Number 1 on the list of fears!) can be a symptom of insecurity - you are not experienced enough or prepared enough to make a fluent speech.

Four tips to overcome fear in business:

When you start thinking about your fear, you can determine if your main answer is insecurity, the sense of loss, the need for control or discomfort with uncertainty. Once you honestly identify the source of your fear, you will get to know it more intimately. Thus, it becomes easier to know how to manage it, from experiences and information, and achieve your goal.

1. Focus on essential

4 . Risk -Reward

Write a screening of the things to be resolved and start with the easiest one. So you have time to devote to the ones you do not dominate with all the concentration and time required. 2 . Do not let fear be contagious

Fear is a big problem in business today, when many employees are afraid to do anything that could jeppardize their jobs. Then, what can a leader do to make intelligent employees abandon their fears and achieve their best performance for the organization?

The way you approach the uncertainty and

What are you afraid of?

The fear of a competitor can motivate me to think more creatively and work harder. While the huge fear can be debilitating. Ultimately, I need a healthy dose of fear in my life to make me appreciate the challenges I have to overcome.

BE HE RE

Next

ISSUE

Facebrasil English

Call Us

407 842-1211


By André Chaves

Creative Uses for Google’s Chromecast

G

84

facebrasil/technology

oogle’s Chromecast, which was announced last July, came into a crowded scene of gadgets that let you watch web-content on your TV. From the Roku to Smart TVs, there are lots of ways to get online videos onto your TV screen. What’s really cool about the Chromecast is that it goes far beyond just letting you watch online videos on your TV. With the ability to cast any tab from your Chrome browser onto your TV, or even cast your entire desktop, the Google Chromecast becomes more than just a way to watch online videos on your TV – it becomes an incredibly productive and exciting tool. We’ve come up with 8 unique uses for Google’s Chromecast. Read on to find out just how you can make even more use of your Chromecast.

Put On A Slideshow One of the most obvious uses for the Google Chromecast outside of using it to watch videos on YouTube, Hulu, Netflix and more, is to use it for photo slideshows. Rather than crowd around a small computer screen, bring your photos to life on a large screen.

Video Conference With Friends And Family

40

If you’re video conferencing with friends and family, cast your desktop to your TV. If you’re using your laptop, place it in front of the TV so whoever you’re conferencing with can see all of you too. Better yet, if you have a portable webcam, set it atop the TV. You then have a huge screen to see whoever it is your video conferencing with on a huge screen.

Watch Web-Only Content

The Chromecast already supports quite a few services including Hulu, Netflix, HBOGo, Google Play and more. While the list might be growing, there’s no reason you can’t watch even more browser-only content while you’re waiting. Amazon Video can be cast through your Chrome tab. Hulu web-only content can be viewed on your TV. As long as you can play it in your browser, you can view it on your television set.

Watch Videos Stored On Your Computer If you have a lot of downloaded videos saved on your computer, you can watch these on your TV too. All you have to do is drag the video file onto a Google Chrome tab and it will play directly from your browser. Simply cast that tab to your TV and you can watch the entire video on your TV. Listen To Music When it comes to entertainment, you don’t have to limit yourself to video content alone. Why not play music as well? Any kind of music that can be played through your Chrome browser can be heard through your TV speakers.

Play Online Games If you tend to play computer games online, why not bring the game to life on a computer screen? Whatever game you happen to be playing in your browser can be cast to a much bigger screen on your TV, but as is the case with some of the earlier options, if it’s a game that requires a mouse or keyboard, opt for some wireless gadgets to really enhance the experience. Google is clearly onto something with bringing gaming to the Chromecast even if they’ve started small. iOS and Android users can play Tic Tac Toe using two separate devices. All you have to do is download either the iOS or Android version of the game and cast the game to your TV. It may be a basic start, but it’s a start nonetheless. Image Credits: Chromecast Via Flickr


