Issuu on Google+

Escola Secundária/3 Diogo de Macedo Agrupamento de Escolas Diogo de Macedo Junho

2013

N.º 42

Ano: XVIII

Preço: 0,50€

DIOGO DE MACEDO - COMUNIDADE EM AÇÃO CAMINHADA SOLIDÁRIA pág. 8 DIA DESPORTIVO

pág. 2

TERESA GIL NA GALERIA DE ARTE pág. 6 MAIO MÊS DO CORAÇÃO pág. 5 DIA DA EUROPA pág. 4 VISITAS DE ESTUDO pág. 3 MOSTRA EDUCATIVA pág. 4 CALENDÁRIO DE EXAMES pág. 7 BIBLIOTECA BOLETIM INFORMATIVO Separata A venda deste número do Face ao Douro reverte a favor do CLUBE DE SOLIDARIEDADE

Página 1


E s c o l a FACE AO DOURO

Voltamos ao vosso contacto para vos dar notícias destes últimos tempos e das nossas vivências nesta comunidade que é o Agrupamento de Escolas Diogo de Macedo, Olival. As nossas atividades sucederam-se em catadupa e a um ritmo alucinante. Seguindo (e completando) o silogismo proposto pelo Presidente da APESDIM, se Educar é Crescer e se Crescer é Viver, então Educar é Viver. Aquilo que fazemos no nosso dia-adia, aquilo que é a nossa verdadeira missão, enquanto escola, é de facto, Educar. E com este ‘Educar’ queremos não só Viver mas ajudar os mais novos a viverem melhor. Atrevo-me a dizer-vos que, pela educação, através dos mais novos, o que pretendemos é promover o desenvolvimento de toda a nossa comunidade. Na verdade, apenas poderemos dizer que vivemos realmente se vivemos com e para os outros. E é neste contexto que a noção de comunidade ganha todo o seu sentido. O nosso agrupamento encontra-se na fase final de instalação - de que o ano letivo 2012/13 – foi o tempo de implementação. Esta etapa está praticamente concluída. Agora, entraremos numa nova fase em que o importante é a nossa consciência enquanto comunidade (desta forma, bastante mais alargada). O nosso agrupamento incorpora, agora, estabelecimentos de ensino desde o pré-escolar até ao termo do ensino secundário. É muita educação; é muita vida. É muita alegria por sentirmos que todos cresceram não só fisicamente, mas de forma integral em saber, em consciência ética, moral e cívica. Quando concluírem a V/ passagem por este novo AEDMO, desejamos sentir a felicidade

2ª PÁGINA de que todos contribuímos indubitavelmente para a construção de cidadãos livres e responsáveis, competentes, capazes de enfrentar o mundo que conta e espera por Vós. Nós acreditamos e contamos convosco! Carlos Silva ATÉ SEMPRE FINALISTAS... Chegaram perspetivando novos desafios, numa nova etapa da sua vida. Cresceram, construíram ou reforçaram amizades, amadureceram, prosperaram, solidificaram personalidades, transformaram-se em Homens e Mulheres. Hoje preparam-se para nos deixar, completada que está mais esta etapa do seu percurso! Novos estímulos se lhes deparam, novos horizontes se perspetivam. É a concretização de sonhos. É a beleza da vida. Neles materializa-se também a Missão que preside ao desafio que diariamente enfrentamos para ajudar a construir o Portugal do futuro, o Portugal do amanhã. O seu triunfo é, inquestionavelmente, o nosso sucesso, o êxito de uma Comunidade Escolar que não é formada por heróis, mas por profissionais competentes, que enfrentam as dificuldades, que lutam pelos seus ideais, que pugnam por ideias e projetos que acreditam serem os melhores para os nossos jovens alunos. A sua vitória é a força que nos tonifica para enfrentar as, cada vez maiores, dificuldades … Bem hajam, Felicidades. Um abraço dos professores e demais funcionários. O Face ao Douro

Propriedade: Escola Secundária/3 Diogo de Macedo - AEDMO Diretor: Carlos Silva FACE AO DOURO Equipa Coordenadora: Manuel Filipe Sousa e Isabel Pereira Alunos: Francisca Peito (8º A); Cláudia Guedes e Mariana Martins (9º E); 11ºD. Professores: Almerinda Devezas, Carlos Silva, Maria Izilda Vieira, Patrícia Costa, Natália Amaral, Olinda Santos e Susana Amaral; Clube do Ambiente; Grupo de Geografia; Equipa do PESS. Colaborador: Rogério P. Ferreira (Presidente APESDIM) Fotografias: Manuel Brandão, Patrícia Costa e Rogério P. Ferreira Arranjo gráfico: Isabel Pereira Impressão: Secretaria e Reprografia da ESDM

