Page 1

Outubro/2010

Revista Expans達o |

1


2

| Revista Expans達o

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

3


4

| Revista Expans達o

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

5


6

| Revista Expans達o

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

7


[ Index ]

18 Entrevista

Claudio Gandelman, diretor do site ParPerfeito, fala da eterna busca pela alma gêmea com o uso da Internet

24 Nossa Capa

A Traçofirme conquista exigente mercado e fortalece a marca Todeschini no Vale do Sinos

28 ROTA EXPANSÃO

A alegria da Oktoberfest em Santa Cruz do Sul convida para celebrar a chegada dos imigrantes alemães

44 Fashion

O caminho de sucesso trilhado pela modelo gaúcha Luana Teifke, de Sertão Santana para o mundo

56 Lazer & CIA

Restaurante A Canga, especializado em culinária húngara, é a boa pedida para quem procura sabores exóticos

SEÇÕES 12 14 16 26 38 48 50 54 94 108 140 142 146 150 156

98 Educação

COLUNAS

As novas tecnologias são cada vez mais realidade nas salas de aula e exigem adaptação de mestres e alunos

104 Pelo Mundo

Sistemas educacionais de outros países mostram o quanto o Brasil ainda pode aprender

114 sounds

Cairon & Gustavo: o som que conquista amantes da música sertaneja com toque gaúcho

116 Fotografia

Os encantos escondidos do Rio dos Sinos pelas lentes de Guto Maahs e letras de Martin Behrend

118 sem fronteiras

Os opostos do Velho Mundo, dos frios Alpes às convidativas e afrodisíacas praias gregas

8

| Revista Expansão

Cartas Frases Visitas Crônica - Osvino Toillier Comportamento - Cris Manfro No Provador - Silvana Homrich Estilo & Atitude - Maggda Rammé Mombach Casa & Estilo - Jaqueline Fischer Zapelini Golfe Classic - Luis Carlos Baumgarten Pensando Bem - César A. C. da Silva Cada Vez Melhor - Daniel Müller Vida Digital - Evandro Kalfelz Schmitz Informe Tributário - Ângelo Roberto Justen Sobre Nós e Outras Coisas - César A. Pessin Departamento Jurídico - Estêvão Trentz

62 67 68 70 78 80 81 82 84 86 88 89 90 91 92

Zita Pereira Night Forte - Roberta Pletsch Flash Porto Alegre - Edith Auler e Letícia de Souza São Leopoldo - Letícia de Oliveira Campo Bom - Juraci Reichert Sapiranga - Cleber Arnhold Paranhana - Renata Martins Gramado - Mariana Schumann Canela - Lu Zanatta Nova Petrópolis - Fabiane Sehnem Vale do Caí - Édio Otto Trein Encosta da Serra - Sandra Hess Estância Velha - Marcos Antonio Kroeff Santa Cruz do Sul - Ana C. dos Santos e Sandro Viana

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

9


[ Carta ao Leitor ]

Uma

eterna busca

T

odos os dias, descobrimos uma possibilidade, uma forma nova de se comunicar, uma outra maneira de olhar o mundo e conquistar a plenitude, seja ela pelo conhecimento, pela realização profissional ou mesmo no plano pessoal. É isto que move o ser humano. No mundo moderno, este processo tem uma característica comum entre a maioria das pessoas: o uso da tecnologia, que pode facilitar nossa vida em praticamente todos os âmbitos. Nesta edição, nos detemos em dois âmbitos. A eterna procura por um grande amor e o uso das novas ferramentas tecnológicas na educação, que estimulam constantes mudanças. Na Entrevista você confere o bate-papo de nosso chefe de Redação, Cláudio Rocha das Neves, com o diretor do maior site de relacionamentos do Brasil, Claudio Gandelman, que está à frente do ParPerfeito, que, a julgar pelos números, logo deve fazer com que os brasileiros – e gaúchos incluídos aí – alcancem o índice francês de 90% de utilização dos sites de relacionamento. Já o Especial Educação mostra o quanto as novas tecnologias estão inevitavelmente ligadas aos processos de aprendizagem. Positivamente, é um caminho sem volta, do qual não se pode fugir. Entretanto, neste contexto, a figura do professor segue como a mais importante no sentido de orientar e apresentar este novo mundo de desafios. E, assim como na busca pela alma gêmea, apesar de toda a estrutura e tecnologia à disposição, há algo que jamais mudará, a essência do ser humano, o afeto, a preocupação com o outro e o comprometimento em ser pessoas melhores, em evoluir.

Capa: Beatriz e Remi Dupont, proprietários da Traçofirme, em Novo Hamburgo

10

| Revista Expansão

Outubro/2010


Carlos Sillero/Especial

Cláudio Rocha das Neves, Márcia Costa de Fiori, Beatriz e Remi Dupont, Carlos Sillero, Danielle Kemer e Renato Rocha, sintonia no backstage

E, falando ainda em evolução e educação, a reportagem deste mês na seção Pelo Mundo apresenta os sistemas educacionais em vários países e podemos perceber que, com eles, o Brasil ainda tem muito a aprender. Bons exemplos, que não exigem tanto investimento financeiro como boa vontade, podem e devem ser seguidos. Exemplo de sucesso é a Nossa Capa que traz os proprietários da TraçoFirme, franquia da Todeschini que está entre as dez unidades da marca mais importantes no Brasil. Remi e Beatriz Dupont contam como vêm conquistando este exigente mercado e fortalecendo, cada vez mais, a marca no Vale do Sinos. E não é somente por aqui que os gaúchos mostram seu talento. Esta prerrogativa ganha o País inteiro. Exemplo disso é a história do ator Leonardo Machado, que tem se destacado em trabalhos da Rede Globo e já levou para casa o Kikito de Melhor Ator no Festival de Cinema de Gramado no ano passado por sua atuação no longa-metragem Em Teu Nome. Contamos um pouco de sua trajetória na seção Personality, que também tem pitadas da vida do ator em família. Por falar em família, a seção Sem Fronteiras traz o relato de Isabel Cristina Sperb, que fez uma inesquecível viagem, com sua filha Fernanda e o namorado dela, Alexandre, pela Europa visitando opostos – como os frios Alpes e as afrodisíacas praias gregas – e vivenciando uma das melhores experiências, viajar! E, ainda no clima de conhecer novos lugares, o Rota Expansão desta edição convida a uma visita à terra da Oktoberfest, Santa Cruz do Sul celebra e revive a chegada dos imigrantes alemães em solo gaúcho. Prosit!

Coordenadora de Redação

Foto: Carlos Sillero | (51) 9822-0871 Tratamento de imagem: Carlos Sillero | carlos@csfotos.com.br Cabelo e maquiagem: Everton Vianna | EV Hair Lounge (51) 3066-9181 | evhairlounge@hotmail.com

Outubro/2010

Revista Expansão |

11


[ CARTAS ]

Ponto de Vista Recentemente, tive a oportunidade de ler na Revista Expansão uma matéria que faz jus à qualidade que atribuo a esta revista. Trata-se do artigo do jornalista Egon H. Musskopf, intitulado É obrigatório prevenir, na página 142, da edição de julho. Gostei muito. Até que enfim, alguém se pronuncia com seriedade no que diz respeito ao tema, sem apenas ver o lado financeiro e comercial dos bingos. Parabéns ao jornalista Egon Musskopf e também à Revista Expansão pela publicação da matéria. Ronaldo Peres São Paulo - SP

Cumprimentos pela Sucursal Porto Alegre À família Expansão! Para quem vem acompanhando a trajetória dos pioneiros Sérgio e Ana, só temos a vibrar com o sucesso deste casal à frente da revista, bem como de todos (funcionários e parceiros), que colaboram para o seu crescimento! Ficamos mais uma vez muito orgulhosos com a capacidade dos gestores de visionar novos mercados e trazer o que há de mais importante em informação e notícia para o Rio Grande, com a qualidade que de muito já estamos acompanhando! Mais uma vez muito sucesso no desbravar desta nova região! Aquele abraço e que Deus os ilumine! J. Rogério e Simone Silveira Médico e psicóloga Novo Hamburgo

Desejo muito sucesso à equipe da Revista Expansão. Abraços. Poliana Andreis Marketing Carburgo Novo Hamburgo

Receita do sucesso

Bodas de 55 anos

“A receita de sucesso é muito trabalho, muita vontade de vencer, dedicação, responsabilidade e querer sempre mais”, citação do empresário Celso Ricardo de Moraes, da Kopenhagen. Parabéns à Revista Expansão pela nova etapa que se inicia, com a chegada à capital dos gaúchos, e desejo muito sucesso nesta empreitada. São os votos do Laboratório Exame. Equipe Laboratório Exame Novo Hamburgo

É comum ver em jornais e revistas fotos de casamento, mas não tão comum ver fotos de bodas de 55 anos, o que nos chama a atenção de forma especial. Não seria menos especial se essas fotos fossem de alguém de nossa família, privilégio esse de estar convivendo com um casal, Waldomiro e Silvia Barth, que apesar de todas as crises de um casamento e do dia a dia, são um exemplo de superação. Na data da comemoração juntaram-se muitos convidados, entre os familiares estavam os filhos, dois de Novo Hamburgo, um de Santa Catarina e outra de Belém do Pará, que fizeram questão de levar junto um exemplar da revista para mostrar aos amigos de onde moram a bela divulgação da Revista Expansão. Obrigada! Rejane Barth Gerente financeira Novo Hamburgo

Correção Diferente do que foi publicado na edição de setembro, a gráfica Grafdil situa-se em Dois Irmãos e não em Novo Hamburgo. Pedimos desculpas pelo equívoco.

12

Caro Sérgio Jost, inicialmente, quero parabenizá-lo pela Expansão. Me desculpe por não ter te respondido logo, e também pela ausência no lançamento da Sucursal em Porto Alegre. Minha modesta opinião sobre a revista não poderia ser outra, a não ser o próprio nome: expansão. Quando uma revista é compacta, expressiva, gostosa de manusear, mostrando as mais imagináveis notícias (e nela tem de tudo mesmo), você corre os olhos com ansiedade de leitor para ver o que acontece na próxima página. Parabéns mais uma vez, e sucesso permanente. Tadeu Pedro Drago Empresário Porto Alegre

Banda Delittus Olá Graziela, fiquei repleto de alegria quando vi à página 118 da Revista Expansão, edição de agosto de 2010, a magnífica reportagem da Banda Delittus. Que espetáculo. Parabéns e muito grato por sua revista ser tão boa e com conteúdos  excelentes. Vocês são the best. Valeu e um abraço de toda a galera da banda. Canisio Eidelwein Gerente comercial - STV Segurança. Novo Hamburgo

Balonismo

Bacalhau de forno

Vitória, escrevo para te agradecer sobre a matéria sobre balonismo, da edição 130. Muito bom! Valeu a companhia durante o voo, mas vou te confessar uma coisa: não iria novamente de forma alguma. Um beijo. Fabiane Kasper Jahn Publicitária Canela

Vitória, quero agradecer a bela reportagem que fizeste sobre o prato de bacalhau. (À Moda da Casa, edição 130) Amei! As fotos ficaram ótimas, principalmente a do prato maior. Puxa vida, até parece de livro especializado em culinária. Parabéns!!! O texto também ficou muito, muito bom. Um grande abraço. Silvina Kieling Novo Hamburgo

| Revista Expansão

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

13


[ Frases ]

Angelina Jolie, atriz, em entrevista à revista australiana Post Modern Ink, onde fala sobre os desenhos e a história de suas tatuagens.

Não é que você seja gordo. Gordo sou eu. Você está engordando. Jô Soares, apresentador,

dando conselhos sobre emagrecimento para o jogador Ronaldo no lançamento da linha de vinhos de Galvão Bueno.

Sou a favor do pau amigo. Ingrid Guimarães, atriz, falando que sexo casual pode ser ótimo, além de ser bom ter alguém para praticar, enquanto o amor verdadeiro não aparece, no programa Vai e Vem.

Quem nunca tomou um pilequinho? Vanusa, cantora, sobre a vez em que errou o hino nacional na Assembleia Legislativa de São Paulo, no programa De Frente com Gabi.

Fotos: Divulgação

Eu amo minhas tatuagens. Elas são uma forma de arte.


Outubro/2010

Revista Expans達o |

15


[ VISITAS ]

A casa

é sua!

Para conhecer um pouco mais do nosso trabalho e da nossa rotina, que consiste em preparar todos os meses o que de melhor há em informação, você é convidado a chegar em nossa casa. Trabalhamos para consolidar um veículo de comunicação com base na credibilidade e na confiança de cada leitor, assinante, colaborador e anunciante. Venha fazer parte desta construção, teremos o maior prazer em registrar a sua presença. A seguir, confira as mais recentes visitas, de toda a região de abrangência de nossa publicação, que já conhecem a nossa estrutura, recebidas com “aquele cafezinho”!

2

1

1 – Odontóloga Elisabeth Bernd e o diretor de eventos da Associação Brasileira de Odontologia Seção Novo Hamburgo, Gerson Bernd | 2 – A diretora da Balística Propaganda, Márcia da Costa Fiori, e a proprietária da Zinga, Gisele Stelzer | 3 – As soberanas do Folclore Alemão de Nova Petrópolis: 1ª princesa Sofia Berwian, rainha Gabriela Raymundo e 2ª princesa Dione Spengler | 4 – Os integrantes da banda Delittus Lucas, Burn e Fell | 5 – O dire-

3

4

tor da Any Question – Pesquisa de Mercado, Claudio Fagundes Pereira | 6 – A diretora do Posto de Molas Behs Clarissa Oliveira Behs, o atendimento comercial da Revista Expansão Laerte Santos e Luís Fernando Behs (também diretor do Molas Behs) | 7 – A proprietária da estética D’pelle, Daniele Taffe | 8 – Modelo Bernardo Guedes | 9 – A secretária Especial de Gabinete da Prefeitura de Novo Hamburgo, Kátia Reichow | 10 – O diretor da Imobiliária Criativa, Heitor Dapper

7

16

| Revista Expansão

8

5

6

9

10

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

17


[ ENTREVISTA ]

18

| Revista Expans達o

Outubro/2010


Claudio Gandelman Presidente do maior site de relacionamento do País revela o perfil dos usuários e porque a procura cresce no serviço que reúne cerca de 30 milhões de associados Por Cláudio Rocha das Neves

P

As pessoas têm menos tempo para se relacionar e as ferramentas on-line ajudam no processo de seleção de candidatos ao amor. Outubro/2010

oucos são os usuários de Internet que nunca tenham se interessado, nem que fosse por brincadeira, em utilizar um serviço de namoro on-line. Novidade no início da rede mundial de computadores, os sites de relacionamentos ainda demonstram a sua força. Líder do segmento no Brasil, o ParPerfeito (www.parperfeito.com.br), reúne mais de 30 milhões de cadastros brasileiros e continua a atrair mais gente. Conforme o presidente da empresa no País, Claudio Gandelman, 40 anos, esta é a prova de que este tipo de negócio está longe de se esgotar e vem se transformando num hábito cultural. “As pessoas têm menos tempo para se relacionar e as ferramentas on-line ajudam no processo de seleção de candidatos ao amor”, avalia. O perfil dos usuários também revela algumas surpresas. A começar pelo gênero que mais busca se inscrever. Os homens representam cerca de 51% dos cadastros do site que, em ordem decrescente faz mais sucesso nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, respectivamente. Já com relação às faixas etárias, engana-se quem associa o uso da Internet às camadas mais jovens. Cerca de 41% dos usuários têm entre 25 e 35 anos, 32% estão ligado aos maiores de 35 anos e apenas 27% são menores de 24 anos. O nível de escolaridade mostra que quanto maior o grau de formação, maior é a procura. Os graduados e os que iniciaram os estudos em faculdade, mas não completaram, são 38% dos inscritos. O tempo médio da disponibilização dos cadastros é de seis meses. Porém, há um retorno de usuários, o que, na interpretação de Gandelman, significa que encontraram os seus pares e, se o relacionamento não evoluir, voltam a usar o site. E para manter o interesse, novos instrumentos são adicionados, como as mensagens SMS e o vídeo chat. Inclusive eventos externos são oferecidos, como o Movimento dos Sem Namorados e a Viagem dos Solteiros. Tudo isso, para cumprir o objetivo maior da empresa, que é, na visão do presidente, aproximar pessoas. Neste sentido, os sites temáticos de relacionamento também integram este mercado. Dois deles têm endereço definido e totalmente opostos. Um é destinado ao público evangélico, o Divino Amor. O outro, é voltado ao segmento gay, o G Encontros. Desta forma, quem sabe um dia alcancemos o índice francês de utilização dos sites de relacionamento, que é de 90%, de acordo com Gandelman.

Revista Expansão |

19


[ ENTREVISTA ]

Claudio Gandelman

Somos um país conhecido pela informalidade e facilidade nas relações. Sendo assim, por que utilizar um serviço de namoro da Internet? O ParPerfeito tem aproximadamente 30 milhões de usuários cadastrados no Brasil, o que mostra o sucesso do serviço. As pessoas já recorrem à Internet para procurarem um parceiro com a mesma naturalidade que vão a um bar ou a uma balada, ou seja, como mais um lugar para conhecer pessoas. Pela rede se acessa o perfil da pessoa sem nunca tê-la encontrado. Além de oferecer vantagens únicas, como a triagem prévia por perfis e interesses, se tem literalmente milhares de pessoas on-line disponíveis para conhecer sem sair de casa. Nos Estados Unidos, esse serviço é amplamente usado e difundido. Basta dizer que 17% dos relacionamentos já começam pela Internet neste país.   Qual é a proporção de homens e mulheres associados ao serviço em nosso País? Atualmente, os usuários do serviço dividem-se em 51% de homens e 49% de mulheres. Proporcionalmente, quais são os Estados brasileiros que mais acessam o serviço? Registramos Os Estados com maior índicerca de seis ce de utilização do serviço são São mil histórias de Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gesucesso por ano, rais, Brasília e Rio Grande do Sul. entre namoros,   Embora vocês trabalhem casamentos e até com várias faixas etárias de publirelacionamento co, qual é a que mais integra o serque geraram viço e por que, na sua avaliação? filhos. Nossa base de dados revela que 41% de nossos associados têm entre 25 e 35 anos, 32% mais de 35 anos, seguidos por pessoas com menos de 24 anos, 27%. Notamos que as pessoas mudaram a forma como veem o ParPerfeito. Muitos pensavam que só tinha gente tímida, com dificuldade de relacionamento e hoje, não se tem mais essa visão, pois a Internet se apresenta como mais uma possibilidade de encontro entre as pessoas.   Qual é o perfil dos usuários em relação à renda? Não classificamos o usuários por renda, mas por grau de escolaridade. A maioria deles, 38%, têm curso superior completo ou incompleto; logo atrás, temos 33% com curso técnico. A seguir, temos 14% com o ensino médio feito. Depois, 8% possuem mestrado, 6% são doutores e em 1% dos registros não consta esta informação. Desde que vocês iniciaram o serviço, que mudanças podem ser verificadas no comportamento dos usuários? Acredito que os sites de relacionamento cresceram justamente porque as pessoas trabalham cada vez mais e têm menos tempo para namorar. Além disso, en-

20

| Revista Expansão

tram no mercado de trabalho mais cedo e começam a se relacionar mais tarde. Antes, o usuário colocava um username qualquer e não passava nenhuma informação. Hoje, as pessoas já entendem que é importante incluir foto, as características físicas e gostos pessoais para filtrarem melhor suas buscas e possíveis interessados. Embora o site venda a ideia de encontrar um companheiro para um relacionamento duradouro, você acredita que existam participantes que veem no serviço apenas uma possibilidade de se conseguir sexo fácil? O comportamento dos usuários de Internet  reflete o que vivemos na sociedade em geral, já que você encontra no site pessoas de todos os tipos. No entanto, notamos que a maioria dos cadastrados no ParPerfeito estão, sim, interessadas em relacionamento sério. Hoje o preconceito que existia em relação aos serviços como o nosso diminuiu consideravelmente. O usuário de site de relacionamento é fiel ao serviço? Por exemplo, se ele teve uma experiência exitosa no site e depois de algum tempo se separa, ele volta a buscar o serviço em busca de parceiros? É fiel, sim. O tempo médio de vida dos usuários no site é de seis meses, mas a maioria das pessoas só deixa de utilizar o serviço quando encontram o parceiro e muitas voltam se o relacionamento não dá certo.   Como o sistema cruza os dados para escolher as indicações de pares possíveis? Temos uma ferramenta de inteligência chamada Cupido, que seleciona as pessoas de acordo com as informações cadastradas no perfil do usuário, portanto, quanto mais dados forem inseridos no cadastro, mais chances se tem de encontrar o parceiro com as características que busca em seu par perfeito.   O mercado de sites de relacionamento tem futuro ainda no mercado brasileiro? Por quê? O segmento está em constante desenvolvimento e o potencial de crescimento é proporcional ao da utilização da Internet no Brasil (hoje já são 72 milhões de internautas no País) e também ao conhecimento das pessoas em relação ao nosso negócio. Por exemplo, na França, cerca de 90% das pessoas utilizam sites de relacionamento. Outro dado interessante é que nos EUA 17% dos encontros já se iniciam na Internet, sendo que 11% são em bares e restaurantes e nós já percebemos essa mudança de hábito também no Brasil. Nos últimos anos, que modificações ou novidades vocês vêm introduzindo para manter o interesse dos internautas no serviço? Acreditamos que melhorar o serviço e gerar o interesse do nosso usuário é oferecer mais qualidade na forma de comunicação e, consequentemente, o aumento da base de pessoas cadastradas. É uma preocupação constante do ParPerfeito oferecer novidades aos usuários, seja no site, como as ferramentas lançadas recentemente – SMS e Video Chat.

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

21


[ ENTREVISTA ]

Claudio Gandelman

Quando se preenche os dados de cadastro, pode-se mentir a idade. Como evitar a participação de menores? Temos uma equipe de monitoramento que controla todos os textos e as fotos que entram. Todo o conteúdo dos perfis precisa ser aprovado. Qualidade é uma das nossas maiores preocupações. Qualquer suspeita de participação de menores é vetada. Além disso, todos assinam um termo de responsabilidade de uso do site. Dos países em que vocês atuam, onde o serviço do ParPerfeito faz mais sucesso e tem mais usuários? Com a fusão do Meetic e do Match.com, o Match Latam se tornou o maior site de relacionamento da América Latina. O ParPerfeito é a marca utilizada no Brasil. Nos outros países da América Latina utilizamos a marca Match.com.  O foco de atuação da empresa é, além do Brasil, Argentina, México, Chile, Colômbia e Peru. Como vocês fazem para coibir o uso do serviço por profissionais do sexo? Há este cuidado? Contamos com uma equipe focada no monitoramento e aprovação de todas as fotos e os textos dos perfis. Além disso, oferecemos ao usuário um canal chamado Denuncie que ajuda a coibir esse tipo de prática, ou seja, os associados podem denunciar perfis que considerem que estejam em desacordo com as regras do serviço. As pessoas são avisadas a cada denúncia que recebem e se receberem três são automaticamente excluídas. Qual é a taxa de desistência e aproveitando, o cadastro é cancelado após quanto tempo sem ser usado? O tempo médio de disponibilização dos cadastros dos usuários é de seis meses, mas as pessoas só deixam o serviço quando encontram o parceiro e muitas voltam se o relacionamento não dá certo. Após 18 meses o usuário é classificado como inativo, mas não cancelamos definitivamente o seu perfil. Após esse período ele não aparecerá para os demais usuários, mas pode retomar o acesso se quiser. Se o serviço é gratuito, como se mantém? O internauta pode se cadastrar no site e navegar totalmente de graça. Quando não quer ter restrições na troca de e-mails ou deseja ter acesso livre a benefícios e ferramentas exclusivas, como o Vídeo Chat, o usuário paga. O valor das assinaturas varia de R$ 19,99 a R$ 39,99 e o que diferencia uma da outra é o tempo de contratação do serviço (mensal, trimestral, semestral ou anual). De que forma o serviço procura se manter atrativo? Procuramos desenvolver novos produtos. Criamos dois eventos externos que foram sucesso, o Movimento dos Sem Namorados e a Viagem dos Solteiros e também lançamos dois sites segmentados: Divino Amor (evangélicos) e G Encontros (gays, lésbicas e bissexuais). Vocês costumam receber retorno dos internautas? Sim, registramos cerca de seis mil histórias de sucesso por ano, entre namoros, casamentos e até relacionamento que geraram filhos. Os usuários costumam nos enviar e dividir a sua alegria com a gente.

22

| Revista Expansão

Outubro/2010


[ Nossa Capa ] Fábio Winter/Especial

Para encher os olhos A

marca Todeschini sempre esteve enraizada no coração do casal de empresários Remi e Beatriz Dupont. Foi lá, no seio da fábrica Todeschini, que iniciaram sua trajetória, com espírito empreendedor, ganharam espaços, venceram barreiras e partiram para novos desafios. Trazendo na bagagem muitos sonhos e expectativas, Remi e Beatriz aportaram em Novo Hamburgo, com a certeza de estarem se incorporando a uma cidade hospitaleira e de um povo acolhedor. Surgiu assim a Traçofirme, que, em pouco mais de 6 anos, conquistava a sua sede própria. Hoje, passados dez anos, o casal fala da satisfação de terem conquistado a confiança e amizade de mais de 6 mil clientes. “Não basta vender móveis. É preciso incorporar o cliente, sentir suas necessidades e sonhar os mesmos sonhos. Talvez isso, aliado à qualidade dos produtos Todeschini, seja o grande diferencial da empresa”, diz Dupont.

24

| Revista Expansão

Traçofirme, reformulada, é a nova loja exclusiva da Todeschini em Novo Hamburgo Reposicionamento A arte de realizar sonhos ganha nova concepção para os empresários, que, numa área de mais de 1.450 metros quadrados preparam a nova loja Todeschini de Novo Hamburgo. “Será sofisticado e surpreendente, algo inovador que vem mostrar as novas coleções que acompanham as tendências de design do mobiliário moderno. Tudo está sendo preparado com carinho para atender às necessidades de nossos clientes”, completa Beatriz.

Ambientes Para proporcionar o máximo de conforto aos clientes criou-se uma passarela entre os ambientes que se dá de forma gradual, quase sinuosa, propiciando uma absorção das ideias e dos produtos à medida que se percorre o interior da loja. “A concepção de movimento flui de tal forma, que permite uma melhor visualização dos ambientes construídos aqui, facilitando para o cliente uma decisão confiante nos produtos que farão parte dos desejos de nossos clientes”, ressalta Beatriz.

Outubro/2010


Carlos Sillero/Especial

Estrutura Assinado pela arquiteta Ana Vasquez, o prédio passou por uma transformação externa significativa, modernizando toda a fachada e entrada da loja. No projeto de interiores, gourmeterias, dormitórios, closets, home theater, são alguns dos ambientes que poderão ser conferidos na nova concepção, além do recente lançamento da linha Studio, que atenderá com muito requinte e modernidade ambientes corporativos. Outro ponto fundamental criado por Ana Vasquez é o lounge da vitrine, que preenche todo o pé direito de 6 metros de altura com um padrão de cores que dão leveza, requinte e sofisticação ao projeto. Para a Cozinha Gourmet funcional, apresenta-se um espaço que valoriza a arte de cozinhar, um local novo para encontros e eventos.

Exclusividade Novo e surpreendente, exclusividade da Todeschini Novo Hamburgo, é um apartamento decorado. A ideia envolve a parceria com uma construtora local, e é mais uma possibilidade de mostrar in loco a adaptabilidade no aproveitamento dos móveis em pequenos espaços mostrando assim a versatilidade da marca. Conforme Beatriz, a concepção da nova loja se coloca entre as principais apostas do reposicionamento da marca.

Remi e Beatriz estão à frente da loja que tem a missão de realizar sonhos a partir de projetos e produtos que ditam a qualidade de vida

Treinamento A equipe da Traçofirme tem mais de 20 profissionais das áreas de design de interiores, marcenaria e instalações para dar um atendimento cada vez mais diferenciado, eles recebem treinamentos diários através do programa Saiba Mais, visando à valorização do material humano como pressuposto básico para uma empresa de sucesso. A Todeschini abre suas portas com a satisfação de poder levar para a comunidade hamburguense o melhor convite para comemorar e vivenciar suas mudanças. Fotos: Fábio Winter/Especial

Mudanças No ramo de móveis há mais de uma década, Remi e Beatriz percebem as modificações no mercado e no comportamento dos clientes. O grau de exigência, conforme os empresários, vem aumentando. “O consumidor não busca apenas a qualidade dos materiais, mas o design, o estilo e o atendimento fazem parte do novo conceito”, analisa Dupont. É justamente nestes parâmetros que a marca investe para se diferenciar no concorrido setor moveleiro. A transição está em curso desde 2005 e vem se completando com esta nova fase que se inicia. “A Todeschini se reinventa para atender a este novo perfil de cliente mais sofisticado e exigente, e quem nos visitar poderá ver de perto a consequência deste novo posicionamento de mercado”, diz Dupont.

Ambientes na Traçofirme são projetados especialmente para conquistar o cliente

Serviço

Todeschini Novo Hamburgo - Traçofirme Móveis e Decorações Ltda. Avenida Dr. Maurício Cardoso, 1235, bairro Hamburgo Velho - Novo Hamburgo - Fone (51) 3036-2424 Site: www.tracofirme.com.br - E-mail: adm@tracofirme.com.br

Outubro/2010

Revista Expansão |

25


[ CRÔNICA ]

osvino toillier

Professor, escritor e presidente do Sinepe/RS osvino@sinepe-rs.org.br

O lugar mais dramático, porém, é AuschwitzBirkenau, distante 70 km de Cracóvia. No dizer do escritor húngaro Imre Kertész, Auschwitz “é a verdade máxima sobre a degradação do ser humano na história moderna”.

26

| Revista Expansão

Leste Europeu:

história e encanto - 2

S

ão de Franz Kafka, famoso escritor tcheco, estas palavras emblemáticas: “Praga não deixa a gente ir embora, esta velha tem garras”. Pois é assim mesmo: a cidade é empolgante, com suas inúmeras pontes sobre o Rio Moldávia (Vltava, no original), em especial a Ponte Carlos, erguida em 1357, por Carlos IV. A continuidade da ponte leva ao centro antigo da milenar capital da Boêmia, verdadeiro labirinto de ruelas medievais. Tudo converge para a praça central, onde está a prefeitura antiga, em cuja torre, a cada hora cheia, a atração é o relógio astronômico, instalado em 1490, onde “dezessete bonecos bailam, comemorando a insustentável leveza do tempo”. Do outro do rio, no alto, está um conjunto arquitetônico de impressionante beleza, constituído, entre outros, do Palácio Real, erguido em 1135, e da Catedral de São Vito, cuja construção levou 600 anos. Budapeste, capital da Hungria, a assim chamada rainha do Danúbio, é constituída, na verdade, de duas cidades distintas: Buda é dos nobres, repleta de colinas e palácios, onde viviam reis e imperadores; Pest é plana, onde vivia o povo. A capital ainda guarda resquícios do antigo império austro-húngaro, onde a imortal imperatriz Sissi em companhia do imperador Francisco José deixou marcas indeléveis, consagrados em filmes de saudosa memória. Dresden e Berlim, na Alemanha, são duas cidades emblemáticas pela história que

Divulgação

concentram e a vitalidade com que ressurgiram, qual Fênix Renascida, das cinzas. Dresden sofreu, já derrotados os alemães, terrível bombardeio por 800 aviões britânicos, arrasando o centro da cidade, no dia 13 de fevereiro de 1945. O símbolo, hoje reconstruído, é a Frauenkirche, ou Igreja de Nossa Senhora. Berlim, a capital da Alemanha unificada, abrigou o famoso Muro, derrubado em 1989, marcando o fim da Guerra Fria. A Polônia, possivelmente, seja o país onde se concentraram as maiores atrocidades na Segunda Guerra, primeiro pela invasão dos nazistas, depois pelos russos. Lugares emblemáticos são o Gueto de Varsóvia, onde os judeus ficaram confinados. O lugar mais dramático, porém, é Auschwitz-Birkenau, distante 70 km de Cracóvia. No dizer do escritor húngaro Imre Kertész, Auschwitz “é a verdade máxima sobre a degradação do ser humano na história moderna”.

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

27


[ ROTA eXPANSÃO ]

SANTA CRUZ DO SUL

Um brinde

às tradições alemãs

Edição deste ano da Oktoberfest de Santa Cruz do Sul traz o tema A Força da Mulher na Imigração Alemã Por Ana Cristina dos Santos e Marcus Bugs/Four Comunicação/Especial Fotos Francisco Frantz/Divulgação

O

mês de outubro, em Santa Cruz do Sul, a 150 quilômetros de Porto Alegre (RS), no Vale do Rio Pardo, é sinônimo de festa e alegria. A Oktoberfest ou Festa de Outubro, desde 1984, é um dos principais eventos do município. Homenagem aos hábitos e costumes herdados dos colonizadores alemães, que aqui chegaram em 1849, a Festa da Alegria, como também se tornou conhecida, atrai, a cada ano, milhares de visitantes. Nesta sua 26ª edição, a Oktoberfest, que ocorre de 6 a 17 de outubro, tem como tema central A Força da Mulher na Imigração Alemã. Em 12 dias de festa, a música, a dança e a gastronomia estão em evidência e opções de cultura, lazer e diversão não faltam. Entre as atrações que mais encantam os visitantes, destaque para os bailes animados pelas bandinhas típicas alemãs e pelas maiores bandas de baile do Estado; as apresentações de danças folclóricas, corais e orquestras; os jogos germânicos; os concursos de chope e refrigerante em metro; os desfiles de carros alegóricos; os shows nacionais; as Escolas de Culinária e Língua Alemã; as exposições da indústria, comércio, serviços, logística e agropecuária, e muito mais.

Organização Realizada em parceria entre a Associação de Entidades Empresariais de Santa Cruz do Sul (Assemp) e prefeitura de Santa Cruz do Sul, a 26ª Oktoberfest espera receber cerca de 450 mil visitantes, oriundos de diferentes regiões do Estado, do País e do exterior. Paralelamente à festa, ocorre a Feirasul, que conta com 160 expositores de diversos setores da economia local, regional e estadual.

28

| Revista Expansão

Outubro/2010


Personagens da festa O presidente: O empresário Ido Inácio Dupont preside pela quarta vez a Festa da Alegria. Sua expectativa é realizar em 2010 um evento diferente dos anteriores. “Temos muitas novidades e opções de cultura e diversão para pessoas de todas as idades”, adianta ele. Soberanas: Elas são as principais divulgadoras do evento e representantes da cultura, da beleza e da simpatia da mulher santa-cruzense. A corte da 26ª Oktoberfest é composta pela princesa Cândida Elisa Severo, 24 anos; pela rainha Maíra Farinon, 25, e pela princesa Sâmia Caroline dos Santos Souza, 23 (foto). A prefeita e presidente de honra: Em seu segundo ano de mandato, a prefeita Kelly Moraes é também a presidente de Honra da Festa. Segundo ela, a administração municipal não mediu esforços para promover mais um grande evento. “Realizamos investimentos e melhorias no parque e na cidade, com o objetivo de bem receber a nossa comunidade e os visitantes”, destaca.

Outubro/2010

A família Fritz: Eles encantam crianças e adultos e são personagens fundamentais na divulgação e na recepção dos visitantes. Quem for ao Parque da Oktoberfest, certamente vai conhecer os bonecos Fritz, Frida, Max e Milli.

Revista Expansão |

29


[ ROTA eXPANSÃO ]

SANTA CRUZ DO SUL

Principais atrações Desfiles temáticos – Ocorrem dias 10 e 17 de outubro, a partir das 10h20min, na Rua Marechal Floriano, com o tema A Força da Mulher na Imigração Alemã. Ao todo, serão 11 carros alegóricos, representando a colonização alemã e os hábitos e costumes herdados dos imigrantes, e mais de mil figurantes de todas as idades. Polonaise – Dia 9 de outubro, a realização da maior polonaise do mundo, às 15 horas, na Marechal Floriano. Foi idealizada pelo empresário Irno Delai, das lojas Delai, com projeto e organização da Promopres Promoções & Eventos, com o propósito de figurar no Guinness Book, o Livro dos Recordes. Shows nacionais - Além das tradicionais bandinhas típicas alemãs, os ritmos do sertanejo universitário e do samba também vão embalar os visitantes. As atrações são a dupla João Bosco & Vinícius, dia 9 de outubro; Luan Santana, dia 13; e o grupo Jeito Moleque, dia 16. No dia 15, a atração é a banda LS Jack, entrada franca para quem estiver no interior do parque. Ingressos – Os ingressos custam 10 e 5 reais (meia entrada) nas sextas, sábados, domingos e feriado (dia 12 de outubro). No restante dos dias, os valores ficam em 5 reais e R$ 2,50 (meia). Como é tradicional, no dia de abertura da festa, dia 6, a entrada para o parque é franca, após a solenidade de abertura, às 19 horas. Para os shows, Jeito Moleque o ingresso custa 30 reais, para João Bosco & Vinícius, 40 reais, e Luan Santana, 50 reais.

Bastidores O quê: 26ª Oktoberfest e Feirasul, Quando: 6 a 17 de outubro de 2010 Onde: Parque da Oktoberfest (Rua Galvão Costa, 715), em Santa Cruz do Sul (RS) Site: www.oktoberfestsantacruz.com.br

30

| Revista Expansão

Outubro/2010


A maior festa realizada no município Há vinte e seis anos, os moradores de Santa Cruz do Sul aguardam, anualmente, com entusiasmo, a chegada do mês de outubro para celebrar com os turistas que visitam a cidade, a Festa da Alegria. A Oktoberfest é a maior festividade realizada no município, uma tradição para os santa-cruzenses e por isso recebe atenção especial da administração municipal, que ao lado da Assemp, promove todos os anos a maior festa germânica do Rio Grande do Sul. A prefeita Kelly Moraes e todo o secretariado municipal fazem parte da coordenação-executiva da 26ª Oktoberfest. A Secretaria Municipal de Turismo, Esporte e Lazer é a que mais se envolve nos preparativos, mas cada pasta tem uma atuação importante, como a Secretaria de Meio Ambiente e a Central de Serviços que estão trabalhando no embelezamento das praças e trevos, com a pintura e o plantio de flores.

Outubro/2010

Feira de Logística e Automóveis A Secretaria de Desenvolvimento Econômico está à frente da Feira de Logística e Automóveis, criada para apresentar aos visitantes as novidades do setor e estimular o desenvolvimento nas áreas de logística e infraestrutura, os principais eixos de trabalho para o desenvolvimento empresarial e tecnológico de Santa Cruz do Sul. A Feira de Agroindústrias e Animais, que irá apresentar a diversidade de produtos preparados nas localidades do interior, é mais uma atração da Festa da Alegria e está recebendo atenção especial da Secretaria Municipal de Agricultura. Todas as equipes estão intensificando os trabalhos para que a partir de 6 de outubro os visitantes prestigiem esta grande festa, conheçam os atrativos turísticos e a hospitalidade de Santa Cruz do Sul. “A grandiosidade da Festa da Alegria está na dedicação de cada santa-cruzense, tanto nós gestores públicos como cada cidadão que prepara sua casa para receber os visitantes, ou que já confirmou presença nos desfiles temáticos. Esta é uma festa de todos, para todos”, aponta Kelly, que deixa um convite especial, “preparamos tudo com muito carinho e aguardamos os visitantes com a alegria que é marca registrada da nossa festa”.

Prefeita Kelly Moraes e seu secretariado apoiam o evento

Revista Expansão |

31


[ ROTA eXPANSÃO ]

SANTA CRUZ DO SUL

Santa cerveja B

erço da colonização germânica no Vale do Rio Pardo, o município de Santa Cruz do Sul é destaque no cenário estadual e nacional com a Oktoberfest, a Festa da Alegria. Mais do que celebrar o legado que os imigrantes trouxeram da Europa, agora o município conta também com a sua própria microcervejaria; um espaço diferenciado para os apreciadores da bebida. Aberta o ano inteiro para quem gosta de cerveja, a Heilige (ou santa, em português) é uma aposta dos empresários Rodrigo Yung, Henrique Léo Eisenberger e Ivan Cláudio de Oliveira, ao lado do mestre cervejeiro Paulo Júnior Sarvacinski. “A Heilige nasceu para ser mais do que uma cervejaria especializada em produzir bebida de alta qualidade e com sabor incomparável. Ela tem por objetivo proporcionar momentos inesquecíveis e especiais”, acrescenta o empresário Rodrigo Yung. Segundo ele, a exemplo do vinho, a cerveja tem ganhado adeptos para a sua apreciação e o mercado de cervejas especiais está em franco crescimento no Brasil. “O foco do nosso negócio está nos apreciadores da bebida e no futuro pensamos em um circuito de degustação para este segmento”, projeta. O nome Heilige é uma forma de homenagear o município santa-cruzense, tanto que seu significado em alemão, santa, revela o orgulho dos empreendedores pela cidade que os abriga. “Nossa escolha não é por acaso. Esta é uma das regiões mais germânicas do Brasil, centro de uma cultura que prima pela qualidade e excelência em tudo o que faz”, ressalta o outro sócio, Henrique Léo Eisenberger. “Além disso, é uma maneira também de aliar o prazer ao negócio, pois somos apreciadores de uma boa cerveja”, diz ele, aos sorrisos.

32

| Revista Expansão

Além da Oktoberfest, os gaúchos têm mais um forte motivo para visitar Santa Cruz do Sul: a microcervejaria Heilige Confraria e boa companhia Degustar uma boa cerveja, bater papo com os amigos e conhecer de perto onde é produzida a cerveja é o objetivo da Confraria Heilige, anexa à fábrica. Em um local aconchegante e inspirador, o espaço oferece a degustação dos quatro tipos de cerveja produzidos e, para harmonizar com a bebida, um cardápio de petiscos especialmente preparados para os visitantes. Para desfrutar do local, basta efetuar a reserva para o dia pretendido, para no mínimo quatro pessoas. Os contatos podem ser feitos por meio dos telefones (51) 3717-2008 ou 8115-5971. A confraria está à disposição do público de terça-feira a sábado, das 19 às 24 horas.

O espaço que faltava A acadêmica de Direito Ana Paula Rech é uma das frequentadoras do novo ambiente na cidade e destaca o aconchego do local. “Por ser diferente, torna-se uma opção para quem deseja desfrutar de uma boa cerveja acompanhada dos amigos”, comenta. A também estudante Ana Paula Boettcher ressalta o espaço inovador. “Nenhum local por aqui tem este aconchego”, salienta ela. E o local acolhedor fez com que a estudante Emanuele Etges retornasse. “O ambiente nos deixa muito à vontade”, diz. Pela primeira vez na confraria, o casal de industriários Enio Jackisch e Marta Silva surpreendeu-se. “Além do público seleto, será um lugar de muitos encontros”, pontua Jackisch.

Outubro/2010


Fotos: Junio Nunes/Divulgação

Tipos de cervejas Heilige Pilsen: Originária da cidade de Pilsen, na República Tcheca, possui teor alcoólico de 5,1%, e é uma bebida que leva ingredientes puros e selecionados e apresenta um aroma fresco e paladar definido. Weiss: Oriunda da Alemanha, possui teor alcoólico de 5,1%, aroma fresco e paladar marcante. Produzida com malte de trigo e leveduras especiais que lhe proporcionam sabores de especiarias e frutas. Red Ale: De origem alemã, apresenta cor avermelhada. Produzida a partir de maltes selecionados, é uma cerveja encorpada, com aroma de caramelo. A espuma é espessa e coloração acobreada. Porter: Originária da Inglaterra, é produzida a partir de maltes selecionados torrados, com aroma de chocolate, caramelo e toffe adocicado. Possui teor alcoólico de 7%. Orientação para uma boa degustação Todos os tipos devem ser consumidos entre 2 e 4 graus.