By Douver Braga

After the qualifying race to set the grids on Friday, everybody sought their success on the race track. For some, success was achieved gradually,

position by position. Others were seeking to end the 2014 championship with a high score and a good result. Ken developed a love for motorsports at an early age and spent many summers in his hometown, Kansas City, mowing

lawns so he could buy his first kart. When he was 15, he saw an ad in the newspaper saying: “F1 Poor Man”. The ad was for a Hornet Blue LP2 with a Yamaha KT100 engine. It cost $1500, about the amount he had saved. He loved the challenge of competition. Also, learned how to design and build his own karts. Nowadays, he no longer competes in races , He has a love for the sport and its participants. The Brazilians were very well represented, with champions on the tracks and in the pits by Piquet Sport team, which featured Raul Costa (third in Master), Gianluca Petecof (Champion Mini category), Mattheus Morgatto (vice in Micro Max), Caio Collet (vice Mini Max), Rafael Camera (third in Micro Max), Michael Quesada (Gatorade) and Pedro Cardoso (champion in Junior Max). The champions will travel to the world championship in Morocco at the end of the year, with all expenses paid. Piquet Sport team Orlando is coordinated and supervised by Helio Rodrigues.

85

I

t was another day in which competitors at Rotax MAX International Challenge portion of Formula Kart Productions’ Florida Winter Tour, presented by Ocala Gran Prix , headed into the battle for the fifth of six rounds in 2014. With seven categories of the championship set to run, the agenda was a morning warm-up, followed by the semifinal races and, at the end of the day, the final races.

facebrasil/auto

Rotax MAX Challenge in Orlando


By Marco Alevato

Future Vision and Present Reason

O

ur Face of the Month is Antonio Romano, builder, realtor, a great expert in our community, encouraging business and major initiatives. A short summary of his path:

86

facebrasil/celebrity

FB - Why the US?

AR- The certain fact of leaving Brazil left me three options: Uruguay, where I would be close to my business, France or Italy, for my personal preference, but not my family’s and, finally, America, where I could expect a better future for my children. FB - Why Orlando?

AR- I chose Florida because of the weather. Out of the three options I had, Miami would be like São Paulo, a very large city with a lot of traffic; Naples would be too small, too quiet; Orlando then stood out, as a city that was only 25 years old and with all the infrastructure for my children to study and growth perspective ahead. FB - Besides realtor and encourager to all businessmen, what activities do you perform within our community? AR- I’ve done a lot. Divorce transactions, contract translation, even going to court to help explain car accidents. I’m now negotiating with a port authority the coming of a cargo ship from Brazil to Cape Canaveral. I have been trying to contribute to improving the quality of investments Brazilians are making. We are known for buying the white elephants of the city. I put much effort in explaining how the system works here. FB - Romano, what are the biggest issues you see in our community?

40

AR- I see other communities helping each other, these people are more homogeneous than the Brazilians, but I feel that our community lacks a meeting point. However, my biggest frustration is not even finding a data center where we could try to start a communication center with other Brazilians. We only see people rushing to help others when disasters occur, but if we had better communication and more interaction, the community’s life would be much easier. FB - What other activities do you like to do to spend your time?

AR- Besides what I do professionally, I write for the newspaper and a little to my memories. I’ve thought about writing a blog, but it is still a project. My greatest passion is traveling; I’ve been to almost 40 countries and, hopefully, will get to know more. When I’m not traveling, I go to the beach almost every weekend, to my home in Cape Canaveral. I really like sports, I played tennis for 16 years with a Brazilian group and sometimes I play volleyball downtown. Besides that, I watch a lot of movies with my wife and documentaries when I’m alone. I also read a lot about my business sector. FB - As a construction businessman who brings information and assistance to the community, how do you see the political crisis in Brazil? AR- I left Brazil 18 years ago because I understood that the next generation would be in the hands of miscreants and another generation would be needed to fix this. I do not think my first assumption was wrong, but I think the next generation will not solve anything. When 2 million Brazilians left the country to seek work abroad and sent money to their family in Brazil, it not only wreaked the unemployment rate, but helped the trade balance due to money remittances to their relatives and savings account. Just as an exercise, on average, if each person sent $500.00 per month, there would have been a total of $1 billion per month, or $12 billion per year getting into the country. FB – Is this new group of Brazilians firming residence in Florida, in your opinion, a reflection of the moment Brazil is going through? AR- This new flow of Brazilians, unlike the ones who came to seek employment and send money home, come in order to “get one foot into the country”. They have a strategy to move, try to find a way to do it legally, but are not confident that they should leave Brazil once and for all, since the source of their money is still stable there. However, they are concerned that this may change at any time. I have received so many inquiries about investments; it shows the contamination of business profits in Brazil. They rely on interest rates and care about the form of investment, but they forget that, here, people do business in dollars. The Brazilian people ended up traveling abroad in the last decade, got to know the world, realized that we may not have the most beautiful beaches in the world, or the best television channel, as they believed. Nowadays, they are more familiar with the world reality and more aware of the possibility of living better and safely, so they look for other places for their


Por

family. Many of them, just like me, end up choosing Orlando for the rich quality of life here.

contribution so that this person could release the city.