Página 2

DIA DESPORTIVO APESDIM O projeto Dia Desportivo APESDIM tem procurado sensibilizar a comunidade da Escola Diogo de Macedo para os benefícios da prática da atividade física e desportiva. Este ano mais de uma centena de alunos, alguns professores, assim como pais e encarregados de educação participaram neste evento. O que há de mais rico na organização de um evento? O que faz deste evento um sucesso? A resposta para nós, organizadores do Dia Desportivo, são as pessoas. Estas pessoas não são apenas sujeitos, mas sim pessoas comprometidas com as causas e os problemas que assolam a educação/ sociedade. É este o pensamento que nos percorre, juntamente com uma enorme sensação de gratidão, depois do sucesso que consideramos ter sido o nosso/ vosso evento. Entretanto, dizemos que este sucesso é fruto de muito trabalho, trabalho este compartilhado por uma equipa de pessoas que dão o seu tempo em prol da comunidade, "roubando" tempo ao seu viver em família. No seguimento dos eventos anteriores é de salientar o convívio entre todos os elementos da comunidade educativa nesta manhã desportiva, convívio esse que recriou momentos muito bem dispostos, saudáveis e desportivos entre esta mesma comunidade. Queremos dar os parabéns aos nossos alunos pelo esforço e qualidade, assim como pela postura irrepreensível que tiveram antes, durante e após a “competição”. Em jeito de conclusão, estamos todos de Parabéns porque participámos e fizemos o nosso melhor. Parabéns a todos os participantes, mais uma vez, nesta enriquecedora experiência desportiva! "Educar é crescer. E crescer é viver. Educação é, assim, vida no sentido mais autêntico da palavra". Rogério P. Ferreira Presidente APESDIM


E s c o l a VISITAS DE ESTUDO EXPOSIÇÃO “FÍSICA NO DIA-A-DIA “ Nos dias 15, 16 e 18 de Abril de 2013 os alunos do 7ºano da Escola Secundária Diogo de Macedo, no âmbito da disciplina de Ciências Físico-Químicas, foram visitar uma exposição intitulada “Física no dia-a-dia” que estava a decorrer na Escola Básica Professor Doutor Marques dos Santos (Centro Escolar da Serra do Pilar), em Vila Nova de Gaia. Esta exposição foi elaborada com base no livro “Física no dia-a-dia”, de Rómulo de Carvalho. A exposição tinha várias experiências interativas relacionadas com conteúdos de física e de química aplicados a contextos da nossa vida diária.

Os alunos participaram ativamente nesta visita de estudo, mostraram bastante interesse e empenho pelas experiências realizadas e, desta forma, puderam reconhecer a importância da física e da química no nosso dia-a-dia. Susana Amaral e Natália Correia VISITA AO ISEP No passado dia 17 de Abril o Instituto Superior de Engenharia do Porto (ISEP) recebeu a visita da Escola Secundária/3 Diogo de Macedo. Foram apresentadas à turma do 11ºD, do Curso Profissional de Técnico de Gestão e Programação de Sistemas Informáticos, as licenciaturas de Engenharia de Computação e Instrumentação Médica, Engenharia Eletrotécnica e de Computadores, Engenharia