Outubro/2010

Revista Expansão |

33


[ ROTA eXPANSÃO ]

SANTA CRUZ DO SUL

Cuca &

linguiça S

anta Cruz do Sul, além da Capital da Alegria, pela Oktoberfest, também é conhecida pela sua gastronomia, sobretudo em relação à cuca, prato típico servido acompanhado de linguiça de porco. De acordo com a professora de Línguas e Culturas do Departamento de Letras da Universidade de Santa Cruz (Unisc), Lissi Bender Azambuja, esta tradição – da cuca com linguiça – não veio da Alemanha. “É uma tradição nossa; foi desenvolvida pelos imigrantes aqui no Brasil”, revela.

34

| Revista Expansão

A união destas típicas iguarias da gastronomia alemã é nossa e são dois dos pratos mais saboreados na Festa da Alegria Criada para receber visitas nos finais de semana, a cuca também era preparada para comemorar aniversários e festas da comunidade, como aniversários, casamentos e kerbs. “Nenhum brinde passava em brancas nuvens. Havia sempre a cuca, de açúcar, enrolada, de frutas da época e muito mais”, observa Lissi. Sábado era o dia, conta a professora, de colocar o forno à lenha em ação. “Assava-se principalmente pão de milho, além das cucas, amanteigados recheados com canela e bolachinhas diversas que eram guardadas em latas para a visita inesperada”, observa a professora.

Outubro/2010


Marcus Bugs/Especial

A cuqueira Clarice Gressler (à direita) aprendeu a receita aos 17 anos com a mãe

Cuqueira de know-how A cuqueira Clarice Gressler, 66 anos, é uma das referências quando o assunto é a iguaria. “Aprendi aos 17 anos a receita com a minha mãe”, recorda. Na sua época de criança, pratos como cucas, bolos e tortas eram preparados em datas especiais. “De preferência no Natal, na Páscoa e em aniversários”, diz. A receita hoje está na quarta geração e segue seduzindo paladares pelo Estado afora. “Muitas excursões com visitantes param aqui para levar cucas de Santa Cruz junto para casa” salienta Clarice. Hoje, a produção é grande, com cerca de 300 cucas e 150 pães comercializados mensalmente. “Antigamente usávamos o forno à lenha, mas hoje utilizamos o forno a gás, que é mais rápido e garante o mesmo sabor às cucas e aos pães”, explica. Quanto ao uso do forno à lenha, Clarice recorda: “Aquecíamos o forno com muita lenha, retirávamos as brasas, passávamos um pano úmido para limpá-lo e colocávamos uma palha. Quando ela ficava marrom, o forno estava na temperatura ideal. A palha não podia queimar, apenas ficar marrom”, destaca a cuqueira.

Outubro/2010

Linguiças e embutidos A tradição de embutir carnes não é exclusiva dos alemães. No entanto, a linguiça, salgado que acompanha as cucas, pães e bolos ao lado do café, tinha entre suas funções a de conservar as carnes, após defumada. “Não somente ela. Quando se carneava um animal, geralmente era repartido com os vizinhos, de modo que não sobrasse carne em demasia”, recorda a professora Lissi. Os imigrantes, resume ela, trouxeram consigo muitas técnicas de conservação de carnes para que pudessem ser consumidas para muito além do pequeno prazo desse produto altamente perecível. “Assim, diversas formas de conservação nos foram legadas, que vão desde os defumados, os cozidos e mesmo carnes fritas eram acomodadas em grandes cântaros de barro e cobertas com uma generosa camada de banha (hábito muito difundido até o advento da geladeira) e o torresmo, proveniente da fritura do toucinho de porco”, explica Lissi. Entre os defumados está uma grande variedade de linguiças de porco, o toucinho defumado, o presunto defumado, a costelinha defumada, o lombo e o vazio de porco temperado e defumado. “Entre os cozidos estão a Kopfwurst e a Blutwurst, também conhecidas como Leberwurst e Schwarzwurst, isto é, a morcela branca e a preta, o Schwartenmagen, o queijo de porco e a Sülze, uma espécie de geléia de porco. Mais tarde entrou a Fleischkäse, ou seja, o pão de carne”, finaliza a professora.

Revista Expansão |

35


[ ROTA eXPANSÃO ]

Localização privilegiada; ampla ramificação de rodovias estaduais e federais, e mão-de-obra qualificada, Santa Cruz do Sul aponta um futuro promissor na economia gaúcha

SANTA CRUZ DO SUL

A projeção

do futuro L

ocalizada na mesorregião Centro Oriental Rio-Grandense, Santa Cruz do Sul projeta o seu futuro sem abrir mão da sua principal riqueza: a cultura do tabaco. Responsável pelo saldo positivo de US$ 1 bilhão na balança comercial, o município é o 1º colocado no ranking de exportações do Estado e o 8º em relação ao Brasil. O Produto Interno Bruto (PIB) per capita alcança os R$ 24 mil e proporciona uma qualidade de vida à população pouco vista em municípios de médio porte no País. Para que a economia se fortaleça ainda mais, o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Jair Jasper, revela os planos da administração municipal para o futuro que se avizinha. “Temos como prioridade zero o auxílio às empresas já instaladas no município”, dispara. Para quem deseja investir no município, Jasper destaca a Lei Municipal de Incentivos, que oferece ao empresário desde a doação de área para a futura empresa, até a isenção de impostos. “Além desta norma, temos a Lei Geral, focada nas micro e pequenas empresas, que prevê a desburocratização para sua instalação, isenção de impostos e benefícios na participação de vendas para o município”, enumera o secretário.

Inovação

Secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Jair Jasper

36

| Revista Expansão

Jasper adianta que está em estudo uma proposta que deverá se tornar a Lei Municipal da Inovação. “Ela irá contemplar especialmente o Parque Tecnológico, com foco na logística e empresas de tecnologia, a aposta econômica e ambientalmente rentável da atualidade”, explica o secretário. A criação de novos distritos industriais e a mobilização da sociedade civil organizada na busca de alternativas econômicas ao município mostra uma Santa Cruz do Sul engajada em um entroncamento de modais. Para o secretário, a prefeitura está envolvida nas discussões. “Estamos engajados com o traçado da Ferrovia Norte-Sul, a duplicação da RST287 entre os municípios de Candelária e Tabaí, a construção de um aeroporto regional que permita um fluxo de aeronaves maiores em um porto seco e uma Estação Aduaneira”, acrescenta. A logística hoje, pondera Jasper, é responsável por uma média de 14% do custo do produto no Brasil. “Por isso é importante aproveitar o momento para que possamos nos destacar no setor, com a integração dos modais aliando a isso a nossa posição geográfica, distante poucos quilômetros dos principais centros produtivos do Rio Grande do Sul, além da mão-de-obra qualificada e comprometida”, reforça ele.

Outubro/2010


Fumicultura em estado de alerta

Fotos: Divulgação

Alvo de críticas de diversos setores, a produção tabacaleira é responsável, atualmente, pela injeção de R$ 4,393 bilhões na economia gaúcha e brasileira. De acordo com as projeções do presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil (Afubra), Benício Albano Werner, mesmo com a redução em torno de 3% da área plantada para a safra 2010/2011, a perspectiva é promissora. “A produção deverá ser maior em relação ao último período, já que as previsões meteorológicas indicam condições climáticas favoráveis, diferentemente do que ocorreu no período anterior”, projeta. A quebra de Benício Werner preside a Afubra produção devido às condições desfavoráveis está calculada em 55 mil toneladas a menos. “Diante disso podemos dizer que, de maneira geral, o faturamento foi satisfatório”, avalia Werner. Outro desafio para o setor é a nova recomendação da Organização Mundial da Saúde (OMS) nos artigos 9 e 10 da ConvençãoQuadro para o Controle do Tabaco no mundo. Caso seja aprovada, a produção do fumo Burley ficará seriamente prejudicada. No Brasil, segundo a Afubra, são 50 mil famílias produtoras nesta atividade, num total de 235 mil pessoas envolvidas. O Estado recebeu manifesto e pedido de apoio da Afubra, da Abifumo e do SindiTabaco em março deste ano.

Outubro/2010

A primeira parte da obra já está concluída e abriga o centro comercial. A população já percebe a grandiosidade da execução

Imponência e tecnologia

Quem passa pela Avenida do Imigrante, no Centro de Santa Cruz, inevitavelmente observa o prédio que está sendo construído na esquina com a Rua Guilherme Hackbart. A obra é inovadora e tem chamado a atenção em dois aspectos: pelo estilo neoclássico, destacado pela imponência e riqueza de detalhes; e pela tecnologia da construção, com a utilização do concreto celular. Fruto da ousadia do empresário vera-cruzense Eliseu Kopp, o Atenas – mesmo com previsão de ser concluído apenas em 2011 – já é um marco no setor imobiliário santa-cruzense e com investimento no valor total de R$ 16 milhões. Sem tijolos, sem madeira e sem entulhos – e também sem serventes ou pedreiros, pois o trabalho é diferenciado –, a obra foi iniciada e será concluída com o propósito de tornar-se referência em difusão de novas tecnologias. Neste caso, a tecnologia celular, utilizada na Europa há mais de dez anos e pouco difundida no Brasil. Com as dez lojas térreas concluídas, os 13 andares que vão abrigar 66 apartamentos - de um, dois e três dormitórios – e 165 vagas de garagem, já foram iniciados. “Até o final do ano pretendemos ter um apartamento decorado para visitação”, destaca o responsável pela obra Alex Vitalis. Além de ser ecologicamente correto, por utilizar compostos orgânicos, o concreto celular ainda tem vantagens com relação à resistência – duas vezes maior do que o convencional -, à acústica e ao isolamento térmico. “Temos condições de fazer uma obra mais rápida, rica em detalhes, mas sem a geração de resíduos, graças à utilização de formas, que moldam o concreto de acordo com a nossa necessidade, sem desperdícios”, garante Kopp.

Revista Expansão |

37


[ Comportamento ]

Cris Manfro

Psicóloga clínica, terapeuta de família e mediadora familiar acmanfro@terra.com.br

Na maioria das vezes queremos alguém que nos obedeça e que leve a vida ao nosso lado de acordo com o que queremos, acreditamos e julgamos melhor.

38

| Revista Expansão

Além do amor

Q

uando encontramos o tal do “amor da nossa vida”, uma coisa fica certa na nossa cabeça: ele transbordará de tal maneira, com a crença romântica de que será grande e verdadeiro o suficiente para superar tudo. Mas, ao longo do percurso, é que começamos a nos dar conta e eu, como terapeuta, afirmo para vocês que todo relacionamento precisa é de gente capaz de negociação para os momentos de diferença significativa. E negociar, diz uma colega chamada Gladis Brum, implica em separar aquilo em que se pode ceder daquilo a que é impossível renunciar. Algo muito pessoal, de medidas pessoais, de difícil discernimento e que requer muita tolerância. Algumas coisas são inegociáveis. Mas, treinar ser maleável e ceder pode ser um passo bem importante ao longo do tempo num relacionamento. Entretanto, ceder sempre, na maioria dos casos obra feminina, pode ser uma grande armadilha, totalmente nociva, capaz de causar sérios danos à pessoa, que a longo prazo pode perder o encantamento pela vida e pelo próprio relacionamento, uma vez que acaba virando um relacionamento de poder e não de construção amorosa. Negociar muitas vezes traz a errônea sensação de não estar sendo leal a si mesmo. Na maioria das vezes queremos alguém que nos obedeça e que leve a vida ao nosso lado de acordo com o que queremos, acreditamos e julgamos melhor. Como gastar o dinheiro, como criar os filhos, quando iremos à casa dos teus pais e nos meus?

E precisamos sobreviver, indo aos poucos, criando um vínculo construído de forma amorosa através da eterna negociação de nossas atitudes e de nossa vida. Somos cheios de muitos “quereres”. A frequência com que fazemos amor, a quantidade de roupa que você compra, essa história de futebol toda a semana, esses amigos e amigas e agora essa história de ficar no computador... muitos quereres. Alguns deles são passíveis de renúncia. Ceder nesse caso é um movimento em prol da relação e não é visto como obediência, tão pouco como submissão, mas como um movimento de fortalecimento da relação. Neste caso tenho muito orgulho de pessoas que já trabalharam, e que trabalham comigo, e fazem movimentos que julgariam impossíveis, dando show de bola em negociação e generosidade. Porém, alguns acordos são impossíveis, pois dizem respeito a quem eu sou! Abrir mão em coisas impossíveis que dizem respeito a quem sou é renunciar a minha existência e neste caso é deixar de viver. Nesses casos somente com a morte interna, para que a relação funcione. Eu garanto está cheinho de “mortos vivos” por aí, causando e vivendo um terror. Façamos uma reflexão que vai além do amor. A reflexão do quanto eu faço parte da “gente” que é capaz de negociar. Quanto estou aberto à negociação generosa e amorosa. Perdoem-me se falar daqui para frente muito em generosidade, em muito dos meus diálogos, mas, já aprendi e refleti, que ela, a generosidade, é a alma de uma vida muito melhor, vivida a dois, em família e como sociedade.

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

39


[ destino ]

Com a mala e

muita coragem

Samuel (acima) e Gustavo (à esquerda e de blusão verde)

D

urante cinco meses, Samuel Wanderer tomou banho de um jeito estranho, que jamais havia feito antes. Armava uma ducha ao lado da van e, com o suporte passando por cima do teto do carro, despejava a água sobre o corpo. Foi assim em alguns parques e praças, sempre de sunga, observa. A estratégia tinha sentido: economizar dinheiro lá do outro lado do mundo, na Nova Zelândia, país que escolheu para morar desde 2004. Hoje, passados seis anos, está mais do que integrado e os banhos em público ficaram pra trás. Curiosamente, os irmãos também foram picados pelo vírus da imigração: Gustavo, deu início à saga, e Daniel, o mais recente a ir e está com Gustavo, estão nos Estados Unidos. A ida de Wanderer para a Nova Zelândia aconteceu num período difícil da economia no Vale do Sinos. Como gerente de produção de uma indústria de calçados ele havia perdido o emprego, era o maior salário da companhia. Naquele momento, ganhava força a

40

| Revista Expansão

Os irmãos Wanderer trocaram a vida no Brasil pelo sonho na Nova Zelândia e Estados Unidos Por Cláudio Rocha das Neves Fotos Arquivo pessoal

ideia de dar um novo rumo à vida. “Tinha um irmão vivendo já nos Estados Unidos e esta foi a primeira opção”, relembra. O que parecia uma solução, acabou emperrado pelo consulado americano que lhe negou o visto de entrada no país. Revendo as opções disponíveis, escolheu como destino a distante Nova Zelândia. Na mala, U$ 1.300, passagens de ida e volta, duas semanas de matrícula numa escola de inglês e um sonho (investimento de R$ 12 mil).

Diferenças Depois 34 horas de cansativa viagem, chegava a Auckland, principal cidade da Nova Zelândia. O primeiro choque cultural aconteceu numa ida ao McDonalds. Já instalado numa espécie de albergue para estudantes, decidiu explorar o novo ambiente. O caminho até a lancheria incluía uma passagem por baixo de um viaduto. “Vi umas construções próximas que não pareciam favela, mas passavam uma impressão ruim”, conta. Wanderer não teve dúvida, voltou assustado para o abrigo. Uma breve conversa com o administrador do local desfez o mal-entendido de que a região era perigosa e rendeu uma carona ao restaurante. Esta história entrou para o folclore, o país é um dos mais seguros do mundo, não há grades nem cercas em frente às residências.

Outubro/2010


Após as duas semanas do curso, ficava cada vez mais claro que os empregos na maior cidade da Nova Zelândia, com o nível de inglês da época, eram difíceis de se conseguir. A solução foi migrar para o interior e começar a colher frutas nas fazendas. Conforme Wanderer, o trabalho é duro, mas a remuneração é boa. “São 11 dólares (locais) por hora para uma jornada semelhante à brasileira”, relata. A diferença é que o funcionário pode se ausentar quanto tempo quiser sem perder o posto de trabalho. “Posso ter folga, justificadamente, por um mês ou mais, que ao retornar tenho a vaga garantida”, enfatiza. Safras de limão, maçãs e kiwis foram colhidas até darem lugar à ocupação atual, montar e dar manutenção aos sistemas de irrigação para o plantio de uvas nas fazendas da região. O retorno ao Brasil – desde que partiu há seis anos - ocorreu em julho e tinha alguns significados importantes. Matar a saudades da família era uma; conhecer a sogra, outra. Samuel vive com uma brasileira de Curitiba há três anos. Mas a viagem de volta está garantida. E se depender do casal, a vida continuará a transcorrer calma do outro lado do mundo. “Moramos numa cidade de 4 mil habitantes, Cromwell, com tudo o que precisamos e com uma qualidade de vida difícil de se conseguir no Brasil”, sublinha. Ele lembra de não precisar trancar a casa e nem o carro por onde quer que ande. E ainda tem os mimos, como poder acompanhar o nascer do sol na primeira cidade do mundo a receber os primeiros raios da manhã, Gisborne, ali perto, quando quiser.

Outubro/2010

Samuel e um amigo na fria Nova Zelândia brincando com um boneco de neve, algo impensável no Brasil

Revista Expansão |

41


[ destino ]

Ele fez a América Inquieto por natureza, Gustavo Wanderer deixou o curso de Educação Física para trás há nove anos e partiu para os Estados Unidos. Com a cara e a coragem, uma mochila e 600 dólares no bolso, iniciou sua jornada na terra do Tio Sam. O local escolhido foi a ensolarada costa oeste, na cidade de San Diego, estado da Califórnia. Até conseguir moradia fixa passou por algumas aventuras, como estada gratuita na casa de um americano por um mês, depois de apostar que exterminaria os ratos da residência. Entre as muitas profissões, já foi manobrista, mergulhador em marinas (raspar as cracas na parte de baixo dos navios), entregador de pizza e garçom. A última atividade garante o sustento da família e o pagamento do curso técnico de Oftalmologia. Adaptado ao sistema americano de vida, Wanderer desfaz alguns mitos que constantemente vemos na TV. “A grande maioria dos imigrantes ilegais não é presa, e eles precisam desta mão-de-obra”, destaca.

Orgulho de pai Os contatos são semanais e a saudade é diária. Assim o perito contábil Ademir Wanderer, define a situação de ter três filhos morando no exterior. Embora preferisse os guris próximos, como todo pai que se preza, não esconde o orgulho da coragem das escolhas dos filhos. Também sempre deu força quando lhe disseram que iam correr mundo. A vida lá fora tem trazido mudanças no comportamento dos rapazes. “Cada vez que os vejo percebo que eles estão mais amadurecidos”, avalia. Avesso às facilidades da Internet, Ademir utiliza o telefone para matar as saudades. Já esteve nos Estados Unidos visitando Gustavo, a próxima viagem deve ocorrer no próximo ano para a Nova Zelândia. Recentemente, no dia em que completou 60 anos conheceu a neta, filha de Samuel. O pai dos rapazes viajantes arrisca um palpite para tentar compreender a saga dos meninos. “Numa tradução livre, Wanderer, em alemão, significa viajante, andarilho”, explica.

42

| Revista Expansão

Gustavo e seu primogênito nas praias de San Diego

Outra estranheza percebida é a frieza nas relações. “Eles são muito formais, cumprimentar mulheres com beijos no rosto como fazemos, nem pensar”, enfatiza. Entre os passeios já feitos, Wanderer lembra bem do impacto de Las Vegas, extasiante arquitetura no meio do nada, em pleno deserto, um pouco deprimente pela ilusão das pessoas em melhorar de vida em função do jogo. Já o Grand Canyon, impressiona pela grandeza e imponência. As praias californianas, pelo menos as da altura de San Diego, têm água gelada. “É por causa da corrente do Golfo”, ensina Wanderer. O clima, quente no verão, não tem a umidade que caracteriza o nosso calor. Com dois filhos, não pensa em voltar a residir no Brasil. Uma das razões, é a segurança. A imagem do nosso País, por sinal, começa a mudar pelos olhos americanos. Samba, carnaval e futebol ganham a companhia da figura de desenvolvimento. “O Brasil vem ganhando destaque em termos de economia e isso gera curiosidade nos americanos”, comenta.

Coração de mãe Acostumada. Assim a mãe dos irmãos Wanderer, Jaqueline Bello, define a situação de ter três filhos morando no exterior, longe de seus olhos. Mas ressalta que não é fácil. “Sempre fomos muito unidos e tínhamos o hábito de estarmos juntos”, conta. Apesar das facilidades da Internet, Jaqueline prefere o contato telefônico aos e-mails e tem uma boa razão. “Através da voz, eu sei se eles estão bem ou com problemas”, revela a mãe zelosa. Entretanto, nem sempre consegue contato com Samuel (ele vive na Nova Zelândia), às vezes o filho está num local remoto, onde não há sinal de telefonia. Já com Gustavo e Daniel, que estão nos Estados Unidos, os contatos são mais seguidos. No ano passado, Jaqueline foi pela primeira vez para a Nova Zelândia. A neta havia nascido e era um bom momento para conhecer a menina, a nora e o país. E ela gostou do que viu. “É muito seguro, me lembrou uma época em que o Brasil também foi assim”, enfatiza. Já para o Estados Unidos, viajou três vezes, a última, neste ano ainda.

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

43


[ FASHION ]

Fabiano Herrera/Especial

44

| Revista Expans達o

Outubro/2010


Luana Teifke A explosão de

Modelo gaúcha desponta como recordista de desfiles e trabalhos internacionais e tem seu lugar ao sol ao lado das grandes tops Por Aline de Melo Pires

Outubro/2010

A

s maiores revistas de moda do Brasil e internacionais estampam trabalhos desta gaúcha que deixou a cidadezinha de Sertão Santana para ganhar o mundo. Hoje, Luana Teifke vive um momento digno das estrelas de primeira grandeza. A menina, que não tinha a pretensão de se tornar uma modelo, muito menos internacional, agora cumpre agenda em publicações renomadas no universo da moda como Elle (foi capa da edição de agosto), Vogue Brasil e Vogue Italia. Por conta disso, ela trocou o interior gaúcho por Nova Iorque, adotou outro país, mas não esquece suas raízes e sempre que precisa, e pode, voa para o Rio Grande do Sul, e recarrega as energias junto à família, os pais e a irmã. Aos 20 anos, ela comemora trabalhos importantíssimos – além de tudo foi a recordista em desfiles no São Paulo Fashion Week (SPFW) este ano – e mostra ter a consciência da forte e agressiva competitividade deste mercado. Hoje faz parte do casting de uma das maiores agências de modelo do Brasil, a Way Model – ao lado de tops como Alessandra Ambrósio, também gaúcha. Nesta entrevista exclusiva, de São Paulo, base de trabalho quando está no País, por e-mail, Luana fala sobre sua carreira, quais são seus principais projetos e confessa: não consegue viver sem chocolate!

Revista Expansão |

45


[ FASHION ]

Como ingressou na carreira? Qual foi e onde foi o primeiro trabalho? Quando completei 15 anos meus pais me deram um book. O fotógrafo enviou algumas fotos para uma agência em Porto Alegre e recebi o convite para conhecer o lugar. Aceitei e, no mesmo dia, vim pra São Paulo, foi muito rápido e engraçado, não tinha nem noção do que estava acontecendo! Meu primeiro trabalho foi uma foto para a Mag, eu estava tão nervosa que passei mal, mas, enfim, deu tudo certo.

Qual o momento mais importante de sua carreira? O começo, quando tive que decidir definitivamente se era isso que eu queria realmente, se eu estaria disposta a largar tudo e começar uma vida nova com pessoas e lugares totalmente diferentes. O que significa ser a recordista dos desfiles do SPFW? Uma realização! É ótimo poder saber que as pessoas acreditam no seu trabalho, isso é muito motivador! O que você vive hoje, nas passarelas e em frente às lentes, foi exatamente o que sonhou para sua carreira? Foi melhor, tudo que passei, os bons e maus momentos, me fizeram crescer muito.

Fernanda Calfat/Divulgação

Quem foi, ou é, a pessoa mais importante na sua carreira? Meus pais e minha irmã, eles sempre estiveram comigo, me apoiaram e puxaram minha orelha quando precisei. Quais são seus principais planos para o futuro? Trabalhar muito, quero melhorar como modelo e como pessoa também, enfim, ser feliz. Pensa em constituir família? A carreira de modelo a impede disso ou será possível conciliar trabalho e realização pessoal? Sim, quero formar uma família. Não acho que isso possa impedir, mas acredito que tudo tem a sua hora. Para mim, agora é hora de trabalhar e aproveitar esta fase da minha carreira. Quais os maiores sacrifícios da profissão? E as melhores recompensas de viver o mundo fashion? Acho que lidar com esses altos e baixos da carreira, saber que às vezes você pode estar “bombando” e às vezes não, e que tudo tem seu tempo. O melhor é perceber o quanto você evolui e aprende como pessoa, quantos lugares incríveis que podemos conhecer. Isso levamos pra vida toda.

Atributos Altura - 1,79 m Manequim - 36 Cintura - 62 cm Quadril - 87 cm Sapatos - 39 Olhos - azuis Cabelos - loiro

Qual foi o lugar mais incrível que você já conheceu por conta do trabalho como modelo? Bimini, nas Bahamas, o lugar mais lindo que já estive! Quais são as suas principais dicas de beleza? As básicas são: protetor solar, beber água e babosa no cabelo, mas, o mais importante, é se sentir bem, se olhar no espelho e se gostar!

Com a experiência adquirida até agora, quais são os conselhos que passa para as meninas que sonham em ser modelo? Primeiro, entender que essa é uma profissão, você tem responsabilidade e exigências e deve ser focada e dedicada. Segundo, ser uma pessoa legal, além, é claro, de ser você mesma sempre!

46

| Revista Expansão

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

47


Cia Marítima

[ No Provador ]

Silvana Homrich

Salinas Blue Man

Triya

Fotos: Divulgação

Consultora de Moda silvanahomrich@terra.com.br

48

| Revista Expansão

D

esde a temporada passada, vimos que os maiôs e biquínis deixaram de ser usados apenas para se bronzear. Passou o tempo das cortininhas e tangas de lacinhos do menor tamanho possível para evitar marcas grandes. Hoje, a roupa de praia é tão elaborada quanto a urbana. É mais uma oportunidade para estar linda e bem vestida. Neste verão, as calcinhas são maiores, com laterais mais largas e cheias de enfeites. Na parte de cima, tomara que caia passa a ser a grande tendência para ganhar cor, pois apesar de ser mais largo, deixa o colo todo bronzeado. Para passeios e almoços na praia ou encontros na piscina é legal ousar com modelos diferenciados, seja com peças de um ombro só, enfeites de argolas ou outros detalhes inusitados. As estampas da moda praia no verão 2011 atendem a todos os gostos. Formas geométricas e inspirações naturais, como o verde das plantas, são muito comuns, assim como as tendências urbanas que são levadas para a praia, como o náutico e floral. As saídas de praia vão de vestidos esvoaçantes e estampas coloridas de acordo com a leveza do verão, detalhes de rendas e bordados, para um visual mais romântico e delicado, até as pantalonas e batas bem anos 70. Não há desculpa para não ir arrumada também à praia, pois opção é o que não falta.

Outubro/2010


Moda praia também pode ser elaborada Movimento Salinas

Triya

Rosa Chá

A exemplo da cena urbana, as peças para fugir do calor permitem um look mais inspirado

Outubro/2010

Revista Expansão |

49


[ Estilo & Atitude ]

Maggda Rammé Mombach

Executiva de Negócios em Moda E-mail e msn: maggdamombach@hotmail.com

Paixão: Filha Não vivo sem: Amuletos, sapo Kaeru e medalha de Santiago de Compostela

Livro: Nos Bastidores da Disney, de Tom Connellan

Hobby: Chimarrão com as amigas

DVD: Dixie Chicks

Bebida: Espumante

Perfume: Miracle, da Lancôme, e Ralph, da Ralph Lauren

Carro: Smart

LENARA KRUG

Natural de Esteio (RS), nasceu em 19 de abril de 1971 e é casada com o Luiz Gustavo Bins Zarpelão e mãe da Aline, 7 anos. Formada em Relações Públicas, pela Unisinos, trabalhou com supervisão de eventos em todo o Estado. Em 1994, assessorou um evento automotivo na Savarauto/Mercedes Benz, em Porto Alegre, e, como nada é por acaso, por falta de venNós fazemos dedores no stand da empresa, intermediou a venda de um automóvel, as escolhas e que rendeu-lhe um convite para integrar a equipe de vendas. Em 2003, as escolhas transferiu-se para a loja de Novo Hamburgo, junto com o marido panos fazem. ra representar a Savarauto nos vales do Sinos e do Paranhana. Atual(autor desconhecido) mente, é a responsável pela área comercial da empresa, que revende veículos das marcas Mercedes-Benz, Jeep, Dodge, Chrysler e Smart. O cativante sorriso, a objetividade, o dinamismo e a simpatia são determinantes em seus contatos. É impossível não se contagiar com seu sempre alto-astral e atitudes pró-ativas. Ter estilo é: não exagerar  Um grande homem: meu pai, Lauri Krug Uma grande mulher: minha mãe, Vera Krug  Sucesso é: atingir os objetivos, levando consigo as pessoas que te auxiliaram para conquistá-lo. Ninguém vai longe sozinho Objeto de desejo: viagens, viagens e viagens.

Estilo & Atitude by Lenara: Família, amigos e dedicação 50

| Revista Expansão

Outubro/2010


Lucena/Divulgação

[ NOSSA INDICAÇÃO ]

O modelo do mês

Duba

Fabris

Outubro/2010

Nome: Asdrubal Fabris

Idade: 22 anos

Natural de: Nova Prata/RS

Reside em: Porto Alegre/RS

Altura: 1,88 m

Peso: 81 kg

Hobby: Ler, desenhar, tocar baixo e, com mais três amigos, produzir e organizar uma festa mensal de rock-n’roll chamada Dirty Job, no Laika Club em Porto Alegre Signo: Áries

Modelo desde: 2006

Experiência: Desfiles na SPFW, outdoors, editoriais de moda e outros desfiles, além de comerciais de televisão e participações em videoclipes de bandas gaúchas e paulistas Agência: Azure Models (51) 3019-4301

Revista Expansão |

51


[ SAPATOS & CIA ]

graziela@revistaexpansao.com.br

Versatilidade e descontração

A descontração masculina e as novas formas de expressão, com atitudes menos rígidas e mais simplificadas, serviram de inspiração para a coleção primavera-verão 2010/2011 da Kildare. Cheia de estilo, a marca aposta em modelagens com solados envolventes e nos produtos casuais – que são o DNA da marca – para a temporada quente. Solados estilo caixa, aplicados tanto em linhas casuais como em esportivos, aparecem com destaque, assim como as modelagens jogging, contempladas no estilo flat e em outro mais robusto com versatilidade de uso. A linha casual também teve alterações em seu modelo original.

Flor para o rendado

A Grendha Ivete Sangalo está ainda mais bonita na nova coleção. A combinação de materiais diferenciados e exclusivos, como o efeito rendado e a estampa floral na palmilha, valoriza o pé feminino e faz da coleção mais um hit entre as mulheres. Frente ao ícone e a referência de beleza natural e de sensualidade, explícitos da cantora, o charme se faz com a flor para o lado, que além de ser peça chave para adornar os cabelos femininos, agora terá sua vez nos pés. Inovando e aderindo a tendência dos novos répteis, que vai além de croco e do píton, a coleção traz a pele de arraia, novidade do mercado, ressaltando ainda a textura e o efeito renda, que se percebe em vigor também no vestuário feminino.

Carregado no design Alegria nos pés

A Capelli Rossi apresenta sua coleção primavera-verão 2010/2011 para quem busca mais do que qualidade e conforto. Os produtos possuem o sistema anatômico de bi-densidade que proporciona uma extrema sensação de conforto na planta dos pés, quando usado o salto alto e total anatomia para os baixos e médios. Na coleção, as modelagens trazem muitas tiras e tranças, além de elásticos e amarrações. Nos detalhes, zíperes, pedrarias, cortes a laser, flores, fivelas e delicadas correntes douradas diversificam a coleção. As cores mostram a alegria das estações, principalmente, o azul e o amarelo, e ainda em tons pastel, terrosos e o tye-die.

52

| Revista Expansão

As coleções primavera-verão 2010/2011 das bolsas Andrea Balleno, marca da empresa gaúcha de Estância Velha Nina&Ro, dão um show de criatividade, tanto no design das peças, como pela escolha dos materiais e enfeites e muito colorido. Das maxi bolsas – um dos hits da estação – às carteiras e bolsas pequenas para festas, elas oferecem opções para mulheres exigentes e ligadas ao universo fashionista. São peças que garantem looks diversos e criativos para todas as ocasiões. As bolsas são feitas em couro, mas fazem a diferença pelos detalhes e pela variedade nas cores.

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

53


[ casa & Estilo ]

Jaqueline Fischer Zapelini Arquiteta jaque@zapelini.com.br

É primavera!

É chegada a estação das flores!

V

erde. É isto que queremos, estar próximo a terra, sentir os pés tocarem o chão, descarregar a energia, refrescar a alma. Quem não gosta do aroma da terra úmida depois da chuva? Procure um canto de sua casa, ou mesmo sua sacada, coloque plantas, espalhe verde em sua vida. As flores são presentes da natureza e influenciam na energia dos lugares e das pessoas. Com suas cores, formas e perfumes, elas encantam transformam os sentimentos e melhoram o astral.

Divulgação

Interagir com o meio em que se vive, recebendo as sensações que ele transmite, pode trazer ótimas energias para a sua vida.

54

| Revista Expansão

O tamanho do jardim pode mudar, mas é difícil encontrar quem não tenha pelo menos uma planta em casa. O fato é que todos nós precisamos estar, constantemente, em contato com a natureza.

Outubro/2010


Fotos: Divulgação

Hortaliças, temperos e até pequenas árvores frutíferas, se acomodam em vasos, fazendo-nos sentir crianças através do olfato do antigo pomar ou o paladar das maravilhosas frutas colhidas na hora. Para quem não tem espaço para cultivar plantas e flores, a proposta é aproveitar as paredes, painéis de xaxim, onde brotam bromélias e as orquídeas de heras edificam suaves jardins verticais. O paisagismo não é apenas a criação, através do cultivo de algumas plantas ornamentais. Muito mais do que isso, é a técnica artesanal, aliada à sensibilidade, procurando reconstituir uma paisagem natural, tendo em mente o cuidado com o equilíbrio, com as formas, com as cores e com as proporções. Os jardins atuais vão além das plantas, mesclam elementos naturais, como água, pedra e madeira, estimulam a interatividade e afugentam o estresse. Cada vez mais presente nos dias atuais, a água é presença garantida em muitos jardins e em espaços que valorizam a natureza.

Espelhos d’água em repouso nos convidam à contemplação e se destacam por seus reflexos. Causam contrastes e podem virar pontos de destaques discretos nos jardins.

Singelas ou exóticas, as flores sempre agradam, e a sua vibração toca direto ao coração, com a casa florida, você tem luz, beleza e harmonia sempre perto de você. O essencial é termos tempo para cuidar de nosso jardim, ele sempre merece uma atenção muito especial, pois assim nós também nos sentiremos bem.

Outubro/2010

Revista Expansão |

55


[ LAZER & CIA ]

segredos & família

Graziela Dannenhauer/Especial

Páprica,

Restaurante húngaro A Canga, em São Sebastião do Caí, oferece uma viagem em busca de novos sabores

Por Vitória Fischer Schilling

J “

ó étvágyat!” Estas letras que, para nós, podem formar uma palavra indecifrável, compõem a saudação antes de entregar-se a uma inusitada experiência culinária. “Bom apetite!”, saúda Carlos Cvitkó, proprietário do “único restaurante húngaro de São Paulo para baixo”, orgulha-se. O Restaurante A Canga foi aberto em 1967 pelos pais de Carlos, Károly e Erzebet Cvitkó, imigrantes da Hungria que haviam vindo ao Brasil dez anos antes, por descontentamento com o regime comunista. Károly, que já tinha experiência com hotelaria, investiu todo seu dinheiro na abertura do restaurante em São Sebastião do Caí, no Vale do Caí, no mesmo local em que ele se encontra até hoje. A esposa Erzebet aproveitou a prática culinária que tinha em seu país para comandar a cozinha, com pratos populares da Hungria adaptados aos produtos e gosto dos brasileiros. “Porém a comida húngara era desconhecida e, por isso, não muito aceita por aqui. Nos primeiros dois meses, eles venderam somente dois almoços, só conseguiram manter o restaurante aberto por causa da venda de refrigerantes”, relembra Carlos. Seu pai chegou a construir uma churrasqueira e pensou em mudar a essência do restaurante, mas demoliu pouco tempo depois. “Ele não se entregou”, brinca.

56

| Revista Expansão

Outubro/2010


Gerações Depois de ficar à frente da cozinha por 20 anos, Erzebet entregou os segredos culinários para o filho Carlos, que há 17 anos assumiu a administração e os temperos especiais do A Canga. As receitas, em especial a da típica páprica doce, são passadas entre as gerações: atualmente, quem coloca o gostinho especial ao que é servido são os filhos de Carlos - Agnes, Carlos Felipe e Rafael. Fotos: Graziela Dannenhauer/Especial

Carlos Felipe, Carlos e Agnes fazem parte das gerações à frente do restaurante e da cozinha

Eles aprenderam os detalhes com o pai, e agora preparam a quarta geração para gostar da arte da culinária também. O mais velho dos três bisnetos dos fundadores, Cauã, de seis anos, já gosta de inventar na cozinha e se prepara para descobrir os segredos com o avô. As gerações são seguidas também com alguns clientes do restaurante. “Temos um senhor que frequenta regularmente desde 1967 e hoje traz seus filhos, netos e bisnetos”, alegra-se Carlos. A indicação, aliás, é a maior ferramenta de divulgação do A Canga. “As pessoas falam bem do restaurante para seus conhecidos e isto quebra a barreira da dificuldade de aceitação que as pessoas têm por não conhecerem a culinária húngara”, explica.

Ingrediente essencial Pratos picantes se misturam com o suave do doce, dos legumes, das carnes com aquele tempero especial que não é revelado pelos Cvitkó. A páprica é o ingrediente essencial para a maioria dos pratos salgados na Hungria, e ela acrescenta um sabor único àquilo que já é preparado de uma maneira diferenciada.

O pimentão recheado com carne moída e arroz e molho doce e frango frito com batatas

Outubro/2010

Revista Expansão |

57


[ LAZER & CIA ]

Nome O tradicional A Canga tem um nome não tão tradicional assim. “Queríamos um nome húngaro, mas os brasileiros tinham dificuldade para pronúncia”, comenta Carlos. Esta dificuldade já fica óbvia ao tentarmos dizer que não falamos húngaro: “Nem beszélek magyarul.” Tente falar em voz alta e pode ter certeza que, a não ser que já tenha feito algumas aulas de húngaro, vai pronunciar errado. Carlos conta que seus pais percebiam a semelhança dos restaurantes de estrada da Hungria, como o que eles estavam abrindo, com os CTGs daqui. “Meu pai passou na frente de um CTG e viu uma canga pendurada, como em sua terra natal, achou que faria nosso restaurante lembrar mais o país e pendurou uma também, aí o nome pegou.”

58

| Revista Expansão

Fotos: Graziela Dannenhauer/Especial

O cardápio d´A Canga é o mesmo há mais de 25 anos. Alguns itens foram trocados, outros resgatados do início do restaurante, mas quem chega ao local deve estar preparado para apreciar, se lambuzar e comer muito. Por R$ 25,00, o cliente é servido de um banquete completo. O primeiro prato a chegar é o Aprolékleves, uma sopa de miúdos de frango com massa caseira. Em seguida, recebe-se o tradicional Töltött Paprika, um pimentão recheado com carne moída e arroz, que são cozidos dentro dele, com um molho espesso de tomate e páprica doce. Então, chega a vez do Rántott Csirke, um frango à milanesa acompanhado de pedaços de batatas fritas. Alguns dias da semana é possível, ainda, saborear o Székely Gulyás, conhecido como Goulash, carne em cubos ao molho de páprica com repolho. De sobremesa, Fagylalt, um sorvete com bolo. Todas as especiarias têm gosto bastante único, um pequeno retrato das origens no Leste Europeu. Com tanto novo para provar e se deliciar, você provavelmente não vai sentir fome até o outro dia, mas vai querer voltar lá em breve. O escritor e compositor Chico Buarque já disse em seu livro Budapeste que húngaro é “a única língua do mundo que, segundo as más línguas, o diabo respeita”. Com a licença para fazer uma analogia, se o diabo conhecesse a culinária húngara, certamente também a respeitaria.

Ambiente Ao chegar n´A Canga pela RS-122, vê-se uma casa branca com placas simples que dizem “cozinha húngara”. O exterior não mostra a riqueza de detalhes que o interior oferece. Porcelanas típicas cobrem o balcão de onde Carlos recebe os clientes, enquanto ao fundo, prateleiras sustentam garrafas com as mais diferentes cores e inusitados sabores de bebidas. Sucos de mirtilo, cassis, oxicoco, damasco e romã, vindos diretamente da Hungria, compartilham o espaço e preferência dos fregueses com vinhos importados e as famosas cervejas da República Tcheca, também no Leste Europeu. Os pequenos bonecos coloridos sobre as prateleiras vestem roupas típicas, as mesmas vistas nas fotos que enfeitam as paredes, também repletas de cartões postais e lindas paisagens húngaras. As peças são uma combinação das visitas dos proprietários à Hungria com itens enviados pela parte da família que continua lá, como tios e primos, além de raridades trazidas pelos fundadores Károly e Erzebet há mais de 50 anos.

Outubro/2010


Festival Além de estar aberto todos os dias exceto segunda-feira – e lotado aos finais de semana, com direito à fila de espera em alguns horários e atendimento até as 16 horas, diz Carlos –, o A Canga realiza festivais de gastronomia, com um cardápio mais completo, mas ainda totalmente húngaro. O Festival de Gastronomia é embalado ao som do Duo Iris e Ivan Violinistas, que interpretam músicas húngaras e do Leste Europeu, enquanto o rodízio de pratos agrada o gosto dos clientes, que devem comprar os cartões com antecedência. O próximo festival ocorre em 22 de outubro, às 20 horas, ao valor de R$ 40,00 por pessoa.

