Page 1

Dicionรกrio Explica Pharma


C Cápsulas Preparações farmacêuticas com um invólucro de características variáveis que contém substâncias de natureza sólida, pastosa ou líquida.

Comprimidos Geralmente obtidos por compressão de um volume de partículas ou de agregados obtidos por granulação.

Comprimidos de Libertação Modificada Comprimidos que visam modificar a velocidade, o local ou o momento da libertação da substância ativa.

Comprimidos de Libertação Prolongada Comprimidos de libertação modificada com a velocidade de libertação da substância ativa inferior ao comprimido de libertação convencional.


Comprimidos de Libertação Retardada Comprimidos de libertação modificada onde a substância ativa apenas se começa a libertar passado um dado momento após administração.

Comprimidos Efervescentes Comprimidos não revestidos e contêm geralmente ácidos e bases que reagem rapidamente em água. Necessitam ser dissolvidos ou dispersos em água antes da administração.

Comprimidos Gastrorresistentes Libertação modificada destinada a resistir ao suco do estômago e a libertar a ou as substâncias ativas no intestino (duodeno).

Comprimidos orodispersíveis Comprimidos que se desintegram rapidamente na cavidade oral e são deglutidos sem a necessidade da administração simultânea de água.


Comprimidos para chupar Preparações sólidas que se destinam a ser chupadas, de modo a exercerem ação local ou sistémica.

Colírio Colírios são soluções ou suspensões estéreis destinadas à instilação ocular

Colutórios São soluções de aplicação na cavidade bucal e na porção superior da laringe. Estas soluções não devem ser engolidas, salvo com recomendação médica.

Cremes Os cremes são emulsões semissólidas, sendo preparações multifásicas (fase oleosa e aquosa). A grande maioria dos cremes são (emulsões óleo em água) menos gordurosos que as pomadas e por isso mais fáceis de remover.


D Denominação comum internacional (DCI) Designação recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) para substâncias ativas de medicamentos.

Dosagem Teor de substância ativa, expresso em quantidade por unidade de administração ou por unidade de volume ou de peso, segundo a sua apresentação.


E Excipiente Qualquer componente, à exceção da(s) substância(s) ativa(s), que existe num medicamento ou que é utilizado no seu fabrico.


F Forma farmacêutica Estado final que as substâncias ativas apresentam depois de submetidas às operações farmacêuticas necessárias, a fim de facilitar a sua administração e obter o maior efeito terapêutico desejado.

Forma magistral O medicamento preparado em farmácia de oficina ou nos serviços farmacêuticos hospitalares segundo receita que especifica o doente a quem se destina.


G Geles Os geles são constituídos por líquidos que gelificam com o auxílio de agentes apropriados. Ao serem formados, os geles aprisionam no seu interior as substâncias terapêuticas.


M Manipulação Conjunto de operações de carácter técnico, que englobam a elaboração da forma farmacêutica, a sua embalagem e o seu controlo.

Medicamento genérico (MG) É um medicamento com a mesma substância ativa, forma farmacêutica e dosagem e com a mesma indicação terapêutica que o medicamento original, de marca, que lhe serviu de referência.

Medicamento manipulado Qualquer fórmula magistral ou preparado oficinal preparado e dispensado sob a responsabilidade de um farmacêutico.


O Óvulo Sólido, geralmente ovoide, com volume e consistência adaptados à administração por via vaginal.


P Pastas Pastas são preparações cutâneas semissólidas com quantidades elevadas de pó em suspensão (a partir de 15-20%).

Pastilha Destina-se a ser chupada ou a desagregar-se lentamente na boca, de modo a exercer em regra uma ação local na cavidade bucal ou na garganta

Pomadas As pomadas são destinadas a uma utilização externa, tendo uma consistência mole. São constituídas de base com apenas uma fase (monofásica) e compostas por, maioritariamente, compostos gordurosos (lipófilos).

Preparados oficinais Qualquer medicamento preparado segundo as indicações compendiais, de uma farmacopeia ou de um formulário, em farmácia de oficina ou nos serviços farmacêuticos hospitalares.


S Substância ativa Qualquer substância utilizada no fabrico de um medicamento, que se torna um princípio ativo desse medicamento, destinada a exercer uma ação no organismo do utente.

Suspensão A suspensão é uma forma farmacêutica na qual a substância responsável pelo efeito terapêutico é insolúvel e está suspensa num líquido.

Supositórios Preparações sólidas adaptadas à administração por via retal.


V Via intramuscular O medicamento é injetado no músculo, com uma absorção relativamente rápida.

Via intravenosa Introdução de medicamentos diretamente na veia, com entrada imediata na corrente sanguínea.

Via subcutânea Os medicamentos são administrados debaixo da pele, com uma absorção relativamente lenta.

Dicionário explica pharma  

Descomplica a tua saúde!

Dicionário explica pharma  

Descomplica a tua saúde!

Advertisement