FB - In this phase of major acquisitions by Brazilians, what would you advise them?

I met that mayor in Miami some years later, He was not working at the City Hall anymore, he was an employee at a company, and I asked him why he had not continued his career as a politician, because I was a witness that he was very honest and competent. He, then, told me:

AR- I think it’s much more personal than strategic or financial. Nowadays, they come with money, but they do not know what to do with it. The immigrants want to do everything correctly (documentation), but they only listen to people who tell them what they want to hear. The new immigrants do not understand that they were rich in Brazil, but here they should behave like middle class people. They have to make the bed in the morning and clean the kitchen after lunch, because here nobody has maids. They invest their money in gas stations because it is a great business in Brazil, but then, they become desperate because nothing works and they blame the country, they never make a mistake. FB - As an immigrant, what do you think that should be changed in Brazil? And how do you see these people on the streets asking for change? AR- The constitution. Brazil is ungovernable as it is today. There is only room for dirty tricks , because it is not possible govern honestly. While living in Brazil I had a transportation company. One day, the mayor complained that there was a long time the state government did not give money to the city’s health department, I told him I would talk to a friend who was connected to the Governor. When I talked to this friend, he asked me if the mayor had spoken with such a person who collected money for the governor’s campaign. The mayor then contacted that person and was told that for the state to release any funds to the municipality, they had to receive 10% in cash for it. So he asked me and other businessmen in the city if we could give him a monthly

FB - What are your dreams? AR- I want to see my grandchildren grow up, see my children well and keep traveling. I dream on doing more projects with honest, hardworking people. Also, I would like to participate more in my community. I would like to see the “intellectuals” who went up on stage for money to put these people in power in jail. I want to see a world where there are no people starving and others wasting food. FB - Looking back, would you do things differently? AR- Yeah, sure, I would come to the United States before. FB - How is your relationship with God? AR- I was a seminarian in the past. I am Catholic, I go to church, but I read about other religions and have friends, even intimate ones, who are not Catholic. I learned that there is no religion that does not preach love and peace. There is no religion that does not condemn the bad things. FB - What lesson have you learned from life so far? AR- The more you know, the more you find out you know little. The more you know the world, the more you value your happiness; the more you learn and enrich, you must stay closer to God. Discredit is an intermediate layer between those who fear and those who possess superior intelligence, who believe because they have conviction. There is a quote I heard many years ago, but I do not remember the author:

We must be happy with what we have and not be unhappy with what we do not have

facebrasil/face do mês

FB - What are the biggest challenges for immigrants these days?

“Mr. Romano , being a politician in Brazil is like wanting to legalize drugs; you cannot legalize drugs because it is unlawful, it can not be legalized. Likewise, politicians cannot be honest in Brazil”.

87

AR -Having a lot of humility. Listen more. Read more. Spend money on consulting. Look for lawyers and experts in each area. Do not think that doing business in America is the same as doing business in Brazil. It is better to understand the market. Make appraisals before buying anything. Suspect if something is too good. Understand that here there are investors from all over the world with a lot of money.

funds to


By Paula Matos

I

Smart wardrobe

88

facebrasil/fashion

f you are one of those people who, even with the wardrobe full of clothes, still think you have nothing to wear, or when you try to create an outfit, you think nothing matches or there is something missing, here I’ll help you put together a basic, but clever, wardrobe, with super interesting tips for you to keep your emotional balance at the time of desperation of not knowing what to wear. I’ll start with 3 super important tips, they are good for any age or gender: 1 - When buying clothes, the most important thing is to always look for quality pieces, made with good fabric and that also have a good seam and cut . 2 - Start by giving preference to basic colors, leaving the colorful and detailed pieces to be only additional parts of your outfit. 3 - Another super important detail is modeling, which should always be the right size. What I mean by that is, do not use larger pieces, or smaller, or too wide, or even short ones. Use the right size for your body type.