Fotos: Graziela Dannenhauer/Especial

Carlos Cvitkó recepciona os clientes em seu restaurante

Serviço Restaurante húngaro A Canga RS-122, km 9 (a 30 km de Novo Hamburgo) Telefone: (51) 3536-1461 Bairro Conceição, em São Sebastião do Caí, no Vale do Caí

Outubro/2010

Revista Expansão |

59


[ à Moda da Casa ]

Tempero

60

| Revista Expansão

Outubro/2010


São vários os pratos preparados pelo empresário estanciense e todos parecem ter o mesmo toque especial

C

Por Graziela Dannenhauer

Fotos: Graziela Dannenhauer/Especial

arlos Adolfo Becker, 53 anos, é mais conhecido como Tinico (dizem que a maioria das pessoas só o conhece pelo apelido), ele cozinha desde os 24 anos e há mais de 14 já perdeu a quantidade de almoços e jantas que fez para muitos amigos. “E esses amigos tinham os seus outros amigos que vinham também”, lembra Tinico. Passou a cozinhar em grandes quantidades, o que se tornou sua especialidade. No mês passado, ele fez uma feijoada para cerca de 200 pessoas em Campo Bom e o acompanhamos na galinhada que fez para aproximadamente 50 integrantes do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Campo Grande, em Estância Velha. A panela de ferro veio de Minas Gerais e precisa de quatro homens para carregá-la de um lado para o outro. Deliciosa, a galinhada. “Vou começar a cobrar daqui a pouco”, brinca o empresário, que promove encontros em sua chácara em Estância Velha, onde leva os clientes, fornecedores e colaboradores para experimentar seus pratos. “Ao redor de um panelão, em fogo de chão, é a melhor coisa para se tratar de negócios”, indica Tinico, que está sempre rodeado de amigos. Outro companheiro, que está sempre na lida com Tinico, é o chef Carlos Hoff.

Outubro/2010

Galinhada do Tinico ·

PREPARO 60 minutos COZIMENTO 105 minutos RENDIMENTO 35 PORÇÕES

·

Ingredientes • • • • • • • • • •

12kg de galinha 1 xícara de óleo de soja 3kg de cebola 4kg de tomate italiano 1 pimentão verde 1 cabeça de alho 1 pimenta vermelha 3 folhas de louro 3kg de arroz 2 molhos de temperinho (salsa e cebolinha)

Acompanhamento

Pão e salada de maionese ou de repolho

Preparo

• Lavar bem a galinha picada em pedaços, esquentar o óleo, adicionar a galinha e deixar secar bem a água que se formará ao fritar por 20 min.

• Adicionar o sal, a cebola e o alho bem picados, fritar por mais 10 min. Em seguida, adicionar o tomate, o pimentão e a pimenta picadinhos, deixar refogar por 10 min, adicionar água quente, provar o sal e deixar cozinhar até amolecer a galinha por aproximadamente 45 minutos. • Acrescentar o arroz e deixar cozinhar em fogo baixo por 15 min, tirar do fogo, deixar descansar por 5 min, adicionar os temperinhos e servir. Sugere-se o preparo em uma boa panela de ferro.

Revista Expansão |

61


[ ZITA PEREIRA ] Zita Pereira

Colunista social zitapereira@revistaexpansao.com.br

Todos os fins são também começos, apenas não sabemos disso na hora. (Mitch Albom)

Caixinha de surpresa Raquel Braz Ribeiro/Especial

Luana Lima Barbosa e Rafael Lopes de Oliveira casaram com pompa e circunstância, oficializando longo namoro e noivado. Ela, linda, num modelo white, justo, causou sensação ao entrar de braço dado com o pai, José Cristiano Kuntzler, na Paróquia Santa Teresinha, em Campo Bom. Sob olhares emocionados da mãe, Marisa Margarete Natus Kuntzler, dos pais dele, Ana Ruth Lopes de Oliveira e Luiz Antônio de Oliveira, e das centenas de convidados que assistiram à união do bonito casal, que faz par perfeito, Luana foi ao encontro de Rafael ao som de Pra Sempre Vou Te Amar, de Roberto Carlos. O tão esperado sim foi dado e eles saíram da igreja sob chuva de arroz. A festa, no Ok Center, que recebeu elegante decoração, foi extensão da felicidade que cercou o novo casal e seus familiares. O impecável Buffet Lacerda abriu a festa que teve no comando da trilha sonora o DJ Rubinho, the best quando o assunto é lotar pistas, e se estendeu até altas horas. Encerrada a comemoração da boda, os noivos e grupo de amigos permaneceram no salão para dar continuidade à animação que cercou todo o grandioso evento. Luana e Rafael abriram com chave de ouro a vida a dois. Eles combinam em tudo! Ah! Eles já têm uma bela casa e um cachorrinho, o shitzu, Scott. Agora só faltam as crianças para brincar com o “totozinho”, e eles querem logo, logo, dar início a uma grande família.

62

| Revista Expansão

Giovani Benetti /Divulgação

Felicidade plena de Luana e Rafael

Ela é comandante de uma bonita prole formada basicamente por atletas. Além de ser mãe de quatro filhos, Marquinho, 25, que lhe deu a nora Bela; João, 22; Francisco, 18, e Mariana, 16 – os três últimos, jogadores de punhobol -, é uma cozinheira de primeira, mantêm uma casa impecavelmente limpa e arrumada e, literalmente, se vira nos trinta para dar conta do recado, já que, além de baita profissional é, também, atleta. Casada há 25 anos com o professor de tênis e campeão de punhobol Marquinho Schmidt, Ana Maria Mônaco Schmidt, 46, é campobonense, corredora, joga e apita punhobol, mas é especializada em Pilates. Formada em Educação Física, foi uma das primeiras a trazer para Novo Hamburgo esta modalidade de ginástica que abrange o corpo num todo. Com uma bem frequentada academia, a Eco Pilates, que funciona em espaço nobre, próximo à Avenida Maurício Cardoso, seus alunos são do primeiro time da cidade. Com cursos em todo Brasil, é uma entendida do assunto e, abrangente mesmo, é ela, com uma rotina cronometrada, que se inicia às seis da manhã e vai até a noite. Prática como ela só, faz de seu dia a dia uma grande escola, tipo tudo posso, tudo consigo. Com ela não tem dia ruim. E essa praticidade transparece no interior de sua bolsa, ou melhor, mochila - ela não se adapta a bolsas, já que anda de bike pra lá e pra cá. “Sempre tenho uma jaqueta quebra-vento, uma toalhinha de mão, lenços umedecidos – o famoso ‘banho de gato’ para quem corre – celular, caderneta para anotações de gastos e de tudo, mais outra para diferentes anotações, óculos de sol e grau – não vivo sem – protetor solar, necessáire com absorvente, hidratante, batonzinho cor de boca, carteira com dinheiro e cartões, uma sapatilha para as aulas de Pilates, mp3 e sombrinha, só isso.” Polivalente, básica, prática como poucas e superdespachada, Aninha serve de exemplo de quem tudo faz, tudo consegue. É super, hiper em tudo!

Pra sempre vou te amar: enfim casados, Luana e Rafael reafirmaram seu amor e suas afinidades

Outubro/2010


Um show de 15 anos

Andressa Adams foi aniversariante linda e sua festa foi cercada de tudo de belo e bom. A filha de Cristina e André debutou com tudo o que queria e a que teve direito. Entrou no salão tendo como par Gabriel Stoll, barman da Moove Produções, - o queridinho de todas as debutantes – que, impecável, de terno preto, conduziu o desfile de apresentação dela. Entre fumaça condensada, Andressa, que não dançou a tradicional valsa, fez coreografia que lembrou filmes que marcaram época. O orgulhoso pai foi par perfeito e, além de dançar, falou bonito em nome da família formada ainda pelo irmão, Diego, e pela namorada dele, Roberta Weber Reis. Ao descer as escadarias do Swan Tower, finamente decorado com dúzias e dúzias de rosas vermelhas e enquanto pai e filha dançavam Can I Have This Dance, da High School Musical 3, foram acionados os fogos indoor. Foi noite cinematográfica, elaborada em grandes e pequenos detalhes que fizeram da festa de Andressa um gran finale de uma fase e um grande ingresso a outra. Cercada por familiares e amigos recebeu homenagens, também das friends, tendo como porta-voz Stéphanie Beuren. Momentos de emoEnfim, 15 anos! Andressa, toda ção se mesclaram a outros de muita animação e a festa poderosa, teve “aquela” festa se estendeu até alta madrugada. Toda perfeita, a aniversariante, que no alto de seus 15 anos é superdecidida e sabe bem o que quer, estreou em sociedade com toda pompa e modernidade. A festa de Andressa, que tem uma família superbacana e participativa, foi um megaevento e está entre as mais, mais da cidade. Um show à parte!

Outubro/2010

Papo rápido

Fotos: Carla Rosa/Divulgação

Bem família: os pais e o irmão com a namorada. A debutante esteve cercada do carinho deles antes, durante e depois... o tempo todo

É campeã!

Gabriella, a primeira filha de Kelly dos Santos e Bigas, o Rodrigo Velho, já deu o ar de sua graça por aqui. Aterrissou na terrinha com tudo a que teve direito e esperada por um time de peso. A família toda dos pais, mais a animada trupe do punhobol, torceu por ela desde que soube que estava a caminho. Gabriella chegou para somar e ganhar. Toda bonitinha, a supermenina é cheia de energia, tal qual seus pais, e também já nasceu sob o signo da vitória, bem como o papai, campeão mundial de punhobol. Até uniforme do time ginasticano ela já tem. Entusiasmados que só eles, os punhobolistas, os pais – que estão babando em cima de sua pequena obraprima -, mais as duas famílias lideradas pelos avós, Bernadete e Adroaldo Velho e Nelda e Jorge dos Santos, estiveram todo esse tempo na maior torcida por ela. Só valeu!

Revista Expansão |

63


64

| Revista Expansão

Encontro: Leandro Fleck, Vanderlei Reinhardt, Denise Reinhardt, Jonathan Koch, Luciane Baumgratz e Edson Lemes conferiram o que é in em termos de estilo e academia e avalizam os empreendimentos

Beleza em forma, noite animada e gente bonita

A Fitwell Academia festejou seu aniversário cercada de gente que gosta de se manter em forma e bem-viver. Para deixar bem marcado seu aniver, inaugurou a Le Joli Lounge Hair, com desfile das roupas da Kumplyct e os sapatos da Nina Rô. A noite foi um vai e vem de gente bonita e sarada, que foi levar seu aval aos investidores da academia e da Le Joli. Descontraída, a festa teve ares modernos e contou com a animação dos deejays residentes da Save. Foi encontro fashion, que listou muitos nomes conhecidos daqui e entrou para a agenda dos eventos bacanas da cidade.

Noite de posse e comemoração com presenças ilustres

A Associação Brasileira de Instituições de Previdência Estaduais e Municipais (Abipem) – esteve bem representada em Novo Hamburgo para a ocasião de posse da nova diretoria e da comemoração de seus 30 anos de fundação. As lideranças e atuante grupo feminino do Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores Municipais de Novo Hamburgo (Ipasem), foram os organizadores do grande encontro que reuniu autoridades da cidade, do Estado e do País, junto a representantes do primeiro es- Grandes anfitriões: Aline, Suélen, Valnei e Cinara, equipe afinada e capacitada calão das duas entidades. O Secretário do Ministério da Previdência Social, Fernando Rodrigues da Silva, que veio de Brasília especialmente para prestigiar o evento, foi destaque entre os convidados. Com Valnei Rodrigues à frente do comitê composto por Suélen Barroso, Cinara Regina Francisco, que comandou o cerimonial, e Aline Polesso, a noite em que ele foi empossado presidente da Abipem, foi monumental. Com domínio do assunto, Valnei está apto ao cargo. É líder nato e vai representar a entidade com a competência e a camaradagem que lhes são peculiares, atributos chaves a um bom comandante. Está no lugar certo!

Fotos: Divulgação

A Expansão literalmente expandiu e chegou a capital. No coquetel de apresentação da Sucursal em Porto Alegre reuniu autoridades e convidados daqui, de lá e de outras cidades, no prédio do Ciee. Sérgio Jost e Ana Maribel Pacheco, os comandantes da Revista, alargam os horizontes da publicação que chegou a sua primeira década cercada de glórias - todas as portas abriram alas à Expansão. Martha Becker, uma das Glamours Girls RS, agora jornalista, lá estava e continua linda, chique e com postura impecável. Quem tem personalidade tem. Ela tem, a Revista tem e ambas continuam em alta. Atitude, segurança, conteúdo e personalidade, resultam nisso. Martha e a Revista, numa feliz casualidade, tem tudo a ver.

Rodrigo Farias/Divulgação

Em franca expansão

Papo rápido

[ ZITA PEREIRA ]

Outubro/2010


Casabem Estilo celebra conquista com muito glamour

A Casabem Estilo faz jus ao nome. Toda replanejada, teve abrir de portas à altura dos produtos comercializados por ela. As belas e jovens proprietárias, a designer de interiores Ro Farias e a arquiteta Adriana Silva da Silva, fizeram open house moderno, tal qual o que tem dentro da loja, na Avenida 7 de Setembro. Receberam mais de uma centena de convidados para apresentar sua proposta de como casar conforto com beleza e modernidade. Sofás, mesas, aparadores, salas de jantar, quartos, cozinhas, lavanderias e objetos de decoração compõem o mix da loja, que tem tudo para mobiliar uma casa com funcionalidade. Com atendimento super pessoal, a Casabem se Mulheres poderosas: Adriana, Vera de Conto, destaca por fazer a diferenMarize Strimitzer, Íris Bender e Ro, a festa foi delas! ça no setor, com mobiliário pronto ou projetado. A loja está linda, as donas dela são competentíssimas e tudo que lá dentro tem mescla beleza, conforto, modernidade e bem-viver. Quem esteve lá viu e aprovou. Ambientada em 800 metros quadrados, é um showroom da moda casa atual e, lá, tudo “casabem” com bem viver.

Outubro/2010

Papo rápido

Fotos: Ernani Marques/Divulgação

Clube da Alegria: Ro e Adriana erguem brindes ao novo e ao sucesso junto ao seu fiel time

O general deixou o posto

Jorge Roberto Engelmann, que sabia como ninguém conduzir uma tropa do barulho, deixou o posto, à francesa, e muita saudade. Vamos todos sentir falta dos cronogramas de férias, dos bem organizados encontros no sítio, enfim, da voz de comando dele. Ele dizia e a gente obedecia, com muito prazer, uns ti-ti-tizinhos bem humorados pelas costas, mas na realidade com muito prazer. Jorge, grande companheiro de mais de uma década de minha irmã Nilva Aparecida Pereira Pacheco, a Chuca, nosso irmão camarada, cunhado, tio, amigão do peito, foi um agregador de nossa família e deixa uma imensa saudade. E agora, quem vai organizar as férias? Uma coisa é certa, generoso como ele só e bom de comando, já virou estrela – ou quem sabe um general novamente - lá em cima. Que saudades!

Revista Expansão |

65


[ ZITA PEREIRA ]

66

| Revista Expansão

Papo rápido

Luíza, a esperada filha de Alexandre da Rosa e Patrícia Robinson, já chegou. Veio cheia de graça – e bênçãos – para dar início à prole desejada por seus pais, radiantes com a vinda dela. Moreninha, de olhos azuis, nasceu no Hospital Universitário de Rio Grande e passou seus primeiros dias cercada de paparicos e muito sossego, já que carinho e tranquilidade são marcas registrada dos Rosa/Robinson. Dilva e Afonso, os avós paternos, não cabem em si de tanta felicidade e seguiram de Montenegro para Rio Grande para assistir ao nascimento da neta. A avó materna, Clarice Robinson, toda feliz, ficou aqui na cidade à espera dela. Luíza foi recebida, também, pelo irmão, Guilherme, e pelo avô materno, Silmar Robinson com a mulher dele, Loni, que deram total suporte a tudo o que cercou a chegada da bem vinda neta. A guriazinha, que nasceu linda, vem dar reforço a esta unida e calma família. Então, ela só podia ser como é: calminha, calminha...

Pecci Invent/Divulgação

Gauchinha de Rio Grande

Só orgulho: Ceres e Paulo com seus dois rapazes e as noras. Noite de festa, animação e elegância em família

Mais um doutor ingressa na família Feiden

Rodrigo Feiden acaba de ingressar na lista da nova safra de dentistas. Jovem e lindo, nem parece o baita profissional que já é. Além da faculdade, se formou pela Ulbra, fez escola com os pais Ceres e Paulo, ambos dentistas, com o tio, Paulo Roberto do Nascimento, e com os primos Carolina e Gustavo do Nascimento. Todo orgulho, os pais formaram o filho prodígio e fizeram festa à altura de seu avantajado QI. O Espaço Decora Festa foi cenário da alegria da família do novo doutor, dele próprio, do irmão Carlos Augusto, das respectivas namoradas dos dois, Cristina Sombrio da Silva e Amanda Enck, dos familiares e do grupo de amigos de seus pais, que lotaram o salão e foram só elogios a eles, ao jantar e à boa música dos Djs Dani e Jeff Schmidt, que não deixaram ninguém ficar parado. Anfitriões elegantes e entusiasmados, Ceres e Paulo se desdobraram para bem receber. Foram impecáveis. É mais um dentista nesta competente família de doutores, quase todos ortodontistas, a mesma especialização escolhida por Rodrigo. O doutor, todo bonitinho, vai encantar pelo profissionalismo e beleza.

Vitrine multicor. DNA, um fato É impossível passar pela Sol, loja de calçados de Vitória Strassburguer – ela, uma das herdeiras do rei do calçado e político, ex-vice-governador o Estado e ex-deputado federal Cláudio Strassburger – e não cair de amores. Com vitrine chamativa, toda em vidro, foi a primeira a exibir os sapatos neon. Com iluminação especial, fez de sua vitrine um irresistível cartão de visitas. Impossível passar pela Bento - bem ali no centro - sem olhar, querer entrar e comprar tudo. Objetos de desejo possíveis, os pisantes- sapatos, sandálias, botas, ankle boots, chinelos, bolsas e acessórios - da Sol tem personalidade. E Vitória não nega que DNA é fato, sim! ...e dá-lhe sapatos e bom gosto!

Outubro/2010


[ Night forte ] Douglas Martini/Divulgação

roberta Pletsch

Colunista relacionamento@merkatorfeira.com.br

Fábio Winter/Divulgação

Se você participou daquela festa inesquecível e quer aparecer neste espaço, envie sua foto para betapletsch@hotmail.com

Claus e Vanessa comemoram o aniversário de um ano do Velfarre, que foi em 11 de setembro

Daniel Weber e Patricia Brum

Joares Machado/Divulgação

Fábio Winter/Divulgação

Divulgação

Jéssica Carlim e Ali Longhi da Hype

Vinícius Jaques e Bárbara Fischer Rohnelt

Aline Boff e Rodrigo Oliveira

Eventos JIMBARAN

>> Uma das casas noturnas mais famosas do

Rio Grande do Sul reabriu as portas em 4 de setembro, na praia de Xangri-Lá. E o Jimbaran promete não parar! A agenda da boate para os meses de outubro e novembro já está disponível. Em 9 de outubro, tem a Festa Playhouse; dia 13 de novembro, a Pop Night, e em 14 de novembro, a Phonique. Mais informações pelo site www. jimbaran.com.br. Vamo que vamo!

Outubro/2010

Agende-se FARO

>> Porto Alegre tem mais um grande motivo para

comemorar. Ocorreu na noite do dia 8 de setembro o coquetel de lançamento do Faro Dining Room and Bar. Trazendo a energia de José Ignacio para o coração do Moinhos de Vento, o Faro apresenta ambientes sofisticados e descontraídos, perfeitos para seu happy hour e jantar. Vale a pena ir até a capital gaúcha e conferir na Padre Chagas, uma das tradicionais ruas da capital.

>>

No dia 30 de outubro, o DJ Gui Boratto estará tocando no Velfarre, em Novo Hamburgo. A balada promete ser tudo de bom! Mais informações pelo site www.velfarre.com.br.

Revista Expansão |

67


[ Flash ]

Joel Reichert/Divulgação

SP Produções/Divulgação

Arquitetura e Urbanismo

A hamburguense Aline Cristine Scheffler (foto) se formou em 24 de julho no curso de Arquitetura e Urbanismo da Unisinos. A colação de grau ocorreu na Fiergs, em Porto Alegre, e a comemoração foi reservada aos amigos e familiares, que saborearam queijos e vinhos em sua casa. O pai Remi, a mãe Cristiane e o irmão Felipe, além do maridão André Tauchert, estão muito contentes com a conquista de um dos herdeiros da Joalheria Scheffler. Aline ainda arrebatou uma menção honrosa dada pelo Instituto de Arquitetos do Brasil à melhor monografia entre os formandos.

Confirmando os votos

Mais de nove anos se passaram da união de Lisandra Coletti Lisbôa e Felipe Lauffer. Os votos de amor foram confirmados no dia 11 de setembro deste ano, quando os noivos se casaram na Igreja Luterana São Paulo, em Novo Hamburgo. A festa ocorreu no TAO Eventos, com familiares, amigos e convidados. Na ocasião, os pais dos noivos foram homenageados com fotos de quando eles se casaram em sua mesa durante o bufê. Lisandra e Lauffer (foto) vão curtir a lua de mel na Europa; por isso, deixaram a viagem para dezembro quando percorrem Paris, Berlim, Praga e Amsterdã.

Divulgação

Kerb de 60 anos

O gremistão José Paulo De Cesaro, mais conhecido como Zeca, junto com a esposa Eliana, comemorou o aniversário de 60 anos no dia 15 de agosto com um almoço na chácara da família, no bairro Scharlau, em São Leopoldo. Foi servido um galeto com massa carbonara, de alho e óleo e saladas. E para adoçar, uma farta mesa de docinhos, sobremesa e tortas deliciosas! Zeca comemorou seus 60 anos reunindo familiares e amigos de Caxias do Sul, Nova Petrópolis, Novo Hamburgo e São Leopoldo.

Comline’s presente na Festa do Calçado

68

| Revista Expansão

Uma esticadinha até a Bahia

Ricardo de Moraes/Divulgação

A Comline’s é a primeira loja exclusiva da Tramontina no Brasil e a filial de Novo Hamburgo teve excelente desempenho na Festa Nacional do Calçado, realizado na Fenac. De acordo com o diretor Valcir Klein, os números foram maravilhosos, o que motivou grandes expectativas para o ano que vem. Durante a realização da feira, Klein, juntamente com seu filho Diovano, recepcionou o gerente de Vendas da Tramontina, Clóvis Gusso, que também participou da reunião-almoço do Grupo Pensando Novo Hamburgo, em 8 de setembro. Diovano, Gusso e Valcir Klein no estande da Comline’s Na oportunidade, foi apresentado o novo projeto da loja que está sendo edificada junto à BR-116. Gusso salientou a importância do mesmo, que vai servir de modelo para as novas lojas que virão.

Tania Martiny e Fabiano Christoff reservaram o mês de setembro para curtir as badaladas praias de Porto Seguro, na Bahia. Não faltou cerveja, camarão e água de coco, acompanhados de muito sol, gente bonita e calor humano, típicos dos baianos.

Tânia e Christoff aproveitando as baladas baianas

Outubro/2010


Fotos: Sérgio Jost/Divulgação

Scheiner, Regina e o marido Fortunatti, Mariella Volppe, Martha Aldunate (do Ministério do Uruguai), e Carâmbula

Uruguai festeja em POA

O Ministério de Turismo do Uruguai e o Consulado Geral em Porto Alegre realizaram uma festa para comemorar os 185 anos da independência do país, no Memorial do RS, em Porto Alegre. O prefeito de Porto Alegre, José Fortunati; a diretora do Memorial, Leonor Schwartsmann; o diretor geral do Ministério do Turismo Leonor Schwartsmann do Uruguai, Antônio Carâmbula; o cônsul geral do Uruguai no RS, Pablo Scheiner; corpo diplomático de vários países; membros da colônia uruguaia no RS; agentes de viagens, e imprensa marcaram presença. A festa teve show de tango e candombe e destaque para o vinho uruguaio Tannat, premiadíssimo no mundo inteiro, e para o risoto de cordeiro servido aos convidados, que apreciaram também os tradicionais doces uruguaios.

Diretor da Guaíba Car, Humberto Ruga, e o médico oncologista Gilberto Schwartsmann

“Você é meu tijolinho”

A diretora comercial da Mossmann Incorporações, Nalia dos Santos, comemorou mais um aniversário em 22 de setembro, ao lado do filhão Gustavo dos Santos, em sua casa em Novo Hamburgo. Nalia teve um dia maravilhoso, que começou com um bom dia do filhote, que lhe encheu de beijinhos, e lhe rendeu durante o dia muitos mimos das imobiliárias da região. Mesmo na correria do dia a dia, Gustavo é o centro das atenções desta competente profissional do mercado imobiliário. Divulgação

Nalia e Gustavo estão sempre juntinhos nos momentos de descontração

Outubro/2010

Revista Expansão |

69


[ Porto Alegre ] Edith Auler e Letícia Souza

Leed Comunicação leed@leedcomunicacao.com.br

CLAUS & Vanessa Porto-alegrenses de fato e de coração! Assim são Claus Fetter e Vanessa Marques, parceiros na vida e na música: “quanto mais viajamos e conhecemos novos lugares, mais vemos que não há lugar melhor para se morar do que Porto Alegre”, ressaltaram os artistas, durante entrevista às colunistas da Revista Expansão. Depois do sucesso do primeiro trabalho e da música Medo de Amar, Claus e Vanessa comemoram os dez anos de estrada com o lan-

çamento do segundo CD. Dois tem 14 faixas e inclui no repertório alguns hits já consagrados nas rádios do sul do País como Sentimento vai além, Cai a chuva e Não me esqueceu. Confira a seguir a entrevista e algumas dicas desta dupla que conquistou o País e o mundo - sim, o mundo, já que os dois abriram recentemente o Brazilian Day 2010, em Nova Iorque, nos Estados Unidos - com seu talento e carisma inquestionáveis.

Opções culturais

Quando vocês estão de folga, dentre tantas opções de entretenimento e de lazer que a cidade oferece, o que vocês mais gostam? A gente gosta de sair de casa, sempre com o chimarrão embaixo do braço e dar uma passeada no Parque Germânia. Porto Alegre tem muitos lugares bons, ao ar livre, pra se curtir! Pegar um cineminha também é uma boa opção!

Clipe musical

Em um videoclipe sobre a cidade, quais as cenas que não poderiam faltar? O Pôr do Sol do Guaíba é clássico, não tem nada igual! Também existem muitos parques legais, como a Redenção, além do Centro de Porto Alegre, que é muito bonito.

O que eu + gosto na cidade

Um lugar marcante: o Café Majestic da Casa de Cultura Mario Quintana. Tomar um café lá é muito chique! Um bairro: Passo D’Areia, o bairro onde a gente mora Uma música: Porto Alegre é Demais, de autoria do ex-prefeito José Fogaça e interpretada por Isabela Fogaça, “cai que nem uma luva” para a cidade

Um parque: o Germânia

ção

Um lugar para se tomar um chope: o boteco Dona Neusa é clássico (Rua General Lima e Silva, 806, bairro Cidade Baixa)

rdo Carnei ro/Divulga

Um restaurante: o Sashiburi, de comida japonesa (Dona Laura, 307, bairro Rio Branco)

Fotos: Edua

Um personagem: uma pessoa diretamente ligada à cultura, ou melhor, um grupo, é a família Fagundes. Eles representam como ninguém toda a nossa tradição

Um absurdo: as carroças nas ruas. É uma coisa arcaica que deveria ser solucionada sem prejudicar a renda desses trabalhadores O que poderia melhorar: a segurança

70

| Revista Expansão

Outubro/2010


Aline Maria Rebelo/Divulgação

Lembranças farroupilhas expostas em piquete

A paixão pelas tradições gaúchas esteve ainda mais presente em Porto Alegre durante as comemorações Farroupilhas. Os piquetes, instalados no Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Parque da Harmonia), levaram milhares de pessoas até o local durante boa parte do mês de setembro. Conversando, soubemos, que muitos deixam para tirar férias do trabalho neste período só para poder curtir o acampamento, “gauderiando” o dia inteiro, com muito churrasco, música e belas prendas. Um dos piquetes que mereceu especial atenção foi o Centauro dos Pampas. No espaço, foi instalado um museu com peças utilizadas durante a Guerra dos Farrapos, como pontas de lanças, moedas, dinheiro, correspondências, balas de canhão e um raríssimo lenço de seda, além do jornal A Federação, trazendo o “Hymno Rio Grandense”. A iniciativa de montar um museu no acampamento foi do empresário gaúcho José Alberto Junges, que há mais de 30 anos coleciona peças da história dos farrapos. Destaque também para as obras da artista plástica Idília Rodrigues Machado, de 80 anos, convidada especial do piquete.

Grandiosidade tradicionalista

A artista plástica Idília e o empresário Junges

A festividade chama a atenção pela sua grandiosidade e pelo amor das pessoas envolvidas, faça chuva ou faça sol. Grupos empresariais estão “antenadíssimos” em relação a este sucesso. Oi, Petrobrás e Nestlé são apenas algumas das empresas que montaram piquetes lá. “Seja por curiosidade ou porque gosta, todo mundo vem aqui nestes dias. A cada ano é mais e mais gente.” A afirmação de Junges, que tem um piquete já há alguns anos no parque, corresponde com os dados oficiais da Brigada Militar. Mais de 1 milhão de pessoas circularam pelo local ao longo do mês, registrando um recorde de público. Esta grande festa, sem dúvida, tem um extraordinário potencial turístico, ainda pouco explorado. O encerramento teve como ponto alto o tradicional desfile em 20 de setembro.

Novas oportunidades no Interagir

O projeto social Interagir está oportunizando novas atividades junto à comunidade. “As mais recentes são dança, teatro, música e patchwork. Temos modalidades como o hóquei, rugby, vôlei, tênis, fotografia e o surfar, que é uma proposta inovadora. Eles vão trabalhar todo o ciclo do surfe, desde a serigrafia até a confecção da prancha, culminando com um passeio na praia”, explica Lorena Boelter, coordenadora pedagógica da ação. O Interagir atende às pessoas em situação de vulnerabilidade social, um contigente de cerca de 800 beneficiados/mês. “Necessitamos de materiais esportivos, escolares e de informática. Além de pares de tênis, especialmente, entre a numeração de 35 a 40.” O Interagir é uma ação social do Sport Club Internacional, grafia correta do nome do time, diferentemente do que foi publicado na coluna no mês de setembro. As doações podem ser feitas no 1° andar do Ginásio Gigantinho ou por depósito bancário ao Banrisul, agência 0100, pela conta 0687153007. Informações (51) 3230-4623.

Outubro/2010

Porto Alegre em Cena é um sucesso

A capital gaúcha foi palco, no mês de setembro, para um dos maiores festivais de teatro da América do Sul. No total, 70 espetáculos, dos quais 25 internacionais, 30 nacionais e 15 do Estado foram apresentados durante a 17ª edição do Porto Alegre em Cena. Entre os destaques do evento estiveram Bob Wilson, com sua montagem de Happy Days, de Samuel Beckett; Antigonas, uma montagem argentina estrelada por Ingrid Pelicori; a cantora portuguesa Maria João e o pianista Mário Laginha, juntos, no lançamento de Chocolate, e o gaúcho Paulo José com sua emocionante encenação de Um navio no espaço ou Ana Cristina César. O Porto Alegre em Cena é realizado pela prefeitura de Porto Alegre, em parceria com as empresas Petrobras, Braskem, NET, Caixa Econômica Federal, Multiplan - BarraShoppingSul e Cia Zaffari. Paralelamente ao evento aconteceu a Mostra de Vídeo Retratos de Robert Wilson, no Santander Cultural.

Revista Expansão |

71


[ Porto Alegre ] Eric Maekawa/Divulgação

Malu rumo ao Japão

O olhar marcante com traços asiáticos está dando o que falar no mercado internacional da moda. Trata-se da modelo porto-alegrense Malu Bortolini, que está brilhando nas passarelas e editoriais. Esta ariana promete! Com menos de um ano de carreira, a moça já vem sendo apontada como uma das neo tops do momento. Aos 16 anos, ela está  de malas prontas para embarcar para o Extremo Oriente ainda este mês. Por lá, muito trabalho pela frente, especialmente durante a Semana de Moda do Japão. O país asiático é um dos maiores mercados de moda do mundo, tendo vários estilistas importantes nascidos lá.

Recordista de desfiles Apesar da pouca idade, a modelo também foi uma das recordistas de desfiles na última edição do São Paulo Fashion Week e do Fashion Rio, totalizando 27, entre os dois eventos. Ela também desfilou pela Cavalera, Cori, Maria Bonita, Osklen, Triton, Reinaldo Lourenço e Rosa Chá. Revistas como Elle, Capricho, Criativa, Mega Polo Moda, L’officiel, SPFW Journal e FFW, entre outras publicações, trazem editoriais com fotos dela. Profissionais consagrados como Gui Paganini, Fabio Bartelt e Bob Wolfenson já clicaram a moça. De acordo com a Joy Models, agência de Malu, a carreira dela está sendo atentamente acompanhada também por profissionais do ramo na Europa. Em Porto Alegre, seu último desfile foi durante o Pompéia Fashion Weekend 2010, em setembro, onde tivemos um batepapo com ela. A guria já disse do que mais vai sentir saudades quando estiver fora da cidade: do Inter, do Beira-Rio, dos pais e da irmã. “A única coisa que não vou me esquecer de colocar na mala é a minha camisa do Inter”, completou. Para nós, resta desejar boa sorte e uma ótima viagem para esta colorada!

72

| Revista Expansão

Atrativos para o Dia das Crianças

Chega novamente o mês em que comemoramos o Dia das Crianças. Merecido! Eles são tudo de bom, sempre trazendo alegria, enchendo a casa de pura felicidade, com muita energia e disposição! E para quem quiser fazer programas bacanas com os pequenos, opções não faltam. Um presente entre as tantas opções é levá-los ao bom e velho teatro para ver de perto seu novo ídolo. De 15 a 17 de outubro, o Teatro do Bourbon Country apresenta o espetáculo Ben 10. O personagem, cujo desenho está nas telas no Cartoon Network, é sem dúvida a ‘febre’ do momento. E para que os pequenos aprendam desde cedo a apreciar música boa, ocorre na cidade os Concertos Comunitários Záffari - Semana da Criança. Dias 12 e 13 de outubro, terça às 15 e 18 horas, e quarta às 9h30min e 15 horas, também no Teatro do Bourbon Country. E o melhor: entrada franca.

Arena e a festa tricolor no 20 de Setembro

Uma mega festa foi organizada pelo Grêmio para marcar o lançamento do início das obras da Arena, novo estádio da torcida. Dias antes do encontro, equipes mostravam placas em diversos pontos da cidade com as cores do time tricolor, informando quantos dias faltavam para a chegada da festa. E quem passou pelo local anteriormente percebeu sua Lucas Uebel/Divulgação grandiosidade, pois dezenas de pessoas trabalhavam buscando deixar tudo preparado para a solenidade. O esperado momento chegou no feriado de 20 de Setembro. Um belíssimo dia de sol brindou a torcida gremista (foto) que compareceu em peso na festividade no bairro Humaitá, onde está situado o terreno. No local, foi colocada a pedra fundamental do novo estádio e depositado um pedaço de grama trazido do Olímpico. A localização é excelente. Do lado da principal via de acesso de entrada e saída da cidade, a Avenida Castelo Branco. A previsão é que as obras estejam concluídas em dezembro de 2012. Parabéns a esta grande torcida!

Cearenses se destacam em congresso

Porto Alegre foi sede para o 34º Congresso Nacional de Jornalistas. Colegas de todo o Brasil vieram à capital gaúcha participar do evento, que aconteceu no Hotel Plaza São Rafael, no Centro da cidade. Uma das delegações mais animadas foi a do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Ceará (Sindjorce), que reuniu um grupo de mais de 15 cearenses, que foram acolhidos pelo presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Sul, José Maria Rodrigues Nunes. Eles emplacaram sete das oito teses defendidas pela bancada, entre elas a pré-sindicalização de estudantes de Jornalismo por todos os sindicatos da categoria no Brasil. A principal polêmica do congresso girou em torno da sindicalização de jornalistas não-diplomados, proposta rejeitada pela ampla maioria dos delegados.

Outubro/2010


Atrações internacionais na capital dos gaúchos

Paixão na Feira do Livro

Green Day retorna ao Brasil depois de 12 anos

Outra atração imperdível que também desembarca na capital é a turnê The E.N.D. World Tour 2010, do The Black Eyed Peas. O show ocorre no dia 30 de outubro, às 21 horas, no estacionamento da Fiergs. A atual turnê se baseia no multiplatinado álbum The E.N.D. e marca a primeira vez que will.i.am, apl.de.ap, Taboo e Fergie (foto) se unem para realizar shows no México e na América do Sul desde a turnê mundial de 2006, Monkey Business. The E.N.D. já vendeu mais de 2,6 milhões de cópias só nos Estados Unidos, mais de 7,33 milhões no resto do mundo. Os ingressos custam entre 100 e 350 reais e, para ambos os shows, podem ser adquiridos no Teatro do Bourbon Country.

Estilista Nakao fará oficina para modelagem

Outubro/2010

Chico Maurente/Divulgação

Um dos estilistas mais badalados do País estará entre os dias 5 e 8 de outubro, em Porto Alegre. Jum Nakao participará de uma oficina que abordará temas, exercícios e análises de modelagem. A proposta é perceber e compreender novas formas de vestir. O encontro ocorre no Atelier Subterrânea (Avenida Independência, 745, subsolo). A vinda de Nakao foi organizada pela estilista Carla Bal, responsável pelas matrículas (contato@carlabal.com.br). O estilista se tornou internacionalmente reconhecido após realizar em junho de 2004, durante o São Paulo Fashion Week, o desfile A Costura do Invisível. As modelos, com visual que remetiam aos bonecos Playmobil, rasgaram todas as roupas feitas de papel vegetal confeccionadas em mais de 700 horas de trabalho, deixando na oportunidade a plateia estarrecida e emocionada.

O folclorista Paixão Cortes será o patrono da 56ª Feira do Livro de Porto Alegre. Com uma série de livros publicados, ele é considerado o principal responsável pelo renascimento do tradicionalismo gaúcho, sendo também um dos idealizadores da Chama Crioula e das comemorações da Semana Farroupilha. A Feira do Livro abre suas atividades dia 29 de outubro de 2010, sextafeira, na Praça da Alfândega. Imperdível!

Dicas literárias – Lançamentos

• O jornalista Gustavo Machado lançou, ainda no mês de setembro, na livraria Nobel, do Shopping Total, a obra de sua autoria Sob o Céu de Agosto. No romance, Machado apresenta uma cidade marcada pelo frio do inverno e as asperezas de um governo totalitário. A história é narrada por Otto, um homem comum que se envolve num relacionamento fadado a um desfecho irrevogável. Editora Dublinense, preço sugerido 35 reais.

Fotos: Divulgação

Media Mania/Divulgação

Black Eyed Peas na Fiergs

Marina Chávez/Divulgação

Com duas décadas de carreira e depois de 12 anos sem se apresentar no Brasil, o Green Day (foto), considerado um dos principias expoentes do gênero punk rock, está de volta. O grupo, que já vendeu mais de 25 milhões de discos e ganhou quatro prêmios Grammys, chega à capital gaúcha no próximo dia 13 de outubro e faz show no Gigantinho. A turnê de Billie Joe Armstrong (vocalista e guitarrista), Mike Dirnt (baixista) e Tre Cool (baterista) também pode ser vista no Rio de Janeiro (15 de outubro), Brasília (17 de outubro) e São Paulo (20 de outubro). O álbum último deles, 21st Century Breakdown, chegou às lojas em maio do ano passado e já na primeira semana ocupou o topo da lista dos mais vendidos da Revista Billboard. Os ingressos custam entre 120 e 150 reais.

• O livro Amor a Porto Alegre reúne contos de nove alunos da oficina de criação literária do Sindicato dos Auditores de Finanças Públicas do RS (Sindaf), ministrada pela professora Hilda Simões Lopes. Os 27 contos propiciam um resgate memorialista da capital. José Antonio Pinheiro Machado escreve o conto de abertura intitulado O melhor chopp da cidade. Preço sugerido 32 reais.

Corrida – uma mania nacional

A escolha da corrida como esporte vem conquistando cada vez mais adeptos em todo o País, já que seus benefícios para a saúde física e mental são múltiplos. Além de aumentar a sensação de bem-estar, ao liberar endorfina, melhora a respiração, a circulação, tonifica os músculos, evita a perda óssea e auxilia na prevenção de doenças cardiovasculares, como ressaltam os especialistas, sendo considerada um esporte completo. Uma atividade coroada, no último mês de setembro, com a segunda edição da Goldsztein Cyrela POA Night Run. O evento trouxe à capital um conceito de circuito único, não só pelo tamanho e pela estrutura, mas pelos serviços e atrações oferecidas para os participantes e também para seus familiares. Com largada a partir da Usina do Gasômetro, a corrida organizada pela Run Sports contou com percursos de 5 quilômetros e de 10 quilômetros, reunindo cerca de 2 mil participantes nas categorias masculina e feminina. Sucesso total!

Revista Expansão |

73


[ ESPECIAL PORTO ALEGRE ]

Chegou a Porto Alegre para ficar Revista Expansão comemora entrada definitiva na capital com evento Em busca da meta de ser a revista número um em variedades no Rio Grande do Sul, a Revista Expansão está em constante procura por novos horizontes e locais para atuar. Então, como um marco em sua trajetória de dez anos, a publicação comprovou sua evolução ao ser lançada definitivamente em Porto Alegre em agosto. A abertura da sucursal na cidade foi comemorada em uma cerimônia conduzida pelo mestre de cerimônias Rogério Forcolen e prestigiada por autoridades, representantes da imprensa, de agências de publicidade, de entidades, conselheiros, colaboradores, funcionários e clientes da Expansão no Ciee, em Porto Alegre. A revista aumenta suas cidades de abrangência para 38, e, com isso, também seu contingente de leitores, comprovando seu crescimento e consolidação no mercado editorial.

