Page 1

JorNAL

ExprEsso INCLUsÃo CoMpACTo E CoMpLETo

Fortaleza, fevereiro de 2010

Um jornal para toda Fortaleza. Área I

Área III Quintino Cunha, Padre Andrade, Pres. kenedy, Parquelândia, Partque Araxá, Amadeu Furtado, Rodolfo Teófilo, Bela Vista, Pici, Antônio Bezerra, Autran Nunes, Dom Lustosa, Henrique Jorge, Joquey Clube, João XXIII, Bomsucesso. Coordenador: 1 | Duplas:7 Células:3 | Bairros:16 Domicílios: 6.997

Área V Genibaú, Conjunto Ceará, Granja, Portugal, Granja Lisboa, Bom Jardim, Siqueira, Canindezinho, São José, Presidente Vargas, Santa Rosa, Conjunto Esperança, Manoel Sátiro, Maraponga, Jardim Cearense, Mondubim, Prefeito José Walter. Coordenador: 1 | Duplas:8 Células: 5 | Bairros:17 Domicílios: 9.305

Barra do Ceará, Vila Velha, Jardim Guanabara, Jardim Iracema, Floresta, álvaro Weyne, Cristo Redentor, Pirambú, Carlito Pamplona, Moura Brasil, Jacarecanga, Vila Elery, Monte Castelo, Farias Brito, Alagadiço, São Gerardo. Coordenador: 1 | Duplas: 7 Células: 3 | Bairros: 15 Domicílios: 6.988

Área II Centro, Praia de Iracema, Meireles, Aldeota, Varjota, Mucuripe, Papicu, Cais do Porto, Vincente Pinzon, Praia do Futuro, Dunas, Cidade 2000, Cocó, Joaquim Távora, Dionísio Torres, São João do Tauape, Salinas, Guararapes, Luciano Cavalcante. Coordenador: 1 Duplas: 8 Células: 4 | Bairros: 20 Domicílios: 6.408

Área IV José Bonifácio, Benfica, Bairro de Fátima, Jardim América, Damas, Bom Futuro, Parreão, Vila União, Montesse, Couto Fernandes, Demócrito Rocha, Itaóca, Serrinha, Aeroporto, Itaperi, Parangaba, Vila Perí, Dendê. Coordenador: 1 | Duplas:6 Células: 3 | Bairros:16 Domicílios: 5.339

Área VI Alto da Balança, Aerolândia, Jardim das Oliveiras, Dias MAcedo, Castelão, Mata Galinha, Cajazeiras, Cidade dos Funcionários, Parque Manibura, Edson Queiroz, Sabiaguaba, Sapiranga, Cambeba, Parque Dois Irmãos, Passaré, Barroso, Messejana, Curió, Guajerú, Lagora Redonda. Coordenador: 1 | Duplas:6 Células: 11 | Bairros:27 Domicílios: 8.963

50.000 exemplares por semana


JORNAL

2

Expresso

Fortaleza, fevereiro de 2010

Expresso

Um jornal para fazer diferença Por Wilton Bezerra Júnior |

EDITOR-EXECUTIVO

Fortaleza ganha seu mais novo produto gráfico-editorial: o Jornal EXPRESSO. Uma proposta legítima, ansiada e saudada pelo mercado. Que vai chegar a todos os públicos. Com profissionalismo e praticidade. Informação, opinião, prestação de serviço e entretenimento. Tudo de qualidade em formato inovador e ousado. Um jornal-revista. Como seu slogan sugere. Onde o simplificado e o abrangente aparecem por competente junção. Capaz de levar ao leitor o máximo de conteúdo em figuras e grandezas resumidas. De acepções e objetivos claros. Uma visão panorâmica dos fatos. Um painel de contextos e personagens da cena regional em passado, presente e futuro.

Tiragem

Periodicidade semanal, tiragem de 50 mil exemplares, distribuição gratuita e dirigida. Estimadas para alcançar, estrategicamente, uma média de 250 mil leitores. Assim, nasce o EXPRESSO. Disposto ao moderno e avançado. Aberto às sustentáveis tendências de negócio e de responsabilidade social do jornalismo contemporâneo. Tudo em formato tablóide. De páginas coloridas a harmonizar texto e imagem. Em nome da acessibilidade, da inclusão e do conforto no incentivo à leitura. Como projeto comercial, um tiro de canhão a penetrar mercados. Uma iniciativa credenciada a conquistar terrenos entre todas as classes sociais e segmentos produtivos. Em breve, o veículo será redimensionado. Ganhará sua versão online. Para agregar valor como mídia. Introduzir-se nas mais variadas audiências. Onde interagir melhor com o leitor será primazia. Você terá muito mais facilidade em fazer o EXPRESSO junto com a gente. Em papel e via internet.

