Issuu on Google+

Setembro/2009

Revista Expans達o |

1


2

| Revista Expans達o

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

3


4

| Revista Expans達o

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

5


[ Index ]

14 ENTREVISTA

O fundador da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, David Gary Neelemann, está revolucionando o jeito de voar

20 Nossa Capa

Os sócios da Duarte, Benetti & Associados falam da trajetória de 25 anos contabilizando bons resultados

24 Rota Expansão

Dois Irmãos e Estância Velha celebram 50 anos de história e se destacam no Vale do Sinos

36 MODA PRIMAVERA

As tendências em cores e modelos para a estação das flores em um ensaio alegre e de bom gosto

98 EDUCAÇÃO

A primeira matéria da série aborda questionamentos dos valores divididos entre família e escola

SEÇÕES 10 12 22 34 50 52 60 96 97 110 128 132 134 140 142

Cartas Frases Crônica - Osvino Toillier Comportamento - Cris Manfro No Provador - Silvana Homrich Estilo & Atitude - Maggda Rammé Mombach Casa & Estilo - Jaqueline Fischer Zapelini Golfe Classic - Luis Carlos Baumgarten São Leopoldo Tênis Clube Pensando Bem - César A. C. da Silva Práticas Empresariais - Gilberto Mosmann Cada Vez Melhor - Daniel Müller Sobre Nós e Outras Coisas - César A. Pessin Departamento Jurídico - Eric Eduardo Snel Tornquist Ponto de Vista - Germano Rigotto

102 REPORTAGEM ESPECIAL

Uma radiografia da pior doença social da atualidade, o crack, droga que está destruindo famílias

108 CINEMA

João Carlos Bona Garcia, saiba por que sua vida rendeu um filme, um dos sucessos do Festival de Gramado

113 PREMIAÇÃO

Está aberta a indicação para o prêmio Distinção Expansão, homenagem aos destaques da sociedade

114 PERFIL

John Casablancas, o homem que vive à caça da beleza feminina fala com exclusividade sobre sua vida

124 SEM FRONTEIRAS

O cirurgião plástico Kleber Fisch faz um animado e excêntrico passeio pela África do Sul

6

| Revista Expansão

COLUNAS 68 73 74 76 78 79 80 82 84 85 86 88 90 92

Zita Pereira Night Forte - Roberta Pletsch Society - Gelaina Barbieri São Leopoldo - Letícia de Oliveira Campo Bom - Juraci Reichert Sapiranga - Cleber Arnhold Paranhana - Renata Martins Gramado - Tela Tomazeli Canela - Fabiane Michaelsen Nova Petrópolis - Kassandra Dorneles Encosta da Serra - Sandra Hess Vale do Caí - Édio Otto Trein Flash Santa Cruz do Sul - Ana C. dos Santos e Sandro Viana

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

7


[ Carta ao Leitor ]

É tempo de

renovar e inovar

É

tempo de renovação. Os bons ventos da primavera começam a soprar e com eles nos preparamos também para as mudanças positivas e cada vez mais necessárias. Esta edição simboliza isso tudo. Nossas páginas estão repletas de reportagens e matérias que, de uma forma ou de outra, retratam essa característica inerente e básica ao ser humano de se reinventar. A Rota Expansão contempla mais duas importantes cidades de nossa região. Dois Irmãos e Estância Velha completam, este mês, 50 anos de sua emancipação político-administrativa. Exemplos de garra e dedicação de suas comunidades que tem seus atrativos turísticos. Comemorando a chegada da nova estação, nosso editorial de Moda Primavera é um convite à alegria e ao bom gosto. Enquanto nos preparamos para o futuro, também precisamos voltar atenção para quem é a personificação dos tempos que virão: nossas crianças e adolescentes. Abrindo a série de especiais sobre Educação, questionamos os valores básicos aprendidos e reforçados entre a escola e a família. O cuidado com nossos jovens também passa pelas páginas de Reportagem Especial, nas quais apresentamos uma radiografia de um dos piores pesadelos sociais da atualidade: o crack, a droga que aterroriza e destrói famílias e relacionamentos. Conversamos com especialistas que vivem o problema todos os dias e trabalham para tornar a vida destas pessoas melhor.

Capa: Luiz Carlos Duarte de Oliveira Luziana Benetti de Oliveira Jéssica Benetti de Oliveira e Ana Paula Andiglieri de Almeida, sócios da Duarte, Benetti & Associados

8

| Revista Expansão

Setembro/2009


Édison Vara/PressPhoto/Divulgação

O êxtase e a alegria dos ganhadores dos Kikitos no Festival de Cinema de Gramado

A Entrevista deste mês mostra como um dos mais bem sucedidos empresários da atualidade está revolucionando o jeito de voar. Conheça um pouco de David Gary Neeleman, fundador da Azul Linhas Aéreas Brasileiras. Durante sua passagem por Novo Hamburgo, ele falou de sua bela trajetória no ramo da aviação e declarou sua paixão pelo Brasil. Outro nome de peso internacional, John Casablancas dá um charme todo especial a esta edição. Em entrevista exclusiva, o descobridor de belezas eternas como Gisele Bündchen e Cindy Crawford nos fala de uma nova fase em sua vida profissional. Também estamos aqui para celebrar o empreendedorismo. Na Nossa Capa você confere a história de um dos mais tradicionais escritórios de assessoria empresarial do Vale do Sinos. O Duarte, Benetti & Associados completa 25 anos de história com uma equipe afinada e sempre atualizada. E celebração também faz parte da nossa vida aqui na revista. Este é um ano especial para toda a equipe que comemora os 10 anos da Expansão. Dando seguimento às atividades que marcam o aniversário, já está aberta a indicação para o prêmio Distinção Expansão 10 Anos, homenagem que a publicação renderá aos destaques das regiões de abrangência, explicamos tudo nas páginas de Premiação. E por falar em prêmio, confira os vencedores do glamouroso Festival de Cinema de Gramado. Assim, como a natureza que nos presenteia com sua beleza, renove-se, reinvente-se, redescubra-se. Boa leitura!

Coordenadora de Redação

Foto: Denise Wichmann | Denise Wichmann Studio Fotográfico Tratamento de imagem: Tiago Spinele | (51) 3066-7006 www.denisewichmann.com.br Direção de fotografia: Ana Conti | Revista Expansão | (51) 3065-6380

Setembro/2009

Revista Expansão |

9


[ cartas ] Destaque em cada edição

Sucesso cada vez maior

Prezada Ana Maribel Pacheco: ao receber o exemplar número 117 da Revista Expansão, com data de capa de agosto de 2009, não resisti à tentação de enviar à Editora Pacheco a melhor saudação da Associação Riograndense de Imprensa (ARI) pela qualidade do veículo que todos os meses é colocado à disposição de seus leitores. A revista, ao lado de matérias especiais e com destaque em cada edição, apresenta uma ampla cobertura das atividades desenvolvidas nos diversos municípios do Vale do Sinos. Com este registro queremos aplaudir o belo trabalho que a equipe da revista nos apresenta a cada mês, ao mesmo tempo que incentivamos a todos para que continuem a investir sua criatividade na produção de um veículo cada vez melhor. Também aproveitamos a oportunidade para saudar a Revista Expansão, que deu importante passo na área tecnológica com o desenvolvimento de seu novo site na Internet, tornando-a um veiculo de comunicação multimídia. A Associação Riograndense de Imprensa completará, em 19 de dezembro próximo, seu 74º aniversário de fundação, dos quais em 65 deles mantem a tradição de reunir associados e convidados todos os sábados, em seu Bar Social. Assim, se for de interesse dos prezados amigos, poderíamos receber alguns exemplares para tornar a revista melhor conhecida desse público. Com a reiteração de nossos cumprimentos, e a melhor saudação pela passagem dos 10 anos de circulação da Revista Expansão, nos subscrevemos. Cordialmente. Ercy Pereira Torma Presidente da Associação Riograndense de Imprensa (ARI) Porto Alegre

Prezados Laerte, Aline e Sérgio: recebemos os exemplares da edição 117 da Revista Expansão, e, através deste e-mail, gostaríamos de manifestar formalmente nossa profunda alegria com a forma e conteúdo da matéria abordando a premiação recebida pela On Line Trading S/A. Sucinta, clara, objetiva e expressando exatamente o nosso sentimento em relação à conquista. Parabéns. Ainda, com referência a publicidade à página 35, também nos satisfez integralmente. Desejamos a vocês um sucesso cada vez maior pela seriedade e qualidade do trabalho que a Revista Expansão apresenta a cada edição. Um fraterno e agradecido abraço. Everton Cury e equipe On Line Trading S/A Novo Hamburgo                      

Nota da direção: Prezado presidente, com certeza estaremos no evento da ARI para estreitarmos relacionamento e ampliarmos nosso conhecimento em relação à entidade.

Padrão jornalístico excelente Graziela: a arte torna o mundo mais belo. E ótimo saber que uma revista de qualidade, como a Expansão, valoriza a cultura de sua região. Parabéns pela reportagem Fraternidade inconsciente, veiculada na edição de agosto. Agradeço pela qualidade e fidelidade da reportagem. A edição  está com padrão jornalístico excelente. Obrigado e abraço. Felipe Pedra Estudante e artista plástico Novo Hamburgo

10

| Revista Expansão

Festa do Sapato 2009 Prezado Sergio Jost. Trilhar todo este percurso foi uma experiência coletiva que mostrou o resultado de um sonho aprimorado em ideia, que evoluiu para o projeto chamado Festa do Sapato 2009. Na singeleza, os sonhadores adicionaram pessoas com talento e capacidade para construir um caminho sólido, que suportasse e sustentasse o peso de uma conquista gigantesca, pois simbolizaria o orgulho dos campo-bonenses de ontem, de hoje e de amanhã. Não faltaram ouvidos; os chamados ecoaram entre pessoas de todos os cantos, que prestigiaram o evento com aqueles recursos de que dispunham. As respostas vieram em forma de mão de obra, em forma de recursos financeiros, em forma de divulgação em mídia, de manifestações intelectuais, empréstimo de prestígio pessoal, mas principalmente vieram em forma de muita energia positiva e de estímulo, e em quantidade suficiente para cristalizar o sonho e solidificar a ideia de uma Festa do Sapato com visão no amanhã, pois conta com reconhecimento e aprovação maciça de nosso povo, que só tem olhos para o futuro. O resultado foi o inegável e modesto sucesso, que proporcionou ganho para todos os campo-bonenses, que estão provando o melhor fruto desta terra, que é capacidade de lutar conjuntamente por um ideal transformador e positivo. Findando a caminhada, ainda é preciso dar o principal de todos os passos: partilhar e estender este resultado com a Revista Expansão, que a cada palavra impressa revelava créditos atribuídos ao nosso projeto. Saibam que nosso sonho tão singular transformou-se em realidade porque nossa qualificada imprensa acreditou nele. Nosso reconhecimento e profundo agradecimento. Ernani Reuter Presidente da Festa do Sapato 2009 Campo Bom

Setembro/2009


Visite www.revistaexpansao.com.br e deixe a sua opinião sobre o nosso novo site!

Vida & Saúde Prezada Graziela, gostaria muito de agradecer a ti e aos teus colegas pela magnífica entrevista que realizaram comigo, na edição de julho da Revista Expansão, estava excelente e muito informativa. Os dados estão todos muito corretos. Acho que foi muito proveitosa para a população. Agradeço demais o convite e me encontro à disposição de novas entrevistas ou discussões dentro da minha área, que é Oncologia Ginecológica. Abraços. Ricardo dos Reis Médico Ginecologista Novo Hamburgo

Matéria ótima sobre a Achoco Grazi: recebi os exemplares da Revista Expansão de agosto, repassei a toda empresa e levarei na próxima reunião da Achoco. A matéria sobre a entidade ficou ótima! Muito obrigada pelo espaço. Cássia D. Schmitt Assessora de Comunicação e Marketing Chocolate Do Parke Gramado

Um belo exemplo de jornalismo Querida Aline e amigos da Expansão. Gostaria de parabenizá-los pela excelente matéria sobre o papel de pai nos dias atuais, publicada na edição de agosto da revista. Além do excelente conteúdo, é um belo exemplo do exercício do jornalismo em sua forma mais ampla. Foi muito além de reportar a realidade. É a prática do tão falado ato de sair do “lugar-comum” para enxergar uma nova realidade. Degustei esse texto com a sensação de digerir uma matéria completa, com os diversos lados da história. Parabéns à equipe pelo trabalho, que a cada edição surpreende mais. Caren Souza da Silva Jornalista Novo Hamburgo

Edição de agosto: excepcional Sérgio, logo após a coletiva com a imprensa da área de ação da Sicredi Pioneira, comentava contigo sobre a Revista Expansão. De tempos em tempos passa pelas minhas mãos algum número, sempre com qualidade em todos os sentidos, mas a edição de agosto superou a tudo que eu estava acostumado encontrar nela. Foi simplesmente excepcional. Um abraço. Édio Spier Presidente Sicredi Pioneira RS Nova Petrópolis

Setembro/2009

Novo site Visitei pela primeira vez o site e está muito bem feito, acesso fácil, bom entendimento. Gostaria de parabenizar a família Expansão por estes 10 anos de vanguarda, com novidades constantes e cada vez maior identificação com as comunidades em que atua. Para mim, que tive a oportunidade de acompanhar os primeiros passos, fica o registro especial para o Sérgio e para a Ana pelo empreendedorismo. Sucesso e saúde a todos. Raul Cassel Médico e vereador Novo Hamburgo Quando buscamos na web informações, acredito que o primordial é sabermos onde encontrarmos. Se quero notícias de minha região, o site da Revista Expansão é meu foco. O novo visual, o novo formato e a usabilidade estão dentro do que busco e do que considero essencial em um bom site. Parabéns à Expansão por essa nova ferramenta à disposição de seus leitores! Mara Dias Publicitária Novo Hamburgo

Que a Revista Expansão está cada vez melhor, nós já sabemos. Agora o site também está atraente e bem elaborado. Parabéns. Jair Henrique Foscarini Ex-prefeito Novo Hamburgo Quero parabenizar toda a equipe da Revista Expansão pelo novo site, pois com ele conseguimos agilizar as noticias e entrevistas interessantes, que só a Expansão nos oferece sobre todas as regiões. Sérgio e equipe: só elogios a todos vocês. Lotário Rauber Empresário Novo Hamburgo O site da revista ficou limpo, claro e acessível. Na verdade, o que conta na hora de lermos um site é, justamente, a acessibilidade e a praticidade que temos na hora de buscarmos as informações. A galeria de fotos ficou linda e muito prática. A revista digital é muito interessante, porque facilita a vida que é já muito agitada. Fernanda Heck Psicopedagoga Novo Hamburgo

Revista Expansão |

11


[ Frases ]

Paulo Duque, (PMDB-RJ), presidente do Conselho de Ética, sobre o discurso do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). Duque coordena a análise das denúncias contra Sarney no Conselho de Ética.

Não sei do que sou acusada. Eu sou uma pessoa que respeita as leis.

Fotos: Divulgação

Eu achei muito bonito, muito adequado e muito verídico.

Essa pergunta está me enchendo o saco. Para quem gosta de futebol, para os meus fãs, o que interessa é o meu futebol. Ronaldo, atacante do Corinthians, ao ser questionado sobre a lipoaspiração a qual foi submetido recentemente.

Acho que ele [Donald Trump empresário americano que organiza o concurso de Miss Universo] queria meninas com mais cara de modelo, não de miss. Larissa Costa, Miss Brasil,

que não conseguiu chegar às etapas finais do concurso internacional.

Yeda Crusius, (PSDB-RS), governadora

do Rio Grande do Sul, em entrevista à rádio Gaúcha, sobre denúncias da ação por improbidade administrativa na Justiça Federal contra ela e mais oito pessoas por envolvimento no desvio de R$ 44 milhões no Departamento de Trânsito (Detran) do Estado.

É claro que não existe um pedido de uma neta, se pudermos ajudar legalmente, que deixemos de atender. José Sarney, (PMDB-AP), presidente do Senado, sobre a indicação do namorado da neta, Maria Beatriz Sarney, para uma vaga no Senado.

12

| Revista Expansão

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

13


[ ENTREVISTA ]

Fotos: Joel Reichert/Especial

14

| Revista Expans達o

Setembro/2009


David Gary Neeleman O fundador da Azul Linhas Aéreas Brasileiras fala de sua paixão pelo Brasil e mostra por que está revolucionando o jeito de voar

enha voar conosco que nada vai lhe acontecer, eu prometo.” A frase deve ser entendida como um alento e um estímulo para quem convive com histórias e lembranças trágicas. Acidentes aéreos passaram a fazer parte da realidade dos brasileiros e deixaram as pessoas apreensivas cada vez que precisam pensar em entrar em um avião. No entanto, há quem se orgulhe de dirigir uma empresa que jamais registrou um acidente. A frase acima é do fundador da Azul Linhas Aéreas Brasileiras, homem que está revolucionando a oferta de serviços no setor aéreo. Mas a preocupação de David Gary Neeleman vai mais além do básico. Segurança é a prioridade número um em sua companhia, mas a valorização das relações humanas é o que norteia este brasileiro, nascido em São Paulo, filho de americanos. Ele esteve em Novo Hamburgo no mês passado para palestrar para empresários na Associação Comercial, Industrial e de Serviços (ACI) e mostrou em cerca de uma hora, porque a empresa que fundou no Brasil cresce a cada ano. Em uma aberta declaração de amor ao Brasil, o executivo disse que se apaixonou pelo País quando, na juventude, precisou voltar – ele foi para os Estados Unidos com sete anos – como missionário religioso. Ao se deparar com a realidade das favelas e dos menos favorecidos, socialmente, percebeu que teria de fazer algo para melhorar a vida dos brasileiros. “São as melhores pessoas do mundo, mas falta-lhes oportunidade”, diz. E esta missão, para ele, é oferecer a excelência nos serviços aéreos desde preços baixos a conforto e segurança. Fundador de três companhias aéreas nos Estados Unidos e Canadá, trouxe para o Brasil todo o conhecimento e tecnologia que seus clientes internacionais já se acostumaram. Na indústria da aviação, várias inovações são atribuídas a Neeleman, entre elas a invenção do bilhete eletrônico e a TV ao vivo a bordo das aeronaves. Confira os principais trechos da conversa com o fundador da Azul.

Segurança é a prioridade número um em sua companhia, mas a valorização das relações humanas é o que norteia este brasileiro.

Setembro/2009

V

Por Aline de Melo Pires

Revista Expansão |

15


[ ENTREVISTA ]

David Gary Neeleman

Quando o senhor fundou a Azul Linhas Aéreas qual era seu principal objetivo? Era incrementar o mercado e aumentar o número de viajantes de avião no Brasil. Hoje há 50 milhões de pessoas que viajam de avião. Nós acreditamos que este número tem de ser de três a quatro vezes maior, pois tem muita gente que está andando de ônibus hoje, mas muito mais pessoas estão ficando em casa. Por quê? Por causa dos custos, que poderiam ser mais convenientes, poderia haver voos diretos do Rio Grande do Sul. Então, estamos aqui para criar um novo mercado. O senhor acredita tê-los alcançado? Sim. O Aeroporto de Viracopos (Campinas, SP), nos últimos 12 meses, já cresceu mais de 300%. É o aeroporto que mais cresceu, em 2008, no mundo. Então, estamos trabalhando por meio de bons serviços, preços justos, e as pessoas estão voltando para voar, estão voando mais.

A maioria, 90% dos acidentes, foi erro do piloto. Seleção e treinamento dos pilotos é prioridade número um.

Por que o Brasil? Eu nasci aqui, tenho um passaporte brasileiro, servi aqui como missionário, acho que os brasileiros são as melhores pessoas do mundo, os mais simpáticos. Mas falta oportunidade para muitos. Em cada aeronave que temos, geramos cem empregos diretos e 300 indiretos. Temos 1,3 mil pessoas trabalhando na Azul. Além disso, há mais 5 mil empregos indiretos, como motoristas, funcionários de hotéis e outros. Eles também movimentam a economia brasileira. E isso é maravilhoso e estou muito honrado em fazer parte deste processo.

Quais são, na sua opinião, os princípios que devem nortear a excelência no serviço de aviação? Para começar, tratar o cliente como a pessoa mais importante que existe. E também para fazer isso tem de ter os tripulantes bem treinados e selecionados. Eles tem de saber que servir é o que nós fazemos todos os dias. O cliente sabe e percebe isso, que é importante para a Azul, então, ele volta. Como a empresa consegue manter valores baixos em suas passagens? A gente sempre vai ter valores baixos. Talvez no dia da viagem fique mais alto, mas temos um produto chamado Azul 30, em que o cliente que compra a passagem com 30 dias de antecedência sempre vai ter uma passagem com preço mais baixo que uma tarifa de ônibus. Se você pode planejar sua viagem, não tem porque viajar de ônibus. Qual a justificativa que o senhor dá para os valores tão altos?

16

| Revista Expansão

Porque falta concorrência. Imagine duas pessoas que concordam em tudo. Se não tem concorrência, precisa colocar mais uma, mais duas, mais três pessoas, para forçar uma queda nos valores. A Azul deixa de ter lucro ao oferecer valores mais baixos? Não, quando começam a faltar clientes fidelidade, temos que baixar os valores das passagens para ter mais pessoas viajando. Nós temos que ter lucro, somos uma empresa, temos investidores que querem retorno dos seus investimentos. A gente vai ter lucro, estamos chegando perto disso. E a única forma que temos de alcançar isso é fazer com que as pessoas viagem, gostem, voltem e falem para os amigos. Esses valores baixos nas passagens são atrativos para ingressar no mercado? Sempre vai ser parte da nossa empresa, vai ter alguma exceção se a passagem for para o dia da viagem, mas comprar com antecedência sempre vai significar uma boa tarifa. O que o senhor traz para a Azul com base na experiência e na trajetória que construiu no setor de turismo e aviação? Todo o conhecimento que adquiri com minhas três primeiras empresas, entendimento, tecnologia e também os aviões brasileiros, que ainda não eram usados aqui. Como foi definido o conceito de conforto na Azul, onde as poltronas são distribuídas diferentemente nos corredores, duas em cada lado, não ocorrendo a desprezada “poltrona do meio”? Nós temos bem mais espaço que outras companhias. Nossos aviões, em todas as minhas empresas, sempre foram mais confortáveis que a concorrência. Nos EUA, todos tem característica de primeira classe, seis outros lugares, e o resto fica chato. Então, eu tirei a primeira classe e fica tudo bom para todo mundo. Então, na Azul pode-se dizer que todo mundo viaja de primeira classe? Não. Nós temos uns seis lugares na frente que tem muito espaço. Você pode pagar um pouco a mais para viajar ali, cerca de 30 reais a mais. Mas, seguramente, o restante dos lugares é muito mais confortável que os das outras companhias. Qual a projeção de crescimento da empresa? Queremos chegar a 14 aeronaves até o final deste ano e em 21 no ano que vem. A gente deve continuar a crescer e a colocar mais rotas no País e mais voos entre as cidades que já atendemos. Há previsão de novas rotas nacionais e internacionais para a Azul? Só se fosse para o Mercosul, mas estamos tendo muito mais oportunidades para crescer dentro do Brasil e, por enquanto, queremos continuar a investir aqui mesmo.

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

17


[ ENTREVISTA ]

David Gary Neeleman

Quais são, na sua opinião, os maiores entraves ou dificuldades para fazer funcionar uma empresa de aviação no Brasil? Não temos grandes dificuldades, mas estamos trabalhando muito com a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), se o mercado vai crescer duas ou três vezes mais do que existe hoje, precisamos ter uma infraestrutura que atenda a isso. Os aeroportos tem que expandir, ficar melhores e maiores. Eu tenho confiança na Infraero, que está construindo algo, realmente, bom. E isso exige muito trabalho porque esse tipo de coisa demora. Mas acredito na capacidade da Infraero para fazer essa estrutura crescer. O que a crise da aviação brasileira, como os apagões aéreos e as tragédias, como os acidentes com aviões da Gol (2006) e da TAM (julho de 2007), “ensinaram” ou que lições podemos tirar de tudo isso? Não ensinou nada, só reforçou que segurança deve ser a regra número um de nossa empresa. Nunca houve acidentes em nenhuma de minhas empresas. Isso é importante para os brasileiros e estamos reforçando isso, investindo mais de R$ 1 milhão para equipar nossa frota com mais segurança, como nenhuma outra no mundo, sabemos o quanto isso é fundamental para os brasileiros por causa dos problemas e tragédias que já aconteceram aqui. Quem é o responsável por estes acidentes? A maioria, 90% dos acidentes, foi erro do piloto. Seleção e treinamento dos pilotos é prioridade número um na Azul, porque os pilotos são os que zelam pela segurança. Diante disso, como lidar com o temor ou falta de confiança por parte dos usuários em relação a viajar de avião? Temos que fazer um bom trabalho, explicar tudo, fazer um pouco mais nesta área, no sentido de mostrar isso. As pessoas que viajam muito não tem dúvida disso. Mas, quem viaja pouco, ou nunca viajou, é que tem um pouco de medo. Temos que mostrar os números e provar que é muito mais seguro voar do que ir por terra. O senhor sente medo ao entrar em um avião? Não, eu não tenho medo de voar. Mas, em um voo na China, teve uma tempestade muito forte, vi o esforço do piloto, mas achei que ele ia fazer algo que colocass3e a segurança de todos em risco. Foi a única vez, mas, no geral, não tenho medo de voar, me sinto seguro, principalmente, na Azul. E por que viajar na Azul? Estamos aqui não somente para crescer no mercado, mas também para servir, todos os dias. O relacionamento humano para o senhor parece ser muito mais importante que a questão comercial? Sim. Porque as empresas acham que, se não oferecerem benefícios ou descontos, podem ter mais lucro, mas isso é por pouco tempo. Temos que tratar bem o tripulante e o colaborador, para que sintam ter o melhor emprego do mundo. Os clientes sentem a mesma coisa e voltam.

18

| Revista Expansão

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

19


[ Nossa Capa ] Fotos: Denise Wichmann/Especial

Jéssica. Luiz, Luziana e Ana Paula: comando com excelência

Duarte Benetti Contabilidade T

ransformar a complexa rotina do sistema contábil de seus clientes em uma dinâmica de resultados positivos é a proposta da Duarte Benetti Contabilidade, que está completando 25 anos de atuação no mercado. Luiz Carlos Duarte de Oliveira conta que iniciou a empresa, empenhado em tornar-se referência na região, através de um negócio competitivo com capacidade para atender do micro ao grande empresário. A história confirmou seus objetivos. Hoje a Duarte Benetti Contabilidade, com sede própria, situada em Novo Hamburgo, é uma sociedade composta pela advogada Luziana Benetti de Oliveira, pela administradora Jéssica Benetti de Oliveira, pela contadora Ana Paula Andiglieri Almeida, além do fundador Luiz Carlos, contador com pós-graduação em Controladoria.

20

| Revista Expansão

Uma trajetória de sucesso baseada em soluções contábeis e tributárias, muita ética e responsabilidade Atualização e agilidade

Determinada a manter o forte ritmo de crescimento que a fez chegar aos 25 anos com uma estrutura sólida e consistente, a empresa está revitalizando sua marca. Esse gesto vem confirmar que a atualização é uma constante na política de metas e investimentos da empresa. “Dispomos de todas as ferramentas para o acompanhamento rigoroso da legislação vigente – e suas inúmeras alterações. O nosso papel é orientar e oferecer soluções para o cliente, transmitindo com ética e transparência os procedimentos necessários exigidos para cada tipo de empresa” afirma Ana Paula. “Desse modo, nossos clientes sentem-se seguros para acompanhar cada nova alteração das leis”, acrescenta.

Setembro/2009


Ela destaca a agilidade no processo: “A Duarte Benetti Contabilidade trabalha com avançadas tecnologias de interatividade junto ao cliente, através de transmissão e busca de dados, transferência de arquivos e contabilidade remota, que demonstram ser agentes redutores de custos, além de grandes aliadas na rapidez e eficiência dos processos. E na área tecnológica, é importante salientar que estamos trabalhando com Nota Fiscal Eletrônica (NFe) e Sistema Público de Escrituração Digital (Sped) contábil e fiscal.”

Confiança é um valor que não se troca.

Equipe da Duarte, Benetti & Associados tem base na qualificação e atualização constante

Qualificação e confiança “Profissionalismo e capacitação sempre foram aspectos importantes na nossa trajetória. Cursos técnicos específicos e dirigidos fazem parte da rotina da nossa empresa, especializando e atualizando a equipe que soma 12 profissionais com formação superior em áreas diversificadas e mais de dez colaboradores universitários” comenta o diretor Luiz Duarte. Com a visão de que confiança é um valor que não se troca, a Duarte Benetti conquistou uma importante carteira de clientes ao longo de seus 25 anos. O atendimento a diversos segmentos, de várias regiões - inclusive do Exterior, exigiu uma atuação mais abrangente. Atualmente, os clientes da Duarte Benetti podem contar com serviços voltados para as áreas de Direito, Assessoria e Planejamento Tributário, Relatórios Gerenciais Personalizados, além de atendimento especial para holdings, importadoras e exportadoras, empresas com sócios estrangeiros e registros no Banco Central.

Duarte Benetti Contabilidade Rua Bento Gonçalves, 3150 - 1º andar - Novo Hamburgo Fone: (51) 3594-4033 | www.orgduarte.com.br

Setembro/2009

Crescimento e meio ambiente O micro e o pequeno empresário também podem apostar no crescimento, utilizando um serviço contábil de qualidade. “É muito gratificante ver um empresário satisfeito com os resultados de uma contabilidade desenvolvida com critério e dentro de prazos que viabilizam uma análise cuidadosa. Esse empresário passa a se utilizar da própria contabilidade como uma importante ferramenta na tomada de decisões estratégicas para a sua empresa - como se despertasse para potenciais que ele desconhecia”, salienta Luziana. “Isso tem gerado um entendimento maior do cliente em relação ao seu negócio, além de valorizar a nossa atividade, uma vez que acaba com o paradigma de que contabilidade é um mal necessário”, afirma. Através de uma campanha intensiva para a redução na impressão de papéis, a Duarte Benetti incentiva seus colaboradores, clientes e parceiros em geral para uma utilização crescente dos meios digitais. O papel que ainda é impresso, por motivos de obrigatoriedade, é encaminhado para associações de reciclagem do município. Além disso, a empresa tem atuação permanente nas ações sociais de entidades da região. “Estamos envolvidos com ações que buscam mais qualidade de vida para a nossa comunidade e maior valorização dos recursos naturais da nossa região”, finaliza Jéssica.

Revista Expansão |

21


[ CRÔNICA ]

Amor

osvino toillier

Professor, escritor e presidente do Sinepe/RS osvino@sinepe-rs.org.br

Vi a flor e senti o seu perfume. Pensei em arrancá-la, mas preferi deixála para que seu perfume exalasse por mais tempo.

22

| Revista Expansão

no coração N uma sala de aula acontecem coisas incríveis, é só conversar com os professores. E é de lá que vem a estória contada por uma professora: uma criança perguntou o que era o amor. A professora sentiu que ela merecia resposta à altura da pergunta inteligente que fizera. Como já estava na hora do recreio, pediu para que cada aluno desse uma volta pelo pátio da escola e trouxesse o que mais despertasse nele o sentimento do amor. As crianças saíram apressadas e, ao voltarem, a professora disse: - Cada um mostre o que trouxe consigo. A primeira criança disse: - Eu trouxe esta flor, não é linda? A segunda criança falou: - Eu trouxe esta borboleta. Veja o colorido de suas asas, vou colocá-la em minha coleção. A terceira criança completou: - Eu trouxe este filhote de passarinho. Ele havia caído do ninho. Terminada a exposição, a professora notou que havia uma criança que tinha ficado quieta o tempo todo. Ela estava vermelha de vergonha, pois nada havia trazido. A professora se dirigiu a ela e perguntou: - Meu bem, por que você nada trouxe? E a criança timidamente respondeu: - Desculpe, professora. Vi a flor e senti o seu perfume. Pensei em arrancá-la, mas preferi deixá-la para que seu perfume exalasse por mais tempo. Vi também a borboleta, leve, colorida! Ela parecia tão feliz, que não tive coragem de aprisioná-la. Vi também o

passarinho caído entre as folhas, mas, ao subir na árvore, notei o olhar triste de sua mãe e preferi devolvê-lo ao ninho. Trago comigo o perfume da flor, a sensação de liberdade da borboleta e a gratidão que senti nos olhos da mãe do passarinho. Como posso mostrar o que trouxe? Comovente, não? Às vezes, a gente tem que se convencer de que as crianças conservam a pureza e a graça divina para perceber aspectos da sacralidade da vida, que o adulto, ao longo da vida acabou perdendo, porque ficou sisudo demais, preocupado em se apossar de tudo, por conta do egoísmo e materialismo do nosso tempo. E é preciso a gente se dar conta disso, sob pena de ser contagiado por isso. O que me inquieta é por que o adulto perde a simplicidade da vida e a percepção revelada pela criança. Será por que se torna sisudo, levando a vida a sério demais? Ou será por que deixa se engessar e se blinda contra a emoção das coisas simples? Pois, eu acho que é um pouco por aí. Deixar-se emocionar parece ridículo perante os olhos dos adultos, coisa de criança, que ainda não maturou. É uma pena, porque certamente contribuiria para um mundo melhor. Talvez esteja aí a compreensão da fala do Mestre, quando afirmou: “Quem não se tornar como uma criança, não entrará no Reino de Deus”. A estória finaliza, dizendo que a professora agradeceu à criança e lhe deu nota máxima, pois ela fora a única que percebera que só podemos trazer o amor no coração.

Setembro/2009


Informe Especial

Fotos: Sérgio Jost/Especial

inaugura nova filial

A

Tinta e Cor, especializada em tintas prediais, sendo na região uma das lojas que trabalha com o maior número de fabricantes do ramo com matriz em Novo Hamburgo (Av. Nicolau Becker, 660) e filiais em São Leopoldo (Av. João Correa, 444) e Gramado (Av. da Hortências, 258), inaugurou no final do mês de julho sua quarta loja na Rua Bento Gonçalves, 1.499 ao lado do SESC, em Novo Hamburgo. Segundo os diretores Leonardo da Silveira e Renato Dewes, a abertura desta nova filial tem a proposta de oferecer orientação e assessoria profissional e produtos de alta qualidade e excelente custo beneficio consolidando a parceria com a fabricante hamburguense Tintas Killing, disponibilizando aos clientes produtos com significativo percentual de desconto e oferecendo preços mais baratos para o consumidor, arquitetos e grandes obras, e também visando aumentar seu mix de produtos. Por isso esta nova filial tem a denominação de Tinta e Cor Mix Econômico.

Osnaldo Billa e Edson Camargo (Osmocolor) Sílvio de Oliveira (Pincéis Atlas) – Juliana Schneider e Leonardo da Silveira

Leonardo da Silveira, Sílvio Sebold, Alice Schneider, Jorge da Silveira, Laércio Cortes, Renato Dewes, Paulo Moreira e Cleber Steinmachar

Silvio de Oliveira e Leonardo da Silveira, na entrega do Troféu Cliente Destaque do Ano

Equipe Tinta e Cor

Rua Bento Gonçalves, 1.499 | Tinta e Cor Mix Econômico - ao lado do Sesc | Novo Hamburgo | Fone: (51) 3582-0002 Setembro/2009

Revista Expansão |

23


[ ROTA EXPANSÃO ]

estância velha Fotos: Ricardo de Moraes/Especial

Estância Velha

uma pequena grande cidade

U

ma cidade precisa oferecer trabalho a seu povo para que o ciclo de investimentos e crescimento possa ser constante. A afirmação é do prefeito de Estância Velha, José Waldir Dilkin. Ele diz ter consciência da necessidade de aplicação de recursos nos principais setores econômicos e sociais do município e reconhece a força que pode ser impulsionada a partir do aumento da oferta de emprego. À frente da cidade num momento tão especial – quando a cidade comemora 50 anos – Dilkin se diz privilegiado e, ao mesmo tempo, com uma enorme responsabilidade nas mãos. “Estância Velha é uma cidade pequena, mas com características de cidade grande e isso quer dizer problemas como na área da segurança e da saúde, por exemplo”, comenta. Desta forma, ele conta que um estudo já foi encomendado junto à Feevale para que sejam conhecidos os principais problemas e apontadas as possíveis soluções. Uma das prioridades de Dilkin é a maior valorização na área rural. De acordo com o prefeito, “há muitas coisas boas acontecendo em Estância Velha que precisam ser mais valorizadas e estimuladas”. Além do turismo rural, ele cita o potencial da cidade na produção de hortaliças e frutas, que podem muito bem constituir o cardápio dos alunos da rede municipal de ensino. “É uma certeza de lucro para o agricultor e a garantia de alimentos saudáveis para nossas crianças”, complementa o prefeito de Estância Velha. Ele ainda cita a força na produção de leite de cabra, vinho e flores.

24

| Revista Expansão

Prefeito Dilkin projeta soluções para o município que adquiriu complicações de metrópole em áreas essenciais, como segurança Por Aline de Melo Pires

Índios, portugueses, alemães Numa região colonizada por alemães é curioso saber que um dos mais prósperos municípios do Vale do Sinos teve o início da sua história com a chegada de índios das tribos Tupi-Guarani. Eles viveram no território onde localiza-se Estância Velha há mais ou menos mil anos. Hoje, é difícil imaginar índios deixando registrada sua arte em rochedos numa cidade que construiu sua vocação a partir da indústria coureiro-calçadista. Os tupis-guaranis ainda foram sucedidos pelos caigangues, que devem ter chegado entre 200 e 300 atrás. Foi bem depois que os alemães chegaram e antes disso, tem-se registro da participação lusitana na história do município, quando José Antônio Quadros orientava a criação de gado, por volta de 1788. O primeiro colonizador de Estância Velha foi o sapateiro Mathias Franzen, que chegou em 10 de março de 1829 a São Leopoldo. Lentamente, os imigrantes foram vencendo as dificuldades e engajando-se em todos os setores econômicos gaúchos.

