Issuu on Google+


Der GrauBlock

Vista Aérea Norte Vista Aérea Sul

Situação 1/1000

Corte bb 1/1000

Corte aa 1/1000

Objetos de estudo Coll-leclerc, barcelona, espanha alexis lopez acosta, ilhas canárias

Nesse edifício de uso misto, buscou-se subverter o padrão do entorno a partir de brechas na legislação . Com a criação de duas longas fitas e galerias afastadas da fachada, foi possível criar aberturas para dois lados opostos, favorecendo a ventilação cruzada e possibilitando grande flexibilidade nas plantas das unidades. As áreas molhadas voltam-se para a fachada interior enquanto os compartimentos de permanencia prolongada voltam-se para a fachada frontal.

A partir da inexistência de referenciais arquitetônicos ou naturais, o projeto desse edifício busca criar uma rede de relações que iniciem um discurso urbano. A topografia do lote é usada em benefício próprio da edificação, com a criação de um pátio interno elevado e, logo abaixo, a garagem. Em um lugar onde o clima é adequado, buscou-se transportar a tipologia de casas-pátio aos apartamentos, a partir da abertura de rasgos na fachada.

Pátios

Dia/Noite

Circulações Áreas Molhadas Serviço/habitações

O projeto consiste na elaboração de um edifício de uso misto e na requalificação de seu entorno. A área da intervenção localiza-se de frente para o Largo do Machado, sendo definidora da sua quadra, tanto por suas grandes dimensões quanto por estar na esquina. Nota-se uma forte vocação comercial na região, uma vez que a rua do Catete funciona como uma centralidade para o bairro. Entretanto, as ruas Jorge Bornahausen e Arno Konder estão subutilizadas, servindo meramente como um estacionamento tão desagradável para os transeuntes de forma que as lojas voltadas para esse espaço estão vacantes. O projeto de intervenção urbana procura estabelecer uma nova centralidade, fomentando as relações já existentes na rua do Catete a partir da construção de 2 eixos ligando o Largo do Machado ao Oi Futuro, que constituem um grande lounge cercado de lojas. A feira existente será realocada de forma a dar continuidade a esse espaço comercial. A implantação do objeto arquitetônico se deu a partir da necessidade de marcar essa nova centralidade dando uma nova cara ao bairro repleto de edificações sem identidade. O partido reflete a intenção de se estabelecer relações com o entorno a partir de uma releitura da quadra tradicional do século XVII.

Carlos Ferrater, barcelona, espanha

Utilizada para a fachada interna, alia elegância à praticidade construtiva, valorizando os espaços internos. Barras de alumínio que se estendem ao longo de toda a fachada servem tanto de guarda-corpo, como de brise soleil para o andar abaixo.

Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gonçalves da Silva SAP Aline Pires Veról

Memorial Conceitual

1/

P3

11


Der GrauBlock O projeto consiste em requalificar uma área subutilizada no Largo do Machado. A intenção principal é de trazer os ricos discursos urbanos e relações do entorno para essa área. Foram criados dois eixos principais ao redor dos quais se articulam os pontos de interesse. Um anfiteatro, um pátio para apoio do comércio próximo, um grande lounge com mesas/espregiçadeiras, uma galeria de arte e novos espaços destinados ao comércio de rua. Os eixos ligam o Largo do Machado ao Oi Futuro por meio de caminhos sinuosos e lúdicos.

Cino Zucchi,San Doná di Piave, Italia Nesse projeto faz-se amplo uso da topografia para se criar espaços singulares, que permitem inúmeras interpretações e possibilidades de apropriação. Uma anfiteatro pode se tornar ciclovia ou sala de estar. O amplo uso de asfalto branco traduz esse conceito de um espaço inacabado.

Carlos Martinez e Pipilotti Rist St. Gallen, Suíça O Urban Lounge é uma ousada intervenção, cujo objetivo principal era atrair a atenção para o centro financeiro da cidade fora dos horários comerciais, quando costumava ficar vazio. Adotou-se o partido de criar uma imensa área de estar, com mobiliário único, que se funde com o chão em topografias orgânicas. As faixas são compartilhadas por todo o projeto e os veículos mantém baixa velocidade. No Largo do Machado, optou-se por fechar completamente o tráfego, com exceção do acesso ao estacionamento particular do Ed. São Luiz. Como em St. Gallen, o estacionamento público foi abolido para desafogar o trânsito da região e estimular o uso de transporte público.