Distribuição

50 mil 88% exemplares

dirigida

6 mil (12%) distribuídos em pontos fixos, pontos volantes e para formadores de opinião.

Em pontos fixos. (3%) Para formadores de opinião (5%). Volante – táxi (4%) Virtual (livre).

44 mil distribuídos de acordo com percentual da população dos bairros em relação à população total de Fortaleza.

DISTRIBUIÇÃO DIRIGIDA 44.000 exemplares. 114 bairros de Fortaleza.

WILTON Bezerra Júnior e Marcos Lelis, editor chefe e diretor presidente do Expresso.

Informar e opinar, ser substantivo acima de tudo Informar e opinar. Desafio que se impõe cada vez mais complexo. Novas ferramentas. Quase infinitas possibilidades. Nesse contexto, o EXPRESSO nasce com a missão de ser substantivo. Ajudar o leitor a entender melhor as perplexidades do nosso tempo. Converter informação em saber. Como instrumento complementar na formação de massa crítica, levá-lo a reafirmar ou reconsiderar suas visões de mundo. Posicionarse melhor frente aos assuntos. Tanto em perspectiva universal como regional. É assim, pondo de lado o “mais do mesmo”, tão reniten-

te ao se encampar iniciativas de mídia impressa, que nosso jornal quer se estabelecer. Na busca da clareza, da precisão, da objetividade, do desvelo, da abrangência e do senso ético ao retratar o cotidiano. Tudo com simplicidade. Sem abdicar daquilo que funciona como técnica jornalística universalmente consagrada. Do “arroz com feijão” que faz todo mundo ler jornal. A meta é o equilíbrio entre informar, prestar serviço, opinar e divertir. Aqui, vale a linguagem clara. Mas, bem longe do ordinário. Mais próxima de valores como pluralidade, democracia, construção coletiva, res-

ponsabilidade ambiental, cre­­di­bilidade e honestidade de propósito. Queremos “um jornal para todos”. Conteúdo editorial decente. Formato agradável e atraente. A guardar identificação com valores de nosso povo. Com utilidade imediata e mediata no cotidiano socioeconômico, político e cultural da pessoa que o receba gratuitamente. EXPRESSO. Nossa vida, nosso tempo. Um painel de 24 páginas com atualidade, variedade, informação rápida e bem ilustrada. Útil, curioso, prazeroso, responsável e cidadão. Feito por quem sabe fazer. Compacto e completo.


JORNAL

Fortaleza, fevereiro de 2010

Expresso

3

Varejo

Mercado ganha inovação, estratégia e alcance EXPRESSO vai empregar 106 jovens e aposentados. Todos uniformizados na entrega dirigida e personalizada, porta a porta. São os Agentes de Relacionamento com o Mercado, os ARMs. Estratégias comercial e de circulação inovadoras. Aliadas no acesso gratuito a informação de qualidade. Com prestação de serviços, responsabilidade social e ampla penetração. Principalmente nas camadas C, D e E. Aqui, um breve resumo de perfil do Jornal EXPRESSO. Sua tiragem inicial

será de 50 mil exemplares. A distribuição semanal e o público leitor potencial estimado em 250 mil pessoas somente no município de Fortaleza. Vamos distribuir de maneira equitativa o jornal em toda a capital. É o que preconiza o desenvolvimento de todo o esquema de distribuição e operacionalização da estratégia comercial. Para tanto, apostamos numa fórmula inédita quando o assunto é mídia impressa da região Nordeste. Fortaleza foi dividida em seis células, onde funcionarão postos avançados de circulação, cada um com respectivo coordenador regional. Eles vão gerenciar uma equipe de 100 Agentes de Relacionamento com o Mercado, os

ARMs. Além de distribuir o jornal, os eles ajudarão o EXPRESSO a executar um receituário básico do marketing: entender, atender, se envolver e se relacionar. Nesta etapa, o jornal EXPRESSO vai empregar 106 pessoas, entre jovens e aposentados. Todos uniformizados na entrega dos exemplares porta a porta. Por meio do Projovem, o jornal capacita gente para fazer com que o jornal chegue às mãos, a cada sete dias, do público leitor. O EXPRESSO manterá um relacionamento direto, legitimado também pelas pessoas mais experientes. O jovem será qualificado ao longo do tempo, enquanto o idoso se constituirá no anteparo moral.