74

| Revista Expansão

Outubro/2010


1 - José e Marta dos Santos, Território do Sapato | 2 - Simara Pinto e o promotor de justiça do Ministério Público Eugênio Paes Amorim | 3 - A bioquímica Fairus Nasralla e o cirurgião plástico Kleber Fisch | 4 - Ceres Hack e Max Rathke, da Agência Branco | 5 – O diretor comercial da Revista Expansão, Sérgio Jost, e o gerente comercial do Grupo Zaffari, Renato Machado | 6 Jaqueline e João Francisco Echevarria | 7 - Gustavo e Rosane Schneider, da Grafdil | 8 - Neusa e Odacir Bortoncello, do Restaurante Ponto Grill | 9 - O empresário Adalberto Aquino, Maggda Rammé Mombach, o vereador de Porto Alegre Reginaldo Pujol e Martin Behrend, da Rádio ABC | 10 - Remi Carasai, da FCDL; o presidente do Sinepe/RS, Osvino Toillier, e sua esposa Silvânia | 11 - Márcia Costa, da Balística Propaganda, e Mariane, Gabriele e Michele Thiesen Rech, da Pipoca Lingerie e Fofoca | 12 - A jornalista Gladis Berlato e Jacira Acunha, da Serdil Odontológica | 13 - Cristiana Schmitz e o cirurgião plástico André Monte | 14 - Fauston Saraiva e Márcio Becker, da Almeida, Saraiva & Associados | 15 - Cloema e Sérgio Machado, da Rede Pool | 16 - O coordenador de comunicação do Gabinete do Prefeito de Porto Alegre, Giuliano Thaddeu; o presidente da Associação Riograndense de Imprensa, Ercy Pereira Torma; Lairson José Kunzler, da Paim Comunicação, e Rogério Caldana, da Competence | 17 - Joelma Maino e Ramon Fernando da Cunha, da Universidade Feevale; Janete Maino, da Aicsul, e Solange Corrêa, da Feevale | 18 - Vera Carina da Silva, da Bell Valley; Iris e o ex-prefeito de Novo Hamburgo Jair Foscarini, e o apresentador da Rede Record Rogério Forcolen | 19 - Daniela Vargas e Fernanda Nascimento, da Dez Comunicação | 20 - Elisa Heinemann, da Paralelo 30, e João Rauber, da Fitas RM | 21 - Eliane e Roberto Santini, da Bontempo | 22 - Sônia Ortiz Dip e Roberto Pintaude, do Móveis Reinheimer | 23 - Renata Lessa, da Paim Comunicação, e Giuliano Thaddeu | 24 - Susana Dahmer, da Cecor Seguros, e Ângelo Justen, da Justen&Heberle Assessoria Empresarial | 25 - A escritora Cecília Calixtro e Sérgio Galantin, da Ginjo | 26 - Karin e Vivian Hillmann, do Vike Centro Auditivo | 27 - A assessora Roseli Maturana, a primeira-dama de Novo Hamburgo, Sílvia Zimmermann, e a assessora Iara Hennemann | 28 - Andressa Stoffel, Milena Aliatti e Anelise Cornelius, da Unimed Vale do Sinos | 29 - Susane Lopes da Silva, Elisângela Jost e Melina Drebes, da Vasques Turismo | 30 - O diretor-secretário da FCDL, Jorge Prestes Lopes; o presidente da FCDL, Vitor Augusto Koch, e o primeiro vice-presidente da FCDL, Fernando Luis Palaoro | 31 - Zita Pereira, Oswaldo Portella, da Vanity Joias, e Gislaine Rial | 32 – A representante do Ministério do Turismo do Uruguai María Martha Aldunate e o apresentador do programa Alejandro Malo Recebe, Alejandro Malo | 33 - O vice-presidente de Comunicação Social do Internacional, Gelson Pires, e Lucília Leão Outubro/2010

Revista Expansão |

75


[ ESPECIAL Porto Alegre ] Mauro Peixoto

Chefe de Gabinete do Prefeito de Porto Alegre Sinto-me muito à vontade para falar da Revista Expansão, pois não é de hoje que acompanho o trabalho dessa talentosa equipe de profissionais liderada pelo querido amigo Sérgio Jost. Já fui patrocinador, fonte de reportagens, mas, acima de tudo, sou um assíduo leitor. Tenho certeza de que a chegada da revista à capital dos gaúchos é resultado de muito trabalho e dedicação e também uma prova da credibilidade conquistada pela publicação. Ela certamente encontrará, em Porto Alegre, novos leitores, principalmente aqueles que buscam um bom texto, assuntos interessantes, requinte e qualidade. Desejo a todos os responsáveis pela revista muito sucesso neste novo desafio.

Saúdo a chegada da Revista Expansão a Porto Alegre, depois de sua exitosa trajetória no Vale do Sinos. Liderada pelo espírito empreendedor do Sérgio Jost, o nosso Serginho, a Expansão tem tudo para ser bem-sucedida na capital de todos os gaúchos. A começar pelos seus conteúdos, de interesse direto para as comunidades onde circula, além da edição atraente e moderna e uma finalização com qualidade industrial de primeira. Tudo isso e mais o profissionalismo e a sensibilidade de toda a equipe fazem da revista um motivo de orgulho para todos nós que vivemos o dia a dia da comunicação, tanto na iniciativa privada como na área pública. Cresce de importância esse avanço da revista na medida em que a mídia impressa em todo o mundo se retrai e busca novos caminhos para a sobrevivência, num cenário adverso e cada vez mais competitivo. A Expansão fez a opção pelo crescimento e enfrentou o desafio de investir em um novo mercado. Isso exige coragem, ousadia e determinação, característica dos vencedores. Porto Alegre é generosa e sabe reconhecer e acolher os destemidos. Por isso, a Revista Expansão é muito bem-vinda.

Martha Becker Joares Machado/Especial

Diretora da Martha Becker Comunicação Corporativa e diretora da Abracom Região Sul

Joares Machado/Especial

Sendo porto-alegrense e trabalhando em comunicação corporativa, fico muito feliz de ter a Revista Expansão mais pertinho de nós. A cidade ganha uma revista que aborda os mais variados assuntos, de saúde a negócios. Acima de tudo, um trabalho que é feito com muita qualidade e competência. Porto Alegre recebe este presente, que, acredito, fará parte da história de nossa cidade.

Lairson José Kunzler

Vice-presidente de Relações com o Mercado da Paim Comunicação Gostaria de parabenizar a Revista Expansão pelos seus dez anos. Uma trajetória como esta mostra que seu conteúdo é relevante para mantê-la no mercado. A chegada a Porto Alegre é um marco importante, por isso, parabéns!

César Cechinato

Gelson Tadeu de Oliveira Pires

Diretor-administrativo do Banrisul

| Revista Expansão

Joares Machado/Especial

76

Parabenizamos esta conceituada publicação, sua Direção e toda a equipe de trabalho que produzem a Revista Expansão, que já se constituiu numa referência do jornalismo em várias regiões do Estado, pelo início de suas atividades em Porto Alegre. Com certeza, o case de sucesso que a revista conquistou nesses dez anos de circulação também marcará a sua presença na capital do Rio Grande do Sul. O crescimento é uma demonstração de vitalidade para continuar percorrendo o caminho da informação com credibilidade.

Itamar Aguiar/Divulgação

Vice-presidente de Comunicação Social do Sport Club Internacional Como afirmação da excelência que já cativou outros vales, a Expansão chega a Porto Alegre trazendo consigo um crescimento ainda maior. Vemos o nível de competência, dedicação, garra e determinação dos profissionais da revista e, por isso, temos convicção de que a publicação chegou à capital para ficar. Já vejo a revista tomando conta da zona sul, pois ela abrange um mercado maravilhoso de informação, que é o que Porto Alegre precisa, informação correta e desinteressada. Estamos com pensamento positivo pelo sucesso da revista, que pode contar com o apoio do Internacional. Estaremos engajados na torcida para que a Expansão continue a se expandir a cada dia.

Divulgação

Ivo Gonçalves/Divulgação

Flávio Dutra

Supervisor de Comunicação Social da prefeitura de Porto Alegre

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

77


[ são leopoldo ] Letícia de Oliveira

Denise Wichmann/Divulgação

Relações públicas Conrerp 2494 - RS/SC leticia@revistaexpansao.com.br

Um jovem de talento Formado em Gastronomia pela Unisinos, Vicente Sperotto já acumula experiência e muita motivação para desenvolver suas ideias através dos ingredientes e panelas. Atualmente, trabalha com consultoria para bares e restaurantes, eventos e jantares fechados. Morador de São Leopoldo, ele atua no Restaurante Toast, em Novo Hamburgo, no qual participou da implantação do cardápio e da cozinha.

Sperotto quer continuar com seus trabalhos e finalizar sua cozinha de testes

Caminho

Pra quem não sabe, Sperotto já percorreu os corredores da faculdade em outro centro, o da Educação Física, mas não demorou muito para perceber que seus corredores eram outros e com alguns incentivos mudou para o curso de Gastronomia em 2004. O que lhe fez ver que estava, então, no caminho certo e que era o que mais queria. Em 2006, formado, passou por alguns trabalhos e estágios em São Paulo e restaurantes temáticos da região, cozinhas diferentes que contribuíram para o seu conhecimento e experiência.

Inspiração

A gastronomia para ele significa uma grande integração entre natureza e homem. O primeiro oferece a oportunidade, o produto, o segundo o utiliza com responsabilidade e criatividade. Na sua visão, a boa gastronomia respeita os ciclos naturais e se utiliza do que de melhor a terra oferece em cada período. “O bom produto é o essencial, nenhum cozinheiro faz boa comida sem bom produto, depois vem o talento e técnica pra se fazer um belo prato.” Sua inspiração para criar vem do produto em si, ingrediente fresco, um belo corte de carne ou uma fruta no seu melhor estado. Um grande prato eleva o ingrediente, o coloca em destaque.

78

| Revista Expansão

Em Cena

O curta-metragem Às Escuras, produzido pelos alunos da Oficina de Cine, Áudio e Vídeo, do Colégio Sinodal, foi selecionado para concorrer no 5º Cinefantasy, em São Paulo. O evento é o mais importante festival de filmes de fantasia do País. No total participaram 84 curtas do Brasil e de países como Estados Unidos, México, Espanha, Suíça, França e Alemanha. Às Escuras foi realizado em 2009, com direção de Marina Cardozo, roteiro de Luana Santos, produção de Bárbara Wartchow e direção de fotografia de Bruno Mezzomo. O trabalho foi feito com a coordenação do professor e cineasta Ulisses Costa.

Registros

Sua referência gastronômica marcante é sua mãe, Rosana, pois desde muito cedo presenciou o envolvimento dela com a cozinha nos preparo de doces. Mas revela que tudo começou quando descobriu a pizza. Sperotto lembra que aguardava os finais de semana na esperança de sair para jantar com os pais, e quando não acontecia ficava frustrado. A tradicional pizza foi a grande fissura desde o período de infância e adolescência e está com ele até hoje. Aos 11 anos, começou a testar as primeiras massas, o que no início não dava muito certo, mas o tempo foi um bom aliado e uns dois anos depois já não abatumavam e passou a se interessar cada vez mais pela ideia. Sperotto não consegue definir o porquê desta história com a pizza, acredita que deve ser uma coisa meio ancestral, tamanho o encantamento com o ritual que envolve o preparo. O forno, o fogo, a brasa, a cena toda lhe remete a uma sensação confortante, de prazer e satisfação plena.

Fotos: Divulgação

Desde cedo

Marina, Luana, Mezzomo e Barbara em produção para a sétima arte

A Semana Farroupilha foi marcada por várias atividades pela Associação Comercial, Industrial e de Serviços de São Leopoldo (Acis-SL). Com abertura oficial em 14 de setembro, no espaço Normélio José Bitello, a noite teve a apresentação da invernada mirim e juvenil do Centro de Tradições Gaúchas (CTG) Aparício Silvio Rilo. Um cardápio campeiro foi servido todas as noites com encerramento no dia 18. A Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) da cidade realizou reunião-almoço para divulgar sua parceria com o Colégio PVSinos e para entrega dos troféus do Concurso de Vitrine da Imigração Alemã.

Outubro/2010


Exposição Deleite

Quem estava antenado conferiu a mostra Deleite, na galeria do Grupo Arte 15. Composta por 14 telas pintadas em acrílico e em arte digital, no tamanho 70x100, a vaca foi o ponto de partida para a livre criação de cada um dos 14 artistas participantes. O público pode conferir a exposição dos alunos que frequentam o Ateliê Fazendo Arte, em Novo Hamburgo, e convidados do artista plástico Mai Bavoso. A inspiração temática vem do Movimento Cow Parede, que percorreu 70 países.

Vacas foi o tema das telas dos alunos de Mai Bavoso

Foi fundada uma associação para a preservação, conservação e proteção do Museu do Trem. Difundir seu acervo e patrimônio é um dos maiores objetivos. Todos podem fazer parte da Associação de Amigos do Museu do Trem, basta enviar e-mail para museudotrem@saoleopoldo.rs.gov.br ou ligar para (51) 3591-8853.

Midian trabalha na divulgação de seu primeiro CD autoral

Outubro/2010

Thaís Maciel/Divulgação

Aula de poesia

Eu sei que a coluna é daqui, mas quando a notícia movimenta eu gosto de me aventurar por outros ares. Com o patrocínio do Supper Rissul a Escola Municipal José Plácido de Castro, de Sapucaia do Sul, por meio da professora e organizadora Tânia Maria Freitas Manganelli, lançou o livro de poesias Poemas em Sala de Aula. A obra contempla poemas de alunos da 6ª, 7ª e 8ª séries e o evento contou com a presença do escritor gaúcho Sérgio Napp que fez palestra para os estudantes.

Fotos: Divulgação

Amigos para o Museu do Trem

Música da boa e da terra

Midian Almeida, artista criada na nossa terra, segue o calendário de shows pelo Estado. Nos últimos tempos passou por aqui e neste mês ela participa do projeto Sons da Cidade, da Secretaria de Cultura de Porto Alegre, com show no Teatro Renascença. O ano de 2010 está sendo dedicado ao lançamento do seu primeiro disco autoral A Minha Vez.

Mil Mãos para o Brasil Sérgio Napp marca presença em meio a alunos da escola José Plácido de Castro

Rosana Almendares leva o projeto Mil Mãos para o Instituto de Arquitetos do Brasil – Departamento do Rio Grande do Sul. Esta mostra, que reúne artistas de vários cantos do mundo, tem visitado diferentes cidades do Brasil e do exterior.

Revista Expansão |

79


[ campo bom ] Fábio Winter/Divulgação

Juraci Reichert Colunista juraci_tr@yahoo.com.br

Anjos na cozinha

Iniciativa de solidariedade e absoluto sucesso da Regional ACI Campo Bom, a edição Anjos na Cozinha teve a parceria da Fundação Semear e foi realizada no Centro de Vivência Campo Sempre Bom, entidade beneficiada com os recursos arrecadados. A noite de 11 de setembro foi recheada de pratos deliciosos, preparados por empresários da cidade – nossos anjos cozinheiros. Boa parte da comunidade participou, apoiou e se divertiu numa noite muito concorrida, pois os convites haviam se esgotado duas semanas antes. A organização promete muitas novidades para o próximo ano.

Lançamento da coleção Intexco/Brisa 2011

A Intexco/Brisa lançou em 24 de agosto, em seu showroom, a sua cartela de cores da coleção outono-inverno 2011. Na ocasião, os clientes foram recepcionados pelo staff do Farm’s Bar, no clima sertanejo da badalada casa noturna porto-alegrense. Thais Briusius, Priscila Scharlau, Dariane Spall e Nicole Franco prestigiaram o evento.

Joel Reichert/Divulgação

Fundação Cultural empossa nova presidente

A Fundação Cultural de Campo Bom conta desde agosto com nova presidência. Débora Maria Kehl Trierweiler foi empossada juntamente com Eduardo Schuck (vicepresidente), Jeanine Blankenheim (tesoureira) e Tânia Inês Maldaner Reis (secertária). Bom lembrar que é a fundação que lidera o movimento comunitário em prol da Festa do Sapato, além de múltiplas atividades no setor cultural.

Débora é a presidente da Fundação Cultural de 2010 a 2012

80

| Revista Expansão

Portho Sul/Divulgação

Thais, Priscila, Dariane e Nicole no showroom da Intexco

Serviço social

Marion Blos (foto) é a mais recente profissional da área de Serviço Social, tendo colado grau pela Unisinos, em 28 de agosto, momento de realização de seu grande sonho.

Outubro/2010


[ sapiranga ] cleber arnhold

Novos no conselho

Recentemente foram empossados os novos membros do Conselho de Educação de Sapiranga. Integram o grupo representantes das redes pública e privada, da administração municipal e pais de alunos. A proposta é articular e mediar as questões educacionais junto aos gestores do poder público. O conselho passa a ter a seguinte formação: Neusa Seimetz e Daiane Volpato, da rede privada de ensino; Cleiton Fauth, Danilli da Rosa e Ana Cristina Winter, representantes das escolas públicas de ensino fundamental; e Rudimar Boettsche e Moisés Peixoto, da associação de pais e mestres do ensino fundamental e educação infantil.

Mostra de sucesso

A 3ª Mostra de Sapiranga foi sucesso absoluto. A iniciativa reuniu expositores de calçados, bolsas e acessórios nos pavilhões do parque do Imigrante, nos dias 31 de agosto e 1º e 2 de setembro, com uma excelente infraestrutura, montada especialmente para a feira. Tudo foi preparado com muito esmero para receber compradores e lojistas de todo o Brasil e exterior. A abertura oficial foi na noite de 31 de agosto no Clube 19 de Julho. A decoração foi preparada Carla e Paulo Konrath, da Lótus com rosas vermelhas, sofás brancos, velas, teCalçados, levaram a coleção à mostra cidos e tapetes tudo escolhido especialmente para receber os convidados. O jantar oferecido buscou contemplar os mais variados paladares e o cardápio incluiu diversos tipos de carnes e frutos do mar. A noite ainda teve apresentação de grupos de danças típicas gaúchas, do grupo Fama Festa Show e ainda desfiles de sapatos e bolsas. Participaram da 3ª Mostra expositores do setor coureiro-calçadista das cidades de: Sapiranga, Nova Hartz, Novo Hamburgo, Campo Bom e Araricá. De acordo com a organização, a edição deste ano teve um aumento de 50% nas vendas em relação ao ano passado. Com isso, a ideia é uma edição para 2011 ainda mais fortalecida.

Fotos: Divulgação

Colunista clar9@terra.com.br

Bela decoração na abertura da Estande da Beira Rio foi um dos mais movimentados Mostra nos Pavilhões do Parque Emoção e alegria marcaram a união de Cíntia e Hudson

Love is in the air

Para alegria dos pais Sandra Elizabete e Sergio Eltz (in memoriam) e Maria Sonia e Luiz Alberto de Freitas, uniram-se em bela cerimônia religiosa os filhos Cintia Eltz e Hudson Freitas. A emocionante união aconteceu na Igreja Matriz da Praça Mascarenhas de Morais em Umuarama no Paraná, em 11 de setembro. Os noivos, juntamente com os pais, receberam familiares e amigos no principal e mais badalado clube da cidade, Reguigá.

Festa das Rosas

A Festa das Rosas deste ano está chegando. Ela acontece no Parque do Imigrante entre 5 e 13 de novembro. A programação está pronta e promete muitas novidades. Shows locais, regionais e nacionais já estão agendados. Muita comida, bebida, alegria também terão lugar na maior festa da cidade. Sapiranga sabe receber e espera muita gente para prestigiar a grande festa.

Outubro/2010

Solidariedade na Cozinha

A edição dos Homens na Cozinha deste ano, mais uma vez, movimentou muita gente para que, esta fosse a principal promoção de solidariedade da cidade. Com um variado e delicioso cardápio feito com muito carinho e dedicação por cidadãos da nossa comunidade, atraiu um grande número de pessoas para o clube 19 de Julho. A presidente da Liga Feminina de Combate ao Câncer, Suzana Koetz, trabalhou pelo sucesso. O evento foi em 28 de agosto e mostrou que, com união, tudo fica mais forte.

Alguns chefs voluntários a postos com seus pratos

Suzana e Leticia Koetz com o violinista Felipe Backes, que gentilmente tocou na noite especial

Todas as mesas estavam ocupadas por quem se reuniu para ajudar a quem necessita

Revista Expansão |

81


[ Paranhana ] Taquara | Rolante | Igrejinha Três Coroas | Parobé

renata Martins

Amifest/Divulgação

Jornalista renata.paranhana@gmail.com

A hora certa para tatuar

Tatuagem tem, sim, hora certa para ser feita! Primeiro, a decisão deve ser tomada com muita análise, pois é pra sempre. Segundo, deve ser levado em conta o período do ano, pois é preciso protegê-la pelo menos durante um mês do sol e de banhos de piscina ou de mar. Para exibir aquela tattoo superlinda no verão a hora é agora! O Paranhana tem uma ótima opção de profissional! Maurício Tattoo, de Taquara, abriu recentemente seu novo estúdio de tatuagem e piercing, na Rua General Frota, 2.294, Centro. As soberanas da 23ª Oktoberfest de Igrejinha Vivian, Michele e Bruna

E dá-lhe chope na Oktoberfest

Noite bacana e agradável

Taquara, finalmente, ganhou um novo local para noites de música ao vivo de qualidade, petiscos gostosos e encontro com os amigos. O Convés Bar e Baguetes (Rua Júlio de Castilhos, 2212, Centro), além de divertido, é um ambiente super bonito.

82

| Revista Expansão

Felicidade em dobro para Petry

O rolantense Luiz Otávio Petry tem vivido momentos muito especiais. Primeiro pelo casamento, em 2009, com sua amada Vanessa Barbieri e, mais recentemente, com o nascimento da linda Alice, que veio iluminar mais ainda a vida deste casal.

Produfoto/Divulgação

Vitória, Luana, Flávia e Marina já garantiram presença no debut

Fotos: Divulgação

Outubro é o mês de festa no Paranhana por causa da 23ª Oktoberfest de Igrejinha, que envolve a comunidade de toda a região. Considerada a maior festa comunitária do País, o evento ocorre de 15 a 24 de outubro, no Parque de Eventos Almiro Grings. Ao todo, cerca de 3 mil voluntários estarão engajados na organização das festividades, que resgata as tradições germânicas por meio de atividades culturais e também com muita festa, dança, shows e chope gelado. As principais atrações deste ano são Nenhum de Nós, Família Lima, Reação em Cadeia e Zezé de Camargo & Luciano. A rainha Michele Schmidt e as princesas Vivian Ramos de Oliveira e Bruna Paganoto Muller recepcionarão os visitantes durante a Oktoberfest. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3545-1077 ou pelo site www.oktoberfest.org.br

Debutantes 2010

Taquara é uma das poucas cidades no Estado que ainda celebra a beleza e a juventude dos 15 anos com o Baile de Debutantes. Este ano, o Clube Comercial de Taquara realiza o evento em 6 de novembro. As inscrições estão abertas para meninas de todo o Vale do Paranhana e cidades vizinhas, com idade entre 13 e 16 anos. A festa, que é sempre belíssima, ocorrerá no salão nobre do clube, iniciando com jantar e seguida do baile animado por Cia Show 4. Com a proposta atualizada, ao gosto do público-alvo, o debut terá festa jovem paralela, comandada pelos DJs Claudinho e Adélia e com animadores da Moove Produções. Os convites individuais para o jantar-baile já estão à venda na secretaria do clube a 75 reais. Vitória Timmen Raymundo, Luana Athanásio Bender, Flávia Segat e Marina Strei Seolino são as primeiras inscritas para o baile.

Outubro/2010


Sandra Café/Divulgação

Romantismo portenho

Carolina Beck e Tiago Becker comemoraram os 15 meses de amor em Buenos Aires, Argentina. Na foto, o casal de Taquara curtindo o colorido do bairro Caminito.

Luz própria das manas Schaeffer

As irmãs taquarenses Sandra (esquerda) e Beth Schaeffer: lindas, estilosas e donas de um astral maravilhoso.

Gerson Feiten/Divulgação

Atenção equipes de gincana

Após muitos anos adormecida, mas não esquecida, a Gincana Municipal de Taquara ressurge para alegria de todos aqueles que curtem atividades de lazer e cultura. O evento ocorre em dois dias saudáveis de tarefas, 9 e 10 de outubro. Quatro equipes estarão disputando o título.

Outubro/2010

Melhores preços

A família Fagundes, após alguns anos de grande trabalho, com sua Loja Econômica, em Taquara, retorna ao seu antigo endereço na Marechal Floriano e muda o foco do negócio. Eles inauguraram uma loja popular com produtos bem bonitos a preços interessantíssimos: de 10 a 50 reais. A população adorou a ideia e parte dela visita a loja todos os dias, lotando o novo estabelecimento, Loja Tudo Por, desde a inauguração no início de setembro.

Revista Expansão |

83


[ Gramado ] MARIANA SCHUMANN

Relações públicas Conrerp 2484 - RS/SC marianagramado@hotmail.com

Festival de Gastronomia só com toque feminino

Maria Spiess/Divulgação

A quarta edição do Festival de Gastronomia está marcada para o período de 8 a 17 de outubro. Os famosos festins, jantares harmonizados, oficinas e workshops são apenas algumas das atrações do evento que este ano terá como tema Mulheres. Assim, apenas nomes femininos vão compor a lista dos chefs convidados. A programação estará recheada de apresentações culturais com grupos de música, teatro e dança.

Fotos: Divulgação

Espécie se tornou conhecida com o desenho animado da Walt Disney

Nova moradora

O parque temático Aldeia do Papai Noel tem nova moradora. Natalina está ambientada, se alimenta normalmente com pasto verdinho de azevém e aveia, alfafa, batata-doce, cenoura e maçã. Ela já pode receber visitas e é filhote de cervo dama, espécie que se tornou famosa com o desenho animado de Walt Disney, em 1942, ficando conhecida, desde então, por Bambi. Costa, Janine, Schneider, Vanessa, Cristine e Cristiane

Ferramentas também são para mulheres!

Confirmando o sucesso da linha de ferramentas da gramadense Famastil para o público feminino, a empresa recebeu um grupo de jornalistas para uma visita técnica a convite da Due Company. O jornalista Tiago Costa, da Due Company; Janine Souza, Correio do Povo; Vanessa Franzosi, Grupo RBS, e Cristine Pires, do Jornal do Comércio, foram recebidos por Cássio Schneider e Cristiane Oliveira, ambos da Famastil.

Aperfeiçoando habilidades

A diretora da Mercatus Imprensa & Eventos de Gramado, jornalista Rozangela Allves, participou de um curso orientado por Marcelo Estraviz com o tema (Re) Estruturação de um Departamento de Captação de Recursos e Seus Captadores, em São Paulo. “A captação de recursos é uma área complexa, detalhada, que exige dedicação integral, expertise, conhecimento de Rozangela buscou crescimento e conhecimento em São Paulo mercado, técnico, prático e habilidades específicas que foram desenvolvidas neste curso”, salienta.

Rústica de Gramado Casa da Juventude é o departamento de hospedagem da Associação Cultural de Gramado

As crianças podem mudar o mundo

Em frente ao mais belo cartão postal da cidade, o Lago Negro, está a Casa da Juventude, o departamento de hospedagem da Associação Cultural de Gramado. A entidade oferece intensa programação alusiva aos seus 45 anos. Destaque para a apresentação, que será gratuita, do grupo Medindo Palavras, em 16 de outubro, às 16 horas. O objetivo é sensibilizar as crianças em favor do meio ambiente, das boas maneiras, das atitudes cordiais, da solidariedade e do respeito às diferenças. Esta é a proposta dos atores Alexander Kleine e Hérlon Höltz.

84

| Revista Expansão

Percorrer cerca de dez quilômetros em Gramado, passando por belas paisagens, admirando as hortênsias, sentindo o vento serrano no rosto, tudo isso é muito bacana. E a aventura é ainda maior se o percurso for realizado a pé. Assim será a 2ª Rústica de Gramado em 21 de novembro. Para saber mais, contate pelo e-mail rusticadegramado@yahoo.com.br.

Outubro/2010


Divulgação

Programa Ídolos destaca cutelaria

A Di Solle, cutelaria com matriz em Gramado, mostra sua qualidade e diversidade no programa Ídolos, da TV Record.

A 13ª Corrida será neste mês

Compre sua camiseta e no dia 17 de outubro, a partir das 14 horas, na Rua Coberta, junte-se ao maior evento do Instituto do Câncer Infantil do Rio Grande do Sul, a 13ª Corrida Pela Vida. O importante não é chegar primeiro, mas simplesmente chegar, aparecer e participar! Não precisa ter fôlego de atleta, basta ter coração.

Chef surpresa

O Hotel Casa da Montanha preparou um Cine Gourmet especial no mês das crianças: Cine Gourmet Kids. A diversão será garantida com o filme Ratatouille. Os pequenos, orientados por membros da Escola Mini Chef, de Porto Alegre, vão preparar o jantar. O evento acontece de 8 a 10 de outubro.

Outubro/2010

Alto nível turístico

A Tribeca Turismo & Eventos atua em importantes iniciativas na cidade, como o 21º Encontro Nacional de Virologia, que ocorre de 17 a 20 de outubro; 9º Congresso Brasileiro de Gestão do Conhecimento, agendado para o período de 3 a 5 de novembro; 16º Congresso Nacional do Mercado Imobiliário (Conami), de 14 a 17 de novembro, entre outros.

Uma opção para quem não abre mão da boa cerveja

Novo espaço para brindar

Gramado tem sua própria cervejaria: a Rasen Bier. O somellier Anderson Silva criou um espaço para treinamentos, harmonizações e degustações, a fim de provar que cerveja é a bebida brasileira ideal para acompanhar qualquer prato. Acesse www.rasenbier.com. br, visite o local e experiente a Rasen Bier na opção clara ou escura.

Revista Expansão |

85


[ Canela ] Lu zanatta

Diego Santos/Estratégia Comunicação

RP Arquitetura/Divulgação

Relações públicas Conrerp 1563 - RS/SC luzanatta@estrategiacom.com.br

Renata, Milka e Patrícia se reúnem para definir detalhes do projeto

Canela terá primeiro museu da moda em 2011

Renata Boeira Hanel, Milka Wolf e Patrícia dos Reis Schmits visitaram a exposição temporária do estilista Yves Saint Laurent, realizada no Petit Palais, em Paris, que mostrou toda a evolução da vida profissional do estilista, através da moda e estilo de cada época. A viagem foi para buscar mais conhecimento a respeito de museus. As arquitetas canelenses Renata e Patrícia são responsáveis pela parte interna do primeiro museu da história da moda do mundo, com assinatura de Milka. A inauguração está prevista para o primeiro semestre de 2011.

Personalidade

Nome: Marisa Slompo Empresa: MS Calefação Trabalho: Um prazer Um restaurante: Panorâmico Laje de Pedra

Diversão e lazer: Passear com

Campanha Canela Show de Prêmios

meus cachorros e cavalo no sítio

Um atrativo turístico: Cascata

A Associação Comercial e Industrial de Canela promove a campanha Canela Show de Prêmios, com participação do comércio local. A cada 50 reais em compras, os consumidores, mediante a apresentação de nota fiscal, irão ganhar cupons para concorrer a um carro zero-quilômetro, uma motocicleta zero-quilômetro, um notebook, um televisor LCD 32 polegadas e um televisor de 29 polegadas, somando R$ 33 mil em prêmios. O sorteio será em 29 de dezembro, às 20 horas, em local público ainda a ser definido.

do Caracol

Quando estou sem nada para fazer: Gosto de ler e ouvir música Canela é: Um lugar maravilhoso para viver

Grupo Artigos/Divulgação

Representantes brasileiros em Bogotá

O Grupo Artigos participou do 1º Festival Iberoamericano de Teatro Infantil, em Bogotá, na Colômbia, em agosto passado. Os canelenses foram os representantes do Brasil no evento. O espetáculo Criança Não faz de Conta realizou três apresentações e a diretora Lisiane Berti ministrou uma oficina de Jogos com o Metro de Carpinteiro, técnica utilizada na peça.

86

| Revista Expansão

Ecologicamente correto na Castelli

Acadêmicas da Castelli Escola Superior de Hotelaria (ESH), após estudarem o case sobre a Dove, tiveram como tarefa elaborar uma estratégia de comunicação. De forma muito criativa, a equipe produziu um filme sugerindo uma nova linha de sabonetes Dove, com o foco eco-sustentável. Para demonstrar como a iniciativa era possível, as próprias estudantes confeccionaram artesanalmente os sabonetes, utilizando somente ingredientes que não impactam ao meio ambiente. Este será um dos trabalhos expostos na 7ª Mostra do Conhecimento, de 9 a 19 de novembro de 2010, nas dependências da faculdade.

Outubro/2010


Nucan/UCS/Divulgação

Mário Bertolucci/Divulgação

Mariana Bisol Bertolucci reuniu amigos íntimos para comemorar seus 15 anos na Pousada do Bosque. Diversão deu o tom à noite especial

Assumindo o controle

Ana Lídia Bisol é a nova diretora do Núcleo Universitário de Canela da Universidade de Caxias do Sul. Gente da terra conquistando seu espaço.

Agenda

Vivaz/Divulgação

Adriana Favero recentemente esteve na Itália, trazendo novidades para sua loja Feito por Nós. Na foto, a empresária no Lago de Como, em Belaggio

Priscila Martinotto e Patrícia Pereira no lançamento do O Semeador 2011. O evento ocorreu na Associação Comercial de Canela, com objetivo de buscar a parceria do trade turístico da cidade para a viabilização da produção do espetáculo, principal atração da Páscoa em Canela

Outubro/2010

Música, no Hotel Laje de Pedra para convidados e no Centro de Feiras para a comunidade

Dias 19 a 22 – 2º Festival de Teatro Estudantil, no Teatro Municipal Dias 22 a 24 – 3º HDPoint® Internacional, evento esportivo, com participantes apaixonados por motocicletas, em especial as HarleyDavidson, na Praça João Corrêa

Lu Zanatta/Estratégia Comunicação/Divulgação

O Semeador

Outubro Dias 18 a 21 – Festa Nacional da

Novembro Dias 4 a 7 – Feira do Livro, no Centro de Feiras e Praça João Corrêa, tendo como patrono Antonio Hohlfeldt

Dia 7 – Festival de Bandas e Fanfarras, na Praça João Corrêa Dia 4 – Abertura do Sonho de Natal com chegada do Papai Noel e show do Fábio Júnior, na Catedral de Pedra

Revista Expansão |

87


[ Nova Petrópolis ]

Fotos: Marco Dieder/Divulgação

Rosane recebeu doação do presidente Stahl e de Michaelsen

Encontro Anual de Fuscas reúne cor e nostalgia

| Revista Expansão

A prefeitura, o Poder Judiciário e a Associação Comercial e Industrial de Nova Petrópolis (Acinp) estão desenvolvendo uma campanha para arrecadar recursos para o Fundo Municipal da Criança e do Adolescente. Os beneficiados serão adolescentes e crianças atendidos especialmente pelo projeto Abrace seu filho antes que o crack o faça. Pessoas físicas podem destinar ao fundo até 6% do seu Imposto de Renda e as jurídicas até 1%. Todos os recursos serão controlados e geridos pelo Conselho Municipal dos Diretos da Criança e do Adolescente (Condica). Para doar basta ir à prefeitura. Faça sua parte e ajude na educação das nossas crianças e adolescentes.

Libraf Mostra de Dança - 8ª Copa Brasil & Sulamericano – 7 a 12 de outubro – Centro de Eventos Schützenfest –

10 de outubro – 10 horas - SCRTA Baile do Tiro Rei e Bolão Mestre da Sociedade Cultural e Recreativa Tiro ao Alvo – 16 de outubro – 22 horas - SCRTA

Festa Halloween – 23 de outubro – 23 horas - SCRTA

Mauro Stoffel/Divulgação

88

Dentro das propostas que norteiam a realização do Encontro Anual de Fuscas em Nova Petrópolis está a ação social. O encontro de 2010, que ocorreu em 28 e 29 de agosto, arrecadou cerca de 360 quilos de alimentos que foram entregues pelo presidente do Volks Club de Nova Petrópolis, Gilberto Stahl, e pelo associado ao clube César Michaelsen à assistente social Rosane Monteiro, que representou a equipe do Centro de Referência de Assistência Social (Cras). De acordo com Stahl, doar os alimentos é uma forma de o clube retribuir à cidade o apoio que recebe na realização dos encontros e, com isso, ajudar àqueles que necessitam.

Sabrina Schuster/Divulgação

Aniversário

Este lindo garoto é o Rhyan! Ele completou 2 aninhos em 6 de agosto. É o orgulho do papai Jaime Sulzbach, analista de sistemas da Dakota S/A e da mamãe Cátia, bióloga.

Volks Club doa alimentos

Campanha em prol da criança e do adolescente

Divulgação

Meninas cantoras em turnê pela Europa

O coro Meninas Cantoras da Serra Gaúcha participou de um intercâmbio cultural e fez turnê pela Europa, na República Tcheca e na Alemanha. O grupo integra o projeto Meninas Cantoras do Rio Grande do Sul, idealizado pelo maestro Daniel Valadares. A iniciativa tem como foco principal a socialização e a educação. Desta forma, são desenvolvidas atividades que vão muito além do cantar. O grupo é mantido pela Lei de Incentivo a Cultura (LIC) e tem a parceria da Sulgás, Lojas Taqi, Coopershoes e Granja Pinheiros. 

Colunista fabiane@evidencyeventos.com.br

Agenda

Sabrina Schuster/Divulgação

O grupo tem estímulo à educação e à socialização a partir de intercâmbio

FABIANE sEHNEM

Destaque

Excelência e qualidade resumem o serviço de buffet da Temperu´s Eventos, sob a direção de Jorge Schafer, é a pitada que vem fazendo a diferença nos eventos da região.

Outubro/2010


[ Vale do caí ] São Sebastião do Caí | Bom Princípio Portão | Feliz | Montenegro | Tupandi

Édio Otto trein Colunista ediotrein@terra.com.br

Schmitz Foto e Vídeo\Divulgação

Febramec para o Caí

Festa de 15 anos

Contando com a simpatia dos pais Ricardo e Márcia Ludwig e do irmão Alexandre, Aline Ludwig festejou seus 15 anos, com uma linda festa entre familiares e amigos  na Sociedade Cultural e Esportiva de Feliz (Socef), na Feliz, em 28 de agosto.

Família Schuch comemora Bodas de Prata

Maico Vogel\Divulgação

Novo arranjo para o hino de Feliz

A administração de Feliz lançou o CD com o seu novo hino, em 1° de setembro, durante as comemorações da Semana da Pátria. Este CD inclui também outras canções cívicas, como o Hino Nacional e o Hino Riograndense. A música foi composta por Guilherme Rauber e enfatiza as belezas da cidade. O novo arranjo é de Ernesto Candal e canA diretora Silvana recebe o CD de Kunrath tado por Juliano Barreto. A canção foi repaginada, sem perder a beleza das suas palavras. O novo CD foi entregue pelo vice-prefeito Albano Kunrath às diretoras das Escolas Municipais de Educação Infantil Bem Me Quer, Silvana Dietze Spaniol, e Criança Feliz, Maria Carmen Ströher Froener, que representaram às demais escolas da cidade.

Outubro/2010

Castor Becker Júnior\Divulgação

Samu no Caí em outubro

São Sebastião do Caí deverá contar com o apoio do Samu a partir de outubro. A afirmação é do secretário municipal da Saúde, Fernando Cofferri. Uma ambulância nova e equipada foi cedida pelo governo federal e será utilizada para o serviço de atendimento médico de urgência, desenvolvido pelos governos federal, estadual e municipal. O Hospital Sagrada Família será a base desta unidade, que poderá ser acionada pelo telefone 192. São Sebastião do Caí deverá contar com uma equipe de suporte básico, com condutor do veículo e um técnico de enfermagem.

Aline comemorou a data com familiares

O casal Paulo Rogério Koch Schuch e Miria Schuch comemorou suas Bodas de Prata, em 14 de setembro. O ato religioso ocorreu na Igreja Católica Santo Antônio, em Portão Velho, em Portão, mesma igreja em que se casaram. Após a missa, houve uma confraternização na residência dos Schuch com seus familiares.

Cofferri antecipa o serviço de Samu

Rápidas

A Indústria Metalúrgica Lorscheitter Ltda, de São Sebastião do Caí, recebeu o Prêmio Febramec Meio Ambiente durante a Feira Brasileira da Mecânica e Automação Industrial, em uma solenidade na Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul, em 11 de agosto. A metalúrgica foi inscrista com o Projeto Redução da Geração de Resíduos pela Implementação do Programa de Produção mais Limpa, na categoria Micro e Pequenas Empresas. O projeto foi desenvolvido em parceria com a Unisinos, com o apoio do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPQ). O prêmio foi entregue pelo coordenador do projeto, o mestre Carlos Alberto Mendes Moraes, à coordenadora da Qualidade e Meio Ambiente da Lorscheitter, Sílvia Rosane Bússolo, e à gestora ambiental e pesquisadora da Unisinos Daiane Calheiro Evaldt.

>>

A Diocese de Montenegro comemorou o segundo aniversário da sua instalação, em 6 de setembro, com missa de Ação de Graças. O ato religioso foi presidido pelo bispo Dom Paulo de Conto, acompanhado pelo padre Carlos Roberto Vicente e os diáconos Antônio Dal Bosco e Ernesto Costella, na Catedral São João Batista, que ficou lotada.

>>

A Câmara da Indústria, Comércio e Serviços (CICS) de Portão deu início ao processo de votação para a escolha do Troféu Destaque 2010. As empresas associadas à CICS participam do prêmio, que é dividido nas categorias Comércio, Indústria, Serviços e Comunitário. Vencedoras de outras edições do prêmio não concorrem. Mais informações pelo e-mail cics@cicsportao. com.br ou telefone (51) 3562-2232.

>>

A Sociedade Cultural e Esportiva Feliz (Socef) elegeu e empossou sua nova diretoria pelo período de dois anos, em agosto passado. Integram a nova direção: o presidente Ricardo Martiny e os dirigentes Luiz Alberto Ludwig, João Lotário Freiberger, Antônio Zimmer, Eduardo de Wallau, Sigesfredo Rucker e Humberto Luiz Zimmermann. O Conselho Fiscal é formado por Jair Liceu Scheibig, Luiz Fernando Martello, Faustino Martiny, Rudi Mielke, Aurélio Boeni e Gerson Luiz Stroeher.

Revista Expansão |

89


[ Encosta da serra ] Dois Irmãos | Ivoti | Lindolfo Color | Morro Reuter Picada Café | Presidente Lucena | Santa Maria do Herval

Sandra Hess

Jornalista sandrahess2003@yahoo.com.br

Amigos da Antiga Matriz comemora 15 anos

Juliana Fleck/Divulgação

Robinson Kunz/Divulgação

Infância, só sorriso

Imagens&sons

Este é um dos trabalhos fotográficos que ilustra a proposta do Fotochimas, um grupo de fotógrafos que realizou a exposição Imaginando Sons na Um Café, em Morro Reuter. A exposição iniciou no final de agosto e terminou em setembro. No lançamento dela, o Coro Municipal de Novo Hamburgo apresentou músicas escolhidas a partir do que as fotos significaram para os integrantes do coral.

Sandra Hess/Divulgação

outubro

Agenda para

Fotoenio/Divulgação

Constituída em 19 de outubro de 1995, a Associação de Amigos do Patrimônio Histórico e Cultural de Dois Irmãos (AAPHeC) organizou uma ampla programação junto à Antiga Igreja Matriz de São Miguel, na Avenida São Miguel, para celebrar seus 15 anos. Atualmente, com cerca de 30 associados, a entidade começou com um pequeno grupo, preocupado em buscar recursos para a recupeEm setembro, a Associação de Amigos promoveu ração da igreja. E conseguiconcerto de lâminas com Serrote Musical ram com apoio, em especial do Grupo Herval, por meio da Lei de Incentivo à Cultura e do Consulado Alemão, além de recursos municipais e da comunidade. De acordo com o presidente da associação, César Adolfo Müller, o desafio é contínuo e o grupo se fortalece a cada ação promovida. Nos primeiros anos, os eventos eram realizados em meio aos andaiDia 10 – 17 horas - Programa Final da mes e tapumes dentro da igreTarde na Matriz – Show de Rock Gospel, ja. Em 2007, o espaço foi  inaucom a banda Firmes & Leais gurado e denominado  Espaço Dia 22 – 20 horas – Recital de piano, Cultural  Antiga Igreja Matriz  de com Olinda Alessandrini, marcando os São Miguel. O local também aco15 anos da entidade lhe os ensaios artísticos e culturais e as apresentações dos corais da Associação Cultural Cantares. Influente nas temáticas municipais, a entidade integra os conselhos do Patrimônio Cultural e Natural, de Turismo e de Cultura. Este é um importante trabalho em prol da valorização do legado dos colonizadores da região.

Caroline, na graça de seus nove aninhos, é filha de Liane e Jossemir, o Chico Klauck.