1 - SUITS Try to have a navy blue one, which is super versatile and can be separated into two pieces. Also, a black one, which can be used as a smoking suit in more formal occasions, it is super stylish. In addition, they function as 4 pieces in the wardrobe, because they can be combined with all other parts. There is nothing more versatile.

40

2 - TAILLEUR Always have two pairs in tweed. A classic that never goes out of fashion. The suit is always super

chic and feminine. It wears well in all body types and is timeless.

3 - DRESSES A basic black one, which is amazing and allows accessories to determine whether the outfit is more casual or more formal. A wrap dress, that is very good to any body shape, marks the waist and never goes out of fashion.

4 - SHIRTS A silk one, which can be combined with all bottoms and always adds glamour to the composition. A straight white one, the most basic, versatile and important piece of the female wardrobe, a striped blue one and a denim one, for casual and creative outfits.

5 - PENCIL SKIRT Feminine and timeless, a black pencil skirt is always a stylish option.

6 - KNITTING A cashmere twin-set, that combines with all the other pieces and is timeless. A tricot style one, navy blue and white striped, which gives the outfit some style.

7 - SILK SHIRT TANK TOP To wear underneath blazers, jackets, suits and in summer outfits. The basic colors are blue, black and off-white.

8 - PANTS A good pair of jeans, dark wash and straight cut, never goes out of fashion and allows infinite combinations. A legging made out of quality fabric, always worn with longer tops; and regular pants, which can be the suit pants worn in other combinations.

9 - JACKET Invest in a great leather jacket, it has a long life . It is worth the investment for composing different styles of outfit.

10 - TRENCH COAT A classic that never goes out of fashion, it composes the outfit on rainy and cold days and can be used both over dresses, blouses and pants. Use it belted at waist.


By Juliana Bordin

facebrasil/orlando 90

Aquatica Orlando

A

quatica Orlando’s newest attraction, the Ihu’s Breakaway Falls, has received the roof structure that will top off the three “breakaway boxes”, where visitors remain before the floor underneath them disappears. Weighing more than 24 million kilos and measuring more than 92 square meters, the roof was installed by using a 550ton crane. The structure has the Aquatica signature design, defining the total height of the attraction to 32 meters. The Ihu’s Breakaway Falls will be the largest, the steepest drop slide and the only one of its kind in Orlando; it will be opened on May 9, 2014 .

40

With slides almost 24 meters tall, adrenaline hunters will face their fears. After stepping into one of the three individual cabins located in the platform, visitors will watch their adventure partners falling one by one as the ground simply disappears. No one will know who is going to breakaway first and the anticipation of who drops next is part of the wild ride! The combination of high-speed water slides and exciting wave pools with quiet beaches and famous animal habitats –SeaWorld’s signature – make Aquatica Orlando an ideal place where every guest will have fun, no matter the age. This water park features 38 attractions divided into 7 acres with

white sand and clear water beaches. SeaWorld Parks & Entertainment is one of the main zoo organizations and a leader in animal rescue and care. The company has one of the largest group of animals in the world and has led many advances in the care of species in zoos and conservation of wild populations. SeaWorld Parks & Entertainment also operates one of the most respected rescue and rehabilitation programs in the world, which recovers sick, injured and orphaned animals and return them to the wild. In the past four decades, SeaWorld has rescued about 22 thousand animals. SeaWorld Parks & Entertainment employs about 21,000 people across the country. The SeaWorld & Busch Gardens Conservation Fund, a nonprofit agency, has collaborated with more than $9 million in research and animal life protection. The foundation forwards 100% of donations to wildlife preservation.


91

facebrasil/hindsight

By Igor Thorstensen

YOU

CAN Let’s think about it...

