Page 1


editorial

Revezes JAÉCIO CARLOS

jaeciocarlos@gmail.com

PUBLICAÇÕES BRASILEIRAS LTDA. DIRETORES: FILIPE CARLOS RÊGO E JAÉCIO DE OLIVEIRA CARLOS INFORMÁTICA EM REVISTA, CONTABILIDADE EM REVISTA, PRÊMIO INFORMÁTICA e INFORMÁTICA NA TV são marcas de Publicações Brasileiras Ltda. I. Municipal 171.294-2 Rua das Orquídeas, 765 Conj. Mirassol - Capim Macio CEP.59078-170 – Natal/RN Fones: (84) 3206.1756 9853.9097 (TIM - iPhone) Diretor / Editor Jaécio de Oliveira Carlos informaticaemrevista@gmail.com facebook.com/informaticaemrevistarn

Adriana Cavalcante acavalcantef@hotmail.com Christiane Deucher www.funscience.net/brasil Jhonata Emerick Ramos www.99motos.com Renniê Alexandre rennie.alexandre@gmail.com ROBERTO CARDOSO rcardoso.gti@terra.com.br SILVIO NASCIMENTO silviocap_36@hotmail.com Fotos Informática em Revista /

Ouvi uma vez esta frase: “a humanidade é excelente, o que estraga é o povo”. Confesso que fiquei intrigado e perguntei: mas a humanidade não é o povo? Não, ela é mais abrangente, envolve plantas, animais, aves, peixes, e um monte de coisas boas e o povo estraga, confunde as coisas, “se faz de doido” e não enfrenta os problemas e desacertos. Mês passado, na edição de janeiro, criei uma grande confusão com o editorial Terrorismo, comentando que as três instituições do segmento de informática: Assespro, Aneinfo e Setirn. Há anos que essas entidades não divulgam o que fazem, principalmente na Informática em Revista que é uma mídia especializada. Se eu não brigar pelos meus interesses e fecho o negócio. Por que não cobro de restaurantes, hotéis, lanchonetes porque são da revista Deguste e dos arquitetos, engenheiros que são da Formas. Então vejamos que muitos (a grande maioria) não anunciam nem os profissionais escrevem e acham que tem o direito de comentar negativamente sobre esse trabalho que é feito com muito carinho e qualidade. O mercado natalense é pequeno e não há união para crescer, como um todo, mas para destruir é só ficar olhando, à espreita, pra ver o tombo. O que aconteceu com o Selo Aneinfo? Afrânio Miranda é um vencedor, profissional e grande personalidade, mas os companheiros não o ajudaram

a seguir em frente e o projeto não foi pra frente. E comentar isso é desfeita? Nesta edição colocamos, com chamada de capa, que assumiu a Assespro Nacional, um jovem empresário paulista. Por que somos prestigiados por eles e aqui a gente não tem nem notícia se a entidade existe? Não podemos também comentar? . Nunca, nesses quase 9 anos, fomos convidados para participar de reuniões e divulgar, gratuitamente, seus releases e ver uma forma de criar parcerias com eles. Quero informar de que não iremos fechar a revista, mas, torna-la mais didática, educacional e interessante. Todos os meus contatos são gerados por gentileza e respeito e profissionalmente tenho direito de comentar como andam o mercado e seus membros. A ideia das edições temáticas goi uma saida brilhante para melhorar a receita.As empresas que querem vender seus servços em bom nível e garantia de retorno, optam por esse sistama e se dão bem. Entendo que só o trabalho dignifica quem o faz. Por isso nada me amendronta.

Que Deus nos abençoe sempre! Até março

Rosi Nascimento Capa HJ Design Manutenção do Site New System newsystemrn@newsystemrn.com.br www.newsystemrn.com.br Assessoria Jurídica Dr. Pedro Ribeiro – OAB/RN 1608 pedro.lira@natal-rn.gov.br

IMPRESSÃO

Projeto Gráfico e execução (84) 3086.4815 facarn@facarn.com www.facarn.com

FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 3


e-mal dos leitores É com muita alegria que agradeço à vc por ter lembrado mais uma vez, enviando sua nova edição. Sua revista é espetacular. Um belíssimo trabalho que vem agradando aos olhos de muita gente. Parabéns pelo Sucesso. E feliz 2015! Kelly Medeiros Tecnóloga em Petróleo e Gás kellyodilia@hotmail.com R-Parabéns. Quando puder envie elease sobre seu trabalho, para publicação aqui na nossa revista. ______________________________ Gostei do desabafo no editorial de janeiro: terrorismo. Tudo passa, meu amigo, até mesmo esses que não querem que a Informática em Revista continue no mercado. Uns passam e deixam saudades, outros deixam alívio. Mas Deus quer que seu trabalho continue e isso é bom pra todos nós. Siga em frente. Aloisio Nunes a.nunes@hotmail.com R-A gente sabe que a situação não está fácil, mas vamos em frente. A revista vive de anúncios. Se as empresas do segmento de informática estão em dificuldades, não devem ficar no silêncio.E hora de anunciar e dizer o que fazem. Mas, quem trabalha Deus ajuda, não é? ______________________________ Achei interessante a ideia de fazer uma palestra motivacional para arrecadar alimentos não perecíveis no auditório da Fecomercio. O cartaz ficou lindo. Estarei presente junto com minhas amigas. Antonia Martins Amartins82@hotmail.com R-No fechamento desta edição recebemos um e-mail da Federação do Comércio informando que eu não poderia usar a ima4 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

gem da entidade.A foto da fachada. Cncelei a palestra. ______________________________ Parabéns pela parceria em realizar o Seminário Criação Publicitários em Natal, trazendo 4 grandes profissionais de Rio e São Paulo. Nossos alunos precisam conhecer a publicidade através de seminários e cursos e não ficar limitados somente a aulas internas. Roque Santana multisinais@Yahoo.cim R-Quem idealizou esse evento foi o publicitário Heyder Macedo que há realizou 4 desses eventos em Natal. Todos muito bem aproveitados. Este ano será na sede do CDL/ Natal e conta com apenas 135 lugares. Veja matéria nesta edição. ______________________________ Como faço pra ver as edições em PDF e no Issuu (eletrônica)?

Jorge Uchia/SE j-uchoa@gmail.com R-Acesse www,informaticaemrevista.com. br e vá ao link Edições on line, onde vc encontrará as últimas 12 revistas, na íntegra. ______________________________ Aquela moça na nuvem, na capa de janeiro, foi uma grande sacada. O artista que criou está de parabéns, Aliás toas as cps da revista são muito bem feitas e o conteúdo, idem. Mas venho notando que há poucas matérias e artigos dos profissionais de Natal Francisco Feitosa franfeitosa@bol.com R-Não é fácil escrever, principalmente o português. Há uma crise no mercado e retração dos profissionais ded TI é o resultado dessa Como as assessorias de imprensa de São Paulo, em mior npumero, colaboram com o conteúdo ra revista, substituímos os profissionais daqui, eom eles.


eleito da Assespro Nacional Executivo da Empresa Memora é eleito para o biênio 2015-2016

Jeovani Salomão é o novo presidente eleito da Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação (Assespro Nacional). O executivo da Empresa Memora foi eleito na Assembleia Geral realizada no quinto encontro da entidade em Florianópolis, Santa Catarina. Ele sucederá Luis Mário Luchetta no cargo. A nova diretoria assumirá em cerimônia a ser realizada em Brasília, ainda no primeiro trimestre, para um mandato que se estende até o final de 2016. Também houve a eleição dos vice-presidentes: Márcio Miorelli assume a gestão de Finanças e Sustentabilidade; Raul Colcher entra na área de Planejamento e Governança; Sergio Yamada está na Articulação Política; Gerino Xavier está na Comunicação; Geovanne Teles assume Marketing e Eventos; e Robert Janssen entra em Relações Internacionais. “Nos próximos dois anos vamos fortalecer o trabalho da entidade e reforçar

a importância que o Setor de Tecnologia possui atualmente para o desenvolvimento do país”, afirma Jeovani Salomão. “A realização do Congresso Mundial de TI – WCIT em outubro de 2016 será uma oportunidade única”, conclui.

Sobre a Assespro:

Fundada em 1976, a Federação das Associações das Empresas Brasileiras de Tecnologia da Informação - ASSESPRO NACIONAL - está entre as entidades empresariais mais antigas do mundo no setor de TI. Com sede na Capital Federal, congrega as associações regionais e nacionais num formato de federação, representando a união dos interesses estaduais em nível nacional e internacional. A Assespro Nacional é uma entidade para a harmonização das atividades e a disseminação das melhores práticas. Conta com mais de 1500 empresas e associações em 20 Estados do Brasil, e atua como legítima representante do setor na interlocução

com o mercado e as autoridades constituídas. Para mais informações, acesse www.assespro.org.br.

FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 5

NACIONAL

Jeovani Salomão é o novo presidente


AVANÇO

Certificado Digital agiliza resgate de créditos da Nota Fiscal Paulista Quem tem e-CPF pode solicitar os valores disponíveis sem necessidade de cadastrar login e senha; créditos do segundo semestre serão liberados aos consumidores em abril Para os consumidores que utilizam a Nota Fiscal Paulista, resgatar o valor acumulado ao longo dos últimos meses é sempre uma boa opção para incrementar o orçamento. E quem possui Certificado Digital pode consultar e transferir os créditos de forma mais fácil e rápida: basta acessar o site da Nota Fiscal Paulista (http://www.nfp.fazenda.sp.gov.br/) e, sem necessidade de cadastrar ou inserir login e senha, realizar a consulta dos créditos e resgate por meio da tecnologia de e-CPF. Os créditos acumulados pelos consumidores no segundo semestre do ano passado serão liberados para resgate em abril, e quem quiser se aproveitar de mais este benefício oferecido pelo Certificado Digital já pode ir se preparando. A compra e renovação do Certificado Digital podem ser realizadas pela internet, no site www.certificadodigital.com.br, ou pelo Televendas 0800 773 77 28. Cada vez mais consumidores e empresas estão adotando o Certificado Digital. Atualmente, a Serasa Experian possui cerca de 1,3 milhão de clientes de Certificado Digital no Brasil, incluindo pessoa física e jurídica, que desfrutam de benefícios como assinatura digital com validade jurídica de qualquer lugar do mundo com segurança, proteção às transações eletrônicas e agilidade na checagem do andamento do Imposto de Renda, entre outros.

Sobre Certificação Digital

A certificação digital é uma tecnologia que permite a identificação de pessoas físicas e jurídicas no ambiente eletrônico, regulamentada no país pela Infraestrutura de Chaves Pública Brasileira (ICP-Brasil), vinculada à Casa Civil da Presidência da República. Tem validade jurídica e confere aos documentos eletrônicos autenticidade, integridade, sigilo e atributo de não repúdio. 6 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

A Serasa Experian promove a certificação digital como tecnologia efetiva para a desmaterialização dos processos, com atributos de validade jurídica, agilidade e praticidade, a serviço da sustentabilidade dos negócios e processos.

crédito, marketing, identidade digital e negócios, a Serasa Experian vem contribuindo para a transformação do mercado de soluções de informação, com a incorporação contínua dos mais avançados recursos de inteligência e tecnologia.

Serasa Experian

Experian

A Serasa Experian é líder na América Latina em serviços de informações para apoio na tomada de decisões das empresas. No Brasil, é sinônimo de solução para todas as etapas do ciclo de negócios, desde a prospecção até a cobrança, oferecendo às organizações as melhores ferramentas. Com profundo conhecimento do mercado brasileiro, conjuga a força e a tradição do nome Serasa com a liderança mundial da Experian. Criada em 1968, uniu-se à Experian Company em 2007. Responde on-line/real-time a 6 milhões de consultas por dia, auxiliando 500 mil clientes diretos e indiretos a tomar a melhor decisão em qualquer etapa de negócio. É a maior Autoridade Certificadora do Brasil, provendo todos os tipos de certificados digitais e soluções customizadas para utilização da tecnologia de certificação digital e de Notas Fiscais Eletrônicas (NF-e), tornando os negócios mais seguros, ágeis e rentáveis. Constantemente orientada para soluções inovadoras em informações para

A Serasa Experian é parte da Experian, líder mundial em serviços de informação, fornecendo dados e ferramentas de análise a clientes ao redor do mundo. O Grupo auxilia os clientes no gerenciamento do risco de crédito, prevenção a fraudes, direcionamento de campanhas de marketing e na automatização do processo de tomada de decisão. A Experian também apoia pessoas físicas na verificação de seus relatórios e scores de crédito e na proteção a fraudes de identidade. A Experian plc está registrada na Bolsa de Valores de Londres (EXPN) e compõe o índice FTSE 100. A receita total para o ano fiscal encerrado em 31 de março de 2014 foi de US$ 4,8 bilhões. A empresa emprega cerca de 16.000 pessoas em 39 países e possui sede corporativa em Dublin, na Irlanda e sedes operacionais em Nottingham, no Reino Unido; na Califórnia, Estados Unidos, e em São Paulo, Brasil. Para mais informações, visite www. experianplc.com.


