Issuu on Google+

Licenciatura em Ciências da Educação 3º Ano / 1º Semestre

Associação Dr. João dos Santos Instituição Particular de Solidariedade Social

INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR Construção das Novas Instalações Unidade Curricular: Seminário de Integração Profissional IV Docente: Tomás Patrocínio Trabalho Realizado por: Catarina Alexandra Lourenço Ferreira de Magalhães, nº9807 Fabíola Eiras Esteves Mendes Lopes, nº10100

2012/2013

Índice Resumo................................................................................................................................ 1. Associação Dr. João dos Santos......................................................................................


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR 1.1 Origem e História............................................................................................... 1.2 Localização e Instalações................................................................................... 1.3 Regulamento...................................................................................................... 1.4 Quadro de Pessoal.............................................................................................. 1.5 Actividade Principal.......................................................................................... 1.6 Parcerias e Relações Externas............................................................................ 1.7 Coordenação...................................................................................................... 1.8 Pessoal e Funções.............................................................................................. 1.9 Funcionamento................................................................................................... 1.10 Actividades...................................................................................................... 1.11 Projecto Educativo........................................................................................... 1.12 Projecto Pedagógico Institucional................................................................... 1.13 Projectos Curriculares...................................................................................... 1.14 Projecto “Vamos construir uma escola”.......................................................... 2. Projecto ........................................................................................................................... 2.1 Projecto de Intervenção..................................................................................... 2.2 Enquadramento Teórico..................................................................................... 2.3 Enquadramento Temático.................................................................................. 2.4 Metodologia....................................................................................................... 2.5 INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR............................................................ 2.6 Avaliação do Projecto........................................................................................ 2.7 Aprovação.......................................................................................................... Conclusão............................................................................................................................ Bibliografia e Webgrafia..................................................................................................... ANEXOS............................................................................................................................. ANEXO 1 – Planta da Sede ANEXO 2 – Planta do Piso 0 ANEXO 3 – Planta da Sala de A.T.L ANEXO 4 – Planta da Sala Adjacente à Sala de A.T.L ANEXO 5 – Antigo Regulamento Interno ANEXO 6 – Actual Regulamento Interno ANEXO 7 – Organograma ANEXO 8 – Quadro de Pessoal ANEXO 9 – Projecto Educativo 2


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR ANEXO 10 – Projecto Pedagógico Institucional ANEXO 11 – Lei de Bases do Sistema Educativo ANEXO 12 – Exemplo de um Projecto Curriclar – Sala dos Barquinhos (3/4 anos) ANEXO 13 – Exemplo de um Projecto Curricular – Sala dos Pinguins (4/5 anos)

Resumo

3


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR

Introdução Este trabalho será realizado no âmbito da Unidade Curricular de Seminário de Integração Profissional IV, leccionada pelo Professor Tomás Patrocínio do Instituto da Educação da Universidade de Lisboa. 4


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR

Este trabalho está dividido em três etapas: a caracterização da Instituição tanto numa perspectiva estrutural como relacional; a análise do planeamento da organização; e posteriormente a elaboração do Projecto de Intervenção. Trata-se de um Projecto de Intervenção na Associação Dr. João dos Santos, uma Instituição Particular de Solidariedade Social (IPSS) sediada na Mealhada em Loures. Este Projecto tem como objectivos: o desenvolvimento e avaliação do nosso Projecto no âmbito educativo/formativo formal e não formal, mobilizando os diversos conhecimentos adquiridos noutras disciplinas do curso; o desenvolvimento de competências de intervenção educativa/formativa (de análise de situações e de diagnóstico, concepção, acompanhamento, dinamização e avaliação); a reflexividade (técnica, prática e crítica) na e sobre a acção educativa analisada e dinamizada sobre os contextos dessa acção; o contacto com uma realidade organizacional, desempenhando funções

muito

semelhantes

aquelas

que

possivelmente

iremos

desenvolver,

posteriormente, enquanto Licenciadas em Ciências da Educação; e por fim, desenvolver atitudes favoráveis ao trabalho de colaboração em equipa. A Associação Dr. João dos Santos é uma Instituição subsidiada pelo Estado, para crianças dos 2 aos 9 anos de idade. Desenvolve a sua actividade nas valências de Creche, Pré-Escolar e ATL prestando serviço a 147 crianças. A Associação Dr. João dos Santos, em 2006, criou um Projecto que consiste na construção de novas instalações com o fim de dar resposta a um maior número de crianças. Para tal, serão necessárias verbas que a Instituição não possui e que por isso, está há vários anos a organizar eventos de angariação de fundos. O nosso trabalho tem como base o Projecto anteriormente mencionado, ou seja, iremos trabalhar juntamente com a Instituição e ajudá-la a concretizar o Projecto.