Setembro/2009


Efervescência Em 15 de janeiro de 1930, Estância Velha passou a ser sede do 10° Distrito de São Leopoldo. Este fato político motivou o crescimento da pequena indústria coureira, iniciada em 1890, e a princípio voltada para a fabricação de selas e apetrechos de montaria. Enquanto Distrito de São Leopoldo, o município chegou a chamar-se Genuíno Sampaio, de 1939 a 1949. Em 1950 voltou ao antigo nome de Estância Velha. Deste ano em diante, nasceu o movimento emancipacionista no Estado do Rio Grande do Sul. Nove anos mais tarde os líderes comunitários de Estância Velha comemoraram a emancipação, através da Lei Nº 3.818, de 8 de setembro de 1959, assinada pelo então governador Leonel de Moura Brizola. “Nossa cidade passou a ter uma grande efervescência cultural a partir da década de 40, foi quando também surgiram os clubes de serviço”, afirma Paulo Garlipp Filho, 83, que participou ativamente do movimento emancipacionista da cidade. A seu lado, Aluísio José Henemann, também com 83 anos, relembra a luta dos homens que sonhavam com a independência do município. “A cidade precisa resgatar esse aspecto cultural”, avalia Henemann.   Apesar da afirmação, a velha estância, que inspirou o nome da cidade, cultua tradições ecléticas. Com pouco mais de 43 mil habitantes, tem quatro CTGs e uma agremiação que festeja São Pedro, padroeiro do Rio Grande do Sul, reunindo prendas e peões para não deixar que o tradicionalismo se perca. Mas a cultura estanciense vai além, quando milhares de pessoas se reúnem para festejar o Kerb, festa tradicionalmente germânica. O Carnaval também faz a festa de outra parcela da comunidade, ao homenagear o povo brasileiro, sambista por natureza. Mais recentemente, incluiu a Festa de Peão de Boiadeiro na sua agenda. Um belo mosaico cultural.

Monumento ao Curtidor é um dos símbolos municipais


[ ROTA EXPANSÃO ]

estância velha Ricardo de Moraes/Especial

A pele do avestruz é melhor aproveitada na confecção de bolsas por sua dimensão

O exótico

aliado da criatividade

A

cidade mais conhecida da região do Vale do Sinos pela vocação na área de curtumes tem uma peculiaridade que desperta muita curiosidade. Em terra de tradição do curtimento do couro bovino, o que ajudou a levar o nome da região além das fronteiras nacionais, o trabalho com peles exóticas tem chamado a atenção. Peles de cobra, jacaré, lagarto, arraia, avestruz, coelho e peixes são beneficiadas em indústrias de Estância Velha e acrescentam um charme todo especial às produções de estilistas. A Péltica e a Arte da Pele são duas empresas que inovaram ao investir em um produto de grande valor agregado e, de acordo com seus sócios, com uma demanda cada vez maior tanto no mercado nacional quanto no exterior. Pois ainda há quem sequer imagine o que se pode fazer com este material. A Péltica funciona há dois anos e um dos sócios, Maicon Cristiano Mossmann, conta que o trabalho com peles de peixes, avestruz e coelho surgiu como alternativa no mercado que já estava saturado com o

26

| Revista Expansão

Peles de animais como cobra e peixe são beneficiadas em Estância Velha e abrem oportunidade de mercado Por Aline de Melo Pires

couro bovino e também atravessava uma forte crise econômica. Assim, com uma estrutura bastante enxuta – a empresa conta com seis colaboradores – a Péltica investiu em um trabalho totalmente artesanal. As peles são beneficiadas por processos manuais e muitas vezes pode-se ter a impressão de estar em uma lavanderia e não em um curtume. Com isso, Mossmann garante ter um custo bastante reduzido e um retorno financeiro satisfatório. As peles de peixe são oriundas de Belém do Pará (PA) e dividem-se basicamente em pescado amarelo e tilápia. Segundo Mossmann, estas são espécies da chamada linha não controlada, ou seja, que tem seu uso liberado e não são fiscalizadas pelos órgãos ambientais. Estas são usadas especialmente para sapatos, femininos, em sua maioria. “Conseguimos atender nosso mercado em sua totalidade”, comemora Mossmann, ao ressaltar que os clientes não precisam esperar pela chegada da matéria-prima. As peles de coelho também são usadas para botas femininas.

Setembro/2009


INFORME ESPECIAL

Fotos: Ricardo de Moraes/Especial

Steil, da Arte da Pele, exibe pele de cobra

Impulso Já a pele do avestruz, pela dimensão, é usada para a fabricação de bolsas. “Damos impulso a toda uma cadeia que está vinculada a um produto que também tem grande aceitação no exterior”, completa o sócio da Péltica. As peles exóticas tem um significativo valor agregado. Para se ter uma ideia, o valor para o consumidor final de um sapato feminino confeccionado com estas peles exóticas fica em torno de mil reais. Já as bolsas com pele de avestruz podem variar de 3 a 4 mil reais. “Também tem a questão de, por ser algo bem artesanal, a produção não é em grande escala, muitos destes produtos são quase que exclusivos para o cliente final”, destaca Mossmann. O mesmo acontece com os produtos confeccionados com peles de jacaré, arraia, cobra e lagarto.

Exatus completa 20 anos

Empresa destaca a inovação nos processos e nas parcerias

A

Exatus Assessoria Empresarial completou duas décadas de existência consolidada pelo empreendedorismo na prestação de serviços contábeis, fiscais, recursos humanos, societários, assessoria, consultoria, auditoria e planejamento. Apesar da tradição e da credibilidade consolidadas no mercado, a Exatus tem se destacado pela postura inovadora e pelos investimentos em qualidade, modernização, atualização em tecnologia nos processos contábeis e administrativos. “Em uma época em que a confiança está em primeiro lugar, nós da Exatus usamos esse princípio como elo fundamental com nossos clientes, contamos com profissionais especializados nos diversos departamentos que um escritório contábil necessita e procuramos fazer mais do que apenas a rotina dos lançamentos diários, assim assessorando os empresários em suas decisões”, diz Gilberto Müller (foto), diretor da Exatus. Apesar das turbulências econômicas, a empresa continua fazendo investimentos considerados estratégicos para ampliar e melhorar seus serviços. Este ano, a Extaus implantou o sistema de qualidade, com objetivo de conduzir para que todas as atividades sejam executadas em conformidade com o Sistema de Gestão da Qualidade. Iniciou também, a ampliação de sua estrutura física em mais 1.300m², com o propósito de implantar um centro de serviços. Nele os clientes poderão encontrar consultoria jurídica, comunicação, despachos aduaneiros, correção de imóveis, entre outros. “Esse é o início de um longo desafio, de um processo de mudanças, de adaptação e de disciplina no trabalho. O novo sistema implantado auxiliará na melhoria contínua dos processos internos e na elevação do nível de satisfação dos clientes externos, internos, colaboradores e parceiros. Portanto, me orgulho muito da nossa organização, dos clientes que conquistamos e do nosso time de trabalho”, explica Gilberto. Foco social Desde sua fundação, a Exatus esteve preocupada não só em construir uma equipe de funcionários competentes, mas também de cidadãos. A maioria dos colaboradores entrou na empresa como boys ou auxiliares, passaram por treinamento e hoje, após se formarem ou em formação ocupam funções de maior responsabilidade. Equipe aberta e disponível Na Exatus, o foco é o atendimento privilegiado do cliente que tem acesso direto e irrestrito a equipe de 45 colaboradores. As portas do escritório estão sempre abertas para que o empresário tire suas dúvidas do dia a dia de forma dinâmica e desburocratizada. Afinal, os questionamentos surgem no cotidiano, sem hora marcada, e, muitas vezes, tem urgência em serem resolvidos. Por isso, há uma preocupação constante do staff estar sempre aberto e disponível para atender os clientes a qualquer momento. Trabalhando pela comunidade A leitura do Marketing Social da Exatus é tão forte que a empresa também atua voltada para a comunidade, fazendo gratuitamente a contabilidade de associações e entidades representativas da região e a realização de festas em datas festivas, como a do Dia da Criança, para alunos das escolas municipais.

A secagem das peles de peixes, na Péltica, aplicadas em sua maioria, em sapatos femininos

A Arte da Pele fornece para fabricantes de bolsas, carteiras, cintos, entre outros itens que também se tornam caros diante da exclusividade – alguns itens tem seu preço final entre 1,6 mil e 2 mil reais. As peles de cobra e de arraia vem da Indonésia, as de lagarto da Argentina e as de jacaré são oriundas de território brasileiro, dos estados da região Centro-Oeste. Ao contrário do que acontece na Péltica, as peles beneficiadas nesta empresa precisam passar por um rigoroso controle do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). “As peles que aqui chegam tem um lacre que assegura o controle e a procedência”, atesta um dos sócios Vilimar Steil. As duas empresas já atuam no mercado externo.

Setembro/2009

Av. Brasil, 970, Estância Velha | Fones: (51) 3561-2466 e 3561-0306 www.exatusassessoria.com.br | exatus@exatusassessoria.com.br Revista Expansão |

27


[ ROTA EXPANSÃO ]

estância velha Fotos: Divulgação

F

oi no perfil de bravura e determinação de Bertha Leuck que os moradores de Estância Velha puderam contar com uma casa de saúde. Quem olha para o Hospital Getúlio Vargas hoje nem imagina a luta de uma brava comunidade para fazer funcionar o então Hospital Dom Pedro de Estância Velha (foto), que completou 70 anos em 25 de agosto. A lembrança da data marcou uma celebração em frente ao hospital no mês passado, com autoridades e comunidade. Registros históricos dão conta de que Bertha foi política e muito atuante. Sua fé e destemor se misturavam com a idealiza��ão da esposa casta, mãe amantíssima e filha recatada. Sempre ao lado do marido Carlos Antonio Bender em seus empreendimentos comerciais e industriais, ela marcou posição de brilho no interesse cultural e social de Estância Velha. Vítima de câncer, Bertha passou os últimos dias no hospital que idealizou. O primeiro médico da cidade, Walter Bouscher, instalou-se em uma casa especialmente construída pelo casal. Desta forma teve início a mobilização para a criação de um hospital na cidade. Foi quando ainda Estância Velha era 10º distrito de São Leopoldo que 11 cidadãos, das mais variadas ocupações, se reuniram nas dependências da Sociedade Canto União para constituir e instalar um consórcio para a criação do Hospital. Até então, as cirurgias e baixas médicas eram

28

| Revista Expansão

Casa de saúde completou 70 anos e sua fundação ajuda a contar a história de Estância Velha

Prefeito Waldir Dilkin participa do aniversário com a presença de autoridades e comunidade, ambas festejaram a data com um bolo

realizadas na casa da parteira Carolina Finkler, localizada na Rua Portão, onde hoje funciona uma loja de cosméticos e perfumaria. Além de cuidar dos pacientes do médico, Carolina foi ainda a parteira oficial da cidade na primeira metade do século 20, e, antes da instalação do hospital, os estancianses nasciam em casa. Contexto ainda lembrado pelos moradores.

Setembro/2009


Hospital Getúlio Vargas é símbolo de união Em 1949, o hospital passou a pertencer oficialmente à Sociedade Auxílio Feminino (SAF) atual Ordem Auxiliadora de Senhoras Evangélicas (Oase), da Comunidade Evangélica Apóstolo Paulo, de Estância Velha. Apesar de instalado em 1939, o Hospital Dom Pedro foi inaugurado apenas em 1941. Com o passar dos anos, surgiram problemas financeiros na casa de saúde, o que levou o então prefeito Victor Kurt Schuck a propor a compra do hospital pela prefeitura. Apesar de escriturado somente em 03 de dezembro de 1964, já no governo do prefeito Ernesto Erich Dietrich, a negociação foi efetivada antes de março do mesmo ano. A verba para aquisição veio do Governo Federal, conseguida por intermédio do Dr. Victor Schuck, em tratativas com o presidente João Goulart, o Jango, antes de este ser destituído da Presidência da República, por ocasião do Golpe de 1964. Desde então o Hospital Dom Pedro de Estância Velha passou a funcionar sob a denominação de Hospital Municipal Getúlio Vargas.

Setembro/2009

Revista Expansão |

29


[ ROTA EXPANSÃO ]

Dois Irmãos Fotos: Divulgação

Cinquenta anos S

de história e tradição

etembro será de intensa comemoração pelos 50 anos de emancipação de Dois Irmãos e pela passagem dos 185 anos de colonização alemã no Estado. A Prefeitura de Dois Irmãos e a Comissão dos Festejos programaram uma série de eventos comemorativos para presentear a comunidade local e visitantes, que serão recepcionados pela rainha de Dois Irmãos, Fabíola Boll. Entre as atrações, destaque para o show nacional com a dupla sertaneja Gian&Giovani, que acaba de finalizar seu mais novo álbum, o 17º de sua carreira, com 12 músicas inéditas e duas regravações. A dupla, natural de Franca (SP), é conhecida por sucessos como Roupa de lua de mel, Caçador de corações, Nem dormindo consigo te esquecer, Olha amor, Amante anônimo, Espuma de cerveja, Vai pescar moçada e Página de amigos. No dia 10 deste mês, a cidade para, pela primeira vez, Gian&Giovani estarão presentes no Kerb para assistir ao desfile militar do Exército. De acordo com o prefeito Gerson Miguel Schwengber, é uma inovação importante, uma forma de presentear a população que nunca assistiu aos desfiles que acontecem em grandes cidades. “É uma forma de estimular o civismo e o orgulho da comunidade”, comenta o prefeito. No dia 25, a partir das 14 horas, ocorre o baile da 3ª Idade, e são esperados centenas de participantes. Dois

30

| Revista Expansão

Comissão de festejos preparou intensa programação para a comunidade e visitantes durante o mês de aniversário Irmãos é considerada uma das cidades do Estado com o maior número de integrantes de grupos de 3ª Idade. Para se ter uma ideia, um dos grupos existentes hoje tem cerca de 80 idosos. Eles participam de atividades sociais e comunitárias, além de praticarem esportes e atividades artísticas. Cada um em sua condição física.

A história do Kerb Entre outras atrações, está o Kerb de São Miguel que ocorrerá nos próximos dias 26, 27, 28 e 29. De acordo com o diretor do Departamento de Cultura de Dois Irmãos, Leo Büttenbender, esta é a festa mais tradicional de Dois Irmãos e teve sua origem na promessa realizada pelos imigrantes alemães, náufragos do Navio Cecília, promessa essa que se aportassem no Brasil, consagrariam o dia de sua chegada como feriado oferecido ao Santo do dia, na ocasião, São Miguel. No amanhecer de 29 de setembro, são abertas as festividades com alvorada de morteiros e rojões. Após, são realizados os cultos e missa solene nas três comunidades. Após a saída das igrejas, os fiéis são recepcionados por uma bandinha e seguem em procissão ao salão de baile, onde a abertura da festa é feita com a dança da polonaise. Ao meio-dia, os dois-irmonenses recebem seus familiares e visitantes com o almoço de Kerb e, à tarde, é servido o café colonial. À noite, são realizados os bailes.

Setembro/2009


Fotos: Clovis Bastian/Divulgação

Programação para setembro

Dia 6 – Campeonato Nacional de Tunning (som automotivo) – A partir das 10 horas – AECB União Dia 9 – Encontro Celebrativo das Comunidades Cristãs – 19h30 – Igreja Católica São Miguel Dia 10 – Desfile Militar e Cívico-cultural com participação do Exército (16º GAC de São Leopoldo) – 8h30, na Avenida 25 de Julho Dia 10 – Apresentação do Jornal do Almoço ao vivo – 11h30, na Praça do Imigrante Dia 10 – Ato Solene de Homenagem aos 50 anos de emancipação política e 185 anos de colonização alemã – 16 horas, na Sociedade Atiradores Dias 12 e 13 – Exposição de Carros Antigos, na Praça do Imigrante De 12 a 20 – 20ª Semana Farroupilha, no ACTG Portal da Serra Dia 13 – Domingão da Alegria, com Flor da Serra, Toque de Mágica, Tchê Barbaridade e show nacional de Gian&Giovani – a partir das 16 horas, no Parque Municipal Romeo Benício Wolf Dia 13 – Amistoso de futebol: Equipe Sênior do Grêmio x Seleção de Dois Irmãos – 10 horas, no Campo do Sete de Setembro De 25 a 29 – Kerb de São Miguel com desfile de carros alegóricos – Largo Felipe Seger Sobrinho

Berço do café colonial Avenida São Miguel, principal rua da cidade

Kerb de São Miguel Dia 26 - Desfile de Carros Alegóricos Dia 26 - Baile de Kerb: 185 anos de colonização alemã, com a Banda 2001, na Sociedade Santa Cecília Dia 27 - Kerb show e apresentação de grupos folclóricos Dia 28 - Kerb infantil nas comunidades escolares Dia 29, às 6 horas - Alvorada festiva e celebrações religiosas Dia 29, às 10 horas - Abertura do Kerb com a dança da polonaise na Sociedade Santa Cecília Dia 29 – Kerb, com o show d’Os Atuais Fonte: Prefeitura de Dois Irmãos

Setembro/2009

Revista Expansão |

31


[ ROTA EXPANSÃO ]

Dois Irmãos

Dois Irmãos, foco agora é a diversificação Por Aline de Melo Pires

Q

32

| Revista Expansão

esta afirmação, Schwengber fala da boa fase do setor moveleiro em Dois Irmãos. Por isso, a administração planeja a construção de um distrito industrial, que estará aberto a empresas de todos os segmentos. Ele já comemora o interesse de algumas em instalar-se na área, situada no bairro São João. O prefeito acredita no fortalecimento da economia como uma importante forma de aumentar a auto-estima da população. “Trabalho e moradia são sinônimos de dignidade”, completa Schwengber. E moradia é uma das prioridades para o prefeito, que planeja a construção de apartamentos em parceria com a Caixa Econômica Federal, por meio do programa Minha Casa Minha Vida. “Temos um déficit habitacional, uma cidade que paga baixos salários e as pessoas não têm condições de comprar seus imóveis”, comenta.

Graziela Dannenhauer/Especial

uando pensa no futuro da cidade que comanda, o prefeito Gerson Miguel Schwengber aponta a diversificação econômica como a principal ferramenta para alavancar o progresso. Localizada numa região que tem por característica a vocação coureiro-calçadista, Dois Irmãos, a cidade conhecida como Portal da Serra, entra numa fase de inovação e, porque não dizer, de ousadia. “Sabemos que as empresas que estão bem ainda hoje, são aquelas que dependem do mercado interno. A exportação deixou, há muito, de ser o carro-chefe desta economia. Por isso, precisamos abrir novas frentes”, avalia o prefeito, conhecido como “professor Miguel”. Ao mesmo tempo, ele quer deixar bem claro que a ideia não é, em nenhum momento, abandonar a vocação calçadista da cidade, mas complementá-la. Para exemplificar

Prefeito da cidade considerada o Portal da Serra destaca que vocação coureirocalçadista deve ser complementada com outras frentes da economia

Setembro/2009


Turismo e história por força de lei

P

ara preservar a história e a cultura foram tombados pela prefeitura de Dois Irmãos 23 imóveis, por meio da Lei Municipal de Tombamento. Eles trazem em suas paredes, parte da trajetória da cidade. Foram instituídos como patrimônio municipal as casas Ellwanger, Engelmann, Auler, Dienstmann, Soine, Konrath, Saueressig, Wendling, Kolling, Kolling 2 e do professor Matheus Grimm. Há também, a Casa Pastoral Evangélica, o conjunto Igreja Luterana, a Igreja Evangélica (IECLB), o Salão Sander, o Armazém Sander, a Igreja Matriz de São Miguel, a Escola Imaculada Conceição, o Moinho Collet, a Ponte de Pedra, a Serraria Becker, o Cemitério Evangélico e o Museu Histórico Municipal. De acordo com o diretor do Departamento de Cultura, Leo Büttenbender, esses pontos tombados são também considerados pontos turísticos, como o Museu Histórico Municipal, as igrejas e a Ponte de Pedra.

A Rota Colonial Baumschneis é um roteiro urbano rural, onde pode se apreciar a arquitetura, saborear a gastronomia e verificar os hábitos e costumes dos moradores da Rota Colonial. O município também é conhecido como a Capital do Café Colonial. O Museu Histórico Municipal, Praça do Imigrante, Morro Dois Irmãos, a Cascata São Miguel, a Sociedade Santa Cecília, Pálco Móvel, a Igreja Matriz de São Miguel, Casa de Chá Convento Doce, Cachaçaria Dom Braga, Mundo dos Ovos, Atelier Leila Blaudt e a propriedade rural Cerro Bela Vista são alguns dos atrativos da Rota Colonial.

Setembro/2009

Thaís Teckemeier/Divulgação

Roteiro

Há imóveis tombados e pontos turísticos que encantam tanto os moradores quanto mais visitantes

Revista Expansão |

33


[ Comportamento ]

Três composições

Cris Manfro

Psicóloga clínica, terapeuta de família e mediadora familiar acmanfro@terra.com.br

Amor não é o problema. Geralmente o problema é a forma com que as pessoas lidam com o amor ou a falta dele.

34

| Revista Expansão

I

importantes

ngredientes para que você tenha um casamento feliz é o que não faltam. Cada pessoa tem os seus ingredientes preferidos, aqueles que parecem ser os mais importantes para o sucesso da relação. Então não vou falar em ingredientes, mas sim em três composições muito importantes para uma vida feliz a dois. Nestas composições, como no caso dos ingredientes, a dosagem certa é fundamental. O casamento deve conter uma combinação de amor, paixão e amizade. Pode carregar a mão quando for colocar o amor. O amor é peça fundamental nas relações de trabalho, nas relações com os filhos e também no casamento. Ele nunca é demais, ao contrário do que as pessoas possam pensar. Amor não é o problema. Geralmente o problema é a forma com que as pessoas lidam com o amor ou a falta dele. Casamento sem amizade é bem difícil. A amizade é fundamental para a instituição da parceria e da confiança. Porém, para o casal, a amizade em excesso não é muito boa. Quando marido e mulher se relacionam como amiguinhos muitas vezes a paixão vai embora e pode-se tentar buscar este complemento da paixão em outras pessoas. Quando a relação de amor vira uma relação de amizade, acaba ficando sem erotismo e você corre o risco de colocar a erotização para fora da relação. Então, para equilibrar a amizade é preciso não esquecer de uma boa pitada de paixão. É difícil manter a chama da paixão em alta o tempo todo, principalmente quando a relação é de longa data. Mas quando a pai-

xão é mantida e resgatada ao longo de vários momentos, ela acaba sendo fundamental ao permitir que o casal, apesar do tempo e do cotidiano, não se transforme em amiguinhos ou até mesmo em irmãos. A paixão é que nos tira da mesmice, da apatia, da acomodação. É ela quem tempera nossa relação. É a paixão que aflora e tem íntima afinidade com o sexo, mas é o amor que dosa essa sexualidade com outros sentimentos. A paixão não pode ser suprimida. O risco é a morte do amor. Também não pode ser totalmente liberada, pois o casal pode nunca conseguir uma estabilidade. Fazer uma composição destes três quesitos, nos questionando a respeito de como está a dosagem de cada componente, pode fazer um bem enorme para a relação. Perguntas tais como: tenho demonstrado e sentido amor o suficiente? Percebo a amizade que existe no meu relacionamento? Tenho sentido o calor da paixão ainda acesa? Tenho sentido amor, mas ainda tenho tempo para a paixão? Tenho paixão, mas será que minha parceira é minha amiga? Tenho amizade, mas somente amizade? Tenho ainda amor, paixão? Essas são perguntas interessantes e que podem apontar muito de como está a saúde do nosso relacionamento. Se as respostas não forem satisfatórias pode ser hora de vocês conversarem e retomarem o que está em déficit ou repensarem o que está em excesso. Lembrando sempre que muito amor nunca é ruim e que amizade e paixão em excesso podem atrapalhar. Faça a sua avaliação e boa sorte!

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

35


[ Moda Primavera ]

Bรกrbara vestido Identidade, brincos Usufrutto, sandรกlias Mercado do Sapato, carteira Doce Sal

36

| Revista Expansรฃo

Setembro/2009


O renascer em uma estação

Preview Primavera 2009

N

Por Maggda Rammé Mombach/Especial

unca os dias ensolarados e floridos foram tão desejados quanto no despertar desta nova estação. O sol reanima e deixa o clima e as pessoas mais felizes, otimistas e pró-ativas. Com a moda não poderia ser diferente. A nova temporada apresenta uma cartela generosa de degradês em quase todas as famílias de cores. As inspirações são variadas e passíveis de serem coordenadas, adaptando-se de acordo com o estilo, atitude, bom senso e disponibilidade de investimento. Democráticas - como, aliás, deveriam ser todas nossas decisões. Da irreverência dos anos 80 foram reeditados os tons vibrantes e alegres, numa profusão de cores e estampas adrenalinadas. Os tons assorvetados, incluindo o branco e os acinzentados, com estampas delicadas (florais burberry, borboletas, laços e poás), são presença constante nas coleções. Para dar um toque irreverente e de glamour, surgem os neons, os fluos e flashes de cores metálicas. Os jeans estão com tudo. Delavés, puídos, esbranquiçados... são modernos em todas as modelagens: boyfriend, carriot, skinny, cós alto, cós baixo, clochard - afinal, na moda, tudo é permitido. Porém, nem tudo nos favorece. Os acessórios estão exuberantes. Colares generosos, pulseiras coordenadas, anéis poderosos, bolsas ecléticas e calçados criativos, sedutores, confortáveis e acessíveis. Ouse, crie, reedite. Confie no seu espelho e no seu bom gosto. Nada é mais moderno do que sermos nós mesmos.

Setembro/2009

Revista Expansão |

37


[ Moda Primavera ]

CĂ­ntia saia Estile, body Identidade, sapatos Mercado do Sapato, bolsa Andrea Balleno, brincos Usufrutto, pulseira Brasilis

38

| Revista ExpansĂŁo

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

39


[ Moda Primavera ]

Cíntia porta notebook Doce Sal, bermuda Zaak, blusa Identidade, jaqueta Identidade, cinto Antonielle, brincos Usufrutto, sandálias Sol calçados Bárbara brincos e pulseira Antonielle, vestido/túnica Usufrutto, calça Daslú, sandálias Mercado do Sapato

40

| Revista Expansão

Setembro/2009


Cíntia regata neon Zaak, regata paête Borda Barroca, tênis VWK, bolsa Borda Barroca, colar Estile, bermuda Identidade, óculos Identidade

Setembro/2009

Revista Expansão |

41


[ Moda Primavera ]

CĂ­ntia vestido Usufrutto, brincos Usufrutto, pulseira Brasilis, carteira Antonielle

42

| Revista ExpansĂŁo

Setembro/2009


João camisa Cumplice, calça Lista Negra, cinto Usufrutto, Bárbara camisa Estile, brincos e colar Antonielle, calça Identidade, bolsa Adriana Thomé, sandálias Mercado do Sapato

Setembro/2009

Revista Expansão |

43


[ Moda Primavera ]

João camisa Usufrutto, calça Identidade, cinto Usufrutto, tênis Alucinado, Cíntia vestido Cumplice, carteira Adriana Thomé, brincos e pulseiras Usufrutto, sandálias Mercado do Sapato, flores Floricultura Clarice

44

| Revista Expansão

Setembro/2009


Bárbara vestido Borda Barroca, pulseira Borda Barroca botas Sol Calçados, bolsa André Balleno

Setembro/2009

Revista Expansão |

45


[ Moda Primavera ]

Cíntia blusa Zaak, saruel Identidade, bolsa Sol Calçados, sandálias Antonielle, colar Brasilis, óculos Identidade

46

| Revista Expansão

Setembro/2009


João chapéu Zaak, tênis Alucinado, calça Cumplice, pólo Identidade, blazer Usufrutto, cinto Lista Negra

Setembro/2009

Revista Expansão |

47


[ Moda Primavera ]

Bárbara colete Liziane Richter, macaquinho Identidade, lenço Borda Barroca, tiara Antonielle, sandálias Mercado do Sapato, bolsa Andrea Balleno, pulseira Brasilis

João calça Cumplice, pólo Identidade, lenço Borda Barroca, tênis Stok Calçados

Onde encontrar:

Adriana Thomé (51 9984-7401) | Alucinado (51 3207-3567) | Andrea Balleno (51 3561-5242) | Antoniel-

le (51 3527-2008) | Borda Barroca (51 3066-7440) | Brasilis (51 9993-9357) | Cumplice (51 3563-1531) | Daslu (11 3841-4000) | Doce Sal (51 3527-1422) | Estile (51 3525-0704) | Identidade (51 3066-1919) | Lista Negra (51 3035-7769) | Liziane Richter (51 3527-1040) | Mercado do Sapato (51 3593-2322) | Sol Calçados (51 3582-9311) | Stok Calçados (51 3066-3009) | Usufrutto (51 3594-4404) | VWK (51 3527-6104) | Zaak (51 3563-6323)

Bastidores: Produção de Moda e Estilo: Maggda Rammé Mombach (maggdamombach@hotmail.com) (51 8151-5008) | Fotografia: Juliana de Jesus (51 – 3593-4683) | Assistente de fotografia: Ivan Von Grohl e Gustavo Barbosa | Birô de Arte: Ale e Téia Franzeck (51 3593-4683) | Equipe de estilo: Geza Reblin e Nathy Luvizon (Lounge 51-35955161) | Direção geral: Ana Conti (51 8124-8571) | Make Up e Hair: Beto Klein e Graziela Prado (51 3593-9988) | Modelos: Cíntia Conti e João Hein (Way Model - 51 9316-6216) – Bárbara Lima (Prime - 51 3024-5454) | Cenário: Floricultura Clarice (Recanto da Flor do Campo - 51 3564-1848) Travessão / Dois Irmãos-RS

48

| Revista Expansão

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

49


[ No Provador ]

Modelage

Colcci

Consultora de Moda silvanahomrich@terra.com.br

50

| Revista Expansão

com franzid S Cantão

Silvana Homrich

e olharmos com atenção os desfiles veremos que novidades não são muitas. O que acontece é uma variação sobre os mesmos temas como o romântico, o étnico, os anos 80 e suas cores, as formas arquitetônicas, a alfaiataria e as cores claras, sempre presentes no verão. Mas, tem, sim, um jeito novo de se vestir que está relacionado à maneira de usar e misturar peças já conhecidas. A nova forma no visual são as modelagens amplas, que permitem montar interessantes looks proporcionais para esta silhueta. Esta, para mim, é a grande novidade da estação. As blusas, camisas e blasers surgem  de forma mais delicada e com diversos volumes. Com mangas franzidas, babados, tomara que caia e tecidos levinhos, e por vezes transparentes, devem ser combinadas com calças justas e saias curtas e sequinhas. Para as calças, reinam em absoluto o modelo amplo, seja pelo gancho baixo ou pelo excesso de pano ao longo das pernas. As sarouel, as pantalonas bem largas com pregas ou franzidas proporcionam um look cheio de design. Já as de alfaiataria, que aparentam ser um número maior, devem ser usadas com cinto e barras dobradas criando estilo e muita liberdade. Para acompanhar estas calças não convencionais, opte por blaser, jaqueta ou paletó (longo ou curto), acinturado por cinto. Ou então, use coletes sem mangas sobre tricô fino. Mas, mesmo com essa forte investida, a skinny não perde a importância quando combinada com a amplitude das blusas. O que vale mesmo é o que não fica muito certinho, tudo o que for usado de um modo não esperado.

Setembro/2009


m ampla

Setembro/2009

Movimento

Alessa

os e pregas

Revista Expans達o |

51


[ Estilo & Atitude ]

Maggda Rammé Mombach

Empresária E-mail e msn: maggdamombach@hotmail.com

Perfume: Calvin Klein MAN Não vivo sem: Notebook

“Time”: Piquete Filhos do Pampa (Grupo de Cavalgada) e Arteiros do Barro (Jipe Clube)

Música: CD dos amigos Cairon e Gustavo

Bebida: Ouzo (tradicional bebida grega)

Mal necessário: Smartphone

Livro: Como evitar preocupações e começar a viver (Dale Carnegie)

Hobby: Trilha de Jeep

LUCIANO BRAUN

(Miguel Monteiro)

Graziela Dannenhauer/Especial

Se acha que a competência custa caro, experimente a incompetência.

É natural de Campo Bom, tem 31 anos e é noivo da Daniela Salvador. Filho único, tem nos pais, Arlindo e Rosane, seu maior exemplo de disciplina, persistência, fé e trabalho. É vice-presidente do Sindilojas, conselheiro da ACI/NH/CB/EV e diretor – juntamente com seu pai – da Braun Móveis, indústria de móveis de alto padrão. Ter estilo é: ser autêntico. Essencial para a vida: saúde. Comida predileta: camarão ao forno. Sucesso: é o resultado da trilogia planejamento + trabalho + persistência. Apaixonado por percorrer trilhas de jeep - é membro do Arteiros do Barro – e por cavalgadas, onde participa efetivamente do grupo Piquete Filhos do Pampa, Braun é um homem de hábitos simples e que vive rodeado de amigos. Carismático, empreendedor e obstinado, é um líder nato, cujo maior dom é conciliar trabalho, lazer e família com dedicação e qualidade de vida.

Estilo & atitude by Braun Dedicação, persistência e profissionalismo 52

| Revista Expansão

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

53


[ Sapatos & cia ]

Couro impera para o verão

A Bottero aposta na multiplicidade de materiais e cores para sua coleção primavera-verão 2009/2010. Ao couro foram agregados tecidos naturais, estampados, cetins e tecnológicos. Também estão presentes cobras, crocos em diferentes texturas e cores, couro vegetal, nobuck, transfers e verniz. Para completar a mistura de estilos, entram os materiais naturais, além de pedras, metais e cristais.

Leveza e durabilidade

Mulheres batalhadoras

Pensando nas mulheres batalhadoras, mas que não perdem o glamour e a sensualidade no dia-a-dia, a Cillié lança uma coleção de bolsas e carteiras inspirada na diva do cinema Marilyn Monroe, ícone de todos os tempos. São vários modelos e cores, de diversos tamanhos que agregam design moderno e a praticidade de um acessório indispensável. A marca dispõe ainda de uma variedade de modelos da musa do cinema.

A Bull Terrier oferece modelos masculinos, femininos e infantis para variadas atividades outdoor, agregando leveza e durabilidade para transpor qualquer obstáculo. Seja para caminhadas, montanhismo ou escaladas de finais de semana, seja para a selva de pedra do cotidiano urbano, os calçados são garantia de conforto e segurança devido à confecção de seu solado em SBR de alta performance e biqueira de borracha que protege os pés. Para o estilo aventureiro e no diaa-dia os modelos são ideais.

Bossa Nova nos pés

A coleção de verão 2010 da Dumond foi criada ao som da Bossa Nova. O gênero musical serviu de inspiração para os lançamentos repletos de brasilidade. Para o verão 2010, o destaque são os saltos diferenciados, em especial o “Corcovado”, em forma de vírgula e chanfrado na parte de trás. Outra novidade está no desenvolvimento de couros exclusivos com texturas como crocodilo e cobra - que recebem tratamento manual para ficar com o acabamento mais natural possível, em tons fortes com toques lavados.

54

| Revista Expansão

Setembro/2009


INFORME ESPECIAL

Oportunizando esclarecimentos referente à saúde visual, a Safira abre com este espaço para médicos escreverem suas orientações, inovações e informações na área:

da

Visão Fotos: Divulgação

Crianças

Coluna

& Óculos

A falta de visão afeta 7% das crianças em idade escolar e 18% dos adolescentes

V

ocê tem visto muitas crianças usando óculos ultimamente? Tem se perguntado se a visão delas hoje em dia está pior do que as de antigamente? As crianças são as mesmas; porém pais, professores e pediatras estão, atualmente, mais atentos a esse aspecto. A falta de visão afeta 7% das crianças em idade escolar e 18% dos adolescentes. Muitos enxergam de maneira “desfocada” desde o nascimento, e não sabem que é possível melhorar sua visão. O problema costuma tornar-se evidente, quando entram na escola e precisam ver bem e de longe. Nesta fase, a alteração e suas consequências já podem estar estabelecidas, tornando-se irreversíveis. O ideal é que o bebê seja submetido ao teste do “olhinho” ao nascer, e a um exame oftalmológico completo no primeiro ano de vida, feito pelo especialista. Quando o problema é detectado, ele pode ser corrigido com o uso de óculos, que permite, então, a estimulação da visão e o seu desenvolvimento normal. Entretanto, isso precisa ocorrer na fase em que a criança está “aprendendo” a ver, nos seus primeiros anos de vida. Toda criança merece e deve ser examinada. Em famílias, onde há histórico de problemas oftalmológicos, especialmente, na infância, o exame é imprescindível.

Setembro/2009

Esteja atento para estes sinais de alerta: falta de interesse em pessoas ou objetos distantes, a necessidade de aproximarse para ver a televisão, esfregar ou apertar os olhos, desconforto com a claridade, fechar apenas um dos olhos à luz ou dificuldade na escola. Se você ainda não levou seu filho para uma avaliação oftalmológica, ou notou algum destes sinais, não perca mais tempo! O exame é simples, indolor, e o uso dos óculos pode permitir à criança uma infância “normal”, vendo tudo que acontece ao seu redor. Não prive seu filho disso! Faça o seu exame oftalmológico!

