Page 1

FO

RM

AT IV O

02

Publicação dirigida

a s s e r e m p

AN0 I ­ dezembro 2012 / janeiro 2013 Ative Comunicação Estratégica www.ativecomunicacao.com.br

IN

É hora de planejar para crescer Quando o assunto é negócio, fala-se muito sobre objetivos, metas, resultados, enfim; mas como atingir estes pontos que foram citados? Para isso, é preciso um planejamento estratégico. No planejamento todos estes pontos serão analisados, e uma ação de mercado será montada para que seja possível atingí-los positivamente. O que acontece é que, na maioria das vezes, esse planejamento não é desenvolvido e, definitivamente, isso é um erro. Muitas vezes, o planejamento é deixado de lado por gerentes ou coordenadores, por não acreditarem nos benefícios deste processo. O espírito ativo fala mais alto e as decisões da empresa são tomadas sem um foco, sem seguir um traçado, uma orientação. Você, agora, deve se perguntar: para que, exatamente, serve um planejamento estratégico? Planejar é garantia de sucesso? O Planejamento é, na verdade, um roteiro a ser seguido. Marcos Cobra e Adélia Franceschini, no livro “Se eu fosse você, o que eu faria como gestor de marketing”, descrevem o planejamento estratégico de marketing, como um guia que vai mostrar a posição da empresa frente aos reais concorrentes, além de definir os objetivos, a missão da empresa, organizar ações de marketing e conter, ainda, previsões financeiras e quantitativas. É importante saber que o planejamento estratégico precisa ser flexível para se adequar às frequentes LEIA TAMBÉM

mudanças do mercado e ser, também, coeso. Todos esses pontos fundamentais para o bom andamento da empresa são obtidos por meio do planejamento. Ele não vai garantir o sucesso da empresa ou produto, mas vai mostrar o melhor caminho a ser seguido, minimizando possíveis erros e gastos; o que é extremamente importante para qualquer empresa, seja de qual ramo for. Agora, para que o seu roteiro seja o mais claro possível e executável dentro da empresa é necessário que os processos de administração estejam em sintonia. Afinal, de que adianta ter um planejamento estratégico que não é colocado em prática pelos processos administrativos da empresa? É preciso que todos os setores da empresa falem a mesma língua para que o planejamento estratégico revele toda a sua eficácia

Atendimento é mais que: posso ajudar? (pág. 03) Os melhores horários para postar no facebook e no twitter (pág. 04) A importância da Tecnologia da Informação para as organizações (pág. 05)


Pag 02

Informativo Ative Empresas

Ative participa da Feira do Empreendedor 2012 Evento promovido pelo Sebrae comemorou os 40 anos da instituição e apresentou, ao mercado, novas tendências do universo empreendedor

Missão Guaratinguetá do Sebrae, em visita à Feira

'Loja Modelo' foi montada com o objetivo de apresentar, aos empreeendedores, a forma ideial de se constituir um negócio na área de roupas e acessórios.

O Pavilhão do Expo Center Norte recebeu uma exposição que contou a história dos 40 anos do Sebrae. No local, também foi possível participar de rodadas de negócios e palestras com profissionais do Brasil e do exterior.

Empresários das cidades de Pindamonhangaba, Guaratinguetá e Cruzeiro participaram, no último dia 25 de outubro, da Feira do Empreendedor 201 2. O evento é organizado pelo Sebrae e, este ano, comemorou os 40 anos da instituição. A Feira aconteceu no ‘Expo Center Norte’, na capital, e contou com a participação de mais de 200 expositores. Consultores deram palestras sobre gestão de negócios e os empresários puderam participar de rodadas de negócios, de modo a trocar experiências e contatos com empresas e gestores de outras regiões do país. Também foi possível observar, por exemplo, novas tendências do universo da comunicação. O uso de novas tecnologias na administração, além de inventos que facilitam a vida do futuro empreendedor. “A Feira do empreendedor é uma boa oportunidade para fazer contatos com potenciais clientes, trocar informações e conhecer novos nichos de mercado. Sem dúvida, uma experiência muito rica em conhecimento”, afirma Ligia Maria de Toledo, sócia proprietária da Ative Comunicação Estratégica, que participou da Missão Guaratinguetá, em visita à Feira.

EXPEDIENTE Publicação dirigida. Distribuição: região do Vale do Paraíba, em especial nas cidades de Pindamonhangaba e Taubaté / Por meio de e-mail marketing para contatos PJ e PF. · Jornalistas responsáveis: Fabricio Oliveira Mtb nº 57.421 /SP e Ligia Toledo Mtb nº 46.296/SP. · Informativo Ative Empresas: “Soluções criativas ao seu alcance!” Tel.: +55 (1 2) 3642 261 3 / 811 4 6738 / 81 62 981 5 - site: www.ativecomunicacao.com.br / e-mail: ativecomunicacao@gmail.com · O Informativo Ative Empresas não se responsabiliza por artigos assinados.