1. Associação Dr. João dos Santos 1.1 Origem e História

5


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR A actual Directora Pedagógica/ Educadora da Associação Dr. João dos Santos trabalhou durante cerca de 19 anos num antigo Infantário que existia nas instalações da UCAL (fábrica de leite), que se destinava aos filhos dos trabalhadores da fábrica. Entretanto, a fábrica fechou mas o Infantário permaneceu aberto e em funcionamento por mais um ano, por conta e risco dos trabalhadores que lá estavam. A Associação Dr. João dos Santos surgiu no dia 1 de Setembro de 1993 como consequência do fecho das instalações da UCAL nas Sete Casas, em Loures, formada por um grupo de funcionárias e pais dos utentes, com a colaboração da Câmara Municipal de Loures, Junta de Freguesia de Loures e Segurança Social. O espaço que a Câmara Municipal de Loures disponibilizou necessitava de obras e como tal, pais e funcionárias uniram-se, trabalharam e fizeram da Associação o que ela é hoje. Deu-se este nome à Instituição em homenagem ao pedagogo Dr. João dos Santos e à sua pedagogia que é seguida no trabalho desenvolvido com as crianças, com a devida autorização da sua viúva.

1.2 Localização e Instalações Esta Instituição começou por iniciar a sua actividade na actual sede em instalações cedidas pela Câmara Municipal de Loures, em regime de comodato (a Instituição usufrui do espaço sem pagar renda), com 35 crianças e 8 funcionárias. Visto que a lista de espera não parava de crescer, no ano de 1996 alugaram um espaço na mesma rua e passaram a dar apoio a 94 crianças com a colaboração de 13 funcionárias. Persistindo no problema de falta de espaço, em 1999 adquiriam uma loja, na mesma localidade e em 2003 compraram, também, a loja adjacente atingindo assim, a lotação máxima permitida. Sendo assim, a Associação Dr. João dos Santos fica sediada na Quinta do Pinheiro, Bloco C, na Mealhada, Loures (ANEXO 1). Fazem parte dela, ainda, três dependências.

6


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR Uma situada no Bloco A da mesma rua (ANEXO 2) e duas na Rua Vitorino Nemésio, Lote 4 – r/c Esqº e Dtº (ANEXOS 3 E 4). A Instituição dispõe de mobiliário e de material adequado ao tipo de ensino que presta bem como de uma Secretaria preparada com o equipamento indispensável ao bom funcionamento logístico da Instituição. O serviço de transportes públicos não é muito diversificado mas, presta um apoio bastante regular em termos de horários, vindo facilitar o acesso às famílias que não usufruem de transporte próprio.

1.3 Regulamento Para reger o bom funcionamento da Instituição, esta padece de um Regulamento Geral que integra um conjunto de regras, normas e preceitos, sendo constituído por um preâmbulo, normas gerais, competências, direitos, ratificações e disposições finais e tem a possibilidade de poder estar em vigor durante vários anos sem ser alterado. O antigo Regulamento (ANEXO 5) esteve em vigor desde Março de 2012 (dois mil e doze) até Novembro de 2012 (dois mil e doze) e, excepcionalmente, foi alterado em Assembleia Geral no mês de Novembro de 2012 (dois mil e doze), encontrando-se, ainda, o mesmo, em vigor (ANEXO 6).

1.4 Quadro de Pessoal A Instituição é gerida por: Assembleia – Geral (formada por três membros: Presidente, 1ª Secretária, 2ª Secretária), Direcção (formada por cinco membros: Presidente, VicePresidente, Secretário, Tesoureiro, Vogal e dois Suplentes) e por um Conselho Final (formado por: Presidente, Secretário, um Vogal e um Suplente) (ANEXO 7). A Associação também tem cargos que funcionam em Regime de Voluntariado, sendo eles: a Coordenadora Pedagógica, quatro Educadoras de Infância, uma Técnica de ATL, cinco Auxiliares de Educação, cinco Ajudantes de Acção Educativa, uma Secretária, uma Cozinheira, uma Ajudante de Cozinha e duas Auxiliares de Serviços Gerais (ANEXO 8).

