Issuu on Google+

JORNAL

Expresso

Compacto e completo

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010 Ano I - Edição 18

*Este exemplar é seu. Pegue , leve e leia

camila lima

Táxis clandestinos tomam a praça diante de omissão da Prefeitura PÁG. 18

Auditores do Estado

Política

Manobras pré-convenção agitam PT, PSB e PSDB PÁG. 4

Controladoria esvaziada por baixos salários PÁG. 16

Brasil na África

expresso traz pôster grátis Pegue o seu! Shirley Paulino: uma top model EXPRESSA para você PÁG. 3

PÁG. 26


Expresso

Política

JORNAL

2 Clube dos 14

Ninguém do blocão pró-Cid vai a festa pró-Pimentel na AL

Se a intenção com a formação do blocão pró-Cid (composto do seu PSB e outros 13 partidos) era isolar o PT nas conversações com vistas às eleições de outubro, esse objetivo teve o seu primeiro reflexo concreto logo na manhã de segunda-feira, 21. Na manifestação prócandidatura de José Pimentel (foto) ao Senado, não esteve presente nenhum representante das 14 agremiações integrantes do blocão, também chamado de “G-14”. A impressão que ficou é que o grupo está ao lado de Cid Gomes de forma incondicional. A ausência seria uma demonstração de que o governador poderá até aceitar, pelas circunstâncias políticas, o nome de Pimentel em sua chapa, mas não se entusiasma com a ideia. Um parlamentar cidista, experiente, com passagem por vários cargos públicos, minimizou o fato, recorrendo ao argumento de que “se tratava de um ato partidário, exclusivo do PT, não cabendo o comparecimento de pessoas de outros partidos”. Observou que, “ao contrário, não estamos isolando o PT, nem outros partidos que queiram marchar na aliança pela reeleição de Cid”.

Opinião

D

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

A volta dos que nunca foram?

Tucanada se “balança” com Manifesto aos Cearenses

As sucessivas protelações do PSDB no anúncio do seu candidato à sucessão cearense serviram para alimentar as incertezas quanto ao propalado rompimento com o governador Cid Gomes. O PSDB conseguiu agilizar o jogo de empurrar com a barriga que Cid vinha promovendo quanto à definição final do seu esquema para a reeleição, se com PT ou sem PT, com candidatura de Pimentel a senador ou não. E ficou entusiasmado com os acenos saídos no “Manifesto aos Cearenses” para a possibilidade da volta dos que não foram, ou seja, o afastamento de Cid pelos tucanos. A verdade é que até mesmo na mídia do Sul tem havido sinais de dúvida quanto a esse rompimento, a ponto de a jornalista Luciana Nunes Leal, no site do jornal O Estado de São Paulo, edição do dia 17, ter informado: “Mesmo que feche uma chapa com dois candidatos ao Senado - o peemedebista Eunício Oliveira e o petista José Pimentel - , o governador Cid Gomes (PSB) não vai abandonar o amigo Tasso Jereissati. Segundo um dirigente socialista, Cid e o irmão Ciro querem eleger Tasso e Eunício, ‘nesta ordem’.”

Xyco Theophilo

Por Ossian Lima | Editor de política

COMO FICA O JOGO DEPOIS DO “MANIFESTO”. OU SERIA “MANIFESTO AOS PETISTAS”?

iante das colocações feitas no “Manifesto aos Cearenses” e as declarações de Cid Gomes, Ciro Gomes e outras lideranças a eles ligadas, como ficaria o quadro, então? É essa a interrogação que muitos fazem quando está se aproximando o prazo final (30 de junho) para que os partidos homologem, em convenções, suas coligações e candidaturas. Do lado do PT, vieram imediatamente reações ao “Manifesto ao Cearenses”, tachado pelo ex-prefeito Ilário Marques de “desrespeito” ao PT e pela presidente regional do partido, Luizianne Lins, de pressão, que os petistas, segundo ela, não aceitam. Já o deputado Nobre Guimarães, com grande influência entre os convencionais estaduais do PT e mais cuidadoso em suas declarações, prefere observar que “isso é legítimo como todas as manifestações, mas temos que defender é o projeto coletivo”. Assim, ele deixa a entender, nas entrelinhas, que nesse projeto ainda pode entrar, indicando Pimentel para senador. Guimarães, um dos principais interlocutores petistas com o governador, não fala em vice-governadoria, deixando o assunto em suspense.

Do lado dos tucanos, permanece o projeto da candidatura própria ao Governo do Estado, mas o “Manifesto aos Cearenses” foi recebido como uma janela aberta por Cid e os outros 13 partidos que já confirmam, naquele documento, apoio à sua reeleição, a novas conversas com os tucanos. Tais diálogos não significam a retirada do candidato tucano a governador, mas deverão abrir caminho para que, mesmo assim, tucanos possam, nas bases, sobretudo lá nos grotões, esquecer o nome do seu postulante ao Governo, votando em Cid para Governador e em Eunício e Tasso para o Senado. Como em política, uma mão lava a outra, os cidistas saberão ser gratos, apoian-

do a dobradinha Tasso-Eunício para o Senado. Pelo menos nas conversações, as coisas tem grandes chances de serem arrumadas assim. Esse tipo de fórmula lembra o saudoso Garrincha quando dirigiu ao então treinador Feola, na véspera de um jogo do Brasil contra a União Soviética, para passar para a “Canarinha” a tática a ser usada contra os russos. Depois de um tempo calado, Garrincha indagou a Feola sobre o jogo: “O senhor combinou isso com o outro lado, ou seja, os gringos?” Portanto, aqui na “quentura” da nossa peleja, só resta saber se o outro lado, o eleitorado, concordará com o esquema tático montado em função de Cid, Tasso e Eunício.

www.josepimentel.com.br/josé vital-teia digital

Caldeirão

xycotheophilo@jornalexpressoceara.com.br

F

echados entre si e com uma pauta longa, sob o comando do procurador Regional Eleitoral, Alessander Sales, estiveram reunidos todos os promotores eleitorais. Debateram acaloradamente os principais pontos a serem defendidos pelo Ministério Público Federal juntamente com o Estadual, a fim de garantir o êxito das múltiplas eleições de 2010. Houve queixas e resmungos coletivos sobre o acúmulo de áreas a serem fiscalizadas pelo MP. A maioria deles tem como responsabilidade a assistência aos vários municípios cearenses. O procurador Eleitoral aguarda, com confiança, reforço a partir da nomeação dos novos promotores de Justiça aprovados no último concurso. Se sua crença não se efetivar, ao invés de recorrer a Deus, vai fazer isso com a procuradora Geral de Justiça, Socorro França (que conhece só tudo de eleições, pois já atuou em todas as frentes). Espera que sejam designados Promotores de Justiça já em exercício noutras localidades para atuarem como Promotores Eleitorais.

Troque e ganhe com o troco

Rola na internet uma campanha pra lá de útil: “Troque um parlamentar por 344 professores”. O argumento é solido. Um professor ganha em média R$ 650. Um parlamentar, declarados R$ 10,2 milhões por ano, cerca de R$11.545,00 por minuto trabalhado, ou bem mais. A profissão de um professor é trabalho social. A de um parlamentar nem tanto. Professor só briga com a pouca remuneração. Parlamentares brigam com toda a bancada e a negrada (nela contidos dos assembleístas a jornalistas). Por natureza, professor é um idealista. Parlamentar deveria ser ideologista, fazer na ordem do pensamento a revolução que, mesmo depois de terem apoiado, passem a criticar o seu regime político com numerosos proveitos sociais. Isso era só aparência de ideias, pois no fundo estavam mascaradas no velho furdunço dos interesses e condicionamentos políticos.

Liberou geral Ato do pt em apoio à pré-candidatura de Pimentel na Assembleia, esta semana

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vem aí com rédeas soltas e novas regras

para as coligações majoritárias e proporcionais. Trata-se de uma resposta a consulta do  deputado Eduardo Cosentino da Cunha (PMDB-RJ). O placar é de jogo da seleção argentina (4X0), aberto pelo ministro Marco Aurélio,  indica que o liberou geral vai prevalecer. A ministra Carmem Lúcia pediu vistas e o julgamento se protela, mas tende a não mudar nada. Se o engessamento dos partidos nas alianças cai, o tão sonhado desejo de aliança tríplice ficará livre e solto para se coligar com o PSB dos Ferreira Gomes.

Duas em Uma “O país não foi a construção solitária de um messias.” (Aécio, o neto do messiânico Democrata Tancredo Neves que também disse:

“Não pode haver desenvolvimento sem distribuição de renda”)


JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

3

Paulo Oliveira não topou ser vice

Tasso arremessa Marcos Cals ao Governo, mas objetivo é questionado Sem caracterizar em nenhum momento a decisão como um rompimento com o governador Cid Gomes, o PSDB anunciou, no início da tarde desta terçafeira, 22, o nome do deputado Marcos Cals como seu candidato ao Governo do Estado. A divulgação ocorreu por volta das 13h30min, ao final de uma reunião, iniciada às 11 horas, pelo senador Tasso Jereissati, em seu escritório, com parlamentares, prefeitos e outras lideranças tucanas. Ao encontro estiveram presentes prefeitos, deputados federais e estaduais e presidentes dos diretórios municipais do PSDB no interior. Todos eles unânimes no apelo a Tasso Jereissati para que ele próprio disputasse, mais uma vez, o gover-

divulgação: flickr perfil tasso senador do ceara

no estadual. O senador refutou a possibilidade alegando ser necessária a renovação na política cearense, em termos políticos e administrativos, lembrando já ter cumprido três mandatos

como governador. Ficou acertado também que as outras indicações para a chapa ficam concluídas até esta sexta-feira, inclusive a quantidade de candidatos à Câmara Federal e à

Assembleia para o PSDB e para o DEM, já confirmado também para essa coligação. Além de Marcos Cals para governador e Tasso para senador, falta a oficialização dos

Tasso e Ciro em Brasília Convenção ou tom de campanha podem dar pistas geram expectativas Na conversa mantida com os tucanos, Tasso revelou ter se encontrado com Marcos Cals, com quem fez várias ponderações, convencendo-o a aceitar a incumbência de concorrer à sucessão estadual. Jereissati referiu-se à reunião que marcou para a mesma terça-feira, 22, em Brasília, com o ex-ministro Ciro Gomes, admitindo ser para tratar dos acenos dirigidos aos tucanos para integrarem a aliança de apoio à reeleição de Cid Gomes. O senador afirmou, no entanto, não acreditar que do diálogo com Ciro pu-

desse resultar uma aliança PSDB e PSB, sem explicitar, todavia, se estava falando de aliança formal, ou seja, coligação. Da forma enigmática com que colocou a questão, Tasso deixou entre os correligionários a possibilidade de que fosse acertada com Ciro uma aliança informal com os Ferreira Gomes. Isso, obviamente, significaria o cumprimento do acordo feito por Cid com ele (Tasso) e Eunício, com ambos apoiando Cid para governador e este recomendando, por meio de emissários, nas bases, a dobradinha Tasso-Eunício.

Como permanência das desconfianças se a candidatura tucana a governador anunciada pelo PSDB é mesmo para valer, os próximos passos do partido poderão ajudar a tirar, manter ou até reforçar impasses. E, se neste sábado, na convenção do PSDB, a sigla tiver desistido de concorrer ao governo, deixando, pois, de homologar o nome de Marcos Cals? O outro momento para testar se ter candidato a governador será ou não uma encenação será quando a campanha começar. Veremos, se o PSDB tiver mesmo candidato, o tom do seu discurso, as suas declarações, suas mensagens referentes ao governo Cid Gomes. Será um discurso questionador da atual administração estadual ou do tipo água com açúcar (parecido com a

merenda escolar em certas escolas do interior), no cumprimento de um “pacto de não agressão”. Para observadores, fica difícil acreditar que, tendo servido ao governo Cid Gomes até recentemente (na condição de secretário de Justiça) e possuindo com os Ferreira Gomes uma amizade pessoal que já dura décadas, Marcos Cals faça contra Cid uma campanha forte, capaz de incomodar. Qualquer analista sabe perfeitamente que seria delicado para Marcos posicionar-se como adversário de um projeto de governo que ele integrou durante quase quatro anos. Por outro lado, independentemente da capacidade competitiva que venha a ter, efetivamente, na disputa, segmentos tucanos

nomes dos suplentes de senador e do vice depois que Paulo Oliveira declinou o convite. A convenção será realizada em um clube localizado no Bairro do Bom Sucesso. divulgação alec

defendem a necessidade de que o PSDB tenha candidato a governador, se não contra Cid, mas num esforço para puxar votos para os candidatos tucanos a deputado federal e estadual. Indagada se há risco real de Marcos (se for mesmo candidato) ser sacrificado nas bases tucanas, que sinalizam há muito tempo apoio à reeleição de Cid, uma fonte usou a mesma estratégia do chefe Tasso: calou o bico. Quando convém, tucano não abre o bico. Nem sob tortura....


