Page 1

Artes Visuais | Julho 2012

FÁBRICA BRAÇO DE PRATA / Julho 2012 Artes Visuais Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Artes Visuais | Julho 2012

Julho 2012 Artes Visuais

Exposições Pequenas Oficinas

A Fábrica Braço de Prata recebe propostas de exposições. Os artistas deverão enviar previamente um projecto e um portefólio em formato digital ou em papel. Após a análise das propostas, será agendada uma reunião.

Para qualquer assunto relativo a exposições na Fábrica Braço de Prata: exposicoes@bracodeprata.com Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Inauguração 04/07 - 20H00

Exposição 04/07 - 28/07/12

raúl torres robles “cuba”

- Exposição de Fotografia

Left Hand Rotation “Gentrificação”

- Instalação / Processo de transformação urbana

Pepe brix

“ensaio sobre o comprimento do silêncio” - Exposição de Fotografia

PROJECTO FOTO AMADORA “VIDAS SEM RUMO”

- Exposição Colectiva de Fotografia

Continuam

Isabel Sousa Carvalho e Marta Dutra “Poerâmica” - Exposição de Ceramica e um Livro colectivo BU “Work in progress” - Poesia Visual João Rodrigues aka Toinjoints “Wish Upon a Star” - Exposição de Ilustração Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Kandinsky

raúl torres robles “cuba”

- Exposição de Fotografia

“Quis mostrar com esta coleção de fotos (tiradas entre Abril e Maio de 2010) uma visão muito pessoal desse país extraordinário, como o vivi e vi pelos meus olhos (pelas minhas objetivas, se preferirem ...). Não quis mostrar a pobreza, miséria e as necessidades que estão presentes constantemente e em toda parte, nem mostrar os poucos recantos restaurados, principalmente em Havana. Ao que me propus foi capturar com olhares, paisagens e momentos esse desejo de sobrevivência, com uma certa alegria e felicidade da vida, deste povo nobre e generoso. A decadência que enquadra a grande maioria das imagens é também parte da paisagem e da realidade cubana. O grande poeta cubano José Martí disse que Cuba e Porto Rico são as duas asas do mesmo pássaro. Neste espírito fui acolhido com grande surpresa e satisfação. Espero não ter traído com as minhas imagens a amabilidade e sinceridade desse acolhimento”.

Raul nasceu na ilha de Porto Rico (EUA / Caribe). Com um diploma da Universidade de Porto Rico no bolso, foi viver em «Greenwich Village», em Nova Iorque. Três anos mais tarde, instalou-se na Europa. Para alimentar as suas duas paixões, a fotografia e a música (barroca), ganha a vida como executivo em empresas internacionais. Trabalhou e viveu em vários países diferentes: Espanha, Inglaterra, Portugal, Alemanha, Senegal, Holanda, Argentina, Suécia, Madagáscar e agora entre França e Portugal. Hoje, divide o seu tempo entre o ensino superior em universidades (Lyon2, INSEEC) e a fotografia. Além das exposições, trabalha com um fotógrafo francês (www.jpgimenez.fr/) em reportagens de moda, casamentos, eventos culturais, retratos, etc. Um viajante infatigável, fotografa incansavelmente com Pentax K20. Exposições: Austin, Texas (EUA), com Robin Torres Gouzerh, fotógrafo - Outubro-Novembro de 2008; Mercurey, França, um grupo com três pintores - Março de 2009; Lyon, França, Instituto Cervantes - Junho-Julho de 2009, solo, coleção «Olhares e outras Maravilhas do Mundo»; Limonest, França Janeiro-Fevereiro de 2010, primeira exposição da série «Carte Blanche» da Câmara Municipal de Limonest. Ilhas Canárias, Espanha - 2010 2012 parte de um grupo de nove fotógrafos do programa SEPTENIO da Municipalidade de Tenerife. A exposição «Ilhas de Luz» foi inaugurado em Abril, em Tenerife e desde então tem sido exibida em vários lugares: as Ilhas Canárias, Ponta Delgada (Açores, Portugal), Palermo (Itália), Casablanca (Marrocos). Lisboa, Portugal, Março-Abril de 2011 encomenda para exposição do Agrupamento de Escolas dos Olivais. Lyon, França-Janeiro-Fevereiro 2012 solo, coleção «CUBA». Lisboa, Portugal, Junho 2012 - exposição CUBA - Instituto Cervantes de Lisboa

r aultor resrobles@gmail.com

http://r aultor resrobles.com

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Kandinsky

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Woolf

Left Hand Rotation “Gentrificação”