Médica oftalmologista doutora Ediane Ávila Centro Clínico Regina Rua Doutor Maurício Cardoso, 833, sala 403 - Novo Hamburgo (51) 3065-6556

Revista Expansão |

55


[ Estética & beleza ]

Fotos: Sandra Hess/Especial

O bambu como extensão dos dedos R

eceber uma massagem é bom não só para o corpo como para a mente, já que, além de relaxar, produz efeitos estéticos significativos. Agora, esta maravilha também apresenta uma deliciosa variação. Que tal receber massagem com a ajuda de bambus? Centros estéticos estão apresentando a novidade que auxilia no tratamento da celulite, flacidez e gordura localizada. Além de tonificar os músculos, ativa a circulação sanguínea, revitaliza a pele e remodela a silhueta. As varas se tornam uma extensão dos dedos dos massoterapeutas e fisioterapeutas. Seja em qualquer período do ano, junto a um ambiente climatizado, com uma música agradável e aroma de óleos essenciais, Cailin Grützmann, da Única Beleza & Estética, de Novo Hamburgo, aplica a téc-

56

| Revista Expansão

Centros estéticos apresentam nova modalidade de massagem, a bambuterapia, que provoca novas sensações, relaxa e modela Por Sandra Hess/Free-lancer

nica originária da França. “São inúmeras sensações que a pessoa experimenta”, relata. Dos pés à cabeça, a profissional rola e desliza bambus de diferentes tamanhos e diâmetros. “Essa é a principal diferença, pois facilita a modelagem em todas as regiões do corpo”, explica. Em Estância Velha, Cheila Zimmer, da Ísis Estética & Boutique, alia o bambu com outras técnicas. “Enquanto faço movimentos com o bambu, gosto de colocar pedras quentes sobre as costas, a fim de garantir o relaxamento”. A massoterapeuta afirma que muitos clientes tem receio de que a técnica vá doer. “Mas depois que é aplicado, saem satisfeitos”, completa.

Setembro/2009


Rolar e deslizar Aquecidas numa manta, as varas são conduzidas pelo corpo com o auxílio do óleo essencial. “Há um cuidado especial no material, que deve estar envernizado e sem qualquer tipo de ranhura”, informa Cheila. Como em toda massagem, existem restrições para pessoas que tenham câncer, trombose, pressão alta, diabetes, doenças cardiovasculares e aparelhos ginecológicos (DIU). As gestantes devem possuir uma autorização médica. “Fazemos uma avaliação da saúde e a expectativa da pessoa em relação ao tratamento para então intensificarmos a massagem”, explica Cailin. As sessões duram em média 50 minutos e podem ser feitas até duas vezes por semana. Por meio da pressão e da velocidade, o bambu é deslizado sobre os pés, as pernas, os glúteos, a barriga, a virilha e as costas, chegando até a face. “A massagem é revigorante e semelhante a um exercício de musculação, pois a sensação é como se a pessoa estivesse exercitando a área”, completa Cailin. A atendente Meive Bernardes, 30 anos, que A massagem vem fazendo a bambuterapia, fala dos benefícios é revigorante já constatados no corpo. “O resultado é muito bom e semelhante na redução de medidas”, diz. Ela explica que existe uma sensação de desconforto no início, principala um exercício mente quando há um acúmulo de gordura, mas ao de musculação, final da sessão, a sensação é gratificante. pois a sensação O profissional aplica a pressão sobre o bamé como se a bu conforme a parte do corpo e o objetivo da maspessoa estivesse sagem. “É preciso conhecer a sensibilidade do exercitando cliente para garantir o melhor resultado”, explica Cheila. A técnica pode ser associada também ao a área. shiatsu, isometria e drenagem linfática. “Com o uso das pontas do bambu, produzimos estímulos nos pontos energéticos e zonas reflexas das mãos, dos pés e do rosto”, exemplifica Cheila. Na Equilibrium Saúde & Bem Estar, de Dois Irmãos, a técnica vem sendo aplicada desde abril. A massoterapeuta Débora Blume vem oferecendo a massagem, entre uma dezena de outras. “Gosto de aplicá-la para a parte de relaxamento, a fim de diminuir o estresse e a ansiedade, mas cada profissional possui um modo de trabalhar”, destaca. A vendedora Cristiane Dilkin, 23, gosta da bambuterapia também para relaxar. “Sinto dores nos ombros e pelo menos uma vez por semana, gosto de fazer a massagem”, conta.

Cirurgia ambulatorial da hérnia de disco sem necessidade de internação

Cirugias por laser e radiofrequência, sem corte e com anestesia local

Cirurgias por vídeo

Bloqueios da dor no próprio consultório

Tratamento clínico e cirúrgico da escoliose

Cirurgia da artrose e desgaste discal

Tratamento das lesões traumáticas ligamentares

Fraturas da coluna

Deformidades torácicas residuais

Dor residual pós-cirurgia

O Dr. Evandro Porto possui ampla experiência em cirurgias da coluna, tendo formação e sendo membro titular da Academia Brasileira de Neurocirurgia e da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia. Atende em horário a ser marcado na Clínica e Ortopedia Marcilio Dias Novo Hamburgo – RS

Saiba mais: Para os chineses, o bambu representa força, beleza, leveza e flexibilidade. A técnica permite ao terapeuta firmeza e precisão no toque ao trabalhar diversas partes do corpo. Cada vara tem uma função. A massagem relaxa, pois reduz a tensão e desperta a energia, deixa a pele flexível e promove uma drenagem linfática e auxilia na diminuição da celulite.

Setembro/2009

- CIRURGIA E TRATAMENTO CLÍNICO DAS DEFORMIDADES DA COLUNA - CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA DA COLUNA - TRATAMENTO DA DOR LOMBAR RECORRENTE PÓS CIRURGIA DA COLUNA - FISIOTERAPIA E REABILITAÇÃO Revista Expansão |

57


[ Vida & Saúde ]

gripe A As piores dúvidas da

A

Revista Expansão procurou o infectologista Fernando Bergel Lipp (foto), cooperativado da Unimed Vale do Sinos, para esclarecer as dúvidas geradas na Internet sobre a gripe A, que surgiu neste ano. Ele assinalou e corrigiu algumas perguntas e respostas, publicadas nesta seção, que rolam soltas e livres no mundo virtual. “Tem perguntas e respostas sem nexo. É preciso muito cuidado neste momento e buscar as informações diretamente com o médico”, destaca Lipp. Ele explica que a diferença de um resfriado e uma gripe são os sintomas. O resfriado é uma infecção de vias aéreas causada por diferentes vírus. Já a gripe é um vírus específico, o Influenza, que acomete o organismo. Ele é dividido em três sorotipos (A, B e C). “É o grande responsável pelas pandemias e epidemias é o vírus tipo A”, salienta. Mas este vírus apresenta

58

| Revista Expansão

Médico infectologista alerta que informações na Internet podem estar incompletas ou erradas Por Graziela Dannenhauer

material genético diferente dos outros já identificados, como o da gripe espanhola, aviária, de Hong Kong e asiática. De acordo com o médico, o comportamento e a definição desse vírus é uma incógnita, porque, primeiro, é necessário que a pandemia acabe. “A população está exposta sem imunidade a ele. E, provavelmente, uma grande parcela das pessoas terá contato com este vírus e adquirirá imunidade. E ele vai causar problemas de saúde conforme cada organismo. Há pessoas que tinham dificuldades respiratórias e se recuperam, outros que não tinham nada e morreram. Então, cada caso é um caso”, explica o infectologista. O vírus deve-se propagar até que não existam mais pessoas suscetíveis em quantidade suficiente para manter uma alta taxa de transmissão. “Depois disso, ele deve permanecer com níveis de transmissão reduzidos”. Informações 3595-5311 ou pelo e-mail fblipp@gmail.com.

Setembro/2009


1. Quanto tempo dura o vírus em uma maçaneta ou superfície lisa? O tempo de sobrevivência é variável, dependendo das condições ambientais. É possível a permanência de vírus viável por alguns dias em superfícies. 2. Quão útil é o álcool em gel para limpeza de mãos? Inativa o vírus, desde que não haja sujeira visível nas mãos – neste caso, o uso de água e sabonete é necessário. 3. Qual é a forma de contágio deste vírus? É eliminado através de gotículas de secreções orais e nasais, que contaminam o ambiente e são carreadas às mucosas da boca e nariz das pessoas suscetíveis através das mãos contaminadas. 4. É possível adquirir o vírus em aviões? Existe o risco devido à circulação das gotículas pelo sistema de ventilação. 5. Como posso evitar o contágio? Lavagem de mãos constante, particularmente após contato com superfícies com possibilidade de contaminação (balcão, maçaneta, corrimão). 6. Qual é o período de incubação do vírus? Em média de 1 a 4 dias, iniciando-se os sintomas após este período. 7. Quando se deve tomar o remédio? Após avaliação médica. 8. De que forma o vírus entra no corpo? Ele penetra pelas mucosas oral e nasal, após ser carreado pelas mãos contaminadas. 9. O vírus é mortal? A mortalidade é baixa, sendo observada evolução complicada principalmente em pacientes com fatores de risco. 10. Que riscos tem os familiares de pessoas que faleceram com o vírus? Podem desenvolver a doença ou ser fonte de transmissão se estiverem contaminados, mas não apresentarão necessariamente infecção mais severa devido ao óbito do paciente-fonte.

Crianças podem adquirir Influenza como os adultos, ressaltando-se que costumam disseminar a doença por um período de tempo maior.

19. Posso fazer exercício ao ar livre? Sim, pois a chance de contaminação em áreas abertas sem aglomerações é pequena. 20. Vitamina C tem alguma utilidade para esta infecção? Não existe evidência de que a vitamina C auxilie no combate à infecção pelo Influenza, devendo seu uso ser avaliado por profissional médico. 21. Quem é menos suscetível? Todas as pessoas são.

11. A água de tanques ou caixas d’água transmitem o vírus? O tratamento a que é submetida para consumo elimina o vírus.

22. Se comparecer ao velório de alguém que morreu desse vírus posso me contaminar? Recomenda-se a manutenção das medidas de prevenção com pessoas falecidas devido à possibilidade de o vírus permanecer ativo, depois do óbito.

12. Qual a principal causa de morte devido ao vírus? A principal que ocasiona o óbito é a pneumonia.

23. Qual é o risco das mulheres grávidas? As gestantes constituem grupo de risco para complicação pela doença, sendo indicado o tratamento específico (após avaliação médica).

13. Quando se inicia a transmissão? São 24 horas antes dos sintomas e, em média, até 7 dias após início dos mesmos em adultos e 14 dias em crianças.

24. O feto pode ter lesões se uma mulher grávida adquire a doença? Não se observou até o momento dano fetal causado pelo Influenza.

14. Qual é a probabilidade de reinfectar-se com o mesmo vírus? Inexistente devido ao desenvolvimento de imunidade duradoura.

15. Onde encontra-se o vírus no ambiente? O vírus apresenta capacidade limitada de sobrevivência fora de organismos vivos, uma vez que utiliza as células destes para se multiplicar.

16. Qual é a idade mais acometida? Todas as faixas etárias são suscetíveis; porém, observa-se mais em adultos. 17. O que mata o vírus? Uso de produtos de higienização costuma ser efetivo para eliminar o Influenza.

Setembro/2009

18. É útil o uso de máscara? A máscara cirúrgica serve como uma barreira para evitar a disseminação das gotículas no ambiente, devendo ser utilizada por aqueles com sintomas respiratórios e pelos profissionais de saúde que prestarem atendimento a estes pacientes.

25. As pessoas com Aids, diabetes, câncer, etc., podem ter maiores complicações que uma pessoa sadia se apresentarem a doença? Pessoas com problemas de imunidade e determinadas doenças crônicas podem apresentar complicações. 26. Se fui vacinado contra a influenza sazonal estou imunizado quanto a gripe A? A vacina para o Influenza sazonal não demonstrou efeito protetor para o vírus responsável pela pandemia. 27. Pode-se comer carne de porco? O cozimento da carne elimina quaisquer partículas virais que porventura possam existir. 28. Posso tomar acido acetilsalicílico (aspirina)? Somente com orientação médica – o uso de ácido acetilsalicílico e seus derivados pode se associar a síndrome de Reye (reação que acontece no organismo afetando principalmente o fígado e o sistema nervoso central).

Revista Expansão |

59


[ casa & Estilo ]

Jaqueline Fischer Zapelini

Casa Brasil

Arquiteta jaque@zapelini.com.br

O principal elemento de uma boa decoração é saber compor as tendências com a personalidade do cliente.

60

| Revista Expansão

A

2009

Casa Brasil, feira de móveis e design é um dos melhores eventos do setor e tem como objetivo mostrar reconhecimento na fabricação de móveis. A edição deste ano foi de 4 a 8 de agosto no Parque de Eventos de Bento Gonçalves e superou as expectativas. A feira mostrou o que é tendência em móveis de alto padrão, decoração e complementos para ambientes residenciais e corporativos, direcionada a profissionais de arquitetura, designers e lojistas. O padrão internacional surpreendeu arquitetos, representantes e visitantes que frequentaram a feira este ano. O destaque esteve na utilização de materiais alternativos, como acrílico, plástico, fibras, lã e outros, além de novas formas, novas texturas e cores. A grande tendência foram os revestimentos com acabamento de alto brilho que deram um toque especial aos projetos concebidos, valorizando os diversos tipos de madeira além dos revestimentos laqueados coloridos que encantaram os visitantes . Os espelhos também tiveram participação especial na feira. Os projetos utilizaram muitos deles de forma bastante criativa fugindo do convencional como em ambientes de copa e cozinha, revestindo móveis e paredes.

Setembro/2009


A iluminação valorizou os projetos. Muito usada de forma indireta, ela tornava os móveis mais atraentes e chamava atenção pela grande quantidade e utilização em locais inusitados como tablados, interior de móveis e painéis servindo como imensos abajures tornando os ambientes aconchegantes.

Fotos: Jaqueline Fischer Zapelini/Divulgação

A aplicação de imagens em forma de painéis e adesivos fez com que os projetos tivessem mais vida e cor. Alguns ambientes muito limpos tornaram-se mais interessantes revelando a personalidade do usuário.

Setembro/2009

A Casa Brasil foi um evento que uniu criatividade, qualidade e inovação!

Revista Expansão |

61


INFORME ESPECIAL

Quer inspiração para

para mudar? Sensações, cores e inspirações, estes são os caminhos que a IdeaCor segue ao completar o primeiro ano de dedicação! Foto: IdeaCor/Divulgação

62

| Revista Expansão

M

ude sua casa com uma tinta que inspira a decorar com cores. Porque a cor das paredes é um elemento de decoração muito importante para criar um ambiente com seu toque pessoal. Para ajudar, a IdeaCor nos traz a tecnologia internacional para o desenvolvimento de cores da Coral e podemos escolher entre as opções prontas do catálogo ou preparar especialmente para o seu projeto, uma das mais de duas mil cores do leque. Como? Apresentamos a vocês o simulador de cores, que a cada dia se aprimora e facilita ainda mais nossa vida. Ele traz as nuances da linha Decora, uma tinta acrílica de qualidade premium, para ambientes internos e externos. Tem baixo odor, fácil aplicação, excelente cobertura e acabamento sofisticado, encontrada nas versões fosco, semibrilho e acetinado. É um conceito de soluções em decoração, que transforma o momento de escolher a tinta em uma experiência tranquila, segura e prazerosa. Se você gosta de mudanças que tornam a vida melhor, deixe a IdeaCor inspirar seus passos e as sensações pintarem! Você vai ver como é bom mudar para melhor!

Setembro/2009


Deise Soares & Giorgia Cecconello Arquitetas

deise.giorgia@hotmail.com

PROJETO Martina Kuhsler

Contemporâneo

ao máximo

Design em portas de alumínio e vidro é sinônimo de contemporaneidade e, sem dúvida, de organização e beleza

U

ltrapassando as tendências, o vidro, nos projetos de design de interiores e arquitetônicos exerce um fascínio. Usado como um coringa nos mais diversos ambientes, ele traz leveza e sofisticação. A união de portas de perfil de alumínio com o vidro, nas mais

variadas formas e cores, usado em diversas ocasiões, surpreende sempre. Solução para espaços pequenos, divisor de ambientes, armários e organizadores, usadas em dormitórios, closets, cozinhas, escritórios, banheiros, enfim, a infinidade e a variedade de uso é tanta que a criatividade não tem limites. ALCOM/Divulgação

Adesivadas, coloridas, com perfis de formas diferentes, as portas deslizantes deixam cada projeto personalizado, pois são feitas sob medida, de acordo com a necessidade e projeto pela Alcom Alumínios, que está sempre pronta para nos atender nas mais diversas exigências...

Setembro/2009

Revista Expansão |

63


[ Gastronomia ]

Chefs são chefes

de mão cheia Festival traz grandes nomes da gastronomia internacional a Gramado e promete agitar a Serra com seus eventos degustativos

G

ramado se tornará o principal pólo gastronômico do País entre os dias 4 e 13 deste mês, reunindo 11 dos mais importantes chefs brasileiros e internacionais. A 3ª edição do Festival Internacional de Gastronomia de Gramado deve receber cerca de 20 mil participantes foi apresentada à imprensa e a autoridades em um almoço no dia 22 de agosto. O presidente do Festival, Alemir Coletto, destacou que os chefs franceses são uma homenagem do evento ao Ano da França e que eles irão comandar festins em alguns dos melhores restaurantes e, durante o dia, ministrarão workshops e oficinas abertas ao público, na Rua Coberta. “Para acompanhar a composição e degustar os pratos preparados pelos mestres, basta uma inscrição prévia e a doação de um quilo de alimento não-perecível”, descreve Coletto.

Prato assinado pelo chef alemão Deff Haupt

64

| Revista Expansão

Setembro/2009


Fotos: Divulgação

Prato criado pelo chef francês David Etcheverry

Com lugar de destaque na seleta lista de eventos que integram o Circuito Nacional de Gastronomia, ao lado do tradicional Festival de Tiradentes, o Festival de Gastronomia também terá degustação de mais de 600 rótulos de vinhos e espumantes, além da novidade deste ano: degustação de cervejas no Box Bohemia, na Praça Major Nicoletti. Outra inovação é a realização de duas degustações de vinhos de excelência na estação da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel). A primeira consistirá de cinco grandes vinhos do mundo (Portugal, Espanha, França, Itália e América do Sul), e na avaliação de Robert Parker (um dos maiores e mais respeitados degustadores, chamado de Imperador do Vinho). A segunda consistirá de uma vertical degustação de pelo menos seis safras de um vinho ícone.

Setembro/2009

Renomados Entre os 11 chefs participantes desta edição, cinco são franceses. Para deleite do público, durante a noite eles estarão à frente da cozinha de alguns dos melhores restaurantes de Gramado - uma verdadeira festa para o paladar. Os nomes deles e dos demais mestres da Alemanha, da Espanha, do Japão e do Brasil chamam a atenção pela quantidade de prêmios acumulados. A começar pelo alemão que atualmente reside no Canadá, Deff Haupt, Medalha de Ouro de melhor prato 2008 no Restaurante Renoir, no Sofitel Montreal, onde é chef-executivo. Da França, desembarcam no festival o dono do aclamado Le Gibus Cafe, na Normandia, Olivier Briand, co-inventor da manteiga de cacau mycryo para cozinha salgada, membro da Association des Chefs a Domicile de France e agraciado com duas estrelas no Guia Michelin, o chef David Etcheverry, residente de alguns dos mais recomendados restaurantes franceses e premiado com uma estrela no Guia Michelin por seu cardápio no Restaurante La Saison, em Saint Grégoire Ouverture, Olivier Etcheverria, membro do Conselho Europeu de Gastronomia, professor da Universidade de Angers, na França e co-autor do livro Atlas Mundial de Cozinha e Gastronomia, Julien Montbabut, sub-chefe do Restaurante La Grande Cascade, de Paris, premiado com duas estrelas no Guia Michelin, e Jean Paul Bondoux, chef e proprietário do La Bourgogne, em Punta Del Este, Mendoza e Buenos Aires. Os premiados chefs que comandam os festins também ministram, durante o dia, oficinas e workshops abertos ao público, nos quais os mestres falarão sobre suas especialidades e apresentarão suas criações. As atividades artísticas são diversificadas e ocorrem na Rua Coberta Madre Verônica.

Serviço: O quê: 3º Festival Internacional de Gastronomia de Gramado Quando: 4 a 13 de setembro de 2009 Onde: Rua Coberta Madre Verônica, em Gramado Informações: (54) 3295-2296 contato@elencoeventos.com.br

Revista Expansão |

65


[ à Moda da Casa ]

66

| Revista Expansão

Setembro/2009


Uma carne bem

Por Graziela Dannenhauer

temperada Fotos: Graziela Dannenhauer/Especial

Prato típico alemão, mas com o detalhe de Diestmann com queijo e bacon. A filha Vitória sempre acompanha o pai

Lombo recheado · ·

PREPARO 1h30min COZIMENTO APROXIMADO 1h15min RENDIMENTO 8 PORÇÕES

Ingredientes • • • • • •

1,7 quilo de lombinho 2 colheres de sopa de alho picado 2 colheres de sopa de tempero pronto 2 colheres de chá de sal fino 300 gramas de queijo mussarela 8 fatias de bacon

Para acompanhar Empresário faz lombo recheado com bacon e queijo, acompanhado de molho madeira

arroz branco, molho madeira (pode ser comprado pronto) e batata cozida

empresário Henrique Diestmann, 39 anos, é um cozinheiro de mão cheia nos finais de semana, quando está com a família. Casado com Regina, 39, com a qual tem os filhos Vitória, 11, e Gabriel, 2, ele gosta de preparar as refeições com descontração entre as brincadeiras da esposa e dos pequenos. “Eu só tenho um dia livre na semana, que é o domingo. Então, já no sábado à noite a cozinha é minha”, conta o empresário. A esposa também é empresária. Enquanto Diestmann prepara a comida, a responsabilidade dela é de lavar a louça. “Eu não gosto de lavar a louça”, confirma. Ele lembra que foi começando a inventar receitas que aprendeu a cozinhar. “Gosto de uma comida mais molhada e as faço sempre incrementando novos pratos. Na questão preferências, fico com os pratos típicos alemães”, salienta. Diestmann também participa todas as quintas-feiras de um grupo de amigos, em que há 14 anos, um deles é responsável pela janta do dia.

Faça a mistura dos temperos de alho, o pronto e o sal fino. Corte buracos na carne de porco e insira essa mistura nos espaços abertos. Depois coloque o porco para assar durante 1 hora, a 200 graus de temperatura. Em seguida, corte pedaços de dois centímetros de largura, deixando 1 centímetro de altura de carne inteira na base. Entre cada fatia, coloque um pedaço de queijo e outro de bacon. Recoloque a travessa no forno e deixe assar por cerca de 15 minutos, dourando o queijo até que fique crocante.

O

Preparo


[ ZITA PEREIRA ] Trace objetivos para sua vida. Melhor ainda: para cada dia.

Colunista social zitapereira@revistaexpansao.com.br

Raquel Braz Ribeiro/Especial

(Autor desconhecido)

Zita Pereira

Caixinha de surpresa

Luciana Gimenez vai estrelar um filme. Se como apresentadora ela é uma fábula, imagina como atriz. Certamente o maridão, um dos manda-chuvas da Rede TV, emissora na qual ela atua, of course, vai bancar a produção para realizar o sonho de sua amada que, além de atrapalhada, de inteligente também não tem nada. Mas quem pode, pode... E ela pode!

O escolhido

O título da produção será Por um Sonho de Verão e ela encarnará Estela, mãe de uma jovem que se envolve com um rapaz que sofre de câncer. Seu marido na telona será vivido por Alexandre Borges. Uma escolha da boa, né?

68

| Revista Expansão

Revelação

Ângela Ventorini é a grande revelação do ano na cidade. Acaba de lançar seu primeiro livro e já ganha espaço como virtuosa escritora. De família tradicional, a caçula de Rovena Ventorini escreve de forma simples e direta, mas com roteiro instigante, mantendo um certo mistério. Impossível parar de ler. Pessoalmente iniciei a leitura à noite e obsessivamente terminei na A grande descoberta: a autora e sua obra. Ambas um sucesso! madrugada. Um Piscar de Olhos é para ler, se envolver e querer terminar, literalmente, num piscar de olhos, para ver o final. São 194 páginas de puro envolvimento. O coquetel de lançamento, com sessão de autógrafos, reuniu uma coleção de nomes conhecidos da cidade no restaurante Cravo & Canela comandado pela família, na Joaquim Nabuco.

Graziela Dannhauer/Especial

Ela manda

Papo rápido

Movida a jato, Nalia dos Santos é o profissionalismo e a competência personificados. Mãe do Gustavo, namorada do Ben-Hur Pereira, formada em Direito, pósgraduada e especialista em administração e negócios imobiliários pela faculdade de Administração do Senac/ RS, atua há 22 anos no ramo imobiliário e há seis meses acaba de dar uma virada na carreira ao assumir a gerência comercial da Mosmann Incorporações, uma das mais conceituadas do setor e responsável por uma das mais belas paisagens urbanas de Novo Hamburgo. Objetiva como ela só, sua bolsa é seu reflexo. “É imprescindível o meu gloss da Victoria´s Secret”, diz, logo de início. Também não anda sem protetor solar de rosto. Workaholic, não pode ficar sem uma calculadora HP, nem sem uma bússola, para detectar a exata posição solar dos empreendimentos que comercializa. A foto do Gu tem destaque na carteira onde leva ainda cartões da Mossmann, pen drive, lenços umedecidos, lenço de nariz e um terço que trouxe do Vaticano. Focada, prática e hiperocupada, se divide entre o filho, o trabalho, o namorado e a família. Nalia é um furacão, por onde passa deixa seu rastro de positividade, seu sorriso - marca registrada dela - e seu poder. Porque ela é - comprovadamente - poderosa!

Setembro/2009


Fotos: Sérgio Jost/Especial

Com a palavra: ao microfone Clayton, rápido e rasteiro, dá uma pincelada sobre o por quê do encontro, tendo ao lado os sócios Ivan Chemale e Edson Maciel. O objetivo da noite era comemorar o sucesso, os 18 anos e as novas instalações da Sinoscom

Grande feito

Clayton Andrade está se tornando o rei da festas. Para brindar os 18 anos da Sinoscom Tomografia e Ressonância Magnética fez festa de arromba no Restaurante Monumento da Sociedade Aliança. O criativo convite em forma de barril de chope já dava dica de como seria a festa. A Sinoscomfest foi uma oktoberfest estilizada, com cardápio típico alemão, copos de chope personalizados, decoração de guirlandas e velas, obra-prima de Janir Wermann, da FlorEfeito, bandinha da mesma origem e o som alternativo da Jane Mor e Banda. Teve discurso dos anfitriões, os médicos Clayton, Edson Maciel e Ivan Chemale, os ousados investidores da tecnologia em medicina de ponta, de amigos, de funcionários, além da mãe de Clayton, Terezinha Petry Andrade e muita animação. Depois do jantar e do informal pronunciamento a festa rolou solta e para surpresa geral Clayton deu um show de tango, quadro preparado por ele e sua professora de dança, Elaine Pospichil. Arrancou aplausos da plateia formada por muitos amigos. Depois, ele e sua bela Maísa, bem sincronizados, deram outro show dançando uma salsa. O também professor de dança Nilson Mendes - o Marrom – igualmente mostrou seu compasso arrastando a mulherada para a pista. Ele e Kátia Goulart foram imbatíveis rodopiando pelo salão em ritmos diversos. Foi noite marcante, divertida, onde todos fizeram a festa junto com Clayton e sua trupe. Nos eventos da empresa ninguém consegue ficar parado. É encontro para dançar e comemorar. Afinal, vitórias devem ser comemoradas e a maioridade da Sinoscom é um grande marco para seus fundadores e para nós hamburguenses. Eles sim, mentes brilhantes, é que são de ponta. Reverências mil ao pioneirismo de Clayton e demais fundadores da Sinoscom.

Carlos e Aninha Hauschild comandaram a mesa formada por Leila e Luisão Scheffel e Lígia e Neni Ody. Bateram entusiasmadas palmas à empresa e seus líderes

Parceria boa: o grupo da Unicred aplaudiu os visionários empreendedores

Setembro/2009

Revista Expansão |

69


[ ZITA PEREIRA ] Fotos: Divulgação

DJ em ação: Guilherme dá o tom ao agito

Som na caixa

Guilherme Thoen fez aniversário e a noite que comemorou a nova idade foi regida a house e psy, som que ele domina como ninguém. O filho mais novo de Neca e Biguá Thoen é a grande revelação da nova geração de DJs da música eletrônica. Conhecido na nigth como DJ Gui Thoen, o bonitão vem mostrando a que veio. Em noite recente botou a turma da capital pra dançar, lá em Porto, e arrasou. Dominando as carrapetas, Mister Gui vem com tudo. Guardem este nome!

Nota dez: Isadora com os participativos e festeiros pais, Clódio e Lígia. Uma invejável superfamília

Joia lapidada

Isadora Brandão da Silva, a linda, responsável, meiga, gracinha e tudo mais de bom e bonito chega aos 18 anos bem festejada pelos unidos e superamigos pais, Lígia e Clódio. Os 15 anos dela foram uma comemoração e tanto, com direito a champanhe estourado pelo pai com um sabre. A maioridade foi comemorada com estilo idem na ampla e moderna casa da família e dividida em duas fases: a dos adultos e a dos jovens. Uma a base de salgadinhos, doces e guloseimas, outra a base de pratos quentes e sobremesa de doces variados. As reverências a Isadora, uma menina

Arlindo Cruz: guardem este nome. Da Expansão, que fez sucesso lá no Rio, todo mundo já guardou

A voz da hora

Arlindo Cruz, compositor que tem suas músicas nas vozes de Zeca Pagodinho, Beth Carvalho e muitos outros nomes do gênero, é o queridinho da temporada carioca. Ele que sempre se manteve nos bastidores, saiu de trás dos panos, lançou um DVD e mostrou sua cara, sua voz e seu talento. É o cara da hora. Bom demais. Em show no Barril 8000, na Barra, Rio, mostrou a que veio, foi apresentado à Revista Expansão, elogiou a qualidade da revista e olha ele aqui com ela!

70

| Revista Expansão

Queridos: o beijinho dos namorados depois “do parabéns” e da joia que ele deu pra ela. Que amor!

O bolo: uma réplica do carrão e dela com uma chavezinha em cristal swarovski na mão, fazendo pose encostada no presentão que ganhou dos pais. Tipo assim, cheguei!

moderna, mas diferente de tudo o que se vê por aí, foram bem merecidas. Ela é uma menina de ouro - ela vale ouro! -, que o digam os pais, seus fãs número um, a irmã Isabela, a superpresente tia Suely Rubin da Silva e o namorado Felipe Cervi que, elegante, a presenteou com anel. Para selar com chave de ouro esta etapa da vida da doce Isadora, ela ganhou dos pais uma Pajero TR4, da Mitsubishi, amarela, para combinar com sua morenice. Recém nos 18 anos, Isadora, já é joia totalmente lapidada. Ela é tudo de bom!!!

Setembro/2009


Pequena notável

Jéssica Sperb, a Glamour que acaba de passar a faixa, deixou um legado em bem servir. Participativa, representou a Liga em eventos sociais, comunitários e deixou bem marcada sua passagem como a representante da LJ. Sua família – os pais, Denise e Jorge Sperb, os avós, Vera e Irineu Sperb, e as irmãs, Letícia e Jaqueline – deu total suporte à bela e querida Glamour 2008/2009. Jéssica foi uma das mais notáveis Glamours.

Mais uma vez a anual Feijoada da Liga Feminina de Combate ao Câncer (LFCC), de Novo Hamburgo, a de número 15, foi marcada pela generosidade. Bons gourmets ocuparam as mesas do Restaurante Panorâmico da Fenac para beneficiar a entidade que chega aos 25 anos com fôlego e boa vontade, e se deleitar com o prato, obra primorosa dos cozinheiros e grandes aliados da LFCC, Leandro Huf e Mauro Kunzler.

Faltava ela

Uma turma bacana se junta às lideranças da Liga para auxiliar no atendimento. Alessandra Becker, Glamour 1987, e o marido Marcos Dias são apenas um dos bons exemplos. Sem contar a trupe que atua fielmente pela entidade regida sem glamour, mas com maestria, por Traude Schneider, que afirmo: altruísta, está no lugar certo. Só faltava ela.

Tudo certo

Ocasião perfeita, encontro de gente do bem, sobremesas de acordo com o prato, feitas pela mulherada da Liga. A Feijoada é um grande mutirão pela vida - dos outros.

Jéssica Sperb: linda e atuante. Deixou sua marca na calçada da fama da LFCC

Mostrando serviço Mulheres maravilhosas: Iria Jung, Regina Dau e a presidente Traude Schneider. As mosqueteiras do bem. Elas são todas por muitos

Setembro/2009

Papo rápido

Fotos: Divulgação

Mutirão do caldeirão: a glamour Bruna com o chef Mauro, Sérgio Wiest, o chef Leandro, Marcos Dias e Clóvis Schwan. Todos em ação por uma boa causa

Feijão maravilha

Atuante, a nova Glamour, Bruna Louzado Gasperin, também mostrou a que veio, os arranjos das mesas e as rosas distribuídas aos pais foi ela quem captou a doação. Com certeza fará de seu mandato a frente da Liga Jovem, um grande ano, com total participação da mãe, a estudante de direito, Mara, e pleno apoio do pai, o modelista Jocelito e total suporte da irmã, Betina. Bruna é linda e engajada. É certo, representará seu grupo com soberania.

Revista Expansão |

71


[ ZITA PEREIRA ] Segurança sim, charme também

Pesquisas confirmam: elas preferem os grandes e robustos. Calma. Estamos falando de automóveis. Nós não queremos mais o carro da Penélope Charmosa e, sim, conforto e segurança. Por conta disso as caminhonetes são as preferidas. Se antes os carros grandes metiam medo, hoje eles passam estabilidade, como uma caixa blindada, neste trânsito caótico, onde o maior devora o menor. Os carros mais altos passam a sensação de proteção, daí a preferência das mulheres pelas caminhonetes. E mais, as mulheres são responsáveis por até 70% das decisões de compra do setor e também influenciam a escolha dos maridos. E quem pensa que é tudo corde-rosa conosco na relação compra e venda se engana. A mulher é muito mais “fuinha” na hora de adquirir sua máquina, quer tudo de bom e bonito. Mas longe de ser Penélope. Penélope, não. Charmosa, sim senhor!

Superavós

Ivanir e Gilson Kern, casal superbonito, parceiro e festeiro, que manda bem uma noite inteira na pista, ficaram avós, mas não perderam o pique. Nicolas Kleber Kern Yuvone, herdeiro da única filha mulher, a linda e loira Juliana, trouxe, sim, ainda mais jovialidade à dupla e encheu a vida dos Kern, que conta ainda com os tios Gustavo e Marcelo, de felicidade. Nicolas é um menino de sorte: escolheu uns avós do barulho e caiu na família certa.

72

| Revista Expansão

Inverno é Show no Serrano Resort. Com este slogan o Hotel Serrano lançou o Serrano Music Fest, evento apresentado durante coquetel que reuniu personas vips. A noite de avant-première se estendeu com pocket shows dos espetáculos Estrelas, Latinidad e Elis, A Força de Uma Voz, no Teatro Lupicínio Rodrigues, no Serrano Centro de Convenções, em Gramado. Como sempre, Fabiana Costa, cujo nome é sinônimo do hotel, foi hostess de primeira grandeza e cintilou na estelar noite. Aliás, ela é a própria estrela. Durante o Festival de Cinema, então, virou a própria constelação e brilhou tanto quanto elas... as estrelas do evento e do firmamento.

City tour

Saúde!

A inauguração do Centro Diagnóstico do Hospital Unimed, mês passado, reuniu grupo de médicos junto a uma gama de convidados para mostrar que a melhor estrutura em diagnóstico está no lugar certo. Ressonância Magnética e Tomografia Computadorizada chegaram por meio da parceria firmada com Sinoscom e Irradial, além de outra infinidade de serviços de alta tecnologia. Quem lá foi, teve a honra de conhecer em primeira mão os equipamentos de última geração que darão resultados rápidos e precisos. O presidente da Unimed, Francisco Pilla, fez a abertura solene, tendo ao lado o prefeito e a primeira-dama da cidade, Tarcísio e Sílvia Zimmermann, os médicos Jorge Siebel, diretor de Mercado da Unimed Vale do Sinos, Clayton Andrade e Ivan Chemalle, da Sinoscom e Irradial, além de muitos outros nomes igualmente importantes, para o corte da fita inaugural. Eficiência em diagnóstico. Este é o lema do Hospital Unimed.

Superstar

Saudades

Nando d´Ávila foi e deixou saudades. Jornalista, músico e escritor, entre muitas outras aptidões, era genial. Sempre cortês, inteligentíssimo e super do bem, partiu jovem, mas deixou bem marcada sua passagem por aqui, com seu jeito displicente de viver e de ser humano ímpar. Após uma década de sua morte ele está de volta com o CD Nando d´Ávila – ao vivo entre Amigos, trabalho organizado pela jornalista Evânia Reichert, grande amiga do músico, este, sim, virou uma estrela.

Noeli da Rosa e Rogério Kirsch, Eliane da Rosa Kley e Fábio Kley marcaram presença em camarote vip no show de Zezé de Camargo e Luciano em Porto Alegre. Adoraram o espetáculo dos irmãos e de quebra trouxeram souvenirs com assinatura da dupla para presentear os amigos. Quem recebeu amou. Mas antes da data do show, Noeli e Rogério com a única filha, Maria Eduarda - a Duda -, Jaqueline e Davi Hergemoller e Mara Simon e Raul da Rosa deram um rasante no Rio de Janeiro para dias far niente, nada de trabalho, praia, jantares e passeios por pontos chaves da cidade, que é maravilhosa mesmo. Fizeram tour completo, com roteiro diurno e noturno.