JORNAL

4

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Só uma vaga. E para ser feliz!

Blocão de Cid isola PT e Pimentel para sugerir apoio indireto a Tasso Conversa com Lula deixa vaga de vice em aberto

Resultado de reunião feita semana passada entre aliados de Cid Gomes, o Manifesto aos Cearenses, assinado pelo PSB e outros 13 partidos, serviu como reação à pretensão de impor na chapa de Cid o nome para vice-governador e a candidatura de Pimentel ao Senado. No documento, o blocão, além de não incluir o PT, acena para entendimentos com o PSDB e manifesta “firme apoio à candidatura à reeleição do governador Cid Gomes e à candidatura do deputado Eunício Oliveira ao Senado da República”. Como se observa, não faz nenhuma referência a uma segunda vaga para o Senado na chapa, descartando a candidatura Pimentel. Dessa maneira, Cid Gomes, ao mesmo tempo em que coloca um freio às pressões petistas, chama para o esquema com vistas à reeleição outros 13 partidos, que, assim, não teriam como se bandear para o PT, caso este venha a romper com o PSB, no Ceará. A hipótese é tida ainda como muito remota, apesar da barulheira que os petistas fazem desde a semana passada. Mesmo não acolhendo a candidatura Pimentel, o manifesto não fecha as portas para o PT, deixando evidente, no entanto, que para os petistas só há uma vaga na chapa: ou Pimentel para senador ou um nome para vice-governador.

Cid chamou outros 13 partidos para a mesa

Nota dá “freio na voracidade” do PT ao reafirmar amplitude da coligação “Interesses outros, ainda que legítimos, não devem se opor ao melhor rumo que merece o povo cearense, especialmente agora em que projetos acalentados há décadas se apresentam viáveis ou em franca execução”. É o que afirmam as agremiações signatárias do documento, defendendo assim uma coligação ampla como forma de assegurar a governabilidade para um segundo mandato de Cid Gomes e tentar fazer ver ao PT que deve controlar sua voracidade de lugares na chapa, para

não dificultar o acordo. Os partidos responsáveis pelo manifesto, cuja elaboração e coleta de assinaturas ficaram sob a coordenação do ex-ministro Ciro Gomes, além do PSB, são PMDB, PCdoB, PDT, PTB, PP, PRB, PSL, PSDC, PTdoB, PRTB, PTN, PSC e PMN. Na mensagem dirigida aos cearenses, publicada nos jornais de Fortaleza, paralelamente à preocupação com as ameaças petistas, não esquecem as críticas (pelo menos, em público) do senador Tasso Jereissati. Assim,

convidam “as demais forças político-partidárias a aprofundar o diálogo, com vistas à construção de um plano de governo para o Ceará”. Traduzindo: os 14 partidos estão abertos, em nome do governador, a negociações tanto com o PT, tanto com o PSDB, chegando a lembrar o apoio que petistas e tucanos oferecem à atual administração estadual, notadamente integrando a base de sustentação parlamentar governista na Assembleia.

Bases cidistas tem leituras pró-tucanas para documento do manifesto Ao se referir claramente ao nome de Eunício para o Senado e nada dizer sobre uma eventual candidatura Pimentel, o documento deu margem a diversas interpretações. Para os aliados, reflete uma disposição de Cid de, mesmo que haja o nome de Pimentel para senador em sua chapa, apoiar formalmente Eunício e, informalmente, por fora, no acostamento da estrada, Tasso também para o Senado. Esse posicionamento, que é a essência do acordo informal feito no início do ano por Cid com

Tasso e Eunício, vem sendo referendado por bases cidistas, como foi o caso dos encontros feitos pelo PSB, que refletiram (por indução da cúpula pessebista ou não) posição em favor da dobradinha Eunício-Tasso. Naturalmente, mesmo nestas circunstâncias, Cid poderá não ter como impedir a inclusão de Pimentel para senador em sua chapa, devido às pressões petistas neste sentido terem aumentado bastante nos últimos dias.

Apesar de publicamente afirmar o contrário, quando esteve recentemente em Fortaleza, o presidente Lula insinuou a Cid Gomes que gostaria de ter, na chapa encabeçada por Cid, Pimentel como postulante a vaga senatorial. Lula, segundo muito boas fontes do PSB e mesmo do PT, teria acrescentado que, para ele, da parte de Cid, gostaria de contar preferencialmente com empenho em favor da candidatura de Dilma Rousseff à Presidência da República e a inclusão de Pimentel na chapa. O presidente teria mesmo admitido a hipótese de, beneficiando Pimentel, destinar a vaga para vice-governador não mais ao PT e sim a outro partido integrante do blocão responsável pelo Manifesto aos Cearenses. Essa conversa, ainda que rápida com Lula, mostrou a Cid uma fórmula que ele poderá utilizar, se o PT aceitar ainda se integrar ao bloco de apoio à sua reeleição: cede apenas vaga para senador ao PT e escolhe vice filiado a outro partido. Essa possibilidade cresceu nos últimos dias, depois que a convivência de Cid com Luizianne Lins se tornou mais complicada (devido à batalha, travada pela prefeita, para impedir a construção do estaleiro no Serviluz). O governador não aceita, para vice, a imposição do nome pretendido por Luizianne, o do seu assessor Waldemir Catanho.


JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

5

Pimentel na Assembleia

PT reage e trata colegiado de Cid como conspiração contra o partido e Pimentel www.cearaagora.com

O lançamento do Manifesto aos Cearenses, liderado pelo PSB, ao omitir o PT e, consequentemente, eventual candidatura de José Pimentel a senador na chapa de Cid, provocou imediatas reações por parte dos petistas. Na manhã da última segunda-feira, 21, eles se reuniram na Assembleia Legislativa, para mais um prélançamento da candidatura. Na oportunidade, um dos oradores mais veementes foi o ex-prefeito Ilário Marques, que, há vários dias, vem pregando o rompimento do PT com Cid Gomes, para o lançamento de uma

chapa própria, incluindo candidato a governador, além de assegurar a candidatura Pimentel a senador. Ilário declarou que “esse colegiado é um desrespeito ao PT”, por ter sido, entre outros fatores, formado antes de entendimentos com o partido. Insinuou ter sido uma fórmula de isolar o PT no processo sucessório e colocar os petistas no canto da parede. Outra oradora que se mostrou incisiva, na ocasião, foi a presidente regional do PT, Luizianne Lins. Ela advertiu que o “PT não é partido para aceitar pressão” e incentivou as bases a prosseguir a mobilização visando a garantir vaga para Pimentel. Nesse sentido, recomendou que os petistas realizassem caravanas, até o final desta semana, em Fortaleza e no interior. Luizianne voltou a defender o ponto de vista de que o PT deve ter as duas vagas na chapa e concordou com www.cearaagora.com

Luiziane e Pimentel

guimarães, Luiziane, Pimentel e Zé Airton Ilário Marques, advertindo que novos entendimentos do PT com o PSB devem acontecer diretamente, “sem intermediários”. Com isso, ela quis mostrar que não reconhece o colegiado de partidos (responsável pelo Manifesto aos Cearenses) como legítimo para negociar em nome do governador. A prefeita também enfatizou que a candidatura Pimentel não é resultado de uma deliberação do PT cearense, mas da direção nacional, como forma “de melhorar o Senado”, o que foi interpretado como uma tese contra a reeleição do senador Tasso Jereissati e de outros tucanos. Mesmo com o tom forte dos pronunciamentos, os petistas ainda não se aventuraram a falar em rompimento com Cid, deixando que o assunto fosse aprofundado em novas reuniões partidárias. A principal delas será o en-

contro estadual, confirmado para este sábado, 26 de junho, quando o partido praticamente vai delinear o que será homologado na

convenção (ainda mantida para 27 de junho, com possibilidade, ainda, de adiamento para o início da próxima semana). www.cearaagora.com

Petistas menos

exaltados nem tocaram no assunto rompimento com Cid Gomes


JORNAL

6

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Editorial

Copa do Mundo, a grande festa Opinião O espaço da festa é reconhecidamente um ambiente privilegiado para a percepção dos diversos processos socioculturais que envolvem a existência dos grupos humanos. A partir da apropriação do universo festivo, amplia-se o reconhecimento das ações organizadas e negociadas, permanentemente, pelos coletivos nas suas formas plurais de se fortalecerem.

O esporte, de maneira geral, constitui exemplo de recurso para a autoconfiança e socialização, mas hoje, colocaremos em destaque os jogos promovidos pela Copa do Mundo de Futebol, exemplo clássico e palco reconhecido para o diálogo e valorização da forma de pensar e assimilar outras visões de culturas, assim como os povos que as produzem. Grandiosa é a exibição que atinge populações as mais distintas, proporcionando um movimento inigualável, agregador, universal e específico, competitivo e festivo. Os olhos e ouvidos põem-se atentos para cores que criam identidades, músicas que aproximam e... À bola! Ponto nevrálgico em ação. Expressões raras, euforia, angústia, curiosidade e prazer emanam desenfreados, compondo o fabuloso painel de participação e pertencimento grupal das culturas humanas. Fontes inesgotáveis de inventividade, as seleções e a hora do confronto são os componentes da provocação, embate e

encantamento, que unem e apartam na mesma peleja a plateia e os protagonistas, um impulsionando o outro em movimento contínuo de retroalimentação e fortalecimento mútuo. É o espetáculo do futebol que faz interromper a respiração na ânsia do gol. É a comoção e expectativa da vitória que conectam sentimentos opostos e fazem quase parar o cotidiano das nações. A exemplo dessa força e euforia tão legítimas, interagimos com a manifestação, ao tempo em que, refletimos e almejamos tantas outras maneiras promissoras e comprometidas, capazes de unir forças e agregar coletivos, em ambiciosos e concretos sonhos de desenvolvimento justo, reconhecimento dos nossos valores culturais e humanitários, procedimentos tão peculiares ao povo brasileiro.

Um feliz espetáculo e boa leitura!

Marcos Lelis - Diretor Presidente

"Esperamos que, na primeira agenda da Dilma em Fortaleza, ela seja recebida por Ciro. Ele é um quadro do PSB e vai seguir a orientação do partido",

Expresso

Compacto e completo

Presidente de Honra: Alfredo de Abreu Pereira Marques (in memoriam) - Presidente: Marcos Conceição Lelis (lelis@jornalexpressoceara.com.br) - Editor Chefe: Wilton Bezerra Júnior (wbjunior@ jornalexpressoceara.com.br) - Editor Adjunto: Marcel Bezerra (marcel@jornalexpressoceara.com. br) Diretora de Recursos Humanos: Geórgia Diógenes Marques de Abreu - Diretora Financeira: Flávia Diógenes Marques de Abreu - Diretor de Marketing: Marcelo Diógenes Marques de Abreu. - Departamento Jurídico: Ricardo Lemos (OAB -13597) Secretário de Redação: Guillermo Antonioli (guillermo@jornalexpressoceara.com.br) - Designer Gráfico: Flávio Marques (flavio@ jornalexpressoceara.com.br) e Glauber Martins - Colunistas: Ivonildo Lavôr, Xyco Theophilo, João Saraiva, Wilton Bezerra. Fotógrafa: Camila Lima - Reportagem: Viana Júnior e Jair Melo Quaisquer opiniões e pontos de vista expressos nesta edição são de responsabilidade de seus autores, e não representam a opinião do Jornal EXPRESSO e sua direção

Atendimento ao leitor - Contatos Endereço: Avenida 13 de Maio, nº 255, Bairro de Fátima, Fortaleza- Ceará - Cep : 60.040-530

redacao@jornalexpressoceara.com.br

(85) 3257-3010 Fax (85) 3227-5001

Tiragem: 100 mil exemplares Gráfica: Jornal do Commercio

Humoris

JORNAL

Roberto Amaral, vice-presidente do PSB e ex-ministro da Ciência e Tecnologia

Paulo Oliveira desnuda “purismo” de Serra e PSDB Por J. Ciro Saraiva - Jornalista

Nada há a estranhar, sobre o convite - declinado - a Paulo Oliveira para candidatura a vice-governador. Fortaleza já teve um prefeito radialista, Paulo Cabral, nos anos 50 e, mais recentemente, Narcélio Limaverde foi candidato a vice, na chapa de Paes de Andrade, em 1988. O senador Tasso Jereissati, que é sabidamente um seguidor do que dizem as pesquisas, deve ter números que lhe recomendam a escolha que surpreende, não pelo nome envolvido, mas pelo posto a ser conquistado. O que é um vice, senão alguém que vive na expectativa do poder, mas só o assume em determinadas e específicas circunstâncias? Por isso mesmo, o posto sempre foi utilizado como moeda de troca para agregar maior potencial de votos de outros partidos, pouco importando seu conteúdo ideológico. O candidato José Serra, que demora tanto para escolher um vice “puro sangue”, busca preservar

a “integridade” da chapa, querendo assim demonstrar que as coisas, no seu partido, “e para o bem do Brasil”, seguem outro padrão. O episódio do Ceará tem a capacidade de desnudar essa questão. Não é por pureza que age assim o tucanato. As circunstâncias parecem pesar mais do que apelos outros que possam ser entendidos como diferenças de caráter entre os partidos. Se, diferentemente do discurso de Serra, o que prevalece é a pesquisa, estamos diante da prática do oportunismo, aquele mesmo que, anos atrás, quis fazer de Silvio Santos presidente da República, porque o Ibope o apontava como a pessoa mais conhecida do país. Seria bom que a candidatura de Paulo Oliveira se prestasse a acabar com esse engodo, caso tivesse topado. E inspirasse Serra a indicar, como companheiro de chapa, o “Faustão”, por exemplo.