- Instalação / Processo de transformação urbana

Gentrificação: Processo de transformação urbana que passa pela renovação de bairros deteriorados e pela progressiva deslocação da sua população, para dar lugar a outro grupo social com maior poder aquisitivo. A exposição mostra o trabalho prático realizado durante 7 worshops oferecidos em 7 cidades: Bilbao, Gijón, Madrid, Valência (Espanha), São Paulo, Brasília (Brasil) e Lisboa (Portugal). Acções no espaço público e trabalho de registro e documentação com os participantes em cada oficina. O colectivo: LEFT (conceito) HAND (objeto, material) ROTATION (ação) é uma volta no sentido contrário que pode acontecer em qualquer momento, um parafuso para apertar o oposto do esperado. O grupo é composto por um núcleo de duas pessoas em torno de muitos colaboradores que orbitam. Desse modo, o grupo cresce e adapta-se conforme as circunstâncias e trabalha sempre anonimamente. Destina-se a provocar muitas contradições insolúveis, cujo objetivo é buscar a integração paradoxal.  Como colectivo, gostamos de trabalhar com média e formatos na fronteira entre a arte e todas os demais canais, a que chamamos «arte questionável». Left Hand rotation desenvolve projectos experimentais em vídeo, instalações e intervenções no espaço público. EXPOSICIONES Y EVENTOS 2011: [E aí!]… is this Spain? Brasil Taller. “Gentrificação: colonização urbana e instrumentalização da cultura” en Brasilia y Sao Paulo | (S8) Mostra de cinema periférico (A Coruña) | La Casa Ida (Lima, Perú) | Teatro Pradillo (Madrid) Acción para la revista La Más Bella | Espacio El Hervidero (Gijón) | Muestra Individual. “Stay Grounded” 2010: AKME 2010, Jornadas de Arte, Cultura y Nuevos Medios (Bilbao): Taller y conferencia | Espacio Maus Hábitos (Oporto) | Espacio Espora (Madrid) | Conferencia en las Jornadas “Crítica desde el Arte”. UPV, Facultad B.B.A.A (Bilbao) | Madrid Abierto 2010. La Casa Encendida (Madrid) | Espacio Offlimits (Madrid) | Teatro Cómico de Córdoba 2009: Muestra de Videoarte “Madatac”. Instituto Cervantes (Madrid) | Muestra colectiva. Varios proyectos | Premio “Intervenciones.tv”. Fundación Rodríguez (Vitoria) | “Radiografías”. Centro Antiguo Instituto CAI (Gijón, Asturias) | Beca y residencia. en la Fundación de Arte Ladines (Asturias) | Espacio MenosUno (Madrid) : “Giro en la dirección contraria en cualquier momento” 2008: Facultad de Humanidades, Comunicación y Documentación de la Universidad Carlos III de Getafe (Madrid) “360º+1” | Optica, Festival Internacional de Video Arte de Gijón | “CBA.net”. Círculo de Bellas Artes (Madrid) 2007: “Krax“ Liquidación Total (Madrid)

http://www.lefthandrotation.com

http://lefthandrotation.blogspot.pt

left@lefthandrotation.com Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Woolf

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

http://vimeo.com/18266423 Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Wittgenstein

