Issuu on Google+

Residencial flor-de-lis

Situado na Zona Sul do Rio de Janeiro, em uma região de contexto consolidado e

Residencial flor-de-lis

com importantes marcos para a região como Aterro do Flamengo, Largo do Machado, Parque Guinle, encontra-se a área de intervenção. Um edifício de uso misto que tem como finalidade, integrar-se à esse contexto interagindo com o entorno, aproveitando seus benefícios e buscando minimizar suas debilidades, que atualmente é a falta de qualidade do espaço público. E então é pensado num espaço público/privado que responda às necessidades com um programa que pretende atender à cidadãos o edifício possui tipologias de apartamentos que variam entre 2 e 3 quartos com um programa pretende atender a uma gama de usuários diversos, assim como o espaço livre público, que se compõe de áreas de estar por toda sua extensão e permite passagem pela Rua Dois de Dezembro até a Rua Projetada, onde se localiza a área comercial do projeto, trazendo movimento para a área como é comum em toda a região do Largo do Machado. Pensando na adequação do Edifício no contexto, o mesmo apresenta um implantação com gabarito similar aos do entorno admite-se uma lâmina esbelta, que privilegia nos apartamentos áreas de estar com vista para áreas revitalizadas. O pavimento de uso comum que se estende por cima da área comercial do edifício pretende promover áreas de estar, com integração ao Oi Futuro e a praça. A diferenciação do projeto procede de um novo sistema de revestimento à base de painéis de vidro e madeira colados com silicone.


Situado na Zona Sul do Rio de Janeiro, em uma região de contexto consolidado e com

importantes marcos para a região como Aterro do Flamengo, Largo do Machado, Parque Guinle, encontra-se a área de intervenção. Um edifício de uso misto que tem como finalidade, integrar-se à esse contexto interagindo com o entorno, aproveitando seus benefícios e buscando minimizar suas debilidades, que atualmente é a falta de qualidade do espaço público. E então é pensado num espaço público/privado que responda às necessidades com um programa que pretende atender à cidadãos o edifício possui tipologias de apartamentos que variam entre 2 e 3 quartos com um programa pretende atender a uma gama de usuários diversos, assim como o espaço livre público, que se compõe de áreas de estar por toda sua extensão e permite passagem pela Rua Dois de Dezembro até a Rua Projetada, onde se localiza a área comercial do projeto, trazendo movimento para a área como é comum em toda a região do Largo do Machado. Pensando na adequação do Edifício no contexto, o mesmo apresenta um implantação com gabarito similar aos do entorno admite-se uma lâmina esbelta, que privilegia nos apartamentos áreas de estar com vista para áreas revitalizadas. O pavimento de uso comum que se estende por cima da área comercial do edifício pretende promover áreas de estar, com integração ao Oi Futuro e a praça

Residencial flor-de-lis TOTAL DE APARTAMENTOS 30 Un. 20 un 10 un

7 Un. 5 un ~ 40,00m²/ $

1

CORTE ENTORNO ESCALA 1/1000

10 un 67,50m²/

TOTAL DE LOJAS

92,80 m²/

10 un 53,00 m²/

2 un ~ 50,00m²/ $

2

CORTE ENTORNO 2 ESCALA 1/1000

3

IMPLANTAÇÃO SEM ESCALA

LisandraSobrinho Olinto dre 11004070

PA2 Luiz Felipe Cunha PP João Paulo Huguenin DIG Alexandre José de S. Pessoa CEST Paulo Fernando N. Rodrigues SAP Sylvia Rola

Pavimentos

19 P3


O projeto paisagístico da praça, foi pensado prioritariamente para criar fluxos

que pudessem conectar os diferentes espaços que na Região do Flamengo se encontram, criando-se assim, espaços de estar recuados ao longo de toda a praça, priorizando o fluxo de pessoas pelo centro da área, incentivando a área comercial criada pelo Edifício projetado.

1

DETALHE 1 ESCALA 1/50

2

DETALHE 2 ESCALA 1/25

LOCALIZACAO DOS CORTES DET.1 DET.2

DET.3

CORTE AA

3

ESCALA 1/100

DETALHE 3

4

ESCALA 1/25

5

DETALHE 4 ESCALA 1/25

DET..4

DET.5

7

CORTE BB ESCALA 1/100

LisandraSobrinho Olinto dre 11004070

6

DETALHE 5 ESCALA 1/25

PA2 Luiz Felipe Cunha PP João Paulo Huguenin DIG Alexandre José de S. Pessoa CEST Paulo Fernando N. Rodrigues SAP Sylvia Rola

Pavimentos

29 P3


MATERIALIDADE

Nome vulgar: Oiti

ARBÓREO

Nome científico: Licania tomentosa Altura (m): 15 m Forma de tronco: Poliaxial Forma da copa: elíptica horizontal Diâmetro da copa (m): 8 m Densidade da copa: densa Cor das folhas: verde claro Cor da floração: amarela

VEGETAÇÃO

Nome Vulgar: Dracena-colorama Nome Científico: Dracaena marginata Densidade: Densa Altura: 4 m. Diâmetro: 1,8 m. Resistencia ao Sol: Pleno Sol. Cor de Folhagem: roxo Persistência das folhas: Permanente.