Informática, Engenharia Mecânica Automóvel e Engenharia Química. Os alunos acharam que esta visita de estudo lhes permitiu ter uma perspetiva das opções que podem ter no futuro, caso optem por ir para este Instituto, além disso, gostaram da experiência e desejavam repeti-la num futuro próximo. 11º D NAU QUINHENTISTA E CENTRO JUVENIL No dia 12 de Abril, no âmbito das disciplinas de História e E. M. R. C., os alunos do 8º ano visitaram a Nau Quinhentista, o Centro Documental, a Alfândega Régia e o Centro Juvenil de Campanhã (instituição de acolhimento de rapazes), delegação de Vila do Conde A visita à Nau Quinhentista facilitou a compreensão sobre o funcionamento das naus, quais eram as funções de cada elemento da embarcação e quem e quantas pessoas iam a bordo. No Centro Juvenil podemos ver as instalações, perceber como funciona a instituição, quem a frequenta e como lidam com as diversas situações. Os alunos ficaram satisfeitos com esta atividade, pois aumentaram os seus conhecimentos e compreenderam melhor a importância de instituições como o Centro Juvenil. Francisca Peito, 8ºA A A.R. NA VISÃO DOS ALUNOS “…a visita à Assembleia da República foi muito interessante, permitiu-nos ver o local das mais importantes decisões para o país e também como funciona. No geral os deputados pareciam estar a trabalhar e presenciamos a discussão de uma nova lei. Foi um pouco estranho estarem tantos policias…" “…a visita foi muito enriquecedora. Não só por ter visto a aprovação de uma lei mas também por ter conhecido o interior do parlamento, pois tinha a ideia errada acerca do tamanho do seu interior, pensava que este era muito maior. Achei muito bonito o seu interior e gostei de todos os detalhes do seu interior mas também do seu exterior.”

FACE AO DOURO

ENCONTRO DE MORAL Dia 19 de Abril os alunos do 9º e 10º ano, no âmbito da disciplina de EMRC, participaram no encontro Diocesano de Alunos EMRC, realizado no Parque da Cidade, no Porto. Como aluna desta disciplina participei pela primeira vez no Encontro, que superou todas as minhas expetativas. Baseou-se principalmente no convívio entre docentes e discentes, onde acredito que todos demonstraram a sua verdadeira personalidade, visto que ninguém estava ali por obrigação. O grupo da nossa escola, constituído por 131 alunos, juntou-se para um almoço conjunto ao ar livre. Durante a tarde, podemos participar em várias atividades que o Encontro nos oferecia, sendo, na minha opinião, foram os lugares mais apelativos do parque. Ainda assistimos à atuação de artistas

portugueses, entre eles o Filipe Pinto, cujo género de música é mais cativante nos jovens. Foi um dia diferente que tenho a certeza que todos os alunos participantes adoraram. Para o ano espero repetir a experiência. Cláudia Guedes, 9º E Parlamento existem muitas esculturas e pinturas que retratam a história. Em relação aos deputados, deu-me a entender que quando algum falava, muitos nem ouviam e mostravam-se desinteressados para o que estavam a discutir.” “…no decorrer da visita fiquei surpreendida, pois este espaço era mais pequeno em relação à ideia que eu tinha. Adorei a arquitetura e a pintura existentes dentro da Assembleia e o ambiente de debate e seriedade que se vivia no seu interior.”

“…Gostei bastante do Parlamento pois não era nada como eu pensava que seria. Chamou-me à atenção o facto de que no Página 3


E s c o l a FACE AO DOURO

DELF SCOLAIRE No passado de 10 de maio os alunos Catarina Machado, do 9º C, Alexandra Silva, Ana Catarina Couto, Cláudia Guedes, Diana Ribeiro, Francisco Lino, Maria Beatriz Couto, Maria Carolina Nogueira, do 9º E, e Márcia Guedes, do 11º A, realizaram o exame do “Delf Scolaire”, na Escola Dr. Manuel Laranjeira, em Espinho. A prova contou com duas fases. De manhã, realizaram provas de compreensão oral e escrita e produção escrita, na parte da tarde, tiveram provas de produção oral (entrevista dirigida, monólogo e exercício de interação). Antes desta prova, em aulas suplementares, os alunos contactaram com a estrutura do exame e, para além da produção escrita, houve sobretudo um trabalho dedicado à expressão oral em trabalhos de interação verbal.

ram a várias entidades o envio de materiais alusivos à União Europeia, tendo apenas obtido resposta por parte do Centro Europ Direct, Centro Jacques Delors e da Embaixada de Chipre (a única que enviou os materiais pedidos). Com os materiais disponibilizados por estes Centros e pela Embaixada de Chipre, as docentes de Geografia organizaram uma exposição na Biblioteca Escolar. Alguns destes materiais puderam ser

MOSTRA DE OFERTA EDUCATIVA

distribuídos aos alunos interessados, constituindo uma mais- valia para a sua formação. A atividade contribuiu para o enriquecimento cultural dos alunos e promoveu a educação para a cidadania, desenvolvendo valores da cultura europeia e alargando o conhecimento acerca das instituições europeias. Grupo de Geografia Os alunos revelaram um comportamento correto durante as provas e também no intervalo do almoço, momento também aproveitado para praticar a oralidade, em Língua Francesa, é claro! Aguardamos os resultados, que só se saberão em julho, mas a avaliar pelo entusiasmo dos alunos, esperamos que todos tragam o desejado Diploma para a escola. A entrega desse documento terá lugar no primeiro período do próximo ano letivo, numa cerimónia a realizar na escola onde foi efetuado o exame. Maria Izilda Vieira