Integração deixa de ser barreira para a informatização dos negócios no segmento Com a finalidade de oferecer software empresarial de alta tecnologia, a Sispro preparou seu ERP Varejo para garantir alta capacidade de integração com sistemas legados, uma das maiores dificuldades dos varejistas no processo de informatização dos negócios. Muitos dos sistemas de gestão utilizados no segmento ainda não possuem essa capacidade, o que faz da integração um processo doloroso, pois ela vem sendo feita manualmente para a coleta de informações críticas a partir da importação de planilhas e arquivos de textos, com elevada margem de erros. A capacidade nativa de conectividade do Sispro ERP Varejo permite agilizar a integração do sistema de gestão com quaisquer sistemas especialistas, tais como CRM, banco de dados, sistemas financeiros – tanto os que rodam na rede corporativa como na computação em nuvem ou com funcionalidade mobile. Segundo Patrick Piazza Santiago, especialista da Sispro, o objetivo é oferecer um sistema de gestão preparado para a evolução dos negócios do Varejo e capaz de dar resposta imediata aos desafios de conectividade e de informatização das empresas do setor. “Há vários anos a integração entre siste-

mas vem desafiando os gestores de TI de empresas de todos os segmentos, mas no Varejo o problema ainda é maior porque boa parte das empresas do segmento começam pequenas e seus sistemas de gestão não evoluem com o crescimento dos negócios. O Varejo ainda trabalha com muitos sistemas diferentes para executar diversas tarefas”, enfatiza Santiago. r Para o executivo, é quase impossível encontrar empresas do setor que tenham um sistema de gestão que possua todas as funcionalidades das quais necessitam. Então, elas contratam sistemas especializados para diversas tarefas, tais como o relacionamento com cliente (CRM), Supply Chain, Folha de Pagamento, RH, Financeiros etc. Para fazer que todos esses sistemas se comuniquem é necessário investir em projetos de integração, o que pode sair caro e exigir muitas horas de desenvolvimento. “Ao oferecer um sistema de ERP pronto para promover a integração, a Sispro garante às empresas do Varejo uma enorme redução de custos e de tempo em seus projetos”, afirma Santiago. Para que o ERP Sispro Varejo pudesse chegar ao mercado com essa capacidade, a Sispro investiu em novas tecnologias e práticas de desenvolvimento. “O mundo dos ne-

gócios evolui e os fornecedores de software necessitam acompanhar essa nova realidade. É verdade que a necessidade de integração não é uma demanda recente, mas a chegada de aplicações em nuvem e mobilidade vem acelerando a necessidade da integração dos sistemas legados com esses novos ambientes tecnológicos. Ter um sistema de gestão que possa estar pronto para se comunicar com todas as plataformas e tecnologias existentes se tornou vital para o setor do Varejo. E também para a Sispro, que se fortalece como fornecedora-chave de tecnologia para esse segmento”, conta Santiago. A integração visa a coletar informações críticas dos negócios das aplicações mais utilizados pelas empresas de Varejo, tais como plataforma de e-commerce, relacionamento com clientes CRM (Salesforce.com, SugarCRM, Zoho), diversos bancos de dados (Oracle, Microsoft, PostgreSQL, MySQL), aplicações em nuvem e mobile. “Com a facilidade e a capacidade de integração facilitada, o ERP Sispro Varejo objetiva criar as condições para que os gestores de TI possam executar projetos de integração no menor tempo possível e em todas as plataformas”, complementa o especialista da Sispro.

FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 7

VAREJO

Sispro anuncia ERP para o Varejo pronto para integração com aplicações legadas, nuvem e mobile


PORTFÓLIO

Sistemas Seguros migra portfólio de software para a nuvem AWS Mudança acompanha a evolução de negócios dos clientes e garante alta disponibilidade e escalabilidade Desenvolvedor de software que não migrar seus sistemas para a computação em nuvem vai perder clientes e oportunidades para novos negócios. A nova arquitetura avança em vários setores da economia e a oferta de software como serviço tende a ser a principal maneira de se vender software no mundo empresarial e no mercado de seguros não é diferente. Para acompanhar esta evolução, a Sistemas Seguros, desenvolvedora de sistemas para segmento de corretoras de seguros, contratou a Dedalus Prime para avançar em seu projeto de migração de seus produtos de gestão e vendas para o modelo SaaS, a partir dos serviços em nuvem da Amazon Web Services. Com isso, a empresa inaugura uma nova etapa e passa a oferecer produtos com alta disponibilidade e segurança, além de ganhar com a escalabilidade do seu próprio negócio. Como fornecedor de software, com mais de 20 anos de mercado, a Sistemas Seguros possui mais de 40.000 usuários utilizando seus produtos, em um dos mercados que mais cresce no Brasil, mas muito competitivo e, por isso, busca por inovação para garantir a competividade e reduzir os custos operacionais. Reduzir os investimentos em infraestrutura de TI também faz muita diferença. A mudança para a nuvem, conta Fernando Rodrigues, diretor comercial e operacional da empresa, é inevitável e um caminho sem volta. A automação dos processos de negócios no setor de seguros caminha rapidamente para o uso de aplicações em nuvem e as empresas estão cada vez mais migrando vários de seus processos para o novo ambiente. “Este é um passo natural, ter acesso as informações a qualquer hora e de qualquer lugar é crucial para o sucesso do negócio de corretagem de seguros, o que nos motivou a buscar um provedor de serviços de alta qualidade em Cloud e com garantia de alta disponibilidade”, comenta. Antes de se definir pela AWS, Fernando Rodrigues conta que algumas experiências com provedores no Brasil já haviam sido realizadas, mas, os resultados não atenderam à necessidade do projeto, além do desempe8 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

nho baixo, com falhas no apoio tecnológico e suporte. “Tudo o que precisávamos, encontramos na Amazon Web Services”, revela o executivo. A migração começou “dentro de casa”, conta ele. A equipe de TI da Sistemas Seguros ficou responsável por contratar o servidor AWS e a iniciar o projeto de mudança. “No começo funcionou bem, até o momento que a nossa base de usuários começou a crescer, ou seja, os nossos clientes começaram a aderir maciçamente a este modelo de cloud system e nós percebemos que a nuvem que necessitávamos não era mais possível fazer dentro de casa. Então, buscamos na Dedalus – por indicação de alguns de nossos fornecedores o apoio necessário para isso. É ela quem nos auxilia nesta nova fase de utilização de nossas aplicações na nuvem AWS”. Os softwares da Sistemas Seguros são desenvolvidos em C# ASP.NET para plataforma Windows com banco de dados SQL Server. Na AWS foram criadas duas zonas para a replicação dos clientes, com as aplicações usando EC2 e S3 e os bancos de dados sendo replicados em máquinas diferentes das aplicações. Tudo está sob auto scaling para que o consumo seja balanceado a 24/7 e é consumido apenas o que os clientes demandam e é pago apenas pelo que realmente é consumido. Para o usuário, avalia Fernando Rodrigues, nada mais é percebido além de reduzir a quase zero a instabilidade no uso das aplicações. Para dar a resposta afirmativa à evolução do projeto com AWS, a Sistemas Seguros confiou na Dedalus toda a responsabilidade de cuidar do processo e da infraestrutura na Amazon Web Services, para que o pessoal de TI possa focar no negócio, que é desenvolver o software para as corretoras de seguros e não se preocupar com servidores, se ele está rodando ou não. “A Dedalus chegou realmente como parceira para integrar de fato e trouxe uma vantagem grande para nós, acoplando outras tecnologias ao ambiente AWS que não tínhamos antes, como a Trend Micro para aumentar a segurança, a New Relic, que nos ajuda a definir e acompanhar o desempenho das nossas aplicações no ambiente AWS para que

tudo isto nos permita gerar um resultado final com qualidade e disponibilidade para o nosso cliente. Com isso, unimos o nosso conhecimento adquirido dentro de casa com a experiência da Dedalus e conseguimos melhorar o serviço oferecido. Podemos dizer agora que estamos caminhando neste universo cloud system, enquanto que há um ano atrás apenas engatinhávamos. Esta parceria com a AWS e Dedalus está sendo muito boa para os nossos negócios”, sentencia.

Viabilidade do Negócio.

A oferta dos sistemas na nuvem, trouxe, inicialmente, algumas dúvidas para os clientes da Sistemas Seguros, devido a vários fatores, tais como o entendimento sobre a segurança por não saberem exatamente aonde ficariam as suas informações críticas e “nós notamos que este impacto negativo está desaparecendo com o tempo”, releva Fernando Rodrigues. “Os clientes estão bem mais receptivos a este ambiente cloud system. Também criamos um ambiente aonde o cliente pode experimentar a nova arquitetura, para que ele perceba as vantagens do nosso novo modelo, com isto oferecemos uma gama de aplicações que garantem toda a funcionalidade do novo ambiente. Isso tudo deu maior credibilidade ao nosso serviço” Com a mudança para a computação em nuvem, enfatiza Fernando Rodrigues, o setor de corretagem de seguros começa a se beneficiar da vantagem competitiva que a inovação oferece e ter suas aplicações de negócios, gestão e vendas rodando no novo ambiente tecnológico. A Sistemas Seguros tem na nuvem a possibilidade de entregar soluções mais modernas e sempre atualizadas, sem que seus clientes tenham que investir pesadamente em infraestrutura. “Hoje temos um SLA de 99,5%, um resultado que a gente não conseguia em outros provedores. Isso trouxe uma garantia muito grande para os nossos usuários, que quando necessitam usar a aplicação, ela está sempre disponível. Como resultado, aumentamos a credibilidade do nosso negócio”, explica Fernando Rodrigues.