Áreas Edificadas

Plano de Cotas 1/250 Perspectiva Arno Konder

Quadro de Espaços Livres ZONA 1ͲPermanência

Perspectiva Jorge Bornhausen

SETOR

AͲCurta



BͲCurta



CͲLonga



DͲCurta









2ͲAnfiteatro

Ͳ

3ͲPátio

Ͳ

4ͲGaleriadeArte

Ͳ

5ͲGaleriaComercial

A,B,C

6ͲAcesso/Circulação (ÁreasLivres)

Ͳ

7ͲProjeçãodoedifício

Ͳ

8ͲÁreaInfantil

Ͳ 

MOBILIARIO









DESCRIÇÃO



Espaçodestinadoaoapoiocomercial, institucionaledescanso.

Bancos

EspaçodestinadoaosvisitantesdoOi Futuro. Espaçodestinadoàpráticadejogos demesa,descansoecontemplação. Proporcionavistadetodaa intervenção. Espaçodestinadoàpráticadejogos demesaeapoioaocomércio reativado. 

Bancos

 Espaçodestinadoàsartes,podendo serapropriadoparamúsica,dança, manifestaçõesculturaisemgeral. Espaçodeapoioaocomércio, proporcionavistaprivilegiadaparao Anfiteatro. Espaçodestinadoaexposições, comiluminaçãoartificialespecífica Áreasdestinadasàrealocaçãodo comérciopopularexistente.  Edifíciodeusomistoresidenciale comercial Espaçodestinadoàrecreaçãoinfantil 

Bancos, Mesase Arquibancada BancoseMesas

USUÁRIO POTENCIAL

VEGETAÇAO

ÁREA(m2)







Todos

Árvoresdegrande porteearbustos

450

VisitantesdoOi Futuro

Árvoresdegrande porte

260

Todos

Árvoresdegrande porte

300

Todos

Árvoresdegrande porte

420



Árvoresdegrande porte

520

  Arquibancada Cadeiras, Mesase Guardasóis Ͳ Mobiliáriocomercial projetado Ͳ Ͳ Redes,escalada,escorregas







Todos

Ͳ

500

Consumidores

Ͳ

380

Todos

Ͳ

370

Consumidores

Ͳ

1000

Todos

Ͳ

1600

Moradorese Consumidores Crianças

Árvoredegrande porteearbustos

675



Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gonçalves da Silva SAP Aline Pires Veról

Ͳ 

Implantação

275 

2/

P2

6


Vegetação Apoio ao Comércio

Lounge

Anfiteatro

Lounge

Vegetação Palmeira da Índia (Bombax Malabaricum)

Ipê Branco (Tabebuia roseoalba)

Pau Ferro (Caesalpinia ferrea)

Ipê Amarelo (Tabebuia alba)

Dama da Noite (Cestrum nocturnum)

Sagu (Metroxylon sagu)

Agave (Agave sisalana)

Tamareira Anã (Phoenix roebelenii)

Dinheiro-em-Penca (Callisia repens)

Grama Amendoim (Arachis repens)

Moréia (dietes bicolor)

Materiais Asfalto Branco Concreto Branco

Madeira Ecológica

Luminária Embutida

Plano de Plantio 1/250

Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gonçalves da Silva SAP Aline Pires Veról

Plano de Plantio

3/

P3

11


Pavimentos 1/125

Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gon莽alves da Silva SAP Aline Pires Ver贸l

Pavimentos

4/

P3

11


Apartamentos 1/50

Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gon莽alves da Silva SAP Aline Pires Ver贸l

Plantas das Unidades

5/

P3

11


Apartamentos 1/50

Terraรงo

Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gonรงalves da Silva SAP Aline Pires Verรณl

Plantas das Unidades

6/

P3

11


Hidráulica e Esgoto DIMENSIONAMENTODEESGOTOSANITÁRIOͲBANHEIRO TRECHO

Cálculo do Consumo Diário de Água e Dimensionamento dos Resevatórios

Apartamento 3 Quartos (5 unidades) 1 sala (300l), 3 quartos (300lx3) - 1200l - 1200l x 5 = 6000l Apartamento do Zelador 1 sala (300l), 1 quarto (300l) - 600l

DNacumulado

imín.