DIA MUNDIAL DA SAÚDE CONTROLO DA HIPERTENSÃO Na comemoração do Dia Mundial da Saúde, este ano celebrado a 7 de abril, a OMS deu prevalência ao problema da hipertensão. Esta doença crónica afeta mais de um terço dos adultos e está na origem de mais de 9 milhões de mor-

DIA DA EUROPA No passado dia 9 de Maio comemorou-se o Dia da Europa na nossa escola. Esta atividade foi dinamizada pelas docentes de Geografia e alunos de 8º ano de escolaridade. Uma exposição de bandeiras elaboradas pelos alunos das turmas D e E, dos 27 países membros da União Europeia foram expostas na Biblioteca Escolar e no átrio da escola. As docentes solicitaPágina 4

anexa ao laboratório de Biologia. Esta atividade contou com a colaboração de um grupo de alunos do 12ºE do Curso Profissional de Apoio à Infância e também de alunos do 9ºE que efetuaram as medições. A adesão ao rastreio foi verdadeiramente significativa uma vez que foram efetuadas 60 medições. Cada participante foi esclarecido sobre a problemática da hipertensão, sendo fornecido pelos alunos a efetuar o rastreio, um folheto com informações importantes. A equipa do PESS

tes anuais. A equipa do PESS, no dia 11 de abril, convidou todos os professores e assistentes operacionais a fazer o controlo da sua tensão arterial, no Gabinete de Informação e Apoio ao Aluno e na sala

Com o objetivo de dar a conhecer toda a oferta formativa do concelho de V. N. de Gaia teve lugar nos dias 16, 17 e 18 de maio, na Praça Eixo Atlântico, a Mostra Educativa do concelho. Dinamizada pela Câmara Municipal participaram todos os estabelecimentos de ensino, público e privado, de Gaia, abrangendo todos os níveis de ensino, do préescolar ao ensino superior, do ensino regular ao ensino profissionalizante. O nosso Agrupamento fez-se representar com imagens a 2 e 3 dimensões das várias escolas que o integram, cartazes sobre a oferta formativa, nomeadamente, os cursos de Ciências e Tecnologias e Línguas e Humanidades, no ensino regular e, os cursos de Técnicos de Apoio à Infância, Análise Laboratorial e Gestão e Programação de Sistemas Informáticos, no ensino profissional. A dinamização do stand contou com a colaboração alegre e dinâmica dos alunos que este ano frequentam estes cursos profissionais, os quais através da demonstração de algumas atividades, tais como experiências laboratoriais simples, modelagem de balões e montagem de computadores, entre outras, atraíram a atenção de muitos visitantes. No dia 18 houve ainda uma deslocação, promovida pela escola, dos alunos de 9º ano do Agrupamento que quisessem conhecer as várias ofertas do concelho, no sentido de os ajudar a decidir o seu futuro. Esperamos que tal iniciativa tenha contribuído para um melhor conhecimento do trabalho desenvolvido nas nossas escolas e, sobretudo que tenha sido um contributo importante para as escolhas dos nossos alunos. Olinda Santos


E s c o l a FACE AO DOURO

CLUBE DE SOLIDARIEDADE “TUDO POR UM SORRISO” Mais um ano letivo se aproxima do final e também mais um ano de atividade para o nosso clube de solidariedade. Este ano inscreveram-se no Clube 11 alunos do 7º, 8º e 9º anos de escolaridade, tendo ainda mais dez colaboradores que ajudaram a concretizar as atividades dinamizadas ao longo do ano. Todos começaram com bastante entusiasmo, mas com o decorrer do tempo destacou-se, pelo seu empenho a esta causa, um grupo mais restrito, que participou nos peditórios, venda de jornais, preparação e empacotamento dos donativos. Ao longo do ano o Clube foi apoiando famílias carenciadas, que nos foram referenciadas como tal, com alimentos de primeira necessidade, roupas e até calçado. A venda do jornal da escola foi uma atividade que em muito contribuiu para que o nosso Clube funcionasse, uma vez que o dinheiro angariado reverteu a favor do mesmo. As alunas Alice, Mariana Matos, Bruna e Ana Queirós, das turmas do 7ºB e C, realizaram ainda o peditório a favor da instituição “Abraço” e Ana Balio do 9º B a favor da “Aparf”. O dinheiro angariado pelas turmas do 7ºA,C e D, na atividade “Vitamina o teu coração” dinamizada pela professora Patrícia, reverteu a favor do clube. Alunos, professores e funcionários contribuíram com roupas, calçado e outros bens, que possibilitaram a entrega dos mesmos a famílias carenciadas, instituições de solidariedade social e equipas de apoio aos sem-abrigo.