ADOBE Developer Evangelist

Estácio sedia primeira edição da Jornada Adobe em Natal A maratona de treinamentos da maior empresa de marketing digital do mundo terminou em 03 de fevereiro Os criativos da cidade, sempre antenados às últimas novidades em soluções para mídias digitais ganharam da maior empresa de marketing digital do mundo, um evento só deles. A “Jornada Adobe”, maratona de treinamentos oficiais oferecidos pela empresa tem várias cidades do País, chegou a Natal pela primeira vez e capacitou participantes sobre os mais recentes lançamentos, ferramentas e serviços, sobretudo nas áreas de design, vídeo digital e mobile da marca. A realização do evento em Natal é fruto de uma parceria entre a reconhecida empresa e a coordenação do curso de Publicidade Estácio Ponta Negra, unidade onde todos os treinamentos foram realizados desde o dia 12 de janeiro a 3 de fevereiro. Durante a Jornada, renomados instrutores vieram a Natal para

ministrar os sete cursos previstos na programação. Na lista, está o diretor de vídeo, editor e cinegrafista do GRUPOSAL Diretor Action Criações, Derick Borba, que já trabalhou em grandes produções nacionais e internacionais e, na Jornada, ministra o curso “Gravando Bandas com DSLR”, que mostra aos inscritos, em apenas três dias, todas as etapas da produção de um videoclipe ou DVD musical. Pioneiro na utilização das ferramentas Adobe para suprir necessidades e desejos dos clientes em sua aproximação com o público-alvo, o diretor de criação e instrutor oficial Adobe Rafael Machado também participou do evento, à frente dos cursos “Photoshop CC”, “Illustrator CC”, “Indesign CC”, “Creative Impact” e “Photoshop CC Avançado”. Outro grande nome que também participa da Jornada é o Developer Evangelist na Bla-

ckberry, responsável pelo time de Developer Relations na América Latina, com foco no Brasil, Demian Borba, que, a ocasião, ministra o curso intensivo “Phonegap Bootcamp”, para criação de aplicativos voltados a mobiles, em apenas dois dias de treinamento. Ao fim dos cursos, também são entregues aos participantes, certificados Adobe original. Para o coordenador do curso de Publicidade da Estácio Ponta Negra, Carlos Couto, o evento traz para estudantes de toda a cidade, a oportunidade de se atualizar diante de conteúdos técnicos de qualidade, ofertados em diversas áreas. “Tudo isso só tem a agregar valor ao aluno ou profissional que deseja se aprofundar na área de mídia digital e atender aos apelos que o mercado desta área apresenta, de forma cada vez mais incisiva”, completa o professor. FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 9


artigo

A obesidade te deixa inseguro em um processo seletivo? Vivemos a tão comentada ditadura da beleza, nem mesmo os poetas perdoaram os padrões estéticos, como já dizia Vinícius de Morais, mais ou menos assim, “me desculpem os feios, mas beleza é fundamental”. Se você acha que pode está contrariando este padrão estético, é melhor ficar alerta, especialmente se tratando do excesso de peso.Se estiver participando de algum processo seletivo e tem receio de que sua imagem afete a sua avaliação, sinto informar-lhe que a resposta é SIM! A obesidade depõe contra um candidato em processo seletivo. Várias pesquisas foram feitas e todos os resultados são literalmente desfavoráveis aos obesos. Ao olharmos, no primeiro momento, uma pessoa gorda, quando a relacionamos ao seu desempenho profissional, o que nos vem à cabeça? A maioria irá rotular o gordo ou a gorda de improdutivo, letárgico, preguiçoso, lento ou outro adjetivo que desqualifique o profissional. Nos processos seletivos onde, o perfil da vaga exija uma ótima apresentação, o candidato ou candidata obesa encontrará dificuldade de ser selecionado. Evidentemente, que ao se tratar de vagas que irão atuar representando o setor de beleza, como cosmético, por exemplo, ou no segmento da indústria farmacêutica, atuando como representante ou propagandista de drogas que combatem problemas de saúde física, não é nada sugestivo ao empregador a contratação de um profissional obeso, simbolizando as “não recomendações” de tratamento destas patologias.Alguns outros segmentos vão excluir, definitivamente, profissionais com excesso de peso, rapidamente nomino alguns para seu conhecimento: grifes de luxo, segmento automotivo de classe AAA, produtos esportivos, de estética, bebidas de luxo, produtos sustentáveis, dentre outros. Em pesquisa realizada pela Catho, 8,2% dos recrutadores afirmam que evitam contratar candidatos obesos. Para Leandro Muniz, gerente da Michael Page “É como se todos os candidatos estivessem lado a lado em uma fila e os não obesos dessem um passo à frente.” Uma outra pesquisa, realizada nos Estados Unidos, aponta que o aumento do Índice de 10 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

Massa Corporal (IMC) está diretamente ligado à freqüência das faltas ao trabalho dos funcionários. O estudo acompanhou 4.153 funcionários da Shell durante quase dez anos. No período, aconteceram 132,8 ausências no trabalho para cada mil funcionários que apresentavam peso normal; 193,5 faltas para cada mil que estavam acima do peso e 239,7 para cada mil obesos. Assim, neste fim de temporada de férias, ainda se beneficiando do calor do verão, reveja suas condições estéticas e enfrente um processo seletivo com mais tranqüilidade. Lembrese de que nunca terá uma segunda oportunidade para deixar uma primeira boa impressão. Na dúvida, recorra a uma orientação médica ou de algum outro profissional da área da saúde. Não esqueça que uma assessoria de um consultor de carreira poderá favorecer-lhe com algumas dicas valiosas.

Adriana Cavalcante Consultora em Outplacement acavalcantef@hotmail.com


e seu impacto no preço final

por Ricardo Ramos CEO da Precifica, primeira empresa do Brasil especializada em precificação inteligente

Seis em cada dez lojas virtuais afirmam operar com lucro, segundo dados do E-commerce Brasil e SEBRAE. Mas, será que de fato essas empresas sabem distinguir rentabilidade de lucratividade? De forma clara, a lucratividade por produto é a diferença entre o preço de venda e os custos com a venda (preço de compra, impostos, etc.). Já a rentabilidade estabelece ligação entre o lucro obtido com as vendas e o investimento feito na composição do estoque inicial deste mesmo produto. Entender a diferença é essencial na hora de conduzir a estratégia de preço da loja virtual, a partir da resposta de duas importantes questões: Como identificar quais os produtos e linhas mais rentáveis? O que faz o preço ficar mal posicionado? Assim, é possível entender que em alguns casos vender muito é sinal de que há algo errado. Vamos pensar em um produto vendido à R$100,00, onde 85 pessoas compraram. O site resolve aplicar 15% de desconto, então outras 90 pessoas compraram com o

novo preço, R$85,00. O resultado foi um aumento de 6% no volume de vendas, porém, uma redução de 10% no faturamento. Este equilíbrio, ou elasticidade, em geral não é levado em conta antes de se definir as estratégias de promoções, levando o gestor a ter dificuldades com resultados financeiros. A definição de um preço adequado deve levar em conta custos com vendas, posicionamento de concorrentes no mercado, tempo parado em estoque e outros fatores que, se não estiverem bem mapeados, podem derrubar a rentabilidade do produto.

diato com a venda dos produtos, enquanto que a segunda demonstra a capacidade do investimento em estoque gerar lucro. A rentabilidade inclusive pode ser utilizada para comparar o retorno sobre o investimento em estoque com retorno sobre o investimento em aplicações financeiras.. Por fim, é importante o cálculo da rentabilidade para saber se vale a pena realizar o investimento no negócio. E você, como trata o seu preço? Pensando em lucro ou rentabilidade?

Subir ou descer preços no momento certo

Ao ter maior visibilidade e controle sobre estas variáveis, a loja virtual passa a ter uma visão mais clara de quando é a hora certa para aumentar ou baixar o preço. Pode diminuir a margem para aumentar as vendas e elevar o capital de giro ou elevar a margem quando o estoque da concorrência estiver esgotado, por exemplo. Definida a estratégia de preço, voltando à diferença entre lucratividade e rentabilidade, a primeira demonstra o ganho ime-

ASSESSORIA e AUDITORIA

Contábil Setor Processual Setor Contábil Setor Fiscal Setor RH Setor de Consultoria/Assessoria à Capital Estrangeiro Auditoria

84 3201.4851/3211.5704/84 9988.3048 Rua Dr. Ponciano Barbosa, 498 - Cidade Alta - Natal/RN - diretoria@jjcontabil.cnt.br - www.jjcontabil.cnt.br FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 11

NEGÓCIO

A diferença entre Lucro e Rentabilidade


SEMINÁRIO

Seminário Criação Publicitária em Natal seção RN, cujo presidente, publicitário Pedro RTattis fru yotal apoio juntamente com as 14 agêncis que estão regulares na entidade. “É uma ótima oportunidde para estudantes e profisionais atulizarem seus conhecimentos de criação ouvindo esses profissionais que veem a Natal, mostrar seus talentos criaivosd” – diz Pedro Rattis.

Palestrantes

O Rio Grande do Norte tem se destacado como um dos principais mercados publicitários da região Nordeste, sendo o quarto em volume de negócios e o segundo em qualidade. Isso é fruto de uma oferta grande de profissionais qualificados fornecidos pelas Universidades locais. Pensando nessa demanda a HJ Comunicação e o apoio insitucional da Edibrasil apresentam ao mercado publicitário do Rio Grande do Norte um Seminário com foco em criação publicitária objetivando contribuir com os profissionais do mercado e estudantes da área, fomentando o mercado, através de 12 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

palestras e debates com profissionais que são referência nacional e internacional. Trata-se do primeiro evento no nordeste reunindo os grandes profissionais de criação da publicidade brasileira, considerada uma das melhores do mundo. “Não foi fácil trazer esas feras. Isso é resultado da identidade que tenho com eles e com alguns trabalhei junto em grandes campanhas” – comenta Heyder Macedo, idealizador do evento. O Seminário Criação Publicitária conta com o apoio do SINAPRO/RN – Sindicato Nacional das Agências de Propaganda,

Luis Claudio Salves Troni (CCRJ) Luís Claudio Salvestroni, um apaixonado por propaganda e diretor de arte por essência. Tem 20 anos de profissão e trabalhou na Caio Domingues, Giovanni,FCB, V&S e Agência3. Nas duas últimas agências também assumiu o cargo de Diretor de Criação. Salvestroni tem em seu os mais importantes prêmios nacionais e internacionais. Em 2008, foi indicado a diretor de arte do ano pela ABP. Em 2014, eleito Publicitário do Ano do Prêmio Colunistas e atualmente é presidente do Clube de Criação do Rio de Janeiro. Ele também é um apaixonado por fotografia, cinema e futebol. Luiz Coutinho Grupo Phocus/PA Luiz é Diretor de arte e trabalhou por 18 anos no Grupo Ogilvy atendendo a clientes como Coca-Cola, Shell, Michelin, BP Petroleum, GSK dentre outros. Começou sua carreira em 1994 na Direct Ogilvy & Mather (Marketing Direto) de onde saiu em 2001 como Diretor de criação. Já na


Ogilvy ficou de 2001 a 2012 de onde saiu como Supervisor de Criação. Nesse mesmo ano foi morar em São Luis onde assumiu a Direção de Criação da Phocus Propaganda, a maior agência do Maranhão. Em 2013 foi eleito o Profissional de Live Marketing do ano no Prêmio Colunistas Norte e Nordeste e já acumula mais de 40 prêmios nos últimos 2 anos.Hoje Luiz é VP de criação do Grupo Phocus que possui escritórios em São Luis e Belém. Flávio Medeiros HEADS/RJ Diretor de criação e responsável pelas estratégias online e offline da Heads Propaganda no Rio de Janeiro. Acredita que plataformas de comunicação são mais eficientes que campanhas tradicionais e que todas as idéias devem ser originais, pertinentes e proprietária Recebeu prêmio Destaque do Ano em 2008 pelo prêmio Colunista Rio de Janeiro. Finalista do prêmio Destaque de Comunicação da Associação Brasileira de Propaganda (ABP) em 2010 como diretor de criação do Ano. Finalista na mesma categoria em 2013. Primeiro lugar no prêmio Steinberg como redator mais premiado em 2010. Eleito pela segunda vez como Profissional de Propaganda do Ano pelo Prêmio Colunistas 2012. Ganhou prêmio nos Festivais de Londres, Wave, EL Ojo de Iberoamericana, FIAP, ABP, e da categoria Media no prêmio Lusos. Também participou dos júris do Meio&Mensagem, Prêmio Globo, Prêmio Abril, Wave foi presidente do júri CCRJ e da categoria Comunicação Integrada no Festival da ABP. Antonio Jorge Alaby Pinheiro Mídia1 Carioca, Atua desde 1980 no mercado de comunicação. Sempre na área de estratégia e gestão de mídia, é Bacharel em Comunicação Social, com especialização em planejamento de Mídia. Trabalhou nas agências Garden, JWT, McCann Erickson

e Artplan antes de ser sócio da Oficina de Marketing & Comunicação. Foi também diretor de mídia da FCB e da Z+G Grey e sócio da Rebouças & Associados. Atualmente é sócio-diretor da Mídia1 Comunicação, consultoria de mídia criada em junho’2002. Professor do curso de comunicação social da PUC Rio desde 1982,

Quem é Heyder Macedo Natalense, 46 anos, publicitário de nascença e grande incentivador das atividades da propaganda brasileira, considerada uma das melhores do mundo. Heyder faz parte de uma equipe de profissionais e já trabalhou em 10 campanhas eleitorais em vários lugares do Brasil. A mais recente foi a de Paulo Hartung candidato a governador no Espírito Santo, Seu trabalho de criação esteve entre os mais elogiados pela equipe e

do curso de cinema da Fundação Getúlio Vargas, além do curso Portfolio-ESPM desde sua criação. Foi eleito por voto direto como Destaque Profissional de Mídia em 1986, prêmio conferido pela ABP – Associação Brasileira de Propaganda e indicado duas vezes, em 1995 e 1998 ao Prêmio Caboré do Jornal Meio & Mensagem.