Pepe brix “ensaio sobre o comprimento do silêncio” - Exposição de Fotografia Na intemporalidade dos manuscritos deixados por civilizações ancestrais, existe, no âmago do seu conteúdo, uma referência comum em todos eles. Algo iria mudar exponencialmente a partir de uma determinada altura. A concentração que comtempla o ritmo do silêncio evoca uma consciência que está agora despertar. Bebemos de uma incursão informativa constante que nos leva à permanência da interrogação e a uma vontade crescente de entender melhor e mais profundamente a forma como o planeta e Homem têm vindo a evoluir. Enquanto sincronizamos a nossa concentração com o momento e depositamos energia sobre essa percepção do universo, ficamos mais ligados ao todo e gradualmente mais clarificados. Tudo vibra, tudo é passível de guardar e emitir energia. Quando duas coisas vibram em frequências semelhantes ou iguais tendem a procurar-se e uma vez juntas vibram a um nível superior. Esta capacidade de nos mantermos superiormente ligados parece estar a potenciar a capacidade de absorvermos energia a partir de novas fontes e vermos tudo com maior lucidez. Já não basta viajar, embora seja esta uma das melhores formas de nos expormos a um grande número de novas experiências. O universo pede-nos, permanentemente, para respirarmos e focarmo-nos no que está verdadeiramente a acontecer à nossa volta, para que seja possível a dissipação de todas as ilusões prisioneiras da nossa percepção. Afinal, essa é apenas uma construção individual que tem o selo das sementes que colhemos e guardamos na nossa consciência de armazenamento e, acima de tudo, da forma como regamos essa informação. Se deixamos, ou não, que se manifeste. Grande parte do que experimentamos ao viajar é guardado sem sequer nos apercebermos. No entanto, essa informação permanecerá acessível se a cuidarmos. O tempo que guardamos delicadamente para nós, o silêncio voluntário, um minuto de meditação, a paz, tornam possível a compreensão dessas sementes que colhemos em tudo o que experimentamos.

www.pepebrix.blogspot.com

pepe@fpepe.com

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Wittgenstein

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Arendt

PROJECTO FOTO AMADORA “VIDAS SEM RUMO”

- Exposição Colectiva de Fotografia

Esta é, naturalmente, um Projecto que resulta da intervenção de várias experiências e tentativas por parte de várias pessoas. Foi a junção de vários conceitos e ideias, de múltiplos conhecimentos e discussão na procura de temas e autores que levaram ao aparecimento este projecto de fotografia, tal como hoje o apresentamos. Não estamos, assim, perante um único nome mas perante um grupo ligado a um projecto de divulgação fotográfica onde damos a conhecer trabalhos de vários fotógrafos amadores que possuem verdadeiras obras de arte a nível fotográfico, a serem reconhecidos pela excelência da sua criatividade. Com este projecto VIDAS SEM RUMO….. Queremos mostrar O mendigo: entre o sagrado e o profano pois este parece ser o estatuto do mendigo, imagem do sagrado para uns, o mais ímpio dos profanos para outros, ou apenas marginalizado para alguns, encontrando-se a sua identidade no limiar dos dois mundos. Na forma de o representar pesa a influência da religião professada no local onde se encontra. Mesmo onde impera a laicização do Estado, o mendigo, pedinte, vadio ou outra designação que lhe seja atribuída, vive na margem de dois mundos – o dele e o dos outros. Quer por razões económicas, sociais ou culturais, é marginalizado pela sociedade, sendo projectado para a mendicidade. Não pode seguir as mesmas regras, Faltandolhe um vínculo social, condição base para se identificar com essacolectividade. Este facto torna, ao nosso olhar, a sua identidade ambígua e indefinida. Questionamos se é marginalizado ou se também ele marginaliza a sociedade, mas esquecemo-nos de nos perguntar que condições têm ele para afirmar uma identidade, seja ela qual for. Em Portugal, à semelhança dos restantes países europeus, a mendicidade está directamente relacionada com situações económico-sociais. Toxicodependentes, idosos,deficientes, doentes mentais e essencialmente emigrantes ilegais, são muitos dosmendigos que enchem as ruas das cidades. Não lhes é atribuída nenhuma simbologia sagrada, no entanto também não são escondidos e encarcerados. São uma realidade que trazemos a esta exposição.