Nome vulgar: Ipê-amarelo Nome científico : Tabebuia chrysotricha Altura (m): 10 m Forma de tronco: Monoaxial Forma da copa: globular Diâmetro da copa (m): 8 m Densidade da copa: Caduca Cor das folhas: verde claro Cor da floração: Amarela

Nome vulgar Suinã Nome científico: Erythrina velutina Altura (m):12 m Forma de tronco: Poliaxial Forma da copa: Elíptica horizontal, Diâmetro da copa (m):8 m Densidade da copa: Caducas Cor das folhas: Verde escuro Cor da floração: Vermelha Nome Vulgar: Dasilírio. Nome Científico: Dasylirion serratifolium Altura (m): 1,5 m. Diâmetro (m): 1,6 m. Densidade: Densa Resistência ao sol: Meia sombra Cor da floração: Branca Cor da folhagem: Verde

Nome Vulgar: Helicônia-papagaio Nome Científico: Heliconia psittacorum ‘Red Golden´ Altura: 2 m. Diâmetro: 2,5 m. Densidade: Densa Resistencia: Pleno Sol Cor da Folhagem: Verde Escuro Cor da Floração: Vermelha

Stenotaphrum secundatum Nomes Populares: Grama-santo-agostinho, Grama-inglesa Altura: menos de 15 cm Luminosidade: Meia Sombra, Sol Pleno Corloração: Verde-Escura

FORRAÇÃO

ARBUSTIVO

PISO

LisandraSobrinho Olinto dre 11004070

Madeira Tratada

Placas de Granito

Placas de Concreto

Seixo

PA2 Luiz Felipe Cunha PP João Paulo Huguenin DIG Alexandre José de S. Pessoa CEST Paulo Fernando N. Rodrigues SAP Sylvia Rola

Pavimentos

3n P3


PLANTA DO PAVIMENTO SUBSOLO B

ESCALA 1/200

A

A

PLANTA DO PAVIMENTO TÉRREO ESCALA 1/125

A

A

B

2

B

B

1

1

PLANTA PAVIMENTO USO COMUM ESCALA 1/125

LisandraSobrinho Olinto dre 11004070

PA2 Luiz Felipe Cunha PP João Paulo Huguenin DIG Alexandre José de S. Pessoa CEST Paulo Fernando N. Rodrigues SAP Sylvia Rola

Pavimentos

49 P3


B A

A

TIPOS RESIDENCIAIS 1

2

PLANTA DO PAVIMENTO TIPO ESCALA 1/125

3

PLANTA DO PAVIMENTO TIPO 1

B

ESQUEMA 3D PAVIMENTO TIPO

PLANTA DO PAVIMENTO TIPO 2 ESCALA 1/50

ESCALA 1/50

4

PLANTA DO PAVIMENTO TIPO 3 ESCALA 1/50

LisandraSobrinho Olinto dre 11004070

PA2 Luiz Felipe Cunha PP João Paulo Huguenin DIG Alexandre José de S. Pessoa CEST Paulo Fernando N. Rodrigues SAP Sylvia Rola

Paisagismo

59 P3


B

A

PLANTA DO PAV. USO COMUM - COBERTURA

1

B

B

A

ESCALA 1/125

A

A

3

DET. 1 - IMPERMEABILIZAÇÃO

2

PLANTA DE COBERTURA

B

DETALHE 1

ESCALA 1/125

ESCALA 1/25

DETALHES

5

4

DET. 2- CORTE FACHADA COBERTURA ESCALA 1/25

DET. 3- CORTE FACHADA PAV. TIPO ESCALA 1/25

7

DET. 3- CORTE FACHADA PAV. TIPO ESCALA 1/25

LisandraSobrinho Olinto dre 11004070

6

DET. 3- CORTE FACHADA PAV. TÉRREO ESCALA 1/25

PA2 Luiz Felipe Cunha PP João Paulo Huguenin DIG Alexandre José de S. Pessoa CEST Paulo Fernando N. Rodrigues SAP Sylvia Rola

Paisagismo

6n P3


1

2

CORTE AA

CORTE BB ESCALA 1/125

ESCALA 1/125

3

PLANTA DE ESGOTO ESCALA 1/50

4

PLANTA DE ELÉTRICA ESCALA 1/50

LisandraSobrinho Olinto dre 11004070

5

PLANTA ESTRUTURAL PAV. TIPO ESCALA 1/125

PA2 Luiz Felipe Cunha PP João Paulo Huguenin DIG Alexandre José de S. Pessoa CEST Paulo Fernando N. Rodrigues SAP Sylvia Rola

Paisagismo

79 P3


5

1

PERSPECTIVA ELEVADOR SEM CASA DE MÁQUINAS ESCALA: SEM ESCALA

CORTE LONGITUDINAL ESCADA ESCALA 1/125

3

PLANTA DE HIDRAULICA

4

ESCALA 1/50

ELEVAÇÃO HIDRÁULICA BANHEIRO ESCALA 1/50

C

2

INDICAÇÃO CORTE CIRCULAÇÃO VERTICAL ESCALA 1/250

LisandraSobrinho Olinto dre 11004070

PA2 Luiz Felipe Cunha PP João Paulo Huguenin DIG Alexandre José de S. Pessoa CEST Paulo Fernando N. Rodrigues SAP Sylvia Rola

Paisagismo

89 P3


1

FACHADA LATERAL ESCALA 1/125

LisandraSobrinho L isan Olinto dre 11004070

1

FACHADA LATERAL ESCALA 1/125

PA2 Luiz Felipe Cunha PP João Paulo Huguenin DIG Alexandre José de S. Pessoa CEST Paulo Fernando N. Rodrigues SAP Sylvia Rola

Paisagismo

9n P3



LISANDRA OLINTO