JORGE CHICACO: equipes operacional e comercial já estão nas ruas.

Experiência em atender e vender

Rotativa do Jornal do Commercio, onde serão impressas as páginas do jornal EXPRESSO.

Serviços: fundamentais para pequenos e grandes anunciantes Merchandising, promoção, relacionamento, demonstração, relações públicas e pesquisa de mercado acompanham o pacote do EXPRESSO

A gama de serviços agregada ao jornal EXPRESSO chama a atenção na estratégia negocial. A circulação vai fazer merchandising, promoção, relacionamento, demonstração, relações públicas e pesquisa de mercado. Essa conformação vai proporcionar oportunidades comerciais para

pequenos e grandes anunciantes, já que o EXPRESSO circula estrategicamente nos bairros e ao mesmo tempo em toda a cidade. O pequeno anunciante se torna grande porque, a um preço incentivado em toda a cidade e, por outro lado, o grande também irá chegar de

maneira localizada a cada canto da capital. A ressaltar também o viés varejista do novo veículo. Cada agente vai mapear a rua e a quantidade de jornais por via, casa por casa, o que possibilita inclusive o atendimento às demandas do comércio local, com a prestação dos demais serviços.

No controle das equipes de vendas, contato com agências de publicidade e atendimento a clientes, o jornal EXPRESSO aposta na experiência do publicitário Jorge Chicaco. Para ele, o perfil inclusivo é o diferencial do jornal EXPRESSO. “A distribuição gratuita aliada à grande tiragem trazem uma perspectiva efetiva de crescimento da publicação”, avalia o diretor de Operações Comerciais. O varejo como gancho principal de atuação comercial possibilitará o acesso dos anunciantes e parceiros ao público consumidor das camadas C, D e E. “O jornal EXPRESSO nasce na esteira da maré positiva de transformações econômicas e ascensão dessa grande parcela da população, cujo poder de compra aumentou”, acrescenta Chicaco.


JORNAL

4

Expresso

Fortaleza, fevereiro de 2010

Conheça o perfil de quem faz o jornal EXPRESSO

Nossa equipe, nossa alma

GUILLERMO ANTONIOLI > Secretário de Redação

WILTON BEZERRA JÚNIOR > EDITOR CHEFE

MARCOS LELIS > DIRETOR PRESIDENTE

Mais do que criador e idealizador do Jornal Expresso, o pernambucano Marcos Lelis é acima de tudo um especialista. Profissional experiente com currículo carregado de emoção e superação. A base do sucesso é uma formula simples: primeiro lança o coração, depois o corpo acompanha. “Quando entrego o que vendo, recebo em troca credibilidade e respeito”, acrescenta. Foi assim em Porto Alegre, quanto diretor comercial da RBS TV Rede Brasil Sul e no prestigiado Jornal Zero Hora (RS), sem contar da ousadia e tiro certeiro na criação do Jornal do Ônibus, sucesso total de leitores e vendas. Porém, cansado do frio sulista, fez as malas e decidiu que seu destino de endereço profissional seria o Nordeste de Antônio Conselheiro, Lampião e Padre Cícero. Não sem antes fazer uma parada no Estado de São Paulo, em meados da década de 90. Por lá, trabalhou na Sinergy Marketing Publicitário, onde marcou sua participação com o lançamento no Brasil da venda casada de jornal e revista. Ideia ainda muito em voga e utilizada hoje pela quase totalidade dos jornais do país. Pé na estrada e acabou chegando a Maceió, onde trabalhou para o Sistema de Comunicação Gazeta de Alagoas. Trilhando a rota do sol arribou para terra do frevo, Recife, Pernambuco. Ao todo, foram 23 anos de batente no Sistema Jornal do Commercio de Comunicação, do Grupo Paes Mendonça, levando inovação com responsabilidade.

Formado em Administração de Empresas e Direito, Marcos Lelis escolheu Fortaleza para fincar raízes e trabalhar novas perspectivas profissionais. Aqui, fundou a Nordeste Consultoria, Projetos e Publicidade, que hoje oferece para os leitores cearenses o Jornal Expresso. ESTRATÉGIA INSPIRADA DA CIRCULAÇÃO EXPRESSA Estrategista e inspirador da circulação do Jornal Expresso. Foi graças ao produto dos seus incontáveis giros pela Grande Fortaleza, que o setor comercial conseguiu montar e arquitetar toda uma extensa rede de distribuição. Dividida em seis células mães, é o embrião de todo o processo de circulação do jornal. Observador sagaz por onde quer que tenha passado (e foram tantas as cidades brasileiras), Lelis credita sucesso ao jornal Expresso pelo fato de levar ao público um veículo de distribuição gratuita e com informação de qualidade. Tudo aliado a uma forte estratégia de distribuição. “Chegamos para suprir esse vácuo deixado pelos veículos de comunicação de Fortaleza”, observa.