I

f an individual has a date, a lover, any relationship, without having this as a goal, he/she is already assuming it will not be a long lasting relationship and his/her attitude is not respectful, neither with himself/ herself, nor with his/her partner. The premise that dating is unimportant is what should be avoided. Nothing that involves people’s feelings can be considered commonplace. One who gets in a relationship with that mentality is messing with another human being, who can get seriously involved.

and the right person to date and then marry, the easier for them to achieve a healthy and balanced emotional life; and starting a family will be simpler. It is necessary to have other goals in life, not just relating with another person. There are millions of people on earth that centralize all their forces and capabilities in pursuit of satisfaction in this matter.

Nobody starts dating thinking about marriage, dating is for getting to know each other, to analyze if, in fact, both have the same desire to start a family. The problem is subtle. This claim is true, but it needs to be explained.

Many people study, work, acquire a profession, practice a religion, but everything in a mechanical way, as their main concern is surrendering to the sensations of sex or the desperate search for emotional satisfaction. By cultivating intelligence and trying to do good, it will be easier to control their impulses and not to make useless efforts.

The sooner a teenager starts dating, the greater the possibility of making mistakes and getting disappointed. Many people think, nowadays, that the greater the number of relationships, the more experienced this person is. It is quite the contrary: someone who, during his/her lifetime, relates solely to one person is more lucid and more mature. The longer people wait for the right moment

The sexual life cannot be the center point of dating and after the wedding. Friendship, mutual admiration, the exchange of intense emotional vibrations, the identity of ideals and goals in life - including having children and educating them - faithful and balanced love are the most important factors of a stable relationship.

BE HE RE

Next

ISSUE

Facebrasil English

Call Us

407 842-1211


By Daniela Esteves

The 7 Principles In Interior Design:

92

facebrasil/decor

Unity and Harmony (7)

W

hen doing interior design it is necessary to think of the house as a whole, a series of spaces linked together by halls and stairways. Thus, a common style and theme can be present in all spaces. This does not mean that all the elements and principles of interior design should be the same, but they should work together and complement each other to strengthen the whole composition. One way to create this theme is by applying balanced harmony. To achieve harmony, everything in one space must be coordinated to express a theme, mood and style. It is very important, on the initial planning, deciding on the mood or style you want to create. It is essential, during your project planning, to create harmony between the sizes of different pieces of furniture that you will select for each room. Color harmony can be achieved using complementary or analogous colors. Harmony in design means similarity of components or objects; it can be visually pleasing, for example, when some of the objects, such as curtains and sofas, share a common trait, such as color, shape, texture, pattern, material, theme, style, size or functionality.

40

A well-designed room is a unified whole that encompasses all the other elements and principles of design. Unity assures a sense of order. There is a consistency of sizes and shapes, harmony of colors and patterns. The ultimate goal of decorating is to create a room with unity and harmony. Unity is what puts the whole project together; it can be achieved by having all the different elements and principles organized and grouped. One way to achieve unity is through a cohesive scheme of color, maintaining consistent style furniture. Selection

of materials, fabrics and accessories that have similar colors and textures can help you create a unified design. Unity and harmony are part of a question that designers will ask themselves after they finish a project: “Is there something in this space which does not contribute to the concept of design as a whole?�. The answer must confirm that good design is not a whole, but the sum of its parts. Besides the design rules and guidelines, the designer has yet to make an attractive space. Do not be afraid to mix design principles and let your personality transpire. Above all, have fun.


By Redação

Awesome Places in Brazil

2 ) Vale da Lua is one of those places that make you feel like you are in another world or in a science fiction movie. This is due to the craters which were carved by erosion over thousands of years. 3 ) Ilha de Trinidade: A real natural paradise, it is a portion of land in the middle of the Atlantic Ocean, 1167 km from Vitória (ES) and 2400 km from Africa. Thanks to the supervision of the Brazilian Navy, the nature there remains untouched, fauna is preserved and endemic species of plants live in peace. Very few people have access to the island. 4 ) Fernando de Noronha had no way of getting off the list. The beloved daughter of Pernambuco is simply stunning, the beaches are good for surfing and eco diving and there are many natural trails. The water crystal clear! 5 ) Monte Roraima lies on the border between Brazil, Venezuela and Guyana, although the major portion of the mountain is in our territory, you can not get there in Brazil. The Brazilian tourists need to go to Venezuela to get up the