Foto Vogel/Divulgação

Rodhen, Sônia, Denise, Keli, Rafaela, Antônia (Tonha), Nelci e Klein

Casamento possante

Karlei Ernhardt e Jezabel Schneider, de Ivoti, a simpatia e a elegância combinadas com uma dose de descontração. Depois do sim, pose ao lado do possante

90

| Revista Expansão

Feira das Flores e Oktoberfest

Um mês de festa em Ivoti. Primeiro, a tradicional Oktoberfest, em sua 15ª edição, na Sociedade Harmonia, que ocorre de 7 a 11 de outubro. Depois, a 5ª Feira das Flores, que ocorre de 15 a 17 e de 22 a 24 de outubro, no Núcleo de Casas Enxaimel da Feitoria Nova. O café de lançamento da Oktoberfest contou com a presença do presidente e esposa Antônio e Sônia Rhoden, as soberanas Denise Langner, Keli Holler e Rafaela Kroth, a publicitária Antônia Souza, o vice-prefeito e esposa Edio e Nelci Klein. Mais informações nos sites: www.sociedadeharmonia.com.br e www.ivoti.rs.gov.br.

Outubro/2010


[ ESTÂNCIA vELHA ] Fotos: Divulgação

Marcos Antonio Kroeff Colunista kroeffecia@ig.com.br

Dez anos de Olhar para o Vale O Lar dos Idosos Olhar para o Vale completa dez anos de atividades neste mês. A Legião Evangélica Luterana é responsável pela manutenção da casa que abriga, em média, 30 pessoas. As promoções da Legião estão destinadas à conclusão do novo refeitório.

Prepare-se para a Copa 2014

O conhecimento de outro idioma, além do português, vai ser requisito básico para as vagas que vão se abrir no mercado de trabalho para recepcionar os visitantes estrangeiros que virão para a Copa de 2014. Márcia lembra que o inglês A diretora da Yázigi é uma língua universal de Estância Velha, Márcia Ramos, destaca que a Escola de Idiomas Yázigi já tem preparadas as aulas intensivas para atender a esta demanda de alunos interessados em aprender determinados idiomas em tempo recorde.

Grupo Lederthal cultua as tradições germânicas, com trajes e dança

Stanz Ball em homenagem à imigração

O Grupo de Danças Alemãs Lederthal foi fundado em 1990. Para festejar os 20 anos de suas atividades, foi promovido um baile, intitulado de 4º Stanz Ball, que ocorreu em 28 de agosto na Sociedade de Canto Lyra, no bairro Lyra. O evento contou com a participação de dez Grupos de Danças Alemãs oriundos de Feliz, Igrejinha, Marques de Souza, Novo Hamburgo, Santa Maria do Herval, São Leopoldo, São Pedro da Serra, Três Coroas, Vale do Sol e Westfália.

Claudia Utzig/Divulgação

Homenagem aos pequeninos

O sorriso de uma criança ilumina nossas ações. Mariana Rönnau Kroeff completou três anos e com este sorriso homenageamos todos os pequeninos no mês a eles dedicado, o Dia da Criança.

Outubro/2010

O desfile de moda masculina e feminina, que ocorreu em 13 de setembro, na Vitrine, mostrou as novas tendências de roupas de festa para locação e foi um sucesso. O evento foi realizado a partir do empréstimo de produtos e serviços de empresas de Estância Velha. O ingresso foi um litro de leite, repassado à Liga Feminina de Combate ao Câncer da cidade, que recebeu em torno de 240 unidades. A Ótica Estância, a Gloss Calçados e Bolsas, a Casa da Noiva e a Estação Mulher trouxeram suas roupas e acessórios de festa. A Estética Panther foi responsável pelos penteados e maquiagem dos modelos e apresentou um desfile de moda íntima. O apresentador foi Marcos Borba.

Claudia Utzig/Divulgação

Desfile beneficente

Os modelos, que vestiram roupas de casamento, são integrantes da Liga Feminina

Revista Expansão |

91


[ Santa Cruz do sul ] Sandro Viana e Ana C. dos Santos

Unisc e Unimed no Guia Você SA Fotos: Divulgação

Juliana e Fabiana representaram a Unisc

Neori Gusson e Márcia Sehn, da Unimed

Duas empresas de Santa Cruz do Sul figuram no ranking das 150 Melhores Empresas Para Você Trabalhar do Guia Você S/A – Exame. A Unimed Vales do Taquari e Rio Pardo (Unimed VTRP) e a Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc) foram agraciadas com premiação em 8 de setembro, em evento realizado em São Paulo. A cooperativa médica foi representada pelo diretor de Desenvolvimento, Neori Gusson, e pela supervisora de Desenvolvimento Humano, Márcia Sehn, que receberam o título. Em nome da Unisc, receberam o prêmio a coordenadora do setor de Recursos Humanos, Juliana da Silva Corrêa, e a sub-coordenadora Fabiana Metzdorf da Silva. Ao todo, 541 empresas de todo o Brasil inscreveram-se na premiação, dividida nas categorias Grande, Média e Pequena.

Festa surpresa

Marco Jardim foi surpreendido, em 21 de agosto, com uma festa organizada pela esposa Marla Hansen e pela filha Therry. O local escolhido para celebrar com dezenas de amigos foi a Cervejaria Heilige. O aniversariante ainda recebeu, de surpresa, a visita do zagueiro colorado bicampeão da Libertadores da América Bolívar Guedes.

Insone, o instituto do sono

Desde o mês de agosto, Santa Cruz e região contam com sua primeira clínica especializada em sono. O Instituto do Sono e Neurofisiologia (Insone) é formado por uma equipe multiprofissional composta pelos médicos Antonio Manoel de Borba Junior (neurologista), Carlos Eurico Pereira (pneumologista), Claudia Alves da Cunha (neurologista), Cristiano Firpo Freire (neuropediatra e neurofisiologista) e Ingrid Wendland Santanna (otorrinolaringologista). O Insone é anexo ao Hospital Santa Cruz.

Pablo é destaque

Therry, Bolívar, Marla e Marco Jardim em comemoração especial

Luis Ventura/Divulgação

| Revista Expansão

Sono é tratado por equipe multiprofissional

O jovem atleta do Tênis Clube Santa Cruz (TCSC) Pablo Kothe Teixeira está se destacando no Circuito SCA de Tênis Gaúcho. Ele conquistou a etapa de agosto, realizada em São Leopoldo, na categoria 11 anos. Além de Teixeira, participaram os jovens tenistas Augusto Cougo, Augusto Hausmann, João Hashimoto, Alexander Takvorian, Fabian Tornquist e Gustavo Sperb.

Ostermann e João Ubaldo participaram de evento que ocorreu na Unisc

92

Four Comunicação assessoria@fourcomunicacao.com.br

Encontro especial

Uma parceria entre o Projeto Saidera, do Curso de Comunicação Social da Unisc, e o Serviço Social do Comércio (Sesc) trouxe a Santa Cruz uma edição do Encontros com o Professor. Comandado pelo jornalista Ruy Carlos Ostermann e com edições na capital e no interior, o Encontros esteve pela segunda vez na cidade para receber o patrono da 23ª Feira do Livro, o escritor João Ubaldo Ribeiro. O evento, realizado no Auditório Central da Unisc, reuniu centenas de pessoas.

O jovem tenista conquistou a etapa de agosto do SCA de Tênis Gaúcho

Outubro/2010


Em Busca da Medula Escondida

Mariana Cuervo Eidt luta pela vida e busca doadores

Uma grande campanha de doação de medula óssea foi iniciada em Santa Cruz e já mobiliza o Estado, o País e o exterior. A campanha nacional Todos por Um – Em Busca da Medula Escondida busca uma medula compatível para a jovem Mariana Cuervo Eidt, que sofre de Leucemia Linfóide Aguda (LLA). O objetivo é conquistar 100 mil novos doadores. Somente em Santa Cruz foram coletadas mais de mil amostras na primeira etapa da campanha. No Rio Grande do Sul, existem postos permanentes de coleta em Porto Alegre e Santa Maria:

Hemocentro do Rio Grande do Sul Avenida Bento Gonçalves, 3.722, Partenon. De segunda a quinta-feira, das 8 às 16 horas. Agendamento pelo telefone (51) 3336-2843

Hospital de Clínicas Rua São Manoel, 543. No Posto de Saúde, com entrada nos fundos do hospital. De segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas. Agendamento pelo telefone (51) 3359-8504

Santa Casa Avenida Independência, 155, no Hospital Dom Vicente Sherer, 7º andar. De segunda a quinta-feira, das 8 às 12 horas e 14 às 16 horas. Sexta-feira, das 8 às 12 horas. Agendamento pelo telefone (51) 3214-8670

Fotos: Junio Nunes/Divulgação

Natália Belo em noite de festa

A aniversariante com a família

Alegria até altas horas

Muitos familiares e amigos foram até a sede da Associação Cultural e Esportiva Alliance One, em Vera Cruz, para festejar os 15 anos de Natália Konzen Belo, em 3 de setembro. Ao lado dos pais, Eloir de Oliveira Belo e Marguit Suzana Konzen Belo e da mana Eduarda, a aniversariante esbanjou simpatia e alegria na recepção. Com ornamentação da Casa Flor, fotos de Junio Nunes e animação do DJ Felipe Moura, o evento foi até altas horas da madrugada.

Outubro/2010

Revista Expansão |

93


[ Golfe Classic ] Fotos: Divulgação

Luis Carlos Baumgarten

Empresário e vice-presidente da Confederação Brasileira de Golfe royal.golfe@terra.com.br

Gramado Golf Club, palco das disputas

Marcelo Giumelli, campeão do torneio

Tour Gaúcho de Golfe em Gramado

A

previsão de tempo severo com fortes chuvas para a Serra Gaúcha não se confirmou durante o Aberto de Gramado, realizado entre os dias 28 e 29 de agosto. O torneio aconteceu sob céu nublado e leves pancadas de chuva. Os 90 jogadores inscritos, nas categorias masculino e feminino, entraram em campo para disputar a sétima etapa do Tour Gaúcho de Golfe, válida para o ranking estadual. No primeiro dia, na categoria Scratch, o líder do Ranking Estadual, Marcelo Giumelli, do Rosário Golf Club, liderou a rodada com uma tacada de diferença da segunda colocação, onde estavam empatados com 72 tacadas pai e filho: Carlos e Thomaz Nelz, do Gramado Golf

Club. Entre as Damas, a golfista Marinez Pontes, de Santa Cruz do Sul, liderou com uma tacada de diferença de Gabriela Dietrichkeit, do Porto Alegre Country Club. No segundo dia, Giumelli abriu cinco tacadas de vantagens e levou o título do torneio. Há 25 anos o golfista não disputava torneios no Gramado Golf Club. “Ainda lembrava um pouco do campo e suas dificuldades, mas precisei usar estratégias novas. Esta vitória é muito importante para mim”, comentou o campeão. Marinez Pontes ficou com a primeira colocação na categoria Damas Scratch. Destaque para empresa BDO Auditores Independentes, patrocinadora do evento, que marcou presença no torneio representada por

Marinez Pontes e Gabriela Dietrichkeit, campeã e vice do Aberto Romeu Sabino. Segundo o dirigente, o golfe é um esporte desafiador e atraente: “O golfe contribui para o fortalecimento da marca, além de proporcionar o melhor relacionamento com clientes e parceiros”, destacou Sabino.

Encontro reuniu os dirigentes de golfe do Estado em Caxias do Sul

Agenda

Com objetivo de promover o desenvolvimento do esporte no Estado e discutir o atual cenário do golfe no País ocorreu, em 18 de setembro, o 1º Encontro dos Dirigentes de Golfe do RS, no Caxias Golf Club, em Caxias do Sul. Estiveram presentes 50 golfistas, entre presidentes e diretores dos 13 clubes gaúchos. Para fortalecer as relações e aproximar os dirigentes, foi realizado um torneio de confraternização ao longo da manhã. Na sequência, a Federação Riograndense de Golfe, entidade organizadora do evento, apresentou as principais ações de marketing já realizadas e o planejamento para os próximos anos. Na pauta discussões sobre o projeto da FRGG aprovado pelo Ministério dos Esportes, que prevê subsídios ao golfe através da Lei de Incentivo ao Esporte. “O momento é de colocar em prática os projetos, buscar parcerias e ampliar o número de jogadores. Faltam seis anos para as Olimpíadas, e os golfistas gaúchos querem contribuir de maneira sólida e positiva para realização deste grande evento”, afirmou o presidente da FRGG, Norton Fernandes.

94

| Revista Expansão

Ruy Reinert Jr., presidente do Caxias Golf Club e Norton Fernandes, presidente da Federação Riograndense de Golfe

22 a 24 de Outubro Aberto do Estado – Belém Novo Golf Club – Porto Alegre/ RS

Caxias Golf Club, clube sede do evento

Encontro dos Dirigentes de Golfe do RS

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

95


[ ESPORTE ] Mário Ferreira/Divulgação

Matheus demonstra as habilidades como piloto em dia de chuva

Motivo de orgulho P ara brilhar e se destacar em algo, não é necessário somente talento – embora ele contribua bastante. Dedicação, treino e muita paixão são as bases que constroem o início sólido de uma caminhada ao topo. E prova viva disto são os irmãos Arthur e Matheus Leist, de 9 e 12 anos, que há 4 trocaram os carrinhos de brinquedo pelas fortes emoções das corridas de kart. “Desde pequenos eles já tinham quadriciclos, motinho elétrica, jipinho com gasolina e davam voltas dentro de casa, não ficavam parados na frente da televisão assistindo a desenhos”, revela a mãe, Vanda Leist. Na TV de casa, por sinal, só têm vez as corridas de Fórmula 1 e programações relacionadas ao automobilismo. O interesse da dupla pelas rodas não surgiu sem motivo: o pai, Tobias Leist, já gostava muito de carros, e passou a paixão para os filhos.

96

| Revista Expansão

Os irmãos Leist colecionam vitórias em corridas de kart e preparam a base para um grande futuro nas pistas Por Vitória Fischer Schilling

Arthur e Matheus começaram a treinar em 2006 no autódromo de Tarumã, em Viamão, para onde iam duas vezes por semana. Em 2007, apesar de ainda bastante jovens, começaram a competir e, a partir daí, passaram a trilhar seu caminho de ascensão. “O segredo está na dedicação”, resume Vanda. Os cuidados, continua, vão desde a alimentação até a preparação física que Matheus já faz em uma academia. E, claro, muitos treinos. Eles fazem parte da equipe MZ Racing e mostram com dignidade a carteira de piloto da Confederação Brasileira de Automobilismo. Matheus compete na categoria Júnior Menor, que permite velocidade de até cerca de 115 km/h, enquanto seu irmão Arthur corre este ano pela Mirim, com velocidade de 80 km/h. Atualmente, eles treinam apenas em sextas-feiras à tarde, por cerca de três horas, no Velopark, em Nova Santa Rita, próximo a Canoas. Mas as competições exigem muitas viagens, que podem estender-se por vários dias.

Outubro/2010


Estudos E, com o tempo dedicado ao kart, como conciliar com a escola? Matheus está na 6ª série da Fundação Evangélica e Arthur na 4ª série do Pindorama, ambos em Novo Hamburgo, e as aulas perdidas para participar de campeonatos são muito frequentes. “Os dois são muito inteligentes”, orgulha-se a mãe, “então pegam o material com os colegas e têm o apoio dos professores para reforço e para poderem fazer as provas depois.” Mas Vanda já avisa que “se as notas diminuírem, diminui também o kart”, pois a decisão de correrem é deles próprios, por isso, eles devem conseguir conciliar o lazer de correr com os deveres de crianças de sua idade. Assim, Matheus conta que eles escolhem participar apenas de alguns campeonatos, ou somente das corridas mais importantes de determinadas competições, para não precisarem faltar muito à escola.

Fotos: Vitória Fischer Schiling/Especial

Os irmãos orgulham-se dos troféus expostos em suas prateleiras

Conquistas

Mário Ferreira/Divulgação

Juntos, os irmãos Leist somam mais de 40 troféus, que enfeitam seu lar em uma estante iluminada montada especialmente para eles. Entre as principais conquistas, Matheus destaca a vitória na corrida de inauguração do Velopark, o 6º lugar no Campeonato Brasileiro em 2008, 5º lugar no Pan-Americano em 2009 e a posição de vice-campeão brasileiro neste ano. Arthur foi vice-campeão brasileiro e vice-campeão gaúcho em 2007 e campeão do Sul-Brasileiro em 2010, onde ganhou quatro das seis corridas e foi campeão antecipado na penúltima corrida. Os pais da dupla incentivam, porém, acima de qualquer vitória ou competição, o espírito esportivo, para eles não crescerem somente como kartistas, mas como pessoas. “O kart hoje já não é brincadeira para eles e já falam em, no futuro, correr no exterior e até mesmo na Fórmula 1”, destaca a mãe Vanda. A próxima ambição, conta Matheus, é participar do campeonato Las Vegas Skusa, em novembro, nos Estados Unidos. “É um dos maiores campeonatos de kart do mundo e nós gostaríamos muito de fazer parte”, revela o kartista, falando em nome dos dois com a raça de quem ainda é pequeno, mas que sonha Matheus em momento de grande, muito grande. descontração na antes de corrida

Arthur, de apenas 9 anos, com um dos prêmios recebidos

Riscos A pouca idade que os dois kartistas têm exige de seus pais muita confiança para permitirem que eles explorem os limites de velocidade e participem de corridas com riscos, e, inclusive, chuva. “Mesmo que eles já corram há bastante tempo, ainda tenho medo e me assusto em alguns momentos”, conta a mãe. Arthur revela que, após presenciar o acidente de um colega, ficou por um ano sem correr. “Fiquei assustado com a ambulância que veio atendê-lo, mesmo que depois tenha ficado tudo bem”, diz. E como garantia de segurança, toda a roupa utilizada pelos pilotos precisa ser certificada pela direção das corridas, bem como os outros equipamentos – capacete, colete e proteção para o pescoço.

Outubro/2010

Revista Expansão |

97


[ EDUCAÇÃO ]

Sujeitos digitais, uma nova era Novidades tecnológicas são usadas, cada vez mais, como recursos nos processos de aprendizagem e geram questionamentos sobre comportamento Por Aline de Melo Pires

U

ma novidade vem mudando a rotina de estudantes da rede pública municipal de Campo Bom, no Vale do Sinos. Desde o início deste ano letivo, os estudantes convivem com a tecnologia de forma ainda mais contundente no seu cotidiano. As lousas eletrônicas e as mesas interativas computadorizadas fazem parte do processo de educação e incluem crianças e adolescentes em um universo cheio de encanto aliado ao conhecimento. A adaptação ocorre aos poucos na cidade, por enquanto, são nove lousas eletrônicas. Cada uma é constituída por uma tela de 78 polegadas, conectada a um computador que, por meio de uma caneta magnética, permite ao professor total interação com o conteúdo, apresentado digitalmente ao aluno. Com esta ferramenta, o professor escreve, edita, desenha, anota, destaca e pode até manipular fotos, objetos e textos, além de utilizar softwares exclusivos.

Divulgação

98

| Revista Expansão

Outubro/2010


Divulgação

Hoje, a tecnologia já pode ser parceira no aprendizado, independente da faixa etária ou do grau de ensino

Já a Mesa Interativa Educacional é uma ferramenta direcionada ao aprendizado na Educação Infantil e é importante instrumento no processo de alfabetização. Trata-se de uma forma divertida de interação, pois a mesa emite sons, ensina a escrever e até corrige erros, como relata a secretária municipal de Educação e Cultura de Campo Bom, Eliane dos Reis. As atividades do software permitem o trabalho com fábulas, charadas, provérbios, ditos populares, trava-línguas, cantigas, animações, vídeos, além de oferecer um cadastro padrão com mais de 1800 palavras e 1100 imagens. Cada equipamento pode ser usado por até seis crianças ao mesmo tempo, incentivando o espírito de colaboração e a troca de conhecimentos. Ela funciona a partir do encaixe de blocos coloridos, com letras do alfabeto em um módulo eletrônico, estimulando, assim, que o aluno aprenda a reconhecer as letras, construa palavras, associeas ao seu significado, leia, escreva e até interprete textos. “O uso de animações e recursos sonoros que ela permite favorece e estimula o aprendizado, tornando mais prazeroso aprender”, resume Eliane.

Outubro/2010

O uso de animações e recursos sonoros que ela permite favorece e estimula o aprendizado, tornando mais prazeroso aprender. [ Eliane dos Reis ]

Revista Expansão |

99


[ EDUCAÇÃO ] Divulgação

Referências e estímulos E, em meio a tantas referências do mundo digital e uma infinidade de possibilidades, dentro e fora das salas de aula, alguns questionamentos se fazem necessários e praticamente se impõem. Até que ponto as ferramentas tecnológicas influenciam o aprendizado? E, mais do que isso, como fica o conhecimento e o papel do professor neste contexto? “Estamos lidando com uma geração que já nasceu inserida na tecnologia e está acostumada com ela. Cabe a nós buscarmos novos recursos pedagógicos para que tenhamos sucesso no nosso objetivo, que é educar”, reforça a secretária de Campo Bom. Ela acredita, também, que os novos equipamentos auxiliarão no combate à evasão escolar. “Quanto mais recursos audiovisuais tivermos, mais atrativa a aula ficará e automaticamente gerará mais interesse dos alunos em aprender”, completa a secretária. Assim como Eliane, a coordenadora de Educação Tecnológica da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo (IENH), Carolina Muller, aborda o fato de que os alunos, hoje, já nascem inseridos na realidade tecnológica. Assim, não há como deixar de questionar e levar a tecnologia para a sala de aula, de modo a tornar os processos de aprendizagem mais ágeis e significativos e estimular o uso das ferramentas tecnológicas para construírem o conhecimento.

Influência decisiva Nos dias de hoje, todas as novas ferramentas tecnológicas – cada vez mais acessivas e interativas – exercem influência decisiva sobre a aprendizagem, na medida em que influenciam todo o modo de perceber e estar no mundo. A afirmação é da especialista em Tecnologia Educacional e mestre e doutora em Educação, professora Helena Sporleder Côrtes. Ela, que atua na Pontifícia Universidade Católica (PUC/RS), defende o uso das novas tecnologias em sala de aula, mas, acima de tudo, aponta o professor como parte fundamental, primordial, no “comando” ou transmissão de qualquer tipo de conhecimento. “Se vivemos correndo, fazendo tudo ao mesmo tempo, convivendo mais com a Internet do que com as pessoas, falando no MSN ou mandando e-mails mais do que conversando, encontrando

100

| Revista Expansão

Seno Leonhardt: o conhecimento sempre será a essência da educação

os amigos mais no Orkut ou no Facebook do que ‘ao vivo’, anunciando o que fazemos mais pelo Twitter do que pelo contato pessoal, digitando em ‘internetês’ mais do que escrevendo em português, obviamente essa forma permanente de viver e conviver nos torna mais ansiosos, mais dispersivos, mais impacientes, menos reflexivos e, muitas vezes, mais alienados em relação ao que se passa ao nosso redor. Isso é trazido para a sala de aula e é um desafio constante à mediação do professor”, avalia Helena. O mais importante, de acordo com a professora, neste processo todo, porém, é a consciência do educador acerca da necessidade de explorar pedagogicamente este recurso, não esquecendo de que ele é, acima de tudo, “meio” e não “fim” da ação educativa.

Outubro/2010


Dinâmica atrativa Para o coordenador do curso de Robótica e professor do Instituto de Educação de Ivoti (IEI) Júnior Tiago Ben, a influência do mundo digital pode ser vista de formas distintas. De acordo com ele, primeiro, há o aspecto positivo da comunicação e da troca de conhecimento, de maneira muito dinâmica e ágil. As informações, diz o professor, circulam de forma muito rápida e novos registros podem ser compartilhados pela rede quase que instantaneamente à sua descoberta. “Isso possibilita um estudo mais dinâmico e mais atualizado, não dependendo de registros em papel. O jovem, em geral, gosta muito dessa dinamicidade e gama de possibilidades que a tecnologia lhe proporciona e, por isso, passa a ser um grande atrativo em sala de aula”, observa Ben.

Isso possibilita um estudo mais dinâmico e mais atualizado, não dependendo de registros em papel. O jovem, em geral, gosta muito dessa dinamicidade e gama de possibilidades que a tecnologia lhe proporciona e, por isso, passa a ser um grande atrativo em sala de aula. [ Júnio Tiago Ben ]

Aline de Melo Pires/Divulgação

Integração, praticidade e dinamismo são algumas das vantagens do uso da lousa eletrônica em sala de aula

Outubro/2010

Revista Expansão |

101


[ EDUCAÇÃO ]

O perigo do comodismo Por outro lado, analisa o coordenador, é preciso observar e orientar o aluno sobre o uso que toda esta dinâmica provoca na vida de cada um. Os vícios criados a partir desta liberdade, para Ben, podem acabar por contribuir negativamente. Não há, prossegue, necessariamente, a importância de assimilar todas as informações coletadas, pois há formas mais rápidas de buscar e utilizá-las sem que se tenha que refletir a respeito. “Está se criando um comodismo muito grande em relação ao que essas ferramentas nos possibilitam, não só pela informação em si, mas também pela falta de necessidade de interação com outras pessoas, o que chamo de impessoalidade”, completa o professor do IEI, que fica em Ivoti, no Vale do Sinos. A aprendizagem fundamental se dá no encontro com as pessoas e é a partir desta afirmação que o vice-diretor do Colégio Mauá, de Santa Cruz do Sul, no Vale do Rio Pardo, também coloca o professor como figura ímpar em toda esta discussão. “Mudam-se as ferramentas, mas o conhecimento continua sendo o mais importante. Uma informação acessada no computador continua sendo apenas uma informação se não for contextualizada e interpretada. O conhecimento é a essência da educação”, acrescenta o diretor-geral da IENH, Seno Leonhardt.

Para Carolina Muller, não há como negar a influência tecnológica na educação

102

| Revista Expansão

Por isso, salienta a professora da PUC Helena, ao invés de tentar “competir” com estes estímulos para atrair a atenção dos alunos, o professor deve, de um lado, aliar-se a eles, no sentido de integrar às atividades de classe aquelas ferramentas que possam ser usadas com fins educativos, associando-as ao seu projeto de ensino.

Controle e modernização Em seu artigo intitulado A Integração das Tecnologias na Educação, o especialista em educação José Manuel Moran, da USP, afirma que as tecnologias chegaram à escola, mas que estas sempre privilegiaram mais o controle e a modernização da infraestrutura e a gestão do que a mudança. “Os programas de gestão administrativa estão mais desenvolvidos do que os voltados à aprendizagem”, completa o professor em seu artigo. Helena concorda ao afirmar que este foi, e tem sido, um dos grandes equívocos do chamado processo de informatização das escolas: privilegiou-se a máquina em detrimento da formação dos recursos humanos capacitados para usá-la. O boom produzido pela necessidade de modernização escolar, prossegue Helena, para agradar às famílias, nas escolas privadas, ou para agradar aos eleitores, nas escolas públicas, encheu de computadores grande parte das instituições de ensino e os educadores ficaram à parte desta revolução. Para ela, em ambos os casos contemplou-se, primeiro, a área da gestão administrativa. “O que até pode ser compreensível, sob o aspecto da eficácia que a informática concede à busca e ao armazenamento de informações”, conclui a educadora da PUC.

Outubro/2010


Prefeitura de Campo Bom/Divulgação

As Mesas Interativas Educacionais, em Campo Bom, são recursos que atendem crianças na Educação Infantil, iniciando a afabetização

Complexidade Já para o coordenador do curso de robótica do Instituto de Educação Ivoti (IEI), trata-se de uma situação particular de cada instituição de ensino, que depende de vários fatores. Contudo, acrescenta, existem softwares com muita complexidade deO que até senvolvidos para a gestão educacional, sendo que poucas vezes percebe-se grandes projetos de depode ser senvolvimento de software educativo. “Outro fator compreensível, a ser destacado é que educação é uma parceria ensob o aspecto tre escola e família e a evolução no campo da tecda eficácia que nologia também depende dos conceitos das famílias a informática relacionados aos métodos de ensino e ferramentas concede à pedagógicas. Pois as mudanças desacomodam e geram desconforto em relação às nossas crenças”, busca e ao complementa o diretor geral da IENH. armazenamento Muitos são os desafios, assim como as novide informações. dades que não param de surgir. A mente das crian[ Helena Côrtes ] ças e jovens está cada vez mais aberta a estas mudanças e os transmissores do conhecimento não devem ficar atrás. Os especialistas são praticamente unânimes ao afirmar que a figura do professor, e de certo modo da família, ainda deve ser o de vigiar e orientar. Algo que não muda, não importa o tipo de tecnologia que aparecer. “É papel do educador, em casa e na escola, desenvolver as condições de mediar adequadamente esse processo de interação, filtrando, orientando, selecionando e encaminhando a reflexão crítica sobre vários conteúdos que circulam na rede, para tirar proveito das possibilidades de uso educativo deste recurso tão poderoso”, pondera Helena Côrtes.

Outubro/2010

Revista Expansão |

103


[ PELO MUNDO ]

Aprender Sistema escolar e modelos educacionais de outros países mostram que o Brasil ainda tem muito a crescer

Por Vitória Fischer Schilling

104

| Revista Expansão

E

studo recente realizado pela Unesco, o braço da Organização das Nações Unidas (ONU) para educação e cultura, mostra que o Brasil encontra-se em 88º lugar entre 128 países em um ranking de educação. Os quatro dados utilizados para avaliação são a taxa de alfabetização de adultos, matrícula na educação primária, igualdade de acesso à escola entre os gêneros e diferença entre o número de crianças que entram na 1ª série do Ensino Fundamental e concluem a 5ª série. Os primeiros colocados foram Noruega, Japão e Alemanha, e os últimos Etiópia, Mali e Niger, todos na África. Uma matéria publicada pelo site da Folha de S. Paulo em setembro deste ano mostra o Ranking Mundial de Universidades 2010-11 realizado pela Times Higher Education – e comprova que a famosa universidade Harvard, nos Estados Unidos, continua sendo a melhor do mundo. O país, aliás, abriga 15 das 20 melhores universidades, e nada menos que 53 entre as primeiras 100 mundialmente. Têm destaque na lista também a Inglaterra e outros países europeus, Canadá, China, entre outros. A melhor colocada do Brasil é a USP, na posição 232. Os dados de ambas pesquisas mostram que o Brasil ainda está engatinhando e que tem muito o que buscar em termos de educação. Alguns passos são dados pela evolução do ensino no nosso País, mas são pequenos, e muito desenvolvimento pode ser alcançado. A seguir, alguns exemplos de sistemas escolares de outros países, com curiosidades que variam desde alunos que recebem dinheiro do governo por estudarem, na Suécia, aos difíceis testes de admissão em universidades que causam stress e extrema competitividade entre os alunos japoneses.

Outubro/2010


Fotos: Divulgação

Japão, testes de admissão Bastante característicos do sistema educacional japonês são os testes de admissão, muito competitivos, tanto para escolas quanto para universidades. A maioria delas requer um exame para entrar – e, para conseguir estudar nas melhores, muitos estudantes frequentam cursos de preparação, chamados juku, além das aulas normais. Grande parte da vida escolar de um japonês é ditada pela busca pela entrada no ensino superior, já que, no país, uma boa universidade normalmente direciona a um trabalho bem remunerado em uma grande empresa. A competição entre os alunos é tão grande que atualmente se diz que o futuro de uma pessoa já é decidido por seus resultados entre 12 e 15 anos, ao entrar na escola certa para os últimos anos de estudo. Existe um teste padrão utilizado por muitas universidades japonesas, chamado Daigaku Nyushi Senta Shiken, que é realizado anualmente em janeiro, como uma espécie de vestibular. O teste é levado muito a sério pelos alunos e, se não passam, tornam-se ronin: estudantes que terminaram a escola mas não conseguiram entrar na universidade ainda, estudando por mais um ano até poderem tentar novamente.

Polônia, especialização já escolhida na escola Na Polônia, segundo a polonesa Asia Rolewicz, nos três últimos anos de escola, os alunos selecionam uma especialização, normalmente no campo da matemática, ciências, idiomas ou humanas. Todos os estudantes frequentam as mesmas aulas básicas, mas com ênfase e mais horas na especialização que escolheram. As notas nas escolas polonesas são classificadas em um sistema que vai de 1 a 6, em que 6 é a nota máxima. Existem notas intermediárias, como 3+, ou 4-, em que 4- é maior que 3+, por exemplo. Para passar de ano, é necessário no mínimo um 2. Já as universidades utilizam outro sistema, que varia entre 2 e 5 e em que 3 é a nota mínima para passar. Ao final do último ano de escola, os alunos fazem exames cujas notas determinarão se são aceitos na universidade.

Outubro/2010

Revista Expansão |

105


[ PELO MUNDO ]

Suécia, pagamento para estudantes

metade das aulas deva ser em sueco. Uma Friskola pode fechar se mudar ou impor um limite de número de alunos, enquanto a Kommun deve atender a todos os que quiserem estudar lá. Existem ainda as escolas privadas, mas são poucas no país. “Acho que são apenas duas na Suécia, e são extremamente caras. Somente os filhos de pessoas muito ricas ou da família real frequentam”, revela Wendels. As escolas privadas são a única forma de educação pela qual se precisa pagar na Suécia, todo resto é gratuito. Para ir à universidade, também gratuita, o aluno precisa de 2.250 pontos. Wendels explica que o cálculo destes pontos é feito, em média, com a equivalência de uma hora de aula por um ponto. Destes pontos, ao menos 750 devem ser de aulas de sueco, inglês e matemática. Os cursos de bacharelado têm duração de três anos e o mestrado de dois.

A Suécia tem três níveis escolares: a Grundskola, que é composta por nove anos obrigatórios, até os 16 anos; o Gymnasium, que não é obrigatório, até os 19 anos; e a Högskola, que é a universidade. Todos eles são gratuitos para os estudantes. A Grundskola e o Gymnasium são mantidos pelo Estado e administrados pelos municípios. Cada cidade recebe uma verba, que é convertida em um valor anual a ser distribuído para cada estudante, dependendo de quantos frequentam suas escolas, explica o sueco Christopher Wendels. No país, as escolas estão divididas entre as Kommun e as Friskola. As Kommun seguem um currículo padrão para todo o país e devem prover educação básica para todas as crianças em sua área de abrangência, ou seja, devem aceitar qualquer aluno vivendo na área, e, por isso, são muitas vezes consideradas de pior qualidade. As Friskola têm mais liberdade ao decidir o que ensinam, inclusive existem algumas com aulas em inglês ou em alemão, apesar de haver uma norma do Estado de que ao menos

Valores Fotos: Divulgação

Durante os anos de escola, os pais recebem do governo o equivalente a €100 (cerca de R$230) mensalmente por filho, mas a partir dos 16 anos o próprio filho recebe o valor – a condição, porém, é que ele vá a, no mínimo, 75% das aulas. Na universidade, quem somente estuda recebe €270 (cerca de R$600) mensais do Estado, por 12 semestres, desde que o aluno seja aprovado em 75% das disciplinas. Além deste valor, o governo também faz empréstimos e, se o aluno não tem outra fonte de renda além do que recebe do Estado, ganha também subsídio para moradia. Os empréstimos do governo devem ser pagos assim que o estudante tem alguma forma de renda. “Isto inclui juros em dinheiro guardado, venda de ações e propriedades”, conta Wendels. Somente não recebe os €270 do governo quem tem renda maior que €80 mil (quase R$180 mil) por ano.

Suíça, separação pelas notas A Suíça é dividida em 26 cantões (estados), e cada um tem um sistema educacional diferente e independente. Segundo a suíça Miriam Jäggi, a maioria dos alunos estuda em escolas públicas e gratuitas. No entanto, existem as escolas privadas, frequentadas normalmente por aqueles que não conseguem tirar as notas altas o suficiente para as instituições públicas. O ensino é dividido em seis anos de escola primária, três anos de secundária e quatro anos de ginásio. “Em alguns cantões, existem testes que os alunos fazem para entrar nas escolas secundárias, e são separados por escolas conforme suas notas, para os melhores alunos estudarem juntos”, diz Miriam. Para entrar no ginásio, quem tem boas notas na escola secundária não precisa fazer um teste. Para ingressar na universidade é necessário ter passado em seu Matura: as provas e um trabalho de conclusão no último ano do ginásio. É comum para alunos que terminam a escola, continua Miriam, terem um Zwischenjahr antes de irem para a universidade, ou seja, um ano em que vão para o exterior ou procuram um trabalho para juntar dinheiro.

106

| Revista Expansão

Outubro/2010


Estados Unidos, como nos filmes Escolas e universidades dos Estados Unidos são conhecidas pelo mundo por causa dos filmes – e a americana Emily Mahon confirma que o que assistimos na telinha condiz com a realidade. Ao final do high school, nosso Ensino Médio, ocorre o famoso prom, que é o baile de formatura, muitas vezes com escolha da rainha e do rei. As roupas usadas são formais, e é comum o garoto levar para seu par no baile um corsage, um pequeno buquê de flores usado como pulseira.

Para entrar na universidade, os alunos prestam exames chamados SAT e ACT, cujas notas ajudam a determinar sua aceitação ou não. “No final dos estudos na escola, preenchemos uma ficha com nossas notas, uma redação e informações pessoais para enviar a universidades. Eu escolhi enviar para seis universidades, o que é um número normal, mas conheço pessoas que enviaram muito mais”, conta Emily. As universidades então, selecionam, não baseadas somente nas notas, mas também em atividades extracurriculares das quais o aluno já participou, como clubes, esportes ou voluntariado, e enviam uma carta para os inscritos comunicando a decisão de aceitação ou não.

Universidade Normalmente os freshman, alunos do primeiro ano, devem morar nos dormitórios da universidade, com a possibilidade de morarem até o final dos estudos. Conforme Emily, o valor da universidade é bastante alto, portanto existem bolsas de estudo, mas normalmente para esportistas. Os estudantes formam-se em um major e um minor, explica Emily. O major é a especialização, o campo que quer seguir profissionalmente, e o minor é algum outro campo, não necessariamente relacionado com o major, em geral ligado aos interesses pessoais. “Estas escolhas dão mais flexibilidade e abrem o leque de opções para a carreira e possibilitam conhecimentos mais gerais”, diz. O sistema de notas é por letras: o A+ representa a maior nota possível de ser alcançada, seguida pelo A e A-, B+, B e Be assim por diante até o F, mas em geral pulando a letra E.

Outubro/2010

Revista Expansão |

107


[ Pensando Bem ]

César augusto corrêa da Silva Empresário cesarcor@terra.com.br

O “

A acumulação de saberes não prepara a criatura, ou melhor, não basta por si só como propulsor da descoberta.

108

| Revista Expansão

Sentimento de busca!

gesto inaugural da filosofia é aquele em que o pensamento não se reconhece no regaço de um saber que já se tem, mas no jogo de um aprender que não termina; não na segurança das respostas, mas na inquietude das perguntas; não no repouso finalmente conseguido do resultado, mas no movimento incessante da aspiração e da busca; não na arrogância triunfante da posse, mas na mendicância ansiosa do desejo.” Essa afirmação de Jorge Larrossa em seu artigo Saber y Educación de 1997, 13 anos atrás, não poderia ser mais claro e atual. É como se a postura fosse mais importante do que o conteúdo, pois é ela que garante a propensão à busca, à curiosidade, à pesquisa e à indagação. É o motor evolutivo do mundo em direção à sua melhoria e, por que não, às suas origens, há muito perdidas no turbilhão dos pensamentos descabelados do ser. Essa busca, alicerçada na inquietude da alma que mais pergunta do que responde, talvez seja a chave, a motivação, os motivos que há muito se perderam para muita gente. Parece que a morte da curiosidade vem junto com o conjunto de fórmulas cada vez mais prontas que se apresentam para explicar o mundo, restrito a uma tela de computador ou a uma televisão. A acumulação de saberes não prepara a criatura, ou melhor, não basta por si só como propulsor da descoberta. O desejo é uma faceta importantíssima, alicerçada na vontade. Sem vontade não

há desejo, ou será que o desejo vem primeiro? Quanto mais fácil se torna a conquista, mais difícil a manutenção do desejo com intensidade arrebatadora. E essa intensidade, com o tempo, parece diminuir. Por que será? Será que a ingenuidade, aliada da inexperiência, fã da utopia, prima da emocionalidade não serve mais para explicar o mundo, ou será que nos tornamos mais práticos e objetivos e conhecedores da natureza humana, como a velha frase: não adianta nada, não muda mesmo? Ah, que saudade do tempo em que acreditávamos mais no amor e na vida sem desconfiar ao extremo das agruras do caminho. Que inveja boa dá daqueles que mantém acesa essa chama de ideal e enxergam longe, sabiamente, que o sol vem depois da chuva de oportunidades travestidas de problemas e cheias de ensinamentos. O que normalmente acontece é idealizarmos em alguém um exemplo, um caminho, esquecendo que essa pessoa também é feita de “carne e osso”, como nós. Essa crença nos faz desacreditar do que é bom, puro e correto. Nesse caso, nosso foco está errado, pois não entendemos que não podemos exigir de ninguém essa postura, mesmo que ela nos seja exigida. O regato da consciência é nosso maior templo, fonte de eterno rejuvenescimento da alma e uma expressão do Criador na criatura, que, resiliente, se refaz em busca da perfeição atingível gravada no âmago do ser. Esta, nossa maior busca...

Outubro/2010


[ MULTIMÍDIA ]

Cegueira de Saramago

A Ilha do Tesouro foi o primeiro livro que li. O garoto inglês Jim Hawkins embarca numa inesquecível viagem além-mares com todos os ícones criados - como o pirata da perna-de-pau e o papagaio-ajudante -, deixando uma pacata vida de infância para trás e movendo-se entre piratas experientes. Um rito de passagem e tanto. A narrativa de ação e os cenários de época descritos pelo texto são extraordiná-

Minha dica de literatura é para prestar uma homenagem ao escritor português recémfalecido José Saramago. Gosto de dois exemplares de suas criações: Intermitências da Morte  e Ensaio Sobre a Cegueira. O estilo de sua narrativa é único. O comum é lermos somente traduções de textos de autores consagrados. É muito legal ler um livro de um autor reconhecido internacionalmente na sua versão original, em português.

Marco Aurélio Kirsch Diretor de Relações Institucionais da ACI de Novo Hamburgo

O Verdadeiro Poder, do consultor Vicente Falconi, aborda questões básicas quando o assunto é desenvolver um projeto e garantir o alcance dos objetivos de uma organização. As experiências empresariais do autor são usadas como forma de ilustrar as lições que um bom profissional deve aprender, como analisar corretamente os resultados, estabelecer metas e apontar soluções para a equipe. Tudo de forma clara e objetiva. Vítor Augusto Koch Presidente da FCDL-RS Porto Alegre

Livro: A Ilha do Tesouro, autor Robert Louis Stevenson, Editora Paulus

Livro: O Verdadeiro Poder, autor Vicente Falconi, Editora Indg Tecnologia e Serviços Ltda

rios. Recomendo há uns 39 anos!

Outubro/2010

Cláudia Pisco/Divulgação

Gestão inovadora Divulgação

O primeiro de muitos

Carlos Kuyven Médico da Clínica Kuyven Porto Alegre Livro: Ensaio Sobre a Cegueira, autor José Saramago, Editora Companhia das Letras

Revista Expansão |

109


[ lado b da publicidade ]

graziela@revistaexpansao.com.br

dez afirmações de... As

Festa no mar com Coca-Cola Clothing Trocando o navio pelo mar, em algum lugar do Pacífico, onde mergulhos intensos buscam novas experiências. Esse é o clima da campanha primavera-verão 2011 da Coca-Cola Clothing, que está “atracando” em centenas de lojas brasileiras. A campanha tem assinatura do Núcleo Moda&Comportamento, da e21 (Grupo MTCom). O tema Coke Cruise retrata viajantes que querem aproveitar cada porto ou cidade onde chegam. O trabalho foi clicado pelos fotógrafos Fábio Bartelt e Lucas Pupo (fotos submarinas). A campanha também conta com catálogo, look book, painéis e outdoor.