Noites cariocas

Os domingos da People no Rio de Janeiro são absolutos. Com DJs de primeira, constantemente, Suzana Vieira dá uma palhinha por lá, ao lado do filho Rodrigo, que dá uma de deejay, e manda bem nas pick-ups. Os big brothers também são presenças constantes na casa noturna da Barra da Tijuca, que é point de gente bonita, famosa e nem tanto, e bomba a semana inteira.

Setembro/2009


[ Night forte ] roberta Pletsch

Luciano Barreto/Divulgação

Colunista relacionamento@merkatorfeira.com.br

Se você participou daquela festa inesquecível e quer aparecer nesse espaço envie sua foto para betapletsch@hotmail.com

Maira Ludwig Luciano Barreto/Divulgação

Show de Eduardo Garcya e Trio na Retrô da Nata Luciano Barreto/Divulgação

Fotos: Roberta Pletsch/Especial

Fábio Fontes

Karine Binotto e Marcel Haveroth curtindo na Save

Bianca Arioli e Raquel Scherer

Eventos

Agende-se

Meat Club Design

Velfarre

características especiais, sobretudo a valorização do design em cada detalhe. A casa funciona de quintas a sábados, a partir das 23 horas, com entrada só para maiores de 21 anos. A capacidade é para 500 pessoas. Em cada um desses dias, há um estilo diferente de som. A música tem toques especiais que conferem personalidade própria a cada noite.

Pop Rock e House Music agitam o amplo ambiente, aconchegante e climatizado, voltado para o público na faixa-etária de 21 a 50 anos. Telas de plasma, check-in e check-out totalmente informatizados e sistema de som e luz de ultima geração fazem com que o ambiente seja moderno, sem romper com o equilíbrio do espaço. O hall de entrada estruturado para shows e apresentações acústicas abriga o Bistrô que oferece uma cozinha cosmopolita, com pratos rápidos, embora não deixe de lado a inspiração francesa. Já o segundo ambiente é planejado para tocar o melhor da música eletrônica aos sábados, comandado por um time de DJs como André Sarate, Federico Barco, Rodrigo Ayala entre outros sempre com um playlist afinado com as últimas tendências.

>> É um clube noturno com

>> Uma casa noturna inovadora, onde estilos variados, como Som Brasil,

>>

Em 18 de setembro vai rolar mais uma edição da badalada Retrô da Nata, no Ok Center, em Novo Hamburgo. Mais informações no site www.retrodanata. com.br


[ SOCIETY ] Gelaina Barbieri

Relações públicas Conrerp 2523 - RS/SC gela@terra.com.br

Formaturas

O curso pode ser o mesmo, mas as festas refletem as personalidades e o bom gosto de cada família. O curso de Biomedicina da Feevale movimentou a cidade e garantiu grandes momentos. Joel Reichert/Divulgação

Isa Reichert/Divulgação

Fábio Vicenzi trouxe a família de Farroupilha para as comemorações. Os orgulhosos pais Vanessa e Dair Vicenzi, a irmã Eduarda e a namorada Rafaela De Cesaro, foram perfeitos anfitriões. Cetins dourado e verde fizeram composição com muitas orquídeas amarelas e inúmeros pontos de velas Ana Paula Lenz/Luciano Barreto/Divulgação

Marita Elias Anschau escolheu as cores berinjela e dourado para compor o cenário especial. Os orgulhosos pais Berlize e João Hanshau surpreenderam a filha com a entrada do cachorro Jimmy Johnnie trazendo o anel de presente. O Salão dos Espelhos foi o local escolhido para a reunião dos amigos.

Juliana Timm contou com a alegria do pai, Jorge Timm, que veio direto do Paraná para a festa. A mãe Isabel Birk foi perfeita na condução das escolhas dos detalhes, bem como na recepção dos convidados. Magenta e dourado foram os tons usados em rosas colombianas e ricos detalhes

74

| Revista Expansão

Setembro/2009


Roma Celestiano/Divulgação

Do curso de Direito da Unisinos, destacamos Vinícius Goldani, que escolheu o Ok Center para celebrar o momento. Vermelho e azul turquesa fizeram a diferença dos detalhes de composição no décor. Petit porções e boa música garantiram a agitação até o amanhecer Fotos: Divulgação

Batizados

Também é a vez dos bebês. Ainda bem pequenos viram centro das atenções nas festas de batizado. Os pais vaidosos apresentam com orgulho seus amores.

Cecília Kopschina da Silva foi rodeada pelo pais Róber e Cristine, e pelos padrinhos do momento especial do batizado

Cristiane e Rafael Spindler surpreendem sempre. Cercados pela família, celebraram o batizado de Pedro Henrique Spindler com especial almoço em Lomba Grande. Muitos detalhes mostram o bom gosto e empenho dos novos pais

Setembro/2009

Revista Expansão |

75


[ são leopoldo ] Letícia de Oliveira

Relações públicas Conrerp 2494 - RS/SC leticia@revistaexpansao.com.br

Criança em foco

Cor, muita cor e textura

Mai Bavoso morou em São Leopoldo por 20 anos, aqui selou amizades, consolidou trabalhos e se envolveu com o Grupo Arte 15. Natural de Jundiaí (SP), o mais velho de quatro irmãos veio para o Sul em 1983. A grandeza do artista está em dividir sua arte e Mai não deixa por menos, dá aula de pintura no atelier Fazendo Arte, em Novo Hamburgo, e em Capão da Canoa no seu atelier Café Cultura, onde conta com a participação da fotógrafa Andrea Hilgert e do escultor e músico Zé Martins. Em breve Mai dará aulas em um novo espaço que será inaugurado por aqui. Fotos: Andréa Hilgert/Divulgação

A professora Marta Nörnberg lançou o livro A criança de 6 anos no Ensino Fundamental, pela Editora Mediação. A obra é resultado de um trabalho de pesquisa sobre a transição do ensino fundamental para nove anos, que ela realizou com outras três professoras do Unilasalle. O livro aborda a adaptação da criança do ponto de vista psicopedagógico, a educação matemática, a organização da prática pedagógica, o planejamento e a avaliação curricular.

Encontro pelo social A arte está com Mai desde sempre, para ele o grafismo é sua melhor forma de expressão

Seus recantos

Suas técnicas

Seus trabalhos são, principalmente, em acrílica sobre tela, mas Mai adora experimentar, inclusive foi experimentando que desenvolveu seu trabalho. Ele cria suas próprias cores a partir de pigmento puro e tinta branca. Já trabalhou textura com areia e até resíduos de pó de couro com

76

| Revista Expansão

cola e cores vibrantes em 1992. Sua aposta é na arte aplicada, pinta painéis, tapumes de obras, piscinas, porcelanato, gosta de grandes áreas. Uma das novidades é a toy art, febre da maior parte do mundo, e que Mai pinta sobre vinil.

Fotos: Divulgação

Mai mantém três atelieres. Um em Lomba Grande, onde mora, cercado de árvores plantadas por suas mãos, outro em Capão da Canoa, onde cria e dá aulas nos finais de semana. Outro espaço é mantido em São Paulo na casa de seus pais. Quando perguntado sobre suas inspirações, diz que pintar é sua maior fonte inspiradora. O tema da pintura é para onde sua curiosidade aponta. Sua versatilidade permite que pinte em terras indígenas, no meio da loucura de São Paulo ou em Las Vegas.

A Parceiros Voluntários – Unidade Acis-SL promove nos dias 04, 05, 18 e 19 de setembro, das 8h30 às 17h30, momentos de reflexão e qualificação para educadores de escolas públicas ou privadas, instrutores e mobilizadores sociais. A proposta dos encontros inclui pensar a educação de jovens para a ação social, solidária e voluntária por meio de estratégias de mobilização juvenil.

Suas obras

Para ele a obra em si é o conjunto de uma vida inteira, pois todo o trabalho envolve entrega e importância. Uma obra que lembra com carinho é o mural da Casa do Brasil, em Madri, Espanha pela importância do espaço e dificuldade na execução. Lugares por onde passou com sua arte? Por muitos estados do nosso país, Europa e Estados Unidos.

Sua arte

“Minha vida, a única forma que tenho de ver o mundo. É uma pitada de ironia, a pimenta, a cereja.”

Pela saúde

A leopoldense Betina Bender é fisioterapeuta formada pela Feevale e especialista em saúde do idoso e gerontologia. Com consultório na cidade segue atendendo em várias áreas como dermato-funcional, neurologia e cardio-respiratória.

Setembro/2009


Agenda

Xiru Sander Scherer/Divulgação

Palestras

Neste mês o Museu Histórico Visconde de São Leopoldo e a Coordenadoria de Música da IECLB promovem ciclo de palestras sobre música. A programação da Música na Imigração segue com as seguintes palestras:

Dia 8 – Moçambiques, Quicumbis e Ensaios de Promessa: uma rede de Congadas ao Sul do Brasil – Professora Luciana Prass Dia 15 – Musicoterapia:

o uso da música como instrumento terapêutico auxiliando nas habilidades e dificuldades no âmbito educacional – Professora. Ms. Sofia Cristina Dreher

A Primavera! Quer estação mais alegre que a Primavera? A estrela do ano entra em ação no dia 23 e promete florir e ensolarar os nossos dias. Roupas mais leves serão permitidas e finais de tarde com os amigos já entram na programação

Dia 22 – Práticas

musicais indígenas no RS: um olhar etnomusicológico sobre cantos e danças de crianças Mbyá-Guarani na aldeia, nos palcos e em um CD – Professora. Dra. Marilia Stein

Mecânica para mulheres

A concessionária Ritmo, também com loja na cidade, tem promovido o curso de Mecânica Só para Mulheres. Tem sido um sucesso. O curso aborda as questões teóricas e práticas que envolvem a mecânica. O próximo encontro está marcado para 19 de setembro na concessionária de Novo Hamburgo.

Dia 29 – “... e seguindo Divulgação

As mulheres participam em peso do encontro para esclarecer dúvidas sobre a mecânica dos seus carros

Setembro/2009

as canções”: música, práticas musicais e imigração – Professor. Dr. Werner Ewald

As palestras são gratuitas, ocorrem nas terças-feiras, às 19h30min no Museu Histórico Visconde de São Leopoldo. Há 70 vagas com certificado de participação.

Revista Expansão |

77


[ campo bom ] Juraci Reichert Fotos: Divulgação

Colunista juraci_tr@yahoo.com.br

23 anos de Gazeta

O tradicional veículo de comunicação da cidade, que tem a frente o diretor Mauri Spengler, comemorou 23 anos em 20 de agosto e foi alvo de muitas homenagens. A jornalista Édila Vargas, também responsável pela assessoria de imprensa da Festa do Sapato, passou a integrar interinamente a redação e edição deste respeitado semanário, enquanto a jornalista Vanderléia Spengler (Teca) curte a gravidez e espera a chegada da Ana Luíza.

Jandyra entre as filhas Jeane, Jeanine e Jéssica e a assessora Vera Lange

Janda Boutique

A Janda Boutique, aberta há mais de 20 anos, agora tem todo seu mix de produtos embasado em tendências internacionais e faz palestras sobre moda, tendência e estilo para suas clientes. Nessa nova fase, Janda conta com a experiência da assessora de comunicação e RP Vera Lange.

Grupo Moinho de Entretenimento

Setembro Cultural

O mês de setembro está repleto de atrações culturais no auditório do CEI. Com produção local de Cleber Nunes, teremos cinco espetáculos de humor. No projeto Terça com Humor o Teatro Teleco irá se apresentar nos dias 8, 15 e 22. Nos dias 12 e 13 haverá o lançamento do novo DVD do espetáculo Primeiro as Damas, que tem lotação garantida por onde se apresenta. Vamos prestigiar estes eventos.

78

| Revista Expansão

Na divisa entre Campo Bom e Novo Hamburgo, um lindo prédio de 1,5 mil metros quadrados foi construído exclusivamente com a finalidade de bem acolher e atender grandes e pequenos eventos e terá sua inauguração neste mês. O Espaço Moinho de Eventos conta com toda infraestrutura necessária, como: climatização, estacionamento, chapelaria, bares, palco, pista de dança, mezanino e sacada externa com vista espetacular. Mais uma vez, Lari José Fischer aposta em Campo Bom, mantendo a Moinho Danceteria e inaugurando o espaço para eventos. Sucesso.

Colação de grau

Rodrigo Dresch deixou os pais Arionilda e Fernando Dresch orgulhosos com sua colação de grau em Ciências Jurídicas e Sociais (Direito), pela Unisinos, em 18 de julho. Os convidados foram recepcionados no Buffet Bardo, numa linda festa, onde todos se divertiram até o amanhecer.

Setembro/2009


[ sapiranga ] cleber arnhold Colunista clar9@terra.com.br

Os 15 anos de Luiza

De pipoca todos gostam

Fotos: Divulgação

Paulo Reichert/Divulgação

Fabíola Schmidt e sua equipe comemoraram cinco anos de sucessso com seu estúdio

Denise Graça/Divulgação

Elas x Elas

O mês de julho também foi marcado pela Festa Elas x Elas, que aconteceu no salão do 19. Uma Noite Country foi o tema escolhido pelas organizadoras Sirlei Rost, Santa Muller, Ingrid Berlitz, Cristina Muller, Nely Lanius e Elida Carvalho, que, mais uma vez, não mediram esforços para realizarem a promoção mais espeAs organizadoras da Noite Country rada do ano para a ala feminina. O festerê teve jantar, desfile da Planeta Jeans e calçados muito irreverentes comandados por Rose Prestes, bartenders que serviram coquetéis exóticos, sorteio de brindes e show surpresa com dançarinos escolhidos a dedo, que vieram da capital para aguçar a fantasia de algumas das presentes. O sucesso foi tanto, que as organizadoras já estão planejando a edição 2010. A renda da promoção foi revertida em cestas básicas e doadas à Liga Feminina de Combate ao Câncer.

Rotary Club

A aniversariante Julia radiante com sua festa O dia 1º de agosto foi especial para Júlia Cravo Rodrigues, pois ela comemorou seus 15 anos em bonita festa no OK Center, juntamente com os pais José e Maraelisa e da mana Luíza. A família e dezenas de convidados se divertiram até altas horas ao som do DJ2. A estilista Sandra Ferraz assinou os dois modelos de vestidos usados pela jovem aniversariante.

Fabíola Schmidt/Divulgação

Caroline Schmidt/Divulgação

Dia 3 de agosto uma comitiva de rotarianos, liderados pela presidente Nelci Fulber, recebeu a visita do governador do Distrito 4.670, Paulo Meinhardt e sua esposa Ilona Meinhardt. Durante o dia os mesmos levaram o ilustre visitante para conhecer alguns pontos importantes da cidade. À noite, em uma reunião festiva com jantar no restaurante do 19, a presidente Nelci Fulber destacou a hegemonia com que todos trabalham pela comunidade. Em seguida, em seu pronunciamento, o governador Paulo Meinhardt elogiou o trabalho que o Rotary Club vem desnvolvendo em Sapiranga e lembrou da posse que aconteceu em San Diego, na Califórnia, com a presença de nada mais e nada menos que Bill Gates, onde o mesmo fez uma doação de 255 milhões de dólares à Fundação Rotária. Isso demonstra a credibilidade do Rotary até por que ninguém entrega um valor destes a qualquer um.

2a Mostra de Sapiranga O simpático pipoqueiro Marcelo Dinis Nunes Com certeza são poucos os que não gostam de uma boa pipoca e para isso aqui, em Sapiranga, temos pipoca muito saborosas que são feitas pelo simpático pipoqueiro Marcelo Dinis Nunes que não tem dia ruim para ele atender seus clientes. Ele vende para todos o comércio e o centro da cidade.

Setembro/2009

A 2ª Mostra de Sapiranga, que acontecerá nos dias 22, 23 e 24 de setembro, espera superar o sucesso do ano passado. O evento que integra o calendário da Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados), reunirá a produção de empresas do pólo sapateiro das cidades de Sapiranga, Nova Hartz e Araricá. Durante a mostra mais de 250 marcas estarão expostas para lojistas nacionais e internacionais, a fim de fecharem bons negócios. A mostra será realizada no Parque do Imigrante, em Sapiranga.

Larissa Bach Henn,  filha de Gilmar e Rita, comemorou seus 15 anos no dia 15 de agosto, no salão de festas Cairu com muita animação e alegria juntamente com familiares e amigos, que festejaram até o amanhecer de domingo

Revista Expansão |

79


[ Paranhana ] Taquara | Rolante | Igrejinha Três Coroas | Parobé

renata Martins

Beth Esquinatti Fotografia/Divulgação

Jornalista renata.paranhana@gmail.com

Parabéns

A publicitária Carla Borges da Fonseca, de Taquara, comemorou mais um ano de uma vida repleta do carinho dos amigos e do amor de sua linda família. A filha Lia, que estuda Direito em Rio Grande, esteve com a mãe festejando na Liverpool Panquecaria, em Três Coroas. Divulgação

Diploma comemorado

Laís Severo, de Rolante, recepcionou convidados no salão de eventos do Beira Rio, em Porto Alegre. Em meio a seus pais, Lisia e André e de seu irmão Arthur, comemorou sua formatura em Direito pela PUC. Animados primeiramente por bartenders, os convidados receberam uma dose a mais de energia com a chegada da Imperadores do Samba. Letícia Wolff/Divulgação

Inesquecível

Eduarda Neumann festejou seus 15 anos com uma festa inesquecível no Clube Comercial de Taquara. Artistas do grupo Tholl tornaram o momento ainda mais mágico.

80

| Revista Expansão

Voluntariado

A Invento Propaganda, de Taquara, apresentou, durante o evento Homem na Cozinha, em agosto, a nova identidade visual da Associação de Proteção à Maternidade e à Infância (Apromin). A apresentação mostrou o novo logotipo, camisetas e site desenvolvidos gratuitamente pela agência para a instituição. Além disso, as lojas JG e Cia, Kamajo, Di Rossi e Confecções HM já disponibilizam a coleção de camisetas da Apromin, cujo valor obtido nas vendas será revertido para a entidade taquarense. O novo site pode ser acessado pelo endereço www.apromin.com.br.

Setembro/2009


Letícia Wolff/Divulgação

Destacando belezas

Alegria em dose dupla

O taquarense Marcos Vinícius Carniel e a sapiranguense Fabiana Rheinheimer comemoram a dádiva da gravidez de gêmeos. Divulgação

Ricardo Santos Fotografias/Divulgação

A fotógrafa Letícia Wolff, de Igrejinha, procura sempre os cenários mais inusitados para destacar a beleza de meninas que buscam registrar momentos especiais de suas vidas. No ônibus antigo, Augusta Koch, de Parobé, aparece naturalmente linda.

Reta final

Formados em publicidade, o casal taquarense Rodrigo e Lia Fagundes recebe, em outubro, o diploma de especialistas pelo MBA com ênfase em Marketing, da Faccat.

Setembro/2009

Revista Expansão |

81


[ Gramado ] Tela tomazeli

Fotos: Tela Tomazeli/Divulgação

Coleto, Andréia, Dira Paes, Jandira e Nestor

Bacharel em Turismo tela@telatomazeli.com.br

Festival de Gastronomia

Ricardo Rimoli/Divulgação

Gramado não para! Na verdade não pode se dar ao luxo de parar, já que a estrutura humana e edificada depende de ação para que seja sustentada. Encerramos o Festival de Cinema, como veem nas fotos e, junto com as flores que começam a brotar, iniciamos o Festival de Gastronomia, onde renomados chefs de cozinha estarão realizando festins, nos restaurantes mais conceituados da cidade. Além disso workshops, degustações, shows. O valor de cada festin (jantar) é de R$ 110,00 por pessoa, sem bebida e, R$ 150,00, com harmonização de vinhos nacionais. Reservas podem ser feitas diretamente nos restaurantes ou pelo telefone (54) 3295-2296 ou pelo e-mail contato@ elencoeventos.com.br . Mais detalhes, entre no site, está, no mínimo, criativo: www.gastronomiagramado.com.br.  

La Victoria

Luis Carlos Silveira e Felipe Remondeau

Fabinho Reategui e Serginho Moá

A Loja La Victoria está com novo endereço em Gramado. Na Rua Senador Salgado Filho, 190, a pouca distância da Avenida Borges de Medeiros, está mais ampla e com um leque de produtos que vestem “na linha” quem possui estilo no corpo, na bagagem e na casa.

Sunpower reformula site

Luciano Szafir e Xuxa

Fabiane Nicloti

Edison Vara/Pressphoto/Divulgação

Marcos Palmeira

Para comemorar o dez anos de atividades em setembro a Sunpower Turismo, de Gramado, reformulou o seu site. A empresa faz um convite para que seus colaboradores apreciem as novidades com uma visita na página da web www.sunpowerturismo.com.br. Sob o comando de Rosi Dutra, a agência de turismo,  que é especialista no atendimento a feiras e eventos, também conta com pacotes turísticos nacionais e internacionais, reservas de hotel em todo o Brasil e exterior, cruzeiros, passagens aéreas, e ainda oferece um atendimento diferenciado às empresas. A Sunpower está situada na Rua Coberta, Centro de Gramado, e atende pelo telefone (54) 3286 5033 ou pelo e-mail sunpower@gramadosite.com.br.

Paola Deodoro Lucinha Lins, Reginaldo Faria e Marcelo Faria

82

| Revista Expansão

Setembro/2009


Edison Vara/Pressphoto/Divulgação

Palácio dos Festivais

Fotos: Tela Tomazeli/Divulgação

Maria Eulália e Jorge Veloso

Max e Flávio, ex-BBBs

Setembro/2009

Revista Expansão |

83


[ Canela ] Fabiane Michaelsen Fotos: Divulgação

A belíssima Renata Rossler comemorou mais um aninho em agosto com muitos amigos

Dado Schneider, Any Brocker Boeira e Juliana Niclotti com olhos em Nova York

Andressa Pinto, Josi Catuci e Mariane Drechsler na bela Argentina

Jornalista fabimicha@yahoo.com.br

Nova York

O professor Dado Schneider apresentou uma nova visita técnica de marketing, consumo e cultura, rumo à Nova York, na sede da Brocker Turismo em Canela. Entre outras coisas, Dado destacou que essa viagem combina conhecimento de mercado com turismo cultural. É uma visita a uma das principais cidades do mundo para se poder observar, in loco e tecnicamente o que existe de mais avançado em termos de vendas, marketing, merchandising, design, atendimento a cliente, vitrinismo, branding, que são técnicas de gestão de marcas, além de tendências de cultura e informação, sempre com dicas atualizadas. O roteiro abrange o que Nova York tem de melhor, com saída dia 23 de setembro. Serão sete dias de visitas técnicas pela 5ªAvenida, Rockfeller Center e na famosa loja de departamentos Sack´s Fifth Avenue. Com direito à uma esticada até o Empire State Building para assistir ao acender das luzes da “cidade-que-nunca-dorme”.

Temporada Especial Lapele

A Lapele Móveis realizou a Temporada Especial, evento que inaugurou o Espaço Liquida Lapele, que foi montado especialmente para o evento, mas devido ao grande sucesso será mantido por um período maior. O Liquida Lapele tem descontos de até 70% até terminar os estoques.

Casal vip do mês: Thiago e Carolina Ruppenthal

Brocker Turismo

A campanha de arrecadação de roupas da Brocker Turismo foi um sucesso. Foram entregues 607 peças para a Secretaria Municipal de Assistência Social. A equipe da Brocker de Canela, Gramado e Porto Alegre, em parceria com a Cim Team, de Canela, acredita que juntos podem alentar aqueles que mais necessitam, oferecendo condições mínimas de bem estar, ajudando a construir seu próprio futuro e participando do desenvolvimento de suas comunidades.

Solar Don Ramon

O Solar Don Ramon oferece terapia de reequilíbrio energético aos seus hóspedes, amigos e pessoas interessadas no relaxamento profundo dentro da proposta do Spa. Visite o site www.donramon.com.br e confira todas as novidades.

84

| Revista Expansão

Amanda Ruppenthal e o ex-BBB Flávio em festa no Hotel Laje de Pedra

Rotary Club

O Rotary Club realiza anualmente o jantar-baile Rotary na Cozinha, onde os rotarianos preparam um cardápio da comida típica Italiana - galeto ao primo canto, massa caseira com molho alho e óleo e molho especial, polenta frita, saladas diversas e um vasto buffet de sobremesas. O presidente Luciano Perottoni salienta que este evento, além de aproximar a comunidade do Rotary, tem como objetivo principal arrecadar recursos para serem investidos em “obras rotárias”, como a aquisição de materiais para Apae, Hospital de Caridade de Canela, Corpo de Bombeiros, Centro Social Padre Franco e para o projeto de planejamento familiar, que é desenvolvido pelo clube nos bairros do Santa Marta, São José e Vila Dante. O jantar-baile será realizado no dia 13 de novembro, no Esporte Clube Serrano.

A beleza da dentista Francielle Nahorny, com 24 anos, clicada por Ernani Marques, no Cannelé Bistrot

Setembro/2009


[ Nova Petrópolis ] Kassandra Dorneles

Década de Sucesso

As Meninas Cantoras de Nova Petrópolis apresentaram um belíssimo concerto comemorativo aos 10 Anos do grupo. O visual repaginado e o repertório com o melhor da década marcam os espetáculos coordenados pela regente Agnes Schmeling. Parabéns!

Grupo Artístico de Percussão Hata, da Coréia do Sul

Mauro Stoffel/Divulgação

Fotos: Hennemann/Divulgação

Jornalista kassykassandra@hotmail.com

O CTG Pousada da Serra participou em quatro das 17 modalidades competitivas do Enart

Folclore e tradicionalismo

Nova Petrópolis enalteceu culturas e costumes durante os 16 dias, no 37º Festival Internacional de Folclore. Mais de 60 mil pessoas aplaudiram os 47 grupos e mais de 1.300 dançarinos que pisaram no palco do evento. Atrações internacionais, grupos regionais e locais trouxeram a diversidade cultural do Brasil e do mundo. A cidade Jardim da Serra Gaúcha também foi palco de um verdadeiro culto ao tradicionalismo gaúcho, entre os dias 21 e 23 de agosto. A primeira fase inter-regional do Encontro de Artes e Tradição Gaúcha - Enart trouxe 76 entidades e um público de aproximadamente 13 mil pessoas para Nova Petrópolis.

Fofura

As Meninas Cantoras esbanjam simpatia, desenvoltura e talento no palco

15 anos

Emilie Ritter Wissmann completou seus 15 anos em uma festa inesquecível. Na companhia dos pais, Ariberto e Suzana, esta graça de menina recepcionou amigos e familiares na Sociedade Tiro ao Alvo, dia 25 de julho. Felicidades!

Colação em Pedagogia

Formandos com paraninfo Dalvani Zimmermann e Maria Augusta Bertóglio Dorneles Parabéns aos 29 alunos da primeira turma de Pedagogia da Universidade Luterana do Brasil - Ulbra, formados no pólo da Escola Augusto Guilherme Gaedicke. Sucesso na carreira!

Setembro/2009

A pequena Maria Clara, orgulho da mamãe Veronica Seibt e do papai Ivan Ponath, demonstra a maior intimidade com a câmera aos dois aninhos

MURAL O espetáculo teatral “Homens de Perto” estará em cartaz, em única apresentação, dia 11 de setembro, às 20h, no Centro de Eventos. Ingressos antecipados a R$ 20. A 3ª Copa de Taekwondo Tradicional do Rio Grande do Sul e o 8º Festival de Artes Marciais Coreanas ocorrem dia 13 de setembro, a partir das 9h, no ginásio Frederico Michaelsen. Uma promoção da Academia Tchon Ji – Taekwondo e Hap Ki Do e da Federação de Taekwondo Tradicional do Rio Grande do Sul. REGISTRO Há um ano assumi a coluna de Nova Petrópolis na Revista Expansão e hoje quero registrar meu sincero agradecimento e orgulho por fazer parte deste seleto grupo de profissionais que faz desta, uma revista destaque. Aos queridos Sérgio Jost, Ana Maribel Pacheco, demais gestores e colegas da Revista Expansão, meu muito obrigado e desejos de muito mais sucesso!

Revista Expansão |

85


[ Encosta da serra ] Dois Irmãos | Estância Velha | Ivoti | Lindolfo Color Morro Reuter | Picada Café | Presidente Lucena Santa Maria do Herval

Sandra Hess

Jornalista sandrahess2003@yahoo.com.br

Cinquentenário do Grupo Herval Fotos: Divulgação

Deutschkurs: “verstehst du?”*

Andréia Bohn e Álisson Wagner, de Dois Irmãos, percorreram diversos pontos da Europa e na bagagem trouxeram mais fluência no alemão e vivência cultural. Coordenadora da Deutschkurs, escola especializada no ensino do alemão, Andréia tem ampla formação e experiência e ambos conheceram novas metodologias de ensino, buscaram parcerias de trabalho e reviram amigos. Ao lado, o registro da passagem em Rothenburg ob der Tauber. Tradução: “tu compreendes?”

O Grupo Herval completa meio século de história neste ano, tendo como presidente José Agnelo Seger (foto). Com diversas marcas, entra para o ano 50 com um amplo mercado – nacional e internacional. Instalada numa área de 110 mil metros quadrados junto à BR-116, é uma das referências de Dois Irmãos, município que também completa o cinquentenário de emancipação.

Rainha de Dois Irmãos

Livro, chocolate e Morro Reuter

Mais uma loja fortalece o Shopping Portal da Serra, em Dois Irmãos. Dessa vez, no segmento de pastas executivas e bolsas em couro de primeira linha. O brinde da abertura da Codize foi liderado pelo casal Bernardo e Vera Scherer (no centro), com a presença do diretor do Portal, Daniel Kuhn.

86

| Revista Expansão

Sandra Hess/Divulgação

Codize no Portal da Serra

Sandra Hess/Divulgação

A soberana do Cinqüentenário é Fabíola Boll, de 18 anos, representante do bairro Travessão. A escolha encerra o projeto da prefeitura que promoveu o resgate histórico e atividades culturais. A rainha e 16 princesas dos bairros auxiliarão na divulgação dos eventos.

Chocolate é bom em qualquer ocasião. Ganhar de presente, então, é ainda mais delicioso. A Chocolate Degustare, de Morro Reuter, juntou sua experiência em fazer chocolate e belas embalagens com a tradição do município, que é reconhecido pelo alto índice de leitura. Eduardo Arnold (foto) mostra a caixa com formato de um livro, preenchido com bombons. Uma estimulante combinação.

Setembro/2009


Alunos de Arquitetura da Ulbra/ Canoas visitaram a Oficina da Madeira, em Ivoti, para conhecer o processo da empresa especializada em móveis planejados.

União: Deisy & Luciano

Trocaram alianças Deisy Peters e Luciano Klein, prefeito reeleito de Picada Café. O registro de sua felicidade foi num dos belos recantos da terrinha.

Agosto/2009

Agenda

Divulgação

Robison Kunz/Divulgação

Arquitetura na prática

Nas comemorações dos 50 anos de Estância Velha, será possível conhecer produtos exclusivos do município na Feira da Indústria e Comércio, de 17 a 20 de setembro. A Casa da Vovó, de Dois Irmãos, irá promover o Kerbfest junto às margens da BR-116, dia 4 outubro, das 12h às 19h. A Full Gás Academia, localizada no Rincão dos Ilhéus, em Estância Velha, comemora dois anos em setembro. O espaço é energia pura! O movimento cultural será intenso de 24 a 27 de setembro em Picada Café, quando ocorre a 9ª Feira do Livro, no Parque Jorge Kuhn. Empresas de Lindolfo Collor participam da Festa Nacional do Calçado. Apesar de ser um dos menores municípios gaúchos, tem hoje a maior produção de tapetes em couro do mundo.


[ Vale do caí ] São Sebastião do Caí | Bom Princípio Feliz | Montenegro | Tupandi

Édio Otto trein Studyo 10/Divulgação

Colunista ediotrein@terra.com.br

Dia do Advogado

Para comemorar o Dia do Advogado, a Subsecção de São Sebastião do Caí convidou seus inscritos para um jantar de confraternização. O encontro aconteceu na noite de 11 de agosto, no Restaurante Ao Barracao, no centro da cidade. Sob a presidência do Dr. Evaldo Kievel, presentes Airam dos Santos, Alexandre Müller, Ana Peters, Áureo Altenhoffen, Berenice Kieffer, Cristiane Rossetti, Diego Jensen, Dora Schmitz, Giovane Édio Trein, Júnior Dutra, Léo Alberto Klein, Luís Tassinari, Marcelo Frozi, Marcelo Moura, Marcelo Tassinari, Marcelo Volkswein, Mara Kaspary, Oneide Smitt, Ricardo Leão, Roberta Klein e Rodrigo Moura.

Ex-alunos em Montenegro

Enlace

O casamento de Graciane Minossi Martins e Charles Machado Martins aconteceu dia 3 de julho. A recepção aos familiares e convidados teve lugar no OK Center, em Novo Hamburgo. Logos após a confraternização, o casal  viajou para a Europa.

Rápidas

Correção: a foto da matéria com o título Igreja São Sebastião comemorou 130 anos, situada na página 88, da edição de agosto, é Carol Fotos. São Sebastião do Caí realizará sua Festa da Bergamota em 2010. João Haffemeister foi apontado como presidente. A escolha da rainha e princesas deverá acontecer ainda neste ano. A Rádio Comunitária Caiense (RCC) elegeu sua nova diretoria, dia 11 de agosto, tendo como presidente Carlos Omar Cornelius Silva (Tinta). A RCC foi funda-

| Revista Expansão

da em 1997 e o seu primeiro presidente foi Bromaldo Padilha. Tupandi está preparando a 11ª Festa do Porco no Rolete, para o dia 11 de outubro. O evento é promovido pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais, em parceria com a Emater, Ascar e Prefeitura. Brochier deverá escolher sua rainha  e princesas na noite de 14 de novembro, no Ginásio Darci Fetzner. Parecí Novo tem agendado para 28 de novembro a 21ª Canta Parecí. Maiores informações pelo telefone (51)9925-3553.

Destaque do mês Juliana Moscofian/Divulgação

Juliana Moscofian/Divulgação

88

Caí festejou 15 anos do Flach

O Supermercado Flach comemorou 15 anos no município de São Sebastião do Caí, dia 2 de agosto. Globo da morte, sorteio de brindes, degustação de produtos e muita música reuniu a população no centro da cidade. O empresário Valmor Flach festejou o sucesso do empreendimento na terra da bergamota, com clientes, funcionários e com a presença do prefeito Darci Lauermann, entre outros convidados.

Divulgação

Formatura

A felizense Joana Rott se formou em Pedagogia, educação infantil, na Unisinos, em São Leopoldo. A colação de grau aconteceu dia 18 de julho, no Anfiteatro Padre Werner. A recepção aos convidados foi no salão nobre da Sociedade Cultural e Esportiva Feliz. Além da satisfação da formanda por ter alcançado o seu objetivo, participaram da alegria o seu esposo, o advogado Décio Franzen, familiares e amigos.

Alunos, professores e funcionários do extinto Colégio e Escola Normal Jacob Renner tem encontro agendado para o dia 4 de outubro, em Montenegro. O seu fundador, reverendo Ernesto Berhoeft (foto), já falecido, deverá ser homenageado. A sua esposa Carmen Berhoeft deverá vir de Brasília (DF) para este encontro. Também estão sendo aguardados os filhos do casal e ex-alunos, vindos de várias regiões do Brasil. O encontro iniciará às 9 horas com  culto, após confraternização, almoço, homenagens e o encerramento previsto para as 15 horas. Os interessados poderão confirmar presenças com Natanael Barreto e equipe, pelo e-mail: cootrael@terra.com.br

Nome: Luiz Carlos Bohn. Profissão: contador. Onde trabalha: L C Bohn Contabilidade. Cargo: diretor e contador responsável. Seu hobby: cinema e música. Seu e-mail: luiz@lcbohn.com.br

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

89


[ Flash ]

Fotos: Divulgação

Convidados

Guilherme Schwan se formou em Administração de Empresas, com especialização em Gestão para Inovação e Liderança, pela Unisinos, no dia 15 de agosto. A recepção aos convidados ocorreu na Sociedade Ginástica de Novo Hamburgo. E no dia 17 de julho deste ano, Camila Schwan colou grau no curso de Desing em Moda pela Feevale. Guilherme e Camila são filhos de Denise Schmidt e Clóvis Schwan.

Guilherme, Clóvis e Camila

Casamento Família Kraemer comemora aniversário dos filhos

Aniversário

Os irmãos Gustavo e Júlia da Veiga Kraemer deixaram os pais Luciana da Veiga e Bruno Kraemer muito felizes e emocionados em suas respectivas festas de aniversário. A pequena Júlia fez 1 ano, com uma linda comemoração no dia 12 de julho, no Restaurante dos Espelhos da Sociedade Ginástica, deixando todos encantados com sua simpatia, recebendo todos os convidados logo na entrada do salão. Gustavo completou seus 3 anos, em 9 de agosto, e levou todos seus amigos e convidados para uma super badalação na Happy Kids, com direito a diversão até dos papais e mamães.

90

| Revista Expansão

Elisangela Mausa e Giovanne Maier celebraram seu matrimônio no dia 22 de agosto, na Igreja Nossa Senhora da Piedade, em Novo Hamburgo. A cerimônia foi marcada com muito brilho e sorrisos dos noivos. Na foto, o padrinho Gilmar Maier, os noivos Elisangela e Maier e a madrinha Rejane Barth.

Comércio

Mais uma formanda da turma da Abicalçados. Letícia Sperb se formou em Comércio Exterior na Unisinos no dia 15 de agosto e no dia 21 ofereceu um coquetel aos colegas da Abicalçados. Na entidade nacional, ela atua no Brazilian Footwear – Programa de Promoção às Exportações de Calçados. Na foto, Letícia Sperb recebe os mimos da equipe Abicalçados de Heitor Klein e Rogério Dreyer, ambos diretores-executivos da Abicalçados.