A III caminhada solidária realizou-se no dia 1 de junho e foi uma atividade que contou com a colaboração da comunidade escolar. O balanço foi muito positivo, uma vez que recolhemos 155 alimentos e 35 euros em dinheiro; estes serão distribuídos pelas famílias mais

carenciadas da nossa escola. Todos estes gestos de solidariedade e generosidade são de elogiar e de um modo particular quando surgem no coração destes adolescentes que gostam de colaborar. O muito obrigado a todos quantos se empenharam na concretização deste projeto. Almerinda Devezas

doenças causadas pelo tabaco, nomeadamente as cardiovasculares. Os alunos tiveram também oportunidade de visualizarem um vídeo sobre esta problemática.

MAIO- MÊS DO CORAÇÃO A equipa do PESS desenvolveu ao longo do mês de Maio um conjunto de atividades que visaram sensibilizar toda a comunidade escolar para a importância das doenças cardiovasculares e aspetos ligados ao coração.

As turmas do 7ºano foram convidadas a participar na atividade “Vitamina o teu coração” que visava sensibilizar para a importância do consumo de fruta. Cada turma ficou responsável por preparar um “prato” usando fruta. Espetadas de fruta, sumos, batidos e bolos de fruta foram apresentados pelos nossos alunos que se mostraram muito empenhados em transmitir a mensagem de que é possível consumir fruta de várias formas. Os alunos do 10ºA tiveram a oportunidade de participar numa sessão de esclarecimento “Doenças cardiovascularesprevenção e riscos”, com o Dr. Joaquim Rocha, médico. Nesta sessão foi possível conhecer algumas doenças cardiovasculares e formas de prevenção das mesmas. Toda a comunidade escolar teve a oportunidade, no dia 29 de maio, de efetuar um rastreio do risco cardiovascular, no GIAA, com a colaboração dos alunos do 9ºE. Por fim, no dia 31 de maio, Dia Mundial Sem Tabaco, realizou-se uma exposição sobre os malefícios do tabaco na Biblioteca da escola, com trabalhos realizados por alunos do 9º ano, de forma a sensibilizar a comunidade escolar para as

As turmas do 12ºA e 12ºB, participaram numa sessão de sensibilização “Gotas de sangue que salvam vidas”, com a Técnica Conceição Araújo, do Instituto Português do Sangue. O principal objetivo desta sessão era explicar aos alunos o percurso do sangue após a dádiva, até chegar aos hospitais. Esta sessão surgiu também com o objetivo de sensibilizar os alunos maiores de idade (potencialmente dadores) a serem dadores ativos na dádiva de sangue, a realizar na nossa escola no dia 3 de junho e que encerra as atividades subordinadas ao “Mês de Maio - Mês do Coração”. Ao longo deste mês foi motivador ver o entusiasmo dos alunos que participaram de forma muito ativa nas diferentes atividades desenvolvidas. Fica então a mensagem: CUIDEM DO VOSSO CORAÇÃO! A equipa do PESS

BOAS FÉRIAS FÉRIAS SAUDÁVEIS Página 5


E s c o l a FACE AO DOURO

TERESA GIL EXPÕE NA GALERIA DE ARTE DIOGO DE MACEDO A Galeria de Arte Diogo de Macedo apresentou, de 19 de abril a 10 de maio, trabalhos da artista plástica Teresa Gil. A exposição intitulada “NATUREZA (NÃO) MORTA” permitiu conhecer uma outra faceta da professora de Educação Visual, neste ano letivo colocada na “Diogo de Macedo”. Licenciada em Artes Plásticas – Pintura pela Faculdade de Belas Artes da Universidade do Porto, esta portuense apresenta os seus trabalhos em INUMERAS exposições individuais e coletivas desde 1993. Numa análise critica ao trabalho desenvolvido pela Teresa Gil, Maria Luísa Silveira escreve: Delicada é a linha que descreve o arco e conduz a mão em gestos atentos de reconhecimento da levíssima mutação que plasma em sucessivas formas, estados inúmeros, o suave respiro no tempo da metamorfose. Na recriação do êxtase, canto sem