hill. Surrounded by clouds, the mountain seems to float and has a gorgeous view. A curiosity: this mountain was the inspiration for Conan Doyle to write The Lost World (1912), juvenile classic in which a teacher and adventurous scientist discovers a plateau isolated from the world by vertical cliffs, home to prehistoric creatures. 6 ) One of the most amazing rides for those who go to Amazonas is seeing the confluence between Negro river, which has dark water and Solimões river, which has reddish muddy waters. When both rivers meet, the waters do not mix immediately, creating a beautiful visual effect. 7 ) Angra dos Reis: Angra is required in any respectful list. It is undoubtedly one of the most beautiful places in Brazil. With 365 islands, it would take an entire year to see everything there. Some of them are the private paradise of people like Gugu Liberato, Ivo Pitanguy and Ronaldo. 8 ) Jalapão: Created in 2001, Jalapão State Park is one of the most incredible places to visit in Brazil. Known as a desert, the park is more like an oasis, thanks to its abundance of water: there are waterfalls, springs (called fervedouros), crystalline rivers and drinking water. 9 ) Gruta de Maquine: Discovered in 1825 by Portuguese Joaquim Maria Maquiné, it is considered one of the most beautiful caves in the world. It is easy to understand why by looking at the picture in our gallery (it is the last image). 10 ) Iguazu Falls: Paraná representative is in tenth place, but it does not fall behind at all. Undoubtedly one of the most amazing places on the planet where you can witness the power of nature in all of the waterfalls in Iguazu River. Now just choose one. Have a nice trip!

93

1 ) Lençóis Maranhenses: Lençóis Maranhenses National Park is not only one of the most beautiful places in Brazil, but also in the world. It’s like the Sahara desert with amazing natural pools. It is fantastic!

facebrasil/places

Many of us, after we got here, started to notice how beautiful Brazil is, a place blessed with a nature full of rich varieties and great surprising landscapes, each one showing its peculiar beauty. Thinking about it, we created a list with the 10 most interesting places in Brazil, the most fantastic places; of course there are dozens of other places as beautiful as these, but the chosen ones are as beautiful as the others.


YOU

CAN

BE HE RE

Next

ISSUE

Facebrasil English

Call Us

407 842-1211

94

facebrasil/curiosity

Why do we develop Asthma and Allergies ? As an introduction, allergies are abnormal immune system reactions to substances, typically proteins, for example, food or pollen. Normally, the body does not waste energy and is a very efficient machine. However, in the case of allergies, the energy in our body is spent to fight beneficial or harmless proteins, promoting a waste of resources. So why does the body develop these allergies? The immune system causes severe allergic reactions, bringing life-threatening risks, and, sometimes, it is usually designed to deal with parasitic infections. Indeed, in countries where parasites are common, allergies are quite rare. Therefore, the important question that everyone asks is: why do people develop allergies? Why are there more allergies now than there were fifteen or twenty years ago? These issues are interrelated and probably have an answer in common. Unfortunately, there are many theories for the moment, but there are some conclusive answers as well. As I mentioned earlier, allergy is a reaction of our immune system. This means that people are not born with allergies, but develop them over the years. Although there is a genetic correlation for allergies, in general, allergy cases are developed by exposure to environmental factors. Therefore, if one parent is allergic to a food, a child may become allergic to a different one, not necessarily the same food as the parents. Theories attempt to find out why allergies involve elements of our environment. One is called “hygiene theory”. It states that people have become very clean. The

immune system requires exposure to certain beneficial microorganisms to develop properly and healthily. By sterilizing everything, we deprive our body from normal, healthy bacteria required by the immune system. Another theory is called the “pollution theory”. This one says that as the world became more industrialized, people are being exposed to increasing amounts of environmental toxins in the air, water and food. Some of these toxins, particles from diesel engines, for example, have been proven to be one of the causes of local irritation and inflammation of mucous membranes, activating the immune system, usually asleep. Then, it starts acting “indiscriminately” and targets beneficial and harmless proteins. Studies show that children living close to major highways are more likely to develop allergies and asthma. Another theory that is still under development is related to vitamin D. Recent studies show the importance of vitamin D for healthy development and function of the immune system. A healthy sun exposure (before 10AM) helps the body stay healthy and absorb vitamin D. In fact, the most likely answer is that we develop allergies and the increased frequency is due to a combination of two or more of these theories. More details will be given about the treatments and how to prevent allergies in future segments. Each situation is different from the other, so cases are distinguished. Interview with Dr. Yoram Padeh, M.D., Asthma & Allergy Associates of Florida, Adult and Pediatric Allergy, 305-595-0109. www.allergyweb.com


