Issuu on Google+


editorial

Check-in JAÉCIO CARLOS

jaeciocarlos@gmail.com @infoemrevista

INFORMÁTICA EM REVISTA, PRÊMIO DESTAQUES DO MERCADOINFORMÁTICA e INFORMÁTICA NA TV são marcas de Jaécio de Oliveira Carlos - ME CNPJ 10.693.613/0001-05 I.Municipal 171.294-2 Rua das Orquídeas, 765 Conj. Mirassol - Capim Macio CEP.59078-170 – Natal/RN Fones: (84) 3206.1756 9444.6831 (Claro) 9853.9097 (TIM - iPhone) Diretor / Editor Jaécio de Oliveira Carlos jaeciocarlos@gmail.com informaticaemrevista@gmail.com jaecio@informaticaemrevista.com.br informaticanatvrn@gmail.com facebook.com/informaticaemrevistarn

Adriana Cavalcante acavalcantef@hotmail.com ADRIANO MOTTA ahmotta@gmail.com Anthony Williams anthonywsc@hotmail.com DÉBORAH MASSUD deborahm@livrariasaraiva.com.br Lucas Longo lucaslongo@iai.com João Moretti joao.moretti@mobilepeople.com.br Marco A. Chiquie chiquie@abradisti.com.br Marli Ruaro marliruaro@hotmail.com Mercia Dantas merciacdantas@hotmail.com Renniê Alexandre rennie.alexandre@gmail.com ROBERTO CARDOSO rcardoso.gti@terra.com.br SILVIO NASCIMENTO silviocap_36@hotmail.com Fotos Informática em Revista / Rosi Nascimento Capa HJ Design Manutenção do Site New System newsystemrn@newsystemrn.com.br www.newsystemrn.com.br Assessoria Jurídica Dr. Pedro Ribeiro – OAB/RN 1608 pedro.lira@natal-rn.gov.br

IMPRESSÃO

Projeto Gráfico e execução (84) 3086.4815 facarn@facarn.com www.facarn.com

R

ecentemente fizemos uma pesquisa junto a ex-anunciantes (graças a Deus são poucos, mas importantes), com esta pergunta: É INTERESSANTE FECHAR A INFORMÁTICA EM REVISTA? e enviei por e-mail. Alguns responderam, outros ignoraram a importância da enquete, nem responderam. Ocupadíssimos. Tenho um cliente que diz assim: “o fato de não responder, já é uma resposta”. Veja o texto enviado e algumas respostas: “A Informática em Revista está no mercado editorial norte-rio-grandense desde julho de 2006, mensalmente, mostrando os profissionais de TIC, empresas da área e premiando os destaques do mercado, através do Prêmio Informática. Este ano teremos a 9ª edição. Somos a única publicação que detém os direitos do programa Informática na TV, exibido durante 28 semanas, no projeto experimental. Confira o link Informática na TV no site www.informaticaemrevista.com.br Deu certo. Voltaremos em agosto com o programa para ser veiculado exclusivamente no Youtube, desvinculado da televisão. Acesse, opine e dê sugestões. Agora chegamos à Paraíba com o primeiro contrato de franquia. A edição número 1 foi lançada mês passado. Confira neste link do Issuu: http://bit. ly/1meprIB. Estamos em negociação para chegar à Recife e Salvador. Está provado que as boas ideias geram seguidores. Por isso, pedimos encarecidamente que fechemos a mídia da sua empresa e o apoio ao Prêmio Informática 2014, cuja proposta enviaremos posteriormente. Sua resposta à esta pergunta, pode mudar o rumo dos negócios: Você acha interessante fechar a Informática em Revista? “ Recebemos muitas respostas, acima do que esperávamos. Entre elas a de um empresário do setor de software: “Estamos demitindo alguns funcionários por causa da inadimplência de clientes e a despesa é grande. Não dá para investir em propaganda no momento”. Desenvolvedor de software escolar: “Não precisamos divulgar nosso trabalho em revistas, pois trabalhamos diretamente com diretores de escolas e já temos o número suficiente

delas para manter nossa produção. Não queremos aumentar a demanda”. Outra, interessante: “Acho a Informática em Revista muito boa, mas estamos fazendo uma reforma grande na nossa empresa e mudando de endereço. No futuro, quando as coisas melhorarem, iremos procurar vocês”. De uma empresa que nunca anunciou: “Só interessa anunciar na Informática em Revista se for com exclusividade. Quando sair nosso anúncio, não colocar do concorrente”. Outra pérola: “Nossa empresa prefere o Twitter e o Facebook porque não há custo e estamos sendo lembrados diariamente”. Outro desafio: “Podemos até voltar a anunciar, mas se vocês me garantirem que ganharemos o Prêmio Informática 2014”. De uma escola do, agora, sistema UNI:: “Gostamos da sua revista, mas estamos anunciando em TV, Outdoor e ônibus. Acho que ela não deve fechar. Um dia voltaremos”. Poderíamos ficar mais tempo mostrando as inteligentes respostas, mas preferimos analisar as empresas que crescem e se mantém no mercado. Elas dizem o que fazem através de matérias, releases e “cases” que são publicados em revistas, principalmente na Informática em Revista. Não dá pra botar essas informações em outdoors, tvs, ônibus, etc. Queremos agradecer aos que nos responderam e deram uma nova visão de negócios. Costumamos dizer que, “As empresas de comunicação só vivem por conta de anunciantes e patrocinadores, etc.”. Que Deus nos abençoe, sempre! Até junho.

dezembro/2013 maio/2014 | INFORMÁTICAEMREVISTA 3


E-mail dos leitores Jaécio, fico feliz com seu trabalho, você é um vencedor. Competência sempre foi seu forte, Parabéns José Benedito Varella/SP josebenedito.varella@facebook.com R-Grato meu amigo. JBVarella foi meu diretor quando trabalhei na Abril Cultural, em São Paulo. Ele estará colaborando com seus artigos a partir da edição de junho.

rante todo o mês de abril, um treinamento junto aos alunos do curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Estácio Alexandrino. Após passarem pelo recrutamento, os alunos que obtiverem o melhor desempenho serão contratados pela empresa.Encaminho a você uma matéria completa sobre o assunto, para a próxima edição da Informática em Revista. Também envio, em anexo, fotos para ilustrá-la. Agradeço a atenção, e fico à disposição para mais informações.

***************

Shâmala Jewur letraa@letraa.com.br

Caro Jaécio Carlos,

***************

Vimos através deste, solicitar uma palestra referente a relação mídias e copa do mundo 2014, sub tema da nossa feira científica,Os Campos do Mundo no Brasil, que ocorrerá nos dias 28 e 29 de maio.com o objetivo de tornar nossa aprendizagem mais significativa, Pensamos que sua contribuição será de grande relevância para a melhoria do processo ensino e aprendizagem. Nossa escola fica nos arredores do Residencial Trairi, Emaús. Escola Estadual Dom Nivaldo Monte. É uma escola pública de ensino médio bem conceituada pela comunidade escolar e Secretaria de Educação.

Não gostei de ver a publicação da foto da fachada da Natal Computer na edição de abril. Acho que a Informática em Revista deve colocar somente assuntos construtivos e aquela notinha não foi.

Irana Câmara (coordenadora). Irana.cf@hotmail.com R-Desde já agradeço o convite para participar desse importante evento. Estarei presente. *************** Gostaria de te oferecer um artigo bem bacana redigido pelo vice presidente da Associação Brasileira dos Distribuidores de TI – Abradisti, Marco Antonio Chiquie. Analisando os dados da 4ª Pesquisa Setorial dos Distribuidores de TI e o 3º Censo de Revendas, foi possível perceber que serviços fora do grande varejo, como acessórios e suprimentos, dobrou de tamanho em comparação ao ano anterior.

Luiza Souza lusouza@hotmail.com R-Temos o hábito de dispor para as empresas espaços na Informática em Revista para colocação dos releases e matérias, gratuitamente. A Natal Computer sempre teve espaços e usou-os todos. Há uns dois anos que a empresa saiu da mídia e deixou de cuidar da sua imagem no mercado. O comentário foi somente esse. No momento em que a imagem da Natal Computer melhorar, iremos registrá-la, sem problemas. *************** Como sabem faço coleção da Informática em Revista, e tenho desde a número 1. Ano passado contratamos uma pessoa, Helena,, e delegamos essa função para ela. Esta semana fomos conferir e faltam 2 edições, os números 66 de 2012 e 81 de 2013. Gostariamos de receber essas duas revistas.

Antonio Silas a-silas@!yahoo.com R-Falta de espaço, apenas. *************** Gostaria de saber se há algum distribuidor de relógios de ponto, eletrônicos, em Natal. Se sim, por favor, poderia informar nome e endereço? José de Almeida joalmeidida@yahoo.com R-Não temos essa informação. *************** Tenho lido artigos e releases de profissionais de TI de são Paulo e não vejo material de divulgação das entidades potiguares como Assespro, Setirn e Aneinfo, nem artigos dos seus presidentes, como a Abradistri, de São Paulo, por exemplo. Antronio de Lucca/SP adelucca82@yahoo.com R-As assessorias de comunicação e jornalística de São Paulo tem em suas carteiras centenas de profissionais e empresas que divulgam o que fazem, através delas. O RN ainda é muito amador nessa área. Muitos empresários e profissionais daqui não enviam releases para a mídia segmentada e fica nisso. A gente não sabe o que eles fazem, se fazem. A Informática em Revista recebe muito pouco release das assessorias de Natal. ***************

Edilene Dantas edilene@peggasus.com.br

No momento não podemos fazer anúncios, nem patrocínios. Torço para que você consiga dar continuidade a Informática em Revista e ao Prêmio Informática. Considere fazer isso em outro formato e num novo modelo de negócio.

Elaine Luca/SP elaineluca@nbpress.com.br

R-Vamos providenciar. Geralmente mantemos em nosso arquivo as últimas seis edições.

Marcelo Motta marcelomotta@gesttec.com.br

R-O artigo está nesta edição.

**************

***************

Na legenda da foto da reunião do Sistema Assespro/ Setirn (Ed abril) não consta os nomes dos participantes, somente de alguns. Por que?

R-A pesquisa que fizemos, enviando e-mail para não anunciantes e ex-anunciantes, deu uma imagem nítida do mercado local de informática onde muitas empresas não anunciam por falta de visão de negócios. De qualquer forma obrigado pela sugestão.

A multinacional de tecnologia Indra Brasil realizou, du-

4 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014


Quer uma legião de clientes satisfeitos?

