Issuu on Google+

www.institutodavisao-al.com.br

VISÃO2008 INFORMATIVO ANUAL - 2008 - ANO 02

OLHAR CULTURAL

MOSTRA DE ARTE É SUCESSO NO INSTITUTO DA VISÃO ANIVERSÁRIO COM MÚSICA

INSTITUTO DA VISÃO COMEMORA 3 ANOS DE NOVA SEDE

A REVISTA DO INSTITUTO DA VISÃO

OLHINHOS FELIZES

CRIANÇAS DO PRÓ-AMOR RECEBEM ATENDIMENTO OFTALMOLÓGICO EQUIPE INSTITUTO DA VISÃO

CONFIRA OS DESAFIOS E CONQUISTAS DESSE GRUPO VENCEDOR


VISÃO2008 EDITORIAL

EXPEDIENTE

Quando editamos a Revista Visão no final de 2007, tínhamos o objetivo de tão somente informar os avanços que a administração promoveu naquele ano. No entanto, ela tornou-se um registro real do desenvolvimento de uma empresa rumo à excelência. Distribuímos exemplares para colaboradores, fornecedores, convênios e visitantes sempre com muito boa receptividade. Apesar de contar com uma produção modesta, no começo do ano as 300 unidades já tinham sido esgotadas.

Sócios / Diretores Dr. Carlos Amorim - CRM 1490 Dr. César Amorim - CRM 1197 Dra. Elvira Ribeiro - CRM 1718 Dr. Jack Arnold - CRM 1033 Dr. Joaquim Arquimínio - CRM 3015 Dr. Mário Jorge Santos - CRM 1723 Dr. Rômulo Miranda - CRM 1730

Este ano, a nossa Revista 2008 sai com um visual totalmente reformulado, muito mais elegante e atrativo. Podemos com isso constatar com mais prazer as opiniões e medidas internas, que compõem a continuação do processo de qualificação organizacional deflagrado há mais ou menos 2 anos e meio.

Diretores Dr. César Amorim - CRM 1197 Dr. Joaquim Arquimínio - CRM 3015 Dr. Mário Jorge Santos - CRM 1723

Esperamos que o leitor goste ainda mais desta edição. Ela foi feita com esmero e cuidado, para conhecermos um pouco desta empresa, que hoje é exemplo de modernidade e competência no mercado alagoano.

Gerência Executiva Tibério Rocha Jr. Jornalista responsável Briana Meira (1110 - MTE/AL)

Tibério Rocha Jr. Revisão e texto Tibério Rocha Jr.

Missão Oferecer soluções integradas para saúde ocular com atendimento diferenciado, tecnologia avançada e compromisso social, contribuindo para a qualidade de vida dos seus colaboradores e clientes.

Projeto gráfico Fabrício Casado Fotos Briana Meira Tiragem 1.000 exemplares

Instituto da Visão O hospital dos seus olhos Av. Santa Rita de Cássia, 239 Farol – Maceió – Alagoas (82) 2121.6868 www.institutodavisao-al.com.br


VISÃO2008

SEMPRE VENDO NOVOS HORIZONTES

Em pé: Dr. Carlos Amorim, Dr. Joaquim Arquimínio, Dr. Rômulo Miranda e Dr. César Amorim. Sentados: Dr. Jack Arnold, Dra. Elvira Ribeiro e Dr. Mário Jorge Santos.

D

irigir uma organização requer senso de conseqüência nas decisões e visão de longo prazo, para trilhar bons caminhos. Os médicos que fundaram o Instituto da Visão sabem disso e apoiaram todas as iniciativas que buscaram a melhoria da empresa.

Além disso, a direção empenhou-se em negociações com convênios, articulações e alianças com outros estabelecimentos, participou da reativação da cooperativa dos oftalmologistas, cobrou resultados e supervisionou a empresa, numa participação ativa e marcante. Empreender continuou sendo o conceito determinante para esse grupo que, unido em suas diversidades, já é sinônimo de sucesso em tudo que faz.