@Twitter Político municipais em Fortaleza cobrando pagamento das horas extras.

JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

7

Fale conosco: redacao@jornalexpressoceara.com.br verdadeira paixão pelo povo de lá. Agora, vereadores cobram dela mais atenção ao bairro.

do Pecém, Cid Gomes iniciou acordo com os índios anacés, em Caucaia. Agora, negocia com os cambebas (ou tucanos, como queiram).

Otimista Socialismo dividido PSB cearense começa o socialismo em casa: o de Fortaleza é de Sérgio Novais (foto) e o do restante do Ceará, dos Ferreira Gomes. Inclusive a executiva regional reflete isso.

Sombra O governador Cid Gomes é o presidente estadual da sigla, mas, na sombra dele, na primeira vice-presidência, está a vereadora Eliane Novais, a mana de Sérgio.

Ex-político de olho

Agora pode?

Já que concluiu o trabalho para impedir o estaleiro no Serviluz, a prefeita Luizianne Lins (foto) bem que poderia agora cuidar desse e de outros assuntos pendentes.

Que tal a greve?

Quadro negro

Só o presidente da Câmara parece não saber estar Fortaleza entre os 14 piores municípios cearenses em alfabetização. Realmente, um quadro negro.

A prefeita bem que poderia se envolver nos esforços para o fim da greve dos motoristas de ônibus na cidade. Ou ela acha que isso não é da sua conta?

Despreparo

Dizem que tem ex-político de olho na vaga na Academia Cearense de Letras decorrente do falecimento do jornalista J. Alencar Araripe. Em tempo: não é Agaci Fernandes...

Para o vereador João Alfredo (foto), a Guarda Municipal, em incidentes na greve dos motoristas de ônibus, mostrou “despreparo emocional”. É sinônimo de desequilíbrio...

Cadê a grana?

Abandono

Professores com carga horária suplementar nas escolas públicas

Deputado Eunício Oliveira otimista nos cálculos: diz que PMDB, no Ceará, elegerá seis ou sete deputados federais e seis a nove deputados estaduais.

Quando lutou contra o estaleiro no Serviluz, Luizianne Lins proclamava

Deputado Teodoro Soares (foto) chiou com razão: a educação não consta no tal Pacto por Fortaleza, invenção da Câmara Municipal. Factóides costumam ser incompletos.

Tribos

Por causa do Complexo Portuário

Concursados do Tribunal de Contas do Estado (TCE), na gestão Pedro Timbó, esperam ser convocados pelo presidente Teodorico Menezes. Ou fica por isso mesmo?

Ao léu não

Afago de Roberto Pessoa (foto) estimulando o chefe Lúcio Alcântara a se candidatar a governador: promete eleger Léo Alcântara deputado estadual.

Do Planalto à planície

Triste exclusão

Como é que fica?

Resta saber se Léo, para não ficar sem mandato, aceita trocar o Planalto pela planície, ou melhor, a Câmara Federal pela Assembleia.

Seria mesmo?

Juram que o PDT, ao propor nome de Flávio Torres para vice de Cid, acabará se contentando em indicar o querido professor para primeira suplente de senador.

Por favor, não Recomenda-se não convidarem para a mesma rodada de camarão o deputado João Jaime (foto) e o vereador Acrísio Sena.

Frase I “Elegemos políticos incompetentes e queremos progresso” – Professor Roberto de Carvalho Rocha

Frase II “Na política e no amor, não existe jamais o nunca. Existe o talvez e o quem sabe” – José Martins Rodrigues (1901-1976), advogado e político cearense


Cidades

JORNAL

8

Expresso

Categoria A e 21 anos, no mínimo

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Cine Mais Cultura

Decreto obriga motoboys a Fortaleza ganhará 30 novas fazerem curso daqui a seis meses salas gratuitas de cinema Motoristas de motocicletas de todo o país que prestam serviço de táxi ou de entrega de mercadorias terão que fazer um curso obrigatório para poder trabalhar. O decreto foi uma decisão do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), publicado no dia 18 de junho no Diário Oficial da União (DOU). Para se inscrever no curso, é necessário que o condutor tenha idade mínima de 21 anos e estar habilitado há dois anos na categoria A. Ao todo, serão ministradas 30 horas/aula, divididas em três módulos. O decreto prevê ainda que a aula de prática de pilotagem seja

administrada e acompanhada por um instrutor. A medida entrará em vigor daqui a seis meses.

A capital cearense terá até o final do ano 30 salas gratuitas para a exibição de filmes à população. A iniciativa é resultado de uma parceria entre o Ministério da Cultura e a Prefeitura de Fortaleza, por meio do edital Cine Mais Cultura. Serão investidos R$ 450 mil, sendo 80% recursos federais e 20% contrapartida do governo municipal. O edital contemplará, preferencialmente, projetos a serem desenvolvidos em bairros com baixos indicadores sociais. As inscrições prosseguem até o dia 14 de agosto nas páginas eletrônicas

do Programa Mais Cultura (http://mais. cultura.gov.br/), do Ministério da Cultura e da Prefeitura de Fortaleza.

De olho na Copa de 2014

Metrofor tem de levar trens ao Castelão em quatro anos Fotos: divulgação

O Metrô de Fortaleza (Metrofor) completa 11 anos com duas missões que, pelo retrospecto da própria atuação da Companhia, parecem quase impossíveis: concluir, antes da Copa de 2014, a Linha Sul, onde as obras começaram em 1999, e dar início ao ramal Mucuripe-Parangaba que vai ser operado com veículos leves sobre trilhos (VLT), fazendo a conexão ferroviária de 13 quilômetros entre a Estação e o Porto. O trecho atenderá aos bairros da Parangaba, Aeroporto, Montese, São João do Tauape, Dionísio Torres, Aldeota, Papicu e Mucuripe. Em maio, quando uma missão da Fifa veio a Fortaleza para ver o Castelão, técnicos das secretarias de Esportes, Cidades e Infraestrutura percorreram, de trem, todo o trecho ferroviário entre a Parangaba e o Mucuripe, caminho do futuro VLT. A conclusão foi de que tudo terá de ser feito de novo, desde

Governo

promete obras do VLT sem atrasos

a linha permanente – com trilhos e dormentes – até o alargamento da ferrovia, que terá linhas nos dois sentidos. Com isso, dezenas de famílias que vivem às margens dos trilhos vão ser indenizadas.

Dezenas

de imóveis serão

desapropriados

O veículo leve sobre trilhos (VLT) deve custar aos cofres públicos R$ 265,5 milhões, dos quais R$ 170 milhões já estão assegurados por meio do PAC da Mobilidade Urbana, sendo R$ 95,5 milhões de contrapartida do governo estadual. O valor garantido é suficiente para executar o trecho entre Mucuripe e Parangaba, que terá 10 estações em superfície, 13 quilômetros de via remodelada e seis obras de arte especiais (quatro passagens subterrâneas rodoviárias, um elevado ferroviário e um viaduto rodoviário).


JORNAL JORNAL

Fortaleza, 25 4 ade 10junho de junho dejulho 2010de 2010 Fortaleza, a 1 de

Expresso

9

Desapropriações começam em julho e preocupam comunidade O Portal da Transparência do Governo Federal traz um cronograma mostrando que, a partir de julho próximo, devem começar as desapropriações. Os moradores já ouviram falar do projeto, mas ainda não foram chamados pelo Governo do Estado para negociar propostas a respeito da transferência das famílias. Eles estão receosos do que possa acontecer. O pescador Antônio Domingos mora há 52 anos na comunidade dos trilhos, próximo à Avenida Alberto Sá, e não consegue pensar em outro lugar para viver. “Se pagarem bem para que eu compre uma casa aqui perto, tudo bem. Se não, não concordo. Sou pescador e preciso estar perto do mar. O governo tem mania de jogar a gente lá pra longe. Pra mim, não dá”, declara. O autônomo Nonato Silva, também morador da região, disse que já ouviu falar do projeto, mas está

temeroso de sair. “O problema é que a gente não sabe pra onde vai. Aqui é uma região bem central. Tudo é perto. Com certeza, eles vão querer jogar a gente para um conjunto habitacional lá pras bandas da Messejana”, afirmou. Outra moradora diz que, para

conjunto habitacional, não vai de jeito nenhum. “Além de ser distante, as casas não prestam. A gente tá cansado de ver casas rachando. Tudo muito mal feito”, alegou a comerciante Maria Domingos, moradora há 30 anos da comunidade dos trilhos no Mucuripe.

Desafio: fazer em quatro anos o que não se fez em dez A via terá um tráfego misto (passageiro e carga), pois será implantada na faixa que hoje é operada pela linha de carga. A obra é um dos compromissos assumidos pelo Governo do Estado para dar mais mobilidade aos turistas que virão a Fortaleza em 2014. O principal desafio do Governo do Estado é fazer em quatro anos o que não ficou pronto em dez. Segundo o Metrofor, os atrasos ocorridos com a Linha Sul do Metrô de Fortaleza aconteceram por falta de recursos, o que não deve acontecer com o VLT , incluído no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC). Na semana passada, foi assinada a ordem de serviço para a elaboração do projeto executivo, no qual consta o projeto, que servirá de base para o orçamento da obra. Após essa fase, será lançado o edital para a licitação das obras civis do Ramal.

O que é o Veículo Leve sobre Trilho (VLT) É um trem urbano de passageiros, geralmente movido a eletricidade, cujo tamanho permite que sua estrutura de trilhos se encaixe no meio urbano. Têm menor capacidade e velocidade que os trens de metrô, porém produzem menos poluição e barulho. No Ceará, já existe uma linha desse tipo de sistema de transporte na região do Cariri, que liga os municípios de Juazeiro do Norte e Crato. O Metrô do Cariri, como foi batizado, tem capacidade para 330 passageiros cada e velocidade máxima de 60 km/h. Ao todo, são nove estações ao longo do percurso de 13,6 km.


JORNAL

10

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Regional II não responde

Cobertura de canal cede e causa insegurança no bairro Pio XII

FOTOS: CAMILA LIMA

Diariamente, adultos e crianças se arriscam para atravessar o canal. Sem as obras de reparo por parte da Regional II, o esgoto fica a céu aberto, trazendo mau cheiro e doenças com infestação de ratos e insetos para a comunidade

A cobertura de parte de um canal localizado no final da rua Carvalho Júnior, no Pio XII, está a ceder desde março do ano passado. Famílias que residem às margens sofrem diariamente com a dificuldade de acesso às suas casas, além dos problemas de saúde. Construído desde a primeira gestão (1990-1993) do ex-prefeito Juraci Magalhães, o canal tem aproximadamente 1,70 metro de profundidade. A estrutura que cobre o local foi feita à base de tijolos e concreto. A extensão que está a céu aberto já chega a 40 metros. “O que está havendo aqui é uma total negligência por parte da Regional II. Precisamos urgentemente de uma reforma”, disse Wagner Rodrigues (foto abaixo), representante da comunidade. Procurada várias vezes pe-

los moradores, a Prefeitura de Fortaleza apenas garante que a área será coberta, porém, não informa quando será realizado o serviço. Por enquanto, adultos e crianças contraem enfermidades como dengue, irritação na pele, tosse e meningite.

Prefeita não diz quando

Para atravessar o canal, os moradores improvisam com tábuas de madeira. A doméstica Francisca Heloise de Lima (foto), 39, conta que não consegue trilhar porque a passagem é estreita ela sofre de labirintite. Somado a este problema, existe a dificuldade de passar com compras e objetos pesados, como botijões de gás.

canal será coberto

A assessoria de imprensa da Secretaria Executiva Regional (SER) II informou que o técnico que poderia dar uma resposta estava em visitas e não daria para se pronunciar. Mesmo assim, ele teria que ir primeiramente ao local, verificar o problema e só então dar uma posição. Até o fechamento desta edição, a SER II não enviou nenhum comunicado sobre o problema.

A situação da diarista Lúcia Bento da Silva (foto), 39, é a mesma vivida por seus vizinhos. “Infelizmente, a gente não consegue nem se alimentar. É muita mosca, rato e outros insetos invadindo a casa da gente, sem falar no mau cheiro”, reclama.