Paulo Hartung ganhou no primeiro turno. “E bom trabalhar ao lado de grandes profissionais” – diz sempre. Nômade por natureza, hoje está em Natal, mas apto a aceitar convite de agências em qualquer lugar do mndo. “O mundo é minha casa” – costuma dizer. “Este Seminário Criação Publicitária, em parceria com a SINAPRO/RN vem trazer novos conhecimentos sobre criação, onde tudo começa, e ouvir os vencedores nessa área, é um privilégio que Natal recebe, de braços abertos, Pena só está disponível 135 lugares no auditório do CDL / Natal. É o primeiro evento desse nivel no nordeste” – finaliza Heyder Macedo.

PROGAMAÇÃO DO EVENTO NO CDL NATAL 15h – Abertura do evento 15h15 – Palestra 01 – Paulo Castro / STAFF 16h30 – Intervalo 16h45 – Palestra 02 – Alvaro Rodrigues DM9RIO 18h15 – Intervalo 18h30 – Palestra 03 – Ricardinho Westman - ARTPLAN 19h45 – Intervalo 20h – Palestra 04 – Antonio Jorge Alaby Pinheiro – MIDIA1 21h30 – Encerramento LOCAL: AUDITÓRIO DO CDL – RUA CEARÁ MIRIM DIA 09 MARÇO (SEGUNDA-FEIRA) FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 13


CRESCIMENTO

Negócios por indicação no ERN Group crescem 80% A indicação é uma das principais maneiras de realizar uma boa venda e representa para a maioria das pequenas e médias empresas uma alternativa eficiente de divulgação de baixo custo. O ERN Group, que reúne profissionais e empresas de vários segmentos para o business referral, finalizou 2014 com um aumento de 80% na receita gerada pelos negócios realizados nesta modalidade, somando mais de R$ 4 milhões em contratos. O business referral é um conceito criado nos Estados Unidos que reúne profissionais e empresas em grupos para troca de experiências e indicação dos produtos e serviços dos participantes para a rede de amigos, clientes e conhecidos. No Brasil o ERN Group está no sexto ano de atividade e as reuniões acontecem semanalmente

14 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

para motivar os negócios e o relacionamento interpessoal. “As indicações são feitas de pessoas e empresas que não participam dos grupos do ERN Group aos membros ERN Group, mas nada impede que negócios sejam feitos entre si”, explica o executivo. “Além do objetivo principal de geração de novos negócios, os participantes dos grupos podem trocar ideias, aprender com as experiências dos outros, aprimorando a forma de se apresentar, o produto/serviço e viabilizando novas parcerias com pessoas altamente idôneas”, destaca o Edgard Bello, que é especialista em planejamento de negócios. No balanço das atividades, Bello ressalta que o maior patrimônio do ERN Group e de seus participantes é a atuação com ética, qualidade e comprometimento. “Sem

isso não se pode ter sucesso em qualquer atividade profissional ou empresarial. Queremos ser reconhecidos no mercado como o grupo de profissionais excepcionalmente diferenciado dos demais, com altíssimo senso de responsabilidade pelos serviços e produtos oferecidos.”, completa o executivo. Edgard Bello destaca que o ERN Group é muito criterioso na formação de novos grupos, e permite que os participantes criem seus próprios grupos, facilitando o crescimento do relacionamento referencial para os negócios de modo interativo e progressivo, e “sempre apoiados no tripé de valores Qualidade – Ética – Comprometimento.” Depoimentos de participantes do ERP Group podem ser vistos emhttp://www.erngroup.com.br


IDIOMAS

Senac anuncia 5.500 vagas para cursos de idiomas Estão abertas as inscrições para cursos de idiomas do Senac no Rio Grande do Norte. Os interessados podem se inscrever nos cursos de inglês, espanhol, francês, italiano e alemão, nos municípios de Natal e Mossoró. Neste semestre, são cerca de 5.500 vagas em diversos níveis, desde o básico ao avançado, para diferentes perfis: adolescentes, estudantes universitários, empresários, dentre outros. As matriculas seguem até o final mês de fevereiro. A novidade para 2015 é a implantação do uso de plataformas digitais nos cursos de inglês, modernizando os equipamentos e fazendo uso das mídias em suas didáticas. O Senac firmou parceria com o Canadian College para aprimorar os mé-

todos educacionais utilizados, modernizando os equipamentos e fazendo uso das mídias e plataformas digitais. Essa metodologia canadense de ensino é utilizada em mais de 140 instituições do mundo. Durante as aulas, o aluno já pode acessar a Internet, dicionários online, buscar imagens, assistir vídeos e realizar atividades. Basta levar um dispositivo digital próprio. Os testes de nivelamento, que identificam o nível de conhecimento do aluno, ocorrem no mês de fevereiro, nas unidades do Senac em Natal (Alecrim e Zona Sul), por meio de agendamento online: nivelamento.rn.senac.br. Já em Mossoró, a consulta ocorre através do telefone (84) 3422-5000.

Cerca de 80% dos alunos de idiomas da entidade são jovens universitários com até 30 anos. “Na maioria dos casos, esse aluno é exatamente aquele estudante que busca um segundo ou terceiro idioma como diferencial para melhor se posicionar na carreira profissional”, avaliou o Diretor Regional do Senac, Fernando Virgílio. Ele também destaca como diferenciais da instituição o alto nível de qualificação dos professores, infraestrutura e utilização de equipamentos que facilitam a aprendizagem. Outras informações sobre os cursos de idiomas do Senac podem ser obtidas pelo telefone: (84) 4005-1000 ou através do site www.rn.senac.br. FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 15


AUDIÊNCIA

Qual o poder da notícia na web?

Media Analytics revela Ferramenta que mensura audiência de notícias em portais da web pertence à Orbiit e representa parceria com a VitaminaWeb

A velocidade da Internet mudou o formato das notícias jornalísticas. Atualmente, há uma enxurrada de informações a todo o momento e algumas delas se espalham rapidamente – sejam verdadeiras ou não. Por conta disso, empresários e profissionais de comunicação sofrem para monitorar o volume online e garantir que a imagem de marcas, empresas e pessoas não sejam afetadas. Para oferecer uma métrica condizente com a rapidez e agilidade da web, a Orbiit, especialista em soluções de inteligência, desenvolveu a plataforma Media Analytics. A empresa criou seu próprio algoritmo para capturar e mensurar as visualizações. Ela mensura e analisa a audiência de cada notícia publicada em portais na web e tem a VitaminaWeb, empresa de produção digital, como representante comercial. O produto foi lançado oficialmente em fevereiro de 2014 e mostra o desempenho de marcas e assuntos para o usuário da Internet. As informações são disponibilizadas em um dashboard, em que é possível visualizar detalhes da publicação, pageviews, o tempo em que cada notícia ficou no ar e o engajamento que teve nas redes sociais. No total, o algoritmo consegue acompanhar mais de 30 mil notícias por dia, com visualização total de cada uma e por quanto tempo foi destaque na página inicial de um portal ou das editorias. Os

16 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

dados são coletados em tempo real e a ferramenta emite ainda alertas para os profissionais. A audiência é qualificada, pois exclui o tráfego interno (feito pelos próprios funcionários dos veículos), os robôs (máquinas que acessam a página sem o comando humano), anúncios, mecanismos de buscas e até mesmo o bounce rate (pessoas que clicam no link errado e desistem da visualização). Os principais clientes são agências e profissionais que trabalham com comunicação e empresas que querem desvendar a audiência alcançada pela marca nos portais da Internet. “Em um mundo cada vez mais ligado à web, conhecer a audiência das notícias nos portais é essencial para empresas que desejam ter sua marca vista e lembrada pelos usuários”, afirma Assahi Lima, CEO da Orbiit.

Do namoro para o casamento

O sucesso do Media Analytics é fruto da parceria entre a Orbiit e a VitaminaWeb. Da simples relação entre cliente e vendedor, a união cresceu e transformou-se em um casamento sólido que disponibiliza a solução ao mercado. A VitaminaWeb fez a identidade visual da Orbiit e assim conheceu a ferramenta. Em pouco tempo voltaram a trabalhar juntas para criar uma interface intuitiva para

o usuário, deixando o produto mais simples e atrativo. Com essa convivência próxima, a VitaminaWeb visualizou a oportunidade de ser representante comercial. “A parceria foi crescendo com a evolução do Media Analytics até que chegou o momento em que a VitaminaWeb nos procurou para ser o representante de vendas”, comenta Assahi Lima, CEO da Orbiit. O acordo foi selado em fevereiro de 2014, coincidindo com o lançamento dos novos recursos da solução ao mercado. Como alguns dos principais clientes da VitaminaWeb são agências de comunicação que necessitam desses dados, nasceu assim uma parceira estratégica para ambos os lados.

Sobre a VitaminaWeb:

Empresa criada em 2008, a VitaminaWeb se especializou no desenvolvimento de tecnologia com criatividade para corporações e agências em geral. A empresa trabalha com projetos e campanhas digitais, passando pelo planejamento, desenvolvimento de soluções e acompanhamento da performance das campanhas.Para levar o melhor aos clientes, tem parcerias com o Google e Apple Developer para a criação de aplicativos para smartphones e é a única produtora brasileira parceira da Zend para soluções em linguagem PHP. Para maiores informações, acesse: http://www.vitaminaweb.com.br..


plataforma de pagamento online por PAGAR-ME é uma solução digital voltada aos empreendedores virtuais do país, atuando como Gateway – e facilitador – entre empresas e toda a burocracia enfrentada para receber pagamentos

As funcionalidades de um meio de pagamento virtual devem seguir critérios rigorosos para conquistar a atenção de lojistas, prestadores de serviços e, principalmente, dos consumidores. O aumento na taxa de conversão de vendas, por exemplo, é um dos fatores primordiais que fazem com que o lojista escolha entre as diferentes plataformas de pagamento disponíveis no mercado. Mas como reconhecer o sistema com mais benefícios? Confira 5 vantagens elencadas pelo Pagar.me (https://pagar. me/) que precisam ser observadas em um

gateway de pagamentos: API (Interface de Programação de Aplicativos): de fácil integração nos sites, é considerada uma das mais simples do mercado, com acesso a dados e controle de vendas feitas pela plataforma de forma rápida e prática. Gestão completa: assinaturas, cobranças recorrentes com valor fixo ou variável, via cartão de crédito ou boleto podem ser facilmente visualizadas por meio dos recursos da plataforma. Painel de controle: assim como as ferramentas de gestão, o controle também é completo, com relatórios e gráficos que permitem entender vendas e o comportamento dos clientes. Desta forma é possível monitorar taxas de conversão e saber exa-

tamente porque o pagamento de alguns clientes é recusado (o motivo pode ser suspeita de fraude, por exemplo) Relacionamento: uma solução completa fica responsável por realizar todos os contatos burocráticos para facilitar a vida de seus clientes. Com as operadoras de cartão de crédito, por exemplo, a solução cuida desde o momento do credenciamento da empresa até toda a comunicação subsequente. Retentativas inteligentes: trata-se de um processo que fica tentando realizar a transação em mais de uma operadora de cartão, ou seja, quando uma está fora do ar, outra é acionada automaticamente para que a compra seja realizada, sem a conhecida e irritante mensagem “sistema fora do ar”.

FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 17

COMPRAS

5 motivos para escolher a melhor


CAPA

CEMURE Recebe vídeo e áudio da WSO Multimídia O Cemure (Centro Municipal de Referência em Educação) localizado na Cidade da Esperança, bairro de Natak, foi criado com o objetivo de reunir professores, educadores e pessoas ligadas a educação municipal. 18 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

Com amplo auditório pqra realização de cursos, palestra, manifestações artísticas, o Cemure se caracteriza como um centro de referência para a educação potiguar, de grande importância para o segmento de ensino.