Corpo clínico do Instituto da Visão é destaque no mercado de trabalho Formado por mais de 30 dos melhores oftalmologistas do Estado, o corpo clínico do Instituto da Visão destaca-se por oferecer os melhores serviços em exames, consultas e cirurgias. Os profissionais contam com equipamentos modernos que permitem um diagnóstico preciso e resultados satisfatórios. Equipe: Adriano Cavalcante, Alcir Carvalho, Andréa Cavalcante, Arthur Guttemberg, Carlos Amorim, César Amorim, Christiane Calheiros, Elvira Ribeiro, Érick de Carvalho, Elisa Vieira, Isabel Cirino Estevão Correia, Jack Arnold, Joaquim Arquimínio, João de Medeiros Neto, Júlice Soares, Luis Renan Canuto, Luzinete Vergeti, Maria Helena Brandão, Maria Valéria de Farias, Márcio José Santos, Mário Jorge Santos, Nairo de Freitas Júnior, Richardson Soares, Roberto Melo, Robson Vasconcelos, Rômulo Miranda, Sandra Albuquerque, Sheila Mota, Villene Cavalcante Filho, Luzinete Vergetti, Henrick Ibsen, Carlos Anchieta, Nairo Freitas, Paulo Homrich, Leonardo Nogueira, Rúbia Marques, Naira Amorim, Waleska Teomiro.

3


VISÃO2008

LÍDERES DE EQUIPES Gerencia Executiva avança no desenvolvimento da empresa O ano de 2008 foi marcado pela continuação do desenvolvimento da empresa e pela superação das dificuldades que se apresentaram, comenta Tibério Rocha Jr., Gerente Executivo do Instituto da Visão. “Tivemos um primeiro semestre difícil em termos financeiros, mas conseguimos nos recuperar e encerraremos o ano com resultados melhores que em 2007”, lembra ele. Neste ano, continuaram os esforços para edificar uma boa equipe de trabalho, para manter a saúde financeira da empresa e para melhorar o atendimento ao cliente, marcas da sua maneira de administrar. “Temos trabalhado para dar ao Instituto da Visão um funcionamento correspondente ao padrão Tibério Rocha Jr.

superior que a sua estrutura física já possui”. Na verdade, o trabalho da gerencia executiva refletese em toda empresa assim como todos os setores refletem a sua atuação. Para 2009, Tibério articula-se para que o Instituto da Visão realize uma grande mobilização em favor do cliente, pois acredita que o atendimento será o grande diferencial no segmento de oftalmologia, já que as tecnologias estão cada vez mais acessíveis a todos. Tibério finaliza dizendo que “a forma com que uma empresa trata o seu cliente, indica a sua maturidade e define a sua sobrevivência no longo prazo”, bem como certificando da sua satisfação em contar com uma equipe motivada e comprometida, sem a qual seu trabalho não seria possível.

O primeiro ano do planejamento estratégico Exatamente como fazem empresas que desejam aperfeiçoar-se, o Instituto da Visão iniciou neste ano o processo de planejamento estratégico. Com a consultoria de Aldo Novaes da GPE, foram definidas a missão, visão e valores, bem como as metas para o ano de 2008 e os indicadores setoriais. O planejamento estratégico também trouxe um importante elemento de administração participativa, pois mensalmente os líderes setoriais, gerentes e diretores reúnem-se para apresentar e discutir os resultados alcançados, e todas as informações são compartilhadas. Além disso, trouxe para a empresa a consciência da necessidade de estratégias estruturadas para alcançar os seus objetivos. È importante lembrar que muitas das melhorias nos diversos setores e áreas, decorreram do planejamento estratégico.

Ações para os colaboradores e melhorias com a Gerência Administrativa Uma das mudanças que ocorreram no Instituto da Visão em 2008, foi a transição da Gerência de Recursos Humanos para a Gerência Administrativa, com a contratação de Germano Mendonça. Com isso, foram consolidadas numa só área as ações de gestão de pessoas e os setores de pessoal, higienização, atendimento, segurança, portaria, refeitório e jardinagem. Mesmo com esta nova estrutura, as ações de recursos humanos não foram esquecidas. Continuaram as comemorações de aniversários, o programa de treinamentos, palestras educativas e o processo seletivo passou a contar com a participação da GPE. Foi realizada uma pesquisa de opinião do colaborador e reformulado o sistema de avaliação de desempenho. Germano salienta que “a retomada do banco de horas possibilitou a redução das horas extras e que o novo fardamento trouxe uma melhor apresentação para o pessoal de atendimento”. Lembra ele também que o Instituto da Visão “continuou a cumprir todas as exigências trabalhistas cabíveis, não sendo alvo de notificações nas fiscalizações que sofreu”.