O

que é melhor: um produto líder de vendas ou uma legião de clientes satisfeitos? Em um cenário ideal, nossas empresas seriam as mais amadas pelo público e venderiam os produtos campeões do seu setor. Mas infelizmente não podemos ter tudo. No século passado a resposta mais óbvia para essa questão seria apostar no seu produto. “As pessoas querem comprar e nós temos os produtos” era o pensamento do mercado. Hoje, porém, a situação é bastante diferente. As pessoas continuam querendo comprar e as empresas continuam a fornecer os produtos, mas os clientes são muito mais criteriosos e a concorrência é acirrada. Quando o consumidor deseja adquirir um determinado produto, muitas escolhas estão embutidas neste ato: ele decide qual o valor aceitável a ser pago, qual a melhor marca, em que loja é melhor fazer esta compra, etc. O peso da decisão recai cada vez mais em “quem é a empresa por trás” do que “este é o produto”. Isso muda completamente o jogo, deixando em evidência a importância do bom relacionamento com o cliente. Parafraseando Stanley A. Brown, as estratégias vencedoras não são mais feitas com ênfase nos produtos, e sim na criação de um relacionamento duradouro com os clientes. Voltando para a pergunta inicial, se pudesse escolher entre um produto líder em vendas ou clientes fiéis, considero mais inteligente a segunda opção. Usando apenas os itens “produto” e “relacionamento” como determinantes para uma venda, teríamos as seguintes situações: um cliente satisfeito com o produto e o relacionamento será um consumidor leal; já se o relacionamento está ruim e o produto também, ele será um sabotador da sua marca. Se o mesmo consumidor está satisfeito com o produto mas nem tanto com a empresa, este será um cliente vulnerável. Agora o que considero mais interessante: se o cliente não estiver plenamente satisfeito com o produto, mas confiar no seu relacionamento com a empresa, ele será um cliente esperançoso. Este é um cliente valioso, pois confia na empresa e pondera algumas falhas que ela possa vir a apresentar. Esta é apenas uma mostra de como o relacionamento com o cliente precisa ser bem trabalhado. As empresas estão entendendo cada vez mais isso e investem em novas maneiras de se relacionar com o cliente. 6 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

O uso de redes sociais já é um grande passo, mas que sozinho não é efetivo. Cada vez mais, as empresas precisam pesquisar o que querem seus clientes, o que eles pensam, fazem e, principalmente, compram. Em outras palavras, é preciso conhecer o consumidor e prever suas necessidades. Manter este contato direto com seus clientes é um desafio que precisa ser enfrentado porque os consumidores atuais esperam mais das empresas. Um cliente não quer apenas contratar um serviço, ele quer contratar, receber dicas de uso, dar a sua opinião, fazer perguntas, etc. O cliente deseja ser ouvido pela marca. Para se preparar para este cenário é necessário investir na qualidade do atendimento ao cliente, criando soluções que facilitem suas vidas. Um exemplo interessante são as marcas que estão investindo em aplicativos móveis de atendimento ao consumidor. Considerando que a venda de smartphones e tablets deve crescer 23% este ano no nosso país, chegando a 71 milhões de unidades (dados da consultoria IDC), este é um caminho promissor a ser seguido. O número de pessoas que optam pelo contato via internet está crescendo, mas nem por isso devemos fechar os outros canais. O consumidor quer ligar para sua empresa, enviar um e-mail, um sms ou fazer uma reclamação via Twitter? Minha sugestão é: esteja preparado. Se a empresa está fora de um destes canais, é possível que mais clientes se juntem para trocar informações sobre seus produtos e serviços sem você. Isso pode ser positivo, mas na maioria das vezes é bastante prejudicial. As empresas devem estar sempre presentes, nem que seja apenas para admitir a culpa por uma falha cometida e prometer melhorar os seus serviços. Criar um relacionamento positivo com o seu cliente é a nova necessidade das empresas. Ter um bom produto não é mais garantia de vendas. As empresas precisam capacitar seus colaboradores, investir em tecnologias de atendimento multicanais e pesquisar o perfil dos seus consumidores. Clientes satisfeitos é um artigo raro, mas que com um trabalho bem feito, é possível ter uma verdadeira legião de fãs para sua marca.

artigo

Carlos Carlucci

Country manager da Vocalcom Brasil carloscarlucci@vocalcom.com.br


N

a primeira semana de Abril a Thiws Geotecnologia, foi aprovada no processo para incubação tecnológica referente ao Edital de 03/2013 do Instituto Federal de Educação Tecnológica do RN – IFRN e mudou-se para o prédio da Multincubadora Tecnológica – MIT do próprio IFRN – Campus Natal Central. “Foi mais uma conquista estratégica da nossa empresa, tendo em vista que boa parte da mão de obra técnica da Thiws encontra-se no IFRN”, orgulha-se Thiago Lima, Diretor Técnico da empresa. Com esta mudança, a empresa dirigida por Thiago Lima contará com valiosos

serviços de infraestrutura e principalmente de apoio ao desenvolvimento do empreendimento tais como suporte gerencial por meio de assessorias e consultorias especializadas, assessoria na elaboração de projetos de investimento visando à captação de recursos financeiros de terceiros (bancos de desenvolvimento, órgãos e de fomento, etc.), interação com outras Instituições de Ensino, Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico além de participações em feiras, congressos, seminários, rodada de negócios, visitas técnicas e oficinas. Outro ponto importante é que a empresa participará, enquanto estiver na incubadora tecnológica, do Modelo CERNE

de gestão que foi criado pela Anprotec (Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores), em parceria com o Sebrae, que visa promover a melhoria dos resultados das incubadoras em termos quantitativos e qualitativos. A metodologia foi criada com inspiração em programas de apoio a micro e pequenas empresas americanas e europeias.Ainda de acordo com o Thiago Lima, a visibilidade da empresa estará proporcionalmente interligada a credibilidade e valorização da imagem do IFRN perante a sociedade, tornando um ponto chave na missão organizacional da Thiws, sendo esta: “Contribuir com o desenvolvimento econômico e tecnológico nacional, de forma a agregar valor ao capital humano organizacional e com responsabilidade socioambiental, além de prover aos nossos clientes produtos e serviços inovadores que possam satisfazer as necessidades dos seus negócios.” – explica Thiago.. Os serviços prestados por ela são: Geosistemas Web; Geoprocessamento; Geodatabases (Banco de Dados Espaciais); Outsourcing e Consultoria em GeoTI; Cadastro Técnico Multifinalitário; Topografia e Treinamento em Geosoftwares.

maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 7

Crescimento

Thiws Geotecnologia agora está no NIT – IFRN


Como inovar no seu negócio

artigo

com os wearable devices?

A

tecnologia tem o poder de facilitar as nossas vidas. Carros, elevadores, telefones, tudo isso apresenta uma tecnologia que um dia foi inovadora e hoje se mostra essencial. É comum que as novidades passem por um momento de estranheza para depois cair no gosto da população. Mesmo assim, faz sentido afirmar que os dispositivos móveis já são parte da rotina de pessoas e empresas. Outros aparelhos que também devem passar por esta transição são os wearable gadgets, ou acessórios vestíveis. Ainda vistos como futuristas, eles começam a despontar no cenários das feiras de tecnologia e prometem revolucionar o modo como vivemos e trabalhamos. É importante notar que a ideia de vestir um aparelho eletrônico não é exatamente nova. Um bom exemplo é o relógio de pulso, que já existe desde o começo do século XX. Pensando no lado profissional, há relativamente pouco tempo não se via um médico sem seu pager pendurado no cinto. As pessoas já vestem a tecnologia, mas ainda são dispositivos simples e com poucas funções. Com a chegada de gadgets cada vez mais elaborados, espera-se um crescimento deste mercado de US$ 1,4 bilhão em 2013 para US$ 19 bilhões até 2018, segunda a consultoria Juniper Research. O Google Glass aparece como precursor mais famoso desta categoria. Já foi utilizado para transmitir cirurgias, fazer coberturas jornalísticas e até desfilar na passarela. Sua venda ainda está restrita a desenvolvedores, mas já é possível deslumbrar seu uso em diversas áreas profissionais. Encontramos na mídia vários médicos que estão testando a nova tecnologia. Um dos primeiros foi o Dr. Paul Szotek, da Indiana University Health. Ele e um colega utilizaram os óculos do Google durante uma cirurgia para retirada de um tumor e reconstrução do abdômen de um paciente. No site da universidade, Szotek comenta acreditar que o Google Glass “pode mudar o que nós fazemos e como fazemos”. No Brasil, já foram feitas algumas cirurgias com o aparelho e estuda-se até o desenvolvimento de um aplicativo para facilitar a transmissão de cirurgias. A área de segurança também pode se beneficiar das novas tecnologias. Recentemente homens do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais)

8 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

utilizaram óculos com câmeras acopladas durante a ocupação do conjunto de favelas da Maré, na Zona Norte do Rio de Janeiro. A ideia era apenas filmar a ação e possibilitar a visão noturna, mas imagine tudo o que poderia ser feito se fosse utilizado o Google Glass. Os policiais poderiam acessar mapas, reconhecer suspeitos, sinalizar sua localização em tempo real, comunicar-se com a central de operações, etc. Segundo matéria do VentureBeat, a Polícia de Nova York já recebeu alguns exemplares do dispositivo. Um policial relatou ao site que, por enquanto, estão sendo feitos apenas testes com o dispositivo, mas a ideia é utilizá-los em investigações e patrulhas. Podemos citar ainda como uso interessante do Google Glass a empresa Virgin Atlantic. A empresa britânica de aviação vem testando o dispositivo com sua equipe responsável por receber os passageiros e checar seus bilhetes. A ideia é que eles reconheçam cada passageiro, conheçam seus vôos e preferencias, sem que que ele apresente qualquer identificação. O Google Glass é uma ferramenta promissora, mas devemos lembrar de um detalhe importante: mesmo após seu lançamento nos EUA, ela ainda não chegou ao grande público. De qualquer forma, algumas empresas já investem na sua utilização. Com o desenvolvimento de aplicativos apropriados, imagine as possibilidades que poderão surgir apenas com um “Ok Glass”. Os gadgets vestíveis abrem um novo caminho para as empresas. Processos de controle de estoques, vendas e entregas podem ser totalmente reformulados. Com o auxílio de relógios e pulseiras inteligentes, óculos de realidade aumentada e o que mais a tecnologia permitir, será possível recriar o modo como fazemos negócios. Com a tecnologia e, principalmente, os aplicativos corporativos certos, será possível mudar drasticamente o cenário atual. Já temos exemplos impressionantes do que as novas tecnologias podem nos proporcionar. Ainda estamos no tempo do entusiasmo na inovação, mas dentro de poucos anos acredito que já teremos estes dispositivos tão incorporados à nossa rotina de trabalho que não entenderemos mais como, um dia, trabalhamos sem eles. É só aguardar.

João Moretti

diretor geral da MobilePeople joao.moretti@ mobilepeople.com.br


maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 9


Avanço

Curso da Estácio em parceria

com a multinacional Indra

Com o treinamento dado pela multinacional em parceria com a Estácio alunos se preparam para enfrentar o mercado

P

arceria “empresa-universidade” tem o objetivo de preparar estudantes dos Cursos para o mercado local, A multinacional de tecnologia Indra Brasil, especializada em soluções inteligentes e inovadoras nos serviços relacionados a diversos nichos mercadológicos, firma parceria com o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Estácio Alexandrino para

10 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

capacitação intensiva de alunos e posterior recrutamento daqueles que obtiverem desempenhos mais elevados. A maratona continuada de capacitações começou no dia 04 deste mês e se repetirá durante todos os finais de semana de abril, na Unidade da Alexandrino. A parceria “empresa-universidade” tem como objetivo suprir a demanda do mercado local que passa por modernizações constantes e,

segundo o coordenador do curso da Estácio. O Técnico da Estácio, Emanoel Monteiro, precisa desses profissionais. “A ação será importante para todos os alunos do curso, já que vivenciarão durante o treinamento a experiência de trabalhar em um projeto real desenvolvido anteriormente pela multinacional”, comenta. Os acadêmicos da Estácio que se destacarem durante a qualificação serão contratados imediatamente pela empresa e assumirão a função de “programador trainee” na organização. Todos os alunos que participarem da ação receberão certificados da empresa, com indicação das ações desempenhadas, como forma de enriquecer ainda mais o currículo profissional e contar com um diferencial a mais no mercado de trabalho. Durante a abertura do ciclo de treinamentos realizado pela fábrica de softwares da Indra de Natal e a Estácio, o diretor de gestão de aplicações da regional da Indra Brasil, responsável pelas operações da empresa em João Pessoa, Recife e Natal, Adriano Nemézio Gouveia também marcou presença. Na ocasião, ele participou se uma palestra direcionada aos futuros analistas de sistemas da capital potiguar. A expectativa dos realizadores é de que, a partir de junho, o programa de qualificação da Estácio e Indra Brasil também seja aberto para profissionais do mercado local, que poderão ter acesso aos treinamentos da empresa gratuitamente.