Lá, são debatidos temas sobre educação e um deles, o O Plano Nacional de Educação (PNE) como sistema de articulação da educação pública em Natal foi debatido durante a Conferência Municipal de Educação,


O evento discutiu planos e propostas para o futuro da educação, como forma de otimizar recursos e diminuir as dificuldades do sistema para atender com eficiência a população que precisa recorrer à rede pública de ensino. Na oportunidade, profissionais e autoridades também discutiram a criação do Fórum Municipal de Educação. A importância do CEMURE para a sociedade norte-rio-grandense, mereceu toda a atenção da Prefeitura de Natal para dotar o auditório de qualidade em som e imagem. A empresa responsável pela instalação do sistema de vídeo e de áudio foi a WSO Multimídia e Tecnologia, líder do mercado representante de grandes marcas de equipamentos, instalação e manutenção dos mesmos. A WSO é dirigida por Williman Souza de Oliveira, um profissional qualificado responsável pelo crescimento da empresa,e presente nas grandes obras. Imprensa no Estádio Arena das Dunas,

A empresa responsável pela instalação do sistema de vídeo e de áudio foi a WSO Multimídia e Tecnologia, líder do mercado representante de grandes marcas de equipamentos, instalação e manutenção dos mesmos. em Natal, por ocasião da realização do projeto acústico de áudio. Foi todo planejado pela WSO, que se preocupou com a qualidade técnica, performance de áudio e design. As caixas atendem com muita discrição no ambiente, distribuídas de forma onde todos os lugares o sistema de som chega com qualidade e nitidez e uma mesa de 16 canais Yamaha. Assim como o Super telão de 200” no padrão 16:10 de fabri-

cação da GAIA. Foi instalado também um projetor de 4000 ANSI LUMENS XGA NATIVO de fabricação da NEC Todos os equipamentos tem empresa de assistência técnica autorizada em Natal e garantia.

Equipamentos usados:

• SLR-504ª Caixa-acústica ativa tipo line-array Potência 350 watts Composta por 4 alto-falantes de 5" e 4 tweeter neodímio 1". • Sistema anti-clipping ativo maior rendimento com menos distorção. • Mixer com 2 canais de entrada: Entradas balanceadas com conectores XLR e TRS 1/4" . • Sistema de motor tubular com proteção térmica que assegura excelente desempenho nos movimentos de sobe e desce da tela de projeção. • Estrutura em alumínio (não xida) e permite significativa redução de peso. • Pintura eletrostática na cor branca Peças estruturais em plástico industrial de alta resistência • Protetor térmicoTensão 127/220 volts automático • Consumo de 110 wats • Películas: Matte White (Branco fosco) - ganho 1.0 - Da Matte Branco ou cinza, ganho 0,8 • Acionamentos: Sensor de corrente digital, controle remoto (infra vermelho), tensão de 12 volts, interruptor comum (contato seco) “Não há tenha dúvida de que o governo municipal do Dr Carlos Eduardo, tem no CEMURE o que há de melhor em tecnologia de áudio e vídeo!” finaliza Williman Souza.

FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 19


dsasda WEB

Compra online

e apenas um clique? Esqueça todos os processos de inúmeros campos para preencher a cada compra pela web. Facilite tudo com um único clique.

por Edgard Pereira Sócio-fundador da OneBuy

“Meu fone de ouvido quebrou e preciso comprar um novo. Entro na internet, pesquiso por um modelo e decido adquiri-lo na loja virtual que oferece o menor preço. O problema é que, infelizmente, nunca comprei nada nesse e-commerce e sei, portanto, que terei pela frente mais de 10 cansativos passos para realizar apenas o cadastro inicial. No fim do dia, deixei a compra online de lado e adquiri meu fone na lojinha da esquina.” Quem nunca passou ou conhece alguém que tenha vivido uma situação parecida com essa? É nesse estágio que o comércio eletrônico nacional se encontrava até pouco tempo atrás, quando os gateways e outras soluções lançaram o sistema de pagamento em um clique, que facilitou a vida dos

20 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

clientes e, consequentemente, aumentou a taxa de conversão dos varejistas virtuais. Mas uma dúvida ainda paira sobre a cabeça dos usuários que consomem pela web em uma frequência não tão constante e não tem familiaridade com esse tipo

de compra: o que garante a segurança da transação? A resposta é um sistema de tokenização ao mesmo tempo robusto e de simples usabilidade. As soluções desse tipo trabalham sem dados sensíveis, permitindo transações com total segurança – ou seja, mesmo que alguém as intercepte, as informações não terão valor fora dos servidores da empresa que processa o pagamento. Oferecer uma navegação fluida, sem solicitação de preenchimento de campos, como nome, e-mail, telefone e dados bancários, também garante um nível muito maior de conversão perante os concorrentes que não contam com essa facilidade. Pagamento em um clique exclui o fator “burocracia” no ato da compra. Isso resulta em consumidores mais contentes e vendedores satisfeitos com os resultados.


artigo

Renniê Alexandre

Consultor de empresa rennie.alexandre@gmail.com

Acredite em você. Você já parou para pensar, ou melhor, se perguntar: Eu acredito em mim? Como citamos no artigo do mês de janeiro,(edição 102) estamos iniciando um novo ano, tudo passa em nossas mentes; mas algo consegue sair dela? Você as escreve? Você acompanha o que deu certo ou não? E por que não? Na maioria das vezes vamos empurrando com a barriga, e assim, quando percebemos, já foi o primeiro trimestre. Irei citar exemplos de quem acreditou em um sonho, foram em busca e conseguiram. Sim, estou no plural, pois são duas pessoas que alcançaram, estou falando das bailarinas recém formadas pela maior escola de ballet do mundo o BOLSHOI em Joinville (SC): Meyriane Gonçalves e Meyrielle Gonçalves, e uma delas acabou sendo contratada pela Companhia. Elas iniciaram seus primeiros passos aqui em Natal, na escola do TAM (Teatro Alberto Maranhão). Os sonhos começaram a ser traçados, os desafios começaram a ser vencidos. Então, você acredita que pode alcançar o que sonhas? Você tem uma meta? Você tem foco? Você já planejou como chegar ou iniciar? Tem um livro muito bom, que é uma lição de vida. A Grande virda – 50 Regras de ouro para dar a volta por cima, de José Luiz Tejon. Irei citar algumas frases do livro para impulsionar nossas vidas, carreiras e sonhos. • A única certeza que nos resta é a de que um ser humano apaixonado, caminhando no rumo certo, torna-se imbatível. • Pare de se lamentar e se levante. Caia na real. Há mais viradas na sua vida do que muitas vezes você consegue compreender ou perceber. É só prestar atenção. • Realizar com o que se tem à mão significa prestar atenção, ter foco, concentração, o que também pode ser interpretado como paixão. • Vejo muita gente que não consegue dar a volta por cima, superar, transformar, pois fica esperando que o mundo à sua volte mude. Agora, os sonhos e os desejos, devem acima de tudo, serem planejados e perseguidos. Vejam as frases acima, pois temos cinco palavras que marcam, são elas: Apaixonado,, Imbatível, Foco, Supe-

ração e Transformação. Se isto não existir, parem, pois vocês estarão perdendo tempo; primeiro sonhando com o que não vão realizar e segundo pensando que pode acontecer sem dedicação, sem renuncias, sem dores, sem criticas e sem fracassos. As lições que devemos aprender com as bailarinas e o escritor simplesmente são: Força, , Corgem, Superação e sempre se reinventar, acreditar que pode. Com certeza, muitos vencedores como as próprias bailarinas, tiveram que mudar as estratégias para chegarem ao que propuseram no início de suas carreiras. Muitos gênios também passaram por estas mesmas situações, mas se eles não acreditassem neles mesmos, quem acreditariam? Então, não criem apenas expectativas para seu ano, façam destas, projetos de vida e que busquem incansavelmente os resultados desejados. Seremos criticados, desencorajados e muitas vezes seremos bombardeadas por nós mesmos, sim, também somos vilões de nossos sonhos, pois pensamos que não conseguiremos ou alcançaremos. Veja a última frase que citei do escritor. Esta poderia ser mais uma história destas bailarinas, mas para quem acreditou em si próprio, teve foco e uma dedicação para alcançar, o resultado teve outro sabor, o sabor Então, acredite mais em você, seja o dono deste grande navio chamado vida. Trace uma rota, uma meta e tenha o foco aonde quer chegar. Segure o leme, pois apesar das grandes tempestades, você vai saber chegar ao final de sua viagem muito mais forte. FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 21


ESCOLA

EMLYON Business School criará a Business School Inteligente por meio do IBM Cloud Novo ambiente de aprendizagem digital baseado na infraestrutura SoftLayer personalizará a experiência de ensino no mundo todo ÉCULLY, França, 28 de janeiro de 2015 - /PRNewswire/ -- A IBM (NYSE: IBM) e a EMLYON Business School anunciaram hoje um programa para desenvolver um ambiente de ensino superior de "Business School Inteligente", capaz de oferecer ensino de negócios personalizado sob demanda de maneira global por meio do IBM Cloud. A EMLYON trabalhará com a IBM para colocar a inovação educacional e o empreendedorismo digital no centro dessa estratégia, para criar melhores resultados para seus alunos e um ambiente mais envolvente para seus professores. Para ver o comunicado de imprensa multimídia, clique em: http://www.multivu.com/ players/English/7428851-emlyon-smart-school-ibm-cloud/ As mudanças no mundo da educação derivadas de forças de globalização crescentes, novos usos dos conteúdos digitais e expectativas mais altas dos estudantes e alunos estão pressionando o ensino superior. Em resposta a isso, a EMLYON procurou a IBM para transformar as formas atuais como seus alunos adquirem conhecimentos e habilidades para se prepararem melhor para o mundo fora da sala de aula. "O que acreditamos ser realmente novo sobre essa iniciativa é o fato de que ela permitirá que proporcionemos conteúdos e orientação totalmente relevantes às necessidades e desejos dos participantes, em qualquer lugar do mundo onde estiverem e em cada passo do seu caminho profissional", afirmou Bernard Belletante, reitor da EMLYON. "Assim como os usuários podem atualmente escolher a dedo seu entretenimento, nossa comunidade poderá escolher onde, quando e quanto aprender." A combinação dos recursos de Big Data e análise da IBM com a profunda experi22 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

ência de ensino da EMLYON criará um modelo educacional de "aprendizagem por fluxo" e oferecerá desenvolvimento e treinamento personalizado que é diretamente relevante às circunstâncias e necessidades particulares. Ao utilizar uma tecnologia interativa, móvel e colaborativa, baseada na infraestrutura SoftLayer da IBM, a "Business School Inteligente" será capaz de reagir constantemente e se adaptar às demandas de cada aluno, que mudam constantemente, e a suas necessidades de carreira. O objetivo da "Business School Inteligente" é ser curadora do conhecimento que proporciona feedback contínuo, um espaço colaborativo e conexões criativas para a comunidade de estudantes e educadores, para que se desenvolvam de maneira paralela. Os benefícios específicos da colaboração incluem: Ampla gama de novos materiais de ensino on-line e digitais e, em particular, estudos de caso interativos.

Pesquisa criteriosa e eficaz com base em análise e em uma relação de trabalho estreita e cognitiva entre os especialistas da IBM e os acadêmicos da EMLYON. Avaliação da verdadeira eficácia do ensino de negócios, ao utilizar a análise de dados para medir o impacto da aprendizagem ativa. "Estamos orgulhosos por apoiar a EMLYON em seu caminho rumo à transformação digital e à construção de uma verdadeira "Business School Inteligente", além de servir como modelo para outras instituições de ensino", afirmou Michael King, vice-presidente do setor de educação global da IBM. "Esse esforço de transformação utiliza a análise de Big Data por meio de uma estratégia em cloud para envolver os estudantes ao personalizar seu ambiente educacional, com o objetivo de deixá-los mais bem preparados para a força de trabalho." Essa plataforma baseada em cloud da "Business School Inteligente" estará disponível nos campi existentes da EMLYON na França e na China, além do campus anunciado de Casablanca, no Marrocos. A parceria também permitirá campi "pop up" sob demanda nos principais mercados emergentes, como a África Ocidental, e em cidades industriais no coração da China. Com base na metodologia Design Thinking do IBM Studio, os novos materiais de ensino e serviços on-line serão cada vez mais exibidos. Espera-se que o novo modelo de "Business School Inteligente" seja disponibilizado ao vivo no segundo trimestre de 2015. Para mais informações sobre a educação da IBM, acesse ibm.com/education. Para mais informações sobre a EMLYON Business School, acesse http:// www.em-lyon.com


várias maquininhas de cartões Solução multiadquirente Cappta oferece conectividade, proteção contra adulteração, garantia de melhores taxas e conferência de valores acessados de qualquer lugar, remotamente, sem a necessidade de entrar e sair nos sites de cada adquirente. Ao contrário das máquinas POS, que, por serem avulsas, obrigam o gerente da loja a conferir os valores dos recibos com os números do relatório gerado pelo sistema e ficar guardando uma quantidade enorme de papéis.