4

Germano Mendonça


VISÃO2008 Abastecendo a empresa do que ela precisa

Farmácia Hospitalar é exemplo de responsabilidade A Farmácia Hospitalar do Instituto da Visão é responsável por todos os medicamentos, colírios, lentes intraoculares, materiais descartáveis, entre outros e a distribuição deles para o Centro Cirúrgico e as recepções de consultas e exames. Faz parte ainda das funções do assistente de farmácia José Oliveira o controle de temperatura do refrigerador e do ambiente. Segundo Oliveira, este ano foi dedicado ao aperfeiçoamento das atividades do setor sempre com o apoio da Gerência Executiva, setor responsável pela farmácia.

Luíza Barbosa

O setor de suprimentos recebe as solicitações de materiais, encontra o melhor preço, obtém autorização e realiza as compras que o hospital necessita. “È uma tarefa importantíssima que deve ser vista como estratégica e não só operacional”, comenta Luíza Barbosa, responsável pelo setor.

José Oliveira

Padronização dos processos e controle dos custos Este ano também foram iniciados os trabalhos de padronização dos processos internos e gestão de custos. “Minha missão é mapear todos os processos que ocorrem na empresa através de descrições e fluxogramas”, informa a estagiária Luciana Tolentino. O resultado final será um manual contendo instruções para as tarefas e a base para o controle de qualidade.

Neste ano de 2008, implantamos a medição da inflação interna, continuamos o banco de dados com todos os preços praticados pelos fornecedores e obtivemos praticamente 100% de conformidade na entrega dos pedidos. informa Luíza. Para 2009, Luíza se concentrará em atender as solicitações ainda mais rápido e espera ter a oportunidade de comparecer em mais treinamentos e na feira hospitalar em junho.

Qualidade no Campo Visual

Por falar em controle, numa outra frente a estagiária Regina Pereira iniciou a montagem de um banco de dados com todos os procedimentos realizados. “em seguida vou custear cada procedimento para obter a margem de contribuição”, lembra ela. Com isso, o Instituto da Visão terá um eficaz monitoramento dos custos operacionais diretos. Regina Pereira e Luciana Tolentino

Setor de caixa-admissão fica ainda melhor Fa z p a r t e d a s f u n ç õ e s d o C a i x a recebimentos e procedimentos particulares de consultas, exames e cirurgias, internação de pacientes de convênios e procedimentos para a Secretaria Municipal de Saúde para cirurgias pequenas.

Girlaine As técnicas do Campo Visual mantiveram o bom desempenho nesses exames. Ana Cláudia e Girlaine dedicaram-se o ano inteiro ao bom atendimento dos clientes e à precisão nos resultados. ‘’Em 2009, vamos continuar fazendo o máximo possível para que tudo saia da melhor forma!’’, afirmam elas.

“Como trabalhamos diretamente com o público, foi necessária uma mudança na estrutura física do setor para oferecer mais conforto e segurança aos clientes e acolher a nova colaboradora do setor, Christiane Roose”, comenta a coordenadora de Caixa Elivânia Vilaça.

Christiane Roose e Elivânia Vilaça

O setor foi inteiramente reformado com novo lay-out mais funcional e adequado ao atendimento. O resultado foi um ambiente mais confortável e agradável, traduzindo a importância que a empresa destina aos seus clientes e colaboradores.

5


VISÃO2008

EQUIPE DE TRABALHO Flexibilidade e confiabilidade são marcas do Faturamento O setor de faturamento tem flexibilidade necessária para lidar com as diferentes formas de trabalhar dos convênios e tem confiabilidade suficiente para processar todo o volume de serviços hospitalares e honorários profissionais do hospital. “Atendendo estes requisitos, nos tornamos mais ágeis e eficientes, reduzindo o número de glosas e otimizando a apresentação das guias para cobrança dos convênios este ano”, afirma a coordenadora de faturamento, Sandrinéa Conde.