RamaldeDescarga RaloSeco Lavatório CaixaSifonada

2 1 3

40 40 40

2% 2% 2%

VasoSanitário RamaldeVentilação

6 40

100

1%

TUBODEQUEDA TUBODEVENTILAÇÃO

45 45

100 75

19 Apartamentos+Zelador Apartamento 2 Quartos (14 unidades) 1 sala (300l), 2 quartos (300lx2) - 900l - 900l x 14 = 12600l

UHC

RamaldeEsgoto

TRECHO

UHC

DNacumulado

imín.

RamaldeDescarga

Garagem - 30 vagas 30 x 50l = 1500l R.T. Incêndio 6000l (até 4 pavimentos) + 500l por pavimento (+4 pavimentos) = 8000l Consumo diário = 12600l+6000l+600l+1500l=20700l Reservatório superior = Consumo diário + R.T. Incêndio = 28700l(2x14350l) Reservatório inferior = 1,5xConsumo diário = 31050l (2x15525l)

RaloSeco Lavatório CaixaSifonada

2 1 3

40 40 40

2% 2% 2%

VasoSanitário RamaldeVentilação

6 40

100

1%

TUBODEQUEDA TUBODEVENTILAÇÃO

45 45

100 75

RamaldeEsgoto

DIMENSIONAMENTODEESGOTOSANITÁRIOͲCOZINHA TRECHO

UHC

DNacumulado

RamaldeDescarga

Pia MáquinadeLavarLouça

3 2

50 50

TUBODEQUEDADEGORDURA

25

75

2% 2%

DIMENSIONAMENTODEESGOTOSANITÁRIOͲÁREADESERVIÇO TRECHO

UHC

DNacumulado

RamaldeDescarga

Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

Tanque MáquinadeLavarRoupas RaloSeco

3 2 2

40 50 40

TUBODEQUEDASECUNDÁRIO

35

75

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gonçalves da Silva SAP Aline Pires Veról

Cortes e Fachadas

2% 2% 2%

7/

P3

11


Cortes e Esquemas

Esquema Hidrรกulico

Esquema Esgoto/Pluvial

Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gonรงalves da Silva SAP Aline Pires Verรณl

Cortes

8/

P3

11


Fachadas

Fachada Sul - 1/125

Fachada Leste - 1/125

Fachada Norte - 1/125 Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gon莽alves da Silva SAP Aline Pires Ver贸l

Fachadas

9/

P3

11


Estrutura Pré-Dimensionamento

Pilares

P1

P1*

P2

P3

P4

P5

P7

P8

P9

P10

P11

P12

P13

P14

P15

P16

P17

P18

P19

P20

P21

P21**

P22

P23

P24

P25

P26

ÁreadeInfluência(Ai) EspessuradaLaje(m) Vãolivredopilar(m) nºdepavimentos

5,87 0,10 3,15 6

5,87 0,10 3,15 1

13,66 0,11 3,15 7

13,75 0,13 3,15 8

11,28 0,13 3,15 8

4,67 0,11 3,15 8

11,12 0,10 3,15 8

24,66 0,11 3,15 8

24,58 0,13 3,15 8

20,52 0,13 3,15 8

8,97 0,11 3,15 8

9,93 0,10 3,15 8

27,10 0,10 3,15 8

13,55 0,10 3,15 8

9,30 0,11 3,15 8

4,30 0,11 3,15 8

12,12 0,10 3,15 8

33,02 0,10 3,15 8

9,53 0,08 3,15 8

14,30 0,10 3,15 8

37,85 0,10 3,15 8

37,85 0,10 3,15 2

11,93 0,08 3,15 8

13,82 0,10 3,15 8

23,47 0,10 3,15 8

6,57 0,07 3,15 7

4,37 0,08 3,15 7

CarganaLaje PesoPróprio(kN/m²) Revestimento(kN/m²) Sobrecarga(kN/m²)