estertor em que o ser vegetal ondeia deslaçando graça no evoluir da dança que desmultiplica suas pétalas em pregas desdobradas, surgem, inusitadas, novas estases de graciosidade imbuídas. Na rotação silente da perda de gravidade no sentido da evanescência do que já foi olífero e inicial, evolui impossibilitada de se fixar, em uma forma única cristalizada, desenvolvendo ritos de movimento inefáveis em que volteia caprichosa as suas vestes, despedindo-se da água num última coreografia pela mão do artista.”

Esta qualidade e sensibilidade permitiram à Teresa alcançar o 2º Prémio da VIII Bienal de Pintura Eixo Atlântico, em 2008, e uma Menção Honrosa no Park Art Fair International, Geneva 2010. Durante o período da exposição pública dos trabalhos muitos foram aqueles, nomeadamente alunos dos vários anos de escolaridade, que admiraram e aplaudiram o traço e a subtileza das obras expostas.

Exposições Individuais: 2010 • Natureza (não) Morta – Galeria Serpente, Porto. "Série limitada | Não morta" – Casa do Professor, Braga. 2004 • "A saga continua" - Galeria Parthenon, Lisboa. 2003 • "Tempómetros" - Cooperativa Árvore, Porto. 2001 • "Unípedes, Quadrípedes e outros Seres" - Galeria Pousada de D. Dinis V. N. de Cerveira. "Unípedes, Quadrípedes e outros Seres" - Centro Cultural de Paredes de Coura. 1995 • "Animalidades" - Câmara Municipal de V. N. de Famalicão. "Animalidades II" - Labirintho Galeria, Porto. Página 6

NO PARLAMENTO… Após uma longa mas também agradável viagem, com paragem na Área de Serviço de Leiria, as turmas do 9º ano de escolaridade chegaram junto do Palácio de S. Bento, onde se localiza a Assembleia da República. Os serviços da Assembleia aguardavam os alunos e professores da “Diogo de Macedo” que naquele dia, 17 de maio, bem cedo, pelas seis horas, acompanhados pelos seus colegas da EB 2/3, tinham saído de Olival rumo a Lisboa. Eram dez horas e trinta quando subimos a escadaria lateral do Parlamento para aceder às galerias onde assistimos ao plenário da A.R.. Devidamente enquadrados pelos agentes da PSP, que nos conduziram aos lugares para nós reservados, assistimos de perto ao debate, às discussões entre os deputados. Podemos ver ao vivo ao que muitos assistem pela televisão. Naquele dia a Ordem de Trabalhos tinha a ver com o ensino e com a adoção de crianças por famílias monoparentais, pelo que o debate foi muito interessante. De seguida deslocamo-nos para o Parque das Nações, numa alteração ao programa previamente definido devido à chuva, razão pela qual o almoço decorreu naquela zona recuperada da cidade de Lisboa.

Após o almoço recuperamos o programa com uma visita à Fábrica de Pastéis de Belém, onde podemos observar o modo de produção daquele bolo e escutamos indicações sobre a sua origem, os segredos (não revelados) da sua receita e o interesse de tanta gente de várias partes do mundo sobre os célebres pastéis. O tempo decorria normalmente e aproximava-se a hora de regresso, numa viagem alegre e divertida. Foi um dia agradável, onde podemos assistir aos debates na Assembleia, ver como se reabilitou uma parte da cidade de Lisboa e nos podemos aperceber como o património pode estar em coisas simples como o Pastel de Belém. Mariana Martins, 9ºE