Sandrinéa Conde, Jozelita Calheiros, Laura Torres, Luciana Alves e Yrlaine Oliveira.

Em 2008, o setor praticamente dobrou de tamanho com a entrada de duas novas colaboradoras. “Isso é reflexo do aumento na produção e das exigências da TISS com mais guias e preenchimentos”, lembra Sandrinéa.

Controle e planejamento são as bases da tesouraria A tesouraria é um setor vital no Instituto da Visão. Nela são processadas todas as movimentações financeiras da empresa dentro de normas de segurança e comprovação documental. “Procuramos manter nossa programação de pagamentos em dia. Para nós, planejamento é fundamental”, afirma Vanessa Gomes, responsável pelo setor. Vanessa conta com o apoio do assistente da Tesouraria, Maurício Oliveira, que agiliza os pagamentos e oferece suporte nas atividades do setor como entrega e busca de documentos. Em 2008, foi implantado um programa de controle financeiro que possibilitou a implantação do orçamento empresarial e de relatórios de resultado. Vanessa destaca que foi um grande avanço para o setor e espera que em 2009 a tesouraria possa continuar aperfeiçoando seu funcionamento.

Maurício Oliveira e Vanessa Gomes

Excelência no Agendamento A central de agendamento é o setor responsável por manter a comunicação interna e externa eficiente para clientes e colaboradores. Entre as principais funções do setor estão a marcação de exame e consulta, confirmação de agendamento, bloqueios e abertura de agendas dos médicos via telefone, controle sonoro (música ambiente) e monitoramento de circuito interno de câmeras. Segundo a coordenadora, Ilka Albuquerque, informar, superar objeções e fazer com que a satisfação do cliente seja alcançada é a nossa missão. Algumas inovações foram feitas no setor para dar mais qualidade ao atendimento, como a instalação de carpetes para melhorar a acústica; disponibilização de mais um ponto de atendimento telefônico (que favoreceu a agilidade do atendimento) e implantação do ICS (Interaction Center Smart), programa que permite apresentar números precisos sobre a demanda de ligações executadas e recebidas. Ilka Albuquerque, Mirian Santos, Marcelly Santana, Cláudia Britto, Dayane Salomão e Claudiane Nascimento.

6

Neste ano, a Central de Agendamento recebeu em média dez mil ligações mensais, o tempo de atendimento por ligação foi de aproximadamente 1´26´´ e o tempo médio de espera seis segundos.


VISÃO2008 Tecnologia da informação com idéias novas Felippe Tenório, o novo analista de sistemas do Instituto da Visão, veio para somar à equipe, trazer novas idéias para melhorar o funcionamento de máquinas e propor soluções aos problemas existentes. As suas funções estão ligadas à parte de informação (tudo que se relacione a software), de infraestrutura (estrutura de rede, computadores, entre outros), logística e infra-estrutura do auditório são funções realizadas junto ao setor de manutenção. Entre as principais mudanças sugeridas e executadas pelo analista está a substituição dos computadores, já defasados. Segundo Felippe toda essa substituição de máquinas irá se concretizar no próximo ano. A

chegada de um estagiário veio dar suporte e agilizar as atividades no setor. O sistema de câmeras que monitora toda a empresa foi reformulado e reativado. Para o próximo ano estão previstos treinamentos sobre o novo sistema que integrará todo hospital, a normatização de fluxo com o faturamento no que se refere ao envio de arquivos, curso de informática básica para todos os colaboradores, a implantação da Intranet no Instituto, para agilizar a comunicação interna e a ampliação do Wi-Fi (rede de internet sem fio) dentro da empresa para os consultórios médicos e auditório, entre outras ações.