Setembro/2009


Fotos: Divulgação

Thomas Rodrigues/Divulgação

Um aninho

A mamãe Paula Martins Vargas e o papai Elias Wallauer comemoram com muita alegria a festa de um aninho de idade de sua pequena Laura Vargas Wallauer. A comemoração ocorreu em São Leopoldo, com mais de cem convidados, entre amigos e familiares. Eles animaram a tarde da Laurinha que teve a festa temática sobre a Família Disney.

Fernanda recebeu amigos e convidados para a comemoração de sua colação de grau

Graduação

Fernanda Müller Cuppini colou grau em Direito dia 15 de agosto na Universidade de Santa Cruz do Sul. Acompanhada do marido Nédio Cuppini, Fernanda recebeu familiares e convidados para um jantar informal no Restaurante Di Capri e, em seguida, todos se dirigiram ao Salão dos Espelhos do Clube União, com belíssima decoração e animada comemoração regada a muita champanhota. Os pais, Elisabeth e René Arno Müller, e o irmão Rafael Edgar Müller estavam extasiados e não contiveram as lágrimas pela conquista da filha. Na ocasião, as amigas de Fernanda prepararam uma homenagem especial.

Formatura

Inácio Moraes e família comemoraram no dia 17 de julho a graduação em Arquitetura e Urbanismo de sua filha Sabrina Moraes. Além de amigos e familiares, estiveram com ela na festa o pai, a mãe Sidonia Moraes e o irmão Gustavo Moraes.

Setembro/2009

Comemoração

Mártin Schneider se formou no Curso de Administração pela Universidade de Santa Cruz do Sul. Os pais Gerti e Romeu Schneider estão contentes com a conquista do filhão. A cerimônia de colação de grau ocorreu no dia 14 de agosto na universidade. A festa foi no Restaurante do Quiosque da Praça, e o baile no Clube União de Santa Cruz do Sul, onde o formando e seus pais receberam amigos e familiares para a comemoração.

Revista Expansão |

91


[ Santa Cruz do sul ] Sandro Viana e Ana C. dos Santos

Rodrigo Assmann/Divulgação

KBH&C foi vendida para a JTI

KBH&C e Kannenberg

A Kannenberg e Cia Ltda. e KBH&C Tabacos anunciaram, no dia 22 de julho, a assinatura de acordo que prevê a venda das duas empresas para o grupo Japan Tobacco International (JTI). A aquisição está sendo submetida à aprovação dos órgãos reguladores internacionais competentes, devendo ser concretizada até o mês de outubro próximo. A JTI é a terceira maior fabricante de cigarros do mundo.

FOUR Comunicação assessoria@fourcomunicacao.com.br

Micro Cervejaria

Santa Cruz do Sul abrigará a Micro Cervejaria Heilige, que em alemão significa “santa”. Criada por jovens empresários santa-cruzenses, a Heilige oferece quatro tipos de cerveja: Pilsen, Porter, Pale Ale e Weiss, comercializados em barris de 15, 20, 30 e 50 litros. A fabricação no município, que deve iniciar em setembro, tem a expectativa de chegar a Marca da Micro 120 mil litros por mês. cervejaria Heilige

Novo Plantão

Ataídes de Souza/Divulgação

Fotos: Bertuol/Divulgação

Jorge Bueno, Ângelo Hoff, Paulo Roberto Marcolla Araújo e Rafael Bueno

Desde o dia 30 de julho, o município conta com um novo Plantão de Atendimento SUS, localizado junto ao Hospital Santa Cruz. Com um investimento de R$ 1,1 milhão, o novo espaço, de 600 metros quadrados, foi totalmente reformado e ganhou novos equipamentos. Somente na primeira semana de atendimento, mais de 1,2 mil consultas foram realizadas.

35 anos

Rafael Bueno, diretor do IPR, falou aos convidados

92

| Revista Expansão

Foi com um jantar para 150 pessoas, dia 14 de agosto, no Tênis Clube Santa Cruz que o Instituto Padre Reus (IPR) comemorou seus 35 anos de fundação. Na ocasião, prestigiada por autoridades e convidados, entre eles, os fundadores do IPR, professores Jorge e Maura Bueno, foi lançado o selo comemorativo à data e prestadas homenagens a colaboradores.

PA funciona junto ao Hospital Santa Cruz

Setembro/2009


Fotos: Divulgação

Foto Butzke/Divulgação

15 anos

A jovem Caroline Haab, filha de Décio e Lenir Haab, comemorou a chegada dos 15 anos com uma bonita festa no dia 4 de agosto. O evento reuniu familiares e amigos na sede do Sindicato dos Comerciários, especialmente decorado para a ocasião. A aniversariante Caroline Haab

Equipe da Loja Zirkus comemorou um ano

Letícia, Michele e Mariana divulgaram Oktoberfest em Gramado

Festival de Gramado

Zirkus tem aniversário temático

A Loja Zirkus, especializada em artigos infantis, comemorou seu primeiro aniversário em julho. Além de diversas promoções durante todo o mês, os clientes ainda encontraram na loja uma decoração especial, inspirada no circo, com palhaços, pipoca e brincadeiras. Em agosto, a loja lançou o Projeto Enxoval Solidário, em benefício de bebês carentes nascidos no Hospital Santa Cruz.

Setembro/2009

Uma comitiva da 25ª Oktoberfest e Feirasul, que acontecem de 7 a 18 de outubro, esteve divulgando os eventos no 37º Festival de Cinema de Gramado. Além da rainha Michele Wrasse e suas princesas, Letícia Herberts e Mariana Moser Landeswater, também integraram a comitiva o presidente da Festa da Alegria, Ido Inácio Dupont e Claudete Zimmer, o deputado federal Sérgio Moraes e a prefeita Kelly Moraes, além da secretária de Turismo, Esporte e Lazer e coordenadora de Rainhas, ex-Rainhas e Princesas, Marla Hansen, acompanhada do coordenador de Marketing, Marco Jardim.

Revista Expansão |

93


[ especial ]

Um clube com 50 anos de história Dia 11 de setembro, Santa Cruz Country Club comemora cinco décadas de existência Por Ana Cristina dos Santos/FOUR Comunicação

U

m dos mais tradicionais clubes de golfe do Rio Grande do Sul e o único do interior do estado com 18 buracos vai completar 50 anos no dia 11 de setembro de 2009. Para marcar a data, a diretoria do Santa Cruz Country Club e a Comissão do Cinqüentenário organizaram diversas atividades esportivas, sociais e culturais para os meses de agosto e setembro, que vão culminar em um grande evento na data do aniversário. “Vamos comemorar esta importante data com atividades direcionadas aos nossos associados e também para a comunidade, para que esta conheça melhor o esporte e saiba mais sobre a sua história na cidade”, revela o presidente do SCCC, Sérgio Rauber. As comemorações dos 50 anos do Santa Cruz Country Club vão culminar em um grande evento esportivo, agendado para os dias 11, 12 e 13 de setembro. O Torneio do Cinquentenário já tem confirmadas as presenças dos cinco melhores colocados do ranking brasileiro da PGA Brasil: Rafael Barcellos, Vinicios Muller, Ronaldo Francisco, Fabio dos Santos e Erik Andersson. “Temos certeza de que será um grande evento, condizente com a grandiosidade do nosso clube e com seus 50 anos de história”, destaca o presidente. As comemorações alusivas ao Cinquentenário foram apresentadas à imprensa e convidados no dia 29 de julho, na sede social do clube. Outra competição que deve movimentar o SCCC no dia do seu aniversário – 11 de setembro – é o Torneio Pro/Am, onde ama-

94

| Revista Expansão

dores do Estado e profissionais de nível nacional vão competir nos greens de Santa Cruz do Sul. “Profissionais e amadores serão divididos em grupos, sendo cada grupo capitaneado por um profissional e mais quatro amadores”, explica o capitão de Golfe, Nédio Cuppini. Segundo ele, a modalidade de disputa será Superball Captain Choice, em que todos do grupo batem uma bola e o capitão escolhe a melhor e assim sucessivamente até completarem-se os 18 buracos. “Teremos premiação em dinheiro para os profissionais das três melhores equipes classificadas e troféu comemorativo aos 50 anos para os amadores”, ressalta. A entrega da premiação acontece à noite, na Casa das Artes Regina Simonis.

Profissionais O Torneio dos 50 Anos está agendado para o sábado e domingo, 12 e 13 de setembro, com os profissionais em disputas individuais na modalidade Stroke Play (18 buracos por dia). “Graças ao apoio de patrocinadores e apoiadores, conseguimos oferecer uma boa premiação para os profissionais que vão abrilhantar nosso evento”, completa Cuppini. Já os amadores participarão em diversas categorias, concorrendo a um troféu alusivo aos 50 anos do clube, além de R$ 1 mil em material esportivo para o melhor amador scratch. A competição tem a expectativa de reunir 18 profissionais, 12 melhores amadores do ranking gaúcho, 77 jogadores do SCCC, 14 presidentes de clubes do Rio Grande do Sul, além do presidente da Federação Rio-Grandense de Golfe (FRGG).

Setembro/2009


Fotos: Carlos Nyland/Divulgação

Da esquerda para a direita: Paulo Krebs, João Luiz Trevisan, Sérgio Rauber, Miriam Gressler, Carlos Mähler e Nédio Cuppini

Exposição Cultural na Casa das Artes destaca história do golfe no município As cinco décadas de existência do Santa Cruz Country Club são tema de uma exposição na Casa das Artes Regina Simonis. No local, os visitantes encontram informações sobre a história do clube, desde a sua fundação até os dias atuais, bem como o desenvolvimento do esporte no Brasil e no mundo. “É uma forma de aproximarmos mais a comunidade santacruzense do esporte”, enfatiza a diretora Social, Miriam Gressler. A exposição, que fica aberta ao público até o dia 12 de setembro, conta com um espaço Multimídia, dedicado à mostra de vídeos sobre o golfe, bem como as etapas da construção do campo. Além disso, quadros alusivos ao esporte ilustram o ambiente, bem como manequins usando uniformes e equipamentos desta e de outras épocas. “Além disso, um pequeno green no centro da exposição permite que os visitantes pratiquem o esporte”, completa Miriam.

Social O grande evento social das comemorações do Cinquentenário está marcado para o dia 12 de setembro. Um jantar para 300 pessoas, entre associados, diretores, jogadores e convidados, será realizado na sede social. “Será um evento especial para marcar os 50 anos, com a presença de pessoas que fizeram e fazem parte desta história”, frisa Miriam. Já no domingo, 13, após o término das disputas, acontece o coquetel de entrega da premiação.

Apresentação da programação do Cinquentenário

Setembro/2009

Revista Expansão |

95


[ Golfe Classic ]

O ator Mario Frias, com a esposa, e a atriz Angelina Muniz

Luis Carlos Baumgarten

Santa Cruz Country Club completa 50 anos

Empresário e vice-presidente da Confederação Brasileira de Golfe royal.golfe@terra.com.br

Encontro do golfe com artistas

Agenda

Céu azul e temperaturas altas marcaram o badalado almoço nas mediações do Lado Negro, realizado dia 15 de agosto, em Gramado. Em momentos de confraternização, diretores e golfistas do Gramado Golf Club, juntamente com atores, jornalistas e renomados empresários da região assistiram ao animado show de música ao vivo no lounge. Para quem viajou à Serra buscando a tradicional neve desta época do ano, surpreendeu-se com o clima de verão. As estrelas do cinema nacional apreciaram o típico churrasco gaúcho servido à francesa e puderam contemplar as belezas da região. O evento marcou o encerramento do Festival de Cinema de Gramado.

5 a 7 de Setembro Etapa Gaúcha Juvenil Country Club de Rio Grande

17 a 20 Setembro Clínica Novos Talentos Belém Novo – Porto Alegre

O empresário Gois Weiss e sua esposa Clélia, e artista plástica Renira Castilhos

Max Fercondini com Juliane e Simone Dias

As comemorações dos 50 anos do Santa Cruz Country Club, um dos principais clubes de golfe do Rio Grande do Sul, vão culminar em um grande evento esportivo, agendado para os dias 11, 12 e 13 de setembro. O Torneio do Cinquentenário já tem confirmadas as presenças dos cinco melhores jogadores profissionais do ranking brasileiro: Rafael Barcellos, Vinicios Muller, Ronaldo Francisco, Fabio dos Santos e Erik Andersson. A expectativa dos organizadores é reunir grandes nomes do golfe em disputas amadoras e profissionais. Completando o calendário de comemorações do cinquentenário, o clube será tema de uma exposição que acontecerá entre os dias 28 de agosto e 12 de setembro, na Casa das Artes Regina Simonis. A mostra vai resgatar a história do SCCC e a trajetória do golfe no Brasil. O local contará ainda com um espaço multimídia e uma pequena área para os visitantes arriscarem suas tacadas.

Juliano Machado e a modelo e apresentadora Helen Ganzarolli

Entre fãs, o ator Marco Antonio Gimenez com a namorada, a gaúcha Raphaela Sirena

96

| Revista Expansão

A artista plástica Renira Castilhos com o neto Gustavo e Mariana Saul

Setembro/2009


[ São Leopoldo Tênis Clube ] Confirmada a edição 2009 da Copa Ecco Interiores São Léo Open Paulo Bizzarro/Divulgação

Considerado o principal evento esportivo de São Leopoldo, a Copa Ecco Interiores São Léo Open de Tênis está confirmada para o período de 17 a 25 de outubro, nas quadras do São Leopoldo Tênis Clube. O torneio, válido pelo ranking mundial, oferecerá uma premiação total de 10 mil dólares, mas, para efeitos de pontuação, contará como um evento de 15 mil dólares por oferecer hospedagem a todos os jogadores da chave principal. Isto significa que o campeão somará 25 pontos e um prêmio de 1,2 mil dólares. O vice-campeão receberá 14 pontos e US$ 900 dólares. A exemplo do ano passado, a partida final terá transmissão pela TV. A Copa Ecco Interiores São Léo Open foi escolhida como melhor torneio da série Futures do País em 2008, repetindo a conquista de 2007, conforme levantamento efetuado pela revista Tennis View. Para esta edição o objetivo é realizar novamente uma competição que seja marcada pelo sucesso. “Estamos recebendo o apoio de um grande número de empresas, a começar pelos nossos patrocinadores principais, a Ecco Interiores e o Semae, o que nos garante a estrutura necessária para um acontecimento marcante no meio tenístico”, projeta José Carlos Ferreira Júnior, que, ao lado de Rodrigo Pohlmann, dirige a Quadra Eventos, responsável pela organização desde 2004. No ano passado o título ficou com o paulista Caio Zampieri, que

Caio Zampieri, campeão em 2008 na final derrotou o norte-americano Eric Nuñez de virada, por 2 sets a 1, parciais de 0/6 7/6(7) e 7/5. Além dos patrocínios principais, a Copa Ecco Interiores São Léo Open de Tênis conta com o apoio da Revista Expansão, Jornal VS, Sulcargo, Hotéis Suarez, Unisinos, Lydians Sistemas de Informação, Paquetá Esportes, Unimed VS, Gatorade, Rissul, Gráfica Souza, Mercado das Frutas, ACCópias, Justo Imóveis e Negócios, PontoCom Informática, Mercado Monetário Investimentos, Weisheimer Engenharia, Clidimagem, PSA Flamingo, Pizzaria Bucadisantantonio, Premiar Troféus e Buffet Pedrinho. Mais informações podem ser obtidas pelo site www.saoleoopen.com.br, pelo e-mail anie@quadraeventos.com.br ou pelos telefones (51) 8209-2675 e 3591-8011.

Copa Radan - Circuito SCA de Tênis Gaúcho

O SLTC sediou nos dias 14, 15 e 16 de agosto a Copa Radan, válida pela quinta etapa do Circuito SCA de Tênis Gaúcho. O torneio contou com a presença de 180 jogadores, número recorde para o circuito. O patrocínio foi da SCA Mobiliário Contemporâneo, com apoio da Fonte Ijuí, Gatorade, Tia Iara Turismo, Petrucci e Viva Tênis. A etapa de São Leopoldo contou ainda com o patrocínio da Lojas Radan e apoio de Hotéis Suarez e do SLTC.

Setembro/2009

Convite

O SLTC comemora seus 97 anos com um Jantar Dançante em 3 de outubro, às 20h30. Os convites estão disponíveis na secretaria do clube.

Revista Expansão |

97


[ Educação ]

Onde estão

nossos valores? Especialistas demonstram por que é preciso reaprender a educar nossos filhos, tarefa da escola, da família e da sociedade Por Aline de Melo Pires

98

| Revista Expansão

Setembro/2009


P

rocesso de desenvolvimento de capacidade física, intelectual e moral do ser humano. Civilidade, polidez. São estas as definições encontradas no dicionário Aurélio para uma palavra cujo significado parece estar sendo esquecido ao longo dos últimos tempos. Quem se lembra do exato significado da palavra educação? Ou, quem se lembra dos valores que deveriam estar agregados a ela? Estes questionamentos se fazem necessários diante de um contexto que assusta especialistas. Nossas crianças e adolescentes não veem mais a escola como um local de socialização e de construção do saber. O espaço foi banalizado e instalou-se uma guerra surda entre a sociedade, na qual família e escola parecem ter esquecido seus papéis na formação do caráter de seus filhos. “É necessário uma reflexão para que a escola seja redefinida como um espaço de crescimento e aprendizado”, avalia a psicopedagoga Márcia Matos, que atua em São Leopoldo. Na visão de Márcia, a escola mudou seu papel dentro da sociedade e hoje a sala de aula já não é mais vista como um local de convivência e respeito à hierarquia. Partindo do princípio de que a escola é, essencialmente, o lugar de veiculação do conhecimento, mas também de formação das pessoas, a pedagoga Mônica Aparecida Ferreira também aponta o grave problema social: alunos de hoje não percebem na escola o que gerações pasMárcia Matos sadas viam, uma forma de ascender socialmente. A sociedade, diz Mônica, não é apenas a soma dos indivíduos, mas a consciência coletiva dos mesmos, já que estes não perdem a sua individualidade. “O indivíduo age no social como o social age no indivíduo. E é exatamente nesta interação social/individual que percebemos muitas mudanças, especialmente nas duas últimas décadas”, complementa Mônica, que esteve recentemente em Porto Alegre durante encontro de escolas particulares – ela é diretora geral da Rede Pitágoras, de Minas Gerais.

Setembro/2009

Revista Expansão |

99


[ Educação ] Desestruturação familiar Os desvios dos conceitos da educação podem ser estimulados pela falta de parcerias de toda a rede social e isso inclui não somente a família das crianças e jovens como toda a sociedade. A afirmação é da coordenadora pedagógica da Escola Cenecistas de Estância Velha, Adriana Bennemach. De acordo com ela, as mudanças no comportamento de alunos, seja de escolas públicas ou particulares, são muitas e visíveis. “A cada ano nos deparamos com situações complicadas, que na maioria das vezes necessitam de parcerias nem sempre dispostas a ajudar”, observa Adriana. A coordenadora pedaAdriana Bennemach gógica da Escola Cenecista acredita na desestruturação familiar como uma das fortes causas da problemática escolar. Nestas situações, acrescenta ela, as crianças são colocadas diretamente no embate e, na maioria das vezes, sofrem muito mais que os pais.

A professora Magale vive a rotina de educar filhos e alunos e sabe da importância desta integração

100

| Revista Expansão

Apesar disso, Adriana afirma que a escola vem ampliando seu papel na comunidade ao oportunizar espaços para a participação efetiva das famílias, sendo hoje, família e escola co-responsáveis nas decisões administrativas e pedagógicas da escola, o que, de acordo com ela, acaba por promover e facilitar a educação. É preciso, entretanto, aproveitar essa oportunidade. Para Mônica, a crise na educação se manifesta na indiferença diante dos valores. “O processo da educação não pode se reduzir a um simples exercício intelectual. A educação precisa tocar a vida das crianças e jovens e integrar o pensamento, os sentimentos e as ações, de tal forma que os indivíduos desenvolvam uma percepção da finalidade de suas vidas”, diz Mônica.

A cada ano nos deparamos com situações complicadas, que na maioria das vezes necessitam de parcerias nem sempre dispostas a ajudar.

Setembro/2009


Essência Redescobrir valores básicos, primordiais, como disciplina, respeito ao ser humano, à hierarquia, é o caminho para começar a resgatar a essência da educação. Para Adriana, a isso se somam o respeito pela importância da dignidade e do trabalho. “O valor associado à capacidade de estabelecer uma relação de respeito e afeto com o próximo e consigo mesmo”, acrescenta a coordenadora pedagógica do Cenecista. Para reconstruir o modelo social aprendido há mais de duas décadas é preciso, antes de mais nada, resgatar os papéis de cada uma destas instituições – família e escola – além de fortalecer o laço de parceria entre as duas. “A família deve ser vista sempre do ponto de vista antropológico. Em qualquer civilização vamos encontrar famílias; claro que com diferentes culturas e O valor valores, mas sempre vão existir famílias. É na família associado à que se briga mais, se critica mais, se tolera, justamencapacidade de te por que é a única instituição afetiva e é insubstituível”, diz Mônica, ao continuar que, já na escola, estas estabelecer expressões partem de origens diferentes, mas em sua uma relação trajetória, chegam a lugares comuns. “No seio da escode respeito la vamos trabalhar com conceitos, procedimentos e atie afeto com tudes. Uma coisa é saber o que é a solidariedade ou a o próximo justiça. Outra é saber como se faz e outra ainda é valoe consigo rizar. Na escola, nós precisamos das três coisas, saber, fazer e ser”, completa Mônica. mesmo.

Respeito e amizade entre mestre e aluno parece, hoje, remeter somente ao passado

De acordo com os especialistas, é inegável que este resgate de valores só será possível a partir do entendimento de família e escola. A professora de português Magale Jeanette Trein Nienow, de São Sebastião do Caí, tem essa situação bem clara. Mãe de Amanda, 4 anos, e de Arthur, dois meses, ela vive as duas rotinas, em casa e na escola. Para ela, a escola tem uma parcela de responsabilidade em transmitir valores aos alunos mas são, diz ela, sem dúvida, os pais os maiores responsáveis por isso. Ao mesmo tempo, Magale ressalta a importância de trabalhar, em conjunto, para que as crianças e adolescentes voltem a respeitar os profissionais da Educação. “A partir do momento em que isso fica de lado, a hostilidade entre professores e alunos só cresce”, comenta. A responsabilidade dos mestres, neste contexto, é crucial. Segundo Mônica, eles devem preparar as crianças e os jovens não somente para encarar o futuro com confiança, mas para construí-lo, eles mesmos, de maneira determinada e responsável. “Os professores têm um papel determinante na formação de atitudes, sejam elas positivas ou negativas, perante seus alunos. Devem despertar a curiosidade, desenvolver a autonomia, estimular o rigor intelectual e criar as condições necessárias para o sucesso da educação formal e da educação permanente”, conclui Mônica.

Setembro/2009

Revista Expansão |

101


[ Reportagem Especial ]

Crack, uma fuga da realidade Agência Brasil/Divulgação

Na falta de cachimbo, usuários de crack fazem adaptações em latas para fumar a pedra

O

crack vem sendo considerado o mal do século. Autoridades e especialistas garantem ser este, atualmente, o pior problema de saúde pública no Rio Grande do Sul. Outros entorpecentes virão com o passar dos tempos e também assumirão este título, mas é ele que tem feito a cabeça dos usuários e preocupa a sociedade porque não há tratamento eficaz. O Ministério da Saúde já lançou, em maio, um plano emergencial de ampliação de acesso ao tratamento de usuários de crack que está sendo implantado em cidades gaúchas, como Canoas, Caxias do Sul, Gravataí, Novo Hamburgo, Pelotas, Porto Alegre, Uruguaiana e Viamão, com mais de 100 mil habitantes. Há outros tipos de entorpecentes que causam malefícios tanto à saúde, quanto à família do viciado. Entretanto, o crack está causando mais impacto na so-

102

| Revista Expansão

Outros entorpecentes também fazem a cabeça dos usuários, mas a pedra é a “droga da moda” que está causando medo à sociedade Por Graziela Dannenhauer

ciedade, porque o efeito desse produto químico é rápido, o consumo é maior e o número de usuários aumenta a cada dia, ignorando todas as camadas sociais. Não dá para dizer que se trata de uma droga marginalizada. Até hoje a maconha, a cocaína e o álcool pareciam ser as mais procuradas e as mais acessíveis. Porém, há quem acredite que este tipo de droga é consumida por marginais – pessoas que vivem na periferia dos municípios, às margens do fim, daí o termo marginalização –, ignorando os demais usuários, assim como fazem com os problemas que os levam a usar esses tipos de refúgios porque não querem ou não conseguem enfrentar seus piores problemas. Há quem ainda tenha apenas experimentado para saber a viagem que as drogas geram. Autoridades estimam que o nú-

Setembro/2009


mero de usuários (dependentes) de crack no Rio Grande do Sul seja superior a 50 mil pessoas. Em Novo Hamburgo, a estimativa é de que 2,8 mil já tenham experimentado a droga. Os usuários são o dobro do existente em 2005 e o equivalente a 0,47% da população gaúcha. A doença é conhecida como adicção e manifesta sintomas nas crises de abstinência, como tremores, forte agitação, suor excessivo e, em alguns casos, até reações violentas. Como o crack é barato, de acordo com o Departamento Estadual de Investigação de Narcóticos (Denarc), e o seu efeito é de pequena duração, a abstinência fica maior e o usuário passa a consumir muito mais. Com 5 reais se consegue comprar uma pedra, enquanto que uma grama de cocaína custa 30 reais.

Radicalismo Infelizmente, aqueles que usam o crack mudam, também, a realidade dos que estão ao seu redor. Recentemente, no mês passado, uma senhora com mais de 60 anos foi agredida no hall de um condomínio em Novo Hamburgo por um morador, usuário da droga, que estava fora de

Setembro/2009

controle. Ele a espancou e também agrediu um homem que tentou ajudá-la. Houve sangue espalhado por todo o acesso. E isso acontece, é a realidade. A senhora não fez nada, apenas estava ali, Sem perceber na frente do usuário. comecei a usar e Há quem já experiquando vi estava mentou o crack e não se vifora de controle ciou, mas para aqueles que em menos de seis a droga se tornou vício a situação ficou literalmente meses. Gastei “preta”. Márcio (nome fictodo meu dinheiro, tício) experimentou o crack perdi o emprego para ver qual era a viagem. e ainda vendi o “Sem perceber comecei a que via dentro de usar e quando vi estava focasa para poder ra de controle em menos de comprar mais. seis meses. Gastei todo meu dinheiro, perdi o emprego e Meus pais ficaram ainda vendi o que via dentro de cara comigo. de casa para poder comprar mais. Meus pais ficaram de cara comigo”, lembra Márcio, 25 anos. Hoje, ele quer se tratar, mas ainda, sim, tem suas recaídas e não consegue começar o tratamento. “Dá uma fissura e uma viagem muito maneira. Eu não consigo parar”, diz ele, maltrapilho e magricelo.

Revista Expansão |

103


[ Reportagem Especial ]

À esquerda no alto, dedos queimados e calos são cicatrizes comuns deixadas pelo crack nas mãos de quem fuma. À direita no alto, usuários que, com a disseminação da droga, aparentemente não temem a possível repressão e fumam crack no meio da rua. À esquerda ao lado, a pedra, e acima morador de rua, garota de programa e adolescente bem vestido se reúnem para fumar

E há quem roube ou ainda venda o seu sexo ou de seus filhos para obter dinheiro e comprar mais crack. Tal situação é relatada por uma funcionária de uma Unidade Básica de Novo Hamburgo. Ela presenciou o escorrimento de esperma em uma menina de dois anos, estuprada pelo companheiro da mãe, usuária desta droga e condescendente com o abuso sexual. Ironicamente, a mãe estava preocupada com a saúde da menininha que apresentava “um corrimento” e a levou à UBS. Assim que os profissionais perceberam o que estava acontecendo, questionaram a mãe que, infelizmente, levou a criança embora. São realidades fortes que estão tomando conta da sociedade. E de quem é a culpa? Conforme especialistas, os métodos utilizados pelo governo para tratar os usuários não estão surtindo os efeitos esperados e famílias não sabem onde levar seu parente viciado para ser tratado. A sociedade está discutindo isso, mas ainda não há soluções governamentais para essa droga. Em algumas situações, os usuários estão trocando-a por uma mais fraca, como maconha, para que possam receber o tratamento psicossocial.

Referência no Estado Os profissionais do Centro de Atenção Psicossocial para Usuários de Álcool e outras Drogas (Caps ADII) de Novo Hamburgo tentam fazer a diferença. Eles buscam resgatar a cidadania, a auto-estima, a vida dos usuários. De acordo com a coordenadora do espaço e terapeuta ocupacional, Silvana Nascimento, o Caps AD é uma referência em tratamento psicossocial no Rio Grande do Sul. “Conforme princípio do SUS, atendemos somente pessoas do Município”, explica Silvana. Ela destaca que há

104

| Revista Expansão

uma deficiência no Município para o atendimento da a demanda. “Estamos atendendo muito além da capacidade do serviço, que seria para 190 pessoas e estamos com 252”, pontua Silvana. De acordo com a psicóloga Sayonara de Matos, a adesão ao Caps é voluntária ainda que muitas pessoas não estejam motivadas ao tratamento. Nesse caso o trabalho desenvolvido com as famílias é fundamental para garantir a recuperação. “O programa é desenvolvido para atender a pessoas de forma integral e não a droga. É preciso trabalhar o lugar que a substância ocupa na vida dessa pessoa, ela usa um tipo de droga porque está fugindo de algo que ainda não descobriu e, normalmente, é um problema familiar. E nesses casos as relações familiares e seus possíveis desdobramentos estão relacionados aos padrões de consumo apresentados pelos usuários caracterizando diferentes níveis de sofrimento físico e psíquico”, frisa Sayonara. A assistente social Simone Wolf destaca que o crack está muito midiatizado. “É a substância que em virtude de todas as implicações sociais, econômicas, legais e familiares, nesse momento, possui uma repercussão maior. Acabamos por desconsiderar os prejuízos causados pelas outras substâncias como, por exemplo, o álcool, em Novo Hamburgo, temos cerca de 23 mil dependentes de álcool, já as pessoas que fizeram uso na vida de crack somam 3 mil pessoas.” O problema das pessoas que se drogam não é somente uma questão social. Silvana, Sayonara e Simone trabalham no Caps AD. “É o momento em que a sociedade deve parar e pensar sobre o que está acontecendo. O que estamos fazendo? Como estamos contribuindo para o aumento do consumo de substância”, coloca Simone.

Setembro/2009


Definição e histórico No site do Ministério da Saúde sugere-se que crianças a partir da 6ª-série do ensino fundamental leiam um texto sobre o crack. No link http:// portal.saude.gov.br/portal/sas/mental/visualizar_texto.cfm?idtxt=23169, consta que a cocaína é uma substância natural, extraída das folhas de uma planta encontrada exclusivamente na América do Sul: a Erythroxylon coca, conhecida como coca ou epadú, este último nome dado pelos índios brasileiros. A cocaína pode chegar ao consumidor sob a forma de um sal, o cloridrato de cocaína, o “pó”, “farinha”, “neve”, “branquinha”, solúvel em água e, portanto, serve para ser aspirado (“cafungado”); dissolvido em água, para uso endovenoso (“pelos canos”); ou sob a forma de uma base, o crack, pouco solúvel em água, mas que se volatiliza quando aquecida e, portanto, é fumada em “cachimbo”. Há também outra forma de uma base, a merla (mela, mel ou melado) preparada de forma diferente do crack e que também é fumada. Essa pasta contém muitas impurezas tóxicas e é fumada em cigarros chamados “basukos”.

A tendência é aumentar a dose na tentativa de sentir efeitos mais intensos. Porém, essas quantidades maiores acabam por levá-lo ao comportamento violento, irritabilidade, tremores e atitudes bizarras.

Setembro/2009

A pedra é vendida, em média, a 5 reais e a duração do seu efeito é pequena

Efeitos no cérebro Assim que o crack e a merla são fumados alcançam o pulmão, órgão intensivamente vascularizado e com grande superfície, levando a uma absorção instantânea. Através do pulmão, cai quase imediatamente na circulação cerebral chegando rapidamente ao cérebro. Com isto, pela via pulmonar o crack e a merla “encurtam” o caminho para chegar ao cérebro, aparecendo os efeitos da cocaína muito mais rápido do que outras vias. Entre 10 e 15 segundos os primeiros efeitos já ocorrem, enquanto com o “pó” acontecem entre 10 e 15 minutos e após a injeção, em 3 a 5 minutos. Porém, a duração dos efeitos do crack é muito rápida. Em média duram em torno de 5 minutos; enquanto que, após injetar ou cheirar, em torno de 20 e 45 minutos, respectivamente. Essa pouca duração dos efeitos faz com que o usuário volte a utilizar a droga com mais frequência que as outras vias (praticamente de 5 em 5 minutos) levando-o à dependência muito mais rapidamente que os usuários da cocaína por outras vias (nasal, endovenosa). Após o uso intenso e repetitivo, o usuário experimenta sensações muito desagradáveis como cansaço e intensa depressão.

Revista Expansão |

105


[ Reportagem Especial ] Daryl Peveto/Divulgação

A abstinência do crack faz com que os craqueros percam o controle e tenham grande desconfiança uns dos outros. Tais situações podem levá-los a atitudes extremas de agressividade

A tendência do usuário é aumentar a dose na tentativa de sentir efeitos mais intensos. Porém, essas quantidades maiores acabam por levá-lo ao comportamento violento, irritabilidade, tremores e atitudes bizarras devido ao aparecimento de paranóia (“nóia”). Esse efeito provoca um grande medo nos craqueros, que passam a vigiar o local onde estão usando a droga e a ter uma grande desconfiança uns dos outros o que acaba levando-os a situações extremas de agressividade. Eventualmente podem ter alucinações e delírios.

Perfil hamburguense O perfil da população usuária do Caps AD de Novo Hamburgo, toma como referência o mês de junho de 2009, quando havia 251 pessoas em atendimento e 16 em processo de acolhimento (que não compuseram o estudo). De acordo com Sayonara, a maioria das pessoas atualmente em atendimento no Caps AD é solteira (45%), sem filhos (44%), desempregada (56%), sem problemas com justiça (70%) e residente dos bairros Canudos e Rondônia (30%) e Hamburgo Velho, São José, Kephas, Vila Diehl, São Jorge, Vila Nova e Jardim Mauá (28%). “Analisando os dados descritivos das pessoas em tratamento no serviço, podemos perceber uma diferença muito grande na

percentagem de homens e mulheres. Além da questão epidemiológica, pesquisas indicam que as mulheres tendem a procurar mais serviços nas UBS do que especializados, ao contrário dos homens”, explica Sayonara. A dificuldade de outros serviços encaminharem para o Caps reflete-se no alto índice de demanda espontânea (43%) ou por indicação de outros usuários ou familiares (27%), apontando para a necessidade da ampliação de ações que envolvam a rede – divulgação do serviço e da eficácia do mesmo, discussão do modelo de atenção ambulatorial. Mostra-se relevante também na medida em que são debatidas outras formas de tratamento, como a Comunidade Terapêutica. “Grande parte das pessoas já passou por mais de uma internação nessa modalidade de atenção, buscando, após as recaídas, o serviço ambulatorial oferecido pelo município”, coloca Sayonara. Outro ponto a destacar é em relação à violência doméstica pregressa sofrida pelas pessoas em tratamento. Um quarto dos indivíduos reconhece ter passado por essas situações ao longo de sua vida, sendo que esse número está subestimado, na medida em que quase nenhuma pessoa reconhece agressão psicológica ou negligência, como formas de violência e, mesmo a agressão física, só é considerada quando é extrema.

Média de idade de início de uso por substância

Fonte: Caps AD de Novo Hamburgo

106

| Revista Expansão

Setembro/2009


[ FESTIVAL ]

O brilho excêntrico do Kikito

Viviane Pasmanter e Leonardo Machado ganharam o título de melhores atores

E os Kikitos vão para... Longa Metragem Brasileiro: Melhor Filme: Corumbiara, de Vincent Carelli Melhor Diretor: Vincent Carelli por Corumbiara e Paulo Nascimento por Em Teu Nome Melhor Ator: Leonardo Machado, por Em Teu Nome Melhor Atriz: Vivianne Pasmanter, por Quase Um Tango... Prêmio Especial do Júri: Em Teu Nome, de Paulo Nascimento Melhor Filme do Júri Popular: Corumbiara, de Vincent Carelli Melhor Filme do Júri de Estudantes de Cinema: Corumbiara, de Vincent Carelli

Longa Metragem Estrangeiro:

O

37º Festival de Cinema de Gramado encerrou mais uma edição de sucesso, em agosto. Durante os sete dias do evento circularam pela cidade em torno de 150 mil pessoas, entre as quais 1.600 delas foram convidadas. A 37ª edição do maior festival de cinema do País inovou com a criação da TV Festival. Viviane Pasmanter e Leonardo Machado (foto) ganharam os Kikitos de melhor atriz e melhor ator e, na noite da entrega dos títulos, Daniela Escobar salientou, novamente como no ano passado, que é preciso legendas nos filmes para que os surdos-mudos possam acompanhar as histórias retratadas na tela. A noite foi glamourosa para fãs e tietes.