4) Sem violação

Os terminais POS (Point of Sale), mais conhecidos como maquininhas de cartões, foram os grandes responsáveis pela popularização do uso do crédito e do débito, chegando praticamente a todos os estabelecimentos comerciais. Apesar da mobilidade, algumas dificuldades tornaram esses dispositivos vulneráveis e ultrapassados, que acabaram perdendo lugar para as soluções de TEF (Transferência Eletrônica de Fundos) integradas, mais utilizadas nos caixas de supermercados, farmácias, lojas de departamentos e outros. Veja quatro motivos listados por Eduardo Vils, sócio fundador e presidente daCappta, empresa especializada em soluções inovadoras de pagamento:

1) Sempre conectado

Diversas tentativas para aprovar uma transação, atendente que levanta a maquininha à procura de sinal, confusão sobre qual a máquina para cada cartão são algumas das cenas comuns nas lojas que utilizam o POS. Com o TEF integrado, o terminal é unificado e conectado todo o tempo, garantindo a alta disponibilidade

e produtividade. Com tudo funcionando perfeitamente, as filas de clientes são menores e o caixa fica mais arrumado, sem confusão de máquinas e fios.

2) Chega de contas

O software disponibilizado pela Cappta é inteligente, foi desenvolvido para que o lojista tenha a certeza que as transações serão feitas por onde a taxa é mais vantajosa, podendo ser parametrizado por formato de compra – débito, crédito à vista ou parcelado. A transação é encaminhada à adquirente (Rede, Cielo, Elavon, GetNet, Stone, etc) pré-definida de forma automática, reduzindo custos e aumentando a rentabilidade. A economia também se estende ao aluguel de máquinas, que agora também podem ser substituídas por uma só.

3) Tudo em poucos cliques

Em um portal único, o sistema da Cappta dá acesso a relatórios completos, com valores cheios ou parciais por caixa (PDV), adquirente, bandeira, tipo de pagamento, dia, semana ou mês. Os dados podem ser

A maior parte das fraudes e clonagens de cartões é resultado de máquinas POS adulteradas, que são trocadas nos estabelecimentos sem qualquer suspeita. Por ficar fixo na frente de caixa, o TEF da Cappta inibe a ação de criminosos. Somente instaladores autorizados podem mexer nos equipamentos, após solicitação do próprio varejista. Mais informações no site: www.cappta. com.br

Sobre a Cappta

A Cappta nasceu com o objetivo de ajudar o varejista a vender mais, com maior lucratividade. Na prática, isso se traduz em um modelo de serviço que proporciona aos seus clientes soluções tecnológicas de ponta a custos acessíveis para empresas de todos os portes. Utilizando tecnologia de captura de cartões baseada em TEF (Transferência Eletrônica de Fundos), as soluções oferecidas pela Cappta garantem segurança e agilidade nas transações por meio de recursos antes disponíveis apenas para as grandes redes varejistas. As maquininhas Cappta são multiadquirentes, aceitando todas as bandeiras nacionais de cartões e mais de 100 bandeiras regionais, atendendo a mais de 13 mil estabelecimentos varejistas, incluindo lojas das redes Bob´s, Brasil Cacau, Café do Ponto, Claro, Giraffas, Havaianas, Oi, Spoleto, Subway, Swarowski e Tim. Mais informações no site: www.cappta.com.br FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 23

TEF

Entenda como um TEF integrado vale mais do que


artigo

www (part three) Nosso planeta viaja pelo espaço. E para viajar pelo planeta, criamos veículos rodoviários e ferroviários, navios e aviões. Os transportes facilitaram uma comunicação, uma troca de ideias, informações e conhecimentos, por via postal ou pessoal. O uso da internet, a teia de alcance mundial (World Wide Web), acelerou um processo de informação e conhecimento, já conhecido. Muito tem se visto e falado sobre mudanças climáticas, e os novos comportamentos das correntes marítimas e das marés. Mudanças no regime de chuvas e regime de ventos (wind). Enchentes de um lado, provocadas por excessos de chuvas. E ausências de chuvas de outro, as secas provocadas por falta de chuvas nas cabeceiras de rios. Locais mais ou menos molhados (wet). Além das variações dos movimentos da Terra no Universo, outras situações têm contribuído para estas alterações. Durante séculos o homem vem virando e revirando o solo e o subsolo. Destruindo e derrubando morros e montanhas; construindo enormes edifícios e arranha céus. Destrói f lorestas para implantação de plantações extensivas, buscando produzir grãos para criações intensivas. Derruba matas para construir casas. Explorou florestas para produzir carvão. Perfuraram poços em busca de dois produtos minerais, água e petróleo, os mais preciosos para a sociedade, deixando espaços vazios por baixo das rochas. Todo ato de destruição do meio ambiente, é em nome da ciência, tecnologia e desenvolvimento. Lançaram no ar alguns resíduos, como de monóxido de carbono, e dióxido de carbono (CO e CO2). O homem vem modificando a superfície terrestre alterando o atrito com o ar, nos movimentos terrestres e alterando o centro de equilíbrio, a partir da analise de uma esfera perfeita. O homem vem modificando o meio ambiente ao longo de sua existência sobre a Terra. O homem em sua tentativa de conquistar o espaço tem lançado espaçonaves e deixado um lixo espacial no meio do caminho. Ao longo da existência do planeta ele 24 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

tem recebido materiais vindos do espaço como meteoros e meteoritos, ventos e raios invisíveis vindos do espaço. Os riscos de precipitações vindas do espaço aumentam com o lixo espacial. E o homem continua agindo como estando morando em um planeta que pudesse ser uma esfera sempre perfeita, sem modificação ao longo dos anos. Alem das modificações naturais, a presença do homem vem alterando o planeta. Somente os países que tenham uma estação espacial poderão ver de longe e analisar o comportamento rotacional e ocupacional do planeta. Com suas variações e modificações ao longo do tempo, prevendo mutações e migrações. E Washington esta saindo na frente. E assim segue a humanidade, viajando na internet (web), abrindo janelas (windows), com os raios do Sol seguindo para o Oeste (W). Marcando passo e seguindo passos, com uma mesma letra. Questionando (What? Who? Where? Want? Why?).Aguardando (wait): um tempo melhor (wether), um inverno (winter), um vento (wind), ou um trabalho (work); ou até mesmo uma guerra (war), em algum ponto do mundo (world). Sempre necessitando de água (water). Com brindes e comemorações (wine & whisky), para suas conquistas.

ROBERTO CARDOSO jornalista científico rcardoso.gti@terra.com.br


FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 25


Somos todos iguais... [?] O mundo sempre pregou algumas surpresas naqueles que esperam muito uns dos outros. A vida parece ser uma caixinha de constantes motivos para surpreender, principalmente, os que não aprenderam a valorizar a existência de seus pares (pobres ou ricos). Nessa certeza, a solidariedade – valor ainda exercido por tantos – precisa fazer parte do cotidiano desta geração de uma humanidade que sofre e faz sofrer nos quatro cantos do Planeta. Se as pessoas bem soubessem, investiriam mais em inteligência emocional: O sujeito emocionalmente inteligente tem condições de incentivar a si próprio e de seguir em frente mesmo diante das desilusões; detém a aptidão de conter estímulos, transferir sentimentos para contextos adequados; exercitar a gratidão dilatada; encorajar os outros, induzindo-os a despertar em seu íntimo as maiores propensões e a participar de esforços coletivos. Assim, com convicção, algumas frustrações costumeiras nos seres humanos seriam evitadas se eles fossem emocionalmente inteligentes. É tempo de descobertas interiores. Os homens têm-se rivalizado de forma cruel como que algum possível domínio fosse eterno. Há quem se concentre muito mais nas diferenças existentes entre as pessoas do que os fatores comuns que as unem; criando com isso uma concepção de injustas comparações geradoras de preconceitos, por si, bem injustificáveis. Destarte, o ser solidário – em tempos tão mesquinhos – torna-se um raro e significativo exem-

Será possível resgatar o sentimento de compaixão, de um amor fundamentalmente desinteressado – em busca de enlevar as melhores virtudes escondidas na humanidade hodierna. 26 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

plo a ser seguido. Outrossim, o contexto social vivenciado por crianças que encantam e se desencantam por orientações preconceituosas – às vezes – estimuladas dentro de casa por pais inescrupulosos, reforça a ideia de que a falta de respeito ao semelhante começa desde cedo. O comportamento intolerante e irrequieto diante de outros com menor poder aquisitivo, ou considerados socialmente excluídos, tornou-se insuportavelmente comum para muitos. Nessa marcha, quando assistimos a algumas cenas de descaso com a dor alheia, se for investigada a causa disso, ver-se-á um surgimento em idades tenras. A admissão de que sejamos iguais, “braços dados ou não”, soa como uma utopia constitucional, em que pese a recorrência das apregoações sobre esse tema nas escolas, na Igreja e na mídia. De fato, a premissa de ser igual a outrem é ilusória quando se considera a questão de fatores econômicos, principalmente. Essa triste verdade, associada à desconfiança crescente entre as pessoas, fortalece a impressão de que vivemos – já há tempos – uma hipocrisia generalizada. Será possível resgatar o sentimento de compaixão, de um amor fundamentalmente desinteressado – em busca de enlevar as melhores virtudes escondidas na humanidade hodierna. Se somos iguais, não há certeza, mas que somos igualmente filhos de um mesmo Ser e irmãos por natureza criacionista, a isso não consigo fazer quaisquer refutações. Independentemente de raças, classes sociais, opções várias de sexo ou religião, a solidariedade deve fazer parte do ser humano como um ideal de valor maior a fim de eternizarmos a essência com que fomos acolhidos em nome do Amor. Não subestimemos a capacidade que se tem de amar. O estereótipo criado para o homem desta época é assunto discutível nos quadrantes da Terra: agressividade versus gentileza – de que lado queremos estar? Parece incrível, mas a formação humanista sugere pela História a vertente de uma sobrevivência dos supostamente mais fortes em detrimento daqueles que são vencidos. Podemos ampliar a corrente da solidariedade como razão de provarmos que somos até iguais.

artigo

SILVIO NASCIMENTO

PROFESSOR DE PORTUGUÊS silviocap_36@hotmail.com


adotarem o cartão de débito

O cartão de débito tem caído cada vez mais no gosto do brasileiro. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Cartões de Crédito e Serviços (Abecs), mais de 100 milhões de unidades movimentaram R$ 164 bilhões no primeiro semestre de 2014, em um crescimento de 21,6% em relação ao mesmo semestre do ano anterior. Para efeito de comparação, as vendas por cartões de crédito cresceram 13,5% no mesmo período. A conveniência desde meio de pagamento o tornou muito popular em gran-

de parte dos estabelecimentos físicos, mas ainda está engatinhando no e-commerce. Aos poucos, o hábito deve se firmar gradativamente em meio aos lojistas virtuais, por ser uma alternativa prática e vantajosa, principalmente em relação ao boleto bancário. Entenda: Segurança – O cartão de débito é um meio extramente seguro para o lojista, porque aciona o Internet Banking do emissor para a autenticação do usuário, por meio de preenchimento de cadastro e código token. Desta forma, a loja fica protegida de eventuais reembolsos em caso de fraude (charge backs), que ficam sob responsabilidade dos bancos. Economia – Além de evitar prejuízos com fraude, o custo de adquirência é menor em relação ao cartão de crédito. Isso

permite ao e-commerce trabalhar com uma margem de desconto para o cliente, incentivando o meio de pagamento e impulsionando as vendas. Fluidez no processo - A grande vantagem em relação ao boleto é a compensação em tempo real, que dá maior fluência ao processo de venda. A confirmação do pagamento é realizada instantaneamente, enquanto o boleto necessita entre dois a oito dias úteis. Desta forma, o pagamento por cartão de débito permite a liberação do serviço ou o envio da mercadoria no menor prazo possível. Antecipação do recebimento – O recebimento do valor de uma venda à vista é realizado no dia seguinte da transação, contra os 30 dias das cobranças por cartões de crédito.