E s c o l a FACE AO DOURO

ENSINO SECUNDÁRIO - CALENDÁRIO DOS EXAMES A REALIZAR NA “DIOGO DE MACEDO” - 1ª FASE 3ª feira 18 junho

4ª feira 19 junho

5ª feira 20 junho

6ª feira 21 junho

3ª feira 25 junho

4ª feira 26 junho

12º ano 639 Português

10º/11º anos 702 Biologia e Geologia

11º ano 367 Inglês

12º ano 302 Biologia Prova escrita

10º/11º anos 715 Física e Química A

12º ano 635 Matemática A

12º ano 302 Biologia Prova Prática

9:30

2ª feira 17 junho

10º/11º anos 735 Matemática B

10º/11º anos 714 Filosofia

14:00

10º/11º anos 712 Economia A

10º/11º anos 719 Geografia A

12º ano 623 História A

11º ano 367 Inglês Prova Oral 10º/11º anos 517 Francês 550 Inglês

ENSINO BÁSICO - CALENDÁRIO DOS EXAMES A REALIZAR NA “DIOGO DE MACEDO” - 1ª CHAMADA 3ª feira 18 junho

4ª feira 19 junho

21 Inglês

11 FísicoQuímica

5ª feira 20 junho

6ª feira 21 junho

3ª feira 25 junho

4ª feira 26 junho

10 Ciências Naturais

19 História

21 Inglês Prova oral

14:00

5ª feira 27 junho

6ª feira 28 junho 16 Francês Prova oral

91 Português Prova Oral

11:00

9:30

2ª feira 17 junho

14 E. Visual 26 E. Física

16 Francês 91 Português

24 ITIC

18 Geografia

92 Matemática

Os exames nacionais de Português (91) e Matemática (92), 2ª chamada, realizam-se às 14h dos dia 2 e 5 julho, respetivamente. Exclusivamente para situações excecionais devidamente comprovadas. Nota: A leitura desta informação não isenta o estudante da leitura dos calendários oficiais, consultar Despacho n.º 2162-A/2013, publicado no Diário da República, 2.ª série — N.º 25 — 5 de fevereiro de 2013, e notas informativas do AEDMO. Para a realização das provas de exame, os alunos não podem ter junto de si quaisquer suportes escritos não autorizados como, por exemplo, livros, cadernos, folhas nem quaisquer sistemas de comunicação móvel como computadores portáteis, aparelhos de vídeo ou áudio, incluindo telemóveis, bips, etc.. Os objetos não estritamente necessários para a realização da prova como mochilas, carteiras, estojos, etc. devem ser recolhidos por elementos da escola ou colocados junto à secretária dos professores vigilantes sendo que os equipamentos de comunicação deverão aí ser colocados devidamente desligados. ATENÇÃO Qualquer telemóvel ou outro meio de comunicação móvel que seja detetado na posse de um aluno, quer esteja ligado ou desligado, determina a anulação da prova pelo diretor da escola. in .5.9 da Norma 02 JNE 2013 Página 7


E s c o l a FACE AO DOURO

ATIVIDADES - ANO LETIVO 2012/2013 Dia da Escola - Grupo Coral

Atividades Lúdicas/Pedagógicas

Grupo de Teatro

III CAMINHADA SOLIDÁRIA Sábado, dia 1 de junho, realizou-se pela terceira vez consecutiva a Caminhada Solidária da nossa escola, atividade dinamizada pelo Clube de Solidariedade, grupo de Educação Física e pelo professor Brandão com três objetivos: ser solidário, fazer exercício físico e conviver. Por cada inscrição feita fez-se a recolha de um alimento, que reverteu a favor do clube. Esta atividade contou com a presença de 97 participantes entre alunos, na sua maioria do ensino secundário, professores, pais, entre os quais elementos da APESDIM, funcionários, familiares e amigos. O ponto de partida foi na escola e o local de chegada no Clube Náutico de Crestuma, foram 9 Km e 2 horas e 15 minutos de caminhada acompanhada de boa disposição e convívio entre todos. Pudemos ainda apreciar a natureza, regatos de água, muitas espécies de plantas, bem como muitas descidas e subidas, que contribuíram para testar a nossa resistência física.

Vencedores Corta-Mato Distrital

No final da caminhada e já no parque de merendas do Clube Náutico fizemos uma pausa para lancharmos e descansar um pouco, enquanto aguardávamos o transporte disponibilizado pela Associação de Pais para nos trazer de volta à escola. Foi uma manhã diferente e bem passada. Gostaria ainda de salientar que o balanço foi muito positivo, pois conseguimos recolher 155 alimentos e 35€. Algumas pessoas não puderam estar presentes, mas associaram-se a esta causa solidária, com a entrega do seu donativo. Todos os alimentos irão ser entregues a famílias carenciadas ligadas à nossa escola. Um agradecimento a todos quantos contribuíram e se empenharam na realização desta atividade.

Sarau Gímnico Página 8

Almerinda Devezas


Face ao Douro nº 42