The microorganisms responsible for these events are present in dental plaque. Periodontal disease can affect both supporting tissues (gums) as well as other tissues (cementum, periodontal ligament and bone) of the teeth. This process is characterized by loss of attachment of periodontal ligament and the consequent destruction of surrounding bone tissue. The continuity and evolution of this process will lead to loss of teeth due to tartar buildup, inflammation of these structures, by compromising and destructing them through bacterial action, contributing to the formation of periodontal pockets that lead to tooth mobility.

However, it is a “silent” disease, because it usually does not cause pain, only bleeding and “bad breath”. Periodontal disease develops faster in diabetics, immunosuppressed patients and in smokers. Healthy gums are firm, pale pink, do not easily bleed and covers the entire tooth root. The teeth are securely attached and supporting bone and ligament fibers (connecting the tooth, the gums and supporting bone) are healthy. Recent studies show that periodontal disease may be a risk factor for cardiovascular disease. People with periodontal disease have higher risks of heart disease and the risk of having a fatal heart attack is twice as much as those without periodontal disease. Bacteria causing periodontal disease can cause small blood clots that contribute to clogged blood vessels, leading to fat deposits building up within the arteries. It was also shown that periodontal disease may be a risk factor for premature birth of low weight babies. Mothers with periodontal disease have a 7 times higher risk of having a premature baby of low weight.

facebrasil/science

By Daniela Sabino Botti

A

Periodontal disease is a disease that is characterized as a collection of chronic inflammatory conditions caused by bacteria, which affects the gum tissue at the beginning and may lead to the loss of supporting tissues of the teeth.

95

Periodontal disease X Heart.....


YOU

CAN

BE HE RE

Next

ISSUE

Facebrasil English

Call Us

407 842-1211

96

facebrasil/gastronomy

By Donnel Tracy Medeiros

Beef stroganoff

T

his is the original Russian recipe, made with beef cubes. Since its origin, in the nineteenth century, this dish has become very popular. Nevertheless, this original recipe is little known. The strogonoff became popular due to the addition of sliced mushrooms, we can add some Worcestershire sauce and some soy sauce as well, which helps to soften the meat. Then, you can just prepare a good, fluffy rice to serve as a side dish and enjoy!

Ingredients: • 600g tenderloin fillet, cut into ½ inch strips. • Salt and pepper • 1 big onion , peeled and thinly sliced • 6 cloves of garlic • 4 tablespoons of butter • 2 tablespoons flour • 1 cup beef broth • 2 teaspoons Dijon mustard • ½ cup of sour cream

Preparation: 1 ) In a pan, season the fillet with salt and pepper, add the soy sauce and place the sliced ​​onion and garlic over the meat. Cover with foil for 1 hour. 2 ) Melt 2 tablespoons butter in a large frying pan and add the flour and broth. Cook, stirring constantly, until slightly thickened, which takes about 3 minutes. Add the mustard and remove from heat . 3 ) In another pan, melt the other 2 tablespoons of butter over medium to high heat. Add the beef, onions and garlic and cook well for about 10 minutes. 4 ) Add the beef to the first skillet, but not the onion and garlic, cook over low heat and simmer for 10 minutes, stirring occasionally. Away from heat, add the cream. Stir and check the salt. 5 ) It should be served hot with grated Parmesan cheese to taste and roast potatoes. This recipe is good for 4 servings and everyone will love it!