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

FERNANDO GIL Sou o Fernando Gil , nasci em Maio de 1960. A paixão pela fotografia é um sentimento que me acompanha desde muito jovem, no entanto só de há cerca de ano e meio a esta parte comecei a fotografar com mais regularidade. Sou um fotógrafo amador que vai por aí andando e fotografando com a minha Sony A350. Pretendo investir em formação e equipamento a curto prazo. Mesmo na qualidade de amador já reuni o 1º Prémio de Fotografia no concurso “Portugal, Múltiplas Vivências de Fé”, promovido pelo Alto Comissariado para a Imigração e Diálogo Intercultural. http://olhares.sapo.pt/fernandogil

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Arendt

Nuno de Sousa Fotógrafo Nuno de Sousa. Nasceu em Lisboa en 1966 e vive em Mem Martins. Fotógrafo por paixão, desde pequeno sempre admirou trabalhos de fotografia mas apenas há cerca de quatro anos começou a dedicar-se a esta arte. Amador e autodidacta, tem gosto em aprender os segredos da fotografia, tirou um curso Profissional de Fotografia na APAF em 2010 entre vários outros Workshop’s, tem aprendido também com outros fotógrafos e com seu mentor fotógrafo Alexandre Serra. Abriu em 2011 o Estúdio Licença para Fotografar, um estúdio de fotografia em Mem Martins com cerca de 120m2 onde vai realizando os seus trabalhos fotográficos, de salientar alguns editoriais de moda para a revista «Sowhat?» http://cfnunodesousa.blogspot.pt/

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Cristina Mestre A partir dos 50 anos, a vida tem outro sentido. Os olhos vêem através da alma, os cheiros vão até ao coração, o toque é mais suave e as palavras mais doces. O tempo é mais longo e os sentimentos aumentam. A vontade de viver é maior, as oportunidades são mais valiosas. E, assim com este espírito início na minha vida uma nova paixão: a fotografia! Participei nos livros de fotografia contemporânea: Antologia de fotógrafos contemporâneos - Fragmentos de Emoção, Antologia de fotografia contemporânea – Essência e Memoria vol.I e II e posteriormente em Olhar a Urbe. Tenho visto alguns dos meus trabalhos publicados em revistas, recebi alguns prémios e menções honrosas. Participo em várias exposições fotográficas, individuais e conjuntas. Uma paixão que veio para ficar e que aumenta com a aprendizagem e desenvolvimento.

http://www.cristinamestre-fotografia.com

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Arendt

EVA PINTO Sou a Eva Pinto, fotógrafa amadora, sem grandes qualificações fotográficas. Registo o que vai aparecendo sem dar muita importância a técnicas. Escolhi esta foto com o tema: Aqui o mundo chega mais devagar. http://olhares.sapo.pt/evapinto

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

João Garrett Alcobia Lisboa, 1965. Ao longo dos anos a olhar aquilo com que me vou cruzando, as imagens acabaram por ser a minha forma de comunicação e reflexão. Gosto de fotografar mas só tenho as chamadas hora vagas. De autodidacta a “promotor do gosto pela fotografia” nos vários ateliers com alunos das escolas por onde passei, a fotografia sempre fez parte da minha vida. Não sendo uma forma de vida (vá-se lá saber porque), sempre tive vontade de passar para o papel, o efeito que o mundo tem em mim. Desde o tempo da velha Zenit com “fotómetro” externo em que dava várias combinações de velocidade/abertura, ficou o gosto pelo comparar a realidade, com o que imaginava que iria sair na foto… Vários dias depois. Sem complicações e sem temas politicamente correctos, a minha fotografia, vale o que vale…….... e para mim vale. http://www.wix.com/jgalcobia/joaoalcobia