Equipe de Enfermagem se destaca na organização e eficiência

Felippe Tenório

Mudanças e melhorias marcam o setor de Recepção

Equipe de Recepção

Equipe de Enfermagem

Neste ano a equipe de enfermagem tornou-se mais homogênea no que se refere às características técnicas profissionais. Percebe-se hoje um maior comprometimento com o trabalho e com a própria qualificação. Alguns colaboradores estão cursando faculdade e dispostos a colaborar com o crescimento da empresa. A líder de enfermagem concluiu pós-graduação em Centro Cirúrgico e Esterilização e atualmente utiliza indicadores de desempenho para medir a produtividade do setor e da equipe. A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) do Hospital, agora mais atuante, apresenta mensalmente, em murais, temas relacionados ao controle de infecção hospitalar, buscando o que há de mais atual na comunidade científica e usa sempre como referência a Agência de Vigilância Sanitária (ANVISA).

A principal mudança verificada na recepção foi a promoção da colaboradora Iane Costa como Coordenadora do setor, fato que contribuiu para a unificação de todas as recepções através de uma troca por escala em que as colaboradoras se revezam em suas funções. Foi também criado o setor de entrega de exames para melhorar o fluxo de trabalho e atendimento ao cliente. A coordenação de recepção engloba os setores de laudos, entrega de exames, recepção de exames, arquivo e recepção de consultas. São no total 14 pessoas trabalhando juntas e em sintonia.

Para 2009 já está planejado que, em março, será realizada uma jornada de enfermagem com temas de centro cirúrgico e esterilização. Também haverá palestras internas com temas sobre controle de infecção pela CCIH, palestras sobre temas diversos da enfermagem e um Curso sobre Urgências e Emergências clínicas a ser ministrado pelo anestesista do Instituto da Visão, dr. Marcio Santos.

“Este ano trabalhamos em sintonia com o setores faturamento e gerência administrativa, que nos deu suporte para execução das tarefas, relação que pretendemos dar continuidade no próximo ano”, afirma Iane. Ainda segundo a coordenadora, o principal objetivo para o próximo ano é diminuir o número de clientes nos corredores de consultórios, para isso foi contratada uma pessoa que irá auxiliar neste trabalho.

Equipe: Sandra Melo Leahy, Cláudia Juliana, Cleide dos Santos, Cristiane da Silva, Elaine de Raújo, Fernanda Emanuela, Iete Emiliano, Juliana de Moraes, Maria Eliane, Poliana Dayse, Pooliana Rodrigues, Rendrixon Freire, Tereza Patrícia e Wagner Lucas.

Equipe: Priscilla, Fernanda, Dayanne, Ana Paula, Chirlene, Rose, Elisângela, Edilma, Mércia, Gemelli, Iane, Arieli, Carolina, Karine, Elizete, Camila e Thaise.

7


VISÃO2008 Equipe de Manutenção trabalha com agilidade em 2008 O setor de manutenção oferece suporte para toda a estrutura física da empresa como as partes elétrica e hidráulica. “Realizamos serviços como pintura, consertos de equipamentos e conservação da estrutura em geral” afirma o coordenador do setor, Paulo Sérgio. Para mensurar os resultados de demanda de serviços são feitos alguns indicadores como o número de consertos preventivos e corretivos, quantidade de chamadas, em quanto tempo foi realizado o serviço, quantas chamadas foram feitas no mês. Segundo Paulo, verifica-se que neste ano aumentou a demanda de serviços, pois os equipamentos já têm três anos de existência e já começam a apresentar alguns defeitos. Mesmo assim, este ano, o trabalho foi realizado com mais agilidade graças à intervenção da Gerência Administrativa.

José Bezerra e Paulo Sérgio

“Para 2009 pretendemos focar a manutenção preventiva, desta forma poderemos prever alguns problemas e trabalhar para que eles não aconteçam ou não se agravem, oferecendo mais segurança para colaboradores e clientes”, finaliza o coordenador.

Agentes de Higienização oferecem os melhores serviços A equipe de Higienização é responsável pela manutenção, prevenção, limpeza e conservação de todo o Hospital, além da alimentação de todos os colaboradores. “A equipe trabalha em cooperação mútuo, é através dessa união que podemos oferecer o melhor do nosso trabalho”, comenta a coordenadora do setor Rosangela Bandeira. Este ano verificou-se, através dos indicadores de resultados, o aumento na demanda de trabalho já que aumentou o número de colaboradores e clientes. Entre os indicadores estão também o índice de satisfação e o valor per capita da alimentação de cada colaborador, que é gratuita. Para o próximo ano pretende-se oferecer conhecimento técnico aos agentes de higienização através de treinamentos. Equipe: Rosangela Bandeira, Cícera de Araújo, José Irmão, José Roberto, José de Oliveira, Francisco Gonçalves e Carlos Diego. Equipe de Higienização

Segurança para clientes e colaboradores A equipe de segurança do Instituto da Visão oferece o suporte na prevenção de assaltos, acidentes e pequenos furtos, dessa forma os clientes se sentem mais seguros e confortáveis. Também é feita uma estimativa mensal de pessoas e carros que entram no Instituto.