2,53 1,00 1,50

2,53 1,00 1,50

2,75 1,00 1,50

3,25 1,00 1,50

3,25 1,00 1,50

2,75 1,00 1,50

2,52 1,00 1,50

2,75 1,00 1,50

3,25 1,00 1,50

3,25 1,00 1,50

2,75 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

2,75 1,00 1,50

2,75 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

2,00 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

2,00 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

2,50 1,00 1,50

1,75 1,00 1,50

2,00 1,00 1,50

Alvenarias(kN/m²)

5,00

5,00

5,00

5,00

5,00

5,00

5,00

5,00

5,00

5,00

5,00

5,00

7,00

5,00

5,00

5,00

5,00

7,00

5,00

5,00

10,00

10,00

5,00

5,00

5,00

5,00

5,00

Cargatotal(PͲkN/m²)

10,03

10,03

10,25

10,75

10,75

10,25

10,02

10,25

10,75

10,75

10,25

10,00

12,00

10,00

10,25

10,25

10,00

12,00

9,50

10,00

15,00

15,00

9,50

10,00

10,00

9,25

9,50

CarganoPilar(NͲkN)

353,08

58,85

980,11

1182,50

970,08

382,94

891,27

2022,12

2113,88

1764,72

735,54

794,40

2601,60

1084,00

762,60

352,60

969,60

3169,92

724,28

1144,00

4542,00

1135,50

906,68

1105,60

1877,60

425,41

290,61

ÁreaRequerida(cm²)

360,00

360,00

960,50

1158,85

950,68

375,28

873,44

1981,68

2071,60

1729,43

720,83

778,51

2549,57

1062,32

747,35

360,00

950,21

3106,52

709,79

1121,12

4451,16

1112,79

888,55

1083,49

1840,05

416,90

360,00

35 31,25 32,00 11,52 32 32,00 OK!

35 31,25 32,00 11,52 32 32,00 OK!

35 35 31,25 31,25 32,00 32,00 30,74 37,08 32 36,21406 32,00 37,00 OK! OK!

35 31,25 32,00 30,42 32 32,00 OK!

35 31,25 32,00 12,01 32 32,00 OK!

35 35 35 35 31,25 31,25 31,25 31,25 32,00 32,00 32,00 32,00 27,95 63,41 66,29 55,34 32 61,92743 64,73758 54,04455 32,00 62,00 65,00 55,00 OK! OK! OK! OK!

35 31,25 32,00 23,07 32 32,00 OK!

35 31,25 32,00 24,91 32 32,00 OK!

35 31,25 32,00 81,59 79,674 80,00 OK!

35 31,25 32,00 33,99 33,1975 34,00 OK!

35 31,25 32,00 23,92 32 32,00 OK!

35 31,25 32,00 11,52 32 32,00 OK!

35 31,25 32,00 30,41 32 32,00 OK!

35 31,25 32,00 99,41 97,0788 98,00 OK!

35 31,25 32,00 22,71 32 32,00 OK!

35 35 35 31,25 31,25 31,25 32,00 32,00 32,00 35,88 142,44 35,61 35,035 139,0988 34,77469 36,00 140,00 35,00 OK! OK! OK!

35 31,25 32,00 28,43 32 32,00 OK!

35 31,25 32,00 34,67 33,859 34,00 OK!

35 31,25 32,00 58,88 57,5015 58,00 OK!

35 31,25 32,00 13,34 32 32,00 OK!

35 31,25 32,00 11,52 32 32,00 OK!

DimensõesdoPilar ʄ a(cm) adotado b(cm) sugeridoemfunçaodo"a"adotado adotado check

*Existeapenasno5°Pavto.(vigadetransição) **Diminuinos2últimosandares

Perpectiva Estrutural 2

Perpectiva Estrutural 1

Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gonçalves da Silva SAP Aline Pires Veról

Estrutura

10/

P3

11


Ambientes de Uso Comum

Leonardo Serrano Fuchs DRE 111 007 448

Trabalho Integrado_1 | 2012_2

PA2 Carlos Eduardo Forte Feferman PP Andrea Q. da S. Fonseca Rego DIG Rodrigo Cury Paraizo CEST Julio Cesar Gon莽alves da Silva SAP Aline Pires Ver贸l

11/

P3

Detalhes

11


Leonardo Fuchs