Amazon Web Services e Dedalus Foco é debater como contratar serviços de Cloud para impedir a queda dos

U

servidores nas campanhas online que recebem grandes volumes de acesso

m dos maiores desafios das agências digitais é dimensionar qual o volume de acessos que uma campanha online irá receber, saber exatamente fazer a escolha e a contratação do serviço de hospedagem deve garantir a alta disponibilidade e a flexibilidade na utilização dos serviços de computação em nuvem, para que o cliente obtenha os resultados esperados. Para debater este desafio, a Amazon Web Services e a Dedalus Prime realizam um encontro com as agências digitais no dia 8 de maio, das 9 às 12 horas no Santo Grão, avenida Jerônimo da Veiga, 179, quando serão apresentados casos reis de campanhas realizadas por clientes que migraram para os serviços AWS justamente

porque sofreram com quedas indesejadas dos serviços de hospedagem. O encontro debaterá a importância da escalabilidade, velocidade, flexibilidade, monitoramento, alta disponibilidade, segurança e redução de custos nas campanhas online e como evitar que as agências digitais fiquem expostas a situações de riscos. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no: http://bit.ly/1nYo1F9. Mais informações sobre a Dedalus: http://www.dedalus.com.br

maio/2014 | INFORMÁTICAEMREVISTA 11

serviços

Agências Digitais terão encontro com a


A

! e k i r t SStrike Strike!!

bola é arremessada e corre pela pista plana. Com um mínimo de atrito, vai girando e girando, ganha velocidade e energia cinética. Atinge os pinos, e derruba todos. Pontuação máxima! Strike! Pontos para o arremessador que conseguiu derrubar todos os pinos do boliche. Uma mudança no paradigma* (a mesmice dos pinos). A energia cinética da bola acabou com a formação estática dos pinos. E os pinos derrubados devem ser rearrumados, tal como antes, para uma nova jogada, um novo arremesso da bola. Pinos perfilados e arrumados de maneira estática, em forma de cunha, em forma triangular. Forma de ataque da infantaria, uma visão maquiavélica ou suntsuniana. Posição ideal para um avanço, um ataque, e não ideal para uma defesa estática contra um petardo em movimento. Pinos arrumados sem chance de defesa, prontos para a chegada de uma nova bola correndo pela pista, e derrubar todos novamente. Sem chance aos pinos, sem chances de sair da frente ou aumentar a defesa. A única chance de não serem derrubados, é uma falha do arremessador. A bola sair da pista, e correr para a vala, o fosso paralelo á pista. O objetivo de quem lança a bola é derrubar pinos, e fazer um strike, uma vitoria sobre o exercito de formação impecável. Os pinos aguardam perfilados, em posição de sentido, até que a bola chegue com a ordem de debandar: Fora de forma! E os pinos debandam desordenadamente com o impacto da bola. Uma estratégia de diminuir as perdas e baixas seria mudar os pinos de posição, mudar cores ou pontuação. Pontuação por cor ou posição. Criar regras de posicionamento e defesa. E assim são as empresas. Depois de uma mudança de paradigma torna-se necessário reavaliar e reordenar posições. Traçar perfis profis-

12 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

siográficos, os “retratos” de profissionais empregados com questões ambientais e sociais das atividades exercidas. Redesenhar cargos e funções, definir cargos e salários. Estipular pré-requisitos para ocupação de cargos e funções. Rever, reavaliar e redesenhar layouts; mapas de riscos e fluxogramas. Fazer analise de Feng Shui empresarial e etc. Solucionar problemas, elaborar modelos mais racionais de acordo com a nova proposta. Aplicar movimentos, energia cinética em uma nova movimentação. Foi-se o tempo da expressão que “time que está ganhando não se mexe”. A nova ordem nas empresas é inovação. E inovação requer movimentos contínuos e energizados, prontos a novas conquistas, mudanças e necessidades. Interpretar, fazer diagnósticos e prognósticos. Quartéis, empresas e escritórios; cidades e acampamentos. Antes se apostava em uma sentinela, um vigia. Um porteiro ou uma secretaria anunciava pelo interfone a chegada de um cliente ou uma pessoa indesejável. Agora são radares e satélites, sensores e câmeras, que identificam aproximações, sejam de um amigo ou um inimigo, uma ação bélica ou uma tempestade. E defesas preventivas se tornam desejáveis contra malfeitores, intempéries e concorrentes. Multifuncionalismo. A informação hoje é rápida, e o mundo está mais rápido. Explorar a criatividade e iniciativas. Evitar desmotivações e greves, o strike dos funcionários e colaboradores.

artigo

ROBERTO CARDOSO jornalista científico rcardoso.gti@terra.com.br


CATEGORIAS: 01 – ASSISTÊNCIA TÉCNICA 02 – AUTOMAÇÃO 03 - CONECTIVIDADE 04 – COLUNISTA EM INFORMÁTICA 05 – CONSULTORIA EM TI (EMPRESA) 06 – CONSULTORIA EM TI (PROFISSIONAL)

O

Prêmio INFORMÁTICA 2014 que chega à sua nona edição este ano, está com inscrições abertas até 25 de junho. Os profissionais de TIC, empresas desenvolvedoras de softwares, escolas, faculdades, universidades podem escolher até duas categorias, entre ss vinte, aqui listadas, para participar e podem ser feitas pelo site www,informaticaemrevista.com.br/premiação.php .

08 – CONSULTORIA EM VENDAS (GERÊNCIA) 09 – CURSO SUPERIOR DE INFORMÁTICA 10 – CURSO TÉCNICO PROFISSIONALIZANTE 11 – DESENVOLVIMENTO DE SOFTWARE 12 – DESENVOLVIMENTO DE WEB SITES

Sobre o Prêmio INFORMÁTICA

O Prêmio INFORMÁTICA é uma iniciativa da INFORMÁTICA EM REVISTA e tem a organização da JAÉCIO CARLOS EDIÇÕES desde a primeira edição, em 1995 e na segunda fase, desde 2007..

13 – EMPRESÁRIO DE INFORMÁTICA 14 – GEOTECNOLOGIAS 15 – INSTRUTOR DE INFORMÁTICA 16 – LOJA DE INFORMÁTICA (VAREJO)

VOTAÇÃO PELA INTERNET

Na edição de julho da |Informática em Revista, serão mostrados os candidatos ao Informática 2014 e ai começam as votações nos meses de julho a outubro, exclusivamente pela Internet através do site:

www.informaticaemrevista.com.br/premiacao.php

4 CONSULTORIA EM T.I. (PROFISSIONAL) thiago lima (thiws)

07 – CONSULTORIA EM VENDAS

4 OUTSOURCING DE IMPRESSÃO LOCAINFO RN -Amando Medeiros

17 – MULTIMÍDIA 18 – PROFISIONAL DE TI 19 – REMANUFATURA DE CARTUCHOS 20 – SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

4 CURSO TÉCNICO PROFISSIONALIZANTE SENAC - Larissa Fernanda

APOIO:

maio/2014 | INFORMÁTICAEMREVISTA 13

Premiação

9º. Prêmio Destaques do Mercado Informática 2014 está com inscrições abertas


marketing

K2iP aposta no

mercado brasileiro Empresa focada no desenvolvimento de projetos de mobilidade

O

tem metas agressivas para crescimento nos próximos anos

mercado brasileiro ganha mais uma empresa determinada a fazer a diferença. A K2iP – empresa brasileira focada em tecnologia da informação que oferece soluções de mobilidade, desenvolvimento de sistemas e consultoria de TI – tem metas agressivas para 2014 e aposta na expertise de seus profissionais para se diferenciar e no seu título Solution Partner GeneXus, que já o permitiu ser o primeiro a desenvolver um aplicativo mobile integrado ao SAP. A K2iP é uma empresa relativamente nova, que já possui grandes clientes, entre elas empresas do setor: financeiro, governo, construção civil e de serviços, e é fruto da sinergia de dois profissionais experientes da área de TI. Francisco Carlos Cavalcante já atua na área de tecnologia da informação desde 1980 em empresas de grande porte como IBM, HP/EDS a mexicana SOFTTECK e tem dois MBA´s, um pela IBMEC e outro pela UFRJ, ambos no Rio de Janeiro. E Marcus Vinícius Oliveira da Costa foi executivo de uma das maiores multinacionais do segmento de seguros do país e tem especialização em Gestão Empresarial pela Fundação Dom Cabral e Recursos Humanos em TI, Londres, Inglaterra. Segundo o diretor sócio da empresa, Francisco Cavalcante, “Estamos muito empolgados e felizes. Já obtemos ótimos resultados para os nossos clientes, alinhados com a proposta Improving Performance e a nossa previsão é faturar R$ 3 milhões em 2014. Temos metas realmente

14 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

agressivas e em 10 anos pretendemos tornar a empresa uma S/A”. Previsões apontam que os próximos anos serão promissores para o mercado mobile. Uma recente pesquisa do IDC mostra que em 2014 os serviços móveis terão um crescimento de receita de 21% quando comparado a 2013. Neste cenário, a K2iP estipulou como estratégia para este ano, além da divulgação da sua marca, o foco em soluções de mobilidade.

Sobre a K2iP

Empresa brasileira de TI, a K2iP é especializada em soluções de mobilidade, desenvolvimento de aplicações, consultoria, alocações de profissionais, consultoria especializada em GeneXus e treinamentos. Localizada na capital paulista, a empresa atende todo o País, em especial a região Sudeste, e é certificado Solution Partner GeneXus. Mais informações em http://www.k2ip.com.br/.


artigo

LUIZ GUIMARÃES

Arquiteto de soluções da Aliança TI luiz@aliancaconsultoria.com.br

EMC redefine a proteção de dados

A

EMC anunciou, no começo de abril, novos produtos e tecnologias que permitem atender a todo o espectro de requisitos de proteção de dados enfrentados pelos usuários, tanto no momento atual quanto para os futuros Data Centers definidos por software. Nos Data Centers definidos por software, a infraestrutura é virtualizada e oferecida como serviço. Para manter uma proteção efetiva durante a transição para esses ambientes de última geração, as estratégias e tecnologias de proteção de dados também devem evoluir para um modelo de entrega baseada em serviços. As novas soluções de proteção de dados da EMC abrangem todas as necessidades de proteção de dados dos clientes, desde o arquivamento até a disponibilidade contínua em ambientes físicos, virtuais e de nuvem. Com o anúncio, a EMC acrescenta novas integrações com plataformas de armazenamento primário e de proteção e com hypervisors e aplicativos corporativos, expandindo também o suporte a ambientes de nuvem e oferecendo novas tecnologias que permitem a entrega de proteção de dados como serviço. Essas inovações promovem novos níveis de desempenho nos ambientes atuais dos clientes, criando ao mesmo tempo uma base que ajuda os clientes da EMC a migrar com segurança para Data Centers definidos por software. O EMC Data Protection Suite redefine o modelo de uso de software de proteção de dados por permitir a aplicação flexível de produtos integrados a fim de otimizar os ambientes de arquivamento e backup tanto no local quanto na nuvem, à medida que eles evoluem. O Data Protection Suite consiste nas seguintes ofertas de software da EMC: Avamar, NetWorker, Data Protection Advisor, Mozy e SourceOne. Nesta versão do Data Protection Suite estão incluídos novos recursos: gerencia-

mento de snapshot para arrays EMC Isilon, EMC VNX e NetApp; Suporte robusto a infraestruturas de nuvem VMware e Microsoft; ntegração total entre Avamar e Data Domain; e recursos avançados de segurança e o novo suporte a Linux para nuvens públicas Mozy. Além disso, com a introdução de um novo EMC Data Domain Operating System, a EMC continua a reforçar a posição do Data Domain como a plataforma verdadeiramente aberta de armazenamento de proteção, com recursos que estendem seu suporte para muito além do simples backup, consolidando-a como um marco na entrega de proteção de dados como serviço. As melhorias no armazenamento de arquivamento englobam suporte a 1 bilhão de arquivos, ampliando ainda mais os casos de uso do sistema Data Domain.As novas versões de software das linhas de produtos VPLEX e RecoverPoint deixa clara a capacidade única da EMC de atender a todo o espectro de necessidades de proteção de dados, oferecendo disponibilidade contínua, mobilidade e recuperação de desastres a um número maior de ambientes e configurações de vários locais: A EMC também apresenta um novo produto, o VPLEX Virtual Edition, primeira solução virtualizada da indústria para oferecer tanto a disponibilidade contínua e mobilidade de dados em um baixo custo, com 100% de implantação de software. Com o VPLEX Virtual Edition, EMC amplia o mercado de disponibilidade e continua e mobilidade para que clientes de todos os portes possam agora tirar utilizar da tecnologia VPLEX. Em suma, o anúncio desses produtos abrangentes ref lete a capacidade da EMC para atender ao espectro completo das necessidades de proteção de dados nos ambientes dos clientes. A entrega de proteção de dados como serviço, juntamente com a capacidade de encontrar uma solução para todo o espectro de requisitos de proteção e consolidar cargas de trabalho em uma só plataforma de armazenamento de proteção, representa um forte apoio à visão de longo alcance da EMC em relação à proteção de dados nos ambientes de TI de última geração. maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 15


mercado

Bsmart LatinAmerica busca novas

companhias globais para o Brasil Mercados em expansão são fortes atrativos para as companhias globais das áreas de cartões,

telecomunicações e aplicações de negócios iniciar projeto de instalação de unidade na região latino americana