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Arendt

Helena Lagartinho Helena Figueiredo Lagartinho (Hellag), 53 anos, residente em Cascais. Enfermagem como profissão, fotografia com paixão: profissional na primeira, amadora na segunda. Deixo muita coisa para o amanhã mas o amanhã pode não chegar; fotografo o que sinto na vã esperança de perpetuar momentos de vida. http://www.hellagphotosbw.blogspot.pt

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

João Ramos João F. Ramos, Lisboa, 1970. Não se lembra da primeira vez que pegou numa máquina de fotografar, nesses tempos brincava com uma máquina quadrada que pertencia a sua mãe. Aos 14 anos recebe a sua primeira máquina fotográfica, uma Agfa Mini como prenda de natal, ficou fascinado. Depois disso teve várias compactas e sempre muita vontade de registar momentos. Mais recentemente a dois anos atrás com o incentivo de um professor de uma cadeira do curso de Animação Sociocultural. A paixão pela fotografia ganhou novo folego. Fotografava com uma bridge Fugi Filme (requisitada) e sempre que possível com câmaras emprestadas. Além da cadeira da faculdade, onde fez várias Reportagens fotográficas, fez alguma formação paralela em fotografia, além de ler imenso sobre fotografia e de por em prática os conhecimentos adquiridos. Comprou a sua 1 DSLR, a Canon EOS 550D a quem se mantem fiel. Tem participado em algumas exposições colectivas e projectos artísticos ligados a fotografia. Actualmente não vive sem fotografar tal como o ar que respira. A fotografia uma das minhas paixões capta um lapso de tempo, congela o momento para a quase eternidade!

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Arendt

LUIS MOTA O dinamismo, a criatividade, o procurar para lá de… foram directrizes que sempre me acompanharam. A fotografia desde muito cedo foi uma paixão, ocupando um lugar cimeiro na minha realização pessoal, onde a concentração no mundo se acentua quando me ligo á minha máquina fundindo-nos num só elemento. Sinto sempre uma grande euforia quando o meu cérebro idealizou uma imagem e a máquina lhe dá vida, é como se o meu organismo se tivesse viciado no som do obliterador. «Não existe maior dádiva que ser capaz de trazer o passado para o presente. O prazer de fotografar é isso mesmo, em cada click sentir que um passado se tornou sempre presente.» - Luís Mota –

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

PAULA MENDES «Tons quentes das terras e céus de Africanos, paletas de verdes e amarelos nos campos multicores de França, azuis do mar e céu de Por tugal são vivências incontornáveis das quais não quero ter apenas recordações mas sim fazer par te através da fotografia” http://www.wix.com/paomendes/paula-mendes

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Arendt

CARLOS JAGUAR Sou o Carlos Jaguar, nasci em 1963 e durante toda a minha vida senti uma paixão assolapada pela imagem. Tirei alguns cursos de artes plásticas receberam outros tantos prémios ligados à pintura e mais tarde enveredei pela fotografia como complemento da pintura. Para mim a fotografia é um meio não-verbal de comunicação, que tal como o Jazz utiliza uma abordagem pessoal baseada na estrutura da aprendizagem e do saber e tal como a linguagem, com a prática se torna espontânea ou como uma segunda pele.

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Ana Luar Sou a Ana Luar tenho 46 anos, sempre fui uma louca por arte e foi desde cedo que me iniciei no mundo dos pinceis recriando assim tudo o que a minha imaginação permitia. Sempre me considerei uma autodidacta…. E quando a fotografia surgiu na minha vida foi assim que a abracei como um nada a quem eu queria dar forma. Fui lendo, falando com amigos e o conhecimento fotográfico foi surgindo naturalmente. Hoje não sei viver sem clicar um dia que seja. http://olhares.sapo.pt/analuar