7


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR Fazem parte dos Recursos Humanos: um Professor de Educação Física, uma Professora de Inglês, e uma Professora de Música.

1.5 Actividade Principal É uma Instituição que pretende dar resposta educativa às crianças e ao mesmo tempo prestar um apoio social às famílias, pretendendo: proporcionar atividades e experiências intencionalmente educativas que promovam o desenvolvimento psicomotor, intelectual, afectivo e sócio – moral das crianças; proporcionar experiências de integração social e estimulação sócio – cultural de forma a garantir uma boa integração social; preparar os requisitos pré – académicos e académicos necessários para a entrada na escolaridade obrigatória; e por fim, proporcionar às famílias mais carenciadas serviços sócio – educativos que os ajudem na melhoria das suas condições sócio – culturais.

1.6 Parcerias e Relações Externas Visto que, a Associação é uma Instituição de Solidariedade Social, sem fins lucrativos, conta necessariamente com apoios exteriores: da Câmara Municipal de Loures (que cedeu as instalações da sede com um contrato de comodato); tem acordo financeiro e técnico com a Segurança Social; da Junta de Freguesia com subsídios, obras e festas; do Centro de Saúde com o apoio relacionado com a educação para a saúde; da equipa de Ensino Especial de Loures; das outras Instituições; dos Associados pagando atempadamente as suas cotas; e da Escola do 1º Ciclo da E. B. Nº2 da Mealhada que é frequentada pelas crianças do A. T. L.

1.7 Coordenação A alimentação fornecida pela Instituição às crianças que frequentam a Associação Dr. João dos Santos é toda confeccionada com produtos frescos e no local. Visto que as Salas dos 4/5 e 6 anos e ATL estão num local à parte da Sede, a Associação possui um transporte próprio que com a devida higiene e conservação dos alimentos leva a estas crianças na devida hora o almoço e lanche. Todas as crianças que frequentam o ATL estão também inscritas na Escola do 1º Ciclo da E.B. Nº2 da Mealhada. A Instituição compromete-se a ir levar e buscar a crianças à Escola, com a respectiva segurança.

8


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR

1.8 Pessoal e Funções A Instituição esforça-se por uma gestão segura de todos os seus trabalhadoresassociados, passando

pela

inter-comunicação

entre

todos

os

departamentos,

particularmente entre a Direcção e a Direcção Pedagógica e entre a Direcção e todo o pessoal. Deste modo, as Educadoras e a Técnica de ATL têm como função programar, orientar e dinamizar todo o trabalho pedagógico com as crianças, as Auxiliares de Educação e as Ajudantes de Acção Educativa têm como função vigiar e colaborar nas actividades com as crianças, a Cozinheira e a Ajudante de Cozinha têm como função preparar e confeccionar a aliementação das crianças que frequentam a Associação e por fim, as Auxiliares de Serviços Gerais têm como função a limpeza da Instituição.

1.9 Funcionamento A creche e o jardim–de–infância funcionam das 7h e 30m até às 19h e 30m e o A.T.L. das 8h 00m até às 19h 00m. Antigamente a Associação Dr. João dos Santos funcionava durante 11 meses no ano, encerrando no mês de Agosto porém, no ano de 2012 decidiram não fechar estando abertos, pela primeira vez, durante o ano inteiro. A Secretaria funciona de dia 1 a dia 10 de cada mês das 8h e 30m às 12h e 30m e das 15h 30m às 19h 00m e nos restantes dias do mês das 8h 30m às 13h 00m e das 14h 30m às 17h 30m.

1.10 Actividades As Actividades Extra Curriculares são lecionadas na própria instituição: Educação Física, Inglês, Música e em Julho acompanham as crianças à praia. A Associação faz questão de comemorar as festas tradicionais: São Matinho, Natal, Dia de Reis, Carnaval, Dia Internacional da Mulher, Dia do Pai, Dia Mundial da Árvore, Páscoa, Dia da Mãe, 25 de Abril, Dia dos Avós, Dia da Criança, Santos Populares e Festa de Encerramento do Ano Lectivo. Ao longo do ano são realizadas três reuniões de pais. Nestas reuniões está presente um membro da Direcção, a Directora Pedagógica (dão informações inerentes à Instituição), 9


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR a Educadora, as Auxiliares de Educação e Ajudantes de Acção Educativa (da Sala) e os Encarregados de Educação. Os objectivos destas reuniões são, essencialmente, dar a conhecer o desenvolvimento da criança bem como o seu comportamento e responder a questões dos pais.