Investimento em equipe A Super Comunicação contratou para a sua área de Criação a dupla Henrique Kubinski, com passagens pela Parla, Blink, HappyHouseBrasil e São Jorge, e Rafael Lopes, redator que já atuou na Duplo M, Parla, Dez e e21. Já a área de Atendimento da agência passa a contar, agora, com Caroline Zimann, ex-MPM e Ag 407, para as filiais de Curitiba.

Daishi Pais/Divulgação

Cenários de linhas retas e angulares dão o ar de modernidade sugerido pela campanha primavera-verão 2010/2011 da Stéphanie Classic, feita pela G3 Comunicação. O design e a arquitetura urbana são pano de fundo dos trabalhos, que exploram os conceitos de contemporaneidade e minimalismo.

Eduardo Carneiro/Divulgação

Stéphanie explora AMBIENTES

Novo conceito na QG A QG Propaganda, com sede em Porto Alegre, São Paulo e Recife, está de cara nova. A identidade está baseada no conceito, intitulado pela equipe, Inovação: Não fale, faça. Esta atitude será adotada pela agência pelos próximos três anos para melhor se posicionar no mercado. A proposta da mudança é também melhorar a relação com os clientes, em franco crescimento.

Linha Fun na versão Tropical A AlmapBBDO criou a campanha da coleção Fun Tropical, d’O Boticário, versão da consagrada linha Fun, e traz produtos com cores vivas e inspirados em frutas e drinks tropicais. Outra novidade é a criação de uma personagem, a Pin-Up, que surge em versão moderna e irreverente.

1) Publicitário é: Curioso 2) Viver a profissão é: Trabalhar muito e ser feliz com isso 3) Ética e criatividade são: Base 4) O Pelé da criação é: Marcello Serpa

DCS cria para os 100 anos da Salton

110

| Revista Expansão

5) As redes sociais são: Interação Raúl Krebs/Divulgação

Para a campanha da DCS Comunicações sobre os 100 anos da Vinícola Salton, foram criados anúncios que homenageiam o cliente. Com a ideia de que toda vez que o consumidor abre uma garrafa está servindo também a história da marca, a Salton divide as comemorações nesta data em anúncios veiculados nos principais jornais e revistas do Estado. A Salton foi criada no final do século 19 na Serra Gaúcha por imigrantes italianos, sendo instituída comercialmente em 25 de agosto de 1910. Hoje é considerada uma das maiores e mais antigas vinícolas familiares do Brasil.

... Rodrigo Fagundes , 32 anos, é natural de Taquara, graduado em Publicidade e Propaganda e Pós-graduado em Marketing pelas Faculdades de Taquara (Faccat). Iniciou a carreira há 15 anos, na Assessoria de Comunicação da Faccat, onde segue até hoje desenvolvendo campanhas para a instituição. Há oito anos, é diretor de Criação da Invento Propaganda, da qual é sócio e fundador. A agência, localizada em Taquara, atende a clientes dos setores calçadista, de varejo e de serviços, trabalhando principalmente com o foco em design, com destaque para publicidade da moda, bem como o desenvolvimento de estamparias e padronagens.  O publicitário tem no seu portifólio campanhas criadas para Calçados Bibi, Citral, Endutex Brasil, BannyPel e Unimed Encosta da Serra. Destaque à campanha desenvolvida para Unimed  Encosta da Serra de apoio à Oktoberfest de Igrejinha, vencedora do 15º Prêmio de Marketing da Unimed nas categorias Júri Popular e Júri Técnico.

6) Uma marca: Coca-Cola 7) Boa publicidade é: A que vende 8) Seu momento inesquecível: A conquista da primeira conta 9) Cliente bom é: Cliente feliz 10) Principais clientes: Unimed Encosta da Serra, Citral, Calçados Diversão, Prefeitura de Taquara, BannyPel e Sapatu’s

Outubro/2010


[ BOOK ]

O

Divulgação

cenário é bem conhecido dos porto-alegrenses, o Moinhos de Vento, bairro célebre pela sofisticação. Muitos sobrenomes tradicionais da capital gaúcha habitam ou já moraram lá. Pois este é o local escolhido pela empresária e consultora de Marketing Ana Cristina Klein, para ambientar o seu primeiro romance. Trata-se da história de uma mulher ambiciosa em busca de um bom partido para casar, decidida a ir às últimas consequências, após ter desperdiçado algumas chances quando era mais jovem. Este é o resumo da obra Moinhos de Sangue, contada em 192 páginas. Embora seja uma empresária bemsucedida e bonita, a personagem principal, Bia Tognazzi, nunca encontrou um namorado à sua altura. Chegou a ter um affair com o filho de sua empregada, Ualdisnei, mas o dispensou depois de fazê-lo de gato e sapato. Mas com a idade chegando, resolve reaver sua melhor chance de amar. “Bia percebe que os melhores homens já têm compromisso, por isso resolve matar a esposa de Ualdisnei, delegado cotado para ser o novo secretário de segurança do Estado, e com isso tê-lo na mão”, entrega a autora.

Cidade A obra tem todas as características de um folhetim, só que contemporâneo e recheado de muito humor. Pelas ruas do bairro nobre, entre elas, a mítica Padre Chagas, desfilam endinheirados em seus carrões, peruas, vigaristas e todo o tipo de personagens. “Escrevi uma sátira daquela área da cidade e, mesmo com toda a psicopatia da Bia, os leitores torcem para que ela se dê bem”, enfatiza Ana Cristina. Moinhos de Sangue foi lançado originalmente em 2006. Para esta nova edição, o texto foi retrabalhado, com o aprimoramento do desenrolar da história. A narrativa é ágil, com muitos diálogos, geralmente curtos, o que contribui para dar fluência ao livro. O interessante é ver as referências à capital gaúcha, seja nos restaurantes, hotéis, clubes e demais locais onde a história acontece. Ao final de cada capítulo, há uma citação dos personagens em forma de coluna social, uma bela sacada da autora para reforçar o universo da trama. Ana Cristina frequentou as oficinas literárias de Charles Kiefer. Esteve presente nas antologias 102 que contam, 103 que contam e 104 que contam, Porque hoje é sábado e Outras mulheres. Por conta de sua atividade profissional viaja bastante ao exterior, o que contribui para a criação e desenvolvimento de suas obras. O livro é uma publicação da Editora Dublinense (www.dublinense.com.br).

vento e sangue Moinhos de

Obra ambientada em bairro nobre da capital usa o bom humor para contar a história de uma mulher no limite

Outubro/2010 Setembro/2010

Por Cláudio Rocha das Neves

Revista Expansão |

111


[ PERSONALITY ]

O ator gaúcho Leonardo Machado comprova talento e versatilidade na televisão e no cinema Por Aline de Melo Pires

A

os dois anos de idade, ele já surpreendia a família. Devidamente caracterizado, imitava o cantor Sidney Magal e representava papéis que inventava para os amigos. A “veia artística” de Leonardo Machado, 34 anos, já se mostrava cedo, dizem os pais, dona Sandra e seu Loureni. E logo vieram as passarelas para desfiles de roupas infantis. “Ele sempre foi tudo o que uma mãe deseja”, garante dona Sandra. E ela não se refere somente ao talento artístico do filho, que coleciona, entre outros reconhecimentos, o Kikito de Melhor Ator no Festival de Cinema de Gramado do ano passado – pelo filme Em Teu Nome. Este porto-alegrense acaba de participar da minissérie Na Forma da Lei e também esteve no elenco da novela Viver a Vida, ambas produções da Rede Globo.

Orgulho Ao lado dos pais, ele conversou conosco em um encontro na Serra Gaúcha, durante a edição deste ano do Festival de Cinema de Gramado e comprova a imagem de “moço de família”. Filho mais jovem de três, enche a todos de orgulho principalmente pela gentileza e preocupação com os outros. A mãe não perde uma oportunidade de estar perto dele, quando está no Rio Grande do Sul. Dona Sandra também não esquece de preparar o prato que o filho mais gosta: feijão mexido com bife acebolado. E, além de ver Leonardo atuando, o grande prazer de seu caçula, ela gosta de vê-lo cuidar dos cavalos e de montá-los na estância, que a família tem em Bagé.

112

| Revista Expansão

Repercussão Leonardo se diz muito contente com a repercussão de suas atuações. Em Teu Nome segue até agora em cartaz em alguns cinemas do Estado, já foi apresentado em vários países como Inglaterra, Estados Unidos, México, Irlanda e Colômbia. Também ficou satisfeito com a participação na novela da Globo, de Manoel Carlos, que lhe deu ainda mais visibilidade. E a minissérie pode voltar em uma segunda temporada. “Mas as pessoas precisam entender que uma carreira de ator, como qualquer outra, é uma construção, como uma casa. Existe um alicerce, uma base, sobre a qual virá todo o resto. Eu fiz escola de teatro com o Zé Adão Barbosa, comecei no teatro e participei daquela espécie de movimento da volta do Super 8 ao cinema de Porto Alegre”, explica o ator. Então, continua, chegar à televisão em uma grande rede nacional vem de uma construção muito bem planejada.

Paixão e sensações E aqui ele começa a falar da paixão que tem pela arte de representar, seja no palco, na televisão ou na grande tela do cinema. Encarnar personagens, diz, pode ser visto como uma grande terapia, tamanha são as sensações novas e diferentes para cada um deles. Para ele, não há como desvincular o ator do personagem. Experimenta-se tudo, o tempo todo. Mesmo sendo um profissional versátil para as três formas de representar, é no teatro que Leonardo Machado encontra sua maior realização. “O teatro é a arte do ator, se não tiver som ou luz, a peça pode sair igual”, pondera. Filho da escola gaúcha, Leonardo se mostra muito contente com o reconhecimento que atores e atrizes de televisão do Rio Grande do Sul têm no centro do País. Gaúcho que chega ao Rio de Janeiro ou São Paulo, comenta, é sempre bem recebido. “O trabalho de curtas-metragens feito aqui (RS) colocou o termo no dicionário do cinema nacional”, exemplifica. Pois, há cerca de dez anos, a intensa produção de curtas no Estado projetou o gênero para o resto do Brasil. Por outro lado, ele lamenta a dificuldade, inversamente proporcional, que o teatro gaúcho enfrenta no Sudeste. “É mais fácil levarmos peças daqui para Buenos Aires do que para São Paulo, Rio de Janeiro ou Minas Gerais”, diz.

Outubro/2010


Aline de Melo Pires/Especial Outubro/2010

Revista Expans達o |

113


[ SOUNDS ]

Por Graziela Dannenhauer

E

les se olhavam “tortos” nas competições artísticas realizadas pelos Centros de Tradições Gaúchas (CTGs), as tradicionais Invernadas. Ambos tocavam violão e eram adolescentes. Depois de um tempo, começaram a conversar nas rodas de cerveja, onde cantavam e tocavam outros estilos, entre eles, principalmente, o sertanejo - influência musical

114

| Revista Expansão

que ambos carregam de família. O grupo começou a elogiá-los, a amizade estreitou e surgiu a ideia de formarem uma dupla. E assim começaram a tocar em bares da região. A amizade é um sentimento que fortaleceu com o passar dos anos e a cumplicidade foi ficando cada vez mais forte. Hoje, se um está em apuros, o outro é chamado para socorrê-lo. Eles querem é fazer sucesso e no começo de suas carreiras isto ainda estava um pouco longe de acontecer.

Divulgação

Cairon e Gustavo juntos desde os tempos dos CTGs

Cairon & Gustavo são naturais do Vale do Sinos e despontam no mercado estadual da música, com o estilo universitário da vertente do Centro-Oeste do Brasil

Outubro/2010


Cairon, 32 anos, é natural de Campo Bom, e quando tinha 22 anos quis vender o seu violão. Estava desiludido por já estar há algum tempo na estrada musical sem muito retorno. E ficou mais ainda depois que ele e Gustavo, 31, que mora em São Leopoldo, gravaram três músicas para enviarem ao Programa Raul Gil, que estourou na época no SBT. “Não tivemos nenhum retorno”, lembra Gustavo. “Daí eu tive que comprar o violão do Cairon porque ele largou tudo”, acrescenta o parceiro musical. Cairon seguiu trabalhando como representante musical e Gustavo, tocando em bares e ainda em CTGs da região. De alguma forma, tinham que ganhar dinheiro.

Nova chance

A amizade se manteve e depois de quase cinco anos, foram tentar a sorte em São Paulo em uma viagem muito louca. Gustavo e o seu amigo, Gabriel, que voltara da Europa, iam viajar por aí. E Cairon ligou para Gustavo naquele dia para saber o que eles iriam fazer. Pediu alforria à esposa, e seguiu na estrada com os amigos. No meio do caminho, Cairon sugeriu fazerem uma audição no Raul Gil e o consenso do grupo foi imediato. O coordenador da audição se maravilhou com eles, mas depois de um longo período souberam que o programa fora vendido para a Band e tudo feito até ali caiu por terra.

Um outro caminho Desiludidos com a proposta de tentar a sorte da dupla pelo Sudeste do País, começaram a focar aqui, em terras tradicionalistas. A peleia foi brava, mas encontraram um jeito. Cairon continuava com suas composições e Gustavo na melodia e na composição final. Em 2006, estoura César Menotti e Fabiano. “E vi que a dupla fazia releituras de modões com um ritmo mais rápido e com sanfona. Neste momento, pensei: esse é o nosso caminho, o sertanejo universitário”, conta Gustavo.

Sucesso garantido

E vi que a dupla fazia releituras de modões com um ritmo mais rápido e com sanfona. Neste momento, pensei: esse é o nosso caminho, o sertanejo universitário.

Então, começaram a montar o projeto e, em 2007, formaram a banda. As casas noturnas não tocavam o estilo e a primeira proposta foi feita ao Bar Alternativo, que até hoje tem os jovens em sua agenda. E buscando outros caminhos, foram para Porto Alegre, onde apenas o Be Happy, na Cidade Baixa, acreditou na dupla. “Depois disso, as portas se abriram para tudo mais. Fomos pioneiros aqui no sul com o sertanejo universitário”, destaca Cairon. O complicado, explica a dupla, é conseguir levar o show até o interior do Estado por causa da cultura gauchesca. “Mas quando as pessoas assistem, elas se entregam ao estilo e o sucesso é garantido”, diz Gustavo.

Gravações e shows O primeiro CD foi gravado na São Leopoldo Fest em 26 de julho de 2007. Abriram shows sertanejos no Estado e em Santa Catarina, e, em fevereiro de 2010, participaram do Planeta Atlântida (RS), sendo a única dupla gaúcha. O primeiro CD tem 21 músicas, seis delas autorais, e o segundo CD deve ser lançado em outubro, com 17. E o DVD está previsto para abril de 2011. Neste mês, a dupla começa uma turnê pelo Brasil. Sucessos como Cadê Você; Não Me Diga Mais Nada; Peraí, e Hino Nacional dos Cachaceiros do Brasil já garantem belos espetáculos desta dupla de gaúchos humildes, guerreiros e persistentes, que acreditam em seus ideais custe o que custar. Informações em www.caironegustavo.com.br.

Outubro/2010

Revista Expansão |

115


[ FOTOGRAFIA ]

Rio dos Sinos

Uma vida que resiste bravamente Jornalista e fotógrafo lançam livro que aborda a história de um dos mais preciosos recursos naturais da região Por Aline de Melo Pires Fotos Guto Maahs/Divulgação

116

| Revista Expansão

Q

uando questionadas, talvez a maioria das pessoas diga que a poluição e a degradação do Rio dos Sinos sejam as primeiras impressões que vêm à mente. Também, pudera, não poderia ser diferente diante das notícias e das catástrofes que assolam um dos principais rios de nosso Estado. No entanto, um belo trabalho, de dedicação, esforço e, sobretudo, paixão, vem mostrar um outro lado digno de toda a exploração possível. O Rio dos Sinos é belo, é sedutor. E, para (re) apresentar esse perfil à sociedade, dois profissionais – das lentes e das letras – se uniram em um trabalho que começou há cerca de dois anos e resultou no livro Rio dos Sinos – O Sinuoso do Sul do Brasil. O fotógrafo Guto Maahs e o jornalista Martin Behrend acabam de lançar a obra que tem estimulado um outro olhar sobre o que temos por perto há muito tempo. O livro, com 200 páginas, é uma publicação da Um Cultural (www.umcultural.com.br). A expedição começou em 2008 e o fotógrafo se mostra satisfeito também pelas relações que construiu ao longo desta jornada. “Conheci lugares que não podia imaginar. Encontrei pessoas que foram muito solícitas e me ajudaram a encontrar locais praticamente intocados”, destaca o fotógrafo Guto Maahs. Já Behrend, buscou referências por meio de conversas com pessoas que têm lembranças e vivências do rio. Para o jornalista, que realizou uma pesquisa bibliográfica e foi a campo conhecer pontos diferentes do Sinos, o livro propõe um desafio: conhecer e preservar o Rio dos Sinos. “Ele tem uma vida que resiste bravamente e que merece ser preservada”, explica.

Outubro/2010


Riqueza e desenvolvimento Ele nasce no Caraá, passa por várias cidades dos Vales do Paranhana e Sinos, até desaguar no Guaíba. São 190 quilômetros de percurso. Fonte de riquezas e desenvolvimento, atraiu colonizadores que ajudaram a construir o Rio Grande do Sul. Há historiadores que defendem o nome Sinos referindo-se às sinuosas curvas do rio. Derivaria do latim Sinus (sinuoso). Uma versão ligada à religião tem supostos sinos dos jesuítas encontrados nas águas. A sua importância econômica para o Vale do Sinos deu nome à região. De acordo com o Conselho Regional de Desenvolvimento, o Vale é composto por 20 cidades e mais de 1,3 milhão de habitantes, o que representa 12% da população gaúcha. São mais de mil e trezentos quilômetros quadrados abastecidos pelo rio. A população é formada principalmente por imigrantes alemães.

Outubro/2010

Os autores Guto Maahs atua no mercado fotográfico e das artes plásticas desde 1997. Em 2000, a exposição Sumaj Jallpa - Uma viagem ao Deserto de Atacama retratava sua passagem pelo Chile. Produziu imagens para livros do poeta Rafael Vecchio e para o projeto Poesia na Escola, da prefeitura hamburguense e Fundação Abrinq. Expôs, em 2006, no Salão Jovem Artista, do Museu de Artes do Rio Grande do Sul – Margs e Grupo RBS. Participou da Bienal B de Porto Alegre com a mostra coletiva Linhas de Trabalho, em 2009. Em 2010 realizou a expedição fotográfica para a sua primeira publicação: o livro de fotos do Rio dos Sinos. Martin Behrend é graduado em Jornalismo pela Unisinos desde 2001. Foi editor da Revista Expansão e diretor do Jornal de Gramado. Realizou coberturas jornalísticas internacionais na Alemanha, África do Sul, França, Inglaterra e Estados Unidos. É autor do livro O 5 de Abril - O primeiro jornal de Novo Hamburgo, lançado em 2002. Atualmente, é editor e apresentador da Rádio ABC 900, do Grupo Editorial Sinos. O livro de fotos do Rio dos Sinos é a sua segunda publicação.

Revista Expansão |

117


[ Sem Fronteiras ]

Uma volta ao Velho Mundo Praia Navagio, na ilha grega de Zakynthos

118

| Revista Expans達o

Outubro/2010


Isabel, Fernanda e Alexandre Ludwig no Aiguille du Midi, um dos picos do Alpes Franceses, com altitude de 3.842 metros

Hamburguense faz tour pela Europa, do frio dos Alpes ao calor das afrodisíacas praias gregas

F

Por Isabel Cristina Sperb Fotos Arquivo Pessoal

ernando Pessoa dizia que “navegar é preciso, viver não é preciso.” Para mim as duas coisas andam juntas, pois navegar, ou seja, viajar e viver, é preciso. A sensação de chegar em um aeroporto e embarcar rumo a um lugar distante, sem saber o que te espera, seja aventura, diversão, conhecimento ou simplesmente curtição, não tem preço, como diz aquela propaganda. Pois é, em um belo domingo de junho, partimos - Fernanda (minha filha), seu namorado Alexandre Ludwig e eu - rumo ao Velho Mundo. Embarcamos em Guarulhos (São Paulo), no Brasil, em um voo para Amsterdã, na Holanda. Serviço de bordo nota dez, comida a todo instante, vinho chileno nos intervalos e bons filmes para curtir nas mais de 10 horas de viagem. Chegamos à capital holandesa, atravessamos o aeroporto gigantesco correndo, literalmente, pois nossa conexão para Paris já estava saindo. Visitamos os pontos turísticos mais tradicionais de Paris e Roma, mas vou me concentrar em outros locais de nossa viagem, como Suíça e Grécia.

Onde Fica?

Grécia

A Grécia é um país europeu que tem os continentes asiáticos e africanos como seus vizinhos. É o berço da Democracia, da Filosofia, dos Jogos Olímpicos, da Literatura, da Historiografia, da Ciência Política, dos mais importantes princípios matemáticos e do teatro ocidental. A maior parte do país consiste em numerosas ilhas.

Outubro/2010

A sensação de chegar em um aeroporto e embarcar rumo a um lugar distante, sem saber o que te espera, seja aventura, diversão, conhecimento ou simplesmente curtição, não tem preço (...) Revista Expansão |

119


[ Sem Fronteiras ] Suíça Saímos de Paris pela estação Gare de Lyon em um trem (TGV) que cobriu cerca de 500 quilômetros em apenas três horas até Genebra, na Suíça. Cidade limpa, bonita, a terra da precisão, pois as maiores relojoarias do mundo estão ali. O Jet d’Eau, uma das maiores fontes do mundo, fica no Lac Léman (Lago de Genebra) e é um dos mais famosos marcos da cidade. Situado no ponto onde deságua o Lago de Genebra, no Rio Ródano, é visível de toda parte, mesmo voando sobre a cidade a uma altitude de 10 quilômetros. Em Genebra, fomos a uma agência internacional de aluguel de carros, que já havíamos reservado com antecedência ainda no Brasil, para seguirmos em direção aos Alpes Franceses. Primeiro, fomos para a cidade de Annecy, município francês, que, se alguém não conhece, sugiro que visite. É uma das cidades mais lindas do mundo com suas vielas e casas construídas entre os séculos 10 e 19, um lindo lago azul turquesa (fama de ser um dos mais limpos do mundo) e montanhas ao redor. Partimos depois de alguns dias rumo a Chamonix, outra cidade francesa, aos pés do Mont Blanc, com suas estações de esqui, teleféricos e o charme dos Alpes. Recomendo a subida de teleférico ao Aguille de Midi (com altitude de 3.842 metros), onde a neve é eterna e o visual é deslumbrante! Estávamos lá em pleno verão europeu e os montes estavam nevados e a meteorologia estava prevendo mais neve para as montanhas. Ah, tomem a sopa no restaurante no alto da montanha, é servida em canecas, com muito queijo e crutton, levanta o ânimo de qualquer um que se sinta cansado, com frio e tonto pela altitude. Saimos de Chamonix e voltamos a Genebra para voarmos para Roma, na Itália. A chegada foi muito tarde. O aeroporto de Fiumiccino fica bem longe do centro e a dica é, claro, sempre negociar os valores das corridas de táxi. Roma à noite, com seus monumentos iluminados, é fascinante! E claro, me emocionei demais ao conhecer o Coliseu.

Atenas e as mímicas

Acima, Ludwig na Torre Eiffel, em Paris. No meio, Fernanda nada nas límpidas águas do Mar Mediterrâneo na Grécia. E abaixo, o constraste de Isabel e Ludwig, em Chamonix, nos Alpes Franceses.

120

| Revista Expansão

De Roma partimos para Atenas, que já na chegada nos reservou uma surpresa: uma das malas de Alexandre tinha resolvido ficar na Itália. Por sorte, havíamos colocado roupas e casacos que não usaríamos mais no decorrer da viagem em outras malas. Partimos de táxi para o nosso hotel em Atenas, que mesmo num final de tarde, fervia num calor de 40 graus. Sufocante! Deixamos nossas bagagens nele e fomos desvendar a cidade. Descobrimos que o pessoal do metrô estava em greve, os táxis pareciam não querer nos levar a lugar algum, pois fazíamos sinal (na Grécia praticamente só fazíamos sinais, pois tudo que os nativos falavam, era “grego” para nós!) e nenhum parava. Até que conseguimos um que nos deixou na Acrópole de Atenas, que ficou famosa pela construção do Parthenon, suntuoso templo em honra à deusa Atena, ricamente construído em mármores raros e ornado com esculturas, com recursos originalmente destinados a patrocinar a guerra contra os Persas. No dia seguinte, embarcamos para a ilha de Zakynthos, que fica a cerca de 40 minutos de avião de Atenas. O avião foi um caso à parte, era de hélice e fazia um barulho ensurdecedor. A ilha, também chamada Ilha de Zante, fica no Mar Jônico, entre a Grécia e a Itália. É tudo aquilo que a gente vê em filmes, propagandas ou na nossa imaginação! É um sonho! Cheia de montanhas, com milhares de árvores centenárias de oliveiras, que é a principal fonte de renda dos gregos, depois do turismo.

Outubro/2010


Fernanda e o namorado Ludwig na Acrópole de Atenas, onde fica o Parthenon, na Grécia Antiga

Comida temperada No aeroporto de lá também já nos esperava um carro (imprescindível, pois a ilha é extensa), que nos transportou de um ponto a outro da ilha, na base do GPS, que também levamos emprestado daqui (aparelho maravilhoso, que nos guiou tanto na França e na Suíça, quanto na Grécia). Povo simpático, pelos sorrisos, pois era a única maneira de nos comunicarmos com os habitantes. Pouquíssimos enrolavam o inglês. Teve uma passagem muito engraçada em que a Fernanda ficou mal do estômago e decidimos voltar para a nossa pousada, onde se encontravam duas funcionárias e duas senhoras de idade, que depois soube que eram a mãe e a avó da dona da pousada. A Fernanda estava mal porque a comida lá é muito temperada, então lembrei de ter visto muita macela (o chá) e orégano pelas estradas (que perfumam profundamente o ar da ilha) e decidi “tentar” perguntar para as senhoras se aquilo realmente era o chá que eu estava pensando. Foi muita mímica do Ludwig (que fazia o som de quem estava passando mal) e minha (que mostrava as folhas do chá nas mãos e indicava para o Ludwig), parecíamos todos loucos, gesticulando, e as mulheres falando alto umas com as outras, tentando entender o que queríamos. E elas entenderam! Foi muito legal! Elas fizeram o chá, a Fernanda tomou e ficou melhor.

Praia Navagio A praia mais bela da ilha é Shipwreck, também chamada de Praia Navagio, de um azul arrebatador, emoldurada por rochedos brancos com centenas de metros, onde só se chega de barco.Tanto um banho de mar lá, quanto a vista panorâmica que se tem da praia do alto, são inesquecíveis. As chamadas blue caves, que são cavernas onde se chega somente de barco ou nadando, no meu caso de barco (sou um tijolo dentro da água) também foram marcantes. Os últimos dias de sol e banho de mar fecharam com chave de ouro nossa viagem, tão planejada e aguardada, pois foram meses reservando hotéis, passagens, discutindo roteiros, adicionando lugares e deixando outros para uma próxima.

Outubro/2010

Revista Expansão |

121


[ ANIVERSÁRIO ]

ACI 90 anos C

A história Os primeiros 20 anos da ACI foram de estruturação. A partir dos anos 30, Novo Hamburgo foi marcada pelas transformações regionais e nacionais. Surgiu a necessidade de uma sede para a ACI. A década de 40 foi acentuada pelos avanços tecnológicos, a economia da região prosperou. Em 1941, no contexto da 2ª Guerra Mundial, a ACI passou a integrar a Sub-Comissão do Controle de Abastecimento Público, reivindicando que a gasolina não fosse racionada aos industriais da região. O constante envolvimento da ACI em questões de grande relevância para o setor industrial foi a principal marca nos anos 50.

122

| Revista Expansão

Uma das mais representativas entidades do RS completa nove décadas de atuação Por Aline de Melo Pires

Divulgação

oragem, pioneirismo e muito trabalho. Estas foram algumas das prerrogativas de um grupo de comerciantes que lideraram a criação daquela que viria a ser uma das mais representativas entidades do Rio Grande do Sul. Foi em 1920 que estes homens, comerciantes do segundo distrito de São Leopoldo, ao perceberem a necessidade de uma organização e da união pelo associativismo, fundaram a Associação Comercial de Novo Hamburgo. A data era 18 de outubro de 1920, bem antes da emancipação hamburguense, que viria a acontecer em abril de 1927. A ACI foi peça fundamental no estímulo ao desenvolvimento do comércio e da indústria da região. Para celebrar estas nove décadas de atuação, a entidade reúne a sociedade em uma grande festa na noite de 18 de outubro, na Sociedade Ginástica. As comemorações também incluem o lançamento de um livro, produzido pela Universidade Feevale, que conta toda esta trajetória. A publicação Uma trajetória de valor – Os 90 anos de Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha é de autoria de Magna Magalhães e Inês Reichert e teve a participação da equipe do Instituto de Ciências Humanas, Letras e Artes (Ichla) da Feevale.

Primeira sede da entidade antes da emancipação de Novo Hamburgo

A conjuntura da economia nacional não foi positiva para a região, que com a imposição de restrição ao crédito bancário não acompanhava o que se denominou de “anos dourados”. Com o aumento do prestígio também cresceu o número de associados e veio a necessidade de uma nova sede. A importação de equipamentos para o setor calçadista, no final da década de 50, permitiu a renovação industrial. Novo Hamburgo inseria-se no mercado nacional. Em 1963, com grande participação da ACI, empresários do setor coureiro-calçadista organizaram a primeira edição da Fenac. A partir de 1969, as exportações passaram a ter um grande peso para a indústria calçadista gaúcha. A década de 70 foi marcada pela ênfase na exportação dos calçados produzidos no Vale do Sinos e pela atuação da ACI como incentivadora dos novos rumos da produção coureiro-calçadista da região.

Qualidade Iniciam-se cursos na área de Informática, sendo o primeiro deles voltado ao tema Multimídia. O ano de 1997 marcou a implantação do Comitê Regional da Qualidade VS. Em 98 foi instalada a Fundação Desenvolvimento Ambiental – Fundamental e, em 2000 houve a primeira participação da iniciativa inédita do Estande Coletivo do RS, na Couromoda, em parceria com a Sedai. No mesmo ano foi inaugurada a Regional ACI Campo Bom. Um ano depois, a entidade recebia a medalha bronze do Programa Gaúcho de Qualidade e Produtividade – PGQP. E, em 2002, foi instalada a Regional ACI Estância Velha. O ano de 2003 marcou o recebimento do troféu bronze pelo PGQP. A associação integra o comitê que se reuniu em Brasília para cobrar maior agilidade nas obras de melhorias da BR-116 e BR-448. Em 2009, foi inaugurado o novo auditório da ACI.

Outubro/2010


Fatima Daudt,

desafios e conquistas Divulgação

E

Fatima representa a entidade que defende os interesses das empresas do Vale do Sinos

m 18 de outubro, no aniversário da entidade, a presidente Fatima Daudt está há quase quatro anos consecutivos à frente da ACI, sua gestão termina em dezembro de 2011. Ela é a primeira mulher a ocupar este cargo e, nesta entrevista, fala sobre a trajetória da entidade que hoje tem 1.200 empresas associadas. A ACI é uma das entidades mais representativas no cenário econômico gaúcho. A que se atribui esta posição? Somos pró-ativos, preventivos ou reativos, dependendo da necessidade. Temos estratégias bem definidas e entendemos que crescimento sustentável é o desenvolvimento capaz de suprir as necessidades da geração atual, sem comprometer a capacidade de atender às necessidades das futuras gerações. Movimentamo-nos junto aos governos, instituições de ensino, empresas e entidades parceiras. Quais as principais conquistas e quais os maiores desafios da entidade?

Outubro/2010

Primeira mulher a ocupar a presidência, em seu segundo mandato consecutivo, destaca o poder de integração da associação Como conquista, o fato de termos nos consolidado como uma das maiores e mais importantes entidades representativas do RS. O maior desafio foi, e continua sendo, o de estarmos sempre atentos e ativos em todas as frentes que venham influenciar nos acontecimentos de nossa região, nosso Estado e nosso País. É o eterno desafio de cumprir o nosso papel de forma eficaz. Qual o papel da ACI num contexto de transformações da economia (como o que vem ocorrendo no Vale do Sinos)? O de adiantar a informação e preparar o nosso associado para as mudanças de cenários. Fizemos inúmeros eventos, palestras, publicações, movimentos e cursos para alertar a todos das transformações. Estivemos presentes em todas as discussões, aqui ou em Brasília, firmes no propósito de assegurar as nossas conquistas no setor calçadista e potencializar uma diversificação da matriz produtiva. A maior participação do setor de serviços é um fenômeno na economia mundial, portanto não um fato pontual de nossa região. Quais são seus principais planos para o final de sua gestão? Abrir mais a entidade, fazer com que a comunidade e os associados tenham a sensação de pertencimento. Também levar a ACI aos bairros, mostrar que há uma linha direta, aberta e disponível com a presidência; colocar a entidade à frente das lutas necessárias, a fim de amenizar os constantes entraves políticos e econômicos que nos desafiam dia a dia.

Revista Expansão |

123


[ festa ]

A maior festa

comunitária do País Divulgação

T

oda oktoberfest garante muita diversão, música, shows, chope e comida típica alemã, seja em Igrejinha (RS), Santa Cruz do Sul (RS) ou em Blumenau (SC). Mas a maior festa alemã comunitária do Brasil está no Vale do Paranhana, em Igrejinha. Toda a venda de bebidas e lanches durante os dez dias do evento é comercializada por entidades sociais e beneficentes do município. A Associação de Amigos da Oktoberfest (Amifest) é a entidade organizadora da festa, mas desde sua criação, há 23 anos, é realizada pela comunidade local, tendo, para esta edição, mais de 3 mil voluntários. A parceria permite que todo o lucro da festa seja destinado para entidades filantrópicas da região, sendo que nas últimas edições foram distribuídos mais de um milhão de reais às instituições. Quem quiser conhecer de pertinho toda esta mobilização, a diversão e os shows, pode se deslocar até a 23ª Oktoberfest de Igrejinha, que ocorrerá no Parque de Eventos Almiro Grings,

124

| Revista Expansão

Oktoberfest de Igrejinha está em sua 23ª edição e conta com 3 mil voluntários para os dez dias de animação no Parque Almiro Grings de 15 a 24 de outubro. A cidade está situada a 80 quilômetros da capital gaúcha. As principais atrações são os shows de Nenhum de Nós, Família Lima, Reação em Cadeia e Zezé de Camargo & Luciano.

Resgatar as tradições O evento também busca resgatar as tradições germânicas e herança dos colonizadores da região. Por isso, a cada edição há diversas atrações como jogos germânicos, bandinhas típicas alemãs e outras atividades. Neste ano, a novidade vai ser um casamento real, de Alexssandro André Gottschalk, industriário, 32 anos, com Fanny Kochhann Lunkes, empresária, 27, aos moldes dos anos 20. Eles se conheceram na Oktoberfest. A celebração integra a programação que presta homenagem à edição original, que completa 200 anos em 2010. A festa começou com um casamento em Munique, na Alemanha. Para receber os visitantes, as soberanas Michele Schmidt (rainha), 20, Vivian Ramos de Oliveira (princesa), 21, e Bruna Paganoto Muller (princesa), 18, estarão durante os dez dias circulando pelo parque. Para divulgar as atrações, a corte conta com o apoio de um casal de crianças, o Bübchen e a Mädchen – em português menino e menina, respectivamente –, Matheus Leopoldo Roth e Isadora Reinheimer, ambos de 10 anos.

Outubro/2010


Divulgação

Jogos Germânicos Os esforços físicos dos primeiros colonizadores alemães ao desbravar as terras do Sul do Brasil são lembrados de maneira divertida na Oktoberfest com os Jogos Germânicos. Disputados pelos visitantes da maior festa comunitária do Brasil, os jogos reúnem modalidades como machado, serra de duas pontas, carrinho de mão, batalha viking e cabo de guerra. A promoção dos Jogos Germânicos, que mobilizam participantes de toda a região, é da Associação Cultural Kirchleinburg.

Camiseta mais criativa A fim de desenvolver a criatividade e, principalmente, o clima festivo na cidade, a Amifest realiza um concurso para escolher a camiseta mais criativa e as equipes mais animadas. A escolha será realizada durante a Parada Festiva, que ocorre em 23 de outubro, na Rua Independência. O desfile começa às 15h30min, com a concentração das equipes e a saída está prevista para as 16 horas. O resultado do concurso será anunciado no mesmo dia, às 19 horas, na Lona 1 do Parque da Oktoberfest.

Outubro/2010

Serviço

A prova da serra de duas pontas exige força e habilidade

Mais informações pelo telefone (51) 3545-1077 ou pelo site www.oktoberfest.org.br

Revista Expansão |

125


[ CONFRARIA ] Grupo se reúne mensalmente para compartilhar temperos, experiências culinárias e boa conversa Por Vitória Fischer Schilling

Q

uando o prazer de saborear uma boa refeição se mistura com a felicidade de reunir-se com amigos, o resultado é uma experiência quase completa. Junte-se o ambiente agradável e a garantia de troca de conhecimentos culinários que enriquecem e atiçam a curiosidade dos participantes e tem-se uma noite para ficar na memória. Há dez anos, um grupo se encontra mensalmente em eventos que ficam guardados – seja pelo aprendizado das novas receitas, pela degustação de diferentes sabores ou pela lembrança de um agradável momento. A Confraria dos Amigos da Panela surgiu a partir de um curso de culinária ministrado por Cláudio Warken na Sociedade Aliança, em outubro de 2000. O gosto pela cozinha era compartilhado pelos participantes, então decidiram manter o grupo para reuniões também voltadas à gastronomia. “Tínhamos uma energia boa juntos, a confraria então nasceu do desejo de aprender  mais sobre a arte da cozinha e seus rituais”, revela Ângela Snel, uma das pioneiras da confraria. Ângela cita um pensamento de Publio Sírio que resume o que eles têm comprovado ao longo destes dez anos: “A mesa faz mais amigos que a razão.” Momentos únicos de trocas, vivências e experiências com aromas, sabores e cores são os mais importantes registros para o casal Anelise e Fernando Schmidt. “Todos os encontros são regados de sensibilidade, criatividade e muita amizade”, afirma Anelise.

126

| Revista Expansão

Pelo praz Organização Porém, para poderem apreciar ao máximo o momento, com a companhia de um grande número de integrantes, muita organização é necessária. “O grupo se manteve porque sempre fomos muito organizados”, diz Ângela. Em novembro, o calendário para as jantas mensais do próximo ano já é definido, assim como o sorteio de quem preparará cada refeição – mas as responsabilidades não param por aí. O grupo encarregado do cardápio deve também escolher um local para a janta e cuidar de toda a decoração e ambientação, afinal, para a confraria, o entorno é tão importante quanto o prato.

Outubro/2010


Ita Kirsch/Divulgação

ram e dão dicas para quando os amigos forem prepará-lo. Para eles, é importante compartilhar o conhecimento e estar aberto a tentar e descobrir, ser curioso quanto aos sabores utilizados. “Refletimos e experimentamos cada prato, para podermos também crescer”, explica Ângela.

Grupo

er à mesa O cardápio de cada encontro é composto de uma entrada, um prato principal e uma sobremesa – e nenhuma receita foi repetida até hoje. Muita pesquisa e criatividade definem o que será preparado. Ângela conta que os responsáveis se reúnem com antecedência para testar o prato. “As prévias são as melhores, pois preparamos tudo como surpresa para os outros e colocamos muito empenho em garantir o melhor sabor para o que cozinhamos”, relata. Na noite mensal do jantar, os responsáveis entregam um material com a descrição da receita e explicam como decidiram cozinhar aquele prato, que temperos usa-

Fotos: Divulgação

Poucas alterações ocorreram no grupo inicial que formou a Confraria dos Amigos da Panela nesta década. Atualmente, fazem parte: Mário e Vera Boufleur, Ronaldo e Ângela Brum, Luis Alexandre Costa, Luis Antonio e Marilce Hanauer, Carlos e Ana Hauschild, Paulo Ricardo e Ilma Hoff, Roberto e Fátima Martins, Osvaldo e Maria Helena Müller, Fernando e Anelise Schmidt, Ilda Snel, Oscar e Ângela Snel, Cezar e Siloá Padoin e José Cláudio e Rosane Warken. “É um ato muito generoso cozinhar para amigos e curtir um jantar preparado especialmente para a gente”, diz Ana Hauschild. A amizade formada com a confraria vai além das fronteiras sociais, porque são pessoas que se conheceram por acaso na cozinha e criaram afinidade por causa dela, conforme Ângela. A confraria começou quase em forma de brincadeira, mas cozinhar para os amigos passou a ser um ato de amor – e os homens se engajam na preparação dos alimentos também. “Somos de uma geração com tradição da mulher na cozinha. Um ganho legal que tivemos com a confraria é que os maridos também passaram a se interessar, demonstram alegria em torno das panelas e com os preparativos”, completa Ângela. O casal Ilma e Paulo Hoff finaliza resumindo o que a confraria significa para os participantes. “Momentos em torno à mesa, que reúnem a arte da boa convivência, do gosto em receber e ser recebido e do talento em preparar pratos esmerados, minuciosos ou até de improviso. Pratos que misturam aromas e sabores, que marcam eventos, comemorações, que reavivam tradições e que povoam a nossa alma e o nosso imaginário até o próximo encontro.”

Site As receitas preparadas na Confraria dos Amigos da Panela são compartilhadas no blog www.amigosdapanela.blogspot.com. Outubro/2010

Revista Expansão |

127


[ CORPORATIVO ]

Relações Públicas cada vez mais privadas Vera Vargas passa a atuar em voo solo como organizadora de eventos através de sua empresa de comunicação Divulgação

O

relacionar-se está no sangue e no DNA da relações-públicas Vera Vargas. Há quase duas décadas, a professora da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), transita pela área da comunicação, já tendo atuado como editora de revista, assessora de imprensa e organizadora de eventos. Esta aliás, tem sido a atividade principal de Vera, que vem imprimindo seu talento na organização de eventos corporativos, uma das ferramentas mais utilizadas pelas empresas para promover, apresentar ou divulgar novos produtos e serviços. “O uso deste instrumento é cada vez maior, são exemplos disso os cafés da manhã, almoços e coquetéis promovidos pelas empresas”, ressalta. A partir de agora, Vera deixa de terceirizar a organização de eventos para Unisinos em busca de voo solo.

128

| Revista Expansão

Mercado em alta Até bem pouco tempo, este instrumento era menos usado ou mesmo desprezado pelas corporações. Hoje, o cenário é bem diferente. E os dados confirmam a palavra da especialista. Conforme levantamento do São Paulo Convention & Visitors Bureau, o marketing de eventos deu um salto nos últimos anos. Para se ter uma ideia da dimensão que tomou, a cidade mais populosa do País registra, atualmente, cerca de 90 mil deles por ano ou um a cada seis minutos. “Esta ferramenta deixou de ser vista como uma reunião social para se transformar em mais uma possibilidade de divulgação”, explica Vera.