André Oticílio, Luis Vitor e Benedito

8

“Para reforçar o setor, tivemos a implantação do sistema eletrônico e uma melhoria na comunicação entre segurança e por tar ia”, afir ma o coordenador de segurança André Otílio.


VISÃO2008

INSTITUTO DA VISÃO COMEMORA TRÊS ANOS DE NOVA SEDE A

tesouraria é um setor vital no Instituto da Visão. Nela são processadas todas as movimentações financeiras da empresa dentro de normas de segurança e comprovação documental. “Procuramos manter nossa programação de pagamentos s colaboradores, médicos, do Instituto em dia. Para nós, planejamento é fundamental”, afirma sócios Vanessae clientes Gomes, responsável da Visão comemoraram em grande estilo os três anos pelo setor.

O

de nova sede na terça-feira, 11 de novembro.

Vanessa conta com o apoio do assistente da Tesouraria, Maurício Oliveira, que agiliza os pagamentos e oferece suporte os nasclientes, atividades do setor como entrega e busca de Para receber o cantor e compositor Júlio Uçá criou documentos.

um repertório especial com músicas da MPB, Jovem Guarda e composições próprias. Foram entregues também os folders, Em 2008 foi implantado um programa de controle financeiro que possibilitou a que mostram o Instituto fotos,deperfil institucional, exames implantação do orçamento empresarial e de com relatórios resultado. Vanessa destaca e corpo clínico. que foi um grande avanço para o setor e espera que em 2009 a tesouraria possa continuar aperfeiçoando seu funcionamento.

À tarde os colaboradores e sócios participaram da confraternização com direito a bolo, parabéns e fotos. Em seguida houve o encontro de médicos com participação especial dos colaboradores, o cantor Júlio Uçá esteve presente mais uma vez animando a noite. Em seu discurso, Dr. Mário Jorge falou sobre a importância de cada médico e colaborador que forma o Instituto da Visão. Com esta visão podemos oferecer os melhores serviços aos nossos clientes, afirma Dr. Mário em nome dos demais sócios, mostrando-se orgulhoso por mais um ano de sucesso.

Tome nota Dia Nacional de Construção Social No mês de agosto, médicos e colaboradores do Instituto da Visão participaram de uma ação social que beneficiou mais de cem trabalhadores da construção civil com diversos serviços em oftalmologia.

Circuito de Palestras em Oftalmologia O Centro de Estudos do Instituto da Visão promove mensalmente o Circuito de Palestras em Oftalmologia com o objetivo de promover conteúdo científico de qualidade para a oftalmologia alagoana.

São João é só alegria! Os colaboradores e médicos do Instituto da Visão comemoraram o São João em grande estilo, com direito a muito forró, comidas típicas e bingo. Foi diversão a noite toda!

Comunicação e Marketing com talento Em 2008, o Instituto da Visão consolidou um desejo antigo de ativar um setor que cuidasse da comunicação e do marketing da empresa. Isso foi possível com a chegada da assessora de comunicação Briana Meira e do designer gráfico Fabrício Casado, que com motivação e talento buscam multiplicar resultados. Traçar estratégias para cativar os clientes e tornar o tempo de espera mais agradável, divulgar e reforçar os Briana Meira e Fabrício Casado pontos positivos e desenvolver projetos para amenizar os possíveis pontos negativos, atrair o público através de campanhas ousadas e criativas, fazer contato com a mídia são as principais metas do setor. Segundo Briana, a Assessoria de Comunicação e Marketing também desenvolve ações de comunicação interna que visam à integração dos setores do Instituto da Visão, através da organização e cobertura de eventos, atualização dos murais e site.