1.11 Projecto Educativo O Projecto Educativo da Associação Dr. João dos Santos é um documento orientador da apreensão de decisões, na medida em que descreve os objectivos a atingir, assimila as áreas de intervenção e as opções estratégias, em função dos diagnósticos efectuados e dos primórdios e valores determinados e compartilhados pela comunidade (ANEXO 9).

1.12 Projecto Pedagógico Institucional Este documento é de teor pedagógico realizado pela comunidade educativa que esclarece os aspectos futuros que se pretende atingir e origina um plano de acção bem definido (ANEXO10). O plano de acção da Instituição baseia-se nos conteúdos de aprendizagens e estratégias definidas nos Projectos Curriculares de cada Sala e, com estes, pretende-se atingir os objectivos da Educação Pré-Escolar, expressos na Lei de Bases do Sistema Educativo (ANEXO 11).

1.13 Projectos Curriculares Os nomes das salas são escolhidos no início de cada ano lectivo, pelas crianças juntamente com as funcionárias da Sala, como forma de organização tanto para as crianças como também para a Instituição. Os Projectos Curriculares são elaborados pelas Educadoras responsáveis pelas respectivas Salas e são baseados no Projecto Pedagógico Institucional (ANEXO 12 e 13).

1.14 Projecto “Vamos construir uma escola” O Projecto “Vamos construir uma escola” visa juntar todas as valências (menos ATL) num único edifício dando assim, apoio a um maior número de crianças, incluído a valência de berçário. Para isto são necessárias verbas que a Instituição não possui e por isso, ao longo do ano realiza vários eventos para a angariação de fundos. 10


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR

As inscrições para as futuras instalações estão abertas desde Fevereiro de 2012 sendo apenas necessário apresentar a Declaração de IRS e nota de liquidação do ano 2011, Recibo de Venda de casa ou prestação bancária e Recibos de Vencimento, dos 3 últimos meses, dos elementos do agregado familiar.

2. Projecto 2.1 Projecto de Intervenção Tal como o título sugere, o Projecto de Intervenção aqui apresentado visa apostar na inovação e na divulgação da Associação Dr. João dos Santos, com o fim de atingir o objectivo principal: angariar fundos para a construção das novas instalações. Com este Projecto de Intervenção pretendemos fazer a colecta de verbas necessárias para a conclusão desta obra. O financiamento, da mesma, foi garantido pelo Estado e por uma Instituição de Crédito, sendo que cada um contribuiu com meio milhão de euros. O valor total da obra recai sobre um milhão e meio de euros, ou seja, ainda são necessários meio milhão de euros. Para alcançar este valor, a Associação recorre a pequenos Projectos de angariação de fundos, a apoios de empresas e pessoas individuais. É neste cenário que encontramos a Associação: em processo de mudança. E é aqui que entra a nossa intervenção, ao prestarmos apoio para a concretização deste Projecto. Deste modo, fica ao nosso cargo implementar práticas inovadoras que permitam à comunidade uma participação mais activa na vida da Associação Dr. João dos Santos e, consequentemente, prestar um maior apoio monetário. Portanto, o nosso Projecto vai incidir sobre a recolha de fundos e apoios para a Associação. Assim sendo, vamos proceder à pesquisa de entidades que apoiem monetariamente a Instituição e ainda de personalidades que apadrinhem a causa.

2.2 Enquadramento Teórico 11


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR Pode-se definir o conceito de Projecto como um aglomerado de actividades, que implicam a utilização de diversos recursos, executadas com o fim de atingir um determinado objectivo. Usualmente, um Projecto, está ligado a uma produção unitária, de elevado custo e com um desenvolvimento em tempo limitado. Segundo Boutinet (1986), “o projecto implica um actor que se coloca na posição de autor do que conta realizar.” O nosso Projecto é de teor interventivo, ou seja, vamos intervir em algo que já existe. Um Projecto de Intervenção, normalmente, é efectuado por alguém exterior à empresa (neste caso à Instituição) e pretende conceber as opiniões e as forças que estão a actuar e identificar aquelas que são impulsionadoras e minimizar as que são restritivas, através do dinamismo, confrontação e outras técnicas. Para haver sucesso num Projecto com este carácter, é necessário o não envolvimento nos problemas por parte da equipa resposável pelo Projecto – Não tomar partido/lado é essencial.