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Arendt

Bárbara Araújo Lisboeta, nascida a Dezembro de 1984. Estudei fotografia na António Arroio e fui complemtnetando com vários cursos e workshops em outras escolas, assim como o IPF, A.R.C.O, A.P.A.F. Desde essa altura que sou apaixonada por fotografia e tenho vindo a desenvolver vários trabalhos nessa área. Desde de 2008 que desenvolvo o projecto ShaktiStudio - photos e publicidade. «Fotografar é uma maneira de ver o passado. Fotografar é uma forma de expressão, o «congelamento» de uma situação e seu espaço físico inserido na subjetividade de um realismo virtual. Fotografar é um modo de comunicar e informar. Seguindo o raciocínio, a linguagem visual fotográfica além de ser mais forte não é determinada por uma língua padrão, não precisando assim de uma tradução, uma vez que o diferem são as interpretações.» http://olhares.sapo.pt/xradhaxshaktix

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Filipe Morais «Chamo-me Filipe Morais Roque, tenho 37 anos, e licenciei-me em Comunicação Social na Universidade Católica Portuguesa de Lisboa. O meu interesse pela fotografia, mais a sério, é relativamente recente, tem cerca de 3 anos, antes disso limitava-me a fotografar “ondinhas” como costumo dizer. O que me fascina na fotografia é que ela, além de guardar os momentos que sejam importantes para nós, conta uma história, algo que se passou, e incorpora, através do nosso olhar próprio, uma paixão, uma maneira única de ver as coisas e reportá-las. Tudo o que tenho aprendido e apreendido fui fazendo progressivamente ao longo destes últimos anos, sobretudo com a ajuda de amigos que me foram dicas e ensinando muito, mas sou e serei sempre um eterno amador, com esta paixão e fascínio que é a fotografia.»

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Sala Arendt

José MG PEREIRA Natural de Coimbra, a residir em Aveiro há 2 décadas, manifestou desde sempre grande entusiasmo pelas imagens, particularmente pela fotografia, primeiramente analógica, e desde 2004, pela fotografia digital. Ao longo do tempo tem frequentado cursos de formação e workshops sobre fotografia analógica e digital. Tem participado em exposições colectivas e individuais, sobretudo em Lisboa, no Porto e na região de Aveiro. As metáforas e as analogias com os mundos afectivo e relacional são domínios que ocupam parte dos seus interesses criativos em fotografia. http://olhares.sapo.pt/metaforas

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

O amador e a fotografia: o papel da produção amadora no desenvolvimento fotográfico Descripción: Após os tempos áureos do movimento fotoclubista, o fotógrafo amador acabou relegado à categoria dos simples usuários de câmeras fotográficas. Porém, a história da fotografia nos mostra que esta é uma grande injustiça, pois a produção amadora sempre teve um papel fundamental no desenvolvimento da fotografia. Afinal, enquanto os fotógrafos profissionais produziam retratos em seus estúdios os amadores desenvolviam novas técnicas e linguagens. Esta dissertação tem como objetivo principal analisar até que ponto é possível diferenciar a produção profissional da amadora apenas comparando o resultado imagético obtido por cada uma delas. Através de entrevistas, realizadas entre 2006 e 2008, e análises da produção fotográfica de profissionais e amadores, percebemos que as categorias profissional e amadora se tornaram insuficientes para dar conta da profusão fotográfica gerada com as câmeras digitais e disseminada na Internet. Hoje, com a utilização dos equipamentos digitais, somos agentes e testemunhas da formação de um novo movimento fotoclubista na rede de computadores. Esta nova produção amadora merece um olhar atento, pois trouxe, à luz do conhecimento fotográfico, um público que simplesmente registrava momentos com suas câmeras. Sob a questão da unicidade da obra de arte levantada por Walter Benjamin e a comunicologia de Vilém Flusser, concluímos que o que faz a diferença no desenvolvimento do pensar e produzir fotográfico é a relação do fotógrafo com o equipamento. Já que, com câmeras cada vez mais intuitivas, produzir uma bela fotografia é fácil. Portanto hoje, ser fotógrafo é trabalhar mais com idéias do que técnicas [...] Luciano Denardi Alarcon http://biblioteca.universia.net/autor/Luciano%20Denardi%20Alarcon.html Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Continua

Exposição na Sala Whitman e Sala Kafka ( Livraria )