A

Bsmart Latin America, empresa especializada em trazer companhias globais para o Brasil e América Latina, inicia mais uma rodada de prospecção no exterior para atrair novos interessados em ter operação comercial no mercado latino americano, nas áreas de cartões, telecomunicações e serviços para o segmento bancário, contando com todo o suporte local da empresa, com equipe especializada nas várias etapas necessárias para a abertura do negócio: assessoramento legal, contratos, logística, plano de negócios, marketing, logística e divulgação. A Bsmart possui sete anos de atuação neste segmento, com uma carteira de clientes que envolve soluções para o mercado de meios de pagamentos e cartões, equipamentos de validação de SIM Cards, RFID, NFC, aplicações móveis, entre outros. Segundo Karina Prado Dannias, diretora da companhia, a posição que o Brasil e a América Latina se encontram na economia global, e a expansão nos mercados locais, está no topo da lista de priori-

16 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

dades das empresas inovadoras em setores que vem registrando forte crescimento, o que favorece o início de um projeto de startup/internacionalização das estrangeiras na região. “Temos visitado grandes eventos no exterior, como a Cartes, na França, a Mobile World Congress, em Barcelona, e notamos grande interesse das empresas em ter uma operação comercial por aqui. Falta a elas um apoio local para que possam iniciar este projeto. Este é o nosso trabalho e estamos já negociando com companhias nas áreas de cartões, meios de pagamentos e aplicações móveis. Nosso core business é trazer e acolher as companhias para que possam ter uma boa entrada no mercado latino-americano e região do Caribe. Além disso, temos um programa de revitalização para aquelas

que buscam superar desafios”, explica a executiva. Integra o Plano de Ação da Bsmart uma solução abrangente, de ponta-a-ponta, que envolve diagnóstico e estudo do mercado para a introdução da empresa estrangeira até a implementação da subsidiária, o registro legal, incluindo vendas, finanças, operações e estratégia de marketing, bem como todos os serviços administrativos para tanto, atuando como uma extensão da empresa terceirizada.


artigo

Renniê Alexandre

Consultor de empresa rennie.alexandre@gmail.com

Qualidade no atendimento X gestão

N

o artigo da edição anterior, falamos em poucas linhas, a importância de um atendimento de qualidade e alguns pontos para que isto se torne uma constante. Neste novo artigo, vamos falar da relação Qualidade de atendimento X Gestão É neste ponto que também podemos obter sucesso ou não, pois ai encontra-se a maior ferramenta para o atendimento de qualidade, os colaboradores. Como você empresário, dono, gestor se identifica no mundo corporativo atualmente, em relação aos colaboradores? Apenas cobranças por melhores resultados? Mais vendas? Metas? Se for apenas isto, com certeza eles estarão apenas cumprindo regras, que em muitos casos, fáceis de serem quebradas. O motivo nem sempre será falta de compromisso ou interesse por parte dos mesmos. Será que você, como gestor, vem fazendo sua parte? O que a empresa vem fazendo para que seu melhor produto continue a encantar? É neste ponto que encontramos empresas e gestores que acham que seus colaboradores são apenas custos e esquecem de valorizar seu maior patrimônio: o colaborador. Vocês já perceberam que estes colaboradores também são seus melhores sócios? Acionistas, publicitários, críticos e consultores internos de sua empresa? São eles que vendem o que há de melhor em seu negócio, são eles que percebem quando o mercado muda, quando os

clientes somem, quando o caminho não é seguro. Os clientes conhecem cada um. Aí começa a magia de um bom relacionamento e a confiabilidade. As empresas estão recheadas de grandes talentos, pessoas que querem fazer a diferença, só precisam ser descobertas, lapidadas. Vamos perceber antes que nossos concorrentes os descubram. Qualidade no atendimento é um conjunto de ações que todos devem estar envolvidos, pois quem melhor vai perceber será o cliente. Então estejamos preparados, principalmente para aprender a escutar. Escute seus colaboradores, não erre em querer resolver guardar os problemas só para você, compartilhe e divida, pois com certeza, o problema ou algo que possa afetar seu negócio, terá uma resposta positiva para a solução em menos tempo e menos impacto. Então, percebam que a qualidade em seu atendimento passa primeiro de como anda a sua gestão Não importa se você (empresa) tem o melhor produto, a melhor vitrine, os melhores preços, a melhor localização. Isso pode ate vender, mas com certeza se qualidade e gestão não estiverem em comunhão, um dia este casamento acaba. Li no livro o Sabor da Qualidade de Subir Chowdhury uma frase que expressa bem este artigo e que para mim é algo extremamente importante. “Quanto melhor você tratar seus colaboradores, melhor eles tratarão seus clientes.”

maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 17


A vida, você e o espetáculo

A

ntes que você envelheça, reserve tempo para viver, protagonizando sua história. Enquanto se vive o vigor da juventude, normalmente não se pensa na fugacidade da vida e, tampouco, no quanto se perdem os melhores momentos da existência. Chega-se a acreditar que somente os outros estão envelhecendo, mas – a despeito desse engano – os nossos passos realmente ficam lentos e algumas ambições estancadas denunciam que não se é mais o mesmo; o próprio olhar se torna mais sereno e as vontades ficam comedidas. Antes que você envelheça, dedique-se aos projetos mais arrojados que possam melhorar sua vida. Não viva como um coadjuvante das cenas mais importantes de sua própria trajetória. Muita gente aparenta ter mais idade porque se demora a realizar seus planos e perde tempo por adiar seus sonhos. Há até quem pense mais nas impossibilidades de suas conquistas do que nas alegrias por alcançá-las. Antes que você envelheça, torne-se importante ou praticamente indispensável para o mundo. As cortinas de seu espetáculo estão abertas para a sua melhor apresentação. Há quem veja uns aos outros como se fossem produtos descartáveis e sem maiores perspectivas, mas cada um de nós tem um valor que não se mede pelo que parecemos ser, mas pelo que verdadeiramente somos. Nossas realizações tornam-se rastros e eles costumam revelar muito de nós mesmos, e não obstante alguns imaginem esse potencial, é mister provar diariamente que não estamos aqui por acaso. Antes que você envelheça, encontre um tempinho para visitar os amigos. Eles estão envelhecendo e alguns – talvez – não sejam mais encontrados. Os aplausos que você espera vêm deles e o reconhecimento de nosso trabalho é inerente à existência de

18 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

um outro que nos observa e nos valoriza. As pessoas, longe de serem eternas, precisam tornar a vida uma extensão de sua felicidade e, claro, ninguém se eterniza sem amigos, sem interação. Saiba que, a cada tempo de nossa história, a amizade deve ser conservada e, mais que isso, acariciada com a proximidade e o aconchego de quem nos quer bem. Antes que você envelheça, cuide de algum animal. Eles fazem parte do cenário de nossa apresentação. Vários bichinhos esperam uma oportunidade de conviver em um lar que lhes ofereça carinho, atenção e cuidados. Ver em outro ser a possibilidade de companhia, ainda que seja ouvindo apenas sons nas primeiras horas da manhã – como o canto dos passarinhos; sentindo o roçar dos pelos de alguns felinos ou mesmo apreciando a quietude ou manobras de pequenos peixes no aquário, isso preserva o senso de zelo e cumplicidade com os outros seres. Há preciosas lições a serem colhidas quando observamos quem nos cerca, principalmente a legitimidade de muitos animais. Antes que você envelheça, acorde cedo e viva mais. Saia do sedentarismo, pratique esporte, caminhe, e se puder, corra. Não pareçamos mais velhos do que somos. Veja que legado você está deixando para as próximas gerações tão carentes de bons exemplos de vida. Estenda sua capacidade de interagir com aqueles que sonham com sua presença, com a sua alegria, seus conselhos ou simplesmente a sua voz. Não se ponha distante de quem quer que você esteja perto. A existência segue sempre em frente; a efemeridade das horas é irreversível e, inevitavelmente, todos nós fazemos o mesmo percurso. Se o destino é esse, cabe-nos saber aprender a viver, pois o mundo é um palco, e precisamos ser protagonistas de nossa história.

artigo

SILVIO NASCIMENTO

PROFESSOR DE PORTUGUÊS silviocap_36@hotmail.com


é pré-lançado no Brasil Nova versão da ferramenta de automatização foi apresentada no XI

ão Paulo, 14 de abril de 2014 – Durante o XI Encontro GeneXus Brasil – um dos maiores eventos de TI do país voltado para empresários e desenvolvedores – que aconteceu ontem em São Paulo foi pré-lançado o GeneXus X Evolution 3, nova versão da ferramenta de desenvolvimento de sistemas que permite criar aplicativos para as linguagens e plataformas mais populares do mercado, sem necessidade de programar. No evento participaram mais de 900 profissionais de todo o País. “Estamos muito otimistas com a versão GeneXus Evolution 3 e esperamos que 2014 seja o ano de GeneXus no Brasil. Sabemos que é um ano especial com Eleição e Copa do Mundo, mas mesmo assim acreditamos no mercado brasileiro”, afirma o CEO do GeneXus, Nicolás Jodal. Também conhecida pelo codinome GeneXus Tilo, a nova versão apresenta uma série de inovações, como a capacidade de gerar aplicativos para Windows 8 e uma significativa melhora na interface e experiência do usuário. Uma das melhorias mais solicitadas pelos usuários GeneXus, principalmente corporativos, é o gerador para

Divulgação

S

Encontro GeneXus Brasil, evento que também trouxe outras novidades em TI

Nicolás Jodal, CEO do GeneXus

aplicativos móveis off-line. Um problema recorrente para quem trabalha com dispositivos móveis é a falta de conexão com a internet em determinadas regiões. Para resolver este problema, era preciso desenvolver uma solução capaz de armazenar os dados recebidos no dispositivo e sincronizá-los automaticamente com a base de dados central, e vice-versa, quando o acesso à internet for reestabelecido. O GeneXus X Evolution 3 permite a criação de aplicativos capazes de realizar transações móveis empresariais, mesmo sem conexão no local. Com GeneXus Tilo, os aplicativos

web também estão mais avançados, com um grande aumento da flexibilidade e melhorias na experiência de usuário As novas funcionalidades incluem o uso de notificações web, suporte completo para Ajax e aplicativos Single Page SEO friendly. Com a incorporação do sistema de módulos, a programação de sistemas avançados se tornou mais flexível quanto ao seu uso, administração e compreensão. Desta forma, o sistema pode ser dividido em subconjuntos, facilitando o trabalho de equipes de desenvolvimento. A nova versão inclui também novas transações e transformações, diversas animações e melhor suporte para reconhecimento de gestos. “A nova versão de GeneXus estava sendo esperada com ansiedade pela comunidade.”, explica o country manager de GeneXus Brasil, Gerardo Wisosky. “Temos um grupo de mais de 900 beta testers, de 452 empresas no mundo todo. Só no último mês, foram mais de 700 posts em quase 200 tópicos publicados no grupo de discussão dos “GeneXus Tilo Beta Testers”. Isso mostra o envolvimento do grupo e a empolgação referente à nova ferramenta.”

maio/2014 | INFORMÁTICAEMREVISTA 19

lançamento

GeneXus X Evolution 3


capa

WSO Multimídia implanta Sal

A

WSO Multimidia e Informatica é uma empresa genuinamente potiguar criada no dia 10 de março de 1998. Seu objetivo é colocar no mercado potiguar, serviços e tecnologia na área de equipamentos áudio visuais, sempre buscando parceria com os melhores fabricantes e distribuidores de marcas de renome Mundial e, claro, com a competência de profissionais em diversas áreas . A empresa dirigida por Williman Souza Oliveira, é pioneira na região no canal autorizado em Lousa Interativa Smart Board, videoconferência e projetores Multimidia. Atende a grandes empresas como ALE Distribuidora, Petrobras, Unimed, Unicred, Aeroporto São Gonçalo, Governos estadual, federal e municipal. Essa presteza, profissionalismo e atendimento em alto nível, levou a WSO ao mais novo cliente: Arena das Dunas, sediada em Natal e que será uma das sedes da Copa do Mundo de 2014. O trabalho foi desenvolvido baseado no pronto atendimento dentro dos prazos estabelecidos pela empresa, dentro do Padrão FIFA, desde o projeto, venda e instala-