JORNAL JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

9 11

Regional VI

Desde sua fundação, as ruas do Conjunto Palmeiras, localizado na região sul de Fortaleza, ainda apresentam graves problemas de infraestrutura. É o caso das duas mais antigas do bairro, a José Linhares e a Catolé. Falta pavimentação e redes coletoras de esgoto. A situação persiste há mais de 36 anos A presidente da Associação de Moradores do Conjunto Palmeiras, Margarida Rodrigues dos Santos, afirma que a luta por melhorias existe desde quando a comunidade se uniu na tentativa de mudar a história econômica e social do bairro. Porém, o descaso dos governos municipal e estadual ainda continua mesmo depois de tanto tempo de reivindicação. Moradores de um trecho da rua José Linhares, por exemplo, sofrem constantemente com o esgoto a céu

FOTOS: CAMILA LIMA

Ruas no Conjunto Palmeiras há 36 anos sem pavimentação e esgoto Cagece se explica e Prefeitura não responde

rua José Linhares: esgoto a céu aberto, lixo, falta de calçamento e mato crescido aberto, o mato crescido e a falta de calçamento. O resultado é o impedimento da passagem, sobretudo no período chuvoso. “Quando chove a água chega à canela. Já tivemos até criança que caiu nesse pequeno córrego e adoeceu”, disse a cabeleireira Maria Sampaio Batista,

canal aberto que passa dentro do quintal das residências

34, que reside há 25 anos no local. Outro agravante é o canal aberto que passa dentro do quintal das residências. O perigo para as crianças, o mau cheiro e as doenças são constantes. Na rua Catolé, a situação ainda é a mesma desde quando começou a constru-

ção das primeiras casas. “Fomos os primeiros a chegar aqui, mas somos esquecidos. Enquanto isso, outras ruas estão bem melhores. Infelizmente a Prefeitura só faz dizer que vai fazer a pavimentação, mas não faz”, protestou o morador Carlos Augusto Furtado da Silva, 48.

Em resposta ao problema da inexistência da rede coletora de esgoto na rua José Linhares, a assessoria de imprensa da Companhia de Água e Esgoto do Ceará (Cagece) informou que a região ainda não possui rede pública. O órgão lembra que, segundo a legislação ambiental, as construções feitas em regiões onde não há rede pública de coleta de esgoto devem apresentar soluções individuais para obterem liberação de seus projetos de engenharia. A Cagece está investindo mais de R$ 300 milhões na ampliação da rede coletora em Fortaleza. Com esse investimento, a cobertura na Capital deve passar dos atuais 52% para cerca de 70% a 75% até 2012. Indagada sobre a ausência de calçamento, canais e bueiros, a Secretaria Executiva Regional (SER) VI não retornou as ligações feitas pelo EXPRESSO relacionadas a esta questão.

moradora maria sampaio reclama dos alagamentos e da ploriferação de doenças


JORNAL

12

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Inércia ou incompetência da Prefeitura?

Prefeitura assiste, inerte, à invasão dos táxis clandestinos em Fortaleza Taxistas de Fortaleza protestam contra invasão de táxis clandestinos, que chegam a quase 30% da frota total na Capital. Enquanto isso, a Prefeitura se mostra impotente no exercício da fiscalização e assiste ao agravamento do problema “Fui pegar uma cliente no supermercado, e ela perguntou: ‘É dos Paulo?’. Respondi que não e ela disse que não queria. Isso já aconteceu várias vezes”. O relato é do taxista Antônio Feitosa Maia, 36 anos de batente pelas ruas de Fortaleza. Atualmente no ponto da praça em frente à Igreja da Glória, na Cidade dos Funcionários, ele e outros companheiros de ponto dizem amargar uma queda de 30% no número de corridas nos últimos anos. “Os Paulo” é uma empresa que presta um serviço por eles

FOTOS: CAMILA LIMA

classificado de “locação de veículo com motorista”. Tem até panfleto com telefone e preços definidos de corridas para vários pontos da cidade. Os carros têm a placa cinza e não dispõem de taxímetro. Na prática, realizam o serviço de táxi clandestino – também chamado de táxi-pirata –, e cobram preços entre 30% e 50% inferiores aos táxis convencionais. E eles não atuam somente na Cidade dos Funcionários. Estão por toda a cidade, também no José Walter, Parquelândia, Curió, Papicu e Messejana, segundo Vicente de Paulo (foto), presidente do Sindicato dos Taxistas do Ceará (Sinditaxi). “Em cada grupo existe um cabeça, que fica no birô. Ele recebe de R$ 20 a R$ 25 por dia de cada carro. Tem uma delas que tem uns 130 carros”, denuncia. O Sinditaxi estima que o número de táxis clandestinos em atividade na capital chegue a

1.200 veículos, quase 30% da frota de 4.392 de táxis legalizados pela Empresa de Transporte Urbano de Fortaleza (Etufor). Revoltados com a situação, no dia 10 de junho os taxistas fi-

zeram uma grande carreata de protesto. O ato terminou no 13º Distrito Policial da Cidade dos Funcionários, onde a categoria solicitou ao delegado uma investigação para averiguar a suposta

Etufor: fiscalização ineficiente e ameaças No próximo dia 13 de julho, a Câmara Municipal de Fortaleza realizará uma audiência pública para discutir o problema. Na ocasião, os representantes da Prefeitura poderão explicar por que o município não coíbe a prática, que segundo os taxistas vem crescendo de forma considerável nos últimos quatro anos. Procurada pelo EXPRESSO em meio ao caos provocado pela iminência de greve total dos motoristas de ônibus na terça, 22, a assessoria de imprensa da Etufor informou que ninguém do

órgão iria se manifestar sobre o assunto naquele dia. Ao jornal O Estado, dias antes, o chefe da Divisão de Fiscalização da Etufor, Josino de Medeiros, informou que o órgão dispunha de apenas 38 agentes para fiscalizar os veículos em Fortaleza. Ressaltou a dificuldade de identificar e apreender os clandestinos, além da necessidade do apoio da polícia para a atividade. “Várias vezes fomos ameaçados por motoristas portando facas e armas de fogo”, colocou.

existência de carros com identificação adulterada e até tráfico de drogas em táxis clandestinos. “Um passageiro desses carros até já foi preso transportando droga”, afirma Vicente de Paulo.


JORNAL JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

9 13

Omissão com irregulares, rigor com legais

FOTOS: CAMILA LIMA

Os taxistas protestam contra o que consideram uma omissão do poder público. “A categoria está sendo prejudicada. A Etufor tem braço curto para fiscalizar. Os clandestinos deveriam ser multados de acordo com as reincidências, mas a multa não aumenta, como ocorre com os táxis que fazem corridas intermunicipais”, afirma Vicente de Paulo. Segundo o presidente do Sinditaxi, as “cooperativas-piratas” desmoralizam a multa. “Se um carro for multado e levado para a garagem, o restante do grupo todo rateia o valor da multa”, explica ele, ao denunciar que algumas empresas teriam alvará da Prefeitura para funcionar como locadoras de veículos, e de fato atuam com táxis clandestinos.

Para pode atuar legalmente em Fortaleza, os taxistas têm de cumprir uma série de exigências. “O taxista sindicalizado tem que passar por qualificação, um curso de 200 horas para obter a carteira-padrão. O táxi tem que ser cadastrado no sindicato, Prefeitura e no Detran, identificado na carteira de motorista como pessoa que exerce atividade remunerada. Nós pagamos impostos, licenciamos o veículo que ainda passa por vistoria todo ano no na Etufor. Só pode ser taxista quem adquire vaga através de licitação ou transferência”, detalha o presidente do Sinditaxi, para quem os clandestinos exercem a profissão ilegalmente, enquanto os legalizados chegam a gastar até R$ 600

por ano para trabalharem dentro da lei. O Sinditaxi já provocou o Ministério Público por duas vezes, a fim de que este exigisse fiscalização,

por parte da Etufor dos alvarás dos piratas, e que as Regionais da Prefeitura verificassem os alvarás concedidos a locadoras de veículos. E vaticina o futu-

ro da atividade: “Quando o taxista ficar sem o passageiro, ele vai buscar onde tem, que é na parada de ônibus. Aí o problema vai aumentar”.

Taxistas revoltados na Cidade dos Funcionários “Para ser taxista, a pessoa não pode responder a processo na Justiça. Nesse meio tem gente perigosa, carro clonado. Tem muito taxista que não consegue mais trabalhar. É um barril de pólvora que uma hora vai explodir”, Rubistênio Araújo, taxista.

“Enquanto cobramos de R$ 20 a R$ 22 por uma corrida até o aeroporto, o clandestino faz por R$ 12. Chegam a perder até 50%. O cliente só pensa no dinheiro, mas o pirata não oferece segurança nenhuma, pois o carro não passa por vistoria. O problema é a Etufor, que sabe quem eles são, onde estão e não faz nada porque não quer”, Michael Leão, taxista há 12 anos.

“Todo ano o carro tem que passar por uma vistoria. Tem teste de amortecedor, verificação de pintura e do nível de desgaste do pneu. Até uma luz, se não acender, você é reprovado. No clandestino não tem nada disso”, idem.

“O prejuízo é grande. Eles [os clandestinos] não são registrados e não pagam imposto”, Antônio Feitosa Maia.


JORNAL

14

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Trânsito sem orientação

Sinalização horizontal sumiu das ruas e avenidas de Fortaleza Se Fortaleza já tinha deficiências na sinalização vertical com placas escondidas ou apagadas, agora o problema se agrava, principalmente, na ausência de sinalização horizontal. A maioria de avenidas e ruas de Fortaleza percorridas pela equipe do EXPRESSO mostrou que as pinturas no chão que deveriam orientar os motoristas sobre as vias preferenciais e as faixas de pedestre estão desgastadas ou sequer existem. No cruzamento das ruas Professor Carvalho com Monsenhor Salazar (foto acima), no São João do Tauape, os acidentes são freqüentes, devido ao intenso tráfego na região e a total falta de orientação para os motoristas. “O problema aqui é falta de sinalização. Se pintassem pelo menos as faixas, acho que ia melhorar. Aqui passa muito carro e toda semana tem, no mínimo, uma batida”, afirma Geovana Ca-

Acidentes são constantes em cruzamento valcante, que trabalha em um (foto abaixo) é a prova de que salão de beleza no local. os acidentes acontecem e nada Nas ruas do bairro, poucas é feito. Ela ainda está torta por possuem a faixa de “Pare” no causa da última batida”, conta chão placas que sinalizem qual Geovana. é a via preferencial. Um estaQuem pensa que a falta de cionamento do comércio de es- sinalização é apenas nas vias quina dificulta a visão dos mo- secundárias está enganado. toristas na Monsenhor Salazar. Nas grandes avenidas, vários “A placa da parada de ônibus trechos estão sem as faixas

divisórias e de pedestres. Nas avenidas Borges de Melo e Expedicionários, a mesma situação se repete. Faltam faixas nos dois lados das vias. No cruzamento, existe uma “lembrança” quase totalmente apagada de sinalização. Na avenida Jovita Feitosa, depois do recapeamento, não há mais indicações horizontais no local em quase toda a extensão da via. As placas de sinalização indicando o caminho estão completamente apagadas. Como não há indicação de pintura das faixas, os motoristas perdem a noção de espaço. Em apenas um dos cruzamentos há faixa de pedestre.

Problema também nas grandes avenidas

AMC vai priorizar apenas vias com recapeamento Para a Divisão de Engenharia da Autarquia Municipal de Trânsito (AMC), a prioridade no cronograma de sinalização são as vias que receberam novo recapeamento. As ações vão se concentrar nos bairros Antônio Bezerra, São Cristóvão e Conjunto Palmeiras, e nas avenidas Via Expressa, Godofredo Maciel, Abolição e Santos Dumont, entre Dom Manuel e Tibúrcio Cavalcante. No entanto, vale salientar, que várias ruas visitadas pelo EXPRESSO já foram recapeadas há algum tempo e mesmo assim ainda não receberam a sinalização.


JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

INFORME PUBLICITĂ RIO

15


Serviço

JORNAL

16

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

5,7 milhões de bolsas

Imposto de Renda

Campanha Nacional de Doação de Sangue prossegue até dia 30

Leão vai morder até R$ 70 de aposentados

Lançada no dia 14 de junho pelo Ministério da Saúde, a Campanha Nacional de Doação de Sangue tem como objetivo aumentar o estoque anual de bolsas para, no mínimo, 5,7 milhões. O aumento de 58,3% nos transplantes (de 2003 a 2009) e o crescimento da população estão entre os fatores que mais contribuíram para que o país precisasse de mais sangue para transfusão. Durante os dias da campanha, que traz como lema “Doe sangue, faça alguém nascer de novo”, o Ministério também faz uma consulta pública sobre a proposta de mudar a idade mínima e a

Livres do desconto na fonte somente os segurados do INSS que ganham abaixo de R$ 3 mil e têm mais de 65 anos de idade. O Leão do Imposto de Renda continua faminto. Caso tenham passado acima de R$ 3 mil, os valores recebidos com o reajuste de 7,72%, devem ficar até R$ 70 mais magros. Quando o Ministério da Previdência creditar as novas aposentadorias e pensões, juntamente com os valores da diferença entre os aumentos de 6,14% e 7,72%, as garras do Fisco já terão descontado para os cofres da Receita de R$ 37,25 a R$ 70,13 por aposentado. O motivo é que esses segurados terão mudado de faixa de IR retido na fonte no mês do depósito. O pagamento deverá ser feito na folha de julho, creditada no mês de agosto.

máxima para doar, que passaria a ser de 16 a 68 anos. Assim acontecendo, 13,9 milhões de pessoas ficariam aptas.