“Quando entrego o que vendo, recebo em troca credibilidade e respeito”

O editor chefe do jornal Expresso, Wilton Bezerra Júnior, já transitou nas áreas política, cultural, esportiva e de cidades de grandes veículos de comunicação do Ceará. Incursionou, ainda, no marketing institucional (político e de governo), publicidade e propaganda, rádio, televisão e revista, assim como na administração pública, em assessorias e consultorias prestadas aos poderes Judiciário Estadual, Executivo Municipal e Legislativos Estadual e Federal. Foi redator do Departamento de Mar­ keting do Banco Comercial do Ceará (Bancesa); trabalhou no departamento esportivo da Rádio Cidade AM; como produtor e repórter no jornalismo da TV Cidade de Fortaleza; além de coordenador de radiojornalismo da Atlântico Sul FM. Esteve no comando da Coordenaria de Comunicação Social da Prefeitura de Fortaleza; na assessoria de imprensa da presidência do Tribunal de Justiça do Ceará; na diretoria executiva de redação do jornal Tribuna do Ceará e na assessoria de imprensa e consultoria em marketing político/institucional para campanhas de entidades classistas, prefeituras, legislativos e governos estaduais. Por último, foi fundador e editor-chefe da Revista Nordeste Vinte Um, veículo em circulação regional pelos nove estados nordestinos.

“Buscaremos equilibrar informação, prestação de serviço, opinião e entretenimento. Sermos notados por autênticos méritos, apelos legítimos, ganchos informativos de primeira”

JORGE CHICACO

> DIRETOR OPERACIONAL

A história de Jorge Chicaco, 58 anos, se confunde com a de milhares de imigrantes japoneses que, no início do século XX, desembarcaram no porto de Santos e vieram trabalhar nas fazendas de café do Oeste do Estado de São Paulo. À base de disposição, força e, sobretudo, vontade de vencer desafios. Essas características na bagagem profissional lhe renderam o convite para desembarcar em Fortaleza.

Formado pela Universidade Católica de Pernambuco, o jornalista Guillermo Antonioli possui uma experiência de mais de 16 anos em redações de jornais e revistas de Recife como Folha de Pernambuco, revista Saúde & Informe e A Província. Em Fortaleza, trabalhou no Diário do Nordeste, revista Fácil Nordeste, jornais corporativos e públicos. Foi também correspondente do site de economia e política Panorama Brasil e do jornal Diário Comércio e Indústria (DCI), ambos da cidade de São Paulo.

Jorge adquiriu grande experiência trabalhando na antiga LTB (Listas Telefônicas Brasileiras), durante dez anos, em São Paulo. Depois, ingressou na mídia alagoana via jornais Gazeta de Alagoas e no Alagoas em Tempo, como gerente comercial. Mais dez anos de batente e seguiu a trilha nordestina, com passagem no Jornal do Commercio de Recife, Pernambuco. No início deste ano, aportou de vez em terras cearenses. Hoje, faz parte da equipe desbravadora do Expresso.

Guillermo é ganhador de prêmio internacional em jornalismo outorgado pela embaixada brasileira em Lima, no Peru, e de prêmio nacional, como editor do informativo Resumo Chesf. Radicado há 22 anos no Brasil, este peruano é o autor do primeiro furo jornalístico da Folha de Pernambuco. Também foi assessor de imprensa da operadora de celular Oi, do restaurante Sal & Brasa, da Avestruz Máster, da Auditece e da Associação dos Municípios e Prefeitos do do Ceará (Aprece). Fez parte da equipe da coordenadoria de imprensa do Governo Lúcio Alcântara e da comunicação interna da Companhia de Água e Esgoto do Estado do Ceará (Cagece).