20 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

ção da Sala de Mídia FIFA, assim como é conhecida a Sala de Imprensa, onde as coletivas dos treinadores, jogadores e jornalistas acontecem e preferencialmente, onde haverá também, eventos de diversas empresas, tendo em vista que o propósito de uma Arena multiuso, como é o caso, é justamente ter espaços para negócios e grandes reuniões, independentemente de futebol. WSO Multimídia, com sua experiência no mercado, preocupou-se com o cuidado junto ao pessoal técnico da Arena Dunas de apresentar um sistema que atendesse ao ambiente, valorizando a acústica e distribuição de áudio, com muita qualidade, além de compor com uma tela de fabricação da Projetelas, empresa brasileira com telas de altíssimo nível em formato 16:10 de 122” com um projetor NEC XGA com resolução nativa também 16:10, A NEC é parceira WSO há muitos anos, bem como, é uma empresa autorizada, inclusive, na manutenção dos projetores investiu em técnicos formados pelo IFRN dando oportunidade a mão de obra local. Quanto ao sistema de som foram utilizaadas caixas Ativa Processada - 280 W RMS/ ALIVE-208ª, que foram

instaladas suspensas e direcionamos, configuradas para atender a distribuição de áudio com qualidade, desde o uso de microfones quanto a eventos de porte, que exijam mais graves. Foram incluídos também mesas MG16SX – da Yamaha. Importante destacar a participação dos engenheiros da Staner no projeto. A WSO Multimidia não abre mão de compartilhar e buscar conhecimento de profissionais dos seus representados fabricantes e distribuidores pensando sempre no melhor custo benefício do cliente. “Temos certeza que toda a diretoria e presidência da Arena Dunas ficaram sa-

“Temos certeza que toda a diretoria e presidência da Arena Dunas ficaram satisfeitas e o fato de acreditar na nossa empresa WSO Multimídia".


la de Mídia no Arena das Dunas tisfeitas e o fato de acreditar na nossa empresa WSO Multimídia, que está sempre à disposição para atende-los e manter a qualidade em alto nível no padrão WSO de excelência, que, para eles é o mesmo que padrão FIFA de qualidade” – comenta Williman Oliveira, diretor

Neste mês de maio/2014 Williman Oliveira irá participar grandes eventos em São Paulo, buscando novos conhecimentos e tecnologia para o mercado local. Visitará, entre outros, a AES Brasil EXPO-2014 , EXPOSEC Internacional Security Fair, Tecnomultimedia Infocom Brasil e na

BETT Brasil Feira Educacional, “Quem ganha com tudo isso é nosso mercado que valoriza empresas que buscam o melhor para o estado. Não é à toa que a nossa empresa tem esse slogan:WSO Multimidia - Tecnologia ao Seu Alcance” - finaliza Williman

maio/2014 | INFORMÁTICAEMREVISTA 21


Ciro Pedroza

Justiça da esquerda para direita: Thiago Pagels, Luis Zanlourensi, Antonio Carlos, Matheus Rodrigues, Jean Oliveira, Ciro Torquato, Antonio Cosme, Marcelo Carnaúba, Djeison Neitzke, Wiler Junior, Marcelo Marinho, Geilson de Lima eelipe Leite

TRT da 21ª Região - RN

implanta o Processo Judicial Eletrônico

O

Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT- RN) conclui, nesta segunda-feira (7), a implantação do sistema do Processo Judicial Eletrônico (PJe) em todas as Varas do Trabalho do interior do estado, que teve início em 2012, na Vara do Trabalho de Goianinha. Serão contempladas com o PJe as Varas de Currais Novos, Ceará-Mirim, Assu, Pau dos Ferros, Caicó e as duas de VTs de Macau. “Com isso, atingimos integralmente nossa meta de implantar o Processo Judicial Eletrônico em toda a 1ª Instância da Justiça do Trabalho potiguar e nos tornamos o primeiro ramo do judiciário do Rio Grande do Norte a operar totalmente no PJe”, destaca o presidente do TRT-RN, desembargador José Rêgo Júnior. “Para que fosse possível o cumprimento dessa meta, desde o ano passado que o TRT vem se preparando, investindo na infra-estrutura tecnológica das Varas

22 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

do Trabalho, renovando todo o parque de computadores, entre outras medidas”, enumera o presidente. Além disso, o TRT promoveu cursos de capacitação com alguns servidores dessas Varas, que foram escolhidos para atuar como agentes multiplicadores do Processo Judicial Eletrônico nos seus locais de trabalho, para dirimir todas as dúvidas dos demais servidores. “Todos esses servidores tiveram ainda que fazer a certificação digital para poder acessar o PJe, bem como os advogados”, destaca o desembargador. Para que fosse possível implantar o PJe nessa fase, “todas as Varas passaram a trabalhar com uma linha de conexão direta com os servidores instalados na sede do tribunal, em Natal, com capacidade de transmitir 2 megabytes de dados por segundo, que é o mínimo exigido para que se tenha uma performance satisfatória”, revela Marcelo Marinho Ramos, diretor da Secretaria

de Tecnologia da Informação do TRT-RN. Ainda este ano, segundo Marinho, todas as Varas do Trabalho do Rio Grande do Norte terão uma conexão com 15 megabytes, “o que vai melhorar substancialmente o uso de todas as partes envolvidas na utilização do PJe, como juízes, advogados e servidores, além das partes! - destaca Marinho. A partir da implantação do PJe, nesta segunda-feira, as sete varas do trabalho do interior só receberão novos processos por meio eletrônico. Os advogados precisarão utilizar a certificação digital para utilizar o sistema.As audiências continuarão sendo presenciais. A novidade é que, com o PJe, advogados, reclamantes e reclamados podem ter acesso simultâneo ao processos nos computadores instalados nas salas de audiência. Os processos antigos permanecerão em papel até serem concluídos.Atualmente existem 16.099 processos tramitando


na 1ª Instância através do PJe, e 689 na 2ª Instância, que é o próprio TRT. Sobre a quantidade de advogados já cadastrados no PJe, existem 3.890 na 1ª Instância e 1.302 na 2ª Instância. Histórico: “O Processo Judicial Eletrônico foi instalado no Rio Grande do Norte em agosto de 2012 no Tribunal Regional do Trabalho e na vara do Trabalho de Goianinha. Em 2013, todas as varas do trabalho de Natal e de Mossoró passaram a utilizar o PJe. O PJe faz parte do projeto coordenado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) para substituir, com uma ferramenta única e definitiva, mais de 40 sistemas existentes em todo o Poder Judiciário. O Processo Judicial Eletrônico traz grandes benefícios para os usuários e ser-

vidores das varas, devido principalmente a automação do sistema, que gera uma distribuição do processo e designação de audiência automaticamente, com um ganho final de tempo de cerca de 70% na tramitação do processo. O PJe vai eliminar o trabalho manual feito por servidores das varas, como a numeração de folhas, carimbos e outros atos meramente burocráticos e que são considerados como tempo inútil para a atividade principal da justiça brasileira, que é o julgamento dos processos em um menor espaço de tempo possível. Ao reduzir a burocracia que envolve a tramitação de processos em papel físico, o PJe vai gerar economia significativa para o Poder Público, que deixará de gastar com a compra de papel e insumos como cartu-

chos de tinta para impressoras, presilhas e elásticos para os processos, além de outros itens. No final, a economia será de milhões de reais Mais informações acesse: http://www.trt21.jus.br/asp/noticia/NOTICIA.ASP?cod=55757

Demais integrantes da equipe: Adriano Lemos Adriano Carvalho, André Solino, Celso Souza, Claudio Delgado, Davi Pinheiro, Davina de Carvalho, Endrigo Freire, Gilberto Neto, Gileno Rocha, Herbert Dantas, Julio Pacheco, Kayo Silva, Lirisnei se Sousa, Luciano de Lima, Marcelo Pinto, Marcos Maciel, Michel Lucio, Moisés de Moura, Raphael Gomes, Rubens Gama, Ruthenio uniz, Tarcisio Camara, Washington da Silva.

maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 23


artigo

Você se sente um candidato

preparado para a entrevista?

E

xiste uma infinidade de variáveis que influenciam na condução do processo seletivo. De forma semelhante, candidatos e entrevistadores podem ficar nervosos durante a conversa e consequentemente não conduzirem de forma ideal o momento. O entrevistador pode ser um profissional com muita experiência ou um profissional em início de carreira, egresso de outra área de atuação. Pode ser um profissional que tenha habilidade em manejar uma entrevista se utilizando de perguntas abertas e estabelecendo conexões com as respostas apresentadas, ao mesmo tempo em que você também poderá ser abordado por um profissional que necessite se apropriar de um modelo mais estruturado, composto de uma série de perguntas fechadas, a fim de nortear o diálogo. Você também pode ser entrevistado por uma banca de profissionais, na maioria gestores da organização, que avaliarão seu desempenho e seu histórico profissional. É importante que mantenha sua atenção distribuída a todos, procurando sempre apresentar as respostas de maneira mais detalhada, exemplificado suas vivências, suas práticas. Uma vez consciente de que não existe um entrevistador padrão presente nos processos de recrutamento e seleção, você, candidato planejado, deverá adotar algumas dicas úteis que poderão garantir sua recolocação. a. Pratique as perguntas prováveis. Quanto mais praticar melhor será seu desempenho no momento real. A proposta não é memorizar respostas, mas sim dominar uma estrutura de raciocínio que melhor desenhe a trajetória profissional e os resultados. b. Tenha uma excelente apresentação pesso-

24 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

c.

d.

e. f.

g.

al. É muito importante manter o cuidado com a sua aparência, pois ela traduz muito de seu comportamento. Faça um levantamento de memória de suas realizações, seus resultados. Mensure as metas alcançadas, os projetos desenvolvidos, o número de pessoas da equipe que comandou, os recursos envolvidos, o tempo de execução, quanto conseguiu diminuir as despesas, as situações revertidas e recuperadas. Identifique quais são os seus diferenciais em relação aos demais concorrentes. Quais certificações possui? Quais os idiomas domina? Possui alguma experiência profissional internacional? Liderou projetos relevantes para as organizações? Foi premiado? Seja pontual. Adote um drive cronológico ao falar de suas experiências profissionais. Tenha sua pretensão salarial já determinada antes de ser abordado a respeito. Mas não pergunte sobre o salário. Aguarde a ferta. Nunca fale mal do seu antigo chefe ou da empresa em que trabalhou. Munido dessas informações e compreendendo os possíveis perfis dos entrevistadores, suas chances de garantir sua recolocação serão infinitamente maiores. Lembre-se de que “você nunca terá uma segunda chance para garantir uma boa impressão”.

Adriana Cavalcante Consultora em Outplacement acavalcantef@hotmail.com


tem desenvolvimento verbal atrasado

Crianças que brincam com o smartphone dos pais também não tiveram ganhos educacionais comparadas àquelas que não usam os aparelhos

C

rianças de até três anos que usam os smartphones dos pais para brincar com jogos não educativos podem ter atraso no desenvolvimento verbal, afirma um estudo do Cohen Medical Centre, instituição médica em Nova York, nos Estados Unidos. De acordo com o “Daily Mail”, a pesquisa feita por pediatras com 65 famílias buscava determinar se havia algum benefício educacional para as crianças entre zero e três anos que brincavam com dispositivos sensíveis ao toque, como smartphones e tablets. Foram aplicados a essas crianças

testes básicos de desenvolvimento. As que brincavam com jogos não educativos (como Angry Birds e Fruit Ninja) tiveram notas menores na parte sobre linguagem verbal. Além disso, embora cerca de 60% dos pais entrevistados acreditem que seus filhos tenham benefícios educacionais por brincarem com os smartphones e tablets, isso não ocorre na prática. A pesquisa não encontrou diferenças significativas na média geral dos testes das crianças que demonstrassem maior inteligência daquelas que usam dispositivos móveis sobre as demais (UOL, São Paulo).

maio/2014 | INFORMÁTICAEMREVISTA 25

educação

Estudo: criança que joga no smartphone


Resultados

CrediPronto em nuvem

A

amplia mobilidade

CrediPronto é uma joint-venture formada pela área de financiamento do Itaú-Unibanco com a Lopes, maior empresa de consultoria e intermediação imobiliária do país. Especializada na oferta e consultoria de financiamento imobiliário, a CrediPronto está presente em mais de 400 pontos de atuação em todo o País, incluindo todas as lojas da Lopes, lojas credenciadas e unidades da rede própria de imobiliárias. Desde o início das atividades, a empresa apresenta forte trajetória de crescimento. Em 2008, ano de lançamento da empresa, o volume de financiamentos chegou a R$ 45 milhões, passando para R$ 2 bilhões no ano 2013. Para este ano, a meta é superar os R$ 2 bilhões em crédito concedido. Com o crescimento dos negócios e a constante necessidade em manter um orçamento enxuto com foco em eficiência, a empresa passou a sentir necessidade de uma nova infraestrutura de TI. Com diversos casos de sucesso no mercado, a computação em nuvem surge como opção mais vantajosa. A oferta e confiança neste novo tipo de serviço, que vem crescendo no Brasil a partir dos serviços Google Apps e Amazon Web Services, tendo a Dedalus como referência nos projetos, foi decisiva para a companhia optar por esse modelo.