Transparência sem controle?

Evasão de auditores chega a 35% do quadro e sobrecarrega Controladoria A Controladoria e Ouvidoria Geral do Estado (CGE) registra hoje, uma evasão de auditores de controle interno. No momento, apenas 39 profissionais estão disponíveis para a execução das atividades desenvolvidas pelo órgão. No último concurso realizado em 2004, 60 pessoas foram aprovadas. Porém, muitos desistiram ou foram aprovados em outros concursos Como o cadastro de reserva foi esgotado e o período de validade foi concluído, não há condição de nenhum auditor ser chamado. Segundo o presidente da Associação dos Auditores de Controle Interno do Estado do Ceará (Aaci), Carlos Lopes, a situação tende a se agravar. Com a aprovação de cinco auditores no último concurso do Tribunal

fotos: camila lima

O presidente da Associação dos Auditores, Carlos Lopes, e o auditor Raimundo Quezado Fernandes relatam gravidade da questão na Controladoria de Contas dos Municípios (TCM), essa quantidade deverá ser reduzida a um total de 34, assim que forem chamados para assumirem seus cargos. Isso quer dizer que o efetivo seria reduzido a 56,6%. “O nosso esforço está sendo árduo, sobretudo para manter atualizado o Portal da Transparência do Estado. Se estamos nessa situa-

ção, só quem tem a perder é o Estado”, disse Raimundo Quezado Fernandes, o único auditor do Estado que

“Se estamos nessa situação, só quem perde é o Estado”, Raimundo Quezado

trata de questões ligadas às obras civis. Conforme informou, a previsão é que até 2014 um total de R$ 9 bilhões sejam investidos em obras públicas com vistas à Copa do Mundo no Brasil. Fernandes foi um dos aprovados no concurso do TCM e deverá sair em breve, o que prejudicará diretamente a auditoria. Para ele, seriam necessários no míni-

mo oito profissionais para dar conta do trabalhos. Na tentativa de resolver tal questão, foi criada a Comissão Coordenadora de Concurso Público de Provas e Títulos para provimento dos cargos efetivos de auditor de controle interno da CGE, conforme a publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) do dia 5 de janeiro de 2010.


JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

17

Secretaria de Planejamento

Ceará tem menor Eleição e “efeito dominó” são salário do Nordeste justificativas contra aumento A desvalorização da categoria é a grande dificuldade enfrentada pelos profissionais. Segundo levantamento realizado pela Aaci, a remuneração dos auditores que atuam no Ceará é a menor do Nordeste. Enquanto eles recebem R$ 4.018,31, um auditor fiscal da Secretaria da Fazenda do Ceará (Sefaz) ganha o equivalente a R$ 12.394,97. O objetivo é conseguir negociar com o Estado a possibilidade de eles passarem a receber, no mínimo, a média do Nordeste, que

equivale a R$ 7.124,76. A luta pela reestruturação de carreira prossegue desde 2008. Porém, o processo anda a passos lentos. Apesar de ter se reunido três vezes, informalmente, com representantes da Secretaria do Planejamento e Gestão (Seplag), o presidente da AACI informa que não foi chamado em nenhuma oportunidade para receber uma contraproposta oficial. Para agilizar, o processo está sendo acompanhado pelo Ministério Público Estadual (MPE).

fotos: camila lima

O secretário Adjunto de Planejamento e Gestão (Seplag), Reno Ximenes Ponte (foto), afirmou que se o Estado conceder o que almeja a categoria poderá implicar no chamado “efeito dominó”, ou seja, se abriria precedente para que outras categorias também reivindicassem o direito de aumento. “Próximo do pleito eleitoral não tem condição de conceder aumento, pois o governo pode ser penalizado por favorecimento indevido”, complementou. Mediante essa situação, a reestruturação de carreira só poderá ser apreciada pelo Governo do Estado se o Tribunal Regional Eleitoral (TRE/CE) conceder parecer favorável. Sobre o concurso, o secre-

tário afirmou que não recebeu nenhum documento oficial pedindo a realização do mesmo para auditores de controle interno da CGE. Porém, a Aaci informa que falta a apenas a liberação de recursos para a contratação

da empresa que se responsabilizará pela realização. Pelos trâmites legais, depois de formada a comissão, elabora-se o edital e segue-se as datas programadas até a homologação, tendo o acompanhamento da Seplag.


Seu Bolso

JORNAL

18

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Fortaleza

Banco Central

Consumidor terá banda larga disponível a R$ 35 ainda em 2010

Máquina unificada para cartã o chega ao comércio em julho deste ano

O acesso à internet através do serviço banda larga estará disponível a partir de R$ 35 em Fortaleza ainda em este ano. A informação é da Telebras, responsável pela implantação do Plano Nacional de Banda Larga (PNBL). O programa tem como objetivo universalizar a internet rápida no país. Uma das expectativas é disponibilizar o serviço de 11,9 milhões de residências para quase 40 milhões de domicílios até 2014. Além da capital cearense, mais 15 capitais brasileiras e 96 pontos corporativos do Governo Federal (postos de saúde, escolas etc.) também serão beneficiadas pelo plano.

A partir de 1º de julho, chega a todo o comércio do Brasil a nova máquina unificada de cartão de débito e crédito. Ela substituirá as atuais, que são usadas, na maioria, pelas bandeiras Visa e Mastercard. A mudança trará economia para os lojistas e ao consumidor, já que o aluguel do equipamento será 80% mais barato, passando dos atuais R$ 120 para R$ 25. Tal mudança foi anunciada no dia 17 de maio pelo presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, durante o seminário internacional de cartões de pagamento, no Rio de Janeiro. A expectativa é que as financeiras também ofereçam o serviço.

Na ponta do lápis

Abastecer o carro com álcool está mais vantajoso O combustível consegue ser mais econômico do que a gasolina em 12 estados brasileiros, incluindo o Ceará, segundo levantamento feito pelo portal R7 com base nos preços coletados semanalmente pela ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis).

Em Fortaleza, o preço da gasolina varia de R$ 2,58 a R$ 2,70, enquanto o álcool está saindo entre R$ 1,69 e R$ 2,10. Quando a divisão do preço do álcool pelo da gasolina fica abaixo de R$ 0,70, compensa abastecer com etanol porque o poder do motor a álcool é de 70% nos motores à gasolina. De acordo com a pesquisa, por exemplo, se você for abastecer no posto que a gasolina esteja custando R$ 2,58 e o álcool R$ 1,69, é mais lucrativo, abastecer com o etanol. Alêm de fazer essa conta, é importante pesquisar antes de abastecer. Vale lembrar que o modo de dirigir e o modelo do veículo também influenciam no desempenho do carro.

Preço da gasolina

Postos de combustíveis

R$ 2,58 – mais barato

Posto São Cristovão – Ipiranga – BR-116, km 15

R$ 2,70 – mais caro

*Posto Canadá – Esso – Avenida Treze de Maio, 980, Bairro de Fátima *Posto Servi 100 – BR Distribuidora – Avenida Desembargador Moreira, 2528, Dionísio Torres

Preço do álcool

Postos de combustíveis

R$ 1,69 – mais barato

*Posto Famas – Shell – Avenida Barão de Studart, 3300, Aldeota *Shopping Car Quatro Rodas – BR Distribuidora – Avenida José Bastos, 3950, Damas *Posto São Cristóvão – Ipiranga – BR-116, km 15

R$ 2,10 – mais caro

Posto Aliança – BR Distribuidora – Avenida Vicente de Castro, 5700, Mucuripe

Confira dez dicas que vão ajudar no seu bolso 1 – Encha o tanque sempre pela manhã, o mais cedo possível, quando a temperatura ambiente e do solo é mais baixa. O combustível pela manhã está mais frio, por causa disso, a densidade da gasolina e do diesel é menor. Durante o dia, quando a temperatura sobe, os combustíveis tendem a expandir-se. Trocando em miúdos: se encher o tanque depois do meio-dia, o litro que você paga não será exatamente um litro; 2 – Peça para o frentista não apertar o gatilho da bomba ao máximo. Ao encher o tanque mais lentamente cria-se menos vapor, que acaba contabilizando na bomba; 3 – Não espere o tanque estar muito vazio para abastecer. O combustível evapora mais rapidamente do que se imagina e quanto mais ar no tanque,

mais rápida é a evaporação; 4 – Verifique se a vedação da tampa do tanque está em boas condições; 5 – Calibre os pneus uma vez por semana. A estabilidade do carro influencia no consumo de combustível. 6 – Planeje sua rota, evite deslocamentos desnecessários; 7 – Não ande na “banguela”. A rotação do motor fica desequilibrada quando o carro está em movimento e não está engrenado; 8 – Não sobrecarregue o veículo. Evite rodar com peso desnecessário no porta-malas, por exemplo; 9 – Evite acelerações desnecessárias, não pise no acelerador nas trocas de marchas; 10 – Escolha um posto de confiança, que garanta a qualidade do combustível.

João Saraiva

Bolso da gente B

joaosaraiva@jornalexpressoceara.com.br

rasileiros e brasileiras, desde o nascimento, têm direito aos serviços de saúde gratuitos. Mas ainda faltam recursos e ações para que o sistema público atenda com qualidade toda a população. Quem utiliza esses serviços, e é a grande maioria, conhece bem as limitações do Sistema Único de Saúde, o SUS, e sabe quanto dói enfrentar fila para obter uma senha de atendimento clínico ou cirúrgico. Dependendo do local, é comum não haver vagas para internação, faltam médicos, pessoal, medicamentos e até insumos básicos. Mesmo assim, seria injusto não creditar a ele o atendimento indiscriminado ao cidadão em casos de urgência, internação e procedimentos cirúrgicos, até de portadores de plano de saúde particular, e que nem sempre é ressarcido pelo atendimento prestado. A saúde da população não depende somente do SUS, mas também de recursos, de políticas econômicas e sociais. A garantia do emprego, salário, casa, comida, educação, lazer e transporte interfere nas condições de saúde e vida. Saúde não é só atendimento médico, mas também prevenção, educação, recuperação e reabilitação. No esteio dessa realidade e como alternativa privilegiada para poucos, os planos privados de saúde surgiram como remediadores dessa lacuna de atendimento público. Mas, basta dar uma volta nos hospitais próprios de alguns planos ou credenciados por eles para se constatar que eles estão longe de representar a solução para a saúde no Brasil. Além de caros, nem sempre prestam serviços de qualidade, deixam de fora medicamentos, exames, cirurgias e muitas vezes dificultam o atendimento dos cidadãos idosos, dos pacientes crônicos, dos portadores de patologias e deficiências. O que se deseja é que qualquer seja o atendimento à saúde da população, público ou privado, que seja universal, integral, equânime, descentralizado, acessível, eficaz, e justo.

AVIDEZ POR CRÉDITO

Dias das Mães, clima de Copa, o aumento da massa salarial e as condições ainda favoráveis de crédito encontradas pelo consumidor junto às lojas e instituições financeiras são os motivos que impulsionaram o apetite do consumidor por crédito no mês passado, de acordo com os especialistas de mercado. No acumulado dos primeiros cinco meses de 2010, a demanda do consumidor por crédito avançou 19,4%, elevandose ligeiramente à taxa de 19,1% alcançada no acumulado de janeiro a abril de 2010. Os consumidores nordestinos, cujos ganhos mensais não ultrapassam os R$ 500, foram os campeões.

MAIS ARROCHO

Os planos de saúde terão reajuste de 6,73% e atingirão cerca de 7,4 milhões de beneficiários, ou seja, 13% dos cerca de 56 milhões de consumidores de plano de saúde no Brasil. O índice de reajuste pode ser aplicado somente a partir da data de aniversário de cada contrato, sendo permitida a cobrança do valor retroativo caso a defasagem seja de no máximo três meses.

“O que as vitórias têm de comum é que não são definitivas. O que as derrotas têm de bom é que também não são definitivas”. José Saramago (Prêmio Nobel de Literatura)


JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

INFORME PUBLICITĂ RIO

19


Comida

JORNAL

20

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Lá, tudo é bom

Massas e pizzas são capítulo à parte As massas são um capítulo à parte. O cliente pode escolher entre fusilli, linguine, penne, rigatoni, spaghetti (todos importados da Itália) ou tagliatelle (massa caseira), que casam bem com os 32 tipos de molho em porções bem servidas para até três pessoas. Destaque para o pescatora, um misto de frutos do mar (R$ 24), e o boscaiolla, com salsicha, funghi, mussarela ita-

liana e parmesão (R$ 20). Além das saladas, dos carpaccios, dos risotos e da lasanha, o Gabriele oferece uma impressionante diversidade de 50 opções de pizzas. Por R$ 26, uma boa pedida é a metade presunto cru com rúcula, metade funghi fresco trifolar com lingüiça toscana e mussarela (foto). Às quintas, o restaurante

traz ainda como prato especial o mexilhão fresco, trazido de Santa Catarina e também servido com molho vermelho picante. E, an-

tes de sair, não esqueça de pôr à prova o licor de café da lavra do Gabriele. Você não vai se arrepender.