Gramado Cine Vídeo O 17° Gramado Cine Vídeo, que se confirma como o maior e o mais democrático evento do audiovisual brasileiro, premiou, em 14 de agosto, os grandes vencedores do Festival do Vídeo Brasileiro.  O Galo de Ouro foi entregue para as categorias Vídeo Universitário Brasileiro, TVs Universitárias Brasileiras, Vídeo Independente Brasileiro e Vídeo Universitário Gaúcho. Nesta edição, o evento alcançou a marca de mais de 1,1 mil trabalhos inscritos, produzidos por realizadores de todo Brasil. Participaram competidores de vários Estados do Brasil.

Melhor filme: La Teta Asustada, de Claudia Llosa Melhor Diretor: Claudia Llosa, por La Teta Asustada Melhor Ator: Horacio Camandule, por Gigante, e Matías Maldonado, por Nochebuena Melhor Atriz: Magaly Solier, de La Teta Asustada Melhor Filme do Júri Popular: Lluvia de Paula Hernández Melhor Filme do Júri de Estudantes de Cinema: La Teta Asustada, de Claudia Llosa

Curta Metragem: Melhor Filme: Teresa, de Paula Szutan e Renata Terra Melhor Diretor: Paula Szutan e Renata Terra, por Teresa Melhor Ator: Miguel Ramos, por Invasão do Alegrete Melhor Atriz: Juliana Carneiro da Cunha, por O Teu Sorriso Melhor Filme do Júri Popular: Josué e o Pé de Macaxeira,de Diogo Viegas Melhor Filme do Júri de Estudantes de Cinema: Olhos de Ressaca, de Petra Costa

Mostra Gaúcha: Melhor Filme: De Volta ao Quarto 666, de Gustavo Spolidoro Melhor Direção: Leonardo Remor, por Sobre Um Dia Qualquer Melhor Ator: Nelson Diniz, por Quiropterofobia Melhor Atriz: Sissi Venturin, por Sobre Um Dia Qualquer Fonte: Assessoria de Imprensa do 37º Festival de Cinema de Gramado

17° Gramado Cine Vídeo

Vídeo Independente

Vídeo Universitário Gaúcho

Melhor Vídeo da Categoria Independente Brasileiro: Sunday, do

Melhor Vídeo Universitário Gaúcho: Criança, da Espm

diretor Fabio Delai e Renne Castucci (SP)

Ficção: Como ser um grande escritor, da Ufrgs

Voto Popular: Som Das Ruas, de Rapper Dog, de Porto Alegre (RS) 

Documentário: Juventude acumulada, da Unisc 

Tvs Universitárias Brasileiras

Melhor Reportagem: Os filhos do cárcere, da PUC  Programa de TV: Cafundó, da Fidene 

Melhor Vídeo Universitário Brasileiro: Sufoco da Vida, da Univer-

Vídeo Social: Marta e Maria, do Centro Universitário Metodista

sidade Estácio de Sá (RJ) 

Publicitário: Criança, da Espm 

Melhor Vídeo das Tvs Universitárias pelo Júri Oficial: Mmtv, da

Melhor Vídeo Universitário Gaúcho do Voto do Público: Ong –

TV PUC (SP)

Unidos Para O Amanhã, da Fidene

Melhor Vídeo Universitário Brasileiro pelo Voto do Público: Base, do diretor Luiz Rodrigues, de Porto Alegre (RS)

Setembro/2009

Fonte: Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Gramado

Revista Expansão |

107


[ Cinema ]

A inspiração

Em Teu Nome

Hoje Bona e Célia curtem a vida mais tranquilos e pertos dos filhos e netos

108

| Revista Expansão

Setembro/2009


O filme ganhou quatro Kikitos: Melhor Ator, Melhor Trilha Musical, Melhor Diretor e Prêmio Especial do Júri Por Graziela Dannenhauer

J

oão Carlos Bona Garcia, 63 anos, foi a inspiração para a criação do longa metragem Em Teu Nome (102 minutos/2009), da Accorde Filmes, que concorreu ao Kikito do 37º Festival de Cinema de Gramado. Não ganhou o prêmio de Melhor Filme, mas levou o de Melhor Ator (Leonardo Machado), Melhor Trilha Musical (André Trento e Renato Müller), Melhor Diretor (Paulo Nascimento) e Prêmio Especial do Júri. E o diretor Paulo Nascimento que o diga, ele passou um dia na casa de Bona, filmando-o e ouvindoo sobre sua história. Ele é o único caso de um preso exilado durante a ditadura militar, no golpe de 64, que hoje é juiz militar. “Sou o único no Brasil. Não existe outro juiz militar que tenha sido preso”, lembra Bona. Ele conta as histórias com boas gargalhadas e acredita na ironia do destino. “Eu estava do outro lado, na juventude, lutando contra a ditadura e hoje sou juiz. As As coisas mudam coisas mudam e a visão que temos das coisas tame a visão que bém. Eu nunca abandonei temos das coisas a minha pátria e não queria também. Eu nunca me tornar um cidadão do abandonei a minha mundo”, conta o juiz. Sua pátria e não queria vida também se tornou lime tornar um vro em 1989, quando escidadão do mundo. creveu Verás que um filho teu não foge à luta. O filme Em Teu Nome retrata a história de quando era estudante de engenharia e se envolveu na luta armada do início dos anos 70 no Rio Grande do Sul. “Eu roubava dinheiro dos bancos para comprar arma para o povo, para lutar contra as forças armadas. Nós dizíamos que éramos vanguarda. E, no Chile, aprendi o que é ser vanguarda, quer dizer que a milícia vai protegendo na frente e o povo vem atrás. Aqui o povo nunca veio, ele se refugiava mesmo”, destaca Bona. Ele foi preso e exilado no Chile, “sem lenço nem documento, só com as roupas do corpo”. Depois disso, sua esposa Célia Pohlmann Garcia viajou para o país vizinho para acompanhar o marido. Ali eles tiveram o primeiro dos três filhos, o Rodrigo.

Setembro/2009

Leonardo Machado representou Bona durante a época da ditadura, história que o filme retrata

Militância e Anistia Não contente com a situação no Chile, que também enfrentava a ditadura, conseguiu uma licença para viajar para a África do Norte. Na Argélia, nasceu o segundo filho, Luciano. Ali, durante um banho de mar, teve seus documentos roubados, inclusive sua licença. Ficou literalmente com a roupa do corpo, o que naquele momento se limitava a uma cueca. Quando conseguiu outra licença, viajou para a França. Na ocasião do Chile, participou da militância contra a ditadura dali. Na França, formou-se em Economia e participou do comitê brasileiro-francês a favor da Anistia. “Eu estava perdendo minha identidade, minha referência. Você fica muito tempo em outro país e acaba assumindo os costumes dali. Tive que mudar quatro vezes de país e sempre com uma mão na frente e outra atrás, sem nada. Reconstruir tudo de novo”, conta Bona. Em 1979, a Anistia foi concedida aos exilados. “Larguei tudo e voltei para o Brasil”, diz sorrindo. “Era tudo que eu queria”, complementou. No Brasil, nasceu o terceiro filho, Diego. Aqui, Bona trabalhou no Legislativo e Executivo, passando posteriormente, para o Judiciário. “Passei pelos três poderes”, fala. Foi sub-chefe da Casa Civil de Pedro Simon, chefe da Casa Civil e presidente do Banrisul de Antonio Britto. “Nesta época do Banrisul, fui eleito como presidente do Sindicato dos Banqueiros do Estado, mas eu executava muito bem minha função e o meu passado é a minha história”, observa Bona. Ele também foi um dos fundadores do PMDB no interior do Estado, em Passo Fundo. Hoje, Bona está tranquilo economicamente, com uma bela casa, no bairro Bom Fim, em Porto Alegre, e trabalha apenas como juiz e adora chimarrão. Os tempos de militância e política, ele deixou para trás, há pelo menos dez anos. “Quero descansar e curtir meus filhos e meus netos.” Não imaginava que sua vida viraria filme e diz que ela vai ficar para a história de suas futuras gerações.

Revista Expansão |

109


[ Pensando Bem ]

César augusto corrêa da Silva Empresário cesarcor@terra.com.br

Aqueles que representam papéis diferentes nos diversos ambientes que frequentam estão com os dias contados.

110

| Revista Expansão

Integralidade

Q “

uem tem boa performance não precisa esconder suas ações, nem tampouco mentir sobre o que pensa. Performance é agir e pensar da melhor forma que podemos.(...) ... A Família de Alta Performance não deve ter seguidores de nenhum modelo emblemático e sim praticantes da excelência no seu agir e pensar.” Assim Içami Tiba, psiquiatra, autor de 23 livros e conferencista em mais de 3,3 mil palestras no Brasil e exterior, no seu último livro publicado em 2009, intitulado Família de Alta Performance, Conceitos contemporâneos na educação, afirma. Concluo que a integralidade faz parte do futuro da humanidade. Integralidade é qualidade de integral, que significa inteiro, total. A simetria entre as diversas facetas do ser humano estarão integradas por completo em sua vida, seu trabalho e seus relacionamentos no mundo que vem logo a seguir. Aqueles que representam papéis diferentes nos diversos ambientes que frequentam estão com os dias contados. Cito aquele que é um no trabalho, um no lar, outro na escola e outro com os amigos. É como a atuação em um teatro. Haja inteligência para isso.

A palavra coerência estará mais presente. Quantos escândalos advem da incoerência entre a vida pública e a pessoal. Um mito que está cada vez mais em decadência é o da existência de “super-homens e supermulheres” entre nós que acertam sempre e não demonstram nem um tipo de fraqueza. A grandeza não está em aceitar os próprios defeitos e sim em errar e acertar, dispondose a aprender sempre. A integralidade é tão ampla que aborda os aspectos físicos, emocionais, sociais e espirituais em equilíbrio de atuação, sob pena da pessoa não encontrar a sua felicidade íntima. A frenética busca por caminhos enobrecedores passa pela simplicidade da escolha de quem queremos ser e de quem somos. O resultado virá com o tempo. Alguns fazem a diferença na sociedade, pois a grande maioria nem sabe o que é ser diferente, apesar de sermos diferentes. Não adianta procurar modelos de conduta e, sim, aspectos de orientação, pois nenhum de nós tem ainda as virtudes elevadas à perfeição para ser guia e modelo. O fato de agirmos de acordo com nosso pensamento não diz respeito somente ao conteúdo e sim à sua forma de expressão. Essa forma pode ser mais ou menos ríspida de acordo com a situação, mas pode fazer a diferença na vida de alguém se for aplicada no momento certo, da maneira certa e na dose necessária. Em realidade, ninguém ajuda a ninguém se o outro não quer. É uma escolha pessoal. O que se pode fazer é a parte que cabe a cada um de nós sem esperar nada em troca. A variedade de informações sobre nós espalhadas em todos os lugares, diminui a nossa privacidade e, ao mesmo tempo, nos propõe uma postura coerente e responsável em nossa vida, já que nossa história retrata o que de fato somos através de nossas ações, pois estamos despidos ao mundo. Nosso pensamento é a última instância ainda. Cada vez há menos espaço para a incoerência e mais para a integralidade. Duvida? Se pergunte quais os fatores que determinam a contratação de alguém para cuidar-nos na velhice e terá a resposta. Será que você escolherá alguém coerente ou não? Isso serve para todas as situações...

Setembro/2009


[ MULTIMÍDIA ]

Fotos e olhares

Lição de vida

Mais de dez anos de pesquisa, viagens e entrevistas resultaram no livro Ilícito: O ataque da pirataria, da lavagem de dinheiro e do tráfico à economia global, de Moisés Naím – editor da Revista Foreign Policy, ex-ministro da Indústria e Comércio da Venezuela e ex-diretor-executivo do Banco Mundial. O texto trata de todo o tipo de comércio ilícito, desde o tráfico de pessoas ao de drogas. Altamente, instigante por tratar sem censura sobre o tabu.

Como meu assunto diário é comunicação e fotografia, a dica que deixo aqui para os leitores e interessados é o site: http://br.olhares. com. Nele podemos visualizar muitas fotografias lindas, dicas de como foram feitas, os lugares, quando, enfim, conhecer os autores e entrar em contato com os mesmos. Para quem gosta de fotografia e imagens magníficas este site pode ser degustado como um prato muito saboroso!

Gostaria de indicar o livro O Pequeno Príncipe, de Antoine de Saint-Exupéry. Eu já havia lido esta grande obra quando criança e, recentemente, comprei para dar de presente a uma sobrinha. Foi quando acabei relendo-o. Em um primeiro momento, o livro parece ser escrito apenas para crianças, mas, certamente, ele trata de situações que todos nós encontramos no dia a dia e traz uma fantástica lição de vida, para grandes e pequenos.

Marcel van Hattem, 23 anos Presidente da Juventude PP/RS Dois Irmãos

Fábio Maurício Farias, 42 anos Publicitário e fotógrafo  Porto Alegre

Carlos Alberto Boelter, XX anos Chefe do departamento de Cultura Estância Velha

Livro: O ataque da pirataria autor Moisés Naím

Setembro/2009

Site: http://br.olhares.com

Fotos: Divulgação

Ilícito e sem censura

Livro: O Pequeno Príncipe, autor: Antoine de Saint-Exupéry

Revista Expansão |

111


[ lado b da publicidade ]

onze afirmações de... As

...Taís Premaor, 28 anos, é formada em Comunicação Social, com Habilitação em Publicidade e Propaganda, pelo Centro Universitário Feevale, em Novo Hamburgo. É diretora da H²A Comunicação, situada em Estância Velha, também cidade onde reside. Iniciou sua carreira profissional em uma agência de comunicação, em seguida trabalhou como arte-finalista e auxiliando na coordenação do Departamento de Marketing de empresas conceituadas na região.

Eu admiro o publicitário da: Punto Ogilvy & Mather – Uruguai Eu queria ter criado o slogan: Nike - Just do it! (1988, W+K) A alma de um negócio é:  Comunicar, em toda amplitude de seu sentido O melhor da publicidade é: A satisfação do resultado de um bom trabalho aos olhos do cliente e do mercado O ruim da publicidade é: O amadorismo Minha cidade dos sonhos para morar é: Toscana Nunca me convide para jantar com: Pessoas falsas ou egoístas Se não trabalhasse com publicidade, eu seria: Veterinária Na minha mesa de trabalho preciso ter: Notebook, post it, lápis e água Nunca esqueço que extravasei quando: Ao conquistar o primeiro cliente comemorei aos gritos de alegria, dentro do carro, ao virar a primeira esquina da empresa Principais clientes: Aléxia Fernanda, Contágiu`s, Fisionews, Gued`s, Perform Pilates e Raça Clínica Veterinária

112

| Revista Expansão

redacao@revistaexpansao.com.br

Unimed Vale do Sinos lança campanha O novo Centro de Diagnóstico do Hospital Unimed VS foi inaugurado em Novo Hamburgo e a Meta Comunicação cuidou da divulgação. As peças que compõem a campanha são outdoor, relógio de rua, anúncios de jornal, spot de rádio, mala direta e banner de Internet. A comunicação tem foco na disponibilidade da estrutura física, tecnológica e profissional, agregando o atendimento, sem a necessidade de deslocamento do paciente para a realização dos exames. O conceito “saúde sempre é bem-vinda” demonstra que o novo centro chega com a função de acrescentar ainda mais qualidade ao atendimento prestado.

Primeiro aniversário da PCOM Marketing A PCOM Marketing Estratégico festejou, no dia 20 de agosto, o seu primeiro aniversário. Em comemoração à data, a agência hamburguense enviou um presente surpresa para os seus clientes e parceiros e preparou algumas ações para beneficiálos, como o aumento de sua estrutura física e investimentos na área de marketing digital. Já produziu materiais e campanhas para 28 empresas. A agência possui três sócios, o jornalista Cássio Medeiros e os publicitários Fabricio Magayevski e Paulo Teixeira. Informações www.pcom.com.br.

Endereço Certo

Endomarketing

A Prefeitura de Gramado contratou a Endereço Certo, agência de marketing porto-alegrense, para a criação, produção e entrega do boletim informativo sobre a gripe A, em cada residência da cidade. O material de divulgação sobre o vírus Influenza A alerta para as sugestões de prevenção contra a epidemia. A medida foi adotada por se tratar da alta temporada, período que Gramado mais recebe turistas.

A Adequá é quem assume o endomarketing da Unimed Vale dos Sinos. Ela é responsável pelas atividades de comunicação interna da entidade, que inclui desde a elaboração e aplicação da pesquisa de clima até o jornal interno, com tiragem de aproximadamente 400 exemplares. A Adequá também administra o endomarketing da Ouro e Prata, Vipal, Grupo Sulfato, Datum TI e Clínica Estética Leger.

Dinâmica promove Duroline A Dinâmica Comunicação, de Caxias do Sul, fechou contrato com a Duroline para prestação de serviços na área de assessoria de imprensa. A Duroline, no mercado desde 1989, produz lonas de freios para veículos de médio e grande porte e comercializa seus produtos em todo o Brasil e demais continentes. A fabricante tem sede em Caxias do Sul e filial nos Estados Unidos. A diretora da Dinâmica, Juçara Tonet Dini, destaca que o objetivo da parceria é ampliar a visibilidade da marca. Com 25 anos de atuação no mercado, a Dinâmica atende a 22 empresas no Estado.

Setembro/2009


[ PRemiação ]

Prêmio

Distinção Expansão recebe indicações

O

prêmio Distinção Expansão 10 Anos já registra uma participação significativa da comunidade na indicação daqueles que merecem o destaque em sua cidade. Os internautas estão visitando o site www.revistaexpansao.com.br e deixando sua sugestão para pessoas jurídica e física. Esta é a primeira fase do prêmio. “A segunda será a votação dos mais indicados. As pessoas não podem esquecer que, ao nomearem, devem sugerir todos de uma só vez. O mesmo ocorre com a votação, que deverá ser feita, para todas as categorias, em um só acesso”, explica a gerente-executiva da Revista Expansão, Ana Conti. Depois que o processo de indicação acabar, previsto para até as 17 horas de 10 de setembro, será feito o levantamento dos três nomes de cada categoria mais sugeridos para fazerem parte do processo de votação. A partir de 15 de setembro, será disponibilizada a votação. De acordo com Ana, os nomes serão avaliados. “Caso tenha algum apontado que não se encaixe no perfil da categoria ele será eliminado. Por isso, atenção redobrada quando a pessoa for votar”, destaca Ana.

Como indicar As pessoas jurídicas e físicas a serem indicadas devem estar sediadas, residir ou trabalhar nas cidades de abrangência da revista – Vales do Sinos, Caí, Paranhana e Rio Pardo, além da Região das Hortênsias e Grande Porto Alegre. Os internautas podem indicar de qualquer lugar do mundo por meio do site. Haverá um link destacando o prêmio Distinção Expansão 10 Anos que deverá ser acessado. Conforme Ana Conti, o link vai abrir uma página onde tem uma explicação, outros dois links e

Setembro/2009

Comunidade sugere personalidades e empresas e os três nomes mais indicados de cada categoria irão para a votação final Por Graziela Dannenhauer

os espaços a serem preenchidos. “Deve-se ler com atenção estes caminhos que orientam quem pode participar e como indicar, porque é permitido fazer todas, mas todas, de uma só vez”, salienta. São 20 categorias entre Persona e Empresariais.

Solenidade O resultado e a entrega do prêmio serão em 16 de novembro durante cerimônia para convidados no Salão Atlantis, do OK Center, em Novo Hamburgo. A diretora-geral da Revista Expansão, Ana Maribel Pacheco, e o diretor comercial, Sérgio Jost, recepcionarão os convidados nesta noite glamourosa. “Estamos completando dez anos de circulação ininterrupta no Estado e são poucas as revistas que atingem este patamar. Merecemos comemorar e brindar com a sociedade essa conquista”, salienta Jost. Ana Maribel destaca que o prêmio, surpresa a ser conhecida apenas na noite da festa, está sendo confeccionado pelo artista plástico Mai Bavoso, de Novo Hamburgo. Desde o início do ano, a Revista Expansão promove atividades festivas para comemorar os dez anos de circulação. A festa de entrega do prêmio é o ápice das celebrações.

Revista Expansão |

113


[ pERFIL ]

Aline de Melo Pires/Especial

114

| Revista Expans達o

Setembro/2009


Casablancas o Midas da beleza

As feias que o desculpem, mas, para John Casablancas, beleza é fundamental. Ele fala de sua trajetória e de sua paixão pela mulher bonita Por Aline de Melo Pires

Setembro/2009

T

odas as modelos que passaram por John Casablancas, 67 anos, tiveram o sucesso garantido e viraram as top top da beleza e da moda mundial. Gisele Bündchen é a prova viva disso. Suas atitudes e escolhas fazem dele o homem mais polêmico e importante da beleza no planeta. Ele modificou a forma de encontrar e lançar supermodelos. Em entrevista exclusiva à Revista Expansão, Casablancas abriu seu coração e falou de sua intensa trajetória. Seu livro Vida Modelo (Editora Agir) é uma autobiografia, no qual relata o traumático rompimento com a maior modelo de todos os tempos – Gisele. Além disso, também lançou Cindy Crawford e Naomi Campbell. Ele esteve em Porto Alegre durante as semifinais do concurso Beleza Mundial, que tem a pretensão de revelar “a próxima Gisele”.

Revista Expansão |

115


[ pERFIL ] Depois de tanto ouvir e ler sobre sua vida, Casablancas decidiu escrever sua própria história

Apaixonado pela beleza Fundador da maior agência de modelos do mundo, a Elite, em 1972, Casablancas teve – e tem – uma vida intensa. Amigo das maiores celebridades que se pode imaginar, ele carrega um carisma que poucos seres humanos são capazes de ter. A Elite funcionou sob seu comando até 2000, quando vendeu a agência e achou que poderia se aposentar. Mas, não consegue ficar longe deste universo. “Desde o tempo que comecei a ser agente, até hoje, vejo que as regras do jogo é que mudaram. O meu processo de descoberta de modelos, de concurso, foi copiado, melhorado. A banalização do concurso faz com que a mecânica seja a mesma, mas tem que se mudar algumas coisas para ser ainda interessante”, diz Casablancas, ao citar o processo de seleção de concorrentes para o Beleza Mundial, onde as manicures são as “fadas-madrinhas” que indicam as meninas. Aline de Melo Pires/Especial

Filho de espanhóis, o Midas (figura mitológica que transformava em ouro tudo que tocava) nasceu em Nova York, porém se considera um verdadeiro cidadão do mundo. Amante dos prazeres da vida, como as viagens, ele mantém imóveis em vários lugares do mundo, mas declara que sua paixão maior se divide entre Paris e Rio de Janeiro, com ênfase para a capital carioca, onde encontrou seu grande amor – Aline Wermelinger, 33, com quem tem cinco filhos. Pai de sete filhos, Casablancas é um homem com valores familiares fortes e não abre mão do convívio e do contato com eles. Em pouco mais de uma hora de conversa com Casablancas é possível constatar a presença de uma pessoa apaixonada, sobretudo pela beleza da vida e isso inclui, logicamente, as mulheres. Hoje à frente da Joy Model Management, agência que abriu com a ex-modelo Liliana Gomes, em São Paulo, no ano passado, ele segue fazendo o que sempre amou fazer: caçar mulheres bonitas e transformá-las em superstars. Traços faciais, expressão de olhar, beleza, proporção e linha corporal, atitude, sensualidade, movimentos graciosos – tudo ele disseca, não pode errar. É assim que ele descreve sua busca.

116

| Revista Expansão

Revolução Ao avaliar a trajetória no universo da moda, ele cita a revolução tecnológica como a principal mudança. “A rapidez na transmissão de dados e conhecimento é fantástica”, Seu livro Vida diz Casablancas, que começou Modelo é uma a trabalhar nesta área antes do autobiografia, fax. “Era a época do telex”, sinaliza. No entanto, para Casano qual relata blancas, as coisas mais imporo traumático tantes se preservam até hoje. rompimento com Perseguidor do que chama de a maior modelo valores antigos, acredita nos de todos os padrões de beleza construídos tempos – Gisele. por ele como ferramentas para manter parâmetros eternos. “Ainda hoje, se as pessoas vissem uma foto de Paulina Porizkova ou da Cindy Crawford aos 14 anos, elas seriam novamente grandes modelos, mulherões e lindas”, comenta, ao salientar, que jamais caça uma modelo pensando se vai agradar a este ou aquele estilista. Antes de mais nada, afirma, “a mulher tem de ser bonita”. “São as que me interessam, uma Isabeli Fontana, uma Ana Beatriz Barros, uma Adriana Lima, uma Alessandra Ambrósio, belezas que são eternas, com perfil latino ou nórdico, não tem importância, tem de ser muito lindas”, conclui. Confirmando o ditado de que “me desculpem as feias, mas beleza é fundamental”, citação do eterno poeta e compositor Vinícius de Moraes. Ele declara sua imensa paixão pelo Brasil, que diz ser sua segunda pátria. “Amo este País por intuição.” Para Casablancas, a mulher brasileira tem a sensualidade construída com muito bom humor, vaidade e auto-valorização. “Uma mulher que se gosta é sexy.” E ele próprio, símbolo da beleza masculina no auge de sua juventude, ainda conserva o charme no olho clínico à caça da beleza.

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

117


[ Personality ] Fotos: Divulgação

Ele não tem

papas na língua O

santista Alexandre Mota, nos conta, com exclusividade, que recusou a proposta feita, por telefone, de Sílvio Santos (SBT). Ele poderia receber três vezes o seu salário na Record e morar de novo em Santos, São Paulo, sua cidade natal. Entretanto, ele disse não! “A Record é minha casa e tenho uma dívida de gratidão com ela desde 1998, quando comecei a trabalhar na empresa. O Douglas (diretor da Record) que me transformou em apresentador. E, além disso, adorei Porto Alegre”, diz o apresentador do Balanço Geral, que está incomodando a RBS TV e o SBT no Estado, com a audiência que vem conquistando com a nova fórmula jornalística - popular e factual e com o toque do balanço na televisão. “O nosso jornalismo tem a receita de notícias policiais, de prestação de serviço e da comunidade. Já o jornalismo da RBS TV é muito elitizado e

118

| Revista Expansão

Ao recusar proposta do SBT, para ficar aqui no Sul, Alexandre Mota, da Record, declara sua forte ligação com os gaúchos Por Graziela Dannenhauer

não dá voz ao povo gaúcho, não estou discutindo a qualidade dos profissionais, mas sim como as informações são colocadas no ar”, afirma Mota. Ele apresenta o jornalismo de modo diferente de qualquer outro jornalista gaúcho. “Eu sou desbocado, grito, aponto, faço comentários e provoco. O programa dá vez e voz. E o SBT seguia o molde da RBS elitizada, mas acabou perdendo muita audiência. Tomara que consigam se recuperar, porque a concorrência é importante para o telespectador.” O próximo passo da Record/RS, segundo Mota, é a aquisição de um helicóptero para fazer a Record no Ar no Estado. A aeronave, uma Robson modelo 44, deve estar até meados deste mês na plataforma, já construída, na Record, nos altos do Morro Santa Tereza. Com exclusividade à Revista Expansão, Mota deu essa notícia com a alegria de já ter contratado o piloto.

Setembro/2009


Ele conta que nem acreditou que era mesmo o Sílvio Santos ligando para ele. “Eu recebi a ligação do Paulo Nicolau, diretor do SBT, eu já havia trabalhado com ele, me dizendo que alguém iria me ligar e que era para atendê-lo bem porque não era trote. Quando ouvi a voz e ele se identificou, eu fiquei com as pernas trêmulas”, lembra Mota. “Pô, o Sílvio Santos ligando para o meu celular, nossa que satisfação”, complementa. Entretanto, a liberdade que Mota tem no ar para fazer o seu Balanço Geral, a partir das 12h45, no canal 2, de segunda à sexta-feira, é algo que pendeu muito para que ficasse no Sul. “Eu nunca fui repreendido na Record. Tenho a liberdade de falar e fazer o que eu acho certo. Uma vez acabei por chamar os vereadores de Porto Alegre, no ar, de cambada de jumentos. Eu vi que tinha exagerado e faltado com respeito, principalmente, aos cidadãos que votaram neles, e me desculpei no ar no outro dia”, conta.

O balançar das mãos, durante seu programa, é sinal para que o câmera faça a tela “tremer”

Eu sei que, se tiver que fazer um jornalismo engessado e sem criatividade, eu vou fazer. Eu roí muito osso para chegar onde cheguei e estar comendo filé mignon. Mota acrescenta que isso ele não teria se aceitasse o pedido do SBT. “Eu sei que, se tiver que fazer um jornalismo engessado e sem criatividade, eu vou fazer. Eu roí muito osso para chegar onde cheguei e estar comendo filé mignon.”

Setembro/2009

Revista Expansão |

119


[ Personality ] Fotos: Divulgação

Perfil Com 1,75 metro de altura e o jeitinho simples, direto, humilde, Mota encanta as pessoas. Ele recebeu a reportagem da Revista Expansão nos estúdios da Rede Record, nos altos do Morro Santa Tereza, em Porto Alegre, como diríamos “de braços abertos”. Sabe articular muito bem as palavras e tem dinâmica para isso. Contou também sobre suas experiências profissionais. Mota tem 37 anos, é casado com Séfora, 30, com a qual tem os filhos Guilherme, 7, e Gustavo, 5. Formou-se em jornalismo na Universidade Católica de Santos, em São Paulo. Foi criado em São Vicente, praia paulista, e falou “tu” até os 23 anos de idade. “Depois, eu parei. Não sei por quê?” Começou a trabalhar na Rádio Cultura em Santos, em 1º de outubro de 1991. “Eu tinha completado 18 anos, quando comecei a trabalhar como locutor e entrevistador. Fazia faculdade à noite e trabalhava da meia-noite às 6 horas da manhã. Dormia até as 10 horas e fazia um giro nas Delegacias de Polícia de ônibus. A rotina se manteve até 1994, quando foi para a CBN Santos, onde ficou por nove meses. Depois da CBN, Mota foi trabalhar a partir de setembro de 1995, como repórter do Aqui Agora, do SBT, em Cuiabá no Mato Grosso.

Me mudei de mala para cá no dia 6 de fevereiro de 2008. Aqui, eu adquiri a cuia.

Mota responde a todos os e-mails e diz que o novo estilo de jornalismo é mais “povão”. O paulista é um estouro na mídia e está fazendo sucesso no Rio Grande do Sul

120

| Revista Expansão

Ficou por sete anos em Cuiabá, onde em 1998, ingressou como repórter da Rede Record, no Cidade Alerta, até 2002. Neste ano, passou suas férias em Santos e visitou a Record de lá. Como já conheciam seu trabalho, ficou no lugar de um colega durante a semana porque o profissional teve problemas intestinais. Com a experiência de rua, executou a pauta sem problema algum. “Naquele dia caiu o mundo, em São Paulo. A chuva tomou conta da cidade e estava esperando que diminuísse para ir para casa. Daí, perguntaram se poderia fazer a pauta e entrar ao vivo de um bairro paulistano, entrei junto com o Datena”, lembra Mota. Por mais três dias, ele ficou no lugar do colega. Saía com a moto e entrava ao vivo. Depois disso, os chefes da Record de Santos não o deixaram voltar para Cuiabá, para ganhar três vezes mais. “Eu não sabia que iria comer o pão que o diabo amassou com o Datena. Eu fazia as inserções sempre de moto, dirigindo de um lado para outro e comendo gás carbônico todos os dias”, conta Mota. Ele participou do Cidade Alerta, com Marcelo Rezende; foi editor da Record Internacional por dois meses na Espanha e Portugal; foi repórter aéreo do São Paulo no Ar, no Tudo a Ver e no Domingo Espetacular. “Como repórter aéreo ficava por seis horas no ar para o SP Record e para o Jornal da Record. Em fevereiro de 2007, me deu a louca e voltei para Cuiabá e me deram o cargo de apresentador. Fiquei por sete meses e acabei voltando para Santos porque minha mãe estava mal de saúde”, destaca o filho único. Largou tudo. “Fiquei um mês desempregado. Até que o Datena me convidou para fazer o Brasil Urgente com ele, na Band. Além disso, fiz também o São Paulo Acontece, com inserções ao vivo do helicóptero.” Até que a Rede Record o convidou para fazer um piloto no carnaval de 2008. Em menos de três dias, fez a cobertura jornalística pela Band, pediu demissão, assinou contrato com a Record e já estava em Porto Alegre. “Me mudei de mala para cá no dia 6 de fevereiro de 2008. Aqui, eu adquiri a cuia”, finaliza.

Setembro/2009


[ BOOK ]

Avenida de Histórias N

inguém melhor para contar histórias do que um escritor. Se o assunto é humor, então, perfeito. Com essa perspectiva o patrono da 27ª Feira do Livro de Novo Hamburgo lança Avenida de Histórias. Henrique Schneider escreve sobre anedotas ocorridas ou contadas em uma das mais tradicionais cafeterias da história hamburguense. Fechado na década de 90, o Café Avenida foi palco de acordos políticos a apostas envolvendo objetos inusitados. Pois foi com o pai, Nestor Schneider, ex-deputado e ex-prefeito de Campo Bom, que Henrique começou a frequentar o local. O escritor conta que as passagens engraçadas aconteciam lá mesmo. “Se não aconteciam, eram propagadas ou até inventadas. O Café AveniHenrique Schneider da faz parte da minha vida. Eu ia toda semana com o meu pai e ouvia muitas histórias”, lembra Schneider. Agora, compartilha a nostálgica experiência em um livro que resgata um humor pouco presente à sociedade contemporânea. Uma espécie de homenagem prestada pelo patrono da edição 2009 da Feira do Livro. “Novo Hamburgo tem uma tradição séria de valorização do trabalho, mas também pequenas histórias bem humoradas que construíram sua identidade.”

Setembro/2009

Obra será lançada na Feira do Livro de Novo Hamburgo econta anedotas envolvendo tradicional cafeteria fechada na década de 90 Por Felipe de Oliveira/Free-Lancer | Ilustrações Diogo Fatturi/Divulgação

As fontes eram frequentadores assíduos como o fotógrafo Alceu Feijó. É dele o prefácio do Avenida de Histórias. As anedotas permeiam décadas na Capital Nacional do Calçado. Começam nos anos 30, 40... Chegam ao Século 21, mesmo depois do fechamento do café. “Novo Hamburgo precisa sorrir um pouco mais. Isso faz bem”, avalia o autor.

A obra O lançamento será entre 9 e 18 de outubro, durante a Feira do Livro de Novo Hamburgo. Serão 2 mil exemplares com mais de cem anedotas. Uma parte da tiragem será comercializada em livrarias e outra doada a bibliotecas da região. Também compõem a obra 20 imagens do ilustrador Diogo Fatturi, em alusão às histórias. Projeto e edição são da Um Cultural, com financiamento do Ministério da Cultura pela Lei Rouanet.

O Café Avenida faz parte da minha vida. Eu ia toda a semana com o meu pai e ouvia muitas histórias.

Revista Expansão |

121


[ Tudo Pelo Social ] Frederico León/Divulgação

O clássico A

da periferia

exemplo dos personagens do drama Orquestra dos Meninos, filme estrelado por Murilo Rosa e por Priscila Fantin e baseado em uma história real, Porto Alegre também conta com uma orquestra formada por crianças e adolescentes da periferia. E desde 3 de julho, os 23 músicos-mirins da Orquestra Infanto-Juvenil Ipdae, com idades entre 12 e 19 anos, realizam sua primeira turnê pelo Estado. O primeiro município visitado foi Pelotas e já ocorreram apresentações no Vale do Sinos, na Região das Hortênsias, no Vale do Rio Pardo e em Porto Alegre. A turnê segue por Novo Hamburgo, Canela, Bento Gonçalves, Passo Fundo e a capital gaúcha. A orquestra faz parte da Escola de Música do Instituto Popular de Arte-Educação (Ipdae), organização não-governamental localizada na Lomba do Pinheiro, um dos bairros mais pobres e violentos da capital gaúcha. Até outubro, os músicos se apresentarão em pelo menos dez cida-

122

| Revista Expansão

Organização Não-Governamental ensina gratuitamente crianças a tocar instrumentos e resgata a cidadania

Crianças e adolescentes, de 12 a 19 anos, se apresentam, gratuitamente, em nove municípios gaúchos des. Na maior parte delas, haverá dois concertos gratuitos, um didático, voltado a escolas, e outro aberto ao público em geral. A turnê é patrocinada pelo Serviço Social da Indústria (Sesi) e pela Companhia Estadual de Energia Elétrica (CEEE), por meio da Rede Parceria Social, e por recursos do próprio instituto. No repertório, músicas eruditas, como As quatro estações, de Vivaldi, e Trenzinho Caipira, de Villa-Lobos, ou folclóricas, como Negrinho do Pastoreio, de Barbosa Lessa. A intenção, explica a fundadora e diretora-executiva do Ipdae, Fátima Flores Jardim, é disseminar o interesse pela música e mostrar que a periferia também tem talentos. “Queremos que os integrantes da nossa orquestra sirvam de exemplo a outros jovens”, acrescenta. Entre os que fazem parte da turnê está Luciano Corrêa, 15. Ele teve o primeiro contato com a música aos 12 anos, no Ipdae. Aluno do segundo ano do ensino médio, hoje sonha em ser um flautista conhecido. “Nunca tinha tocado e não imaginava que poderia ser músico, mas agora penso em prestar vestibular e fazer da atividade minha profissão”, afirma.