26 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

“No início de 2012 começamos a estudar uma nova estrutura própria que pudesse suportar nosso forte crescimento e nos desse um horizonte de 3 anos tanto para os sistema de gerenciamento de clientes como o gerenciamento de mensagens Exchange. As soluções em nuvem se mostraram como uma opção muito mais vantajosa, inclusive com a facilidade de não precisar investir na infraestrutura dos servidores próprios. A Dedalus hospedou então a aplicação de CRM e o resultado foi um ganho de performance considerável”, conta Jonas Jeremias, Superintendente de Operações da CrediPronto. O CRM é acessado atualmente por 500 pessoas dentre eles, colaboradores e parceiros, com planos para chegar a milhares de corretores e clientes nos próximos meses. “O Amazon Web Services (AWS) também está nos permitindo criar ferramentas inovadoras para o mercado imobiliário, interfaces com foco nos corretores e imobiliárias parceiras, o que proporcionará um grande apoio para a geração de novos negócios. Essa é a segurança que queremos ter e hoje nos sentimos confortáveis com o AWS e com a Dedalus”, revela Jeremias. Com a migração para Google Apps a CrediPronto também passou a se beneficiar

de um amplo conjunto de aplicações que integram a plataforma, como o Talk, Hangout, Agenda e o Drive. “Os consultores comerciais utilizam muito o Talk e o Hangout para se comunicarem com a equipe operacional resultando em menos ligações e uma economia de mais de 30% nos custos com telefonia. O Drive é utilizado para troca de relatórios, gráficos de acompanhamento, estudos e documentos”, conta. “Com a utilização dos serviços Google Apps, passamos a utilizar smartphones com Android para toda a equipe de vendas. A mobilidade também foi um dos grandes ganhos do projeto”, destaca o executivo. Segundo Jeremias, a participação da Dedalus foi fundamental. “A atuação da equipe da Dedalus foi muito eficiente, recebemos toda a orientação necessária e a migração foi muito tranquila. Começamos numa sexta-feira e na segunda-feira já estava tudo pronto. O treinamento dos colaboradores também foi realizado com o apoio da empresa. Quanto aos resultados, podemos afirmar que aumentamos a produtividade, reduzimos custos e agora temos a disponibilidade muito próxima a 100% nas aplicações usadas em nuvem. Os sistemas se tornaram muito mais estáveis e rápidos e a satisfação dos colaboradores e parceiros foi notável.


cuidados

Versão mobile para gestão de riscos Aplicativo GRC BM permite acompanhamento de resultados da tomada de decisão e foi desenvolvido em Magic xpa para iOS e Android

O

GRC BM, solução de gestão de riscos, criada para combinar metodologia, consultoria e software, acaba de ganhar a versão para Android e iOS. O app criado em tecnologia Magic xpa, utiliza a tecnologia RIA – Rich Internet Applications e é direcionado às organizações preocupadas com a gestão, competitividade do capital e ativos. O aplicativo é resultado de uma parceria entre a Brasiliano & Associados e a Minicom Tecnologia e está disponível, também, na modalidade de computação em nuvem. Pedro Barruzi, diretor da Minicom Tecnologia, explica que o app foi desenvolvido para trazer facilidade ao usuário e apontar o estado atual dos processos de gestão de riscos, “dando informações sobre o status dos processos e quais devem ser priorizados”.

Principais características do GRC BM:

g Capacidade de aderência ao organograma da empresa para adaptação aos

processos de gestão; A tecnologia RIA torna o GRC BM acessível via Web 24 horas por dia; g Disponibiliza reconhecidas ferramentas de gestão de riscos corporativos como: Business Impact Analisys (BIA), matriz de processos críticos, análise situacional e mapeamento de processos, diagrama de causa e efeito (DCE), matriz S.W.O.T., matriz de riscos, planos de ação, matriz de priorização das ações, monitoramento, entre outras; g Realiza o mapeamento do escopo de visibilidade do usuário no contexto da organização. Para cada usuário é definido exatamente as áreas da empresa em que ele pode atuar; g Totalmente aderente à metodologia Brasiliano de gestão de riscos corporativos, alinhada com as melhores práticas nacionais e internacionais, tais como: ISO 31000, 31010, 27000, 28000 e COSO entre outros; Barruzi conta que a escolha da plag

taforma de aplicação Magic xpa se deve à velocidade no desenvolvimento que a ferramenta possibilita, com facilidade de uso e de definição dos parâmetros da aplicação, e, “principalmente, pela tecnologia RIA– Rich Internet Application, que garante criar uma aplicação multi canal, que possa ser utilizada em várias plataformas a partir de um único esforço de desenvolvimento”, afirma o executivo. “Estamos muito satisfeitos em ver que a abordagem multicanal da Plataforma de Aplicações Magic xpa vem levando grandes vantagens competitivas a nossos parceiros e clientes”, comemora Rodney Repullo, CEO da Magic Software Brasil. “A Minicom é um exemplo de empresa que desenvolveu uma Aplicação em Cloud com a nossa plataforma e a partir de um único desenvolvimento passou a suportar também Dispositivos Móveis iOS e Android“.

maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 27


artigo

Marco Civil da Internet: Brasil é campeão!

28 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

possam acessar o que quiserem sem custos adicionais. Com a neutralidade as empresas que oferecem acesso a Internet podem oferecer pacotes diferentes de velocidade, mas todos os dados devem ser tratados de forma igual, não interessando como o pacote de dados é utilizado, se para acesso a redes sociais ou downloads de vídeos e compartilhamento de arquivos. Em relação a neutralidade da rede o criador da WEB, Tim Berners-Lee, disse: “Muitos países estão fazendo esforços em prol da neutralidade da rede, mas o Brasil lidera com o Marco Civil, porque ele olha a questão pelo ângulo correto, que é o dos direitos civis”. O armazenamento de dados de usuários brasileiros no Brasil e a obrigatoriedade de instalação de datacenters no Brasil por parte das empresas de Internet ficou fora do texto. Entretanto, foi fortalecido o artigo que determina o cumprimento por parte das empresas de internet da legislação brasileira, mesmo não estando instaladas no Brasil. Um aspecto importante diz respeito as administrações federal, estaduais e municipais, que devem cumprir uma série de determinações e mecanismos de governança, com foco em transparência, participação e democracia, principalmente no que diz respeito a publicidade e disseminação dos dados e informações públicas de forma aberta e estruturada. Na regulamentação da Internet já somos campeões mundiais. Agora é torcer que também sejamos hexacampeões da Copa do Mundo da FIFA 2014.

http://starpix.com.br

O

Marco Civil da Internet que foi sancionado de forma simbólica pela Presidente Dilma Roussef durante o NetMundial ocorrido em São Paulo, entra em vigor no final de junho, em plena Copa do Mundo da FIFA 2014. Ele representa para todos que atuam na rede mundial no Brasil, sejam empresas ou internautas, uma “Constituição” e coloca o Brasil na vanguarda da regulamentação dos direitos e deveres dos prestadores de serviços e usuários da internet. O Marco Civil da Internet é uma conquista da sociedade brasileira e, quando estiver em vigor, irá afetar a vida de todos. Por isso, é de fundamental importância que os principais pontos sejam divulgados para amplo conhecimento e melhor entendimento dos direitos e deveres. Os três principais princípios fundamentais do Marco Civil da Internet são: neutralidade, privacidade e liberdade de expressão. A internet é considerada uma ferramenta fundamental para a liberdade de expressão e exercício da cidadania. Para tanto, a censura deve ser impedida e a remoção de conteúdo somente deve ocorrer através de ordem judicial. Entretanto, existe exceção para os casos de “vingança pornô” que dispensam a ordem judicial. Neste caso, participantes das imagens ou seu representante legal entra com uma notificação pedindo a remoção do conteúdo junto a empresa que o exibe.A privacidade é um outro pilar do Marco Civil da Internet, que garante o sigilo e a inviolabilidade do fluxo de comunicações, do acesso a dados pessoais e do conteúdo digital armazenado. O uso de imagem somente será permitido se aceito nos termos de uso. Somente através de ordem judicial o sigilo pessoal pode ser violado. Não está autorizado o registro das páginas e do conteúdo acessado pelo usuário. A coleta, o uso e o armazenamento de dados pessoais pelas empresas só poderão ocorrer desde que especificados nos contratos e caso não sejam vedados pela legislação. Entretanto, é importante saber que os provedores de aplicações, como Google e Facebook, devem manter por seis meses os registros de acesso. A neutralidade, um dos mais polêmicos pilares do Marco Civil da Internet, garante que as pessoas

ADRIANO MOTTA CONSULTOR DE TI ahmotta@gmail.com


chega a bairros afastados

Thiago Paulmier, Gerente da CINTEnet

O

s moradores dos municípios da grande Natal já podem comemorar: a internet banda larga em fibra ótica chegou até as localidades mais afastadas desses municípios e a responsável pela novidade é a CINTEnet, empresa do Grupo Cinte. Com pacotes que variam de 1MB a 20MB, a CINTEnet já atua no mercado desde 2005 atendendo clientes de cidades de todo o Rio Grande do Norte; na grande Natal, ela chega com internet de alta qualidade até nas áreas mais remotas. Gerente da CINTEnet, Thiago Paulmier afirma que a ideia de investir para levar internet banda larga para possíveis clientes em áreas mais afastadas veio da real

necessidade demonstrada por moradores dessas áreas, associada à falta de interesse das empresas atuantes na capital do estado. “Desde que a CINTEnet foi fundada, nosso objetivo sempre foi levar internet para a população do interior do estado que não tinha acesso ao serviço, atender esse nicho de mercado e essa carência de uma conexão de qualidade; até que nos deparamos com essa necessidade bem mais perto de nós. A população dos bairros mais afastados via que a Internet chegava bem perto dela, muitas vezes trabalhava com uma boa conexão, mas não tinha acesso a ela em casa. Investimos para resolver esse problema”, afirmou Thiago. A internet banda larga em fibra ótica

oferece inúmeros benefícios aos usuários, dentre eles uma melhor qualidade, melhor desempenho, maior velocidade, estabilidade do sinal, maior segurança, diminuição da perda de informações durante o trajeto e inexistência de latência, ou seja, de tempo entre o comando do usuário e a resposta da internet. Os clientes de internet banda larga da CINTEnet, por sua vez, contam com vários benefícios próprios da empresa: garantia de velocidade em qualquer plano; taxas de download e upload com mesma velocidade; ausência de limite de tráfego; e um canal de atendimento e suporte técnico que funciona 24 horas por dia, nos 7 dias da semana. Além disso, a empresa aposta no uso de equipamentos de primeira linha, tanto em sua central de Tecnologia da Informação quanto na casa de seus clientes. “Nós sabemos que essa postura de utilizar equipamentos de primeira linha até na casa dos clientes torna nosso projeto bem mais caro mas, francamente, não nos importamos. Nós estamos mais preocupados com a qualidade do nosso serviço e em manter o nome que construímos no Rio Grande do Norte desde que inauguramos nossa empresa”, afirma Paulmier. Para o futuro próximo, a CINTEnet pretende disponibilizar para os seus clientes o chamado “triple play”, um pacote que vai oferecer, além do serviço de internet banda larga, televisão por assinatura e telefonia fixa. Ao que tudo indica, o pacote estará disponível em breve para os clientes da empresa.mais informações: E-mail: fibra@cinte.com.br www.cinte.com.br.