Culinária genuína

Bom gosto italiano é no Gabriele Antepastos preparam da Praia de Iracema o paladar

Uma espécie contraponto aos rodízios de massas que pipocam todos os dias pelos quatro cantos de Fortaleza debuta na Praia de Iracema. Para quem quer saborear a verdadeira comida italiana, feita com ingredientes que conferem sabor refinado às diversas opções de entradas, pratos e pizzas, a dica há 15 anos é o restaurante Pousada Italia da Gabriele.

marcel bezerra

Iluminação indireta confere aspecto intimista ao ambiente

A casa fica na avenida Historiador Raimundo Girão, na altura do “ferro de engomar” da confluência com a avenida Almirante Barroso. O motorista mais desavisado corre até o risco de não notá-lo. Discrição similar à do proprietário, o italiano Gabriele Simoncelli, 55 anos (foto ao lado). Simpático e de voz mansa, ele comumente faz as honras da casa aos clientes. Natural da província de Pesaro, região central da Itália próxima ao mar Adriático, Gabriele deixou sociedade em uma empresa e decidiu adotar o Ceará como morada há cerca de 15 anos. Conheceu o

Brasil como turista através dos tios e primos que moram no Rio de Janeiro e falaram bem do Ceará, no final dos anos 1980. A antiga pousada, hoje restaurante, foi adquirida por Gabriele. Ele iniciou o negócio em parceria com dois amigos, que logo acabaram voltando à terra natal. Aos poucos, foi

ganhando a conformação atual, com cerca de 20 mesas e capacidade entre 60 e 80 lugares. O cardápio foi montado pelo próprio Gabriele, que fez da habilidade na cozinha, obtida em casa junto com a mãe, o ganha-pão em terras cearenses. O lugar também é bastante freqüentado por italianos que moram ou visitam o Ceará.

Italia da Gabriele Av. Historiador Raimundo Girão, 36, esquina com a rua Tupi | Praia de Iracema | Fortaleza-CE | Fone: 3219-4993 | Capacidade: 60 lugares | Funciona de 18h30 à 0h | Aceita Mastercard e Amex

No Italia de Gabriele, uma certeza: tudo é de muito bom gosto. Para a Berinjela à parmegian começar, experimente a Berinjela à parmegiana (R$ 13 a porção bem servida). Entre as novidades, também vale pedir a bresaola, um presunto de carne bovina seca magra, curada no sal e curtida por semanas. É produzida na região da Valtellina, no norte da Itália, e servida em fatias finas (R$ 17 a porção), com carpaccio (R$ 20), com caprese (mussarela italiana, porção a R$ 17) ou na pizza, acompanhada de parmesão e rúcula (R$ 26 a grande).


JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

a t i e c e R expresso

21

MODO DE PREPARO: 1. Em uma vasilha, coloque o creme de leite, o leite, as gemas, a salsinha, o sal e misture bem. 2. Unte um refratário com manteiga, coloque uma camada de arroz, o molho cremoso, uma camada de presunto e outra de queijo. Novamente, uma camada de arroz, o restante do presunto e do queijo. Termine colocando o restante do molho cremoso. Leve ao forno pré-aquecido até derreter o queijo. 3. Sirva em seguida.

*Por Ana Elisa Marques

Arroz de forno

A receita de hoje é simples e saborosa, podendo ser facilmente elaborada para uma refeição junto com aqueles que gostamos. A junção de alguns ingredientes, tendo como base o arroz, pode se transformar em um prato especial, denominado de ARROZ DE FORNO.

OBS: Decore com ovos cozidos cortados em rodelas, tomate em rodelas, azeitona...

Ingredientes: *4 xícara de chá de arroz cozido (como você faz em casa) *100 g de presunto (cortado em tirinhas)

*100g de queijo mussarela (cortado em tirinhas) *350 g de creme de leite *1 xícara de chá de leite

*3 unidades de gemas de ovo *½ maço de salsinha (picadinha) * Sal e pimenta a gosto * Manteiga para untar

*Chef pela Escola de Gastronomia da Universidade de Caxias (UCS )/ Italian Culinary Institute for Foreigners - (ICIF), Flores da Cunha, Rio Grande do Sul e especialista em Gerenciamento na área de Alimentos e Bebidas


JORNAL

22

Expresso

Mídia

Sem “Mais Você”

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

R$ 254 milhões

Ana Maria Braga anuncia separação do marido

Cancelamento de shows trará prejuízo milionário

A apresentadora Ana Maria Braga (foto) anunciou no último dia 16 de junho, através de sua assessoria de imprensa, que se separou oficialmente de seu marido, o empresário Marcelo Frisoni (foto). O rompimento do matrimônio já havia acontecido desde o dia 13 de maio deste ano. O comunicado informa que o casal tentou de várias formas reatar a união e por diversas vezes manter-se junto, mas infelizmente por questões pessoais teve que chegar ao fim. Ainda no final do ano passado, o casal passou por uma crise, mas em janeiro seguinte voltaram a fortalecer a relação. Os dois estavam casados desde março de 2007.

Após uma contusão sofrida pelo vocalista Bono Vox (foto), a banda irlandesa U2 teve que cancelar inúmeros shows para que o astro possa se recuperar. Segundo informações do jornal britânico The Sun, o prejuízo deve chegar a uma quantia aproximada de R$ 254 milhões. O grupo iria iniciar uma turnê mundial que teria como destaque, neste mês, a participação no tradicional festival de Glastonbury, na Inglaterra, que comemorou 40 anos em 2010. O U2 ainda se prepara para divulgar oficialmente como ficarão as novas datas para a turnê. Porém, é provável que suas apresentações retornem em agosto, como comentou informalmente o guitarrista The Edge.

Nelson Augusto

Sábado é dia de “Frequência Beatles”, que já completa duas décadas no ar O programa vai ao ar desde abril de 1990, pela rádio Universitária FM 107,9, dias depois dos shows da primeira vinda de Paul McCartney ao Brasil No início, o programa que tocava especialmente as músicas do “The Beatles” era apresentado em um dia na semana, o “Música de Todo Mundo”. Após algumas reformulações na grade de programação da emissora, ele passou a ir ao ar todos os sábados, de 18 às 20 horas, como acontece até hoje. O jornalista Nelson Augusto, o apresentador desde a primeira edição, relembra que o nome “Frequência Beatles” foi escolhido pelos próprios fãs da banda de rock britânica, através de ligações telefônicas. Durante duas horas, são seis quadros: “O Foco da Semana”; “Beatles News”, “Carreira Solo de John, Paul, George e Ringo”; “Beatles Ao Vivo” e “Beatles Cover”. Auxiliam na elaboração do roteiro os beatlemaníacos Francisco

DIVULGAção

do Ouvinte, Noite de Serenata, O Disco da Semana, Sempre aos Domingos, Brasileirinho, Memória 107 e Conversando com Arte. Além destes, ele comanda o Cena Rock, na TVC - Canal 5, mantém o site http://www.nelsons.com.br/, onde divulga artigos e notícias da cena musical brasileira e internacional.

nelson augusto, mantém aceso o movimento beatlemaníaco Parente, Fábio Parente, Carlos Roberto, Márcia Carneiro e Wladimir Lima. A Rubber Soul, banda covers que faz shows de sucesso nos redutos que curtem a beatlemania, surgiu como uma extensão do musical da Rádio Universitária FM. A participação dos ouvintes é privilegiada em todas

as edições. Eles têm a liberdade de sugerirem músicas para os quadros. “O retorno do público é gratificante”, disse Nelson. Na última década, a internet facilitou consideravelmente o trabalho de pesquisa da produção e a comunicação com aqueles que acompanham o Frequência Beatles. “A partir do

momento que estamos conectados, podemos colher informações atuais relacionadas aos membros da banda, assim como baixar vídeos”, disse. Além de apresentador e produtor do programa, Nelson Augusto produz outros na Rádio Universitária 107,9, como o Pessoal do Ceará, Programação

Famosa

banda cover Rubber Soul surgiu no programa


JORNAL

Expresso

Diversão

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

“Soldadinho de chumbo”

23

Na telona

História de amor entre brinquedos “Saga Crepúsculo: Eclipse”, a estreia mais esperada do ano encanta plateias há gerações Em uma loja de brinquedos, quando não tem ninguém olhando, eles ganham vida. Nesse mundo de bonecos de todos os tipos, nasce uma bela história de amor entre um soldadinho e uma bailarina. Para ficarem juntos, eles terão que vencer vários obstáculos e assim ter o seu felizes para sempre. O clássico infantil “O Soldadinho de Chumbo” está em cartaz aos sábados e domingos às 17 horas, na escola Viva Música Viva (Avenida Desembargador Moreira, 629, Aldeota). Ingressos: R$ 14 (inteira) e R$ 7 (meia). Outras informações: 3131.6560.

Eclipse, a continuação da Saga Crepúsculo, mostra o retorno de Bella para sua vida normal ou quase normal. Com a ausência do namorado, ela tornou-se mais próxima do amigo de infância, Jacob Black. Um jovem e apaixonado lobisomem que vê sua amiga se distanciar dele com o retorno de seus inimigos, os Vampiros Cullen. Mas, há outros perigos em vista, como a aproximação da formatura e o fim do prazo dado pelos poderosos e temidos Volturi, para Bella tornar-se um deles. Como se não bastasse, a heroína continua sendo perseguida pela Vampira Victoria que, em busca de vingança, forma um exército de jovens, fortes e inexperientes vampiros.

AGENDA CULTURAL Em clima de São João

Dança

Victor e Léo animam com Hip Hop invade Dragão do Mar sertanejo pop e romântico O evento de música “Planeta Hip Hop” reúne vários grupos de dança de Fortaleza, onde os dançarinos trocam novidades sobre passos, ritmos e outros elementos da cultura hip hop. Originário dos Estados Unidos, o movimento engloba o rap, o break e o grafite (arte de de-

senhar em muros). Ganhou expressividade a partir dos anos 1990, difundindo crítica severa ao quadro crônico de desigualdade social e violência. A apresentação ocorre todos os sábados, às 19 horas, sob o planetário, no Centro Dragão do Mar. Grátis.

Marina Cavalcante

Show

Luan Santana agita Fortaleza

100 anos do TJA

Guerra do Paraguai no palco do Theatro José de Alencar A peça “Cenizas” trata sobre a Guerra do Paraguai com elementos cênicos revigoradores e muita ação. A montagem combina teatro, dança e música experimental ao vivo para retratar as mulheres paraguaias sobreviventes dos horrores desse embate que é considerado o maior conflito armado internacional ocorrido na América do Sul, entre 1864 e 1870. Mulheres trabalhavam na terra, cuidavam dos filhos, curavam os feridos e, no exílio, encontravam a morte, a fome, a tortura, os

campos de concentração, entre paredes improvisadas e desempenhos nos campos de batalha. A renovação cênica com dança e rock traz ainda o movimento dos atores através de imagens visuais fortes, que trabalham o espaço físico entre a cena e público, em pé durante toda a ação. O espetáculo inédito no Ceará está em cartaz neste sábado, dia 26, e domingo, dia 27, no Theatro José de Alencar, das 14 horas às 17 horas, dentro das comemorações dos 100 anos do TJA.

Ele chegou como um meteoro e conquistou o Brasil inteiro. Luan Santana é um dos mais jovens talentos da música brasileira, considerado um fenômeno. Seu CD é campeão em vendas e suas músicas estão liderando as paradas de sucesso. Em turnê pelo país, o cantor tem parada obrigatória na Terra do Sol. Seu show será no Forró no Sítio, onde se apresenta no domingo, dia 27 de junho.