Setembro/2009


Recursos para nova sede A Escola de Música do Instituto conta com cerca de 200 alunos e inclui cursos de flauta, violino, violoncelo e viola, com duração de oito anos e avaliações semestrais. A orquestra é resultado desse trabalho e fomenta o sonho que as crianças e adolescentes atendidas pela ONG tem de se tornar profissionais. “Temos alunos a partir dos sete anos. Essas crianças se miram no exemplo dos meninos e meninas da orquestra, que ensaiam quatro vezes por semana no instituto e, em casa, dedicam de duas a quatro horas por dia à música. Os mais novos percebem a importância da dedicação e do estudo”, comenta Fátima. A regente da Orquestra Infanto-Juvenil, Rosângela dos Santos, frisa que, além da inclusão social, a música proporciona melhora na disciplina, na comunicação e no desempenho em sala de aula. É o que também reitera Jonathan Guilherme Pires dos Santos, 17. De origem humilde, ele está no projeto há quatro anos e, na orquestra, há três. Hoje, além das aulas, estuda música em casa pelo menos duas horas por dia e sonha em ingressar na faculdade de Música. “Com a turnê, tenho a chance de conhecer o Estado”, comemora. Atualmente, a ONG trabalha pela busca de recursos para construir a sede, em um terreno localizado na própria Lomba do Pinheiro e doado por um advogado. O prédio atual, alugado há cerca de dez anos, já não comporta a demanda (há uma fila de espera de pelo menos cem crianças e adolescentes). A falta de espaço também obriga a realização de ensaios em salas improvisadas, como a que fica junto à cozinha, ou no pátio da instituição. Com projeto arquitetônico já aprovado na prefeitura, a obra está orçada em R$ 1,5 milhão.

Setembro/2009

Serviço: O quê: Concertos da Orquestra Infanto-Juvenil Ipdae Quando: de 3 de julho a 16 de outubro de 2009 Onde: - 11 de setembro, 14h30min e 19h30min, Novo Hamburgo (Teatro Municipal Carlos Magno) - 18 de setembro, 16 e 20 horas, Canela (local a confirmar) - 25 de setembro, 15h30min e 20 horas, Bento Gonçalves (Fundação Casa das Artes) - 4 de outubro, 18 horas, Porto Alegre (Igreja São José) - 12 de outubro, Esteio (local e horário a confirmar) - 16 de outubro, 15 e 20 horas, Passo Fundo (Teatro do Sesc) Como ajudar o instituto: depósitos na conta do Banrisul, agência 040, conta 06055813-02, através do e-mail ipdae@ipdae.org ou do telefone (51) 3336-3713, com Fátima.

Revista Expansão |

123


[ Sem Fronteiras ]

Um roteiro

encantador Belas paisagens e safáris fazem da viagem à África do Sul um passeio emocionante e inesquecível

Filhote de rinoceronte é flagrado pelas lentes do casal, em Johanesburgo. Fairus e Kleber participaram de safáris e estiveram a poucos metros de distância de animais selvagens

124

| Revista Expansão

Setembro/2009


Os hamburguenses Fairus e Kleber fizeram uma viagem de oito dias para a África do Sul

Por Kleber Fisch Fotos Arquivo pessoal

O

roteiro foi definido – África do Sul. Saímos de Novo Hamburgo para o nosso destino e o embarque em São Paulo, tumultuado como sempre, apesar da Infraero garantir e alardear melhorias, nos custou a perda da conexão Johanesburgo-Cidade do Cabo, na África do Sul. Nada demais, pois o voo seguinte sairia em 30 minutos, assim como no Brasil. A propósito, o clima na África do Sul é o mesmo do nosso Estado, pois ambas as áreas geográficas estão localizadas, praticamente, na mesma latitude. Nesta época, por causa do frio, as savanas estão totalmente secas, proporcionando um visual amarelado (cor de leão), com a vantagem de quase não existir insetos, tanto na cidade, quanto nos safáris. Minha esposa, a bioquímica Fairus Nasralla, e eu viajamos por oito dias num cenário maravilhoso. O voo pela South África não poderia ser melhor. O avião tem uma configuração de bancos mais espaçosa, aliada a um serviço de bordo impecável e simpático. Comissários atenciosos, como há muito tempo não se O real desafio, via em companhias internacionais (uma prévia do que pelo menos seria nossa estada). Uma dica: os voos são diretos São para mim, foi Paulo-Johanesburgo, faça sua ida com destino final a dirigir pela Cape Town (Cidade do Cabo), pois na ida você está mais ansioso e suporta mais esta viagem extra; e voltando primeira vez de Cape Town para Johanesburgo você leva somente no assento as compras de meia viagem. direito do Depois de horas no avião, finalmente, chegamos! carro. Apesar do inglês sul-africano ter o sotaque muito carregado pelos nativos, consegui entender o que diziam depois de pedir duas vezes para repetirem cada frase. Locamos um veículo e partimos do aeroporto para o Centro. Até ali tudo muito tranquilo. As estradas são amplas e extremamente bem sinalizadas. Neste aspecto, a África pode-se vangloriar de sua planificação, que sempre valoriza os espaços, abundante, em todo continente. O real desafio, pelo menos para mim, foi dirigir pela primeira vez no assento direito do carro. Aí vai mais uma dica: não converse nem olhe para a paisagem, ao menos no primeiro dia, até você se acostumar com o novo sistema.

Setembro/2009

Revista Expansão |

125


[ Sem Fronteiras ]

Copa do Mundo O que nos impressionou no caminho foi o número de obras em andamento para sediar a Copa do Mundo de 2010. Para nossa surpresa, quando chegamos no hotel, o Holiday Inn, localizado no calçadão, bem no Centro de Cape Town, havia palcos montados e uma grande festa ocorrendo pelo Mandela Day (Dia de Mandela). Ao redor do nosso hotel, havia as mais variadas lojas de produtos típicos, restaurantes, minishoppings e o mercado de artesanatos. Imperdível pela beleza, tipicidade e economia nas compras. Os locais são próximos do prédio e pode-se chegar neles a pé. Com uma distância de 20 minutos caminhando, ou cinco de carro, chega-se ao Waterfront, um bom programa para a noite, por ser um shopping a céu aberto, perto da marina, com lojas e bares com música ao vivo, ladeados por barcos ancorados. Ali, pode-se terminar a noite com um excelente filé de peixe e uma cervejinha bem gelada. A alegria e a simpatia dos garçons nos impressionaram e se tornam elevadas quando somos brasileiros.

Pacotes turísticos No próprio hotel, fomos informados sobre os pacotes turísticos disponíveis, assim como a reserva dos mesmos em 24 horas. Optamos por um “full day” que associava dois roteiros: a Rota do Vinho e o Passeio da Península. A zona vinícola da África do Sul é extensa e de reconhecimento internacional. Sua produção se caracteriza por vinhos de sabor suave, se comparados ao nossos e chilenos, mas de qualidade incontestável. Seus primeiros produtores se fixaram em torno de 1800. O passeio é muito bonito, no distrito de Stellenbosch, entre extensos parreirais, montanhas escarpadas e construções centenárias. A degustação é semelhante à nossa, com visita a cave e barris climatizados, processo de fabricação, com loja para compras em cada vinícola.

126

| Revista Expansão

À esquerda no alto, uma das vinícolas da Rota do Vinho, visitadas pelo casal. Acima no alto, o registro de um tubarão branco cercando a gaiola, onde o turista fica confinado. Acima, Fairus no Farol do Cabo da Boa Esperança, onde admirou paisagens indescritíveis

No Passeio da Península, inclui-se o Cabo da Boa Esperança. Na sua metade sul, encontra-se uma reserva nacional, o que faz a região se manter intacta, como na época em que Vasco da Gama descobriu o caminho para as Índias. Uma imagem indescritível, assim como a vista de cima do pico, onde está o Farol do Cabo da Boa Esperança. Antes, porém, circulamos por toda orla, onde estão as praias mais badaladas, com um visual único, formado pelo mar, casas e montanhas. Pequenos trechos distanciam as praias. E assim, como no Brasil, a exemplo de Santa Catarina, o trânsito é um congestionamento só durante o verão. Fora da temporada, é uma maravilha andar de carro entre uma praia e outra, mas no verão demora-se horas.

Tubarão Branco No segundo dia, optamos por visitar a Embaixada do Tubarão Branco, na baía Gaasbaai, a cerca de duas horas de distância de Cape Town, em uma van. Quando o guia explicou sobre os cuidados durante o mergulho na gaiola, nos subiu a adrenalina. Mas, em alto mar, as coisas foram tranquilas, pois a beleza dos tubarões superou o medo. Para atrair os tubarões brancos foram lançando ao mar carcaças e sangue de peixe. Não demorou muito para que dois deles já rondassem o barco onde estávamos, permitindo boas fotos. Afinal estávamos no local onde existe a maior concentração destes tubarões no mundo. E essa peculiaridade é devida ao fato de que ali pertinho, há uma ilha com a maior concentração de leões marinhos – comida preferida dos tubarões. Quando estava dentro da jaula, pude ver aquele monstro (o tubarão branco) de 4,5 metros, olho a olho. A sensação é indescritível! Voltamos cansados desse passeio, mas ao mesmo tempo muito alegres.

Setembro/2009


A capital peculiar Voltando a Johanesburgo, a capital cultural e financeira da África do Sul, vimos que é uma cidade ampla, onde é fácil se localizar e dirigir, bem sinalizada e muito desenvolvida. Surpreendeu-nos saber que há pouco mais de 17 anos se encerrou o Apartheid, mas não se percebe o rancor ou a discriminação e, sim, uma pujança de oportunidades, trabalho e apoio do estado ao crescimento econômico. Mais que no Brasil percebemos uma miscigenação nas ruas, lojas, bancos e hotéis, e em todas as classes profissionais. Se for viajar para Johanesburgo, não deixe de visitar o Shopping Sandton, com sua praça central a céu aberto, rodeada de restaurantes refinados e com uma estátua enorme em homenagem a Nelson Mandela.

Fairus em contato com filhotes de leões em um dos parques de safáris em Johanesburgo

Safáris Ainda em Johanesburgo, aproveitamos para ir aos safáris no Lion Park. Situado nos arredores da cidade, fizemos o passeio pela manhã. Também existe o Rhino&Lion Park, a cerca de 80 quilômetros do centro. Em ambos os parques, a sensação é como se estivesse em um filme de aventura. A genEm ambos te está presente, ali, e os animais estão soltos pelas os parques, a savanas. Tivemos a chance de ficar perto de leões, guepardos, zebras e rinocerontes. Nós também consensação é como seguimos chegar perto de filhotes de leões, que esse estivesse tavam em uma área cercada do parque, onde eles em um filme de são tratados e liberados. Foi maravilhoso e emocioaventura. A gente nante esse contato direto com os animais. está presente, A viagem para a África do Sul inclui diversos ali, e os animais roteiros turísticos, com as mais variadas opções para estão soltos a Cidade do Cabo e Johanesburgo. Se fôssemos fazer todos os passeios, com certeza, levaríamos mais pelas savanas. de um mês ali. Certamente, este passeio pode se repetir em outras ocasiões e não faltarão roteiros para se divertir. A África do Sul me surpreendeu pelo desenvolvimento, alegria e simpatia de sua população, valorização e oportunidades para o turista, realmente um país em sintonia para receber uma Copa do Mundo de Futebol.

Setembro/2009

Revista Expansão |

127


[ Práticas Empresariais ]

Temas em ping pong

Gilberto Mosmann

Consultor de Negócios redacao@revistaexpansao.com.br

VEÍCULOS

O positivo – Passada a borrasca, o Brasil sofreu um pouco menos do que certos países. A produção de veículos reaquece, pela redução do IPI e pela disposição dos consumidores voltarem a assumir prestações. O negativo – O sistema viário do País não melhora na proporção do aumento da frota de veículos em circulação e isso está instituindo o caos, como no caso da BR 116, entre Novo Hamburgo e Porto Alegre. A Rodovia do Parque era para iniciar em agosto. E aí?

AUTOMAÇÃO

O positivo – Já destaquei que as empresas optam por máquinas automatizadas, com manutenção pouco complexa visando racionalizar seus custos. O negativo – A automação reduz custos com pessoal nas indústrias e no comércio. Devo acenar, para quantos sejam liberados no chão de fábrica, por esse motivo: (a) criam-se oportunidades, até mais especializadas, em outras áreas da própria empresa; (b) o setor de serviços é campo que mais se abre, pois cresce expressivamente.

PLÁSTICOS

O positivo – O plástico está cada vez mais presente na vida das pessoas, nas casas, nas fábricas, no comércio, em produtos. Nesses, como componentes. Utilidades domésticas, informática, veículos, produtos escolares, vestuário, tudo, enfim, tem a presença do plástico. Ele é atóxico (fora aqueles brinquedos que vieram da China) e é 100% reciclável. O negativo – Há quem pense que as sacolas plásticas tenham asas e voem, que bombonas para água potável tenham pernas e andem e que garrafas PET tenham nadadeiras e nadem. Na verdade, se esses produtos “aparecem” na natureza, deve-se ao seu descarte incorreto. A coleta seletiva do lixo nos municípios facilitaria a reciclagem dos produtos plásticos economicamente viáveis.

EXPORTAÇÕES

O positivo – Atuei 13 anos na Fenac, desde o início do processo de exportações do Vale do Sinos, ajudando na promoção do nosso sapato, aqui e lá fora. Torço pelas exportações de calçados retomarem um patamar maior do que o atual. O negativo – Ao citar seguidamente o mercado interno, eu não desmereço as vendas para o exterior. Quando as exportações iniciaram e quando se desenvolveram, o nosso mercado doméstico não era tão forte como é hoje. É isso que eu sublinho. Agora, devemos priorizar as vendas internas. Complementando, sim, exportemos.

VAPT-VUPT I – No seu negócio, cuide dos custos. Isso é essencial.

128

| Revista Expansão

II – O zelo quanto aos custos faz a diferença, nos balanços.

III – A atenção com os custos deve ser permanente.

Setembro/2009


Informe Especial

Couro brasileiro: presença marcante e sinônimo de elegância O Vale do Sinos tornou-se referência nacional e internacional no setor coureirocalçadista ao exportar tecnologia e mão-de-obra especializada e ainda oferecer a beleza, o conforto e a durabilidade que todos procuram no couro mundo. E agora deve continuar vencendo desafios, buscando novos mercados, quer seja de produtos comuns até os de maior valor agregado. “Devemos nos transformar em lançadores de moda e criar a marca Brasil”, aponta Eskens. “Não podemos nos esquecer também do interno, que demanda por beleza, qualidade e exclusividade”, completa. Considerando o conhecimento e a capacidade instalada, não há limites para a criação de peças com diferentes cores e texturas. “Em cima do substrato couro, podemos fazer uma infinidade de aplicações”, destaca Eskens.

O couro é um daqueles elementos muito próximos de nós, aos quais atribuímos cada vez mais valor. Aplicado em várias áreas de uso cotidiano, proporciona beleza e conforto combinado com resistência e segurança. Para chegar até ele, uma grande cadeia produtiva está alinhada e trabalha para manter esse selo de força e elegância. Quem não se sente valorizado ao vestir uma peça de roupa ou um sapato de couro? Ou em sentar num estofado que tenha o seu revestimento com o material? Sem contar nas possibilidades de aplicação nas mais diversas áreas. Nesse setor, o Brasil conta com um know-how que muitos países não dispõem e deve tirar proveito disso. “O Brasil exporta tecnologia de ponta e mão-deobra especializada”, destaca o diretor da Corium Química, Maximjan Eskens. A empresa é voltada ao fornecimento de insumos químicos para o mercado coureiro.

Produção limpa e responsável

Couro com a marca “Brasil” O Brasil está ligado a uma forte tradição na produção do couro. Um importante cluster foi formado, em especial, no Vale do Sinos. Esta região, por sinal, se fortaleceu a partir do setor coureiro-calçadista, no qual abriu as portas do vale para o

Outra vantagem é que o país é um dos maiores produtores de carne e de couro. Ou seja, há matériaMatriz da Corium Química está em prima em abundância. Além Novo Hamburgo, com escritórios ainda disso, a indústria coureira em Franca, Buenos nacional possui uma atribuiAires e Canelones ção importantíssima no que tange sua responsabilidade ambiental. “O setor coureiro estabeleceu um processo produtivo pouco nocivo ao meio ambiente”, informa Eskens. Ainda, a indústria coureira é muito importante pois aproveita todas as peles oriundas do abate animal. “Toda a sociedade ganha com a produção do couro porque o impacto ambiental é minimizado, gerando desenvolvimento significativo ao país”, avalia.

w w w. c o r i u m . c o m . b r

Setembro/2009

Revista Expansão |

129


[ Economia & Negócios ] Luis Seewald/Divulgação

Sócios e gerentes de uma das construtoras mais conceituadas no Vale do Sinos

Mosmann inaugura Central de Vendas

A Mosmann Incorporações inaugurou, em agosto, uma grande novidade no mercado imobiliário do Vale do Sinos - a Central de Vendas para atender ao cliente mais exigente. Com 86 anos, a Mosmann é uma das mais conceituadas empresas do setor no Estado, sendo responsável pelos mais belos e destacados edifícios de Novo Hamburgo. A Central de Vendas da Mosmann está localizada na Avenida Maurício Cardoso, 1.370. A gerente comercial Nalia dos Santos é quem está à frente do novo desafio. “Queremos aproximar ainda mais a Mosmann dos seus clientes”, comenta. Serão comercializados na loja os cinco empreendimentos.

Le Griffe

Ester Ellwanger/Estagiária/Especial

Queli Mello e Fátima, no comando

Há mais de sete anos atuando no mercado de decoração, a Le Griffe, de Campo Bom, atende a um público seleto e muito exigente. Projetando conforto, sustentabilidade, ergonomia, funcionalidade e o principal, a personalidade e o estilo de cada cliente estampados nos mínimos detalhes. “Vivemos em constante busca pela inovação do mercado nacional e internacional, disponibilizando produtos de altíssima qualidade e de exclusividade em toda região. Trabalhamos na área de tapeçaria, iluminação, movéis de alto padrão, adornos e revestimentos”, diz uma das proprietárias da loja, Fátima Salvador Kickow, que atua ao lado de Queli Mello.

Materiais para todos tipos de negócios

Idea Cor faz seu 1º aniversário

130

| Revista Expansão

Fotos: Divulgação

A Idea Cor está completando um ano de mercado e promove muitas surpresas para seus clientes durante o mês de setembro. De acordo com um dos proprietários Eduardo Vieira, a loja com segmento em tintas vai receber colaboradores, profissionais da pintura e clientes para Promoções e colaboradores qualificados para receber os clientes um workshop. Uma das novidades da empresa para este mês de aniversário é o lançamento do simulador de ambientes de cores. “Nós convidamos a todos para conhecerem nossa loja e nossos produtos”, destaca Vieira, que tem como sócio Fábio Vandré. A Idea Cor está situada na Avenida Victor Hugo Kunz, 1.945, bairro Hamburgo Velho.

Livraria Flama

A Livraria Flama completou 45 anos no dia 1 de setembro deste ano. A história da Flama começou a partir da compra da Livraria Lutz, que existia desde os anos 40 na cidade. Um mês após a compra, a livraria se mudou para o local que está até hoje (Rua Joaquim Nabuco, 788, Centro, em Novo Hamburgo). Ela mantem um quadro de 20 funcionários e começou vendendo lápis e caderno escolar. Hoje trabalha com papelaria, material escolar e de escritório, pequeno setor de bazar e presentes, diversidade de livros e literatura geral, materiais de informática, além de possuir um serviço de cópias. De acordo com o proprietário Flávio Daudt, eles estão sempre em constante atualização. “Somos uma das únicas livrarias e papelarias que mantem permanente a venda de livros, tanto de Literatura quanto didáticos. Hoje é difícil encontrar no mercado uma empresa como a nossa”, relata. “A Flama matem todos os produtos que as pessoas precisam na área de papelaria atualizados”, acrescenta Daudt.

Grafdil ganha prêmio gaúcho

A Grafdil Impressos Ltda, sediada em Dois Irmãos, foi uma das vencedoras da 5ª edição do Prêmio Gaúcho de Excelência Gráfica, promovido pela Associação Brasileira da Indústria Gráfica no Rio Grande do Sul (Abigraf-RS). A gráfica conquistou a primeira colocação no segmento Acondicionamento, categoria Embalagens Semirrígidas sem Efeitos Especiais. O prêmio chegou em momento importante para a empresa de 38 anos, que acaba de investir R$ 2 milhões em melhorias dos seus processos de impressão.

Setembro/2009


Romântica e Sensual

Courovisão receberá mais de 100 marcas

Graziela Dannenhauer/Especial

A Courovisão 2009 – Feira Internacional de Componentes, Couros, Máquinas, Químicos e Acessórios para Calçados e Artefatos está formatada para receber uma visitação altamente profissional, pretende reunir mais de 100 marcas expositoras e um público estimado entre 6 e 7 mil pessoas. O evento ocorre de 29 de setembro a 1º de outubro, nos pavilhões da Fenac. A área de Edição da Courovisão em 2008 curtumes já tem confirmada a participação de 30 empresas, número que pode aumentar em até 30%, resultado de um trabalho que vem sendo feito de forma intensiva pela AICSul (Associação das Indústrias de Curtumes do Rio Grande do Sul) em parceria com a Fenac. De acordo com o diretor-executivo da AICSul, Paulo Griebeler, a Courovisão é uma feira apropriada para os curtumes por se tratar de um evento bastante técnico. “Estilistas, profissionais do setor e empresários costumam passar pelos pavilhões da Fenac para observar as tendências, sem falar na apresentação institucional das empresas”, destaca Griebeler. Ele lembra ainda várias atividades que ocorrerão durante a feira e que interessam diretamente ao segmento. “A nova edição da Casa Couro, a Feira de Ciências e Mostra Tecnológica (Fecurt), do Centro Tecnológico do Couro do Senai de Estância Velha e o seminário da Associação Brasileira dos Químicos e Técnicos da Indústria do Couro (ABQTIC) e da AICSul são algumas das atrações que reunirão um bom público”, acrescenta o executivo.

Fotos: Divulgação

Tatiana mostra algumas lingeries

Mercado interno A campanha Divulgando o Calçado de Sapiranga, liderada pela Ampemes, tem levado por meio da mídia, a ideia que a cidade produz calçados de alto valor agregado. O presidente da entidade Davi Alves e o diretor de marketing Everton Passini apostam que esta iniciativa trará um incremento de vendas para as empresas locais, bem como um reposicionamento das marcas no mercado interno. Assessoria na área comercial e um fórum de design são também projetos que serão viabilizados pela entidade em um futuro.

Passini e Alves aprovam proposta

Setembro/2009

Ricardo de Moraes/Divulgação

A filial Romântica e Sensual completou um ano de funcionamento em Gramado no dia 12 de junho. Com matriz em Serafina Corrêa, o estabelecimento oferece lingeries especiais para um público mais refinado. São peças criadas e confeccionadas pela empresa que já tem cinco anos de estrada em solo gaúcho. De acordo com a proprietária Tatiana Sabadin Sordi, algumas peças são exclusivas e com detalhes de dar água na boca. “Conseguimos bons preços no mercado e aumentamos nossa competividade com a produção própria, que tem o requinte da mulher rômantica que sabe ser sensual”, explica Tatiana, que administra os negócios ao lado do marido José Carlos Sordi.

Ambiente criado para atender aos caprichos de seus clientes

Ventura oferece várias opções de lazer

O Vila Ventura, em Viamão, oferece mínimos detalhes de cada serviço para a realização de eventos e atividades de lazer, buscando a satisfação de todos os hóspedes e participantes. O leque de serviços é muito variado. Sempre voltado para a sustentabilidade, desenvolve ações de preservação junto a universidades, zoológicos, Ibama e demais instituições. O Vila Ventura é equipado com uma ampla área de lazer, piscinas, salas de jogos, quadras de esportes, restaurantes e quiosques, além de uma estrutura hoteleira e salas de reuniões de tamanhos variados, espalhadas estrategicamente pelo espaço. Para o mercado corporativo, além de toda a estrutura para realização de eventos, o Vila Ventura oferece diversas opções de atividades para equipes, estruturadas com base nas necessidades e o perfil dos grupos. Além do segmento empresarial, o Vila Ventura oferece pacotes especiais em feriados e datas comemorativas, para as pessoas que buscam o lazer familiar, com programações e monitoria especializada, em contato com a natureza a 25 minutos de Porto Alegre. Informações www.vilaventura.com.br.

Revista Expansão |

131


[ Cada vez melhor ]

Palestrante motivacional daniel@dalecarnegiers.com.br

Vontade de ser feliz

N

Hillebrand, Spier e Port

uma linda tarde de verão, uma mulher para o seu carro, a poucos metros de uma ponte. Estava vestida de festa, apesar de seu coração estar tomado de amargura. A tristeza de seu rosto estava escondida embaixo de muita maquiagem. Queria mostrar-se alegre, mas por dentro chorava amargamente. Caminha até o centro da ponte e perde a noção do tempo, observando o passar das águas e os raios do sol que se põem lentamente. Pede a Deus em silêncio: “que estas águas levem toda a tristeza que sinto e que a luz deste sol ilumine o meu coração de felicidade novamente...”. Po r q u e tanta tristeza? Por reprimir durante anos a maioria de suas vontades... Todos nós somos corpo e espírito. Somos dotados de razão, emoção e instinto. O instinto se manifesta em nós de várias formas e uma delas é através da “vontade”. A vontade é voz do nosso espírito, da nossa sabedoria absoluta. Quando negamos a voz da vontade, quando reprimimos os nossos desejos, estamos negando a nossa essência, o nosso espírito. Segundo T. Harv Eker, autor do livro “Os segredos da mente milionária”, toda vontade gera um sentimento, que por sua vez gera um pensamento, que dá origem a uma ação, que gera um resultado: Vontades

Pensamentos

Graziela Dannenhauer/Especial

Daniel Müller

[ Economia & Negócios ]

Sentimentos

Ações = Resultados

Eu lhe recomendo que você ouça a voz da sua intuição e realize todas as suas vontades. Cante, dance, viaje. Ame, abrace, sorria, perdoe, se perdoe. Compre, venda, comece, termine, comece de novo. Arrisque, persista, mude, viva e seja feliz. Citando Fernando Pessoa: Tudo vale à pena, quando a alma não é pequena. E a sua alma não é pequena, se você der ouvido a ela. Realize as vontades de seu espírito e você será muito mais feliz.

1ª coletiva de imprensa A Sicredi Pioneira RS fez sua primeira coletiva para estreitar relacionamento com a imprensa. Na ocasião, apresentou os resultados do primeiro semestre de 2009 e a nova promoção do Cartão Sicredi Múltiplo. O superintendente regional, Márcio Port, destacou que foram registradas 24 unidades de atendimento, com a implantação de duas unidades em Novo Hamburgo. São 53 mil associados (8%), R$ 450 milhões em recursos administrados (20%), R$ 228 milhões na carteira de crédito (43%), R$ 78 milhões em patrimônio líquido (32%) e R$ 7,2 milhões em resultado, o que representa 41% de crescimento comparado ao mesmo período do ano anterior.” O cartão múltiplo foi implantado em janeiro de 2009. Em pouco mais de seis meses, foram entregues 17 mil cartões, credenciados 900 estabelecimentos, 4,1 milhões de compras realizadas em crédito, débito e saque emergencial e R$ 4,3 milhões. O assesor Daniel Hillebrand e o presidente Édio Spier participaram da coletiva.

Design Collection

Ao comemorar seus 11 anos em setembro, a Comline’s elaborou uma campanha especial de aniversário, desenvolvida pela agência Origem Comunicação, aproximando ainda mais a empresa de seus clientes. As novidades vão desde ampliação do espaço que será ocupado na Festa Nacional do Calçado, sendo um dos estandes âncoras da festa, nova campanha de Lista de Noivos e renovação do layout da sua loja virtual, até a formação de um setor, dentro da loja Novo Hamburgo, dedicado à exposição dos produtos da linha Tramontina Design Collection (foto). Para o próximo ano está prevista a inauguração do maior showroom Tramontina do Brasil, em Novo Hamburgo, às margens da BR-116. O espaço, com mais de mil metros quadrados contará com vários ambientes funcionais e com lançamentos sempre alinhados com as novidades da fábrica. A Comline’s em Novo Hamburgo está na Avenida Vereador Adão Rodrigues de Oliveira, 374, e sua loja virtual está no endereço www.comlines.com.br. Divulgação

132

| Revista Expansão

Setembro/2009


Divulgação

Festa Nacional do Calçado

é atração de 5 a 13 de setembro

S

Pavilhões da Fenac, em Novo Hamburgo,  devem receber mais de 100 mil visitantes em nove dias

etembro será marcado pela Festa Nacional do Calçado, em Novo Hamburgo, que movimentará toda a região com uma intensa programação. Entre os dias 5 e 13 a Fenac oferece a maior promoção de venda de sapatos do Brasil. A meta da organização é atrair mais de 100 mil visitantes, já que esta é a primeira vez que o evento será aberto durante nove dias, das 10 às 21 horas. No ano passado, a festa comercializou 60 mil pares e movimentou um total de R$ 5 milhões, entre sapatos e produtos variados na multifeira. De acordo com o diretorpresidente da Fenac S/A, Ricardo Michaelsen, a ideia é promover um evento marcante, uma grande festa, com atrações para toda a família, onde as pessoas possam adquirir calçados femininos, masculinos, esportivos e infantis, incluindo lançamentos, bolsas, acessórios e vestuário, sem falar em dezenas de outros itens que serão comercializados pela multifeira. Entre as alterações para a edição deste ano está a mudança da parte comercial da feira para os pavilhões superiores, onde as lojas ocuparão cerca de 15 mil metros quadrados.

Setembro/2009

Atrativos Os outros pavilhões, que somam  aproximadamente  12 mil metros quadrados, serão utilizados para a área de alimentação, lazer, desfiles, seleção de modelos  e atividades culturais, sem falar nos espaços que abrigarão uma fábrica temática de calçados, o laboratório de biomecânica do IBTeC (Instituto Brasileiro de Tecnologia do Couro, Calçado e Acessórios), o Museu do Calçado, o Salão de Artes de Novo Hamburgo e a Casa Couro, entre outros atrativos. “Teremos corredores mais largos para  maior comodidade do público  e toda a estrutura necessária para receber o visitante. Além das lojas e dos estandes, estamos preparando uma grande variedade de atrações e uma programação cultural para agradar os mais diversos gostos”, acrescenta Michaelsen.

Hebe Camargo A festa será palco também da primeira edição da Feira de Agricultura de Economia Familiar, que contará com o patrocínio do Ministério do Desenvolvimento Agrário. Consumidora assumida dos sapatos produzidos em solo gaúcho, a apre-

sentadora Hebe Camargo marcará presença durante a Festa Nacional do Calçado, em data ainda a ser divulgada pelos organizadores. Hebe desfruta de grande simpatia junto ao público brasileiro, sendo conhecida pelos seus programas de entrevistas com artistas e personalidades, que comanda há anos na televisão. Sempre de uma forma descontraída, a apresentadora mostra sua  irreverência e experiência, num estilo inconfundível.

Promoção O evento é promovido pela Fenac e Prefeitura de Novo Hamburgo, com patrocínio da Caixa Econômica Federal e Banrisul. Além do apoio da Amvrs, ACI, Associação dos Lojistas do Bourbon Novo Shopping, Bourbon Novo Shopping, CDL Novo Hamburgo, Conselho Municipal de Turismo de Novo Hamburgo, Feevale, IBTeC,  Sindilojas Novo Hamburgo,  Senac/ RS e Trensurb. O ingresso aos pavilhões da Fenac custará 4 reais por pessoa. Menores de seis anos não pagam. Estudantes e maiores de 60 anos pagarão 2 reais. Mais informações pelo telefone (51) 3584-7200.

Revista Expansão |

133


[ Sobre nós e outras coisas ]

César A. Pessin

Adm. de empresas cesar.pessin@hotmail.com

134

| Revista Expansão

Pohren e Barth proprietários da Naphta

Saúde na água

A Vic Center, de Estância Velha, tem trabalhado para promover a saúde a partir de práticas de exercícios na água. Exercitar-se na água é uma das mais completas atividades colocando o ânimo no lugar do cansaço e tranqüilidade onde antes existia a tensão. Com foco no combate ao estresse, depressão, insônia, osteoporose, pressão alta, asma, problemas ortopédicos, entre outros benefícios, a Vic Center oferece uma grande diversidade de atividades e trabalha também para recuperar lesões, queimar calorias, proporcionando mais energia e disposição.

Design dos plásticos Pioneira no mercado de houseware em plástico com design no País e líder no segmento, a Coza é parte fundamental na história do plástico no Brasil. Com 26 anos de atuação, foi responsável pela criação de um novo conceito para o uso de acessórios em plástico, colocando o material em todos os ambientes da casa. A cada temporada, a Coza traz uma nova coleção com diferentes cores e combinações. Com sede em Caxias do Sul/RS, é comandada por um conselho de sócias-diretoras formado pelas irmãs Manuela, Daniela e Cristina Zatti.

Cristiano Sant’Anna/Divulgação

empos atrás, num evento, observei um grupo de pessoas falando sobre um assunto recorrente à época: a queda do avião da Air France. Como estava próximo, apurei os ouvidos, interessado no assunto. Contaminados pelo episódio recente, todos, humildemente, confessavam seu medo de voar. Então, lembrei-me de um caso ainda fresco: encontrava-me no aeroporto de Amsterdã, na Holanda, aguardando uma conexão que me levaria à Budapeste, na Hungria. Como dispunha de um tempo confortável, fiquei observando os aviões que estavam na pista. Foi quando, entre aeronaves da Lufhtansa, Emirates, KLM, Air Canadá, Japan Airlines, Air France, avistei um avião sinistro, quase branco. Para ser mais claro, tinha a cor de uma geladeira velha, razão pela qual supus que um dia possa ter sido branco. No final daquela fuselagem pálida, um nome que mais parecia o de um velho espião da KGB. Para onde voaria aquilo? Bangladesh, Azerbaijão, Mianmar? Fiquei pensando sobre quem teria coragem de voar naquele avião. Pois, poderia ter sido qualquer aeronave, mas quisera o destino que fosse justamente aquela que me levaria à Budapeste. Ao embarcar, a confirmação: tudo era velho. O compartimento de bagagem de mão era minúsculo e só fechava na base da porrada. Porém, êxtase mesmo foi quando ligaram as turbinas e tudo começou a trepidar. Eu jurei que o bicho não fosse levantar voo. E, se voasse, não aguentaria três horas no ar. A decolagem foi sui generis e me fez lembrar de uma Kombi velha que volta e meia passa diante da minha casa, explodindo o escapamento. Em dado momento, pensei que os assentos estavam se movendo, pois o sujeito alinhado no outro lado do corredor tinha sumido. O barulho do velho 737 era ensurdecedor e se não estivesse em paz comigo mesmo, acharia que aquela era minha última jornada. Serviço de bordo não teve, mas se tivesse, um sonífero teria sido uma boa pedida. Pois, sacolejando como uma galinha velha, ele chegou ao destino. Só não sabia se eu ria ou chorava, porque quem me trouxe também me levaria. De repente, uma mão pousou sobre o meu ombro e alguém me arguiu: - e você, já viajou de avião? Sem saber como, encontrava-me no meio daquele grupo. - Não! ... respondi, simplificando. E o sujeito disse: - sorte sua, veja só essa tragédia com a Air France! - Pois é... tenho medo de voar, menti! E, à francesa, afastei-me do grupo sem saber como tinha vindo parar ali. Medo tenho, pensei, é de andar nas ruas de Novo Hamburgo, depois que anoitece....

Naphta tem NFE segura

A partir deste mês, todas as empresas terão que começar a se adequar ao novo sistema de nota fiscal eletrônica (NFE). A Naphta Informática, em Novo Hamburgo, está preparada para atender a esse novo mercado, com seus sistemas de ERP, que permitem o gerenciamento da nota fiscal com segurança total dos dados contábeis empresarias, se a necessidade de terceiros. “As informações são fornecidas no sistema pelo cliente e ficam apenas com ele”, garante Matias Barth Schneider e Daniel Pohren. A Naptha está siatuada na Rua Bento Gonçalves, 2.537, sala 203. Informações pelo telefone (51) 3594-5272. Ester Ellwanger/Estagiária/Especial

T

Medo de voar

[ Economia & Negócios ]

Setembro/2009


Eurolatina completa 30 anos

Márcia Boniatti/Especial

Há 30 anos no mercado turístico, completados em agosto, a Eurolatina está cada vez mais aprimorando seu atendimento para melhor atender seus clientes. O diretor Nei Carlos Warken destaca entre as conquistas um nome consolidado e reconhecido no mercado, confiança de clientes dos mais diversos setores e mais recentemente a aquisição da sede própria. “Nos mudamos para cá em Equipe da Eurolatina 2008 e estamos muito felizes com essa conquista, me sinto orgulhoso”, comemora. A Eurolatina é uma das primeiras agências de turismo que surgiu em Novo Hamburgo e devido a sua consolidação no mercado muda de endereço para melhor atender seus clientes - Joaquim Nabuco, 1.685, sala 11.

Mercado do Sapato

Em 15 de setembro, a Mercado do Sapato, de Novo Hamburgo, oferece coquetel para convidados, clientes e amigos para apresentar seu novo espaço. O evento será das 18 às 21 horas. Antes disso, a equipe da loja vai atender na Feira Nacional do Calçado, entre 5 e 13 de setembro. A partir da inauguração do novo prédio, um preview do verão 2010 será a atração principal nos produtos da loja, e à medida que o calor chegar, os calçados também acompanham as necessidades. A nova loja fica na Vicente da Fontoura, 125, Centro, Novo Hamburgo.

Perin leva profissionais à Serra Márcia Boniatti/Especial

Novo prédio abrigará tendências Profissionais da arquitetura conheceram o parque fabril na Serra As lojas Perin, franqueada da Dell Anno, proporcionaram um encantador passeio à Serra no começo de agosto. A direção da loja recebeu um grupo de arquitetos com um café da manhã na loja de São Leopoldo e, em seguida, levou os profissionais para conhecerem o parque fabril e novo show room da Dell Anno, em Bento Gonçalves. Lá, depois de um inspirador almoço, o grupo ainda visitou a feira Casa Brasil.