Revistas livros jornais PALESTRAS jaeciocarlos@gmail.com maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 29

CINTE net

Internet em Fibra Óptica da CINTEnet


artigo

NFC-e de Norte a Sul

A

nota fiscal de consumidor eletrônica, ou simplesmente NFC-e, está desbravando o Brasil. De norte a sul, a cada dia cresce o número de empresas adeptas desta novidade que vem para simplificar e desburocratizar a atividade do Varejo. O Amazonas, estado pioneiro onde foi emitida a primeira NFC-e com validade jurídica no Brasil, já superou a marca de 1 (um) milhão de NFC-e emitidas.A NFC-e, que além da nota fiscal de venda ao consumidor - modelo 2 substitui também o cupom fiscal emitido por ECF, elimina a necessidade de homologação do software para PDV (ponto de venda) e o uso de impressoras fiscais. Além da simplificação e da economia geradas para o lojista, a NFC-e possibilita ainda o uso de tecnologias móveis, como tablets e smartphones, reduzindo o tempo e o custo de checkout. Utilizando um tablet, por exemplo, o próprio vendedor emite a NFC-e e recebe o pagamento via cartão de débito e/ou crédito. O cliente pode optar em receber a sua nota fiscal por meio do celular, através de e-mail ou ainda efetuar a consulta diretamente no site da Secretaria de Fazenda. Caso o cliente queira a nota em papel, o vendedor pode utilizar qualquer impressora comum disponível na loja. Assim o vendedor está junto ao cliente durante toda a experiência de compra, desde a escolha do produto até o pagamento. O uso de dispositivos móveis para emissão da NFC-e também tem um forte apelo tecnológico, que pode ser utilizado pelo varejista como um diferencial para atingir o público que é ligado em tecnologia, tornando o ato da compra ainda mais prazeroso. Não é por acaso que a primeira NFC-e emitida através de dispositivo móvel no Brasil é gaúcha. Em uma pesquisa realizada a pedido da Motorola Solutions, divulgada no último dia 31 de março, de um universo de 300 empresas varejistas entrevistadas, as empresas do Rio Grande do Sul são as que apresentam maior tendência a utilizar este tipo de tecnologia. Segundo a opinião da maior parte das empresas entrevistadas, o uso de tecnologias móveis melhora o atendimento ao cliente, aumenta a produtividade e auxilia na redução de custos. Desde 1º de março de 2013, quando se emitiu

30 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

a primeira NFC-e com validade jurídica no Brasil, até 28/02/2014 já foram autorizadas 2.302.156 NFC-e por 1.603 estabelecimentos em seis estados do país: Acre, Amazonas, Mato Grosso, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul e Sergipe. As informações foram fornecidas pelo Líder Nacional do Projeto NFC-e, Newton Oller de Melo. Em 2014 o uso da NFC-e deve se intensificar, com massificação nos estados participantes do Projeto Piloto e com a adesão nos demais estados do país. Até agora quatro estados já estabeleceram cronogramas de obrigatoriedade para adoção da NFC-e partir de 2014: Acre, Amazonas, Mato Grosso e Rio Grande do Sul. O próprio Newton Oller de Melo chegou a comentar que “a publicação do cronograma de obrigatoriedade da NFC-e no RS representa um divisor de águas na massificação da NFC-e no país e este exemplo servirá de catalisador para que outras Unidades Federadas também adotem a solução”. E na esteira da NFC-e vem a NFC-e conjugada, que registrará além das operações e prestações sujeitas à incidência do ICMS, também aquelas sujeitas ao ISSQN. O Amazonas inova mais uma vez, participando do Projeto Piloto de Implantação da NFC-e em âmbito nacional: a cidade de Manaus foi escolhida para representar os municípios nesta implantação. Entre as vantagens para as empresas que adotarem a NFC-e Conjugada está a emissão de um único documento para registrar a venda das mercadorias e a prestação dos serviços, simplificando o processo interno da empresa e o fornecimento de informações para o Fisco.

Marli Ruaro

Coordenadora de projetos da SISPRO marliruaro@hotmail.com


LIVROS

WEB Semântica - A Internet do futuro

DÉBORAH MASSUD ASSESSORA DE COMUNICAÇÃO

deborahm@livrariasaraiva.com.br

Editora: LTC Karin Breitman 212 páginas R$ 85,00

A publicação introduz conceitos fundamentais que, desde Aristóteles, apoiam a classificação do conhecimento e o papel de ontologias para organizar informação. São comentados também, os padrões de linguagem (evolução do atual HTML) que estão sendo propostos para a construção de ontologias, apresentando uma estratégia simples, que vai permitir que o leitor construa sua própria. O livro apresenta algumas das ferramentas que estão sendo disponibilizadas para a edição e a visualização de ontologias Web, e lista vários

recursos existentes que podem ser reutilizados de modo a agilizar essa tarefa. Finalmente, apresenta alguns Web Services que já estão utilizando recursos da Web Semântica. A obra é direcionada a todos aqueles que querem entender melhor a proposta da Web Semântica e fazer uso dessa nova tecnologia para marcar semanticamente suas páginas e aplicativos Web. O objetivo deste livro é explicitar as tecnologias que você pode usar para criar uma nova Internet, mais conveniente para seus usuários do que a Web atual.

Controladores Lógicos Programáveis

Editora: Amgh Frank D. Petruzella 398 páginas, R$ 129,00

Este livro apresenta informações práticas sobre instalação, programação e manutenção de CLPs, sendo direcionado para cursos em engenharia mecânica e engenharia elétrica, e tamb��m para profissionais atuantes que buscam aperfeiçoamento. Hoje, esses controladores são as melhores opções para a maioria dos processos automatizados, pois ocupam menos espaço físico. A publicação apresenta listas de etiquetas ou marcadores, normalmente utilizadas para substituir longos parágrafos na expliShopping Midway Mall | 84 3222.4722

cação dos diferentes passos para a execução de um programa. Símbolos, desenhos e fotos reais de dispositivos de entrada e saída, ajudam o aluno na compreensão de um CLP de maneira completa. E ainda cobertura adicional de redes de comunicação e controle, como EtherNet, ControlNet e DeviceNet; exercícios práticos e questões de revisão auxiliam o aluno no entendimento da aplicação de cada instrução do CLP. Um novo capítulo sobre os fundamentos da tecnologia do ControlLogix.

Natal Shopping | 84 3235.8188

Mossoró West Shopping | 84 3422.7201

maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 31


dsa

E

Pode-se mudar a forma de ler?

ntre 1425 e 1456, Gutenberg imprimia a primeiro livro produzido em larga escala na Europa: uma bíblia. Antes, porém, os chineses já tinham técnicas de impressão de caracteres através de xilogravura, no século XI. De lá pra cá, muita coisa se passou. Os livros se tornaram baratos, passaram a contar todo tipo de história e adotaram novos formatos. Com a tecnologia, vieram os e-books e livros animados. E eu me arrisco a colocar uma nova data na cronologia da leitura como conhecemos: março de 2014 – lançamento do Spritz. Aplicativo de leitura rápida lançado pela empresa norte-americana de mesmo nome, o Spritz promete permitir a leitura de até mil palavras por minuto. Nesse ritmo, é possível ver a bíblia de Gutenberg em módicas 13 horas. Mas como ele faz isso? A ideia defendida por seus desenvolvedores (que passaram três anos estudando o modo como lemos) é que se fixarmos os olhos em apenas um ponto focal e mostrarmos todas as outras palavras naquele ponto, conseguimos agilizar nossa leitura pois o cérebro processa automaticamente o significado daquela palavra, entendendo no máximo 13 caracteres por vez. Esta tecnologia deve chegar nas mãos do consumidor final através de uma parceria com a Samsung, que trará o app no novo Samsung Galaxy S5 e no smartwatch Samsung Gear 2. O conceito de leitura dinâmica não é novidade. Os primeiros cursos surgiram no começo do século XX, ensinando técnicas diversas. Hoje é ainda mais fácil ter contato com algumas destas técnicas: basta procurar na sua loja de aplicativos que você encontrará diversos apps que prometem aumentar consideravelmente sua velocidade de leitura. Mas com o Spritz é a primeira vez que uma grande empresa realmente compra a ideia. Sua vantagem em relação aos outros apps e métodos de leitura dinâmica é o fato de ser muito fácil de aprender. Os desenvolvedores defendem que é possível começar a ler com Spritz com um treino de apenas cinco minutos. A novidade despertou sentimentos opostos. Alguns amaram sua praticidade e rapidez. Outros já defendem que ele vai tirar todo o prazer da leitura. Normalmente os que se enquadram na segunda 32 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

opinião são os mesmos que não gostam muito dos e-books e defendem o livro em papel. Essa é uma discussão que está longe de terminar, e certamente não será o Spritz quem dará a palavra final. A tecnologia vem apresentado diversas novidades referentes ao mundo da leitura. Basta uma rápida pesquisa para encontrarmos livros animados para crianças, leitores on-line, redes sociais sobre livros e até mesmo os apps que ajudam a ler mais rápido. O mercado editorial também passa por mudanças. Antes os autores dependiam exclusivamente das editoras para suas criações chegarem ao mercado. Hoje eles podem lançar seus livros em versão digital, o que diminui drasticamente seu custo. O app Wattpad, por exemplo, permite que qualquer pessoa crie histórias e as disponibilize por capítulos. Os escritores amadores alcançam números impressionantes, muitos têm mais de um milhão de leitores fieis acompanhando suas narrativas. O Wattpad tem atualmente 2 milhões de escritores que produzem em média 10 mil textos por dia para seus 20 milhões de leitores. Esta é uma iniciativa que prova dois fatos: primeiro, que as pessoas querem e gostam de ler; e segundo, que a tecnologia pode sim incentivar o gosto pela leitura. Esta é uma discussão que não pode ter apenas dois pontos de vista. Trabalhar apenas com “contra” ou “a favor” da tecnologia no processo de leitura minimiza os diversos exemplos e argumentos existentes. Precisamos pensar em como um pode ajudar o outro a continuar e entender que existe espaço para todos os tipos de leitura.

artigo

Lucas Longo

CEO e fundador do Iai lucaslongo@iai.com


Premiação

Chegou a hora de sua empresa ter um

App Mobile da Interativa Digital estão cada vez mais populares, sendo a ferramenta aliada - indispensável - para a empresa que deseja conquistar tudo isso!

Vamos a alguns dados importantes:

No Brasil, o número de telefones por habitante supera os EUA. (FGV – Fundação Getúlio Vargas) g Hoje, no país, o celular é o principal meio de acesso à internet. (F/Nazca e Instituto Datafolha ) g Grande parte das casas brasileiras já possui acesso à internet através do celular. (Ipea - Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada) g

4 DESENVOLVIMENTO DE WEB SITES INTERATIVA DIGITAL - Guilherme Vila

A sua empresa já possui um aplicativo?

Sabemos que as mídias tradicionais são extremamente importantes e devem ser utilizadas por quem deseja ter sua marca vista, pois é onde se encontra a grande massa da audiência. Porém, a competitividade é enorme e a atenção pode ser pulverizada. Dessa forma, como poderíamos estar em contato constante com o público-alvo, fidelizar clientes, deixar a marca sempre presente, inovar, modernizar?

Aplicativos! Eis a resposta!

Devido à alta praticidade, à comodidade e ao vasto leque de finalidades, eles

34 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

Veja algumas vantagens do aplicativo para a sua empresa:

Agrega status de modernidade e inovação. É de fácil navegação. g Mantém sua empresa sempre visível e o cliente em constante contato. g Envia mensagens push (mesmo quando o aparelho está em repouso) com as notificações que você desejar transmitir ao usuário a qualquer momento. g Disponibiliza todo o material institug g

cional da sua empresa. g Oferece informações sobre a sua empresa. (Ex: Dicas, Promoções, Novidades). g Oferece serviços online para seus clientes. (Ex: Reserva, Check-in, Câmera ao vivo). g As principais empresas do país já possuem Apps. g Unifica todas as outras mídias, inclusive as Sociais. g Atualização de conteúdo de forma simples. (Através de página administrativa on-line).