2.3 Enquadramento Temático O nosso Projecto na Associação Dr. João dos Santos é de carácter interventivo e propõese a responder às necessidades da mesma, nomeadamente em termos de obter o restante financiamento em falta. E, como foi referido, vamos recorrer a angariações de fundos. Este conceito entende-se pela “arte de conseguir recursos financeiros que uma organização de utilidade pública necessita para efectuar o seu trabalho” (MPE, 2010). Estes recursos podem provir de outras entidades, organizações, associações e ainda de pessoas particulares. Fontes como patrocinadores, venda de artigos, eventos para a obtenção de donativos, leilões, colheitas, petições, entre outros, também são meios utilizados para este tipo de actividade. Como fase inicial, antes de se proceder à busca de possíveis fontes de financiamento, ou de solicitar qualquer tipo de apoio ou até mesmo antes de se orgnizar eventos públicos, é preciso ter noção dos locais nos quais vai ser aplicado o dinheiro. Só depois de se saber a quantia necessária é que se poderá proceder à pesquisa de potenciais dadores, à 12


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR organização das tarefas de cariz administrativo listas de contactos e organização de eventos (MPE, 2010). Em muitos casos e, especificamente neste aqui apresentado, o financiamento é um trabalho munido de sentimentos... sentimentos de quem o elabora e sentimentos apelados às pessoas que vão contribuir para a concretização deste. É preciso “abrir o coração das pessoas, explicando-lhes a importância e urgência do trabalho e da sua organização (…) e apelar à sua compreensão e explicar-lhes que o seu donativo será crucial para a causa” (MPE, 2010). O passo seguinte visa incentivar as pessoas a oferecerem ajuda e apoios, fornecendolhes estímulos. Em alguns casos, como patrocinadores, personalidades célebres e entidades públicas, poderão ser oferecidos benefícios fiscais ou reconhecimento público. Para a organização de eventos para a angariação de donativos, é necessário a formação de uma equipa cujos membros possuam funções e responsabilidades claramente definidas. A utilização de esquemas, como cronogramas, ajudam na planificação de eventos.

2.4 Metodologia Para a correcta realização deste Projecto tivemos de proceder à escolha de uma Instituição, que no nosso caso não foi difícil pois, um elemento do grupo já tinha uma Instituição em mente e um Projecto mais ou menos delineado. Depois de discutimos o que cada uma queria fazer quando acabasse o curso de Licenciatura em Ciências da Educação e os interesses pessoais de cada uma, tendo em conta os objectivos da Unidade Curricular, decidimos escolher a Associação Dr. João dos Santos, situada na Mealhada – Loures. Outro factor que pesou de alguma forma na nossa escolha, foi a facilidade de contacto que teríamos com a instituição, dado que um dos elementos do nosso grupo possui um familiar que desempenha as suas funções profissionais lá.

O nosso trabalho nesta Instituição incide, essencialmente, na angariação de fundos para a 13


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR conclusão das obras de construção das novas instalações da Associação. Quanto às horas de realização das observações foi estipulado pelo Professor responsável pela Unidade Curricular, que no 1º (primeiro) Semestre seria de 4 (quatro) horas a 6 (seis) horas.

No que diz respeito ao primeiro contacto com a Instituição, decidimos deslocarmo-nos ao local para uma reunião com todas as funcionárias da Associação juntamente com a Directora, posteriormente a termos conseguido marcar uma data para o mesmo efeito.

Este encontro realizou-se no dia 25 (vinte e cinco) de Outubro de 2012 (dois mil e doze), onde tivemos a oportunidade de explicar em que consiste o Projecto que queremos realizar, que o mesmo envolvia as observações e a razão pela escolha desta Associação.

Desde essa data que passamos a ir à Instituição trabalhar em prol do desenvolvimento do nosso Projecto juntamente com o Projecto já desenvolvido pela Instituição há vários anos.

O modo como conseguimos recolher os dados, passou pela observação de situações concretas, protagonizadas pelas funcionárias, tanto em ambiente de trabalho na Instituição como em ambiente de angariação de fundos, sendo que para fazer registos dessas observações, cada membro do grupo fazia os seus apontamentos acerca dos momentos que considerava mais relevantes e porteriormente colocava-os no seu Diário de Bordo.