9


VISÃO2008

OLHINHOS FELIZES Crianças do Pró-Amor passam uma tarde diferente e recebem atendimento oftalmológico no Instituto da Visão

E

m sua segunda edição, o projeto Olhinhos Felizes do Instituto da Visão beneficiou mais de 60 crianças da entidade Pró-amor, na quinta-feira, 23 de outubro, às 13h, no auditório do Instituto. Segundo a idealizadora do projeto, Drª Elvira Ribeiro, o objetivo principal desse projeto é fazer o bem a quem precisa. Nesse dia, os médicos do Instituto da Visão uniram-se para atender todas as crianças que fizeram exames oftalmológicos, com a colaboração de Vanessa Gomes, da Tesouraria. A Flu Look doou óculos para as crianças que precisaram. O grupo teatral Etra, formado por três palhaças, dois sombras, um perna de pau e um palhaço, animou as crianças com brincadeiras e distribuição de brindes. Houve também distribuição de presentes para todos, bem como de doces, pipoca, algodão doce e bolo. A dupla feminina brasileira de vôlei de praia esteve presente distribuindo presentes e bandanas autografadas e falaram também sobre a importância do esporte para o desenvolvimento físico, mental e social de cada um.

Crianças do Pró-amor com os seus óculos

10

Drª. Elvira atendendo uma criança

Jogadoras de vôlei de praia com as crianças


MOSTRA CULTURAL Música, dança, artes visuais, cinema e profissionais da cultura falando sobre arte e produção cultural em Alagoas ARTISTAS EXPOSITORES: Achiles Escobar, Amanda Nascimento, Ana Glafira, André Fon, Cecília Barreiros, Cláudia Gordon, Eva Le Campion, Felipe Camelo, Fredy Correia, Kiko Oliveira, Nímia Braga, Pablo De Luca, Pedro Octávio, Persivaldo Figueiroa, Sandra Neves, Solange Chalita, Suel Damasceno, Thereza Melo, Violeta Plech, Viviani Duarte, Wado Schlicknann e Zita Soares.

Artistas expositores

“Saúde não é a mera ausência de doenças, mas o completo bem estar físico, mental e social”. Baseados nesse conceito da Organização Mundial de Saúde, os gestores do Instituto da Visão realizaram a Mostra Cultural com o objetivo de proporcionar um espaço de valorização e compreensão do universo que nos cerca através de diferentes formas de arte.

Eliezer Setton

Na abertura, 22 de setembro, a anfitriã da noite, Dra. Elvira Ribeiro recebeu os convidados e falou sobre a importância dessa iniciativa para o mercado oftalmológico, artistas e clientes. O curador da Mostra, Fredy Correia, falou sobre uma “Grande Viagem”, referindo-se à mistura de estilos e artistas de diferentes vertentes. O cantor e compositor alagoano Eliezer Setton encerrou a noite com uma apresentação repleta de ritmo e conteúdo de qualidade. A exibição de documentários vencedores do DocTv marcou o segundo dia, 23 de setembro. Foram exibidos ’’Calabar’’, de Hermano Figueiredo, ‘’Imagem Peninsular de Ledo Ivo’’ e ‘’História Brasileira da Infâmia’', ambos de Werner Salles. Os escritores Tainan Costa e Isvânia Marques participaram de um bate-papo cultural, no dia 24 de setembro, sobre o mercado cultural e a produção de conteúdo literário em Alagoas. A companhia de dança Ary Buarque apresentou diversos números na quinta-feira, 25 de setembro, entre eles samba no pé, forró e tango. Na sexta-feira, 26 de setembro, foi a vez da professora Carol Gusmão ministrar uma palestra sobre a história da fotografia. O encerramento foi realizado na sexta-feira, 10 de outubro, com a presença da cantora lírica Natália Motta e do Dr. Milton Hênio. Inovação e criatividade são as palavras que traduzem os resultados da primeira Mostra Cultural do Instituto da Visão, uma programação completa com artes visuais, música, dança, cinema e profissionais da cultura falando sobre arte e produção cultural em Alagoas.

Colaboradores do Instituto com Eliezer Setton



Revista Visão 2008