Aplicativos Interativa

A Interativa desenvolve aplicativos móveis para iPhone, iPad e Android, agregando vantagens que deixarão o seu App com a cara da sua marca e do seu cliente!


artigo

Dicas para o sucesso em vendas Mercia Dantas

Atendimento Estácio Natal merciacdantas@hotmail.com

E

ste parece ser o principal desafio de boa parte dos corretores de imóveis. Muitos começam o dia pensando em uma fórmula para que isso aconteça de forma rápida e eficaz. Por isso, separei dicas simples, mas essenciais, para que você prospere em sua carreira. Elas o farão rever os seus conceitos sobre vendas para tomar as melhores decisões. Leia com atenção, interprete e, antes de achar que não é possível mudar os seus resultados (acredite, você vai se sentir tentado a continuar em sua zona de conforto), Pense a respeito. Provocar novos comportamentos não é fácil, mas é uma atitude vital para o sucesso que você tanto almeja. Vamos quebrar as regras,

1. Construa uma agenda rica

Defina seu foco. Um dos grandes erros dos vendedores é querer fazer tudo ao mesmo tempo e acabar fazendo muito pouco ou quase nada, justamente por não ter um objetivo definido. Identifique sua prioridade e trabalhe em cima dela. Praticar esta dica é estar mais próximo da riqueza, pois nos dias de hoje, riqueza é aproveitar bem o tempo e não apenas ter dinheiro. E isso só se conquista com um bom planejamento.

2. Gerencie o cliente

Nunca, eu disse nunca, deixe a decisão de retorno para o cliente. Digo isso por dois motivos simples. O primeiro é que você vai morrer cedo. Brincadeiras à parte, perdi alguns cabelos esperando o retorno do cliente e esta ansiedade me matava, ou seja, acabava com a minha motivação, com minha esperança, com a minha convicção de que tinha feito um bom trabalho. O segundo motivo é mais simples ainda: o cliente não retorna.

uma forma especial, os clientes querem comprar com amigos, pois o que está em jogo é algo maior do que uma simples venda. Portanto, há que se gerar confiança. Quer saber como? Eu respondo: gerando relacionamento. Corretores comuns querem apenas vender e pronto. Já os corretores de sucesso, ao contrário, se envolvem com os desejos reais dos clientes, demonstram um verdadeiro interesse em oferecer a solução imobiliária mais adequada, e a venda, neste caso, se torna uma consequência de um relacionamento bem consolidado.

4. Ouça mais e fale menos

Apesar de parecer uma frase simples, afirmo que esta dica é uma das mais desafiantes de serem colocadas em prática em uma negociação. Infelizmente, ainda é muito presente o pensamento de que corretor bom é aquele que fala muito para encantar o cliente, mostrando, assim, todo o seu conhecimento. Todavia, tenho a convicção de que conquistar o cliente, na maioria das vezes, é ficar calado, ouvindo verdadeiramente as suas ideias e não suas palavras, extraindo desse processo as informações essenciais para identificar a real motivação de compra para, assim, oferecer o imóvel mais adequado que atenda sua necessidade. Pratique essas dicas. Não tenha medo de ousar. Cultive o entusiasmo em suas atitudes e acredite sempre em uma excelente negociação. Tudo é possível em vendas. O Consultor deve saber que tudo pode acontecer em um plantão de vendas, principalmente.

3. Seja interessante e não interesseiro

As pessoas não querem comprar com vendedores, no sentido de uma pura relação comercial. No mercado imobiliário, por exemplp, onde atuo,de maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 35


Tecnologias de redes sem fio

Q

uando nos referimos a tecnologias de redes de computadores, lembramos logo dos cabos par trançado, coaxiais e outros tipos de cabeamento comumente utilizados em meios de comunicação de dados, voz e vídeo. Nas redes sem fio a transmissão ocorre por meio de portadoras de rádio ou infravermelho que estabelecem a comunicação entre os pontos da rede. Os dados são modulados e transmitidos através de ondas eletromagnéticas, o receptor sintoniza numa frequência específica e rejeita as outras portadoras de frequências diferentes. Para uma melhor compreensão, citarei algumas áreas de abrangência e exemplos de tecnologias sem fio correspondentes a estas áreas: 1. W-PAN (Wireless Personal Area Network – Rede de área pessoal sem fio)É um tipo de rede sem fio rede de curto alcance, geralmente poucos metros (10 metros), que abrange muitos dispositivos, tais como: celulares, tvs, tablets, etc. 1.1 Bluetooth - Tecnologia de transmissão sem fio de baixo consumo, que é dividia em três classes: Classe 1 (100mW, alcance de até 100 metros), Classe 2 (2,5mW, alcance de até 10 metros), e classe 3 (1mW, alcance de até 1 metro). A taxa de transmissão de dados pode variar de acordo com a versão, podendo atingir de 721Kbps a 24Mbps. 1.2 Zigbee – Padrão desenvolvido por uma aliança entre empresas de diferentes ramos de mercado, denominada “ZigBee Aliance”. Possui conexão sem fio confiável, baixo consumo e baixas taxas e transmissão para controle e monitoramento. Utiliza a definição 802.15.4 de IEEE, que opera em bandas de frequência livres. Pode ser utilizada em diversas aplicações, como: sensor de dados de temperatura, acionar iluminação, controlar braço robótico, e tudo de forma coordenada.

2. W-LAN (Wireless Local Area Network – Rede de área local sem fio) Utiliza ondas de rádio para conectar à internet ou a uma rede. Muito comum nos lares, escritórios, prédios comerciais, aeroportos, salas de conferência, bares e restaurantes, etc. Utiliza padrão 802.11, e geralmente é utilizada para interligar redes de computadores em distâncias de 30 a 250 metros, 36 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

em ambientes que podem ser fechados ou abertos, onde a distância alcançada dependerá da tecnologia utilizada e do ambiente. 2.1 Wireless Router – Equipamento utilizado para interligar computadores em rede e gerir acesso à internet através de ondas de rádio. Utiliza padrão 802.11 a/b/g/n com frequências de 2.4GHz e 5GHz. 2.2 Access Point – Pode funcionar como transmissor de rádio e como bridge (ponte), permitindo compartilhamento de dados com clientes que estão em uma rede cabeada (LAN). Seu funcionamento é similar as redes com fio que utilizam hub ou switch, podendo a substituir os cabos por sinais de rádio. 3. W-MAN (Wireless Metropolitan Area Network – Rede de Área Metropolitana sem fio) Trata-se de redes de uso normalmente corporativo que atravessam cidades e até estados. É muito utilizado por provedores de acesso e seus pontos de distribuição (backbones). 3.1 WiMax - Foi desenvolvido para atuar em redes de longa distância e operando em diversas formas de topologias diferentes, em LANs, MANs, e WANs. Algumas vezes se ouve falar que WiMax é um “Wi-Fi turbinado” por trabalhar com distâncias que variam entre 4 e 10 Km. Seu padrão é estabelecido pelo IEEE 802.16, e possui QoS. 4. W-WAN (Wireless Wide Area Network – Redes sem fio de longa distância) É utilizada por operadoras de celulares para sua rede de transmissão de dados e voz. Através desta tecnologia é possível gerir serviços de dados e voz em grandes áreas geográficas. 4.1 3G (Terceira Geração) - Assim como outras tecnologias wireless, não necessita de cabeamento, por se tratar de tecnologia móvel. Essa tecnologia pode ser utilizada em celulares, modens, tablets, notebooks e roteadores. Sua taxa de transferência pode 4.2 Rede VSAT (Satélites) - Ideal para prover Internet usuários rurais, utiliza antenas de satélite que tem entre 60 e 90 cm de tamanho e fornecem conexão de internet de 1Mbit/s. Possui mais de 5 mil canais de comunicação que podem se servir de um único satélite.

artigo

Anthony Williams

Gerente de TI anthonywsc@hotmail.com


artigo

Acessórios e Suprimentos:

A forma de se diferenciar do varejo Marco A. Chiquie

vice presidente da TI – Abradisti chiquie@abradisti.com.br

P

egue R$ 13,3 bilhões, reparta 74% à venda de hardwares, 11% software, 1% serviços e 14% de outros produtos, como suprimentos e acessórios. Assim está a divisão do faturamento dos Distribuidores de TI, segundo a 4ª Pesquisa Setorial dos Distribuidores de TI e o 3º Censo de Revendas, da Associação Brasileira dos Distribuidores de Tecnologia da Informação (ABRADISTI) A categoria “outros produtos” dobrou de tamanho no comparativo a 2012, tirando 7% de participação dos hardwares, o carro-chefe das vendas dos distribuidores. Esses dados refletem a necessidade das revendas darem atenção à venda de produtos que estão fora do grande varejo. O mercado de acessórios e suprimentos vem se consolidando como uma alternativa para que os revendedores tenham maior rentabilidade. Os revendedores viram que podem ter uma fonte de renda em produtos de valores razoáveis que o varejo não quer vender, como impressoras. As empresas pequenas e médias precisam destes equipamentos, e não é no varejo que é irão buscá-los. Para se ter uma ideia, a pesquisa da Abradisti apontou que entre janeiro e setembro de 2013 foram importados mais de US$ 203 milhões de suprimentos de jato de tinta. No mesmo período, com uma elevação de 20% em relação à 2012, os suprimentos lasers alcançaram US$ 400 milhões.

Confira abaixo algumas dicas para se diferenciar com produtos: Produtos de Redes – Roteadores, conectores, switches, hubs, entre outros, são apenas alguns dos acessórios apropriados para uma rede de internet, seja doméstica ou corporativa. Todos eles, inclusive os mais famosos roteadores, não são de fácil localização nas grandes lojas. Energia – No Breaks, transformadores, estabilizadores e outros equipamentos são encontrados largamente em revendas, mas no varejo só são oferecidos em grandes papelarias e e-commerces especializados. Acessórios – Mouses, caixas de som, teclados, webcams, controles etc. são apenas alguns dos acessórios que antes eram encontrados em larga escala, e hoje são ofertados em grandes papelarias e e-commerces especializados. Malas e cases – O aquecimento nas vendas de notebooks, tablets e smartphones fez com que o mercado de acessórios para esses gadgets explodisse. E, apesar de ser bastante comum encontrar capinhas e películas para esses aparelhos, todas são de uso diário, e não profissional. Os produtos para a rotina de trabalho são encontrados somente em revendas. Suprimentos – Estes produtos ainda são remanescentes nas prateleiras do varejo, mas cada vez menos opções são oferecidas. Se o consumidor quiser variedade, terá que recorrer aos revendedores.

maio/2014| INFORMÁTICAEMREVISTA 37


Última página

Peggasus

New System

Mouritz Adriadno, executivo da New System, recebeu o troféu de homenageado no Prêmio Destaques de Informática 2013 na sede da empresa. Na solenidade em 20/11 ele estava ausente e a produção da premiação levou o belíssimo troféu até ele. New System é parceira da Informática em Revista desde 2006 e responsável pela manutenção do site www.informaticaemrevista.com.br

Global

Cida Lima, da Acesso Global, representa a Intelbras, Leadership e empresas na área da papelaria escolar, não estave em Natal no dia da premiação do Informática 2013, em 20 de novembro, pois foi viajar com o filho pelos Estados Unidos, de férias. Mês passado a Infoemrevista foi entregar seu merecido troféu de homenagem especial. 38 INFORMÁTICAEMREVISTA | maio/2014

Alexandre Carvalho, da Peggasus, ficou feliz com a receptividde da edição da Informástica em Revista, temática, de abril com o título “Peggasus, maior empresa de software de varejo do RN”. A revista foi distribuída aos seus clientes e amigos onde ele conta a trajetória vitoriosa dessa empresa que nasceu com o nome de Natal Soft.

100ª edição O design gráfico Heyder Macedo criou o selo comemorativo da centésima edição da Informática em Revista que acontecerá em novembro deste ano. O selo estará presente nos troféus do 9º Prêmio Informática 2014, num registro histórico dessa publicação que começa a ganhar novos horizontes, como a Paraíba, onde o primeiro número saiu mês passado.



Informática em Revista Ed. 94 -Maio/2014