“Meu sonho era trabalhar onde oferecessem verdadeiras condições e liberdade, aliado a um promissor crescimento profissional”

“Informar de forma clara e concisa em um veículo de comunicação popular, sem cair na apelação, no pejorativo, na linguagem chula, no escandaloso. Um desafio”


JORNAL

Fortaleza, fevereiro de 2010

Expresso

5

Colaboradores

MARCEL BEZERRA > Editor-Adjunto

Com quase dez anos na praça, o jornalista Marcel Bezerra, editor-adjunto do Jornal Expresso, é um jovem profissional polivalente. Ganhador do prêmio Caixa de Jornalismo Social, em 2005, promoção da Caixa Econômica Federal e da revista Imprensa, Marcel iniciou a carreira em 2001 como repórter das revistas Fale e Inside Brasil. Logo, incorporou-se ao staff da assessoria de imprensa do então prefeito de Fortaleza, Juraci Magalhães. Foi repórter da rádio Cidade, editor do site esportivo Chute a Gol e da revista Leis & Letras. Integrou, também, a equipe da revista Poder Local, além de escrever para o jornal da Associação dos Prefeitos do Estado do Ceará (Aprece) e atuar como repórter do programa esportivo Com a Bola Toda, transmitido pela TVC. Fundou a revista Nordeste Vinte Um.

“O jornal já nasce encontrando anseios mercadológicos por um jeito diferente de fazer e distribuir em nossa praça, aliado a uma nova estratégia de prestação de serviço”

WILTON BEZERRA

IVONILDO LAVÔR

> COLUNISTA DE TURISMO

> COLUNISTA DE POLÍTICA

Comentarista esportivo da Rádio Globo Fortaleza, da TV Ceará e da TV Cidade de Fortaleza, Wilton Bezerra acumula mais de 40 anos de experiência como profissional de imprensa. Começou a carreira no Cariri Cearense, tendo passado pela Amplificadora Cratense, e pelas rádios Educadora e Araripe do Crato. Fundador da Rádio Progresso de Juazeiro do Norte, ajudou a profissionalizar o rádio esportivo na região, além de ter sido correspondente dos jornais Tribuna do Ceará e Gazeta de Notícias por vários anos. Veio para Fortaleza em 1979, contratado pela Rádio Uirapuru. Posteriormente, comandou por dez anos a equipe esportiva da Rádio Cidade AM 860. Transferiu-se em meados da década de 1990 para a Rádio Assunção Cearense, hoje Globo Fortaleza.

Jornalista especializado na indústria de viagens e escritor. Tem formação superior em Comunicação Social (UFC), especialização em Relações Públicas (UFC) e de Pós-Graduação em Turismo pela Universidade de Fortaleza (Unifor). É diretor da Script Comunicação, empresa de Jornalismo Empresarial, e Editor da Coluna “Embarque”, do portal O Povo Online. É ainda comentarista da Rádio O Povo/CBN, com notícias e comentários diários sobre turismo e eventos corporativos. Ao longo de 25 anos como profissional de jornalismo especializado em turismo no Ceará, participou de inúmeros eventos realizados no Brasil e no exterior.

Bacharel em Comunicação Social pela Universidade Federal do Ceará (UFC) com curso de Extensão em Comunicação de Massa, Xyco Teophilo foi fundador da Federação Nacional de Agências de Propaganda (Fenapro), e presidiu a secção cearense da Associação Brasileira das Agências de Propaganda (Abap-CE) por 11 anos. Foi também fundador da Associação Brasileira de Marketing no Ceará (ABM-CE), e da Associação Latinoamericana de Agências de Publicidade.

R&B Design

> PROJETO GRÁFICO

A R&B é uma empresa de design que atua fortemente no mercado editorial no Nordeste. E apesar de ser nova no mercado cearense, a R&B Design conta com profissionais renomados em todo país e com uma crescente lista de clientes e parceiros.

JOÃO BEZERRA SARAIVA > COLUNISTA DE ECONOMIA

O professor e jornalista João Bezerra Saraiva chega para compor a equipe do jornal Expresso na qualidade de colaborador e responsável pela coluna semanal de economia. Gabaritado na área financeira durante 20 anos foi gerente do antigo Banco Banorte e diretor de factoring - Saraiva pretende oferecer dicas práticas sobre consumo, investimento, economia doméstica e popular. Ajudar no desvencilhamento do economês, de forma clara e simples. Professor da Fanor em disciplinas sobre empreendedorismo, administração mercadológica, gestão de serviços e seminários avançados ( jornalismo), também presta serviços de consultoria nas áreas de finanças e marketing. Exerceu ainda a função de editor de economia do Diário do Povo, em Teresina, Piauí. É especialista em marketing pela Unifor onde hoje cursa mestrado.