Cursos A trajetória de Vera Vargas está intimamente ligada à Unisinos. Em 1998, criou o “Curso Básico de Organização de Eventos”. O sucesso da proposta rendeu um convite para, em 2004, tornarse professora na graduação de Relações Públicas. No mesmo ano, o curso evolui e surge o “Planejamento e Gestão de Eventos: O evento como Negócio”. Com 80 horas/aula, está em sua quinta edição, sempre com grande procura. “Tive a oportunidade de criar e ministrar mais de sessenta cursos com carga horária entre doze e trinta horas, nas áreas de eventos, cerimonial e protocolo, marketing pessoal, etiqueta profissional e etiqueta à mesa”, conta.

Outubro/2010


Fotos: Divulgação

Do que a sua empresa precisa? Vera afirma que ter a compreensão do que você pretende com seu evento é o primeiro passo para torná-lo um sucesso. Ela explica alguns serviços mais comuns prestados pela Via Vargas, que incluem eventos e outras modalidades muito utilizadas pelas empresas.

Eventos, patrocínios e apoios – são ferramentas de fixação e relacionamento da marca. Estas ações potencializam e estabelecem um vínculo maior com o público-alvo das empresas e servem como meio de experimentação no marketing corporativo.

Cerimonial e protocolo – relacionados às inaugurações, aberturas solenes, entrega de prêmios, lançamentos de produtos. Todo o processo de cerimonial e protocolo segue uma lógica, a maior parte das regras e ritos tem um porquê, nada é estabelecido aleatoriamente. Cursos e treinamentos - capacitar funcionários é sempre algo interessante, não só para as organizações como também para as equipes que passam por essa experiência. Consultoria corporativa – cada vez que solcitamos a opinião ou dizemos algo, mesmo de assuntos banais do nosso cotidiano, estamos informalmente fazendo ou solicitando consultoria. De acordo com a necessidade da empresa, a Via Vargas organiza eventos corporativos, cursos in company, treinamentos e consultoria na área de comunicação, atendimento ao cliente, recepção, eventos, cerimonial e protocolo, etiqueta, marketing pessoal e etc.

Outubro/2010

Eventos passam a integrar o leque de opções de divulgação das empresas

Novos Rumos Coordenadora de Eventos da Unisinos passou a terceirizar os serviços para a universidade a partir de 2006, com a estruturação da empresa Via Vargas Comunicação e Marketing Ltda. Vera trazia na bagagem grande conhecimento e experiência na organização de eventos, mas nenhuma em gestão de empresa. “Foi um desafio bastante grande e um momento de aprendizado”, diz. Agora, a partir do segundo semestre, a Via Vargas se desvincula da prestação de serviços à universidade e passa a atender somente clientes externos e no segmento corporativo. “O crescimento deste setor abre oporVera Vargas: eventos são instrumentos de tunidades, principalmente comunicação utilizados pelas empresas para aqueles que buscam aprimorar conhecimentos e capacitação específica”, analisa. Os contatos podem ser feitos pelo e-mail viavargas@viavargas.com.br, pelo blog viavargas.blogspot.com e pelo telefone (51) 8129-7512.

Revista Expansão |

129


[ EMPREENDEDOR ]

Construindo o sucesso há décadas

O

ano era 1980 e um jovem tinha a ideia de montar uma empresa e prosperar. Cumprindo o serviço militar em Canoas, o montenegrino ouvira falar muito bem de Novo Hamburgo, uma cidade em franco desenvolvimento, e decidiu que aqui montaria uma imobiliária. Assim teve início a trajetória da Terramar, idealizada por Nelo Ferla. “No início das atividades, vendíamos terrenos no litoral, depois, focamos o negócio na área urbana hamburguense”, relembra o empresário. Ao completar três décadas de atuação, a empresa é uma das principais do setor em Novo Hamburgo. Ferla conta o desenrolar da história de seu empreendimento e credita a sua personalidade inovadora ao sucesso de seu negócio. “Procuramos nos reciclar constantemente. Pelo menos, a cada cinco anos implementamos novidades”, revela. Algumas das novas modificações já estão em curso. A mais óbvia é a mudança de sede, a terceira, localizada num belo edifício na Avenida Júlio de Castilhos, em Novo Hamburgo. Outras virão mais adiante, que incluem a contratação de novos profissionais com um perfil distinto.

Terramar completa 30 anos, inovando e comercializando imóveis de alto padrão com credibilidade Por Cláudio Rocha das Neves

O empresário relembra que ali o comportamento dos consumidores começava a mudar. Ao invés de casas, os hamburguenses queriam apartamentos. E foi este feeling de momento do mercado que auxiliou a Terramar a não parar de atender o público que a caracteriza, o de alto poder aquisitivo. Atualmente, as vendas se dividem entre 70% de imóveis usados e os restantes 30% de novos. E o ingrediente principal do sucesso pode ser resumido em algumas palavras. “Credibilidade, honestidade, muito trabalho e produtos de qualidade”, ressalta.

Diferenciação Ao longo do tempo o empresário foi percebendo a necessidade de se destacar da concorrência para crescer. Uma das estratégias usadas foi buscar endereços não convencionais para seu escritório. “Fomos os primeiros a deixar o Centro, a contar com uma estrutura permanente de marketing e a comercializar os imóveis com exclusividade”, ressalta. Mas talvez o principal, tenha ocorrido em 1985, quando a empresa comercializou seu primeiro prédio de alto padrão. “Fui chamado de ousado, mas precisava apostar”, enfatiza. O resultado foi o sucesso.

130

| Revista Expansão

Bastidores Nelo Ferla tem como hobby as caminhadas pela Avenida Maurício Cardoso. Enquanto caminha, pensa nos negócios e nas modificações que precisa empreender para sustentar o sucesso. Outro segredo do êxito é manter a empresa em constante movimento. Esta característica Ferla trouxe do aprendizado de palestras dos gurus da administração mundial. Ele já esteve várias vezes em São Paulo assistindo a empreendedores como Jack Welch (ex-presidente da GE) e de Steve Jobs (ex-presidente da Apple computadores). “Aprendo o que eles apresentam nas suas empresas muito grandes e adapto às minhas necessidades”, revela.

Outubro/2010


[ INTERCÂMBIO ]

A solidariedade que vem de longe Jovem alemã realiza trabalho com crianças carentes no Brasil

Outubro/2010

Ester Ellwanger/Especial

A

solidariedade pode ir além das fronteiras do país em que se vive e fazer um intercâmbio, não precisa ter como objetivo apenas trocas culturais. Prova disso é a experiência da jovem alemã Mareike Kremer, 20 anos, que, em 2009, decidiu deixar a família na cidade de Bonn, na Alemanha, para atuar como voluntária em ações sociais. “Era uma experiência pela qual queria passar antes de ingressar na faculdade”, relata Mareike. No Brasil, ela foi para a Ação Encontro, unidade da Associação Beneficente Evangélica Floresta Imperial (Abefi), em Novo Hamburgo, onde trabalhou com crianças de 7 a 10 anos nas áreas de reforço escolar e oficinas de artesanato. Quando chegou ao Brasil não falava quase nada em português, o aprendizado foi com as crianças durante as atividades. “Tanto faz se você entende ou não, elas falam com você, de qualquer forma”, diz a jovem. Alguns dos registros mais importantes do seu trabalho foram as visitas que fez às suas casas. Emocionada, ela se diz impressionada com a felicidade dos pequenos, embora vivam com pouca estrutura. Ela voltou para a Alemanha em julho, mas com vontade de permanecer por mais tempo no Brasil. “Estou ansiosa para voltar um dia”, diz.

Por Ester Ellwanger

Mareike com crianças que ajudou durante sua estadia no País

Uma ponte para o voluntariado A atuação de Mareike é promovida pelo Programa Voluntários de Missão, desenvolvido entre a Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Instituições Diaconais, Sínodos e Comunidades Luteranas de todo o mundo. A iniciativa também tem o apoio do governo alemão, pelo programa Weltwärts. Segundo a secretária de Ação Comunitária da IECLB, a diaconisa Simone Engel Voigt, o programa conta, desde 1980, com jovens estrangeiros, de 18 a 29 anos, trabalhando em diferentes regiões do Brasil. Os jovens participantes passam por uma seleção e por seminário preparatório na Alemanha. “O programa tem como lema Aprender Servindo e é a ponte entre os voluntários, instituições sociais e organizações estrangeiras”, afirma a diaconisa.   Além deles, estudantes de Novo Hamburgo e região também participam como voluntários nos projetos da Abefi. De acordo com a diretora da Ação Encontro, Daiana Fey, qualquer pessoa pode prestar trabalhos voluntários na associação, basta se cadastrar pelo site www.abefi.org.br. A Ação Encontro foi criada em 1982 e conta hoje com cerca de 50 voluntários de empresas, escolas e comunidade. Atende a crianças e jovens da Vila Palmeira, no bairro Santo Afonso, em Novo Hamburgo. No local, são oferecidas, ainda, oficinas de horta, dança, música, capoeira, informática e panificação.

Revista Expansão |

131


[ EMPRESAS & PRODUTOS ]

Vivo disponibiliza 3G

Nova Petrópolis passou a contar com o sinal 3G a partir de setembro, através da operadora Vivo. Clientes da empresa que possuam dispositivos móveis (notebooks e smartphones) e estiverem de passagem pelo município podem acessar a Internet e seus serviços (correio eletrônico e messenger). O prefeito, Luiz Irineu Schenkel, destacou a importância da chegada do sinal à cidade, o que permitirá aos turistas estarem ligados à rede mundial de computadores em tempo integral.

Oportunidade

Rede procura franqueados

A rede de fast- food de pratos inspirados na culinária chinesa Lig-Lig, busca franqueados no Rio Grande do Sul. Conforme o gerente de Expansão da empresa, Carlos Moura, cidades com mais de 150 mil habitantes são o foco da procura. No mercado há 17 anos, tem 45 lojas espalhadas pelos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Santa Catarina, Paraná, Pará, Bahia, Mato Grosso e também no Distrito Federal.

Plástico

Matéria-prima 100% renovável

Iniciou no final de setembro a produção do plástico verde 100% renovável. A tarefa coube à Braskem, que investiu 500 milhões de reais em nova planta para a fabricação do material. A capacidade de produção é de 200 mil toneladas/ano. É a primeira fábrica do mundo a produzir em escala industrial a matéria-prima. O plástico verde é gerado a partir do etanol da cana-de-açúcar e evitará o aumento da poluição, já que é reutilizável.

Gestão

Boticário entre as melhores

Pesquisa realizada pelas revistas Exame e Você S/A colocam o Grupo Boticário entre as melhores empresas do País para se trabalhar. O ranking destaca 150 de 500 candidatas analisando os critérios de estratégia e gestão, liderança, cidadania empresarial, políticas e práticas (carreira, desenvolvimento, remuneração e benefícios e saúde). O levantamento é feito junto aos empregados das empresas partiRogerio Bulhões e Henrique Adamczyk cipantes. O diretor de Desenvolvimento e Transformação Organizacional, Henrique Adamczyk, e o gerente executivo de Desenvolvimento Organizacional, Rogério Bulhões, receberam o certificado em nome do Grupo. Eduardo Viana/Divulgação

Internet

Audição

Visita de benchmarking

A sócia-administradora do Vike Centro Auditivo, Vivian Hillmann, esteve na Alemanha, em julho, visitando centros auditivos daquele país. Ela aproveitou a oportunidade para trocar informações e experiências com diretores e fonoaudiólogos das cidades de Berlim, Bonn, Munique e Ahlen. O que Vivian percebeu é que a tecnologia e os aparelhos utilizados lá são semelhantes aos usados no Brasil. O mesmo ocorre com o atendimento. A diferença fica por conta dos carpetes instalados nas salas de lá – que evitam a reverberação – medida proibida aqui.

132

| Revista Expansão

Aniversário

Empresa octogenária

No ano em que completa 83 anos de atividade, a Brandenburger comércio de componentes em geral, coloca no ar o seu novo site. Com um visual limpo e repleto de informações, traz as linhas de produtos comercializados pela empresa, como ferramentas, embalagens, máquinas, produtos químicos, equipamentos de proteção individual, entre outros. A loja se localiza no Centro de Novo Hamburgo, na Avenida Nicolau Becker, 1.040. Já o endereço eletrônico é o www.brandenburger.com.br.

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

133


[ INOVAÇÃO ]

Mostratec, daqui para o mundo Fotos: Sidney Scaravonatti/Divulgação

P

ela primeira vez, a Mostra Internacional de Ciência e Tecnologia (Mostratec) vai contar com jovens cientistas de todos os Estados brasileiros. E não é só nosso País que estará muito bem representado: até o fechamento desta edição, estudantes de outros 19 países haviam confirmado a participação no evento, vindos da América, Europa, Ásia e África. A 25ª edição da Mostratec ocorre nos pavilhões da Fenac, juntamente com o 2º Salão da Inovação e o 17º Seminário Internacional de Educação Tecnológica. A mostra apresenta crescimento em relação aos anos anteriores, tanto em projetos inscritos – foram 220 em 2008, 280 em 2009 e meta de entre 300 e 320 em 2010 – quanto em expectativa de visitantes, pois se pretende aumentar o número de 25 mil do ano anterior para 30 mil.

Feira projeta crescimento e presença de todos os Estados do Brasil e de quatro continentes Por Vitória Fischer Schilling

A Mostratec abre oportunidades para os alunos da Fundação Escola Técnica Liberato Salzano Vieira da Cunha, realizadora do evento, e de outras escolas no País e no mundo para demonstrar o resultado dos projetos de pesquisa científica e tecnológica desenvolvidos em sala de aula. “A educação precisa de mais eventos como este, que podem trazer um diferencial na vida dos alunos, com oportunidades de viagens e participação em feiras internacionais”, ressalta a coordenadora da Mostratec 2010, Marlene Teixeira. O contato com expositores de outros locais, continua, também permite aos alunos aprenderem um pouco sobre diferentes culturas e compartilharem a sua. “Novo Hamburgo fica movimentada em busca da troca de conhecimento”, reflete Marlene. Os três melhores trabalhos de cada uma das 14 áreas apresentadas recebem premiações, e muitos expositores são convidados para participar de feiras em outros Estados e países. “Em 2010, são 22 instituições oferecendo prêmios”, revela a coordenadora.

Serviço Mostratec

18 a 23 de outubro www.mostratec.com.br

134

| Revista Expansão

Visitação: 19 a 22 de outubro - das 14 às 21 horas Entrada franca - pavilhões da Fenac Av. Nações Unidas, 3.825, Novo Hamburgo

Outubro/2010


[ Economia & Negócios ] AVIAÇÃO

Em busca

do céu de brigadeiro

A

Companhia aérea uruguaia Pluna aposta alto no mercado brasileiro para continuar crescendo

estratégia já está definida, atender as grandes cidades brasileiras fora do eixo Rio-São Paulo, promovendo ligações internacionais com as principais capitais do Mercosul. Assim a companhia aérea uruguaia Pluna pretende crescer 40% no próximo ano. Conforme o diretor comercial Gonzalo Mazzaferro Gilmet, Porto Alegre é uma cidade considerada peça fundamental neste plano. A capital dos gaúchos passa a contar, a partir deste mês, com voos diários, com escala em Montevidéu, para Buenos Aires (Aeroparque), Córdoba, Santiago do Chile e Assunção.

Por Cláudio Rocha das Neves

Para atingir esta meta, investimentos vêm sendo feitos constantemente. Nos últimos três anos, a companhia investiu U$ 2,5 milhões em treinamentos de pilotos. Neste ano, mais U$ 95 milhões estão sendo aplicados em ampliação da frota, que passa de 7 a 10 aviões, aumento de profissionais e avanços em infraestrutura. Estão sendo integrados 120 trabalhadores, entre novos pilotos, tripulação e equipe de manutenção. Agora, em outubro, mais duas aeronaves vão se juntar à frota atual, que será acrescida de mais uma até o final do ano. “Chegaremos a dez aviões com uma frota nova e de avançada tecnologia”, afirma Gilmet. Divulgação

Outubro/2010

Brasil A Pluna espera muito do mercado brasileiro. Atualmente, é o principal atendido pela companhia, dos 13 destinos voados, seis estão diretamente relacionados ao Brasil. Conforme Gilmet, aproximadamente 44% das pessoas transportadas têm o País como partida ou destino. O executivo acredita que esta demanda será ampliada num futuro próximo. “Temos dois grandes eventos ocorrendo no Brasil, a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas de 2016”, analisa. No último ano, a empresa transportou cerca de 700 mil passageiros, tendo como principais destinos Buenos Aires, São Paulo e Santiago. A estratégia de crescer usando Montevidéu como escala tem a ver com o perfil dos usuários da empresa. “Um terço dos passageiros não realiza voos diretos, mas sim com conexão na capital uruguaia”, explica Gilmet.

Revista Expansão |

135


[ Economia & Negócios ] NOVIDADE

Calor que embeleza Vem da África do Sul equipamento ecologicamente correto para aquecer ambientes gastando pouca energia

Fotos: Divulgação

E

ste foi um inverno frio e rigoroso e quem mora no Sul do País sabe que é um período em que se busca o auxílio de aquecedores e lareiras para combater os rigores da estação. Pois surge uma nova opção de mercado para o aquecimento de interiores. Trata-se das placas ecológicas de fibra de cimento, cujo funcionamento é elétrico e que operam a uma potência de 425 watts – o equivalente a quatro lâmpadas de 100 watts. A economia, conforme o distribuidor do produto, é de cerca de 50% em comparação com outros sistemas elétricos de calefação. O dispositivo, chamado de Econo-Heat, não precisa ser ligado e desligado a todo instante, preservando a temperatura, resultando em economia. Segundo a diretora da Top Trade, Patrícia Neres, que distribui as placas no Estado, o consumo de energia por hora é de aproximadamente R$ 0,17. A diretora salienta a preocupação de não elitizar o produto. “Optamos por vender o Econo-Heat a um valor acessível para que uma parcela maior de consumidores possa ser beneficiado”, ressalta. O valor de cada placa é de R$ 426,00 e recomenda-se que cada uma cubra uma área de 12 metros quadrados (10 metros quadrados nos locais mais frios).

Produto As placas do Econo-Heat são fáceis de instalar, pesam apenas seis quilos. Possuem 60 cm x 60 cm, 9 mm de espessura e podem ser fixadas na parede e pintadas em qualquer cor com tinta PVC a base de água. “As placas não exalam cheiros e se adptam à decoração dos ambientes”, enfatiza Patrícia. Todas as embalagens são recicláveis, o material não contém produtos tóxicos e as placas não servem de condução para gases ou substâncias tóxicas como mercúrio, cadium, cromo e verniz. Trabalham a temperatura por convecção, ou seja, projetam o calor gerado para o exterior. Quando ligadas, emitem um calor, que atinge a temperatura de 19 a 21 graus centígrados. O equipamento, de origem sul-africana, foi pensado para ser o mais simples de se usar e instalar. Patrícia enfatiza a facilidade de instalação. “Seguindo a tendência do ‘faça você mesmo’ basta fazer os furos na parede e fixar o produto”, explica. A alimentação pode ser feita em qualquer tomada comum, sem exigir nenhum complemento especial. O EconoHeat já está à venda nas lojas HRG Trade, Brickell e Elevato.

136

| Revista Expansão

Outubro/2010


CONSUMO

Caiu na rede

é Peixe Urbano

E

Site de compras coletivas incluirá o Vale do Sinos em sua área de atuação em data a ser confirmada

le é a nova febre da Internet brasileira. Em setembro, o www.peixeurbano.com.br ultrapassou a marca de 1 milhão de internautas cadastrados. Desde que surgiu, ofertou mais de 400 produtos e serviços com preços reduzidos, gerando uma economia de R$ 20 milhões para os usuários do serviço. O site de compras coletivas Peixe Urbano, o primeiro do gênero no País, vem atraindo cada vez mais interessados em aproveitar as ofertas diárias. O Vale do Sinos está nos planos de expansão da empresa. Comerciantes, preparem as prateleiras!

Por Cláudio Rocha das Neves

Ofertas

Divulgação

A ideia, conforme um dos fundadores, Julio Vasconcellos, é simples e funcional. De um lado, consumidores ávidos por adquirirem produtos por um preço inferior ao mercado, uma oferta. De outro, empresários procurando alavancar as vendas e com isso faturar mais. Entre estes dois polos, um serviço de aproximação, o site. Surgido há pouco mais de seis meses no Rio de Janeiro, o Peixe Urbano foi o precursor das compras coletivas e coleciona dados de sucesso. Conforme pesquisa da Nielsen/Ibope, a página foi acessada por quase 2 milhões de pessoas apenas em junho.

Sedução Levantamento do Google Trends revela que os usuários buscaram as ofertas do Peixe Urbano seis vezes mais do que a soma de todos os outros sites semelhantes no País (já existem cerca de dez). Todo este alvoroço tem explicação. A cada dia é postada uma oferta de um produto ou serviço específico, para cada praça, com uma redução de preços nunca inferior a 50%. Os internautas cadastrados são avisados, via e-mail, da promoção e vão à caça. O site, em conjunto com o comerciante, estipula a quantidade mínima de usuários para fazer valer o desconto. Se o número de interessados alcançar o índice, a venda é realizada. Se encontra de tudo no Peixe Urbano. De opções gastronômicas, passando por vestuário, shows, sapatos, tratamentos de beleza e até mesmo cirurgias plásticas.

Outubro/2010

Revista Expansão |

137


[ Economia & Negócios ]

Em boa companhia

Localizado no BarraShopping, estabelecimento oferece a possibilidade de malhar olhando para o Guaíba

138

| Revista Expansão

I

magine poder malhar num ambiente agradável, em uma academia com equipamentos de última geração e com direito ao famoso pôr do sol do Guaíba. É isto que você terá caso se matricule na Companhia Athtletica, uma das redes mais conhecidas no Brasil no ramo e que recém inaugurou a sua 14ª filial, no BarraShoppingSul, em Porto Alegre. A nova loja possui 3 mil metros quadrados, mais de 120 equipamentos e seis ambientes. Além disso, a unidade possui sauna seca, webpoint e um lounge com varanda, elaborado para atender ao público gaúcho, especialmente, às pessoas que têm o hábito de tomar chimarrão e conversar. A Companhia Athletica chega à capital dos gaúchos trazendo novidades na bagagem. Dentro da academia, os alunos vão contar com uma equipe de nutricionistas da clínica Dr. Minuzzi pronta para atendêlos. Quando a sede bater, pode ser combatida com as delícias da Saúde no Copo, cantina especializada em sucos naturais. Uma unidade da Paquetá Esportes integra o conjunto de serviços. Conforme o diretor de Marketing, Marcos Nisti, a ideia é oferecer, num mesmo local, serviços úteis aos frequentadores. “Queremos que as pessoas se sintam bem aqui e possam encontrar aquilo que precisam”, enfatiza.

Rede de academias Companhia Athletica chega ao Estado com loja no BarraShoppingSul Por Cláudio Rocha das Neves

Diferenciais A filial gaúcha é a primeira a contar com todos os equipamentos importados da marca italiana Technogym. Esteiras contam com telas de LCD e possibilidade de se assistir a canais de televisão a cabo enquanto se malha. A disposição dos equipamentos também é uma inovação na rede. Eles estão instalados de forma circular, propositalmente, formando ilhas. Nisti afirma que este arranjo permite uma interação maior entre as pessoas. “Você tem a possibilidade de estar mais próximo de seus amigos”, comenta. Até o horário é diferenciado, a academia abre às 9 horas e atende até as 23 horas. O estabelecimento oferece 20 modalidades de atividades físicas, das quais cinco são novidades. Entre elas destacam-se a Hopping (combinação de música com exercícios atléticos em que os impactos nas articulações são reduzidos em 80% com o uso de calçados especiais), o Prana Ball, um programa anti-stress com o emprego de bolas de variados tamanhos e engloba movimentos de alongamento, respiração e alinhamento postural, entre outros. Já a modalidade Axis visa a preservar a saúde funcional da coluna através do uso de técnicas diversas como o alinhamento postural, o alongamento, o equilíbrio e a flexibilidade.

Demais atividades O condicionamento físico e o emagrecimento não foram esquecidos. O programa de exercícios CardioFit dá conta do recado e é desenvolvido em esteiras, bicicletas e aparelhos elípticos. Além dos adultos, há atividades para as crianças como a coordenação e habilidades, ballet e judô, ginástica solo, circo e tecido acrobático. A academia conta ainda com modalidades de luta como o boxe e as artes marciais com o muay thai e o jiu-jítsu.

Outubro/2010


Luciano Gonçalves/Divulgação

Serra agrega excelente infraestrutura comparada às grandes capitais

Turismo

Excelência na Serra Gaúcha

Gente de terno e gravata fazendo turismo na Serra Gaúcha já não é mais uma imagem tão incomum. Segundo estimativas, o turismo de negócios representa hoje 50% da ocupação em hotéis da Região das Hortênsias, que tem recebido um número cada vez maior de congressos, feiras e encontros empresariais. Os segmentos profissionais que mais realizam eventos na região, na avaliação do Convention & Visitors Bureau de Gramado e Canela, são os de medicina e de áreas técnicas e científicas. “Apenas o Convention tem captado aproximadamente 20 eventos por ano, além de apoiar outros, consolidando-os aqui na nossa região”, observa o presidente da entidade, Mauro Valmórbida. Segundo ele, a Região das Hortênsias é uma boa alternativa para os promotores de eventos porque agrega uma excelente infraestrutura comparada às grandes capitais.

PATROCINADORA

Mezzom e Festival de Gastronomia

A direção da Mezzom Móveis acertou, no final do mês passado, sua participação como móvel oficial no Festival de Gastronomia, que ocorre de 8 a 17 de outubro, em Gramado, na Região das Hortênsias, pela segunda edição consecutiva. A cozinha e as mesas e cadeiras que irão compor o espaço de cursos no evento, terá assinatura Mezzom, bem como todos os espaços de estar da Rua Coberta. Para a Mezzom, participar do Festival de Gastronomia, um evento exclusivo de Gramado, feito por gente da terra, é muito importante. É uma forma de colaborar para o desenvolvimento e apoiar o município, pois o festival traz para Gramado chefs de renome internacional e um público que merece o que de melhor a cidade tem a mostrar. MRJ/Divulgação

Outubro/2010

Revista Expansão |

139


[ Cada vez melhor ]

[ Economia & Negócios ] Tramontina Divulgação

Daniel Müller

Palestrante motivacional daniel@dalecarnegiers.com.br

Que exemplos

você está dando?

S

empre começamos os nossos treinamentos perguntando aos participantes quais são as boas notícias da semana. Em uma dessas edições, Noeli fez um comentário que provocou a reflexão de todos. - A minha boa notícia é que minha filha de sete anos está lendo o seu primeiro livro e tudo graças ao fato dela me ver lendo. No final de semana, ela pediu para o seu pai para que lhe comprasse um livro, Meu pé de laranja lima, para que pudesse fazer como a mamãe... Noeli havia recebido a tarefa de ler um número de páginas para a próxima aula do treinamento. Sua filha, ao vê-la tão interessada na leitura, decidiu seguir o exemplo. E que bom exemplo! Que exemplos você tem dado para os seus filhos? Para a sua família? Para a empresa em que trabalha? Nossos pais, nossos professores e todas aquelas pessoas que passam por nossa vida, especialmente por nossa infância, se tornam referências para a formação de nosso caráter e de nossa personalidade. As pessoas costumam me perguntar o que é liderança e lhes digo que é a habilidade de influenciar pessoas para levá-las de um ponto ao outro. E que há vários caminhos para se desenvolver a liderança e que um dos principais é através do exemplo.

Novo Hamburgo será a maior

A data de abertura já está marcada, 24 de fevereiro do próximo ano, e as obras avançam em ritmo acelerado. A nova sede da Comlines, revenda Tramontina, será a maior do Brasil, com uma área de 1.800 metros quadrados. A localização é privilegiada, às margens da BR 116, projetada para atender ao público do eixo formado pela capital, vales e serra. Com investimentos de R$ 2,6 milhões, o estabelecimento propõe uma nova maneira de se comprar, proporcionando uma experiência sensorial diferenciada. Além dos ambientes onde estarão expostos os 18 mil itens da marca – panelas, talheres, baixelas, utensílios domésticos, ferramentas, cubas, fornos elétricos e móveis de madeira e plástico, entre outros -, ainda haverá espaços como o café, o jardim e uma cozinha funcional onde funcionará a Confraria Gourmet.

Reforma

Canoas shopping inicia nova ala

Responda então as seguintes perguntas: Com minha mãe aprendi que líderes são... Com meu pai aprendi que líderes são... Com meu (minha) professor (a) aprendi que líderes são... Com meu (minha) chefe aprendi que líderes são... Recentemente aprendi que líderes são... Perceba que as suas respostas a estas perguntas revelam o conceito que você tem hoje a respeito de liderança e que este conceito está intimamente ligado a exemplos que você segue até hoje. Seja você pai, mãe ou líder de uma equipe, está sendo constantemente observado. Saiba que seus passos estão sendo seguidos por alguém, independente se seu exemplo for bom ou ruim. Que exemplos você está dando? Faça como Noeli. Plante todos os dias bons exemplos e você colherá um amanhã cada vez melhor.

140

| Revista Expansão

As obras do Canoas Shopping prosseguem com a expansão da praça de alimentação. As operações entre restaurantes e lanchonetes passarão de 13 para 22, com a oferta de assentos passando dos atuais 644 para 1.040 lugares. A nova área terá também estabelecimentos fechados (com entrega prevista para abril do próximo ano). Por conta desta reforma, fecham, temporariamente, as lojas do Burger King, Pastel Club e Bocadillo. A finalização desta etapa da ampliação do centro de compras está prevista para o início de novembro.

Outubro/2010


Otimismo

O diretor-presidente do Grupo Herval, José Agnelo Seger (foto), projeta crescimento de 30% para este ano em relação ao exercício de 2009. O anúncio foi feito no evento Tá na Mesa, promovido pela Federasul na primeira semana de setembro. “A reestruturação do grupo, dividido em três segmentos - serviços, indústria e varejo -, vem tendo boa receptividade”, diz o executivo da Herval. A área de varejo, com as lojas TaQi, responde por 65% de atuação da empresa e nos próximos 12 meses deve expandir com a abertura de mais 50 estabelecimentos de venda. O grupo possui as empresas HS Consórcios, HS Financeira, HS Seguros, H Lar Construções, H Química, Herval Móveis e Colchões e as Lojas TaQi.

Rosi Boninsegna/Divulgação

Herval projeta crescimento

SEDENTARISMO E DOR LOMBAR

U

m programa de exercícios físicos adequados à atividade social, idade e dinâmica de vida das pessoas em geral, além de melhorarem as dores já existentes, corrigem a postura e evitam futuras dores musculares, não as da coluna, tendinites e lesões articulares. Os exercícios físicos, até mesmo os de carga e impactos compactuam para melhora da massa óssea, combatendo a osteoporose.

Hotelaria Cleiton Thiele/Divulgação

Serrano tem nova gerente

A nutricionista Sirlei Vivian (foto) assume como gerente de Alimentos e Bebidas do Serrano Resort Convenções & Spa. Sirlei atua no ramo há 26 anos e volta a reintegrar a equipe da empresa, onde já trabalhou por três anos. O setor que ela comandará é de vital importância para o empreendimento. Com uma ocupação média de 80% ao ano, o Serrano recebe mais de 60 eventos anuais. Somente em julho deste ano foram servidas 36 mil refeições.

Já os pacientes com lombalgia devem evitar os exercícios de impacto, que são benéficos na osteoporose, mas não para complexo discos e ligamentos lombares, podendo até mesmo piorar a condição de dor lombar. De modo geral, a relação custo-benefício do exercício físico na promoção da saúde justifica o abandono imediato do sedentarismo, sendo perfeitamente promissora a implementação de programas de exercícios nos mais diversos segmentos da população. As evidências são favoráveis aos indivíduos com melhores níveis de aptidão física, no sentido de manterem menor dispêndio de esforço físico em determinada carga de trabalho. Assim sendo um corpo com boa aptidão física e força muscular terá menor chance de obter lesões musculares no decorrer de suas atividades diárias.

Parque Industrial

Johann Alimentos será a primeira a se instalar

A Johann Alimentos será a primeira empresa a se instalar no Parque Tecnológico Industrial de Estância Velha, situado no bairro Lago Azul. De acordo com o diretor da companhia, Rosalvo Johann, as obras devem iniciar em meados do próximo ano. O investimento previsto é de R$ 5 milhões, em uma área de cerca de seis hectares. A expectativa é de que sejam gerados 150 empregos. Segundo o secretário da Indústria, Comércio e Turismo (Semict), Rudi Muller, esta é uma das muitas empresas que a administração municipal quer ver instalada no Parque Tecnológico.

De qualquer maneira as atividades devem ser orientadas por um especialista e sob supervisão de alguém que tenha conhecimento da perfeita execução das atividades físicas para evitarmos alguma lesão. Divulgação

Dirigentes da Joahnn e representantes da prefeitura de Estância Velha, analisando o projeto

Outubro/2010

- CIRURGIA E TRATAMENTO CLÍNICO DAS DEFORMIDADES DA COLUNA - CIRURGIA MINIMAMENTE INVASIVA DA COLUNA - TRATAMENTO DA DOR LOMBAR RECORRENTE PÓS CIRURGIA DA COLUNA - FISIOTERAPIA E REABILITAÇÃO Revista Expansão |

141


[ VIDA DIGITAL ]

[ Economia & Negócios ]

Divulgação

Divulgação

Artecola

Evandro Kalfelz Schmitz

Consultor e Palestrante Pós-Graduado em Redes de Computadores evandro@definitiva.com.br

O

investimento em segurança e prevenção é muito menor do que o prejuízo de ter seu faturamento, produção, pedidos e vendas parados. Seguem recomendações para garantir estabilidade: - utilize software de backup automático e diário, para unidades externas. - tenha um software de segurança corporativo completo, com antivírus + firewall + análise de sites e e-mails. - observe a qualidade dos equipamentos. Existem várias marcas e modelos de fontes de energia, discos, switches, nobreaks, impressoras, memórias, placa mãe. Consulte sempre um profissional de T.I. antes de efetuar qualquer compra. - aplique a técnica da redundância – servidores duplos ou virtuais – se o servidor principal parar, o servidor de reserva deve assumir automaticamente. Técnica deve abordar também as estações críticas. - fique de olho na energia. Providencie o aterramento e empregue nobreaks – energia elétrica de qualidade evita que equipamentos travem e aumenta a durabilidade dos componentes eletrônicos. Sem nobreak, é comum os discos internos danificarem na falta de luz. Dê preferência aos modelos que desligam os servidores antes que a bateria acabe. - procure manter a Internet sempre ativa utilizando dois provedores – caso um link pare, o outro entra em ação automaticamente. - controle os acessos à Internet para evitar que um usuário acesse o que não é permitido, e para evitar que um usuário ocupe percentual grande da velocidade de Internet disponível, prejudicando a rede e a Internet. - cuidado com a saída das informações. Proteja a saída de dados técnicos e estratégicos da empresa. - monitore a rede e servidores para detectar o início de prováveis problemas, antes que parem a rede. - promova o treinamento dos usuários através de palestras e cursos sobre segurança das informações.

142

| Revista Expansão

O Grupo Artecola e a Financiadora de Estudos e Projetos do Ministério da Ciência e Tecnologia (Finep) estão iniciando um modelo inédito de financiamento para quem busca inovar. A empresa contratou um empréstimo de 16 milhões de reais – entre recursos públicos e privados - dos quais 49% serão investidos nas unidades da Argentina, Chile, Colômbia, México e Peru e os restantes 51% vão qualificar as plantas brasileiras do Rio Grande do Sul e São Paulo. A verba será aplicada em equipamentos, software, qualificação de equipes e treinamentos, matérias-primas, contratação de serviços de consultoria e obras civis. Conforme a diretora de exportações, Lisiane Kunst Bohnen, os investimentos no exterior se justificam pelos acirrada concorrência mundial.

Invenção

Bolsa de mulher

Rosane Schumacher (foto) e sua sócia Milca Kley Silva patentearam em abril uma novidade que promete atrair a atenção das mulheres: um produto chamado Multi Bolsas, de sua marca Lua Laranja. Criado a partir da necessidade de praticidade na hora de trocar de bolsa, consiste em uma sacola de cetim presa com velcro ao interior da bolsa, que pode ser retirada e presa à outra, se adaptando ao seu tamanho e movimento. Assim, explica Rosane, tudo o que estava dentro pode ser passado com facilidade para a outra bolsa, e a mulher pode aproveitar os compartimentos da Multi Bolsas para manter seus pertences organizados e sempre consigo. Informações sobre locais de comercialização disponíveis em www.lualaranja.com.br Vitória Fischer Schilling/Especial

Sua empresa pode parar?

Inovação permanente

Outubro/2010


Divulgação

Exclusividade

Portobello passa a vender Franke O namoro durou dois anos, mas o martelo foi batido e a Portobello Shop passa a vender a marca suíça Franke em acessórios para cozinha. Agora, conforme o proprietário Natalino Conci (foto), a loja atende a quatro segmentos distintos: pisos e revestimentos, metais e louça para banheiros, banheiras e cozinhas. Apenas 25 lojas no Brasil, entre elas a Portobello Shop hamburguense, vão comercializar a linha mais sofisticada da Franke. A

companhia é a única a fabricar sistemas completos de cozinhas nas linhas molhada (pias, cubas, misturadores) e de cocção (cooktops, fornos, micro-ondas e coifas). A Franke está presente em 40 países, com 70 unidades (uma delas no Brasil, em Joinville), e é a terceira marca mais importante do mundo na fabricação de sistemas para cozinhas profissionais, atendendo ao McDonald’s tanto nos Estados Unidos como na Europa.

Tabaco

Eliminação de alíquotas Cláudio Rocha das Neves/Especial

Conci (à esq.) com representantes da Franke

Outubro/2010

O presidente do Sindicato da Indústria do Tabaco (Sindicato), Iro Schünke, reivindicou a eliminação das alíquotas de importação de fumo pelos países do Mercado Comum Europeu (MCE). A solicitação foi feita ao diretor do Departamento de Negociações Internacionais do Ministério das Relações Exteriores, o embaixador Evandro Didonet, na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (Fiergs), na primeira semana de setembro. Na ocasião, Schünke repassou informações do setor fumageiro ao embaixador, colocando a par dos problemas do segmento. O Mercado Comum Europeu é um dos principais compradores de tabaco, responsável pela aquisição de 45% do volume exportado pelo Brasil.

Revista Expansão |

143


[ Economia & Negócios ] Cultura

Transportes

Bourbon inaugura cinemas

Aeromóvel sairá do papel

Aline de Melo Pires/Especial

Divulgação

Depois de quase três décadas de espera, o Aeromóvel será implantado na capital gaúcha. Convênio assinado entre a Empresa de Trens Urbanos de Porto Alegre (Trensurb) e a Aeromóvel do Brasil S/A, em 2 de setembro, prevê a construção de uma linha que ligará a Estação Aeroporto ao Aeroporto Internacional Salgado Filho, um trecho de 944 metros e com duas estações de embarque. Orçado em 29 milhões de reais, o projeto prevê a utilização de dois veículos, um com capacidade para 150 passageiros e outro para 300, usados conforme a demanda. O sistema deve entrar em operação no segundo semestre de 2011.

Ademar Oliveira, à frente da direção de programação do cinema

A Capital Nacional do Calçado voltou a contar com cinema. Inaugurado na primeira semana de setembro, o CinEspaço é um complexo de quatro salas de projeção – uma delas em 3D. A capacidade total é de 671 espectadores e uma quinta sala está prevista para o primeiro semestre do próximo ano. Um diferencial dos cinemas em Novo Hamburgo será a oferta de filmes que não estão nos grandes circuitos comerciais. Para saber mais sobre o complexo CinEspaço, acesse www.cinespaço.com.br.

Aniversário

Academia comemora cinco anos

A i9 Academia, de Novo Hamburgo,  acaba de completar 5 anos em grande estilo. Desde o mês passado, é a academia oficial da Nike e da Powerade - a única no Vale do Sinos -, agregando ainda  mais qualidade e credibilidade a seus serviços e proporcionando  a seus clientes vantagens especiais e ações exclusivas dessas duas marcas consagradas. Para comemorar essas parcerias de sucesso e o aniversário da academia, a i9 realizou uma grande festa comemorativa para mais de 400 convidados no Espaço Tao, em 10 de setembro.

144

| Revista Expansão

EVENTO

Fidelização das empresas

O Festival do Turismo de Gramado, de 18 a 21 de novembro, a cada edição apresenta novos expositores e marcas, com destaque para a fidelização das empresas que já estiveram presentes na feira de negócios. A Skytean Consolidadora estará mais uma vez presente no evento apresentando seus serviços aos agentes, operadores e trade turístico. Quem confirma a presença em 2010 é o gerente comercial Charles Cruz Silva que esteve em Gramado, onde foi recebido pela diretora do evento, Marta Rossi. A Sky Tean tem sede em Porto Alegre.

Outubro/2010


Cooperativismo

Reverse Fotos: Divulgação

Parceria com Sindilojas/POA

A Reverse Gerenciamento de Resíduos Tecnológicos, de Novo Hamburgo, fechou parceria com o Sindilojas/POA. A empresa, especializada em coletar, desmontar e dar o destino final aos resíduos tecnológicos (CPUs e monitores velhos, entre outros), atenderá aos associados da entidade a partir deste mês. Para isso os lojistas agendarão com a empresa os dias propícios para a busca e a Reverse fará a coleta. O destino final será a reciclagem, reduzindo o passivo ambiental gerado pelas empresas. A ideia é utilizar o refugo como matéria-prima.

Nova Petrópolis sediará Concred

O próximo Congresso Brasileiro de Cooperativismo de Crédito (Concred) terá a sua nona edição em Nova Petrópolis, em 2012. A definição ocorreu por meio de votação no 8º Concred, em Foz do Iguaçu, entre 25 e 27 de agosto. A Capital Nacional do Cooperativismo obteve 90% das intenções de voto, conforme pesquisa feita antes da votação oficial, o que provocou a desistência das outras pretendentes à sede do evento (Manaus, Brasília, Florianópolis e Salvador).

Embalagens

Programa percorre a Serra

Os produtores de fumo da região serrana associados ao Sindicato da Indústria do Tabaco na Região Sul do Brasil (Sinditabaco) serão os próximos a participarem do programa de Recebimento de Embalagens. Ao todo, 112 municípios vão receber a visita para a coleta dos vasilhames vazios de agrotóxicos, até o mês de dezembro, evitando que contaminem o ambiente. O programa tem dez anos de existência, visita anualmente 600 cidades dos Estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul e beneficia aproximadamente 150 mil produtores rurais.

Outubro/2010

Revista Expansão |

145


ângelo Roberto Justen Contador e acadêmico de Direito justen@justen-heberle.com.br

Que cuidados devemos ter ao encerrar uma empresa?