Now let’s see the other side of this verse, the etymology: “Sailing is accurate, living is not accurate”, it takes the sense of precision, navigating can be a science, but living, you know it very well, that it is far from being precise, that is why it is an absurd worth living. Proof of this inaccuracy is the great absurdity of our Brazilian politics. As I wrote, there is nothing more absurd than reality itself, no one in their right mind would have thought up such a crazy plot as the events that happened in our politics since the military dictatorship until the present day; for me, another dictatorship is on the way. No one who wrote a chronicle of Brazilian political history would be so creative. Let’s just mention a fact from the previous dictatorship: Golbery do Couto e Silva needed to create a leftist leader, who could be easily manipulated. Prestes, Brizola and many others were in exile. They needed to create an impression that there was freedom and there were people protesting. Then, they found a union leader with good charisma, his name is Lula. They invested in him and he became what he is today. You can see on Youtube a full

Continuing with the crazy reality, it took years, Ulises Monteiro, the great opposition leader who fought for amnesty and direct elections, mysteriously disappeared on a helicopter trip and so far no one has found his body. Then, the first elected president Tancredo Neves, elected by indirect election, but the first non-military president, died in an unusual way on Inauguration Day, and who took over? The governor of Maranhão, José Sarney. Soon after, the first president elected by direct election, Fernando Collor de Mello, was impeached. Reported by his brother, he was chased, thrown out with all his peer. The stolen values​​, compared with values ​​that they steal today, would not pay dinner for one of our new leaders. Continuing our story, Itamar, the vice-president, took over. Who knew these things were to happen? Let there be creativity! After Fernando Henrique, nothing unusual happened. The Economic Plan stabilized the country, which continued to grow without inflation, and even so, people failed in reelecting his successor. Lula, remember him? The one who arose during the military dictatorship, was elected, reelected and elected his successor with a populist government, which not only bleeds the government’s accounts, but without a doubt, is the most corrupt in our history; of all people, he and his “mates”, who called themselves the ethical, moral and saviors of the nation. Now, we are left waiting for our absurd reality. As you see, life is not at all something precise... Regarding the continuation of history, we can only wait and see; if you do not like it, tell another one.

facebrasil/politics

interview with actor Carlos Vereza in Jô Soares’ TV show on the subject, it is worth seeing to understand this matter.

97

T

here is nothing more absurd than reality itself, reality really is absurd. The verse “Sailing is necessary, living is not necessary” is attributed to Fernando Pessoa, one of the greatest writers in the Portuguese literature. He used this verse as an argument to another verse that says “To live is not necessary, you need to create”. “Navigare necesse est, vivere non est necesse”, which comes from the Latin, was said by the Roman general Pompey, who lived between 106 and 48 BC. That way, he motivated the soldiers who were afraid to sail to go to war.

By Douglas S. Heizer

Living is not precise


By Mauro Machado

facebrasil/opinion 98

I AM TORN

I

consulted my dearest partner, my daughter, on an issue that bothers us all, without exception, it bothered Steve Jobs (who read his biography or saw the movie knows ), imagine us, mere mortals.

committed than when they were employees and had a schedule to follow and yet had to manage on their own when the day care would call and say that theis “darling children” had a fever and a runny nose.

Briefly, we call it reconciliation, in other words, how to reconcile our professional activities with all the commitments that we have accumulated throughout life, particularly family.

But do not despair! When we seek to do either side well, we will always think about what it represents to the other end. If we perform our duties well is because we want our children to be proud and have a promising future, and when we strive to meet our social and family obligations, we know we grow in the eyes of everyone who, though secretly and with a bit of envy, admires us.

The feeling is like we are always playing “tug of war” and there is no Hercules help either side. The great challenge is to be prepared to face by yourself what comes ahead. In modern times, not genius Chaplin’s one , but in ours, where men and women compete, inch by inch, the professional competition for a place in the sun, our responsibilities to our families have become a huge challenge. There are events, trips, seminars, lectures and overtime at work and at home. The demand for attention, from the boss and from the kids, meetings at school and at work. Now it’s “in” not be simply employees or staff anumore, everything has to be politically correct. At home and at work patrolling is constant, even in religions...some time ago, praying , asking and thanking would be enough, but now fools, we have to participate! But when? Between midnight and six in the morning?

40

And what happens to who chooses to be independent? The “self-made man (or woman)”? He or she becomes more

Living is like that! It is not about being absolutely sure of everything, but always try to make it right. The best of all is the opportunity thank for having this divine gift of breeding to be worthy of love, respect and recognition from those who love us and whom we Love; and “a little kiss over the shoulder to avoid repression, a little kiss over the shoulder to the jealous people on call”.

“Buona fortuna per tutti!”



Facebrasil 40