Denilson Victor Barletta

Marcelo Abreu

1

XYCO TEOPHILO

> COLUNISTA DE ESPORTE

> diretor de Marketing

> Projetos Especiais

Formado em administração de empresas pela Universidade de Fortaleza e pós-graduado em marketing pelas universidades Esic Business & Marketing School (Espanha) e Université Paris XII (França), Marcelo Abreu, assume a Diretoria de Marketing do Expresso. Também vai colaborar na área editorial como colunista. Entre os temas preferenciais, meio ambiente, responsabilidade social e economia. Ele aposta no projeto do Expresso porque sempre acreditou no potencial da base da pirâmide social. “O Brasil mudou, o consumidor mudou”, ressalta, acrescentando que o jornal é a cara e os olhos da nova classe média brasileira. “Objetivo de qualidade e sustentável levando informação ao novo consumidor do Brasil.”

O Jornal Expresso não esquece que cultura, diversão e arte também são alimento Convidou o produtor cultural e microempresário Denilson Victor Barletta, para integrar seu time. No currículo, o desenvolvimento de projetos especiais na área cultural junto a outros veículos de comunicação em Fortaleza. Também é compositor e vocalista da banda Igualdade Social, presidente da Federação Cearense de Futevôlei e representante da empresa Bulk Ink Brasil. Ele se define como profissional de perfil empreendedor e criativo. Atualmente, leva em frente o projeto “Música na Escola Bandas Independentes”, que tem como princípio básico apresentar músicas autorais, de cunho social e político sobre temas da realidade dos alunos.

2

1 - Marister Vieira, secretária do jornal 2 - Guillermo Antonioli

3

e Marcos Lelis 3

4

5

e 4 - Equipe de redação do Expresso 5 - Integrantes da equipe comercial.


JORNAL

6

Expresso

Fortaleza, fevereiro de 2010

Gente que a gente confia e que confia na gente

Eles acreditam no

Expresso Álvaro de Castro Correia Neto

Domingos Filho

diretor financeiro da FIEC

Presidente da Assembleia Legislativa DO CEARÁ

Motivo para festejar “A chegada de um novo veículo de comunicação ao Ceará é, sem dúvida, um motivo a mais para festejar. Ampliar o leque de informação da sociedade no que se refere ao cotidiano socioeconômico, político e cultural local é fundamental, especialmente quando a economia cearense inicia a escalada para atingir um patamar de desenvolvimento sem precedentes, embalada pelos grandes empreendimentos que chegam ao Estado”.

Comunicar com direitos e deveres “No momento em que vivemos, dominado pela informação e pelas tecnologias, o surgimento de um novo veículo de comunicação deve ser comemorado pela sociedade. Uma população informada é capaz de conhecer melhor seus direitos e deveres, de exigir uma boa atuação dos poderes públicos e de contribuir para a defesa do bem comum. Portanto, saudamos o lançamento do jornal Expresso, que seja mais um canal transparente e ético na defesa da sociedade cearense”.

Roberto Pessoa

prefeito de Maracanaú

Demitri Túlio

Repórter de O POVO

“Na década de 1960, Fortaleza tinha seis jornais. E nesse tempo a população não passava de um milhão de habitantes. Então, há uma necessidade inerente de nascer um novo jornal que, principalmente, cubra as classes C, D e E. Precisam ser mostrados fatos do cotidiano, direcionados a essas classes, que no governo Lula ganharam destaque, melhorando sensivelmente seu modo de vida. Parabenizo a ideia e Maracanaú também se sente prestigiada nesse contexto”.

Caros do jornal Expresso, “É sempre bom que nasçam mais e mais jornais. Bom para a sociedade, bom para ampliar os caminhos e as visões sobre a aldeia em que vivemos, experimentamos e reinventamos. O jornalismo sério agradece o que é concebido para engrossar o caldo da cidadania. Espero que o Expresso tenha vida longa no papel e que também se integre no meio eletrônico. Parabéns  aos jornalistas inquietos que não se bastam das coisas cômodas”.

Duda Brígido EBM Novotempo Propaganda

Franzé Loiola

empresário de comunicação

“Compacto e completo. É assim que chega o Expresso, o novo jornal da nossa cidade. Compacto pelo formato tablóide, onde leva a informação rápida e bem ilustrada em cores. Completo porque pretende transformar informação em conhecimento para toda a cidade, mas em especial às ascendentes classes C e D, com um conteúdo editorial decente e uma área comercial aberta à customização de projetos publicitários. Feito por quem entende da área, com toda certeza, o sucesso será Expresso!”