S

e você participa no quadro societário de uma empresa e ela está ativa ainda perante os órgãos públicos federais, estaduais e municipais mas sem atividade, quando encerrar as atividades deve-se estar atento à realização de vários procedimentos, para não deixar brechas que podem trazer inúmeros problemas futuros. Realizar o fechamento de um negócio exige muita paciência, trabalho e determinação. O grande problema na maioria dos casos são as dívidas fiscais e falta de cumprimento de obrigações acessórias (como entrega da DIPJ, DCTF, DACON,DIRF,RAIS,etc.) acumuladas ao longo do tempo. Para iniciar o encerramento devem-se seguir certos passos, observando uma sequência lógica para se evitar perda de tempo.   Elaborar o Distrato Social Os sócios devem se reunir e assinar a ata de encerramento da empresa, onde deve constar a nomeação de um liquidante, que servirá para eliminar as pendências, como pagamentos ou recebimentos não realizados. Tais contas devem ser aprovadas em assembleias dos sócios. Elabora-se então o Distrato Social - documento que informa por que a sociedade se desfez e divide os bens da empresa. O Distrato deverá conter a importância repartida entre os sócios, o (s) motivo (s) de dissolução e a referência à pessoa ou pessoas que assumirem o ativo e guarda dos livros e documentos.   Verificar se há débitos previdenciários - Mesmo que a empresa não tenha empregados Se a empresa efetuou corretamente o recolhimento de todas as contribuições previdenciárias, poderá obter pela internet a Certidão Negativa de Débito.

Varejo

Elhitás renova visual

Tradicional loja de vestuário feminino, a Elhitás investe em mudança. O estabelecimento promoveu reformas, ampliando a área interna e a fachada, com a intenção de melhorar o atendimento aos clientes. A loja aguarda os lançamentos da coleção primaveraverão, com o foco exclusivo em tamanhos grandes. A Elhitás traz a moda do 46 ao 60 e, além das roupas, comercializa bolsas e acessórios. Confira de perto as ofertas no endereço avenida Bento Gonçalves, 2360, no Centro de Novo Hamburgo.

Distinção

Cláudia Leles premiada

A proprietária da Revolution Cosméticos, Leles Clínica Spa e Bio HC, Cláudia Leles, foi agraciada com dois prêmios na edição nacional do prêmio Tesoura de Ouro. Ela recebeu os prêmios nas categorias Tesoura de Ouro e Revelação Nacional 2010. A entrega da distinção ocorreu em 30 de agosto em São Paulo e contou com a presença da elite brasileira dos profissionais de beleza. O prêmio Tesoura de Ouro é realizado pela empresa ARC Santos Publicidade e Pesquisa e visa a homenagear os profissionais da área da beleza que mais se destacaram em seus setores. Divulgação

Obter o Certificado de Regularidade do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (CRF) O CRF é um documento obrigatório para o encerramento das operações, tanto para as empresas com trabalhadores como para as sem trabalhadores registrados.   Efetuar baixa na prefeitura e no Estado Para a empresa que paga imposto municipal, como o Imposto Sobre Serviços (ISS), será necessário pedir a baixa da empresa na prefeitura. Para o estabelecimento contribuinte do Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), é necessário procurar a Secretaria da Fazenda, para dar baixa na inscrição estadual.   Obter as Certidões do Ministério da Fazenda Na Receita Federal do Brasil verifica se a empresa recolheu corretamente todos os tributos de âmbito federal, como o IRPJ, PIS, COFINS e a CSLL. As certidões podem ser obtidas pela Internet.   Arquivar documentos na Junta Comercial Os arquivamentos de atos de extinção de empresário ou de sociedade empresária, devem ser protocolados na Junta Comercial com os seguintes comprovantes (certidões). O último passo a ser dado após aprovado o Distrato, é a baixa no CNPJ - na Receita Federal. Por fim, basta apresentar na Receita o Documento Básico de Entrada do CNPJ – DBE.

[ Economia & Negócios ]

Cláudio Rocha das Neves/Especial

[ Informe Tributário ]

Leles, com um dos prêmios em mãos, na solenidade da entrega do Tesoura de Ouro , em São Paulo

146

| Revista Expansão

Outubro/2010


Fotos: Divulgação

Inauguração

Só no sapatinho

Trajetória

Bebecê completa 25 anos de mercado

O Grupo Bebecê completou 25 anos de atuação em setembro focado nos nichos de moda, tecnologia e sustentabilidade. A empresa vem, ao longo do tempo, promovendo a qualificação dos processos industriais e do relacionamento com seus colaboradores. Um dos exemplos desta postura é a conquista do Selo Ecológico, criado pelo Sindicato da Indústria de Calçados, Componentes para Calçados de Três Coroas. No âmbito dos recursos humanos, a fábrica disponibiliza cursos internos e premiações aos funcionários, através da meritocracia. Ações como o Café com Diretor, em que mensalmente um grupo de colaboradores se reúne com os diretores, Analdo e Antônio Moraes, procura estreitar a relação entre os setores.

Foi inaugurada, no começo deste mês, no bairro Bom Fim, em Porto Alegre, a Marcco Zero Kids, loja especializada em calçados e acessórios infantis - do bebê aos 12 anos - que vai reunir marcas tidas como referência nacional, como Ortopé, Bibi, Pampili, e de personagens da Disney e do Cartoon Network. Para a criançada brincar e se divertir estão disponíveis no local video game, gira-gira, amarelinha, mini lounge e materiais para desenhar. O estabelecimento é filial da Marcco Zero, focada em calçados e acessórios femininos, que está há oito anos também no Bom Fim e é dirigida por Paulo Rodrigues, e que possui outra unidade na Azenha. A Marcco Zero Kids oferece uma área de 90 metros quadrados, estacionamento junto à loja e vai atender todos os dias da semana, inclusive aos domingos.

Feira

Mercofrio ocorre neste mês na Fiergs

Em sua sétima edição, a Feira e Congresso de Ar Condicionado, Refrigeração, Aquecimento e Ventilação do Mercosul (Mercofrio) ocorre de 20 a 24 de outubro, no Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (Fiergs). A expectativa dos organizadores é de que gere negócios da ordem de R$ 60 milhões. Além dos produtos, empresas como Carrier, LG, Hitachi e Tosi, entre outras, vão promover palestras sobre climatização com ênfase na economia de energia e preservação ambiental.

Palestra

Demandas trabalhistas são explanadas

Em 31 de agosto, um dos proprietários do escritório de advocacia Almeida, Saraiva & Associados o advogado Jocelino de Almeida realizou uma palestra dirigida aos empresários de Guaporé. Com o tema Como prevenir demandas judiciais trabalhistas, Almeida discorreu para um público de cerca de 20 empreendedores locais. O evento teve o apoio da Associação Comercial e Industrial de Guaporé e aconteceu na filial do escritório Almeida, Saraiva & Associados, cuja matriz se localiza em Novo Hamburgo.

Outubro/2010

DECORAÇÃO

Loja virtual customizada

A RValentim é um estúdio paulista de estamparia digital que elabora diversos tipos de produtos com impressão de estampas em tecidos que podem ser aplicadas em decoração, moda e acessórios. Baseado no conceito da exclusividade, o estúdio lançou sua loja virtual com coleções diferenciadas que podem ser mutantes de acordo com as preferências do cliente. São três linhas que fazem parte desta coleção: a Rocker, criada com estampas estilizadas ou não, com o desenho da bandeira da Inglaterra e tickets de bandas inglesas; a Prince, totalmente baseada na estampa pied du poule, com a qual brinca e mistura tamanhos e, por último a linha Pele, com estamparia de animais como onça, zebra e outros bichos. Informações w w w. r v a l e n tim.com/shop.

Revista Expansão |

147


[ CIDADES ] Montenegro

Campo Bom Fotos: Divulgação

Avenida Brasil terá redutor

A partir deste mês, entra em operação o pardal instalado na Avenida Brasil, que terá o limite de velocidade reduzido para 50 km/h. O medidor será instalado na pista de acesso a Novo Hamburgo, entre as Ruas Santo Antônio e 17 de Abril. O equipamento vai registrar infrações tanto de carros quanto de motos e sua utilização foi definida com base em levantamento do Departamento de Trânsito do município. O primeiro semestre deste ano revela que 423 veículos foram multados por excesso de velocidade neste trecho da avenida.

Novas retroescavadeiras na SMVSU

Porto Alegre Ivo Gonçalves/Divulgação

A administração municipal recebeu as três novas retroescavadeiras adquiridas este ano. As máquinas estão a serviço da Secretaria Municipal de Viação e Serviços Urbanos (SMVSU) desde a segunda semana de setembro. Elas vão ser usadas na manutenção das estradas do interior do município. Equipes da SMVSU ainda estão sendo treinadas para operar as máquinas. O valor total dos veículos gira em torno de R$ 1 milhão.

São Leopoldo

Aberta inscrições para concurso

O município está com inscrições abertas para concurso público até o dia 14 deste mês. A seleção visa preencher 228 cargos de nível médio e superior. As inscrições podem ser feitas pela Internet no site da organizadora do certame, www.consulplan.net ou de forma presencial na biblioteca pública Vianna Moog, localizada à Rua Osvaldo Aranha, 934, Centro. O custo varia de 20 a 70 reais e os salários vão até R$ 2.290,17. Os locais de realização da prova serão divulgados dia 8 de novembro, no mural da prefeitura e no site da Consulplan, e a data prevista para o teste é dia 14 do mesmo mês.

Capital terá novo teatro

Situada no segundo andar da Usina do Gasômetro, a Sala Elis Regina será transformada em teatro. Orçada em R$ 3 milhões, o futuro espaço receberá as estruturas metálicas para o posicionamento do palco e da plateia e também os dutos para a climatização do ambiente. O projeto prevê a instalação de poltronas móveis, adaptáveis aos estilos de Arena ou ao tradicional italiano. A capacidade será de 400 espectadores. O secretário municipal da Cultura, Sérgius Gonzaga, lembra que o Teatro Elis Regina é um importante acréscimo cultural à cidade que não recebe estrutura semelhante há 20 anos.

Canela

Maria Gadú confirma presença

Cantora revelação em 2009, Maria Gadú confirmou presença na Festa Nacional da Música, que ocorre no município de 18 a 21 de outubro. A cantora vai entregar o troféu de homenageado ao presidente da gravadora Som Livre, Leonardo Ganem, e cantar alguns de seus sucessos. Ela tem 23 anos e concorre ao Grammy Latino 2010 em duas categorias, Revelação e Melhor Álbum de Cantor-Compositor. Seu primeiro trabalho foi gravado no ano passado.

148

| Revista Expansão

Igrejinha

Nova Farmácia Comunitária A cidade tem nova Farmácia Comunitária. Segundo a prefeitura de Igrejinha, a farmácia está adequada às normas da Vigilância Sanitária estadual e tem Certidão de Regularidade, expedido pelo Conselho Regional de Farmácia do Rio Grande do Sul. O espaço físico foi ampliado, melhorando as condições de atendimento, manipulação e estocagem de medicamentos. A produção inclui 31 diferentes produtos para uso interno, 32 de uso externo e 14 para distribuição nas unidades de saúde municipais. A prefeitura investiu cerca de 81 mil reais nas novas instalações.

Outubro/2010


Diego Land/Divulgação

São Sebastião do Caí

Regularização fundiária Castor Becker Jr/Divulgação

Três Coroas

MP tem sede própria Os habitantes do bairro Conceição que ainda não possuem a escritura de seus imóveis estão mais próximos de conseguirem o documento. A prefeitura promoveu o cadastramento das famílias interessadas em regularizar a situação. O atendimento ocorreu na segunda semana de setembro na associação de moradores do bairro. Conforme o coordenador de Habitação do município, Luiz Augusto Flores, a maioria do lotes irregulares encontram-se na Estrada do Campestre.

A sede do Ministério Público Estadual (MP) foi inaugurada no município, na segunda semana de setembro. O MP vai funcionar na edificação que abriga a Promotoria de Justiça, concluída em março deste ano e em operação desde abril. O terreno foi uma doação do poder público municipal. Segundo o titular da Promotoria de Três Coroas, Daniel Ramos Gonçalves, a entrega da sede coroou o desejo da comunidade e uma luta aguerrida para obtê-la. O órgão se localiza à Rua Felipe Bender, 361, Centro.

Divulgação

Canoas

Feevale vence concurso natalino

Bruna e Cunha recebem premiação do prefeito Jairo Jorge

Outubro/2010

O projeto da Universidade Feevale foi o vencedor do concurso Natal da Transformação 2010 promovido pela prefeitura de Canoas. Escolhido por votação popular, o Na Trilha do Papai Noel, vai ser aplicado no calçadão da Rua Tiradentes, praças, passarelas e na fachada da prefeitura. A proposta foi desenvolvida por professores e alunos do curso de Design, coordenado por Bruna Ruschel, e prevê a utilização de peças produzidas por grupos comunitários, confeccionadas com material reciclado. O reitor da Feevale, Ramon Fernando da Cunha, e Bruna Ruschel receberam a distinção do prefeito Jairo Jorge.

Revista Expansão |

149


[ Sobre nós e outras coisas ]

[ Mix ] Desfile

O pequeno César A. Pessin

Adm. de empresas cesar.pessin@hotmail.com

O

Umberto

150

| Revista Expansão

Gritos e suspiros de cerca de 2 mil pessoas agitaram a passagem do ator Caio Castro no desfile da Via Marte, durante o 11º Oscar Fashion Days, em 24 de setembro. De pés descalços, o personagem Edgar, da novela Ti-Ti-Ti, brilhou na passarela juntamente com variados modelos de clogs, meia-pata, peep-toes, scarpin, sandálias com saltos variados e rasteirinhas da linha primavera-verão da Via Marte. Depois do desfile, o bonitão foi sós sorrisos nos bastidores, onde atendeu às fãs e conferiu mais de perto a modelagem gaúcha da fábrica de calçados na qual representou a marca na passarela.

recursos

Parque Ecotecnológico no Caí

O secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Júlio Ferst (foto), garantiu que cerca de R$ 1,2 milhão destinados ao Parque Ecotecnológico do Vale do Caí saem até o final do ano. A declaração ocorreu durante a palestra de apresentação do empreendimento, no mês passado, durante a 5ª Feira de Construção, Mobiliário, Decoração e Serviços (Construmóvel), no Centro de Cultura e Eventos de Bom Princípio. Liberado o dinheiro, o prazo de implantação do empreendimento é de dois anos. Castor Becker Júnior/Divulgação

sol ainda se insinuava por entre as árvores, projetando sobre a terra desenhos movediços quando, mais uma vez, estanquei, comovido. Era sempre assim, árduo o caminho até a fonte d’água. Com os olhos paralisados e o coração atenuando os batimentos para não interferir no som do vento, permaneci em silêncio por um longo tempo. Como era difícil passar por ali e por ali eu sempre precisava passar. Quando finalmente me movi, o fiz lentamente, prestando atenção nas mesmas coisas de sempre: o nome, a idade e quando aconteceu. E nada mudava, senão os anos, cada vez mais distantes, dia a dia acrescidos, como grãos de areia numa ampulheta. Porém, naquele espaço, nem tão pequeno assim, há muito ninguém mais viera habitar. O peso de décadas estendeu um silêncio perpétuo sobre o local. Contudo, a percepção não era de abandono, apenas de respeito pela inexorável ação do tempo. Cemitérios nunca me provocaram receio, porém aquele local era destinado apenas para crianças e a última lápide datava de 1963. Lado a lado, pequenos túmulos do início do século registravam a perda de quem vivera pouco ou quase nada. Em profunda reverência, projetei os olhos e tentei ser compreensivo com aquelas sem nome, cobertas de terra e capim, depredadas; vasos de barro há muito sem flores; cruzes que nada diziam; deitadas sem sentido; como se ninguém mais ali importasse ou fosse lembrado. Numa delas, pude ler a frase, esculpida na pedra: “aqui jaz o inocente Umberto Cechin * 07.12.28 + 25.02.32 Lembrança de teus paes”. No alto, uma foto suja, encoberta pelo pó. Limpei-a com um pano úmido e, como se luz tivesse por trás, brilhou a imagem de uma criança linda, com a aura típica da época. Em meio a quietude quebrada apenas pelo vento e da incipiência dos primeiros raios do sol da manhã, aquela criança pareceu voltar de um tempo muito distante. Num exercício simples de matemática, somei os anos passados com a idade provável de seus “paes” e cheguei à conclusão de que os que lhe deixaram lembranças também já se foram. Alguém ainda reclama pelo pequeno Umberto ou lembra que um dia ele nasceu? Pequenos anjos como ele descansam esquecidos em todos os lugares, nem sempre por abandono, mas simplesmente porque o tempo também ceifou as gerações seguintes. O pequeno Umberto, porém, ganhou um amigo 80 anos depois. Limpo seu rostinho regularmente e ainda um dia deixarei também flores....

Caio Castro agita no Oscar

agricultura

Apoio à produção de goiaba

A Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Nova Petrópolis tem oferecido alternativas de produção e de renda para os produtores rurais de Nova Petrópolis. Uma nova opção está sendo o plantio de goiabeiras. A fruta é comercializada para empresas que produzem geleias e schmiers ou mesmo in natura para centros de distribuição de alimentos. Somente em 2010, foram plantadas 3,8 mil mudas de goiabeira no município, que representa um acréscimo de 10 hectares, divididos entre 18 agricultores. O município custeou 50% desse investimento dos produtores, que contabilizou R$ 7,6 mil dos cofres públicos. As variedades que estão sendo cultivadas são a Paluma e a Século 21.

Outubro/2010


Divulgação

Estímulo

Praticando cidadania pela dança

Um jeito diferente de promover ações de cidadania. Assim o Colégio Província de São Pedro, de Porto Alegre, define a arrecadação de brinquedos para distribuição a crianças carentes. As alunas da atividade extraclasse levaram os donativos em uma apresentação restrita aos pais e aprenderam o quanto é importante fazer os outros pequenos felizes. Cerca de 80 brinquedos vão ser doados, no Dia da Criança, a uma entidade que atenda a pequenos ainda a ser definida. Marcelo Matusiak/Divulgação

Outubro/2010

Posse

Nova diretoria no Grupo de Mídia

A diretora de mídia da agência Paim Comunicação, Patrícia Angeletti, foi escolhida por aclamação para comandar o Grupo de Mídia no biênio 2010/2012. A entidade tem como objetivo promover a qualificação profissional e representar a classe junto aos veículos de comunicação, fornecedores de serviços de pesquisa e fiscalização, agências de publicidade, clientes e anunciantes. Entre as atividades oferecidas estão cursos, treinamentos e premiações, como o Top de Mídia, que premia cases que se destacaram durante o ano. Já o Papo de Mídia é um encontro social realizado a cada três meses que reúne os profissionais para discutir as tendências do mercado.

Revista Expansão |

151


[ Mix ] Recorde

Responsabilidade Social

Gaúcho é o mais rápido

Feevale divulga relatório

Em visita à Revista Expansão, a pró-reitora de Extensão e Assuntos Comunitários da Universidade Feevale, Angelita Gerhardt, e a gerente de Marketing da Feevale, Joelma Maino (foto), apresentaram o Relatório de Responsabilidade Social da instituição relativo a 2009. Mais de 70 mil pessoas das cidades de Novo Hamburgo, Campo Bom, Estância Velha e São Leopoldo foram beneficiadas por projetos e ações capitaneadas pela universidade. Os programas atendem a várias áreas e alguns são desenvolvidos há dez anos.

O nadador mais rápido das Olimpíadas Escolares 2010 é o gaúcho Gustavo Louzada (foto). Ele conquistou a medalha de ouro e bateu o recorde da prova de 50 metros livre da maior competição estudantil nacional, com o tempo de 25s16. A prova aconteceu no Clube Náutico Cearense em 12 de setembro. Louzada tem 13 anos e já tem no currículo duas vitórias nos últimos campeonatos brasileiros, ambas com o registro de recordes. Ele é aluno da Escola de Educação Básica Feevale – Escola de Aplicação.

Cláudio Rocha das Neves/Especial

Homenagem

Atletas são homenageados em NH

A Câmara de Vereadores de Novo Hamburgo homenageou 36 atletas das modalidades de atletismo, bicicross, handebol, jiu-jítsu, judô, patinação e punhobol da Sociedade Ginástica, em sessão solene em 24 de agosto. Eles foram agraciados com a medalha do Mérito Esportivo, por iniciativa do vereador Raul Cassel (PMDB), pelos relevantes serviços prestados ao município e pela sua divulgação. A turma teve como paraninfo o preparador físico Paulo Paixão. Podem receber o Mérito Esportivo atletas hamburguenses por nascimento ou inscritos em algum clube da cidade e que tenham conquistas em brasileiros, sul ou pan-americanos, mundiais ou olímpicos.

Entidade Fotos: Divulgação

Abeca realiza jantar-baile

A Associação Brasileira de Estilistas de Calçados e Afins (Abeca) completa 21 anos de atuação neste ano e vai comemorar com um jantar-baile em 12 de novembro, às 20 horas, no NH Hall, em Novo Hamburgo. Os convites estão à venda na sede da entidade e interessados podem buscar informações pelo telefone (51) 3587-4889. A Abeca procura parceiros para patrocinar os telões do evento ou distribuir banners e panfletos na data.

Auxiliadora Cooperativismo

Novo livro de Tito Rossi

O médico e cooperativista Tito Rossi apresenta mais uma obra sobre o associativismo. Em O óbvio não é o bastante, o autor ressalta a importância do espírito de união e acordo entre as pessoas para o desenvolvimento de projetos cooperativistas. Fundador de entidades como a Unimed Nordeste RS e o Servicred, o autor participa da 26ª Feira do Livro de Caxias do Sul, em 7 de outubro, às 17 horas. O movimento associativista começa a ganhar impulso na região.

152

| Revista Expansão

Reencontro de ex-alunos

Está agendado para 30 de outubro o reencontro dos ex-alunos do Ginásio Auxiliadora, em Canela. A festa vai reunir exestudantes da escola desde a década de 50 e será um grande almoço de confraternização no Clube Serrano, a R$ 30,00 por pessoa. Haverá sorteio de brindes como diárias em hotéis, restaurantes e outros estabelecimentos, além de música ao vivo. Para saber mais, o contato é Caio Giacomet, pelo telefone (51) 9981-2652.

Outubro/2010


Lions

Solidariedade

Governador visita Ação Encontro na Santo Afonso

Corrida pela Liga

O governador do distrito LD-2 do Lions, Sérgio Nunes Pilger, e sua esposa, Márcia Pilger, visitaram em 22 de setembro a sede do projeto Ação Encontro, no bairro Santo Afonso, em Novo Hamburgo. A estrutura, construída pelo Lions Terceiro Milênio, atende diariamente quase 200 crianças e adolescentes da Associação Beneficente Evangélica da Floresta Imperial (Abefi) e promove atividades como reforço escolar, capoeira, bombeiro mirim e curso de eletricista. Fotos: Divulgação

A Novodente, cooperativa de odontologia formada por 33 dentistas de diferentes especialidades, promove na manhã de 7 de novembro a Corrida & Caminhada Novodente, com largada na Praça do Imigrante, em Novo Hamburgo. Conforme o presidente da Novodente, João Rath (foto), camisetas, que são também o ingresso, estão sendo vendidas a 15 reais para a caminhada e 20 reais para a corrida, até 4 de novembro, na Novodente, na Ótica Paiva e na LFCC. Vitória Fischer Schilling/Especial

Rústica

Correndo na Serra terá premiação de R$ 3 mil A 2ª Rústica de Nova Petrópolis ocorre em 9 de outubro, com concentração e largada na Praça das Flores, no Centro. A edição deste ano conta com um prêmio principal de 3 mil reais e terá duas largadas: às 14h30min para o público infantil e às 15h30min para o público principal. Para a Rústica Infantil, haverá sorteio de uma bike. Mais informações no site www.novapetropolis.rs.gov.br ou pelo telefone (54) 3281-8406.

Livro

Sociedade Brasileira

Os irmãos gêmeos Paulo e Pedro Scherer, hamburguenses que moram no Rio de Janeiro, participaram do lançamento da nova edição do livro Sociedade Brasileira, onde consta seus dados telefônicos. O livro é editado por Lourdes Catão e lista o high society do País a cada dois anos. Entre os 2.300 verbetes, há cerca de 120 nomes estreantes, entre novatos jovens de tradicionais clãs cariocas, com seus endereços, telefones e e-mails. Na foto, o diretor comercial da Revista Expansão, Sérgio Jost, recebe de Paulo Scherer, em vista à revista no mês passado, um exemplar do livro. Graziela Dannenhauer/Especial

Esporte

O Punhobol da Ginástica é campeão na 1ª etapa

A Equipe da Ginástica/Rissul/Sulbra de Punhobol começou bem sua caminhada de conquistas visando o Campeonato Mundial Interclubes de Punhobol, em outubro, na Namíbia, África. No mês passado, a equipe conquistou, de forma invicta, a 1ª Etapa do Campeonato Brasileiro de Punhobol, em Blumenau, e está classificada na primeira posição para as finais (Final Four) em Curitiba, em novembro. A delegação é formada por Daniel Becker, Cristiano Shuch, Rodrigo Velho, João Schmidt, Francisco Schmidt, Bruno Lammel, Mateus Lammel, Juliano Fontoura, Luis Henrique Poersch, Leandro Fleck e Cyrill Schreiber.

Outubro/2010

Revista Expansão |

153


[ Mix ] Troféu Campanha

Coração de Leão

Rotary Internacional contra a poliomielite

Fotos: Divulgação

A principal meta do Rotary International é erradicar a poliomielite no mundo. A afirmação é do governador do Distrito 4670 do Rotary Club, Eduardo Muniz Werneck, que assumiu em 1º de julho para a gestão 2010/2011. “Mundialmente, os clubes arrecadam fundos para fornecer vacinas, logística e financiar pesquisas”, diz. Recentemente, afirma Werneck, o Rotary patrocionou o desenAllgayer e Rauber (em pé) e Mello e o governador volvimento de um novo Werneck (sentados) em visita à Revista Expansão tipo de vacina para a polio. Entre as metas do distrito estão o fortalecimento dos clubes, que perderam muitos sócios em função da crise econômica, e da imagem pública, para atrair novos sócios. Ele esteve em Novo Hamburgo em 1º de setembro para visitar os quatro clubes da cidade, Novo Hamburgo, Monumento, Oeste e 25 de Julho, acompanhar os projetos e gerar motivação. Werneck visitou a Expansão com os membros do Rotary Club Novo Hamburgo Ubirací Pottes de Mello, Marcelo Allgayer e João Carlos Rauber.

A noite de 27 de outubro será especial para os cinco clubes do Lions em Novo Hamburgo. Será na Sociedade Ginástica a entrega do Troféu Coração de Leão, que reconhece a participação em destaque de personalidades em quatro áreas: Educação, Saúde, Segurança e Meio Ambiente. A distinção é conferida pelos Lions Clube Novo Hamburgo, Lions Clube Pérola do Vale, Lions Clube Centro, Lions Clube Industrial, Lions Clube Terceiro Milênio e Lions Clube Courocap, que formam a divisão B1 do distrito LD2.

Sinepe

Nova diretoria toma posse

Elias Eberhardt/Divulgação

Graziela Dannenhauer/Especial

Nota É Minha

Colunistas

Secretária da Fazenda entrega cheques às entidades

Febracos tem nova Direção

A Secretaria Estadual da Fazenda entregou, no mês passado, os cheques simbólicos às entidades beneficiados (foto) com o Programa Nota É Minha, do governo estadual. A partir do primeiro semestre deste mês, após a eleição, os valores estarão depositados nas contas bancárias dos beneficiados que correspondem à área de abrangência da 2ª Coordenadoria Regional de Educação (2ª CRE). A solenidade de entrega foi na sede da Associação do Menor em Oncologia (AMO), no bairro Hamburgo Velho, em Novo Hamburgo. O presidente da AMO, Valdir Marques de Souza, salientou a satisfação da distribuição dos valores e o trabalho feito para que a sua entidade e as demais têm para reverter as notas fiscais em recursos para seus projetos. Foram distribuídos cerca de 298 mil reais para a região.

154

Reeleita com 98% dos votos, a chapa única ao Sindicato dos Estabelecimentos do Ensino Privado no Estado do Rio Grande do Sul (Sinepe), coordenada pelo atual presidente Osvino Toillier, tomou posse para mais um mandato na última semana de setembro. A diretoria eleita comandará a entidade para o próximo triênio (20102013) e tem como meta dar continuidade aos projetos desenvolvidos e investir em inovação. “É preciso se antecipar ao futuro e não vir a reboque do que já está acontecendo”, afirma Toillier.

| Revista Expansão

A Federação Brasileira de Colunistas Sociais (Febracos) promoveu, em Foz do Iguaçu, no Paraná, o 19º Congresso Nacional dos Colunistas Sociais, em agosto passado. A nova diretoria tem Gilberto Amaral como presidente de Honra, Moacir Benvenutti como presidente nacional, Vera Martins como vice-presidente e Arthur Rezende como 1º vice-presidente. Colunistas da região são integrantes da Febracos.

Outubro/2010


Homenagem

Alei e Brentano são Cidadãos Santa-cruzenses

A Câmara de Vereadores de Santa Cruz do Sul realizou sessão solene, em 27 de setembro, para a concessão de dois títulos de Cidadão Santa-cruzense. As honrarias foram entregues a Jones Alei da Silva e Washington Luiz Brentano, propostas pelos respectivos vereadores Edmar Hermany e Francisco Carlos Smidt. Silva é natural de Bento Gonçalves e reside em Santa Cruz do Sul desde novembro de 1977, quando chegou como oficial do Exército Brasileiro. Depois de deixar a vida militar, Alei passou a atuar na iniciativa privada e hoje é diretor administrativo-financeiro da Gazeta Grupo de Comunicações. Brentano é natural do município de Santo Cristo e reside em Santa Cruz desde abril de 1981, quando chegou também como oficial do Exército Brasileiro. Hoje é sócio-proprietário do Grupo Prato Feito. Bastante emocionados, Jones Alei e Brentano agradeceram a homenagem e reafirmaram seus compromissos com a cidade de Santa Cruz do Sul.

Descoberta

Aula no museu móvel

Alunos da Instituição Evangélica de Novo Hamburgo, unidade Pindorama, conheceram o Museu e Aquário Marinho, de Curitiba. Montado dentro de um ônibus, ele percorre o País levando o conhecimento da vida marinha às escolas. Há seis anos na estrada, o museu já visitou unidades de ensino de São Paulo, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Além de conhecer o acervo, os estudantes recebem aulas práticas, com linguagem específica para cada faixa etária. Também conhecem espécies marinhas vivas e algumas empalhadas. A atividade ocorreu em setembro.

Relógio

Horário de verão

Alei recebe a homenagem proposta pelo parlamentar Edmar Hermany

Bretano com o título de cidadão indicado pelo vereador Francisco Smidt

Feevale

Projeto Identidade e Inclusão Social tem nova cara

O Projeto Identidade e Inclusão Social, realizado pela Escola de Educação Básica Feevale – Escola de Aplicação, ganhador de quatro prêmios nacionais e um internacional, está de cara nova neste ano. Esta reformulação surgiu da necessidade da realização de um trabalho efetivo junto às comunidades em situação de vulnerabilidade social, estudadas em anos anteriores pelos alunos, bem como dos resultados obtidos pela pesquisa institucional Mapeamento de Gravidez na Adolescência. O objetivo é criar um espaço de reflexão, no qual os adolescentes possam compartilhar sentimentos e opiniões sobre como lidam com as situações e como dão significado à vida, pois são sujeitos em processo de desenvolvimento. Em 16 de agosto, ocorreram as oficinas que capacitaram 75 alunos da primeira etapa do primeiro ciclo do Ensino Médio da Feevale, agentes-multiplicadores, que desenvolverão as ações.

Outubro/2010

O já tradicional horário de verão inicia dia 17 deste mês. A medida se estenderá até 20 de fevereiro do próximo ano, gerando uma redução da demanda de energia de cerca de 5%. A fim de aproveitar bem o período para economizar energia, observe algumas dicas. Coloque o chuveiro elétrico na posição verão e evite usá-lo entre as 18 e 21 horas; abra bem as janelas utilizando o sol na iluminação de ambientes o máximo tempo possível, adiando um pouco o horário para acender as luzes, e, por fim, dimensione os aparelhos de ar condicionado para o tamanho dos ambientes.

Documentário

Kerb de São Miguel

Os 181 anos de história do Kerb mais antigo do Estado foram apresentados em 27 de setembro, pela companhia de Teatro Curto Arte, de Dois Irmãos. A premier do Kerb em Cena foi exibida no Espaço Cultural da Antiga Matriz de São Miguel, em Dois Irmãos. O curta possui 25 minutos e fala sobre o início do Kerb e suas tradições. Doze atores, figurantes e memórias vivas do Kerb participaram do vídeo gravado em Dois Irmãos. O projeto tem a parceria da prefeitura de Dois Irmãos e o apoio das Lojas Taqi, Wendling, Casa da Vovó, Kinei Calçados, Posto Bruder, CBC Couros.

Revista Expansão |

155


[ Departamento Jurídico ]

Estêvão Trentz

Advogado sneladv@pro.via-rs.com.br

A teoria da responsabilidade civil

pela perda de uma chance

A

Os danos materiais e morais desdobram-se em inúmeras vertentes, a exemplo dos danos estéticos, psicológicos, etc. Entre estas vertentes destacase também o dano decorrente da perda de uma chance.

156

| Revista Expansão

responsabilidade civil é uma área do Direito Civil em que a idéia central consiste na obrigação legal que cada um tem de reparar eventuais prejuízos causados a terceiros. O referido instituto tem origem no direito romano. Modernamente, o Código de Napoleão lançou as bases da responsabilidade civil tal como é vista atualmente: responsabilidade em face do ato ilícito praticado. No entanto, a concepção mais recente de responsabilidade civil não se fundamenta apenas na noção de ato ilícito, mas também na de dano injusto, composto pelo elemento fático do prejuízo e pelo elemento de direito da lesão jurídica. Os danos materiais e morais desdobram-se em inúmeras vertentes, a exemplo dos danos estéticos, psicológicos, etc. Entre estas vertentes destaca-se também o dano decorrente da perda de uma chance. Tal dano decorre de atos ou omissões ilícitas de outrem capazes de privar a vítima da oportunidade de obter determinada vantagem ou de evitar um prejuízo. O dano pode acarretar uma indenização pela perda de uma chance. Cumpre ressaltar que o dano causado pela perda de uma chance foi ignorado por bastante tempo pela doutrina e jurisprudência, pois era exigida a demonstração efetiva do dano para gerar o direito à indenização. Assim, a indenização só seria devida se a conduta fosse diretamente responsável pelo prejuízo. Ou seja, só haveria obrigação de

reparo se a conduta ilícita fosse realmente a causa do dano, e se, caso evitada, o dano não tivesse ocorrido. Em muitos casos, a jurisprudência enquadra o dano da perda de uma chance como lucro cessante, ainda que não se refira expressamente à teoria. Com base na melhor doutrina, a teoria da perda da chance tem por escopo reparar a perda da oportunidade de conseguir uma vantagem e não a perda do ganho esperável, este sim, capaz de configurar o lucro cessante. Com efeito, dá para perceber a diferença entre os dois institutos, podendo-se concluir que o dano da perda de uma chance não é o mesmo dano configurador do lucro cessante, justamente em razão da certeza do ganho esperável. Fato é que há semelhança entre as duas situações, pois os dois estão ligados à perda de um ganho futuro, daí a dificuldade em alguns casos de se diferenciar a perda de uma chance do lucro cessante. Diante do exposto, pode-se concluir que a teoria da responsabilidade civil pela perda de uma chance vem encontrando aceitação nos tribunais, apesar da divergência que possa ocorrer em alguns casos. O direito brasileiro, ao seu tempo, vem se adaptando à realidade social, sendo que, atualmente, a pessoa que tiver seu interesse lesado, com relação à perda da oportunidade de obter um ganho ou evitar uma perda, terá seu pleito analisado, com grande possibilidade de vitória se a teoria da responsabilidade civil for aplicada ao caso concreto.

Outubro/2010


[ Mix ] brindes Aniversário

Água Doce Cachaçaria

Sinosluz completa dez anos de fundação

Joares Machado/Divulgação

A Sinosluz luminárias e materiais elétricos, localizada na Rua Marcílio Dias 1.388, em Novo Hamburgo, Centro, acaba de completar dez anos. Com produtos diferenciados, climatização, estacionamento próprio, atendimento especializado, acompanhamento e orientação aos proCasal proprietário, Jaqueline e Djiovane Kauer, jetos de iluminação, comemora a primeira década a proposta é se destacar no mercado de forma especial. A loja possui também um laboratório, onde os clientes podem conhecer as diferentes lâmpadas e propostas de iluminação. Cursos de atualização para gestores e funcionários buscam a garantia da melhor solução para o projeto do cliente.

Integração

Acis-SL promove evento para o Dia da Criança

A Associação Comercial, Industrial e de Serviços de São Leopoldo (Acis-SL) está preparando um Encontro da Integração especial para o mês de outubro, de Dia da Criança. O evento será realizado no dia 5, e vai contar com brinquedo inflável, cama elástica, palhaços e diversas atividades, a partir das 19 horas. Os ingressos estão sendo vendidos antecipadamente na sede social (Rua Alfredo Adolfo Cassel, 55, bairro Jardim América) e na sede administrativa (Rua José Bonifácio, 204, 11º andar, centro), ao valor de 20 reais. Entrada franca para crianças de até 12 anos acompanhadas de um adulto pagante.

Outubro/2010

Bolinhas de sabão para instigar a imaginação e a criatividade. Este é o brinde que algumas unidades da Água Doce Cachaçaria - rede com mais de 100 restaurantes presentes em 11 Estados e no Distrito Federal, onde os clientes podem degustar delícias da culinária nacional – distribuirão na ocasião do Dia das Crianças. Os brindes têm quantidade limitada, e por isso serão distribuídos pelos restaurantes participantes da campanha respeitando o estoque, até seu término. As unidades gaúchas que participam da promoção são as de Caxias do Sul, Porto Alegre (Avenidas Carlos Gomes e Wenceslau Escobar), Gramado e Santa Maria.

Negócios

Novas oportunidades

A Comissão de Mulheres Empreendedoras da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Novo Hamburgo, Campo Bom e Estância Velha promoveu, em 27 de setembro, mais uma edição do Apresente-se! Rodada de Negócios, em Novo Hamburgo. O evento contou com a palestra A Gestão da Geração Y no Trabalho, com a psicóloga Marilce Hanauer. O Apresente-se propicia a troca de experiências, fomenta vendas, cria novas parcerias comerciais e promove a integração entre empreendedores, e reuniu 25 empresários em um ambiente descontraído, onde cada um dos participantes pode apresentar sua empresa. Marilce fez uma comparação entre a geração de hoje, conhecida como Y, e as gerações passadas, para após traçar um perfil da atual.

Revista Expansão |

157


[ Expediente ]

A Revista Expansão é uma publicação mensal da

Rua Quintino Bocaiuva, 99 - Centro - Novo Hamburgo - RS - CEP 93510-270 Fones: (51) 3065-6380, 3036-6380 ou 3036-6381 revistaexpansao@revistaexpansao.com.br | www.revistaexpansao.com.br

Execução Editorial Diretora Geral

Ana Maribel Pacheco ana@revistaexpansao.com.br

Diretor Comercial

Sérgio Luiz Jost sergio@revistaexpansao.com.br

Gerente Comercial

Márcia Boniatti marcia@revistaexpansao.com.br Maria Helena Fleck mariahelena@revistaexpansao.com.br

Conselho Consultivo

Ana Maribel Pacheco, Angelo Reinheimer, Cláudio Rocha das Neves, Maria Helena Fleck, Márcia Boniatti, Sérgio Luiz Jost e Zita Pereira

Coordenadora de Redação

Graziela Dannenhauer graziela@revistaexpansao.com.br

Repórter

Vitória Fischer Schilling reporter@revistaexpansao.com.br

Redação

redacao@revistaexpansao.com.br

Assinaturas Comercial Vendas Impressão Cidades de Circulação Você encontra a Revista Expansão nas bancas das seguintes cidades

Adalberto Alexandre Snel, César A. Pessin, César Silva, Cleber Arnhold, Cris Manfro, Édio Trein, Estêvão Trentz, Fabiane Sehnem, Four Comunicação, Gelaina Barbieri, Jair Canalle, Jaqueline Zapelini, Janequeite Kunst, Juraci Reichert, Leed Comunicação, Letícia de Oliveira, Lisandra Lisbôa, Lu Zanatta, Luis Carlos Baumgarten, Maggda Rammé Mombach, Marcelo Kern, Mariana Schumann, Marcos Kroeff, Osvino Toillier, Renata Martins, Roberta Pletsch, Sandra Hess, Silvana Homrich e Zita Pereira

Envie seu recado à seção Cartas. São duas opções:

>> No site www.revistaexpansao.com.br,

clique no link Atendimento, escolha o campo Redação e mande sua mensagem;

>> Por e-mail, para o endereço redacao@

revistaexpansao.com.br.

Coloque seu nome completo, telefone e cidade. A Revista Expansão reserva-se o direito de resumir as cartas e e-mails.

| Revista Expansão

Ana Cristina Pires cristina@revistaexpansao.com.br e Diogo Rodrigo de Oliveira

Circulação

Aline de Melo Pires aline@revistaexpansao.com.br

Fale conosco

158

Auxiliares Administrativos

Cláudio Rocha das Neves claudio@revistaexpansao.com.br

Secretária de Redação

Colaboradores

Raquel Braz Ribeiro raquel@revistaexpansao.com.br

Atendimento ao Cliente

Gerente de Relações com o Mercado

Chefe de Redação

Editora de Arte

Editora Pacheco Ltda.

Sucursal Porto Alegre

Representante Comercial Porto Alegre

Janaína Winter atendimento@revistaexpansao.com.br circulacao@revistaexpansao.com.br assinaturas@revistaexpansao.com.br comercial@revistaexpansao.com.br vendas@revistaexpansao.com.br Gráfica Pallotti Grande Porto Alegre, Vale do Sinos, Vale do Paranhana, Região das Hortênsias, Vale do Caí e Vale do Rio Pardo Bom Princípio, Campo Bom, Canela, Dois Irmãos, Estância Velha, Feliz, Gramado, Ivoti, Montenegro, Morro Reuter, Nova Petrópolis, Novo Hamburgo, Picada Café, Portão, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, São Leopoldo, São Sebastião do Caí, Sapiranga e Taquara Edith Auler e Letícia Souza leed@leedcomunicacao.com.br Fone: (51) 3028-8590 Rua Landel de Moura, 433, Conj. 05 Tristeza - Porto Alegre Rigoberto Gruner rigo@rigocomunicacao.com.br Fone: (51) 9113-5660

Os artigos assinados não representam, necessariamente, o pensamento da revista. Não é permitida a reprodução parcial ou total dos artigos publicados na revista sem prévia autorização do editor.

Twitter

www.twitter.com/revistaexpansao

Newsletter

O cadastro requer apenas seu endereço de e-mail. Acesse o site www.revistaexpansao.com.br e insira seu endereço de e-mail no cabeçalho do site no campo Newsletter. Você receberá mensalmente a newsletter com as novidades da Expansão. O serviço é gratuito e também disponível para não-assinantes.

Quer assinar a Revista Expansão? São três opções:

>>

Visite o site www.revistaexpansao.com.br e envie a solicitação no link Assinaturas;

>>

Por e-mail assinaturas@revistaexpansao.com.br;

>> E pelo telefone: (51) 3065-6380. Outubro/2010


[ Em Cena ]

Nas mãos das crianças o mundo vira um conto de fadas, porque na inocência do sorriso infantil, tudo é possível.

Foto: Joel Reichert Uma homenagem da Revista Expansão a todas as crianças, com registro no Ateliê Fazendo Arte, em Novo Hamburgo.

Autor Desconhecido 160

| Revista Expansão

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

161


162

| Revista Expans達o

Outubro/2010


Outubro/2010

Revista Expans達o |

163


164

| Revista Expans達o

Outubro/2010

Revista Expansão - Edição 131  

Edição de Outubro de 2010 da Revista Expansão