" Q u e a ma g i a d o N a t a l e o b r i l h o d o A n o N o v o r ev el em o s ma i s c u r t o s c a m i n h o s r u m o a s s u a s r e a l i za ç õ e s e c o n q u i s t a s "

B o as f est as! Ru a B i cu d o Le m e , 5 6 5 , a trá s d o B a ta l h ã o B org a G a to. Te l e fon e : (1 2 ) 3 6 4 2 4 8 2 0


Pag 03

Atendimento é muito mais que:

Você sabe o que é atendimento? Muitos podem atribuir o significado desta palavra àquela pessoa que nos recebe logo na entrada de uma loja de sapatos, por exemplo. Aquele vendedor é a pessoa que representa, naquele momento, o atendimento da loja. Uma responsabilidade enorme, concluí-se. Porém, atendimento não se resume apenas a “comissão de frente” da loja [de sapatos], atendimento envolve toda uma equipe, que deve trabalhar para alcançar o mesmo objetivo: o melhor atendimento ao cliente. Só que nem sempre é isso que acontece. Aliás, na maioria dos casos, nem a própria empresa percebe que o atendimento vai muito além do: “Posso ajudar?” Quando falamos em atendimento é preciso pensar em tudo o que envolve esta atividade e entender que cada etapa é fundamental para um trabalho eficaz.

Uma equipe bem treinada é capaz de fazer maravilhas pelo cliente, porque não está ali para vender produtos ou serviços e, sim, para vender sonhos. Encantar o cliente é a proposta, mas não é para encantar, e depois, abandoná-lo. O pós-venda é tão importante quanto a venda. Nunca prometa o que não pode cumprir e jamais engane seu cliente. Não seria nada inteligente vender algum produto ao custo de informações mentirosas, porque além de perder o cliente e a venda, este mesmo cliente não hesitará em espalhar o ocorrido para, no mínimo, dez pessoas; e nem é preciso dizer o próximo passo. Faça o máximo para fidelizar seu cliente, além de cultivar um relacionamento saudável com o consumidor, o custo da fidelização é muito menor que o custo da reconquista de um cliente perdido. Ser flexível é um bom caminho a

Informativo Ative Empresas

seguir em muitas situações. Não trate bem somente as pessoas que consomem seus produtos. Ao ser deselegante com qualquer outra pessoa que entra em seu estabelecimento, ainda que para perguntar qualquer coisa, estará sendo grosseriro com um potencial cliente. Esse descaso pode ser um fator decisivo para que aquela pessoa se torne cliente ou não. Pense nisso e não julgue pela aparência. Todos são potenciais clientes e não há melhor promotor de vendas que um cliente satisfeito e que indica serviços e produtos de quem o atendeu muito bem. A propaganda boca a boca é uma ação simples e extremamente forte. Faça dessa ação uma aliada. Pratique o melhor atendimento ao cliente na hora da compra e depois da compra. Não se esqueça de manter um bom relacionamento e lembre-se: o cliente busca bom atendimento, serviço de qualidade e solução.

Cartilha fornece dicas para um bom atendimento ao cliente

Se no cotidiano a primeira impressão é a que fica, no caso de uma empresa, ela é vital para a conquista de novos clientes e serve como um comprovante da qualidade dos serviços prestados. A fim de padronizar os atendimentos feitos em empresas iniciantes, o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas) e a Abnt (Associação Brasileira de Normas Técnicas) esquematizaram um manual de “boas maneiras” empresariais. São diversas dicas e informações que visam um melhor treinamento de funcionários e orientação da linha de trabalho.

A cartilha está disponível no site: www.ativecomunicacao.com.br

Cadastre-se no site: www.apeaap.com.br · Áre a e xcl u si va p a ra p rofi ssi on a i s · N otíci a s · Cu rsos e E ve n tos · Ta b e l a d e H on orá ri os · Víd e os · Li n ks ú te i s Ru a S e n a d or D i n o B u e n o, 2 0 4 , Ce n tro / 1 2 3 6 4 2 1 8 0 1


Pag 04

Informativo Ative Empresas

Os melhores horários para postar no e no

As redes sociais transformaram-se em importantes ferramentas de marketing. Com o objetivo de fortalecer o relacionamento com os clientes, sites como Facebook e Twitter também são usados como forma de mensurar alcance e receptividade. Empresas que mantêm contas em Twitter e Facebook têm, frequentemente, a mesma dúvida: em qual horário seus posts têm maior chance de aparecer? Uma pesquisa do bit.ly, um dos encurtadores de URL mais populares do mundo, deu as respostas e o blog Raka Creative as reorganizou. A pesquisa também foi publicada pelo site brasileiro Tracto. O estudo se baseia na contagem de cliques em links. Veja as respostas para essa pergunta tão frequente, para cada uma das redes sociais pesquisadas.