“Só tenho que parabenizar a iniciativa de um jornal voltado às classes menos favorecidas. Hoje, vejo que em 1994, estava certo em voltar o foco da Rádio 100 para a classe C. Fui vitorioso junto com minha equipe contra grandes grupos de comunicação do Ceará. Sei que também essa iniciativa do Jornal Expresso irá fortalecer o mercado consumidor e produtor na busca do casamento perfeito. Para encerrar, uma relação: “Tá tudo bem? Tá tudo 100. Quer ter sucesso? Vá de Expresso!!!”

Evandro Colares Advance Comunicação

“Quero parabenizar pela bela inciativa de se lançar mais um jornal em Fortaleza. Nossa cidade lê pouco jornal comparando-se com algumas outras capitais do nosso país, apesar de os principais jornais daqui terem uma tiragem significativa. Como o Expresso será gratuito, acredito que um número maior de pessoas terá mais acesso a informações, o que contribuirá para elevar o nível de educação do nosso povo. Parabéns mais uma vez”.


JORNAL

Fortaleza, fevereiro de 2010

Expresso

7

Valente Junior

Luís Paulo Machado

Coordenador de Jornalismo – Estácio FIC

Coordenação de Jornalismo / Rádio TV - Fanor - Faculdades Nordeste

“Em meio a tantos desafios envolvendo a formação em jornalismo, o surgimento de mais um produto editorial é algo realmente animador para profissionais e estudantes dessa área. É com certeza uma iniciativa que vem estimular o crescimento do mercado de comunicação local.”

Saúdo a chegada do Jornal Expresso, na expectativa de que esse veículo alcance  os objetivos traçados em sua proposta editorial e comercial, preenchendo uma lacuna existente no mercado local, e que desenvolva o seu trabalho com profissionalismo, seriedade, pautado na ética e no compromisso com a sociedade. Receba o meu abraço, os votos de sucesso e bom trabalho a toda a equipe que fará o Jornal Expresso.

Ferruccio Feitosa Secretário do Esporte do Estado do Ceará

Henrique Vieira Costa Lima Presidente da Cagece

“Nós, cearenses acostumados com o bom e saudável hábito da leitura diária de periódicos, comemoramos a chegada do Jornal Expresso, com a expectativa de podermos testemunhar a cada dia o crescimento do espaço dedicado ao esporte em geral, valorizando ainda mais as boas iniciativas e o desenvolvimento dos talentos esportivos de nosso Estado.”

“A chegada do Expresso representa um ganho para os fortalezenses. Com a distribuição gratuita de 50 mil exemplares do jornal, vêm o acesso facilitado à informação, a democratização do conhecimento e a inclusão de mais pessoas nas importantes discussões do País e de nossa cidade. Para a Cagece, a chegada desse jornal é uma excelente notícia pois representa mais um canal de diálogo com o cliente. Desejo sucesso ao Expresso. “

Angela Morais Correia Cartório Morais Correia

Espero o sucesso. “A informação bem elaborada e bem conduzida deixa sempre uma marca indelével na educação de quem a recebe. O Jornal EXPRESSO, através de sua proposta séria e coerente, mostra-se como um veículo gerador de conscientização, orientação, instrução e conseqüente prog resso e melhoria para toda a sociedade. É uma iniciativa de cidadãos que beneficia cidadãos.”

Andrey Ohama Diretor de Criação da 101º Macaco Comunicação & Marketing de Marcas

Cláudia Targino Diretora Administrativa da Cachaça Colonial

“No momento em que vivemos uma grande ameaça de mordaça, a nossa imprensa escrita, falada e televisada, patrocinada por pessoas afeitas a desvios de condutas, muito oportuno a criação do Jornal Expresso, mais uma voz a clamar contra objetivos espúrios.”

Cassius Coelho

Presidente do conselho regional de contabilidade do ceará (CRC-CE)

“Vejo sempre com esperança toda atitude em direção à democratização da informação. Uma sociedade bem informada é uma sociedade mais consciente de tudo. O poder de transformação passa pela informação. Um jornal gratuito e editorialmente responsável não existia até então. E acredito que isso pode fazer uma grande diferença sim. Minhas boas vindas e o desejo de boa sorte ao Jornal Expresso.”

“É salutar e louvável a iniciativa de criação de mais um veículo para democratização de informações com seriedade e competência. Em um país onde a maioria da população é carente e ainda está distante da comunicação, disponibilizar um meio legítimo de informação de forma gratuita a essa população é acreditar que podemos construir um futuro melhor para a nossa cidade, Estado e País, através das instituições privadas e da sociedade civil organizada.”