Game over: a Nintendo, os impostos e uma geração infeliz por Moacyr Alves Coordenador do curso de Jogos Digitais da Faculdade Impacta Tecnologia.

Nas últimas semanas a Nintendo, empresa japonesa de games, anunciou o término das relações econômicas com o Brasil. O principal motivo para a medida foi a preocupação da companhia em pagar os impostos da maneira mais correta possível, o que faz com que em nosso país os jogos da corporação sejam vendidos pelos preços mais caros do mundo, quando em outros lugares, costumam ser mais em conta do que os equivalentes da Microsoft e Sony, por exemplo. A Nintendo encarou como um desafio trabalhar no Brasil mesmo com os altos impostos. Esse problema acarretou outro: o contrabando dos seus produtos, o que competia economicamente com a distri-

buidora oficial. Para o mercado interno, o rompimento não muda muito porque é fácil achar preços mais baratos para os jogos, por meio de vendedores não oficiais que operam sem fiscalização. No entanto, no cenário internacional, a imagem do Brasil fica manchada, pois retrata para o mundo a triste realidade da retirada de uma empresa já instalada por aqui por conta dos impostos e do contrabando. Nos últimos anos há uma luta para a redução das tarifas para esse setor. Atualmente os games também são vistos como cultura: possuem trilha sonora, arquitetura e arte gráfica. O governo não trata a área com a devida atenção, ignorando todo o potencial que o mercado apresenta. Fica uma grande insatisfação para quem realmente é fã da empresa que criou clássicos como Mario, Zelda Metroid, en-

tre outros. A Microsoft e a Sony se mantêm firmes por aqui e assim esperamos que permaneçam em nosso país

FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 27

IMPOSTOS

por Jerome Pays Diretor de E-commerce da Lyra Network, empresa multinacional de origem francesa especializada na transmissão segura de transações financeiras. Líder do segmento no Brasil, a Lyra é também detentora do Gateway de Pagamentos PayZen (www. payzen.com.br)

CONTROLE

Quatro motivos para as lojas virtuais


PESQUISA

Categoria de “outros produtos” já representa 16% das vendas

dos distribuidores de TI e Informática 5ª Pesquisa da Associação Brasileira dos Distribuidores de Tecnologia da Informação traz panorama da distribuição, que encerra o ano com faturamento de R$ 12,6 bilhões Pelo segundo ano seguido, produtos como acessórios e suprimentos cresceram na participação no faturamento do setor de distribuição de tecnologia da informação e informática. Chamada de “outros produtos”, a categoria representa 16% de todos os negócios no segmento, um crescimento de dois pontos percentuais no comparativo a 2013. Os dados são da 5ª Pesquisa Inédita Setorial dos Distribuidores de TI e o 4º Censo de Revendas, da Associação Brasileira dos Distribuidores de Tecnologia da Informação (ABRADISTI), encomendado junto ao IT Data, uma das principais consultorias de análise de mercado em tecnologia do país. “A categoria outros produtos é composta principalmente por itens que não têm mais destaque em grandes magazines, tornando as revendas uma alternativa de compra aos consumidores”, explica Mariano Gordinho, diretor executivo da Abradisti. O estudo também apontou que os hardwares seguem em queda. Em 2014 a categoria representou 71% frente a 74% do ano

28 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

passado e 81% de 2012. Por sua vez, a venda de software teve uma ligeira alta, passando de 11% para 12%, enquanto a prestação de serviços por parte dos distribuidores se manteve com 1% da renda total. A 5ª Pesquisa Inédita Setorial dos Distribuidores de TI apontou que o setor deve fechar 2014 com faturamento de R$ 12,6 bilhões, uma queda de 4% em relação ao ano anterior.

Sobre a ABRADISTI

A ABRADISTI - Associação Brasileira de Distribuidores de TI (Tecnologia da Informação) - nasceu em 2010 com o objetivo de fomentar crescimento da cadeia de fornecimento em TI. A Associação foi criada para que o mercado brasileiro en-

tenda o papel do segmento de Distribuição na área de tecnologia da informação no país, bem como sua relevância para a movimentação do setor. Os associados contam com o Selo de Certificação ABRADISTI, que poderá ser divulgado pelas empresas associadas como forma de dar maior credibilidade às organizações que apoiam e suportam as iniciativas da Associação. Para mais informações, acesse: www. abradisti.org.br


artigo

BigData e logística:

um casamento bem sucedido Jhonata Emerick Ramos CEO da 99Motos www.99motos.com

Trabalhei com modelagem estatística alguns anos, e acabei conhecendo muita gente desse meio. Algumas semanas atrás dois amigos vieram me procurar para falar de Big Data. Pensei com meus botões, esse negócio virou moda, mas poucos conseguem de fato tangibilizar. Conversando com eles o que me chamou atenção nesse assunto de BigData é : Velocidade, Variedade e Volume (3V´s do Big Data). Esses 3V´s tem tudo a ver com logística. Uma operação logística ela precisa ter velocidade, o que gera volume e muitas vezes variedade, e consequentemente isso se reflete nos dados dessa operação. As aplicações em logística não são óbvias dado as particularidades desse setor, mas será destrutiva e necessária. O grande desafio foi tentar descobrir casos de uso. Tudo em logística é para agora, ou seja, desenvolver técnicas preditivas a partir do histórico da sua operação de forma a melhorar sua previsão de capacidade e controle de seus recursos. Os veículos da sua frota transitam por vários locais ao longo do mês, eles podem capturar informações dos locais por onde passam, sejam demográficas, ambientais, de trânsito. Essas informações têm valor não só para o seu negócio.

O problema conhecido como da última milha, corresponde ao trecho normalmente do centro de distribuição a entrega, chega a responder por até 30% do custo e impede a obtenção da alta eficiência operacional. Soluções de big data pode permitir a otimização da rota da sua frota em tempo real, além de confirmar um pouco antes a disponibilidade no local de entrega evitando as entregas sem sucesso e como resultado uma economia de tempo e recursos no seu processo de entrega Um ponto chave é que a otimização da rota não leva em conta somente trânsito como hoje a maioria das empresas fazem, elas podem e devem levar em conta fatores geográficos, de tráficos, ambientais e do destinatário. Onde mora o Big Data nessa história toda? A necessidade de otimizar toda essa variedade e volume de informações em tempo real, para um frota em movimento e que precisam dessa informação com velocidade, aquele nossos 3v´s do começo. Essas foram somente algumas ideias que surgiram dos nossos testes. Eles gostaram tanto da ideia que montaram um startup de modelagem e Big Data que também atende o mercado de logística. O resultados foram muito satisfatórios e se mostrou um casamento perfeito.

FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 29


TENDÊNCIA

Apps corporativos híbridos: tendência mobile nas empresas por João Moretti Head de Marketing da MC1 – multinacional brasileira com foco em processos e inteligência de negócios utilizando a mobilidade como plataforma tecnológica.

Foi-se o tempo em que a adoção de soluções corporativas mobile era vista como um “plus” nas empresas. Hoje, muitas têm escolhido aplicativos corporativos não só como uma forma de otimizar suas atividades, como também para agregar valor ao seu serviço e adicionar um diferencial competitivo. Pelo que venho acompanhando do mercado, posso afirmar que uma das grandes tendências para os próximos anos é a conectividade híbrida. Trata-se de uma tecnologia que oferece um processamento de informações no próprio dispositivo móvel, independentemente dele estar on-line ou off-line. Por isso, tem sido cada vez mais comum ver empresas que adotam aplicativos híbridos com o intuito de aumentar o rendimento das suas atividades de campo. Para quem não sabe, a diferença de um aplicativo híbrido para um comum é que além dele trabalhar na ausência de conexão (wi-fi ,3G ou 4G), ele também possui o processamento e inteligência tecnológica no próprio equipamento, o que facilita operações mais complexas. Outros aplicativos, que funcionam através de cache, por exemplo, são mais limitados. Os apps híbridos podem ser utilizados tanto para serviços de campo, como para automação de força de venda. Além disso, eles também implementam com maior eficiência técnicas de computação distribuída. Uma das tendências apontadas pelo

30 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

Gartner para 2015 é a maior ênfase no atendimento das necessidades do usuário móvel, independentemente dos ambientes, ao invés de focar apenas no dispositivo. Sendo assim, os aplicativos híbridos representam uma grande evolução, principalmente no ambiente corporativo. Você pode estar se perguntando: mas na prática, o que isso realmente muda nos meus resultados? Para começar, acredito que isso reflete em um melhor aproveitamento do investimento no dispositivo móvel. Afinal, imagine a seguinte situação: Um dos seus profissionais de campo precisa acessar os dados do estoque para saber se pode ou não distribuir o produto X para um determinado mercado. Se cair o sinal e seu dispositivo só tiver acesso on-line, isso pode implicar em atraso de todo o processo. Quanto mais rápido os processos puderem ser executados, maior será o seu lucro. A maioria das empresas que adota esses aplicativos os utiliza para acesso a banco de dados, controle de estoques e para equipes que atuam fora da organização. Outra utilização muito comum é para controlar dados inseridos no CRM. Definitivamente, essas atividades não devem ser prejudicadas por um fator tão trivial quanto à conexão. Outro aspecto que considero importante é que as vantagens dos aplicativos híbridos podem se tornar um poderoso diferencial mercadológico. Uma pesquisa feita pelo Gartner aponta que 2015 será um ano promissor para a área de TI no Brasil. Segundo o estudo, haverá um incremento de 5,7% nos gastos com Tecnologia da Infor-

mação pelas empresas, o que deve refletir em um lucro de US$ 125,3 bilhões, maior que os 118,5 bilhões deste ano. Sendo assim, imagine que cada vez mais empresas terão acesso a tecnologias mobile para otimizar suas atividades. É preciso se distinguir das demais com recursos que realmente façam a diferença no seu dia a dia. Quer um exemplo? Quando utilizado para automação de força de vendas, os apps híbridos podem diminuir um processo que antes levava 15 minutos, para 30 segundos. Ou seja, uma redução de 3000% do tempo. Acredito que uma das vantagens mais óbvias dos apps híbridos é que eles também possibilitam que as aplicações de campo não tenham que ficar restritas apenas a ambientes que tenham conexão. Afinal, quando se trata de conectividade, não podemos esperar total cobertura aqui no Brasil. E não são apenas as pequenas cidades que têm problemas nesse setor. Grandes centros urbanos, como São Paulo, não têm uma cobertura que atende a demanda. Na minha opinião várias razões podem justificar a perda de um negócio, mas a falta de conectividade não pode mais ser uma delas. E é isso que pode acontecer se sua equipe de campo não estiver utilizando aplicativos que não operem também off-line. Além de possibilitar mais agilidade, os apps híbridos, quando bem planejados e adequados às necessidades da sua empresa, fazem com que suas vendas não sejam prejudicadas, independentemente do cenário. Além disso, aumenta a produtividade dos colaboradores e facilita o fechamento de novos negócios. Pense nisso!