Isabel Sousa Carvalho e Marta Dutra “Poerâmica” - Exposição de Ceramica e um Livro Este encontro começa com uma partilha de afectos. marta dutra e isabel sousa carvalho não se conhecem pessoalmente, mas com a chegada do alf às suas vidas iniciam uma conversa quase diária que explora ideias, emoções e projectos. Certo dia marta dutra diz-lhe em jeito de brincadeira que é uma “artista” e que os artistas têm desculpa para serem um pouco loucos. isabel sousa carvalho é ceramista. marta dutra não sabe. Marta dutra rabisca papéis. isabel não sabe. E é nesta troca inusitada que à ceramista isabel surge a ideia de criar peças a partir dos textos rabiscados de marta. E assim se desenlaçam mais conversas e se acertam projectos a desenvolver que coincidem nesta exposição da ceramista isabel e no lançamento do novo livro de poesia de marta. Se quiséssemos resumir em poucas palavras este projecto diríamos, pois, que consiste numa criativa partilha de afectos. Isabel sousa carvalho e marta dutra só se encontrarão pessoalmente no dia da inauguração da exposição. Isabel Sousa car valho: isc .cer amics@gmail.com Mar ta Dutr a: mar tadutr a7@gmail.com Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Continua

Sala Eduardo Prado Coelho ( Livraria )

João Rodrigues aka

Toinjoints

“Wish Upon a Star” - Exposição de Ilustração “Os monstros soltaram os seus terríveis rugidos e rangeram os seus terríveis dentes, e reviraram os seus terríveis olhos e mostraram as suas terríveis garras. Mas Max meteu-se no seu barco e despediu-se.” Maurice Sendak “À partida parecem desenhos infantis, mas há muito mais por trás deles, uma grande dose de melancolia em todos estes personagens solitários que procuram a sua estrela” João Rodrigues Lembramo-nos dos monstros de Maurice Sendak sempre que olhamos para os desenhos de João Rodrigues com a cabeça na lua. São cartas de amor planetárias, pequenos segredos fechados a sete chaves, declarações em vias de extinção. O ilustrador coloca o escafandro e mergulha de cabeça, partindo a navegar através de um universo estrelado. Os seus monstros transportam melancolia, enchem o peito de ar e guardam corações em caixas de cartão. Os seus monstros fazem serenatas. Os seus monstros procuram aquela pessoa especial. Os seus monstros sofrem com isso. joaorodr iguesilustr acao@gmail.com

http://www.toinjoints.com

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012 Continua

Sala Rilke

colectivo BU “Work in progress”

- Instalação/Site Specific

Ao travar conhecimento com este espaço, surgiu-nos a ideia imediata de o trabalhar como algo contínuo, onde ao longo do tempo construiremos um projecto e uma relação crescente e envolvente com quem passa. Assim, este será, sobretudo, um lugar de experimentação. Esta experimentação relacionar-se-á e terá por base a palavra. Tal como o espaço que nos propomos a ocupar, quase sempre relegado a não lugar, lugar de passagem, também as palavras são geralmente consumidas dessa forma. Estas são sempre tratadas como meio e raramente como fim. Desta forma, transformando a sala continuamente, devolvemos, a ambas, o protagonismo merecido. Neste espaço dedicado à experimentação desenvolveremos constantes jogos de palavras, procurando sensibilizar quem passa para a sua imensa plasticidade e versatilidade. A palavra será apreendida através de todos os sentidos. Será um work in progress de uma relação estreita entre palavras, sentidos e quem passa. Através de diferentes projectos, que no final se tornam um só, tentaremos que os cinco sentidos sejam multiplicados em tantos quantos a imaginação construa neste espaço sensorial. Tal qual a palavra, nós apenas forneceremos a faísca inicial para um viagem que se promete memorável.

colectivoBU- Colectivo artístico-poético desde 2009. Trabalha com instalação, exposição e performance tendo sempre como base a palavra, e todos os seus sentidos.

www.colectivobu.blogspot.com Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Pequenas Oficinas | Julho 2012