Eduardo Freire

jornalista e coordenador do curso de Jornalismo da Unifor

Augusto Mesquita “É sempre alvissareira a notícia de mais uma publicação jornalística impressa para a nossa cidade. Além de levar mais informação ao público, o surgimento de um novo jornal também significa novas oportunidades de abordagem dos fatos e de investimento, o que gera competitividade, novos empregos para jornalistas (diplomados, espero) e a melhoria do mercado editorial como um todo. Desejo sucesso e vida longa.”

pres. da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel/CE)

“É bastante salutar para o Ceará o surgimento de mais um veículo de comunicação impresso a mostrar as notícias do nosso Estado. Mais ainda porque o jornal tem como público preferencial uma parcela da população que geralmente não tem acesso à mídia impressa. Para o nosso setor de bares e restaurantes será também interessante, porque agrega muitos funcionários. Vemos com bons olhos a iniciativa, ao mesmo tempo que parabenizamos toda a direção do veículo.”

DEBORAH LIMA

PRESIDENTE DO SINDICATO DOS JORNALISTAS DO ESTADO DO CEARÁ (SINDJORCE)

“O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Ceará (Sindjorce) deseja sucesso ao novo jornal, fazendo votos de que o empreendimento abra novas vagas no mercado de trabalho cearense, hoje restritas a um pequeno número de jornais impressos. Que o veículo que hora nasce se paute, sempre, pela defesa dos direitos dos trabalhadores e dos interesses públicos da sociedade brasileira”.


JORNAL

8

Expresso

Fortaleza, fevereiro de 2010

Tá esperando o quê, comerciante?

A classe C agora é quem manda no pedaço

Pesquisas recentes dão sinais de que quem protagoniza a maior revolução social do Brasil contemporâneo é a classe C Nos últimos sete anos, essa camada teve um aumento superior a 40% em sua renda familiar, que hoje vai de R$ 1.100 a R$ 4.800. Isso gerou a injeção de mais de R$ 100 bilhões na economia desde 2002. Estudos apontam que, em 2010, cerca de 30 milhões de brasileiros, oriundos desse segmento, vão gastar cerca de R$ 620 bilhões em produtos e serviços. Uma realidade até pouco tempo impensável, conforme levantamento mostrado pela revista Época Negócios da Editora Globo. Mas, se engana quem pensa que este novo segmento busca status de novo rico ou coisa parecida. Muito pelo contrário. São pessoas que gostam de

tratamento mais informal, de um bom bate-papo na beira da calçada. Apreciam a proximidade de seus familiares, dos amigos, do botequim da esquina, do mercadinho. Ou seja, nada de perder raízes, ficar com nariz empinado ou cara de besta. A mesma pesquisa traça um raio x sobre os bens adquiridos nessa nova fase. 73% têm geladeira com uma porta, 27% compraram geladeira duplex, 25% já possuem computador dentro de casa, 82% assistem a filmes de qualidade em casa, graças ao DVD, 24% da molecada joga videogames, 10% estão conectados à Internet. Isso graças à redução do IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados) 22% já possuem carro.

NOVO MUNDO / NOVO COMPRADOR •Não costuma errar na escolha. Sabe muito bem que o erro irá lhe custar caro. •É consumidor fiel. Raramente muda de marca. Só vai aonde conhece. •Na hora de escolher o produto, todos participam, sem distinção. Afinal, é uma compra que muda a “cara” da casa. •Uma vez entregue o produto, é festa. Chamam os vizinhos, amigos, desafetos. Todo mundo participa.

•Traço marcante: a fartura. Nas prateleiras, sempre haverá espaço para produtos variados de itens e marcas conhecidas. •Uma dica: eles adoram descontos. E quando sabem de uma pechinha, espalham para Deus e o mundo. •Ótimos pagadores. Sabem que não há nada mais valioso que um nome limpo na praça.

E então, o que você está esperando nesse novo mundo prontinho para ser desbravado? O caminho nós mostramos: leia semanalmente o Jornal Expresso. Fique por dentro de todas as novidades destinadas para esse público. Perfil da Classe C

Nas famílias com rendade R$ 1.100 a R$ 4.800 73% têm geladeira com uma porta 27% compraram geladeira duplex 25% já possuem computador dentro de casa 82% assistem a filmes de qualidade em casa, graças ao DVD 24% da molecada joga videogames 10% estão conectados à Internet. 22% já possuem carro.

Jornal EXPRESSO 1ª Edição  

1ª Ed. Jornal EXPRESSO

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you