A conclusão principal que tiramos, destas observações não-participantes, foi que no que diz respeito ao Sentido da Acção da Organização de um Projecto, esta associação pode ser caracterizada como uma organização anárquica e como uma organização “La Folie”, ou seja, há uma discussão mais luzente entre algumas funcionárias sobre o que querem/desejam fazer mas, não há uma coerência na organização e por fim, não põe em prática as suas ideias. Outras funcionárias não querem/preferem participar.

14


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR

2.5 INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR O Projecto “INOVAR DIVULGAR ANGARIAR” contará com a participação de todas as colaboradoras da Associação Dr. João dos Santos e, claro, com o grupo de trabalho produtor deste mesmo relatório. A organização dos eventos, o contacto com potenciais patrocinadores e entidades ficará a nosso cargo, bem como a promoção da própria Instituição junto da comunidade, a divulgação das diversas actividades e a angariação de novos sócios e utentes. Portanto, as medidas adoptadas para a realização do Projecto serão: 1.

Organização de eventos

2.

Contacto com possíveis patrocinadores e apoios

3.

Actualização do web site da Associação

4.

Organização de acção de formação sobre o contacto com o público

A primeira prende-se com a organização de eventos de acordo com as festividades comemoradas pela Instituição - Seguiremos a ordem habitual das comemorações, como o Natal, o Carnaval ou a Páscoa e realizaremos eventos apenas para aquelas com maior adesão. Relativamente ao site da Associação, apenas o actualizaremos com novidades, notícias ou eventos e, ainda, com as ementas servidas na cantina. A página já existe há algum tempo mas, no entanto, ninguém se responsabiliza pela sua manutenção periódica, daí que, também, fará parte das nossas funções, até porque se trata de uma ferramenta bastante útil para a promoção da própria Instituição, bem como para a divulgação de acontecimentos. A última medida do Projecto incide sobre uma acção de formação sobre como criar contacto com o público, ministrada por um profissional de Marketing e destinada às funcionárias da Associação. Consideramos de extrema importância que a nossa passagem pela Associação Dr. João dos Santos motive as colaboradoras a darem continuidade ao trabalho que tem vindo a 15


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR ser realizado e por isso, seguindo um dos objectivos deste Projecto (a vinculação da relação da Associação com a comunidade) achamos pertinente organizar uma formação que treine a desenvoltura das funcionárias quanto ao contacto com o público e facilite a comunicação, para que as próximas angariações sejam melhor conseguidas. Depois dos variados eventos públicos promovidos pela Associação, um dos problemas que verificamos após assistirmos a alguns, foi a postura das funcionárias em situação de vendas. Havia um “pouco à vontade” na relação com os clientes e uma fraca fluência no discurso. Então, achamos importante treinar esses e outros aspectos que consideramos úteis para eventos e situações futuras.

2.6 Avaliação do Projecto No que respeita à avaliação do Projecto “INOVAR DIVULGAR ANGARIAR”, optámos por elaborar questionários a uma pequena amostra de participantes e, também, pela realização de uma reunião com a equipa de organizadores. Os questionários serão dirigidos aos sócios, novos e antigos, Encarregados de Educação dos utentes e membros da comunidade.

2.7 Aprovação O presente Projecto de Intervenção foi aceite pela Associação Dr. João dos Santos no início do Semestre e entrou em vigor deste essa data e após uma reunião com todas as Funcionárias desta Instituição.

Conclusão

16


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR

Bibliografia

17


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR

Webgrafia http://criancasatortoeadireitos.wordpress.com/tag/joao-dos-santos/ http://anateresadamasio.blogspot.pt/2011/04/henri-wallon.html http://pt.wikipedia.org/wiki/Henrique_Jo%C3%A3o_de_Barahona_Fernandes http://oclarinet.blogspot.pt/2011/04/doutor-joao-dos-santos-documentario-na.html http://www.casadapraia.org.pt/ http://associacaodrjoaodossantos.pt/wp/ http://linguatuga.home.sapo.pt/regl.pdf http://pt.scribd.com/doc/28339873/Projecto-o-que-e-e-como-fazer

18


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR

ANEXOS

19


INOVAR | DIVULGAR | ANGARIAR

20


Relatório do projecto