Pequenas Oficinas Oficinas de Artes da Fábrica Braço de Prata

Isabel Sousa Carvalho Ceramista

www.ocolardeperolas.blogspot.com

Re-invente a sua bijuteria Este workshop propõe-lhe a “reciclagem” da bijutaria que foi adquirindo ao longo dos anos e que acabou por passar de moda, danificar-se ou que simplesmente deixou de gostar. Traga as suas peças “velhas” e juntas faremos novas, re-inventando formas, comprimentos, misturando as peças ou introduzindo outras peças disponíveis no atelier. Duração: 3h (19h00 – 22h00 – na primeira e terceira 4.ªfeira de cada mês) Contacto para inscrições: TM 93 176 10 85

Isabel Orfão Vitrofusão

http://vidroseceramica.blogspot.com

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Pequenas Oficinas | Julho 2012

Sexta-Feiras e Sábados das 20h00 às 02h00.

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Artista Residente | Julho 2012

JOANA VILLAVERDE Artista Residente ATELIER JOANA VILLAVERDE

Durante o dia, às horas de expediente normais da vida. Quando a Fábrica ainda está fechada, quando ainda não há pessoas. Estou lá eu fechada no meu buraco, no meu local de trabalho. É durante a noite que a fabrica vive. É para viver também a movida da fábrica que abro o meu atelier dois dias por mês durante um bocadinho da noite. Dar um bocadinho do que posso e do que tenho à Fábrica. Joana Villaverde

jvillaverde@mac.com http://www.joanavillaverde.com http://artnews.org/artist.php?i=2337

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Artista Residente | Julho 2012

MIGUEL FIGUEIREDO Artista Residente «…A escultura de Miguel Figueiredo dá-nos a ver um universo desmembrado.As formas são construídas a partir de procedimentos técnicos diferenciados, delicadamente modeladas no barro com fragmentos e objectos díspares, ora peças de ourivesaria ora desperdícios recuperados, cada peça concentrando em si, sem preconceitos disciplinares, tudo o que se vai descobrindo pelo mundo, sejam matérias ou conceitos, e que o autor intui como necessário para a construção do objecto artístico…» Paulo Henriques

http://miguelfigueiredo.net Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

±

mais menos - Galeria de Graffiti da FBP http://maismenos.net

mais.menos@gmail.com

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

apoios & Parcerias Exposições Fábrica Braço de Prata O Espaço Expositivo da Fábrica Braço de Prata Beneficia do Apoio: Apoio:

http://www.megarim.pt/ Divulgação:

Parceira:

http://galerialobomau.blogspot.pt

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com


Exposições | Julho 2012

A Fábrica Braço de Prata Antes um local onde se fabricava material de guerra. Agora o lugar onde se fabricam conceitos, discutem ideias e se respira arte. 4 salas de livraria, 4 salas de concertos, 5 salas de exposição, 3 bares, um sem fim de propostas integrado num único espaço, onde se pode vir sem ser preciso consultar a programação. Música ao vivo, lançamentos de livros, exposições de arte, ciclos de cinema, tertúlias, conferências, workshops, performance, dança e teatro, são algumas propostas que encontra regularmente na Fábrica Braço de Prata. Atrás de cada porta um acontecimento; neste que é o mais improvável espaço cultural da cidade de Lisboa.

Horário de Verão: Quarta-feira à Quinta-feira das 20H00 às 02H00 / Sexta-feira e Sábado das 20H00 às 04H00 Domingo das 15H00 às 24H00 Geral: fabrica@bracodeprata.com / Exposições: exposicoes@bracodeprata.com

www.bracodeprata.com

Apoio:

Fábrica Braço de Prata | Exposições | Rua da Fábrica do Material de Guerra, nº1, 1950-128 Lisboa Portugal exposicoes@bracodeprata.com | http://exposicoesfbp.blogspot.com | www.bracodeprata.com

Press Exposições de Julho 2012  

Apresentação das exposições de Artes Visuais da Fábrica Braço de Prata para Julho 2012

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you