JORNAL

24

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Esporte

Interioranas

Praxedes e a marcação na base do insulto O Icasa, sob o comando de Praxedes Ferreira (sempre ele), enfrentava o Ferroviário numa noite de quarta-feira, no Romeirão. O tricolor da Barra contava à época com o lateral-direito baiano Perivaldo, que chegou, posteriormente, a ser titular do Bahia, do Botafogo (RJ) e convocado para a Seleção Brasileira. O “Peri da Pituba” tinha um defeito terrível nos cruzamentos, geralmente na rede pelo lado de fora. No entanto, possuía uma velocidade espantosa, mais parecendo uma gazela. O Ferroviário dominava o Icasa e Perivaldo fazia estragos constantes na defesa icasiana, levando Praxedes a um estado de loucura. O folclórico treinador gritava

com o seu lateral, colocava cobertura e mandava “baixar o pau”. Nada continha o atleta coral. No auge do desespero, sem nada mais a fazer, Praxedes começou a chamar a atenção do Peri, aos gritos: “Ei! Ei! Ei!” Perivaldo parou, e perguntou: “Diga, meu amigo!” No que o treinador enraivecido sapecou-lhe: “Seu neguim, ladrão de galinha!!!” Ao final da partida, o lateral ofendido perguntou quem era aquele senhor. Ficou sabendo tratar-se do treinador adversário, e lamentou: “Ele me chamou de ladrão de galinha! Como é que pode, rapaz?” De fato, surrealista a providência de Praxedes Ferreira para marcar o oponente. (Por Wilton Bezerra)

Jeito Dunga de ser

Seleção de Dunga avança na Copa em meio a brigas com a imprensa Nem a classificação antecipada para as oitavas de final da Copa do Mundo bastou para acalmar os ânimos na Seleção Brasileira. Desde a convocação e dos primeiros preparativos para a competição, o técnico Dunga tem protagonizado seguidas polêmicas junto à imprensa esportiva brasileira. O ponto alto da tensão entre o treinador e os jornalistas aconteceu na coletiva de imprensa logo após a vitória por 3 a 1 sobre a Costa do Marfim, no domingo. Conforme noticiou o site Globoesporte.com, “quando acusava os jornalistas de ter cobrado a saída de Luis Fabiano do time titular, Dunga viu Alex Escobar, jornalista da TV Globo, que conversava ao telefone com um colega, balançar a cabeça. Nesse momento, o técnico da seleção brasileira interrompeu a frase para interpelar Escobar. Em seguida, ficou balbuciando palavrões que vazaram no sistema de som da sala de entrevistas. Xingamentos gra-

tuitos que foram ouvidos por toda a imprensa internacional presente. Ao longo dos 30 minutos entre o início e o fim da coletiva, o técnico foi irônico outras vezes, sempre tendo a imprensa como alvo. Ao sair, ainda irritado, Dunga se levantou e continuou pronunciando mais ofensas e palavras impublicáveis”. A Rede Globo se obrigou a lançar mão de um editorial com críticas à postura de Dunga durante a edição do Fantástico. Como se não bastasse, no dia seguinte foi a vez de Kaká polemizar com comentarista dos canais ESPN, Juca Kfouri que escreveu em sua coluna no jornal Folha de S.Paulo que a lesão pubiana é mais grave do que se esperava inicialmente. “O problema é que ele não aceita essa minha fé em Jesus Cristo. Da mesma maneira que eu o respeito como um ateu, peço que ele me respeite como alguém que professa a fé em Jesus Cristo. Que respeite não só a mim, mas aos milhões de brasileiros que seguem Jesus Cristo. respondeu”, disse o jogador. Kfouri, por sua vez, que “essa confusão entre a religião e a questão esportiva quem criou foi ele (Kaká). A minha posição é muito clara. Sou contra o merchandising religioso, isso não tem nada a ver com a informação sobre o púbis do Kaká”, explicou Kfouri.

A seleção enfrenta Portugal, nesta sexta-feira, 25, com o desfalque certo de Kaká, expulso contra a Costa do Marfim. As duas equipes lutam pela liderança do grupo G, e devem enfrentar Chile, Espanha ou Honduras nas oitavas de final.

Wilton Bezerra

No Couro

wiltonbezerra@jornalexpressoceara.com.br

N

os jogos que os conduziram à classificação, contra Coreia do Norte e Costa do Marfim, os comandados de Dunga nunca tiveram, de forma duradoura, o domínio absoluto da condição emocional. Bem sabemos ser a Copa do Mundo um momento especial, mas é preciso reconhecer a hesitação brasileira entre a iniciativa e a lentidão. Kaká e Luís Fabiano – ainda bem – fizeram suas estreias, e os adversários, de pouca ou nenhuma categoria, ajudaram a resgatar, no segundo jogo, alguns bocados de futebol brasileiro. Certo é que, livre de amarras emocionais e contando com o respeito dos adversários à nossa camisa, o Brasil pode jogar mais. Tem sido visível o desespero da mídia em salvar o produto futebol com verdades escamoteadas. Vitórias também escondem defeitos.

Pá de terra

Com os últimos resultados negativos de Ceará e Fortaleza na Copa do Nordeste, em jogos no Castelão, alvinegros e tricolores jogaram uma pá de terra no já pouco interesse do torcedor pela competição. Do Fortaleza se esperava mais, e dos integrantes do misto do Ceará, empenho redobrado em assegurar vaga no time principal. Os dois treinadores só falam em novas aquisições.

O homem é fogo

O narrador esportivo Francisco Silva, o Foguinho, está na África do Sul. Integra uma rede baiana de rádio e transmite a Copa para a rádio Verde Vale AM de Juazeiro do Norte. O dinâmico companheiro de grandes jornadas faz a sexta cobertura de sua brilhante carreira.

Dunga zangado

Perguntar não ofende: será que o técnico Dunga já se vacinou contra a raiva? A ira contra jornalistas durante as coletivas já motivou até notas editoriais da Rede Globo, durante o Fantástico, no último domingo. O repórter Alex Escobar foi o alvo de Dunga com reprimendas, insultos e até palavrões na coletiva do jogo contra a Costa do Marfim.

“O rádio trouxe o povo para a paixão do futebol” (Hélio Thys, radialista carioca)


JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

25

CRÔNICA EXPRESSA

Meu reino do futebol

Os rumos do sofrido futebol da Copa Na Copa do Mundo da Itália em 1990, Asti, a 30 quilômetros de Turim, foi o local escolhido para a Seleção Brasileira realizar seus treinamentos. No centro da cidadezinha pacata e bucólica, um grupo de jornalistas, formado por Deni Menezes (Rádio Globo), Sérgio Cabral (Jornal O Globo) e Ney Bianchi (Revista Manchete), entre outros, papeava acerca da má qualidade da competição. Ouvi do veterano repórter da empresa dos Bloch uma frase sobre a qual meditei durante muito tempo. “Na ausência do craque, tem-se o atleta”, disse Bianchi. O tema virou matéria posterior na revista. Essa distinção me fez refletir sobre o futebol como modalidade esportiva, baseada, a partir daquele Mundial, na exuberância física. Meu pensamento foi remetido imediatamente à Copa de 1966 na Inglaterra, considerada a “Copa da truculência”, ainda acompanhada só

pelo rádio, jornais e, pouco depois, mostrada por documentários no cinema. Foi conquistada pelo país-sede, no certame considerado como o que mais mal fez ao futebol. Para os europeus, encontrou-se uma forma de varrer do mapa o estilo de jogar do brasileiro e do sul-americano a partir do “futebol total”, amparado na força. Essa forma de pensar robustecia um pensamento antigo, onde o craque podia ser anulado por quem corresse o dobro. As matérias sobre os novos conceitos davam conta de uma nova forma de jogar, sem concessões ao futebol-arte. Fiquei com a sensação exagerada de que os jogadores seriam preparados para uma carnificina. Ainda bem que o Brasil de Pelé, Tostão, Rivelino, Jairzinho, Carlos Alberto e Clodoaldo em 1970, a Holanda de Cruyff em 1974 e 1978, e a Argentina de Maradona puseram abaixo essas barbaridades.

Mas, vez por outra, o fantasma volta sob outros disfarces, fazendo desaparecer a beleza das tabelas envolventes, os lançamentos do talentoso solista e as jogadas elaboradas que tornam o futebol prazeroso. Antigamente, os meninos tinham como destino, primeiro, a rua e a bola. Exercitavam nos pequenos espaços dos campinhos esburacados, nas estreitas calçadas e ruas de piso irregular a habilidade do craque. A realidade hoje é diferente. Os jogadores são forjados em linhas de produção semelhantes às dos automóveis, com características originais mutiladas e ganhando a forma de estoques. Matar a jogada, ligação direta, rifar a bola, marcar

(Por Wilton Bezerra)

sob pressão e “paulada” na área são os ditames atuais. A má qualidade do futebol na Copa do Mundo ora vigente é reflexo disso tudo. Não desanimemos. Com a pulverização das próximas etapas, as coisas tendem a melhorar. Tomara.


Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

Garota

JORNAL

26

Shirley Paulino

Uma linda top model só para você O rosto angelical esconde a determinação sobre como tem pautado sua vida. Desde muito cedo, Shirley Paulino, de 19 anos, nossa 18ª Garota Expresso, sabe que nada na vida vem de graça. Tudo requer esforço, entrega e persistência. Assim, após anos trabalhando de graça, mas investindo na carreira, por fim lhe trouxeram lucro garantido e contratos favoráveis. Ganhadora do Concurso Top New Face Ceará 2010, Shirley agora colhe os frutos. “Tive como grande incentivadora minha mãe. Agradeço a oportunidade que a New Face me oferece. Desde que entrei na agência, só tenho que comemorar”, conta. Com oportunidades à sua porta, Shirley decidiu deixar o emprego de assistente administrativa num jornal local, para dedicar-se de corpo e alma à carreira de modelo publicitária. “Sou muito digna em tudo que faço. Vou dar meu melhor”, avisa. Ela também tem como sonho tornar-se jornalista de televisão, para tanto, fica antenada nos acontecimentos locais, nacionais e internacionais. “Quero estar por dentro de tudo”. Mas, nem tudo na vida desta fortalezense é trabalho. O melhor programa é sempre em família. Confessa ser “chocólatra” de paixão e ter boa mão na cozinha.

Ficha técnica Modelo: Shirley Paulino Texto: Guillermo Antonioli Fotos: Camila Lima www.agencianewfaces.com.br Contato: 3371.8816/87179616


JORNAL

Expresso

Emprego

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

R$ 10 mil

27

24 vagas

UVA abre concurso para professor com salário de até R$ 8 mil A Universidade Vale do Acaraú (UVA) está com inscrições abertas até o dia 13 de julho para seleção de novos professores titulares. As vagas estão distribuídas entre os cursos de Administração, Biologia, Ciências Sociais, Direito, Enfermagem, Engenharia Civil, Filosofia, Física, Geografia, História, Matemática e Zootecnia, sendo 24 vagas no total. Os salários seguem o Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos professores do ensino superior do Estado (PCCV). Professores Auxiliar Nível A, têm vencimento base de R$ 2.491,04, chegando a R$ 4.508,78 com gratificações. Professores Assistente Nível D recebem, incluindo gratificações, R$ 5.957,08 e os vencimentos para professores Adjunto Nível 1, chegam, com gratificações, a R$ 8.428,59. A taxa de inscrição, no valor de R$ 100, deve ser paga em qualquer agência da Caixa Econômica, mediante o depósito na Conta Corrente 338-2 da agência 0919-9 (Agência Aldeota), Operação 006.

Oportunidade no HSBC

TCU oferece 20 vagas para Estudantes de diversas áreas podem participar de programa trainee auditor federal O Tribunal de Contas da União (TCU) está ofertando 20 vagas para auditor federal de controle externo, na especialidade de Tecnologia da Informação. Os interessados devem ter diploma de nível superior em Tecnologia da Informação ou diploma de nível superior em qualquer área, com no mínimo 360 horas de pós-graduação (especialização, mestrado ou doutorado) na área. A remuneração inicial para o cargo é alta, atingindo a cifra de R$ 10.775. A carga de trabalho é de 40 horas semanais. Todas as fases acontecerão em Brasília, no Distrito Federal. As inscrições podem ser feitas até o dia 11 de julho, pelo site www.cespe. unb.br/concursos/tcu2010. A taxa de participação é de R$ 95.

Forças Armadas

Escola de Sargentos das Armas disponibiliza 1.176 vagas Até o dia 20 de julho, a Escola de Sargentos das Armas inscreve candidatos para concorrer a uma das 1.176 vagas de nível médio. O concurso é destinado a quem deseja ingressar no Curso de Formação de Sargentos da Força Terrestre Brasileira. Os interessados devem pagar a taxa de inscrição, no valor de R$ 70. A inscrição deve ser feita pelo site www.esa.ensino.eb.br.

O Banco HSBC abriu inscrições para o programa de trainee 2011. Podem participar da seleção graduados entre julho de 2008 e dezembro de 2010, preferencialmente nos cursos de Administração, Economia, Engenharias, Ciências da Computação, Estatística, Matemática, Marketing, CiênciasContábeis, Informática, Direito e Psicologia. Também é necessário inglês fluente e mobilidade para residir em outras cidades, estados e países. O trainee do HSBC terá direito a assistência médica, odontológica,

vacinação, check up, espaço saúde, ginástica laboral, massagens, programa de apoio pessoal, bolsa educacional, bolsa de idiomas, dias de folga, licença-maternidade ampliada, clube de vantagens, auxílio-creche, previdência privada, seguro de vida, valerefeição, alimentação, transporte, remuneração fixa e participação nos lucros. O programa tem duração de 18 meses, iniciando em fevereiro de 2011 e sendo concluído em julho de 2012. Mais informações: www.hsbc.com.br/ programatrainee.