MÃO-DE-OBRA

A falta de preparo dos profissionais digitais

Uma pesquisa recente da agência Conversion ganhou destaque em vários noticiários do país. Em pleno ano de 2014, as faculdades de marketing, propaganda, publicidade e comunicação quase não falam de Internet em suas grades curriculares e pouco preparam para o mercado digital justamente as pessoas que estão inseridas integralmente nesse contexto. Os alunos saem dos cursos sem conhecimento sobre negócios digitais. Porém, como usam a web todos os dias, sabem tudo sobre Facebook, Twitter, Blog, Vlog e games online, sabem comprar nos grandes varejistas, utilizam o Google para pesquisa de escola e conhecem até como vender produtos pelo Mercado livre e ganhar uma mesada extra. Mas, efetivamente, não recebem informação da faculdade sobre como o ambiente online é o futuro (ou presente) do varejo, que a vida profissional depende (muito ou pouco) deste canal e que o Fa-

cebook não é apenas o lugar para postar a foto do churrasco do fim de semana – é muito mais do que isso. Os principais nomes do comércio eletrônico nacional buscam profissionais que conhecem mais de e-commerce do que de varejo – uma vez que é quase impossível encontrar um que conheça ambas as áreas. O que temos visto são empresas tirando funcionários de outras companhias, geralmente a peso de ouro. Há até acordos entre diretores para evitar esse cenário e manter a cordialidade em um mercado que só cresce e ainda é novo no Brasil. Afinal, estamos falando efetivamente de dez anos de varejo online, sendo que a explosão aconteceu em 2007. Isso faz com que existam poucos profissionais experientes. Quando alguém diz ter cinco anos no e-commerce, o currículo fica altamente valorizado, pois indica que ele viveu quase que a metade do setor no país.

A falta de profissionais no mercado digital é notável. Quem contrata acaba, muitas vezes, pedindo indicação dos próprios funcionários. Há varejistas que chegam a premiar o colaborador que indica uma pessoa para determinados cargos. Essa prática, comum no mercado, é algo preocupante, pois o que vemos é que o setor cresce rapidamente, com mais e mais empresas querendo entrar na Internet. Assim, faltam profissionais que fazem a diferença e que pensam nos negócios e não apenas em posts no Facebook. A dica para todos é estudar. Em um curso de curta duração ou em um MBA no mercado digital, não ache que o professor vai abordar tudo. O melhor é estudar e se preparar, pois se dedicar à uma aula é o mesmo que se dedicar ao mercado. O importante é ir além do básico, questionando em sala de aula e com seu chefe. Ao fazer a diferença, as portas se abrem. FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 31


sdas

artigo

O que as crianças ganham

com projetos culturais?

Tomei conhecimento de uma pessoa que foi premiada porque criou um projeto social de revitalização de praças. Mas a ideia começou a partir de uma praça perto de sua casa. Em seu discurso, ela defendeu a ideia de que quem se preocupa com o futuro e quer um mundo melhor, deve começar aos poucos. Não adianta querer salvar a Floresta Amazônica, sem ter atitudes pequenas voltadas para seu bairro, sua cidade, sua região. É verdade. Então, qual o caminho para ajudar as crianças do mundo todo? Se você pensa que não existe uma maneira exata de ajudá-las, está enganado. Cada pessoa pode começar aos poucos e fazer o que lhe é cabível. O dono de uma empresa, por exemplo. Qualquer atitude tomada por ele em nome da instituição pode ter alcance por toda uma região. Agora imagine várias empresas. Com certeza o resultado será absolutamente positivo e com alto grau de abrangência. A educação é um dos tópicos mais importantes na sociedade. Infelizmente, defasado no Brasil. Mas é possível reverter o caso. Os projetos culturais são exemplos de atitudes que podem transformar a realidade. Isso se deve pela metodologia usada. As instituições de ensino focam em cumprir com o calendário de conteúdo e deixam de lado um planejamento complementar às disciplinas ensinadas. Já os projetos culturais ensinam de uma maneira complementar e divertida. É um reforço ao ensino. Isso acontece através do teatro, da música, circo, dança, mágica e muito mais. Além da união destes em espetáculos artísticos. As cores e o dinamismo conquistam as crianças. Estes fatores fazem com que

32 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

as crianças tenham mais vontade de aprender, prende a atenção, ativa a curiosidade e a criatividade, além de permitir uma interação dos alunos. E sabe o que as crianças ganham com estes projetos culturais? A arte e a cultura mudam a realidade de muitos pequeninos por aí. A educação é essencial na formação de todos. Em um mundo em que as crianças crescem conectadas à internet o tempo todo e não desgrudam dos jogos eletrônicos, a interação em ações culturais ensina como conviver melhor. E o mais importante transmitir e reforçar um rico conteúdo educacional. As atividades culturais também diminuem o número de crianças nas ruas. Elas começam a se engajar e a querer construir uma vida melhor, sem drogas e mais confortável. Então, o que elas ganham é uma base educacional de qualidade e um futuro promissor. Quem nunca ouviu falar ou mesmo viu as apresentações do Circo de Soleil? A companhia não começou do tamanho que é hoje. Eram nas ruas que um grupo de coloridos personagens vagueava em cima de pernas de pau, soltando fogo, dançando e fazendo malabarismo. E atualmente é um exemplo de entretenimento de alto valor artístico para o mundo. Ele desperta o interesse, a vontade de milhares de jovens a praticar atividades artísticas. Além de fazer muitos jovens sonharem em um dia rodar pelo mundo encantando as pessoas com sua arte. E é o ato de sonhar que a Pedagogia Cultural deve continuar estimulando nas crianças. É o que o mundo precisa. Todos nós saímos ganhando, quem proporciona, quem recebe e quem vai usufruir no futuro.

Christiane Deucher

diretora da franquia máster do Brasil da Fun Science www.funscience.net/brasil


da gestão da empresa

por Priscila Falchi Coordenadora de Marketing da SISPRO, fornecedora de software de ERP e Soluções Fiscais.

O grande desafio das empresas é manter a gestão dos negócios em dia. O controle das rotinas passa por uma organização rígida dos processos de negócios e das atividades de cada colaborador, o fluxo de trabalho. Soma-se a isto outras preocupações importantes, com destaque à gestão contábil e fiscal. Nos últimos anos, os governos federal, estaduais e municipais investiram fortemente na informatização dos seus processos tributários e delegaram às empresas a responsabilidade de informar ao seu Fisco toda e qualquer movimentação, começando pela obrigatoriedade da nota fiscal eletrônica, que obrigou as empresas a investirem em sistemas de informação e também bloqueou a emissão das famosas notas fiscais espelhadas, aquelas que apresentavam o valor real na via entregue ao cliente, mas apresentava valor inferior no bloco de notas. Atuando há mais de quatro décadas no mercado de sistemas de gestão, percebemos que as empresas precisam cada vez mais da informatização e melhoria de seus processos de negócios, além de aprimorar seus produtos e serviços para enfrentar a concorrência. Na outra ponta, as vendas devem dar conta de promover a captação de receitas para cobrir as contas e investimentos. Infelizmente esta equação não é tão fácil de ser resolvida, uma vez que os investimentos em TI crescem, mas, muitas vezes, as empresas passam por períodos de quedas no faturamento. Equilibrar as contas torna-se um grande desafio e a luta pelo mercado e manutenção do cliente a faz manter os investimentos em todas as áreas do negócio: pesquisa e desenvolvimento, novos produtos e serviços, capacitação das equipes, melhoria em todas as áreas. Em fevereiro o SPED completa oito

anos do início de sua implantação com muitas alterações, correções e novas obrigações. Desde então, as empresas têm sido obrigadas a correr contra o tempo para atender a todas as novas obrigações. Em 2015, por exemplo, entra em vigor, a ECF, Escrituração Contábil Fiscal, que altera o modo como as empresas devem informar todas as operações que influenciam a composição da base de cálculo e o valor devido do Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ) e da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL). Os administradores não podem se colocar em posição defensiva diante destes novos desafios. Não vai adiantar reclamar ou se unir às suas entidades representativas para negociar melhorias e adiamentos. Enquanto as negociações com o Fisco acontecem – com resultados positivo ou não – as empresas não podem deixar para fazer a lição de casa na última hora. As multas são altas e as companhias ainda podem ser negativadas, ficando impedidas de participar das compras dos governos quando surgir uma oportunidade. Em várias oportunidades que tivermos para conversar com administrado-

res de PMEs e profissionais contábeis de várias cidades do País notamos que a maior reclamação deles se refere à falta de informação sobre as constantes mudanças e como atender corretamente a cada nova obrigação anunciada pelo Fisco. A capacitação do pessoal responsável por atender às demandas contábeis e fiscais é vista como prioridade, mas nem sempre fácil de ser obtida, uma vez que a realidade das empresas e profissionais fora dos grandes centros econômicos é vista como um obstáculo. Muitas delas estão se apoiando em consultores e empresas especializadas para dar conta do recado e esperam que seus fornecedores de software possam também ter a capacidade de acompanhar a evolução das obrigações do Fisco, uma tarefa árdua que deve ser seguida a risco e ser planejada com antecedência para evitar erros na elaboração e envio dos arquivos digitais aos computadores do Fisco. Não priorizar os esforços na melhoria da gestão de todas as etapas e rotinas da empresa, como se vê, pode sair mais caro que os atuais elevados custos para se manter uma companhia sadia e em dia com o Fisco.

FEVEREIRO/2015 | INFORMÁTICAEMREVISTA 33

GESTÃO

Sai muito caro descuidar


servidor

O primeiro componente dedicado ao reconhecimento "Full-Text" PARIS e NOVA IORQUE, PRNewswire, líder mundial na captura de dados, processamento e classificação de documentos, anunciou hoje seu novo componente de software A2iA TextReader?, que oferece uma abordagem nova e simples de reconhecimento "full-text" e transcrição de texto. Pela primeira vez no mercado, as equipes de P&D da A2iA desenvolveram uma solução inovadora baseada nos mais recentes avanços de tecnologia para redes neurais recorrentes (RNN) capazes de transcrever dados impressos e manuscritos sem utilização de um dicionário interno. "A2iA TextReader? é um novo componente que revolucionará a forma como o mercado utiliza a tecnologia de reconhecimento," afirma Jean-Louis Fages, CEO da A2iA. "Ao permitir o reconhecimento de "full-text" (texto completo), sem utilização de um dicionário, todos os tipos de dados impressos e manuscritos poderão ser aproveitados e os usuários serão capaz de resolver todas as demandas do mercado de desmaterialização, beneficiando-se de níveis mais elevados de automação e desmaterialização."

Uma solução ampla

Os dados extraídos por A2iA TextRe-

34 INFORMÁTICAEMREVISTA | FEVEREIRO/2015

ader?, permitem soluções de gestão documental do mercado, classificando documentos através do seu conteúdo (tanto o impresso como o manuscrito). O componente também indexa palavras-chaves e informações de identificação a partir de (nome, sobrenome, data, número de telefone, números de diversas identidades...), tudo sem empregar customizações ou serviços de desenvolvimento da A2iA. A2iA TextReader - Principais características: n Reconhecimento "full-text" ou transcrição automática de textos impressos e manuscritos n Atualmente disponível para inglês, francês e árabe n Línguas adicionais com base Latim disponíveis em breve n Reconhecimento "full-text", sem uso de um dicionário interno para documentos manuscritos n Tratamento de múltiplos formatos de imagem: JPEG, BMP, TIFF, PDF. O A2iA TextReader é o componente ideal para as seguintes áreas: n Setor Financeiro / Seguros

Os prestadores de serviços / BPO Governo / Administração n Segurança e Defesa n Saúde n Telecomunicações e Serviços n n

Sobre a A2iA

A2iA, Análise de Imagem e Inteligência Artificial (www.a2ia.com), fundada em 1991, com atuação em mais de 36 países, é a empresa líder mundial em desenvolvimento de tecnologias para reconhecimento, classificação / tipificação e processamento de documentos manuscritos e impressos. Com avançados componentes desenvolvidos especificamente para o tratamento de imagens, a A2iA continua sendo pioneira em tecnologia utilizada em soluções de: GED, ECM, BPM, BPO e truncagem eletrônica de cheques. Os plug-ins da A2iA possibilitam que informações complexas e manuscritas sejam aproveitadas em diversos documentos eletrônicos e incorporadas dentro de uma base de dados, permitindo a possibilidade de pesquisar os resultados extraídos. Por mais de 23 anos a tecnologia da A2iA tem se comprometida em reduzir custos e entrada manual de dados, proporcionando um ROI visível para os 15 mil clientes que atende pelo mundo.


Informática em Revista | Edição 103 | fevereiro/2015  
Informática em Revista | Edição 103 | fevereiro/2015  
Advertisement