Os melhores horários são de segunda a quinta-feira, entre 13h e 15h. O maior tráfego nesses dias se dá entre 9h e 15h. Quanto maior o tráfego, maior a audiência e, portanto, maior a concorrência. Por isso, o início da tarde é o melhor horário. A pior escolha é tuitar após às 20h de segunda a quinta-feira ou após às 15h na sexta-feira.

Dias de semana, entre 13h e 16h, são os melhores. O pico da semana se dá às 15h de quarta-feira. Diariamente, o tráfego cresce a partir das 9h e decai após às 16h. Evite atualizar a fan page antes das 11h. Geralmente, das 9h às 11h os e-mails são prioridade dos usuários e a atenção é dividida.

O Facebook tem mais de 50 milhões de usuários no Brasil. No Twitter, o número de contas brasileiras já ultrapassou a marca de 40 milhões. 88% das empresas brasileiras utilizam, pelo menos, um canal nas redes sociais. Apesar disso, 4 em cada 10 empresas ainda não acredita na força da ferramenta para conquistar novos clientes. Fonte: Pesquisa Global Social Media Check-Up 201 2


Pag 05

Informativo Ative Empresas

A importância da Tecnologia da Informação para as organizações

artigo convidado

Por muito tempo, a tecnologia da informação foi considerada um mero item de suporte à organização, um "centro de custo" que a princípio não gerava qualquer retorno para o negócio. Mas as aplicações da TI foram crescendo dentro das organizações - se antes a tecnologia era usada apenas para automatizar tarefas e eliminar o trabalho humano, aos poucos ela começou a enriquecer todo o processo organizacional, auxiliando na otimização das atividades, eliminando barreiras de comunicação e assim por diante. E, nesse novo cenário, a TI começou a assumir um papel muito mais importante nas organizações: o de fator de crescimento de lucros e de redução de custos operacionais. Empresa do ramo de serviços financeiros, como bancos e companhias de seguro, sempre tiveram mais facilidade de reconhecer o papel crítico da TI para seus negócios: nelas, a TI é fundamental para a composição dos serviços e produtos ofertados (cartões magnéticos, home banking, caixas eletrônicos etc.). Com o passar do tempo, empresas de outras áreas começaram a constatar que também precisavam de informações oportunas para agregar valor e qualidade aos produtos e serviços oferecidos, melhorar seus processos decisórios e garantir a sobrevivência num mercado cada vez mais competitivo e turbulento. A tecnologia da informação, por si só, não é capaz de trazer ganhos para o negócio. Para que ela proporcione resultados efetivos, é preciso que esteja integrada a uma estratégia de negócio - ou seja, os investimentos em TI devem estar diretamente associados a um objetivo organizacional, contribuindo para o seu alcance.

Se não houver a preocupação de relacionar-se investimento de TI com objetivos de negócio, incorre-se no grande risco de se implementar tecnologia cara e inútil, capaz de executar o que os técnicos esperam, mas não o que a empresa precisa. A TI pode ser decisiva para o sucesso de uma organização, contribuindo para que ela seja ágil, flexível e robusta. A fim de garantir esse resultado, é necessário traduzir a visão da empresa e sua estratégia em objetivos menores, para então identificar-se as iniciativas de TI que melhor podem contribuir para alcançá-los. As organizações que conseguirem criar essa vinculação entre estratégia e TI, focalizando seus investimentos em tecnologia nas áreas mais importantes para o sucesso da estratégia escolhida, certamente estarão no caminho certo para obter um excelente desempenho, meta principal de qualquer organização.

Texto: Adriana Beal, especialista em Tecnologia da Informação / www.2beal.org

www. e con su l tp roj e tos. com . b r - (1 2 ) 364 8 2 0 1 7 / 7898 81 83

P roj e tos Am b i e n ta i s

Licenciamento ambiental para empreendimentos imobiliários · Plano de Recuperação de Área Degradada · Estudos de Impacto Ambiental · Laudo Pericial e Laudo Crítico · Plano de Desativação de Áreas Industriais · Outorga para utilização dos recursos hídricos – DAEE /ANA.

Av Al b u q u e rq u e Li n s, 1 3 8 , S a l a 4 , S ã o B e n e d i to - P i n d a m on h a n g a b a /S P


A A tive Comunicação Estratégica agradece a confiança e deseja a todos os seus clientes um ano novo repleto de grandes conquistas. Feliz 201 3!

Informativo Ative Empresas  

Publicação dirigida. Edição nº 02 - dezembro 2012 / janeiro 2013 Conteúdo e diagramação: Ative Comunicação Estratégica

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you