Procurando emprego?

Sine/ IDT tem oportunidades para Fortaleza e Região Metropolitana Fortaleza - Sine/ IDT – (85) 3101.2774

Pacatuba - (85) 3101.3352

24 vagas para garçom 8 para promotor de vendas 8 para cozinheiro de restaurante 6 para mecânico de refrigeração 3 para auxiliar de lavanderia 2 para engenheiro civil

65 vagas para auxiliar de costura

15 para alimentador de linha de produção

Aquiraz - (85) 3101.2822

Maracanaú - (85) 3101.3031

10 vagas para pedreiro 2 para garçom

13 vagas para auxiliar de linha

Eusébio - (85) 3101.2136

de produção 7 para bombeiro hidráulico

linha de produção

70 vagas para auxiliar de


JORNAL

28

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Irresponsabilidade

Polícia

Polícia registrou 5.826 ocorrências de trotes no Ciops até maio deste ano

fotos: camila lima

A maioria das ligações são feitas por crianças, com intuito de “brincadeira”. Por parte de pessoas adultas, porém, a atitude é de cunho criminoso. Investimento em tecnologia e conscientização pode diminuir os casos

Telefone sempre identificado e a quebra de sigilo acionada Todas as ligações feitas para a central de atendimento por aparelhos fixos (públicos ou particulares) ou celulares têm seus números de telefones identificados. A partir desta informação, é identificado o endereço de onde parte o contato e acionada uma viatura do Ronda do Quarteirão ou do Policiamento Ostensivo Geral (POG) que esteja a fazer a segurança na área apontada pelo sistema. Quando os contatos são feitos por celulares, um pedido de procedimento para identificar o usuário é solicitado e, dependendo do caso, acontece até a quebra de sigilo junto às operadoras.

Os constantes trotes telefônicos são um dos maiores problemas enfrentados constantemente pela Coordenadoria Integrada de Operações de Segurança (Ciops). No dia 21 de junho, a polícia prendeu em flagrante, no bairro Serviluz, o servente Francisco de Assis Alves Vieira, 27, após fazer 118 contatos a partir de um telefone público, na mesma manhã deste dia. O acusado havia feito mais de 200 ligações somente no mês de maio, e nos últimos três meses, mais de mil foram registradas. Segundo o tenente-coronel Paulo Neto (foto), supervisor da central de atendimento 190, que cobre a Capital e Região Metropolitana, dois são os tipos de trote recebi-

central do ciops: mais trotes de manhã e à tarde

dos: os de “brincadeira”, realizado em sua maioria por crianças entre 7 e 10 horas; e os de simulação de ocorrência, recebidos em maior quantidade no período da tarde, por pessoas

Central terá novos equipamentos e mais dois núcleos no interior O coordenador do Ciops, tenente Aristóteles Coelho (foto), afirmou que a unidade está a investir em ferramenta tecnológica que poderá auxiliar na diminuição do número de trotes e num identificador de voz. No caso da primeira, o telefone fixo poderá ser bloqueado a partir de certo número de chamadas tidas como criminosas. No outro, a voz de quem ligou poderá ser identificada, independente de ter sido feita de

um aparelho telefônico público ou privado ou de um celular. “Além destas medidas, estamos procurando fazer um trabalho de conscientização junto às escolas, recebendo visitas dos alunos e tendo o apoio da mídia”, complementou Coelho. Ele também disse que em breve serão abertos dois núcleos do Ciops, um no município de Sobral e outro em Juazeiro do Norte, para atender cidades e regiões próximas.

adultas. O caso citado foi uma ocorrência especial e pode ser chamado também de trote pornográfico, já que ele estava assediando as atendentes a partir das conversas.

Números • Em 2009, 42% das ligações diárias recebidas foram consideradas criminosas. • Até maio deste ano, 32% das computadas foram falsas. • Em 2010, apenas um acusado foi preso em flagrante e outros estão sendo investigados. • A ação do trote é considerada crime e o acusado pode ser enquadrado no artigo 265 do Código Penal, por atentar contra a segurança ou o funcionamento de serviço público. Quem comete tal delito pode ser penalizado de um a cinco anos de reclusão e multa.

DADOS DE JANEIRO ATÉ MAIO/2010 *Total de ligações recebidas (190): 2.859.945 *Trotes que não foram geradas ocorrências: 800.249 *Ligações erradas: 441.790 *Com objetivo de obter informações: 732.235 *Agradecimento: 932 *Ocorrências geradas: 881.913 *Ocorrências geradas por trotes: 5.826


JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

29

CRÔNICA EXPRESSA Correlação de forças 2010!

Para o galo não queimar, Cid troca panela por um grande caldeirão Por Zé do Lago – Jornalista e ornitólogo

Mesmo com as poucas semanas que restavam para a chegada do prazo para as convenções partidárias, o governador Cid Gomes vinha usando como estratégia silenciosamente cozinhar o galo. Nesse jogo, em que agia como um solitário chefe de cozinha vinha monopolizando a panela, sem passar para os aliados qualquer detalhe referente ao preparo. Principalmente quanto ao conteúdo do prato a ser posto para o eleitorado. Daí vieram as dúvidas, sobretudo nas cabeças de tucanos e petistas, mais diretamente

interessados nessa culinária. Os petistas reivindicavam uma vaga de vice-governador e uma para o Senado, o que inquietava, logicamente, os tucanos, desejosos de que, na chapa cidista, houvesse apenas um nome para o Senado, o de Eunício Oliveira. Essa, evidentemente, seria a fórmula para que Cid, tendo apenas um candidato a senador na chapa, por fora, como se diz mais popularmente, pudesse apoiar a reeleição do senador Tasso Jereissati. O problema é que o galo estava ficando duro, o caldo diminuía e esse processo gastronômico, desenvolvido numa cozinha inacessível mesmo para os amigos, estava causando ansiedade. Cid, finalmente, percebeu que as pressões se avolumavam, na proporção dire-

ta da aproximação do período das convenções. Antes que o galo pregasse no fundo da panela, ele encontrou a fórmula para não espantar petistas e tucanos: resolveu dividir a tarefa com auxiliares de cozinha, formando com o seu PSB e outros 13 partidos um “blocão” para cuidar da cozinha até a hora de chegar o ponto. Desse modo, substituiu a panela por um grande caldeirão, de que ficaram de fora PT e PSDB, não em caráter definitivo. Mesmo assim, lá da África do Sul, onde esfria a cabeça dos problemas com o galo que cozinhava, aqui ainda se divertia com os frangos nos jogos da Copa do Mundo, se apressando em avisar que o caldeirão ainda tem espaço para petistas e tucanos, sim, senhores.

Certamente tem a receita para contentar, pelo menos aparentemente, os que comparecerem à sua mesa, a partir desta sexta-feira, 25, para as conversas finais, rumo às convenções do final de semana. Até os tucanos, mesmo que estes tenham optado, por, via das dúvidas, acender o seu próprio fogo e instalar cozinha própria, em matéria de sucessão estadual. Afinal de contas, a política,

muitas vezes, lembra aqueles restaurantes em que a diferença entre o que é preparado na cozinha e o servido nas mesas se torna grande, devido aos convenientes de se manter aparências. E quase sempre o freguês se esquece de pedir licença e ir até a cozinha, para verificar se estará saboreando, por exemplo, angu com caroço ou não. Ou se o que vai ser levado ao cliente é muita farofa com pouca carne...


JORNAL

30

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Guia nos aeroportos

Turista estrangeiro descobre Fortaleza pelo celular Desde o dia 12 de junho o visitante estrangeiro ao desembarcar em Fortaleza poderá obter informações turísticas sobre a cidade pelo celular. Esse serviço foi desenvolvido pelo Ministério do Turismo, por meio do Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur). Através de um aplicativo o turista tem acesso rápido a informações sobre patrimônio e arquitetura, atrações culturais, atrações ao ar livre, lazer e compras. Além disso, o guia disponibiliza fotos e rotas de acesso por meio do Google Maps, onde o visitante identificará os atrativos mais próximos. Esse novo serviço apresenta o Ceará moderno para os olhos dos nossos visitantes estrangeiros. É acessado gratuitamente pela rede sem fio disponibilizada pela Infraero nos principais aeroportos brasileiros. Além de Fortaleza, as cidades de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Salvador, Porto Alegre, Belo Horizonte, Manaus, Recife, Florianópolis, Cuiabá, Natal e Curitiba também são contempladas. Entre os pontos turísticos da Capital cearense, estão as praias de Iracema, Taíba, Iparana, Sabiaguaba, Cumbuco, Futuro, Icaraí, Meireles, Mucuripe, Formosa, Pecém e Prainha, além das lagoas do Banana e Parnamirim.

O turista pode, ainda, localizar por meio do celular a Catedral Metropolitana de Fortaleza, Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, Casa José de Alencar, Casa de Juvenal Galeno, Estação Ferroviária João Felipe, Espaço Cultural Mercado das Artes (Mercado dos Pinhões), e os palácios da Luz (Academia Cearense de Letras) e Senador Alencar (Museu do Ceará). Para quem preferir, também estão disponíveis informações sobre o parque Adahil Barreto, o parque aquático Beach Park, zoológico e teatros São José e José de Alencar.

A nova ferramenta proporciona ao turista internacional, de forma ágil e prática, as principais informações sobre a Capital cearense, ainda no desembarque. Para facilitar e informar o serviço aos visitantes, totens divulgam a novidade na sala de desembarque internacional do Aeroporto Pinto Martins nos idiomas inglês e espanhol. Além das informações sobre Fortaleza, o turista estrangeiro também tem disponível um guia de conversação para auxiliá-lo na comunicação em português.

Vídeos e Mapas

YouTube e Google Maps divulgam o Brasil lá fora Novas tecnologias estão otimizando a divulgação do Brasil para os turistas estrangeiros. Além desse novo serviço para celulares, o governo brasileiro fez parceria com o Google para divulgar o país no YouTube, com exibição de vídeos, e através do Google Maps. No endereço www.youtube.com/visitbrasil, o internauta tem à disposição mais de 100 vídeos de destinos turísticos brasileiros trazendo depoimentos de celebridades e turistas que visitaram o país, com legendas em mais de 70 idiomas.

maps

Ivonildo Lavôr

Expresso Tur ivonildolavor@jornalexpressoceara.com.br

N

os próximos seis anos, o Brasil deverá conseguir dobrar o número de visitantes estrangeiros que recebe. Essa informação está no Documento Referencial Turismo no Brasil 2011-2014, que o Ministério do Turismo divulgou para os membros do Conselho Nacional do Turismo (CNT) no início desta semana, em Brasília. Até a Copa de 2014, a previsão é de que o Brasil receba oito milhões de turistas estrangeiros, chegando aos dez milhões no ano dos Jogos Olímpicos do Rio.

GUIA DOS CANDIDATOS

A intenção do Ministério do Turismo com o documento é deixar um estudo para governos futuros. O MTur quer que as políticas públicas iniciadas e trabalhadas não sejam interrompidas por um novo governo.

EMPREGOS E DIVISAS

O documento lista ainda números, como o total de dois milhões de empregos no turismo em 2014, entrada de R$ 8,9 bilhões em divisas internacionais e 73 milhões de desembarques domésticos.

CASA BRASIL

A propósito de Copa do Mundo, a notícia de que o Ceará ‘passou batido’ na divulgação do turismo local na inauguração da Casa Brasil, em Joanesburgo, na África do Sul, não pegou bem.

CASA BRASIL 2

Além de ser uma das sedes da competição em 2014, e ter um espaço destinado para o Ceará mostrar o seu turismo preparado pela Embratur, os vizinhos e concorrentes, Recife e Salvador, não perderam a oportunidade.

Com a ausência do Ceará na Casa Brasil, na África do Sul, o Estado deixou de aproveitar um valioso espaço de exposições voltado à atração de turistas e investidores estrangeiros para o país.


JORNAL

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Expresso

Bronca Expressa Twitter

Luciano Huck critica o Cumbuco e chama atenção de Cid e Ministério O apresentador da Rede Globo, Luciano Huck, criticou em seu Twitter, na última segunda-feira (21) a estrutura da praia de Cumbuco, em Caucaia. Luciano gravou no Ceará imagens para o seu programa de sábado, e ao mesmo tempo que elogiou imagens de praias cearenses, alertou para o problema estrutural. O apresentador da TV Globo fazia gravações do programa Caldeirão. “Cada lugar lindo que eu caio”, escreveu no Twitter pessoal, quase duas horas depois em visita à praia. Huck criticou na rede social o descaso com o fato de que o lugar hoje é o “Hawaii mundial do Kitesurf” e segue sem o devido olhar dos gestores públicos.

31


INFORME PUBLICITÁRIO

JORNAL

32

Expresso

Fortaleza, 25 de junho a 1 de julho de 2010

Ligue para o Disque Denúncia (81) 3421.9595.


Jornal EXPRESSO 18ª Edição