Wood & Stock

Com tradição de 11 anos em móveis e estofados, a Wood & Stock, de Novo Hamburgo, comemora um ano de seu showroom. Para marcar a data, a empresa ofereceu um coquetel para convidados. Dirigida por Marcelo Andrade e José Carlos Andrade, a loja oferece o serviço de móveis sob medida e teve seu espaço físico ampliado e passou a oferecer mais opções entre seus produtos.

No último dia 31 de julho, a Exatus Assessoria Empresarial completou 20 anos de fundação. Para marcar a passagem da data, a empresa realizou um jantar festivo, com a palestra do jornalista do Grupo RBS, Lasier Martins. A celebração teve coPalestra com Lasier Martins mo mestres de cerimônia os colaboradores Nestor Breier e Márcia Capis, que agradeceram a presença de todos os presentes e fizeram um breve histórico das duas décadas da empresa. O diretor da Exatus, Gilberto Müller, falou de sua trajetória, desafios e metas para os próximos anos.

Setembro/2009

Fotos:Divulgação

Exatus celebra duas décadas

Jardim Urbano

Uma proposta bem peculiar vem conquistando os clientes da floricultura Jardim Urbano, de Novo Hamburgo. A empresa oferece arranjos, plantas, mudas e produtos para jardinagem e decoração atingindo um público bem diversificado entre consumidores finais, arquitetos e decoradores. Dirigida por Rute Goldoni e Dolores Goldoni, a floricultura também tem um importante foco na responsabilidade ambiental. Toda água utilizada no cultivo das plantas é de reaproveitamento da chuva. A floricultura possui uma cisterna de 27 mil litros para esta coleta. Além disso, a terra para o cultivo provém de uma empresa da Serra que usa adubo com base nos resíduos da uva, para não agredir o meio ambiente.

Floricultura atende público diversificado

Revista Expansão |

135


[ Mix ]

Exposição na capital

Promotoria de Caí discute qualificação

Castor Becker Júnior/Divulgação

Prefeituras e corpos de bombeiros voluntários de São Sebastião do Caí, Harmonia e Bom Princípio, juntamente com a Brigada Militar, devem preparar para o início deste mês um cronograma para qualificação dos membros das corporações civis do Vale do Caí. O trabalho deve abranger também eventuais futuros membros de corporações que estejam sendo preMinistério Público reuniu autoridades da região paradas em Tupandi e São José do Hortêncio. Esse foi um dos resultados da reunião ocorrida no mês passado, no Ministério Público de Caí. O encontro foi às 9 horas e teve a presença do promotor Charles Emil Martins, do tenente-coronel Rodolfo Pacheco e do capitão Ulbi Bagolin.

Morgana de Mattos/Divulgação

Projeto ambiental é exemplo na região

Hugentobler é recebido por Grade

O prefeito de Três Coroas, Rogério Grade, recebeu em seu gabinete, no dia 14 de agosto, o prefeito de Taquara, Délcio Hugentobler. O encontro foi motivado pelo interesse do prefeito taquarense nos projetos que Três Coroas possui na área de preservação ambiental - coleta seletiva do lixo. Na ocasião, Hugentobler anunciou a reabertura do Hospital de Caridade de Taquara, referência na região, no mês passado.

6º Jantar Baile de Casais do Terceiro Milênio

Ester Ellwanger/Estagiária/Especial

O Lions Clube Terceiro Milênio de Novo Hamburgo promove, dia 26 de setembro, o 6º Jantar Baile de Casais. Com o tema Uma noite indiana, buscase angariar fundos para o Projeto Ação Encontro. O evento ocorre a partir das Lens, Adriana, Cladis, Ana e Claudete 20h30min, no Salão Social da Sociedade Ginástica Novo Hamburgo, com a animação do Evento Banda Show. Os convites estão à venda com os integrantes do Lions Clube Terceiro Milênio. Vilnei Lenz, Adriana Kayser, Cladis Martins, Ana Alice Dalarosa e Claudete Delai estiveram na Revista Expansão para divulgação. Ester Ellwanger/Estagiária/Especial

Marcos Kroeff

136

| Revista Expansão

TMA Estância Velha

Selecionada pelo júri da Secretaria Municipal de Cultura de Porto Alegre, a artista plástica hamburguense Magna Sperb expõe a série de trabalhos (Des)Encontros na Usina do Gasômetro (Avenida Presidente João Goulart, 551, em Porto Alegre), a partir de 4 de setembro. As obras recortadas em MDF e pintadas com tinta acrílica mostram excertos de figuras humanas retiradas das páginas de revistas e jornais. A exposição ocorre até 4 de outubro, de terças a domingos, das 9 às 19 horas, no quarto andar da Usina.

Frente parlamentar

O presidente do Legislativo hamburguense, Antonio Lucas, e o vereador Ricardo Ritter (Ica), ambos PDT, estiveram na Câmara de Porto Alegre, no dia 19 de agosto, em reunião para tratar da criação de uma Frente Parlamentar da Grande Porto Alegre, para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. Parlamentares da Região Metropolitana foram recebidos pelo presidente do Legislativo porto-alegrense, Sebastião Melo (PMDB), e vereadores. As Câmaras de Novo Hamburgo e São Leopoldo manifestaram interesse em serem subsedes da Copa. A criação da Frente ainda está sendo discutida pelo grupo.

Posse no Rotary

Flávio da Rocha tomou posse como presidente do Rotary Club 25 de Julho. Mauro de Paula passou o cargo, recentemente, a Rocha em uma solenidade realizada no Salão Lakes, do OK Center, em Novo Hamburgo. A gestão de Rocha é para os anos de 2009 e 2010. O governador 20082009 do Distrito 4670, Eliseu Gonçalves da Silva, e sua esposa Tânia, e o governador eleito 2010-2011, Eduardo Werneck, estavam presentes. De Paula apresentou o balanço da sua gestão e prestou homenagens a companheiros. Na foto, Mônica e de Paula e o novo casal presidente Rocha e Mara Sarquiz.

A seccional de Estância Velha, do Tribunal de Mediação e Arbitragem (TAM), formou, em julho, sua segunda turma de juízes mediadores. De acordo com um dos novos juízes mediadores Marcos Antonio Kroeff, o TMA proporciona um julgamento mais rápido para causas na área civil, como contratos de condomínios e empresas. Kroeff relata que para participar desse tribunal não é necessário ser formado em Direito e que seu grupo de formandos atuará somente em Estância Velha. O TMA conta com seccionais em mais de 70 cidades do Estado.

Setembro/2009


Twitter 1

O Esporte Clube Novo Hamburgo entra na moda do Twitter, mais um canal de interatividade com o seu torcedor e com todos que acompanham as notícias do Noia. No ar desde o mês passado, a página do anilado traz informações exclusivas. Confira pela página www.twitter.com/ECNovoHamburgo. 

Twitter 2

O deputado federal Renato Molling (PP) também aderiu ao Twitter. Agora, o seu eleitor e a comunidade regional poderão acompanhar mais de perto o mandato do parlamentar, que estará postando novas notas durante o dia. O endereço é www. twitter.com/renatomolling.

Mecânica

A Ritmo Veículos promove no dia 19 de setembro o 7º Encontro da Mecânica Só Para Mulheres, com o tema Conhecendo o sistema dualogic na prática. A atividade começa às 8h30, com um café da manhã, sorteio de brindes e de um Day Spa. Inscrições pelo telefone 3586-9000.

Vigilância eletrônica

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Rio Grande do Sul, com recursos do Pronasci, investirá R$ 2 milhões para implantar 21 câmeras de vigilância eletrônica, desde o trecho de Porto Alegre (no viaduto Leonel Brizola) até o viaduto que liga a BR-116, com a RS-239, em Novo Hamburgo.

Twitter 3

Antenado às inovações da comunicação on-line, o deputado estadual João Fischer (PP) também estreou sua página no Twitter. No endereço www.twitter.com/fixinha, estão disponíveis notícias e informações sobre a atividade parlamentar do deputado e um espaço livre de interlocução com os gaúchos.

Viver a Vida

Maior produtora de calçados femininos em couro do Brasil, a Bottero firmou parceria com a Rede Globo, por meio da Globo Marcas, para licenciamento de seus calçados para a próxima novela das nove, Viver a Vida, com estréia prevista para 14 de setembro, que aborda o mundo da moda.

Feminino

O 6º Encontro Estadual Feminino de Corretoras de Seguros terá as palestras com Cláudia Matarazzo, com o tema Etiqueta Empresarial, e Leila Ferreira, o Ser Mulher Hoje. O evento ocorre dia 25 de setembro, no Teatro do CIEE, na Rua Dom Pedro 2, 861, em Porto Alegre, das 12h30min às 18h30min.

Gisele

À procura de uma nova Gisele Bündchen. Esta é a missão dos representantes do concurso Beleza Mundial, que tem sua final este mês. Nos últimos meses, meninas de todo o Brasil passaram por um processo de seleção em eventos locais e regionais. A indicação das beldades foi feita por manicures.

Setembro/2009

Anti-fumo

O deputado estadual Miki Breier protocolou, no mês passado, na Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul, um projeto de lei estadual que proíbe o consumo de cigarros em lugares fechados. O projeto ainda não foi aprovado.

Ética

O Núcleo Regional de Serviço Social de Novo Hamburgo, em parceria com o Conselho Regional de Serviço Social da 10ª Região, promove o curso Ética em Movimento. As aulas começaram em 26 de agosto e as demais serão realizadas nos dias 16 e 23 de setembro. As inscrições já estão encerradas.

Carambolas

A professora Máyra Salete Leie, de São Leopoldo, acaba de lançar Carambolas ou Pirambolas, pela Editora Unisinos. Autora de diversas obras direcionadas ao público infantil, ela tem no site www.pipocapororoca.blog.terra.com.br um canal com seus pequenos leitores. Máyra tem planos de lançar ainda entre o segundo semestre deste ano e 2010 mais dois títulos.

Rústica e caminhada

Em comemoração aos seus 10 anos, a Revista Expansão promove, em outubro, a Rústica e Caminhada pela Saúde. A rústica ocorre no dia 25 de outubro e terá um percurso de 10 quilômetros pela cidade, com a saída às 9h30min da frente da nova sede da revista, situada na Rua Quintino Bocaiúva, 99, e será organizada por Marco Antônio Schmidt (Marquinhos), da MS Esportes. Parte da renda será revertida para a Liga de Combate ao Câncer de Novo Hamburgo. As inscrições podem ser feitas pelo site ou na sede da revista, ao custo de 15 reais – com direito a uma camiseta. A rústica será competitiva e os cinco primeiros colocados de cada categoria (ao todo serão 11 categorias) receberão um troféu - será permitida a participação de homens e mulheres com idade mínima de 19 anos. Já a caminhada pode ter a participação de qualquer cidadão. De acordo com a gerente-executiva da Revista, Ana Conti, espera-se atrair um grande público para o evento. “Além da competição e da premiação, a Revista também se preocupa com a saúde da sua comunidade; e aproveitamos para contemplar uma entidade importante como a LFCC. Chamamos todos a participar porque quanto mais inscritos maior será a contribuição à Liga.” E para quem não quiser participar da corrida pode fazer apenas a caminhada durante o percurso definido pela organização do evento. “A idéia é juntar o maior número de pessoas possível”, destaca Ana. A rústica conta como o apoio de entidades esportivas da região. Mais informações sobre o evento estarão disponíveis no site www.revistaexpansao. com.br a partir do dia 15 de setembro.

Revista Expansão |

137


[ Mix ] Joel Reichert/Divulgação

Isa ministra uma das palestras da Oficina

1ª Semana da Fotografia

Uma câmera na mão e vontade de saber mais sobre a arte de fotografar. Únicos requisitos para participar da primeira Semana da Fotografia de Novo Hamburgo, que ocorreu entre 16 e 23 de agosto. Cento e quinze pessoas se inscreveram, gratuitamente, no evento organizado pelos fotógrafos Joel e Isa Reichert. Mini-cursos, debates e sessões de cinema ocuparam a Oficina de Photographia. O ponto alto da programação alusiva ao Dia da Fotografia, 19 de agosto, foi a Maratona Fotográfica: 24 horas registrando belezas do Município. Aos 82 anos de idade, o fotógrafo Alceu Feijó foi homenageado por sua carreira cinquentenária. No último dia da oficina, houve um debate com a participação de Fábio Winter, Ita Kirsch, Luciano Barreto, João Ricardo e Denise Wichmann.

Aline de Melo Pires/Especial

Liga Nacional

Graziela Dannenhauer/Especial

Argentino Hotel

O Argentino Hotel, de Piriápolis (Uruguai), assinou em 12 de agosto, em Porto Alegre, com a Personal Operadora, um convênio de venda de pacotes especiais. Fabio Lancaster, gerente de vendas do Argentino Hotel, e Jussara Leite, da Personal, a maior operadora de pacotes para o Mercosul, participaram da Ugart, no Plaza São Rafael, onde tiveram excelente aceitação dos pacotes que apresentam para os gaúchos, com o destino diferente e místico de Piriápolis. Há 27 quilômetros de Punta del Este, um dos principais Fabio e Jussara nas vendas de pacotes turísticos atrativos turísticos dos brasileiros, o Argentino Hotel torna-se uma opção importante para os amantes do bom gosto e o requinte de um palácio dos anos 30, erguido pelo alquimista Francisco Piria.

138

Setembro/2009 | Revista Expansão

Isequillo fala para a imprensa as propostas da campanha

Graziela Dannenhauer/Especial

A equipe adulta de handebol do Santa/Feevale que, em parceria com a Prefeitura de Novo Hamburgo, compete na Liga Nacional de Handebol Feminino de 2009, foi apresentada em 30 de julho. O evento foi realizado, no Salão Social do Colégio Santa Catarina. A Liga Nacional de Handebol Feminino de 2009, que começa em 8 de agosto, em Novo Hamburgo, e segue até final do mês de novembro será disputada por sete equipes. Esta será a quarta participação da equipe hamburguense na Liga Nacional. Nas edições de 2007e 2008, o time classificou-se em 3º lugar. Em 2009, o time terá a mesma base do ano passado, mas conta com o reforço da pivô Lílian, que chegou de Campinas (SP), as pontas Érika e Val e a goleira Carla, que chegaram do clube Cascavel, do Paraná. “Vamos em busca do objetivo maior, que é a conquista do título brasileiro de 2009. Para isso, estamos intensificando os treinamentos das atletas, visando aprimorar as partes físicas, técnicas e táticas”, destaca o técnico Renato Arena (foto).

Convention

O Convention & Visitors Bureau de Porto Alegre (Porto Alegre CVB) firmou parceria no mês passado com a Fenac Feiras e Empreendimentos Turísticos de Novo Hamburgo. A solenidade de assinatura do contrato ocorreu no dia 11 de agosto na Fundação Scheffel, em Novo Hamburgo. Estiveram presentes o diretor-presidente da Fenac, Ricardo Michaelsen, o prefeito de Novo Hamburgo, Tarcísio Zimmermann, e o presidente da Porto Alegre CVB, Ricardo Ritter. “Temos a certeza de trazermos mais eventos para o Município e de aproveitarmos mais o nosso espaço”, destacou Michaelsen. Ritter salientou o espaço único da Fenac no Estado.

138

Revista Setembro/2009 Expansão |


Informe Especial

Claudia Marques (à direita) com a aluna Caroline Ely durante aula semanal.

4Good: inglês aplicado na prática Escola valoriza a conversação e adapta a aula de acordo com interesse e necessidade do aluno Indiscutivelmente, o idioma inglês tornou-se uma ferramenta de trabalho, estudo, relacionamento e entretenimento que requer a atenção de todos. Mas, como dominar a língua com a tranqüilidade e a fluência necessária? Na opinião da professora Claudia Marques, da 4Good English for Professionals, a melhor maneira é praticar a conversação. “O aluno só vai aprender dessa forma”, afirma. A escola trabalha com pequenos grupos ou individualmente para estimular essa habilidade. Outro cuidado é atender o objetivo do aluno. “Nossa característica principal é que o professor entra na dinâmica do aluno, não o contrário”, destaca. A 4Good é a única escola da região habilitada para o TOEIC - TEST OF ENGLISH FOR INTERNATIONAL COMUNICATION -, uma certificação do setor empresarial. O Inglês para Negócios está focado no ramo de atuação do profissional. Passando pela área metal-mecânica, da medicina ao design, Claudia Marques prepara a aula a partir da necessidade do aluno. Além disso, a escola atende somente ao público adulto. Com formação em Comércio Exterior e mestrado em andamento em Administração, a professora atuou por muitos anos em institutos de idiomas e possui especialização em Língua Inglesa. Mas é a versatilidade que diferencia as aulas. Os alunos da área de Negócios preparam apresentações da empresa ou fazem abordagens de vendas. Em uma indústria, o setor da produção apresentou cada setor e função da empresa. Já uma mestranda em Design desafiou Claudia a conhecer o seu projeto de pesquisa, que trata de superfícies hidrofóbicas, a partir do estudo de asas de borboleta e de uma planta. “Cada aula

precisa ser preparada como se fosse única”, define. Um aluno que gosta de escalada e pescaria trouxe para a aula o equipamento para explicar a função de cada objeto. “Ele vai aprender de forma significativa o conteúdo porque esse assunto é importante para a vida dele”, completa a professora da 4Good. Dessa forma, não há um método padronizado de ensino. O livro, a internet, a música e o dicionário técnico tornam-se ferramentas de apoio. A comunicação instantânea ou email servem de consultoria extra. A analista de importação Caroline Ely, de 26 anos, destaca os resultados dos encontros semanais. “É uma aula excelente, focada em tua necessidade”, avalia. Tendo freqüentado aulas em grupo, Caroline optou em continuar estudando, desde 2007, com aulas individuais, para se manter atualizada e se preparar para o teste de certificação. Para tornar a aula agradável, Claudia se desloca ao escritório, consultório ou residência do aluno. Ou no shopping center, como propôs para uma aluna que viajaria em breve. Visitaram lojas, cafés e supermercado. “A proposta é tornar o aprendizado algo natural e confortável”, indica

As aulas da professora Claudia Marques são focadas em muita conversa, que garante um aprendizado mais significativo para o aluno

Mais informações Saiba mais acessando o site WWW.4good.com.br ou pelo telefone 9988-9909.

Setembro/2009

Revista Expansão |

139


[ Departamento Jurídico ]

Eric Eduardo snel Tornquist

Advogado sneladv@pro.via-rs.com.br

Brasil não deve ser a

lixeira do planeta

C

Ao que parece, a Europa pretende tornar nosso País em um imenso aterro sanitário, como ocorre há muito com o continente africano.

140

| Revista Expansão

onforme informações de especialistas, são produzidas a cada dia, em todo o mundo, entre lixo comercial e residencial, 2 milhões de toneladas de lixo – o que equivale, na média, a 700 gramas por habitante de áreas urbanas. Em países de economia desenvolvida, a proporção é maior, chegando a três quilos/dia por habitante, como em Nova Iorque, onde é registrado o dobro do produzido na cidade de São Paulo. O recolhimento, a eliminação e o reprocessamento destes resíduos se tornaram um problema de enormes proporções, seja pelos custos envolvidos, seja pela falta de espaço em muitos países, seja pela extensão dos riscos sanitários. Na média global, apenas 11% do total do lixo produzido chega a aterros sanitários adequados. E esta realidade tende a piorar, na medida em que o consumo exacerbado passa a alcançar, por exemplo, largas parcelas da população chinesa ou indiana. Neste contexto, é digno de revolta a notícia de que foram identificados em três portos brasileiros 89 contêineres carregados com lixo doméstico vindos da Inglaterra. Conforme noticiado, este material foi desembarcado de forma fraudulenta, acompanhados de guias de importação que indicavam outro conteúdo, como matéria-prima para a produção de plástico. Contudo, relatou o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, que a 1,7 mil tonelada de dejetos tratam-se de “lixo doméstico e hospitalar, material em decomposição, chorume, insetos e patogenias”. Ao que parece, a Europa pretende tornar nosso País em

um imenso aterro sanitário, como ocorre há muito com o continente africano. Felizmente, o governo brasileiro parece ter se mobilizado contra esta situação, autuando as empresas importadoras em valores expressivos, bem como denunciando a Inglaterra à ONU, com base na Convenção de Basileia, que regula o transporte e fluxo de materiais tóxicos pelo mundo. Se não houver um acordo bilateral, a ONU criará um comitê para avaliar a situação e sugerir medidas contra a Inglaterra. Bom saber que o governo inglês já se prontificou a receber o lixo de volta e, inclusive, prendeu três ingleses envolvidos na exportação desses dejetos. De acordo com o ministro Minc, o Brasil vai cobrar providências também da Itália, Espanha e Estados Unidos, por causa da exportação de lixo químico. O porto de Santos, em São Paulo, abriga mais de 20 contêineres com metais pesados – chumbo e cádmio – originários daqueles países. O povo e o governo brasileiro não podem admitir esta situação. Contêineres, carregados de lixo ou produtos químicos, são extremamente prejudiciais ao meio ambiente e ocupam espaço nos portos e navios; além de serem o retrato da hipocrisia européia – pregam a salvação da ecologia, mas remetem seu lixo para os países em desenvolvimento. A aduana brasileira deve fazer sua parte, identificando estas cargas nocivas e devolvendo-as imediatamente, com a consequente persecução aos responsáveis. Felizmente, nosso País já é mais respeitado no cenário internacional, o que facilita a cooperação dos países ricos com este problema.

Setembro/2009


[ Mix ] Aline de Melo Pires/Especial

Ataídes de Souza/Divulgação

Menegon destacou o apoio recebido de toda a comunidade

São Leopoldo Fest

Podas nas tipuanas do Túnel Verde

Podas de árvores no Túnel Verde

Aline de Melo Pires/Especial

Coração na quadra

Resgatar a auto-estima de uma comunidade pode passar pelo incentivo ao esporte. A afirmação é do técnico de tênis Zeca Schmidt, que vem desenvolvendo um trabalho como personal em Novo Hamburgo, mas que deseja firmar parcerias para a construção de uma quadra de tênis. A ideia é de um profissional que dedicou sua vida toda, e segue com este compromisso, a ensinar o esporte que aprendeu a amar. Zeca tem trabalhado ao longo das últimas décadas levando o nome da cidade para além das fronteiras. Atletas foram revelados e tornaram-se campeões por meio de sua orienZeca foi medalha de bronze nos tação. “Sempre tive o coração na Jogos Panamericanos, em 1975 quadra, mas não adianta ter todo este amor pelo esporte se faltar estrutura, apoio financeiro, das iniciativas pública e privada”, completa Zeca, que foi, entre outros títulos, medalha de bronze nos Jogos Panamericanos do México, em 1975.

Setembro/2009

Graziela Dannenhauer/Especial

Está em andamento o trabalho de limpeza das tipuanas que compõem o Túnel Verde da Rua Marechal Floriano, em Santa Cruz do Sul, que consiste no corte e retirada de galhos e folhas secas. O trabalho na primeira quadra já foi concluída. A poda já limpou trechos entre as Ruas Senador Pinheiro Machado e Fernando Abott, devendo se estender, a partir da Fernando Abott com a Ramiro Barcelos. Conforme o chefe da Central de Serviços da Prefeitura de Santa Cruz do Sul, Aldorino Melchior, há mais de quatro anos não era feita a poda dessas árvores. A previsão é de ser feita em uma quadra por dia em toda a extensão do Túnel Verde, que vai da Pinheiro Machado até a Rua Tiradentes.

A maior festa dos leopoldenses foi um sucesso de público e deixou a organização satisfeita. A afirmação foi do presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de São Leopoldo, Olinto Menegon, durante a coletiva do balanço das atividades. A São Leopoldo Fest marcou os 185 anos da imigração alemã no Rio Grande do Sul, de 18 a 26 de setembro, com uma intensa programação cultural no Ginásio Celso Morbach. Em uma iniciativa inédita, a CDL atuou na organização do evento e o presidente anunciou que a parceria segue no próximo ano. A São Leopoldo Fest teve receita de R$ 1652 mil.

Isequillo fala para a imprensa as propostas da campanha

Destino Punta del Este

Um grupo de empresários uruguaios da construção civil promoveu um almoço com a imprensa do Rio Grande do Sul, no Hotel Plaza São Rafael, em Porto Alegre, para divulgar suas propostas de negócios, uma campanha para comprar imóveis em Punta del Este. O encontro ocorreu no mês passado e contou com a presença do diretor-geral de Turismo Javier Báez Frugone. Essa união do setor privado busca atrair brasileiros que comprem imóveis no Uruguai para estimular a economia da cidade. O gerente-executivo do Destino Punta del Este, Ramon De Isequillo, junto com o presidente da Ricardo Weiss, destacou a proposta do turismo residencial, buscando uma parcela da sociedade que pode investir no mercado imobiliário. “Temos ótimos valores para se negociar. Cada caso é um caso. E”, frisa Isequillo. Estima-se uma aumento de 25% nas vendas com essa campanha.

Revista Expansão |

141


[ Ponto de Vista ]

Germano Rigotto Ex-governador do Rio Grande do Sul

rigotto@germanorigotto.com.br

Por que o planejamento familiar seria uma ferramenta a ser trabalhada que inibiria as pessoas de usarem drogas? Será que o filho bem-quisto não apresentaria também problemas sociais como o filho não planejado? Há situações em que nos deparamos com filhos que não foram planejados e que se destacam com seu exemplo de vida, mas esses exemplos são bem poucos. Enquanto isso, o número de usuários de entorpecentes químicos aumenta. E a droga que está tomando conta da sociedade, no momento, é o crack. Especialistas alegam que a maioria dos usuários não encaram seus problemas e medos familiares e se escondem nas drogas. O crack por viciar muito rápido e não ter atendimento direcionado no Sistema Único de Saúde (SUS) está apavorando a sociedade, fazendo-a refletir sobre sua responsabilidade e o que pode fazer para mudar esse quadro.

Planejamento familiar como

prevenção às drogas

S A falta de planejamento familiar e a consequente desestruturação da família continuam sendo um esteio fértil para a adesão ao vício.

142

| Revista Expansão

ão diversas as causas que conduzem os jovens ao mundo das drogas. Entretanto, há um consenso objetivo entre todos os especialistas: a falta de planejamento familiar e a consequente desestruturação da família continuam sendo um esteio fértil para a adesão ao vício. É evidente que nem mesmo famílias aparentemente bem estruturadas estão livres dessa ameaça. Especialmente depois do advento do crack, não há mais ilhas de isolamento e o perigo ronda a casa de todos. Afinal, essa pedra se proliferou de tal modo que sua comercialização ocorre semelhante à de um produto oferecido no varejo, de fácil acesso. Porém, não resta dúvida de que a chance de aderir às drogas é muito menor para um filho fruto de gravidez planejada. Ora, planejar o nascimento significa criar todo um ambiente para receber o nascituro, tanto no sentido afetivo quanto financeiro. Os pais, se conseguem dialogar e entrar num acordo sobre o momento certo para a paternidade, ficam melhor preparados para um acompanhamento criterioso e dedicado da educação dos seus filhos. Caso contrário, quando surge uma gravidez fora de hora, há uma desorganização da estrutura do lar, o que faz aumentar sobremaneira a incidência de vulnerabilidades de toda ordem. E eis, en-

tão, que está aberta a porta para a drogadição. Foi por esse motivo que o Rio Grande do Sul criou a Lei 12.653, de 2006, diploma que instituiu o programa “Te liga, gravidez tem hora!” como política pública estadual. Por iniciativa da então primeira-dama do Estado, Cláudia Rigotto, que se dedicou devotadamente a essa causa, nascia ali uma ferramenta para a realização de ações intersetoriais e educativas de promoção e prevenção à saúde, dirigida especialmente aos estudantes da comunidade escolar gaúcha. Inúmeras ações de conscientização foram realizadas mediante um trabalho técnico e articulado, envolvendo temas como a maternidade e a paternidade conscientes, a sexualidade, a gravidez planejada e a violência. A pauta do planejamento familiar precisa ser uma preocupação contínua das políticas públicas e das reflexões da sociedade. Trata-se de um tema que não pode ser abordado de maneira impositiva ou preconceituosa, mas que deve vir acompanhado de um grande esforço de conscientização por parte da mídia, dos governos e das pessoas em geral. Quanto mais bem estruturadas estiverem as famílias, fruto de um ambiente afetivo e organizado, infinitamente menores serão as chances de o crack destruir nossas crianças e adolescentes. E difundir esse pensamento precisa ser um compromisso de todos nós.

Setembro/2009


[ Mix ]

4ª Momento Mulher

Diminuição de inadimplência

Aline de Melo Pires/Especial

Alternativa

Preocupado com o crescente número de usuários de drogas na região, o Bar Alternativo lança a campanha Crack é fim de festa, focada no público que frequenta a casa. Dois cartazes foram expostos nos acessos e saídas do estabelecimento, e ainda são veiculadas nas televisões do circuito interno imagens da campanha, que começou em julho e não tem previsão de término.

A Prefeitura de São Leopoldo e a Secretaria da Receita Federal assinaram, no dia 29 de julho, um convênio pioneiro de cooperação técnica para intercâmbio de informações cadastrais, econômico-fiscais e a prestação de mútua assistência na fiscalização dos tributos que administram. Os dados cadastrais dos contribuintes serão uniformizados e atualizados. “É uma iniciativa louvável, que diminuirá o problema de arrecadação”, ressaltou o prefeito Ary Vanazzi. O superintendente substituto da Receita Federal do Brasil na 10ª Região Fiscal, Marcelo Ramos Oliveira, enalteceu a parceria. Romeu Finato/Divulgação

Nos dias 8, 9 e 10 de setembro ocorre a 4ª edição do Momento Mulher, em Taquara. Com o tema De corpo e alma: qualidade de vida, o evento ocorre todos os dias das 19h45min às 22 horas, no auditório da Faccat. Promovido pela instituição e coordenado por Érica Ostrowski (foto), a atividade recebe o apoio de empresários da cidade. Uma das palestras será com a psicóloga Cris Manfro. Érica esteve na Revista Expansão para divulgar o evento.

Vanazzi assina documento firmando parceria

Identidade visual

Modernidade, leveza e agilidade. Essas ao as características que o Grupo Swan Hotels buscou para reformular e reestruturar sua marca, fixando mais uma etapa no seu desenvolvimento corporativo. O novo design foi criado pela Publico Alvo Publicidade.

Ester Ellwanger/Estagiária/Especial

Jornalista

O estresse na vida dos jornalistas esteve em pauta durante o encontro entre profissionais da área realizado no dia 12 de agosto, no Restaurante O Bifão, em Novo Hamburgo. O médico cardiologista Luiz Fernando Benini fez uma palestra onde lembrou as diversas situações as quais os jornalistas são submetidos e a sua relação com o estresse. Na ocasião, foi anunciada a Audiência Pública, dia 13 de agosto, 9h30min, na Assembleia Legislativa.

Fale conosco

Envie seu recado à seção Cartas. São duas opções: >> No site www.revistaexpansao.com. br, clique no link Atendimento, escolha o campo Redação e mande sua mensagem; >> Por e-mail, para o endereço redacao@ revistaexpansao.com.br. Coloque seu nome completo, telefone e cidade. A Revista Expansão reserva-se o direito de resumir as cartas e e-mails.

Setembro/2009

Newsletter

Oscar Schmidt

Oscar Schmidt, ex-jogador de basquete, maior craque do esporte que este Brasil já viu nas quadras, hoje um dos mais requisitados palestrantes motivacionais do País. Oscar esteve em Novo Hamburgo no dia 26 de agosto, a convite do Sindicato do Comércio Varejista (Sindilojas-NH) para a palestra Obstinação e Vitória, patrocinada pelo Banrisul.

Schirley fala do Tecnisanta

A 3ª Mostra de Cursos Técnicos do Colégio Santa Catarina (Tecnisanta) ocorreu entre os dias 24 e 26 de agosto. O evento contou com palestras, estandes de empresas, oficinas, café da manhã com empresários e exposição de trabalhos. Com o tema Os caminhos do Sucesso, a palestra de abertura foi ministrada por Eduardo Tevah. De acordo com a professora Schirley Fleck (foto), a mostra busca divulgar os cursos do colégio e dar uma ideia de como é o mercado de trabalho para os alunos. Schirley visitou a Revista Expansão para falar sobre a mostra.

O cadastro requer apenas seu endereço de e-mail. Acesse o site www.revistaexpansao.com. br e insira seu endereço de e-mail no cabeçalho do site no campo Newsletter. Você receberá mensalmente a newsletter com as novidades da Revista Expansão. O serviço é gratuito e também disponível para não-assinantes.

Quer assinar a Revista Expansão? São três opções: >> Visite o site www. revistaexpansao.com.br e envie a solicitação no link Assinaturas; >> Por e-mail assinaturas@ revistaexpansao.com.br; >> E pelo telefone: (51) 3065-6380.

Revista Expansão |

143


[ Expediente ]

[ Mix ]

Display Card firma parceria

Rua Quintino Bocaiuva, 99 - Centro Novo Hamburgo - RS - CEP 93510-270 Fones: (51) 3065-6380, 3036-6380 ou 3036-6381 revistaexpansao@revistaexpansao.com.br www.revistaexpansao.com.br

Execução Editorial Diretora Geral Diretor Comercial

Editora Pacheco Ltda. Ana Maribel Pacheco ana@revistaexpansao.com.br Sérgio Luiz Jost sergio@revistaexpansao.com.br

Gerente Executiva

Ana Conti gerenciaexecutiva@revistaexpansao.com.br

Gerente Comercial

Márcia Boniatti marcia@revistaexpansao.com.br

Gerente de Expansão Conselho Consultivo Redação Coordenadora de Redação Secretária de Redação Colaboradores

Editora de Arte Site Atendimento ao Cliente Circulação Assinaturas Comercial Vendas

Impressão Cidades de Circulação

Ana Conti, Ana Maribel Pacheco, Angelo Reinheimer, Daniel Müller, Laerte Santos, Márcia Boniatti, Sérgio Luiz Jost e Zita Pereira redacao@revistaexpansao.com.br Aline de Melo Pires aline@revistaexpansao.com.br Graziela Dannenhauer graziela@revistaexpansao.com.br Adalberto Alexandre Snel, César A. Pessin, César Silva, Cleber Arnhold, Cris Manfro, Édio Trein, Estêvão Trentz, Fabiane Michaelsen, Four Comunicação, Gelaina Barbieri, Gilberto Mosmann, Jair Canalle, Jaqueline Zapelini, Juraci Reichert, Kassandra Dorneles, Letícia de Oliveira, Luis Carlos Baumgarten, Maggda Rammé Mombach, Osvino Toillier, Renata Martins, Roberta Pletsch, Sandra Hess, Silvana Homrich, Tela Tomazeli e Zita Pereira Raquel Braz Ribeiro raquel@revistaexpansao.com.br Ester Ellwanger - Estagiária contatosite@revistaexpansao.com.br Ana Cristina Pires atendimento@revistaexpansao.com.br circulacao@revistaexpansao.com.br assinaturas@revistaexpansao.com.br comercial@revistaexpansao.com.br vendas@revistaexpansao.com.br Karine Mór - Fábrika Comunicação karine@fabrikadeespacos.com.br (51) 3028-4090 / (51) 8108-5084

Reunião festiva da JCI

A JCI (Junior Chamber International) Novo Hamburgo realizou uma reunião festiva especial, com a inauguração de em sua sede da Galeria de Senadores da JCI Novo Hamburgo. A solenidade ocorCarla (ao centro), primeira senadora reu no dia 10 de agosto. Também entregou dois novos títulos de Senador da JCI, para os membros Renato Pilger e Carla Kunrath, primeira mulher a receber o título.

Consultório dentário

A Associação de Assistência ao Menor em Oncologia (AMO) de Novo Hamburgo doou para a Prefeitura de São Leopoldo equipamentos para a operacionalização de um consultório dentário no Posto de Saúde, no bairro Feitoria, em São Leopoldo. De acordo com o presidente da AMO, Valdir Marquês, o repasse é resultado da arrecadação do McDia Feliz. Nove crianças leopoldenses são atendidas pela instituição. O vice-prefeito de São Leopoldo e secretário de Saúde, Alexandre Roso, destacou as dificuldades de se conseguir um consultório hoje em dia devido às verbas públicas e que essa era uma necessidade da comunidade local. Graziela Dannenhauer/Especial

Representante em Porto Alegre

Laerte Santos laertesantos@revistaexpansao.com.br

Fotos Divulgação

A Revista Expansão é uma publicação mensal da

No mês de julho, o Display Card assinou contrato de parceria com o Sindicato da Hotelaria, Restaurantes, Bares e Similares da Região das Hortênsias. Pedro Accorsi e Cardoso em prol da Accorsi e Julio Região das Hortênsias Cardoso planejam ações que qualifiquem ainda mais os produtos e serviços disponíveis na região, a fim de potencializar negócios aos associados.

Gráfica Pallotti Grande Porto Alegre, Vale do Sinos, Vale do Paranhana, Região das Hortênsias, Vale do Caí e Vale do Rio Pardo

Filiado à

Os artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento da revista. Não é permitida a reprodução parcial ou total dos artigos publicados na revista sem prévia autorização do editor.

144

| Revista Expansão

Roso e Marquês com as crianças atendidas pela AMO

Setembro/2009


[ Em Cena ]

Foto: Joel Reichert

Todos querem o perfume das flores, mas poucos sujam as suas mãos para cultivá-las.

Plantação de gérberas em uma floricultura em Dois Irmãos, no Vale do Sinos. A região de destaca por ser um dos principais pólos de flores no Estado.

Augusto Cury

146

| Revista Expansão

Setembro/2009


Setembro/2009

Revista Expans達o |

147


148

| Revista Expans達o

Setembro/2009


Revista Expansão - Edição 118